Total de visualizações de página

sexta-feira, julho 01, 2016

NÃO SINTO SAUDADES DE CHICO XAVIER E EXPLICO:



No último dia 30 de junho completou 14 anos da desencarnação de Chico Xavier. Muito bem. O que estranhei na única notícia veiculada na rede social, pela Rede Amigo Espírita, fornecedor de um conteúdo maravilhoso de informações sobre a Doutrina Espírita, a qual transcrevo abaixo:
“30 de Junho de 2016 –
14 anos da Desencarnação
de Chico Xavier

14 anos sem o nosso amado Chico...
Chico, você nos apresentou a mais espetacular visão do Evangelho de Jesus, mudou radicalmente as nossas vidas, mudará a vida de bilhões de pessoas. Sua obra complementar do Evangelho, junto com a obra de Kardec (que também é sua), nos trouxe o Consolador prometido e os princípios reencarnacionistas estão fincados de uma maneira irreversível. Agora sim, entendemos o mecanismo da Justiça Divina e sabemos que todos atingirão a perfeição espiritual; a chamada salvação não é exclusiva de nenhuma religião e sim acessível a todos aqueles que fazem a vontade de Jesus: amam a Deus e ao próximo, perdoam setenta e sete vezes.
Chico(Kardec), você nos deixou muito claro a importância fundamental da Caridade.
Nossa gratidão é eterna, te amamos profundamente.
Felizes daqueles que o conheceram pessoalmente.
Saudades do benfeitor amigo”
Diante do simples registro da ausência de Chico, resolvi compartilhar no meu Facebook (endereço: Jorge Mesquita) e tecer o seguinte comentário abaixo”.

“NÃO SINTO SAUDADES
DE CHICO XAVIER E EXPLICO:
Ele em seus 92 anos de idade, nos deixou um legado de informações e ensinamentos magníficos de como devemos amar a Deus e Jesus como a si mesmo e amando ambos, poderemos amar o próximo. Portanto, sentir saudades de Chico, é uma prova de que ainda não entendeu nada”.
Por incrível que pareça, na minha última publicação também na rede social, no Facebook e no meu blogger (www.jornalcorreiojurunense.blogspot.com), uma matéria onde lembra uma psicografia também de chico Xavier com o espírito de Eurípedes Bassanolfo, em que lembra um diálogo com Cristo, quando o encontro chorando:

“JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que choras? Jesus não respondeu. Mas, desejando certificar-se de que era ouvido, Eurípedes reiterou: - Choras pelos descrentes do mundo? E, Jesus, após um instante de atenção, respondeu em voz dulcíssima: - Não, meu filho, não sofro pelos descrentes aos quais devemos amar. Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”
E ai, como explicar a situação para nós mesmos?
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...