Total de visualizações de página

domingo, agosto 14, 2016

BOM DIA! O MEU FINAL DE SEMANA E EM ESPECIAL, O MEU DIA DOS PAIS FOI ASSIM.


.
Depois de uma bela noite ao lado de minha filha Camila Mesquita e da amiga Izabel Pauxis, esta que foi conhecer a sede do Rancho e participar do show, cedo fui tomar café com a outra minha filha querida, Helen Tatiane que ao lado de sua mãe, Sandra e do seu maridão e meu filho, Antônio Aragão e de meus netos Maria Clara e Toninho, também falei pelo fone com meu outro filhão que mora em Salinas, Rodrigo. Ainda pelo telefone, falei com meu querido pai, Lourival que reside em Itajubá, Minas Gerais. Realmente maravilhoso.
Como sempre acontece, e vem acontecendo comigo, tenho que está bem preparado para responder as inúmeras indagações sobre a Doutrina Espírita, seja lá qual for o local onde estejamos. Durante o show no Rancho, cuja atração principal foi Sandra de Sá, dei assistência à a minha amiga Isabel, que me fez inúmeras perguntas e cujas palavras recebidas, ela transforma em bálsamos e aplica no seu dia a dia, e me surpreende com a sua ascensão ao melhoramento pessoal.
Antes da festa, depois de uma tarde de belo trabalho no Centro Espírita, sair fazendo algo que vem sendo comum no meu dia a dia,  de levar em todos os locais em que eu esteja, AS PALAVRA DE DEUS E JESUS. Incrível, seja lá qual local que eu esteja que eu não seja indagado sobre o Espiritismo. Essa maravilhosa Doutrina que aos poucos vem se alastrando em nossa Região Metropolitana, através do belo trabalho que realiza a CASA DO CAMINHO, o nosso Hospital Espiritual.
As pessoas que antes me conheciam de uma forma diferente, hoje me veem não diferente, mas sim, mudado, e buscam saber de que forma essa Doutrina mudou a minha vida. E eu estou sempre pronto a responder em qualquer local, até mesmo, quando estou no carro, paro em sinal, saem àquelas perguntas rapidinhas, enquanto o sinal não abre e libera o movimento normal dos carros. Aconteceu ainda de manhã quando fui para a casa de minha filha, no bairro da Pedreira, um senhor com a sua filha na moto, na Fernando Guilhon com a Tupinambás, que expressou: já li a revista MEDIUNIDADE muito boa e ela me fez pensar muito sobre a vida. Só deu tempo de eu dizer a ele para agradecer a JESUS.
Na casa de minha filha, eu, minha filha e meu genro, passamos a conversar sobre espiritismo das 10 às 12h. Foi magnífico, pois as dúvidas que eles tinham foram lhes esclarecidos e alguns procedimentos eles tomarão até para melhorar a sua vida de casados. Essa parte da conversa me faz lembrar da passagem de Evangelho, que fala sobre LAÇOS DE FAMÍLIA, onde Deus perguntará um dia a nós: O QUE FIZESTE DO FILHO QUE TE DEI? E certamente direi: repassei-lhe Senhor, seus ENSINAMENTOS.
Ainda na noite anterior, quando sai do trabalho no Centro Espírita, fui atender a minha ex-esposa, que vem passando por momentos depressivos. Deu trabalho, mas com auxílio de minha filha e do atual marido de sua mãe, foi solucionado em parte. A mãe de minha filha já está se tratando no Centro. Fico feliz! Ainda pela manhã de sábado, fui visitar um amigo que está se recuperando de uma cirurgia onde retirou um nódulo cancerígeno. Fez cirurgia em São Paulo, na sexta, tirou os pontos e já está se preparando para ir ao Centro, para complementar o tratamento espiritual, em uma maca, no Centro. Ele já foi ao cemitério Santa Isabel, agradecer a ajuda espiritual do Dr. Camilo Salgado.
Saindo do almoço com a minha filha, e em companhia da minha caçula, foi à casa do casal amigo Jango e Tereza Vidal, onde como é de praxe, todos os anos Dia dos Pais tem aquele pagodinho arretado. Fiz os registros do evento (vejam abaixo). Depois em meio a conversa com a d. Tereza Vidal, o tema Espiritismo entrou na conversa a qual mostrei a ela a foto acima e ela adorou a explicação.
Depois deixei a minha filha na casa da mãe dela e em seguida fui visitar o meu amigo Luiz, pai da minha querida Andreia Rufino. Pelo menos, ali, não foi diferente, conversamos muito sobre espiritismo. O assunto foi dentro da dosagem certa do que eles precisam assim como eu, pois quanto mais eu falo, mas eu me curo de meus problemas e aprendo cada vez mais. Ah, ainda pela parte da manhã, em meio a conversa evangélica com minha filha e sua família, recebi o telefonema do amigo Zeca, Grande Benemérito do Rancho, que também vem se recuperando da saúde, mas que já teve benefícios recebidos pela Doutrina Espírita, que aliás, irmão, precisas ir novamente ao Centro buscar ajuda e curar esse reumatismo acompanhado com essa chata gota.
Ainda no Centro Espírita, onde faço os primeiros atendimentos às pessoas que ali chegam pela primeira vez, no sábado, foram 25 pessoas atendidas e direcionadas aos respectivos tratamentos dentro dos problemas apresentados, e por incrível que pareça, a maioria, com problemas depressivos, e pessoas de outras religiões. Um dia a gente aprende, e como diz o Evangelho e palavra deixada por Jesus: UMDIA A GENTE APRENDE, SEJA NESTA VIDA, NA OUTRA, NA OUTRA, NA OUTRA, MAS UM DIA VAMOS APRENDER.
Antes de eu ir ao Centro, entre as 13 e as 15 horas, fiz um atendimento espiritual para uma irmã espírita, que reside na Paraíba. Um trabalho de esclarecimento e revelações, que carece de mais aprofundamento na doutrinação e ficou para as 9h desta manhã de segunda-feira, para auxiliar aquele espírito que precisa de ajuda. É verdade, os espíritos que vivem ao nosso lado, eles precisam também de ajuda assim como nós aqui deste lado, mais ainda, para quando retornarmos para LÁ, possamos pousar em um local mais eficaz e menos penoso e sacrificante para nosso melhoramento.
Afinal, meus dias: sábado e domingo, foram ou não prazerosos? Em meio a tudo isso, eu como espírito vivendo neste Plano também tive meus momentos de sofrimentos, mas em meio as dificuldades, e agradecendo a Deus e a Jesus pelas provações, parei para ajudar o meu semelhante. Enxuguei minhas lágrimas e fui ao socorro de quem mais precisava.
Uma boa semana a todos. Que os exemplos de amores demonstrados por todas as famílias aos seus respectivos pais pelo seu dia, comemorado neste domingo sejam aplicados durante as semanas seguintes até Deus nos chamar.
Jorge Mesquita




Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...