Total de visualizações de página

quarta-feira, maio 22, 2013

Obrigado Deus por ter nos dado Camilo Salgado no atendimento dos pobres mesmo depois de sua passagem. Se vivo estivesse, ele estaria completando hoje 139 anos








Apesar do número considerável de mortos elevados pelo povo à categoria de almas milagrosas e benfazejas, há no Cemitério de Santa Isabel uma que chama atenção por sua peculiaridade: é o Dr. Camilo Salgado, nascido em 22-05-1874 e falecido em 2-03-1938. Camilo Salgado, em vida, exerceu a profissão de médico, (foi um médico generalista, ou seja, tratava de várias doenças) e foi um dos fundadores da Sociedade Médico-cirúrgica do Pará, em 15 de agosto de 1914 e da Faculdade de Medicina do Pará, em 1919, além de ter exercido mandatos políticos, como vereador e governador interino, professor, tornando-se, portanto, uma figura pública.
 No entanto, consta que sua fama se fez realmente como médico-cirurgião, clinicando em hospitais como a Santa Casa de Misericórdia do Pará, Hospital da Ordem Terceira e Beneficência Portuguesa, que inclusive o homenageou com uma dedicatória em mármore sobre o seu túmulo. O médico teria sido muito zeloso para com aquelas pessoas que necessitavam de seus serviços, sobretudo as mais pobres, ganhando, assim, a sua admiração e respeito. Esse prestígio ficava já evidenciado na notícia que registrava sua morte, no dia 3 de março de 1938, aos 64 anos, e que exaltava suas qualidades:
 “Ao par dessa competência technica, o que seduzia em Camillo Salgado era, sobretudo, o seu grande e adamantino coração, propenso sempre ao soffrimento alheio. A medicina, para esse apóstolo da ciência, não foi nunca um ganha-pão, um meio de enriquecimento rápido, ou uma especulação da afflição humana: foi apenas um pretexto para que a sua innata e clara bondade melhor e mais puramente se exercitasse”.
Camilo Salgado que morou no Jurunas, na Rua dos Pariquis, teve uma farmácia que foi a falência, por doar remédios de graça aos pacientes pobres. O médico dos  enfermos é reverenciado nos centros espíritas, principalmente na Casa do Caminho, para onde Camilo Salgado envia seus pacientes (quando estes pacientes consegue ouvi-lo ou vê-lo) para complemento de curas,

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...