Total de visualizações de página

terça-feira, maio 21, 2013

Leiam: Obras do BRT podem ser retomadas dentro de sete dias





Zenaldo Coutinho e o vereador Mauro Freitas foram

recebidos de braços abertos no Portal da Amazônia:

MAIS E MELHORES ÔNIBUS PARA BELÉM











Foi durante a entrega de novos ônibus por parte do Sindicato dos Proprietários de Ônibus de Belém, que começam a fazer parte da renovação das frotas de coletivos da Região Metropolitana. O prefeito Zenaldo Coutinho acompanhado de seu secretariado e em especial, do vereador jurunense, Mauro Freitas, líder do governo na Câmara Municipal de Belém receberam os coletivos e repassaram para sus respectivas linhas.
Dos mais de 200 ônibus previsto inicialmente para começar a renovar a frota de Belém que se encontra sucateada, na manhã desta terça-feira, 80 novos coletivos foram apresentados pelos empresários, aceitando os argumentos do prefeito Zenaldo, de que aceitaria conversar e avaliar argumentos de melhoramento de transportes e retorno para eles, desde que, os proprietários de ônibus de Belém fizessem sua parte: renovando por completo as suas frotas.

Vereador  Mauro Freitas propõem que nome da pista do BRT leve o nome de Juscelino Kubitschek

 
O vereador Mauro Freitas por sua vez, se disse bastante feliz em estar participando desta brilhante festa no Jurunas, bairro que vem representando perfeitamente na Câmara Municipal de Belém, e por quem promete mais ações para breve. Mauro que esteve na Prefeitura de Belém, pela Manhã participando da assinatura do convênio do BRT, disse que a pista de rolamento desta obra levará o nome de Juscelino Kubitschek que além de construi a capital Federal, Brasília, construiu também a Belém Brasília, que interlogou o Pará ao resto do País. Sua proposta foi aceita pelo prefeito Zenaldo Coutinho e agora Mauro levará à Câmara Municipal para os trâmites legais de votação.



Zenaldo Coutinho tranquilida a Nação Jurunense: A Macrodrenagem e o Portal da Amazônia ficarão prontas SIM

Zenaldo Coutinho e o vereador Mauro Freitas com o jornalista Jorge Mesquita e líderes comunitários jurunenses


E os trabalhos já começaram. Zenaldo disse que em meio a todo esse novo processo, a empresa que estava responsável por obras estava com ‘preguiça’ e parou tudo. Mas ele garante que agora tem dinheiro em caixa para trabalhar e não papo, pra enganar. Até mesmo as residências para alogar as pessoas que estão vivendo de aluguéis e que estavam no trajeto das obras, receberão suas residências, basta um pouco mais de paciência.


Hospital Porto Dias vai ser sim, do povo



O prefeito Zenaldo Coutinho revelou na manhã desta terça-feira, durante a entrega de ônibus aos empresários e proprietários de ônibus da Região Metropolitana de Belém, disse que o futuro Pronto Socorro, onde funciona o Hospotal Porto Dias, vai sair sim para servir a comunidade.
Apesar de todos os trâmites para aquisição estarem em andamento, aconteceu um problema maior: os proprietários do Hospital Porto Dias ‘deram para trás’ na venda do mesmo, cujo valor cobrdo era de R$ 100 milhões. Os proprietários recusaram a venda, mas a Prefeitura está se encontra agilizando a aquisição através do valor real do Hospital.



GEEEEEENNNNNTTTTEEEEMMM
Estou surpreso com os comentários abaixos com relação as matérias postadas no facbooke, principalmente com a entrega dos primeiros ônibus que começam a renovar as frotas de ônibus de Belém, que estão todas sucateadas.

O que faz com que eu faça uma avaliação de que:
QUANDO NADA EXISTE, TODOS CONCORDAM QUE DEVA EXISTIR.
QUANDO COMEÇA A EXISTIR E A COMEÇAR A FUNCIONAR DIREITO, ALGUNS COMEÇAM A

Enquanto isso, vamos acreditar, e aceitar os trabalhos: Saúde é com a Saúde,
transportes, é Transportes,
segurança é com Segurança,
educação é com Educação,
e assim sucessivamente.
PACIÊNCIA e CALDO DE GALINHA não fazem mal a ninguém.






Belém adere ao Programa Municípios Verdes












Belém adere ao Programa Municípios Verdes Belém adere ao Programa Municípios Verdes A capital paraense é a mais nova cidade a aderir ao Programa Municípios Verdes (PMV). A assinatura do temo de adesão aconteceu durante a 9ª Reunião do Comitê Gestor, nesta segunda-feira,20, no Hangar – Centro de Convenções da Amazônia, inaugurando a nova fase do Programa voltando para temas urbanos.
A cerimônia contou com a presença do Governador do estado, Simão Jatene, do Prefeito Municipal de Belém, Zenaldo Coutinho, do secretário de Meio Ambiente, Cláudio Alves, do secretário de Saneamento, Luiz Otávio Mota e da presidente da Codem, Rosa Cunha, entre outras autoridades. De acordo com o prefeito Zenaldo Coutinho, a ideia é fortalecer as atividades econômicas sustentáveis, combater o desmatamento, além de ampliar as áreas verdes na cidade.
“Não podemos aceitar que Belém seja a capital menos arborizada no país. Estamos em um momento novo. Nós vamos criar uma agenda que contará com a participação da população e instituições públicas e privadas. Em breve iremos anunciar a ampliação de novas áreas verdes”. Zenaldo afirma ainda que “a cidade de Belém vai iniciar uma nova fase ao assinar o PMV hoje, já que o programa destaca um novo momento de estímulo ao meio ambiente”.
O fundo de compensação ambiental de empresas e indústrias, manejo dos parques ambientais, ampliação da arborização são alguns dos planos da Prefeitura Municipal de Belém para a capital. Em Belém a iniciativa é inovadora, já que inicialmente o programa era voltado apenas para municípios rurais. “Até então, o programa se concentrava nas áreas rurais, mas a partir da adesão de Belém, iniciaremos um trabalho também nas áreas urbanas, tratando de temas como resíduos sólidos, florestas urbanas e mobilidade”, afirma Justiniano Netto, secretário executivo para coordenação do Programa Municípios Verdes (PMV).
“É com muito orgulho que aderimos ao Programa Municípios Verdes. Nossa meta é ampliar e realizar a manutenção das áreas verdes. Queremos tirar Belém do ranking das cidades menos arborizadas do país”, diz o titular da Semma, Cláudio Alves. O Programa Municípios Verdes visa fortalecer as atividades econômicas sustentáveis e combater o desmatamento. O PMV foi implantado no Estado do Pará em março de 2011, com a proposta de mudar o quadro de devastação na Amazônia.

Texto: Ana Paula Azevedo- Ascom Semma
Fotos: Ígor Pinto – Comus PMB
Edição: Lene Tavares – NID Comus





Iuri Marajó vence no UFC e
agradece apoio da Sejel


Trazendo para o Pará a terceira vitória no UFC on FX 8, conquistada no último sábado, 18, em Jaraguá do Sul, interior de Santa Catarina, o lutador Iuri Marajó confessa um grande sonho: disputar com os “Top 10” de sua categoria a próxima luta que deverá ser realizada no segundo semestre deste ano. “Após essa vitória, minha expectativa é enorme no sentido de lutar com os melhores do peso galo.
Desejo muito chegar a essa luta”, revela. Iuri, que desembarcou em Belém na madrugada desta segunda-feira, 20, agora espera pelo resultado de sua colocação no ranking do UFC, cujo resultado deverá sair no próximo mês de junho. O atleta venceu o oponente e conterrâneo, Iliarde Santos, por nocaute técnico ainda no início do primeiro round. “Aproveitei a oportunidade em que ele sentiu o peso do evento, pois é normal quem está estreando já entrar sob uma forte pressão, maior que a dos veteranos. Creio que esse foi um grande ponto a meu favor”, declarou. Feliz pela conquista, luri Marajó se diz com sentimento de missão cumprida em relação ao apoio recebido.
“O apoio da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer, na pessoa do secretário Thales Bello, foi muito importante para custear nossas despesas. Me sinto honrado por ter tido esse patrocínio e retribuí a confiança depositada mostrando trabalho e trazendo a vitória para o nosso Estado”, agradeceu.

Texto: Áurea Gomes – Ascom Sejel
Edição: Lene Tavares- NID Comus


Prefeitura testa tecnologia LED na iluminação pública







Prefeitura testa tecnologia LED na iluminação pública Prefeitura testa tecnologia LED na iluminação pública A Avenida Duque de Caxias, no bairro do Marco, recebe, a partir desta sexta-feira, 17, luminárias de LED na iluminação pública. São quatro, instaladas no trecho entre as travessas Vileta e Timbó, ainda em caráter de teste. De acordo com a Secretaria Municipal de Urbanismo, fatores como economia, durabilidade e a menor dissipação de calor foram alguns dos benefícios que levaram a Seurb a fazer a experiência. Os técnicos da secretaria vão observar o desempenho das instalações para verificar a viabilidade da aplicação da nova iluminação por toda avenida e também em outras áreas de Belém.
O diretor do Departamento de Iluminação Pública, Joaquim Marques explica que a tecnologia LED já é adotada nas ruas de outras cidades brasileiras e teve grande aceitação. “Com a tecnologia LED, a economia no consumo de energia elétrica é de 50%, com uma durabilidade de até 11 anos”, detalhou Joaquim Marques, na comparação dessa tecnologia com as lâmpadas convencionais.
Outro fator importante para a escolha das lâmpadas foi a preocupação ambiental da atual gestão. “Diferentemente das lâmpadas convencionais, as de LED não possuem metais pesados em sua composição como mercúrio e sódio, que poluem o meio ambiente quando são descartadas”, informou Marques. Ainda de acordo com o diretor, a Seurb tem feito contato com diferentes empresas fornecedoras para a realização de novos testes em diferentes pontos da cidade. Um cuidado importante, segundo ele, para escolher o melhor produto para atender a cidade.

Texto: Dandara de Almeida
Edição: Tânia Menezes



Financiamento de R$ 314 milhões para as obras do BRT está garantido












Financiamento de R$ 314 milhões para as obras do BRT está garantido Financiamento de R$ 314 milhões para as obras do BRT está garantido Já está assegurado o contrato de financiamento no valor de R$ 314 milhões, firmado entre a Prefeitura de Belém (PMB) e Caixa Econômica Federal (CEF), para a retomada das obras do BRT (Bus Rapid Transit). A assinatura ocorreu na manhã desta terça-feira, 21, no gabinete do prefeito Zenaldo Coutinho, no Palácio Antônio Lemos. Além dele, estiveram presentes secretários, parlamentares e os representantes da Caixa, o superintendente regional Evandro Narciso de Lima e o gerente jurídico Marco Antônio, de Brasília (DF).
O valor do financiamento será empregado na extensão que compreende a Avenida Almirante Barroso, a partir do bairro de São Brás, e a Avenida Augusto Montenegro até a entrada de Icoaraci. Além disso, outros R$ 62,8 milhões serão acrescidos como contrapartida da PMB, totalizando um investimento de R$ 376,8 milhões para a primeira fase do projeto. “Este é um dia muito especial para o município de Belém”, disse Zenaldo. “Quando assumimos a nova gestão nos deparamos de cara com esta obra inacabada e logo botamos a mão na massa. Agora estamos dando uma resposta para a população, cumprindo nosso compromisso após somar forças com a Caixa, ministérios públicos estadual e federal, Câmara Municipal, Assembleia Legislativa, entre outros.”
 Segundo o superintendente da CEF, Belém vive um momento histórico. “Além do contrato de financiamento de R$ 314 milhões, também estamos assinando o Contrapartida de Financiamento do Programa de Aceleração de Crescimento (CPAC ) no valor de R$ 24 milhões para outros projetos importantes para o município, e um Termo de Compromisso que possibilita a elaboração de estudos e execuções básicas do restante do projeto BRT Belém, no valor de R$ 1 milhão”, destacou Evandro Narciso.
Também discursaram e destacaram o compromisso da nova gestão em garantir o Programa de Mobilidade Urbana e Trânsito na capital paraense a vice-prefeita Karla Martins, juntamente com Maisa Tobias, diretora-superintendente da Autarquia de Mobilidade Urbana (Amub); Rosa Cunha, presidente da Companhia de Desenvolvimento da Área Metropolitana (Codem); vereador Paulo Queiroz, presidente da Câmara Municipal de Belém (CMB); e deputado Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).

Texto: César Modesto-NID Comus
Fotos: Oswaldo Forte e Igor Pinto-NID Comus
Edição: Lene Tavares- NID Comus


Obras do BRT podem ser
retomadas dentro de sete dias



A partir da assinatura do Contrato de Financiamento e do Termo de Compromisso para a retomada do projeto BRT (Bus Rapid Transit), realizada na manhã desta terça-feira, 21, a ordem de serviço para a empresa responsável, Construtora Andrade Gutierrez, reiniciar as obras deve ficar pronta em até 30 dias, afirma o superintendente regional da Caixa Econômica Federal (CEF), Evandro Narciso de Lima. No entanto, se depender do empenho do prefeito Zenaldo Coutinho e sua equipe, pode estar pronto dentro de sete dias. “Finalmente vamos dar andamento a esta obra que, com certeza, é uma das mais aguardadas pela população”, pontuou Zenaldo. “Além disso, o projeto contempla não apenas o transporte público terrestre, mas também o aquaviário. Trata-se de um projeto contemporâneo, pensado para ser uma linha expressa integrada.
O objetivo é tornar Belém um modelo e, assim, ser reconhecidamente a metrópole da Amazônia.” As obras do BRT serão retomadas a partir do Complexo do Entroncamento. Neste trecho serão concluídos os viadutos, com objetivo de desafogar o trânsito até setembro deste ano e, em seguida, nivelar toda a extensão da Avenida Almirante Barroso novamente, permitindo a circulação de automóveis em todas as quatro faixas. Aliás, sobre o nivelamento da pista, este será custeado pela própria empresa responsável por se tratar de uma inconformidade do projeto. Ao todo o trecho do projeto que abrange a Avenida Almirante Barroso, a partir do bairro de São Brás, e Avenida Augusto Montenegro até a entrada do distrito de Icoaraci, corresponde a R$ 376,8 milhões.
Deste montante, R$ 314 milhões são oriundos da Caixa e R$ 62,8 milhões são a contrapartida da prefeitura, financiada pelo Banco Nacional do Desenvolvimento (BNDES), sendo que R$ 30 milhões foram repassados pelo governo do Estado, responsável pelo BRT Metropolitano, que inclui os municípios de Marituba e Ananindeua. Segunda etapa Após concluídas as obras naquele trecho, será a vez de executar o projeto do centro de Belém até a Avenida Almirante Barroso e do centro de Icoaraci até a Avenida Augusto Montenegro. Para a segunda etapa do projeto já estão assegurados R$ 100 milhões do Orçamento Geral da União (OGU), cujo Contrato de Financiamento deve ser firmado no segundo semestre deste ano.
Antes da assinatura, porém, será necessária a aprovação do projeto, que tem elaboração garantida mediante a assinatura do Termo de Compromisso, no qual o financiamento foi orçado no valor de R$ 1 milhão. “Agora, após a assinatura desses documentos, vamos conversar novamente com a Caixa para já começar a pensar o que e como fazer as próximas obras, a partir da entrega do Entroncamento”, concluiu Zenaldo.

Texto: César Modesto-NID Comus
Fotos: Tássia Barros
Edição: Lene Tavares – NID Comus



Sesma convoca aprovados em concurso público


Os aprovados no Concurso Público nº001/2012 realizado pela Secretaria Municipal de Saúde e já convocados para assumirem os cargos em 18 de abril de 2013, têm até o dia 23 de maio para se apresentarem e tomarem posse. Quem não comparecer dentro desse prazo perde automaticamente o direito ao cargo. Ao todo 1.307 aprovados já foram chamados para compor o quadro de funcionários da Secretaria em cinco convocações. Na última chamada, 483 pessoas foram convocadas para substituir trabalhadores temporários. Aproximadamente 200 não se apresentaram.
A maior deficiência, segundo a Sesma, se dá em cargos do nível fundamental como motorista, agente de serviços gerais, agente de portaria e eletricista. Nas primeiras três convocações, que aconteceram em setembro e outubro de 2012, foram chamados 347 profissionais, a maioria para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Icoaraci. Na convocação anterior, 477 profissionais, 102 desistiram das vagas.
Para a Diretora do Departamento de Gestão e Regulação do Trabalho em Saúde, Sara Gonçalves, um dos motivos para as faltas seria a desinformação, pela falta de acompanhamento da publicação do Diário Oficial do Município, além dos chamados “concurseiros” que participam apenas para testar conhecimentos.
“Há necessidade dos profissionais serem efetivados, para atender as demandas de serviço da Sesma e o RH não pode contratar temporários”, explica Sara que orienta os aprovados a entrarem em contato urgente com a Sesma, na Rodovia Artur Bernardes, Km 14 s/n, no bairro Tapanã. Os convocados podem se presentar das 8h às 12h e das 13h às 15h no Departamento de Gestão e Regulação do Trabalho em Saúde até o dia 23 de maio.

Texto: Luan Ribeiro
Foto: Arquivo Comus



Pará fica em 4º lugar geral no Troféu Norte Nordeste de Atletismo

Os atletas do Pará conquistaram 16 medalhas, sendo cinco de ouro, sete de prata e quatro de bronze, ficando com o 3º lugar no masculino, 4º lugar no feminino e 4º lugar geral no XXXVII Troféu Norte Nordeste Caixa de Atletismo, realizado no Estádio Olímpico do Pará entre os dias 17 e 19 de maio, com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer. O campeão do Troféu Norte Nordeste Caixa de Atletismo foi o Rio Grande do Norte, que participou com 46 atletas, a maior delegação.
O Pará competiu com 22 atletas, muitos do interior do Estado, que alcançaram bons resultados, como Itamar do Carmo Silva, que venceu os 1.500m e quebrou o recorde da competição, nos 10.000m. Para a vice-presidente da Federação Paraense de Atletismo, Sandra Malcher, os resultados foram bastante positivos.
“Nós tínhamos uma equipe reduzidas, no feminino contamos com apenas cinco atletas, e na contagem final isso acabou influenciando, mas foi muito bom já que em 2012 ficamos na quinta colocação”, lembrou. A realização do XXXVII Troféu Norte Nordeste Caixa de Atletismo teve apoio da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer, que garantiu hospedagem e alimentação para todos os atletas participantes.

Texto: Fabiana Cabral


 
Vice-prefeita destaca trabalho
dos Defensores Públicos




 “O trabalho do Defensor Público é essencial à cidadania em Belém, no Pará e no Brasil”, disse a vice-prefeita Karla Martins, sintetizando a importância da atuação da Defensoria no Pará, durante sessão especial na manhã desta segunda, 20, na Assembleia Legislativa do Estado, em homenagem ao Dia Nacional do Defensor Público, no último domingo, 19. Karla Martins é advogada e lembrou das parcerias com os defensores públicos por ocasião de audiências no anos de 2010 e 2012, quando foi diretora geral e coordenadora de atendimento do Procon Pará.
A vice-prefeita de Belém destacou a atuação firme dos defensores, tanto na orientação e assistência jurídica, quanto na prevenção e mediação de conflitos, garantindo o direito constitucional de acesso à Justiça aos mais pobres. A vice-prefeita representou o prefeito Zenaldo Coutinho na solenidade, da qual participou ao lado dos deputados estaduais Italo Mácola (PSDB) – autor do requerimento -, Tetê Santos (PSDB), Edmilson Rodrigues (PSOL), Alfredo Costa (PT), Márcio Miranda (DEM) e do deputado federal Cláudio Puty (PT). A presidente da Associação dos Defensores Públicos do Pará, Marialva Sena Santos, disse que “onde não há Defensoria Pública não existe justiça, e se ela existe não é justa”.
Ela pediu o empenho dos parlamentares na aprovação do projeto de Lei Orgânica, que reestrutura a carreira dos defensores e a gestão da Defensoria no Pará. O projeto, segundo ela, foi enviado à Alepa no governo anterior, passou por todas as comissões legislativas, mas saiu de pauta. Agora, ele deu entrada na Casa Civil, que já o encaminhou à Consultoria Geral do Estado. Em nome dos parlamentares, o deputado Márcio Miranda, presidente da Assembleia Legislativa do Pará, garantiu que já no próximo dia 22 uma nova comissão legislativa será instituída para acompanhar e dar celeridade à tramitação do projeto, assim que ele voltar à Casa.
Hoje 75% do território paraense é coberto pela Defensoria Pública. Também prestigiaram a sessão o defensor geral Luis Carlos Portela; Vicente Costa, representante da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Antônio Carlos Monteiro, representante da Ordem dos Advogados do Brasil Secção -Pará.

Texto: Valéria Nascimento – Ascom Vice-Prefeitura
Fotos: Tássia Barros
Edição: Lene Tavares-NID Comus


Disputa de xadrez entre servidores
surpreende Federação Paraense







Os Jogos dos Servidores de Belém continuam a mobilizar os funcionários públicos do município em várias em competições de várias modalidades esportivas. No terceiro dia de programação, as disputas de xadrez chamaram atenção do presidente da Federação Paraense de Xadrez, Clauber Martins, que atuou como árbitro do torneio realizado no auditório da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer, na Pedreira.
De acordo com Clauber Martins, os participantes do torneio de xadrez demonstraram excelente nível de conhecimento da modalidade e superaram todas as expectativas da Federação. Ele parabenizou os inscritos pelo nível das partidas e também à prefeitura de Belém, pela retomada do projeto e pela inclusão da modalidade no Josbel. “Desde 2002 que o xadrez não fazia parte dos Jogos dos Servidores Municipais. Já estava em tempo de voltar a integrar a grade de esportes”, comemorou.
Danielly Reis, representante da Secretaria Municipal de Educação, disse que costuma jogar xadrez com os amigos em casa, como opção de lazer. Trabalhando há três anos na secretaria, nunca soube dos Jogos dos Servidores e se disse gratificada pela oportunidade que, tanto ela quanto os demais servidores, estão tendo do de uma espécie de “confraternização saudável”. “Espero que sempre tenham iniciativas dessa natureza, que contribuem para interação e nos deixa muito satisfeitos em poder mostrar nossas aptidões esportivas”, disse Danielly.
O guarda municipal José Ronilson, que desde os 10 anos joga xadrez por hobby, lamenta que a modalidade ainda não seja tão difundida como prática esportiva. “O xadrez trabalha o raciocínio lógico e todos deveriam buscar aprender. Achei muito bom ter essa modalidade no Josbel”, declarou. Duplas formadas por servidores da Semec, Seurb, Semad, Guarda Municipal e Cinbesa participaram do torneio de xadrez.
Os jogos seguem nesta terça-feira, 21, com Basquete e Handebol masculino e feminino, a partir das 18h, no Ginásio Altino Pimenta. No mesmo horário tem Futebol de campo adulto, na Escola de Educação Física da UEPA. Também às 18h haverá Torneio de Dama no auditório da Sejel com participação do secretário Thalles Belo na disputa e, às 19h, Futsal Feminino, no Ginásio da Guarda Municipal. Toda a programação é aberta ao público.

Texto: Áurea Gomes – Ascom Sejel
Fotos: Áurea Gomes



Santa Casa destaca a importância do pré-natal para uma gravidez saudável



O Brasil apresentou grande avanço na redução da mortalidade materna e infantil nos últimos 20 anos, de acordo com dados da Secretaria dos Direitos Humanos (SDH). Na última análise, feita em 2011, a razão de mortalidade infantil foi de 16 por mil nascidos vivos, e as mortes maternas estimadas em 69 por mil nascidos vivos. Todavia, a redução desses índices ainda um desafio para os serviços de saúde e a sociedade civil como um todo. O índice de mortalidade em crianças menores de 5 anos no país ainda é considerado alto e a maior parte dos casos registrados estão nas regiões Norte e Nordeste. A Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará, que referência no atendimento materno-infantil, faz um trabalho permanente de conscientização da população para a importância de alguns cuidados durante a gravidez que podem assegurar o bem estar do bebê e da mãe.

A realização do pré-natal é fundamental para a prevenção e detecção precoce de patologias tanto maternas como fetais, permitindo um desenvolvimento saudável do bebê e reduzindo os riscos da gestante. Coleta de sangue, urina, fezes, verificação da pressão arterial e diagnósticos por imagens estão na lista dos exames obrigatórios. Romulo Müller, médico obstétra da Santa Casa explica que a primeira consulta deve ser realizada de preferência antes da gestação, a chamada consulta de preconcepção. “Nesse momento nós já iniciamos a administração do ácido fólico para manter níveis que possam evitar má formação fetal. Se não for possível um acompanhamento programado, a consulta deve ser feita no momento que a paciente suspeitar de atraso ou irregularidade menstrual”, diz o obstétra.

Além dos relatos da paciente, o médico necessita dos exames complementares como o Beta HCG, para confirmar a gravidez, e a ultrassonografia transvaginal, que pode apontar se a gestação é tópica (dentro do útero) ou ectópica (fora da cavidade uterina). A partir daí inicia-se o pré-natal, em que a futura mamãe recebe orientações para evitar o ganho excessivo de peso, sobre reeducação alimentar e as alterações corporais durante o período de gravidez, além de proceder aos encaminhamentos para os demais profissionais como nutricionista e odontólogo.

Romulo Müller ressalta que as consultas podem ser mensais, nos casos de pacientes de baixo risco até 28ª semana, quinzenais até a 36ª semana, e a partir daí até o parto semanais. O médico alerta que durante as consultas é indispensável investigar anemia, doenças infecto-contagiosas, endócrinas e outras, quando houver suspeita, como cardiopatias. Quanto aos diagnósticos por imagens, são necessárias no mínimo três ultrassonografias. “A primeira, conhecida como morfológica do primeiro trimestre, deve ser feita até a 13ª semana e seis dias, para rastreio de cromossomopatias como síndrome de Down ou más formações, como anencefalias e cardiopatias” diz o obstetra.

“Entre a 20ª a 24ª semana se deve solicitar o morfológico do segundo trimestre, que nos possibilita ter melhor visibilidade de alguma má formação e orienta a realização de exames mais específicos, como o ecocardiograma fetal nos casos de cardiopatias. Nesse mesmo momento deve-se solicitar a ultrassonografia transvaginal com medida do colo uterino, que tem por objetivo predizer o risco de partos prematuros”, destaca o médico. Finalmente, por volta da 28ª e 29ª semanas, é solicitada a ultrassonografia obstétrica com Doppler para predizer o risco de pacientes que possam desenvolver pré-eclâmpsia no final da gestação. É importante salientar que estes três exames devem ser feitos de preferência por profissionais habilitados em medicina fetal.

Rômulo destaca, ainda, que as consultas do pré-natal devem ser feitas de forma humanizada com a presença do acompanhante, de preferência o mesmo que irá participar do nascimento do bebê, e que a paciente deve ser orientada quanto ao mecanismo de parto, como combater a dor através de métodos não farmacológicos.

Texto:
Alessandro Borges-Santa Casa


Inaugurada quadra poliesportiva da Uepa em Paragominas
O campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa) em Paragomionas ganhou, na última segunda-feira, 20, uma quadra poliesportiva. O espaço, denominado “Ronan Rocha Lopes”, é uma homenagem póstuma em reconhecimento ao atleta local, que se destacou na prática do ciclismo e na conquista de diversos prêmios. "A criação deste espaço é o um antigo anseio da comunidade, dos professores, servidores e alunos. A quadra foi planejada para ser de areia, mas com o apoio da atual gestão conseguimos conclui-la, e com uma estrutura ainda melhor do que planejávamos. Essa inauguração é fruto da luta dos estudantes dos cursos de Engenharia de Produção e de Tecnologia e Análise em Desenvolvimento de Sistemas para consolidar o campus como área de Ciência, Tecnologia e Engenharia", ressaltou o coordenador do Campus, Samuel Campos.
Os alunos do Curso de Educação Física atendidos por intermédio do Plano Nacional de Formação de Professores (Parfor), cujas aulas iniciam em julho, já poderão utilizar o espaço como laboratório para aplicação prática do que aprendem em sala de aula. Mas a quadra também está aberta a toda comunidade acadêmica.
Emocionada, a mãe do atleta que deu nome à quadra, Cleusenir Lopes, agradeceu a homenagem da Universidade. Já em nome de todos os estudantes do campus, o aluno de Engenharia Florestal, Hiago Rauber, 20 anos, destacou os anos de luta pela implantação do espaço. É um grande passo para a comunidade acadêmica, que ainda tem outras lutas pela frente”, frisou o aluno.
“Somente juntos é que nós vamos construir a universidade que merecemos. Quando se faz uma opção pela educação, acreditamos na verdadeira revolução que pode mudar a vida das pessoas”, afirmou a reitora da Uepa, Marília Brasil Xavier, que também relembrou as lutas e conquistas do Campus ao longo dos últimos cinco anos.
Parcerias - Presente à inauguração, o prefeito Paulo Tocantins destacou a importância da Uepa para a formação dos jovens do município de Paragominas e garantiu a continuidade da parceria, mesmo após o término do mandato da atual gestão. “Estamos entregando 16 novas quadras, todas cobertas, e não é justo que a da Uepa fique sem”, disse o prefeito, acenando com a possibilidade da contrapartida municipal para a cobertura da quadra.

Texto:
Ize Sena-Uepa


IAP promove mesa-redonda sobre "Propriedade Intelectual no campo Criativo"
Nesta quarta-feira, 22, o Instituto de Artes do Pará realiza a mesa-redonda "Propriedade Intelectual no campo criativo", que vai discutir o direito autoral sobre obras literárias e artísticas, programas de computador, domínios na Internet e cultura imaterial; e as providências para o resguardo da criação na área artística. Os debatedores serão o Doutor em Teoria, Crítica e História da Arte (UFRGS), e curador-chefe do Museu de Arte do Rio Grande do Sul, José Francisco Alves, e a coordenadora do Setor de Propriedade Intelectual da UFPA, Maria Brasil, que atua na área há 25 anos. Após as colocações iniciais, será aberta uma discussão mais ampla com o público presente. A mesa-redonda começa a partir das 19h, no Teatrinho do IAP. Entrada franca.


Secti e Setur realizam workshop de Indicação Geográfica da farinha de mandioca d
A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) promovem, no dia 22 de maio, o “Workshop de Indicação Geográfica da Farinha de Mandioca do Município de Bragança”, que busca conscientizar os produtores do município sobre a importância do mecanismo de Indicação Geográfica como um elemento que pode vir a diferenciar e agregar valor ao produto.
A Indicação Geográfica (IG) é um selo distintivo outorgado pelo Estado para a caracterização de produtos ou serviços que apresentam uma origem geográfica específica e que possuem qualidade e reputação vinculadas ao local geográfico. “A IG poderá ser um diferencial para produção e comercialização da farinha de Bragança, diferenciando-a das demais e distinguindo-a pela origem do produto, considerando o know-how dos produtores daquela região (bragantina)", explica Magáli Coelho, coordenadora de Tecnologia Industrial Básica da Secti.
Entre os destaques da programação está a palestra sobre a relação entre turismo e Indicação Geográfica, ministrada pelo secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, e a apresentação do case de sucesso da Indicação Geográfica da Cachaça de Paraty/RJ, pelo Presidente da Associação dos Produtores e Amigos da Cachaça Artesanal de Paraty, Eduardo Calegario Mello.

Texto:
Ana Carolina Pimenta-Secti


Santa Casa recebe familiares da médica Betina Ferro
Um irmão e o sobrinho da médica cardiologista Betina Ferro de Souza visitaram o museu Alípio Bordalo, da Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará. Clóvis Ferreira Souza e seu filho, Clóvis Ferreira Junior, estão em Belém para participar da série de programações que festejam o centenário da médica cardiologista. Eles moram em Curitiba (PR).
Quem intermediou a visita foi Cristina Alencar, pesquisadora e bibliotecária do Hospital Betina Ferro, da Universidade Federal do Pará (UFPA). Cristina entrou em contato com a família para colher dados e concluir o livro “A trajetória de Betina Ferro de Souza e sua contribuição para a ciência e a sociedade”. O evento de lançamento ocorreu nesta terça-feira (21). Betina trabalhou na Santa Casa na década de 70 a 80 e foi professora de vários servidores médicos do hospital.


Secti e Setur promovem workshop de Indicação Geográfica da farinha de mandioca
A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) promovem, no dia 22 de maio, o “Workshop de Indicação Geográfica da Farinha de Mandioca do Município de Bragança”, que busca conscientizar os produtores do município sobre a importância do mecanismo de Indicação Geográfica como um elemento que pode vir a diferenciar e agregar valor ao produto.
A Indicação Geográfica (IG) é um selo distintivo outorgado pelo Estado para a caracterização de produtos ou serviços que apresentam uma origem geográfica específica e que possuem qualidade e reputação vinculadas ao local geográfico. “A IG poderá ser um diferencial para produção e comercialização da farinha de Bragança, diferenciando-a das demais e distinguindo-a pela origem do produto, considerando o know-how dos produtores daquela região (bragantina)", explica Magáli Coelho, coordenadora de Tecnologia Industrial Básica da Secti.
Entre os destaques da programação está a palestra sobre a relação entre turismo e Indicação Geográfica, ministrada pelo secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, e a apresentação do case de sucesso da Indicação Geográfica da Cachaça de Paraty/RJ, pelo Presidente da Associação dos Produtores e Amigos da Cachaça Artesanal de Paraty, Eduardo Calegario Mello.

Texto:
Ana Carolina Pimenta-Secti

Lançamento de livro no Instituto de Artes do Pará
Um dos mais conceituados pensadores em arte de Belém, o Prof. Dr. Afonso Medeiros, apresenta sua publicação mais recente nesta sexta-feira, 24. Intitulado “A Arte Em Seu Labirinto”, o livro está sendo lançado com o selo do Instituto de Artes do Pará e aborda os principais aspectos da arte contemporânea no Estado.
Recomendado por pesquisadores tão importantes quanto ele, como o Prof. Dr. em Comunicação, Fábio Castro, “A Arte em seu Labirinto” percorre debates filosóficos, estéticos, técnicos e históricos, tratados com leveza e ainda assim mantendo a profundidade do tema.  De acordo com Castro, o livro “vai colocando a questão da obra de arte com bom humor, alguma ironia e metáforas antológicas. O texto é quase uma extensão do Afonso falando: a certeza de uma conversa estimulante, repleta de pistas, inspiradora”, analisou o professor.
No lançamento, nomes como o da jornalista Adelaide Oliveira, ex-orientanda de Afonso Medeiros, estão confirmados para a leitura de trechos de “A Arte em seu Labirinto”. Mais que uma publicação para a academia universitária, este novo trabalho de Medeiros chega ao público preenchendo uma lacuna na literatura sobre a arte contemporânea, especialmente aquela desenvolvida no Pará.
Sobre o autor
José Afonso Medeiros Souza é graduado em Educação Artística/Artes Plásticas pela Universidade Federal do Pará (1985); especialista em História da Arte pela Universidade de Shizuoka (Japão, 1988); mestre em Ciências da Educação/Arte-Educação, também pela Universidade de Shizuoka (1996); e doutor em Comunicação e Semiótica/Intersemiose na Literatura e nas Artes pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2001), sob a orientação de Lucia Santaella.
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Artes do Instituto de Ciências da Arte da Universidade Federal do Pará, onde coordena o GP sobre Artes e Imagens do Corpo, é também membro pesquisador do GP sobre Crítica e Historiografia da Arte na Amazônia, ambos do PPG-Artes/ICA/UFPA/CNPq.  Ocupa ainda a cadeira de presidente da Associação Nacional de Pesquisadores em Artes Plásticas (ANPAP), gestão 2013-2014.
Entre 1986 e 1996, foi bolsista do Ministério da Educação, Ciência e Cultura do Japão, da Capes (1997-2001 e 2003) e da Fundação Japão (2000). De 1998 a 2000 pesquisou o acervo de gravuras japonesas do Instituto Moreira Salles, cujos resultados constam de sua tese e de várias publicações. Foi co-fundador, vice-presidente e presidente da Associação de Arte-Educadores do Estado Pará (AAEPA, 1989-91), além de vice-presidente (1990-92) e Diretor de Assuntos Institucionais (2011-12) da Federação de Arte-Educadores do Brasil (FAEB). Foi Coordenador do Núcleo de Artes (2002-05), Diretor-Geral do Instituto de Ciências da Arte (2006-10) da UFPA e membro do Conselho Superior da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa, 2008-10). Dirigiu o Departamento de Ação Cultural do Município de Belém (Fumbel, 1991-92), ocasião em que presidiu a comissão de criação do Museu de Arte de Belém (Mabe).
Tem publicado diversos capítulos de livros e artigos, principalmente nos seguintes temas: artes visuais, semiótica, cultura japonesa (artes visuais, teatro, literatura), teorias da arte (filosofia, crítica e história) e arte/educação. Organizou o I e o II Fórum Bienal de Pesquisa em Arte (2002/2004) e o 1º e 2º Colóquio Interartes (2010/2011).
Serviço:
Lançamento do livro “A Arte em seu Labirinto” de Afonso Medeiros. Nesta sexta, 24 de maio de 2013, às 19h, no Instituto de Artes do Pará, com leitura de trechos da obra e venda autografada de exemplares. Entrada franca.


Estado apoia municípios na elaboração dos planos de saneamento e resíduos sólidos
Prefeitos, secretários e outros representantes municipais de todas as regiões do Pará participam até quarta-feira, 23, no Hangar, do I Plansanear – Seminário de Apoio aos Municípios para a Elaboração dos Planos Municipais de Saneamento Básico e Resíduos Sólidos do Estado do Pará.
Promovido pela Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb), em parceria com a Universidade Federal do Pará, o evento tem como objetivo fornecer aos municípios todo o assessoramento técnico necessário para a construção de seus planos.
A abertura do evento, nesta terça-feira, 22, contou com a participação do governador Simão Jatene, que fez questão de frisar o caráter técnico do encontro. “A questão do saneamento e dos resíduos sólidos é um problema comum a todos os municípios, que normalmente não têm recursos para financiar sequer os projetos”, observou, acrescentando que, durante o encontro, os gestores terão o apoio de equipes especializadas para formular os planos. “Identificar o problema é o primeiro passo, entretanto, o mais importante é buscar uma solução e isso é o que o Estado está fazendo”.
No primeiro momento, o titular da Seidurb, Márcio Spíndola, informou que o enfoque será o Plano Municipal de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos, um dos quatro componentes da área de saneamento. “Já no segundo semestre nós vamos dar continuidade com a questão da água, do esgoto e da drenagem”, explicou.
Ele também destacou a importância dos planos, em cumprimento a duas Leis Federais - nº 11.445/07 (Saneamento Básico) e nº 12.305/10 (Resíduos Sólidos). Os municípios que não cumprirem as exigências previstas serão excluídos de projetos de saneamento com recursos federais advindos de convênios.
O prefeito de Barcarena, Antônio Vilaça, afirmou que o apoio do governo na elaboração dos planos será fundamental. “Sozinhos, vários de nós não temos condições de fazê-lo”, disse. A prefeita de Ponta de Pedras e presidente da Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (Amam), Consuelo Castro, destacou a importância do plano como instrumento na articulação de recursos.
Ela informou, também, que grande parte dos municípios marajoaras ainda não tinham seus planos formalizados. “Inicialmente alguns estavam construindo seus planos, outros ainda não tinham nada. Nossa ideia é construir de forma homogênea, em conjunto com o Plano do Estado”, disse.
Durante a cerimônia, o governador assinou um projeto de lei que cria a Política Estadual de Saneamento Básico, que será enviado à Assembleia Legislativa do Pará. Governo do Estado e Ministério Público também formalizaram um protocolo de intenções, que prevê a adoção de medidas conjuntas na utilização do meio ambiente. O documento garante aos municípios participantes do programa a possibilidade de firmar um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), estabelecendo um prazo para efetivarem as soluções discutidas.

Texto:
Amanda Engelke-Secom


Hemocentro descentraliza doação com unidade móvel de coleta
A Fundação Hemopa está realizando campanhas externas em diversos pontos da cidade, em parceria com instituições públicas e privadas. Nesta quarta, 22, e quinta-feira, 23, a unidade móvel de coleta de sangue estará no estacionamento do Shoppping Castanheira, na BR-316, das 10 às 20h. A meta será de 100 doações/dia. A ação faz parte da programação mensal de campanhas que começou desde o dia 7 deste mês, e que até agora resultou em 521 comparecimentos. O calendário encerra no dia 28, com campanha no Centro de Estudos Superiores do Pará (Cesupa).
Segundo a responsável pelo serviço de Captação de Doadores do Hemopa, assistente social Juciara Farias, a ação tem o objetivo de incrementar o estoque estratégico do hemocentro para garantir atendimento transfusional em quantidade e qualidade para a rede hospitalar do Estado, que atualmente é composta por 218 estabelecimentos de saúde. As campanhas externas, em parceria com várias instituições, são previamente programadas por meio da Gerência de Captação de Doadores (Gecad), que faz o trabalho de sensibilização para as campanhas. “A nossa finalidade é proporcionar mais comodidade às pessoas que estiverem aptas à doação. Muita gente não tem tempo de se dirigir até a sede do Hemocentro, então nós vamos até essas pessoas”, justificou, informando que a unidade móvel responde pela coleta de 11 mil bolsas de sangue, anualmente.
Desde o do início mês, o hemocentro já realizou campanhas em parceria com o Parque Shopping, Hospital Barros Barreto, Escola de Ensino Fundamental e Médio “Helena Valente” e Defensoria Pública do Estado. O ciclo de campanhas externas deste mês encerra no dia 28, com a ação no Cesupa - localizado na Avenida Governador José Malcher -, das 14h às 21h, com meta de 100 coletas. As instituições interessados em firmar parceria com o Hemopa devem entrar em contato com a Gecad, de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h; e aos sábados, até as 17h, ou por intermédio dos telefones 3224-5048 e 3242-9100 (ramal 205).
Quem pode doar sangue: Candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos; peso acima de 50 kg. É necessário apresentar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Padre Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 0800 280 8118, de 2ª a 6ª-feira, das 8h às 18h; e aos sábados, até as 17h.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa


Próximo sorteio da Nota Fiscal Cidadã será dia 21 de junho
O próximo sorteio do Programa Nota Fiscal Cidadã, de estímulo à cidadania fiscal, ocorrerá no dia 21 de junho. Valerão, para fins de geração de bilhetes, as notas e cupons fiscais emitidos nos meses de janeiro, fevereiro e março de 2013, nas atividades econômicas de vestuário e acessórios, alimentação, móveis e magazines. Para participar do programa, o consumidor deve pedir a emissão de nota e cupom fiscal com o seu CPF e se cadastrar para concorrer a milhares de reais em prêmios a cada três meses”, explica a coordenadora do Programa, Rutilene Garcia.
Notas e cupons fiscais emitidos por estabelecimentos como supermercados, mercados, mini mercados e  açougues, localizados em qualquer município do Estado, valerão para o sorteio de setembro. O próximo enquadramento de empresas vai acontecer em julho, com a inclusão de armarinhos e lojas de informática, de artigos recreativos, esportivos e de uso doméstico. A inclusão desses estabelecimentos é feita de acordo com cronograma divulgado pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa).
A emissão da nota e do cupom fiscal é obrigatória por lei, mas a emissão com o CPF deve ser feita a pedido do consumidor, por isso é tão importante a participação popular no Programa. “Sempre que você pedir a nota ou cupom fiscal com seu CPF, os estabelecimentos enquadrados no Programa são obrigados a emitir”, explica Rutilene Garcia.  A pessoa não precisa cadastrar os documentos fiscais, obrigação que cabe ao estabelecimento fornecedor.
A premiação é distribuída da seguinte forma: um prêmio de R$ 20 mil; um prêmio de R$ 12 mil e um prêmio de R$ 5 mil. Nas demais faixas serão sorteados vários prêmios no valor de R$ 500, R$ 200, R$ 100 e R$ 50, totalizando até 5% do total do imposto que foi arrecadado pelas empresas enquadradas no programa. Mais de 85 mil consumidores já se cadastraram. A data final para quem ainda não fez o seu cadastro e deseja participar do sorteio de junho é 10/06.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa


Programação da Sefa marca o Dia Nacional do Respeito ao Contribuinte
Em 25 de maio comemora-se o Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte, que prevê ações de conscientização da população. Para marcar a data, o Grupo Estadual de Educação Fiscal, da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), promove no dia 24, às 10 horas, no auditório da Secretaria da Fazenda, em Belém, uma palestra sobre o tema "Ética: uma questão pessoal e Intransferível", com a presença de Adauto Carvalho, auditor fiscal aposentado da Receita Federal do Rio Grande do Norte. O evento terá, ainda, a participação da coordenadora do Programa Nota Fiscal Cidadã, Rutilene Garcia. O evento é voltado a conselheiros escolares e servidores da Fazenda.


Cosanpa se reúne com a comunidade para explicar obra de saneamento
Nesta quinta-feira 23, a Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), por meio de sua Assessoria de Integração Social, vai realizar uma reunião com a comunidade para explicar como será o andamento das obras do Sistema de Abastecimento de Água do Bairro Águas Lindas, financiado pelo Programa de Aceleração do Crescimento - PAC.
A Cosanpa enviou convites para a população do bairro para que o maior número de pessoas possa comparecer e entender as mudanças que vão ocorrer com as obras previstas para começar ainda este ano. Este trabalho feito pelos técnicos sociais da companhia é de suma importância para deixar os moradores a par de todo o processo de beneficiamento do bairro onde vivem.
A reunião vai acontecer às 16 horas desta quinta, 23, na Comunidade Católica São José, que fica localizada no Conjunto Verdejante I, via principal 2 s/n. E será comandada pela Coordenadora da Assessoria de Integração Social da Cosanpa, Lene Oliveira.



Santa Casa do Pará realiza sensibilização em aleitamento materno
A Fundação Santa Casa realiza até sexta-feira, 24, no período das 8h às 12h, na Sala de Treinamento do Hospital, o curso de Sensibilização em Aleitamento Materno. O curso, que faz parte das comemorações pelo Dia Internacional de Doação de Leite Materno, ocorrido no dia 19 de maio, tem como objetivo principal a preparação de profissionais para o processo de sensibilização das doadoras de leite humano.


Helenilson Pontes participa de debate na sede da OAB/RJ
O vice-governador Helenilson Pontes participou, na última segunda-feira, 20, de um debate na sede da Ordem dos Advogados do Rio de Janeiro, a convite do presidente da entidade, que teve a participação do governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, e do senador Lindbergh Farias (PT/RJ). Em, sua explanação, Helenilson destacou os desafios que o Pará e os demais estados da União enfrentam para combater a exploração de suas riquezas sem que haja uma compensação financeira, e o projeto em tramitação no Senado que discute as novas alíquotas do ICMS. Helenilson defendeu que se o projeto for aprovado no formato proposto deixará o Pará isolado da Amazônia e do Brasil. O debate foi mediado pelo Conselheiro Federal pela OAB/RJ, Wadih Damous, e contou também com a presença do vice-prefeito do estado do Rio de Janeiro, Adilson Pires, e outras autoridades locais.



Sefa realiza curso de facilitador em Educação Fiscal
Começou nesta segunda-feira (20) na Escola Fazendária (Efaz) o curso de Facilitadores em Educação Fiscal, ministrado por Adauto José de Carvalho Filho, auditor aposentado da Receita Federal do Brasil. O curso terá 20 horas de duração e tem 25 participantes, sendo oferecido para profissionais interessados em atuar na disseminação das informações.
Participam servidores públicos de Belém, Redenção e Bragança. Os temas abordados são a relação estado e sociedade, função social do tributo e gestão dos recursos públicos. O curso mostra a importância de contextualizar a informação, e relacionar os temas com os assuntos do dia a dia das pessoas. A coordenadora do Grupo Estadual de Educação Fiscal, Zilda Benjamin, explica que “está aumentando a demanda de disseminadores, nos municípios, nas escolas e universidades, então precisamos cada vez mais de pessoas para desenvolver estas ações”.


Seicom realiza painel sobre Indústria Competitiva na XI Feira da Indústria do Pará
A Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), realiza nesta quinta-feira, 23, em parceria com a Rede de Desenvolvimento de Fornecedores, da Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa), o painel "Indústria Competitiva: Fortalecendo o Ambiente de Negócios do Pará", no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia (auditório).
O objetivo do evento, entre 16h e 17h40, é fortalecer as ações do Governo do Estado na XI Feira da Indústria (Fipa), que acontece no Hangar entre os dias 22 e 25 de maio próximos, e é uma vitrine de oportunidades de negócios em todos os setores da economia, além de agregar valor e informações à indústria paraense, por meio de temas estratégicos para o ambiente de negócios local, a exemplo de Meio Ambiente e Compras Governamentais.
A XI Fipa é uma realização da Fiepa, com o apoio do Governo do Estado, por meio da Seicom, para proporcionar oportunidades para as empresas exporem produtos e serviços, além de gerar negócios. Esse ano, a novidade da Fipa fica por conta da incorporação de conteúdos e debates junto aos empresários e públicos de interesse.



Emater implanta 140 quintais agroecológicos na ilha do Marajó
Até o fim do primeiro semestre deste ano, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) finaliza a implantação das 140 unidades do projeto Produção Agroecológica Integrada e Sustentável, na região do Marajó. Os “quintais agroecológicos” estão distribuídos em sete municípios, garantindo a promoção social e econômica da região.
Na última semana, a Emater organizou, na Escola de Educação Tecnológica do Pará, em Soure, uma oficina de avaliação das potencialidades e desafios, com a participação de agricultores familiares, membros do Consórcio de Segurança Alimentar e Desenvolvimento da Região do Arari (Consad Arari), para mostrar os principais entraves e avanços do projeto. A ação é viabilizada por convênio firmado com o Ministério de Desenvolvimento Social. Cerca de 70% das unidades já estão implantadas.
Ao todo, estão sendo beneficiadas 140 famílias agricultoras dos municípios de Chaves, Soure, Salvaterra, Cachoeira do Arari, Santa Cruz do Arari, Ponta de Pedras e Muaná. Segundo o médico veterinário da Emater Lázaro Silva, membro da equipe de acompanhamento, monitoramento e avaliação, o programa está sendo considerado um sucesso pelos técnicos e pelos beneficiários.
“Preliminarmente, o projeto visava promover a segurança alimentar, visando à melhoria da alimentação e nutrição populacional,mas já estamos vendo a potencialidade da comercialização despontando”, afirma. Estão abastecendo o mercado produtos como pepino, couve, cheiro verde, cebolinha, alface e ovos, excedentes da alimentação das famílias beneficiadas.
Ainda segundo o técnico, isso foi uma surpresa, já que antes da instalação do projeto não se sabia da aceitação de hortaliças na alimentação marajoara. “Após essa oficina, percebemos que a oferta de produtos hortifruti está menor do que a procura”, atestou. Como encaminhamentos da oficina, ficaram estabelecidas as necessidades de reunir o Consad e a Emater, para fortalecer o associativismo e o cooperativismo, promovendo a união da comunidade.

Texto:
Kenny Teixeira-Emater


Centro de Pesquisa será construído no Parque Estadual do Utinga
Servidores da Diretoria de Áreas Protegidas da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) participaram nesta terça-feira (21) da apresentação do projeto “Amazonário - Centro de Pesquisa Ictiofauna da Amazônia Paraense”. Já em processo de licitação, a obra será construída no Parque Estadual do Utinga, na avenida João Paulo II. A administração caberá à organização social Pará 2000, que gerencia a Estação das Docas, o Hangar Convenções e Feiras da Amazônia e o Mangal das Garças.






Seduc e prefeitura promovem formação sobre o Ideb em Castanhal
Cerca de 400 profissionais de educação participaram nesta terça-feira (21), em Castanhal, nordeste do Pará, no auditório da Catedral de Santa Maria Mãe de Deus, do III Encontro de Educadores da Rede Pública de Ensino, que tem como objetivo discutir o uso pedagógico dos resultados do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na prática pedagógica escolar.
O evento, promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) em parceria com a Secretaria Municipal de Educação de Castanhal, foi destinado a professores da rede estadual e municipal de ensino e teve a apresentação do grupo de dança da Escola Estadual Cônego Leitão, que apresentou a “Dança do Índio”, projeto desenvolvido pelo programa Mais Educação.
A formação é destinada aos professores de língua portuguesa, matemática e educação geral do quinto e oitavo ano do ensino fundamental. O Ideb foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e em taxas de aprovação.
Para coordenador de Ensino Fundamental da Seduc, Luiz Miguel, o evento é importante para discutir e trocar experiências bem sucedidas para o desenvolvimento da educação. “As Unidades Regionais de Educação (UREs) e a Seduc desempenham papel fundamental nesse projeto de formação sobre o ideb. É um esforço coletivo, e isso é fundamental para darmos uma educação de qualidade para as nossas crianças, um momento significativo para debater e trocar experiências que deram certo”, enfatizou o coordenador.
Os professores e técnicos que participam da formação são das UREs 8, 9 e 17, dos seguintes municípios: Castanhal, Terra Alta, Curuçá, São Domingos do Capim, Santa Maria do Pará, Inhangapi, Maracanã, Igarapé-Açu, Magalhães Barata e Capitão Poço.
Para a gestora da 8ª URE, Norma Moura, o projeto é excelente e importante para a educação do Estado. “Hoje a formação sobre o Ideb está inserida no Pacto Pela Educação do Pará, pois é uma das metas desse programa é melhorar o nosso índice, e já começamos bem, pois no ultimo sábado, Dia do Pacto na Escola, vimos que a escola pública e os professores têm comprometimento com a educação, pois mostraram trabalhos excelentes. Todos estão de parabéns”, afirmou.
A professora Ana Júlia Modesto disse que participa pela terceira vez do encontro e que está muito satisfeita com os trabalhos que vêm desenvolvendo em sala de aula. “Esta preocupação com a educação é muito importante. Desenvolver esses projetos é fundamental para o desenvolvimento do aluno e consequentemente para a melhoria do nosso Ideb”, concluiu.

Texto:
Eliane Cardoso-Seduc


Baile das Flores realiza o sonho de 86 idosas atendidas pela Seel
A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) promove no próximo dia 23, na sede social da Assembleia Paraense, localizada na avenida Presidente Vargas, a sétima edição do Baile das Flores, que reúne idosas atendidas pelo projeto Vida Ativa na Terceira Idade. O objetivo do evento é proporcionar às mulheres que na sua juventude não tiveram a oportunidade de comemorar os 15 anos essa experiência, valorizando a autoestima das idosas, que durante a rotina do projeto participam de atividades como hidroginástica, ginástica, dança, xadrez, memorização, caminhada, vôlei e alongamento.
De acordo com a coordenadora do Vida Ativa na Terceira Idade, Katia Rocha, este ano o Baile das Flores terá a participação de 86 idosas. “Divulgamos o baile entre as alunas e aguardamos as inscrições. A Seel garante toda a estrutura do evento, como espaço, decoração, buffet, atrações musicais e até os cadetes da Marinha do Brasil, que foram chamados para dançar a tradicional valsa com elas. Tudo é inteiramente gratuito e aberto também aos familiares das nossas debutantes", explica.
Nadir Ferreira, com 83 anos, é a mais velha entre as idosas a debutar este ano. Ela pratica vôlei e dança no polo do Projeto Vida Ativa instalado na sede da Tuna Luso Brasileira. A festa também conta, ainda, com a participação da Rainha das Rainhas da Terceira Idade, Maria Lina, vencedora do tradicional Baile de Carnaval da Melhor Idade promovido anualmente pela Seel. “O baile é a realização de um sonho para elas. É um festa de gala que muitas não tiveram a oportunidade de ter quando adolescentes”, conta o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Marcos Eiró. “Com o projeto Vida Ativa, estamos cumprindo mais uma missão do governo, que é a de garantir qualidade de vida e longevidade aos nossos idosos por meio de atividades de lazer e da prática esportiva. Desta forma levantamos a autoestima e promovemos o relacionamento interpessoal da terceira idade”, completa. Em 2012, o Baile das Flores reuniu 40 mulheres.
O projeto Vida Ativa na Terceira Idade é executado pela Seel em sete polos de atendimento que funcionam nas sedes da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Asalp), do Clube do Remo, do Clube dos Advogados e da Tuna Luso-Brasileira, além do Estádio Olímpico do Pará e Vila de Icoaraci e Hospital Abelardo Santos, também naquele distrito. Além das atividades esportivas e laborais, os alunos também participam de ações culturais, sociais e recreativas, como passeios, festas e torneios. Para participar do projeto, basta que o idoso ou seu familiar procure um dos polos mencionados e faça a inscrição.

Texto:
Liandro Brito-Seel




Gaspar Vianna realiza a 24ª Semana de Enfermagem
Durante dois dias, 22 e 23 de maio, a Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna promove, através do Serviço de Enfermagem e da Comissão de Educação Permanente de Enfermagem,  a 24ª Semana de Enfermagem, que este ano terá como tema “A Enfermagem e o Compromisso no Cuidar”, e terá lugar no Auditório “Dr. Ronaldo de Araújo”, no horário de 8h às 12h. O evento é voltado para enfermeiros, técnicos e acadêmicos de enfermagem. O evento faz parte da programação da 74ª Semana Brasileira de Enfermagem (74ª SBEn) - que é promovida pela Associação Brasileira de Enfermagem.




Café da manhã especial marca 102 anos do Mercado de São Brás








Um bolo de dois metros de comprimento, parabéns e um café da manhã especial entre trabalhadores, clientes e visitantes celebraram o aniversário de 102 anos do Mercado Municipal de São Brás, nesta terça-feira, 21. O secretário municipal de Economia, Marco Aurélio Nascimento e o presidente da Belemtur, Fábio Haber, participaram da programação em homenagem ao espaço.
Construído no áureo do ciclo da borracha, o Mercado de São Brás abriga atualmente cerca de quinhentos feirantes. Produtos como ervas medicinais, hortifrutigranjeiros, artesanato e culinária paraense podem ser encontrados à venda no espaço tombado em 1982, como patrimônio histórico de Belém e também do Pará.
“Estamos aqui comemorando estes 102 anos com muito carinho e esperança. Queremos resgatar a história centenária desse mercado”, declarou a representante dos trabalhadores do Mercado há mais de 18 anos, Rosana Martins feirante. O Mercado de São Brás é um dos 21 espaços de Belém indicados pela prefeitura para inclusão no PAC das Cidades Históricas, do Ministério da Cultura.
Os estudos para definir o direcionamento para o local já estão em andamento. De acordo com Marco Aurélio Nascimento, “o projeto contemplará os trabalhadores que já exercem atividades no mercado. Queremos somar esforços para transformar o mercado em um grande pólo gastronômico e cultural. O prefeito tem preocupação com as feiras e mercados de Belém e com aqueles que fazem a economia e o cotidiano desses espaços”, explicou o secretário.

Texto: Pauline Pegado
Fotos: Tássia Barros
Edição: Tânia Menezes









Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...