Total de visualizações de página

segunda-feira, abril 13, 2015

Que venha o 15 de abril! 151 anos do Evangelho Segundo o Espiritismo

O Evangelho segundo o Espiritismo (em língua francesa L'Évangile Selon le Spiritisme) é um livro espírita francês. De autoria de Allan Kardec, foi publicado em Paris em 15 de abril de 1864. É uma das obras básicas do espiritismo, e dentre elas a que dá maior enfoque a questões religiosas, éticas e comportamentais do ser humano.
Nela são abordados os Evangelhos canônicos sob a óptica da Doutrina Espírita, tratando com atenção especial a aplicação dos princípios da moral cristã e de questões de ordem religiosa como a da prece e da caridade.
Na introdução da obra, Kardec divide didaticamente os relatos contidos nos Evangelhos canônicos em cinco partes: os atos ordinários da vida de Jesus, os milagres, as predições, as palavras que serviram de base aos dogmas, e os ensinamentos morais. Segundo Kardec, se as quatro primeiras foram, ao longo da história, objeto de grandes controvérsias, a última tem sido ponto pacífico para a maior parte dos estudiosos.
Assim, é especificamente sobre essa parte que Kardec lança o olhar espírita. Longe de pretender criar uma "Bíblia espírita" ou mesmo de objetivar uma reinterpretação espírita desse livro sagrado, Kardec se empenha em extrair dos Evangelhos princípios de ordem ético-moral universais, e em demonstrar sua consonância com aqueles defendidos pelo espiritismo. Utiliza-se, na maior parte da obra, da célebre tradução francesa de Lemaistre de Sacy (1613-1684). Eventualmente, para solucionar divergências, Kardec recorreu ao grego e ao hebraico.
A obra traz ainda um estudo sobre o papel de precursores do cristianismo e do espiritismo, como por exemploSócrates e Platão, analisando diversas passagens legadas por estes filósofos que demonstrariam claramente essa condição.
No Brasil destacou-se pela polémica uma edição da obra que veio a público em julho de 1974 pela Federação Espírita do Estado de São Paulo (FEESP). Esta inseria-se em "um plano de completa e total revisão de toda a Codificação Doutrinária de Allan Kardec" posto em prática pelo Departamento do Livro da instituição, e vendeu cerca de 30.000 exemplares à época.1 A edição foi refutada por Francisco Cândido Xavier e José Herculano Pires, pela obra Na Hora do Testemunho, que veio a público em 1977.
Se bem interpretado pode lhe dá uma transformação em sua reforma íntima maravilhosa, pois quando você passa entender os dois lados da vida, você pode evitar e desvencilhar principalmente as doenças da moda como a depressão, o síndrome do pânico e até o suicídio.
Portanto, nos espíritas temos mais que comemorar o próximo dia15 de abril, quarta-feira, com muita oração, caridade, humildade, tudo de com que você pode imaginar prática, a começar se reconciliando com a sua família e depois respeitar os próximos como a você mesmo.
Em Belém, inúmeros centros espíritas vêm ajudando no melhoramento das pessoas diariamente. Dentre os quais, a Associação Espírita CASA DO CAMINHO, que tem como fundador o irmão Pedro Martins e como Patrono, o irmão espiritual Bezerra de Menezes além de muitos espíritos de luz, como também Camilo Salgado.
A Revista MEDIUNIDADE editada por mim, Jorge Mesquita, divulga o Evangelho da melhor forma e simples, para o melhor entendimento de todos.

Que venha o dia 15 de abril!
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...