Total de visualizações de página

sexta-feira, novembro 07, 2014

AÉCIO NEVES AVISO





Sobre a tentativa do PT de envolver o PSDB em acordos espúrios na investigação da roubalheira da Petrobras, Aécio Neves, presidente da sigla, emitiu a seguinte Nota Oficial: 

"O PSDB não pactua com qualquer tipo de acordo que impeça o avanço das investigações da CPMI da Petrobrás.

Lutamos pela instalação da CPMI. Temos de ir a fundo na apuração do chamado 'Petrolão' e na responsabilização de todos que cometeram eventuais crimes, independentemente da filiação partidária.

Essa é a posição inarredável do PSDB.

Brasília, 06 de novembro de 2014

Senador Aécio Neves
Presidente Nacional do PSDB"

Ontem, de forma capciosa e mentirosa, o petista Marco Maia deu entrevista ao Jornal Nacional e à mídia dizendo que havia um acordo para livrar políticos de depoimento na CPMI da Petrobras. Que a oposição tinha concordado em não chamar políticos como Gleisi Hoffmann, além do tesoureiro do PT. Causou estranheza à militância que tal fato ocorresse justamente no dia em que Aécio voltava triunfalmente ao Senado, pregando exatamente o contrário. Como era de se esperar de um partido sujo como o PT, a história é outra.

Vejam o posicionamento do deputado Carlos Sampaio,  publicado pela Folha de São Paulo hoje à tarde:
Em entrevista nesta quinta, Sampaio negou que a reunião tenha provocado mal-estar no PSDB. O deputado disse que não houve acordo para poupar políticos, apenas a construção de um "roteiro de procedimentos" diante do curto prazo para a conclusão das investigações, que terminam em dezembro. 


Segundo o deputado, o roteiro prioriza as apurações relacionadas às empreiteiras e aos diretores da Petrobras suspeitos de envolvimento no esquema de corrupção. O consenso, segundo o tucano, é que seria difícil avançar nas investigações envolvendo deputados e senadores sem o acesso à delação premiada. 


Sampaio também disse que houve "má fé" de petistas que anunciaram o acordão porque não há "lógica" no PSDB querer poupar congressistas –já que o único citado do partido, o ex-senador Sérgio Guerra, morreu este ano. 


"O que eles querem é colocar todos numa vala comum, dizer que o PSDB está com medo, mas não há a menor lógica nisso. O PSDB foi quem criou a CPI. Quem roubou a Petrobras, seja político, diretor, empreiteira, tudo e bandido de quinta categoria", disse. 


Segundo Sampaio, os pedidos de convocação e de quebras de sigilos que não forem deliberados em 10 dias pela CPI serão aprovados automaticamente. 

O PSDB precisa redobrar os cuidados em relação à Imprensa. O PT jamais pode ser porta-voz de qualquer decisão tomada no dia a dia da política, que envolvam o PSDB. Existe uma Nova Oposição no país. É preciso que não só Aécio Neves seja o seu portador. É preciso que esta consciência se espalhe por todo o partido para não frustrar os sonhos de mudança de 51 milhões de brasileiros.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...