Total de visualizações de página

quinta-feira, dezembro 25, 2014

Aprenda a pedir DESCULPAS e depois PERDOAR

ACONTECEU HOJE, DIA DE NATAL COMIGO





Independente de quem esteja CERTO ou ERRADO, Jesus há 2014 anos nos deixou um legado de ensinamentos através do Evangelho, a sua Carta Magna. E um destes ensinamentos  de suma importância é o de ter a capacidade de PERDOAR, e para se chegar até ai, mesmo que você esteja certo, o primeiro passo é pedir DESCULPAS...




É uma tarefa difícil? Claro que sim! Mas não é impossível! Só é difícil quando se pensa negativo! Mas quando se pensa positivo, muitas das vezes não acontece o atrito, a desavença e aí por diante.
Quando se diz: “Só briga os dois quando os dois querem”, é verdade pura, mas quando um sente que há injustiça, por mais que perdure, esse que pressentiu o sentimento positivo, age com auxílio da paciência e abdica também de sua sinceridade, neutralizando o lado CERTO para atrair o ERRADO e ambos acertarem as correntes vibratórias.
Foi assim que aconteceu comigo, nesta manhã de Natal, quando as orações emanadas a um casal amigo atrito ocorrido por divergências de opiniões e que virou uma raiva ferrenha de um dos lados do casal. Mas o tempo e a paciência são os melhores remédios. E o efeito positivo aconteceu na manhã de hoje, quando eu ao lado de minha filha, passamos de carro na frente da residência do amigo, ele estava na frente de sua casa distribuindo presentes a crianças como ele sempre faz neste período natalino.
Parei o carro e aguardei com paciência ele cumprir a sua tarefa de caridade, e quando chegou a minha vez, dei-lhe bom dia e um minuto de sua atenção e partimos para o diálogo: sua esposa entrara para evitar o contato. Ele permaneceu.
- Eu: Bom dia Sr (não citarei o nome para preservar a sua identidade)
- Ele: Bom dia!
- Eu: E antes que ele pedisse para entrar eu lhe disse: “Sr. Não sou digno de entrar em vossa morada, mas se disseres uma palavra que eu espero, já me deixa feliz.
Ele: Pois não!
Eu: Vim te pedir desculpas!
Ele: Claro que sim, eu te desculpo.
Eu: Peço que transmita à sua senhora os meus pedidos de desculpas.
Ele: Ela estava aqui e teve que entrar por problemas de pressão.
Eu: Se o senhor aumentar mais um pouco a sua Fé, pegue um copo com água, peça para Deus e Jesus fluidificar e ela rezando um Pai Nosso e pedindo ajuda de Bezerra de Menezes e Camilo Salgado, peça para ela tomar. Depois vocês procuram um médico para a sua cura.
Ele: atendo ouviu e disse que iria fazer o procedimento.
Eu: despedi-me e fui embora, feliz da vida, por tirar aquele peso, não por culpa (acredito eu, pois só Deus e Jesus) sabem da história. Mas me sentir confesso: leve, sorridente, sem aquela gastura no peito ou no estômago, e certamente, sem problemas de pressão, pois havia cumprido mais uma tarefa, que Deus nos incumbiu em um dos seus ensinamentos: “Amar o seu irmão como a si mesmo”. O exercício da Humildade entrou em ação para poder se conseguir a esta conciliação espiritual.
Se o ERRADO é o CERTO, só Deus e Jesus irá julgar-nos e sentenciarmos e os merecimentos virão com certeza, pois Deus é Justo e nos deu um professor chamado Jesus, que acabou de nascer.
Obrigado Jesus!

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...