Total de visualizações de página

quinta-feira, outubro 08, 2015

Governo do Pará no Círio 2015



               Belém do Pará já vive o clima do 223º Círio de Nazaré. Como em todos os anos, o Governo do Estado mobilizou uma rede de serviços e ações para garantir que os participantes dessa grande festa possam desfrutar de todos os eventos que ela congrega com tranquilidade e segurança. De acordo com estimativas da Secretaria de Turismo do Estado (Setur), mais de 84 mil visitantes são esperados para as festividades do Círio 2015 e aproximadamente R$ 30 milhões serão injetados na economia paraense, o que corresponde a um aumento de 3% em relação ao mesmo período do ano passado.
A Operação “Vá com fé e em segurança”, planejada pelo Sistema de Segurança Pública do Pará em consonância com o calendário da Arquidiocese de Belém, inicia no dia 6 e segue até o dia 27 de outubro, reunindo um efetivo de quase sete mil homens. Todas as ações do Governo estão disponíveis no Presskit produzido pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom) que foi enviado à imprensa e que pode ser acessado no link http://cirio.pa.gov.br/press-kit-cirio-2015-gov-para.pdf.
Site do Círio – Pelo quinto ano consecutivo, a Secom preparou um hotsite especial onde estará reunida toda a cobertura do Círio 2015, além das ações e operações especiais desenvolvidas pelo governo do Estado no período das festividades. O domínio www.cirio.pa.gov.br continua disponibilizando as notícias referentes ao assunto e também a Ciriopédia, uma enciclopédia virtual que resgata história e fatos do Círio de Nazaré.
As novidades são o “Kd a berlinda?”, sistema de geolocalização desenvolvido pela Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa), que estará disponível diretamente no site, e a volta do “Meu Círio é Assim”, projeto que permite aos internautas enviarem fotografias e vídeos que vão aparecer nas redes sociais do Governo. Para isso, basta marcar suas postagens com a hashtag #meucirioeassim.
Vale ressaltar que os vídeos publicados com essa hashtag serão avaliados e selecionados para compor o documentário colaborativo Cirio.Doc, produzido pela TV Cultura. O hotsite também vai disponibilizar a programação do Círio, agenda cultural e a versão eletrônica do PressKit.

Texto:
Sonia Ferro

Museus do Estado tem entrada franca no Dia das Crianças
A Secretaria de Estado de Cultura (Secult), por meio do Sistema Integrado de Museus e Memoriais (SIM) faz uma homenagem especial às crianças no dia 12 de outubro. Espaço Cultural Casa das Onze Janelas, Museu do Estado do Pará, Museu da Imagem e do Som, Museu do Círio, Museu de Arte Sacra, Museu de Gemas, Museu do Forte do Presépio e Corveta Museu Solimões ficarão abertos à visitação, das 10h às 15h, com entrada franca para crianças até 12 anos. As demais faixas etárias, a exceção dos maiores de 60 anos (que também tem acesso livre), devem adquirir ingressos, disponíveis nos seguintes valores: R$ 6, para o Museu de Arte Sacra e Museu de Gemas, e R$ 4 nas demais unidades museológicas, com meia-entrada.
Texto:
Alexandra Cavalcanti


Convênio garante produção de plantas para alimentar borboletas do Mangal
A Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) renovaram, nesta quarta-feira (7), o convênio que garante a produção de plantas que alimentam lagartas e borboletas do Mangal das Garças. O contrato foi assinado pelos titulares da Secult, Paulo Chaves, e da Susipe, André Cunha, e pela presidente da mantenedora do espaço, a organização Pará 2000, Gabriela Landé.
O trabalho da Susipe é fundamental para a criação das borboletas. Ao se visitar o borboletário do Mangal das Garças, é difícil avaliar o trabalho que está por trás desse espaço de 1.350 metros quadrados. A produção de mais de 60 espécies de plantas é feita por uma turma de seis internos da Colônia Penal Agrícola Heleno Fragoso, unidade prisional de regime semiaberto que fica em Americano, Santa Izabel do Pará, como parte do projeto Transformando Vidas, parceria da Secult, por meio da Pará 2000, com a Susipe.
A continuidade do projeto, criado em 2007, foi assegurada com a renovação do convênio. Desde aquela época, vários detentos ganharam um novo ofício enquanto cumpriam a pena. “O borboletário e o projeto Transformando Vidas têm em comum a liberdade e a metamorfose. Ele garante a possibilidade de inserção social, de voltar a participar da sociedade; aqui conta-se uma história de vida, transformação, fé, beleza e poesia”, disse Paulo Chaves.
Renato Favacho, 43 anos, egresso da colônia penal, hoje é supervisor de jardinagem no parque. Ele conta que, depois de cumprir a pena, conseguiu emprego. “Comecei como auxiliar de serviços gerais, depois trabalhei na produção, virei jardineiro, encarregado e agora sou supervisor”. Antes do projeto Transformando Vidas, ele não conhecia nada sobre cultivo e plantação. “Na colônia eles ensinam todas as técnicas de poda e plantação. O projeto me trouxe mudanças, a dignidade e a cidadania de volta. Muitas portas se abriram para mim”, relata ele, que pretende fazer vestibular para Direito.
Os internos são remunerados pelo projeto e têm direito à redução da pena. Mais importante, entretanto, é a reinserção social por meio do trabalho e da educação. Para André Cunha, este é o maior diferencial do projeto. “A reinserção verdadeira só ocorre quando a sociedade dá oportunidades de trabalho, de retomar o curso da vida de maneira normal. Este convênio tem uma representatividade muito bonita, já que liga a produção da colônia a um dos principais pontos turísticos da cidade, permitindo ao egresso uma grande perspectiva de emprego”, ressalta.
Na cerimônia de renovação do contrato, os internos da Colônia Heleno Fragoso conheceram o borboletário. “É bem mais bonito do que eu imaginava. É muito bom ver o resultado do nosso trabalho e todas essas pessoas felizes”, disse um dos detentos. Para Gabriela Landé, a ideia é que cada vez mais pessoas conheçam o projeto. “Resgatamos este ano o Corredor da Metamorfose, espaço onde o público conhece tudo que está por trás do borboletário, inclusive esse projeto social que transforma vidas".
Texto:
Fernanda Scaramuzzini

CredCidadão libera R$ 100 mil em crédito para mototaxistas de Ananindeua

Uma solenidade na tarde desta quarta-feira (7), no auditório da Secretaria Municipal de Educação de Ananindeua, marcou a entrega do crédito do CredCidadão para 30 mototaxistas legalizados. A cerimônia teve a presença da diretora geral do programa, Tetê Santos, do prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, e demais autoridades do município. O programa de crédito do governo do Estado liberou R$ 100 mil em microcréditos para garantir à categoria melhores condições de trabalho.
Carlos Fagner Silva Costa, que trabalha na profissão desde 2012, foi um dos contemplados com o crédito. "É uma satisfação estar aqui. Com o apoio do governo, a gente consegue trabalhar", disse. Cada mototaxista recebeu um crédito de R$ 7 mil para comprar uma moto nova. Esta foi a primeira operação do ano voltada para o investimento de mototaxistas em Ananindeua. Até o momento, o CredCidadão já repassou mais de R$ 5 milhões de crédito para profissionais que atuam em motocicletas no Pará.
Em Belém, o CredCidadão já liberou, na chamada linha convencional, que contempla manipuladores de alimentos, pesca, produção e venda de verduras e legumes, mais de R$ 150 mil em crédito; 90% deste total foram para Cotijuba. "É importante ressaltar que vivemos um momento de crise, mas o governo vem se empenhando de todas as formas para seguir com os programas", destacou Tetê Gomes. Regiões como Marajó e Baixo Amazonas também já foram beneficiadas com a liberação de créditos para os pequenos empreendedores locais.
Até o fim de outubro, o crédito chegará também aos municípios que compõem a chamada Rota Turística de Bragança. "Vamos trabalhar agora com o público artístico dos barzinhos. O governo já autorizou esses crédito para começarmos ainda este ano", anunciou a diretora do CredCidadão.
Com frota nova e legalização, o prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, comemora a oportunidade que os moradores da cidade recebem, com a oferta de um serviço de qualidade, e o benefício aos próprios profissionais, que passam a trabalhar com veículo novo e equipado, de acordo com a lei. “Vamos fazer dessas motos o ganha-pão de vocês, a vida de vocês", concluiu Pioneiro.
O CredCidadão é um programa de microcrédito que impulsiona os micro e pequenos empreendimentos, gerando economia, emprego e renda. Com o recurso, é possível criar e fomentar novas ideias. Ao longo de 2015, 642 empreendedores já foram contemplados em todo o Estado, em atividades como mercadinhos, sorveterias, restaurantes, papelarias e panificadoras. Batedores de açaí e mototaxistas também podem receber o crédito, que pode ser solicitado por qualquer pessoa maior de 18 anos que more no Pará há pelo menos dois anos. Quem já está no mercado de trabalho ou queira iniciar uma iniciativa também pode fazer a solicitação.
Texto:
Bianca Teixeira


Ciop atua na quadra nazarena com 26 câmeras de monitoramento e 2 tradutores

O Centro Integrado de Operações (Ciop) traz uma série de inovações nesta Quadra Nazarena. A primeira delas, a partir de parceria com o curso de idiomas Aslan, garantira duas pessoas que falam inglês e espanhol para traduzir chamadas de estrangeiros, pelos números de emergência 190 (nacional), 991 e 112 (aparelhos internacionais). O atendimento nesses idiomas ficará disponível no sábado (10), das 7h às 23h, e no domingo (11), das 8h às 19h.
 “Neste período recebemos muitos estrangeiros, e por conta disso resolvemos trazer esses tradutores para que nossa central de atendimento esteja apta a atendê-los em qualquer situação, seja uma simples informação até uma ocorrência policial. Tudo o que pudermos fazer para atender o turista faremos da melhor maneira possível”, diz o diretor do Ciop, tenente-coronel PM Heyder Calderaro.
Outra novidade é o reforço de 60 alunos do Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças (Cfap) da Polícia Militar no serviço de videomonitoramento, para que haja vigilância intensiva nas 26 câmeras que cercam o trajeto do Círio de Nazaré e entorno. Com esse quantitativo, todas as 20 cabines estarão preenchidas, com o intuito de mediar a comunicação entre a sociedade e os órgãos de segurança. Outro reforço será no efetivo para o serviço de call center do Ciop, que mobilizará 190 atendentes durante a festividade.


Em parceria com o Grupamento Aéreo de Segurança Pública (Graesp) será feito o monitoramento aéreo, durante a procissão do domingo (11), com as imagens de uma câmera que irá transmitir o sinal, via rádio frequência, e será recebido num gabinete exclusivo montado na sala de operações do Ciop. “Aqui vamos ter agentes de diversos órgãos, neste gabinete exclusivo, justamente para receber essas imagens que serão mais um recurso e um auxílio para o nosso trabalho. Estamos usando todos os recursos tecnológicos disponíveis para oferecer um bom serviço neste período”, acrescenta Heyder Calderaro.
Localização de câmeras no trajeto e entorno da procissão do Círio 2015:
Complexo Feliz Lusitânia (Cidade Velha)
Praça do Relógio (Cidade Velha)
Mercado de Ferro/ Ver-O-Peso (Cidade Velha)
Hotel Ver-o-Peso (Campina)
Travessa Frutuoso Guimarães/ Boulevard Castilhos França (Campina)
Avenida Presidente Vargas/ Boulevard Castilhos França (Campina)
Rua Senador Manoel Barata/ Avenida Presidente Vargas (Campina)
Avenida Presidente Vargas/ Rua Riachuelo (Campina)
Avenida Presidente Vargas/ Rua Carlos Gomes (Campina)
Avenida Serzedelo Corrêa/ Avenida Presidente Vargas (Campina)
Avenida Nazaré/ Travessa Doutor Moraes (Nazaré)
Avenida Nazaré/ Travessa Benjamin Constant (Nazaré)
Avenida Nazaré/ Travessa Quintino Bocaiúva (Nazaré)
Avenida Nazaré/ Avenida Generalíssimo Deodoro (Nazaré)
Rua Dom Alberto Galdêncio Ramos, em frente à Basílica de Nazaré (Nazaré)
Avenida Nazaré | Travessa Quatorze de Março (Nazaré)
Avenida Brás de Aguiar/ Travessa Quintino Bocaiúva (Nazaré)
Avenida Brás de Aguiar/ Travessa Rui Barbosa (Nazaré)
Travessa Doutor Moraes/ Avenida Governador José Malcher (Nazaré)
Rua Quinze de Novembro (Campina)
Feira do Açaí (Cidade Velha)
Praça da República/ Rua Assis de Vasconcelos (Reduto)
Avenida Governador José Malcher, em frente ao CIG (Nazaré)
Avenida Gentil Bittencourt/ Avenida Generalíssimo Deodoro (Nazaré)
Avenida Governador José Malcher/ Travessa Quatorze de Março (Nazaré)
Texto:
Tatiane Dias


PM vai atuar no atrelamento da corda à Berlinda no domingo do Círio
A poucos dias do Círio de Nazaré, representantes da Polícia Militar, Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), Departamento de Trânsito do Estado (Detran) e Arquidiocese de Belém se reuniram para definir detalhes do policiamento das duas maiores procissões e orientar os militares que atuarão pela primeira vez no evento. “Nesta reunião, explicamos os procedimentos de segurança dos anos anteriores e tiramos dúvidas sobre as principais questões de quem ainda não tem experiência no Círio”, disse o coordenador da Guarda de Nazaré, Marcelo Barão.
O tema principal do encontro foi o atrelamento da corda à Berlinda, considerado pela Diretoria da Festa um momento delicado por exigir precisão e cuidado no instante que marca a união dos promesseiros com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré. Um vídeo gravado no ano passado foi exibido aos militares para avaliarem como atuar. “Sem um atrelamento perfeito, não teremos sucesso na procissão. É muito importante discutirmos as ações em prol de um evento tão grandioso como o Círio de Nazaré”, afirmou o coordenador.
Este é o segundo ano consecutivo que o pelotão do Batalhão de Choque da PM estará à frente do atrelamento junto com a Guarda de Nazaré e Forças Armadas. Juntos, eles vão trabalhar para evitar que a multidão de fiéis provoque uma aglomeração maior em torno da corda, que este ano tem cerca de 800 metros. Para o coronel PM Romualdo Marinho, a parceria entre a segurança pública municipal e estadual com a Diretoria da Festa só tem um objetivo: resguardar a vida dos romeiros e dos profissionais que atuarão nos eventos. “O objetivo é sempre buscar a melhor maneira de reforçar a segurança de todos. Estivemos reunidos para, juntos, fazermos um evento de paz e segurança”, frisou.
Um total de 4.667 policiais militares dará conta das atividades da quadra nazarena. Eles estarão em pontos estratégicos da Região Metropolitana de Belém. Para atender as doze romarias, dentre elas a Trasladação e o Círio, serão mobilizados três mil policiais militares. O esquema completo de segurança do Círio deste ano foi apresentado pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) em coletiva de imprensa na terça-feira (6).
Texto:
Cristiani Sousa


Hospital Metropolitano disponibiliza Posto de Atendimento aos romeiros

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) prestará diversos serviços no Círio de Nazaré. Na sexta-feira, 9, das 6h às 18 h, os romeiros vindos de outras cidades terão à sua disposição um Posto de Atendimento em frente à unidade, na BR-316. No local, serão disponibilizados curativos, lanche e água. Também haverá aferição de pressão e glicemia.
Os devotos de Nossa Senhora de Nazaré também receberão o apoio do Hospital Metropolitano no sábado, 10, durante o Círio Fluvial, quando o posto de atendimento avançado com equipamentos de urgência e emergência ficará disponível na balsa montada pela Comara (Comissão de Aeroportos da Região Amazônica), Base Naval e Exército. 
Com uma equipe de 40 voluntários, o HMUE também estará presente na grande procissão de domingo, 11. Suas equipes terão como base de apoio o posto de atendimento instalado na Caixa Econômica Federal, em parceria com a Cruz Vermelha. No local, serão realizados os primeiros atendimentos aos romeiros. Caso haja necessidade, será providenciado transporte para outras unidades de saúde.
Segundo a coordenadora de Humanização do Hospital Metropolitano, Roberta Cardins, a instituição busca oferecer suporte aos devotos. “Procuramos auxiliar todos que comparecerem ao evento e necessitam dos serviços de saúde do hospital”, apontou.
Ana Negreiros
Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...