Total de visualizações de página

terça-feira, setembro 20, 2016

GANHEI MEU QUINHÃO HOJE, MAS A MISSÃO É DE TODOS

Acabei de acordar. Tomei um banho com água energizada e fluidificada e um Pai Nosso orado em cima, passei um café, sentei aqui para ver o que tinha de novidade e me preparando para repensar o que fazer agora à tarde:
Montar e mostrar trabalho do amigo Jango Vidal, em suas ações desde 2000, material de campanha eleitoral, pois as eleições estão à porta. A Nação Jurunense não poderá ficar sem avançar no seu progresso social, o qual ele já realiza há quase uma década. O trabalho divulgo aqui no FACE.
Tenho que ir a oficina, ver o carro, pois está falhando, deve ser uma vela que esteja suja; soltar as duas rodas traseiras que devido à lona nova está prendendo e esquentando; verei se ligo pra o técnico vir em casa mexer na impressora (s); ir ao comércio ver uma capelinha, um local para trocar o local de oração que tenho que foi para o quarto, e ainda não me acostumou com eles fora de minha visão no meu local de trabalho, na sala. E mais e mais. Até ir buscar a minha a Camila, às 22h no trabalho. Deitar e começar tudo de novo amanhã.
Estes são meus projetos de ação aqui neste Plano há partir de a agora até antes de dormir. Mas será que farei isso realmente? Só Deus e Jesus sabem o que farei.
Mas antes de manhã, uma palestra magnífica no Centro na Distribuição de Cestas Básicas às famílias cadastradas no Projeto Consolar, da CASA DO CAMINHO. As mães do Projeto Consolar colocaram as mãos na massa, e ao invés de ficarem escutando, foram à luta, oraram com vigor e sabedoria.
Ensinei-as a se aplicarem passes umas nas outras. Ao invés de ficarem esperando dar um copinho de água após este passe, foram tomar água fluidificada que coloquei para elas em uma bandeja em frente à plateia, onde elas estavam. Depois da palestra inicial, dirimindo dúvidas delas mesmas quanto a importância quem somos; de onde vimos; o que estamos fazendo aqui e para onde vamos. As questões de insônia, a vontade do chorar do nada, ver vultos, o dilema de algumas delas com as perdas de familiares, onde ainda se sentem muito apegadas; elas querendo saber o que fazer para ajudar pessoas amigas que estão com problemas idênticos, e assim sucessivamente.
Depois fiz atendimento individual para elas, que não quiseram se manifestar naquele momento após ouvi-las, e direcionando-as para tratamento na CASA. Outro passo que elas deram nas suas evoluções, pois não são só plateia na festa da entrega das Cestas Básicas. Elas são as estrelas. Elas começaram a frequentar as palestras da própria CASA. E já começam a discutir o assunto entre si e com seus familiares.
E o melhor de tudo, nesta terça-feira, dia 20 de setembro, além das presenças ilustres de Deus e Jesus, no Centro Espírita, assim como de Camilo Salgado, foi a presença marcante do Irmão Bezerra de Menezes. Como acontecem, antes dos trabalhos, os trabalhadores daquele dia, no caso hoje, dia 20 de setembro de 2016, é feita uma oração inicial. Geralmente, quando eu mesmo acabo falando. Saio dali feliz.
Hoje foi diferente: abri com uma Ave Maria, e pedir para que alguém se manifestasse. Uma senhora em sua simplicidade falou fazendo a saudação. Linda por sinal. Depois a amiga e irmã Suely falou agradecendo a todos principalmente às pessoas que colabora, doando cestas, alimentos e etc. para que aconteça essa distribuição. Foi quando novamente aquela senhora simples a nossos olhos, mas grande para Deus e Jesus, recebeu o Espírito de Luz de Bezerra de Menezes. Um vozeirão maravilhoso, parabenizando pelo momento, pedindo principalmente acima de tudo, união a todos, indistintamente. Que legal!
Portanto, se eu não conseguir fazer nada do planejado agora tarde, já ganhei meu dia, meu quinhão.

Portanto, só tenho agradecer a Deus e a Jesus.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...