Total de visualizações de página

segunda-feira, setembro 26, 2016

GENTE QUE COISA MAIS CHATA OS DEBATES POLÍTICOS PARA PREFEITO DE BELÉM. SE NÃO MUDARMOS A MANEIRA DE ANALISAR, A HISTÓRIA SE REPETIRÁ.


Há vários anos, não vejo (pelo menos eu), um debate a altura para candidatos a cargos majoritários institucionais em Belém. O alvo principal dos demais concorrentes, é claro, o atual comandante, no caso o que se encontra em exercício beneficiado por Lei Eleitoral. Antes, eles eram obrigados a deixarem o cargo antecipadamente e colocar a cara ao debate e a aprovação dos eleitores.
Hoje, eles permanecem na função e é claro, em um debate, pelo menos o que assistir até na noite deste domingo, dia 25 e madrugada do dia 26, nada diferente do que aconteceu em outros canais de televisão da capital. O que se encontra no pódio sendo atirados de todo os lados, porém, quando os adversários se confrontam, é uma lambuzeira só. Uma melecada completa. Tal de apadrinhamento entre ambos, a não ser aqui e acolá, um discorda, porém, se revolvem com tapinhas nas costas. Isso é oposição? Ou covardia dos próprios opositores que não querem ser cobrados também pelos seus opositores.
Seria medo de perder um espaço no degrau os leva para próximo do atual líder? Seria medo de escorregar e ficar abaixo? O certo é que, é uma vergonha total. Um verdadeiro NÃO VALE A PENA VER DE NOVO.
Que sustentação garantem esses opositores se não mudarem suas posturas de ser. Quando estou só, quebram um pau danado contra tudo e contra todos. São os maiorais. Quando se agrupam, mostram incapacidades de resolver realmente uma questão com uma novidade para que venha trazer benefícios em gerais.
Quando conseguem destronar o líder, necessitam de quatro anos para aprender como se entrar primeiro no palácio onde ele dali irá comandar os destinos de todos. Ai, param tudo o que o outro já vinha fazendo, para poder entender que 2 + 2 é igual a 4 e não 5 e que 2 e 2 não é 4 e sim 22. Ai começam todos os transtornos e reclamações gerais. Um prato cheio para a mídia maior.
Nesta próxima quinta, a cidade estará atenta ao último debate por um canal de televisão de Belém, tido como a pioneira, a de maior audiência. Ai ao eleitorado que tem preguiça de buscar vasculhar direito as propostas fica a mercê dos números dos Ibopes para poder definir seu voto. Ai saem coisas erradas e o chororô da população se renova por mais 4 anos.
Uma pena que se continue tudo como antes, no quartel de Abrantes.



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...