Total de visualizações de página

segunda-feira, novembro 14, 2016

TERÇA FERIADO, O QUE FUNCIONA OU NÃO NA ÁREA GOVERNAMENTAL

Por conta do feriado, serviços funcionam em horários especiais nesta terça-feira
Em função do feriado nacional da Proclamação da República, nesta terça-feira (15), os serviços públicos do Estado funcionam em horários especiais. Áreas como saúde e segurança pública mantêm o atendimento à população ininterrupto, com a divisão do trabalho entre as equipes em sistema de escala.
Os serviços de urgência e emergência da unidade de saúde da Pedreira e do Hospital Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci, serão ofertados normalmente, durante 24 horas. Outros órgãos estaduais de saúde funcionam em regime de escala, atendendo somente pacientes referenciados, a exemplo da Santa Casa, onde somente o setor de obstetrícia vai fazer atendimento normal, devido o movimento diferenciado dos outros setores. No Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua, apenas o setor administrativo não vai funcionar. Já o Hospital de Clínicas Gaspar Vianna prestará unicamente atendimento de emergência obstétrica e psiquiátrica.
Na segurança, em Belém e no interior, as delegacias de Polícia Civil ficam em regime de plantão, a começar hoje, às 18h, até às 8h de quarta-feira (16). Na capital, os registros de ocorrências e flagrantes deverão ser encaminhados às unidades de São Brás, Marambaia, Icoaraci, Mosqueiro, Marituba e Cidade Nova, e à Divisão de Homicídios, Delegacia da Mulher e Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data), que atenderão nos casos de prisões em flagrante e registros de ocorrências. As demais delegacias farão registros e prestarão orientações e encaminhamentos.
O Mangal das Garças estará aberto das 9h às 18h. Já a Estação das Docas funcionará das 10h às 22h.
Texto:
Bianca Teixeira
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...