Total de visualizações de página

terça-feira, novembro 03, 2015

Belém ganhará Centro Global de Gastronomia e Biodiversidade


Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 31/10/2015 08:04:00


O pavilhão do Brasil na Expo Milão, na Itália, ficou lotado de turistas do mundo inteiro dispostos a conhecer mais sobre os encantos e as delícias de sabores da Amazônia durante a Exposição Universal de Milão, que reúne tradição, cultura e inovação de mais de 150 países. Com o tema “Alimentando o mundo com soluções”, o Brasil revela na Europa não apenas sua importância como produtor e exportador de alimentos, mas também o uso de tecnologias avançadas de maneira sustentável na agricultura.
Neste sábado (31), a expectativa é para o último dia de degustação do público, que alcança número recorde: já são mais de 20 milhões de visitas durante todo o evento. No pavilhão do Brasil, os turistas lotaram o auditório para conferir palestras sobre gastronomia e experimentar um pouco das ervas, frutas e diversas comidas típicas de Belém do Pará.
Doces de bacuri, sucos de cupuaçu e taperebá, chocolates da Amazônia e cervejas artesanais, além de pratos típicos como o Tacacá, tiveram destaque. O Italiano Massimo Garibaldi, 33 anos, experimentou o famoso tacacá de Belém e disse nunca ter provado algo parecido. “É bem diferente e gostoso. Deixa a boca tremendo e aquece bastante. Uma delícia!”, contou.

Na feira internacional foram lançados, neste fim de semana, pela Prefeitura de Belém e Governo do Pará, o evento “Diálogos Gastronômicos”, que vai promover o encontro de chefs renomados de vários países na capital paraense em agosto de 2016. Também foi apresentado o projeto de criação do Centro Global de Gastronomia e Biodiversidade da Amazônia.
A vice-prefeita de Belém, Karla Martins, esteve em Milão representando o Pará. “A gastronomia é modelo de desenvolvimento para a região, dos ribeirinhos aos grandes restaurantes. O turismo gastronômico fortalece toda uma cadeia produtiva que coloca o Estado do Pará em destaque internacional”, disse.
Destaque – Em matéria veiculada pelo “Jornal Nacional”, da Rede Globo de Televisão, na noite desta sexta-feira (30), a jornalista Ilze Scamparini mostrou as riquezas da culinária paraense e destacou a criação do centro gastronômico como a valorização da cultura paraense. Toda essa gama de informação sobre a gastronomia do Pará foi exposta no pavilhão do Brasil na Exposição Universal, na cidade italiana.

O centro será implantado ao longo dos próximos dois anos no Complexo Feliz Lusitânia, às margens da Baía do Guajará, em Belém, e prevê uma estrutura com escola de gastronomia, laboratório de alimentos, barco-cozinha, museu e restaurante, que poderá oferecer ao púbico nacional e internacional um ambiente propício a trabalhos sobre gastronomia e biodiversidade em diversas dimensões, como pesquisa, ensino, formação, fomento econômico e divulgação turística e cultural, entre outros.
“Belém tem um elemento determinante e fundamental para isso, que é a gastronomia que melhor representa o Brasil, com características bem peculiares e uma variedade ímpar de ingredientes. Esse conjunto de coisas colabora para o sucesso dessa iniciativa, que faz uma articulação entre gastronomia, sustentabilidade e meio ambiente. Foi a coragem para ousar que nos levou, mesmo sob críticas, a transformar isso em algo muito maior", disse o governador Simão Jatene no lançamento do projeto, no dia 15 de outubro deste ano, na capital paraense.

A proposta de criação do centro também faz parte das comemorações dos 400 anos de fundação de Belém, e foi apresentada ao Governo do Pará e à Prefeitura de Belém por um conjunto de organizações da sociedade civil, lideradas pelo Instituto Paulo Martins (entidade que promove e divulga a gastronomia paraense e amazônica e que organiza anualmente o festival Ver-o-Peso), o instituto Atá (presidido pelo chef Alex Atala e principal instituição brasileira que trabalha a relação homem-alimento) e o Centro de Empreendedorismo da Amazônia (fundado em 2015 com o objetivo de estimular negócios sustentáveis e inovação na região). Veja no link a matéria exibida pelo "Jornal Nacional". (Com informações da Prefeitura de Belém)
Tatiane Dias
Secretaria de Estado de Comunicação


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...