Total de visualizações de página

quarta-feira, março 30, 2016

HEMOPA: Texto triste da pediatra Andrea Vila Nova.





URGENTE! O HEMOPA ESTÁ PRECISANDO DA COLABORAÇÃO DE DOADORES MAIS DO QUE NUNCA...
(Vários pacientes precisam de doação de
sangue, mas em especial as crianças com doenças oncológicas)

Aos meus amigos:
Sangue. Preciso de sangue. Sabe aquele refrão de quase todas as religiões de que SANGUE É VIDA ?! É exatamente isso. Minhas crianças estão morrendo, nossas crianças, não são só minhas, e elas precisam de sangue para continuar vivas, e são tantas, em tantos lugares diferentes que me amedronta não conseguir nem para a que está precisando neste segundo, na minha frente.
Não estou pedindo uma doação como a das festas, não estou pedindo ovos de páscoa, nada que uma loja possa oferecer, nada que seu dinheiro possa comprar. Não dá para fabricar sangue, não é remédio. Não é culpa do governo, da direita ou da esquerda, não é falta de hospital, de médico ou de estrutura, é falta de uma matéria-prima que nossa sociedade está esquecendo de colocar na lista dos perigos de extinção
 – DOADORES, gente que consegue olhar além de si e consegue ver a necessidade de vida do outro, porque no fim é isso, eu estou pedindo vida para essas crianças. O que eu peço, só você, sozinho com sua consciência pode dar. Semana passada morreu um menino lindo de cinco anos, e o aspecto dele era azul e ele sangrava, e nós não tínhamos as plaquetas – que vem do sangue – para tentar mantê-lo vivo o nome dele era Antônio e ele gostava de brincar de carrinhos, com um em cada mão; dois dias depois uma menina de nove anos.
Erica, tinha os cabelos mais bonitos que já vi e morreu sangrando, pedindo pra continuar viva, a mãe tentava juntar do chão o sangue que saía dela e todos choraram junto com esta mãe; a Nilciane, 16 anos, sangrou e morreu olhando pra gente, pediu pra não ser sedada, já sabia que se dormisse não ia mais acordar, já tinha idade pra entender e entendia que não tinha plaquetas pra ela, sabia que ia morrer e se agarrava a cada fiapo de vida com um desespero tão grande que dá um nó na garganta só de lembrar, ela era linda, e está morta;  sexta-feira da paixão perdi o Brayan, 2 anos, os olhos dele eram escuros e silenciosos , e quando a plantonista me perguntou o que mais podíamos fazer eu tive que responder – nada- não tínhamos de onde tirar as plaquetas pra ele, não tinham sido feitas doações suficientes.
Não tinha sangue, e quando eu tentei falar para a mãe dele que essa perda gigantesca (que vai ser a maior da vida dela, porque nenhuma mãe consegue perder um filho) podia não ter acontecido naquele instante, daquele jeito, se 08 (oito) pessoas tivessem tido a bondade de perder uma hora da sua vida para que ele tivesse uma unidade de plaquetas e continuasse vivo, eu perdi a coragem, e só pude dizer “sinto muito”, e eu sinto muito todos os dias desde então, sinto que não dá pra ficar calada enquanto as crianças morrem, e que eu não estou trabalhando pra não conseguir fazer “nada”, não consigo sozinha, não posso, nem posso carregar essa dor sozinha com a minha equipe.
Em todos os casos tínhamos toda a estrutura, mais de um médico, mais de três enfermeiras, muitos técnicos e um óbito por falta de sangue. Talvez você não entenda o que é ter uma criança morta nos braços, mas posso lhe garantir que é uma dor que lhe rasga por dentro e lateja enquanto você estiver vivo, sei o nome de todos eles, não consigo esquecê-los. Hoje eu tenho o Vinícius e a Lorrane, vivos, precisando de sangue, agora, neste minuto; amanhã terei a “Ana”, o “João” e muitos outros, assim como eles, todos os dias do ano, de todos os ans.
É preciso que criemos a cultura da doação, uma morte por falta de sangue não é admissível. Não é humana. Não espere ser com o seu filho, seu sobrinho, sua mãe, seu pai... as urgências não são imaginadas, não espere amanhã, DOE HOJE, este menino de olhos amendoados que está na minha frente precisa para este segundo, e eu não posso ajudá-lo se você não me ajudar... PRECISO DE SANGUE. DOE. COMECE HOJE. Esta conta é entre você e sua consciência, você e Deus, você e os seus. Eu estou fazendo a minha parte. Faça a sua. É um pedido de páscoa, de renovação, de vida para um ano inteiro...
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...