Total de visualizações de página

segunda-feira, fevereiro 24, 2014

O Governo do Estado vai zerar o déficit de delegados no interior do Pará





Professores e alunos avaliam o curso de licenciatura em música da Uepa
Alunos e professores de licenciatura em música da Universidade do Estado do Pará (Uepa) se reúnem nesta quarta-feira (26) em Vigia, nordeste do Estado, para participar do primeiro fórum de avaliação do curso. A ideia é formar grupos de trabalho voltados ao perfil do profissional, à estrutura curricular, ao acesso e avaliação e à pesquisa e extensão, para discutir a construção do novo Plano Político Pedagógico.
Um dos objetivos principais do fórum é também discutir o Plano Político Pedagógico apresentado há doze anos para a reformulação do curso. Segundo a professora Pamella Rodrigues, nunca houve esta discussão, sobretudo com os alunos de outro município. “Vamos avaliar como o curso está. Avaliaremos o texto e o que consta no atual projeto”, afirma.
O fórum ocorrerá em outro município, justamente, para avaliar a realidade do ensino da música fora da capital e incentivar a participação e troca de experiências de alunos na construção coletiva do novo plano. Para a professora, são visões diferentes em busca de uma melhoria. “O professor tem uma visão do que ocorre no curso, mas os estudantes, principalmente os veteranos, têm outra. Eles têm a visão de quem está recebendo todo esse material. Então é importante saber”, ressalta.

Texto:
Ize Sena


Mais de 80 são aprovados para a residência multiprofissional em saúde
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) e os hospitais associados divulgaram nesta terça-feira (25) o resultado final do processo seletivo para a Residência Multiprofissional em Saúde, que teve 84 aprovados. A Uepa divulgou também o resultado dos recursos da prova de títulos. A relação dos candidatos aprovados e classificados e a consulta individual da situação de todos os candidatos estão disponíveis no link http://www3.uepa.br/uepa/residenciaemsaude/.
Os candidatos aprovados devem fazer a matrícula nesta quarta (26) e quinta-feira (27), no horário de 8h30 às 16h. em Belém, os aprovados devem comparecer na secretaria da Coordenadoria de Residência Multiprofissional em Saúde, no Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS). Os candidatos classificados no município de Santarém devem se dirigir à Diretoria de Ensino e Pesquisa do Hospital Regional do Baixo Amazonas.
Entre os documentos necessários para a efetivação da matrícula, estão: formulário cadastral de matrícula e termo de compromisso devidamente preenchidos e assinados; duas fotos 3x4; cópia autenticada do diploma de graduação (frente e verso); duas cópias da cédula de identidade e CPF; número de inscrição no Programa de Integração Social (PIS); e declaração devidamente reconhecida em cartório de que não possui vínculo empregatício.
O Currículo Vitae/ Currículo Lattes e os documentos dos candidatos não classificados estarão à disposição, na sede da Comissão de Residência Multiprofissional em Saúde, no prazo máximo de 60 dias, a contar da publicação do resultado fina. Para a retirada dos documentos dos candidatos, será exigida a apresentação do documento de identidade. O início das aulas está previsto para o dia 6 de março.
A especialização é oferecida pela Uepa e pelos seguintes hospitais associados: de Clínicas, Metropolitano, Ophir Loyola e Regional do Baixo Amazonas Dr. Waldemar Pena, além da Santa Casa de Misericórdia do Pará. As vagas são destinadas às seguintes áreas de concentração: estratégia saúde da família; atenção à saúde mental; atenção à saúde cardiovascular; urgência e emergência no trauma; oncologia - cuidados paliativos; atenção à saúde da mulher e da criança; residência multiprofissional em nefrologia e atenção integral em ortopedia e traumatologia.
O Programa de Residência Multiprofissional oferece formação durante 24 meses, totalizando 5.760 horas, sendo 20% de carga horária teórica e 80% de carga horária prática. Para cada ano de curso o residente gozará 30 dias de férias. A modalidade é de tempo integral, com dedicação exclusiva. Mais informações: residenciamultiprofissional2014@uepa.br.

Texto:
Ize Sena


Governador Simão Jatene visitou, na tarde desta terça-feira (25), o novo Terminal Hidroviário de Belém, a ser inaugurado no fim do mês de março.

Acompanhado por parlamentares, secretários de Estado, diretores e funcionários da Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) – que vai administrar o empreendimento – e da empresa responsável pela obra, Simão Jatene inspecionou todos os espaços do equipamento e foi recebido com carinho pelos cerca de 200 operários que estão transformando o galpão 9 da Companhia Docas do Pará (CDP) no mais moderno terminal hidroviário do país.
Para o governador, o novo Terminal Hidroviário de Belém, obra que teve investimento de cerca de R$ 19 milhões do Governo do Pará, será de grande importância para diferentes setores do Estado, como o turismo e a economia, mas o maior benefício é atender com qualidade a população mais simples, ribeirinha, que tem no modal hidroviário o principal meio de transporte
 O presidente da CPH, Abraão Benassuly, apresentou ao governador espaços como o salão de embarque, com capacidade para 400 passageiros confortavelmente acomodados; guichês de compra de passagens; lanchonetes; centro de atendimento ao turista e boxes que serão destinados a pequenas lojas de artesanatos e afins. Ele explicou que o terminal será totalmente refrigerado e que os passageiros terão à disposição os melhores materiais de acabamento, como luminárias de LED, piso em porcelanato e esquadrias de alumínio, além de portões eletrônicos e sistema de som ambiente.
LOC:  Segundo Abraão Benassuly, a empresa responsável pela obra está trabalhando nos últimos detalhes para que o terminal possa ser entregue o mais rápido possível para a população. A previsão é que a inauguração ocorra até o fim de março.
Em seguida, o governador e comitiva visitaram o pavimento superior do prédio, onde serão instaladas as autoridades portuárias organizadas, cuja presença dará ainda mais segurança para passageiros e funcionários do terminal.
Para o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, o novo Terminal Hidroviário de Belém representa um marco para a infraestrutura do turismo no Pará, principalmente no que se refere à melhoria da acessibilidade e mobilidade dos turistas



Preso em Tucumã acusado de envolvimento em assaltos a bancos
A Polícia Civil capturou nesta terça-feira (25), em Bernardo Sayão (TO), Edmilson Folhas, acusado de matar um índio durante tentativa de assalto à sede de uma cooperativa indígena, na cidade de Tucumã, no sudeste paraense. Ele é suspeito de integrar uma quadrilha responsável por assaltos a banco no Pará. Um dos crimes atribuídos ao acusado é o assalto a uma agência bancária na cidade de Água Azul do Norte, em setembro do ano passado.
Edmilson também estaria envolvido na tentativa de roubo a um carro-forte, no trecho da rodovia que liga as cidades de Redenção e Santa Maria das Barreiras. A prisão dele já havia sido solicitada pela Polícia Civil à Justiça de Xinguara. O acusado vai ser recambiado ao Presídio Regional de Redenção para responder pelos crimes.

Texto:
Walrimar Santos


Ceasa realiza parceria com Centro Comunitário para o programa “Compras Associadas”
“O projeto veio para abençoar a comunidade do bairro do Curió. Vamos ter a oportunidade de adquirir frutas e verduras mais baratas”, afirma a presidente do Centro Comunitário das Castanheiras do Curió, Rolange Nazaré sobre a parceria entre a Central de Abastecimento do Pará (Ceasa-PA), permissionários e a associação de moradores para a implantação do projeto piloto “Compras associadas”.
Segundo o presidente da Ceasa, Carlos Augusto Barbosa, o projeto possui como finalidade realizar o varejão para que a população, que mora no entorno da Central de Abastecimento, possa realizar a aquisição compartilhada dos produtos hortifrutigranjeiros diretamente do mercado atacadista. “O bairro será o primeiro a ser beneficiado com esta ação. Nesta primeira experiência queremos avaliar os benefícios, a fim de que futuramente o projeto seja ampliado para outras comunidades”, explica. Ainda de acordo com o presidente, as frutas e hortaliças comercializadas pela Ceasa serão 50% mais baratas em relação aos preços praticados nas feiras e mercados de Belém.
A Associação de Moradores será responsável pela solicitação dos produtos, arrecadação de dinheiro, disponibilização de local e pessoal para recebimento dos hortifrutigranjeiros. A presidente do Centro Comunitário do Curió, Rolange Nazaré, afirma que será definida a data do varejão e os produtos selecionados de acordo com o grau de importância apontada pelos próprios moradores.

Texto:
Fabiana Otero


Cosanpa intensifica combate às ligações clandestinas na Grande Belém
A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) está intensificando o combate às ligações clandestinas na Região Metropolitana de Belém. Nesta segunda-feira, 24, a equipe formada por quatro pessoas da Unidade de Negócios Norte, realizou mais uma ação de corte de água de um morador da avenida Pedro Álvares Cabral. Segundo a gestora da unidade, Cleide Ferreira, "esta é a quarta vez que ele religa sem efetuar o pagamento da dívida de água, que ultrapassa R$ 22 mil".
A operação, que teve o apoio de policias da Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil (Dioe), aconteceu após denúncia de uma moradora da mesma rua do suspeito de realizar a ligação clandestina. "Descobrimos o 'gato' de água porque ele se religou na rede velha, provocando vazamento de água no local, e a vizinha o denunciou na unidade", informa a gestora da UniNorte.
Para evitar nova tentativa de religação, os técnicos da Cosanpa efetuaram o corte e retiraram toda a tubulação concretando o ramal. O dono do imóvel não estava presente no momento do trabalho, mas a pessoa que estava na casa foi informada dos procedimentos. A gestora da UniNorte informou que será um feito um laudo técnico para que seja aberto um processo contra o morador reincidente.
Na sexta-feira, 22, outra ação resultou em corte de água, desta vez na estrada do Icuí Guajará, em Ananindeua. O morador do conjunto Saint Clair também havia feito uma ligação clandestina e provocado um grande vazamento de água na rua. Um boletim de ocorrêcia foi registrado para que o morador compareça à delegacia, para prestar esclarecimentos. Financeiramente, o prejuízo causado pelo morador do Saint Clair foi na ordem de cinco mil reais, já que foram necessárias várias mobilizações de quipes, com emprego de veículos, caminhões, materiais, sem falar no tempo em que poderiam estar sendo executados outros serviços.
Furto
Desde 1940, com a sanção da Lei nº 2848, furtar água é crime previsto no Código Penal Brasileiro. Entretanto, mesmo com a clareza da lei, as ocorrências desse tipo de delito não pararam de ocorrer. Veja, a seguir, o que diz a legislação:
Título II – Dos crimes contra o patrimônio, capítulo I – Do furto: Art. 155 – Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel:
Inciso 3º – Equipara-se à coisa móvel a energia elétrica ou qualquer outra que tenha valor econômico.
Pena prevista: Reclusão de um a quatro anos e multa.
Capítulo IV – do dano, dano qualificado: Art. 163: Destruir, inutilizar ou deteriorar coisa alheia:
Parágrafo único – Se o crime é cometido:
III – contra o patrimônio da União, Estado, Município, empresa concessionária de serviços públicos ou sociedade de economia mista; (Redação dada pela Lei nº 5.346, de 3.11.1967).
Pena prevista: Detenção de um a seis meses de multa.
Capítulo V – Da apropriação indébita, apropriação indébita: Art. 168: Apropriar-se de coisa alheia móvel, de que tem a posse ou a detenção.
Pena prevista: Reclusão de um a quatro anos e multa.
Capítulo VI – Do estelionato e outras fraudes, estelionato: Art. 171: Obter, para si ou para outrem, vantagem ilícita, em prejuízo alheio, induzindo ou mantendo alguém em erro, mediante artifício, ardil, ou qualquer outro meio fraudulento.
Pena prevista: Reclusão de um a cinco anos e multa.
Fonte: Revista Sanear da Associação das Empresas de Saneamento Básico Estaduais (Aesbe)

Texto:
Andrea Cunha


Novas Regras do DETRAN
 
JÁ ESTÃO VALENDO
PARA TODOS OS ESTADOS
NOVAS REGRAS
 
 






A carteira só pode ser renovada durante o prazo de, no máximo, 30 dias após o seu vencimento. Após este prazo, a carteira é cancelada automaticamente, e o condutor será obrigado a prestar todos os exames novamente: psicotécnico, legislação e de rua, igualzinho a uma pessoa que nunca tirou carteira.

Esta lei não foi divulgada, e muitas pessoas vão perder a suas carteiras de habilitação e terão de repetir todos os exames. Fique atento(a), então, quanto ao vencimento de sua CNH. Tudo isto, sem se falar na multa para tirar novamente a CNH, que fica por volta de R$ 1.200,00, e leva, mais ou menos, de 2 a 3 meses.

O Diário Oficial da União (DOU) publicou, no último dia 22 de novembro de 2013, uma Resolução do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que altera as regras para quem vai tirar a carteira de motorista. Entre as mudanças está a carga horária do curso teórico, que vai passar de 30 para 45 horas aula, e a do prático, de 15 para 20 horas aula. Serão incluídos novos conteúdos.

 
Paralelamente às exigências acima, providencia, com urgência, a retirada do plástico do extintor. Mais uma regulamentação sem a devida divulgação! O extintor de fogo, obrigatório no carro, tem que estar livre do plástico que acompanha a sua embalagem. Se um policial rodoviário parar seu carro e verificar que o extintor está protegido pelo saco plástico, ele vai te autuar com menos 5 pontos na carteira, e mais R$ 127,50, de multa.
 
REPASSE ESTA NOTÍCIA AOS SEUS AMIGOS INTERNAUTAS. POIS, HÁ COISAS QUE, APESAR DE MUITO IMPORTANTES, FALTA DIVULGAÇÃO. DAÍ, NEM TODOS FICAM  SABENDO.

Projeto Choro do Pará inicia inscrições para oficinas de 2014
A partir desta terça-feira, 25, estão abertas as inscrições para o projeto Choro do Pará. Os músicos que desejarem fazer parte da Orquestra Choro do Pará no ano de 2014 devem participar das oficinas de cavaquinho, violão de seis e sete cordas, percussão e instrumentos solos que são realizadas na Casa da Linguagem.
O Choro do Pará é um projeto criado há cinco anos pela Fundação Curro Velho (FCV) e reúne mais de 70 músicos, estudantes de música e admiradores do Chorinho. As oficinas de cavaquinho, violão, percussão e instrumentos solo são ministradas às sextas-feiras e aos sábados, na Casa da Linguagem, unidade da Fundação Curro Velho, localizada no bairro de Nazaré. O objetivo do Choro do Pará é incentivar os alunos a estudar, criar composições, além de divulgar e formar novos grupos que apreciem o Choro.
As inscrições podem ser feitas na Casa da Linguagem até o próximo dia 22 de março. O assistente cultural da FCV e um dos responsáveis pelo projeto, o músico Maurício Panzera, explica como o aluno pode efetuar a inscrição. “Primeiro é necessário saber tocar algum dos instrumentos que compõem a orquestra, como cavaquinho, instrumentos de sopro, violão, percussão, entre outros. E os dados básicos da pessoa, como nome, endereço, telefone, aqueles que são exigidos em qualquer outra oficina da Fundação Curro Velho”, conta Maurício Panzera, que ressaltou que as inscrições são gratuitas e não há limite de vagas.
As oficinas do primeiro módulo do Choro do Pará iniciam no dia 14 de março e seguem até dia 26 de abril. Até o fim deste ano ainda serão realizados mais dois módulos. Durante o andamento das atividades, várias apresentações do grupo vão ocorrer para mostrar os resultados obtidos pelos alunos. 
Maurício Panzera conta, ainda, que as oficinas possuem uma grande importância na valorização da cultura local. “O choro é um gênero genuinamente brasileiro. Fazer uma oficina de choro é fundamental para fomentar o aprendizado da música e da cultura brasileira de uma forma geral. As oficinas trazem esse caráter de criar novos grupos de Choro, que é um dos objetivos do projeto”, afirma o músico.
Serviço:
Oficinas para participar do projeto Choro do Pará, inscrições de 25 de fevereiro a 22 de março. Elas podem ser feitas na Casa da Linguagem, localizada na avenida Nazaré nº 31, esquina com a Assis de Vasconcelos, no horário de 8h às 18h. As inscrições são gratuitas e não há limite de vagas. O único pré-requisito é que o aluno saiba tocar o instrumento escolhido.

Texto:
Andreza Gomes


Feira Internacional de Turismo quer alcançar oito estados e 14 países
O Pará é anfitrião mais uma vez da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita). O evento, que será realizado de 21 a 23 de maio, deve atrair à capital paraense operadores de turismo, agentes de viagens, transportadoras turísticas, hoteleiros, representantes de entidades de classe, gestores públicos, guias de turismo, discentes e docentes de turismo, jornalistas especializados e outros profissionais do setor de oito estados brasileiros e pelo menos 14 países. A confirmação é de Marcelo Mendes, presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), realizadora do evento, que terá como tema a “Promoção dos Produtos Turísticos Amazônicos e a Qualidade na Prestação de Serviços”.
O anúncio da data e estratégias do evento, que será realizado na Estação das Docas, foi feito na tarde desta segunda-feira, 24, na sede da Associação Comercial do Pará (ACP), durante reunião ordinária dos representantes do Fórum Estadual de Desenvolvimento Turístico do Estado do Pará (Fomentur). A Fita 2014 é promovida pelo Governo do Pará, por meio da Paratur, com apoio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e do Conselho Nacional de Turismo (CNTUR).
"Tem como objetivo alcançar novos canais de venda para o produto turístico paraense, proporcionado pelos novos voos da TAP e TAM, buscando consolidar a geração de novos negócios para os vendedores ou 'suppliers' regionais, resultantes da formação e comercialização de programas turísticos na região amazônica. Outro destaque está na sua programação técnico-científica, que agregou eventos de grande visibilidade regional e nacional, tais como, o II Congresso de Turismo, Hospedagem e Gastronomia da Amazônia Legal - VHBC Amazônica; Festival Ver-o-Peso da Cozinha Paraense 2014 e II Encontro com Gestores Municipais de Turismo", anunciou Marcelo Mendes, ao afirmar que o principal objetivo desse novo formato da Fita, que já ganhou notoriedade por ser um evento puramente expositivo, é torná-lo o maior evento de receptivo turístico internacional na região amazônica.
Marcelo anunciou fortes parceiros que vão garantir o fortalecimento do evento, a exemplo da Funtelpa, que já garantiu cobertura através do Portal e TV Cultura; a Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav) e Belém Convention & Visitors Bureau (BC&VB). Marcelo também anunciou a participação do Pará este mês na Fitur, que será realizada na Espanha, e na Feira Internacional de Turismo de Lisboa (BTL), que acontece de 12 a 16 de março, em Portugal.
"Teremos pela primeira vez na BTL um estande próprio. Com 72 metros quadrados será um dos maiores estandes do evento, um espaço para apresentarmos a cultura, a gastronomia, as danças e ações publicitárias de promoção do Pará como destino prioritário e líder em turismo na Amazônia", garantiu Marcelo Mendes, ao informar que na comitiva paraense, formada por mais de 20 pessoas, a Paratur leva um casal de dançarinos para apresentar as danças regionais do Pará. "Talvez esta seja a participação de maior impacto do Pará na BTL e temos ainda outras surpresas a anunciar antes do evento", adianta.
Tereza Jacqueline Alves, diretora de Marketing da Paratur, que coordena a operacionalização da Fita, diz que a Paratur também almeja reunir os mercados nacionais e internacionais prioritários com interesse potencial na Amazônia brasileira, ampliar, promover e comercializar, de forma integrada, diferentes segmentos da atividade turística e ainda oportunizar o conhecimento atualizado da oferta turística desta região.
Os emissores de turismo almejados pelos realizadores da Fita no Brasil são os estados de São Paulo (São Paulo, Campinas, São José do Rio Preto, Ribeirão Preto, Santos), Minas Gerais (Belo Horizonte), Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), Distrito Federal (Brasília), Paraná (Curitiba), Rio Grande do Sul (Porto Alegre), além dos estados da Amazônia vizinhos ao Pará que também terão o turismo interno estimulado com a Fita. Já o mercado internacional almejado pela Paratur envolve Portugal, França, Itália, Inglaterra, Espanha, Alemanha, Oslo-Noruega, Estocolmo-Suécia, Copenhagen-Dinamarca, Nova York, Los Angeles, Miami, Buenos Aires, Santiago-Chile, Guianas e Suriname.
Programação
A programação da Feira Internacional de Turismo da Amazônia vai envolver atividades técnico-científica com palestras, debates, painéis e outros. O ponto alto será a Bolsa de Negócios, com fechamento de negócios entre operadores nacionais e internacionais e suppliers da região amazônica. A programação também vai oferecer missões promocionais: visitas técnicas de decision makers, operadores turísticos nacionais e internacionais, promovidas pela Paratur e trade turístico. Durante a Fita, os profissionais de outros estados e países conhecerão o roteiro turístico 8 dias/7 noites. Os operadores participarão da rodada de negócios de acordo com o interesse pelos produtos apresentados.
O presidente do Fomentur, Adenauer Góes, que é secretário de Estado de Turismo do Pará, idealizador da Fita há cerca 10 anos, também aposta no evento como fortalecedor da gestão pública do turismo paraense. Ele reforçou a importância do trade nesse momento em que o Pará busca se consolidar na liderança do turismo amazônico e brasileiro. 
Três importantes segmentos turísticos foram também pautas do Fomentur. Carmen Cal, diretora do Sistema Integrado de Museus (SIM), foi apresentada como a nova representante da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) no Fomentur. Representando o segmento turístico cultura, Carmem apresentou o tema: “O Sistema Integrado de Museus e suas Potencialidades: Novos Produtos e Roteiros Culturais para o Turismo de Belém”. Sua participação contou também com a presença de representantes do SIM, entre eles, Sergio Melo, diretor do Museu do Estado; Armando Queiroz, diretor da Casa das 11 Janelas; Renata Maués, coordenadora de Preservação, Restauração e Conservação dos Museus e Pe. Ronaldo Menezes, diretor do Museu de Arte Sacra. 
O segmento de eventos foi tema de Álvaro do Espírito Santo, presidente do CNTUR/PA, que falou sobre o Congresso de Turismo, Hospedagem e Gastronomia da Amazônia Legal. Álvaro é secretário Adjunto de Turismo do Pará e defensor de Belém como referência para o turismo de eventos na Amazônia. A gastronomia esteve na pauta de Joana Martins, diretora do Instituto Paulo Martins, que falou sobre a nova edição do Ver-o-Peso da Cozinha Paraense. Todos esses eventos vão integrar a programação da 7ª edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia.

Texto:
Benigna Soares


Servidores e usuários participam dos festejos pelos 364 anos da Santa Casa
Carla Lopes levou o filho para uma consulta habitual nesta segunda-feira (24) na Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará. Ela disse que o filho é a prova do atendimento qualificado da maternidade. "Fui muito bem recebida e senti o carinho da equipe médica. Minha gravidez não foi simples, mas estou aqui contando esta história de sucesso graças à dedicação dos funcionários da Santa Casa", disse. Os elogios emocionaram os servidores da Instituição, que completou 364 anos de fundação.
Os festejos começaram com uma caminhada no Parque do Utinga, no último domingo (23). No total, os participantes percorreram três mil quilômetros. No fim do circuito, todos tiveram direito a um café da manhã regado a frutas. Nesta segunda-feira, data da fundação da Santa Casa, um culto ecumênico deu início aos festejos, na capela da Instituição. O secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, participou da celebração e valorizou a figura do servidor da maior maternidade do Estado.
"Estou feliz por participar deste momento. Alguns servidores que estão aqui têm uma história de dedicação e entrega a esta Instituição, e nada mais justo do que valorizá-los, pois o funcionamento de um hospital como a Santa Casa é complexo e cheio de desafios", disse o secretário.
Servidores e usuários receberam serviços no dia do aniversário, entre eles massagens, cortes de cabelo, higienização de pele, dança e emissão de carteira de identidade e certidão de nascimento. A orquestra do Corpo de Bombeiros também animou a confraternização. Uma das organizadoras da festa, a nutricionista Pilar Moraes, disse que o esforço foi válido. "A festa foi maravilhosa. Estamos comemorando a união da família Santa Casa, sempre disposta a atender bem os usuários", afirmou. Uma comissão de servidores foi montada para programar e administrar os festejos.
A presidente da Santa Casa, Ana Conceição Pessoa, disse que o aniversário de 364 anos foi um sucesso. Para ela, o hospital tem função primordial para a sociedade paraense, diante de um momento em que maternidades privadas estão encerrando as atividades. "Nosso maior desafio é continuar melhorando o atendimento, com vários programas, como o Banco de Leite, o Programa de Atendimento a Escalpeladas e o Método Canguru, além do Hospital Almir Gabriel, novo e moderno. Aliado a tudo isso, temos o hospital como referência de instituição de ensino e pesquisa. A Santa Casa tem o dever de zelar por tudo isso, e fazemos isso com união, garra e profissionalismo", concluiu. No início da noite, um bolo gigante foi servido para os servidores do plantão.

Texto:
Nilson Cortinhas


Polícia Civil prossegue investigações sobre mortes de meninas no Tenoné
A Divisão de Homicídios da Polícia Civil prossegue as investigações sobre as mortes de duas meninas de 6 e 8 anos no bairro do Tenoné, em Belém, para levantar novas informações que ajudem a desvendar o crime. Clebeson Siqueira, 30 anos, vendedor, suspeito de envolvimento no crime, permanece preso. Ele foi reconhecido por uma testemunha que presenciou o momento em que um homem abandonou um dos corpos na rua SN15, do Conjunto Maria Helena Coutinho. Em depoimento, o suspeito negou envolvimento no crime.
Na casa dele, os policiais civis apreenderam um boné, com a inscrição UFC, calça e uma bicicleta tipo Monareta, com as mesmas descrições dadas pela testemunha sobre o homem visto no local da desova. Após o depoimento, o preso foi encaminhado para o Centro de Perícias Renato Chaves, para exames periciais. Depois da perícia, ele foi encaminhado ao Centro de Triagem Metropolitano, para ficar recolhido à disposição da Justiça.
A testemunha viu o suspeito jogar um dos corpos no local, mas ainda não está esclarecido se o preso participou diretamente das mortes das crianças. As vítimas foram encontradas, na noite de sexta-feira passada, motas a um quilômetro de distância uma da outra. Elas tinham facadas nos corpos, além de hematomas. Ainda não se pode afirmar se houve abuso sexual, o que somente a perícia poderá apontar. As crianças estavam desaparecidas desde a manhã de sexta, quando saíram para comprar pão perto de casa.

Texto:
Walrimar Santos


Escola Penitenciária de Santarém inicia aulas
As aulas na nova Escola Penitenciária do Centro de Recuperação Agrícola Silvio Hall de Moura (CRASHM), em Santarém, começaram nesta segunda-feira, 24. A Escola terá seis salas de aula e uma biblioteca com mais de 200 livros. As aulas acontecerão pelos turnos da manhã e a tarde, beneficiando cerca de 180 internos, já matriculados no Ensino Fundamental, no Ensino Médio e no Programa Brasil Alfabetizado. Todas as turmas já estão formadas. As aulas serão ministradas por professores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Secretaria Municipal de Educação de Santarém, em parceria com a Susipe.
No espaço ocorrerão ainda as atividades do Projeto Remissão pela Leitura, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), realizado pelo Poder Judiciário de Santarém. O projeto segue as orientações do Departamento Penitenciário Nacional, e propõe que os internos leiam uma obra literária, filosófica ou científica no prazo de 21 a 30 dias. Ao final deste período, eles apresentarão uma resenha sobre o assunto. A boa avaliação possibilitará a remição de quatro dias da pena. No período de um ano, será possível ler até 12 livros, e reduzir 48 dias da pena.
Das 42 unidades prisionais do Estado, 27 possuem salas de aula. Atualmente, 1.180 presos estudam no Pará, o que representa 11,22% do total da população carcerária.


Texto:
Timoteo Lopes



Obras da nova Central de Triagem de Santarém entram em fase final
O superintendente do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe), André Cunha, realizou uma visita técnica às obras da nova Central de Triagem de Santarém, na última sexta-feira (21), acompanhado de representantes da Secretaria de Estado e Obras Públicas (Seop).
Com investimentos de mais de R$ 4 milhões de reais, a nova unidade prisional terá 316 vagas para presos do regime provisório. Mais de 95% das obras já foram concluídas. A última etapa consiste no acabamento e equipagem da unidade prisional. A previsão de entrega da obra é para o mês de abril.
“A obra já deveria ter sido entregue em dezembro, mas tivemos problemas técnicos na rede de abastecimento de energia com a instalação de uma nova subestação e do grupo gerador no Complexo Penitenciário. O projeto já foi encaminhado à concessionária de energia e aprovado. Com isso, entramos na fase final de acabamento e equipagem do espaço. Até o final do mês de abril entregamos mais essa unidade prisional”, explica o superintendente da Susipe, André Cunha.
Para o superintendente André Cunha, o problema da superlotação carcerária só pode ser solucionado com a criação de novas vagas. “O governo está investindo mais de R$ 100 milhões de reais na construção de 20 novas unidades prisionais em todo o Estado. Hoje, além da CT masculina de Santarém, temos mais 12 novos centros de detenção com obras em andamento e outros três já licitados (Abaetetuba, Paragominas e Tucuruí) com contrato assinado e aguardando a autorização da Caixa Econômica Federal para o inicio das obras. É o maior investimento em vagas estruturais para o sistema penitenciário já feito por um governo, no Pará", garante.
A Susipe iniciou a construção da nova CT de Santarém, em 2011, e adotou as novas diretrizes do Departamento Penitenciário Nacional (DEPEN), com a acessibilidade a internos portadores de necessidades especiais (PNE) e o monitoramento das celas de um andar superior. O modelo é o mesmo adotado na construção de outros presídios no Estado. O engenheiro Robson Oliveira, da empresa Pamper Ltda, disse que a obra segue um formato moderno de engenharia, comprometido com o meio ambiente e a acessibilidade.
 “A central está estruturada em bloco administrativo e carcerário. O setor administrativo possui acesso principal, sala de espera, recepção, secretaria, monitoramento, banheiros, sala de direção, departamento de pertences e área específica para revista de visitantes, parlatório com capacidade para cinco pessoas, consultório médico, consultório odontológico, salas para assistência social, psicologia, enfermaria, observação e quatro salas de aula”, detalha.
Oliveira também conta como será estruturada a ala carcerária, que possui dois blocos. “Cada bloco possui 12 celas coletivas para 12 internos, duas celas para Portadores de Necessidades Especiais (PNE), podendo receber um interno cada uma e duas celas de isolamento para seis internos, 158 vagas por bloco, totalizando as 306 vagas. Este setor também possui dois solários medindo 120 metros quadrados cada. A estrutura também conta com um pavimento superior, que servirá de alojamento dos agentes penitenciários, com banheiros, copa, cozinha e área de circulação, por onde são abertas as eclusas dos blocos carcerários”, completa.
O interno J.S.A, de 56 anos, é um dos homens que compõem o quadro de funcionários da obra por meio do Programa João de Barro. Ele conta de que forma obras deste tipo auxiliam pessoas na sua condição. “Eu trabalhava na construção civil antes de vir parar aqui, mas me envolvi com o tráfico de drogas e vim parar aqui. Vejo uma oportunidade muito boa nesse programa, pois o trabalho está sendo uma terapia pra mim. Com mais dois meses de trabalho eu vou reconquistar minha liberdade e reconstruir minha vida lá fora” conta.
A expansão na infra-estrutura de custódia do sistema penitenciário do Pará é uma das metas na área de segurança pública do Governo. Nos últimos três anos, mais de 600 novas vagas já foram entregues, com a construção de três alojamentos na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel (CPASI), e de dois novos centros de detenção: o Centro de Progressão Penitenciário de Belém (CPPB), na capital, e o Centro de Recuperação Regional de Breves (CRRB), no Marajó. Com os novos presídios devem ser criadas mais de seis mil novas vagas carcerárias em todo o Pará, até o final de 2014.
Dados da Obra:
Início da obra: Fevereiro de 2012.
Previsão de conclusão: abril de 2014.
Andamento: 95%.
Valor global: R$ 4.189.080,56
Empresa responsável: Pamper Ltda.
Secretaria responsável: Secretaria de Estado e Obras Públicas (SEOP).
Órgãos beneficiados: Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe).
Secretaria Beneficiada: Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).

Texto:
Timoteo Lopes


Emater lança sistema inédito na elaboração de cadastro ambiental rural
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), lança nesta terça-feira, 25, o Sistema de Informações Geográficas e Ambientais (SIGA). O sistema é uma ferramenta para a promoção e gestão da regularização ambiental das Unidades de Produção Familiar (UPF) e vai proporcionar a integração de dados e sistemas do Cadastro Ambiental Rural (CAR), elaborado pela equipe técnica em campo da Emater.
O SIGA, que foi desenvolvido sob a orientação do Laboratório de Geotecnologia da Emater, é inédito no Pará e  se propõe a criar um novo fluxograma do CAR, otimizando a elaboração do documento que agora poderá ser emitido em três versões: versão web, podendo ser emitido em ambiente online e sincronizado com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), versão off-line, permitindo que o documento seja emitido em bloco e versão mobile, oferecendo agilidade  na coleta primária de dados. A Emater tem um banco de dados com 130 mil cadastros de agricultores familiares. Os dados serão aproveitados para o SIGA.
A previsão é de que com o sistema de informações o tempo de elaboração do CAR, que hoje pode demorar até oito horas, possa ser executado em no máximo 30 minutos. “A partir do sistema a Emater poderá monitorar em tempo real a produção do cadastro ambiental rural pelas equipes de campo”, disse Jamerson Viana, geógrafo da Emater.
O Sistema de Informações Geográficas e Ambientais dispõe de um banco de dados com bases fundiárias de mais de 50 mil estabelecimentos de agricultores familiares atendidos pelo Programa Terra Legal e pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra). Essas bases ajudarão a evitar sobreposição de cadastros, melhorando a qualidade do CAR.
Nesse primeiro momento o Siga será utilizado apenas para o CAR, mas posteriormente será utilizado nas mais diversas ações de assistência técnica e extensão rural.  Em todo o Pará, a Emater já elaborou mais de 12 mil CARs, sendo que do total, 70% se referem à região da Cidadania do Xingu, área de influência da construção da Hidrelétrica de Belo Monte, prioritária na elaboração do documento, o que tem proporcionado a retirada de municípios do embargo ambiental, entre eles recentemente, Brasil Novo.
 O Cadastro Ambiental Rural é o primeiro passo no processo de regularização ambiental das propriedades rurais, emitidos gratuitamente pela Emater, em benefício de agricultores familiares detentores de até quatro módulos fiscais de área. O processo de construção do sistema tem como parceiros a  Sema e o Ministério do Meio Ambiente (MMA).

Texto:
Iolanda Lopes


Navio americano Prinsedam volta a Belém com 800 turistas
Aportou em Icoaraci, na Região Metropolitana de Belém, nesta segunda-feira, 24, o navio Prinsedam, com 800 turistas a bordo. Oriundo dos Estados Unidos, o Prinsedam integra a relação de cerca de 30 navios cruzeiros que incluíram o Pará na temporada 2013/2014, que teve início em outubro e segue até o final de maio deste ano.
Ariane Mathne, gerente de Captação de Eventos da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) coordenou o receptivo aos visitantes, com apoio da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur). “Recebemos os turistas, na escadinha da CDP. Distribuímos fitas que simbolizam o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, nosso principal evento turístico religioso, mapas e cheiro-do-Pará como forma de expressar a receptividade dos paraenses”. Informou Ariane.
O receptivo do grupo foi realizado pela empresa especializada Amazon Icomining Service, que montou uma estrutura de 11 ônibus, 14 guias trilingue, dois barcos e uma Van, como informou o diretor da empresa, João Ribeiro. “Eles aproveitaram o dia em Belém para visitar os principais pontos turísticos da cidade. Estação das Docas, Feliz Lusitânia, Mangal das Garças, Basílica de Nazaré, Museu de Gemas do Pólo Joalheiro, Museu Paraense Emílio Goeldi e o Theatro da Paz, entre outros espaços”, afirmou João, ao explicar que parte do grupo também foi levado para um river tour até ilhas próximas a Belém, passando pelos furos da Paciência e Benedito, com parada na comunidade de Boa Vista do Acará.
O mesmo receptivo foi oferecido aos cerca de 1.200 turistas também americanos que, na última sexta-feira, dia 21, passaram pela capital paraense no navio Maasdam.  
O visitante Eric, de 52 anos de idade, mal compreende o idioma português. Mas, traduziu muito bem a emoção de estar na Amazônia. “A beleza dos rios e a grandiosidade da floresta amazônica são encantadores”, diisse o turista ao desembarcar na Estação das Docas.
Jhon, 55 anos, também elogiou a natureza paraense, um dos principais segmentos turísticos do Pará. “A exuberância da floresta amazônica e o contato próximo com a biodiversidade chamaram minha atenção”, afirmou.
O Prinsedam, que todos os anos inclui Belém e Santarém em sua rota, deixa a capital do Pará às 18 horas com destino à região turística do Tapajós, onde o principal ponto de parada dos turistas será a vila de Alter-do-Chão.
Embora considerado o menor navio da Holland America Line, o Prinsedam tem 205,5 metros de comprimento e está em operação desde 1988. Com capacidade para 835 passageiros, tem uma tripulação com 470 pessoas. O navio passa também por outros estados, como o Rio de Janeiro e Bahia.
TEMPORADA - Inglaterra, Estados Unidos, França, Alemanha e Japão são os países que mais enviam cruzeiros ao Pará. A temporada 2013/2014, que teve início no mês de outubro já trouxe ao Pará este ano o navio francês “MS CLUB MED 2” e o inglês “Silver Spirit”, garantindo ao estado a presença de mais de 800 turistas. Na última sexta, 21, veio o americano “Maasdam” , com 1.200 turistas e nesta segunda, 24, o Prinsedam com 800 visitantes.
Cerca de seis navios ainda estão previstos para visitar o estado só no primeiro semestre deste ano.  Para o mês de fevereiro, além do  “Maasdam”, o “Prinsedam” e  “Minerva”, dos Estados Unidos, está previsto o francês “MS AUSTRAL”. Destaca-se ainda o cruzeiro alemão “Bremen” que têm data marcada para o dia 7 de abril.  O último cruzeiro da temporada a aportar em Belém é o navio japonês “Peace Boat”, agendado pra os dias 15, 16 e 17 de agosto.
Considerando que o gasto médio de cada turista na temporada, estimado pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur),  é de R$ 304,80 e que o Pará vai receber cerca de 17.400 visitantes em 32 navios que passam pela capital e por Santarém, a renda com a temporada deve ultrapassar R$ 5,3 milhões.

Texto:
Benigna Soares


O Governo do Estado vai zerar
o déficit de delegados no interior do Pará

Com a entrada de quase 400 policiais civis (entre delegados, escrivães e papiloscopistas) aprovados no concurso C-169 e C-149, realizado ano passado. Dos mais de 22 mil inscritos, 397 foram aprovados, sendo 150 delegados, 135 investigadores, 96 escrivães e 20 papiloscopistas.
LOC: A aula inaugural do curso de Formação Técnico Profissional de Policiais Civis do Pará foi ministrada pelo governador Simão Jatene, na manhã desta segunda-feira, 24, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia.
LOC: Durante a aula, Simão Jatene ressaltou aos novos policiais sobre a importância em escolher ingressar em uma carreira pública e falou do combate a violência:
Sonora:
LOC: O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, garante que todos os aprovados serão direcionados para as delegacias do interior do Estado.
Sonora:
LOC: Vindo do Estado do Rio Grande do Sul, Toni Vargas, 37 anos, também aprovado no concurso, diz que escolheu atuar no estado do Pará devido as riquezas e os desafios que o estado oferece.
Sonora:
LOC:  Aprovado no concurso, Alexandre Nascimento Silva, 33 anos, afirma que está entusiasmado para começar a atuar na profissão.
Sonora
LOC: A Segup informou que no segundo semestre deste ano, o governo irá lançar um novo concurso para a Polícia Civil, com mais de 200 novas vagas.

Oficina colocará em debate o novo Guia Alimentar para a População Brasileira
Profissionais de Nutrição e de outros setores da Saúde do Pará discutirão, nesta terça-feira, 25, sugestões e considerações para as propostas que resultarão no novo conteúdo do Guia Alimentar para a População Brasileira, que deve ser lançado ainda este ano pela Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição (CGAN) do Ministério da Saúde, com o apoio do Núcleo de Pesquisas Epidemiológicas em Nutrição e Saúde (Nupens) da Faculdade de Saúde Pública (FSP) da USP e da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas).
A ser realizada no auditório da faculdade Esamaz, em horário comercial, a atividade em Belém faz parte de um cronograma de 27 oficinas que serão realizadas até o mês de março, com as respectivas secretarias estaduais de Saúde, conforme a medida do Ministério de submeter o documento à consulta pública de especialistas e da população antes da publicação oficial.
A nutricionista Rahilda Tuma, coordenadora estadual de Nutrição vinculada à Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), adianta que o novo guia revisará o que foi publicado em 2006 e deve vir com orientações e recomendações para a prevenção da desnutrição e de doenças associadas aos excessos na alimentação, a exemplo da obesidade, diabetes e outras doenças crônicas. Quem não puder participar da oficina, pode contribuir com sugestões até o dia 7 de maio deste ano, por meio do site http://www.saude.gov.br/consultapublica.
Segundo informações do Ministério da Saúde, o novo guia virá com uma série de recomendações, algumas até previsíveis, como o incentivo ao uso dos alimentos in natura; a moderação na quantidade de óleos, gorduras, sal e açúcar no preparo da comida e a restrição mais incisiva em relação aos produtos prontos para o consumo. A coordenadora de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, Patrícia Jaime, informa que a publicação tende a privilegiar a qualidade dos alimentos que são recomendados para o consumo. Dessa forma, o ideal é optar por alimentos e preparações culinárias a produtos alimentícios prontos para o consumo.
O novo guia também orienta sobre hábitos nocivos na hora das refeições, como ver televisão ou ficar no celular falando ou teclando compulsivamente, ou mesmo comer em locais estressantes, como as praças de alimentação dos shopppings. As recomendações do Guia adotam como ponto de partida os padrões de alimentação da população brasileira e consideram o impacto das escolhas alimentares sobre o ambiente e a cultura.
Serviço:
Oficina sobre o Guia Alimentar para a População Brasileira, versão 2014, será realizada nesta terça-feira, 25, de 8h às 17 horas, no auditório da faculdade Esamaz, situada na travessa Municipalidade, 530, entre Rui Barbosa e Quintino Bocaiúva.

Texto:
Mozart Lira


Governador ministra aula inaugural para novos policiais civis aprovados em concurso público
O Governo do Estado vai zerar o déficit de delegados no interior do Pará, com a entrada de quase 400 policiais civis (entre delegados, escrivães e papiloscopistas) aprovados no concurso C-169 e C-149, realizado ano passado. Dos mais de 22 mil inscritos, 397 foram aprovados, sendo 150 delegados, 135 investigadores, 96 escrivães e 20 papiloscopistas. A aula inaugural do curso de Formação Técnico Profissional de Policiais Civis do Pará foi ministrada pelo governador Simão Jatene, na manhã desta segunda-feira, 24, no Hangar Centro de Convenções da Amazônia.
"Um momento como esse tem muitos significados. Todos sabem o quanto a violência tem sido uma questão dramática no Brasil inteiro. O ideal seria que, em cada estado, as três esferas de governo, União, Estado e Município, pudessem ter programas conjuntos de difusão da cultura de paz, de combate à violência. Cada estado tem que buscar seus caminhos para fazer com que a sociedade se sinta e esteja mais segura. Por isso, podemos afirmar que o aumento do efetivo é importante sim, mas a difusão de uma cultura de paz é tão importante quanto, por isso, pretendemos preparar cada vez melhor nossos policiais", afirma o governador. 
Durante a aula, ele também ressaltou aos novos policiais sobre a importância em escolher ingressar em uma carreira pública. "Você escolher a vida pública como caminho já é uma coisa difícil, você escolher ser servidor público na área da segurança pública, para tratar com questões mais complexas da sociedade e, sobretudo, colocando a própria vida em risco na defesa do patrimônio da vida do outro é sempre uma decisão mais difícil ainda. Por isso, durante a conversa que tive com eles, quis deixar claro a importância do significado de servir ao público. Quem paga o nosso salário, quem vai pagar o salário deles, muitas vezes é uma pessoa que jamais sentou no banco de uma escola, muitas vezes é uma pessoa extremamente humilde e que quer apenas um olhar de afeto, de cuidado, que o Estado deve ter sobre aqueles que precisam. O que eu espero é que eles sejam bons servidores públicos como policiais", finaliza o chefe do Executivo.
Os novos profissionais da área da segurança pública irão participar, a partir de agora, de um curso com duração de 680 horas-aula, com término previsto para o mês de maio deste ano. "Não se trata de um curso qualquer, será um curso longo que irá prepará-los para que eles possam desenvolver de melhor forma o seu trabalho cotidiano", completa Jatene.
A delegada e diretora da Academia da Polícia Civil (Adepol), Liane Martins, explica que o período de formação dos policiais irá durar quatro meses, com várias disciplinas, dentre elas: investigação, criminologia, armamento e tiro, entre outras. As aulas iniciam nesta terça-feira, 25, no horário de 7h30 às 18h, todos os dias, com provas realizadas aos sábados. "Ao final de quatro meses eles estarão formados e aptos para serem nomeados", ressalta a delegada. 
Interior
O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, garante que todos os aprovados serão direcionados para as delegacias do interior do Estado. "Nós estávamos com 36 delegacias sem delegado. Com certeza esses 150 novos delegados irão atuar direto no interior, para que assim a polícia consiga atuar de forma mais intensa nos municípios mais distantes do Pará", diz.
De acordo com ele, ainda no segundo semestre deste ano, o governo irá lançar um novo concurso para a Polícia Civil, com mais de 200 novas vagas. Aprovado no concurso, Alexandre Nascimento Silva, 33 anos, afirma que está entusiasmado para começar a atuar na profissão. "Irei me empenhar bastante e tenho certeza que vou contribuir muito no combate à violência. Todos nós que estamos entrando hoje para a polícia do Pará estamos honrados e vamos fazer por merecer".
Vindo do Estado do Rio Grande do Sul, Toni Vargas, 37 anos, também aprovado no concurso, diz que escolheu atuar no estado do Pará devido as riquezas e os desafios que o estado oferece. "Eu tinha a opção de fazer concurso para outros lugares, mas me interessei pelo Pará porque sei dos seus valores e seus desafios. Sem dúvida será um grande aprendizado para todos nós", conclui.

Texto:
Bruna C.


Etsus realiza mais um ciclo de formação em tutores do projeto Caminhos do Cuidado
Cinquenta e dois candidatos a tutores estão participando do curso de formação em Saúde Mental do Projeto Caminhos do Cuidado, que acontece até esta sexta-feira, 28, em Belém, no hotel Regente, com o propósito de levar capacitação aos trabalhadores em saúde de todo o país no atendimento aos usuários de crack e outras drogas. Conduzida pelo Ministério da Saúde (MS), com articulação entre o Grupo Escolar Conceição (RS) e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a atividade é executada no Pará pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Escola Técnica do SUS (Etsus).
Os alunos que passarem pelo treinamento servirão de multiplicadores, levando o conhecimento adquirido para ser trabalhado nas comunidades. Participam 23 profissionais vindos do Amazonas; 17 do Pará, 10 do Maranhão e dois do Amapá. As atividades de formação são compostas por aulas presenciais e observações em campo, alternando as duas práticas. Com carga horária de 60 horas, 40 são desenvolvidas na modalidade presencial e 20 em caráter de dispersão. Esses futuros tutores vão trabalhar na formação e no acompanhamento de agentes comunitários de saúde (ACSs) e auxiliares e técnicos de enfermagem da Atenção Básica. Em janeiro, um primeiro ciclo de formação foi realizado com a participação de 96 profissionais.
Ao todo, a iniciativa pretender qualificar, só no Pará, 14.103 agentes comunitários de saúde e 969 auxiliares e técnicos de Enfermagem da Estratégia Saúde da Família, além de seis orientadores. Em todo o país, cerca de 290.760 trabalhadores em saúde estarão recebendo informações sobre os melhores procedimentos e as práticas mais eficientes para o atendimento aos usuários de drogas, visando sempre a redução de danos, de acordo com a apropriação do processo de reforma psiquiátrica, da política de saúde mental, com ênfase na rede de atenção psicossocial do cuidado, da reintegração social e da cidadania dos pacientes em questão.
O diretor da Escola Técnica do SUS no Pará, médico Raimundo Sena, explica que as iniciativas de formação do projeto Caminhos do Cuidado acontecem de forma simultânea em outros Estados, no sentido de debater e construir as estratégias da Saúde Mental, com ênfase no usuário de álcool, crack e outras drogas no âmbito da atenção básica. Além dele, participaram da solenidade de abertura os representantes do Ministério da Saúde: Marco Aurélio de Rezende, do Departamento de Gestão da Educação na Saúde (Deges); Rosana Ballestero, do Departamento de Atenção Básica, e Pedro Carneiro, assessor técnico da área de Saúde Mental.
Marco Aurélio de Rezende destacou a iniciativa a partir da lógica da educação permanente, em que considerou primordial a articulação entre saúde mental e atenção básica, de forma que as equipes de Saúde da Família estejam mais sensibilizadas para olhar o sujeito que precisa de cuidados integrais. Nesse sentido, Rosana Ballestero afirmou, ainda, que os tutores são fundamentais para que isso aconteça. Durante os próximos quatro dias, a atividade será dividida em quatro ambientes distintos no hotel Regente, aplicando-se dinâmicas como a da Teia, em que os participantes darão depoimentos sobre experiências com quem convive ou conviveu com o vício das drogas. Pra quem tiver interesse em saber mais sobre o projeto, basta acessar o site:http://www.caminhosdocuidado.org/

Texto:
Mozart Lira


Operação Minerva promove ações de cidadania no Guamá
O sábado foi marcado por ações de cidadania na Unidade Integrada Pro Paz do Guamá, em Belém. Durante todo o dia, os moradores do bairro que procuraram a unidade tiveram acesso a serviços como emissão de documentos, consultas médicas e palestra sobre prevenção e saúde, promovidas pela operação Minerva.
Além das ações de policiamento preventivo nas ruas, a operação, realizada pela Policia Militar em parceria com a Polícia Civil e demais órgãos de segurança pública, como o Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, Vigilância Sanitária e Secretaria Municipal de Economia (Secon) também atuou na promoção de cidadania no bairro.
“Assim como nos outros locais onde já ocorreram a operação Minerva, que é uma ação integrada da polícia, a nossa equipe vem atuando fortemente no trabalho de prevenção e fiscalização nas ruas. Mas diferente das outras edições, aqui no Guamá, nós contamos também com serviços de cidadania que seguem paralelo ao nosso trabalho. E o saldo dessa adesão é muito positivo, pois conseguimos cada vez mais integrar a comunidade e os órgãos de segurança pública”, explica o tenente Samir Hejaij, um dos coordenadores da operação.
Moradora do Guamá, a dona de casa Maria das Neves aprovou a ação e disse que iniciativas como essas sempre são muito bem recebidas no bairro. “A demanda populacional no Guamá é muito grande. E apesar de ter uma unidade de saúde e um Pronto Socorro no bairro, os atendimentos não conseguem abranger tanta gente. Por isso, ações como essa são uma forma de dar mais oportunidades, principalmente a quem mais precisa”, afirmou a dona de casa, que aguardava por uma consulta com um clínico geral.
Dentro da UIPP, duas salas foram disponibilizadas para consultas com médicos ginecologista e clínico geral. Além dos atendimentos médicos, a ação também disponibilizou a entrega gratuita de medicamentos aos cerca de 40 pacientes atendidos na operação. Nas ações de policiamento preventivo nas ruas, diversas fiscalizações foram realizadas em feiras, bares e casas noturnas do bairro.
As ações de fiscalização que tiveram início na quinta-feira (20), seguem ainda por todo o final de semana. De acordo com o tenente Samir Hejaij, a Polícia Militar deve divulgar o balanço final da operação nesta segunda-feira.

Texto:
Adison Ferrera


Eleições 2014
Anivaldo Vale diz que PR não
será penduricalho de ninguém

O PR não será penduricalho de ninguém, pois temos peso político e fazemos a diferença no processo eleitoral”, disse o presidente estadual do Partido da República no Pará, Anivaldo Vale, durante o Encontro Estadual do PR, realizado neste final de semana, em Belém, com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, dirigentes de diretórios, militantes e representantes do PR Jovem e do PR Mulher. O evento foi para ouvir as lideranças e discutir os rumos do partido nas eleições 2014 e propostas para o desenvolvimento do Estado.  
Em tom firme, Anivaldo Vale disse que o PR é uma grande força política no Pará e, por isso, tem peso político para fazer a diferença no processo eleitoral, disputando, inclusive, os cargos majoritários e, também, lutando para fazer uma bancada forte tanto na Câmara Federal como na Assembleia Legislativa. “Podemos ser muito útil no processo eleitoral, pois o PR representa 10% da população eleitoral do Estado”, disse, ressaltando que o partido não terá medo de entrar nessa disputa.  
Sobre possíveis alianças partidárias, o presidente do PR  voltou a afirmar que vem conversando com os diversos partidos, mas que diante de um cenário ainda indefinido vai continuar conversando muito mais. Com relação à disputa ao parlamento estadual, Anivaldo disse que a meta  é eleger, como na eleição passada, pelo menos quatro deputados, mas com candidatos que estejam de fato comprometidos com o programa do partido e com o desenvolvimento do Pará. “Afinal o mandato que irão representar é um pedacinho de cada um de nós”, ressaltou, conclamando a todos a estarem unidos e de mãos dadas em busca do que for melhor para o Estado.
Lúcio defende candidatura própria ao governo
O deputado federal, Lúcio Vale também defendeu  que o PR  tenha candidato próprio na disputa pelo governo do Estado, mas que, se não for possível, o partido possa concorrer a vaga de vice-governador e/ou do Senado. “Mas minha posição é de que tenhamos um candidato próprio ao governo”, frisou, lembrando que o PR é a quarta maior força política do Pará, estando apto, portanto, a disputar esses cargos.
Ele agradeceu a presença maciça das lideranças no Encontro e também conclamou a todos a estarem unidos trabalhando em prol do partido e do Pará a fim de que possam eleger uma bancada forte e comprometida com o PR. O mesmo pedido foi feito pelo deputado estadual, Júnior Hage, que também defendeu a eleição de uma bancada forte.
Vários prefeitos, vice-prefeitos e outras lideranças se manifestaram no Encontro. Em todos os discursos, a palavra-chave foi união, com todos afirmando que caminharão unidos em torno da decisão do partido. O prefeito de Capanema, Eslon Martins disse que a hora é de mostrar a força do partido, com todos levantando a bandeira do PR e indo para as ruas em defesa da legenda e do Pará.
O PR Mulher e a Juventude do PR também estiveram presentes no evento com expressiva representação. Nesta semana, o PR lança uma carta aberta de compromisso com o Pará com as principais decisões aprovadas no Encontro.

Feira do Pescado atrai centenas de consumidores ao Centur
A manhã foi movimentada neste sábado, 22, na Feira do Pescado realizada no estacionamento do Centur, em Belém. Os consumidores chegaram cedo para garantir o peixe para o almoço do fim de semana. Alguns já começaram a comprar para garantir o abastecimento da Semana Santa. “Os preços da nossa tabela estão congelados desde setembro. E vamos mantê-los assim até abril pelo menos”, explicou a gerente de comercialização da feira, Neide Batista.
Dolores Serra soube da feira pela televisão e foi atraída pelos preços mais baratos. “A feira é muito boa e muito bem organizada. Os produtos são bons. Eu convido toda minha família pra se juntar e comprar em grande quantidade. Hoje estou levando 20 quilos", disse a moradora do bairro da Cremação.
A feira recebeu a visita da secretária adjunta da Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq), Lúcia Miranda. Segundo ela, um dos objetivos da feira é fazer com que a população tenha uma alimentação mais saudável. “Também queremos garantir o abastecimento de pescado para a população mais carente”, disse. O filé de dourada foi o peixe mais vendido na feira deste sábado no Centur.

Texto:
Christian Emanoel


Abertura da campanha do carnaval superou meta com quase 800 voluntários
Um movimento surpreendente de candidatos à doação de sangue tomou conta da sede da Fundação Hemopa neste sábado, 22, durante a abertura da campanha “O carnaval está no sangue do paraense. A solidariedade também. Doe sangue”, em parceria com a TV Liberal, afiliada da Rede Globo, através do projero social “Ação pela Vida”.
A campanha se estenderá até o dia 3 de março, com a finalidade de suprir o banco de sangue para atender integralmente as solicitações de transfusão dos hospitais paraenses, sobretudo, no feriadão de carnaval. Até as 15h30, o movimento contabilizava a participação de 757 comparecimentos, superando a meta prevista de 700 voluntários.
A gerente de Captação de Doadores do Hemopa, assistente social Juciara Farias, classificou de excelente o saldo de participação de candidatos à doação deste sábado. “Foi uma festa de solidariedade e de amor ao próximo, demonstrando o valor e a força das parcerias”, destacou, agradecendo e parabenizando todos os voluntários que se uniram para restaurar o estoque de sangue do Hemopa. “Quem ganha é a população usuária”, ressaltou a assistente social.
Durante todo o dia, doadores que estiveram na sede do hemocentro foram brindados com a festiva programação da quarta edição do “Ação pela Vida”, que contou com mobilização de artistas paraenses, entre elas, Banda Fruta Quente, Ângela Carlos, Banda Pop Show, Jorginho Gomez, Humorista Sandro do Pará, Forró do Bacana, Ayla Santos e Banda Tipiti.
Participando pela primeira do evento, o humorista Sandro do Pará, 40, ressaltou a importância da doação de sangue para a saúde pública do Estado. “Antes de cair na folia faça sua parte e doe sangue”, deu seu recado no palco montado na área frontal do Hemopa, para logo em seguida fazer sua apresentação imitando vários artistas e personalidades do cenário político, esportivo, entre outros.
Por sua vez, o servidor da Fundação e cantor Jorginho Gomez, expressou seu agradecimento a todos os colegas que participaram voluntariamente da mobilização artística, coordenada por ele. “É muito bom saber que podemos contar com colegas para estimular os fãs e a população em geral para o exercício da doação de sangue, através da cultura, de nossas músicas e os mais variados ritmos. Isso não tem preço”.
Ao saber da abertura da campanha do carnaval pela televisão, o doador Higor Almeida da Silva, 27 anos, foi um dos voluntários deste sábado. “É um ato de cidadania e solidariedade e que não custa nada”, enfatizou o engenheiro florestal, que tem sangue tipo A positivo e há cinco anos é doador.
RE X PA
Paralelamente à campanha do carnaval, integrantes das torcidas dos clubes do Remo e Paysandu deram um colorido especial na sede do hemocentro ao participarem do último dia da campanha “O maior RE X PA da história da doação de sangue”, cujo placar foi de: Remistas: 372 coletas e bicolores: 254, que vão salvar a vida de aproximadamente 2.504 pacientes.
O saldo final desse campeonato da solidariedade foi comemorado por toda a equipe da Fundação Hemopa. “É emocionante ver integrantes das duas maiores torcidas de nosso estado deixando a rivalidade de lado para salvar vidas”, comentou Juciara Farias, que já faz planos para o próximo “campeonato”.
Antes do resultado da campanha entre as torcidas, o presidente do Paysandu, o ex jogador Wandick Lima, esteve na sede do hemocentro na manhã deste sábado, acompanhado do amigo Arthur Oliveira, o “Rei Arthur”, ex jogador do Remo, para prestigiar a adesão da torcidas.
Wandick agradeceu a todos que participaram da ação. “Nessa hora não existe rivalidade. É tempo de união. O Hemopa está passando por uma situação de grande necessidade de sangue. Juntas as torcidas do Remo e Paysandu vão salvar muitas vidas. Façam isso sempre que tiverem oportunidade”, incentivou o ex jogador bicolor.
“Rei Arthur” declarou seu carinho ao Pará. “Me sinto muito honrado em participar dessa campanha. Ao ser convidado pelo Hemopa tirei foto, postei no Face com mensagem de incentivo à doação de sangue”, comentou, afirmando que ficou muito feliz em ver as duas grandes torcidas unidas por uma bela causa. “Quero enaltecer a todos. Estarei sempre a dispor do Hemopa”.
Serviço:
O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 3214-1811/08002808118.

Texto:
Vera R. Rojas

Elaboração do Plano de Abastecimento de Água de Belém terá participação do Governo do Estado
Mais de 800 pessoas participaram, nesta sexta-feira, 21, do seminário aberto para discutir sobre o Plano de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário para a Área Rural de Belém, realizado no auditório da Funbosque.
O evento foi uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Belém (PMB), por meio da Agência Reguladora Municipal de Água e Esgoto (Amae), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que participará da elaboração do Plano por meio das articulações de sua Rede Paraense de Tecnologias Sociais (RTS/PA).
A realização do seminário foi uma proposta para coletar subsídios que nortearão a segunda conferência e consulta pública sobre o plano, prevista para acontecer ainda neste primeiro semestre.
Com a elaboração do projeto político municipal, a PMB priorizará o abastecimento de água em zonas rurais do município, com a utilização de tecnologias sociais. Além disso, o plano prevê a ampliação da cobertura espacial do serviço de esgotamento sanitário e da capacidade de escoamento das vazões dos rios, por meio do melhoramento dos canais e estruturas de drenagem para controlar as cheias urbanas.
A abertura do seminário contou a presença do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, que confirmou o interesse da PMB em formalizar uma parceria com a RTS/PA para a utilização de tecnologias sociais nas ilhas de Belém.
“Nunca houve uma política pública de atendimento aos ribeirinhos quando se fala em abastecimento de água e esgotamento sanitário. Devemos fazer com que o poder público filie-se às iniciativas inovadoras para poder aplicá-las em todo o Estado. Ainda este ano, a PMB pretende implantar 200 sistemas de coleta de água da chuva nas ilhas, trabalhando, também, o processo educativo com as populações, para despertar o interesse e o compromisso com todos os processos que abarcam a utilização de tecnologias sociais, com o objetivo de obter água potável”, afirmou Zenaldo.
A parte técnica do seminário foi iniciada pelo secretário municipal de Saneamento, Luiz Otávio Mota Pereira, que explicou detalhes sobre a politica municipal de saneamento básico. Em seguida, o diretor de tecnologias sociais da Secti, Evandro Ladislau, apresentou a RTS/PA para os participantes do seminário, explicando de que forma as tecnologias sociais podem ser soluções alternativas no plano a ser elaborado.
“Boa parte do que se gasta na área da saúde no Pará advém de doenças de veiculação hídrica. Por isso, o Governo do Estado está buscando uma relação mais aproximada com as demandas das comunidades ribeirinhas paraenses, para relacioná-las com os atores das universidades e dos institutos de ciência e tecnologia, com o objetivo de viabilizar soluções para esses problemas, por meio das tecnologias sociais", explica.
Ainda este ano, 70 sistemas de captação de água de chuva serão instalados no Estado, por meio de uma parceria entre a Secti e a Secretaria de Estado de Assistência Social, somando-se aos 200 sistemas anunciados pelo prefeito. "Isso é sinal de que o poder público regional já consegue observar as vantagens desse método de conseguir água potável”, explicou Evandro Ladislau.
O Plano de Abastecimento de Água e Esgotamento Sanitário para a Área Rural de Belém deve ser lançado até agosto deste ano e será regularizado pela Amae, com execução financiada pela Caixa Econômica e pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Texto:
Igor de Souza


Grupo Argelino vai investir em armazenagem e processamento de grãos no Pará
O secretário de Estado de Indústria, Comércio e Mineração, David Leal, recebeu o grupo argelino Cevital, um dos maiores compradores de açúcar e óleos comestíveis do mundo, que pretende investir na área de armazenagem e processamento de grãos no Pará.
Durante o encontro foram apresentadas, aos novos investidores, as oportunidades de negócios e as vantagens que o Governo do Pará oferece às empresas que querem agregar valor à cadeia produtiva do Estado, por meio do “Selo de Prioridade”, que concede celeridade a todo o processo de instalação do empreendimento.
Na reunião preliminar de negócios, realizada na quarta-feira, 19, o diretor da Cevital, Adam Iskounen, afirmou que a oportunidade de mercado na área de armazenagem e processamento de grãos no Pará garantirá a segurança alimentar da Argélia. “O Grupo quer estabelecer uma estrutura logística de armazenagem no Pará dos produtos agrícolas, para fortalecer o fornecimento às empresas que compram do Brasil”, reiterou o diretor da Cevital.
Segundo o titular da Seicom, David Leal, a Cevital é a primeira empresa de armazenagem que busca a Seicom para investir no Pará. “A Seicom, em parceria com a Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais (CPRM) e a Universidade Federal do Pará (UFPA), já está desenvolvendo estudos para apontar a viabilidade territorial para a criação de portos”, acrescentou Leal, acerca da infraestrutura para proporcionar dados concretos à empresa e, assim, acelerar a implantação do negócio.
Participaram também do alinhamento de negócios, o intérprete e geólogo marinho El Robrini Maamar; o diretor geral da Gerico France, Eric Stolz; o diretor executivo da ARBS Consultoria, Alberto da Silva; o gerente de exportação da Tirolez, Paulo Hegg e o diretor executivo da Movimento Pró-Logística, Edeon Ferreira.

Texto:
Juliana Pinheiro


Pro Paz lança campanha de combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Música, cortejo cultural e desfile da Escola de Samba Crias do Curro Velho. Foi nesse clima de festa que na tarde desta sexta-feira (21), a coordenação do Pro Paz lançou oficialmente em Belém mais uma campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes no carnaval. O evento, realizado na Estação das Docas, marcou o início da quarta edição da campanha, que tem o objetivo de diminuir os índices de abuso e exploração sexual praticados nesse período do ano.
“O carnaval, assim como todas as épocas de grandes eventos, infelizmente, também acaba sendo um período de grande risco para crianças e adolescentes, que se tornam cada vez mais vulneráveis não somente ao crime de exploração sexual, mas a todo o tipo de violência. Por isso a nossa preocupação em aumentar ainda mais a fiscalização em todo o estado, para se coibir esses crimes”, explica Eugenia Fonseca, coordenadora do Pro Paz Integrado.
A campanha, que será realizada de forma preventiva e protetiva, no acolhimento das vítimas de violência, faz parte de um trabalho integrado entre o Pro Paz e diversos órgãos de segurança pública do Estado. Além das concentrações de blocos de carnaval em Belém e nos municipios do interior, uma força-tarefa gerenciada pela campanha vai atuar em pontos estratégicos de movimentação, como portos, aeroportos, terminal rodoviário e barreira da Policia Rodovia Federal, para orientar os foliões sobre o papel de cada um no combate e redução da violência sexual.
Segundo a delegada Simone Edoron, titular da Diretoria de Atendimento a Grupo Vulneráveis (DAV), a campanha vem mostrando resultados positivos desde a sua primeira edição. “Um claro exemplo de que esse trabalho vem dando certo é que de 2012 para 2013, durante o carnaval, tivemos uma redução de 40% de crimes contra crianças e adolescentes. Um resultado que mostra o quanto essas ações estão mudando e podem mudar ainda mais o quadro de violência contra essa parcela da sociedade”, afirma a delegada.
Para Izabela Jatene, coordenadora do Pro Paz, a campanha é uma forma de alerta para toda a sociedade. “A prevenção não se dá só em uma linha. Ela faz parte de um contexto. Para que as nossas crianças se livrem de qualquer tipo de criminalidade é importante a participação de todos, não apenas dos órgãos de segurança. Mas também da família, da sociedade, do Estado, de todos. Só assim é que, de fato, vamos conseguir bons resultados nessa campanha”, destaca.
O psicólogo e representante da Fundação Curro Velho, Francisco Ayres, reforça a importância do trabalho da instituição nessa área. “Há mais de 23 anos a Fundação tem como foco a criança e o adolescente, principalmente aqueles que estão em uma questão de fragilidade social, alguns de escolas públicas, que moram na periferia. Trabalhamos também com o processo de inclusão de pessoas com necessidades especiais, mas nosso foco sempre foi e será a criança e o adolescente, que com nossos cursos afastamos dos ricos da violência”, explica Francisco.
A campanha de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes segue até o dia 1º de março. A ação é uma iniciativa do Pro Paz Integrado, em parceria com as Policias Civil e Militar, Hemopa, Paratur, Policia Rodoviária Federal e Secretarias de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Educação (Seduc), Saúde (Sespa), Cultura (Secult) e Assistência Social (Seas).

Texto:
Adison Ferrera


Santa Casa forma 37 residentes
No início da noite desta sexta-feira (21), a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará realizou a cerimônia de formatura de 37 residentes. O evento foi realizado no Centro de Convenções da Amazônia. Sob a supervisão da Coordenação de Residência Médica, ligada à Diretoria de Ensino e Pesquisa da Fundação, novos profissionais estão à disposição nas áreas de cirurgia geral, clínica médica, pediatria, ginecologia, radiologia e anestesiologista.
O secretário de Saúde do Pará, Hélio Franco, prestigiou a cerimônia e enfatizou o compromisso dos novos médicos com o atendimento no Sistema Único de Saúde, que é a diretriz da Santa Casa. Já Ana Conceição Pessoa, presidente da Santa Casa, assegurou que a turma de residentes acrescentou qualidade ao trabalho desenvolvido pela instituição.

Texto:
Nilson Cortinhas




 Rancho e Papão brilharam na Aldeia Amazônica























Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...