Total de visualizações de página

sexta-feira, fevereiro 28, 2014

CARNAVAL PARAENSE: com vocês: ESCOLA DE SAMBA DA MATINHA...





CORREIO, A NAÇÃO JURUNENSE EM REVISTA APRESENTA, A ESCOLA DA MATINHA NA AVENIDA DA ALDEIA AMAZÔNIA, NO DESFILE DO ÚLTIMO DIA 22 DE FEVEREIRO. AGUARDEM AS DEMAIS QUE SERÃO PUBLICADAS NESTES DIAS DE CARNAVAL.




































ATENÇÃO: 
A Globo liberou a gata da GLOBELEZA, e só estamos vendo-a na entrada de cada Escola de Samba, no Carnaval Paulista.





Nayara, a nova Globeleza, está sendo escondida pela Globo (Foto: Divulgação)

Nayara Justino, a nova Globeleza, foi escondida pela Globo por duas semanas. Simplesmente tiraram a mulher do ar da vinheta de Carnaval, dando mais espaço ao sambista Arlindo Cruz.
Muitas pessoas ficaram perguntando o motivo, o sumiço virou assunto nas redes sociais.
A verdade é que o público não gostou da moça. Nayara foi duramente criticada. O índice de rejeição foi tão grande que a Globo não sabe o que fazer com ela, tadinha.
A moça está expressamente proibida de dar entrevistas. A ordem é escondê-la o máximo possível.
Nayara Justino, além das críticas, virou piada na internet. Fizeram uma montagem comparando-a ao Zé Pequeno, personagem do filme Cidade de Deus, dizendo que os dois são parecidos.








Lula governo no Capitalismo elevando os seus parentes para classe média e rica, mas se diz socialista e Dilma comunista
O vídeo abaixo não é recente mas mostra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendendo o Socialismo, atacando o Brasil, chamando de País mais pobre que Cuba, nas áreas: economicamente, financeiramente, industrialmente como se Cuba fosse o melhor e mais rico país da América Latina.

Ele passou dos limites da realidade ao dizer que na América Latina não se faz revolução como a cubana que para ele não é de Cuba mas de todos nós. O ex-presidente foi tão infeliz em seu discurso ao dizer em bom tom que o povo cubano tem mais dignidade que a maioria dos brasiliastros ofendendo o seu povo.

Ele deveria ter a coragem de dizer isso no guia eleitoral, de que temos menos dignidade que os cubanos. Imagine, se eles que tem mais dignidade do que nós são tratados pelo governo como escravos, então como nos tratará o governo do PT se implantasse o Comunismo no Brasil?

Se o Brasil é pobre e Cuba rica, por que o governo Dilma constroem porto e faz investimentos do BNDS com o dinheiro dos brasileiros em Cuba? Não seria normal Cuba que é rica investir no Brasil? Quem ver o Brasil pedindo esmolas ou parcerias politicas econômicas a Cuba?

Dizer que o povo de Cuba tem mais dignidade que os brasileiros é uma piada petista de mal gosto, isso por que os cubanos são mantidos calados a força das armas dos Castro.

A fala de Lula é uma afronta à Nação Brasileira! Um politico que deixa de defender o seu País para defender outro só pode ser um maldito social, e ainda tem a "coragem" de nos ofender dessa maneira porque a grande massa populacional está distraída com os entretenimentos sociais utilizados com objetivos políticos espúrios.

A consciência nacional está paralisada, enredada como peixe, e, aos poucos vai sendo deglutida tal qual ração que é servida aos animais.

O conteúdo deste vídeo é uma das maiores demonstrações do desapreço humano e político que um suposto cidadão nordestino e brasileiro pode lançar impunemente sobre a honra subjetiva de nosso Povo, ao arrepio da nossa Carta Constitucional.

Analise sociopolítico sobre o Comunismo e Capitalismo:

A União soviética caiu, por causa que no Comunismo, tudo é do Estado, nada é seu, todos tem os mesmo direitos, você não tem liberdade de expressão, o que um cidadão tem é dividido com todos, até com aqueles que não querem nada com a vida e não querem trabalhar. Os soviéticos se revoltaram com isso, e derrubaram este regime de ferro, na aparência parece bom, mas lembre-se, no Capitalismo, você tem direitos de ter e ser tiver capacidade e força de vontade vai ter muito mais, o exemplo é o próprio Lula que era um torneiro mecânico e nas vias democráticas chegou a ser presidente passando a ser da elite, se fosse em Cuba Lula nunca iria deixar de ser torneiro mecânico por que o Poder é centralizado na elite burocrática ou em família isso por que no comunismo ninguém cresce, o vitimado desse regime sempre terá que dividir tudo com todos, o que na pratica não é bem assim.

Em um País Socialista e Comunista, o Lula sem elevação em grau de instrução nunca iria deixar de ser um "zé ninguém". Lula defende tanto o Comunismo e Socialismo e governou um país Capitalismo fortalecendo as elites e banqueiros, elevando financeiramente a vida dos seus parentes para classe média e rica, mas ainda se diz socialista e dona Dilma se diz comunista.

Se Cuba é mil maravilhas, por que Lula não foi morar em Lá para poder ser candidato a presidente de Cuba? Será que Fidel Castro deixaria ele ser apenas candidato mesmo sendo seu dileto amigo?



Turismo do Pará entra na pauta do Café com Planejamento da Sepof
O Plano Estratégico de Turismo do Pará (Ver-o-Pará) foi tema do “Café com Planejamento”, evento que reuniu nesta quinta-feira (27) cerca de 60 técnicos de planejamento de diversos órgãos do governo do Estado. O evento, que ocorre sempre na última quinta-feira de cada mês e discute temáticas diferenciadas, é feito pela Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof). Participaram, como convidados especiais, o presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Marcelo Mendes, e o titular da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Adenauer Góes.
A diretora de Planejamento da Sepof, Rosana Fernandes, explicou que o “Café” tem como objetivo subsidiar aqueles que atuam diretamente com as diversas formas de políticas públicas no Pará, e o convite ao setor de turismo leva em consideração a necessidade de que todos compreendam o funcionamento do setor, que em 2013 atraiu cerca de um milhão de turistas e foi responsável por uma receita aproximada de R$ 600 milhões.
“O ‘Café’ é um instrumento para compreendermos como funciona o planejamento de cada órgão do Estado, para assim podermos ajudar ainda mais no planejamento e orçamento das ações”, esclareceu Rosana, ao informar que o próximo passo dessa aproximação entre os técnicos de planejamento do governo, Setur, Paratur e Sepof é uma reunião para alinhar o Plano Ver-o-Pará, visando otimizar os recursos voltados ao turismo.
Adenauer Góes apresentou aos participantes do encontro alguns resultados do Plano Ver-o-Pará, lançado em 2011 e que expressa o compromisso da gestão pública estadual com o turismo como uma das principais atividades econômicas geradoras de desenvolvimento sustentável. Segundo ele, o plano elaborado pelo Estado com a consultoria da empresa espanhola Chias Marketing trouxe avanços e ferramentas que posicionaram o destino Pará frente aos mercados regionais, nacionais e internacionais e o colocaram em condições de competitividade nesses mercados buscando, até 2020, ser líder em turismo na Amazônia.
O secretário também informou que o Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur) Pará também é uma boa oportunidade de investimentos no turismo e resulta de articulações entre a Paratur, Setur, Sepof e Secretaria de Estado da Fazenda (Sepof) com outras instituições da esfera estadual e federal, que resultaram na aprovação de US$ 44 milhões de financiamento junto ao Banco Interamericano Desenvolvimento (BID).
Rotas – Também foi pauta do encontro a atração, pelo governo do Estado, em parceria com o trade e outros parceiros, de dois voos internacionais ligando Belém direto a Miami, nos Estados Unidos, por meio da TAM, e a Lisboa, em Portugal, pela empresa aérea TAP, que conecta a Amazônia a pelo menos doze destinos europeus. O voo da TAM foi inaugurado este mês, e o da TAP entra em operação em junho.
“O Plano Ver-o-Pará e a criação da Setur definem o papel da Paratur de implementar macroprogramas, programas e projetos de promoção, divulgação e marketing do turismo paraense, e à Setur a missão de garantir desenvolvimento, apoio e fomento ao turismo”, concluiu Adenauer, afirmando que essas missões só se concretizam por que o Estado trabalha em sintonia com o empresariado e as entidades de classe do setor.
Marcelo Mendes explicou que a implementação do Plano Ver-o-Pará contempla a execução de um plano operacional de marketing que inclui programas, projetos e ações nas áreas de promoção, captação de eventos, inteligência de mercado e comunicação. “O planejamento nesta área envolve 24 projetos. Também representamos o Pará em feiras e eventos nacionais e internacionais em dezenas de estados brasileiros e diversos países”, disse Marcelo, que aproveita a experiência na área de publicidade e gestão pública para fortalecer as ações da Paratur.
O gerente de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente da Sepof, Leandro Almeida, enalteceu a presença dos representantes oficias do turismo no Café com Planejamento. “A Sepof tem um vinculo setorial com a Setur e a Paratur, e é primordial esse trabalho voltado a essa área finalística”, disse ele, que é responsável pela articulação dos técnicos dos mais de 60 órgãos, entidades e instituições ligadas ao planejamento, orçamento e gestão do Pará.
Plano - As diretrizes traçadas pelo Plano Ver-o-Pará incluem nove macroprogramas, 42 projetos de desenvolvimento turístico, 26 projetos voltados para ações de marketing e estratégias formatadas para tornar o Estado capaz de atender e satisfazer melhor o mercado consumidor, com foco direto na qualidade de vida e bem-estar, que envolvem os mais de 50 segmentos que atuam direta ou indiretamente na atividade turística.
Essas ações impactam positivamente a sociedade onde o turismo desempenha fundamental importância de promover de maneira sustentável o desenvolvimento social e econômico dos destinos e produtos turísticos ofertados. O Plano Ver-o-Pará preconiza a divulgação do destino enfatizando alguns valores primordiais: originalidade, autenticidade, criatividade, diversidade e sustentabilidade.
Segmentos como natureza, cultura, sol e praia, eventos e negócios são prioridade na implementação do Plano, que garante hoje a participação do Pará em diversas feiras no Brasil, França, Portugal, Argentina e outros, onde a Paratur divulga as regiões turísticas de Belém, Marajó, Tapajós, Amazônia Atlântica, Araguaia Tocantins e Xingu, cumprindo a meta de se tornar o destino líder da Amazônia até 2020. O Pará visualiza para os próximos anos triplicar o número de turistas brasileiros e ampliar a participação do volume e da receita gerada pelo turismo internacional para 15% sobre o volume da receita global do turismo no Estado.

Texto:
Benigna Soares


Emater reforma sede para atender quase 800 famílias em São João da Ponta
A reforma no escritório de São João da Ponta, no nordeste do Estado, permitirá à Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) ampliar o atendimento às famílias de agricultores familiares do município. A inauguração do escritório contou com a presença do governador Simão Jatene e da presidente da Emater, Cleide Amorim.
As obras incluíram reforma, ampliação e adequação de salas para a execução da Chamada Pública 01/2013, convênio com o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), para atender 460 famílias de extrativistas. “A Emater vive um novo momento em que oferecer infraestrutura de trabalho também é valorizar o servidor”, disse a presidente.
Atualmente, a Emater em São João da Ponta atende a 320 famílias de agricultores familiares, em 17 comunidades. Com o grupo beneficiado pela Chamada Pública – da Reserva Extrativista Mocajuim -, esse número será de 780 famílias assistidas este ano. No município, as principais atividades econômicas são o extrativismo (captura de caranguejo) e a agricultura, principalmente o cultivo de mandioca, abacaxi e outras culturas de subsistência.
Crédito - De acordo com o coordenador do escritório local, Francisco de Assis Silva, além do serviço de assistência técnica a Emater fomenta as cadeias produtivas com crédito rural. “Em 2013, por meio de projetos técnicos elaborados pelo escritório local, foram viabilizados R$ 150 mil, oriundos do Programa Nacional de Fortalecimento à Agricultura Familiar (Pronaf), pela linha Amazônia Florescer, para investimento em atividades locais”, informou.
A equipe técnica da Emater também divulga o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), ajudando a emitir 296 Declarações de Aptidão ao Pronaf (DAPs), documento de acesso ao programa.
Agricultor familiar atendido pela Emater, Epílogo Monteiro, 64 anos, cultiva em sua propriedade - o sítio Monteiro, no ramal do Bonfim - mandioca, açaí, cupuaçu e uxi, que são comercializados para as feiras do município e também de Castanhal. Para Epílogo, o trabalho dos técnicos da Emater tem sido fundamental para o desenvolvimento de sua produção. “Sem a Emater seria impossível desenvolver qualquer projeto na agricultura familiar”, afirmou.

Texto:
Paula Portilho


Operação “Carnaval na Paz” inicia nesta sexta-feira com reforço de quase 4.600 agentes de segurança
Dirigentes dos órgãos do Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social apresentaram o detalhamento das ações que serão realizadas durante a Operação “Carnaval na Paz 2014”, que terá início nesta sexta-feira, 28, em todo o Estado, com atenção especial para os municípios que apresentam um grande fluxo de pessoas no período do feriado de carnaval, como as cidades de Vigia, Cametá, Curuçá, Salinópolis e Tucuruí. Quase 4.600 agentes vão integrar o efetivo das forças de segurança, em todas as regiões integradas de Segurança Pública (Risps) distribuídas no Pará (Capital, Guamá, Tocantins, Marajó Oriental, Caeté, Capim, Marajó Ocidental, Lago de Tucuruí, Carajás, Xingu, Baixo Amazonas, Araguaia, Alto Xingu e Tapajós).
O planejamento da operação foi apresentado pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha; pelo secretário adjunto de Gestão Operacional da Segup, coronel Mário Solano; secretário adjunto de Gestão Administrativa da Segup, Cláudio Lima; e demais gestores dos órgãos que integram o Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social - Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento de Trânsito do Pará (Detran), Superintendência do Sistema Penitenciário (Susipe) e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, além dos representantes do Centro Integrado de Operações (Ciop), Grupamento Fluvial (Gflu) e Grupamento Aéreo (Graesp) de Segurança Pública.
A Operação “Carnaval na Paz 2014” será realizada em parceria com o Programa Pro Paz, Polícia Rodoviária Federal e Prefeitura de Belém, por meio da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Guarda Municipal de Belém (Gbel).
Polícia Civil
Durante a Operação Carnaval, 276 policiais civis vão reforçar as atividades da PC, na capital e interior do Estado, com o apoio de 34 viaturas. A instituição vai fiscalizar horários de funcionamento de estabelecimentos de diversões públicas, combater a poluição sonora e realizar procedimentos policiais nas delegacias, como registros de boletins de ocorrência, prisões em flagrante e abertura de inquéritos. A atuação da Polícia Civil será intensificada em regiões onde há a necessidade de reforço do policiamento, visando resguardar a integridade física da população local e dos visitantes. Para tanto, um efetivo de policiais civis será deslocado para reforçar cidades e áreas de balneários onde aumenta o fluxo de pessoas no período de Carnaval.
Serão atendidos com maior reforço de policiais civis, os municípios de Abaetetuba, Altamira, Barcarena, Bragança, Breves, Cachoeira do Piriá, Cametá, Colares, Curuçá, Igarapé-Miri, Marabá, Vila de Marudá (Marapanim), Vila Apeú (Castanhal), Mocajuba, Muaná, Ourém, Parauapebas, Peixe-Boi, São João de Pirabas, Ponta de Pedras, Salinópolis, Salvaterra, São Caetano de Odivelas, São Miguel do Guamá, Soure, Tucuruí, Vigia de Nazaré e os distritos de Mosqueiro e Outeiro. A PC também vai intensificar ações de combate à poluição sonora em Mosqueiro e Salinópolis.
Estarão em atividade delegados, escrivães, investigadores, peritos policiais, motoristas policiais, técnicos em informática e papiloscopistas. Haverá equipes de apoio compostas por policiais civis que reforçarão o efetivo nas delegacias do interior do Estado e na Região Metropolitana de Belém. A Divisão de Polícia Administrativa (DPA) fará trabalho de registro, licenciamento e fiscalização de estabelecimentos de diversões públicas, bares, lanchonetes, restaurantes, hotéis, motéis, pousadas e similares, nos municípios que possuem grande potencial turístico. Já a ação de combate à poluição sonora contará com a fiscalização do registro destes casos originados de veículos particulares ou de estabelecimentos, com atividades educativas e preventivas de orientação aos proprietários.
Corpo de Bombeiros
O Corpo de Bombeiros Militar vai reforçar o seu efetivo em 18 municípios, incluindo Belém, com um efetivo de 601 guarda-vidas, atuando em cerca de 40 balneários de mar e rios. A corporação vai realizar serviços de prevenção e proteção balneária, atendimento pré-hospitalar e distribuição de pulseiras de identificação para crianças. O CBM contará com apoio logístico de embarcações (lanchas e jet ski), ônibus, micro-ônibus, veículos operacionais, nadadeiras, tubo de resgate para salvamentos (rescue tube), barracas e kit de primeiros socorros.
No período carnavalesco, o Corpo de Bombeiros também vai desenvolver a Operação “Estrada”, com um efetivo de 24 bombeiros socorristas, realizando serviços de atendimento pré-hospitalar, com apoio logístico de unidades de resgate. Haverá barreiras no distrito de Outeiro e nos municípios de Santa Maria, Nova Timboteua, Santa Luzia do Pará, Salinópolis e Goianésia.
Polícia Militar
A Polícia Militar integra a operação Carnaval 2014 com um reforço de 3.428 homens, em todo o Estado, incluindo a participação de 1.917 alunos do Curso de Formação de Soldados (CFSD/PM), que estarão disponíveis nas regiões onde funcionam os polos de formação e 170 policiais rodoviários, que serão distribuídos ao longo das rodovias estaduais na fiscalização viária.
Para 2014, além da relevância do estágio supervisionado dos alunos do CFSD nas ruas, a PM vai usar as armas denominadas Taser, que, menos letais, garantem maior segurança em caso de necessidade de acionamento, para a detenção e condução de pessoas, nas 60 localidades atendidas na operação com o policiamento de reforço.
A PM realizou o planejamento das ações com ênfase nas iniciativas proativas e de orientação à população, aprimorando a fiscalização e as operações de integração com os demais órgãos do Sistema de Segurança e em parceria com outras instituições para a efetivação do policiamento ostensivo e preventivo, otimizando as ações que terão desdobramentos nas malhas viárias e nas vias marítimas em todo o Pará.
Ao todo, 3.905 jornadas operacionais compõem as diversas ações que serão desenvolvidas pela PM, com utilização do efetivo de folga, que acrescenta, consideravelmente, no trabalho realizado durante o período da operação. No município de Cametá, a operação vai se estender até quinta e sexta-feira, dias 6 e 7 de março.
Grande Belém
Localidade que tradicionalmente registra um grande fluxo de pessoas durante o período carnavalesco, o distrito de Mosqueiro receberá reforço policial para o policiamento ostensivo constituído de tropas dos comandos da Capital (CPC), de Missões Especiais (CME - Rotam, Batalhão de Choque, entre outras unidades), da Companhia de Comando e Serviço do Comando Geral (CCS do QCG) e do Policiamento Especializado (CPE).
Na Região Metropolitana, o Comando de Policiamento Regional Metropolitano já organizou, por meio dos 6º e 21º batalhões, as ações de radiopatrulhamento, de policiamento a pé e de barreiras policiais, nas vias de acesso aos municípios de Ananindeua, Benevides, Santa Bárbara e Marituba, atuando na proteção na entrada e saída da capital.
Destaque ainda para a instalação de 19 postos de fiscalização da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (PRE), que contará com reforço de tropa para a fiscalização nas estradas estaduais, para coibir infrações como o excesso de velocidade, o uso de bebidas alcoólicas por condutores e a direção perigosa, utilizando equipamentos específicos, entre os quais o etilômetro, para aferição de dosagem alcóolica.
Por meio do Comando de Policiamento Especializado (CPE), o Batalhão de Polícia Penitenciária (Bpop) também reforçará a guarda das casas penais que compõem o Complexo Penitenciário da Vila de Americano e a Penitenciária Estadual Metropolitana, prevenindo ações delituosas envolvendo a população carcerária. Nestas ações, o CPE conta com o apoio das unidades de Missões Especiais da PM para a necessidade de atuação, visando restaurar a ordem pública.
Outra frente de trabalho do CPE envolve o policiamento realizado pela Companhia Independente de Policiamento Turístico (Ciptur) para as áreas e logradouros na Grande Belém, locais que continuam, mesmo em feriados prolongados, recebendo o público local, além de visitantes nacionais e estrangeiros.
Compondo o planejamento para o Carnaval 2014, em diversas localidades paraenses, a PM vai desenvolver operações, por meio da Companhia de Policiamento Fluvial, com destaque para as ilhas no entorno de Belém, como Mosqueiro, Cotijuba, Outeiro e orla de Icoaraci, além de outras regiões, a fim de coibir ações criminosas nas embarcações, nas vias marítimas e portos.
Em Belém, mesmo com o efetivo de reforço que seguirá para as regiões paraenses distantes da capital, o policiamento ordinário não sofrerá reduções, sendo mantido o policiamento a pé e o apoio das viaturas e motocicletas em rondas permanentes, durante 24 horas.
Recebem atenção especial do planejamento da PM as regiões de grande fluxo popular, o que tem sido evolutivo nos últimos anos, como é o caso de Vigia, Marapanim, Colares, São Domingos do Capim, Curuçá, Maracanã, Algodoal, São Miguel do Guamá e Marapanim, além de Cametá, Capanema, Peixe Boi, Salinópolis, Capitão Poço e Bragança, cidades que também terão atendimento específico, inclusive com o apoio dos comandos especializados da PM e nas rodovias estaduais (PA 124, 444 e 446), além das localidades de Ajuruteua, Tracuateua, Augusto Corrêa e Viseu.
Durante o carnaval, Salinópolis é sempre uma relevância, por isso o efetivo dos Comandos de Missões Especiais (CME) e de Policiamento Especializado (CPE), as companhias de Policiamento Turístico (Ciptur) e de Policiamento Assistencial (Ciepas) e o Batalhão de Policiamento Ambiental (BPA) também estarão com tropas para atendimento da demanda no município.
A Corregedoria da PM também vai acompanhar as ações policiais, medida que tem surtido efeito positivo com a escala de plantão em áreas previamente definidas. Situação semelhante ao serviço de Inteligência da corporação, que também estará presente, acompanhando a operação e realizando os levantamentos necessários para subsidiar ações de enfrentamento à criminalidade.
Detran
A Operação Carnaval na Paz 2014 do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) vai contar com um reforço de 165 agentes, que vão trabalhar em parceria com os demais órgãos do Sistema de Segurança Pública e Defesa Social e instituições parceiras. Os agentes do Detran estarão presentes nos municípios que tradicionalmente recebem o maior número de foliões: Salinópolis, Marapanim/Marudá, Bragança/Ajuruteua, Barcarena, Vigia, Curuçá, Cametá, Conceição do Araguaia, Óbidos, Tucuruí, Soure/Salvaterra, Santa Bárbara e o distrito de Mosqueiro.
O contingente mobilizado para esta operação contará com agentes de fiscalização de trânsito e 36 viaturas, entre veículos e motocicletas, além dos já existentes nas localidades para onde as equipes serão deslocadas. Além da fiscalização intensiva, o Detran também estará com sua equipe de educação no trânsito orientando os foliões sobre comportamentos seguros nas vias, visando a redução dos índices de acidentes no trânsito. Uma Unidade Móvel do Detran vai funcionar em Salinópolis, durante todo o período do feriado de carnaval.
Também integram o efetivo da operação, 10 agentes de segurança que atuam na Secretaria Adjunta de Inteligência e Análise Criminal (Siac) da Segup, 24 peritos do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, 35 tripulantes do Grupamento Aéreo de Segurança Pública, 12 homens do Grupamento Fluvial de Segurança Pública e 16 do Centro Integrado de Operações (Ciop).
Coordenação
A coordenação geral da operação ficará sob a responsabilidade do secretário adjunto de Gestão Operacional da Segup, coronel PM Mário Solano; na Região Metropolitana de Belém (RMB), a coordenação será do chefe do Departamento Geral de Operações da Polícia Militar, coronel Lázaro Saraiva; nas regiões do Salgado, Bragantina e Guajarina (com base em Salinópolis), ficará o delegado geral de Polícia Civil, Rilmar Firmino; coordenará as ações nas ilhas de Mosqueiro, Outeiro e Cotijuba o secretário adjunto de Gestão e Planejamento da Segup, Cláudio Lima; em Cametá, a coordenação será do comandante do Policiamento Regional IX, coronel PM Heldson Tomaso e, em Abaetetuba, será do superintendente regional da PC no Baixo Tocantins, delegado Marco Antônio Oliveira; em Vigia, haverá revezamento entre o comandante do Policiamento Regional III, tenente coronel PM José Monteiro Júnior e superintendente regional da PC na Zona Salgado, delegado Luís Xavier.

Texto:
Lene Alves


Emater emite documento de acesso ao Minha Casa Minha Vida Rural a índígenas
Cinquenta famílias da etnia Anambé, de Mocajuba, região tocantina do estado, serão beneficiadas com a Declaração de Aptidão ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), a DAP, emitida pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater). A finalidade é acessar o Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), conhecido como Minha Casa Minha Vida Rural. A tribo Anambé, onde vivem 240 índigenas que praticam a mandiocultura e a pesca, está localizada na confluência do igarapé do lago comprido com o rio Cairari.

Texto:
Paula Portilho


Políticas de abastecimento e investimentos são temas de curso realizado pela Ceasa
A modernização do mercado atacadista, a política de abastecimento e a redução do desperdício na produção dos produtos hortifrutigranjeiros são os principais tópicos do curso de Comercialização e Abastecimento com foco na Central de Abastecimento do Estado do Pará (Ceasa), realizado pela instituição, em parceria com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e o Sistema Nacional de Aprendizagem Rural (Senar).
Até esta sexta-feira (28) os funcionários e técnicos da instituição e da Empresa de Assistência Técnica de Aprendizagem Rural participam do evento ministrado pelo engenheiro agrônomo recifense Carlos Melo, no auditório da Ceasa. “A qualificação dos funcionários é fundamental. Essa é a primeira vez que realizamos este tipo de treinamento com os funcionários e técnicos da Ceasa e Emater. É uma excelente iniciativa para trazer várias sugestões para a nossa diretoria, a fim de contribuir para o crescimento da Ceasa”, destaca o presidente da central, Carlos Augusto Barbosa.
Segundo o presidente, o curso, iniciado na terça-feira (25), trata sobre o desenvolvimento das Centrais de Abastecimento nos últimos 40 anos, com a abordagem sobre as diversas experiências implementadas em outras regiões do país. Um dos assuntos discutidos é a solução para o armazenamento, seleção e embalagem dos produtos hortifrutigranjeiros, com o objetivo de reduzir o desperdício das frutas e hortaliças no mercado atacadista. A gestão dos resíduos sólidos é fundamental para o entreposto comercial.
O técnico e agrônomo Carlos Melo ressalta que uma das soluções para o crescimento da Central de Abastecimento é a busca pela parceria público-privada com a finalidade de realizar a modernização e investimento nas estruturas de comercialização. “Os atacadistas também podem colaborar para o desenvolvimento da Ceasa e oferecerem produtos com maior qualidade para os clientes”, explica.

Texto:
Fabiana Otero


Polícia Civil prende envolvidos no tráfico de drogas em Barcarena
A Polícia Civil prendeu nesta quarta-feira (26) dois homens envolvidos com o tráfico de drogas, que disputariam pontos de venda de entorpecentes no distrito de Vila do Conde, município de Barcarena, nordeste do Pará. Os presos são Celso Soares Pacheco e Marcos Vinicius Alves dos Santos.
Celso foi flagrado por uma guarnição da Polícia Militar com uma pequena quantidade de drogas. Levado até a unidade policial, em Barcarena, ele foi interrogado pelos policiais civis, aos quais confessou o envolvimento em uma troca de tiros, na localidade, na madrugada de terça-feira passada, quando foi morto Afonso Costa de Freitas Júnior, apontado como chefe de Celso no esquema de venda de drogas.
Em depoimento, Celso confessou ter usado um revólver calibre 38, com numeração raspada, no crime. Ele informou que a arma estava em sua casa. O revólver foi apreendido. Logo em seguida, Marcos Vinicius foi preso em flagrante. Ele estava com um revólver calibre 38, também com a numeração raspada, e tinha ainda uma arma caseira calibre 12.
Os dois fazem parte da quadrilha que era comandada por Afonso, apontado como o responsável em dominar o tráfico de drogas em Vila do Conde. "Ele já tinha sofrido diversos atentados por parte da quadrilha rival", destaca o delegado Mac Dowell Fortes, do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) de Abaetetuba. Na madrugada de terça-feira passada, o bando de traficantes tentou invadir a boca de fumo de adversários na venda de drogas, mas o grupo acabou surpreendido por Afonso, que, assim, acabou alvejado a tiros e morto.

Texto:
Walrimar Santos


Diretora do Iasep faz visita ao Hospital Santo Antônio, em Bragança
Os segurados do Instituto de Assistência dos Servidores do Pará (Iasep) da região de Bragança têm um dos melhores atendimentos hospitalares do Estado. Foi o que disse a diretora de Saúde do Iasep, Lúcia Souza, ao visitar as instalações do Hospital Santo Antônio Maria Zaccaria, em Bragança, na tarde de terça-feira (25). O hospital faz consultas médicas e odontológicas, internação clínica e hospitalar, diversos procedimentos cirúrgicos e tratamento de hemodiálise.
Acompanhado pela coordenadora de convênios do hospital, Raquel Gomes de Assis, a diretora Lúcia Souza visitou as instalações da unidade, que passa por uma reforma, mesmo sem parar o atendimento aos pacientes. Fundado em 1952, como Maternidade de Bragança, o hospital é reconhecido, entre outros, com o título “Amigo da Criança” e o “Prêmio Oswaldo Cruz de Educação e Responsabilidade Social”.
“Hoje o segurado do Iasep está muito bem atendido na região bragantina, pois o hospital é completo e oferece um atendimento exemplar”, elogiou a diretora, que foi atendida mesmo sem ter feito agendamento prévio junto à direção da entidade. Lúcia Souza visitou as acomodações do hospital e verificou como está sendo oferecido atendimento hospitalar e ambulatorial aos segurados do plano. Também participaram da visita a gerente do Iasep em Bragança, Daniel Monteiro, e o supervisor do Iasep de Capanema, Marcelo Magno.
A coordenadora do hospital disse que a direção do Santo Antônio tem regras de conduta que beneficiam principalmente os pacientes. “Primamos pela higiene e pelo bom atendimento”, afirmou Raquel de Assis, apontando as regras do Iasep como exemplo de informações que são explicadas de forma clara aos segurados do plano. Na parede do hospital, dentre outras informações, um quadro destaca o material informativo sobre o uso do plano em relação às cotas anuais de consultas e exames.
Além do serviço de hemodiálise, o hospital oferece aos segurados cirurgias geral e plástica reparadora, torácica, urológica e vascular. Dentre os serviços clínicos, são oferecidos alergologia/ imunologia, anestesiologia, angiologia, cardiologia, clínica médica, dermatologia, endocrinologia, fisioterapia, fonoaudiologia, gastroenterologia, ginecologia, obstetrícia, infectologia, mastologia e odontologia.
Dentre os exames, além do laboratório de análise clínica, o Santo Antônio Zaccaria faz audiometria, endoscopia, ecocardiograma, eletrocardiograma, colpocitologia oncótica,  colposcopia e mamografia. A lista de todos os serviços oferecidos pelo plano de saúde dos servidores do Estado está à disposição dos segurados no site do Iasep: www.iasep.pa.gov.br. Em Bragança, a unidade do instituto está localizada na Rua General Gurjão, 907, Centro, entre travessas João XXIII e Marcelino Castanho.

Texto:
Ettiene Angelim


Hemopa encerra campanhas externas de fevereiro na Av. Presidente Vargas
A Fundação Hemopa encerra as campanhas externas do mês de fevereiro na avenida Presidente Vargas, em frente ao Banco do Brasil, nesta quinta-feira (27). O atendimento acontecerá de 8 às 15 horas. Até o dia 19 de fevereiro, a unidade móvel de coleta de sangue do hemocentro esteve durante três dias em frente ao Banco do Brasil, dois dias no shopping Castanheira e ainda na Faculdade Integrada Brasil Amazônia (FIBRA), e na Escola de Superior da Amazônia (ESAMAZ), o que totalizou 875 comparecimentos de doadores de sangue e 225 novos cadastros de medula óssea. A ação desta quinta-feira tem como meta 100 coletas.
Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, as campanhas são um grande apoio para o movimento de coleta diário da sede. “É uma preciosa e importante parceria que temos com instituições, projetos e programas, que nos ajudam a restabelecer o estoque de sangue do Hemopa”, afirmou.
A cabeleireira Rose do Socorro Santos de Medeiros, 42, moradora do bairro Castanheira, foi uma das pessoas que participaram das campanhas no shopping localizado no bairro. Do tipo sanguíneo A Positivo, ela que já é doadora há cinco anos, fez sua primeira doação a pedido da filha para ajudar uma criança, desde aí se tornou um doadora habitual. “Todos devem procurar o Hemopa ou a unidade móvel para dar sua parcela de contribuição. Acho 100% a realização de campanhas como essa”, festeja a cabeleira.
Carnaval - Paralelo às campanhas externas, a Fundação Hemopa dá continuidade até o dia 1° de março à campanha “O carnaval está no sangue do paraense. A solidariedade também. Doe vida”, que visa suprir o estoque estratégico do hemocentro coordenador em Belém e das unidades da hemorrede estadual em Castanhal, Marabá, Santarém, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Capanema e Redenção. Na sede do Hemopa, a ação teve início dia 22 e até esta quarta-feira (26), às 16h56, tinha registrado um total de 561 bolsas coletadas, o que representa uma média/dia 192 coletas.
“Ainda estamos bem distantes das 300 doações/dia, que consideramos ideal, o que nos faz reforçar o chamado para que todos compareçam até o Hemopa e realizem sua doação”, ressalta Juciara, ao falar da preocupação em entrar no período carnavalesco com o estoque ainda em baixa.
Ciente de seu dever, o bacharel em Direito Rogério Rezegue, 22, diz que sempre teve vontade de doar. Ele esteve no hemocentro pela primeira e pretende se tornar um doador freqüente. “É de vital importância a nossa ajuda. Doar sangue é vida e todo mundo pode ajudar”.
No Carnaval o Hemopa funcionará para coleta de sangue de 7h30 às  13h, no sábado (1/03). Na segunda-feira (3) e na terça-feira (4), não haverá coleta de sangue. O expediente retorna na quarta-feira, 5, de 13h às 18h.
Para fazer a doação, o candidato precisa apenas se dirigir à Fundação Hemopa, fazer uma ficha cadastro e passar na triagem clínica. Se for considerado apto, aí sim faz a doação. Os critérios exigidos são: ter entre 16 e 67 anos (para candidatos com idade entre 16 e 17 anos é preciso comparecer com responsável); ter peso a partir de 50 kg, estar bem de saúde e alimentado. Não pode fazer doação em jejum e é preciso apresentar um documento de identificação com foto. Para fazer cadastro de doação de medula óssea basta ser homem ou mulher saudável e com faixa etária de 18 a 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço:
O Hemopa funciona na travessa Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda à sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 3214-1811/08002808118.

Texto:
Vera R. Rojas


BID divulga vídeo sobre projeto de educação fiscal com pescadores
BID divulga vídeo sobre projeto de educação fiscal com pescadores    
O Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) disponibilizou no seu site na internet um vídeo, gravado ano passado, mostrando o cotidiano dos pescadores em Vila Castelo, Bragança, nordeste paraense. O documentário, intitulado “Pesca no Pará, um negócio feminino” relata o projeto Pescador Cidadão, desenvolvido pelo Grupo Estadual de Educação Fiscal naquela localidade.
A experiência foi escolhida pelo Banco para ser objeto de registro pelo pioneirismo em trabalhar a temática fiscal com colônias de pescadores. O BID financia projetos das administrações tributárias dos estados brasileiros. “O projeto paraense foi o primeiro, na área fiscal, a merecer um vídeo do Banco no Brasil”, informa a coordenadora da Escola Fazendária da Secretaria da Fazenda (Sefa) Nazaré Rodrigues.
Em agosto do ano passado a equipe do Banco esteve no município bragantino registrando imagens destinadas ao documentário. Para a coordenadora do Grupo Estadual de Educação Fiscal do Pará, Zilda Benjamin, a apresentação do vídeo no site do Banco na internet dará visibilidade ao projeto paraense.
A servidora Nazaré Pantoja, que ministrou a oficina do projeto Pescador Cidadão, explica que o trabalho quer contribuir no fortalecimento da consciência cidadã, resgatando a cultura e tradição dos pescadores e pode colaborar para que a comunidade alcance melhorias nas atividades profissionais que revertam na melhoria da qualidade de vida daquela população.
Nazaré é disseminadora da Educação Fiscal e estudou a atividade pesqueira na elaboração da dissertação de mestrado em Gestão de Políticas Públicas realizada na Universidade do Vale do Itajaí, em SC. A Oficina Pescador Cidadão fala sobre a importância dos tributos, da emissão da nota fiscal nas compras, do Orçamento Público, da relação Estado-Sociedade e mostra casos de sucesso na história da pesca no Brasil e em outros países. “Enfatizamos a importância da organização do setor, do fortalecimento das entidades representativas e da gestão dos recursos pesqueiros. O pescador é o nosso principal foco”.
Para ver a versão em espanhol acesse o Link



Texto:
Ana M. Pantoja

PARABÉNS À VEJA, PELA BELA CAPA



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...