Total de visualizações de página

segunda-feira, junho 17, 2013

DESTAQUE: Governo do Pará investirá R$ um bilhão em educação até 2017



AÇÕES DO GOVERNO DO ESTADO NESTE DIA 17 DE JUNHO




Paixão do Boi incentiva a preservação do folclore regional
Cordão de Bicho Bacu, Trilhas da Amazônia e Frutos do Pará foram as atrações do terceiro dia da programação do projeto Paixão do Boi. Neste domingo, 16, o público que foi à Estação das Docas pode conferir o trabalho de alguns grupos que ajudam a manter viva a tradição folclórica do estado.

As crianças do Cordão de Bicho Bacu foram as primeiras a pisar no palco do Anfiteatro São Pedro Nolasco. O cortejo, que veio do bairro do Maguari, trouxe personagens como a Bailarina, o Camarão e o Boto. Em seguida, foi a vez do Grupo Trilhas da Amazônia, que entre as evoluções apresentadas também ressaltou a lenda do Boto, uma das mais conhecidas do imaginário amazônico.

Já o Grupo Frutos do Pará levou o público por um passeio pelas ricas tradições folclóricas paraenses, mostrando desde as toadas de boi, que nasceram em Tefé, no Amazonas, e acabaram sendo absorvidas pelos santarenos por conta com a proximidade geográfica da cidade com a capital amazonense, até danças como a do maçariquinho, da desfeiteira e do carimbó.

Para a universitária Joicy Barata, 27 anos, um dos principais atrativos da programação da Paixão do Boi é justamente o caráter preservacionista, que resgata e valoriza os artistas da terra e a cultura do estado. “Ver essas crianças do Cordão do Bacu no palco, cantando e dançando, reforça o quanto é viva a nossa cultura. Estão de parabéns os mantenedores desses grupos e também os idealizadores do projeto. Espero que com a ajuda de iniciativas como essa, as nossas tradições continuem se fortalecendo e passando de geração a geração”, enfatizou.

Na próxima semana, a Paixão do Boi continua. A partir desta terça-feira, 18, a programação ocorre no Armazém 3, também conhecido como Boulevard de Feiras e Exposições, a partir das 18h, com os Bois Flor Rosa Branca, Flor da Juventude e Flor do Campo. A programação é gratuita.

A "Paixão do Boi" é uma realização do Governo do Estado por meio da Secretaria Especial de Promoção Social, Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Organização Social Pará 2000, que administra a Estação das Docas. Confira a programação completa, que segue até o dia 23 de junho, pelo site www.estacaodasdocas.com.br.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000


Fapespa e Secti abrem novas bolsas de monitoria para os Infocentros do Navegapará
A Fundação Amazônia Paraense (Fapespa), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), reiteram o acordo para concessão de bolsas de monitoria para os infocentros do programa NavegaPará e lançam, nesta segunda-feira, 17, um novo edital. Sob o número 009/2013, o édito tem como finalidade a seleção de monitores para atuarem como agentes multiplicadores do Navegapará. A função do monitor é atender ao público no espaço do Infocentro, auxiliar e propor processos ao uso das tecnologias da informação e comunicação disponíveis.
Serão ofertadas 24 vagas para formação de instrutores e cadastro de reserva. Para concorrer à bolsa, o candidato deve cadastrar-se no sistema on line SigAmazônia (www.sig.fapespa.pa.gov.br), na opção “pessoa física”. Caso possua cadastro, o mesmo deverá atualizá-lo por meio de seu login (C.P.F) e senha.
Para esta nova chamada foram destinados recursos superiores a R$ 115 mil, oriundos do Programa Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento da Fapespa, inserido no Plano Plurianual do governo do Estado. Todas as informações sobre o edital estarão disponíveis, no site da Fapespa http://www.fapespa.pa.gov.br/, a partir desta segunda-feira.



Conceição do Araguaia sedia etapa regional dos JEP's
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promove, de 19 a 23 de junho, no município de Conceição do Araguaia, a etapa regional dos Jogos Estudantis Paraenses (JPE's). A cerimônia de abertura acontecerá nesta quarta-feira, 19, no Estádio Azamor Cardoso de Castro, localizado na Avenida 7 de Setembro, a partir das 18h. A competição mobilizará crianças e adolescentes de escolas municipais, estaduais, particulares e conveniadas, com o objetivo de promover a integração entre participantes e incentivar a prática do esporte nas escolas, contribuindo para a formação integral e construção da cidadania.
Participam dos jogos estudantis escolas ligadas à 15° Unidade Regional de Educação de Conceição do Araguaia (URE) nos municípios de Conceição do Araguaia, Água Azul do Norte, Bannach, Cumarú do Norte, Floresta do Araguaia, Ourilândia do Norte, Pau D'arco, Redenção, Rio Maria, Santa Maria das Barreiras, Santana do Araguaia, São Félix do Xingu, Sapucaia, Tucumã e Xinguara. Os alunos competirão das categorias A, de 12 a 14 anos, e na categoria B, de 15 a 17 anos, nas seguintes modalidades: vôlei, basquete, futsal, handebol, xadrez e tênis de mesa.
Esta etapa regional é coordenada pelo Núcleo de Esporte e Lazer (Nel) em parceria com a 15º Ure e Prefeitura Municipal de Conceição do Araguaia. As competições acontecem no Ginásio de Esportes Orlando Mendonça, localizado à Avenida Araguaia; na Escola Agrícola – Ceagro, Escola Estadual Acy de Barros, Avenida Paes de Carvalho e AABB.






Filme inspirado em música de Chico Buarque é atração no Cine Líbero Luxardo
“Olhos nos olhos, quero ver o que você diz, quero ver como suporta me ver tão feliz”. É com a inspiração na música "Olhos nos Olhos", de Chico Buarque, que o diretor cearense Karim Aïnouz apresenta ao público o longa “O Abismo Prateado”. O filme entra em cartaz no Cine Líbero Luxardo, da Fundação Tancredo Neves, a partir desta quarta-feira (19), às 19h.
Neste mesmo dia se comemora o aniversário de Chico Buarque, que completa 69 anos. Os ingressos custam R$ 8,00, com meia-entrada para estudantes, sendo que no dia da estreia os estudantes têm entrada franca. As sessões seguem até o dia 23 de junho e retornam no dia 26 até o dia 30 de junho.
"O Abismo Prateado" apresenta a vida da personagem Violeta, interpretada por Alessandra Negrini. Violeta é uma dentista de 40 anos, casada e com um filho adolescente, que está pronta para começar mais um dia em sua rotina, entre seu consultório, a academia e um novo apartamento em Copacabana. Parece ter uma vida dos sonhos, até que recebe um recado no celular, o que muda drasticamente seu cotidiano, fazendo com que ela passe por uma dolorosa experiência, durante a qual busca entender a situação, andando pelas ruas do Rio de Janeiro.
Este é o quarto filme do diretor Karim Aïnouz, que ganhou destaque depois do seu filme de estreia “Madame Satã” de 2002. Além disso, tem no currículo filmes como “Viajo porque preciso, volto porque te amo” e “O céu de Suely”. Também fez vídeos e curtas metragens como “O preso”, que conta a história de um lavrador nordestino; “Seams”, um documentário experimental e “Paixão Nacional”, todos realizados na década de 90.
A produção de “O Abismo Prateado” é de Rodrigo Teixeira e o roteiro de Beatriz Bracher. A estreia mundial aconteceu na mostra Quinzena dos Realizadores no Festival de Cinema de Cannes, em 2011. No mesmo ano Alessandra Negrini ganhou o prêmio de Melhor Atriz no Festival de Havana, por sua atuação no papel de Violeta. O trailer do filme está disponível neste link.
Serviço:
De 19 a 22/06 (quarta a sábado) - 19h
23/06 (domingo) - 17h e 19h
De 26 a 28/06 (quarta a sexta) - 19h
29 e 30/06 (sábado e domingo) - 17h e 19h
Ingressos a 8 reais com meia para estudantes. Dia 19 estudantes tem entrada franca.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN





Problemas de conexão com a internet impedem atendimento do Detran no interior
O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) informa que tomará as medidas cabíveis para que a população usuária dos serviços da autarquia não seja penalizada pelo não atendimento em alguns postos e Circunscrições Regionais de Trânsito (Ciretrans) de municípios do Pará atingidos por problemas ocorridos no município de Santa Maria do Pará, relacionado às torres de transmissão da Eletronorte, e que impediram o acesso às conexões de internet em várias localidades.
De acordo com informações repassadas à diretoria de Tecnologia e Informática (DTI) do Detran pela Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa), os municípios afetados são: Castanhal, Colares, Curuçá, Goianésia do Pará, Igarapé-Açu, Inhangapi, Magalhães Barata, Maracanã, Marapanim, Ourém, Santa Maria do Pará, Santo Antônio do Tauá, São Caetano de Odivelas, São Domingos do Capim, São Francisco de Pará, São João da Ponta, São Miguel do Guamá, Terra alta, Vigia, Augusto Corrêa, Bonito, Bragança, Capanema, Nova Timboteua, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Salinópolis, Santarém Novo, São João de Pirabas, Tracuateua, Acará, Concórdia do Pará, Irituia, Mãe do Rio, Paragominas, Salvaterra e Soure.



Governo do Pará ajudará a França na gestão dos recursos naturais da Guiana Francesa



O vice-governador Helenilson Pontes recebeu a visita do deputado francês Gabriel Serville, na sexta-feira, 14. O deputado, membro do grupo parlamentar Esquerda Democrática Republicana, foi eleito pela Guiana Francesa e é autor de uma proposição de lei denominada “Amazônia Francesa”, que tem como objetivo valorizar todos os potenciais de desenvolvimento sustentável daquele departamento ultramarino, localizado na costa atlântica da América do Sul, levando em conta as diferenças devido a localização do território.
O deputado comentou que veio em busca da experiência que o Pará possui na administração dos recursos naturais, levando-se em conta o desenvolvimento sustentável das populações que habitam o território paraense. “Estamos buscando o desenvolvimento da Guiana Francesa e viemos ao Brasil para, além de reforçar a cooperação já existente entre os dois países, trocar experiência na área da conservação da biodiversidade da floresta amazônica”, comentou.
A proposição de lei “Amazônia Francesa”, segundo Gabriel Serville, é motivada pelas necessidades de desenvolvimento e ordenamento da população da Guiana Francesa, considerando as necessidades especiais de um povo que vive em um meio ambiente completamente diverso do meio ambiente do continente europeu. “Muitas vezes as políticas nacionais francesas se mostram inadequadas para a realidade deste povo”, comenta.
A Guiana é ao mesmo tempo uma região e um departamento francês de ultramar cuja prefeitura tem sede em Caiena. A economia da Guiana Francesa é baseada principalmente na pesca e na extração mineral e sofre com a imigração ilegal, principalmente de brasileiros, haitianos, surinameses, atraídos pela possibilidade de obter renda em Euro, a moeda francesa.
Como parte integral da República Francesa, a Guiana é representada no Senado e na Assembleia Nacional da França e seus cidadãos participam das eleições para presidente da República Francesa. A Assembleia Nacional Francesa é constituída por 577 deputados eleitos por cinco anos. A Guiana Francesa tem o direito a eleger dois representantes.
Helenilson Pontes destacou o papel da taxa minerária, uma iniciativa inédita entre os Estados que têm a atividade em seu território. Desde o ano passado, os empreendimentos na área de mineração pagam três Unidades Padrão Fiscal do Estado do Pará (UPF-PA), equivalente a R$ 6,00, por tonelada de minério extraído.
Segundo Helenilson a “taxa constitui uma iniciativa pioneira e histórica do Governo do Pará de socializar os imensos ganhos que o setor mineral aufere há décadas em solo paraense e que deve dar sua contribuição aos imensos desafios que o nosso Estado enfrenta, sobretudo na área social”.
A experiência despertou a atenção do deputado francês, que foi convidado por Helenilosn Pontes a acompanhá-lo, nesta terça-feira (18), em Brasília, no lançamento do novo código de mineração do país, que visa modernizar as regras do setor, da década de 60, e deverá estabelecer um aumento dos royalties e prazos para que os detentores de direitos sobre as jazidas iniciem a exploração e a produção.

Texto:
Marcio Flexa-Vice-Governadoria





Santa Casa realiza curso de Técnicas em Curativos
A Fundação Santa Casa, por meio da Gerência de Enfermagem, promove no dia 24 de junho, das 9h às 12h, no auditório do Hospital, o II Curso de Técnicas de Curativos. O curso gratuito é destinado a enfermeiros, técnicos de enfermagem e estudantes e visa qualificar os participantes sobre as técnicas em curativos. Inscrições e informações podem ser obtidas na Gerência de Educação Permanente, pelo telefone: 4009-2322.


Bragança vai receber cursos dos Painéis de Bandas de Música da Funarte
De 19 a 23 de junho, a cidade de Bragança, no nordeste do Pará, vai receber a edição 2013 do Painel Funarte de Bandas de Música. O evento reúne cursos de capacitação voltados para músicos que tocam instrumentos de sopro e percussão, além de maestros, arranjadores e técnicos de manutenção de instrumentos.
Serão mais de 10 cursos com profissionais de diversas regiões do país. Os inscritos terão a oportunidade de aprimorar a técnica em instrumentos de sopro e percussão. Há ainda cursos de percepção musical, instrumentação, regência e reparo de instrumentos.
O objetivo dos painéis é aprimorar, atualizar e ampliar o conhecimento de instrumentistas e regentes de bandas de música de todo o país. O projeto existe desde 1976 e atua no desenvolvimento e na preservação das bandas de música. Através dos cursos, instrumentistas e regentes podem trocar experiência e adquirir conhecimento com alguns dos maiores profissionais do ensino da música no Brasil.
Este ano, mais de 600 músicos de vários municípios paraenses e também de outros estados foram selecionados para participar das atividades. Os cursos, num total de 13, serão realizados de manhã e à tarde no Instituto Santa Terezinha. Um dos colégios mais tradicionais de Bragança. Entre os músicos que estarão na cidade da Marujada para ministrar os cursos estão o arranjador Joel Barbosa, o compositor Carlos Almada, o flautista Eduardo Monteiro e o regente Marcos Sadao, entre outros.
A escolha de Bragança para sediar o evento tem um motivo especial. A cidade tem tradição musical e, além disso, está completando 400 anos. "A Fundação Carlos Gomes gostaria que o Estado participasse ativamente das comemorações dos 400 anos da cidade, com vários eventos grandes e pelo menos um nacional, que é este em parceria com a Funarte", explica o superintendente da Fundação Carlos Gomes, Paulo José Campos de Melo.
No Pará, o Painel Funarte de Bandas de Música é realizado em parceria com a Fundação Carlos Gomes, uma das mais antigas instituições de educação musical do país, e tem apoio do Governo do Estado. O primeiro Painel foi realizado em 2011 em Ponta de Pedras, na Ilha de Marajó. No ano passado, a cidade escolhida foi Vigia de Nazaré e este ano Bragança receberá os cursos.
Sobre a parceria Paulo José destaca: "É um reforço ao projeto de interiorização da FCG, mas principalmente é o reconhecimento do grau de excelência das atividades da Fundação, que é responsável pela política educacional/musical no Estado".
O coordenador pedagógico dos Painéis, o regente Marcelo Jardim, também ressalta a importância dessa parceria. "O Pará, por meio da Fundação Carlos Gomes, mostra uma forte ação de apoio às bandas de música, aos mestres de bandas e aos músicos. O Painel é um elemento de ajuda e complemento para este direcionamento, ao estimular os alunos e colocá-los em contato com excelentes professores de diversas partes do Brasil".
A realização de mais um Painel de Bandas no Estado é também o reconhecimento ao trabalho desenvolvido pela FCG. "O Pará tem uma rica tradição em Bandas de Música, por isso temos o reconhecimento nacional pelas nossas atividades fins. Pela competência da administração na realização dos Painéis e pela acolhida calorosa do povo paraense aos professores e alunos, que fez com que o Pará fosse escolhido como representante amazônico nos Painéis de Banda", finaliza o superintendente. As próximas cidades a receber os cursos serão Guaíba, no Rio Grande do Sul, e Aracaju, em Sergipe.

Texto:
Rosa Cardoso-FCG





Hemopa registra mais de 500 doações na abertura da campanha junina
A Fundação Hemopa contabilizou um saldo de 671 comparecimentos na abertura da campanha junina, ocorrida no último sábado, 15, e que resultaram em 533 doações de sangue, número que garante o atendimento de aproximadamente 2.132 pacientes internados na rede hospitalar. A ação, que tem a parceria da TV Liberal, prossegue até o próximo dia 22 com a meta de 300 coletas/dia.
Com o tema “13 é Santo Antônio. 24 é São João. 29 é São Pedro. E todo dia é do doador", a campanha vem sendo realizada em toda a hemorrede estadual, com o objetivo de reforçar o estoque estratégico do hemocentro para assegurar atendimento transfusional da rede hospitalar, cuja demanda em períodos festivos, como é o caso da quadra junina, costuma aumentar em mais de 20%.
Durante todo o período, os doadores estão sendo brindados com camiseta e distribuição de material impresso educativo, além de lanche especial com iguarias da época. No último sábado, várias atrações e surpresas foram preparadas para homenagear os doadores voluntários de sangue, que atenderam o chamado do Hemopa e compareceram em peso. “Sempre tive vontade de doar sangue, mas nunca tive tempo. Estou doando para ajudar uma amiga. Mas garanto que essa foi apenas a primeira, de muitas doações”, relatou o músico Neyvicton Trindade de Lima, que fez sua primeira doação no dia em que completou 24 anos.
Maelma Furtado Teixeira, 22 anos, portadora de anemia falciforme, recebe tratamento no Hemopa desde os três anos de idade, e por vivenciar  a necessidade constante de receber transfusão de sangue, ressaltou a importância das doações de sangue: “Se todas as pessoas soubessem o quanto é importante a doação e o quão simples é esse gesto, tenho certeza que muitas mais doariam. Sem elas muitos pacientes, como eu, não têm como sobreviver”.
Doador desde a década de 90, o vigilante Benedito Lima Dias, 52 anos, foi outro que atendeu o apelo da campanha junina. “Gosto de ajudar, até porque do amanhã nunca se sabe. Vai que eu ou alguém da minha  família possa precisar?. Parabenizo o Hemopa e a TV Liberal pela iniciativa”, ressaltou, afirmando que continuará doando enquanto tiver saúde para isso.
Apesar do grande número de comparecimentos neste primeiro dia da campanha, o atendimento no hemocentro foi agilizado com a ampliação do espaço para doação de sangue, com a disponibilização de 28, em vez das 14 cadeiras para coletas. Da mesma forma, foi dobrado o número de consultórios para triagem de quatro para oito.
“Isso tudo é para evitar maior espera e eventual tumultos no atendimento”, observou a gerente de Captação de Doadores, assistente social Juciara Farias, que ficou bastante satisfeita com a parcial do primeiro de campanha. Na oportunidade, ela parabenizou a iniciativa de responsabilidade social da direção de Programação da TV Liberal, através do projeto “Ação pela Vida”. “Agradecemos toda a equipe da emissora pelo sucesso deste segundo ano de parceria”, enfatizou, estendendo os agradecimentos aos voluntários da mobilização.
A programação do “Arraiá Solidario” teve as participações da CIA de Teatro Luzes, do humorista Serginho Cunha, da Banda Lágrimas de Outubro, o cantor Sandro Aragão, a cantora Camila Tavares, e também a apresentação da quadrilha junina “Cabanos Mirins”, do bairro do Guamá.
A ação contou ainda com apoio do fã clube da banda “Chiclete com Banana”, que marcou presença com a campanha feita em âmbito nacional, neste sábado, e intitulada “Chicleteiro Sangue Bom”. Outra importante parceria foi fechada com a Emater, que brindou os doadores com lanches incrementados com produtos da agricultura familiar, 100% naturais. A parceria será repetida no encerramento da campanha, no próximo sábado, dia 22. Técnicos da empresa distribuíram material educativo e repassaram informações sobre os benefícios da agricultura familiar.
Quem pode doar sangue: Candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos; peso acima de 50 kg. É necessário apresentar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três. O doador deve estar bem alimentado.
Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Padre Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 0800 280 8118, de 2ª a 6ª-feira, das 8h às 18h; e aos sábados, até as 17h.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa





Ciência sem Fronteiras convoca alunos para homologar inscrições
A Coordenadoria do Programa Ciência sem Fronteiras da Universidade do Estado do Pará (PCsF-UEPA), com o apoio da Coordenadoria  de Relações Internacionais (CRI), convoca os estudantes interessados em obter a homologação de suas candidaturas para concorrer ao processo de seleção de bolsas de graduação sanduíche no exterior, contempladas pelos editais 144/2013 a 154/2013, a entregarem a documentação necessária no prazo de 17 de junho a 20 de julho.
A documentação deve ser entregue no Protocolo Central da UEPA (Reitoria), localizado à Rua do Una, 156, bairro do Telégrafo, em Belém, no horário das 8 às 14 horas. O formulário para inscrição e o edital na íntegra estão disponíveis no site http://paginas.uepa.br/csf e www.uepa.br.
Os editais para bolsas em cada um dos países e os respectivos cronogramas e critérios de inscrição estão disponíveis no site do programa Ciências Sem Fronteiras. Mais informações sobre o assunto pelo e-mail cienciasemfronteira.uepa@gmail.com e pelos telefones (91) 3299-2271 e 3299-2281.

Texto:
Ize Sena-Uepa


Prêmio de Jornalismo em Turismo tem 89 concorrentes
O II Prêmio de Jornalismo em Turismo "Comendador Marques dos Reis", promovido pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Estado do Pará (Abrajet Pará), recebeu 104 inscrições. São reportagens diversas, publicadas entre junho de 2012 e maio de 2013 em cinco diferentes categorias jornalísticas:  telejornalismo, webjornalismo, jornalismo impresso, radiojornalismo e fotojornalismo.
Dos 104 trabalhos inscritos, somente 15 foram desclassificados por infringir ao regulamento da premiação, totalizando assim, 89 trabalhos aptos aos jurados que compõem a banca de avaliação.
Os concorrentes estão divididos em 28 de jornalismo impresso, 16 de webjornalismo, 12 de fotojornalismo, 17 de telejornalismo e 16 de radiojornalismo. Os profissionais vencedores, 15 ao todo, vão dividir R$ 115 mil, sendo R$ 10 mil aos primeiros colocados, R$ 8 mil a cada um dos segundos colocados e R$ 3 mil aos terceiros lugares.
A premiação será realizada no dia 28 de junho, às 19 horas, na Estação das Docas, em Belém, com a presença da apresentadora e jornalista da TV Brasil, Leda Nagle, como convidada de honra, além do apresentador do programa Aventura Selvagem, da TV Record, Richard Rasmussen, e da empresária de turismo do Rio Grande do Sul, Marta Rossi, realizadora do Festival de Turismo de Gramado.
O II Prêmio de Jornalismo em Turismo "Comendador Marques dos Reis" homenageia Joaquim Marques dos Reis, originário de Portugal radicado em Belém, primeiro hoteleiro, agente de viagens e jornalista especializado nessa área, editor da coluna Terras de Portugal.
O Prêmio é patrocinado pelo Banpará, tem apoio da Abrajet Nacional, Sinjor-PA, Organização Social Pará 2000 (Estação das Docas), Secretaria de Estado de Turismo (Setur), Secretaria de Estado de Desenvolvimento e Incentivo à Produção (Sedip), Polo Joalheiro, entre outros. A cerimônia de premiação será em meio a um jantar para 300 convidados e atrações culturais diversas. Saiba Mais: www.premiodejornalismo.blogspot.com.br

Texto:
Benigna Soares-Paratur
Fone: (91) 3212-0575 / (91) 8895-5733





Operações de fiscalização fecham estabelecimentos e apreendem equipamentos
Dez estabelecimentos comerciais foram fechados, na semana passada, em Belém, em consequência da fiscalização estadual realizada pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa). Cinco deles funcionavam sem inscrição estadual e os demais não tinham documentário fiscal. Um total de 164 lojas foram visitadas. Três equipamentos emissores de cupom fiscal (ECF) foram apreendidos.
Em Tucuruí, a operação de três dias, realizada junto com a equipe do Procon, visitou 73 empresas, com apreensão de 32 ECFs e cinco blocos de notas fiscais irregulares. O coordenador da regional, Hilário Ferreira Neto, informou que nos últimos dias cresceu o número de pedidos para regularização dos equipamentos ECF.
“Ampliamos as fiscalizações localizadas para garantir que o consumidor tenha respostas às suas reclamações. Com o Programa Nota Fiscal Cidadã, muita gente tem procurado a Sefa para registrar a não emissão de documento fiscal”. Além das fiscalizações, a secretaria está autuando empresas que deixaram de enviar as informações sobre a emissão de notas fiscais, e que servem de base de dados para a emissão dos bilhetes dos consumidores para concorrer aos sorteios do Programa Nota Fiscal Cidadã, lembra o diretor de Fiscalização da Secretaria, Célio Cal Monteiro.
“Empresas sem inscrição estadual ou sem documento fiscal hábil não podem funcionar e podem ter a mercadoria apreendida. Equipamentos emissores de cupom fiscal devem ser autorizados pelo Fisco e são apreendidos quando não têm autorização de uso, assim como bloco de nota fiscal em uso pertencente a estabelecimento diverso”, esclarece Márcia Costa, da Coordenação de Belém.
“Uma das empresas visitadas não estava emitindo nota fiscal e as auditoras exigiram que os documentos fossem emitidos. Por isso reforçamos  a importância da ação do consumidor, exigindo os documentos fiscais a cada compra. A nota garante a propriedade do bem e permite fazer troca ou conserto, quando necessário”. Costa informa, ainda, que “serão emitidas seis ordens de serviço para autuar empresas que não fazem uso de Equipamento ECF e que estão obrigadas”.
A Secretaria da Fazenda recebe reclamações de consumidores no site  (www.sefa.pa.gov.br) na área da Ouvidoria Fazendária. Para tirar dúvidas sobre documentos fiscais basta  ligar para o Call Center, 0800 725 5533.  

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa





Tribunais de Contas farão auditoria na APA Algodoal-Maiandeua
Os Tribunais de Contas do Estado (TCE) e da União (TCU) submeterão a Área de Preservação Ambiental (APA) Algodoal-Maiandeua a uma auditoria entre os dias 17 e 20 de junho. Os auditores irão às vilas de Algodoal, Fortalezinha, Mocooca e Camboinha para verificar as condições da base administrativa do local e também observar a relação do gestor com a comunidade, a infraestrutura disponível e os desafios para melhorar a qualidade da gestão da área.
Esta ação faz parte de uma Auditoria Operacional em Unidades de Conservação (UCs) do Bioma Amazônia, que vai avaliar as condições de implantação e gestão nas UCs no bioma dos nove estados da Amazônia Legal - Amapá, Acre, Amazonas, Pará, Rondônia, Roraima, Maranhão, Tocantins e Mato Grosso. Ao final da análise será elaborado um relatório, pelo TCU, a ser socializado com os governos das Guianas Inglesa e Francesa, Suriname, Venezuela, Equador, Peru e Bolívia, países onde o bioma também está presente.
A auditoria é resultado de um acordo de cooperação técnica entre os TCEs dos estados que compõem o Bioma Amazônia, que farão a análise das UCs estaduais, e o TCU, responsável pela avaliação das UCs federais. Este trabalho resultará no Relatório de Auditoria e Sumário Executivo, onde constarão determinações e recomendações aplicadas por meio de um Plano de Ação.
O diagnóstico avaliará os programas, ações de governo, resultados das políticas governamentais e ainda identificará os principais problemas que afetam a implantação e gestão das UCs, além de apontar soluções que contribuam com um melhor desempenho da gestão pública.

Texto:
Káthia Oliveira-Sema


Hemopa Marabá abre a campanha “Arraiá sangue bão”
A partir desta segunda-feira, 17, até o dia 21 deste mês, será realizada a “19ª Campanha de Doação de Sangue do Hospital Regional do Sudeste do Pará / Pró-Saúde ABASH”,que terá como tema “Arraiá Sangue Bão”, em parceria com o Hemocentro Regional de Marabá. Os doadores serão encaminhados para coleta de sangue na sede do hemocentro, de 7h30 às 12h, exceto no dia 18, quando as doações serão feitas de 8h às 17h, nas instalações do Hospital Regional.
O grupo de “Mobilização de Doadores Amigos de Sangue” e a Fundação Hemopa convidam a população em geral para aderir ao movimento social em favor da vida, com a finalidade de abastecer o banco de sangue do hemocentro e garantir atendimento transfusional com qualidade e quantidade necessária, tendo em vista que em períodos festivos a demanda costuma se elevar em torno de 20%.
Segundo a comissão organizadora da campanha no Hospital Regional, para o dia 18 estão reservadas muitas surpresas aos candidatos à doação, entre elas, “Casamento na Roça", distribuição de camisetas e lanche especial com iguarias da época como mingau de milho, paçoquinha, pé-de-moleque, além cachorro quente e refrigerante aos doadores.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Menor de 18 anos somente com autorização dos pais ou responsáveis. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses.
Serviço:
O Hemopa Marabá funciona na rodovia Transamazônica, Quadra 12, S/N. Entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá. Horário para coleta de sangue, de segunda à sexta-feira, de 7h30 às 13h. Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa


V Conferência de Belém aprova propostas de desenvolvimento urbano
A V Conferência da Cidade de Belém encerrou na noite deste domingo, 16, após muita discussão sobre as propostas que serão levadas à Conferência Estadual, que será realizada em setembro. Foram aprovadas 45 propostas relativas aos cinco eixos discutidos nos grupos de trabalho. São nove propostas de cada grupo: saneamento, trânsito e mobilidade, planejamento urbano e ordenamento territorial, habitação e texto-base para o Sistema Nacional de Desenvolvimento Urbano – SNDU.
Durante todo o domingo os representantes da sociedade, organizações não governamentais, poder público estadual e municipal, universidades e movimentos populares debateram nos grupos as propostas para, em seguida, levarem as mesmas à plenária. O momento de apresentação das propostas foi seguido de muitas divergências, com alguns momentos de tensão entre os segmentos.
Mesmo com o clima de rivalidade presente na V Conferência de Belém, o secretário municipal de Habitação, João Claudio Klautau, avaliou positivamente a realização da conferência. Para ele, o evento mostrou que a nova gestão municipal está aberta para ouvir a população. “Este é um momento de sentir a cidade, como organismo vivo, e ouvir suas propostas. As divergências no momento das discussões são um exercício de cidadania que sempre está presente nas conferências. O poder público escutou, acatou as propostas, participou, discutiu. Com isso, está mostrando a transparência, a gestão democrática do governo do prefeito Zenaldo Coutinho”, afirmou.
Após a aprovação das propostas foram eleitos os 66 delegados que irão representar Belém na conferência estadual. Os delegados representam o poder público (42,3%), movimentos populares (26,7%), trabalhadores, representados por suas entidades sindicais (9,9%), entidades representativas do empresariado (9,9%), entidades profissionais, acadêmicas e de pesquisa (7%) e organizações não governamentais (4,2%).
Propostas
São aprovadas propostas para os níveis federal, estadual e municipal. Entre as propostas da área de habitação aprovadas estão: celebrar convênio de Cooperação Técnica com Entidades de Trabalhadores e populares, objetivando a Habilitação das Organizações ao Programa Minha Casa Minha Vida (política nacional); Elaborar projetos habitacionais exclusivos para povos e comunidades tradicionais, como Indígenas, Quilombolas, Ribeirinhos etc, dentro da política estadual de habitação e a Regulamentação do Plano Diretor de Belém, para que seja prioridade a política de redução do déficit habitacional.
O tema saneamento foi o que mais motivou discussão entre os participantes da conferência. A conclusão da segunda etapa da macrodrenagem da bacia do Tucunduba e de suas sub-bacias e a ampliação dos serviços de esgotamento sanitário e de água potável, drenagem urbana e manejo dos resíduos sólidos, criando serviços com qualidade, eficiência equidade para o município de Belém, foram algumas das propostas aprovadas.
No item mobilidade urbana foram aprovadas as propostas no âmbito federal, de garantir recursos para implementação dos planos e projetos municipais de transporte e mobilidade urbana. Entre as propostas em nível estadual aprovadas está a criação do plano estadual de transporte e mobilidade urbana Lei 12.587/2012 (Lei de Mobilidade Urbana), com ampla participação da população. A proposta municipal engloba a também criação de um plano municipal de mobilidade urbana de Belém e o Passe Livre para estudantes.

Texto:
Janise Abud-Casa Civil


Recitais marcam encerramento do primeiro semestre no IECG
A partir desta terça-feira (18) serão realizados na sala Ettore Bosio, do Instituto Estadual Carlos Gomes, em Belém, uma série de recitais para marcar o encerramento das atividades do primeiro semestre. Alunos e professores vão se apresentar até o dia 26 de junho, sempre às 18h.
A programação começa com a reunião de duas professoras de música e ex-alunas do Conservatório. A soprano Marcia Aliverti e a pianista Adriana Azulay abrem a programação com um recital de canto e piano. Intitulado "Emoções em Contraste", o recital apresentará um repertório eclético que abrange várias épocas da música erudita e que traz composições que vão de Vivaldi a Villa Lobos.
O recital, que tem duração de uma hora, começa com trechos de duas óperas do compositor veneziano Antonio Vivaldi e termina com "Melodia sentimental", do compositor brasileiro Heitor Villa Lobos. Márcia Aliverti explica que a escolha do repertório se deu de forma a mostrar músicas que contrastam uma com a outra. "O recital está bem bonito. São 12 músicas de muita suavidade, pureza e alegria". Sobre o espetáculo, a pianista Adriana Azulay garante "que o público pode esperar um programa realmente muito bonito e eclético".
Márcia e Adriana já apresentaram este mesmo trabalho há cerca de um mês durante as comemorações dos 50 anos da Escola de Música da UFPA. Agora repetem o recital para o público que costuma frequentar a sala Ettore Bosio, no Conservatório Carlos Gomes, e que não ainda não teve a oportunidade de apreciar o trabalho. O recital começa às 18h e tem entrada franca.
Serviço:
Recital de Canto e Piano com Marcia Aliverti e Adriana Azulay
Dia: 18 de junho
Hora: 18h
Local: Ettore Bosio
Entrada Franca
Programação Completa
Dia 18/06 - Recital de Canto e Piano 'Emoções em Contraste' com Marcia Aliverti e Adriana Azulay
Dia 20/06 - Recital 'A Música na America Latina' com Paulo José Campos de Melo, Helena Azevedo, Robenare Marques, Humberto Azulay, Adriana Azulay, Lucia Azevedo , Gelda Liane Silva e Grupo de Percussão da Amazônia
Dia 25/06 - Recital 'Encontro da Poesia com a Música' (peças de compositores e poetas paraenses) com Luciana Tavares (canto) e David Martins (piano), Marcia Aliverti (canto) e Lenora Brito (piano), Dione Colares (canto) e Ana Maria Adade (piano)
Dia 26/06 - Recital 'A Valsa' ( composições de Schubert, Beethoven, Brahms e Strauss) com a Orquestra Jovem da Fundação Carlos Gomes, sob a regência de Rodrigo Santana.

Texto:
Rosa Cardoso-FCG


“Série de Câmara” apresenta concerto dedicado a instrumentos de madeira
A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) realiza nesta quarta-feira, dia 19, às 20h, na igreja de Santo Alexandre, mais um concerto da “Série de Câmara”. A apresentação é dedicada aos instrumentos de madeira - oboé, fagote, flauta e clarinete - e terá a regência, em uma das peças, do maestro assistente da OSTP Agostinho Júnior. A promoção é do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), e a entrada é gratuita.
A “Série de Câmara” é realizada uma vez a cada mês, sempre na igreja de Santo Alexandre, no bairro da Cidade Velha, e possibilitam aos músicos da OSTP executar peças que lhes exijam mais treinamento. Assim, pequenos grupos de dentro da orquestra tocam peças dedicadas a determinados instrumentos. “A música de câmara exige certo refinamento de quem a executa. O resultado final é muito bom e os músicos gostam desse exercício, que melhora o trabalho sinfônico e os faz exercitarem-se mais como solistas”, opinou o gerente de música da OSTP, Augusto Ó de Almeida.
Para o maestro titular da OSTP, Miguel Campos Neto, quando uma orquestra sinfônica promove uma série de música de câmara, ela está evidenciando a versatilidade, que é uma qualidade da maior importância para um músico. “É uma oportunidade de os músicos sentirem-se à vontade em qualquer repertório, seja sinfônico ou operístico, solo ou camerístico”, enfatizou. Miguel também destaca o encontro entre a orquestra e o local onde ela se apresenta. “A acústica de uma sala de concerto pode conduzir a tipos diferentes de execução musical, e assim, acredito, a igreja de Santo Alexandre colocará tanto o público quanto os músicos em perfeita ambientação para a música de câmara”, comentou.
Repertório - A apresentação terá a participação de 25 músicos, divididos em pequenos grupos, para a execução do repertório. Além deles, o concerto conta com três convidados especiais, o violonista Handerson de Deus Barbosa, o pianista Humberto Azulay e a soprano Juliane Lins.
A primeira peça do repertório do concerto é “Trio Sonata”, de Antonio Lotti, com oboé, violoncelo e violão; a segunda é “Concertino in Ré menor”, de Leroy Ostransky, com clarinete baixo e piano; na terceira parte está “Seresta para Flauta Solo”, de E. Villani-Côrtes, com a flautista Bianca Menezes; e a quarta peça é “Andante et Rondo Op. 25”, de Franz Doppler, executada por duas flautas e piano.
A quinta peça é “Quinteto para clarinete e cordas em Lá maior”, de Wolfgang Amadeus Mozart, com clarinete, dois violinos, viola e violoncelo; a sexta é “Aud dem Strom D. 943”, de Franz Schubert, com trompa e piano e a voz da soprano Juliane Lins. Encerrando a apresentação está “Serenata para Sopros, Op. 44”, de Antonín Dvorak, com a regência de Agostinho Júnior. A peça será executada por dois oboés, dois clarinetes, dois fagotes, três trompas, violoncelo e contrabaixo.
Serviço: “Série de Câmara”, com a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz, quarta-feira, dia 19, às 20h, na igreja de Santo Alexandre, praça Frei Caetano Brandão, s/n, na Cidade Velha. Informações: 4009-8766. Entrada gratuita.

Texto:
Dede Mesquita-Theatro da Paz


Novas bolsas de monitoria para os Infocentros do Navegapará são lançadas
Inclusão digital em espaços públicos, para garantir acesso gratuito da população à internet e a capacitação em informática básica, são hoje, ferramentas importantes de desenvolvimento sustentável em várias comunidades no Pará. Isso tudo deve-se aos Infocentros, criados por meio do programa NavegaPará, que visa a democratização das tecnologias de informação e comunicação e a promoção da integração regional. A Fundação Amazônia Paraense (Fapespa), em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), reafirmaram acordo para apoiar a concessão de mais bolsas de monitoria para estes espaços para 2013 ao lançarem, nesta segunda-feira (17), novo edital.
A Fundação Amazônia Paraense e a Secti, desde 2011, firmaram acordo de cooperação técnica, objetivando apoiar os Infocentros com a concessão de bolsas de monitoria, em caráter de fluxo contínuo, e, por meio de termo aditivo, prorrogaram a vigência desse apoio até 1º de dezembro de 2015, mantendo todas as cláusulas e condições inalteradas. As bolsas de monitoria contemplarão os Infocentros que já estão em funcionamento e os que estão previstos para serem implantados.
Esses recursos financeiros correspondem a um valor global superior a R$ 115 mil, oriundos do Programa Ciência e Tecnologia para o Desenvolvimento, da Fapespa, inserido no Plano Plurianual do Governo do Estado. Os candidatos vão concorrer a 24 vagas disponíveis e para formação de cadastro de reserva.
A função do monitor, basicamente, é atender ao público no espaço do Infocentro, auxiliar e propor processos que permitam aos usuários fazerem uso das tecnologias da informação e comunicação disponíveis de maneira articulada ao desenvolvimento da comunidade. Os requisitos para disputar as demandas são: cursar ou ter concluído o ensino médio; ter disponibilidade para atuar nos Infocentros por um período mínimo de 20 horas semanais; ter conhecimento em informática básica; ser brasileiro ou estrangeiro em situação regular no país; ter entre 16 e 29 anos de idade e não ter sido bolsista do Programa Navegapará nos últimos seis meses.
O candidato a monitor deve cadastrar-se no sistema on line SigAmazônia:  www.sig.fapespa.pa.gov.br, na opção “pessoa física”; caso possua cadastro, atualizá-lo por meio de seu login (C.P.F) e senha. Todas as informações detalhadas sobre o edital estarão disponíveis, no site da Fapespa, acesse aqui.

Texto:
Simone Campos-Fundação Amazônia Paraense


Municipalização do Procon
Técnicos da Diretoria de Proteção e defesa do Consumidor (Procon), vinculada à Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), estiveram em ação de sensibilização para a criação e/ou implantação de órgãos de Defesa do Consumidor e para treinamento e capacitação dos servidores que irão atuar nesses órgãos municipais. O período da ação foi de janeiro a dezembro de 2012 e de janeiro a junho de 2013. Os municípios visitados foram Abaetetuba, Altamira, Bragança, Canaã doa Carajás, Conceição do Araguaia, Igarapé-Açu, Mãe do Rio, Salinópolis, Salvaterra, Santa Izabel do Pará e Tucuruí.


Ceasa inicia Semana da Saúde e Cidadania
As Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa) deram início na manhã desta segunda-feira, 17, a uma extensa programação reunida em torno da “Semana da Saúde e Cidadania da Ceasa”, organizada com a finalidade de promover a saúde e cidadania dos servidores e frequentadores do espaço. A programação terá dois momentos: o primeiro, que vai de hoje até a sexta-feira, 21, será voltado somente para o servidor, e o segundo, no sábado, 22, traz uma extensa programação voltada aos trabalhadores do mercado, consumidores, ribeirinhos do Porto da Ceasa e moradores do bairro Curió-Utinga.
A abertura do evento contou com a participação da consultora da Secretaria de Estado de Administração (Sead), Silvia Abinader, que é técnica em Gestão Pública da Diretoria de Desenvolvimento de Gestão/Coordenação da Qualidade e ministrou a palestra “Trabalho em equipe: Instrumento de excelência”. Silvia ressaltou a importância do trabalho em equipe, temática voltada para a melhoria da gestão pública e interpessoal. Falou, ainda, sobre a diferença entre liderança e gerência e pontuou alguns comportamentos fundamentais para o sucesso de uma equipe e, consequentemente, do organismo ao qual está vinculada.
Segundo Silvia, trabalhar em equipe de forma correta é fundamental para obter o resultado esperado. “É importante o aperfeiçoamento do trabalho em equipe, a integração, a motivação. Pessoas motivadas fazem um trabalho cada vez melhor no dia a dia. Colaborar com o colega ou perceber eventuais dificuldade e tentar ajudá-lo também é fundamental, assim como trabalhar em um ambiente saudável. Esses são alguns fatores fundamentais para que o trabalho seja executado tenha a produtividade esperada”, ressalta. Também foi feita uma dinâmica em grupo junto aos funcionários, na qual eles responderam o que representa o trabalho em equipe representa para cada um.
A temática não só chamou a atenção dos participantes como também motivou a todos, como o auxiliar técnico Lucivaldo Cohen, servidor público há dois meses na Ceasa. “A temática foi bastante persistente e interessante, pois infelizmente o individualismo ainda é muito latente no nosso dia a dia, e acaba por nos prejudicar em nossas relações, dentro ou fora do local de trabalho. Por isso o tema abordado na palestra de hoje contribuiu bastante para pregar o oposto, para fazer com que tenhamos o espírito de coletividade, para que os trabalhos possam fluir harmoniosamente, e consequentemente, contribuir positivamente para organização” frisa.
A programação voltada para o servidor da Ceasa se estende até sexta-feira, 21. Nesta terça, 18, a partir das 8h, a palestra será sobre “Prevenção e combate a incêndios”, com a participação do Corpo de Bombeiros. Na quarta-feira, 19, os servidores terão disponíveis serviços de vacinação, verificação de pressão arterial, glicemia e dicas de alimentação saudável. Na quinta-feira, 20, será ministrada a palestra sobre “Qualidade de Vida no Trabalho” e na sexta-feira terá a “Caminhada do Servidor”, que será realizada no pátio da Ceasa.
Já no sábado, 22, a programação estará aberta a todo o público da Ceasa (trabalhadores/familiares), consumidores, e moradores da comunidade ribeirinha do Porto da Ceasa e do bairro do Curió-Utinga. Serão disponibilizados serviços gratuitos de emissão de documentos (carteira de identidade e de trabalho); consultas médicas (clínico geral, ginecologia, pediatria e odontologia) e exames ginecológicos; vacinação; cadastro para doação de medula óssea; atendimento social voltado para área da família, criança e adolescente; doação de óculos (mediante receita médica atualizada); corte de cabelo; atividades infanto-juvenil e atrações culturais.

Texto:
Izabelle de Mesquita-Ceasa


Prêmio de Jornalismo em Turismo vai sortear um fim de semana no Marajó
Os internautas participantes da escolha da melhor matéria pelo voto popular do II Prêmio de Jornalismo em Turismo “Comendador Marques do Reis” concorrerão ao sorteio de um final de semana na Ilha do Marajó, com hospedagem paga pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur).
A enquete de votação está disponível no blog www.premiodejornalismo.blogspot.com, a partir desta segunda-feira, 17, até às 10 horas do dia 27 de junho. O regulamento prevê que o vencedor tem direito a levar um acompanhante.
Ao todo, a premiação recebeu 104 inscrições, de reportagens publicadas entre junho de 2012 e maio de 2013, em cinco categorias: Telejornalismo, Webjornalismo, Jornalismo Impresso, Radiojornalismo e Fotojornalismo. Entretanto, 15 trabalhos foram desclassificados por infringir ao regulamento do prêmio, totalizando 89 trabalhos aptos aos jurados que compõem a banca de avaliação.
Dentre os trabalhos inscritos estão matérias e reportagens do Pará, São Paulo, Amazonas, Pernambuco, Tocantins, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná e Bahia, e de países como Alemanha e Portugal.
Os concorrentes estão divididos em 28 de Jornalismo Impresso, 16 de Webjornalismo, 12 de Fotojornalismo, 17 de Telejornalismo e 16 de Radiojornalismo. Os profissionais vencedores, 15 ao todo, vão dividir R$ 115 mil reais, sendo R$ 10 mil aos primeiros colocados, R$ 8 mil a cada um dos segundos colocados e R$ 3 mil aos terceiros lugares.
A premiação será realizada no dia 28 de junho, às 19 horas, na Estação das Docas, em Belém, com a presença da apresentadora e jornalista da TV Brasil, Leda Nagle, como convidada de honra, além do apresentador do programa Aventura Selvagem, da TV Record, Richard Rasmussen, e da empresária de turismo do Rio Grande do Sul, Marta Rossi, realizadora do Festival de Turismo de Gramado.

Texto:
Israel Pegado-Paratur


CineArte desta quarta-feira mostra o São João na telona
A tradição junina foi inspiração para o CineArte, parceria entre o Museu da Imagem e do Som (MIS-PA) e o Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP), que apresenta ao público o filme “Viva São João!” (2001), a ser exibido no dia 19 de junho, de 10h às 12h, na Galeria Manoel Pastana, com entrada franca.
As andanças do cantor e ex-ministro da Cultura, Gilberto Gil, pelo nordeste brasileiro e seus comentários sobre essa experiência marcam o filme “Viva São João!”. Gil conduz as entrevistas, depoimentos e números musicais que vão explicar um pouco da história do baião, da música nordestina e da importância das festas juninas para a região.
Foram 15 dias de filmagens pelo interior do Nordeste em busca das raízes das festas juninas. Religiosidade, danças, comidas, decoração, vestimentas, o documentário aborda um pouco de tudo, tendo sempre a música como tema principal. Entre outros entrevistados, Gil colhe depoimentos de Chiquinha, irmã de Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Sivuca, Alceu Valença, Elba Ramalho e até de Alexandre Pires.
Sob direção de Andrucha Waddington, o filme mostra uma turnê de Gilberto Gil pelas festas juninas, fazendo um paralelo sobre a história das festas de São João e sua importância para a comunidade local.
Serviço:
CineArte apresenta o filme “Viva São João!”. Local: Museu Histórico do Estado do Pará - Galeria Pastana. End: Palácio Lauro Sodré, Praça D. Pedro II, s/n - Cidade Velha. Fones (91) 4009-9812/9331. Entrada franca.

Texto:
Carolina Menezes-Secult


Meta da vacinação contra a paralisia infantil no Pará chega a 55%
Prossegue até esta sexta-feira, em todo o país, a Campanha Nacional de Vacinação Contra a Paralisia Infantil. A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) recomenda que os pais ou responsáveis que fiquem atentos ao prazo final e procurem levar o quanto antes as crianças com idades entre seis meses e cinco anos para tomar a vacina, que está disponível nos postos de vacinação fixos na capital e no interior do estado.
Até às 12 horas desta segunda-feira, 17, mais de 375.743 crianças na faixa etária indicada já haviam sido vacinadas no Pará, algo em torno de 55%. A meta é chegar a 95% desse quantitativo, ou seja, imunizar 679.716 crianças. Apenas o município de Soure, na Ilha do Marajó, com 92%, chegou perto da meta até agora. Recomenda-se que os municípios que ainda não tenham atingido a cobertura adequada intensifiquem as ações para garantir a imunização pretendida.
Para tanto, é essencial que os pais levem a caderneta de vacinação das crianças nesse momento, conforme recomenda a coordenadora estadual de imunização, Jaíra Ataíde. “Esse documento é importante para que o profissional de saúde avalie a situação vacinal da criança, considerando o esquema sequencial. Tomar a vacina contra a paralisia ajuda o Brasil a manter erradicada a doença”, explica.
O último caso registrado de poliomielite no Brasil foi há 24 anos e, desde 1994, o País mantém o certificado emitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) de erradicação da poliomielite. Mesmo assim é fundamental manter as crianças imunizadas para evitar a reintrodução do vírus no Brasil, pois alguns países da África ainda registram casos da doença.
Vale lembrar que não existe tratamento contra a paralisia infantil, sendo a vacina a única forma de prevenção. Ela protege contra os três sorotipos do poliovírus 1, 2 e 3. Mesmo as crianças que estejam com tosse, gripe, coriza, rinite ou diarreia, podem receber as gotinhas. Em alguns casos – como, por exemplo, em crianças com infecções agudas, com febre acima de 38ºC ou com hipersensibilidade a algum componente da vacina –, recomenda-se que os pais consultem um médico para avaliar se a vacina deve ser aplicada.
O monitoramento dessa meta poderá ser feito por gestores, imprensa e população por meio do Vacinômetro, sistema via internet implantado pelo Ministério da Saúde que compila os dados preliminares encaminhados diariamente pelos municípios sobre a cobertura vacinal. Vale ressaltar que a velocidade das informações repassadas está relacionada com a estrutura da rede de informática disponível principalmente nos municípios do interior do Estado, visto que o sistema vai sendo alimentado ao longo da campanha de acordo com as condições operacionais de cada Secretaria Municipal de Saúde.
Por isso, o percentual de crianças imunizadas mostrado pelo vacinômetro depende da capacidade dos gestores de reunir e repassar as informações. A recomendação é que os postos de saúde, que são administrados pelas prefeituras e não pelo Governo do Estado, funcionem em horário integral, ou seja, das 8 às 18 horas. Mas essa carga horária fica a critério das administrações municipais.
No link disponibilizado pelo Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunizações do Ministério da Saúde, é possível conferir o desempenho de cada um dos 143 municípios paraenses, bem como o número de crianças imunizadas por idade. A alimentação dos dados é feita on line pelas Secretarias Municipais de Saúde em tempo real. O vacinômetro pode ser acessado pelo link: http://pni.datasus.gov.br/consulta_polio_13_selecao.asp?enviar=ok&sel=cob_polio&grupo=todos&faixa=todos&UF=PA.

Texto:
Mozart Lira-Sespa


Santa Casa será palco de cerimônia de casamento
Acreano, mas morando em Belém há 46 anos, Jânio Romão Saboia, de 52 anos, está internado na Santa Casa com hepatite. Ele vai se casar com Michele Nascimento dos Santos em uma cerimônia e recepção promovidas pelos servidores na própria Santa Casa de Misericórdia do Pará. Os médicos do Hospital liberaram o paciente para o evento, que será realizado nesta quarta-feira (19), às 9 horas. A missa será celebrada pelo padre Jayme, da Paróquia São Raimundo. A organização da cerimôni é iniciativa dos terapeutas ocupacionais e enfermeiros da Fundação. 


Governo do Pará investirá R$ um bilhão em educação até 2017


O titulares da Secretaria Especial de Promoção Social, Alex Fiuza de Melo, e da Secretaria de Estado de Educação, Cláudio Ribeiro, detalharam, na manhã desta segunda-feira, 17, os esforços que o Governo do Estado tem feito para reverter o atual quadro da rede estadual de ensino do Pará. Em coletiva à imprensa realizada no Centro Integrado do Governo (CIG), os gestores informaram que quase R$ 1 bilhão será aplicado, até 2017, na construção, ampliação e reforma de escolas estaduais da capital e do interior, e também no aperfeiçoamento da gestão e qualidade de ensino público em todo o Pará.
“As informações que foram veiculadas recentemente na mídia sobre a situação de algumas escolas são verdadeiras. É isso mesmo, a situação é crítica, e não é de hoje, vem da última década. Tanto é verdade que esta foi uma das principais motivações que levou o Governo do Estado a mobilizar toda a sociedade, com a criação do Pacto pela Educação do Pará, cujo principal objetivo é melhorar a qualidade do ensino público, com reflexos no Ideb (Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). E claro, para nós chegarmos a isso, a recuperação predial das nossas escolas é fundamental”, afirmou Alex Fiuza de Melo.
De acordo com um levantamento feito pela Secretaria de Educação, cerca de 60% das escolas públicas da Rede Estadual de Ensino estão precisando de algum tipo de intervenção, com base no Levantamento da Situação Escolar, orientado pelo Ministério da Educação (MEC), e também nas próprias demandas repassadas pelas escolas à secretaria. “Dos 1.200 prédios escolares que são gerenciados pela Seduc, cerca de 30% estão em situação crítica. E os outros 30% também estão precisando de reformas”, informou Cláudio Ribeiro.
Para reverter essa situação, uma operação de crédito no valor de USS 350 milhões vem sendo viabilizada junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) desde o início da atual gestão, e deverá ser concluída no próximo mês com a assinatura do contrato. “O Pará nunca tinha feito uma operação deste porte, sobretudo com este objetivo do Pacto pela Educação, que é promover reforma global da educação no Estado. Nós vamos começar a sentir essas mudanças na prática a partir de agosto, quando acreditamos que os recursos vão começar a ser liberados. De qualquer forma, o Estado não esperou e já adiantou, com recursos próprios, muitas reformas. Algumas escolas, inclusive, já começaram a ser entregues”, destacou Alex Fiuza.
Atualmente, o Governo do Estado aplica R$ 57 milhões na ampliação e reforma de outras 134 escolas. Os recursos, majoritariamente do tesouro estadual, estão sendo executados pelas Secretarias de Educação e de Obras Públicas. Neste mês, por exemplo, foram concluídas a ampliação e reforma de duas escolas na Região Metropolitana, uma em Ananindeua, a Marivalda Pantoja, e outra em Belém, a Ruth Rosita, ambas já entregues à comunidade estudantil. No próximo ano, o cronograma de obras prevê a reforma de mais 135 escolas. A meta é investir, até lá, cerca R$ 130 milhões na adequação e ampliação da rede física estadual.
Do total de recursos do empréstimo com o BID, mais de 200 milhões de dólares também serão investidos na infraestrutura de escolas da rede estadual, o que equivale a mais de 60% do montante total, somados à contrapartida do Governo do Estado. Especificamente na ampliação, reforma e aquisição de equipamentos de 358 unidades escolares, serão aplicados USS 100 milhões. Parte do recurso será proveniente do empréstimo e outros USS 43 milhões serão aplicados com verbas estaduais.
Quanto à melhoria da qualidade de ensino serão investidos mais de USS 85 milhões em diversos programas: de Aceleração de Aprendizagem, de Reforço Escola, de Formação e Qualificação Profissional, de Melhoria de Gestão e Educação Profissional. Também está prevista a criação de um centro de formação docente e de um sistema estadual de avaliação de ensino. Algumas destas ações, segundo os secretários, já são realidade, graças aos investimentos que estão sendo aplicados pelo Estado.
“Nós estamos, realmente, iniciando uma nova etapa na melhoria da qualidade do ensino. O que é importante saber é que o curso dessa situação já está mudando e a população vai começar a perceber esses resultados ao longo do próximo ano. Nós vamos reverter essa situação e tenham a certeza que o Pará vai mudar o patamar da qualidade ensino. Não será ainda o ideal, mas será uma mudança significativa”, concluiu Alex Fiuza de Melo.

Texto:
Amanda Engelke-Secom


Com exposição na Câmara dos Deputados, PSDB comemora 25 anos de fundação, 19 anos do Plano Real e 82 anos de FHC

Brasília – Na próxima terça-feira (18), o PSDB comemora seus 25 anos de fundação, os 19 anos do lançamento do Plano Real e ainda os 82 anos de idade do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso com uma exposição no corredor de acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados.

A inauguração da exposição será às 14h30 e contará com a presença dos presidentes nacional do PSDB, senador Aécio Neves (MG); do Instituto Teotônio Vilela, deputado Sérgio Guerra (PE), e do aniversariante do dia, Fernando Henrique Cardoso.
O PSDB foi criado em 25 de junho de 1988, em meio aos trabalhos da Assembléia Nacional Constituinte, como um partido reformista, de vanguarda, organizado em torno de princípios como a defesa dos direitos civis, o enfrentamento das desigualdades sociais, a livre iniciativa e a eficiência administrativa.
Sua trajetória inclui os oito anos do governo FHC e está diretamente ligada à estabilidade da economia brasileira, conquistada pela implantação do Plano Real, que completa 19 anos.
A herança bendita deixada por Fernando Henrique a seus sucessores inclui ainda reformas estruturais que modernizaram a economia, aperfeiçoaram as instituições e permitiram a implantação dos primeiros programas nacionais de transferência de renda.
Ao comemorar seus 25 anos, o PSDB reitera ainda seu compromisso com algumas bandeiras que lhe são muito caras como: estabilidade, justiça social, saúde, educação, a boa gestão e ética.

SERVIÇO:
Exposição – 25 anos de fundação do PSDB e 19 anos do lançamento do Plano Real
Inauguração: 18/06/2013
Horário: 14h30
Local: Corredor de Acesso ao Plenário da Câmara dos Deputados
Período da Exposição: De 18 de junho a 4 de julho

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...