Total de visualizações de página

sexta-feira, junho 07, 2013

Governo do Pará lança o Plano de Combate à Criminalidade



O governador Simão Jatene lançou, nesta sexta-feira, 7, durante cerimônia no Espaço São José Liberto, em Belém, o Plano de Combate à Criminalidade no Pará, que teve como primeira ação a aquisição de veículos e equipamentos para o Sistema de Segurança Pública e Defesa Social. Ainda durante o evento foram entregues 205 carros, entre modelos hatch, viaturas policiais modelo pálio weekend e pick ups e 443 motocicletas, marca Honda 300cc, para a Polícia Militar do Estado e Departamento de Trânsito do Estado, dos mil que estão previstos no Plano.
O governador também apresentou os projetos de lei que serão enviados à Assembleia Legislativa do Estado e que passarão a direcionar a atuação do Sistema de Segurança. O primeiro regulamenta a atividade de bares e casas noturnas na Região Metropolitana de Belém e o segundo define a atividade policial por resultados, ou seja, os policiais receberão gratificações por desempenho no contra cheque, como, por exemplo, a recompensa pela apreensão de armas durante as ações policiais.
Já o terceiro tem como objetivo promover a integração das Guardas Municipais da Região Metropolitana de Belém. Para isso, já foram firmados convênios com as Guardas Municipais de Belém e Ananindeua, respectivamente nos valores de R$ 1.510.060,00 e R$ 528.585,00, que garantirão a compra de coletes balísticos e veículos, entre outros equipamentos.
O investimento nas condições de trabalho para os servidores da Segurança Pública também está contemplano no Plano e os veículos e equipamentos entregues nesta sexta fazem parte dessa estratégia. Todos as motocicletas entregues, por exemplo, estão equipadas com sinalizadores, sirenes, rastreadores e dois capacetes. A Segup também adquiriu 60 cavalos para o Regimento de Polícia Montada, da Polícia Militar. Dois veículos também foram entregues para o Corpo de Bombeiros.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...