Total de visualizações de página

quarta-feira, setembro 16, 2015

DUAS BOAS NOTÍCIAS...



Comunidade LGBT poderá se inscrever para receber o Cheque Moradia
A Companhia de Habitação do Pará (Cohab) iniciou uma nova etapa do processo de emissão do Cheque Moradia, com o objetivo de ampliar o acesso de grupos específicos à política habitacional do Estado. Na última terça-feira (15), a coordenação do programa esteve reunida com representantes da Gerência de Livre Escolha e Opção Sexual (Glos), da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), no auditório do Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), em Belém, para detalhar os procedimentos necessários à obtenção do benefício e o uso adequado dele. A ideia é estabelecer uma parceria que assegure também às famílias homoafetivas o direito à moradia digna.
O primeiro passo nesse sentido será dado nesta quinta-feira (17), com a abertura do processo de inscrição para emissão do Cheque Moradia a esse segmento. A diretora do Programa Cheque Moradia, Ana Célia Cruz, esclareceu as dúvidas de algumas famílias chamadas a participar da reunião, juntamente com técnicos das áreas social e de engenharia da Cohab. Antes de se inscreverem, na Cohab, as famílias passarão por um processo de triagem na Sejudh.
Segundo Ana Célia, esse atendimento está alinhado à diretriz do governo estadual que busca garantir o direito à cidadania por meio da inclusão de grupos específicos. "Esse atendimento vai ficar atrelado ao projeto coordenado pela Sejudh; à Cohab caberá cadastrar essas famílias e liberar o recurso. A coordenação da Glos tem avançado na busca de outros direitos por meio das políticas setoriais básicas. A expectativa é que 100 famílias homoafetivas sejam beneficiadas pelo programa até o fim do ano", informou.
Para a presidente do Instituto Abraço Adversidade (IAD), Cristina Carmona, com sede em Paraupebas, no sudeste paraense, a possibilidade de acessar o programa habitacional significa a realização de um sonho. "Isso representa muito para os casais homoafetivos e demonstra a preocupação desse governo com a cidadania da comunidade LGBT. Só temos a agradecer por essa iniciativa. Afinal, o sonho da casa própria é comum a todo cidadão, e a comunidade LGBT não foge a essa regra", assinalou.
Para o gerente de Proteção à Livre Orientação Sexual da Sejudh, João Augusto Santos, a iniciativa pode ser resumida em uma só palavra: acesso. "Quando a Cohab e a Secretaria de Justiça estabelecem uma parceria para fazer o acolhimento da comunidade LGBT, o governo está, na verdade, proporcionando o direito à cidadania. O conforto do acolhimento de um lar é algo que todo ser humano precisa. Vivenciamos todo tipo de exclusão, e esse projeto não só vem solidificar a nossa cidadania como ainda vai começar beneficiando as famílias", garantiu.
A entrega do Cheque Moradia às famílias LGBT está programada para outubro deste ano, antecedendo o casamento homossexual coletivo que a Sejudh organizará, marcado para o próximo dia 28 de novembro.
Texto:
Rosa Borges


Seduc inscreve estudantes da rede pública para reforço ao Enem e Prova Brasil
Estudantes do 3º ano do Ensino Médio de escolas estaduais que farão as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), em outubro, e também do 5º ano e da 8ª série (9º ano) do Ensino Fundamental de escolas estaduais e municipais, que participarão da Prova Brasil, em novembro, passam a contar a partir do dia 21 com aulas de revisão de conteúdos e simulados voltadas a estes exames em unidades do Sistema de Ensino Universo (para alunos do Ensino Médio) e da E.E.E.F.M. São Geraldo (para alunos do Ensino Fundamental).
A revisão de conteúdos é ofertada para alunos dos municípios de Belém, Ananindeua, Benevides, Santa Izabel, Castanhal, Breves e Marituba. As inscrições dos estudantes devem ser encaminhadas pela direção das escolas às seguintes Unidades Seduc na Escola (USEs): Paes de Carvalho (USE 3), Augusto Meira (USE 7), Souza Franco (USE 9), Deodoro de Mendonça (USE 5), Raimunda Vera Cruz (USE 14) e Zulima Virgulino Dias (USE 17). Também integram a lista as Unidades Regionais de Educação (UREs) de Castanhal, Santa Izabel do Pará, Marituba e Breves.
Preparação
As aulas serão ministradas nas unidades do Sistema de Ensino Universo desses sete municípios, entre os dias 21 de setembro e 21 de novembro, sempre no contraturno das aulas regulares. Os estudantes do Ensino Médio farão três simulados ao longo da programação de reforço escolar. 
Gestores das diretorias de Ensino Fundamental e Ensino Médio e de unidades administrativas da Seduc reuniram-se na quarta-feira, 15, com os gestores do Sistema de Ensino Universo, Edilson Valente e Felipe Figueiredo. No encontro, que foi acompanhado pela diretora de Educação Infantil e Fundamental da Secretaria, Marizete Martins, e pelo coordenador de Ensino Médio, Jaime Ramos, foram definidas ações em conjunto para o começo das aulas.
No final de agosto, a Seduc realizou dois dias de provas da 1ª Avaliação Unificada do Ensino Médio. Nos dias 13 e 14 de outubro serão aplicadas mais duas, para 95 mil estudantes deste ciclo escolar.
Texto:
Eduardo Rocha




Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...