Total de visualizações de página

quarta-feira, fevereiro 27, 2013

RESUMÃO DE NOTÍCIAS: Do Papão Campeão, a recuperação de Jatene e licenciamento para veículos com placas de 01 a 31 termina em 8 de março







NOTA À IMPRENSA

O PSDB vai rebater mentiras
com informações oficiais
Na comemoração dos dez anos do PT no poder, a presidente Dilma Rousseff  declarou que seu partido nada herdou dos governos que o antecederam.

No último dia 28, em reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, a presidente Dilma negou que o PT tenha recebido do governo Fernando Henrique Cardoso o cadastro único de programas sociais.

O PSDB deseja o esclarecimento dos fatos para que a verdade seja reestabelecida. Por isso, estamos encaminhando  pedido de informações ao Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, que terá o dever de ofício de se ater à realidade e não a versões deturpada dos fatos.

Segue abaixo nosso pedido de informações.

Brasília, 5 de março de 2013
Deputado federal Sérgio Guerra
Presidente nacional do PSDB
PARTIDO DA SOCIAL DEMOCRACIA BRASILEIRA – PSDB - DIRETÓRIO NACIONAL, partido político com representação no Congresso Nacional, devidamente registrado no Tribunal Superior Eleitoral, com sede e foro em Brasília, Distrito Federal, no SGAS Quadra 607, Edifício Metrópolis, Cobertura 02, CEP 70.200-670, regularmente inscrito no CNPJ sob o nº 03.653.474/0001-20[1], vem, com o respeito e acatamento devidos, à ilustre presença de V. Sra., por intermédio dos advogados subscritos in fine[2] e com fundamento na Lei de Acesso a Informações, Lei nº 12.527/11, expor e requerer o quanto segue:
 
Considerando que (I) o Parágrafo único, do artigo 1º, da Lei 10.836/04, afirma que o programa Bolsa Família “tem por finalidade a unificação dos procedimentos de gestão e execução das ações de transferência de renda do Governo Federal, especialmente as do Programa Nacional de Renda Mínima vinculado à Educação - Bolsa Escola, instituído pela Lei nº 10.219, de 11 de abril de 2001, do Programa Nacional de Acesso à Alimentação - PNAA, criado pela Lei n o 10.689, de 13 de junho de 2003, do Programa Nacional de Renda Mínima vinculada à Saúde - Bolsa Alimentação, instituído pela Medida Provisória n o 2.206-1, de 6 de setembro de 2001, do Programa Auxílio-Gás, instituído pelo Decreto nº 4.102, de 24 de janeiro de 2002, e do Cadastramento Único do Governo Federal, instituído pelo Decreto nº 3.877, de 24 de julho de 2001”, e que (II) o Cadastro Único para os programas sociais do Governo Federal foi “instituído” pelo Decreto nº 3.877/01 e vigorou até 26 de junho de 2007, quando teve suas disposições revogadas pelo Decreto n° 6.135/07, é a presente para requerer as seguintes informações:
 
1 – Em que data se iniciou o cadastramento de beneficiários para a concessão de programas sociais do Governo Federal?

2 – Quais órgãos do Governo Federal eram responsáveis pelo Cadastramento Único até o dia 31 de dezembro de 2002?

3 – Qual o montante de recursos orçamentários gastos com as despesas operacionais decorrentes do processamento do Cadastramento Único até o dia 31 de dezembro de 2002?

4 – Quais órgãos públicos federais eram responsáveis pelo armazenamento dos dados e das informações relativas às populações alvo e dos beneficiários dos diversos programas sociais em 2002?

5 – O Decreto de 24 de outubro de 2001, da Presidência da República, criou um Grupo de Trabalho para dispor sobre o Cadastramento Único para Programas Sociais do Governo Federal, quem foram os membros indicados?

6 – No dia 31 de dezembro de 2002 quantos beneficiários estavam cadastrados no Cadastramento Único do Governo Federal, instituído pelo Decreto nº 3.877/01?

7 – Quais programas federais existiam na época da edição do Decreto nº 6.135/07 e quais normas legais os instituíram?

8 – Quantos beneficiários foram cadastrados no Cadastramento Único do Governo Federal, instituído pelo Decreto nº 3.877/01, até a edição do Decreto nº 6.135/07?
PSDB - Comissão Nacional - Avenida L2 Sul, quadra 607,
Edifício Metrópolis, cobertura 2 - CEP 70200-670 - Brasília-DF
Fone: (0xx61) 3424-0500 - Fax: (0xx61) 3424-0515 - tucano@psdb.org.br






Diretor do Detran participa do 40º encontro da AND


O diretor-geral do Departamento de Trânsito do Pará (Detran-Pa), Walter Pena, participou neste final de semana (28 de fevereiro a 3 de março) do 40º encontro da Associação Nacional dos Detrans (AND), ocorrido em Brasília (DF). Na ocasião, houve a eleição da nova diretoria da AND, formada pela chapa única denominada “Uma associação para todos”, encabeçada por Sawana Carvalho, diretora do Detran-AC. É a segunda vez que uma mulher preside a associação. Sawana Carvalho, que já fazia parte da diretoria da entidade, foi eleita por unanimidade e assume pela primeira vez a presidência.
A nova diretoria é composta ainda pelo vice-presidente, Marcos Elias Traad da Silva, diretor do Detran do Paraná, cinco diretores regionais e o Conselho Fiscal. Walter Pena (Detran-Pa) foi eleito o diretor da Região Norte. Após a eleição e posse - prestigiada pelo diretor-geral do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), Antônio Claudio Portella Serra e Silva - os participantes do Encontro Nacional debateram ainda questões relativas ao Sistema Nacional de Trânsito e outros assuntos referentes às particularidades de cada região.





Sespa e Sesma iniciam treinamento para batedores de açaí
Técnicos da Vigilância Sanitária das Secretarias de Saúde do Estado e do município de Belém iniciaram nesta segunda-feira, 4, na sede da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), o treinamento sobre boas práticas para batedores de açaí da Região Metropolitana de Belém (RMB), com ênfase na técnica do branqueamento. A iniciativa é uma ação do Programa Estadual de Qualidade do Açaí em parceira com a Sagri e mais 12 órgãos públicos, além do Sebrae, Eletronorte e Associação dos Vendedores Artesanais de Açaí em Belém (Avabel).
Segundo a nutricionista da Divisão de Controle de Qualidade de Alimento, do Departamento de Vigilância Sanitária da Sespa, Dorilea Pantoja, além da capacitação, os batedores poderão esclarecer dúvidas sobre todas as etapas do branqueamento. “Serão repassadas orientações teóricas e práticas que facilitarão o entendimento destes profissionais”, explicou.
De acordo com a nutricionista, a meta é auxiliar na capacitação dos batedores de outros municípios, principalmente os que ainda não foram capacitados. Cada curso é composto por 25 participantes e a meta é atender, até o final deste ano, cerca de 1.700 dos três mil batedores de açaí que atuam na Região Metropolitana de Belém. O treinamento teórico foi ministrado pelo técnico Milton Gomes, da Sespa, e a demonstração prática teve o auxilio de profissionais da Sesma e colaboração dos batedores Heron Amaral e José Claudio Cavallero. O curso acontece de segunda a quinta-feira.
Para Milton Gomes, esses treinamentos ajudam a disseminar as boas práticas e cuidados na manipulação do açaí, além de promover a educação sanitária em lugar da punição. “O objetivo também é mostrar que o branqueamento não altera a qualidade e o sabor do fruto”, completou.
Em 2012 foram treinados 1.055 mil batedores de açaí e distribuídos 1.140 kits em todo o Estado. De acordo com a Divisão de Controle de Qualidade de Alimento do Estado, a Sespa tem mantido o compromisso de apoiar, auxiliar e monitorar as atividades em todos os municípios, principalmente os prioritários para o Programa de Controle da Doença de Chagas do Pará.
Argemiro Morais Campos, 66 anos, que tem um ponto de venda no bairro do Umarizal, disse que a capacitação serve como incentivo para evolução do trabalho dos batedores e aperfeiçoamento da qualidade do açaí. “É de fundamental importância que todos os profissionais se atualizem sobre os novos conhecimentos e técnicas sobre a manipulação do fruto”, destacou.
Após o processamento do açaí, os participantes fizeram uma degustação e preencheram um formulário que traça o perfil dos batedores na RMB. Também foram colhidas amostras do açaí in natura, submetido ao pós-branqueamento e da polpa para análise da qualidade microbiológica, que será feita no Laboratório Central do Estado (Lacen).

Texto:
Edna Sidou-Sespa




Rede Estadual discute construção de política de educação ambiental no estado
Até a próxima quarta-feira (6), professores, técnicos e gestores da Rede Estadual de Ensino estarão discutindo propostas para a construção da política de educação ambiental no estado do Pará. A iniciativa é da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por intermédio da Secretaria Adjunta de Ensino (Saen); Coordenadoria  de Educação Ambiental (Ceam) e da Diretoria de Educação para Diversidade, Inclusão e Cidadania (Dedic). O evento pretende obter contribuições visando a  formulação de documento base da Política Estadual de Educação Ambiental (PEEA).
No dia 6 serão apresentadas duas palestras. A primeira pela doutora Maria Ludetana Araújo, da Universidade Federal do Pará (UFPA). O segundo painel será de responsabilidade das técnicas Teresa Gonzaga e Trícia Amoras, ambas da CEAM, com o tema " Nivelamento das práticas emEducação Ambiental no âmbito da Seduc



Oficina prepara IV Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente
Nesta terça-feira, 5, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), por meio da Secretaria Adjunta de Ensino (SAEN) e a Diretoria de educação
para Diversidade, Inclusão e Cidadania (DEDIC), além de parceiros como instituições de ensino superior, secretarias municipais, estaduais,
associações e outros, promove mais uma oficina de Formação da IV Conferência Nacional Infanto Juvenil pelo Meio Ambiente que a cada
dois anos se apresenta como um instrumento voltado para o fortalecimento da cidadania socioambiental nas escolas da rede e comunidades.
O evento será realizado na Escola Bosque, em Outeiro, até o dia 6, e reunirá técnicos em educação da região das ilhas para discutir e deliberar propostas coletivas das escolas que participam da oficina visando selecionar os representantes que levarão as ideias e projetos de ações comuns nas próximas etapas. No dia 22 deste mês, a oficina de preparação acontecerá no polo Belém, no auditório de Ciências Jurídicas da Universidade Federal do Pará (UFPA).

 




Obras da Unidade de Saúde Materno-Infantil da Susipe estão em fase de conclusão
Já estão em fase de acabamento as obras de adequação do imóvel onde funcionará a 1ª Unidade de Saúde Materno-Infantil prisional do Norte do país. O espaço, destinado às internas grávidas do Centro de Reeducação Feminino (CRF), foi planejado com o objetivo de garantir um ambiente humanizado às detentas e seus bebês, durante o período de amamentação. Os trabalhos estão sendo coordenados pelo GT do Setor de Patrimônio da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).
As obras iniciaram na semana passada, com reparos na instalação elétrica, reboco, acabamento, pintura do imóvel, além de capina do terreno. Os serviços estão sendo realizados por internos do regime semi-aberto que atuam no Grupo de Trabalho do Setor de Patrimônio da Susipe (GTSP). Todos são remunerados e recebem o benefício da remissção de pena a cada três dias de trabalho.
Orivaldo Miranda, gerente de Patrimônio da Susipe, explica que o GTSP trabalha com internos desde agosto de 2011, sendo que todos passaram por seleção psicossocial e já desempenhavam algum ofício antes de serem presos. "Atualmente o GTSP da Susipe conta com 11 internos de diversas profissões - como marceneiros, pedreiros e mecânicos de automóveis. Nós damos a eles a oportunidade para desenvolver este ofício novamente, além de proporcionar um ambiente de integração e respeito mútuo entre servidores e internos”, ressalta Miranda.
Trabalhando há um ano no GTSP, o interno João Ferreira vem se profissionalizando como pedreiro. “Além de ocupar a mente, eu posso desempenhar a minha profissão sem perder a prática. Fico feliz em poder ajudar a minha família lá fora com o que eu ganho trabalhando aqui, e pretendo sempre aperfeiçoar o meu ofício”, declara João.
Nesta semana estão programados o transporte da mobília e equipamentos para a unidade, que contará, ainda, com um caramanchão - espécie de armação em madeira de lei ornamentada com flores naturais - previsto no projeto de paisagismo para a área externa da Unidade. O novo espaço da Susipe será inaugurado ainda no início deste mês, por conta das comemorações pelo Dia Internacional da Mulher.

Texto:
Timoteo Lopes-Susipe




PM forma a primeira turma de Polícia Comunitária de Jacareacanga
A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) formou em Jacareacanga, município do sudoeste do Pará, a primeira turma do Curso de Promotor de Polícia Comunitária, no período de 25 de fevereiro a 01 de março.
O projeto do Governo do Estado, desenvolvido por meio do Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp), visa promover a segurança cidadã, com a integração da comunidade às ações da polícia comunitária.
Cinquenta participantes, entre profissionais de segurança pública, indígenas, professores, comerciantes, estudantes e outros membros da comunidade participaram da formação.
As disciplinas foram ministradas pelo major PM Wagner, de Altamira; major BM Figueiredo, de Belém; capitão PM Joselde, de Santarém, e sargento PM Nascimento, do Iesp, que também coordenou o curso.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar




Prefeitura de Santarém oficializa a adesão ao Programa Municípios Verdes
A Prefeitura de Santarém, município do oeste do Pará, oficializa nesta terça-feira (5), no Hotel Barrudada, sua adesão ao Programa Municípios Verdes, desenvolvido pelo Governo do Estado visando o ordenamento ambiental e o controle do desmatamento. A assinatura do termo de adesão será um dos destaques da VIII Reunião do Comitê Gestor (COGES/PMV), que pela primeira vez acontece fora de Belém.
O Comitê Gestor é formado por diversos grupos e órgãos do Estado e sociedade civil, como Ministério Público Federal (MPF), Ministério Público Estadual (MPE), Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip), Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e The Nature Conservancy.
Santarém já fazia parte do PMV desde a assinatura do TAC (Termo de Ajuste de Conduta) do Ministério Público Federal, que estabelece metas para o combate e controle do desmatamento. A assinatura do termo de adesão, no entanto, vai consolidar ainda mais a relação com o Estado, já que Santarém é um grande polo de integração na região oeste e pode se transformar numa referência para os municípios vizinhos.
Durante a programação da VIII Reunião do Comitê Gestor serão apresentados os dados de desmatamento SAD de 2012/2013, e Deter, respectivamente pelo Imazon e Ibama.
Também haverá debates com a participação de secretários, prefeitos, técnicos, representantes do Estado e pesquisadores, que abordarão a situação atual do desmatamento no Pará, os avanços no Cadastro Ambiental Rural (CAR) e as metas que devem ser cumpridas até o final de 2013.

Texto:
Diego Andrade-Municípios Verdes


Aécio: a agenda do PSDB continuará
sendo a de um partido que olha
para o futuro


Goiânia – O senador Aécio Neves (PSDB-MG) afirmou nesta segunda-feira (4), em Goiânia (GO) que a presidente Dilma Rousseff e o PT anteciparam o cenário eleitoral e deixaram a gestão do país em segundo plano. “O governo tirou os olhos de 2013 e focou em 2014”, declarou o parlamentar.

"A Petrobras é uma demonstração clara do desgoverno e da perversidade nas empresas públicas", disse. O senador afirmou que o Brasil carece de um projeto adequado para a gestão pública.  “Estamos voltando a ser exportadores de commodities, como éramos antes de JK”, observou.

Na avaliação do pré-candidato tucano à presidência, nada é mais falso do que dizer que o PSDB é contra o Brasil. "O PT esquece que foi contra Tancredo e o Plano Real. Estamos prontos para o enfrentamento em qualquer campo que eles quiserem. O Brasil não foi descoberto em 2003. A agenda do PSDB continuará sendo a de um partido que olha para o futuro do país", reiterou

O parlamentar condenou também outras ações do executivo. “Um governo que  acha que pode acabar com a pobreza e com a miséria por decreto e com maciça propaganda oficial, merece, sim, ser enfrentado e combatido”, enfatizou

Para o senador, o PSDB tem condições de produzir uma nova agenda de políticas públicas para o país. O respaldo da gestão de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002) é, segundo Aécio, uma referência do partido, além dos trabalhos bem sucedidos em prefeituras e governos estaduais. "Não negamos o que o PT fez. Não temos essa fragilidade intelectual. Mas o Brasil pode ser muito melhor", resaltou. E prosseguiu: "quem construiu pilares fundamentais para o país, ciente de que ainda falta muito a ser feito, foi o PSDB. E o cadastro social? E o programa de erradicação do trabalho infantil? Tudo herança bendita do PSDB e do presidente FHC."

O senador fez as declarações durante o fórum “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”, promovido pelo diretório estadual do PSDB em Goiás e que reuniu representantes como o presidente do partido, Sérgio Guerra, o governador goiano Marconi Perillo e os líderes do partido na Câmara e no Senado, Carlos Sampaio (SP) e Aloysio Nunes (SP).
Leia abaixo trechos do discurso de Aécio Neves na solenidade desta segunda-feira.

PSDB
O PSDB mais uma vez se coloca como uma alternativa real a esse país. Temos a clareza absoluta de que esse é, permanentemente, um país em construção. Eu não vim aqui hoje falar do passado apenas, porque a agenda do PSDB vai continuar a ser sempre a agenda do futuro, das reais transformações que o Brasil precisa viver. Estamos prontos para o enfrentamento em qualquer campo em que ele se dê.

O PSDB colocou tijolos absolutamente fundamentais na construção desse Brasil de hoje. O Brasil vem construindo passo a passo, com gerações e gerações de brasileiros, aquilo que hoje vivemos. Avançamos no campo social. Avançamos na economia, na inflação, até há pouco estabilizada. Negar a contribuição dos que vieram antes de nós é demonstração de absoluta fraqueza


É possível sim, construir, no Brasil, um país alicerçado em ideias sólidas, com projetos, com programas, com coragem para deixar o que chamávamos de benesses do poder para nos encontramos com o povo nas ruas. Essa é a digna, é a honrada história do PSDB.

Com homens como Mário Covas, José Richa, Almir Gabriel, Fernando Henrique, José Serra, como tantos homens dignos e que disseram em determinado momento que disseram que era possível sim construir um partido político baseado em ideias sólidas, com coragem para deixar o que chamávamos de benesses do poder. Essa é a digna história do PSDB, que agora é presidido pelo exemplo permanente do presidente Sérgio Guerra.

PT
É natural que qualquer partido comemore as datas que lhe pareçam relevantes. E certamente dez anos no poder é uma data relevante. Mas preferir, ao invés de contar os seus feitos, fazer comparações absolutamente impróprias de números, dados distorcidos, de realidades distintas, de momentos díspares.

Quero rejeitar de forma absoluta veemente aquilo que têm dito lideranças do PT e a própria presidente da República acusando a oposição de querer o pior. Nada mais falso! A tese do quanto pior, melhor se encaixa, sim, na história do PT. Que negou o apoio a Tancredo no Colégio Eleitoral, que negou a Itamar Franco, em um momento de instabilidade política do Brasil, o apoio e a solidariedade para que ele governasse.

Apostou no quanto pior melhor o PT, negou seu apoio ao plano Real, ao maior projeto de inclusão social já havido no Brasil. Quando negou seu apoio à lei de Responsabilidade Fiscal, dentre tantos avanços advindos do governo que o antecedeu.

As coisas mudaram para eles, mas não mudaram para nós. O governo tem que ser eficiente, pois não há nenhum programa de transferência mais efetivo que a boa aplicação do dinheiro público.


Nova Agenda
É com autoridade de quem construiu pilares fundamentais para o Brasil ser o que é hoje, mas com o reconhecimento de que muito ainda precisa ser feito, não obstante a propaganda oficial que nos coloca em outro patamar. É com essa autoridade que o PSDB, no momento certo, se apresentará ao país com um projeto antagônico em muitos aspectos a esse que esta aí. Em especial no campo ético e moral, com um projeto generoso para com a Federação. Um projeto onde a eficiência e a meritocracia ocupem o lugar do aparelhamento da máquina pública.

Nós do PSDB não temos que temer absolutamente nada. Vamos estar de cabeça erguida, em cada canto desse país, defendendo nosso legado, mas apontando o caminho para a construção da agenda do Brasil dos próximos 20 anos. Algo que o PT não fez.


Fim da Miséria
Vamos mostrar alternativas claras para que o Brasil possa se contentar não com a administração da pobreza, o PSDB quer a superação da pobreza. Não poderemos aceitar, até porque isso seria impensável em um país desenvolvido, que um presidente da República anunciasse o fim da pobreza e da miséria com apenas um decreto presidencial. Não é justo e não é sério.

Esses líderes terão muito mais dificuldade em ultrapassar as fronteiras que separam o Brasil hoje. Com diferenças regionais vergonhosas, onde mais da metade das pessoas não têm saneamento básico na porta de casa. Mais da metade não têm tratamento de lixo. E querem nos dizer que ultrapassamos a linha da pobreza.

Herança do governo FHC
O conceito da rede de proteção social foi uma construção do final da década de 1980, início de 1990, que teve através de dona Ruth Cardoso seu mais vigoroso impulso. O cadastro único para os programas sociais foi uma construção de 2001. E a presidente negou que ele existisse antes. Não é verdade. Foi criado por um decreto do presidente Fernando Henrique, herança do PSDB.

O benefício da prestação continuada foi regulado em 1993, ainda por Itamar Franco e implantado por Fernando Henrique em 1996. Herança do PSDB. A nacionalização dos primeiros programas de transferência de renda, como Bolsa-Escola e Alimentação, que eram entregues às mães, também é uma herança do governo do PSDB, assim como o programa de erradicação do trabalho infantil. A Loas, prevista na Constituição, também foi implementada nos governos Itamar e Fernando Henrique.


O Conselho Nacional de Assistência Social é de 1995, tempo em que a senadora Lúcia Vânia ocupava a Secretaria Nacional de Assistência Social do governo FHC. O Fundo Nacional de Erradicação da Pobreza foi criado ainda no governo Fernando Henrique. Os Núcleos de Apoio a Família, que em 2005 passaram a se chamar CRAS, são de 1999. O Pronaf, instrumento fundamental para o trabalhador do campo, criação estruturada no governo do PSDB.

Herança bendita do governo do PSDB que ajudou a população mais pobre a ter uma rede de segurança. Triste o povo e os líderes políticos que não conhecem a sua história.

Transferência de renda
Se temos hoje os programas de transferência em curso – e eles são importantes e definitivamente incorporados – é preciso que lembremos como eles começaram. Aqui em Goiás, criado pelo governador Marconi Perillo, o Renda Cidadã inspirou o Bolsa-Família. O Programa Bolsa Universitária inspirou o Prouni. E o Banco do Povo, que oferece recursos a baixo custo à população de baixa renda, inspirou o Banco Popular que o governo do PT teve que fechar porque gastava mais em publicidade do que em financiamentos.

Saúde
O Programa Saúde da Família, hoje universalizado, não foi herança do PSDB? O programa dos genéricos não foi, assim como o programa da AIDS, conduzido pelo brilhantismo de José Serra?

Segurança
No ano passado, sequer 25% do orçamento aprovado no Congresso Nacional para segurança pública foram aplicados. E hoje a criminalidade e flagelo das drogas não escolhem apenas as grandes cidades, está enraizada em todos os municípios brasileiros, sem que haja uma postura firme e solidária do governo.

Pacto Federativo
Caminhamos para um Estado unitário, onde a concentração de receitas nas mãos da União é perversa para com estados e municípios. No momento que o governo reúne em Brasília os prefeitos eleitos para sugerir convênios em todas as áreas. Esse mesmo governo, que sabe da fragilidade dos municípios, muitos sequer sem condições de dar a contrapartida ou condições técnicas mínimas para viabilizar os convênios. Esse mesmo governo, a cada ano, retira parcela fundamental das receitas desses municípios através das desonerações.

O governo, que comemora recordes de arrecadação, não teve a generosidade de ressarcir os estados pela Lei Kandir, que pune quem trabalha, quem exporta. Apenas Goiás tem tido perdas de mais de R$ 600 milhões anualmente. Poderia falar da Cide, que o governo zerou, punindo mais uma vez estados e municípios. Poderia falar da dívida dos estados, uma promessa de negociação jamais efetivada.

Economia
O Brasil teve um crescimento absolutamente pífio ano passado com os desacertos feitos pelo PT. Crescemos apenas mais que o Paraguai na América do Sul. E, agora, assistimos com enorme preocupação o recrudescimento da inflação pela absoluta falta de combate que a inflação teve no governo do Partido dos Trabalhadores.

Educação
Se quiserem falar de educação, vamos falar que transferimos ao governo do PT, a universalização do acesso. Mas não houve qualquer melhoria na qualidade da educação pública no Brasil, como mostram os vergonhosos lugares que ocupamos nos principais rankings de educação internacionais.

Saúde
Na saúde, essa tragédia nacional, nunca foi tão pequena a participação do governo federal no total do seu financiamento. Se quiserem ir para a segurança pública, 83% de tudo que se gasta em segurança pública vem dos cofres municipais. E o governo federal, com sua pirotecnia, quer fazer parecer que não está omisso, que está solidário com essa matéria.




Caixa d’água de São Brás passa por limpeza
Com mais de um século de existência, a Caixa d’água de Ferro instalada ao lado da sede da Companhia de Saneamento do Estado (Cosanpa), no bairro de São Brás, em Belém, passou por um processo de limpeza na tarde desta segunda-feira, 4. Com o auxílio de uma máquina jateadora os técnicos do órgão removeram todo o limo que cobria o piso e as paredes. Além disso, foi feita uma adaptação na tubulação localizada no subsolo da Caixa que servia para desviar a água da chuva. Antes, o acúmulo das águas pluviais ficava todo retido no piso. Os técnicos da Unidade de Negócios Sul da Cosanpa concluíram o serviço em menos de duas horas.
O Monumento
A Caixa d’água de Ferro de São Brás foi inaugurada em 1885. A estrutura, com 20 metros de altura, é toda em ferro fabricado na Europa e, por sua resistência, comporta até 1.570.000 litros de água. Por por dentro ela é toda revestida de concreto, um material novo e que está em perfeito estado e, por conta disso, abastece até hoje os bairros de São Brás, Canudos e Terra Firme. Em 1979, foi tombado como patrimônio estadual histórico, paisagístico e turístico.

Texto:
Andrea Cunha-Cosanpa


Escola de Governo inicia programação de cursos para 2013
A Escola de Governo do Estado do Pará (EGPA) iniciou a programação 2013 dos cursos de qualificação do servidor público estadual nesta segunda-feira (4). Pela manhã, o diretor de Desenvolvimento e Valorização de Pessoas, Raymundo Albuquerque, abriu a programação, que inclui 17 cursos, com carga horária de 20h, sendo cinco de informática.
A lista dos cursos programados para os meses de março e abril está disponível no site www.egpa.pa.gov.br, e as inscrições ainda estão abertas. Os cursos de qualificação ofertados pela EGPA são inteiramente gratuitos, e voltados aos funcionários públicos estaduais, atendendo a diversos aspectos do serviço público, desde a área administrativa até as relações humanas.
Solange da Luz, da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), está cursando uma capacitação pela primeira fez, e já planeja como aproveitará o conhecimento adquirido. “Escolhi o curso de Relações Interpessoais por conta do trabalho que desenvolvo na coordenação pedagógica de uma escola, e vai ser interessante aprender como lidar melhor com as pessoas, ouvir e entender para intervir nos problemas”, contou a servidora, que pretende continuar fazendo outras atividades na área de educação.
Na mesma turma, Antônio Carlos Teixeira, da Secretaria de Estado de Administração (Sead), observou que o aprendizado pode ser usado além do trabalho na instituição pública. “É muito proveitoso. O conhecimento daqui pode ser levado não só para o trabalho, como para o nosso dia a dia”, acrescentou.
O bombeiro Jeferson Evandro Marinho busca qualificação para ascender profissionalmente e melhorar cada vez mais os serviços que presta à população. “Já fiz vários cursos, pois vejo como complemento ao curso superior que estou fazendo. Eu busco aprimoramento nos princípios da administração pública, com a intenção de prestar melhores serviços. Na corporação, faço o serviço da melhor maneira possível, tratando bem as pessoas e tendo uma boa comunicação”, destacou o servidor, que está na turma de Elaboração de Editais e Termo de Referência.
Critérios - Neste primeiro bimestre letivo, a EGPA oferece mais de 70 cursos diferentes, além de 40 turmas para capacitação em informática. As aulas ocorrem nos turnos da manhã e da tarde, e o material é distribuído em sala de aula. A falta no primeiro dia é eliminatória, exceto se comprovada por escrito em caso de problemas de saúde e viagem inesperada a serviço, certificada pela chefia imediata e pelo Agente de Desenvolvimento e Capacitação. A desistência e/ou eliminação do participante será comunicada ao órgão de origem.
Nesta semana, de 4 a 8 de março, são realizados os cursos de Elaboração de Projetos e Captação de Recursos; Técnicas de Arquivo e Controle de Documentos; Elaboração de Editais e Termo de Referência; Atendimento a Pessoas com Deficiência; Tributos Estaduais e Municipais; Relações Interpessoais no Trabalho; Planejamento Estratégico Aplicado à Gestão Pública; Básico de Libra (Linguagem Brasileira de Sinais); Planejamento, Orçamento e Finanças; Redação Oficial e Gramática Aplicada; Auditoria Pública; Noções de Direito Constitucional; Informática Básica; Word (básico e avançado) e Excel (básico e avançado). Para os cursos da próxima semana (11 a 15), a EGPA inscreve até quinta-feira (7). Os demais cursos da programação prosseguem as inscrições até a quinta-feira anterior ao início das respectivas turmas.
A coordenadora de Desenvolvimento e Habilidades Profissionais, Fátima Machado, disse que, para fazer a inscrição, o servidor efetivo do Estado deve procurar o Agente de Desenvolvimento e Capacitação (ADC) da instituição onde atua. “Este agente é o servidor responsável, em cada órgão, por intermediar a comunicação com a Escola de Governo. Com ele estará a ficha de inscrição, que deve ser preenchida pelo servidor interessado no curso, assinada pela chefia imediata e, por fim, assinada pelo ADC e encaminhada à EGPA”, explicou.
Os servidores que estiverem de Licença Prêmio e/ou de Férias podem se inscrever de forma espontânea, imprimindo a ficha de inscrição disponível no site da EGPA e trazendo até a coordenação de cursos (CDHP), na sede da autarquia, assinada pelo ADC, juntamente com cópias do último contracheque e RG.
Serviço: Os cursos da grade regular são realizados na sede da EGPA, em Belém, na Avenida Almirante Barroso, 4312, bairro Souza. Já os cursos de informática ocorrem na Tecnoinf, localizada na rua Jerônimo Pimentel, 299, esquina com Almirante Wandenkolk. Mais informações podem ser fornecidas pela Coordenadoria de Cursos/Qualificação (CDHP) pelos telefones 3214-6842/ 3214-6811 e fax 3214-6813. O e-mail para contato é egpa.qualificacao@gmail.com.

Texto:
Daniele Brabo-EGPA


Residência em Enfermagem convoca aptos à 2ª etapa
Já está disponível no site da Uepa (www.uepa.br) o gabarito oficial do processo seletivo para o Programa de Especialização em Enfermagem – modalidade Residência do Hospital Ophir Loyola. A Universidade também divulga o resultado da primeira etapa da seleção e convoca os candidatos aptos à próxima fase (análise de currículo) a entregar os documentos exigidos em edital nos dias 6 e 7 de março, das 8h às 14h, pessoalmente na Diretoria de Acesso e Avaliação (DAA) da Uepa ou por Sedex - para o endereço Rua do Una, nº 156, Bairro do Telégrafo, Belém - Pará, CEP 66050-540 - até a próxima quinta-feira. No caso do envio via Correios, o candidato deverá comunicar à Uepa, enviando e-mail para concursos@uepa.br.
O currículo e cópias comprobatórias deverão ser entregues em envelope lacrado com a identificação externa do Programa/Especialidade à qual concorre, CPF e nome do Candidato. As cópias de todos os documentos a ser entregues deverão estar autenticadas em cartório.
As provas objetivas foram aplicadas no dia 24 de fevereiro, na Escola de Enfermagem Magalhães Barata. A seleção, fruto de uma parceria entre a Uepa e o Hospital Ophir Loyola (HOL), oferta doze vagas distribuídas entre as especialidades de Enfermagem em Clínica Cirúrgica, Clínica Médica, Centro de Terapia Intensiva e Oncológica.
Participam do certame, enfermeiros com diploma de bacharelado e/ou licenciatura em Enfermagem, emitido por instituições oficiais e reconhecidas pelo Ministério da Educação (MEC) e que não possuam vínculo empregatício de qualquer natureza.
Nesta primeira fase, de caráter eliminatório, os candidatos se submeteram a uma prova com 50 questões objetivas de múltipla escolha sobre conhecimentos gerais em Enfermagem. A próxima fase é de análise de currículo.
O Programa tem caráter de pós-graduação, lato sensu, sob forma de treinamento em serviço, cumpridos em regime de tempo integral, inclusive podendo incluir plantões, e dedicação exclusiva. A carga horária semanal é de 60 horas, contabilizando um total de 5.760 horas, e as aulas serão ministradas prioritariamente nas dependências do Hospital Ophir Loyola.
O programa busca desenvolver as competências para o cuidado de Enfermagem, com ética e humanização na busca constante da qualidade assistencial prestada ao usuário; instrumentalizar o profissional para as atividades de assistência, gerenciamento, ensino, extensão e pesquisa; promover a capacidade crítico-reflexiva na busca de soluções dos problemas cotidianos da prática profissional através da assistência sistematizada de Enfermagem; e promover a prática transformadora, considerando os aspectos éticos das relações interpessoais e interdisciplinares no processo de trabalho.
O programa é credenciado pela Comissão Nacional de Residência em Enfermagem (CONARENF) e atende as normas da Resolução de nº 259/2001 do Conselho Federal de Enfermagem (COFEN). Mais informações serão divulgadas no site www.ophirloyola.pa.gov.br e www.uepa.br.

Texto:
Ize Sena-Uepa


PSDB mostra unidade em Goiás


Goiânia
– O presidente do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), afirmou que o partido está unido para enfrentar os próximos desafios eleitorais e administrativos.  Guerra participou nesta segunda-feira (04) do Fórum “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”,  promovido pelo diretório estadual do PSDB em Goiás e que teve como estrelas principais o governador goiano Marconi Perillo e o pré-candidato tucano à sucessão presidencial, senador Aécio Neves (PSDB-MG), prestigiado também pelos líderes do partido na Câmara, Carlos Sampaio (SP), e no Senado, Aloysio Nunes (SP), entre outros parlamentares.

Segundo o presidente do PSDB, a sociedade espera que a legenda dê uma resposta ao fraco desempenho apresentado pelo governo federal em diferentes setores, como a economia. “O PSDB está pronto para apresentar uma agenda para as diversas crises que o Brasil atravessa. Não podemos crescer menos de 1%”, disse.

O dirigente tucano destacou que o mensalão e a condenação de líderes do PT, como os ex-presidentes da sigla José Dirceu e José Genoino, demonstram que, sob o partido de Dilma Rousseff, “o governo se transformou em um projeto de poder".

Apoio - No evento, o senador Aloysio Nunes defendeu o recente discurso de Aécio Neves na tribuna, quando destacou os 13 fracassos dos dez anos da gestão petista. “Aquele discurso foi um toque de reunir”, observou o líder tucano. E acrescentou: "O discurso do Aécio tratou da crise da economia, da saúde, da segurança, das drogas, e só o governo não ouviu."

O senador Aloysio ressaltou que o PT não está disposto a ouvir as críticas apresentadas pela oposição. E defendeu como uma das prioridades do discurso tucano para os próximos anos a exposição, à sociedade, das contradições existentes entre o discurso e a prática: “Queremos comparar Dilma com Dilma. O crescimento [do PIB] de 5,5% da promessa, com o 0,9 da realização.”

Já o líder do PSDB na Câmara, deputado  Carlos Sampaio,  condenou os ataques permanentes do PT aos tucanos. “Quem fala mal dos outros é porque não tem nada a falar de si mesmo.”  O deputado também lembrou dos ataques sofridos pelo governador Marconi Perillo (PSDB-GO) por parte de lideranças do PT – entre elas, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “Lula até hoje não perdoa o governador Marconi por ele ter denunciado o mensalão”, ressaltou.


Marconi Perillo reitera apoio
a Aécio Neves para 2014
Goiânia – A exemplo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, o governador de Goiás, Marconi Perillo manifestou nesta segunda-feira (04) apoio à candidatura do senador mineiro Aécio Neves (PSDB) à Presidência da República, durante o fórum estadual “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”, realizado em Goânia.
“Aécio não foi lançado candidato por ninguém. É a história dele que o credencia, e por isso deve ter o apoio de nós, governadores”, afirmou o governador. “Estarei aqui para apoiá-lo”, acrescentou Marconi Perillo, dirigindo-se ao senador.
Perillo aproveitou a oportunidade para exaltar as realizações de seu governo. “Fomos o estado que registrou o segundo maior crescimento industrial, em 2012. Somos um exemplo em educação e ajuste fiscal, pioneiros em programas que hoje são replicados em outras regiões”, citando o programa Rodovida – iniciativa voltada a melhorias infraestrutura para facilitar o acesso intermunicipal, oferecer maior segurança nas estradas e estimular o escoamento das produções de Goiás – a reforma de escolas e a criação do prêmio que visa o combate à evasão escolar.

Imperador do Japão envia mensagem de pesar à família de Almir Gabriel
O imperador do Japão, Akihito, enviou mensagem de pesar à família do ex-governador do Pará, Almir Gabriel, na tarde de domingo (3). A mensagem foi entregue pessoalmente pelo cônsul geral do Japão em Belém, Yukio Numata, na residência da família de Almir Gabriel, na tarde desta segunda (4). Estavam presentes a viúva de Almir, Socorro Gabriel, e os filhos Almir José e Sâmia Gabriel.
Segundo a publicitária Sâmia Gabriel, a mensagem manifesta o pesar do imperador pelo falecimento de Almir. Para a publicitária, apesar da tristeza pela perda, a solidariedade do imperador trouxe paz e conforto aos familiares do ex-governador, falecido no dia 19 de fevereiro deste ano.
Na mensagem à família Gabriel, o imperador reconheceu a acolhida que teve em junho de 1997, pelo então governador Almir Gabriel, quando a comitiva imperial do Japão visitou o Pará, Estado que tem a terceira maior colônia japonesa do país. A comitiva do imperador Akihito desembarcou em Belém no dia 31 de maio de 1997, para uma visita de 10 dias ao Brasil.
Na ocasião, cerca de 900 integrantes da comunidade japonesa do Pará, estimada em 10 mil pessoas, homenagearam Akihito e sua esposa, a imperatriz Michiko, em uma grande festa no Theatro da Paz. Pela manhã, Akihito e Michiko fizeram um passeio de barco pelo rio Guamá.

O imperador Akihito é o 125° e atual Imperador do Japão. Ele ascendeu ao trono em 1989, ocupando a 17ª posição na lista de monarcas e líderes que reinam ou que governam há mais tempo. Akihito é o único a deter o título de Imperador.

Texto:
Marcio Flexa-Secom


Escola de música no oeste paraense deve reunir alunos da rede pública
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) no município de Santarém, no oeste do Pará, e a Escola de Música Wilson Fonseca, vinculada à Fundação Carlos Gomes, são parceiras no projeto de criação da Escola de Música do Eixo Forte. A implantação da escola foi definida como prioridade em reunião entre representantes da Emater, do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Santarém (STTR) e da Federação das Associações do Eixo Forte.
A criação da escola de música integra o plano de Desenvolvimento do Assentamento (PDA), realizado pela Emater com as 15 comunidades que formam o Eixo Forte. O plano demonstrou a potencialidade turística da região e o desenvolvimento de quatro eixos temáticos: social, produtivo, ambiental e organizacional.
A partir desta semana, técnicos da Emater envolvidos no projeto percorrerão as comunidades, identificando possíveis alunos. A prioridade será para adolescentes. Pelo menos 1.500 alunos da rede pública de ensino serão visitados em todas as 14 escolas instaladas ao longo do Eixo Forte.
A escola de música funcionará no Centro de Treinamento do Chico Roque, na comunidade São Braz, e os equipamentos para os futuros alunos serão doados pela Escola Wilson Fonseca. “Identificaremos interesse e vocação. Os alunos iniciarão a musicalização com flautas”, informou o engenheiro agrônomo Paulo Sérgio Campos, da Emater.
Segundo dados da empresa, a região enfrenta problemas com o consumo de álcool  e drogas, e a música tem a proposta de ajudar na formação dos jovens. O objetivo é mostrar a evolução dos alunos em eventos realizados dentro do Eixo Forte ou em apresentações fora da comunidade.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Inscrições para oficinas regulares da Fundação Curro Velho são prorrogadas até dia 6
Os interessados em participar das oficinas de arte e ofício da Fundação Curro Velho tem até a quarta-feira, 6 de março, para fazerem suas inscrições. Miniatura em cerâmica; encaústica e pintura; moda em papel; iniciação ao origami ou dobradura de papel; confecção de brinquedos em sucatas, balé para crianças; esculturas em sucatas; serigrafia; musicalização em cantiga de roda e tiras em quadrinhos são algumas das oficinas ofertadas e ainda dispõem de vagas. Para se inscrever basta comparecer à sede da Fundação Curro Velho, na rua Professor Nelson Ribeiro, nº 287 (Esquina com a travessa Djalma Dutra), no horário de 9h as 17h.
Nesta segunda-feira, 4, começou o primeiro módulo de oficinas de arte e ofício que serão realizadas no prédio-sede e na Casa da Linguagem. Entre os alunos está a funcionária pública Silvia Akemi, que há um ano participa de oficinas na instituição. “Eu entrei aqui por interesse em fotografia, depois conheci o trabalho de batik, que me levou para área de pintura. Agora vou fazer oficina de Atelier de Desenho.” Já a acadêmica de Artes Visuais Ana Lúcia Ribeiro, 18 anos, que expandir seus conhecimentos sobre artes e pela primeira buscou as oficinas da Fundação. “Quero aprender coisas novas e achei o ambiente bem interessante, aqui se respira arte."
Na Casa da Linguagem, unidade localizada na avenida Nazaré, ainda há vagas para as oficinas de desenho em quadrinhos, atelier de desenho, atelier de pintura e percussão, entre outras.
Os documentos necessários para a efetivação da inscrição são: documento de identidade, comprovante de residência, declaração da escola caso seja aluno da rede pública de ensino Fundamental e Médio. Os demais pagam uma taxa de inscrição de 20 reais. Informações pelo site www.currovelho.pa.gov.br ou pelo facebook no perfil currovelho.fcv e ainda  pelos telefones 3184-9100 ou 8895-1334.  

Texto:
Andreza Gomes-FCV


Ophir Loyola terá programação especial pelo Dia Internacional da Mulher
No Dia Internacional da Mulher, 8 de março, o Hospital Ophir Loyola promoverá uma ação de saúde, de 8h às 14h, em frente ao HOL. Os serviços de verificação de pressão arterial, orientação para atendimento na Rede Referenciada do SUS e distribuição de panfletos sobre prevenção dos diversos tipos de câncer, serão disponibilizados para o público feminino. Para as servidoras do HOL haverá serviços de saúde e beleza, de 7h às 19h30. A Mary Kay Cosméticos montará sete stands para orientação sobre maquiagem e cuidados com a pele. E ainda, a Herbalife distribuirá café da manhã saudável e brindes para o público interno.
No mesmo dia, com o tema “Moda em Ação” a Rede Paraense de Controle ao Câncer, coordenada pelo Hospital, promoverá, de 9h às 11h, cuidados de beleza (corte de cabelo e maquiagem) e brindes aos pacientes da Unidade de Atendimento Imediato. A programação é uma parceria com alunos do curso de moda da Faculdade Estácio do Pará/FAP. O objetivo é melhorar a autoestima dos pacientes em alusão ao Dia Estadual de Combate ao Câncer, comemorado no próximo dia 10 de março.


Coletiva para divulgação de dados sobre a mulher no Mercado de Trabalho
A Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) divulga nesta terça-feira, 5, junto ao Dieese, em comemoração ao Dia Internacional da Mulher, dados sobre a mulher no mercado de trabalho no Estado do Pará e região Norte. Hoje, no Pará, mais de um milhão de mulheres estão ocupadas, tanto no mercado formal quanto no informal, concentrando-se em três principais setores: comércio, serviços e nas áreas que envolvem a administração pública. Porém, mesmo com todo esse avanço, a média do salário pago às mulheres continua baixa. Para mudar esta realidade, o Governo do Pará tem investido na qualificação da mão de obra feminina.


Proibição da saída do pescado do Pará começa a valer no dia 15
O decreto que proíbe a saída do pescado do Estado, a ser publicado no Diário Oficial ainda nesta semana, começará a valer no dia 15 de março e prosseguirá até o dia 29. Nesse período, ficará proibida a exportação de pescado para garantir o abastecimento de peixe durante a Semana Santa em todo o Estado, além de evitar que o preço do produto suba para o consumidor.
Esta é a principal medida do decreto aprovado por todos os representantes dos órgãos responsáveis pela garantia do peixe na Semana Santa, sob o comando da Secretaria de Pesca e Aquicultura do Estado (Sepaq), através de seu titular, Henrique Sawaki. A minuta prevê a proibição da comercialização do pescado, mas também outras ações que evitarão a saída do pescado in natura, fresco, resfriado e salgado.
Uma dessas medidas será a Feira do Pescado, ação intitulada “Peixe Pra Valer”, nos dias 27 e 28 de março. Em Belém, serão 13 pontos de venda: Fundação Tancredo Neves (Centur), Entroncamento, Paróquia São Domingos de Gusmão (Terra Firme), UFPA, Paróquia Nossa Senhora Aparecida (Pedreira), Paróquia São João Batista e Nossa Senhora das Graças (Icoaraci), galpão da estrada Evandro Bona (Outeiro), Centro Comunitário Nova Marambaia, Curro Velho, Universidade do Estado do Pará (Uepa), Central de Abastecimento do Pará (Ceasa), Carananduba (Mosqueiro) e sede da ONG Ação Social Comunidade Amiga (Pratinha).
Nos próximos dias a Sepaq confirmará a lista de municípios do interior que participarão da ação. A seguir, a tabela de preços e espécies de pescados, estruturada pela Sepaq, que serão ofertados nos pontos de venda da Semana Santa 2013:

 Espécie
Valor de repasse da indústria
Valor para consumidor final
Bagre
R$3,40
R$3,90
Piramutaba
R$3,60
R$4,10
Pescada gó
R$5,10
R$5,60
Pescada branca
R$5,10
R$5,60
Corvina
R$6,10
R$6,60
Dourada
R$6,10
R$6,60


Texto:
Anna Carla-Sepaq

Frota de automóveis no Pará deve ultrapassar 1 milhão até o ano de 2022
A frota de automóveis no Estado do Pará será quase o triplo da atual até 2022, segundo levantamento feito pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/Pa). Atualmente existem no Pará 461.328 automóveis e, em 2022, o número chegará a mais de um milhão. Somente em Belém, em 2020, haverá um total de 343.567 automóveis, ou seja, uma média de 25 veículos automotores para cada 100 habitantes da cidade. Os dados da pesquisa revelam também que o número de motocicletas ultrapassará o crescimento de automóveis e chegará em 2020 a um total de 3.202.877, em todo o estado.
Para chegar a estes resultados, a pesquisa feita pelo Detran sobre a evolução da frota levou em consideração as seguintes variáveis: veículos novos (primeiro emplacamento), veículos de outras unidades federativas que mudaram sua jurisdição para o Pará e veículos do Pará que mudaram jurisdição para outro estado.
Segundo o estudo, o crescimento de veículos (motos e automóveis) em Belém é de 44 mil novos veículos por ano e 3.670 mil ao mês. O coordenador de planejamento do Detran, Carlos Valente, atribui esse crescimento a três principais indicadores: à vontade de ter veículo próprio, ao interesse do governo federal no comércio de automóveis e à facilidade de adquirir um veículo devido às condições de financiamento, principalmente em relação à motocicleta. “Hoje em dia, o cidadão que depende de quatro ônibus para se deslocar para o trabalho, percebe que consegue gastar, ao final do mês, o mesmo valor em um financiamento de uma moto”, explicou.
A pesquisa comprovou ainda que, desde 2009, quando foi sancionada a lei que regulamenta a profissão de mototaxista, o número de motocicletas aumentou consideravelmente. Em 2010, eram 77.386 motos e, em 2013, o número saltou para 102.410 motos. Esta evolução se repete no interior do Pará. No município de Marabá, por exemplo, a frota de motos era de 33.222 no ano de 2010. Hoje, três anos depois, o número quase triplicou e a frota passou para 167.331.
Soluções
Para acompanhar este crescimento é necessário que medidas urgentes sejam implantadas na capital e no interior. Valente enfatizou que os projetos como Ação Metrópole e o BRT (Bus Rapid Transit ou sistema de trânsito rápido de ônibus), irão contribuir para desafogar o trânsito. “Porém, outras medidas precisam ser implantadas, como a construção de vias exclusivas para motociclistas, além de espaços adequados para ciclistas”, completou o coordenador.
O Detran/Pa já realiza programas de educação e capacitação para motociclistas e motoristas em Belém e no interior, mas pretende dar um foco ainda maior para motociclistas, principalmente no interior do estado. Outra solução adotada pelo Detran para acompanhar o crescimento da frota é o aumento do número de agentes de trânsito. Em Breve, o órgão irá realizar um concurso público para preenchimento de diversas vagas na capital e no interior.
Números
Evolução da Frota no Pará
Automóveis
Em 2011: 377.329
Em 2022: 1.139.763
Motocicletas
Em 2011: 535266
Em 2022: 3.202877
Evolução da Frota em Belém:
Automóveis
Em 2011: 183.720
Em 2022: 343.567
Motocicletas
Em 2011: 77.386
Em 2022: 361.327

Texto:
Bruna Campos-Secom


Banco de Leite da Santa Casa precisa de vidros para armazenar leite materno
O Banco de Leite Humano da Santa Casa está precisando de vidros, como os de maionese e café solúvel, com tampa rosqueável, para o armazenamento do leite materno. As doações podem ser encaminhadas ao hospital a qualquer hora do dia. Os recipientes de vidros são fundamentais para a coleta domiciliar das mães doadoras de leite, que ajudam os bebês recém-nascidos internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI-Neo) da Santa Casa.  


Paratur e Setur apoiam o Festival Surf na Pororoca
A Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e a Companhia Paraense de Turismo (Paratur) aderiram mais uma vez ao grupo de parceiros da Seel na realização do Festival de Surf na Pororoca, que acontece em abril em São Domingos do Capim. O evento, que deve acontecer entre 11 e 14 de abril, promete movimentar a região. Caberá à Setur apoio à infraestrutura turística e qualificação profissional da comunidade que vai atuar no evento. À Paratur cabe apoio na promoção e divulgação do evento junto aos agentes de turismo e à mídia especializada.  Em 2011 a Paratur garantiu a participação de jornalistas da revista alemã "Alemanha", do Rio de Janeiro e São Paulo. O programa Legendários repercutiu pela Record matéria especial também com apoio da Paratur. Para este ano a Paratur já está selecionando o veículo a ser convidado. A qualificação da Setur deve ser na área de gastronomia, para impulsionar a culinária local, regada à peixes e açaí.



Abertas inscrições para Mestrado em Educação da Uepa
Estão abertas desde o dia 1º de março, no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), as inscrições ao processo de seleção do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado, previsto iniciar no segundo semestre de 2013. Serão ofertadas 30 vagas. As inscrições prosseguem até o dia 8 de março.
O Mestrado em Educação possui duas linhas de pesquisa. A primeira é de “Formação de Professores”, que desenvolve estudos e pesquisas no campo da formação inicial e continuada de professores no contexto brasileiro e, especificamente, amazônico, na busca de aprofundamento teórico-metodológico de políticas, saberes e práticas que contribuam para a construção de projetos alternativos a esta formação. A segunda é de “Saberes Culturais e Educação na Amazônia”, que Investiga temas educacionais relacionados ao contexto brasileiro e amazônico, como saberes, representações, imaginários, conhecimento e poder inerentes às práticas socioculturais e educativas.
Das vagas ofertadas, 14 são para linha de pesquisa “Formação de Professores” e 16 para a temática “Saberes Culturais e Educação na Amazônia”. A seleção será feita em cinco fases: homologação da inscrição; prova subjetiva, de tipo argumentativo, que versará sobre temas referentes à Linha de Pesquisa escolhida pelo candidato; análise de documentação; análise da proposta de pesquisa e, por fim, entrevista e análise de currículo lattes.
O resultado final do Processo de Seleção do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado, Ano Acadêmico 2013, será divulgado, por ordem de classificação, por Linha de Pesquisa, no dia 27 de junho, no site: www.uepa.br/mestradoeducacao e também no quadro de avisos do Programa de Pós-Graduação-Mestrado do CCSE/UEPA.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


Abertas inscrições para Mestrado em Educação
Estão abertas desde o dia 1º de março, no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), as inscrições ao processo de seleção do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado, previsto iniciar no segundo semestre de 2013. Serão ofertadas 30 vagas. As inscrições prosseguem até o dia 8 de março.
O Mestrado em Educação possui duas linhas de pesquisa. A primeira é de “Formação de Professores”, que desenvolve estudos e pesquisas no campo da formação inicial e continuada de professores no contexto brasileiro e, especificamente, amazônico, na busca de aprofundamento teórico-metodológico de políticas, saberes e práticas que contribuam para a construção de projetos alternativos a esta formação. A segunda é de “Saberes Culturais e Educação na Amazônia”, que Investiga temas educacionais relacionados ao contexto brasileiro e amazônico, como saberes, representações, imaginários, conhecimento e poder inerentes às práticas socioculturais e educativas.
Das vagas ofertadas, 14 são para linha de pesquisa “Formação de Professores” e 16 para a temática “Saberes Culturais e Educação na Amazônia”. A seleção será feita em cinco fases: homologação da inscrição; prova subjetiva, de tipo argumentativo, que versará sobre temas referentes à Linha de Pesquisa escolhida pelo candidato; análise de documentação; análise da proposta de pesquisa e, por fim, entrevista e análise de currículo lattes.
O resultado final do Processo de Seleção do Programa de Pós-Graduação em Educação – Mestrado, Ano Acadêmico 2013, será divulgado, por ordem de classificação, por Linha de Pesquisa, no dia 27 de junho, no site: www.uepa.br/mestradoeducacao e também no quadro de avisos do Programa de Pós-Graduação-Mestrado do CCSE/UEPA.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


Filme alemão terá pré-lançamento em Belém
Martin Lehwald, produtor executivo do filme alemão "Perdidos na Amazônia" rodado em terras paraenses com apoio da Paratur, acaba de confirmar que o filme fica pronto em meados de abril. Terá pré-lançamento na capital paraense, novamente com apoio da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip), além de outros. O filme, que tem no elenco brasileiros, a maioria do Pará, conta uma história romântica de encontros e desencontros na floresta amazônica, em meio aos encantos turísticos de Belém, Marajó, São Caetano de Odivelas e algumas ilhas no entorno da capital paraense.



Jucepa realinha a tabela de preços de serviços
A Junta Comercial do Pará (Jucepa) informa que, desde o dia 1º de março, entrou em vigor a nova tabela de preços, reajustada em 6%. O percentual foi decidido pelo colégio de vogais, órgão deliberativo superior responsável pelas decisões da Junta, constituído por representantes de entidades civis. O Plenário da Junta Comercial se baseia no Artigo 3º da Resolução nº 1, de 29 de janeiro de 2002, que trata da revisão anual da tabela de preços de valores dos serviços prestados pela junta. O reajuste se fundamenta nesta resolução, que autoriza a Junta a reequilibrar valores seguindo o Índice Geral de Preços Disponibilidade Interna (IGP-DI), calculado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), cujo índice acumulado nos últimos 12 meses foi 8.12 %.
A Junta ressalta que o realinhamento de preços retorna ao usuário como benefício, pois auxilia a cobrir investimentos na Jucepa, dentre eles o de tecnologia da informação. Como ferramenta de ponta para o desenvolvimento do Pará, a digitalização do acervo, com mais de seis milhões de documentos, é uma conquista histórica e referência para as Juntas Comerciais do país. A informatização garante para o usuário informações em tempo real e processos mais agéis. A Jucepa é vinculada ao Governo do Estado por meio da Secretaria Especial de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip) e tecnicamente ao Departamento Nacional do Registro do Comércio (DNRC), órgão integrante do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.


Beneficiário do Igeprev já pode retirar sua Cédula C
O Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev) já iniciou a entrega da Cédula C dos aposentados e pensionistas do Estado. O horário de atendimento é de 8h às 13h, de segunda a sexta-feira. O movimento do primeiro dia, na sexta-feira, 1º, foi tranquilo, com a emissão de 319 comprovantes. Durante todo o mês de março os segurados do Igeprev poderão receber o documento na sede administrativa do Igeprev. A emissão do documento também pode ser feita normalmente através do portal do Instituto de forma rápida e segura. Caso o aposentado ou pensionista tenha alguma dificuldade no procedimento de login, o Igeprev disponibilizou duas linhas exclusivas para atendimento das demandas de Cédula C: (91) 3198-1726 ou (91) 3198-1747.


Uepa prorroga inscrições para Especialização em Educação Médica
Profissionais da área da saúde de Marabá interessados em se especializar em Educação Médica poderão se inscrever até o dia 10 de março no curso de pós-graduação ofertado pela Universidade do Estado do Pará (Uepa). Nesta segunda-feira, 4, foi publicado o termo aditivo ao edital que autoriza a prorrogação das inscrições. Estão sendo ofertadas 50 vagas.
Para se inscrever, os candidatos deverão preencher a Ficha de Inscrição disponível no site da Uepa (www.uepa.br) e entregá-la junto com a documentação exigida no edital, exclusivamente via Sedex, na Coordenação de Apoio e Desenvolvimento ao Ensino, Pesquisa, Extensão e Pós-Graduação (COAD/CCBS), localizada na Travessa Perebebuí, nº 2623, Belém - Pará – CEP: 66087-480, bairro do Marco, com a seguinte identificação: Especialização em Educação Médica/Campus Uepa Marabá.
Das vagas ofertadas, 40 são destinadas a médicos e dez para outros profissionais com graduação na área de saúde. Podem candidatar-se ao curso os graduados em Medicina e em outras áreas da saúde. Para efeito de seleção serão reconhecidos como profissionais de saúde de nível superior as categorias constantes da Resolução 218/97 do Conselho Nacional de Saúde.
O Curso de Pós-Graduação tem carga de 375horas/aula e será ministrado no campus de Marabá, desenvolvido em regime regular, com início previsto para 11 de abril de 2013. A seleção dos candidatos será feita por meio da avaliação da carta de intenção e análise de curriculum lattes (comprovado). Serão concedidas bolsas de estudo para cinco candidatos, em ordem de prioridade, para professores e técnico-administrativos efetivos no exercício de suas funções e alunos egressos da UEPA, conforme determina resolução CONSUN 2076/2010.
O edital, na íntegra, está disponível no site www.uepa.br e os contatos poderão ser feitos por meio dos telefones: (91) 3277-2626 ou 3277-3775. 

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


Sine fecha convênio com seis municípios
Neste sábado, 2 de março, a Câmara Municipal de Igarapé-Miri foi sede do evento promovido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Seter), para que os representantes dos municipios de Abaetetuba, Barcarena, Igarapé-Miri, Mocajuba, Moju e Oeiras do Pará, assinassem o termo de convênio de cooperação técnica para instituição do Sine (Sistema Nacional de Emprego). O secretário Celso Sabino de Oliveira foi quem presidiu a mesa, que teve a participação, também, de Vladimir Antônio (Presidente da Câmara de Igarapé-Miri), Antônio Vilaça (prefeito de Barcarena), Iraci Júnior (vice-prefeito de Abaetetuba), Gil Pinheiro (Secretário de Administração, representante do prefeito de Igarapé-Miri), Rosiel Costa (prefeito de Mocajuba) e Deodoro Pantoja da Rocha (prefeito de Moju).


Setur vai reunir secretários de Turismo
Durante a última reunião do Fórum de Desenvolvimento Turístico do Estado do Pará (Fomentur), coordenada por Adenauer Góes, presidente da entidade que reúne cerca de 50 representações públicas, privadas e da sociedade civil organizada, nove novos secretários de turismo do Pará se apresentaram pelos municípios de Cametá, Curuça, Marabá, Maracanã, Paragominas, Salvaterra, Soure, Traquateua e Parauapebas. Adenauer prepara um evento que vai reunir os responsáveis pela pasta do turismo dos 144 municípios. O evento deve ocorrer ainda este mês. Por ocasião da reunião do Fomentur, que ocorreu na sede da Fecomércio, Socorro Costa, presidente da Paratur, lembrou aos presentes que as ações de divulgação, promoção e marketing do Pará envolvem a grade de produtos das seis regiões turísticas do Estado: Belém, Marajó, Tapajós, Araguaia Tocantins e Xingu.https://mail.google.com/mail/u/0/images/cleardot.gif


Concerto de encerramento do Projeto Orquestra
O Projeto Orquestra vem, desde 18 de fevereiro, ministrando cursos e masterclass de instrumentos a alunos e profissionais de música que atuam em orquestras, com o objetivo de ampliar seus conhecimentos e a prática de conjunto, uma ação da Fundação Carlos Gomes em parceria com a Universidade do Estado do Pará. O resultado desse trabalho, que tem à frente o regente e violoncelista inglês Richard Markson, poderá ser visto no concerto de encerramento dia 15 de março, às 20h, no Theatro da Paz, quando uma grande orquestra formada pelos participantes do projeto executará peças importantíssimas de Beethoven e Mozart, com a participação ainda do Madrigal da Uepa e do Coro Carlos Gomes. Entrada franca.










Jornal CORREIO JURUNENSE, edição semanal já circulando. Você pode comprar na Revistaria da Yamada Jurunas






Paysandu vence o Remo e é o campeão do 1º turno




Fotos: Fernando Nobre

Mais de 40 mil pessoas lotaram o Mangueirão neste domingo para assistir à final da Taça Cidade de Belém. Apenas metade delas, porém, saiu do estádio cantando. A decisão marcou a atuação do zagueiro Raul que teve uma terde mais do que inspirada. O jovem jogador paraense revelado pelo Remo se disse muito injustiçado por parte da imprensa e que agora está de alma lavada após marcar dois gols na final do primeiro turno contra o seu ex-clube.

Após a primeira partida da final reservar fortes emoções, os noventa minutos restantes também não decepcionaram. Se no jogo passado o Remo saiu comemorando o empate com gosto de vitória no finalzinho da partida com o gol de Zé Antônio, agora a Fiel Bicolor é que sai festejando do Mangueirão.
Apesar do Remo ter tomado iniciativa no primeiro tempo, foi o Paysandu que marcou primeiro. O zagueiro após receber cruzamento na cobrança de escanteio, marcou de cabeça. O goleiro Fabiano até tentou defender, mas o defensor remista escorregou e a bola foi parar nas redes do Leão.
Dez minutos depois, o Remo empatou com Leandro Cearense após aproveitar a cobrança de falta que o goleiro Zé Carlos que rebateu e sobrou livre para o atacante azulino deixar tudo igual no Mangueirão.

No segundo tempo de jogo, o espetáculo ficou mais para o lado bicolor. Com a saída de Fábio Paulista, o técnico Flávio Araújo ficou sem opções para puxar o contra-ataque. O time bicolor se aproveitou disso e dominou o setor de meio-campo.
Aos 42 minutos do fim da partida, Raul, o dono do jogo pelo lados dos bicolores e herói do título, mais uma vez aproveitou a cobrança de escanteio e deu o título da Taça Cidade de Belém para o Paysandu.
A torcida do Paysandu cantou e vibrou muito testemunhando cada lance da volta olímpica dos jogadores do Paysandu ao redor do estádio Mangueirão.
Agora o time bicolor está automaticamente classificado às finais do Campeonato Paraense 2013 e consequentemente será um dos representantes do Pará na Copa do Brasil de 2014. 
(Ronald Sales/DOL)

No 2º tempo, o Papão foi superior em campo


Fotos: Fernando Nobre

 

 Para a segunda metade do embate, o técnico Lecheva realizou substituições: saiu Vanderson e Djalma, para a entrada de Alex Gaibu e Heliton. O time bicolor voltava para a segunda  etapa buscando o único  resultado que lhe interessava, a vitória. As mudanças fizeram efeito principalmente depois da saída de Paulista e Gerônimo pelo lado do Remo. Os azulinos ficaram mais vulneráveis no setor de meio-campo, trazendo o Paysandu para o seu campo.

A partir dos 20 minutos, o futebol começou a ser algo escasso. As ações de ambos os times se fixaram no meio-campo, com poucas oportunidades. O Remo esperava o apito final do árbitro Ricardo Marques Ribeiro , enquanto que o Paysandu buscava impor uma pressão. E conseguiu nos 15 minutos finais. O reflexo disso foi o número de cobranças de escanteio para os bicolores: 13 contra 3 do Clube do Remo.

Chegando perto do final do jogo, a Fiel, estava angustiada para que o time marcasse o gol da vitória e ele saiu aos 42 minutos com a cabeçada de Raul, após cobrança de escanteio. Lance quase idêntico ao primeiro gol do Papão.
(Ronald Sales/DOL)




Fotos: Fernando Nobre

A taça Cidade de Belém é do Paysandu





O zagueiro Raul foi criado no Baenão. Cresceu por lá, deve satisfação moral e profissional ao clube, pelos anos nas categorias da base do Clube do Remo. Mas, ontem, o coração de Raul mudou de cor: de azul marinho para azul celeste. E essa transformação aconteceu exatamente aos 42 minutos do segundo tempo da final da Taça Cidade de Belém. Naquele momento, Raul marcou o seu segundo gol na partida. Os dois gols foram responsáveis pela vitória do Paysandu sobre maior rival, o mesmo time que há anos atrás lhe ensinou os primeiros passes: 2 a 1, impiedosos e cheiros de ironia do destino. 
A vitória quebrou a invencibilidade do Leão e do técnico Flávio Araújo; garantiram a vaga na Copa do Brasil 2014 e, por fim, o título de campeão do primeiro turno. Raul foi cruel com o seu ex-clube. Mas não é nada pessoal. Pelo contrário. Ao final da partida, agradeceu ao Remo. “Tenho um carinho pelo Remo, por ser o clube que me abriu as portas e me deu oportunidade de começar carreira”, disse. Uma história e tanto para acompanhar o “Clássico do Milhão” – mais de um milhão de reais foram arrecadados com a venda de ingressos. 
Os lances de perigo eram lá e cá. O primeiro bom momento foi bicolor. Eduardo Ramos cabeceou com muito perigo aos sete minutos, mas o goleiro Fabiano estava bem posicionado. A resposta azulina foi logo em seguida. Fábio Paulista recebeu lançamento de Gerônimo, avançou, cortou do goleiro, mas perdeu o ângulo na hora de chutar.
Jogo equilibrado, com marcação forte para os dois lados. Construir jogadas estava difícil. Mas eis que, aos 30 minutos, os bicolores encontraram uma brecha na zaga azulina. Fabiano escorregou e Raul não teve pena de colocar para dentro. Como no jogo passado, o Remo se perdeu em campo. Walber, por exemplo, recebeu boa bola de frente para o gol, não marcou, mas reclamou muito de pênalti. Sorte que, aos 39 do primeiro tempo, Zé Antonio cobrou falta com força. O goleiro Zé Carlos não conseguiu segurar e Leandro Cearense estufou a rede e colocou a cabeça do time no lugar.
Precisando da vitória, o Papão voltou querendo gol a todo custo. Aos cinco minutos, Iarley faz a bola chegar a Eduardo Ramos, mas o chute foi fraco. O Remo tentava, mas sem articulação no meio de campo e com Paysandu mais organizado, ficou difícil. Só deu Papão. Diego Bispo, João Neto, Iarley. Mas não foi nenhum deles. A ironia do destino já estava traçada na tarde de 3 de março de 2013. Aos 42 minutos, novamente de cabeça, Raul sacramenta a vitória bicolor, chorou e faz a torcida alviceleste ir embora para casa feliz: o coração de Raul já mudara de cor.
Méritos ao ‘Maluco Beleza’, Raul!
Longe de ser uma unanimidade na Curuzu, o ex-azulino Raul escreveu seu nome na história do clássico Remo x Paysandu marcando os dois gols na vitória do Papão da Curuzu. Estigmatizado pela passagem anterior pelo grande rival e questionado por conta dos muitos cartões que tomou durante a competição, Raul gerou comentários insatisfeitos quando foi confirmado na equipe titular por Lecheva ao longo da semana. Pesava contra ele a grande atuação que Thiago Costa teve ao substituí-lo no jogo anterior. 
O zagueiro, no entanto, parece ter assimilado essas cobranças como motivação e além de fazer uma partida praticamente impecável no aspecto defensivo teve a tranquilidade e frieza que os atacantes bicolores não tiveram para fazer os gols que definiram a vitória com duas cabeçadas certeiras. 
Até os 29 minutos, o Clube do Remo estava mais a vontade em campo, criava mais oportunidades com Leandro Cearense, enquanto Eduardo Ramos e Djalma ficaram a mercê da marcação. Todavia, quando o maestro bicolor cobrou escanteio na área azulina, Raul foi mais ágil e cabeceou sem chances, embora Fabiano tenha escorregado no lance. O gol veio coroar um trabalho intenso, premeditando o momento de glória.
“O curioso é que no último sábado, quando o trabalho é mais leve, sempre fazemos um complemento. O Bispo pediu pro Ronaldo botar bolas na área para tirar, e eu pedi para o Brayan e para o Gleisinho cruzarem bola para a área, pois queria cabecear e fazer gol. Deus me abençoou, o Eduardo me achou e eu pude fazer”, relembrava em meio a euforia da conquista.
(Diário do Pará)

Remo: perdeu o turno e a invencibilidade


Fotos: Fernando Nobre



Foi a primeira derrota do Clube do Remo no Campeonato Paraense. Mas ela doeu. Foi responsável por quebrar duas invencibilidades: a de 11 jogos sem perder do Remo e a de 24 do técnico Flavio Araújo. E a derrota veio no único momento que não podia: na final do turno. Agora, a vaga na Serie D, principal objetivo do clube, continua longe. Mesmo com tudo isso, Flávio Araújo tentou passar boas vibrações aos torcedores azulinos, em sua entrevista coletiva pós-jogo.
“No futebol, assim como na vida, todos caem, mas só os fortes têm perseverança para se reerguer”, foram as primeiras palavras do treinador, minutos depois de perder o título da Taça Cidade de Belém. “Lógico que vamos para casa abatido, sofrendo. Mas nosso grupo é feito de homens de caráter. Nós caímos, mas somos homens valentes para dar a volta por cima”, disse Flávio.
O comandante do Leão não escondeu sua chateação com o segundo tempo ruim do seu time, que só ficou no campo de defesa. “A grande diferença desse jogo foi que não jogamos no segundo tempo. Nosso time tem tranquilidade e, ao mesmo tempo, agressão e potencial para atacar. Por mais que você chame um atleta na beira do gramado, não é suficiente. Não era para ficarmos daquela maneira e pagamos um preço muito alto por isso”, definiu Flávio, que listou o fato de ter feito duas substituições forçadas como um dos pontos para não conseguir reorganizar a equipe.
“Se o Mauro (zagueiro) não tivesse se machucado, teria feito a entrada do Ramon (meia), mas infelizmente o Mauro se contundiu. Ainda teve o Gerônimo (volante), que sentiu cãibras e pediu para sair”, revelou.
Coragem e raça para se reerguer...
O elenco do Clube do Remo saiu abatido do Mangueirão na noite de ontem. Foi a primeira derrota da equipe na competição. Sem dúvida, mais dolorida, por acontecer quando não podia: na final do turno. Poucos quiseram dar entrevista. O capitão Carlinho Rech não fugiu dos microfones e das câmeras da imprensa. Deu as caras e falou o que o engasgava. “Claro que não tem ninguém vibrando depois dessa derrota e nem achando a menos pior por ter sido a primeira. Estamos, todos, muito tristes”, afirmou. 
Contudo, o zagueiro capitão compartilhou a mesma ideia do técnico Flávio Araújo: levantar a cabeça e pensar no segundo turno. “A gente sabia que existia essa possibilidade (da derrota). Podia acontecer a qualquer momento. Mas, já temos oportunidade de recomeçar no segundo turno essa semana e dar a volta por cima”, deseja, de olho no jogo de quinta-feira (7), contra o Santa Cruz de Cuiarana, no Mangueirão, às 20h30.
O zagueiro que machucou o supercílio e chegou sair sangrando do campo em alguns momentos, pede para a torcida não abandonar a equipe. “Espero que o torcedor não baixe a cabeça, assim com nós, jogadores, não vamos baixar a nossa. Estamos prontos para lutar”, garante.
(Diário do Pará)



Ficha do jogo (Remo 1 x 2 Paysandu)


Fotos: Fernando Nobre

Remo - Fabiano; Zé Antônio, Carlinho Rech e Mauro (Henrique); Walber, Gerônimo (Nata), Jhonnatan, Thiago Galhardo e Berg; Leandro Cearense e Fábio Paulista (Val Barreto). Técnico: Flávio Araújo

Paysandu - Zé Carlos; Pikachu, Diego Bispo, Raul e Rodrigo Alvim (Pablo), Vânderson (Héliton), Ricardo Capanema, Djalma (Alex Gaibú) e Eduardo Ramos; Iarley e João Neto. Técnico: Lecheva
Gols: Leandro Cearense aos 39’/ 1ºT (Remo); Raul aos 29’/1ºT e aos 42'/2ºT (Paysandu);
Cartões amarelos: Carlinho Rech, Henrique, Jhonnatan, Gerônimo, Berg e Val Barreto (Remo); Ricardo Capanema e Alex Gaibu (Paysandu)

Local: Mangueirão
Horário: 16h
Árbitro: Ricardo marques Ribeiro (BH)
Assistentes: Altemir Hausmann (RS)e Marcelo Van Gaesse (SP)
Público: 40.883 (38.193 pag. e 2.690 grat.)
Renda: R$ 1.172.030,00

A FESTA BICOLOR
 





























GOZAÇÕES











Simão Jatene deixa o Hospital do Coração na manhã de domingo

O governador Simão Jatene deixará na manhã deste domingo (3) o Hospital do Coração, em São Paulo, onde se submeteu a um procedimento para desobstruir uma artéria na última quarta-feira (27). Segundo o último boletim sobre o estado de saúde de Simão Jatene, divulgado às 11h deste sábado (2), o paciente está em “excelente recuperação” e “estado geral mantido”. O boletim é assinado pelo médico de plantão, Edson Romnao.
A cardiologista Heloísa Guimarães, que acompanha o governador desde a cirurgia, disse que ele vem se recuperando muito bem, e só ainda não recebeu alta porque a equipe médica precisou ajustar a medicação. Heloísa Guimarães informou que hoje o governador novamente caminhou pelo hospital e recebeu visitas. Ele está em companhia de familiares.
A médica acrescentou que que o governador ficará em São Paulo até a próxima quarta-feira (06), quando passará por uma avaliação médica. Os médicos já recomendaram que, após esta consulta de revisão, o governador fique 10 dias em repouso. O retorno de Simão Jatene ao trabalho ainda não foi decidido.

Texto:
Antenor Filho-Secom


A Joia do Pará brilha no legado de Almir Gabriel

A valorização do trabalho artesanal, a conquista da identidade da Joia do Pará e a criação do Espaço São José Liberto, onde funcionam o Polo Joalheiro, o Museu de Gemas do Pará e a Casa do Artesão, são importantes realizações de Almir Gabriel, que governou o Pará entre 1995 e 2002, e faleceu no último dia 19 de fevereiro, aos 80 anos.
Para Hécliton Santini Henriques, presidente do Instituto Brasileiro de Gemas e Metais Preciosos (IBGM) há 15 anos, o trabalho de Almir Gabriel foi fundamental para o fortalecimento do setor de Gemas, Joias e Metais Preciosos no Estado do Pará. Opinião compartilhada por designers, ourives, artesãos, representantes de entidades de classe e demais profissionais da cadeia produtiva de gemas e joias.
A criação de uma Escola de Joalheria do Pará, voltada para a valorização da joia artesanal e da cultura da Amazônia, sintetiza a diretriz do Programa de Desenvolvimento do Setor de Gemas e Metais Preciosos do Pará, lançado em 1998 pelo Governo do Estado, e gerenciado no Espaço São José Liberto desde 11 de outubro de 2002, data de sua inauguração, ocorrida durante o segundo mandato do ex-governador.
“Programas pioneiros deste tipo, por sua abrangência e magnitude, só obtêm êxito com o apoio decisivo do governo em seu mais alto nível. O ex-governador Almir Gabriel entendeu a importância do setor de gemas e joias para o Pará e conferiu ao programa alta prioridade, tornando-o realidade. Hoje, o Polo Joalheiro do Pará, com sede no São Jose Liberto, é um exemplo para os demais Estados produtores do Brasil”, ressalta Hécliton Santini, que acompanhou todo o processo de implantação do projeto de gemas e joias e sempre incentivou a parceria do IBGM com o São José Liberto.
O Programa Polo Joalheiro, como também é conhecido, é mantido pelo governo estadual, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), tendo como gestor o Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama). Por meio dele, são promovidas ações de qualificação e acesso a novos mercados para designers, ourives, lapidários, artesãos e produtores de embalagens artesanais.
O Programa, destaca Júlia Mendes, presidente da Associação de Joalheiros do Espaço São José Liberto (Ajepa), criada em 2007, incentiva e valoriza o trabalho de artesãos, ourives, lapidários, produtores e demais profissionais. Segundo ela, produtores e clientes do Programa Polo Joalheiro foram incentivados a se organizar em associação para, entre outros objetivos, preservar o Programa que gerou tantos benefícios sociais, como a geração de emprego e renda, a formalização e a especialização da mão de obra desse segmento produtivo.
Contribuições - Referência cultural, turística, comercial e do patrimônio arquitetônico de Belém, o Espaço São José Liberto, inaugurado em 11 de outubro de 2002, foi resultado do projeto de revitalização arquitetônica da cidade, realizado no Governo Almir Gabriel.
Paulo Chaves Fernandes, atual secretário de Estado de Cultura, função que também exercia na época, foi o arquiteto responsável pela revitalização do espaço. Ele esteve à frente da equipe que realizou o projeto de arquitetura, restauro e ampliação do São José Liberto - construção datada de 1749, que durante cerca de 150 anos abrigou a cadeia pública e o Presídio São José.
Outra importante contribuição de Almir Gabriel para impulsionar o setor de Gemas e Joias do Pará, cujo programa de fomento foi elaborado, lançado e implantado em seu governo, foi o Decreto nº 5.375, de 11 de julho de 2002.
No artigo 1°, o decreto determina que seja diferido o pagamento do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS) incidente nas saídas internas de alguns materiais destinados à indústria joalheira e ao artesanato mineral, que promovam o processo industrial e artesanal no Estado. Já o artigo 2° determina a isenção do ICMS para as saídas internas de determinados produtos resultantes da indústria joalheira e do artesanato mineral produzidos no Estado.
“Um visionário. É assim que vamos lembrá-lo, por acreditar que nossas joias eram mais que insumos de metal precioso e pedras bonitas. Eram uma expressão artística e cultural, em que nossa região, nossa gente, nossas lendas e peculiaridades eram mais que preciosos. Juntos, representavam a joia e o encantamento de inspirar-se , desenhando, confeccionando a nossa história”, sintetiza Júlia Mendes, que também trabalha como designer e é dona de uma das lojas do Polo Joalheiro. 
Trajetória – Para a designer e educadora Eli Cascaes, que faz parte do Programa desde o início, a construção do Espaço São José Liberto trouxe um ganho para a capital e, em especial, para o fomento ao setor joalheiro. Segundo ela, o espaço valoriza e divulga a cultura paraense ao expor e comercializar peças confeccionadas com matéria prima da Amazônia, como minerais, sementes, fibras, madeiras, cascas e chifres, inspiradas nas lendas, danças, músicas e arquitetura do Pará.
Ela destaca que o projeto engloba ações voltadas para a capacitação de toda a cadeia produtiva, dos ribeirinhos que coletam matéria prima aos designers, artesãos e produtores de joias. “Este espaço teve uma grande contribuição para esta conscientização cultural e, em especial, para o mercado joalheiro do Pará”, afirma Eli Cascaes.
“Faço parte deste belo projeto e percebi que nele eu poderia contribuir, acrescentar meus conhecimentos na área cultural e realizar um sonho, que era ser designer de joias. Sou muito grata ao dr. Almir Gabriel, pois tive uma ascensão profissional na área da arte, enquanto educadora, e a minha inserção como designer no setor joalheiro deste Estado”, relata Eli Cascaes, que começou a trabalhar no São José Liberto como vendedora de artesanato na Casa do Artesão. Depois foi para a loja de joias e acabou assumindo o cargo de supervisora do Museu de Gemas.
“O maior sentido do programa de políticas públicas é a melhoria e a transformação da vida das pessoas e dos setores produtivos. O Programa Polo Joalheiro e o Espaço São José Liberto alcançaram este objetivo. O ex-governador Almir Gabriel e sua equipe tiveram uma contribuição definitiva para o fortalecimento do setor de Gemas e Joias do Pará a partir da inovação tecnológica e do propósito de reinaugurar um patrimônio cultural em um espaço onde cultura, turismo, designer, inovação,  tecnologia, educação patrimonial, trabalho e renda se integram em um único projeto. O brilho da Joia do Pará, hoje, é resultado deste sonho que fortaleceu o setor joalheiro e transformou vidas”, resume Rosa Helena Neves, diretora do Espaço São José Liberto e do Instituto de Gemas e Joias do Pará (Igama), Organização Social gestora do espaço.

Texto:
Luciane Barros-São José Liberto


Projeto Seter nos Bairros quer
preparar 30 mil pessoas para
o mercado de trabalho
Com a meta de qualificar cerca de 30 mil trabalhadores neste ano, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter),  iniciou na última sexta-feira (1º) o projeto "Seter nos Bairros". Segundo o titular da Seter, Celso Sabino de Oliveira, em 2012 o projeto qualificou 21 mil trabalhadores e encaminhou 13 mil para o mercado de trabalho. "Esse projeto é apenas a alavanca para atingirmos a qualificação de 30 mil pessoas", reiterou ele.
Das 8 às 14 horas, na Praça Dom Mário de Miranda Vilas Lobos, na área do conjunto Providência, cerca de 50 servidores da Secretaria ofereceram à comunidade informações sobre cursos de qualificação gratuitos, emissão de Carteira de Trabalho, de currículo e NIT, cadastro no Sistema Nacional de Empregos (Sine) e seguro desemprego, além de encaminhamento para artesãos, corte de cabelo e orientações sobre como se apresentar em uma entrevista de emprego.
O projeto atendeu aproximadamente 400 pessoas. A recepcionista Lilian Lisboa, 28 anos, se cadastrou no Sine para tentar retornar ao mercado de trabalho, enquanto Cléia Maria, 49 anos, fiscal de ônibus, ficou sabendo do projeto ao passar pelo local durante a manhã. "Gostei muito da iniciativa. Entrei só pra ver do que se tratava, mas após ouvir a palestra com as dicas de como se portar e se vestir no emprego, aproveitei pra cortar o cabelo e tentar passar uma melhor impressão", declarou.
As ações do projeto acontecerão uma vez por mês em diferentes bairros de Belém, como Jurunas, Bengui e Tapanã, e o distrito de Icoaraci. Serão priorizados os bairros distantes dos postos de atendimento ao trabalhador, para facilitar o acesso da população a serviços oferecidos pela Seter.

Texto:
Gabriela Azevedo-Seter


Balé Folclórico abre a programação de março na Estação das Docas
O Balé Folclórico da Amazônia abriu na sexta-feira (1º) a temporada de março do projeto Por-do-Som, na Orla do Armazém 3, na Estação das Docas. O público assistiu a um espetáculo de danças e música do folclore paraense. A tradição indígena abriu a apresentação, seguida da interpretação das lendas do boto, iara e vitória régia.
Danças como lundu, siriá e o tradicional carimbó também integraram o repertório do Balé Folclórico Amazônico, com destaque para canções de compositores paraenses, como o maestro Waldemar Henrique e Rui Barata.
O publicitário Raul Kós, que estava na Estação das Docas com a família, assistiu e aprovou o espetáculo folclórico. “Ouvimos o anúncio do projeto e viemos conferir. Eu, como paraense, sinto-me muito orgulhoso em ver um projeto que zela pela nossa tradição cultural. Imagino como se sentem aqueles que vêm de outros Estados e conhecem a nossa cultura”, declarou.
O projeto Por-do-Som é uma realização do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e Organização Social Pará 2000, que administra a Estação das Docas. Na próxima sexta-feira (8), o projeto mostrará o trabalho do Grupo Paranativo, que se apresentará a partir das 18h, na orla do Armazém 3, com entrada franca.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000


Edital para ZPE de Barcarena será lançado na segunda-feira
Na próxima segunda-feira (4), a Companhia Administradora da Zona de Processamento e Exportação de Barcarena (Cazbar), vinculada à Companhia de Desenvolvimento Industrial do Pará (CDI), lançará o edital para contratação de empresa de engenharia que construirá a Zona de Processamento e Exportação de Barcarena. A obra será composta de  três blocos arquitetônicos. O investimento, de cerca de R$ 5 milhões somente na estrutura administrativa e de controle aduaneiro, visa contribuir para o crescimento das exportações no Pará.



Sagri ensinará o branqueamento do açaí a batedores da Região Metropolitana
Começam nesta segunda-feira (4), a partir das 15 horas, na sede da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), os cursos de capacitação voltados a batedores artesanais de açaí da Região Metropolitana de Belém (RMB). Serão os primeiros cursos no Estado a ensinar a esses trabalhadores a técnica de branqueamento do produto, a fim de melhorar a qualidade do produto vendido aos paraenses e a outros mercados consumidores. Eles aprenderão a manusear a máquina criada para "branquear" o fruto. “Os dois grandes desafios do Governo do Estado para incrementar a cadeia do açaí é melhorar a qualidade e aumentar a quantidade produzida no Pará. Essas iniciativas são importantes para o alcance desse objetivo”, afirma o titular da Sagri, Hildegardo Nunes.
Os cursos, que incluem boas práticas de manipulação, serão realizados com turmas diárias de até 30 participantes. As aulas serão ministradas de segunda a quinta-feira, por técnicos das secretarias Municipal de Saúde de Belém (Sesma) e de Estado de Saúde Pública (Sespa). O cronograma prossegue até o fim deste ano, para atender, inicialmente, 1.700 dos quase 3 mil batedores de açaí que trabalham na RMB. As inscrições estão sendo feitas pela Associação dos Vendedores de Açaí de Belém (Avabel), pelo telefone (91) 8873-4860.
No primeiro mês serão quatro turmas por semana, e depois, duas turmas. Posteriormente, o curso será levado ao interior do Estado, com prioridade para as regiões do Baixo Tocantins e do Marajó, que registram os maiores índices de doença de Chagas no Pará. Os participantes receberão cartilhas com instruções sobre a técnica do branqueamento e boas práticas de manipulação do fruto.
O Governo do Estado também criará um selo de qualidade a ser concedido aos produtores e batedores que participaram do curso e cumpriram as normas sanitárias, em todas as fases de manuseio do açaí.
As ações fazem parte do Programa Estadual de Qualidade do Açaí, coordenado pela Sagri, em parceria com mais 12 órgãos ligados aos setores agrícola, de saúde e de crédito. O programa marca um novo período para esse segmento da economia paraense, destinado à organização da cadeia produtiva e à transformação de produtores e batedores em pequenos empreendedores.
Branqueador - O equipamento para o branqueamento do açaí é fabricado em aço inoxidável sem emendas, para evitar acumulo de fungos. É composto por uma peneira, quatro tanques e o branqueador. No primeiro tanque é feita a lavagem dos frutos com água, no segundo com hipoclorito, e no terceiro é retirado o excesso de hipoclorito.
Nessa fase, o açaí entra no branqueador com água aquecida a 80 graus centígrados, onde permanece por 10 segundos. Em seguida, entra no quarto tanque com água fria, onde ocorre o choque térmico para eliminação dos microrganismos. Após o branqueamento, o açaí está pronto para ser batido livre de contaminação. Esse processo garante um tempo maior de conservação do açaí sem alterar o sabor.

Texto:
Tânia Monteiro-Sagri


Termômetro da doação de órgãos já está funcionando em shopping de Belém




  
Com o objetivo de sensibilizar a população sobre a importância da doação e do transplante de órgãos, a Central de Transplantes do Pará inaugurou na última sexta-feira (01), o Termômetro da Doação, no Parque Shopping Belém, na Rodovia Augusto Montenegro. O painel eletrônico mostra os números atualizados de transplantes realizados no Pará e a quantidade de pessoas qua aguardam por um órgão. A ação é uma parceria com a Faculdade Maurício de Nassau e o Conselho de Jovens Empresários da Associação Comercial do Pará (Conjove/ACP).
A inauguração do painel contou com a presença de representantes de instituições e entidades ligadas ao estímulo de transplantes e à doação de órgãos no Pará, além do secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, que destacou o esforço dos parceiros para a realização da campanha. “Nosso objetivo é ampliar a quantidade de doadores no Estado, além de aumentar o número de transplantes. O Governo do Pará sempre apoiará iniciativas em prol do fortalecimento da saúde da população”, reiterou.
Quem passar pelo centro de compras do shopping poderá interagir com o Termômetro da Doação tocando no coração pulsante, instalado no aparelho, para manifestar a vontade de ser um doador. O painel ficará no shopping até 24 de março.
Conscientização - Segundo a coordenadora da Central de Transplantes, Ana Cristina Beltrão, a meta é divulgar a campanha e mostrar o cenário dos transplantes e das doações de órgãos no Estado, além de conscientizar a população sobre a necessidade de mais doadores para suprir a demanda da lista de espera por transplante. “O objetivo é levar a ideia para o maior número de pessoas, por isso o termômetro será itinerante, e chegará a vários locais da cidade”, informou.
Ana Cristina Beltrão destacou que o Pará começará a fazer transplantes de fígado e coração ainda neste semestre. “A equipe e o hospital que realizará os transplantes já estão credenciados. Estamos aguardando apenas a regulação do Estado concluir alguns processos para a liberação dos procedimentos”, acrescentou.
De acordo com a Central de Transplantes, em 2012 foram realizados 334 transplantes de órgãos e tecidos, sendo 49 de rim, dos quais sete intervivos, e 285 de córnea. Atualmente, a fila tem 533 pessoas aguardando transplante de córnea, e 764 de rim. Neste ano já foram feitos quatro procedimentos de rim e 45 de córnea.
Para o transplantado Pedro Paulo dos Santos, 30 anos, que recebeu um rim, a campanha é fundamental para quem espera pelo transplante de órgãos no Pará. Ele acredita que a iniciativa trará mais segurança aos pacientes que fazem hemodiálise. “Após o transplante minha expectava de vida melhorou muito. Não tenho a preocupação de fazer quatro horas de diálise três vezes por semana. Faço questão de me envolver em campanhas como esta, para ajudar pessoas que hoje necessitam de transplantes”, declarou.
A programação no shopping também conta com atividades educativas desenvolvidas pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Faculdade Maurício de Nassau, Conjove, Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma), Fundação Hemopa, Associação de Renais Crônicos e Transplantados do Pará (ARCT-PA), Associação Paraense dos Amigos do Fígado (Apaf), Comissões Intra-Hospitalares de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTTs), Sociedade Brasileira de Nefrologia (SBN-PA), Hospital Ophir Loyola (HOL), Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza, clínicas oftalmológicas e equipes médicas de transplantes.

Texto:
Edna Sidou-Sespa


Estado e Prefeitura de Ananindeua consolidam parceria para obras do BRT Metropolitano






  
A Certidão de Conformidade do projeto de prolongamento da Avenida João Paulo II pela Prefeitura de Ananindeua foi assinada na tarde de sexta-feira (1), em reunião que contou com as participações de Cesar Meira, diretor geral do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM), Marilena Mácola, diretora executiva do Núcleo, e Osmar Nascimento, secretário de Saneamento e Infraestrutura de Ananindeua.
O documento consolida a parceria entre Governo do Estado e Prefeitura de Ananindeua visando a implantação da segunda etapa do sistema de mobilidade metropolitano - projeto Ação Metrópole. “Estamos muito felizes com essa parceria e faremos o que for necessário para a integração dos projetos de mobilidade urbana, que beneficiarão toda a população da Região Metropolitana. Nossa secretaria está aberta para essa união. Também estamos muito satisfeitos com a atenção que o NGTM tem nos prestado”, ressaltou Osmar Nascimento.
Cesar Meira destacou a importância da participação das prefeituras nos projetos que abrangem a Região Metropolitana, desenvolvidos pelo Estado. “Estamos vivendo um momento ímpar na Região Metropolitana com o atual cenário político. Somando os recursos, temos um montante de mais de um bilhão de reais já garantidos para trabalhar o setor de mobilidade. Tudo isso é motivo mais que suficiente para nos empenharmos na implantação do ‘Ação Metrópole’ e trabalhar de forma integrada. Dessa forma, quem sai ganhando é a população”, frisou.
Na ocasião também foi apresentado o Projeto BRT para técnicos da prefeitura, que conheceram mais detalhes da obra. “Vamos rever toda a rede de transporte de Ananindeua, Marituba e Benevides, e redefinir o sistema de transporte desses municípios de forma a integrar o BRT”, explicou o diretor de Planejamento do NGTM, Paulo Ribeiro, que fez a apresentação. O projeto de prolongamento da Avenida João Paulo II foi mostrado aos técnicos da prefeitura pelo diretor de Obras, Benevenuto Vieira.
Integração - O projeto de mobilidade urbana do Governo do Estado integrará os municípios de Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Santa Bárbara do Pará e Santa Izabel do Pará, com a implantação do Bus Rapid Transit (BRT), desde o Entroncamento, na saída da capital, até Marituba. O governo executa o “Ação Metrópole” em parceria com a Jica (Agência Internacional do Japão), que também é financiadora do projeto.
O governador Simão Jatene já garantiu R$ 320 milhões para financiamento do BRT Metropolitano com o governo japonês, em acordo assinado em Tóquio, no Japão, em 4 de setembro de 2012. O contrato de empréstimo internacional garante a execução do projeto Ação Metrópole e de outras melhorias no sistema de transporte na Região Metropolitana de Belém (RMB).
O BRT é composto por ônibus articulados, com quatro portas no lado esquerdo, que trafegarão em canaletas pela Rodovia BR-316. O projeto se enquadra no modelo ônibus troncal, com faixa exclusiva e ultrapassagem, prevendo veículos de 20 metros de comprimento, com capacidade para 200 passageiros, que elevam a capacidade dos corredores das rodovias BR-316 e Augusto Montenegro para 24 mil passageiros nas horas de pico, e 48 mil na Avenida Almirante Barroso.
Infraestrutura – O projeto para melhorar a mobilidade urbana em Belém foi iniciado em 1990, quando foram identificados os primeiros sinais de saturação no tráfego. Na época, o governo do Estado realizou estudos que resultaram na proposta de implantação de uma rede integrada de transporte público coletivo, em uma nova infraestrutura com vias alternativas ao tráfego, implantação das obras nos corredores e a gestão consorciada desse sistema.
Em 2001, a equipe elaborou o Plano Diretor de Transporte Urbano (PDTU), que demonstrou a viabilidade do BRT. Foram feitos estudos técnicos – socioeconômicos, ambientais, de fluxo de pessoas e de sinalização viária – que justificam a implantação do modelo de transporte.
O projeto Ação Metrópole prevê a gestão operacional associada dos serviços de transporte público por ônibus na RMB. “Com a integração das prefeituras, o projeto Ação Metrópole promoverá a integração física de toda a RMB. Assim como já estamos trabalhando integrados com a Prefeitura de Belém,  a apresentação dos projetos ao secretário e ao corpo técnico da Secretaria de Infraestrutura de Ananindeua dá início à participação efetiva da Prefeitura de Ananindeua nas discussões técnicas de assuntos de caráter metropolitano, como é o caso dos transportes”, frisou Marilena Mácola.

Texto:
Manuela Viana-Ação Metrópole


Governo investe R$ 150 milhões na construção de 26 pontes no interior do Pará


Com um investimento de quase R$ 150 milhões, o Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), está construindo 26 pontes no interior, a fim de melhorar a malha rodoviária estadual. Quatro pontes são consideradas essenciais para a economia paraense, por estarem em rodovias que interligam várias regiões do Estado.
Em dezembro próximo deverá ser entregue a ponte sobre o Rio Curuá, entre os municípios de Alenquer e Óbidos, no Baixo Amazonas, ao longo da PA-254, com 360 metros de extensão.
Sobre o Rio Mojuzinho está sendo construída a ponte que liga as rodovias PA-263 e PA-150, beneficiando os municípios de Goianésia do Pará e Tucuruí. A ponte tem 161 metros, e deverá ser concluída em maio.
No nordeste do Estado, a ponte sobre o Rio Capim interligará a PA-252 e a BR-010 (Belém-Brasília), entre os municípios de Mãe do Rio e Concórdia do Pará. Com 560 metros, a ponte deverá ser concluída em dezembro de 2014.
A ponte sobre o Rio Miri, na PA-151, começará a ser construída em abril deste ano, com previsão de conclusão em dezembro do próximo ano. A obra, com 569 metros de extensão, ligará os municípios de Igarapé-Miri e Cametá.
Melhoria no tráfego - Segundo o secretário de Estado de Transportes, Eduardo Carneiro, as pontes substituirão as antigas pontes de madeira e as travessias feitas por barcos, melhorando o tráfego entre as regiões, com a diminuição do custo e do tempo de viagem.
“Todas essas pontes serão construídas em estradas já pavimentadas e, com certeza, facilitarão o tráfego de veículos. Estamos optando pelas pontes de concreto, mas existem algumas situações em que o vigamento pode ser metálico com a infraestrutura em concreto”, explica o secretário.
Mais 22 pontes, com extensões que variam de 10 a 90 metros, deverão ser concluídas neste ano. Deste cronograma constam a ponte sobre o Rio Carrapatinho II, Igarapé Canoas e Rio Cutitinga, na PA-102; sobre os rios Breique, Povoado, Piriá e Menudo, na PA-125, na região do município de Paragominas; sobre o Igarapé Itá e Rio Caraparu, na PA-140, interligando os municípios de Santa Izabel do Pará e Bujaru; sobre os igarapés Urumansal e Acapu, na PA-151; Igarapé Guajará de Beja e Rio Arapiranga, na PA-409; Rio Arraia, na PA-287; Rio Guamá, na PA-124, que vai melhorar o acesso do município de Capitão Poço à localidade Boca Nova; Rio Livramento, na PA-242, facilitando o tráfego até o município de Nova Timboteua, e as pontes sobre os rios Capanema e Peixe-Boi, ambas na PA-242, interligando os municípios de Peixe-Boi e Capanema.

Texto:
Pablo Almeida-Secom


Feiras vão expor no Hangar artesanato do Pará e de 20 países
Em comemoração ao Dia do Artesão - 19 de Março -, a Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Seter) realizará a Feira em Homenagem ao Artesão, de 16 a 24 de março, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. O evento acontecerá paralelamente à Feira do Artesanato Mundial (FAM), que trará a Belém artesãos de 23 municípios paraenses, de 18 Estados e 20 países - mais de 300 profissionais, que irão expor e comercializar cerca de 20 mil peças artesanais.
As duas feiras visam incentivar e promover a produção artesanal como estratégia de divulgação cultural, geração de emprego e renda e educação ambiental. Os organizadores preparam uma programação cultural, com shows de artistas regionais e oficinas lúdicas destinadas ao público infantil, ministradas por instrutores da Fundação Curro Velho.
Segundo o titular da Seter, Celso Sabino, a Feira em Homenagem ao Artesão dará continuidade ao resultado positivo obtido em evento semelhante realizado em 2012. “Ano passado fizemos a I Feira Estadual do Artesanato e vimos o quanto isso foi bom para os nossos artesãos, que fizeram negócios e ganharam visibilidade. Agora vamos fazer essa edição especial do evento, e em agosto teremos a II Feira do Artesanato Paraense”, informou.
Divulgação - A Feira em Homenagem ao Artesão, que deve movimentar R$ 200 mil em vendas diretas, é mais uma oportunidade para mostrar ao público as várias tipologias do artesanato paraense, além da diversidade cultural do Brasil e de outros países. O evento deverá constar do calendário nacional de feiras.
A Feira do Artesanato Mundial é reconhecida por artesãos de todo o Brasil como um espaço para apresentar as inovações do setor. Em Belém, o evento conta com a parceria do Governo do Pará, por meio da Seter, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PA) e da empresa Charp Eventos.
O dia 19 de março foi escolhido como Dia do Artesão em alusão a São José, reverenciado nesta data, considerado o santo padroeiro dos profissionais que desenvolvem o trabalho artesanal.

Texto:
Gabriela Azevedo-Seter



Helenilson Pontes entregará a Taça Cidade de Belém ao vencedor do RE x PA
O primeiro turno do Campeonato Paraense será decidido em mais um RE x PA, o segundo do ano, que deve levar cerca de 40 mil pessoas ao Estádio Olímpico do Pará, o "Mangueirão",  na tarde deste domingo (3). O vencedor do maior clássico do futebol regional receberá a Taça Cidade de Belém, que será entregue pelo governador do Estado em exercício, Helenilson Pontes.
Também assistirão à disputa entre os times do Remo e do Paysandu o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Marcos Eiró, e o presidente da Federação de Futebol Paraense, Antonio Carlos Lima. Equipes da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) concluirão na manhã deste sábado (2) a limpeza e os últimos detalhes na preparação do estádio para o jogo, que começará às 16h.
Para evitar tumultos, a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) atuará novamente com o mesmo esquema  do último jogo entre Remo e Paysandu, mobilizando cerca de 1.400 policiais militares, incluindo homens do Corpo de Bombeiros, e agentes do Departamento de Trânsito (Detran).

No RE x PA do último dia 24, o Sistema de Segurança Pública agiu principalmente de forma preventiva, para evitar as cenas de violência ocorridas no primeiro jogo entre os dois times, no dia 26 de janeiro. O resultado do esquema especial de segurança foi considerado positivo pelos gestores dos órgãos envolvidos.
O troféu que será entregue ao campeão paraense do 1º turno foi idealizado pelo artesão Ademir Lobato Carmin. O vencedor levará para sua galeria a Taça Cidade de Belém, que pesa 20 quilos e tem 70 cm de altura e 35 cm na largura.

Texto:
Pablo Almeida-Secom


Polícia Civil muda titulares das diretorias Metropolitana e de Administração
Servidores da Polícia Civil participaram nesta sexta-feira (1º) da cerimônia de transmissão do cargo de diretor de Polícia Metropolitana, no auditório da Delegacia Geral, em Belém. A delegada Ione Coelho assumiu a função, substituindo o delegado Roberto Teixeira de Almeida, que agora responde pela Diretoria de Administração.
Com mais de 20 anos de carreira policial, Ione Coelho esteve à frente da Diretoria de Polícia Metropolitana (DPM) durante mais de um ano, no atual governo. Em 2012, ela deixou a função para se dedicar à instalação do Grupo Especial de Investigação e Combate a Crimes Múltiplos (Gecrim), da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).
Durante mais de um ano, a delegada atuou em investigações de homicídios na nova Delegacia de Homicídios, em Ananindeua, onde foi diretora. Agora, após participar da instsalação do Gecrim e da nova Delegacia de Homicídios, ela retorna ao comando da DPM, responsável em coordenar as delegacias na Região Metropolitana de Belém.
Com 22 anos de carreira, Roberto Teixeira de Almeida assume, pela quarta vez, um cargo de direção na administração superior da Polícia Civil, na qual já foi diretor de Polícia do Interior e corregedor geral. Foi ele o fundador da Delegacia de Conflitos Agrários do Pará.
Roberto Teixeira de Almeida fez um balanço de realizações, durante mais um ano à frente da DPM. Entre os resultados, destaca o policial civil, está a criação da ronda nas delegacias, para acompanhar o funcionamento das unidades, nos horários noturnos e fins de semana; deu uma nova roupagem à função de delegado itinerante; atuou, em parceria com a Academia da Polícia Civil, para qualificar investigadores e motoristas policiais a registrar boletins de ocorrências, entre outras realizações.
Ao reassumir a função, Ione Coelho enfatizou que, na Delegacia Geral, vai atuar, cada vez mais, para a melhoria dos serviços prestados à população. “Não tenho medo de desafios”, salientou. O delegado geral, Rilmar Firmino, enfatizou algumas realizações, em dois anos de gestão, que melhoraram os serviços prestados nas delegacias, como a retirada de presos de Justiças das unidades policiais, na Grande Belém, que era um anseio de anos da categoria, e a reforma e ampliação, com reaparelhamento de delegacias e seccionais, em todo Estado.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil






Unidade de Observação quer recuperar áreas degradadas em Peixe-Boi
Demonstrar técnicas para recuperação de áreas degradadas é o objetivo da Unidade de Observação que a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) implementou no município de Peixe-Boi, no nordeste do Estado, na propriedade do agricultor familiar Jaime Herculano. A unidade funciona em uma área com mais de um hectare, anteriormente ocupada com pasto.
A Unidade de Observação, implementada em parceria com a Prefeitura de Peixe-Boi, foi dividida em duas áreas de produção, uma para o cultivo de milho em consórcio com capim braquiarão, e a outra para receber a leguminosa conhecida como “feijão de porco”.
O objetivo é utilizar parte do milho produzido para comercialização, a fim de cobrir as despesas com o capim, enquanto a leguminosa será usada para melhorar a qualidade do solo. O milho começa a ser colhido a partir do terceiro mês do plantio.
A expectativa com a Unidade de Observação é aumentar em até 100% a produtividade nas áreas agrícolas. No município, segundo dados da Emater, pelo menos metade das propriedades rurais tem áreas em fase de degradação, pois a maioria dos espaços já foi ou está sendo utilizada na pecuária.
Segundo Cleto Tela, técnico em Agropecuária da Emater, o desenvolvimento da unidade também se deve à grande necessidade do município em recuperar áreas produtivas. “A tecnologia que utilizamos na unidade está adaptada à condição do agricultor familiar”, informou.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Licenciamento ambiental para atividade aquícola será normatizado
Técnicos das secretarias de Estado de Meio Ambiente (Sema), de Pesca e Aquicultura (Sepaq) e de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), além do Ministério da Pesca e Aquicultura, reuniram-se durante o mês de fevereiro para a elaboração da minuta de uma Instrução Normativa (IN) que vai reger o licenciamento ambiental de atividades aquícolas do Pará. O titular da Sepaq, Henrique Sawaki, abriu a reunião.
No encontro, foram avaliadas as exigências para outorga, isenção da taxa de pagamento da licença e a possibilidade de carta consulta obrigatória para viveiros escavados com áreas inundadas superiores a 50 hectares.
As discussões levaram em consideração quando o próprio aquicultor pode fazer o monitoramento do seu espaço, desde que comprove metodologia e equipamentos, tecnicamente adequados. Foi acordado também que os empreendimentos serão tratados na minuta como pequeno, médio e de grande porte.
A reunião seguiu com a análise em que o produtor terá de descrever a situação geográfica da área do empreendimento quanto à presença de unidades de conservação estaduais ou federais, assentamentos, acidente geográfico conhecido, estimativa do total de Área de Preservação Permanente (APP) e de Reserva Legal existentes na propriedade – informações técnicas importantes para análise geral do processo.
Novos encontros entre os órgãos públicos devem ocorrem para checar as possibilidades de desenvolvimento da atividade e normatização da produção aquicola no Pará.

Texto:
Káthia Oliveira-Sema



Uredipe terá programação especial alusiva ao Dia Internacional da Mulher
A Unidade de Referência em Doenças Infecciosas e Parasitárias Especiais (Uredipe) promoverá, entre os dias 4 e 8 de março, uma programação especial em alusão ao Dia Internacional da Mulher. O evento será destinado aos servidores e usuários da unidade.
A programação inclui atividades físicas, como ginástica laboral, além de exibição de filmes e realização de oficinas e palestras sobre o uso de preservativo feminino. Os participantes também receberão orientações sobre saúde e alimentação saudável.
A Uredipe presta atendimento especializado em Infectologia a portadores de HIV/Aids, com apoio de uma equipe multidisciplinar qualificada, composta por médicos, enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, nutricionistas e outros profissionais de áreas afins. Diariamente, a unidade realiza consultas e exames especializados e laboratoriais.
Em 2012 foram feitos 2.963 testes anti-HIV e 16.415 acompanhamentos de pacientes cadastrados no Serviço Ambulatorial Especializado da unidade, que funciona de segunda a quinta-feira, das 7 às 19h.

Texto:
Edna Sidou-Sespa


Representantes da sociedade tomam posse no Conselho de Assistência Social
Os representantes das nove instituições eleitas para representar a sociedade civil no Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) tomaram posse nesta sexta-feira (1º), em cerimônia realizada no auditório da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas). Os novos conselheiros foram nomeados pelo governador Simão Jatene, no último dia  21 de fevereiro, e agora compõem a entidade ao lado dos nove representantes do Governo do Estado, para o biênio 2013/2015.
O Ceas é um órgão de instância colegiada, de caráter permanente e deliberativo, com representação paritária entre governo e sociedade civil. Ao Conselho compete aprovar a Política Estadual de Assistência Social, e avaliar e fiscalizar os serviços de assistência social prestados pelos órgãos governamentais e não governamentais do Estado. Também é responsável pela análise das condições de acesso da população a esses serviços, e por indicar as medidas pertinentes à correção de exclusões constatadas.
Segundo o secretário de Estado de Assistência Social, Heitor Pinheiro, entre as missões dos novos conselheiros está a apresentação de propostas, críticas e sugestões, a fim de promover o aprimoramento das diretrizes do Sistema Único de Assistência Social (Suas). “Este Conselho é um espaço democrático, que tem como diretriz escutar todas as opiniões. Sem a participação e o controle social seu aperfeiçoamento estaria comprometido, porque não se faz políticas públicas sociais sem ouvir as pessoas que vivem o dia a dia da população nos municípios, nos bairros e nas comunidades”, destacou.
A ex-presidente do Ceas, Maura Edwiges, ressaltou a importância do controle social na construção de políticas públicas. Segundo a promotora de Justiça Leane Fiúza de Melo, “o Ministério Público está em processo de discussão e reestruturação para avançar e atuar de forma mais eficaz na luta pela defesa e tutela dos direitos da população”. Para o secretário de Estado de Educação, Cláudio Ribeiro, “não tem como prescindir educação de controle social, pois a participação da sociedade civil é fundamental na construção de políticas voltadas principalmente para a educação”.
Logo após a cerimônia de posse, os novos conselheiros se reuniram para eleger a nova diretoria do Ceas. Em votação aberta, Heitor Pinheiro foi eleito para presidir a entidade no biênio 2013/2015. Antônia Trindade, da Associação de Mulheres do Pará, assumirá a vice-presidência.
Também participaram da cerimônia a presidente da Companhia de Habitação do Pará, Noêmia Jacob, e o chefe do Núcleo de Articulação Social do Estado, representando a Casa Civil da Governadoria, Jair Pinto.
Membros do Ceas - As novas entidades não governamentais que integram o Conselho são a Associação de Pais e Amigos de Excepcionais (Apae), Associação de Mulheres do Pará (Amepa) e Federação dos Aposentados e Pensionistas do Estado do Pará (Faapa). Foram reeleitas a Associação Paraense de Portadores de Deficiência (APPD), Instituto Felipe Smaldone, Federação dos Centros Comunitários e Associações de Moradores do Estado do Pará (Fecampa), Federação de Mulheres do Estado do Pará (Femepa), Conselho Regional de Serviço Social (Cress) e Conselho Regional de Psicologia (CRP).
Os representantes governamentais são as Secretarias de Estado de Assistência Social (Seas), de Saúde Pública (Sespa), de Cultura (Secult), de Educação (Seduc), de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof) e de Agricultura (Sagri), e a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e Companhia de Habitação do Pará (Cohab).

Texto:
Inara Soares-Seas



Suriname participa da Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal
A consulesa do Suriname em Belém, Claudia Irene Zectuik, confirmou nesta sexta-feira (1º) a participação do país na Feira da Agricultura Familiar da Amazônia Legal (Agrifal) deste ano, repetindo a parceria do ano passado. A diretoria executiva da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado (Emater), que recebeu a autoridade, comemorou a decisão. “O evento será um sucesso”, disse o presidente da Emater em exercício, Humberto Reale Filho.
Durante os três dias de feira, de 3 a 5 de julho, os visitantes terão a oportunidade de conhecer um pouco mais da cultura surinamesa. Também ficou acordado, durante a reunião, que há a possibilidade de um grupo folclórico do país se apresentar na Agrifal. “Vamos conversando para podermos afinar os detalhes, mas estamos muito felizes com o convite. Queremos trazer um grupo misto para a apresentação, que consiga mostrar a diversidade cultural do nosso país”, destacou a consulesa.
Para o coordenador geral da Feira, o engenheiro florestal da Emater Sinval Paiva, todo o espaço retratará a vida rural. “O visitante poderá vivenciar as ações diárias dos produtores atendidos pela Emater no campo, e o agricultor terá a chance de ver o valor da sua produção para o desenvolvimento do país”, destacou.
Outro ponto do encontro foi o intercâmbio entre os técnicos paraenses e surinameses. A intenção é que, ainda este ano, profissionais da Emater viajem para o Suriname, para proporcionar a troca de experiências voltadas para a assistência técnica e extensão rural. “Precisamos encurtar os laços. O embaixador do Suriname no Brasil, Marlon Hoesein, também já sinalizou positivamente, agora só precisamos ajustar os detalhes”, afirmou Claudia Zectuik. A previsão é que, já durante a Agrifal, técnicos do Suriname participem da feira, em julho, e a ida ao país deve ocorrer até novembro próximo.

Texto:
Kenny Teixeira-Emater


Exposição na Estação das Docas segue aberta até domingo, 3
Por conta do sucesso, a exposição "Belém da Memória" segue aberta até este domingo, 3, na Estação das Docas. A mostra, lançada em comemoração pelos 397 anos de Belém, conta através de 35 imagens e textos, a história da capital paraense. A exposição pode ser conferida a partir das 10h, no Armazém 2 do complexo turístico. A entrada é gratuita. "Belém da Memória" é uma realização da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) em parceria com a Organização Social Pará 2000, em parceria com o Núcleo Cultural Casa da Memória, da Universidade da Amazônia (Unama).



Ceasa e Funpapa farão o mapeamento da frequência de crianças e adolescentes na Ceasa
Com o objetivo de combater o fluxo de crianças e adolescente na área da Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) em condições de vulnerabilidade, a Ceasa recebeu na manhã desta sexta-feira, 1º, a presidente da Fundação Papa João XXIII (Funpapa), Nilda Paula, e sua equipe técnica para dar continuidade às parcerias firmadas para solucionar a o problema. O primeiro passo será fazer o mapeamento da frequência dos menores no local.
Na reunião foi feita uma explanação das situações vivenciadas diariamente na Central, para que a equipe da Funpapa sugerisse de que maneira poderá atuar para ajudar. De acordo com o diretor Administrativo da Ceasa, Paulo Bezerra, esta ação já vem sendo pensada há alguns meses, e agora a ideia é pôr em prática. “Fomos ao encontro da Funpapa para que eles possam nos ajudar a diagnosticar as situações críticas que envolvem crianças e adolescente na Central, principalmente no período da madrugada, que é o horário de maior fluxo” relata.
De acordo com a presidente da Funpapa, Nilda Paula, a ideia é fazer um plano de ação de combate junto aos demais órgãos que fazem parte do sistema de garantia de diretos dessas crianças e jovens. “A priori, nossa equipe fará um levantamento na área para verificar a incidência dessas crianças e adolescentes e a partir dai é que nós vamos montar uma estratégia e traçar um período para colocar em prática este plano de ação de combate, que contará com esta rede assistencial de proteção” ressalta a presidente da Funpapa.
De acordo com Paulo Bezerra, a expectativa da Ceasa é que após este mapeamento seja feito o direcionamento adequado das situações encontradas e, a partir daí, posto em prática o plano de ação de combate para reduzir esse problema social dentro da Ceasa. “O trabalho é árduo, mas sabemos de sua importância, continuaremos em busca de outros parceiros, para compor esta força tarefa. A ideia não é somente proibir o tráfego desses menores dentro da Ceasa e sim dar continuidade assistencial para que essas crianças sejam atendidas e amparadas de acordo com a lei” explica.

Texto:
Izabelle de Mesquita-Ceasa


Mais de 50 servidores são habilitados para sistema E-Protocolo
Foi encerrado nesta sexta-feira (1º), o treinamento do sistema E-Protocolo, prestado pela Secretaria de Estado de Administração (Sead), através da Diretoria de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Serviços Logísticos (DGL). O curso teve início no dia 25 de fevereiro e 56 gestores de diversos órgãos do governo foram habilitados no uso e controle do sistema, que é responsável pelo registro de documentos oficiais do Estado do Pará. Um novo treinamento está previsto para acontecer no período de 18 a 22 de março, na Sead. O curso será voltado para novos usuários e aqueles servidores que já participaram, mas desejam rever ou relembrar alguns conceitos da plataforma.
Durante a semana, vários temas foram abordados, como solicitações de cadastro de usuário, atualização de organograma, definição dos setores de mini-protocolos e mudanças de perfil, lotação, ou senha revogada. Ao todo, 37 órgãos participaram do treinamento ao longo da semana, que aconteceu no auditório da Sead, Algecira Rodrigues Nobre. De acordo com o ministrante do curso e gestor do sistema E-Protocolo/Sead, Roberto Galúcio, cada gestor é responsável por filtrar, acompanhar e encaminhar as solicitações de todas as demandas do seu respectivo órgão no sistema E-Protocolo para a secretaria de administração.



Cheque Moradia abre inscrições para servidores da Seduc
Servidores efetivos (ativos ou inativos) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) que desejam construir ou reformar seu imóvel com o auxílio do Cheque Moradia poderão se inscrever no período de 4 março a 30 de abril para a edição 2013 do programa. Neste primeiro momento, as inscrições atenderão os servidores que residam na Região Metropolitana de Belém e que estejam dentro dos critérios estabelecidos.
Para se inscrever, o servidor deverá ligar para um dos 6 polos disponibilizados pela secretaria e agendar data e horário. Após o agendamento, o servidor levará todos os documentos exigidos, em original e cópia, para efetivar a inscrição. Entre os critérios para a inscrição estão o fato do servidor nunca ter recebido o Cheque Moradia em anos anteriores (nesta ou em outra secretaria), ter renda bruta familiar de até três salários mínimos (somados com todos os que habitam a residência) e ter condições de custear o serviço de mão de obra.
O Cheque Moradia é um programa desenvolvido pelo Governo do Estado, gerenciado pela Companhia de Habitação do Estado do Pará (Cohab), e realizado em parceria com as secretarias estaduais. Trata-se de um programa de transferência direta de renda, cujo objetivo é combater a pobreza e as desigualdades sociais no atendimento da parcela excluída da sociedade, que dificilmente teria acesso à moradia. Contribui também para movimentar a economia do Estado com o aumento das vendas de materiais de construção, como também possibilita a criação de novos empregos e ocupações através da construção civil.
Desde 2003, quando foi criado, somente na Seduc, o Cheque já beneficiou mais de 7,5 mil servidores em 48 municípios, totalizando um investimento aproximado de R$ 20 milhões. O valor para cada servidor é diferenciado e disponibilizado conforme a necessidade dos serviços. Segundo a coordenadora do Cheque Moradia na Seduc, Érika Monteiro, o programa visa, além de promover o acesso à moradia, “garantir melhorias na qualidade de vida aumentando a autoestima do servidor”.
Locais de Inscrição:
Belém
Secretaria de Estado de Educação (Seduc)
Endereço: Rodovia Augusto Montenegro, KM 10
Setor: Cheque Moradia- Térreo
Telefones: (91) 3201-5076/ 3201-5138

Ananindeua
Use 14: Escola Raymundo Vera Cruz
Endereço: Rodovia BR-316, KM-08- Centro
Telefone: (91) 3255-1591/ 9626-4884/8171-8928

Use 15: Escola Luiz Nunes Direito
Endereço: Conj. Cidade Nova IV WE-36
Telefone: (91) 3263-8188

Mosqueiro/Santa Bárbara
Use 19: Escola Inglês de Souza
Endereço: Rua Tenente Coronel José do Ó, Vila
Telefone: (91) 3771-2878/8747-7536

Benevides/ Marituba
Use 20: Escola Juscelino Kubstschek de Oliveira
Endereço: Rodovia BR-316, KM 18- Marituba
Telefone: (91) 3292-2353/8810-2030

Santa Izabel
Ure 11: Escola Antônio Lemos
Endereço: Av. Antônio Lemos, 1652
Telefone: (91) 3744-1592/9164-3819/8816-7836

Texto:
Fabiana Batista-Seduc


Mudança na assessoria de comunicação da Polícia Civil
A partir desta sexta-feira, 1º, até o próximo dia 31, a delegada Marlise Tourão estará à frente da assessoria de comunicação da Polícia Civil do Estado do Pará. Ela assumirá temporariamente as funções desempenhadas pela jornalista Aycha Nunes, que estará de férias neste período. Sendo assim, todas as solicitações de entrevistas, matérias e notas a respeito da instituição devem ser feitas diretamente para a delegada. O telefone da delegada Marlise Tourão é 8802-4543, as demandas também podem ser encaminhadas através dos e-mails: ascom@policiacivil.pa.gov.br e imprensa@policiacivil.pa.gov.br


Cosanpa realiza novas ações de fiscalização em lava-jatos
A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) fez novas vistorias na manhã desta sexta-feira, 1, em dois lava-jatos da capital, localizados no bairro do Jurunas. O objetivo da ação de hoje era notificar os locais previamente identificados pelo uso irregular da água fornecida pela concessionária, que não pode ser utilizada para a lavagem de veículos. No primeiro a equipe técnica foi proibida de entrar e no segundo os funcionários abandonaram o local ao perceber a chegada da equipe de fiscalização.
Desde fevereiro deste ano 104 lava-jatos foram identificados como irregulares em vinte bairros da Região Metropolitana atendidos pela Unidade Sul da Cosanpa, localizada no bairro da Cremação. Deste total, 57 já foram notificados. Norma Costa, coordenadora da Unidade Sul, explica que esta segunda vistoria realizada hoje tem o objetivo de entregar as notificações e que se novamente os estabelecimentos incorrerem na irregularidade as sanções serão maiores. “Hoje os proprietários serão notificados extrajudicialmente e será feita a supressão do ramal de água da Cosanpa que abastece estes lava-jatos, ou seja, a água será cortada e só será religada quando o local se regularizar. Ainda fazemos ao final da ação o boletim de ocorrência para registrar o que aconteceu nas vistorias e quais foram as irregularidades identificadas”, explicou a coordenadora.
O proprietário do “Tora Motosport”, localizado na Rua Fernando Guilhon, esquina com a travessa Apinagés, primeiro lava-jato a ser fiscalizado, chegou enquanto os funcionários da Cosanpa perfuravam a calçada em busca dos ramais de água identificados pelo uso irregular. Daniel Lima afirmou que em seu estabelecimento não é utilizada água da Cosanpa e, sim, um poço artesiano com profundidade de 42 metros, cuja água seria usada na lavagem dos carros e motos. Contudo, ele não permitiu a entrada dos técnicos da Cosanpa no local.
Edno Santos, agente administrativo, afirmou que em visita prévia ao estabelecimento foi identificado o uso de água da Cosanpa para lavagem de carros. “Estivemos aqui anteriormente para fazer a análise da água das torneiras deste local e comprovamos que é a da Cosanpa. Hoje estamos aqui para efetuar o corte e notificar a empresa caso consigamos encontrar o ramal que está sendo utilizado pelo estabelecimento, o que não é um trabalho fácil, embora necessário para comprovar o sinistro”, destacou o agente.
Até o final da manhã os funcionários da Cosanpa já haviam perfurado três pontos distintos nas calçadas do entorno do lava-jato e ainda procuravam o ramal. “Caso o proprietário cooperasse conosco não haveria necessidade desta ação. Infelizmente precisamos agir assim para cumprir a lei.”, afirmou Edno. Os buracos abertos foram imediatamente fechados pelos funcionários da Cosanpa durante a ação.
No segundo lava-jato, localizado na Rua São Miguel, entre travessa Tupinambás e rua Roberto Camelier, dois taxis haviam acabado de ser lavados quando a equipe da Cosanpa chegou. O rapaz que efetuava o serviço abandonou o local e os funcionários não demoraram para encontrar o ramal de água usado de forma irregular. “Este estabelecimento deve mais de R$ 11 mil para a Cosanpa. Não é a primeira vez que fazemos o corte e provavelmente não será a última, pois o trabalho aqui é contínuo. Agora eles serão novamente notificados e nós vamos aguardar que o proprietário vá até a Unidade para chegarmos a um consenso”, disse Edno.
Silvana, que mora bem em frente ao lava-jato afirma que o problema de falta d’água naquele quarteirão é constante. “Duas vezes por semana ficamos sem água por pelo menos duas horas aqui na rua. Ainda ontem ficamos o dia inteiro sem água aqui em casa. Eu não sabia que o uso irregular também era responsável por esses problemas. É uma pena que isso aconteça, é ruim ver o meu vizinho perdendo o ganha-pão da família, mas ao mesmo tempo isso prejudica a nossa comunidade”, comentou.
O uso irregular da água fornecida pela Cosanpa é proibido. Além de onerar o Estado ainda é um dos fatores responsáveis pela falha na distribuição de água à população. Segundo Norma Costa, o volume de água produzido pela companhia seria suficiente para a população da Região Metropolitana de Belém, caso situações como essa não ocorressem. “O uso irregular e o desperdício de água são alguns dos motivos da falta de água na RMB. Isso traz muitos problemas para a população, que deve ficar atenta e também assumir a missão de ser mais responsável durante o consumo. Desta forma poderíamos diminuir os problemas de distribuição”, alerta.

Texto:
Julia Garcia-Secom


Mudanças na transmissão do Re x Pa deste domingo
A Secretaria de Esporte e Lazer (Seel) informa a todos os jornais que farão a cobertura do jogo entre Remo e Paysandu neste domingo (3), não serão instalados nas cabines de imprensa e sim na Tribuna Desportiva. Além disso, em virtude da adequação da vice-governadoria à cabine "08", a equipe da ORM passa a ocupar a cabine "07". Solicitamos ao suporte técnico da equipe fazer a mudança de cabeamento da cabine "08" para a "07". 

Domingo é dia de RexPa na Cultura
A final do primeiro turno do Campeonato Paraense de Futebol terá transmissão ao vivo pela Cultura Rede de Comunicação. TV, Rádio e Portal Cultura acompanham todos os lances do jogo Remo x Paysandu, que acontece no próximo domingo, às 16h, no Estádio Olímpíco do Pará. Os ingressos já estão sendo vendidos, mas quem não puder ir ao estádio, terá a chance de acompanhar tudo ao vivo com qualidade digital. A partida vale a Taça Cidade de Belém.
Cerca de 50 profissionais da TV estarão envolvidos com a cobertura do jogo, entre repórteres, cinegrafistas, auxiliares e técnicos. Às 14h45 entra no ar o programa Meio de Campo, apresentado por Raul Bentes e Ana Paula Bezerra. Com direção de Gilson Faria, o programa será transmitido direto do Mangueirão e terá como convidados os ex-jogadores Pedrinho Lima e Edil, além do locutor esportivo Jaime Bastos, famoso por suas narrações entre as décadas de 70 e 80.
O editor Gilson Faria explica que também será abordada a questão da segurança nos jogos, a partir das recentes medidas adotadas pelas polícias Civil e Militar em parceria com o Ministério Público. "São medidas muito eficazes. Para este jogo, por exemplo, uma das novidades é o fechamento dos portões meia hora após o início da partida. Com essa medida, os policiais que ficam na entrada do estádio poderão reforçar a segurança nas arquibancadas", comenta. A transmissão do Re x Pa pela TV Cultura começa às 15h45.
RÁDIO
Durante toda a semana a Rádio Cultura FM (93.7) veiculou matérias especiais sobre os dois principais times paraenses. No domingo a cobertura começa cedo, às 10h, com flashes ao vivo sobre a venda de ingressos, a movimentação das torcidas e as alterações no trânsito, com reportagens de Alexandre Santos, Manoel Alves, Bruno Barbosa e Marcos Aleixo. O jogo terá narração de Carlos Reis e comentários de Edson Matoso e Saulo Zaire. A transmissão será compartilhada pela Rádio Nacional da Amazônia, emissora que opera em ondas curtas para a região amazônica, com cobertura de mais da metade do território nacional.
PORTAL
O Portal Cultura transmite o Campeonato Paraense de Futebol com apoio da Prodepa, o que garante o acesso aos torcedores que não moram no Estado. Nos dias de jogos, principalmente nas decisões, o portal recebe mensagens de internautas de todo o Brasil e até do exterior. Quem estiver fora do Pará pode acompanhar tudo pelo Portal Cultura (www.portalcultura.com.br) e também pelo Portal da Empresa Brasil de Comunicação (www.ebc.com.br).
Serviço: Transmissão do Re x Pa pela Cultura Rede de Comunicação. Neste domingo, a partir de 10h, com flashes ao vivo na Cultura FM (93.7) e programas ao vivo na TV Cultura Digital (2.1) a partir de 14h45. Quem está fora do Estado pode acompanhar o jogo pelo Portal Cultura (www.portalcultura.com.br) ou ainda pelo Portal EBC (www.ebc.com.br).

Texto:
Márcia Carvalho-Cultura Rede de Comunicação


Hemopa faz campanha na Igreja de Nossa Senhora de Perpétuo Socorro
Nesta terça-feira, 5, a Fundação Hemopa estará realizando campanha externa de doação de sangue e cadastro de medula óssea, de 9h às 20h, na igreja de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, localizada na rodovia Arthur Bernardes, 459 – Telégrafo. A expectativa é pelo comparecimento de 80 doadores.


Grupo de trabalho de modernização da fiscalização se reunirá em Belém
O Grupo de Trabalho de Modernização da Fiscalização, que congrega os estados brasileiros e o Distrito Federal, fará reunião nos dias 5 e 6 de março, em Belém. A Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa) vai sediar o encontro, que deve reunir cerca de 30 servidores estaduais da área de fiscalização. O Grupo de trabalho foi formado no âmbito do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), com o objetivo de integrar os Fiscos e permitir o maior compartilhamento de informações. Serão apresentados e discutidos projetos em andamento na área da fiscalização de mercadorias. O titular da Sefa em exercício, Nilo Noronha, e o diretor de Fiscalização da Sefa, Célio Cal, estarão disponíveis para falar sobre o encontro, que se inicia no dia 5, às 14 horas, na sala de reunião da secretaria, e encerra-se no dia 6.


Linha demarcatória entre os municípios de Oriximiná e Terra Santa é oficializada
A linha demarcatória parcial entre os municípios de Terra Santa e Oriximiná, ambos no oeste do Pará, foi oficializada nesta quinta-feira, 28, via decreto assinado pelo governador em exercício Helenilson Pontes. A iniciativa trará enormes benefícios aos municípios, pela aferição de renda proveniente da exploração de recursos minerais existentes na região.
O titular do Instituto de Terras do Pará (Iterpa), Carlos Lamarão, explica que a área demarcada fica na faixa de terra conhecida como “Platô Bela Cruz”, localizado na Floresta Nacional Saracá-Taquera e com uma reserva de bauxita de cerca de 103 milhões de toneladas de minério. “Com essa demarcação, haverá uma precisão de limites, o que antes, quando não existia o traçado, causava mal estar na relação entre os dois municípios, porque impedia a partilha da receita gerada pela Compensação Financeira pela Exploração de Recursos Minerais - CFEM”, diz Lamarão.
Dados do CFEM mostram que Oriximiná arrecada mensalmente, de royalties, um valor médio de R$ 1,2 milhão. No ano passado, a arrecadação da CFEM ficou em torno de R$ 13 milhões e a expectativa é de alcançar este ano o patamar de R$ 15 milhões. Lamarão ressalta que o trabalho de demarcação foi realizado pelo Iterpa no início do ano passado e todos os resultados foram aprovados pelos respectivos gestores municipais.
A atuação do Iterpa limitou-se a fixar em campo os marcos delimitativos dos limites territoriais dos dois municípios interessados, com fundamento na legislação que instituiu suas bases físicas. O instituto também deverá fornecer aos dois municípios interessados cópia integral das peças técnicas referentes aos trabalhos realizados no local, inclusive do memorial descritivo e mapa de localização.

Texto:
Bruna Campos-Secom


Comércio Exterior ganha item no Manual de Atendimento da Fazenda
A Secretaria Estadual da Fazenda (Sefa) disponibilizou no Manual de Atendimento ao Contribuinte, no site da secretaria na internet, uma pasta com informações sobre Comércio Exterior. “Agora, o contribuinte acessa todas as informações num só lugar, com comodidade, e tendo inclusive outros links que poderá usar”, explica o titular da Coordenação de Portos e Aeroportos, Altino Sampaio.
Na área está disponível o Manual da Declaração de Informações Econômico Fiscais (Dief) Comércio Exterior. E também o modelo da Guia para Liberação de Mercadoria Estrangeira sem Comprovação de Recolhimento do ICMS (GLME). Outro serviço, chamado Importação de Bens ou Mercadorias, previsto no Regulamento do ICMS de 2001 e que sofreu alterações em 2008, foi acrescentado ao Manual de atendimento. “Com a criação da nova pasta, disponibilizamos as informações necessárias aos nossos usuários”, informa a coordenadora do atendimento da Sefa, Tânia Braga. 
O link do Comércio Exterior possibilita a consulta das informações detalhadas sobre o tema e faz parte do esforço de modernização da área de portos e aeroportos da secretaria. Na pasta do Comércio Exterior estão disponíveis os seguintes serviços: Parcelamento de Débitos do ICMS, DIEF - Comércio Exterior, Importação de Bens ou Mercadorias, Manual da DIEF - Comércio Exterior, Memorando de Exportação e Pedido de reconhecimento de isenção do ICMS na Importação do exterior.
O site da Secretaria da Fazenda tem um Portal com 74 de Serviços oferecidos de forma on line e para tirar dúvidas o contribuinte pode telefonar para o call Center Sefa, pelo 0800 725 5533

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa


Projeto "Asipag na Comunidade" orienta organizações dos bairros de Belém
Para desempenhar um papel de relevância dentro da comunidade, as organizações sociais precisam, antes de tudo, de um planejamento prévio para buscar o desenvolvimento de ações pontuais, coordenando e otimizando os recursos. Pensando nisso, a Ação Social Integrada ao Palácio do Governo lança o projeto "Asipag na Comunidade", com o objetivo de oferecer subsídios necessários à elaboração e à execução das ações que serão desenvolvidas neste ano.
Inicialmente, serão realizadas oito reuniões técnicas, no período de 5 a 15 de março, nos distritos administrativos de Belém, atingindo aproximadamente 80 bairros. “Em conjunto com as lideranças, vamos elaborar o planejamento anual dessas organizações para que se obtenha um resultado efetivo“, esclarece a presidente da Asipag, Carmen Lúcia do Carmo, acrescentando que a principal meta do órgão é estreitar cada vez mais o relacionamento com o terceiro setor.
A Presidente destaca, ainda, a importância das entidades sociais estarem cadastrados no site do órgão (www.asipag.pa.gov.br) para que se construa um perfil do terceiro setor no Estado do Pará.

DISTRITO

DIA

HORA

LOCAL

ASSUNTO
DABEL

05/03












9h
Asipag – Av. Lomas Valentinas, 1150 - Pedreira











Planejamento das ações de 2013 das Organizações sociais
DAGUA

06/03
Lar Fabiano de Cristo – Rua Barão de Igarapé Miri, 527 - Guamá
DASAC

07/03
ASIPAG – Av. Lomas Valentinas, 1150 - Pedreira
DAENT

08/03
ASIPAG – Av. Lomas Valentinas, 1150 - Pedreira
DAMOS

12/03
Fundação Acolher – Rod. Augusto Meira Filho, 1330 - Mosqueiro
DAICO

13/03
Olaria Futebol Clube Recreativo – Rua Dois de Dezembro, 67 - Icoaraci
DABEN

15/03


Espaço Tia Nizia  – Rua São Bento, 71 - Bengui

Serviço:
Projeto "Asipag na Comunidade"
Data: 5 a 15 de março - às 9h
Mais infos: http://www.asipag.pa.gov.br

Texto:
Thiago Freitas-Asipag


Hemopa realiza Reunião de Desempenho Institucional
Na próxima terça-feira (5), a Fundação Hemopa realizará a 2ª Reunião de Análise Crítica de Desempenho Institucional, referente ao exercício de 2012, no auditório do hemocentro, de 8h às 12h, e de 14h às 18h. A ação contará com a participação da alta administração, coordenadores, assessores e gerentes da hemorrede estadual, que apresentarão os resultados da gestão, a partir do cumprimento das metas de governo.
Sob a coordenação da Assessoria Técnica e de Planejamento (Astep), a atividade é uma ferramenta administrativa do modelo de gestão de resultados adotada pelo Governo do Estado com a finalidade de integrar, articular e direcionar esforços de todos os agentes públicos para o cumprimento dos compromissos assumidos. “O processo deve ser estendido como uma prática sistêmica e contínua que visa a excelência nas atividades desenvolvidas pela organização”, comentou, ressaltando que a avaliação é uma forma de prestação de contas à população. A reunião estará aberta para participação de todos os servidores.


Conselho fiscaliza serviços oferecidos pelo transporte intermunicipal
No próximo dia 4 haverá reunião do Conselho de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Conerc). Na ocasião serão analisados 84 processos. A reunião, a ser realizada no Centro Integrado de Governo (CIG), às 8h30, será aberta ao público e terá transmissão online através dos sites da Arcon e do Governo do Estado.
Sem funcionar há mais de dois anos, o Conerc foi reativado no dia 31 de outubro de 2012. O Conselho é uma unidade colegiada deliberativa e consultiva da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon), e tem como principal função apreciar e opinar sobre as normas de funcionalidade do transporte intermunicipal de passageiros no Estado. Os representantes dos operadores dos serviços e dos usuários foram escolhidos em eleição direta, contemplando todos os segmentos envolvidos no transporte intermunicipal.


Equipe da CPH visita São Caetano de Odivelas
Na manhã desta sexta-feira, 1º de março, o presidente da Companhia de Portos e Hidrovias (CPH), Abraão Benassuly, o diretor de gestão portuária Haroldo Bezerra e equipe de engenheiros e arquitetos da companhia, dirigiram-se à cidade de São Caetano de Odivelas, em visita técnica que marca o início dos estudos visando a construção de rampa e do terminal hidroviário da cidade. O prefeito Mauro Rodrigues Chagas, juntamente com seu vice José Joaquim Mesquita, acompanharam a comitiva, e prestaram os esclarecimento necessarios para a produção do projeto, visando a implementação destas importantes instalações portuárias.



Pará vai sediar encontro sobre modernização da fiscalização
O Grupo de Trabalho de Modernização da Fiscalização, que congrega os estados brasileiros e o Distrito Federal, fará reunião nos dias 5 e 6 de março, em Belém. A Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa) vai sediar o encontro, que deve reunir cerca de 30 servidores estaduais da área de fiscalização. O Grupo de trabalho foi formado no âmbito do Encontro Nacional de Coordenadores e Administradores Tributários Estaduais (Encat), com o objetivo de integrar os Fiscos e permitir o maior compartilhamento de informações. Serão apresentados e discutidos projetos em andamento na área da fiscalização de mercadorias.


Alunos da Escola Técnica do Pará visitam o Ciop
O Centro Integrado de Operações (Ciop) recebeu nesta quinta-feira (28), a visita dos alunos do curso de informática da Escola Estadual de Ensino Técnico do Pará. Os jovens foram recebidos pela equipe técnica do Centro Integrado, que realizaram uma exposição da história e função do órgão, e em seguida conheceram a Sala de Operações, local onde são realizados os atendimentos do 190, despacho de viaturas e monitoramento de câmeras da Região Metropolitana de Belém.
Na oportunidade, os alunos puderam presenciar o atendimento de chamadas de urgência e emergência e tirar suas dúvidas e curiosidades sobre o sistema avançado de monitoramento por câmeras da RMB, que funcionam 24 horas por dia. Ao término da visita, foi ressaltada a importância da conscientização de crianças e jovens sobre a questão dos trotes, que chegam a representar 35% dos chamados ao órgão. Os estudantes receberam uma cartilha da “campanha de combate ao trote”.


Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz faz homenagem ao ex-governador Almir Gabriel
A Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) realizou na noite desta quinta-feira, 28, concerto em homenagem ao ex-governador Almir Gabriel, falecido no último dia 19 de fevereiro. O concerto também abre a temporada anual de apresentações da orquestra, atualmente sob a regência do maestro Miguel Campos Neto. 
De acordo com ele, a homenagem fez um reconhecimento ao apoio dado por Almir Gabriel para a criação do grupo. A OSTP foi criada em 1996, na esteira da celebração pelo centenário da morte de Carlos Gomes, promovida na primeira gestão de Almir Gabriel à frente do Governo do Estado. “O Almir Gabriel, em sua gestão, foi quem deu total apoio para a criação dessa orquestra e não poderíamos deixar de homenager ele, como uma figura pública que muito contribuiu para o estado” destaca Miguel Campos Neto.
O repertório contou com músicas festivas, conforme explica o maestro. “Começamos com o movimento Adagietto da 5ª Sinfonia de Gustav Mahler, seguido pela Sinfonia nº 92, a Oxford, de Joseph Haydn. Contamos também com obras de Giuseppe Verdi, Gioachino Rossini, Richard Wagner e Johann Strauss” comenta.
O diretor artístico do Festival de Ópera do Theatro da Paz, Gilberto Chaves, que fez o discurso de abertura do concerto, considera justa a homenagem ao ex-governador. “O Almir Gabriel, em 1996, atendendo uma ideia do secretário de Cultura, Paulo Chaves, aceitou fundar a primeira orquestra do Theatro da Paz, que nunca tinha tido uma orquestra na sua história. A ideia vingou e deu frutos culturais para o nosso povo, se apresentando gratuitamente para a população. São 16 anos de existência ininterrupta” destaca.
O professor de música e ex-integrante da orquestra, Gabriel Silva, também considera importante a homenagem a Almir Gabriel pelo seu esforço em criar o grupo. “Eu acho que a homenagem é muito importante, até porque foi ele quem criou a orquestra. Eu acredito que a apresentação foi muito boa e do jeito que ele gostava, por também ser um amante da música clássica” considera.
Para o procurador federal José Maria Rodrigues, a homegem é válida pela importância do ex-governador na vida pública do estado. “Acho que é uma homenagem bastante válida pela pessoa pública que ele foi. Acredito que as apresentações da orquestra são sempre muito boas e essa foi um das melhores que eu já pude acompanhar. A orquestra do Theatro da Paz, sem dúvida alguma, não deixa nada a desejar às outras orquestras do Brasil” pondera.

Texto:
Pablo Almeida-Secom


Lideranças do PSDB participam de Fórum Estadual “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”

“Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil” é o tema do fórum promovido pelo diretório do PSDB de Goiás, em parceria com o Instituto Teotônio Vilela (ITV) que ocorrerá nesta segunda-feira (4), a partir das 9h, em Goiânia. O objetivo é debater temas e assuntos de interesse da sociedade brasileira, contribuindo para a construção de uma nova agenda nacional.

O evento reunirá lideranças tucanas regionais e terá a participação de diversas lideranças nacionais do partido, como o presidente do PSDB, deputado federal Sérgio Guerra (PE), o senador Aécio Neves (PSDB-MG), o presidente do ITV, Tasso Jereissati; o líder do PSDB no Senado, Aloysio Nunes (SP), o líder do PSDB na Câmara, Carlos Sampaio (SP), a presidente nacional do PSDB-Mulher, Thelma de Oliveira, o presidente nacional do PSDB Jovem, Marcello Richa, a senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), além do governador tucano Marconi Perillo e do prefeito de Manaus, Arthur Virgílio.

Marconi Perillo, juntamente com o presidente do PSDB de Goiás, Paulo de Jesus, fará a abertura das atividades. Em seguida, terão início os debates.

Fórum Estadual do PSDB de Goiás – “Discutindo o futuro de Goiás e do Brasil”
Data: 4 de março
Horário: 9h
Local: Oliveira’s Place ( Rua T-36, nº 3588, Setor Bueno – Goiânia/GO).

Programação
9h – Abertura
Marconi Perillo – Governador de Goiás
Paulo de Jesus – Pres. do PSDB de Goiás

9h15 – “O PSDB, as organizações sociais e o futuro do Brasil”
Senadora Lúcia Vânia

10h:25 min. - “O PSDB e seu papel no desenvolvimento brasileiro”
Arthur Virgílio- prefeito de Manaus (AM)

11h – “Um projeto para o Brasil”
Dep. Sérgio Guerra – Pres. Nacional do PSDB

11h35 – Pronunciamentos
Prefeito Jardel Sebba (Catalão – PSDB- GO) – Representante dos prefeitos
Dep. Helder Valin – Represante dos deputados estaduais
Tasso Jereissati – Presidente do ITV Nacional
Deputado federal Carlos Sampaio (SP) – Líder do PSDB na Câmara
Senador Aloysio Nunes (SP) – Líder do PSDB no Senado
Senador Aécio Neves (PSDB-MG)
Governador Marconi Perillo

14h30 – O papel da juventude tucana na política
Marcelo Richa – Presidente Nacional do PSDB Jovem

15h05 – O papel da mulher tucana na política
Thelma de Oliveira – Presidente Nacional do PSDB Mulher

17h – Encerramento

Saiba mais:
http://www.psdb-go.org.br/


Helenilson Pontes autoriza obras no Colosso do Tapajós e anuncia mais investimentos
O governador do Pará em exercício, Helenilson Pontes, esteve nesta quinta-feira (28) em Santarém, município da região oeste, entregando obras e assinando a Ordem de Serviço para reforma e ampliação do estádio Colosso do Tapajós. Ao chegar à cidade, Helenilson Pontes declarou que “o dia era para resgatar os compromissos assumidos com a população santarena".
Ele seguiu para o estádio Colosso do Tapajós, onde cumpriu o primeiro compromisso da agenda de trabalho no município, entregando um helicóptero para a Polícia Civil da região. Modelo Esquilo, a aeronave apoiará ações na área de defesa social e fará resgates na região de Alter do Chão, distrito de Santarém.
Segundo o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, "os investimentos realizados pelo governo do Estado em Santarém colocam a cidade no mesmo nível de grandes capitais".
Ainda no estádio de futebol, Helenilson Pontes assinou a Ordem de Serviço que autoriza a reforma e ampliação do “Colosso”, para atender aos padrões exigidos pela Federação Internacional de Futebol (Fifa).
O governo do Estado investirá na obra R$ 18,8 milhões, visando dobrar a capacidade atual - de 10 mil para 20 mil pessoas -, todas sentadas em cadeiras numeradas. Também será construído o anel de cobertura do estádio, estacionamento, dois níveis de arquibancada, tribunas e novas cabines para equipes de televisão. O consórcio União Paraense, vencedor da licitação, deverá concluir a obra até 2014.
Esporte e saneamento - Helenilson Pontes ressaltou, em pronunciamento, a importância desse investimento para toda a região oeste do Pará. "Nosso objetivo é transformar Santarém em um grande polo esportivo, para que a cidade possa sediar grandes eventos. Queremos fazer com que o esporte vire atração para o turismo na cidade", enfatizou.
O governador em exercício anunciou outro investimento para Santarém. "Como santareno, trazer boas notícias para esta região é gratificante. Além de assinar a Ordem de Serviço do estádio, trago a notícia que o Estado investirá R$ 110 milhões no sistema de abastecimento de água, que é uma das grandes necessidades da cidade", informou. A obra para melhoria no abastecimento de água será licitada dentro de 40 dias.
O secretário de Estado de Obras Públicas, Joaquim Passarinho, destacou que, “além do resgate de compromissos, é importante ressaltar a qualidade das obras que vêm sendo entregues pelo governo do Estado aos municípios".
Sobre o campeonato de futebol que acontecerá durante as obras no Colosso do Tapajós, o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Marcos Eiró, informou que os jogos previstos para o estádio não sofrerão alterações. "As obras não afetarão o andamento do campeonato. Os jogos no Colosso do Tapajós e as obras ocorrerão paralelamente", informou Eiró.
Estrutura - No Hospital Regional do Baixo Amazonas, o governador em exercício entregou a ala de braquioterapia, que atende pacientes com câncer. O hospital é o segundo do Pará a receber a estrutura necessária para esse tipo de tratamento.
Acompanhado pelo diretor geral do hospital, Hebert Moreschi,e de funcionários, Helenilson Pontes percorreu as instalações e conversou com pacientes. A ala já está funcionando, realizando em média 5 mil atendimento/mês. Referência na região, o Hospital Regional do Baixo Amazonas recebe pacientes de outros Estados, que chegam em busca da braquioterapia.
À tarde, a comitiva do governador em exercício foi a Alter do Chão, para a entrega da Unidade Integrada Pro Paz, que oferece à população atendimentos das polícias Civil e Militar (incluindo Corpo de Bombeiros), e na área de assistência social.
Também acompanharam o governador em exercício o prefeito de Santarém, Alexandre Von; os deputados estaduais Júnior Ferrari e Nélio Aguiar; outras autoridades municipais e lideranças comunitárias.
Helenilson Pontes e comitiva retornaram a Belém no final da tarde.

Texto:
Cintya Simões-Vice-Governadoria


Cresce cerca de 12% o número de turistas que visitou o Pará em 2012
O turismo do Pará vem crescendo significativamente nos últimos anos. Segundo a Secretaria de Estado do Turismo (Setur) e o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), o Estado recebeu 11,84% mais visitantes em 2012 em relação a 2011. Os números foram apresentados na manhã desta quinta-feira (28), a representantes do setor e da imprensa paraense, em entrevista coletiva no Centro Integrado de Governo (CIG), em Belém.
“Recebemos em 2011 um total de 713.234 mil turistas nacionais e 63.770 internacionais, somando 777.004, gerando uma receita superior a R$ 380 milhões, com 738 mil turistas. Em 2012 esse fluxo subiu para 800.248 mil turistas nacionais e 68.744 internacionais, totalizando 868.992 visitantes e uma arrecadação nos setores de R$ 445.019.493,10”, informou o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes.
Segundo Adenauer, esses números podem ser ainda maiores se for considerado que alguns segmentos ainda não entram oficialmente nas pesquisas de fluxo, como o dos navios cruzeiros, cuja temporada 2012-2013 vai acrescentar um fluxo de 46.464 mil visitantes que passam por Belém e Santarém, deixando ao Pará uma receita de R$ 14.162.227,20, considerando que cada turista desse segmento gasta em média R$ 304,80.
O supervisor técnico do Dieese, Roberto Sena, mostrou que a geração de emprego e renda no Estado é cada vez mais crescente, e que o turismo contribui com vários setores dessa economia, sendo os mais relevantes transporte, auxiliares do transporte, alojamento (hotéis, pousadas), alimentação e agências de viagens e lazer. Esses segmentos, em 2011, foram responsáveis por 26.771 admissões, com 22.438 desligamentos e um saldo de 4.333 empregos. Em 2012, foram 26.417 admissões contra 24.951 desligamentos e um saldo de 1.466, sendo 562 trabalhadores do sexo masculino e 904 do sexo feminino.
“O mais importante neste momento é que o governo do Estado reconhece a importância do turismo para a economia do Estado e, a partir destes indicadores, pode apontar políticas públicas e de iniciativa privada para o crescimento ainda maior do setor”, disse Roberto Sena, para quem a parceria entre o Dieese e o Setur “é muito importante para assegurar aos investidores diretrizes de investimentos”.
Rosemary Nascimento, da Diretoria de Arrecadação de Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), disse que os indicadores do turismo passam a ser, a partir dessa reunião, considerados de forma mais relevante dentro da importância que têm no contexto da avaliação da arrecadação fiscal do Estado. Adenauer Góes chegou a afirmar que há grandes chances de que o setor de turismo contribui até mais para a arrecadação do Pará do que o setor mineral.
“A mineração é um setor que não arrecada ICMS, ao contrário do turismo. Vamos avaliar essa possibilidade a partir de um estudo mais detalhado dos dois setores, já que a mineração é isenta de ICMS”, ponderou Rosemary Nascimento.
Adenauer Góes fechou a reunião anunciando que as metas para 2013 da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e Setur são de que o Pará vai somar um fluxo turístico superior a um milhão de visitantes, e a receita será superior a R$ 550 milhões, ou seja, haverá uma variação em relação a 2012 de 23,99%. O empresariado comemorou os números. “São balizadores muito importantes para a atividade turística”, disse a presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens (Abav), Rose Larrat.
Também participaram da entrevista coletiva a diretora de Marketing da Paratur, Jacqueline Alves; o titular da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), Fábio Haber; Orlando Rodrigues, do Belém Convention e Visitors Bureau, além de representantes da Associação Brasileira de Jornalistas de Turismo do Pará (Abrajet) e Sindicato de Guias de Turismo do Pará (Singtur), entre outros.

Texto:
Benigna Soares-Paratur


Operação Clima de Paz combate a criminalidade na RMB
Até a próxima quarta-feira (06), o Comando de Policiamento da Região Metropolitana (CPRM) realiza a Operação Clima de Paz, que vem dando resultados positivos no enfrentamento à criminalidade nos municípios de Ananindeua e Marituba.
A ação policial, iniciada na quarta-feira (27), inclui a montagem de barreiras para averiguação de veículos, realizadas pelo Departamento de Trânsito do Pará (Detran) em parceria com a Secretaria Municipal de Trânsito de Ananindeua (Semutran).
A operação conta com apoio de viaturas e cães farejadores, do Canil da PM, na prevenção de delitos e no combate a roubos de motocicletas e ao tráfico de drogas. O Comando de Missões Especiais da PM atua na ocupação de áreas da Região Metropolitana de Belém, identificadas pelo Serviço de Inteligência Policial e pelo Grupamento Aéreo da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).
A Ação Hypnus também integrará a operação no final de semana, com ações de fiscalização em bares, casas noturnas, boates e similares, juntamente com efetivos da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros, e integrantes do Conselho Tutelar, Juizado Especial e Guarda Municipal de Ananindeua, a fim de coibir a presença de crianças e adolescentes em ambientes de risco, e outros delitos.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar


Corregedor da PM participará de seminário nos Estados Unidos
O corregedor geral da Polícia Militar do Pará, coronel PM José Vicente Braga, foi convidado pelo Governo dos Estados Unidos para participar, na cidade de Washington, D.C., do seminário “Inovações na Administração da Justiça”, que será realizado no período de 4 a 22 de março.


Palestras abordam a prevenção das lesões por esforços repetitivos
O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador (Cerest) e a Fundação Jorge Duprat Figueiredo de Segurança e Medicina do Trabalho (Fundacentro) promoveram nesta quinta-feira (28) palestra pelo Dia Mundial de Combate e Prevenção às Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e os Distúrbios Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (Dort). O evento teve como público-alvo trabalhadores de instituições públicas e empresas privadas. O Cerest Regional do Araguaia também fez programações destinadas aos trabalhadores.
O objetivo do encontro foi conscientizar as organizações de trabalho e também os trabalhadores sobre a necessidade de prevenir as patologias, além de incentivar o diálogo dentro do ambiente de trabalho. Foram apresentadas palestras sobre os cuidados, ergonomia, orientações e o papel do Cerest para a prevenção das LER/ Dort, ministradas pelo médico especialista em saúde do trabalhador Nicholas Fernandes Mota e pela terapeuta ocupacional Liliane Moda. Os participantes ainda tiveram uma aula de ginástica laboral.
As LER/ Dort são as doenças que representam desgaste de estrutura musculoesquelético relacionadas ao uso excessivo imposto pelo sistema. Segundo o Cerest, estudos recentes têm demonstrado que trabalhadores de diversos ramos de atividades estão expostos a condições de trabalho que propiciam a ocorrência e o agravamento dos quadros desses males, que atualmente são responsáveis por mais de 45% dos benefícios concedidos pelo Instituto Nacional de Seguro Social (INSS).
Para Nicholas Fernandes Mota, as LER/ Dort podem ser consideradas epidemias de doenças relacionadas ao trabalho, de maior recorrência. O computador, disse ele, é o principal causador dos males, pelo esforço repetitivo. As doenças podem se apresentar em quatro estágios, podendo causar incapacidade muscular e funcional.
Segundo o médico, pessoas sedentárias e mulheres são mais acometidas pelas doenças do que os homens. “Para cada nove mulheres, um homem desenvolve a doença. Os homens têm a estrutura muscular mais preparada, e as mulheres estão mais predispostas”, completou.
A prevenção das lesões por esforços repetitivos pode ser feita com medidas como ginástica laboral, estudos e modificações ergonômicas dos postos de trabalho, uso de ferramentas e equipamentos adaptados ergonomicamente para o trabalho, diminuição do ritmo de trabalho, pausas e descansos, promoção e práticas de relaxamento e atividades físicas, entre outras.
Vinculado à Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), o Cerest é um polo da rede do Sistema Único de Saúde (SUS) destinado a ações que promovam a saúde do trabalhador. Tem como objetivo coordenar e articular as diretrizes da política nacional de segurança e saúde do trabalhador, por meio da atenção integral à saúde nas zonas urbana e rural, independentemente do vínculo empregatício e da forma de inserção no mercado de trabalho.
As ações estão voltadas para a redução de acidentes, doenças ocupacionais e outros agravos relacionados ao trabalho. O Cerest também trabalha com a elaboração de programas de educação e prestação de serviços sociais que orientam indivíduos, famílias e a comunidade sobre seus direitos e deveres.

Texto:
Edna Sidou-Sespa


Paratur qualifica agentes e operadores em evento em Portugal
A Companhia Paraense de Turismo (Paratur) participa da maior feira do setor na Europa, a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL), que ocorre no Parque das Nações, em Lisboa, de 27 de fevereiro a 3 de março. O evento reúne mais de 65 mil visitantes e centenas de expositores, oriundos de vários países. Na programação, workshops temáticos, apresentações de destino, degustações gastronômicas e apresentações culturais visando captar fluxo turístico para o Brasil e potencializar novos contatos e negócios.
A Paratur ocupa um espaço promocional dentro do estande do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), no contexto de promover o Brasil, em especial o Pará. Portugal é um dos mercados internacionais no planejamento da Paratur, que segue as diretrizes do plano Ver-o-Pará, cujo objetivo é tornar o Pará destino líder em turismo na Amazônia até 2020.
“A Europa e outros países vizinhos estão em nossas metas para a captação de fluxo turístico. Devido o trabalho de promoção e divulgação, o Estado fechou o ano de 2012 com um aumento de  fluxo turístico de 12%, além de 18% na receita. Ano passado, o Pará recebeu 868 mil turistas, que geraram uma receita de R$ 445 milhões", informou a presidente da Paratur, Socorro Costa.
Ainda em Lisboa, no Hotel Tivoli, dia 26, foi feita uma apresentação sobre os principais atrativos turísticos e roteiros nos seguimentos de cultura, natureza, eventos, sol e praia, com a participação de 50 agentes de viagens. Representante da Gerência de Promoção da Paratur, Carlos Filgueira apresentou duas sugestões de roteiros para os agentes, uma focada nos principais atrativos turísticos e outra de turismo cultural e religioso.
“Mostramos um roteiro tradicional, com Belém, Marajó e Santarém, de oito dias e sete noites, e outro, cultural e religioso, de quatro dias e sete noites, focado no Círio de Nazaré, que reúne mais de dois milhões de romeiros no mês de outubro, dos quais cerca de 70 mil são turistas”, disse
Na ocasião, houve também o sorteio de uma passagem com direito a acompanhante, oferecida pela TAP/ Master, com destino a Lisboa/ Fortaleza/ Lisboa, e pela Paratur, com o destino Fortaleza/ Belém/ Fortaleza.

Texto:
Benigna Soares-Paratur


Educadores debatem sobre a mediação de conflitos nas escolas
Desde o início de 2012, uma equipe formada por psicólogos, assistentes sociais e pedagogos passou a acompanhar as escolas dos bairros da Pedreira, Nazaré e Reduto que registraram algum tipo de violência. Dentro deste trabalho, a 5ª Unidade Seduc na Escola (5ª USE), que integra 19 escolas, reúne nesta quinta (28) e sexta-feira (1º), no auditório da escola tecnológica Anísio Teixeira, diretores, vices e técnicos para debater sobre os mecanismos eficazes de intervenção nos conflitos vivenciados dentro do ambiente escolar.
Nesta quinta, 80 pessoas prestigiaram a abertura do I Encontro da Educação e assistiram às palestras "Até onde vai o poder punitivo das escolas”, ministrada pela promotora Rosilene Lourinho, representante do Ministério Público do Pará, e “As demandas de conflitos nas relações interpessoais nas escolas, e como negociá-las”, ministrada por Elizabeth Damasceno, representante da Ouvidoria da Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
Nas escolas da 5ª USE, cerca de 13 mil alunos estão matriculados no ensino fundamental e médio, em instituições tradicionais da rede pública, como o prédio centenário da escola Barão do Rio Branco, além da Deodoro de Mendonça e Pinto Marques. A gestora da Unidade, Joseane Ferreira, disse que a intenção do encontro é disseminar entre os alunos o conteúdo debatido para que possa ser trabalhado nas escolas.

Texto:
Izabel Cunha-Seduc


Egressos da Fasepa encerram primeira turma de estágio remunerado
Dois egressos do sistema socioeducativo participaram nesta quinta-feira (28), no auditório da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), em Belém, da cerimônia de encerramento da primeira turma do Programa de Bolsa de Estágio Remunerado, realizado em entidades e órgãos governamentais.
O evento foi promovido pela equipe do Núcleo de Atenção à Família e ao Egresso (Nafe), da Fasepa, responsável pelo acompanhamento socioassistencial e profissional dos jovens atendidos pela Fundação, e pela garantia das condições para que os demais membros da família sejam inseridos em cursos de qualificação, capacitação e programas do Sistema de Garantia de Direitos (SGD).
Um dos jovens, que ficou cerca de oito anos na Fasepa, declarou que desde quando decidiu mudar o rumo de sua vida passou a colher bons frutos. “O repensar a vida e a decisão de transformar a minha realidade trouxeram um novo horizonte e novos significados pra mim e pra todos que estão a minha volta”, disse ele, que já estagiou no Tribunal de Contas do Estado do Pará (TCE) e na Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof).
Diálogo - Silvia Gama, assistente social que integra o Nafe, afirmou que “esse momento é gratificante, porque é possível ver a mudança e o desejo deles (jovens e familiares), em buscar de fato a felicidade, trilhando um caminho a partir do diálogo e o restabelecimento das relações socioafetivas”.
“Eu decidi mudar, ser mais amigo da minha mãe e me conciliar com Deus. Eu trabalhei no Fórum Civil, no Tribunal de Justiça do Estado do Pará e na Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon)”, informou.
O jovem disse ainda que a equipe técnica que o acompanhou na Fasepa e os amigos que fez nos locais onde estagiou o tornaram responsável e mais consciente dos seus direitos e deveres.
Os atendidos são jovens que já cumpriram medidas socioeducativas, mas que ainda precisam de acompanhamento após a saída da unidade, durante seis meses. Neste período, a equipe técnica da Fasepa supervisiona as ações do adolescente, na orientação à família, na inserção em programas de garantia de direitos, do Estado e do Município, e a na profissionalização por meio do Programa de Estágio Remunerado.

Texto:
Alberto Passos-Fasepa


Susipe inaugura em abril nova unidade prisional em Breves, no Marajó
A mais nova unidade prisional da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), na ilha de Marajó, já está com as obras concluídas. Os últimos ajustes técnicos estão sendo feitos no sistema de abastecimento de água do Centro de Recuperação de Breves (CRB), para que a casa penal comece a funcionar já no início de abril, com capacidade para 728 detentos.
A nova estrutura, que recebeu um investimento de R$ 4 milhões, tem uma área total de 1.490 metros quadrados, com 128 celas, todas revestidas com telhado de proteção térmica. Desse total, 120 têm capacidade para abrigar seis internos, sete serão destinadas a detentos com nível superior e uma para portador de necessidades especiais, além de outras três celas para visita íntima. O prédio conta ainda com uma área para banho de sol, um ambulatório, dois consultórios médicos (um odontológico e outro clínico geral), um refeitório, uma cozinha, um parlatório e uma sala para os agentes prisionais.
Uma novidade no CRB é o sistema de monitoramento dos internos. Nessa unidade, os agentes prisionais vão acompanhar e fiscalizar a movimentação dos detentos no interior das celas de um andar superior, o que garante um maior nível de segurança contra tentativas de fugas. A nova unidade também tem um sistema de proteção contra incêndio para a prevenção de acidentes.
Segundo o superintendente do Sistema Penitenciário, tenente-coronel André Cunha, a nova unidade vai atender o contingente populacional de Breves e municípios próximos. “A ativação dessa unidade representa um marco no processo de expansão no sistema penitenciário, já que esta será a primeira unidade da ilha do Marajó”, destaca.
Segundo o engenheiro da empresa responsável pela obra, Jonas Santos, a construção da unidade teve atenção redobrada. “É o primeiro projeto diferenciado. Tivemos os maiores desafios possíveis por ser uma cadeia pública, com mais de 100 trabalhadores atuando diariamente nessa obra durante dois anos. Enfim o projeto estrutural foi concluído e estamos satisfeitos com o resultado final”, avalia.
A nova unidade prisional passará a atender a demanda de presos custodiados na delegacia da cidade, o que diminuirá os riscos de tentativa de fuga e o excedente populacional de presos. Para o delegado regional de Breves, Jarson Joela, a transferência dos internos para a nova unidade será um grande beneficio. “Com essa nova casa penal, o número de presos na única delegacia da cidade vai desafogar”, estima.
Para garantir a segurança prisional da unidade, a Escola de Administração Penitenciária (EAP) vai capacitar, do próximo dia 6 de março a 25 de abril, os profissionais que irão trabalhar na unidade, entre eles agentes penitenciários, chefes de segurança, técnicos, auxiliares de portaria e departamento administrativo, além do diretor e do vice-diretor.
O objetivo é melhorar o desempenho profissional dos servidores e inseri-los na concepção de uma administração penitenciária voltada não apenas à consideração dos aspectos técnicos e gerenciais, mas principalmente na dimensão humana da atividade carcerária, tendo como base os princípios da dignidade da pessoa humana e os pressupostos da Lei de Execução Penal.
Até 2014, o Pará terá mais de seis mil vagas no Sistema Penitenciário, com a criação de 23 novas casas penais, em 18 municípios paraenses. Os investimentos totalizam R$ 115 milhões.

Texto:
Timoteo Lopes-Susipe


Ipixuna do Pará ganha em março fábrica de beneficiamento de castanha
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) promove nesta sexta-feira (1º) uma oficina de planejamento estratégico da fábrica de beneficiamento de castanha e produção de doces que será inaugurada em março deste ano, em Ipixuna do Pará, no nordeste do Estado. Participam do treinamento membros da Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e agricultores familiares do município.
A atividade planeja a ação e a gestão do negócio nos campos da logística, embalagem e custos totais de funcionalidade do empreendimento. A agroindústria, com capacidade para processamento de mil quilos por dia de castanha e 200 quilos de doce, é resultado de um projeto com investimentos em torno de R$ 1,5 milhão, que tem como parceiros a Emater e o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), com recursos do Programa Terra Sol.
A agroindústria, que vai absorver a demanda produtiva de Ipixuna do Pará – considerado um dos maiores produtores de castanha no Estado – já está totalmente equipada. As máquinas fazem desde o despolpamento dos frutos até a embalagem final. A agroindústria vai oferecer diretamente 50 empregos no pico do funcionamento.
Entre os benefícios do empreendimento, está a valorização da produção agrícola familiar, quebrando a cadeia da intermediação e possibilitando ao agricultor colocar o produto direto no mercado consumidor. “O beneficiamento agrega valor ao produto, o que influencia diretamente na qualidade de vida das mais de duas mil famílias que serão beneficiadas”, diz a tecnóloga de alimentos da Emater, Michele Sandrine.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Tecnologia à serviço do esporte e cidadania na final do Parazão
A tecnologia estará mais presente do que nunca durante o clássico entre Remo e Paysandu deste domingo, 24, jogo que vale a Taça Cidade de Belém e define também o vencedor do primeiro turno do Campeonato Paraense de Futebol 2013. A Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) fornecerá o sinal de internet para a Polícia Civil, Tribunal de Justiça do Estado e demais entidades que estarão prestando serviços na área externa do estádio do Mangueirão.
O Governo do Estado, em parceria com o Poder Judiciário e órgãos municipais de Belém, montou uma enorme estrutura de segurança para o público, que incluiu, pela primeira vez, o projeto “Futebol com Justiça”, com a implantação de um juizado criminal especial no próprio Mangueirão. “Nós estamos fornecendo toda a infraestrutura de telecomunicações para os três ônibus do Tribunal de Justiça do Estado, e um motomesh, para acesso exclusivo de todos os outros órgãos envolvidos na operação”, declara Fernando Nunes, diretor de Tecnologia e Comunicação da Prodepa.
Estrutura - Cada ônibus dos Juizados Especiais Itinerantes, do projeto Futebol com Justiça, terá três megabytes por segundo (Mbps) de velocidade e o motomesh (solução de WiFi de alto desempenho) exclusivo com quatro Mbps de velocidade. A Prodepa também dará suporte on site (in loco) durante todo o evento. Um juizado itinerante foi implantado às proximidades do portão de saída B1 para atender as demandas cíveis e criminais que possivelmente sejam registradas no interior do estádio. Os outros dois já foram instalados no estacionamento do Detran e atenderão os casos de delitos que acontecerem nas imediações em um raio de cinco quilômetros, conforme o previsto no Estatuto do Torcedor.
A torcida também vai poder se divertir enviando imagens para o programa “Bem na foto”, aplicativo desenvolvido pela Prodepa em parceria com a Secretaria de Comunicação (Secom), que compartilha fotos enviadas por internautas em redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram – rede de compartilhamento de imagens – por meio de tags. Quem quiser ver sua foto no telão do Estádio Olímpico do Pará só precisará o 'Bem na Foto' (www.bemnafoto.pa.gov.br).
E para quem preferir ficar em casa, a Prodepa também fará a transmissão online do jogo, em parceria com a TV Cultura Digital, pelo Portal Cultura (www.portalcultura.com.br) e ainda pelo Portal da Empresa Brasil de Comunicação (www.ebc.com.br).
Para o presidente da Prodepa, Theo Pires, as ações representam o pleno exercício da missão da empresa, que é “prover serviços de tecnologia da informação e comunicação aos poderes públicos e a sociedade do Estado do Pará, em benefício do cidadão”, afirma.
(Com informações do TJE/PA)

Texto:
Natia Ney-Prodepa


Sespa vai orientar campanha para diagnosticar hanseníase em estudantes
A campanha do Ministério da Saúde que traz o slogan “Hanseníase e Verminoses tem cura. É hora de prevenir e tratar” será orientada no Pará pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) junto aos municípios que receberam incentivo financeiro do governo federal, via MS, para o controle da Hanseníase, Geohelmintíases e Tracoma por meio da portaria 2.556, de 28 de outubro de 2011. A meta é identificar os casos suspeitos em estudantes de 5 a 14 anos de escolas públicas localizadas em cidades com alta carga da doença. A ação acontece entre 18 e 22 de março.
Com isso, pretende-se aumentar o diagnóstico precoce e identificar comunidades em que a hanseníase e verminoses ainda persistem, mediante visitas às escolas, onde alunos com sinais e sintomas das doenças serão avaliados. As ações terão a participação de agentes comunitários de saúde e profissionais da Estratégia de Saúde da Família dos municípios.
No Pará, a Sespa vai orientar as campanhas que serão intensificadas nos 61 municípios que receberam os recursos descritos em detalhes na referida Portaria. Durante o trabalho, os profissionais encaminharão casos suspeitos à Rede de Atenção Básica de Saúde para confirmação do diagnóstico e início imediato do tratamento.
Caso a equipe de saúde identifique uma criança ou um adolescente com hanseníase já estará ciente de que há outro caso no meio familiar ou na comunidade onde ele vive. Em geral, esses casos não chegam a ser detectados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), mas já se sabe que há uma fonte de transmissão. A campanha ajudará a descobrir comunidades onde ainda há transmissão da doença, conforme explicou o médico dermatologista Carlos Cruz, da Coordenação Estadual do Programa de Controle da Hanseníase.
Dados parciais de 2012 mostram que as ocorrências de Hanseníase vêm diminuindo no território paraense: do ano passado até o momento foram registrados 3.578 casos novos da doença, dos quais 345 em menores de 15 anos. Já no ano de 2011 foram notificados 3.876 casos, incluindo 412 pessoas com menos de 15 anos. Em 2008, o Pará chegou a registrar 4.669 indivíduos que descobriram ter o bacilo da doença.
Ainda assim, o Pará apresenta coeficiente alto (45,74 casos para cada 100 mil habitantes) se comparado à média nacional, que é de 14,85 para cada grupo de 100 mil cidadãos. Carlos Cruz explica que o Poder Público tem montado novas estratégias de combate à doença, como esse novo olhar sobre o público estudantil, a fim de se aproximar da meta estabelecida pela Organização Mundial de Saúde, que seria menos de um caso para cada 10 mil habitantes. “Em se tratando do Pará isso só será alcançado a longo prazo e com o esforço de cada município em promover o diagnóstico precoce”, acrescenta o dermatologista.
Para descobrir todos os casos existentes, o Estado trabalha em parceria com os municípios, visto que é na atenção básica que se busca a detecção e cura. Atualmente, todos os municípios paraenses devem desenvolver ações de prevenção da hanseníase, cujo tratamento é gratuito e tem uma duração de seis a doze meses.
Campanha nas escolas
Segundo informe técnico emitido ainda em dezembro de 2012, pelo Ministério da Saúde, ficou estabelecido que no período de 18 a 22 de março de 2013 os profissionais das unidades básicas de saúde, em parceria com profissionais da educação dos municípios paraenses elencados, realizarão a Campanha de Busca Ativa dos Casos de Hanseníase e de Tratamentno Quimioprofilático de Geohelmintíases em Escolares. Para isso será utilizado um procedimento screening definido por método “espelho” de identificação em escolares que apresentem potenciais sinais e sintomas da hanseníase, para posterior confirmação diagnóstica, bem como será ministrado, em dose única, o Albendazol 440 mg.
Ainda de acordo com a nota do MS, o método “espelho” consiste em um formulário a ser preenchido por pais ou responsáveis a respeito de sinais e sintomas sugestivos de hanseníase, bem como sobre o histórico familiar da doença. Na presença de lesões sugestivas, o aluno será encaminhado por profissional da educação à unidade de saúde para exame médico, em que poderá ser confirmado o diagnóstico de hanseníase, com início imediato do tratamento.
As atividades da campanha incluirão, ainda mobilização e orientações para os professores e escolares, subsidiadas por material didático confeccionado para esse fim, anteriores a oferta da dose do antihelmíntico e do preenchimento de formulário do método espelho. A oferta e supervisão do tratamento de geohelmintos serão realizadas por profissionais de saúde aos escolares da área de abrangência das unidades básicas. Ressalte-se, ainda, que o tratamento será realizado após consulta para autorização de pais ou responsáveis e com o acompanhamento das equipes de saúde locais.
Entenda cada doença
Hanseníase - Doença infecciosa, crônica, causada pelo bacilo Mycobacterium leprae e transmitida entre pessoas após contato direto e prolongado; geralmente acarreta manchas no corpo com perda ou redução de sensibilidade.
Geohelmintíase – Reúne um grupo de doenças verminosas intestinais, entre as quais a popular “lombriga”. É transmitida por água e alimentos contaminados e pode ter impacto no quadro nutricional e nos processos cognitivos e causar obstrução intestinal.
Tracoma – Doença bacteriana transmitida de pessoa para pessoa, por meio de objetos contaminados ou via insetos como a mosca. Acontece por infecções no olho, podendo causar alterações na córnea e levar à cegueira.
Serviço: A portaria 2556, de 28 de outubro de 2011, incluindo a lista dos 61 municípios paraenses que farão a campanha, está disponível em dois anexos no seguinte link: http://www.brasilsus.com.br/legislacoes/gm/110269-2556.html

Texto:
Mozart Lira-Sespa


Desmontado esquema de fornecimento de armas para assaltos em Castanhal
Um casal responsável pelo fornecimento de armas de fogo utilizadas em assaltos na cidade de Castanhal, região nordeste do Pará, foi preso, nesta quarta-feira, 27, à tarde, durante operação conjunta de policiais civis, da Superintendência Regional de Castanhal; do Núcleo de Apoio à Investigação (NAI) da Zona do Salgado e da Seccional de Jaderlândia. Deyvison Felipe Mendes de Oliveira, de 19 anos, e a companheira dele, Maiara Cristina Farias da Costa, 22, foram presos na Rua Treze, Quadra 13, do Lote 16, no bairro de Jaderlândia, em Castanhal.
As investigações mostram que eles atuam como responsáveis em alugar armas de fogo, do tipo revólver, para uso em roubos em geral na cidade. Sob comando do delegado Luiz Xavier, titular da Superintendência Regional, os policiais descobriram que o casal recebia, como pagamento pelo aluguel, parte do apurado pelos assaltantes nos crimes. Alguns assaltos tinham o envolvimento ativo do próprio Deyvison Oliveira. Os alvos preferidos dos bandidos eram farmácias situadas na sede do município. No momento da prisão do acusado, a equipe policial apreendeu dois revólveres de calibres 32 e 38, ambos com a numeração de série raspada. As armas estavam na casa dos acusados. 
Os dois revólveres continuam munições intactas de mesmo calibre. Os presos foram autados em flagrante por posse de arma de fogo e de munição, com agravante de ambas as armas estarem com as numerações raspadas. Ambos permanecem recolhidos à disposição da Justiça no Sistema Penitenciário do Estado.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil


Ponte sobre o rio Capim facilitará o deslocamento entre a BR-010 e a Alça Viária
A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) avança com as obras de construção da ponte sobre o Rio Capim entre os municípios de Concórdia do Pará e Mãe do Rio, na região nordeste do estado. A ponte, que terá 560 metros de extensão por 10 de largura, já está com 40% da sua estrutura preparada. Depos de pronta ela possibilitará o trafego sem interrupção na rodovia PA-252 até o entroncamento com a BR-010.
Há décadas que para passar de uma margem à outra do rio Capim os motoristas precisavam parar neste trecho da rodovia e aguardar para fazer a travessia em balsas rebocáveis, o que atrasava a viagem em quase meia hora, visto que são necessários quinze minutos para que elas se desloquem até o lado oposto e outros quinze para que retornem ao ponto de partida.
A construção da ponte sobre o rio Capim é fruto de um investimento cerca de R$ 60 milhões em recursos próprios do governo estadual. A empresa contratada pela Setran já instalou todas as fundações, que agora aguardam a confecção dos blocos de concreto da mesoestrutura onde ficarão alicerçadas grandes vigas de concreto protendido que sustentarão o tabuleiro - plataforma por onde trafegam os veículos. Essas estruturas estão sendo construídas no canteiro da empresa, às proximidades da obra, para em seguidas serem montadas sobre as fundações com ajuda de guindastes.
A previsão é que as obras da ponte sejam concluídas no segundo semestre de 2014, possibilitando um deslocamento rápido entre a BR-010 e a Alça Viária, desafogando o tráfego de veículos no eixo viário da própria BR-010 e da BR-316 a partir de Mãe do Rio, aliviando, inclusive, o trânsito de veículos pesados da Região Metropolitana de Belém.

Texto:
Dinan Laredo-Setran


Seicom discute uso da água na mineração
O Grupo de Trabalho para Aperfeiçoamento do Processo de Licenciamento Ambiental (Gtaplam) realizou, na terça-feira (26), sua segunda reunião em 2013, coordenada pela Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração do Pará (Seicom) para discutir a “Outorga de Recursos Hídricos na Mineração”. “O empresariado já percebeu a importância dessa discussão e está colaborando para a construção de um Estado com mais sustentabilidade, emprego e renda para a população”, afirmou a secretária-adjunta da Seicom, Maria Amélia Enríquez.
A vice-presidente do Sindicato das Indústrias de Mineração no Pará (Simineral), Ana Celeste Franco, informou que um dos assuntos debatidos foi a diminuição no tempo de resposta ao empreendedor, para que os projetos tenham maior viabilidade. “A gente sabe que o tempo que o empresário precisa e o tempo que o Estado tem não são compatíveis. Essa oportunidade que temos no Gtaplam, de conversar de uma forma aberta, franca, nos ajuda nesse processo".
Para acelerar a liberação das solicitações das outorgas de uso de água, a gerente de Outorga da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), Sheila Brasil, informou que “a secretaria está tentando mudar a legislação nessa área para que venha a otimizar a questão da documentação, de forma até a agilizar a emissão das licenças”.
Em relação aos processos de pedidos de outorga, 17 no total, que estão aguardando apreciação na Sema desde 2011, Sheila Brasil explicou que muitos desses processos estão parados por falta de atendimento das notificações feitas pelos técnicos da secretaria ou o não cumprimento das informações técnicas. Em 2012, foram registrados 1.025 novos pedidos de outorga. “Nesses casos, o interessado é notificado a apresentar o relatório, mas muitas vezes não fazem dentro do prazo. Ou quando apresentam, as informações são inconsistentes com os primeiros dados com o quais o processo deu entrada na Sema. Essa situação vai gerar uma nova notificação e com isso a permanência do processo se estende na secretaria”.
A gerente de Outorga informou, ainda, que a área jurídica da Sema está elaborando uma nova Instrução Normativa para melhorar a parte documental do processo e racionalizar a parte administrativa, porque não há como modificar o aspecto técnico. “Os critérios técnicos são a base para que o servidor possa analisar e detectar, por exemplo, se existe ou não disponibilidade hídrica (reserva de água), se a empresa pode operar em determina bacia, se pode captar. Enfim, o contexto técnico tem que ser cumprido. Esse é o respaldo para que a Sema possa emitir a licença”, salientou a gerente.
A convite da Seicom, o representante do Ministério Público do Estado, o promotor de Justiça Raimundo Moraes, que coordena o Centro de Apoio de Meio Ambiente, participou da reunião pela primeira vez e destacou que a colaboração do MPE pode vir na forma de suporte na área de gestão ambiental, do acompanhamento dos processos de decisão no âmbito administrativo ou nas ações ambientais propostas.
“Os interessados podem participar desses processos de decisão e a gestão pública pode melhorar no controle do mercado, mas sem impedir o acesso a esses recursos”, justificou o representante do MPE. Também participaram da reunião representantes do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Departamento Nacional de Pesquisa Mineral, Universidade Federal do Pará, além de outras instituições públicas e empresas particulares.

Texto:
Sergio Augusto-Seicom


Seguro Banpará oferece prêmio extra
Os clientes do Banco do Estado do Pará S/A (Banpará) que aderirem ao Seguro Banpará/ACE, no período de 1º de março a 15 de maio, vão concorrer a um prêmio extra no valor de R$ 5.000,00, cujo sorteio estará vinculado às extrações da Loteria Federal. Ao aderir, o segurado receberá um número da sorte cedido pela promotora para concorrer ao sorteio. A contratação poderá ser feita em qualquer ponto de atendimento do banco. A novidade destina-se a correntistas pessoa física do Banpará. O sorteio único será apurado no último sábado do mês de junho, dia 29. Cada seguro adquirido no Banpará dará direito a um único Número da Sorte.


Especialistas ministram palestra sobre diagnóstico e tratamento da doença falciforme
A Fundação Hemopa realizou a capacitação em Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias, nesta quarta-feira (27), de 8h às 18h, no auditório do hemocentro. A ação teve o objetivo de atualizar os conhecimentos de profissionais da área de saúde para o diagnóstico precoce e a terapêutica adequada para a redução do índice de mortalidade no Estado do Pará. Cerca de 140 profissionais das mais variadas áreas da saúde participaram.
O evento foi oficialmente aberto pela presidente do Hemopa, dra. Luciana Maradei, que destacou a importância do hemocentro e do evento para a sociedade. A programação contou, ainda, com a presença da Farmacêutica e Bioquímica Ana Stella Goldback, responsável pela coordenação geral de Sangue e Hemoderivados (CGSH) do Ministério da Saúde (MS) e do Programa Nacional de Triagem Neonatal, que palestrou sobre o “Diagnóstico Precoce das Hemoglobinopatias”. “Uma capacitação tem que ser capaz de motivar multiplicadores. E isso o Hemopa está conseguindo fazer muito bem”, disse ela, se referindo aos quase 140 inscritos que estavam presentes na capacitação.
Participou também do evento a hematologista Mikito Murao, do hemocentro de Minas Gerais, que palestrou sobre: “Atenção Integral da Doença Falciforme, a realidade do Brasil”. “É muito importante que os profissionais da saúde saibam o que é a doença, e como cuidar. É um trabalho contínuo de sensibilização”, disse a hematologista.
Esta é a segunda fase do projeto, que no ano passado capacitou 535 profissionais da área de saúde da capital e interior do Estado, e que vai impactar diretamente na melhoria do atendimento, tendo em vista que boa parte dos usuários passarão a ter assistência médica em seus próprios municípios, agilizando o serviço e descongestionando o atendimento na sede do hemocentro.
Segundo a coordenadora de Atendimento Ambulatorial do Hemopa, dra. Saide Trindade, dos 13.330 pacientes cadastrados no hemocentro, 606 são portadores da doença. Eles recebem tratamento com equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, fisiatras, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, odontólogos, pedagogos e farmacêuticos, atendimento especializado que proporciona melhor qualidade de vida aos que dependem dos serviços.
A capacitação conta com recursos do Ministério da Saúde (MS), através do convênio nº 673/2009. Assim como ano passa, a formação também será realizada nas unidades da hemorrede localizadas nos municípios de Castanhal, Altamira, Santarém, Redenção, Marabá, Tucuruí e Abaetetuba, até maio deste ano.
Serviço:
O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118

Texto:
Vera Rojas-Hemopa


FCG faz visita técnica a Oeiras do Pará
A Fundação Carlos Gomes estará, a partir desta quinta-feira (28) em Oeiras do Pará, município localizado no nordeste do estado, na microrregião de Cametá, a convite da Prefeitura da cidade para uma visita técnica com a finalidade de retomada do convênio de cooperação para o ensino e manutenção da banda de música. Na abertura dos trabalhos, ainda nesta quinta, será exibido o filme "Luzes da Cidade", clássico do cinema mudo de Charles Chaplin, com acompanhamento ao vivo do pianista Paulo José Campos de Melo, que falará aos presentes sobre a profissão do músico e as amplas possibilidades de mercado para esse profissional. A programação será às 19h, na sede da Câmara Municipal do município.


Conselho Estadual de Recursos Hídricos designa novos representantes
Foi publicado no Diário Oficial desta quinta-feira, 28, a designação dos representantes indicados para fazer parte do Conselho Estadual de Recursos Hídricos (CERH), que é presidido pelo titular da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), José Alberto da Silva Colares, e composto por funcionários das Secretarias de Estado de Agricultura; Saúde Pública; de Ciência, Tecnologia e Inovação; Pesca e Aquicultura; Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano.
Também fazem parte representantes da Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará; do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará; da Procuradoria Geral do Estado. O poder público municipal tem representação no Conselho por meio das Prefeituras de Benevides; Goianésia do Pará; e Faro; além da Associação dos Municípios das Rodovias Transamazônica Santarém-Cuiabá e Região do Oeste do Pará.
Dos usuários de recursos hídricos, participam representantes do setor de indústria, representado pela Federação das Indústrias do Pará; do setor de concessionários de geração hidrelétrica, pela Eletronorte; do setor de Pesca e Aquicultura, pela Cooperativa de Pescadores Artesanais e Armadores de Pesca no Pará; do setor de Mineração, pelo Instituto Brasileiro de Mineração; do setor de abastecimento de água e esgotamento, a Cosanpa; de organizações civis legalmente constituídas na área hídrica, pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental.
Ainda compõem o Conselho representantes do Consórcio de Desenvolvimento Sócioeconômico Intermunicipal; de Instituições de Pesquisa na área: Universidade do Estado do Pará, Universidade da Amazônia, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará e Centro Universitário do Pará; e de ONGs como o Grupo de Ação Ecológica Novos Curupiras e da Associação Cultural Artística e Ambiental Guardiões do Curuperé. A lista completa com os nomes dos representantes de cada instituição está disponível no Diário Oficial.
O Conselho Estadual de Recursos Hídricos - órgão consultivo, deliberativo e normativo, criado pela Lei nº 6.381/2001 - é renovado a cada dois anos, exceto quanto aos representantes dos municípios, que exercem mandato com renovação anual. Por iniciativa do presidente do Conselho ou por proposição de conselheiro, aprovada por maioria de votos, poderão ser convidadas instituições com ação comprovada em bacias hidrográficas, autoridades ou personalidades de reconhecido saber em suas especialidades, para opinarem sobre temas específicos.

Texto:
Káthia Oliveira-Sema


Projeto ‘ASIPAG na Comunidade’
A Ação Social Integrada do Palácio do Governo lança o projeto ‘Asipag na Comunidade’, criado com a finalidade de oferecer subsídios necessários à elaboração e à execução das ações que serão desenvolvidas neste ano em parceria com organizações sociais. Por meio do projeto, essas organizações serão orientadas a estabelecer um planejamento prévio para buscar o desenvolvimento de ações pontuais, coordenando e otimizando os recursos. Inicialmente, serão realizadas oito reuniões técnicas, no período de 5 a 15 de março, nos distritos administrativos de Belém, atingindo aproximadamente 80 bairros.


Almir Gabriel, um homem de bem
- Nicias Ribeiro    
- Engenheiro eletrônico

            Quando deputado estadual, em 1981, fui ao secretário de Saúde do governador Alacid Nunes solicitar a implantação de um hospital em Pacajá, então vila de Portel. Enfrentaria um homem duro, muitos me advertiram. Quando disse o que reivindicava, o secretário parou, pensou, consultou anotações e foi taxativo: não havia verba no orçamento para me atender. Insisti. Afirmou que não atenderia meu pleito, mas se via obrigado a levar saúde ao povo de Pacajá.
            Conscientizei-me que não estava diante do “homem duro” que me traçaram e sim de um homem correto. Não podia contrariar as normas de direito que regem a administração pública, assumindo compromisso sem previsão orçamentária. Mas igualmente não permitiria que um direito do cidadão não fosse dado. Construiu e equipou um centro de saúde.
            A sociedade se viu respeitada. Eu fiquei feliz por aquela comunidade passar a ter saúde pública e por conhecer o Doutor Almir Gabriel.
            Passei a admirar aquele administrador que seria prefeito de Belém e Governador do Pará, dentre tantos outros cargos públicos que ocupou, sem jamais se distanciar dos princípios pessoais que me traduziu no primeiro encontro.
            Fez muito para retribuir a confiança de quem acreditava em sua palavra. Por isso, em cada cidade é lembrado por pelo menos uma obra importante que realizou.
            A honestidade, verdadeira marca pessoal e de gestão da coisa pública por onde passou, está entre suas maiores obras, reconhecida até mesmo por seus adversários. Administrou visando os interesses da população, sem esquecer dos sonhos que seus ideais deixavam claro.
            Honrou a democracia que ajudou a consolidar. Defendeu maior justiça social.
            Almir Gabriel, por tudo isso, foi um homem público diferenciado.
            As obras, os serviços, as ações da rotina de suas administrações, via como dever, como obrigação. Demonstrava alegria em cada inauguração muito mais pelo prazer de ver que as pessoas elevavam a autoestima.
            Por tudo o que fez  como homem público, Almir Gabriel confirmou em mim a impressão que me traduziu no primeiro dia que tratamos de questões administrativas. Sempre se mostrou um homem público justo, defensor de seus ideais, porém reconhecedor das necessidades e dos direitos da sociedade pela qual haveria de zelar.
            Não posso dizer que Almir José de Oliveira Gabriel foi único. Mas não erro ao afirmar que fez parte de um círculo restrito, composto de pessoas das quais a humanidade tanto precisa para se melhorar. A diferença, estava justamente no sentido de ser diferente de tantos quantos se propõem a fazer o que ele fez: o melhor, pensando no coletivo, no todo.
            Por isso, enfatizo, elevou nossa autoestima. Sim, eu me incluo dentre tantos e tantos que perceberam sua missão, que seguiram seus ensinamentos, que se beneficiaram com tudo o que lecionou. Mostrou o sentido de fazer com consciência, para que se possa construir o definitivo, por fazer bem feito.
            Almir Gabriel nos traduzia o sentido de buscar fazer o melhor, como fazem os que amam suas realizações. Mais do que isso, fazem com a certeza de que o mundo, apesar de tantas contradições e injustiças, ainda tem jeito.
            Ficarei sempre com o exemplo de Almir Gabriel. Guardarei seus exemplos de quem cultivou flores, forma de dizer que respeita a natureza, mas que não vacilou em ser justo no respeito das normas vigentes e dos interesses de um sofrido povo que não tinha assistência à saúde.
            Pacajá mudou. Mesmo já sendo município, ainda lhe falta muito, como muito falta à Transamazônica como um todo. Mas certamente que seu povo se une ao restante dos paraenses para agradecer ao que Almir Gabriel fez por seu crescimento.
            Mais do que isso, devem estar unidos para agradecer a Deus por ter oferecido a oportunidade de conviver com um governante com seus atributos. Eu me incluo nessa sociedade de agradecidos. Sou um a mais a pedir ao Pai que o ponha no lugar reservado aos homens de bem.
            De certo que Almir Gabriel foi um daqueles que valeu a pena ter nascido. Valeu a pena ter vivido. E como!... E a sua morte, longe de ser um fim, é o inicio de um novo tempo na eternidade. Na história que há de fazer justiça aquele que, a despeito das imperfeições humanas, foi, de fato, um homem de bem.


Consun aprova resolução sobre Política de Propriedade Intelectual
O Conselho Universitário da Universidade do Estado do Pará (Consun) aprovou, por unanimidade, em reunião ocorrida nesta quarta-feira, 27, a minuta de resolução que estabelece as diretrizes da Política Institucional de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia no âmbito da Uepa e regulamenta os direitos e obrigações relativas à Propriedade Intelectual. O documento segue agora para sanção da reitora da Uepa, Marília Brasil Xavier, e publicação no Diário Oficial do Estado (DOE).
A Política Institucional de Propriedade Intelectual e Transferência de Tecnologia da Uepa tem por objetivo estabelecer critérios para gestão dos direitos e obrigações associados à proteção da propriedade intelectual e acesso e uso ao patrimônio genético e aos conhecimentos tradicionais. A resolução também visa estabelecer critérios de transferência de tecnologia e ainda definir a forma de participação dos inventores, autores e melhoristas nos ganhos econômicos obtidos pela Uepa com a transferência de tecnologia.
Dentre outros pontos, estas diretrizes tratam sobre os direitos de titularidades, divulgação da invenção ou obra, processo de registro, transferência de tecnologias, participação nos benefícios econômicos; e as regras de acesso ao patrimônio genético e ao conhecimento tradicional associado.
A resolução será regida em consonância com o disposto na Constituição Federal, artigos 218 e 219, na Lei 8.666/93 (Lei das Licitações); Lei 9.279/96 (Lei de Propriedade Industrial); Lei 9.609/98 (Programa de Computador); Lei 9.610/98 (Lei de Direito Autoral); Lei 10.973/04 (Lei de Inovação); e Decreto 5.563/05, a Leis dos Cultivares (Lei nº 9.456/1997); a lei da biossegurança (Lei nº 11.105/2005); a Medida Provisória nº 2.186-16 de 2001 sobre o acesso e uso ao patrimônio genético e o acesso ao conhecimento tradicional associado e legislação complementar.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


Uepa inaugura sede própria em Igarapé-Açu
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) inaugura nesta sexta-feira, dia 1º de março, sua sede própria no município de Igarapé-Açu. A cerimônia está marcada para às 9h e contará com a presença da reitora da Universidade, Marília Brasil Xavier, autoridades do munícipio, professores, alunos e banda convidada. O prédio a ser inaugurado acarreta grande modificação na realidade dos alunos e de toda a comunidade do município, acredita a coordenadora do campus, Maria Auxiliadora Maués. “O espaço trará, além de melhorias na estrutura física, a autoestima dos alunos e funcionários que vivenciam a cada dia a Uepa. Esse é um momento de fortalecimento da instituição com todo o município, pois os alunos entram nesse novo prédio orgulhosos do que veem” afirmou Maria Auxiliadora.
Fazem parte das novas instalações três salas de aula; um laboratório de informática que dispõe de 20 computadores; uma biblioteca; duas salas onde funcionarão as coordenações de curso, assessoria pedagógica e secretaria acadêmica; espaço de convivência e cantina. Prestes a completar 15 anos de existência, uma vez implantado oficialmente no dia 9 de dezembro de 1998, o campus da Uepa em Igarapé-Açu surgiu de um convênio assinado entre a instituição e o padre Giovane Mometti, presidente do Movimento Voluntário Interbrasileiro para a Amazônia (Vibra) João XXIII, com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e modernização do Estado do Pará.
“Não existe presente de debutante melhor do que nossa casa própria. Estamos de casa nova, cara nova e vários sonhos novos que serão realizados a partir de então”, acrescentou a professora Maria Auxiliadora Maués. O campus funciona nos três turnos e abriga, atualmente, 360 alunos. São ofertados os cursos de graduação de Licenciatura Plena em Pedagogia, Licenciatura em Geografia e Licenciatura Plena em Matemática. O novo prédio da Uepa em Igarapé-Açu está localizado na PA-127, perímetro Igarapé-Açu Maracanã, no bairro Uberlândia.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


CPH avalia situação do terminal hidroviário de Alenquer
A Companhia de Portos e Hidrovias (CPH) vai enviar ao município de Alenquer técnicos para avaliar a situação do terminal hidroviário da cidade, que atualmente encontra-se interditado pelo Ministério Público Federal e pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq). O assunto foi tema de reunião, nesta quarta-feira, 27, entre o presidente da CPH, Abraão Benassuly, e o prefeito do município, Luiz Flávio Marreiro, acompanhado de um grupo de vereadores. A comitiva pediu a adequação e recuperação do terminal ao presidente da CPH, que autorizou os levantamentos necessários para a realização das adequações estruturais.


Comitiva do Governo fortalece ações de combate ao tráfico humano em Altamira
Uma comitiva formada por representantes do Pro Paz, Polícia Civil, Secretaria de Assistência Social (Seas) e Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) esteve até a manhã desta quinta-feira, 28, em Altamira, município do sudeste do Estado. A visita teve como objetivo trabalhar o fortalecimento da rede de enfrentamento ao tráfico humano. Para o secretário de Assistência Social, Heitor Pinheiro, a realização de um trabalho conjunto é muito importante. "Hoje nossa maior necessidade é integrar os serviços para toda a região do Xingu, não apenas em Altamira, mas em outras cidades também. É necessário avançar na ampliação das redes e dos serviços e, por fim, estabelecer um diálogo permanente com a sociedade civil, fazendo um trabalho de sensibilização para que eles também sejam nossos parceiros", disse.
A equipe cumpriu, desde a quarta-feira, 26, várias agendas, a começar por uma reunião que durou cerca de duas horas e contou com a presença de servidores do Estado que atuam na região, entre eles delegados, psicólogos, professores, policiais militares e funcionários da regional de saúde. Durante o encontro eles discutiram formas de realizar uma atuação conjunta. "É importante fortalecer a relação que já existia com os órgãos de segurança pública, assistência social e direitos humanos e principalmente orientar nossos servidores a combater não só o tráfico humano, mas também outros tipos de violência e exploração sexual" disse a Delegada Geral Adjunta, Christiane Lobato.
Entre os compromissos da equipe houve ainda um encontro com servidores municipais e representantes da sociedade civil. A reunião teve como objetivo a construção de novas parcerias. Na oportunidade, o secretário de Justiça e Direitos Humanos, José Acreano Brasil, anunciou um plano de trabalho para a região. "Vamos realizar em 2013 capacitações de enfrentamento ao tráfico de pessoas voltadas para todos os servidores, desde a área de segurança, saúde, assistência social e da educação. Precisamos conscientizar os servidores públicos sobre a temática para que todos que se depararem com a situação de trafico de pessoas venham a tomar as medidas necessárias para enfrentá-la" disse ele.
A instalação do Pro Paz Integrado também foi um dos assuntos discutidos durante a reunião. O serviço, que atende de forma integrada crianças, adolescentes e mulheres vítimas de violência, está previsto para ser inaugurado no município no final do mês de abril deste ano. "Esse serviço tem uma característica diferenciada porque reúne no mesmo espaço físico da delegacia especializada, o Centro de Perícias Científicas, equipe médica e uma equipe psicossocial. Esse é um serviço já reconhecido pela ONU e Unicef como modelo de vanguarda no Brasil", afirmou o secretário.
A coordenadora do Movimento de Mulheres de Altamira, Mariene de Almeida, comemora a instalação do núcleo na cidade. "Não existe em Altamira um trabalho como este, específico para mulher, por isso, para nós do movimento social é um grande avanço, que vai ajudar muito a diminuir a violência contra a mulher".
O último compromisso da comitiva foi visitar a obra onde o Pro Paz será instalado, na antiga Delegacia de Atendimento à Mulher, que entrou em reforma e agora funciona na Superintendência de Polícia provisoriamente. O novo prédio está previsto para ser entregue na segunda quinzena de abril. "A obra já esta avançada e nossa meta é concluir o mais rápido possível, para que a população possa logo usufruir de um serviço integrado e de qualidade que o Pro Paz oferece", disse Jorge Bittencourt, gerente de planejamento do Pro Paz.

Texto:
Brena Moreira-Pro Paz


Governo e Prefeitura de São Domingos garantem infraestrutura para o Surf na Pororoca
Representantes de órgãos do governo do Estado chegaram na manhã desta quarta-feira (27) a São Domingos do Capim, município do nordeste paraense, para definir a programação do 13º Festival da Pororoca e do 15º Campeonato de Surf na Pororoca. A reunião aconteceu no Telecentro da sede municipal. Além da mudança na data do evento, antecipada para a segunda semana de abril, já ficou acertado que a Prefeitura de São Domingos vai garantir ações e a infraestrutura necessária para receber atletas e demais participantes do festival.
Servidores de 10 órgãos do governo participaram da discussão sobre as ações que serão realizadas antes, durante e depois do evento. A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) realizará obras na Rodovia PA-127, que dá acesso ao município. A Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa) garantirá o suporte para a comunicação via internet, melhorando o sinal do Programa Navegapará.
As Secretarias de Estado de Comunicação (Secom) e de Cultura (Secult), Instituto de Artes do Pará (IAP), Fundação Carlos Gomes, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves e Fundação Curro Velho, em parceria com a Prefeitura, ministrarão oficinas de artes, educação e música para moradores de São Domingos.
Surf noturno - A grande novidade deste ano será a prática do surf noturno, com pranchas iluminadas com LED. Segundo a coordenação do evento, as pranchas são fabricadas na Espanha. Ainda durante o festival acontecerão shows com artistas locais e lutas de MMA, denominadas “Pororoca Fight”.
Ana Júlia Chermont, diretora da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), ressaltou que o evento é uma realização da Prefeitura local com o apoio de vários  órgãos do governo estadual. “Estamos trabalhando para o sucesso do evento. Esta é a primeira reunião na cidade. Na próxima semana nos reuniremos com as equipes das áreas de Saúde e Segurança Pública. Também estamos finalizando a vinda do Pro Paz Presença Viva e Cidadania, que realizará mutirões na área de saúde e para retirada de documentos, oferecendo cidadania aos moradores”, informou a diretora.
Yoiti Nakata, prefeito de São Domingos do Capim, afirmou que a Prefeitura quer fazer o melhor para receber os visitantes, e a parceria com o governo estadual vai contribuir para o êxito de mais um festival. “A parceria dará um grande apoio para a Prefeitura realizar com toda a estrutura este evento, que chama a atenção do Pará e do restante do mundo”, ressaltou o prefeito.
Após a reunião, todos foram conhecer a Ilha do Tóio, onde acontece a competição de surf. Em conversa com moradores do local, a equipe definiu que a data do evento, inicialmente marcada para o período entre 25 e 28 de abril, será antecipada para o período de 10 a 14 de abril, coincidindo com a lua nova. Segundo os moradores, será a época propícia para o fenômeno da pororoca.
Noélio Sobrinho, presidente da Associação Brasileira de Surf na Pororoca (Abraspo), confirmou a presença de equipes de televisão da China e do Japão na cobertura do festival, que terá entre suas atrações o lançamento de um livro sobre a história do surf na pororoca, escrito pelo jornalista paraense Paulo Sílber. Noélio informou ainda que a competição deverá reunir mais de 100 atletas de todo o planeta, com espaço para os não profissionais, na modalidade "free surf".

Texto:
Antenor Filho-Secom


Agricultores de Terra Alta aprendem a produzir mudas de acerola
Com o objetivo de orientar e capacitar agricultores familiares para a produção de mudas, a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) ofereceu a 15 agricultores da comunidade Cigana, no município de Terra Alta, no nordeste do Estado, uma Demonstração Técnica de enxertia, voltada ao preparo de mudas de acerola. A técnica ajuda o agricultor a entender o processo de produção de mudas, que influencia diretamente nos custos .
Terra Alta é um dos principais produtores de acerola do Pará, mas segundo dados da Emater a maioria dos agricultores que se dedicam à cultura não consegue produzir mudas. Em média, as mudas são comercializadas a R$ 3,00. No caso da produção própria, o custo da muda não seria maior que R$ 0,50.
A enxertia é um método de propagação assexuada que diminui a altura da planta e a produção precoce de frutos, além de possibilitar a multiplicação da espécie livre de doenças e pragas, com boa produtividade e frutos de qualidade - apresentando tamanho, cor, sabor e aparência nos padrões de mercado.
Segundo o engenheiro agrônomo da Emater, Ricardo Dohara, a adoção da técnica é importante para o agricultor poder planejar o cultivo, desde o estágio inicial até o plantio. A acerola é uma cultura de ciclo longo. Árvores com até 15 anos de idade ainda estão em plena produção. A partir de oito meses, a acerola já começa a produzir comercialmente. “A partir do terceiro ano do plantio cada árvore consegue produzir mais de 50 quilos do fruto por ano”, informou Dohara.
Essa é a terceira vez que a Emater demonstra tecnologia destinada à produção de mudas de acerola, uma cultura classificada como rentável e de fácil manejo, mas que exige cuidados na hora da colheita, por ter um fruto frágil e muito perecível. “Por isso, a colheita e a pós-colheita são muito importantes para a conservação do produto”, frisou o agrônomo.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Jornada discute nova proposta curricular para jovens socioeducandos
Professores, técnicos e diretores que atuam nas instituições socioeducativas da Região Metropolitana de Belém participam da I Jornada Pedagógica, que tem como objetivo discutir a proposta curricular da educação escolar na medida socioeducativa. Em dois dias de debate, os profissionais discutem questões teóricas, jurídicas e metodológicas para a construção de um currículo que atenda as necessidades e especificidades da educação proporcionada aos adolescentes e jovens privados de liberdade.
O tema “Diálogo sobre a escolarização na medida socioeducativa: responsabilidade de todos” abriu as discussões na manhã desta quarta-feira (27). Foram tratadas as metas e perspectivas para a escolarização socioeducativa de 2013. Participaram do debate representantes da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa).
Para a titular da Coordenadoria de Educação de Jovens e Adultos da Seduc, Núlcia Azevedo, além de buscar propostas pedagógicas para o desenvolvimento da educação proporcionada aos jovens privados de liberdade, a jornada serve para o estreitamento das relações entre as instituições parceiras. Segundo ela, atualmente o currículo trabalhado pertence à Educação de Jovens e Adultos (EJA). Ele deve ser modificado, já que o atendimento didático-pedagógico precisa ser diferenciado devido à diferença de idade e série existentes entre os jovens nas instituições.
Representando a presidência da Fasepa, a professora Angelina Falcão falou sobre a relação firmada entre alunos e professores no “aprender a ser” e “aprender a conviver” de cada um. “As relações que se constroem dentro destas unidades são muito boas, e geralmente os adolescentes que cometeram atos infracionais se espelham em seus professores para mudar de vida. Temos casos de meninos que hoje são homens e que mudaram sua história de vida com educação e bons exemplos”, frisou.
Atualmente, 420 alunos privados de liberdade, com idade entre 12 e 21 anos, são atendidos em sete unidades socioeducativas espalhadas pela Região Metropolitana de Belém. Atuam nestas unidades – que são atreladas à Escola em Regime de Convênio Vila Esperança, localizada em Ananindeua – 52 professores de várias disciplinas e oito técnicos em educação. As aulas são ministradas diariamente seguindo um calendário escolar.
Após a promulgação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), em 1990, tornou-se obrigatório o acesso à escolarização aos adolescentes e jovens internados nas unidades socioeducativas. “Todos os que estão internados nestas unidades são obrigados a estudar. Temos alunos que se dedicam e conseguem, inclusive, entrar nas universidades para cursar nível superior”, disse Núlcia Azevedo.
Dois programas do governo federal são desenvolvidos nas unidades socioeducativas: o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) PPL e o Exame Nacional para a Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) PPL, voltados somente para as pessoas privadas de liberdade. O Encceja é usado como um dos instrumentos para a correção de fluxo para alunos que apresentem distorção idade-série. Os alunos podem, assim, obedecendo a alguns critérios pré-estabelecidos, avançar para o ensino médio.
As inscrições para o Encceja ocorrem no período de 11 de março a 12 de abril e devem ser feitas no site www.encceja.inep.gov.br/encceja. O exame será aplicado dia 14 de maio, em unidades prisionais e socioeducativas de todo os país.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc


Setur e Dieese fazem balanço do turismo no Pará
O secretário estadual de Turismo, Adenauer Góes, juntamente com o diretor do Dieese-PA, Roberto Sena, apresentam na manhã desta quinta-feira, 28, uma entrevista coletiva sobre o balanço dos principais indicadores do Turismo no Estado em 2012 e a estimativa de fluxo turístico e investimentos para 2013. Representantes do trade turístico e Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) vão acompanhar a apresentação.
Na oportunidade, Adenauer Góes faz um balanço das atividades da Secretaria de Turismo (Setur) e da execução do Plano Estratégico de Turismo no Ver-o-Pará. 
O número de turistas em visita ao Pará vem crescendo nos últimos anos, trazendo mais divisas para o Estado e aquecendo o mercado de trabalho graças às estratégias desenvolvidas pela Setur, que colocaram o Pará entre os principais destinos turísticos do País.



Programação faz alerta sobre as lesões por esforços repetitivos
Em alusão ao Dia Mundial de Combate e Prevenção contra as Lesões por Esforços Repetitivos (LER) e Doença Osteomusculares Relacionadas ao Trabalho (Dort), comemorado nesta quinta-feira (28), o Centro de Referência Estadual em Saúde do Trabalhador (Cerest) e o Cerest Regional do Araguaia promovem programações destinadas aos trabalhadores.
Segundo a coordenadora do Cerest-PA, Jarina Gomes, as LER/ Dort – grupos de doenças que representam desgaste de estruturas do sistema musculoesquelético – podem acometer trabalhadores de diversos ramos de atividades. Elas são responsáveis por mais de 45% dos benefícios concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). “Por ser considerada uma questão de saúde pública de difícil solução, faz-se necessário desenvolver ações preventivas e educativas sobre o mal”, alerta.
O Cerest-PA promove na tarde desta quinta-feira (28), a partir das 15h30, no auditório da Fundacentro (rua Bernal do Couto, 781, Umarizal), duas palestras de sensibilização abordando os seguintes temas: “A prevenção é o melhor remédio”, proferida pelo médico Nicholas Mota, e “O Papel do Cerest-PA diante da prevenção das LER/ Dort”, pela terapeuta ocupacional Liliane Moda. No intervalo, haverá ginástica laboral conduzida por Liliane Moda.
Também haverá programação promovida pelo Cerest Araguaia, que tem sede em Conceição do Araguaia e abrange 15 municípios. Dia 5 de março, haverá blitz nas agências bancárias de Conceição do Araguaia, palestras sobre LER/ Dort e sobre a importância da atividade física e ginástica laboral. Dia 15 de março, 200 profissionais da Unidade Regional de Educação do Pará (URE) assistem à palestra sobre o tema. Os eventos contam com parceria da URE, Sindicato dos Bancários do Pará e Núcleo de Apoio a Saúde da Família (Nasf).
Segundo a fisioterapeuta e responsável técnica do Cerest-Araguaia, Joana Dark da Silva, foram enviados materiais educativos, como cartaz, cartilha e folder, para todos os municípios da região, assim como colocadas faixas em locais estratégicos em Conceição, Redenção e Xinguara. O objetivo é provocar uma conscientização das organizações de trabalho e também dos trabalhadores sobre a necessidade de promover a prevenção dessas patologias. “Vamos iniciar um diálogo do que pode ser feito dentro do ambiente de trabalho”, diz.
Entre as medidas que podem ajudar a reduzir a incidência da doença estão: estudos e modificações ergonômicas dos postos de trabalho; uso de ferramentas e equipamentos ergonomicamente adaptados ao trabalhador; diminuição do ritmo de trabalho; estabelecimento de pausas para descanso; redução da jornada de trabalho; diversificação de tarefas; e eliminação do clima autoritário no ambiente de trabalho.

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa


Helenilson Pontes vai autorizar reforma e ampliação do Colosso do Tapajós
O governador do Pará em exercício, Helenilson Pontes, viaja para o município de Santarém, no oeste paraense, nesta quinta-feira (28), para assinar a Ordem de Serviço de reforma e ampliação do estádio Colosso do Tapajós. A Ordem de Serviço da obra, orçada em R$ 19 milhões, será assinada em uma cerimônia que vai acontecer no próprio estádio, a partir das 10h15.
O novo Colosso do Tapajós terá capacidade para abrigar 20 mil pessoas em cadeiras numeradas, e contará com dois níveis de arquibancada, elevador de acesso à tribuna de honra e cabines para os profissionais da imprensa, assentos no padrão exigido pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), entre outros itens.
Com a obra, custeada pelo governo do Estado, o Colosso do Tapajós será um Centro de Treinamento de Seleções para a Copa do Mundo de 2014 e um Centro de Treinamento para atletas que disputarão as Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom


Sejudh participa da organização dos Jogos Escolares da Juventude
Representantes da Coordenação de Promoção dos Direitos da Juventude da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) reuniram-se na última terça-feira (26), no Centro Integrado do Governo (CIG), com a coordenação geral dos Jogos Escolares da Juventude 2013, que ocorrem pela primeira vez em Belém, entre os dias 7 e 17 de novembro.
Participam do encontro representantes da Secretaria Especial de Estado de Promoção Social (Sepros), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Departamento de Trânsito do Estado (Detran). A reunião teve como objetivo apresentar o projeto do evento para os órgãos estaduais, afim de que possa ser feito o planejamento de segurança, dentre e outras ações específicas.
A coordenação geral dos Jogos Escolares do Núcleo de Esporte e Lazer da Seduc terá a parceria da Sejudh no evento. Segundo o coordenador de Direitos da Juventude, Raimundo Rodrigues, durante a reunião foi instalado o comitê de segurança que vai atuar na organização do evento. “A expectativa é que possamos reunir três mil alunos da rede pública”, disse.
Na semana passada, chefes de delegações estiveram em Belém para conhecer os 20 locais de prática esportiva pré-definidos pela Seduc, incluindo o Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, que abrigará o comitê central dos Jogos. No próximo dia 7 de março, o Comitê Olímpico Brasileiro estará em Belém para definir os locais em que ocorrerão os jogos.

Texto:
Leba Peixoto-Sejudh


Cosanpa faz limpeza no lago Bolonha com o uso de mergulhadores
A Estação de Tratamento de Água Bolonha está passando por uma grande mudança. Uma equipe de mergulhadores, sob coordenação da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), retira do lago Bolonha as plantas que dominavam o local. Após cerca de um mês de trabalho, é possível perceber uma grande diferença na própria paisagem do lugar. Dos 371.618 metros quadrados do lago, tomados pelas plantas, cerca de 30% já foram completamente desobstruídos.
O trabalho começou no último dia 21 e é acompanhado pelo gerente de Produção de Água da Cosanpa, Tomas Han. Os mergulhadores cortam as chamadas plantas macrófitas aquáticas. Com isso, o próprio tratamento da água se torna mais eficiente, usando menor quantidade de produtos químicos.
Segundo Tomas Han, as plantas cresceram bastante desde o último trabalho de retirada, em 2009. “Elas tiveram esse crescimento por conta da ocupação desordenada de pessoas, em ‘invasões’ na cabeceira do manancial”, analisa. O fato é que a própria população começa a interferir em um serviço básico da cidade, que é o tratamento da água.
As plantas retiradas até o momento estão sendo bombeadas para outro ponto do terreno, onde podem virar adubo, dada a grande quantidade de sedimentos que as macrófitas têm. O processo de retirada da vegetação prossegue até 21 de maio deste ano.

Texto:
Andrea Cunha-Cosanpa


Indução floral aumenta a produção de abacaxi em Salvaterra
Agricultores familiares de Salvaterra, município do Arquipélago do Marajó, estão se preparando para colher a primeira safra do ano de abacaxi. Essa colheita do fruto, que ocorrerá no período de entressafra, foi viabilizada pela indução floral da planta - processo denominado carburetagem, que consiste na aplicação de carbureto para acelerar o desenvolvimento do abacaxi. A técnica permite a chamada "safra programada", quando o agricultor pode fazer até três colheitas na mesma área. O cultivo natural proporciona apenas uma safra anual de abacaxi.
Orientados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), os agricultores realizam a indução floral a partir do 12º mês do plantio, com colheita programada para dentro de cinco meses.
Salvaterra tem a segunda maior produção de abacaxi do Pará. Neste ano, o município deve produzir, em 400 hectares de área plantada, 1,2 milhão de frutos, da variedade pérola, própria para o consumo in natura. No município, onde trabalham cerca de 800 agricultores familiares, 90% das famílias se dedicam ao cultivo do abacaxi. A atividade é responsável pela maior fonte de renda em Salvaterra. No pico da safra são gerados cerca de 2 mil empregos diretos e indiretos, beneficiando 10% da população local.
Segundo a Emater, a cultura do abacaxi é rentável, apesar das dificuldades em controlar pragas e doenças como a cochonilha e a fusariose, que atacam diretamente o fruto e inviabilizam a produção. Para enfrentar esses problemas, a orientação técnica da Emater é selecionar mudas e aplicar corretamente os defensivos em períodos ideiais - entre cinco e seis meses após o plantio.
Ari Djalma Caldas, engenheiro florestal da Emater, disse que a expectativa é que para este ano a área plantada de abacaxi aumente em até 30%. “Dependemos apenas da aprovação de novos projetos, por meio do Programa Nacional de Agricultura Familiar (Pronaf), que oferece até R$ 10 mil para custeio por hectare plantado”, informou.
O abacaxi produzido em Salvaterra abastece os mercados da Região Metropolitana de Belém, mas a qualidade do produto já atrai compradores de Goiás, Minas Gerais e São Paulo. Hoje, o abacaxi in natura está sendo comercializado entre R$ 0,80 e R$ 1,00 a unidade.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Jucepa receberá palestra sobre financiamento de imóveis
Um financiamento imobiliário voltado aos servidores estaduais é o que garante o convênio entre o Banco do Brasil (BB) e o Governo do Pará. O assunto será tema de uma palestra na Junta Comercial do Estado do Pará, no dia 7 de março, às 9h, onde serão apresentadas as diretrizes do convênio por funcionários do Banco.
Esta será a primeira ação de 2013 do Projeto Escola do Registro Mercantil, com objetivo de difundir a informação para todo o público interno da Jucepa, que terá uma oportunidade de receber orientações importantes deste mercado e ainda sobre as taxas, valores, tipos de crédito e o planejamento necessário na hora de assumir um financiamento a longo prazo, como o de um imóvel.
Recentemente, a mesma palestra foi realizada pelo BB na Secretaria de Estado de Administração (Sead). De acordo com o Banco do Brasil serão oferecidas condições diferenciadas na concessão do financiamento de imóveis aos servidores do estado e até mesmo com possibilidade de acesso ao Programa Minha Casa Minha Vida. A palestra, programada para o dia 7 de março, será no Auditório Adalberto Acatauassú Nunes, no terceiro andar da Junta Comercial.


Hemopa promove Capacitação para profissionais da saúde
A Fundação Hemopa promove, nesta quarta-feira, 27, a “Capacitação em Doença Falciforme e outras Hemoglobinopatias”. A programação, que acontece de 8h as 18h, no auditório do hemocentro, permite a profissionais da área de saúde - médicos, fisioterapeutas, psicólogos, enfermeiros, dentistas, farmacêuticos e assistentes sociais - atualizarem seus conhecimentos para o diagnóstico precoce e terapêutica adequada dos casos de doença falciforme e outras hemoglobinopatias, reduzindo o índice da morbimortalidade no Estado do Pará.
Essa é a segunda fase do projeto, que somente no ano passado capacitou 535 profissionais da área de saúde da capital e interior do Estado. O investimento nessas capacitações impacta diretamente na melhoria do atendimento, tendo em vista que boa parte dos usuários passarão a ter assistência médica em seus próprios municípios, agilizando o serviço e descongestionando a demanda na sede do hemocentro.
Segundo a coordenadora de Atendimento Ambulatorial do Hemopa, Saide Trindade, dos 13.330 pacientes cadastrados no hemocentro, 606 são portadores da doença. Eles são acompanhados por uma equipe multiprofissional composta por médicos, enfermeiros, fisiatras, fisioterapeutas, assistentes sociais, psicólogos, odontólogos, pedagogos e farmacêuticos, que garante atendimento especializado, proporcionando melhor qualidade de vida aos pacientes que dependem desse serviço.
Maelma Furtado, 21 anos, e Letícia Ferreira, 15, ambas portadoras de anemia falciforme, são pacientes do hemocentro e dependem da solidariedade dos doadores voluntários para manterem a doença sob controle. “O atendimento destinado aos pacientes é muito bom. Seguimos o tratamento direitinho, mas é a solidariedade dessas pessoas que realmente nos permite melhor qualidade de vida”, destacam.
A capacitação, que conta com recursos do Ministério da Saúde, por intermédio do convênio nº 673/2009, este ano será realizada nas unidades da hemorrede localizadas nos municípios de Castanhal, Altamira, Santarém, Redenção, Marabá, Tucuruí e Abaetetuba, até maio deste ano.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa


Banpará inaugura posto de atendimento em Breu Branco
O Banco do Estado do Pará (Banpará) inaugurou nesta terça-feira (26), o posto de atendimento do município de Breu Branco. Com amplas e modernas instalações, a unidade vai atender com mais conforto e comodidade a população do município. Estiveram presentes no evento autoridades do banco e do município, funcionários da agência, além da população que foi conferir de perto os produtos que o banco oferecerá. “No posto de atendimento vamos oferecer todos os serviços e produtos que o banco possui. Temos uma equipe treinada para atender com qualidade nosso público”, afirmou a coordenadora do posto, Juliana Castro.
A inauguração contou com o pronunciamento do prefeito de Breu Branco, Adimilson Luis Mezzomo, que discursou sobre a importância do banco e pontuou a falta que fazia para a população ter um posto do Banpará na região. Em seguida, foi descerrada a placa de inauguração.
O presidente do Sindicato dos Mototaxistas da região, Jedson de Sousa, acha que a chegada do banco ao município fortalerá a classe, por causa da linha de crédito específica. “O crédito vai nos ajudar a organizar melhor a classe e levar mais segurança para o cidadão, pois é necessário que o condutor obedeça a uma série de exigências, como o cadastro do Departamento de Trânsito do município e um curso de direção defensiva, ministrado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) para conseguir tirar o crédito. Vai nos ajudar também a pagar as taxas, bem como o banco contribuirá para o desenvolvimento da economia, já que o dinheiro circulará em Breu Branco.
Para esse ano, alinhado com o Planejamento Estratégico do Banco, está prevista a instalação de mais 21 unidades e outras 17 em 2014. Dessas novas unidades, 33 serão em municípios onde a instituição ainda não está presente, como forma de contribuir para o processo de inclusão bancária no Estado.

Texto:
Yedda Bevilacqua-Banpará


Estudantes do interior conhecem o Mangal das Garças
Dezenas de alunos da Escola Estadual Professora Argentina Pereira, localizada em Bragança, passaram por vários pontos turísticos da capital paraense e escolherem encerrar a visita no Parque Mangal das Garças, nesta terça-feira, 26. Os jovens, que estão cursando a 8a série do Ensino Fundamental, estavam programando a viagem para a capital desde setembro. O Memorial Amazônico da Navegação, Viveiro das Aningas e o Farol de Belém foram os pontos visitados pelo grupo.
Durante a visita, os orientadores de público do Mangal – que explicam aos visitantes as curiosidades do Parque – lembravam que o espaço tem a função de mostrar a importância de preservar o meio ambiente. Eles também se mostravam preocupados com o aprendizado que os alunos levariam do Mangal. Para agendar uma visita monitorada ao Parque, basta enviar um e-mail para agendamento@mangalpa.com.br, contendo um ofício timbrado pela instituição que deseja marcar a visita. No documento deve estar especificado o objetivo da visita, o número de alunos, sua faixa etária e número de professores que vão acompanhar o grupo (no caso de escolas).


Treze novos residentes são recepcionados na Uepa, em Belém
A comissão de Residência Médica (Coreme) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) realizou, na segunda-feira, 25, a cerimônia de acolhimento dos 13 novos residentes de Belém. O evento, que aconteceu no auditório do Telessaúde, localizado no Bloco A do Centro de Ciências Biológicas e Sociais (CCBS), foi marcado pela aula inaugural sobre “A Responsibilidade Profissional dos Médicos Residentes” proferida pelo professor da universidade, José Antônio Cordero da Silva.
Os estudantes selecionados nos três programas, “Medicina de Família e Comunidade”; “Ortopedia e Traumatologia”; e “Dermatologia” foram recepcionados pelo pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Juarez Quaresma, pela coordenadora do Curso de Medicina, Regina Carneiro, e demais professores. As aulas serão ministradas a partir do dia 1 de março, no CCBS, localizado na travessa Perebebuí, 2623, bairro do Marco.


Instituto de Artes do Pará inscreve para curso de Final Cut
O mercado de vídeo digital vem crescendo nos últimos anos, exigindo cada vez mais de seus profissionais. Por conta disso, o Instituto de Artes do Pará (IAP) oferece o curso de "Final Cut", que foi recriado para atender as exigências dos editores de criação. Com sua interface de edição dinâmica e ferramentas poderosas de edição e pós-produção é possível desenvolver qualquer projeto de forma objetiva, rápida e precisa.
Com essa ferramenta os profissionais da área de edição, finalização ou computação gráfica podem atuar em produtoras de vídeo e cinema, agências de propaganda e até mesmo produzir vídeos caseiros com profissionalismo. O curso organizado pelo NPD Pará irá abordar o software atualmente mais utilizado no mundo para edição profissional, desvendando os menus, procedimentos básicos e avançados de utilização das ferramentas e formatos (codecs) mais utilizados atualmente, possibilitando a utilização do material nas diversas plataformas existentes.
As aulas serão ministradas por Alex Esteves, que trabalha há 30 anos no mercado publicitário. Iniciou suas atividades na histórica IDTV Comunicação e Marketing, onde começou a editar e finalizar, ainda em edição linear (Betacam). Em 1997, a empresa acompanhou a transição para o processo não linear. Em seguida, partiu para a carreira solo e, em sociedade com outros dois profissionais, criou a Imagem Produções. Durante 15 anos foi responsável pela gerência e edição de todos os materiais finalizados na empresa. Neste período, utilizou várias ferramentas, como: Speed Razor, Edit Discreet Logic, Avid e Final Cut.
Desde 2008 vem se aperfeiçoando no software, sempre buscando atualização e contato com profissionais de todo o mundo, a exemplo, sua participação nos últimos anos da NAB SHOW, a maior feira de Broadcast do mundo, que acontece em Las Vegas (EUA) anualmente. Também investiu em cursos e oficinas de aperfeiçoamento voltados ao domínio da plataforma e excelência técnica.
Período do curso: de 18 a 22 de março
Término de envio de solicitações e currículos para análise: 14 de março de 2013
Divulgação do resultado no site do IAP: 16 de março de 2013
Local: Teatrinho do Instituto de Artes do Pará
Número de vagas: 10 participantes
Perfil do participante: Experiência comprovada em edição e conhecimentos básicos do software.
Processo de análise: Avaliação pelo facilitador pelos currículos enviados do interessados.
Enviar Curriculum: iap.artesvisuais@gmail.com


Sespa e gestores da área de Belo Monte debatem soluções para impactos da obra
O secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, se reuniu nesta terça-feira (26) com prefeitos e secretários municipais de Saúde da região da Transamazônica, no oeste do Pará, a fim de discutir uma pauta com 11 itens relacionados à área de Saúde na região de influência da Usina de Belo Monte. A reunião foi solicitada pelos próprios gestores municipais, que buscam parcerias e providências para enfrentar os problemas decorrentes da construção da hidrelétrica.
Helio Franco disse que foi a primeira reunião com os novos gestores de Saúde, e ressaltou a preocupação da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) com a população dos municípios afetados pelo projeto.
Os gestores questionam o Ministério da Saúde, pelo não cumprimento das Portarias nº 1.237 e 1.377, de junho de 2012, as quais definem o incentivo financeiro para compensação dos fluxos migratórios nos municípios que sofrem impacto direto da implantação da Hidrelétrica de Belo Monte. De acordo com os gestores, até hoje eles só receberam uma parcela referente ao Piso Variável da Vigilância e Promoção à Saúde (Portaria 1.377), das duas que o Ministério deveria ter repassado em 2012 ,e nenhuma parcela do Piso Variável da Atenção Básica.
A secretária municipal de Saúde de Senador José Porfírio, Gracinda Magalhães, disse que se os recursos fossem repassados, melhoraria a situação dos municípios. Ela pediu à Sespa que faça um documento cobrando informações do Ministério da Saúde sobre esses repasses e o cronograma de 2013, o que foi acatado pelo secretário Helio Franco. Na mesma hora foi redigido um ofício ao ministro da Saúde, Alexandre Padilha, assinado pelo secretário estadual e pelos prefeitos e secretários municipais de Saúde de Altamira, Anapu, Brasil Novo, Medicilândia, Porto de Moz, Senador José Porfírio e Uruará.
Contrapartida - Ainda sobre financiamento, os gestores cobraram a contrapartida estadual da Farmácia Básica, Vigilância em Saúde e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Eles foram informados pelo secretário Helio Franco que os pagamentos haviam sido feitos na semana passada, ficando os débitos apenas do chamado incentivo ao Programa de Atenção Básica (PAB), referente aos períodos de novembro e dezembro de 2011, e junho a dezembro de 2012.
Os gestores reivindicaram, ainda, ajuda da Sespa para cadastramento e financiamento de novos serviços especializados na região. “Temos boas estruturas e equipamentos, resultado de parceria com a Norte Energia (consórcio que constroi a usina), mas não temos serviços cadastrados no Ministério da Saúde”, frisou Gracinda Magalhães.
Considerando o aumento populacional, há necessidade de ampliar a oferta de consultas especializadas como Neurologia, Traumato-Ortopedia, Otorrinolaringologia e Oftalmologia, e de exames como ultrassonografia, eletrocardiograma e colposcopia. Foi reivindicada, ainda, a revisão da Programação Pactuada Integrada (PPI).
Também foi solicitada ajuda da Sespa para reordenar o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (Pacs) nos municípios, principalmente em Vitória do Xingu, Senador José Porfírio e Brasil, que têm sofrido com desapropriação de terras, movimento migratório e população atraída pelo projeto de Belo Monte. Eles querem a expansão do número de agentes para cobrir áreas em novos assentamentos, bairros e invasões. Dione Cunha, diretora de Políticas de Atenção Integral à Saúde (Dpais), disse que apoiará os municípios, por meio da Coordenação Estadual do Pacs.
Qualificação - Os gestores pediram, ainda, apoio para a realização de cursos destinados à formação de técnicos em Enfermagem, Radiologia e Laboratório, e cursos de capacitação para cuidados em Unidade de Cuidados Intermediários (UCI)/UTI Neonatal, adulto e pediátrico.
Sobre essa demanda, Raimundo Sena, diretor da Escola Técnica do SUS (Etsus), informou que estão programados para a região um curso técnico de Vigilância em Saúde, com 45 vagas; curso de qualificação de ACS, com 29 turmas, totalizando 1.175 profissionais; qualificação de Agentes de Combate às Endemias, com 40 vagas; curso básico de Regulação, Controle e Avaliação, com 30 vagas, e curso básico de Gestão do SUS, com 30 vagas. Também está previsto um curso de atualização em Saúde da Família, com 180 horas, por meio de Educação a Distância. Ele disse que pode analisar as outras demandas dos municípios e ver como a Etsus poderá ajudar a viabilizar os cursos. “Nós precisamos saber quantos profissionais são necessários”, ressaltou.
Além de outros pontos, os gestores expuseram a preocupação com a extração de ouro na região da Ilha da Fazenda Ressaca, e pediram apoio da Sespa para marcar audiência com o secretário de Estado de Meio Ambiente, José Alberto Colares, para discussão prévia sobre os impactos que o projeto Belo Sun terá sobre a população indígena, a saúde e o meio ambiente, além dos aspectos socioeconômicos e culturais, antes da licença de funcionamento.

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa


Sai lista final dos aprovados para curso de Docência Universitária na Uepa
A Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (Propesp), da Universidade do Estado do Pará (Uepa), divulgou nesta terça-feira (26) o resultado final do processo seletivo para o I Curso de Especialização em Docência Universitária, com ênfase em Tecnologia e em Saúde. A relação dos candidatos homologados após recurso já está disponível no site da Uepa.
Foram preenchidas 75 das 121 vagas ofertadas. Os candidatos selecionados devem se matricular no período de 11 a 15 de março, nas secretarias administrativas dos campi, das 09 às 12h e das 14 às 17h. O início das aulas está previsto para 22 de março.
Os candidatos selecionados deverão apresentar no ato da matrícula os seguintes documentos: uma foto 3 x 4; diploma original para conferência da cópia enviada para a inscrição; documento de Identidade e CPF originais para conferência das cópias, e declaração registrada em cartório de que o candidato poderá realizar o curso na íntegra e de acordo com as normas estabelecidas.
O processo seletivo ao I Curso de Especialização em Docência Universitária com ênfase em Tecnologia e em Saúde foi realizado no período de 8 a 20 de fevereiro, por meio de Avaliação da Carta de Intenção e Avaliação do Curriculum Lattes ou Vitae.
O curso, caracterizado como especialização (Lato Sensu) multidisciplinar, é voltado para graduados em cursos nas áreas de Saúde e Tecnologia reconhecidos pelo Ministério da Educação (MEC). As disciplinas transcorrerão em modalidade semi presencial. Para os aprovados na área de Saúde, as aulas acontecerão nos municípios de Marabá e Conceição do Araguaia. Já os aprovados em Tecnologia, além das duas cidades, terão aulas em Moju e São Miguel do Guamá.

Texto:
Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221 / (91) 8112 0744
Email: ascom.uepa@gmail.com / izesena@gmail.com


Sead pesquisa atendimento ao usuário
Com objetivo de aprimorar a prestação dos serviços oferecidos à sociedade, e consequentemente melhorar a satisfação do usuário, a Secretaria de Estado de Administração (Sead), por meio de sua Ouvidoria, realiza desde a última segunda-feira (25) uma pesquisa de satisfação para avaliar o atendimento no órgão. No formulário, que pode ser encontrado no site da Sead (www.sead.pa.gov.br), em janela pop-up, o usuário pode opinar sobre os setores Atendimento e Protocolo, Atendimento de Perícia Médica e Atendimento nas Estações Cidadanias do Jurunas e Guamá.


Prodepa oferece vacinação para servidores
A campanha de vacinação realizada nesta terça-feira (26) pela Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) foi aberta com a palestra “A importância da Vacinação”, proferida por Ermeson Figueiredo, enfermeiro do Departamento de Vigilância e Saúde (Deves), da Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma). O palestrante ressaltou que a carteira de vacinação deve ser considerada um documento, e estar sempre atualizada.
“As pessoas devem procurar sempre, e em qualquer data, os serviços públicos de saúde, a fim de atualizarem a carteira de vacinação, e não apenas durante as campanhas”, destacou o enfermeiro. A aplicação das vacinas é de responsabilidade das Secretarias Municipais de Saúde, que mantêm salas específicas nas Unidades Básicas e nos espaços das Estratégias de Saúde da Família.
O primeiro a se vacinar foi o presidente da Prodepa, Theo Pires, que recebeu doses contra febre amarela e tétano. “A maioria das vacinas requer a administração de mais de uma dose. É necessário respeitar o que é recomendado para obter a proteção esperada contra determinada doença”, ressaltou ele.
A orientação para a maioria dos colaboradores da Prodepa, que está na fase adulta, deve ser, principalmente, com relação às três doses da vacina contra hepatite B; duas doses da vacina tríplice viral, que garante proteção contra sarampo, caxumba e rubéola; três doses da vacina antitetânica e uma dose contra febre amarela, esta a cada 10 anos. A técnica em Enfermagem e visitadora sanitária do Ministério da Saúde, Zélia Fernandes, disse que, em caso de viagem ao exterior, a carteira de vacinação deve ser substituída por uma carteira internacional da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). “No caso de febre amarela é preciso ir ao posto da Anvisa no aeroporto, para substituir a carteira”, informou.
A iniciativa da campanha foi bem recebida pelos funcionários. “Achei ótimo podermos nos vacinar aqui na empresa. Evita irmos ao posto, que não funciona nos finais de semana”, disse Pedro Barros, motorista da Prodepa, que foi elogiado pela equipe da Sesma por ter a carteira de vacinação atualizada. A campanha foi encerrada às 16 horas, e ofereceu aos servidores da Prodepa vacina contra tétano, hepatite B, febre amarela e tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola).
Mais informações sobre vacinação estão disponíveis no site do Programa Nacional de Imunizações (http://portal.saude.gov.br).

Texto:
Natia Ney-Prodepa


Instituição japonesa investirá em cultivo consorciado em Abaetetuba
Um grupo ligado a instituições de ensino e pesquisa do Japão, tendo à frente o professor Massaaki Yamada, chega nesta quarta-feira (27) ao município de Abaetetuba, na região do Baixo Tocantins, para conhecer a área onde será implantada a Unidade Demonstrativa (UD) de cultivo em consórcio de frutíferas, com enfoque no açaí consorciado com piscicultura. A equipe permanecerá no Pará até 1º de março. A UD será implantada na propriedade do agricultor familiar Estanislau Gonzaga, e vai aproveitar uma área de açaí nativo da propriedade, com ambiente de várzea propício para a criação de peixe.
O projeto, que receberá recursos de uma instituição vinculada ao Ministério das Florestas do Japão, será coordenado pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do  Pará (Emater). A maioria dos técnicos japoneses integra o Escritório de Cooperação Técnica de Universidade de Tokio.
Uma inovação no Pará, o projeto quer oferecer outras opções de renda para agricultores de Abaetetuba. Segundo dados da Emater, a produção de algumas culturas diminuiu no  município, especialmente devido à prioridade que os produtores dão ao manejo do açaí nativo. “A monocultura prejudica a biodiversidade e interfere  no equilíbrio do meio ambiente, além de comprometer outras áreas de produção”, ressaltou Flávio Ikeda, engenheiro agrônomo da Emater.
Na UD será cultivado o tambaqui, peixe típico da Amazônia. A base da alimentação do pescado será de microrganismos encontrados na várzea. Mas, caso haja necessidade de outro tipo de alimentação, será introduzida ração alternativa, feita pelo próprio agricultor. Estanislau Gonzaga já recebeu treinamento da Emater para fabricar a ração, com matéria prima encontrada na propriedade.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Encontro Regional reúne gestores de Assistência Social de 17 municípios
Com o objetivo de integrar as regiões do Estado, a partir da troca de experiências e conhecimento sobre políticas públicas, a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) iniciou nesta terça-feira (26), em Santarém, município do oeste do Pará, o Encontro Regional de Gestores Municipais da Assistência Social. O evento prossegue até esta quarta-feira (27), reunindo gestores e técnicos das Secretarias de Assistência Social de 17 municípios.
O primeiro dia do encontrou contou com a participação do prefeito de Santarém, Alexandre Von, que ressaltou a importância de o evento ser realizado na região oeste do Estado. “Esse é o momento de os municípios captarem o máximo de informações da equipe da Seas e, principalmente, exercitar a troca de experiências entre os municípios das regiões do Tapajós e Baixo Amazonas, no sentido de compartilhar políticas de sucesso”, afirmou o prefeito.
Para a secretária de Assistência Social do município de Aveiro, Marlise Porto, “não se pode falar em fortalecimento da assistência social sem pensar na integração das políticas públicas”.
Durante a exposição das ações das diretorias da Seas, os representantes dos municípios esclareceram dúvidas, principalmente sobre o Cadastro Único, sistema pelo qual as famílias são inseridas nos programas de transferência de renda.
Na abertura, o titular da Seas, Heitor Pinheiro, destacou o diferencial deste encontro para o atendimento oferecido aos municípios na secretaria. “Nesse encontro é possível aproximar os municípios, para que possam expor suas especificidades e a realidade local, contribuindo para a consolidação do Sistema Único de Assistência Social (Suas) no Pará”, ressaltou.
Participaram também da cerimônia de abertura o presidente do Conselho Municipal de Assistência Social, Ivanilson Cardoso, a secretária municipal de Assistência Social de Santarém, Zuila Von, e a coordenadora da Regional de Saúde de Santarém, Eliane Miranda.

Texto:
Inara Soares-Seas


Helenilson Pontes é agraciado com a Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré
O governador do Pará em exercício, Helenilson Pontes, foi condecorado com a Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré, concedida pela Casa Militar em homenagem às personalidades civis e militares que se destacam por ações relevantes à Governadoria do Estado. A cerimônia aconteceu na manhã desta terça-feira (26), no auditório do Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (CIIC), quando também foram condecoradas outras 46 pessoas, entre secretários de Estado e servidores da Casa Militar. A entrega da Medalha faz parte das comemorações pelos 96 anos da Casa Civil, criada em 12 de fevereiro de 1917.
Durante a abertura do evento, o chefe da Casa Militar, coronel Fernando Noura, parabenizou os condecorados e destacou as principais ações da Casa Militar que, entre outras funções, é responsável pela coordenação das relações do Chefe do Executivo com autoridades militares e pela segurança do governador, de sua família, do Palácio dos Despachos e das residências oficiais.
Durante o pronunciamento, o coronel Noura se referiu ao ex-governador Almir Gabriel, falecido no dia 19 de fevereiro. “Gostaria de lembrar a importância do ex-governador Almir Gabriel, que nos deixou na última semana. Ele depositou confiança em nosso trabalho e contribuiu para o fortalecimento da Casa Militar da Governadoria”, declarou.
O secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, um dos agraciados com a Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré, disse estar honrado com a homenagem e destacou o trabalho da Casa Militar. “É um orgulho receber esta medalha. Eu é que deveria condecorar a Casa Militar, pois ela tem ajudado diretamente no desenvolvimento do Estado”, reiterou.
Investimentos - No discurso de agradecimento, o governador em exercício, Helenilson Pontes, destaqcou a alegria em receber a homenagem, e afirmou que o trabalho da Casa Militar é relevante para o governador e demais autoridades de Estado. Ele também ressaltou o investimento que o Governo do Pará está fazendo na segurança pública, acrescentando que os recursos resultantes da taxação mineral serão aplicados preferencialmente em ações destinadas a oferecer mais segurança à população.
“O gesto de ousadia do governador Simão Jatene em implantar a taxação mineral vai gerar uma nova fonte de recursos, que serão aplicados essencialmente na segurança pública, principalmente na região sul e sudeste do Estado. Nós sempre adotamos uma atitude pacífica em relação ao Governo Federal no que diz respeito à desoneração de impostos dos minerais que saem do Pará, pois isso ajuda o nosso país. Mas essa atitude custa caro para o nosso povo, que sofre com a falta de recursos. Nós vamos para uma batalha, mas sabemos que o povo paraense está junto com a gente nessa briga”, assegurou.
A Medalha do Mérito Governador Lauro Sodré foi criada em 2005 e reverencia o nome do governador do Pará que instituiu a Casa Militar da Governadoria em 1917. A medalha tem a categoria Classe Especial, dedicada aos chefes do Poder Executivo, presidentes dos poderes Legislativo e Judiciário, ministros de Estado, presidentes de tribunais, parlamentares, desembargadores, autoridades eclesiásticas, secretários especiais e executivos de Estado, coronéis das Forças Armadas, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A outra categoria é a Primeira Classe, dedicada aos militares e civis sem cargos e graduações previstos na categoria Classe Especial.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom


Banco do Brasil esclarece sobre financiamento de imóveis para servidores da Sema
Servidores efetivos e temporários da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) recebem informações sobre financiamento de imóveis através do Banco do Brasil, nesta terça-feira, 26 e quarta-feira, 27. O gerente de mercado do banco, Fernando Vieira, esclarece aos presentes o processo de financiamento dos imóveis, cujo valor concedido pela instituição financeira pode ser de até R$ 500 mil. Vieira explicou que, caso o servidor tenha interesse, deve apresentar alguns documentos, como CPF, identidade, comprovante de residência e preencher proposta de financiamento do imóvel que deseja adquirir. O Banco do Brasil pode financiar até 90% do valor total, percentual que deve variar de acordo com as condições financeiras do interessado.
Casado, solteiro ou independentemente do estado civil do servidor, é possível conseguir o benefício, desde que possa comprovar renda. Se o salário for baixo, o Banco admite que o interessado componha a renda com um, dois parentes. “Neste caso, cada um passa a ser dono de um pedaço do imóvel. Depois de feita esta composição, colocamos o valor total no sistema e, a partir daí, calcularemos quanto será pago por mês, no tempo máximo de 30 anos”, detalha o gerente. O dinheiro a ser financiado não passa pela mão do interessado, mas vai direto para o vendedor do imóvel, que deverá já ter recebido mais de 10% do valor total com recursos próprios do comprador. 


Artesãos participam de workshop na Seter voltado para a II Feira do Artesanato
A Secretaria de Trabalho Emprego e Renda (Seter) realizou, na manhã desta terça-feira, 26, um workshop para mais de 80 artesãos como preparação para a II Feira do Artesanato Paraense, que acontecerá em março. O evento debateu as tendências de mercado da produção artesanal no Pará com o designer Jaime Lisboa e consultores do Sebrae. Ao final do workshop, a Diretoria de Economia Solidária da Seter entregou aos artesãos o Manual do Expositor, com orientações para a participação na Feira.
O artesão e designer Jaime Lisboa, atual diretor do Museu do Índio, iniciou o workshop falando da gestão empreendedora que esses trabalhadores devem ter. “No Brasil, o artesanato movimenta R$ 50 bilhões e o Pará é responsável por 37% desse valor. Então o que falta é que alguns artesãos entrem de cabeça nisso. O artesanato requer dedicação e a feira é um meio de promoção, de vitrine do trabalho”, ressalta.
Para o titular da Seter, Celso Sabino, o momento é de investimento. “O nosso artesanato não perde em nada para os outros e por isso temos que trabalhar como empreendedores. A primeira feira que realizamos nos abriu os olhos para isso e vamos continuar investindo na economia solidária”, afirma. Segundo a coordenadora de Artesanato da Seter, Atenilda Alencar, o workshop tem objetivos bem definidos. “Isso aqui é um preparo para a Feira. Queremos contribuir para a participação qualificada do artesão, fazendo eles compreenderem as transformações do mercado atual”, considera.
Quem participou do workshop garante que aprimorou conhecimentos. “Eu já conhecia algumas dessas discussões, mas o debate contribuiu muito”, diz Marta Pessoa, que trabalha com reciclagem há 12 anos. Ronaldo Quadros, artesão há 25 anos, também vai voltar ao trabalho com mais informações. “Aprendi principalmente sobre o atendimento ao público. Não devo só dar o valor, mas tenho que saber receber”, pondera.

Texto:
Gabriela Azevedo-Seter


Pro Paz Juventude e Seter certificam 80 alunos de cursos profissionalizantes
Nesta terça-feira, 26, o Pro Paz Juventude, em parceria com a Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Seter), realizou a certificação dos alunos que participaram das primeiras turmas de qualificação profissional na Unidade Integrada Pro Paz (UIPP), no bairro da Terra Firme. Ao todo, 80 alunos foram atendidos pelos cinco cursos profissionalizantes oferecidos na UIPP. As primeiras formações ofertados foram mecânica de motos, operador de caixa, auxiliar de escritório e informática básica e avançada. Participaram da certificação o coordenador jurídico da Seter, Wilson Albuquerque Neto, representando o secretário Celso Sabino; o representante da Coocefet, executora dos cursos, Celso Takimura; a coordenadora do Pro Paz Juventude, Gyselle Vaz Azulay e a coordenadora da UIPP, Simone Lopes.
A aluna de informática Lorena Lima avaliou de forma positiva o seu curso, destacando a qualidade dos professores e o interesse de seus colegas. “Eu gostei bastante da equipe, conseguimos aprender com esse curso e pelo que ouvi de outras pessoas, as outras turmas gostaram também”, afirmou. A coordenadora do Pro Paz Juventude, Gyselle Vaz Azulay, afirmou que o objetivo dos cursos profissionalizantes foi alcançado, pois os jovens podem sair com um diferencial para conseguir uma vaga no mercado de trabalho. “O jovem sai do ensino médio com o currículo igual ao de muitos jovens, com os cursos de qualificação ele fica com um diferencial que vai ajudá-lo no mercado de trabalho”.
O aluno do curso de operador de caixa, Leudimar Coimbra, ficou sabendo da oportunidade por meio de sua vizinha, que já estava frequentando as aulas. "Ainda não estou trabalhando, mas as aulas práticas que tive durante o curso me ajudarão a entrar com maior facilidade no mercado de trabalho".
O Pro Paz Juventude e a Seter já possuem o Núcleo de Qualificação Pro Paz Jovem Trabalhador, localizado na Casa do Trabalhador, que fica na Assis de Vasconcelos, 397, oferecendo outros cursos profissionalizantes para os jovens, como culinária regional em geral, cabeleireiro, técnico de vendas, secretariado, panificação e confeitaria, maquiagem e penteados, assistente administrativo, auxiliar de escritório, culinária - doces e salgados e contabilidade básica.
O coordenador jurídico da Seter, Wilson Albuquerque Neto, ressaltou a importância da qualificação para a inserção do trabalhador no mercado. "É uma meta do Governo do Estado que a Seter está buscando. Queremos qualificar esse ano 30 mil alunos e vocês já fazem parte dessa meta. Saibam que vocês podem contar com a Seter para conseguir sua vaga no mercado, procurando a casa do Trabalhador e todos os nossos postos de atendimento".
O aluno do curso de mecânica de motos, Denis Ferreira Penante, destacou a qualidade da equipe, o que auxilia na aprendizagem. “Foi um ótimo curso, porque conseguimos nos aprimorar profissionalmente com uma equipe aplicada que deixa a turma bastante à vontade e com vontade de aprender cada vez mais”. No mês de abril o Pro Paz Juventude e a Seter começarão as aulas para novos cursos profissionalizantes. Serão ofertados os cursos de maquiagem e estética, eletricista predial/residencial e pintor predial. Serão ofertadas 20 vagas por turma, as inscrições já estão encerradas, mas existe cadastro-reserva para os cursos profissionalizantes.
Maiores informações podem ser obtidas na própria Unidade Integrada Pro Paz da Terra Firme, localizada à Rua Celso Malcher, esquina com Passagem Ligação, s/n ou no telefone 3283-6760.
*Colaborou Natasha Rodrigues, da Assessoria de Comunicação da Seter

Texto:
Brena Moreira-Pro Paz


Incubadora da Uepa oferece palestras e treinamentos em março
A Plataforma para a Criação e Promoção de Empreendimentos Tecnológicos Inovadores - PIETRA, que foi desenvolvida pelas incubadoras da UFPA (PIEBT), Cesupa (ICBT) e UEPA (RITU) e financiadas pela Finep, Sebrae e CNPq oferece o workshop de Plano de Negócios com o objetivo de auxiliar novos empreendimentos a se estabelecerem no mercado. A programação acontece no dia 5 de março, das 8h às 12h e 14h às 18h, no Centro de Ciências Naturais e de Tecnologia da Universidade do Estado do Pará (UEPA), localizado à travessa Enéas Pinheiro 2626, bairro do Marco.
A Pietra é especializada em oferecer treinamento para elaboração de projetos e acesso à capital de risco; assessoria especializada para capacitação em Gestão de Empreendimento, planos de negócios, acompanhamento e execução de trabalhos referentes à internacionalização de empresas, além de atendimento individual nas áreas de aprimoramento de tecnologia e otimização de Plano de Negócios.
Também será oferecida uma palestra, por meio do projeto de extensão de ampliação do atendimento da Rede de Incubadoras e Tecnologias da Uepa (RITU) para os municípios de Marabá, Paragominas e Castanhal, no dia 8 de março, às 9 horas, no auditório do campus XX da Uepa, em Castanhal, com o tema "A pesquisa de mercado e o marketing para crescimento do setor de varejo do comércio de Castanhal."
Para maiores informações os interessados devem entrar em contato com a Incubadora de Empresas da UEPA - RITU, através do telefone (91) 3131-1910 ou pelo e-mail  ritu.uepa@gmail.com.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa


Fundação Curro Velho inscreve até sexta-feira para as oficinas regulares
Estamparia, serigrafia, desenho de moda, atelier de pintura, miniaturas em cerâmica, tiras em quadrinhos e brinquedos em sucata são algumas das oficinas ofertadas pela Fundação Curro Velho para o mês de março. Ao todo, para o primeiro módulo, serão ofertadas 99 oficinas nas áreas de linguagem visual, cênica, musical e verbal. Até a próxima sexta-feira, 1º de março, os interessados podem se inscrever, de forma gratuita, para os alunos da rede pública de ensino. Os demais interessados pagam uma taxa de 20 reais.
Para fazer a inscrição é necessário documento de identificação, comprovante de residência, declaração da escola (caso seja aluno da rede pública de ensino) e o pagamento da taxa de inscrição para os demais. A oficina de estamparia vai oferecer para o aluno técnicas artesanais de estamparia como o batik, carimbo e a transferência de imagens xerox. Segundo a instrutora Andréa Feijó, “as técnicas artesanais vão também buscar o desenvolvimento da criatividade e o conhecimento da linguagem visual no que concerne à estamparia”.
Os alunos que querem aprender um novo ofício podem se inscrever na oficina de "Iniciação à serigrafia", onde vão conhecer as técnicas básicas do processo serigráfico. De acordo com a instrutora Shirley Costa, o aluno vai descobrir tudo sobre a serigrafia, aplicações e material necessário. “Por meio de aulas teóricas e práticas é possível promover uma didática que possibilite o aprendizado da técnica e suas inúmeras aplicações, desse modo, o aluno terá condições de ingressar no campo”, afirma.
Na área de "Tridimensionais", são oferecidas oficinas de escultura em cerâmica e miniatura em cerâmica, realizadas pela manhã, no horário de 8h30 às 10h30 (Esculturas em Cerâmica) e de 10h30 às 12h30 (Miniatura em Cerâmica), ministradas por Miguel Barros e Ararê Bezerra. Os alunos interessados em pintura podem se inscrever na oficina de pintura/têmpera com o instrutor Marcelo Lobato. “Nesta oficina nós vamos reaproveitar a base da xilogravura, trabalhar pintura com cerca direto na tela”. A oficina de pintura será realizada no horário de 16h às 18h, de segunda a sexta-feira.
Para as crianças ainda existem vagas em balé nfantil, iniciação ao origami, musicalização e canto, cantigas de roda, entre outras. As oficinas regulares da Fundação Curro Velho serão iniciadas na segunda-feira, dia 4 de março e encerradas no dia 22 de março, na sede da instituição, no bairro do Telégrafo e na Casa da Linguagem, na avenida Nazaré, nº 31.

Texto:
Andreza Gomes-FCV


Replantio das árvores da Júlio César inicia nesta terça-feira
O Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) inicia, na noite desta terça-feira, 26, o transplante das árvores que ocupavam o canteiro central da  avenida Júlio César, no bairro de Val-de-Cães, em Belém. O replantio será feito a partir das 19 horas, na praça Dorothy Stang. As árvores foram retiradas há duas semanas e, desde então, estão acondicionadas para que possam ser recolocadas. A previsão é que o processo seja finalizado em dois dias.
Na quinta-feira, 28, o NGTM também entrega 50 mudas de árvores à Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), sendo 23 ipês-amarelos, 20 ipês-rosas e sete mangueiras. As ações integram o termo de referência firmado entre o Núcleo e a Semma, como parte da compensação verde pela série de adequações que estão sendo implantadas pelo Governo do Estado com o objetivo de melhorar o trânsito ao longo da avenida Júlio César.
Para a execução da obra, a diretora executiva do NGTM, Marilena Mácola, explica que o órgão desenvolveu um Relatório de Controle Ambiental (RCA), detalhando aos órgãos ambientais como o projeto abordará o equilíbrio verde da cidade. O documento é necessário para que seja emitida a Licença de Execução da Obra. “Dentro desse relatório, a Semma nos oferece um termo de referência, com os itens que devem conter nesse relatório. Então existiu toda uma preocupação com a emissão de particulados, a retirada das árvores e para onde iriamos transplantá-las, além da doação de mudas”, explica.
Além da Júlio César, o projeto de readequação de tráfego contempla as avenidas Pedro Álvares Cabral e Senador Lemos. As obras, previstas na Agenda Mínima do Governo, representam um investimento de mais R$ 5 milhões. Entre as medidas previstas está a implantação de uma ciclovia na ponte sobre o canal São Joaquim, área atualmente destinada à circulação de pedestres. Também está prevista a implantação de passeios sobre bandejas em estrutura metálica, para circulação de pedestres em ambos os lados da ponte.
O projeto ainda contempla a recuperação, alargamento e recapeamento asfáltico das avenidas Júlio César (em 900 metros de extensão) e Pedro Álvares Cabral (em 260 metros de extensão), que deverá começar já no início de março. “É necessária a identificação de todas as interferências ao longo da via (cabeamento de redes de telefonia, rede de energia, linhas de transmissão e adutoras, entre outros), para que possamos iniciar a pavimentação”, informou. Além disso, foi feito um estudo prévio estrutural da ponte São Joaquim, para garantir que ela aguentaria o tráfego que será deslocado para lá.
Marilena informou, também, está sendo feito o alongamento da passarela da Júlio César, em substituição ao semáforo. “O tráfego naquela área é intenso e não podemos ficar com a obra parada ou caminhando devagar, pois isso causaria a retenção de tráfego, prejudicando ainda mais a população. Estamos fazendo tudo que é possível ser feito previamente para que, quando iniciada, a obra seja concluída de vez. Com tudo resolvido, a previsão é de entregarmos a pavimentação em até 60 dias”, afirmou.
Resumo das intervenções:
- Eliminação do canteiro central para acréscimo de uma faixa de rolamento por sentido, no trecho da Avenida Júlio César, entre as avenidas Pedro Álvares Cabral e Centenário;
- Implantação de barreira de concreto tipo “New Jersey”, com grade, como elemento separador de tráfego e direcionador do fluxo para a travessia de pedestre na passarela, neste trecho da Júlio César;
- Reposicionamento e readequação da passarela de pedestres da Júlio Cesar;
- Adequação de geometria no trecho da Pedro Álvares Cabral;
- Paisagismo nos trechos da Júlio César e Pedro Álvares Cabral;
- Adequação de ciclovia e passeio na ponte existente sobre o canal São Joaquim, com análise da capacidade estrutural e elaboração de projeto de requalificação da ponte de concreto armado;
- Recuperação, alargamento, recapeamento asfáltico, recuperação e adequação da drenagem na Júlio César (em 900 metros de extensão) e Pedro Álvares Cabral (em 260 metros de extensão);
- Adequação de sinalização horizontal e vertical nos trechos da Júlio César e Pedro Álvares Cabral;
- Adequação da iluminação pública, nos trechos da Júlio César;
- Solução para frequentes colisões de veículos com a ciclovia;
- Definição de novo layout e estudos da capacidade estrutural da ponte sobre o canal São Joaquim. Adequações com nova disposição da ciclovia.

Texto:
Amanda Engelke-Secom


Fundação Amazônia Paraense divulga resultado de edital
A Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa divulga nesta terça-feira (26) o resultado final do edital do Programa de Desenvolvimento Científico e Tecnológico Regional, que seleciona pesquisadores para a obtenção de bolsa de auxílio-pesquisa e objetiva estimular a fixação de doutores, mestres, engenheiros e especialistas em pesquisa e desenvolvimento (P&D) dentro do estado do Pará.
O Governo do Pará lançou o edital em 1º de agosto de 2012, por intermédio da Fundação Amazônia Paraense, em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Essa ação deverá contribuir para a diminuição das desigualdades em microrregiões do estado do Pará com baixo desenvolvimento científico e tecnológico. Foram selecionados um total de 14 proponentes, seis para a vertente Regionalização, seis para Interiorização e dois para DCR Empresarial. Para acesso ao resultado clique aqui


Instalada Comissão de Segurança para os Jogos Escolares da Juventude 2013
A coordenação geral do Jogos Escolares da Juventude 2013 se reuniu com órgãos estaduais para começar o planejamento da segurança durante o evento, que acontece pela primeira vez em Belém entre os dias 7 e 17 de novembro. A coordenação do evento é do Núcleo de Esporte e Lazer da Seduc, que apresentou o projeto para que os órgãos estaduais de segurança tomem conhecimento do evento e comecem a planejar suas ações específicas. A reunião aconteceu no Centro Integrado de Governo (CIG) e marcou a instalação da Comissão de Segurança dos Jogos Escolares da Juventude 2013.
Segundo a assessora de Segurança Escolar da Seduc, “a reunião com os representantes da área de segurança é uma das diversas que acontecerão com os diferentes segmentos do serviço público estadual, municipal e federal, com o intuito de garantir o sucesso do evento”. Estiveram presentes representantes da Secretaria Especial de Estado de Promoção Social (Sepros), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Justiça e Diretos Humanos (Sejudh), Polícia Civil, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar e Detran/PA.
Na semana passada, chefes de delegações estiveram em Belém para conhecer os 20 locais de prática esportiva pré-definidos pelo NEL, incluindo o Hangar – Centro de Convenções – que abrigará o Comitê Central dos Jogos. Segundo a coordenadora do NEL, Ana Glória Guerreiro, os locais fazem parte de uma espécie de “corredor de ginásios”, que se interligam pelas avenidas Nazaré, Almirante Barroso, Perimetral e área da Batista Campos, facilitando assim o deslocamento dos atletas tanto para o local dos jogos quanto para alimentação e hospedagem. No próximo dia 7 de março, o Comitê Olímpico Brasileiro estará em Belém para definir os locais em que acontecerão os jogos.

Texto:
Elyne Santiago-SEPROS


Sespa apoia campanha de conscientização contra o câncer de mama
Foi lançada na última segunda-feira, 25, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia, a campanha de mobilização e conscientização contra o câncer de mama “De Peito Aberto”, criada pela jornalista Vera Golik e por seu marido, o fotógrafo e sociólogo Hugo Lenzi. O evento, que tem o apoio apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), contou com a presença de profissionais da Coordenação Estadual de Saúde da Mulher e da diretora de Políticas de Atenção Integral à Saúde, Dione Cunha.
A abertura foi marcada por uma palestra sobre o assunto e pela apresentação do livro “De Peito Aberto”, de autoria dos idealizadores da campanha. O secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, ressaltou que inciativas como esta ajudam a reforçar o trabalho de prevenção ao câncer de mama no Estado. “Temos estimulado as organizações femininas para a prevenção de doenças como o câncer. É preciso conscientizar a população sobre o diagnóstico precoce”, afirmou.
Ainda dentro da programação da campanha foi montada, no Shoppping Pátio Belém, uma exposição fotográfica composta por 34 painéis que contam histórias de pessoas que foram diagnosticadas com o câncer e conseguiram vencer a doença. Segundo a coordenadora da campanha em Belém, a médica Consuelo Oliveira, a meta é estimular condutas relacionadas ao enfrentamento do câncer de mama, além de ajudar a romper o silêncio em torno da doença e estimular hábitos preventivos e a detecção precoce. “A ideia é trabalhar a autoestima da mulher e ajudá-la a superar algumas dificuldades que são inerentes a quem precisa conviver com o câncer. Mas acima de tudo é preciso envolver os órgãos de saúde no acolhimento da mulher que enfrenta o câncer de mama” ressaltou.
A campanha já percorreu 35 cidades brasileiras e chega agora à Região Norte. A campanha ainda recebe o patrocínio da Fundação Susan G. Komen for the Cure em conjunto com a Fundação Caterpillar, instituições que também trabalham em prol da conscientização e da prevenção ao câncer de mama. A exposição fotográfica estará disponível ao público até o dia 10 de março. 

Texto:
Edna Sidou-Sespa


Teatro Margarida Schivasappa completa 26 anos nesta terça-feira
Um dos mais importantes Teatros do Estado completa nesta terça-feira (26), 26 anos, o Margarida Schivasappa. Localizado no andar térreo da Fundação Tancredo Neves, o Teatro foi inaugurado em 26 de fevereiro de 1987. O teatro é destinado a programações culturais de dança, música e artes cênicas, com projetos de ação que visam ampliar a visibilidade da cultura artística, dentro da política de ação da Fundação Tancredo Neves.
No momento o Margarida Schivasappa passa por reformas, iniciadas em julho de 2012 para atender melhor artistas e público. Já foram recuperados o telhado, que ganhou revestimento de telhas de fibrocimento e manta asfáltica para a impermeabilização. Passaram por reforma também os estofados, poltronas e toda a área cênica, incluindo uma descupinização de efeito prolongado que permitirá a conservação dos espaços e materiais técnicos dos teatros. O espaço também passou por uma reforma na parte hidráulica e elétrica, além da ampliação do número de lugares, com a aquisição de mais 50 poltronas, somando o total de 535 assentos.
Para a conclusão da obra ainda falta a chegada de equipamentos de cenotecnia, que correspondem às caixas de som, cortinas, tapetes, mesa de iluminação, refletores, entre outros materiais técnicos. O prazo para o término da obra é no mês de julho próximo. O valor da reforma chegou a R$ 2,5 milhões, incluindo aí também a reforma do Cine Líbero Luxardo, reinaugurado no último dia 12 de janeiro.
Margarida Schivasappa
Filha do comerciante italiano Henrique Schivasappa e da soprano Carina da Costa Schivasappa, Margarida Schivasappa nasceu no dia 10 de novembro de 1895, em Belém do Pará. Cantora, professora e folclorista, Margarida estudou no Instituto Carlos Gomes, diplomando-se posteriormente pelo Conservatório Nacional de Canto Orfeônico.
Além de sua contribuição para a difusão do canto no Estado, Schivasappa movimentou a vida cultural da cidade com a criação do Teatro do Estudante do Pará, o Norte Teatro Escola do Pará e o grupo Experimental de Teatro do Pará. A artista também realizou concentrações de corais com até 1500 vozes, no Teatro da Paz e em espaços públicos, como campos de futebol. Margarida foi membro da Comissão Paraense de Folclore, tendo publicado alguns trabalhos sobre essa matéria, e faleceu em 1968.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN


Comércio teve o maior saldo negativo de empregos em janeiro
O mercado de trabalho paraense sofreu retração no primeiro mês de 2013 com a perda de 3.006 empregos celetistas, o que significa uma redução de 0,40% em relação a dezembro do ano passado. Porém, quando observado o acumulado dos últimos doze meses (fevereiro de 2012 a janeiro de 2013), o Estado apresentou saldo positivo de 31.817 postos de trabalho, correspondendo a um aumento de 4,49% em relação ao período de fevereiro de 2011 a janeiro de 2012. Os dados constam na Análise Preliminar do Mercado de Trabalho Paraense de janeiro de 2013 do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp), elaborada a partir de divulgação do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).
De acordo com a análise, nacionalmente o desempenho do mercado de trabalho em janeiro foi positivo, com a geração de 28.900 novos empregos formais, correspondendo a um crescimento de 0,07% em relação ao mês anterior. Entretanto, a Região Norte iniciou o ano com saldo negativo de -5.495 empregos. Os dois únicos estados da Região que tiveram saldos positivos foram Tocantins (122) e Amazonas (14), enquanto os demais apresentaram perda de postos de trabalho: Pará (-3.006); Roraima (-1.051); Rondônia (-1.042); e Acre (-503); Amapá (-29).
No caso do Pará, o setor com maior perda foi o Comércio, que registrou saldo negativo de 1.986 postos a menos. O principal responsável foi o subsetor “Comércio Varejista”, fortemente influenciado pelos desligamentos referentes aos contratos temporários de final de ano. Os outros setores com saldos negativos foram Serviços (-1.176); Indústria de Transformação (-404); Agropecuária (-108); Administração Pública (-34); Extrativo Mineral (-25). Apenas os Serviços Industriais de Utilidade Pública (661) e a Construção Civil (66) tiveram saldo positivo.
Os municípios paraenses que se destacaram com saldos positivos foram Altamira (1.359); Santarém Novo (179); Moju (89); Dom Eliseu (88); Ananindeua (77); Oriximiná (60); Igarapé-Açu (50); Óbidos (41); Cumarú do Norte (38); e Itaituba (30). Já os que apresentaram maiores saldos negativos foram Belém (1.230); Parauapebas (-979); Almeirim (530); Paragominas (-239); Canaã dos Carajás (-205); Tucuruí (-177); Santarém (-171); Ulianópolis (160); Marabá (-134) e Marituba (-132).

Texto:
Fernanda Graim-Idesp





















No próximo dia 8 de março vencerá o prazo do licenciamento de veículos cujas placas finalizam em 01, 11, 21 e 31 - primeiro grupo do calendário de pagamento para 2013. Segundo os registros do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), 44.297 veículos devem ser licenciados. A taxa, para o exercício atual, é de R$ 145,76.
De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou semirreboque deve ser licenciado anualmente pelo Detran. Ao pagar o tributo, o proprietário recebe o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), expedido e renovado. O documento é obrigatório para identificação do veículo. Já o Certificado de Registro de Veículos (CRV) é emitido no primeiro emplacamento e utilizado para baixa de gravame, transferência de propriedade ou transferência de jurisdição e outros serviços.
Quem não licenciar seu veículo descumprirá o artigo 230, inciso V, do CTB , cuja multa é considerada de natureza gravíssima, implicando ainda em apreensão do veículo e perda de sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).
IPVA - Juntamente com o licenciamento anual, o proprietário tem que pagar o Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA), caso não tenha optado pelo pagamento em cota única ou pela antecipação do tributo. No site da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), o proprietário pode consultar os prazos, valores e emitir o boleto no portal de serviços www.sefa.pa.gov.br. Os outros valores contidos na guia são o seguro obrigatório de Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de Vias Terrestres (DPVAT), multas (se houver) e as taxas bancária e de correio.
O boleto para o licenciamento pode ser emitido no site www.detran.pa.gov.br, menu 'boleto licenciamento ano atual'. Para quem está em débito pode optar pelo menu "boleto do licenciamento ano anterior". Somente pode retirar o boleto do licenciamento pela internet quem tem veículo com capacidade de carga até uma tonelada, como carro de passeio e motocicletas. Para veículos acima de uma tonelada é necessário procurar uma agência do Detran para realizar a vistoria obrigatória, e depois licenciar o veículo.
A taxa relativa ao serviço de correio é opcional. Quem emitir o boleto pelo site deve ficar atento para as opções de recebimento - em casa ou em uma agência do Detran - do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV), documento obrigatório para a circulação do veículo .
Indenização - O seguro DPVAT serve para indenizar vítimas de acidentes causados por veículos automotores, ou por suas cargas, e que circulam em vias terrestres. O seguro é pago em casos de morte ou invalidez permanente (total ou parcial), e sob a forma de reembolso para despesas comprovadas com atendimento médico/hospitalar.
Para 2013, a seguradora responsável pelo gerenciamento nacional do seguro está parcelando o tributo. A novidade beneficia proprietários de veículos que pagam mais pelo Dpvat: motos, vans, ônibus e microônibus. Cerca de 20 milhões de veículos destas categorias serão atingidos pela medida, com exceção dos que estão sendo licenciados pela primeira vez (0 km). Para esses, assim como para o pagamento de exercícios em atraso, será válido apenas o pagamento à vista. A opção de parcelar o DPVAT é facultativa, e prevê a quitação de três parcelas iguais, mensais e consecutivas.
Em função da mudança, um site especial foi criado para informar sobre o pagamento 2013. Mais informações são obtidas no site oficial do DPVAT (http://www.dpvatsegurodotransito.com.br/index.aspx) ou pelo fone 0800 022 1204.

Texto:
Edson Matoso-Detran



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...