Total de visualizações de página

terça-feira, agosto 14, 2012

Notícias desta quarta, 15 de agosto


Pará será destaque no
Carnaval carioca

A notícia de que Belém será homenageada pelo Grêmio Recreativo Escola de Samba Imperatriz Leopoldinense durante o desfile das escolas de samba no Carnaval 2013, do Rio de Janeiro, está sendo muito bem recebida pelo trade turístico paraense. Representantes da diretoria da escola estiveram em Belém no último sábado, 11, para apresentar o enredo da Escola e convidar compositores paraenses para participar da disputa do melhor samba enredo com o tema "Pará - O Muiraquitã do Brasil - Sobre a Nudez Forte da Verdade, o Manto Diáfano da Fantasia", assinada pelos carnavalescos Mário Monteiro, Kaká Monteiro e Cahê Rodrigues. A Imperatriz promete empolgar foliões de todo o planeta, o que é excelente para o turismo.

Chefe de gabinete da Prefeitura
vai responder por 3 crimes


Oséias Silva foi preso durante a operação Hígia na manhã desta terça-feira

O chefe de gabinete da Prefeitura de Belém e presidente do Ipamb (Instituto de Previdência e Assistência do Município de Belém), Oséas Silva, preso na manhã desta terça-feira (14), vai responder por, no mínimo, três crimes perante à Justiça. São eles: peculato de bem ou valor público, corrupção passiva e formação de quadrilha. Oséias Silva foi preso na manhã de hoje, com mais três pessoas, durante a operação Hígia, que desmontou um esquema que fraudava um convênio mantido pelo instituto com duas farmácias.
Além de Oséias Silva, também foram presos Jamilson Araújo, ex-diretor financeiro do órgão, Sebastião Magno (funcionário do Ipamb) e Emilío Silva da Conceição (Presidente do Sindicato dos Servidores do Ipamb). Todos já estão à disposição da Justiça e vão responder pelos mesmos crimes.
O promotor Milton Menezes, do Geproc (Grupo Especial de Prevenção e Repressão às Organizações Criminosas), explicou que a quantidade de crimes em que os quatro acusados terão de responder ainda pode aumentar.
'Está em vigor o procedimento investigatório, que é aberto sempre que uma pessoa é presa de forma preventiva. Até agora, os fatos apontam apenas estes três crimes, mas se em dez dias acontecer mais algum fato novo que leve à constatação de mais crimes, esta lista vai aumentar', falou.
O prazo investigatório começou a ser contado a partir de hoje e, se nenhum fato novo for descoberto, a pena total dos envolvidos será analisada de acordo com as penas previstas para os crimes de peculato de bem ou valor (2 a 8 anos), corrupção passiva (2 a 8 anos) e formação de quadrilha (1 a 3 anos).
Comandada pelo delegado Cláudio Galeno, da Polícia Civil, e pelo promotor Milton Menezes, do Geproc, a ação cumpriu quatro mandados de prisão, sendo um deles contra o presidente do órgão, bem como busca e apreensão de documentos que comprovam as fraudes no Instituto. Em junho deste ano, quatro pessoas do setor de informática do órgão foram presas, acusadas de participar de um esquema que fraudava um convênio com duas farmácias, mantido pelo Instituto. A estimativa é que a fraude tenha gerado R$ 600 mil de prejuízo ao órgão.
O esquema foi descoberto em março do ano passado, após denúncias das próprias farmácias, mas a suspeita é que a fraude estivesse sendo praticada desde 2010.

Fonte de Reprodução: Redação Portal ORM

Governador Simão Jatene inaugura
unidade de Oncologia
do Hospital Barros Barreto

















O governador Simão Jatene inaugura, nesta terça-feira (14), às 8h30, a Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), ampliando a atenção oncológica no Estado e descentralizando o atendimento do Hospital Ophir Loyola (HOL). O novo serviço conta com apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e tem a capacidade inicial de atender até 300 casos novos de câncer por mês. A nova Unidade vai trabalhar com Oncologia Clínica, Cirurgia, Radioterapia e Quimioterapia, que serão oferecidos gradativamente, começando pelo atendimento de pacientes com tumores sólidos de esôfago, estômago, colon, reto, ânus, pâncreas, vias biliares e fígado.
Em seguida, ampliará para os casos de câncer de mama, uroginecólogicos, urológicos e patologias do tecido osteo-conjuntivo. A Unacon não atenderá a patologias do sistema nervoso cerebral, doenças mielo-proliferáticas e nem Pediatria. A Unacon atuará também na área de ensino e pesquisa, incluindo o Doutorado em Oncologia e o Mestrado em Oncologia e Ciências Médicas, que já estão em andamento.
Para viabilizar o funcionamento da Unidade, a Sespa firmou convênio com a Universidade Federal do Pará (UFPA) para o repasse de recursos no valor de R$ 2,1 milhões para manutenção dos serviços pelo período de um ano e disponibilizou servidores concursados e contratados por seis meses. Mesmo antes da inauguração, a unidade já vem fazendo atendimento de pacientes com câncer desde o mês de maio, quando foram realizadas as primeiras quimioterapias em dois pacientes internados na Clínica de Infectologia do Hospital. Até o momento, 17 pacientes passaram por quimioterapia nas novas instalações da Unacon e 15 continuam em atendimento no serviço. A Radioterapia também já está pronta para receber pacientes, uma vez que já recebeu autorização da Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN) para funcionar e dispõe de uma equipe formada por um médico-físico, oncologistas e radioterapeutas.
Casos e estimativas
Para se ter uma ideia da situação do câncer no Estado, conforme informações do HOL, no período de 2000 a 2008, entre os cânceres mais frequentes nos homens, o HOL registrou 1.810 casos de câncer de próstata, 1.149 de estômago, 550 do sistema hemato e reticuloendotelial e 504 de brônquios e pulmões. Entre as mulheres, o HOL registrou, nesse mesmo período, 4.884 casos de câncer de colo de útero, 2.871 de mama, 547 de estômago e 434 do sistema hemato e reticuloendotelial.
Então, a Unacon vem suprir uma necessidade urgente da população, pois de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca), a estimativa de casos novos para 2012 entre a população masculina no Pará é de 930 casos de câncer de próstata, 430 de estômago, 270 de traqueia, brônquio e pulmão e 150 de colon de reto. Já entre as mulheres a estimativa aponta 810 casos novos de colo de útero, 740 de mama, 250 de estômago e 240 casos de câncer de tireóide. Além disso, de cada 1.000 casos de câncer em geral, 50% dos pacientes precisam de cirurgia oncológica, 70% de quimioterapia e 60% de radioterapia.
A Unacon faz parte do "Projeto Expande", desenvolvido pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), para ampliar e assegurar assistência integral a pacientes portadores de câncer, com recursos humanos especializados, equipamentos e infraestrutura hospitalar e de rede. O protocolo foi assinado em 2003 oficializando a mútua cooperação entre o Inca, Ministério da Saúde, Sespa, Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e UFPA.
A população paraense também conta com a Unacon do Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, que está em pleno funcionamento e evita que pacientes do oeste do Estado precisem se deslocar a Belém, e, também terá, no ano que vem, a Unacon do município de Tucuruí, na região sudeste do Pará, cujas obras de construção estão em andamento.

Texto: Roberta Vilanova-Sespa
Fone: (91) 4006-4822 / (91) 8116-7719




Governador recebe do CNJ
parecer sobre unidades de internação

O governador Simão Jatene recebeu nesta terça-feira (14) os juízes coordenadores do Programa Justiça ao Jovem, uma iniciativa do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) que tem como proposta avaliar a execução das medidas socieducativas aplicadas a adolescentes envolvidos em atos infracionais, nas unidades de internação de todo o país.
Participaram da reunião o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, o secretário especial de Estado de Proteção e Desenvolvimento Social, Sérgio Leão, a juíza titular da 2ª Vara da Infância e Juventude, Odete da Silva Carvalho, e as juízas do CNJ Cristiana Cordeiro e Joelci Diniz.
Durante o encontro, foi apresentado ao chefe do Executivo Estadual um parecer sobre a atual situação das unidades de internação do Estado e os avanços observados a partir da visita feita nos espaços em outubro de 2010. O comparativo demonstrou que algumas irregularidades detectadas há dois foram sanadas. Uma delas foi a desativação das unidades adaptadas em delegacias, nos bairros do Telégrafo e Val de Cans, destinadas à custódia de menores infratores, além do Espaço Recomeço (Erec), localizado no bairro do Marco.
“Tínhamos fugas constantes não só de adolescentes, o que causava um grande transtorno à população e aos próprios menores, mas também dos presos das delegacias. Demos um fim a essa situação transferindo os menores para um local adequado, assim como os demais detentos”, disse Luiz Fernandes.
Segundo a coordenadora do Departamento de Monitoramento e Fiscalização de Medidas de Execução Penal e Socioeducativas, juíza Cristiana Cordeiro, as unidades de internação no Pará ainda precisam cumprir determinadas metas, entre elas a elaboração de um projeto pedagógico voltado para o adolescente em cumprimento de medida socioeducativa. A oboservação foi baseada na visita feita nesta terça-feira (14) ao Centro de Internação Masculina (Ciam), em Belém.
O Programa Justiça ao Jovem, lançado em junho de 2010, sob a denominação de Medida Justa, foi elaborado para que os adolescentes sob custódia do Estado tenham tratamento diferenciado dos adultos. O Departamento de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Carcerário e (DMF), do CNJ, coordena o projeto. A primeira etapa foi o mapeamento das unidades de internação de todos os Estados brasileiros e do Distrito Federal, diagnosticando a situação das medidas socioeducativas no Brasil.
O Estado prevê investimentos na área da infância e juventude, alguns deles já em andamento, como é o caso do Adolescentro, um centro de atendimento ao adolescente que vai oferecer diversas atividades para menores em situação de risco. A obra está em fase de licitação, e o centro, que atualmente funciona no bairro do Jurunas, ganhará uma nova sede na avenida Governador José Malcher, totalmente modernizada e adequada para as atividades fins.
Outro investimento do Estado na área da infância, atendendo o que determina o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase), são as Unidades de Internação de Benevides, na Grande Belém, e Altamira, sudoeste do Pará, além da reforma da unidade de internação de Santarém, no oeste paraense.
Texto:
Danielle Ferreira-Secom
Fone: (91) 3202-0912 / (91) 9117-7020/ 8272-3665

PGE divulga gabarito oficial do
concurso para procurador do Estado

A Procuradoria Geral do Estado (PGE) divulgou nesta terça-feira (14) o gabarito oficial do concurso público para procurador do Estado. A primeira etapa ocorreu dia 4 deste mês. Dos 1.385 bacharéis em direito inscritos no concurso, 357 já foram eliminados por falta. Estão sendo ofertadas doze vagas para o cargo de procurador, cujo vencimento-base inicial é de R$ 7.409,54, mais gratificações. O gabarito está disponível na página da Universidade do Estado do Pará (Uepa), organizadora do certame (www.uepa.br).
Além da capital, as provas também foram aplicadas nos municípios de Marabá e Santarém. Nesta primeira etapa, os candidatos tiveram cinco horas para responder a 80 questões objetivas, acerca das seguintes disciplinas: direito constitucional; direito administrativo; direito tributário; direito comercial e do consumidor; direito agrário; direito processual civil; direito civil; direito ambiental e minerário; direito financeiro; e direito processual e material do trabalho.
Serão classificados para a próxima etapa, prevista para os dias 1º e 2 de setembro, apenas os 150 melhores colocados. Nesta fase, serão aplicadas provas escritas com questões de natureza dissertativa ou discursiva, divididas em duas etapas, de caráter eliminatório e classificatório. A terceira fase será uma prova prática, dividida também em duas etapas, de caráter eliminatório e classificatório; e por fim a prova de títulos, de caráter classificatório.

Texto: Irna Cavalcante-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 / (91) 8059-1090 – 91018820

Eduepa faz exposição de obras
de pesquisadores e professores

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) promove dia 20 deste mês, às 17 horas, no hall da Reitoria, a Vitrine Eduepa, que vai divulgar o conhecimento científico produzido na instituição. Durante o evento serão lançadas publicações com temas diversificados, resultantes de projetos de pesquisa no âmbito da pós-graduação em educação.
Os visitantes poderão adquirir as obras já impressas pela editora da Uepa e também conversar com os escritores, em sessão de autógrafos. “É uma maneira da Eduepa se mostrar de diversas formas. Mostrar o que tem produzido’’, explica o professor de artes e coordenador da editora, Paulo Murilo Guerreiro.
A Eduepa é uma editora sem fins lucrativos que edita publicações de obras impressas e online de pesquisadores de dentro e fora da universidade. Atualmente a Eduepa funciona na rua Dom Romualdo Coelho, 810, entre Bernal do Couto e Jerônimo Pimentel, Umarizal. Contato: (91) 3222-5600.

 Texto: Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221

Governo do Pará lança projeto
Turismo Verde nesta
quarta em Paragominas
Paragominas é um dos municípios paraenses que farão parte do projeto Turismo Verde, iniciativa que visa reduzir a pobreza e desigualdade social através do desenvolvimento sustentável, com ações previstas já para iniciarem ainda este mês. O projeto é  voltado para empreendimentos turísticos localizados nas seis regiões turísticas do Estado:  Belém, Marajó, Tapajós, Amazônia Atlântica, Araguaia Tocantins e Xingu.
Segundo o titular da Secretaria de Estado de Turismo do Pará (Setur), Adenauer Góes, "este é um momento que contempla iniciativas que estejam em sintonia com a visão de mercado - seja regional, nacional ou internacional -, tendo em vista que o desenvolvimento sustentável chegou para ficar e o turismo, como maior representante produtivo desta nova economia de mercado, precisa estabelecer estratégias, metas e objetivos que contemplem produtos carimbados com o selo do desenvolvimento sustentável", explica.
"Por isso desenvolvemos o projeto Turismo Verde, para que essa prática possa ser difundida e fortalecida", justifica Adenauer, ao explicar que o Plano Ver-o-Pará (Plano Estratégico de Turismo do Pará), elaborado com o apoio e consultoria da empresa espanhola Chias Marketing, contém nove macroprogramas que direcionam os rumos do turismo paraense, com 42 projetos de desenvolvimento turístico, a maioria voltada ao desenvolvimento sustentável, e 26 projetos voltados para ações de marketing. “A execução do Plano contempla também as metas estabelecidas para o setor do turismo pelo governador Simão Jatene, a partir do lançamento do novo Modelo de Gestão para Resultados, que acompanha quantitativa e qualitativamente toda a gestão pública do Estado”, ressalta o secretário.
Adenauer reforça que o Turismo Verde expressa também um compromisso do Governo do Estado com a sustentabilidade. “É um recurso mercadológico para a promoção do turismo sustentável”, declara. A iniciativa conta com apoio da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) para a promoção e divulgação dos novos produtos e roteiros e “está alinhado, ainda, à atuação e cooperação institucional entre Setur e a Coordenação do Programa Municípios Verdes, que visa promover a mudança da base da economia rural do Estado em direção a uma economia de baixo carbono e maior valor agregado”, explica o secretário.
Esse é um trabalho conjunto ancorado pelas políticas públicas estabelecidas no Plano Estratégico de Turismo Ver-o-Pará e o Programa Municípios Verdes”. O plano, segundo Adenauer, ao definir a Visão de Futuro (2020) estabelece, como cenário desejado, que o Estado se evidencie pelo uso sustentável dos recursos naturais. “Isso significa uma mudança do cenário atual, no qual o turista será motivado a ver os atrativos turísticos a partir de uma nova leitura, uma avaliação positiva enquanto destino turístico”, diz Adenauer.
Entre as ações que serão desenvolvidas no Turismo Verde estão: implantação de boas práticas de sustentabilidade nos empreendimentos turísticos dos municípios verdes; elaboração de  roteiros sustentáveis de turismo de natureza e cultural; mapeamento, nos municípios integrantes do projeto, dos territórios com recursos naturais e culturais apropriados para a prática de atividades de turismo de natureza e cultural; capacitação dos profissionais envolvidos no negócio turístico para inserção dos princípios de sustentabilidade na operacionalização de atividades turísticas;  e realização de campanhas de conscientização para população receptora e visitante sobre a ética da sustentabilidade - tratamento do lixo, uso correto da água e energia elétrica.

Coral da Seduc visita Escolas
de Tempo Integral
Com objetivo de incentivar a participação do corpo discente em atividades pedagógico-culturais, buscando o desenvolvimento da percepção e aplicabilidade da teoria e prática musical, o Coral da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) se apresentará, no período de 11 de agosto a 03 de setembro, nas 10 escolas de Tempo Integral.
O primeiro estabelecimento de ensino visitado foi a Escola Augusto Meira, no bairro de São Brás, onde os alunos, professores e corpo técnico puderam apreciar um repertório variado de Música Popular Brasileira (MPB). Segundo a coordenadora do coral, Maria Clara Braga, as visitas são importantes porque incentivam os alunos a participar de ações culturais que ajudam em seu desenvolvimento como um todo. E destaca que as apresentações são muito positivas. “A participação e aceitação dos alunos é maravilhosa. Eles gostam muito de música e curtem todo o nosso repertório, que explora tanto obras do passado quanto do presente e reúne autores excelentes”, afirma.
Criado no segundo semestre de 2011, o Coral é composto por servidores lotados no prédio-sede da Seduc e está presente em todos os eventos e homenagens prestadas aos servidores da Seduc. Na manhã desta terça-feira,14, a homenagem foi em alusão ao Dia dos Pais, comemorado no último domingo,12.
Na próxima quinta-feira, 16, será a vez da Escola Estadual Antônia Paes abrir suas portas à musicalidade. Em seguida será a vez das escolas Eneida de Moraes (17/08); Benjamim Constant (17/08); Norma Morhy (23/08); Temístocles de Araújo (24/08); Cidade de Emaús (31/08); Raimundo Vera Cruz (31/08) e Ruy Paranatinga Barata (03/09). A escola Juscelino Kubitschek foi contemplada com a apresentação do coral no primeiro semestre letivo.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8731-8201

Campanha de Multivacinação
vai atualizar esquema vacinal
De 18 a 24 de agosto acontece a Campanha Nacional de Multivacinação para Atualização do Esquema Vacinal de crianças menores de cinco anos (4 anos, 11 meses e 29 dias) de acordo com o Calendário Básico de Vacinação. A abertura oficial acontecerá neste sábado, 18, às 8h30, no Salão Paroquial da Igreja de São Domingos de Gusmão, em Belém, numa parceria entre a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) e Pastoral da Criança.
A Campanha também marcará a implantação da vacina pentavalente DTP/HIB/HEP B, que protege contra cinco doenças (difteria, tétano, coqueluche, haemophilus influenzae B e hepatite B); e da vacina injetável contra poliomielite (VIP) na rotina da vacinação nos postos de saúde.
Segundo a coordenadora de Imunização da Sespa, Jaíra Ataíde, a Campanha Nacional de Multivacinação é uma ação prioritária do Ministério da Saúde desenvolvida em conjunto com Estados e Municípios. “O envolvimento das três esferas de poder nas ações de imunização tem confirmado resultados exitosos no Brasil, como no caso da erradicação da varíola e manutenção da erradicação da poliomielite e sarampo, e controle do tétano neonatal e acidental, febre amarela e meningites causadas por haemophilus influenzae B e meningococo. E ainda tem sido fundamental para ampliar a proteção vacinal das crianças contra o pneumococo”, destaca a coordenadora. “É indispensável atingir e manter coberturas vacinais altas e homogêneas para cada vacina, pois só assim é possível garantir que determinado agravo prevenível por vacina esteja sob controle da saúde pública”, acrescentou.
Os objetivos específicos da Campanha são: aumentar as coberturas vacinais para atingir a meta adequada; melhorar a homogeneidade das coberturas vacinais nos municípios; manter eliminação do sarampo e da poliomielite; intensificar as ações de imunização para a administração do reforço das vacinas de poliomielite e DTP, e 2ª dose da Tríplice Viral, em especial na faixa etária de quatro a cinco anos; e reduzir a incidência das doenças imunopreveníveis, conforme calendário básico de vacinação das crianças menores de cinco anos.
A meta é vacinar 58.082 crianças contra hepatite B, 31.707 contra difteria, tétano, coqueluche e haemophilus influenzae B, 45.827 contra rotavírus, 58.242 contra febre amarela, 47.285 contra poliomielite (vacina oral), 52.449 contra a meningite meningocócica C, 42.077 contra o pneumococo e 47.036 contra sarampo, caxumba e rubéola.
Jaíra lembra que a vacinação é seletiva, por isso alerta os pais e responsáveis que todas as crianças menores de cinco anos devem ser levadas ao posto de vacinação para que a caderneta de saúde da criança seja avaliada e o esquema vacinal atualizado de acordo com a situação encontrada. “Todas as vacinas do Calendário Básico de Vacinação da criança estarão disponíveis para essa ação,  portanto este é o momento de os municípios resgatarem suas coberturas vacinais”, enfatizou.
É importante ressaltar que a partir deste ano não haverá mais a segunda etapa da Campanha de Vacinação contra a Paralisia Infantil, como acontecia antes, por isso é importante que as crianças participem maciçamente da campanha anual contra a doença que geralmente é realizada durante o mês de junho, oportunidade em que ainda será utilizada a vacina em forma de gotinha. Jaíra informa, ainda, que por ocasião da Campanha, a Coordenação Estadual de Nutrição da Sespa também implantará na Região Metropolitana de Belém a administração via oral da vitamina A.
Serviço: A Coordenação Estadual de Imunização funciona na Rua Presidente Pernambuco, nº 489, bairro da Campina, em Belém. telefone : (91) 4006-4311.

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa
Fone: (91) 4006-4822 / (91) 8116-7719

Alunos do ensino regular
podem se inscrever
nos cursos do Pronatec

Estudantes que cursam o ensino médio regular ou turmas da Educação de Jovens e Adultos (EJA) do meio rural e que almejam uma vaga nos cursos do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) podem se inscrever, no período de 20 a 31 de agosto, em um dos 15 cursos ofertados pelo programa e que serão ministrados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). As inscrições serão feitas nas próprias instituições de ensino onde os alunos estão matriculados.
Cerca de 1,5 mil vagas foram ofertadas, com 15 alunos por turma, distribuídas nos municípios de Tucuruí, Tailândia, Moju, Novo Repartimento, Breu Branco, Goianésia, Capanema, Santarém Novo, Capitão Poço, Bragança, São João de Pirabas, Ourém, Garrafão do Norte, Tracuateua, Salinas, Igarapé Miri, Ulianópolis, Aurora do Pará, Dom Eliseu, Ipixuna, Irituia, Mãe do Rio, Paragominas, São Miguel do Guamá, Marabá, Canaã dos Carajás, Parauapebas, Eldorado dos Carajás, Piçarra, São Domingos do Araguaia, Castanhal, Concórdia do Pará, Curuçá, Igarapé Açu, Inhangapi, Santa Izabel, São Domingos do Capim, Santo Antônio do Tauá e Tomé-Açu. As aulas devem começar dia 17 de setembro.
Os cursos ofertados pelo Senar são: operador de máquinas e implementos agrícolas; preparador de derivados de leite; fruticultor; horticultor; avicultor de postura de corte; piscicultor; aquicultor; equideocultor; apicultor; bovinocultor de corte; bovinocultor de leite; operador de máquinas e implementos agrícolas; cultivador e beneficiador da mandioca e horticultor de legumes orgânicos. Para os cursos de operador de máquinas e implementos agrícolas, bovinocultor de corte, bovinocultor de leite e equideocultor, exige-se idade mínima de 18 anos.
O Pronatec foi criado em 26 de outubro de 2011, com a sanção da Lei nº 12.513/ 2011, pela presidente Dilma Rousseff, com o objetivo principal de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica para a população brasileira.
Para tanto, prevê uma série de subprogramas, projetos e ações de assistência técnica e financeira que, juntos, oferecerão oito milhões de vagas a brasileiros de diferentes perfis nos próximos quatro anos. Um dos destaques do Pronatec é a criação da Bolsa Formação Estudante, que permitirá a oferta de vagas em cursos técnicos e de formação inicial e continuada, também conhecidos como cursos de qualificação.
Mais informações no portal da Seduc (www.seduc.pa.gov.br), pelo e-mail pronatec@seduc.pa.gov.br ou pelo telefone (91) 3201-5165.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8731-8201

Iesp capacita militares e civis
com curso de Polícia Comunitária






Agentes da segurança pública do Estado, homens da Guarda Municipal e membros da sociedade civil participam do curso de polícia comunitária oferecido pelo Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp). Esta semama, mais uma turma, composta por 52 alunos, participa da capacitação, que aponta uma nova organização do serviço policial baseado na parceria com a comunidade.
Os alunos recebem noções de direitos humanos, relações interpessoais, gestão pela qualidade na segurança pública, além de outras disciplinas que humanizam e qualificam agentes de segurança e sociedade para atuar nesta nova dinâmica”, explicou o Delegado Itamar Dantas, coordenador de Ensino Complementar do Iesp. “A qualidade de vida da população é nosso principal objetivo. Entendemos que uma polícia que conviva em harmonia e parceria com a comunidade é o melhor caminho para a diminuir os índices de violência nos bairros e na cidade, como um todo.
Até o final deste ano estão previstos quinze cursos de polícia comunitária no Estado, o que deverá beneficiar quase 750 pessoas, entre militares e civis. Os concluintes estarão habilitados a atuar como mediadores entre polícia e comunidade, já que o conceito de Polícia Comunitária busca resgatar na figura do policial o cidadão que trabalha para o bem estar de todos.
Wilson Alves, presidente da Associação dos Trabalhadores da Praça Matriz de Marituba, é um dos alunos do curso e, para ele a integração entre polícia e comunidade é essencial para o bem estar social. “Levar para a comunidade a nova mentalidade da polícia é fundamental para que o comportamento deles mude também. E participar deste curso junto com bombeiros, guardas municipais, policiais militares e civis é a prova de que a vontade de mudar a natureza dessa relação é real”.
Itamar Dantas assegura que essa mudança de paradigmas vai ainda mais longe. Ele defende que o policial não é apenas um agente repressivo e, sim, um mediador entre a sociedade e as instituições públicas. “o policial está na rua junto com a população, ele é o elo mais próximo entre os cidadãos e o governo, e a sociedade pode acorre-lo sempre que precisar, pois ele estará  preparado para dar essa resposta”.
A disciplina de Polícia Comunitária faz parte da grade curricular de todos os cursos do Iesp. A sargento PM Ivone Duarte lembra que há 20 anos, quando ela se formou como soldado, tudo era muito diferente. “Este curso promove realmente uma mudança de mentalidade. Em 1993 a formação era muito diferente, éramos treinados para agir em situações de crise, não recebíamos nenhuma informação de como lidar com a sociedade. O estudo não era estimulado, já hoje recebemos cursos de formação e qualificação e trabalhamos muito mais na prevenção de riscos. A integração faz com que a comunidade confie mais nos agentes de segurança e, com isso, o trabalho é desenvolvido de forma mais eficaz”.

Texto:
Julia Garcia-Secom
Fone: (91) 3202-0912 / (91) 8847-2281

Saldo de emprego é positivo
nas cidades do
Programa Municípios Verdes
A geração de emprego nos municípios paraenses que fazem parte do Programa Municípios Verdes (PMV) teve saldo positivo de mais de 16,5 mil empregos formados entre janeiro e junho deste ano, um indicativo de que as mudanças propostas não acarretaram em perdas para as economias locais. Os números de crescimento seguem a tendência do Pará, que obteve geração recorde na admissão (381.202) e saldo (54.827) de vagas no mesmo período, superando todos os Estados da região Norte do Brasil.
“O Amazonas, que está recebendo vários investimentos em decorrência da Copa do Mundo de 2014, não chegou a gerar nem a metade do Pará no mesmo período. Isso demonstra o potencial do Estado, que investirá mais de R$ 110 bilhões, criando mais de dois mil postos de trabalho até 2013. Mais da metade de todos os empregos da região Norte ficam aqui”, disse o supervisor técnico Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese), Raimundo Sena.
O Dieese faz, desde março de 2011, o acompanhamento do mapa de emprego nos 91 municípios que compõem o PMV. Entre junho de 2011 e junho de 2012, os números indicam que o saldo foi positivo em 71% deles. Os setores que apresentaram os melhores índices de geração foram serviço (7.789), comércio (5.999) e construção civil (16.583). No total, 35.335 vagas foram abertas no período.

“O mapa apresentado abrange a geração de empregos formais em todos os setores. Firmamos esta parceria com o Estado e com o PMV para fazer um acompanhamento periódico do emprego nestes municípios. Alguns deles tiveram que frear atividades ligadas ao desmatamento e oferecer alternativas a esta população. Mesmo com essa mudança, a geração de emprego continuou crescendo, o que indica a eficácia do programa e das ações implementadas pelo governo estadual”, explicou Raimundo Sena.
Embora a geração de empregos em alguns municípios não esteja diretamente liada ao PMV – como em Altamira, no sudoeste do Pará, que teve o melhor saldo, com mais de onze mil novos empregos com carteira assinada –, alguns números devem ser comemorados. É o caso de Moju, no nordeste paraense, que ficou na quinta colocação com quase duas mil vagas criadas, e de Tailandia, que apresentou um saldo positivo de cerca de 750 empregos, e está próximo a deixar a lista de embargo do Ministério do Meio Ambiente e alcançar as propostas de diminuição do desmatamento em seu território.
“Os postos de emprego criados em Altamira se devem provavelmente às obras de Belo Monte, mas em municípios como Moju, Tailandia e São Miguel do Guamá, está havendo um incremento nos empregos e uma diminuição no desmatamento. Estes locais estão conseguindo fazer uma transição de um modelo econômico baseado no desmatamento para uma economia crescente, trabalhando na legalidade e com ambiente seguro para investimento”, explicou o secretário extraordinário para a coordenação do PMV, Justiniano Netto.
O estudo é parte integrante do convênio de cooperação técnica firmado entre o Dieese e o governo do Estado, envolvendo as questões de crescimento, desenvolvimento e geração de empregos formais em todo o Estado, e foi elaborado com base nas informações oficiais do Ministério do Trabalho, segundo os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).
O Programa Municípios Verdes foi criado para promover o controle do desmatamento e incentivar o desenvolvimento sustentável no Pará. Atualmente 94 dos 143 municípios paraenses fazem parte do programa, que tem o compromisso de tirar o Pará da lista dos principais desmatadores do Brasil. O grande objetivo é atingir desmatamento zero em todo o território até 2020. Para tanto foram estabelecidas algumas metas, como o ordenamento ambiental e fundiário, que tem o Cadastro
Ambiental Rural (CAR) como um dos instrumentos essenciais para o controle das atividades agropecuárias nas propriedades rurais do Estado.
O apoio à produção sustentável também é um dos focos do programa. Os municípios que conseguem cumprir as determinações do PMV ganham uma série de facilidades referentes ao acesso a crédito, atração de investimentos e um ambiente de legalidade em seus territórios. A gestão compartilhada é um dos fundamentos do programa, que trabalha em parceria com Estado, municípios, União e organizações não governamentais (ONGs).
Para fortalecer as ações do PMV será lançado nesta quarta-feira (15), em Paragominas, nordeste do Pará, o projeto “Turismo Verde”, quer reúne doze municípios do Estado em direção de uma nova forma de gestão turística para o Pará. O projeto criado pelo PMV é e executado pela Secretaria Estadual de Turismo (Setur).

Texto:
Julia Garcia-Secom
Fone: (91) 3202-0912 / (91) 8847-2281

Projeto Choro do Pará para
oficinas de música
até a próxima sexta (17)


Violão, bandolim, cavaquinho, percussão. Todos os instrumentos musicais tocando um único gênero musical, o chorinho. Essa é a proposta do projeto Choro do Pará, desenvolvido na Casa da Linguagem, unidade da Fundação Curro Velho, cujas oficinas começam sexta-feira (17), no horário de 16 às 19 horas.
Os músicos instrumentistas e amantes do choro podem se inscrever nas oficinas. O gerente de Música da Fundação Curro Velho, Paulo Moura, acrescenta que é necessário que o aluno saiba tocar um instrumento e tenha interesse em aprender a linguagem do choro. “Na Orquestra Choro do Pará, que reúne cerca de 50 músicos, todos são chorões apaixonados”, diz.
As oficinas ministradas pelo projeto Choro do Pará são de solo, percussão, violão de seis e sete cordas e cavaquinho. As aulas são ministradas toda sexta-feira e sábado, na Casa da Linguagem, unidade da Fundação Curro Velho que fica na avenida Nazaré, 31, bairro de Nazaré.
O repertório do projeto para esse módulo de oficinas será voltado para a composição paraense. “Vamos estudar um repertório de compositores e chorões paraenses”, adianta Paulo Moura. Informações e inscrições para o projeto Choro do Pará pelos telefones 3241-9789 e 9633-3686.

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Fone: (91) 3184-9102/ 3184-9127 / (91) 8895-1334/ 8890-0357

Servidores da Seduc participam
de programação pelo Dia dos Pais
Os servidores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) participaram na manhã desta terça-feira (14) de uma programação em homenagem ao Dia dos Pais. A abertura do evento teve a apresentação do Coral da Seduc, que animou os homenageados com músicas do repertório dos cantores Roberto Carlos e Fábio Júnior.
O foco principal da programação foi a discussão sobre a saúde e bem-estar do homem. O servidores participaram de uma palestra sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, ministrada pela enfermeira Laurilene Silva, e assistiram a vídeos educativos. Entre os assuntos discutidos destacou-se a prevenção do câncer de próstata e das Doenças Sexualmente Transmissíveis (DSTs).
O evento alertou para a dificuldade de fazer com que os homens frequentem com mais assiduidade o médico e para as consequências que isso pode gerar. Segundo dados do Ministério da Saúde, os homens vivem 7,4 anos menos que as mulheres justamente pelo fato de não procurarem acompanhamento médico especializado.
“É cultural, os homens só procuram médico quando a doença já está instalada; desta forma o tratamento fica mais difícil e a cura também, por isso morrem bem mais novos e mais cedo que as mulheres”, disse Laurilene Silva.
O agente de portaria Roberto Mauro, 46 anos, que foi pai aos 20, destacou a importância do encontro, em que obteve informações importantes que vão melhorar o cuidado com a saúde e de outros servidores que participaram das palestras. “O evento foi muito bom porque tem muitos pais que têm vergonha de ir ao médico ou não têm muito tempo por causa do trabalho, ou simplesmente não se cuidam. Fico feliz de saber que a Seduc se preocupa com a saúde dos servidores e mobilizou este evento”, enfatizou.
A titular da Gerência de Assistência ao Servidor, Shirley Luz, disse que espera contar com o apoio das outras gerências para incentivar ainda mais a participação dos servidores nos encontros em que sejam discutidas questões ligadas à saúde. “Vamos incentivar e promover mais encontros. Toda nossa equipe técnica e administrativa está motivada a incentivar os servidores para os cuidados com a saúde”, afirmou.

Texto:
Danielly Gomes-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 9902-1475

Nota PMB – Feriado
de 15 de Agosto_Serviços
A Coordenadoria de Comunicação Social (Comus) informa que nesta quarta-feira, 15 de agosto, feriado da Adesão do Pará à Independência, os serviços básicos da Prefeitura de Belém funcionam normalmente. A Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) seguirá fazendo a coleta do lixo domiciliar normalmente em toda a cidade.
A Companhia de Tranportes de Belém (CTBel) estará atuando na fiscalização do trânsito e também do transporte público. O atendimento ao público realizado na sede da Secretaria Municipal de Economia (Secon) não funcionará nesta quarta, 15. Mas as fiscalizações serão feitas em regime de escala, nas feiras e mercados de Belém.
A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informa que, durante o feriado de Adesão do Pará a Independência, o expediente será normal nos hospitais municipais de pronto socorro e as unidades de saúde de Carananduba, Cotijuba, Outeiro, Icoaraci, Tapanã, Bengui 1, Marambaia, Sacramenta, Telegrafo e Jurunas, que atendem urgência e emergência em regime de 24h.
A Secretária Municipal de Meio Ambiente (Semma) informa que o Bosque Rodrigues Alves – Jardim Zoobotânico da Amazônia, funcionará normalmente de 8h às 17h. O público poderá conferir a beleza dos 15 hectares de floresta nativa do Bosque, além da grande diversidade de animais e plantas. O ingresso custa R$ 2,00 (inteira) e R$1,00 (meia).

Palestra orienta sobre cuidados
com varicela no ambiente hospitalar





A Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará promoveu, na manhã desta terça-feira, 14, uma palestra voltada aos profissionais de saúde para conscientizá-los sobre a importância da prevenção no trato de pacientes com quadro de varicela. As informações sobre a doença, popularmente conhecida como catapora, foram repassadas pela médica infectologista Wardie Mattos, que fez o alerta sobre os cuidados que se deve ter em ambiente hospitalar para evitar o contágio de pacientes e funcionários.
Wardie reforçou a necessidade do fluxo do atendimento ao paciente com suspeita de varicela, em que a equipe assistencial deve instalar o isolamento e comunicar imediatamente à Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) e outros órgãos de vigilância do hospital para que iniciem o processo de investigação e acompanhamento do caso. O tratamento orientado recomenda  repouso nos primeiros dias, após o surgimento dos primeiros sintomas; o isolamento do doente enquanto as feridas não cicatrizarem (fase em que ainda há risco de contaminação) e administração dos medicamentos indicados em caso de necessidade.
A varicela é uma doença contagiosa causada pelo vírus varicela-zoster e tem como sintomas característicos febre, dor de cabeça, vesículas disseminadas em todo o corpo, que iniciam como pontinhos vermelhos e após dois ou três dias crescem e mudam o aspecto, tornando-se bolhas cheia de um líquido transparente, além de coceira. A varicela ou catapora é transmitida de pessoa a pessoa. O período de maior transmissão acontece dois dias antes do aparecimento das vesículas e dura enquanto elas ocorrerem. Em média o período de incubação vai de oito a 21 dias.
Imunidade – Quem já teve varicela (catapora) uma vez na vida não corre mais o risco de desenvolvê-la. No entanto, como o vírus desta doença é o mesmo do herpes zoster existe o risco do indivíduo com baixa imunidade desenvolver uma nova doença depois de entrar em contato com pacientes em fase de contágio. Quem é portador de doenças imunodepressoras, como a Aids, deve manter distância de pessoas infectadas.

Texto:
Samuel Mota-Santa Casa
Fone: (91) 4009-2258 / (91) 8128-9832

Seduc reúne parceiros para
organizar a Semana da Pátria
Cerca de 16 mil estudantes de escolas municipais, estaduais e particulares participarão, este ano, do desfile do Dia da Raça, evento que integra as atividades da Semana da Pátria. Neste ano, o Desfile da Raça será realizado novamente na avenida Presidente Vargas, no bairro da Campina, em Belém, no primeiro domingo de setembro, dia 2. Mais de quinhentos profissionais de 30 instituições vão atuar na organização e apoio do evento, que é promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O esquema para o atendimento médico no dia da apresentação cívica das escolas foi discutido nesta terça-feira, 14, com representantes da área da saúde e do Corpo de Bombeiros Militar, no Núcleo de Esporte e Lazer (NEL).
Durante a reunião, foram apresentados o local do desfile, o mapa de área de concentração e dispersão das escolas e a ordem de apresentação. Na área da saúde, a ação conta com a parceria das Secretarias Estaduais e Municipais de Saúde, do Hospital da Ordem Terceira e da Cruz Vermelha. Também participam da organização do desfile as Polícias Civil e Militar, o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran), a Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel), e as secretarias municipais de Economia (Secon) e de Saneamento (Sesan).
Desde o ano passado, em atendimento à solicitação da classe estudantil, o desfile voltou a acontecer na avenida Presidente Vargas. A apresentação das escolas começará às 8h, no encontro com a avenida Nazaré até o rua Ó de Almeida. “As ações de organização da Semana da Pátria estão acontecendo desde abril e são articuladas com outras secretarias”, explica a coordenadora das atividades da Semana da Pátria da Seduc, professora Glória Guerreiro.
Ela destaca que a programação cívica da rede estadual busca incentivar a prática da “Cultura de Paz”, a partir da convivência e da sociabilidade, incentivando a participação das escolas públicas e privadas nas comemorações pela Independência do Brasil como um exercício de cidadania. Glória Guerreiro destaca, ainda, que o desfile é o ponto alto do trabalho que é desenvolvido ao longo do ano letivo. “Eventos como este envolvem todos os estudantes. O amor à pátria e os ideais de civismo são assuntos trabalhados em todas as disciplinas. Precisamos aproveitar para fazer uma reflexão coletiva dentro das escolas, com o envolvimento dos professores e dos pais dos alunos”, disse a coordenadora.

Texto:
Mari Chiba-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8135-9009

Sefa divulga primeiras atividades
enquadradas na Nota Fiscal Cidadã
A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) divulgou os primeiros grupos de atividade econômica que serão enquadrados no Programa Nota Fiscal Cidadã, com a publicação da Instrução Normativa (IN) 15, nesta terça-feira (14), no Diário Oficial do Estado. Estão enquadrados, para fins de participação na primeira fase do programa, os segmentos de atividades econômicas de alimentação, vestuário e acessórios, lojas de departamentos ou magazines, e comércio varejista de móveis.
O enquadramento será pela Classificação Nacional de Atividades Econômicas (Cnae), registrada como principal, no Cadastro de Contribuintes da Sefa. A Instrução Normativa 15, assinada pelo secretário da Fazenda, José Tostes Neto, também delimita os municípios que vão participar da primeira fase de implantação do sorteio da Nota Fiscal Cidadã, que será em dezembro, tendo como base as compras feitas somente em setembro deste ano.
Serão válidos notas e cupons fiscais emitidos em Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides, Marabá e Santarém. A partir de janeiro de 2013 valerão notas e cupons fiscais emitidos em todos os municípios paraenses, para os segmentos enquadrados na primeira fase.
O anexo segundo da IN 15 apresenta o cronograma de inclusão de estabelecimentos fornecedores, da seguinte forma: a partir de 1º de abril de 2013, passam a ser enquadrados os mercados; em 1º de julho de 2013, as lojas de variedades e artigos de uso doméstico, informática e comunicação, artigos recreativos e esportivos; a partir de 1º de setembro de 2013, passam a ser enquadrados no Programa Nota Fiscal Cidadã os estabelecimentos de venda de material para construção, eletroeletrônicos e eletrodomésticos e óticas.
Em 2014 haverá novos enquadramentos, começando, em janeiro, com combustíveis, outras atividades, papelaria, escritório, livros, jornais e revistas, petshops e artigos para animais de estimação, saúde, higiene e beleza. Em 1º de abril de 2014 serão enquadrados no programa os estabelecimentos de venda de veículos automotores, motocicletas e acessórios.
A inclusão do estabelecimento fornecedor no Programa Nota Fiscal Cidadã implica na obrigatoriedade de emissão de nota ou cupom fiscal com o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) ou Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) do consumidor, quando for solicitado.
Os fornecedores enquadrados também estarão obrigados a transmitir os dados relativos aos documentos fiscais, por meio de registro eletrônico, à Sefa, para fins de criação de banco de dados que servirá para a geração dos bilhetes eletrônicos e posterior sorteio. No anexo da IN estão listadas as atividades econômicas obrigadas nesta primeira fase. A Instrução Normativa também apresenta os enquadramentos obrigatórios a partir do próximo ano, para a segunda fase do programa.
O Programa Nota Fiscal Cidadã, instituído pelo governador Simão Jatene, vai premiar em dinheiro quem solicitar a emissão do documentário fiscal com CPF ou CNPJ. A partir de 2013, os sorteios serão trimestrais e o montante global da premiação corresponderá ao limite de  5% do valor total do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) recolhido pelos estabelecimentos enquadrados no Programa Nota Fiscal Cidadã.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa
Fone: (91) 3323-4210  / (91) 9991-3237

Educadores discutem ações
para melhorar o Ideb do Pará
A melhoria na qualidade do ensino da rede pública do Pará, com o consequente aumento do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), é o objetivo do encontro de educadores iniciado segunda-feira (13) e que vai até sexta-feira (17), no hotel Gold Mar. Participam deste primeiro módulo professores de educação geral do quarto ano do ensino fundamental de escolas públicas estaduais de Belém e Região das Ilhas.
O Ideb é um indicador que combina dados de fluxo escolar, especificamente as taxas de aprovação, que são obtidas a partir do censo da educação básica, com os dados de desempenho escolar obtidos a partir da Prova Brasil, que será aplicada em 2013 pelo Ministério da Educação (MEC).
Durante os quatro dias de evento, cerca de 700 professores de escolas estaduais que trabalham com alunos matriculados na quarta série/ quinto ano da educação infantil e da sétima série/ oitavo ano do ensino fundamental participarão de palestras, debates, mesas redondas e oficinas ministradas por professores da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e Secretaria de Estado de Educação (Seduc), parceiras no encontro.
Segundo a diretora de Educação Infantil e Ensino Fundamental da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Ana Cláudia Hage, o encontro é uma contribuição para que professores, profissionais da educação e a sociedade em geral “se tornem conhecedores dos pressupostos teóricos e das análises pedagógicas que norteiam o resultado do desempenho dos alunos”.
O encontro objetiva ainda possibilitar aos professores o repensar da prática pedagógica em sala de aula, durante o processo de preparação dos alunos para avaliações nacionais, como a Prova Brasil, que mede o desempenho dos estudantes e é um dos critérios que embasam o Ideb.
Para a professora da Escola Cristo Rei, Suelina Azevedo, o evento faz despertar para a realidade de que o bom desempenho dos alunos depende, diretamente, de preparação.
“Estou descobrindo que o resultado do Ideb é uma soma de fatores, como frequência e distorção idade-série, entre outras coisas, além do bom desempenho na Prova Brasil. Estamos indo além, porque entendendo a metodologia dessa avaliação poderemos preparar melhor os nossos alunos para enfrentá-la. É um momento para tirar dúvidas e avaliarmos que muita coisa ainda tem que ser mudada”, ressaltou.
O projeto surgiu da necessidade da Seduc de elaborar uma formação voltada para professores do ensino fundamental, que consiste em um conjunto de ações pela melhoria da prática educativa e, consequentemente, a elevação do Ideb. Desde a implementação , o projeto já capacitou professores, técnicos em educação de municípios de várias regiões e milhares de alunos da rede pública que já participaram do Simulado da Prova Brasil.
Para o coordenador do Ensino Fundamental, Luís Miguel Queiróz, o encontro “serve para troca de experiências, ideias, além de ser um importante espaço de sugestão e orientação”. “Estes eventos são de suma importância e mostram o interesse do governo do Estado em melhorar o quadro da educação. Tudo isto é investimento que tem como proposta aumentar a qualidade para melhorar o Ideb”, explica.
Atualmente, o Pará está com a média 3,6 no Ideb, um índice que não foi considerado bom pelo MEC, mas que melhorou em relação a 2007, quando o Estado alcançara a média de 2,9 para a oitava série e 2,8 para a quarta. O encontro também acontece em outros municípios do Pará, que são: Abaetetuba, Capanema e Bragança, no período de 22 a 24 deste mês; Castanhal e Conceição do Araguaia, de 28 a 30, e Santarém de 12 a 14 de setembro.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8731-8201

Escola Avertano Rocha, em
Icoaraci, ganha biblioteca reformada
Alunos e professores da escola estadual Avertano Rocha, em Icoaraci, ganharam mais um incentivo para colocar em prática as atividades escolares, com a reinauguração, na noite desta segunda-feira (13), da biblioteca da unidade. O espaço estava desativado desde 2010 e foi revitalizado graças ao trabalho da comunidade docente e discente, que, com muita criatividade, deixou o local acolhedor e digno para horas de estudos e leitura.
Com supervisão do artista plástico Waldir Lisboa, os alunos fizeram o trabalho de desenho e pintura nas paredes, mesas e armários. A coordenadora do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Siebe), Helen Anjos, informou que esta é mais uma biblioteca ativada em um espaço escolar em cumprimento à Lei 12.224, de 24 de maio de 2010, que determina que as escolas públicas e privadas do país tenham esse espaço.
Para isto, a coordenadora explica que as escolas podem contar com o trabalho desenvolvido pelo Siebe, cujos profissionais dão serviços de orientação para a organização do espaço e acervos, seguindo normas determinadas. “Este é o caminho para a valorização da leitura no ambiente escolar”, ressaltou.
A noite também foi de muita emoção para o professor Benedito Magina Fernandes, que teve o nome dado à biblioteca em função do trabalho e dos 28 anos de dedicação à escola. “Estamos com um espaço lindo, graças a um belo trabalho desenvolvido por nossos alunos e professores e no ano em que nossa escola completa 50 anos de fundação”, enfatizou a diretora Tereza Parente.
Representando os alunos, a estudante do terceiro ano do ensino médio Evelyn Lobo falou da importância da leitura e do gosto que adquiriu pelos livros e pelos estudos quando começou a frequentar a biblioteca. “Infelizmente este é um espaço que passa despercebido por muitos alunos, já que a maioria não gosta de ler. Por isso, peço que os colegas aproveitem o espaço e se apoderem do conhecimento”, disse. Além da comunidade escolar, escritores paraenses, como Jeová de Barros e Juraci Siqueira, participaram da inauguração e doaram obras para a biblioteca.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8731-8201

Emater promove ciclo de
palestras durante 46ª Agropec
Mais de 200 pessoas, entre técnicos, universitários e produtores rurais participaram durante toda esta terça-feira (14), do ciclo de palestras promovido pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), no auditório do Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas, nordeste do estado. A ação faz parte da programação técnica da 46ª Feira Agropecuária de Paragominas (Agropec), que teve início no último dia 11 e vai até o próximo dia 19.
A ideia central do evento foi capacitar, divulgar e orientar o público, especialmente o agricultor familiar, principal público atendido pela Emater, sobre todas as ações de Governo, as políticas públicas e as formas de acesso a esses programas, além da demonstração das tecnologias utilizadas no campo pelo corpo técnico da Emater e o desenvolvimento do processo participativo-agricultor x técnico na construção da propriedade.
A palestra desenvolvida pelo engenheiro agrônomo da Emater, Paulo Lobato, mestre em solos e nutrição de plantas, abordou as formas de acesso ao Programa Nacional de Apoio a Agricultura Familiar (Pronaf) e o crédito rural. Entre os maiores questionamentos dos presentes, a emissão do Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP). Apenas técnicos da área de agropecuária podem assinar o documento que é feito on-line direto no sistema do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). O acesso às linhas de crédito específicas também ainda gera muitas dúvidas junto ao agricultor familiar. “O acesso às linhas de crédito se dá sempre da mesma forma. Mas é necessário que o produtor procure um técnico da Emater para fazer o projeto”, afirmou Lobato.
Soraya Almeida, delegada federal adjunta do MDA, falou sobre o acesso às políticas públicas, sobre a necessidade da integração e o planejamento da agricultura familiar pelos municípios em parceria com os governos estadual e federal. “Para o Plano Safra 2012-2013 o Pará tem disponível cerca de R$ 627 milhões, para custeio, investimento, assistência técnica, além de R$ 51 milhões destinados para a compra da merenda escolar”, adiantou Soraya.
A professora Sinara Tavares, da Escola Estadual Tecnológica do Para (EETEPA) – núcleo Paragominas, levou seus alunos das turmas dos cursos de Zootecnia, Meio Ambiente e Agropecuária para prestigiar o evento. “O intuito é promover aos alunos conhecimentos sobre as diversas temáticas que são tratadas dentro da grade curricular, além de serem usadas por eles futuramente enquanto profissionais”, argumentou a professora.
A tecnologia a serviço da Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) que beneficia especialmente o agricultor foi o tema abordado pelo geólogo da Emater, Jamerson Viana.  Segundo ele a Emater tem procurado capacitar o corpo técnico para o uso das tecnologias que ajudam na melhoria da qualidade de vida das famílias, além de pertencer à empresa um dos melhores bancos de dados levantados no campo. “A Emater hoje é considerada uma das instituições que mais realizou o Cadastramento Ambiental Rural (CAR) das propriedades no Pará. Só este ano já realizamos mais de 1.300 cadastramentos. O uso dessas tecnologias tem influenciado diretamente na melhoria da qualidade de vida das famílais agricultoras”, enfatizou Viana.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater
Fone: null / (91) 9168-0535

Greve na saúde do município
sobrecarrega hospitais do Estado
A greve dos médicos e servidores da saúde do município de Belém está sobrecarregando o atendimento nos hospitais da rede pública de saúde. O caso mais grave é o do Hospital de Clínicas Gaspar Viana, que está atendendo dentro da capacidade de 245 leitos, mais nove destinados exclusivamente para emergências cardiológicas. Segundo a diretora do Hospital, Ana Lídia Cabeça, a situação mais crítica chegou nesta terça-feira (14).
Ana Lídia cabeça explica que o hospital está procurando atender todos os casos que estão sendo encaminhado dos dois prontos-socorros da capital, mas os atendimentos estão sendo feitos de forma inadequada, já que o Gaspar Viana é direcionado para emergências cardiológicas e psiquiátricas. “Essa situação nos coloca como reféns da deficiência da rede municipal. Somos uma unidade de referência cardiológica e psiquiátrica, e quem precisa deste atendimento está sendo prejudicado”, explica a diretora.
Além disso, os nove leitos destinados à emergência para pacientes em observação estão ocupados por pacientes que aguardam uma vacância dos 245 leitos destinados à internação. “Estamos correndo o risco de não termos capacidade de atendimento para os pacientes de nossas referências. Chegamos a uma situação alarmante. A greve está prejudicando inclusive quem já está internado, e os médicos estão ficando sobrecarregados, já que o paciente que chega ao hospital em estado de gravidade tem que ser atendido”, assevera Ana Lídia.
O Hospital de Clínicas Gaspar Viana é referência estadual em psiquiatria, cardiologia e nefrologia e oferece consultas e internações em clínica médica, clínica cirúrgica, clínica pediátrica e clínica ginecológica e obstétrica, voltadas prioritariamente a pacientes que se encaixam no perfil das novas referências.
Sobrecarga – A mesma situação está sendo enfrentada pelo Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), que dispõe de 219 leitos operacionais e é dotado de um Centro de Tratamento de Queimados, com 20 leitos, o primeiro da região Norte do país.
A situação preocupa o secretário de Estado de Saúde Pública (Sespa), Hélio Franco. Segundo ele, o Estado tem uma rede com capacidade para atender pacientes, cada uma dentro de sua especialidade, e a falta de atendimento na rede municipal vem desencadeando uma situação “caótica” nestas unidades, que pode se agravar caso não haja solução e finalização do movimento grevista. “Esperamos que esta situação tenha um final, pois ela vem sobrecarregando os profissionais dos hospitais do Estado, prejudicando, sobretudo, a população que necessita de atendimento médico”, diz.
Os médicos da saúde municipal estão em greve desde o dia 20 de junho. Os servidores da saúde decidiram aderir ao movimento a partir do dia 1º de agosto. Os atendimentos em postos e unidades de saúde estão afetados, mas todas as doze categorias envolvidas na paralisação afirmam que mantêm 30% dos profissionais de plantão para atender os casos mais graves.

Texto:
Marcio Flexa-Secom
Fone:  / (91) 80301615

Municípios se mobilizam para
a sétima edição dos
Jogos Abertos do Pará
O município de Rondon do Pará vai receber, de 15 a 19 de agosto, mais uma etapa regional da sétima edição dos Jogos Abertos do Pará. Atletas de 17 municípios da região sudeste do Estado vão participar de 13 modalidades esportivas. Os times vencedores de cada modalidade vão disputar a fase estadual dos Jogos, que está previsto para acontecer em Belém, no mês de novembro, quando pelo menos 800 participantes serão recebidos na cidade.
O evento é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), e visa incentivar e valorizar o esporte em todo território paraense, proporcionando, inclusive, a identificação de talentos esportivos. Nesta edição dos jogos, cada município poderá participar com até seis modalidades coletivas e três individuais. Em setembro, Portel, Redenção, Itaituba, Castanhal, Bragança e Oriximiná vão receber as demais cidades para as outras fases regionais. “Esse evento é muito esperado pela população, todos se envolvem, se mobilizam e fazem uma grande festa”, ressalta a diretora técnica da Seel, Cláudia Moura.
Ela explica que, nesta edição, houve um acréscimo de modalidades a serem disputadas. Nos anos anteriores, eram apenas seis e, neste ano, serão as seguintes: atletismo, basquetebol, futsal, handebol, voleibol, tênis de mesa, futebol de areia, ciclismo de rua, vôlei de areia, xadrez, canoagem tradicional, luta marajoara e queimada. Segundo o titular da Seel, Marcos Eiró, os Jogos Abertos se destacam pela integração e pelo desenvolvimento do esporte no Estado. “Nosso foco é integrar os atletas dos 144 municípios paraenses; acabamos com a importação de atletas de outros Estados. E mais, queremos engrandecer a fabricação de ídolos paraenses, a fim de projetá-los ao Brasil e ao mundo”, ressalta.
Eiró destaca o esporte como instrumento de lazer, saúde, entretenimento e inclusão. “Com o esporte, vamos ajudar a cumprir a meta do Governo do Estado, que é acabar com a desigualdade social e a pobreza. Nós estamos atendendo os anseios da população paraense. Os Jogos Abertos do Pará são mais uma prova da integração do povo paraense”, concluiu. Os Jogos Abertos do Pará vão acontecer de 15 a 19 de agosto, em Rondon do Pará. A abertura acontecerá nesta quarta-feira (15), às 19h, no Ginásio de Esportes do município.

Texto:
Angela Bazzoni-Seel
Fone:  / (91) 8883-5649

Fundação Curro Velho participa
da Comissão Julgadora
do Concurso de Fotografia
Nesta sexta-feira, 17, serão selecionados os trabalhos inscritos no 7° Concurso de Fotografia de Castanhal. A Fundação Curro Velho foi convidada para integrar a Comissão Julgadora do concurso. O fotógrafo e assistente cultural da Fundação Curro Velho, Fabrizio Rodriguez, irá representar a Fundação Curro Velho no trabalho de seleção das fotografias. O 7º Concurso de Fotografia é uma promoção da Fundação Cultural de Castanhal e tem tema livre. A premiação varia nos valores de 900 a 2.200 reais. O resultado final do concurso será divulgado no dia 31 de agosto. Após a divulgação dos premiados, será realizada uma exposição coletiva das fotos selecionadas e vencedoras do concurso.

Unidade de Oncologia atenderá
por ano mil novos
casos de câncer no Pará
A Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon) do Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB), foi inaugurada na manhã desta terça-feira, 14, pelo governador Simão Jatene. O local terá capacidade para atender, por ano, mil novos casos de câncer, 6.300 procedimentos de quimioterapia, 40 mil procedimentos de radioterapia e realizar 560 procedimentos cirúrgicos. A Unacon faz parte do "Projeto Expande", desenvolvido pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca), para ampliar e assegurar assistência integral a pacientes portadores de câncer, com recursos humanos especializados, equipamentos e infraestrutura hospitalar e de rede.
O protocolo foi assinado em 2003 oficializando a mútua cooperação entre o Inca, Ministério da Saúde, Secretarias de Saúde do Estado (Sespa), e do Município de Belém (Sesma) e Universidade Federal do Pará (UFPA). Da parte do Governo do Pará foram investidos R$ 4,5 milhões para aplicação nas obras físicas, por meio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), que também será parceira com o repasse dos medicamentos quimioterápicos e lotação de mais de 100 servidores para atuar no Barros Barreto. “Nós temos agora mais uma unidade nesse estado especializada no tratamento das doenças oncológicas, que irá melhorar a qualidade de vida da nossa gente, da nossa população. Todos sabem que o hospital Ophyr Loyola está pressionado pelo volume de atendimento, mas com estes novos serviços que serão agregados na área de oncologia, o hospital será desafogado. Ainda estamos longe de chegar na saúde que queremos, mas hoje estamos dando um passo longo para que isso aconteça, assim como já fizemos com a questão da hemodiálise”, disse o governador.
No espaço serão oferecidos serviços para o tratamento em oncologia clínica, cirurgia, radioterapia e quimioterapia. O atendimento inicial será para pacientes com tumores sólidos de esôfago, estômago, colo, reto, ânus, pâncreas, vias biliares e fígado. O estudante Elton Farias, 27 anos, é um dos primeiros pacientes da unidade. Há duas semanas ele descobriu que estava com câncer no estômago e começou o tratamento nesta semana na Unacon. “Descobrir que estava com câncer foi uma das piores noticias que já tive, mas depois que comecei o tratamento, em um ambiente qualificado como esse, eu já me sinto bem mais tranquilo de que tudo dará certo”, disse. A meta da Unacon é ampliar o atendimento para os casos de câncer de mama, uroginecólogicos, urológicos e patologias do tecido osteo-conjuntivo.
O secretário de Estado de Saúde, Hélio Franco, afirmou que a nova Unidade de Oncologia fará com que haja uma descentralização da demanda do Hospital Ophir Loyola. Ainda de acordo com ele, a Unacon vem suprir uma necessidade urgente da população, pois de acordo com dados do Inca, a estimativa é que sejam diagnosticados em 2012, entre a população masculina no Pará, 930 casos novos de câncer de próstata, 430 de estômago, 270 de traqueia, brônquio e pulmão e 150 de colon de reto. Já entre as mulheres a estimativa aponta 810 casos novos de colo de útero, 740 de mama, 250 de estômago e 240 casos de câncer de tireóide. Além disso, de cada 1.000 casos de câncer em geral, 50% dos pacientes precisam de cirurgia oncológica, 70% de quimioterapia e 60% de radioterapia.
Estudo e ciência
Além de funcionar no atendimento de pacientes oncológicos, a Unacon integra assistência, ensino e pesquisa. Será formado no local, um núcleo de referência internacional para o tratamento de câncer. “Estamos combinando aqui neste espaço: assistência e pesquisa. Uma junção que com certeza possibilitará inúmeras melhorias para a saúde no estado do Pará”, concluiu o reitor da UFPA, Carlos Maneschy. A Unacon atuará também na área de ensino, incluindo o Doutorado em Oncologia e o Mestrado em Oncologia e Ciências Médicas, que já estão em andamento no local.
O diretor de monitoramento e avaliação do Ministério da Saúde, Paulo de Tarso, esteve presente na cerimônia e parabenizou a iniciativa. “Sem dúvida esta unidade será um grande diferencial no tratamento do câncer no Pará e em todo país”, enfatizou. A população paraense também conta com a Unacon do Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, que está em pleno funcionamento e evita que pacientes do oeste do Estado precisem se deslocar a Belém, e, também terá, no ano que vem, a Unacon do município de Tucuruí, na região sudeste do Pará, cujas obras de construção estão em andamento.
T
exto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990

Hospital orienta sobre casos
de violência contra
mulheres em Icoaraci
Desde que a chamada Lei Maria da Penha (Lei n. 11.340/2006) foi criada, o número de denúncias feitas ao telefone da Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180) cresceu cerca de 40% no Pará, o segundo Estado com maior número de ocorrências de violência contra a mulher no primeiro semestre do ano -  com 515 denúncias para cada 100 mil mulheres -  segundo dados da Secretaria de Políticas para as Mulheres, responsável pelo Disque Denúncia.
O levantamento indica ainda que o Pará perde para Brasília (625) e é seguido pela Bahia (512). No ano passado, o Estado esteve entre os três primeiros do ranking, ao lado de Sergipe e novamente da Bahia. Os números da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher, localizada em Belém, indicam ainda que, de janeiro a junho deste ano, das 3.668 ocorrências, 1.101 foram queixas de lesões que resultaram em hematomas. Em Belém, seis mulheres são agredidas a cada dia e a maioria é de Icoaraci.
Os dados foram apresentados durante o ciclo de palestras “Violência contra a mulher, é só bater?”, realizado pelo Hospital Abelardo Santos, no distrito de Icoaraci, Região Metropolitana de Belém. O encontro teve a participação da delegada Alessandra Jorge, titular da Divisão Especializada de Atendimento à Mulher da Polícia Civil do Estado, que falou sobre os aspectos jurídicos em torno da Lei Maria da Penha, e da assistente social e ouvidora do Hospital, Mary Alves, que esclareceu tópicos sobre a notificação da violência doméstica e familiar nos serviços de saúde.
Segundo a diretora do Hospital Abelardo Santos, Vera Cecim, a realização da palestra foi uma maneira de orientar a comunidade para essa realidade alarmante que acontece em Icoaraci, que registra, em média, dois casos por dia em que a mulher é vítima de algum tipo de violência, desde a física até a psicológica. Cerca de 100 pessoas assistiram ao ciclo de palestras, entre usuários do hospital, lideranças comunitárias, representantes de conselhos tutelares, igrejas e templos.
Para Vera, é preciso que a comunidade dissemine o conteúdo da Lei Maria da Penha pra quem tem medo de denunciar. “Todo dia recebemos mulheres com indícios de todo tipo de violência. Algumas vêm machucadas, mas outras surgem depressivas, com a moral devastada. Isso tudo é detectado pela equipe de Serviço Social”, relembra a diretora, ao relatar um caso recente de estupro praticado contra uma adolescente especial de 15 anos, moradora de Icoaraci. A vizinhança desconfiou do padastro da menina e procurou a diretora pra obter informações sobre como fazer para que essa monstruosidade chegasse até a polícia.
“Conseguimos resolver tudo através do (Núcleo Integrado) Pro Paz Mulher e o acusado já responde perante a lei, mas isso me angustia muito, por que vários como esses podem estar acontecendo mais do que se imagina. As mulheres devem perder o medo e é inadmissível que exista esse comportamento submisso nos dias de hoje”, comenta Vera Cecim. Para a assistente social Mary Alves, os casos de mulheres vítimas de violência doméstica que recebem atendimento clínico em unidades municipais de saúde estão aumentando na medida em que os profissionais de saúde estão sendo treinados para detectar hematomas e até indícios psicológicos que a mulher apresenta na ocasião do atendimento.
Para se ter uma ideia, ela apresentou um diagnóstico que aponta o distrito como o local onde mais acontece violência contra a mulher em todo o Estado: só em 2012, de janeiro a 27 de julho foram registrados 59 flagrantes, abertos 49 inquéritos policiais e confeccionados 616 boletins de ocorrência. Quatro mulheres foram mortas no distrito de Icoaraci vítimas de violência. “Todos sabemos que essa realidade causa trauma, não só nela, como numa família inteira. E isso se dissemina na comunidade de forma destrutiva. Precisamos reagir e usar o conhecimento da lei para inibir esses agressores”, explica Mary Alves.
“Com a Lei Maria de Penha, os direitos das mulheres passaram a ser mais divulgados e a população tem sido sempre orientada, mas as políticas transversais, e aqui eu incluo as da saúde, são essenciais para uma conscientização mais abrangente. Esse enfrentamento deve conter, além do quesito criminal, dados epidemiológicos, que tem múltiplas causas, fatores e consequências”, opina a delegada Alessandra Jorge, titular do Dieam, que registra, em média, 600 ocorrências por mês.
Alessandra também esclareceu a diferença entre os fones 180 e 181, ambos utilizados no combate a esse tipo de violência. Segundo ela, ao discar o número 180, as beneficiárias do serviço poderão receber atenção adequada quando em situação de violência, sem nenhuma exposição, pois o sigilo é absoluto e a identificação é opcional. “Trata-se de um canal para que elas sejam informadas sobre cada passo necessário para formalizar a ocorrência policial”, explica a delegada. “Já o 181, que é o Disque Denúncia, serve para fazer a denúncia propriamente dita”.
Mulheres que residem em Icoaraci ou que moram em áreas próximas, podem também consultar os serviços da Ouvidoria do Hospital Abelardo Santos sobre como proceder em caso de agressão dentro de casa ou a título de testemunha ao ajudar uma terceira pessoa que esteja sendo vítima.
Serviço:
A Ouvidoria do Hospital Abelardo Santos está disponível pelo telefone: (91) 3204-2844; e-mail: ouvidoria.hras77@gmail.com; endereço: Rodovia Augusto Montenegro, km 13, s/n, Agulha, Icoaraci, Belém. Atendimento presencial na quarta sala do corredor administrativo, no horário de 8 às 17 horas. Caixas de sugestões nos principais espaços de atendimento do hospital.

Texto:
Mozart Lira-Sespa
Fone: (91) 4006-4822  /

Jornalistas alemães visitam Belém
A Gerência de Comunicação (Posto de Informações Turísticas) da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) recebeu, na última semana, em Belém, a visita de um casal de jornalistas alemães que viaja pela Amazônia há alguns meses. Florenia Roland e Haewald Roland trabalham para a revista européia Eine Welt e vem reunindo informações para escrever artigos sobre a região. O casal passou três dias em Belém e saiu encantado com o que viu, em especial com a Estação das Docas, Complexo Feliz Lusitânia e Mercado do Ver-o-Peso.

Municípios Verdes assinará
parceria com ADR Grande Lago
O Programa Municípios Verdes (PMV) assinará nesta terça-feira (14), às 15h, um acordo de parceria com a Agência de Desenvolvimento Sustentável da Região Lago de Tucuruí – ADR Grande Lago, por meio de um Termo de Cooperação Institucional. Esta nova parceria visa criar mais um reforço nas ações do PMV em relações às iniciativas socioeconômicas e ambientais, que terão como resultado o desenvolvimento sustentável do Pará. Estão entre os principais pontos desta parceria:
- Apoiar o fortalecimento da gestão ambiental compartilhada entre as organizações e instituições dos governos municipais;
 - Compartilhar experiências para o combate ao desmatamento e a promoção do desenvolvimento sustentável no Estado;
- Apoiar as ações de ordenamento ambiental, territorial e fundiário entre as organizações e instituições dos governos municipais, estadual e federal no Pará;
- Apoiar a transferência de conhecimentos voltados a mudança da base produtiva no sentido de ampliar os indicadores de sustentabilidade do setor produtivo, no território paraense.

Asipag promove I Encontro
de Gestores Comunitários
A Ação Social Integrada do Palácio do Governo (Asipag) promoverá, no dia 21 de agosto, I Encontro de Gestores Comunitários, em que serão apresentadas as diretrizes e metas do Pro Paz Comunidade, uma vertente do programa de governo Pro Paz, e também será lançado, em primeira mão, o site oficial do órgão. O evento acontecerá no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
A iniciativa tem como objetivo o estabelecimento de parceria com as lideranças comunitárias em um grande pacto pelo desenvolvimento social. “O Governo do Estado nos deu a missão de resgatar o diálogo, a parceria, o trabalho conjunto em prol da população que se encontra em situação de vulnerabilidade social”, acrescenta a presidente da Asipag, Carmen do Carmo.
Carmen destaca, ainda, o lançamento do site do Pro Paz Comunidade, considerada uma ferramenta indispensável para a construção de uma nova realidade. “No site, as comunidades poderão fazer o cadastro online das suas instituições para a construção de indicadores do terceiro setor”, explica. No evento, estarão presentes a coordenadora do Pro Paz, Izabela Jatene; a chefe da Casa Civil, Sofia Feio, e outros representantes do Governo do Estado.

Texto:
Thiago Freitas-Asipag
Fone: (91) 3344-2220 - 3344-4236 / (91) 8177-7059

Artesãs de Aritapera
recebem livro do Prodetur
Depois de ter sido lançado previamente em junho no encerramento da VI Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita) deste ano, o livro Aritapera: Terra, Água, Mulheres & Cuias terá seu lançamento oficial nesta quarta-feira, dia 15, na própria comunidade de Aritapera, em Santarém, região turística do Tapajós. O evento acontecerá no Ponto de Cultura da comunidade de Aritapera, onde foi desenvolvida uma pesquisa que deu origem ao livro, organizado pelos antropólogos Antonio Maria de Souza Santos e Luciana Gonçalves de Carvalho e que faz parte do primeiro volume da coleção Mapeamento Cultural da Região do Tapajós, desenvolvido pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur), através do Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), em parceria com o Museu Emílio Goeldi e  Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa).
“Aritapera: Terra, água, mulheres e cuias” fala da importância das cuias dentro do universo amazônico e de que forma elas estão inseridas no cotidiano das comunidades ribeirinhas. A pesquisa começou em 1977, por Antonio Maria Santos.  Ele relata que de acordo com a própria comunidade, nos últimos 10 anos, a atividade vem ganhando maior destaque, resultando na crescente valorização e divulgação, passando a garantir novas opções de mercado.
Os textos tratam do artesanato de cuias em diferentes aspectos (modos de fazer, iconografia, importância econômica, cartografia), de histórias de vida de artesãs, da criação da marca coletiva adotada por um grupo de produtoras e de algumas experiências de intervenção e organização da produção e da comercialização das cuias do Aritapera. Entre os textos selecionados estão trabalhos do próprio pesquisador e de recentes pesquisas desenvolvidas por alunos e colaboradores da Ufopa, orientados por ele e pela professora Luciana Carvalho. A antropóloga, que é professora da Ufopa, conta que nos últimos 10 anos tem sido colaboradora e articuladora dos trabalhos de valorização do artesanato das cuias do Aritapera. Ela coordena o Programa de Extensão Patrimônio Cultural na Amazônia na Ufopa.
A região do Tapajós, em especial o município de Santarém, ficou conhecida pela produção de cuias tingidas e ornamentadas. Constituída de um conjunto de comunidades numa área de várzea, a região do Aritapera tem participado, nos últimos dez anos, de diferentes projetos voltados para a valorização desse artesanato e das pessoas que o produzem - no caso, dezenas de mulheres que se dedicam a esse ofício passado de mãe para filha.
No Centro do Aritapera, um grupo de mulheres articuladas na Associação das Artesãs Ribeirinhas de Santarém, construiu, com apoio do Ministério da Cultura e de instituições parceiras, uma bela sede que funciona como um Ponto de Cultura dotado de espaços de produção, convivência, biblioteca comunitária, recepção de visitantes, exposição e venda de cuias. A dinamização do uso desse espaço, a partir de sua divulgação em outras comunidades ribeirinhas, na cidade de Santarém, e junto a diferentes públicos externos, é uma expectativa das comunidades que nele investiram e investem cotidianamente. Nesse sentido, o trabalho proposto pela Paratur e pelo Museu Goeldi, de inclusão do Aritapera em seu roteiro de pesquisa e divulgação turística, atende a anseios das comunidades no que diz respeito à valorização de seus modos de fazer tradicionais.
Adenauer Góes, titular da Setur, informa que além do Tapajós, onde os municípios de Belterra e Oriximiná estão inseridos nas ações do Prodetur, o Mapeamento Cultural também envolve as regiões turísticas de Belém e do Marajó. Ele adianta que até o final deste ano o Pará deve receber US$ 44 milhões oriundos de financiamento pleiteado pelo Governo do Estado junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), a serem investidos no turismo. Para Socorro Costa, presidente da Paratur, não só o livro mas outras iniciativas que valorizam o turismo paraense a partir da cultura, natureza, dos recursos de sol, praia, eventos e negócios trazem subsídios para que, com diretrizes do Plano Ver-o-Pará, a Paratur possa fortalecer suas ações de divulgação, promoção e marketing do Pará a partir do slogan “A obra-prima da Amazônia”.

Estado investirá R$ 1 bilhão
no Baixo Amazonas,
Xingu e Tapajós em 2013






O Governo do Pará investirá, até 2015, quase R$ 3 bilhões nas regiões do Baixo Amazonas, Tapajós e Xingu. Os recursos estão previstos no Plano Plurianual 2012-2015, apresentado na manhã desta terça-feira (14), pelo secretário de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças, Sérgio Bacury, durante audiência pública de revisão do PPA e elaboração do Orçamento Geral do Estado para 2013, em Santarém, município polo do oeste do Estado. Somente para o próximo ano, um investimento de cerca de R$ 1 bilhão deverá ser realizado nas três regiões pelo Executivo.
Na região do Baixo Amazonas, composta pelos municípios de Santarém, Belterra, Prainha, Almeirim, Monte Alegre, Curuá, Juruti, Terra Santa, Faro, Alenquer, Óbidos e Oriximiná, serão aplicados mais de R$ 610 milhões no próximo ano. Na região do Xingu (Placas, Uruará, Brasil Novo, Altamira, Medicilândia, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Vitória do Xingu, Anapu e Pacajá) serão investidos mais de R$ 200 milhões. O Tapajós (Aveiro, Rurópolis, Itaituba, Trairão, Jacareacanga e Novo Progresso) receberá quase R$ 100 milhões.
Em Santarém, o secretário Sérgio Bacury informou que recursos para obras importantes já estão previstos no orçamento do Estado, entre elas o Centro de Convenções de Santarém, a reforma do Estádio Colosso do Tapajós, construção do Ginásio Poliesportivo e a ampliação do Hospital Regional do Baixo Amazonas. “Nos últimos dias o governador também já assegurou a recuperação do porto de Santarém e de outros municípios da Calha Norte, assim como a recuperação da PA-255”, informou Bacury.
Em Itaituba está prevista a construção do Hospital Regional do Tapajós. A região também receberá, entre outras obras, a construção de uma Unidade Integrada Pro Paz, reforma de duas delegacias, implantação da Casa do Trabalhador e o asfaltamento de 116 km de vias. No Xingu será construído um Hospital de pequeno porte no distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira. Também serão pavimentadas vias, reformadas escolas e implantados sistemas de abastecimento de água.
Revisão
A audiência, realizada no Campus XII da Universidade do Estado do Pará (Uepa) teve inicio com a exposição do secretário, que detalhou ao público os objetivos do encontro, como se dá o processo de revisão do plano e os investimentos previstos, através de programas e ações para as três regiões de integração. Durante o processo, o secretário explicou que podem ser incluídos ou excluídos programas, ações, metas e atributos do Plano Plurianual.
Depois foi o momento dos representantes dos municípios darem suas contribuições ao plano e ao orçamento. Maria Rosanira, 49 anos, representava a Pastoral do Menor e o bairro da Floresta, em Santarém. “Vim, sobretudo, ficar a par do que está sendo planejado às crianças e jovens moradores de rua. Já temos o apoio em ações de esporte e lazer, mas precisamos sempre evoluir nas ações e sermos parceiros”, comentou.
Para atender, sobretudo a juventude, foi inaugurada em março deste ano, uma unidade do Pro Paz Integrado Baixo Amazonas, em Santarém. O programa ainda atuará em 2013 através do Pro Paz Arte e Cultura, Mulher e Escola. Sérgio Bacury informou que todas as necessidades apresentadas serão encaminhadas às demais secretarias ou órgãos estaduais para que seja avaliada a possibilidade de inclusão no orçamento de 2013.
Este ano as audiências serão realizadas em três cidades polos. Após ser realizada em Marabá, no sudeste do Estado, – na última sexta-feira (10) -, e Santarém, a última audiência acontece em Belém, na quinta-feira (16). O momento reunirá representantes de todos os municípios da Região Metropolitana e das regiões do Caeté, Marajó, Tocantins, Rio Capim e Guamá. Após as audiências, o Plano Plurianual e o Orçamento Geral de 2013 serão examinados pelo governador Simão Jatene e encaminhados à Assembleia Legislativa.
"Durante as audiências, as pessoas podem fisicamente se inscrever e dizer das suas necessidades. Não só a nossa equipe, mas representantes de vários órgãos acompanham as audiências, registram essas solicitações e encaminham aos respectivos órgãos. Até o final de agosto, com a conclusão da revisão do PPA, e até final de setembro, com a conclusão do Orçamento, ainda dá tempo de toda a sociedade paraense participar através do site da Sepof (www.sepof.pa.gov.br)”, informou o secretário.

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Fone: (91) 3202-0911 / (91) 8150-8965

Parauapebas terá Núcleo
Avançado do Centro de
Perícias Científicas "Renato Chave
O Comitê Integrado de Gestores da Segurança Pública (Cigesp) aprovou na manhã desta terça-feira, 14, durante reunião do colegiado na sede da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), em Belém, um Termo de Acordo de Cooperação Técnica entre o Centro de Perícias Científicas (CPC) “Renato Chaves” e a Prefeitura Municipal de Parauapebas, no sudeste do Pará, para a construção do Núcleo Avançado do CPC “Renato Chaves” naquele município.
Pelos termos do convênio, a Prefeitura de Parauapebas deverá ceder um espaço físico, com estrutura e adaptações necessárias para a realização dos serviços de perícias criminais do Instituto de Criminalística (IC) e Instituto Médico Legal (IML), além de disponibilizar 26 servidores públicos, entre auxiliares de Enfermagem, motoristas, vigilantes, assistentes administrativos, peritos criminais e médicos para a qualificação e capacitação dos técnicos que vão atuar no órgão.
O IML disponibilizará os serviços de Perícia no Vivo como lesão corporal e crimes sexuais, além de Perícia no Morto, com os trabalhos de necrópsia e remoção cadavérica. O IC oferecerá as perícias de local de crime contra a vida, dosagem alcoólica e constatação e definitivo de drogas, para fins de flagrante. Perícias mais específicas, que precisem de análises mais detalhada, poderão ser encaminhadas à sede do Centro, em Belém.
Atualmente, além da sede da instituição, em Belém, o CPC “Renato Chaves” possui Unidades Regionais (UR) em Castanhal, Marabá, Santarém e Altamira e os Núcleos Avançados (NA) de Abaetetuba, Bragança, Tucuruí, Paragominas e, agora, Parauapebas, totalizando quatro unidades e cinco núcleos, que atendem várias regiões do Estado com as perícias de criminalística e medicina legal.
Segundo o coordenador das Unidades Regionais do CPC “Renato Chaves”, Alexandre Ferreira, o CPC já estuda a descentralização da perícia a outras regiões, ainda não atendidas. “Já trabalhamos conjuntamente com a Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) num projeto que pretende descentralizar a perícia paraense, estendendo-a para outras regiões do Estado, como o oeste e o Marajó. Nosso objetivo é atuar nas Regiões Integradas de Segurança Pública, que reorganizam o atendimento da Segup em áreas específicas de atuação. Ainda estamos em fase de planejamento e pesquisa, pois este tipo de trabalho envolve um processo de viabilidade técnica muito complexo”, explica.
O Cigesp é presidido pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha. Integram a entidade, todos os dirigentes dos órgãos do Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Segup, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Superintendência do Sistema Penitenciário, Departamento Estadual de Trânsito e Centro de Perícias Científicas "Renato Chaves”).

Com colaboração de Nil Muniz - Ascom CPC "Renato Chaves"
Texto:
Lene Alves-SEGUP
Fone: (91) 3184-2513 / (91) 8883-5810

Cine Estação das Docas têm
opções de lazer para o feriado
Nesta quarta-feira, feriado de 15 de agosto - Adesão do Pará à Independência do Brasil, o Cine Estação das Docas exibe dois filmes brasileiros contemporâneos: “Febre do Rato” e ”Rock Brasília – Era de Ouro”.
Com uma fotografia sensível e detalhista de Walter Carvalho, o longa narra a história do poeta Zizo (Irandhyr Santos) e o mundo de abismos em que vive no Recife. Alimentado de poesia e da publicação do fanzine “Febre do Rato” que, para ele, serve como porta voz dos inquietos e agoniados, Zizo vive de inconformismo e em constante luta contra os interesses das classes dominantes.
No documentário “Rock Brasília – Era de Ouro”, o cineasta Vladimir Carvalho investiga as origens das grandes bandas de rock que tomaram de assalto o cenário musical brasileiro a partir de 1980, como Legião Urbana, Capital Inicial, Plebe Rude, Paralamas do Sucesso e outras.
Confira os horários:
Febre do Rato
Direção: Cláudio Assis. 110 min, P&B, 18 anos. Com Irandhir Santos, Matheus Nachtergaele, Juliano Cazarré e Ângela Leal.
 http://www.youtube.com/watch?v=ow07S72zhbw

15 (quarta-feira) e 16 (quinta-feira), às 20h30. 19 e 26 (domingos), às 10h e 20h30.
Rock Brasília - Era de Ouro
Documentário. Duração: 111 min. Com Renato Russo, Herbert Vianna, Bi Ribeiro, Dinho Ouro Preto, Caetano Veloso, Dado Villa Lobos e Marcelo Bonfá.Direção: Vladimir Carvalho. Censura: 12 anos
http://www.youtube.com/watch?v=PdH86C1tVzI
Serviço:
Ingressos: R$ 8,00 (com meia-entrada para estudantes). Realização: OS Pará 2000 e Secretaria de Estado de Cultura – Secult

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318

Novos cozinheiros são
certificados para atuar
na área do turismo
O Governo do Estado, por meio da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) realizam nesta terça-feira, 14, a certificação de novos concluintes dos cursos de Qualidade no Atendimento e Cozinheiro de Restaurante. A qualificação teve início no dia 19 de julho, com aulas teóricas ministradas na Cooperativa de Serviços e Paladar Caseiro, em Ananideua, e aulas práticas ministradas este mês no Instituto Vitória Régia, em Belém. Os cursos fazem parte do Programa de Qualificação Profissional do Turismo (Peqtur) que estima qualificar  mais de 10.500 pessoas no setor de turismo até 2015. Só no ano passado foram mais de 1300 profissionais qualificados em 16 municípios.
Setur e Paratur buscam o aprimoramento da gastronomia como um dos segmentos que mais motiva os turistas a conhecerem o Pará. O Plano Ver-o-Pará, elaborado para traçar as estratégias de promoção, marketing, divulgação, desenvolvimento, política pública e outras relacionadas ao turismo revela, através de pesquisas, que a gastronomia paraense é muito rica, uma das mais fortes expressões da cultura paraense.
O curso contribuiu significativamente para a melhoria da qualidade dos serviços de alimentos e bebidas ofertados em Belém, um exemplo de que é possível aumentar o índice de satisfação dos consumidores com investimentos no aprimoramento da mão de obra. Ao todo são 25 trabalhadores de 12 restaurantes, bares e similares de Belém, entre eles, Divina Comida, Chinna Restaurante,  Famiglia Tratoria, D&D, Chefe Salin, Boteco das Onze Janelas, Manjar das Garças, Companhia Paulista, Point do Açaí, Amazon Beer, entre outros associados da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel).

Banpará inaugura posto de
atendimento em Curuá
O diretor de Crédito e Fomento do Banco do Estado do Pará (Banpará), Jorge Antunes, inaugurou nesta terça-feira, 14, o Posto de Atendimento Curuá, vinculado à Agência de Alenquer. A unidade, que conta com amplas e modernas instalações, incluindo terminais de auto-atendimento, e quadro de pessoal treinado e completo, está pronta para atender o público. Estiveram presentes na inauguração representantes do Banco e autoridades municipais, além da população, que foi conferir de perto os produtos que serão oferecidos.
Em seu pronunciamento durante a cerimônia de entrega do novo PA, o secretário de Administração, Planejamento e Finanças do município, Raimundo Ribeiro, lembrou que há 16 Curuá conquistou a emancipação política, mas até hoje não dispunha de agência bancária própria. E destacou a importância dessa inauguração para o fomento da economia local. A agência, que funciona na Rua 3 de dezembro n° 7, no centro de Curuá,  será coordenada por Vanda Rocha. O atendimento ao público será das 10h às 15h e autoatendimento funcionará das 8h às 20h.

Projeto Cineclube Pedro
Veriano volta à Casa
da Linguagem
Nesta terça-feira, 14, às 18h, inicia a programação do Cine Clube Pedro Veriano na Casa da Linguagem, uma parceria entre a Associação de Críticos e Cinema do Pará e a Fundação Curro Velho, por meio da Casa da Linguagem. O presidente da Associação de Críticos e Cinema do Pará, Marco Antonio Moreira, explica que as exibições do CineClube serão realizadas quinzenalmente às terças-feiras, sempre às 18h, com entrada franca.
“O primeiro filme desta nova fase do cineclube será 'Torrentes de Paixão' numa homenagem à atriz Marilyn Monroe. Conta a história de um casal em lua de mel que hospeda-se num motel perto da catarata de Niágara e testemunha um conflito conjugal que leva um marido traído à uma missão de vingança”, adianta Marco Moreira.
Ele destaca a importância histórica do filme Torrentes de Paixões. “Com um argumento que Hitchcock gostaria de assumir, o filme inaugura o estereótipo de mulher sensual que Marilyn Monroe passou a usar. Filmado na cena da ação mostra um gradativo suspense na direção experimentada de Henry Hathaway. O final foi muito discutido na época de estreia, mas usa bem a beleza e o medo que inspira uma das maiores quedas-d’agua do mundo. Homenagem à Marilyn Monroe”.

Serviço:
Cineclube Pedro Veriano, nesta terça-feira, 14, às 18h, no auditório da Casa da Linguagem (avenida Nazaré com Assis de Vasconcelos). Entrada Franca.

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Fone: (91) 3184-9102/ 3184-9127 / (91) 8895-1334/ 8890-0357

Sepaq levará Feira do
Pescado para a Terra Firme
O bairro da Terra Firme, em Belém, vai receber a próxima edição da Feira do Pescado, que acontece no dia 25, na área da Paróquia de São Domingos de Gusmão, localizada na Praça Olavo Bilac. O secretário de Aquicultura e Pesca do Pará, Henrique Sawaki, destaca que a tendência é descentralizar e estender a realização da feira - antes setorizada no prédio do Centur - para os bairros da periferia, como forma de garantir o acesso das comunidades mais carentes ao pescado.
Nesses espaços, o consumidor pode encontrar peixes de várias espécies a partir de 2 reais, como a cabeça de gurijuba e o bagre (R$ 4,00), o filé de dourada (R$ 13,00) e de pescada amarela (R$ 18,00), o bacalhau desssalgado e desfiado (R$ 23,00, o quilo) e a nova oferta da indústria, que é o bolinho do bacalhau, vendido a R$ 1,00 a unidade. O camarão rosa é outro destaque da Feira do Pescado e mais uma vez estará à disposição do consumidor a preços que variam de R$ 25,00 a R$ 50,00, dependendo do tamanho e da apresentação (sem cabeça ou descascado). A venda de caranguejo ainda depende de uma confirmação da Sepaq.
 A Feira será aberta às 8h e funcionará até as 15 horas.

Gêmeas paraenses disputam
Campeonato Brasileiro
de Nado Sincronizado
Com o apoio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), as paraenses Natasha e Nathália Pereira vão representar o Pará no Campeonato Brasileiro de Categorias de Nado Sincronizado, na cidade de João Pessoa, na Paraíba, de 15 a 19 de agosto. As irmãs gêmeas conquistaram, nos últimos dois anos, o vice-campeonato do evento. Em 2010, a competição aconteceu em Belém; em 2011, o campeonato foi realizado em Fortaleza (CE). As atletas estão confiantes e felizes em representar o Pará mais uma vez em um evento nacional. “Estamos orgulhosas em levar a bandeira do Pará para o Campeonato Nacional e gratas pelo apoio e investimento da Seel no nosso trabalho”, disse Nathália.

São José Liberto realizará
desfile de joias em
Congresso de Magistrados
Com um desfile de joias e acessórios de moda, receptivo e estande próprio, o Espaço São José Liberto apoiará o maior evento da magistratura do país, o 21º Congresso Brasileiro de Magistrados, que acontecerá em Belém, de 21 a 23 de novembro próximo, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. Com o tema “O Magistrado do Século XXI: Agente de Transformação Social”, o congresso é uma realização da Associação dos Magistrados do Brasil, tendo como co-realizador a Associação dos Magistrados do Estado do Pará, e organizado pela empresa Boeing Turismo e Eventos. O desfile, que acontecerá no dia 22, às 17h30, no palco central da feira, mostrará aos participantes do evento a beleza e a originalidade das joias artesanais produzidas no Pará e dos acessórios de moda, principalmente bolsas de luxo, que já marcaram presença em eventos importantes, como a Conferência Rio+20 e a Casa Cor Pará 2011.
No Espaço São José Liberto, a direção do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), instituição que gerencia o espaço onde funcionam o Museu de Gemas, o Polo Joalheiro e a Casa do Artesão, promoverá um receptivo para as esposas e acompanhantes dos magistrados, quando apresentará joias, artesanato e o sabor peculiar das frutas regionais. No Hangar, o estande do São José Liberto terá 50 metros quadrados e deverá abrigar uma réplica da Capela do espaço, onde ficará a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré durante todo o congresso. A valorização da mão de obra local, uma das características do evento, inclui a confecção dos brindes que serão ofertados a todos os mais de 1.000 participantes do congresso. Segundo Rose Larrat, da empresa organizadora, um artesão paraense, vinculado ao São José Liberto, confeccionará cerâmicas que, além dos grafismos da cultura marajoara, terão a logomarca do congresso. As peças serão recheadas com bombons regionais, da empresa Delícias da Amazônia.

Texto:
Luciane Barros-São José Liberto
Fone: (91) 3344-3514 / (91) 08300-3961

Rio Amazonas é eleito uma
das sete maravilhas da natureza
O secretário de Estado de Turismo do Pará, Adenauer Góes, esteve em Loreto, no Peru, onde o Rio Amazonas acaba de ser escolhido como uma das 7 maravilhas naturais do mundo (7 Wonders of Nature). No momento da escolha, foi descerrada uma placa de bronze em homenagem ao rio, atrativo turístico que banha inúmeros municípios do Pará. Entre eles, Óbidos, onde está sua parte mais estreita. Desde o início da campanha, em 2009, idealizada pelo canadense-suíço Bernard Weber, a Companhia Paraense de Turismo (Paratur) fez parte da mobilização que buscava o titulo para a Amazônia. No Peru, Adenauer Góes cumpre outras agendas oficiais que estreitam relações turísticas entre o Pará e aquele país.

Projeto "Vida Ativa" inscreve
terceira idade
As aulas do projeto “Vida Ativa” iniciaram nesta segunda-feira (13), mas seguem com as inscrições abertas para novos alunos que tenham 50 anos ou mais. A iniciativa do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), visa melhorar a qualidade de vida das pessoas da terceira idade, oferecendo aulas de hidroginástica, dança, alongamento, caminhada, memorização, vôlei, natação, xadrez, ginástica, entre outras.
A coordenadora do projeto, Kátia Rocha, destaca as ações do Vida Ativa, que foi implementado há 12 anos na Seel. “Nosso objetivo é proporcionar valorização, resgate da autoestima e integração social dos participantes”. Ao todo, são seis núcleos de atividades: Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Asalp, Tuna Luso, Clube do Remo, Mangueirão e Hospital Abelardo Santos (Icoaraci), são os locais que recebem os alunos da Região Metropolitana de Belém.
Para se matricular no projeto, o aluno não tem nenhum custo, basta apresentar os seguintes documentos nos núcleos de atividades: laudo médico com eletrocardiograma, RG (xerox), CPF (xerox), comprovante de residência (xerox), uma pasta transparente e uma foto 3x4. Mais informações sobre a programação podem ser obtidas pelo telefone: 3201-2307.

Texto:
Angela Bazzoni-Seel
Fone:  / (91) 8883-5649

Concurso no Centur exalta
a beleza que vem da periferia
Elas têm entre 18 e 22 anos e moram na periferia. São 30 meninas de Belém, Tucuruí, Bragança, Castanhal, Ananindeua e Mosqueiro. Todas têm um sonho em comum, ser uma modelo famosa, porque a beleza não escolhe classe social. O “Top Cufa Brasil” é o primeiro concurso de beleza nacional disputado só por candidatas que moram em favelas. A etapa do Pará acontece nesta quarta-feira, 15, às 17h, na Fundação Tancredo Neves, com ingresso simbólico de 10 centavos.
Cinco jurados vão avaliar beleza, desenvoltura, postura e carisma das candidatas. O evento integra o projeto “Arte na Praça”, espaço cultural e artístico alternativo idealizado pela Fundação enquanto os teatros Margarida Schivasappa e Waldemar Henrique estão em reforma. As futuras modelos tiveram aulas de passarela com a modelo Lívia Soares, que também é jurada do concurso. Segundo a coordenadora da Cufa Pará, Aline Machado, é imprescindível que a representante tenha condições de competir de igual para igual com as meninas dos outros Estados.
A paraense escolhida vai representar o Estado na etapa nacional, que será realizada no dia 14 de setembro, no Rio de Janeiro, quando será escolhida a vencedora do concurso. Além da participação na competição nacional, a vencedora da etapa estadual vai ganhar um book profissional e um ano de academia. Este é o primeiro ano do “Top Cufa Brasil” e tem como madrinha a Top Internacional, Gisele Bündchen.
O que é a Cufa
Jovens de várias favelas do Rio de Janeiro buscavam espaço para expressarem suas atitudes, questionamentos e sua vontade de viver. Foi assim que surgiu a Central Única de Favelas, ou simplesmente a Cufa. A ideia se espalhou pelo Brasil e chegou até o Pará, onde a Cufa trabalha com manifestações culturais para dar ao jovem sua emancipação intelectual e oferecer a ele uma forma de superar a segregação. “As paraenses tem traços indígenas possuem uma beleza peculiar e esse é o diferencial delas. A ideia do concurso é criar um espaço para as meninas da periferia, o mundo da moda ainda é muito elitista, queremos quebrar alguns conceitos”, diz a coordenadora da Cufa Pará, Aline Machado.
O concurso “Top Cufa Brasil”, segundo a coordenadora, foi pensado para valorizar a beleza da mulher e mostrar que a periferia abriga talentos, que só precisam do “start” para grandes transformações sociais.
Serviço:
O “Top Cufa Brasil” é o primeiro concurso de beleza nacional disputado só por candidatas que moram em favelas. A etapa do Pará acontece no dia 15 de agosto, às 17h, na Fundação Tancredo Neves, com ingresso simbólico de 10 centavos.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN
Fone: (91) 3202-4391 / (91) 8814-3364/9144-4225

Uepa avança na produção
de pesquisas em Enfermagem
Conhecer a realidade das comunidades quilombolas - e como eles lidam com as suas próprias adversidades - para, a partir deste cenário, desenvolver estratégias para levar mais saúde e informação para a população. Foi este caminho que a professora de enfermagem da Universidade do Estado do Pará (Uepa), Vera Lucia Gomes de Oliveira, resolveu trilhar ao fazer uma das primeiras teses de mestrado em enfermagem produzidas na região Norte do país.
Com o tema “Caminho das Pedras: cuidar cotidiano em situações de urgência e emergências em comunidade quilombola da Amazônia Paraense”, Vera Oliveira abriu, nesta segunda-feira, 13, a Semana de Defesa de Dissertação do Mestrado Associado em Enfermagem, realizado pela Uepa em parceira com a Universidade Federal do Amazonas (Ufam). As teses versam sobre a Enfermagem no contexto da sociedade amazônica.
“O que a gente percebe é que por conta da ausência de informação e dificuldade de acesso à rede pública de saúde, nestas comunidades quilombolas as pessoas acabam tratando todos os seus problemas guiadas pelo senso comum e quando procuram ajuda médica, já estão em estágio avançado da doença, o que torna mais difícil o tratamento. Não diferenciam uma situação de urgência ou de emergência”, afirmou.
O Programa de Pós-Graduação em Enfermagem é vinculado ao Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) e desenvolvido em associação com a Ufam. Participaram do programa 12 bacharéis em Enfermagem, sendo seis capacitados pela Uepa e seis pela Ufam. O programa possui duas linhas de pesquisa: A Enfermagem em saúde pública e epidemiologia de doenças na Amazônia e a educação e tecnologias de enfermagem para o cuidado em saúde a indivíduos e grupos sociais.
Durante a cerimônia de abertura, a reitora da Uepa, Marília Brasil Xavier, falou sobre o avanço que a universidade vem alcançando em prol do desenvolvimento do Estado. “Já são 25 doutores em Enfermagem e agora estamos formando mestres nesta área. É um capítulo importante na história de vida pessoal destas pessoas, mas é um passo ainda maior na história da universidade, na história do Pará e para produção de conhecimento”, afirmou a reitora. A coordenadora do mestrado, Mary Elizabeth de Santana, destaca que um dos grandes diferenciais do curso está justamente no fato da produção científica ser voltada para as especificidades da realidade amazônica.
O resultado deste investimento já começa a ser sentido pela população. A produtora rural Vívian Cardoso, de 31 anos, deixou a sua comunidade quilombola, localizada na área rural de Ananindeua, para assistir a apresentação de um trabalho que ela, a partir da sua própria história, ajudou a construir. “A minha vida mudou muito desde que começou o projeto na comunidade. A professora me explicou direito o que era urgência e o que era emergência, o que eu poderia tratar com as minhas ervas e o que precisava de uma atenção maior de verdade. Foi graças a este atendimento que hoje minha filha de 4 anos se salvou de uma crise muito séria e está fazendo tratamento de asma”, afirmou. A Semana de Defesa de Dissertação do Mestrado Associado em Enfermagem segue até o dia 16 de agosto na sala de vídeo do Campus da Uepa de Enfermagem, no bairro do Guamá.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 / (91) 8059-1090 – 91018820

Detran não funciona no feriado
O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA), informa que em decorrência do feriado estadual de Adesão do Pará à Independência não haverá expediente nesta quarta-feira (15). As atividades serão normalizadas na quinta-feira (16).

Sefin prorroga prazo para
pagamento de taxas e serviços
Devido à a necessidade de ajustes no Sistema de Informática da Companhia de Informática do município de Belém - Cinbesa, que motivaram a suspensão de diversos serviços ao contribuinte, a Secretaria Municipal de Finanças (Sefin),prorrogou o prazo de vencimento de certidões negativas, guias de parcelamentos e prazos para impugnações e recursos.
A iniciativa foi tomada com base na portaria nº 300/2012 - GABS - Sefin pela qual as  certidões emitidas pela Secretaria de Finanças, cujo termo do prazo de validade ocorreu no período copreendido entre os dias 06 a 20 de agosto, ficam prorrogadas para a data de 30 de agosto de 2012, bem como a data de vencimento de processo de parcelamentos, cujo prazo original estava consignado para pagamento em 10 de agosto de 2012.
As guias com a nova data de vencimento, deverão ser retiradas pelos contribuintes nos locais de atendimento público da Sefin. A Secretaria informa ainda que os vencimentos das parcelas dos meses subsequentes do exercício de 2012, permanecem inalterados.
A medida visa resguardar os direitos dos contribuintes, sendo que maiores detalhes podem ser obtidas nos postos de atendimento da Sefin:
Central Fiscal de Atendimento ao Contribuinte - Av. Presidente Vargas, 180, esquina com Santo Antonio,  Fone; 2073 - 5311
Agência Distrital de Icoaraci - Rua  Manoel Barata
Em Mosqueiro, na Praça Matriz ao lado do Banpará

Palestra nesta sexta no HOL
O Hospital Ophir Loyola promove  no dia 17 de agosto, palestra  sobre os  Avanços na Terapêutica com Anticoagulante, com o Médico Dalmo Moreira, chefe da Sessão Médica  de Eletrofisiologia e Arritimia Cardíacas do Instituto Dante Pazzanese de Cardiologia de  São Paulo. O evento é destinado à médicos, residentes e acadêmicos de medicina. Informações e inscrições na Divisão de Eventos Científicos do HOL ou pelo telefone: 33421209

Atenciosamente,
Lívia Soares
Assessoria de Comunicação

Filme “La Bombonera é nossa”
e uniforme do Paysandu
são lançados na Estação
A Estação das Docas vai sediar um lançamento esportivo duplo nesta segunda-feira, 13. Em sessão fechada, para 450 convidados, o Paysandu Sport Club lança o filme “La Bombonera é nossa”, que homenageia a vitória história do time sobre o Boca Juniors, da Argentina, durante a Copa Libertadores da América, em 2003. Na ocasião, também será apresentada a nova linha oficial de uniformes do time.
Dirigido pelo paraense Alan Rodrigues, o filme "La Bombonera é nossa" será exibido no Teatro Maria Sylvia Nunes, a partir das 19h30, para narrar o feito histórico do esquete alvi-celeste, que conseguiu calar a torcida do Boca dentro do seu próprio estádio em uma final da Libertadores da América. A noite marca também a apresentação de diversos projetos existentes no clube, como licenciamento de produtos, ações de ativação e a abertura da loja oficial do Papão, marcada para o dia 14 deste mês.
De acordo com a produtora do evento, Diana Mamede, a Estação das Docas foi escolhida para o lançamento do filme e da nova linha de uniformes do Paysandu por ser um dos espaços turísticos mais bonitos da cidade. "Além disso, alia a estrutura que necessitávamos, tal como o cinema e o espaço para o desfile dos uniformes”, conta Diana. O evento vai receber convidados do sudeste do país, representando as empresas Lotto (responsável pela confecção da nova linha oficial de uniformes) e a RC3, do pentacampeão Roberto Carlos, responsável pelo marketing do time paraense.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318

Pará gerou mais de 20 mil
postos de trabalho
no primeiro semestre





 O interior do Estado continua gerando a maior parte dos empregos formais no Pará. No balanço do primeiro semestre de 2012, se nota um crescimento de 3,23% na geração de empregos com carteira assinada no Estado. Foram feitas no período analisado 187.799 admissões contra 165.435 desligamentos, gerando um saldo positivo de 22.364 postos de trabalho. Nesse período, todos os setores econômicos do Estado apresentaram saldo positivo de empregos formais, os destaques continuam sendo o Setor da Construção Civil, que apresentou saldo positivo de 7.995 postos de trabalho, seguido de Serviço, com saldo positivo de 7.300 postos de trabalho.
No mês de junho, o saldo positivo foi de 6.050 empregos, sendo 34.094 admissões e 28.044 desligamentos. Os números são do Projeto Observatório do Trabalho, da Secretaria de Estado de Trabalho Emprego e Renda (Seter) em parceria com o Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese-PA) que divulgou o novo balanço com o Mapa do Emprego Formal no Estado do Pará. O estudo é feito com base em informações oficiais Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.
Ainda no mês de junho, entre os setores da economia, o destaque foi para o setor da Construção Civil, com saldo positivo de 2.112 postos de trabalho; o setor Serviço, com 1.681 postos ficou em segundo lugar e Comércio, que gerou 657 novos empregos, em terceiro. Destaque também para o setor da Agropecuária, que teve saldo positivo de 631 postos de trabalho, e Indústria de Transformação, com saldo de 578 novos postos.
Recorde no ano
Nos últimos 12 meses (Jul/11-Jun/12), as análises do Observatório mostram também que o Pará apresenta uma geração recorde de empregos formais. Foram feitas no período 381.202 admissões contra 326.375 desligamentos, gerando um saldo positivo de 54.827 postos de trabalhos no setor formal da economia, com um crescimento de 8,31% na geração de novos postos de trabalhos formais. Nesse período, o setor Serviço foi o que apresentou o maior saldo na geração de empregos formais, com 18.177 postos de trabalho, seguido do Setor da Construção Civil com 17.802; do Comércio, com 10.989 admissões; da Indústria de Transformação, com 3.016 postos; do Extrativo Mineral, com 2.224 e da Agropecuária, com 1.959 postos de trabalho.
Para que esses números continuem crescendo, o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Trabalho Emprego e Renda (Seter), está direcionando ações para os municípios que mais geram empregos. Segundo o secretário Celso Sabino, até o final do ano mais de 20 mil pessoas devem ser qualificadas. “Tudo indica que vamos bater os 60 mil postos de trabalho até o final do ano, por isso estamos preparando a mão de obra. O Pará é o Estado da Região Norte que mais gera emprego, mais que o Amazonas, que será sub-sede da Copa do Mundo de 2014. Estamos nos antecipando, com os dados que o Observatório nos fornece podemos saber onde investir e em quais setores”, declara.
Municípios
O Mapa do Emprego Formal no Pará também faz uma análise específica dos 51 municípios com mais de 30 mil habitantes, que correspondem a 36% dos 143 municípios paraenses. Nesses 51 municípios, foram feitas no primeiro semestre de 2012, um total de 169.610 admissões contra 150.963 desligamentos, gerando um saldo positivo de 18.647 postos de trabalho. Embora, em termos quantitativos, a representatividade destes 51 municípios analisados seja de apenas 36%, em termos de empregos gerados a importância dos mesmos atinge 83% de todos os postos de trabalho gerados no Estado no primeiro semestre de 2012.
Os dados abrangendo Belém e os outros 50 principais municípios paraenses com mais de 30 mil habitantes mostram que no primeiro semestre de 2012, a grande maioria dos municípios apresentou saldo positivo de empregos formais. O destaque foi para Altamira, que no comparativo entre admitidos e desligados, apresentou um saldo positivo de 5.554 postos de trabalho, o que corresponde a quase 25% do total de postos de trabalho (22.364) gerados em todo o Estado nos 143 municípios paraenses no primeiro semestre. Belém foi o segundo destaque, com um saldo positivo de 4.852 postos de trabalho, quase 22% do saldo total de 22.364 postos de trabalho gerados em todo o Estado do Pará também no primeiro semestre de 2012.
Segundo o secretário Celso Sabino, Altamira já tem sido alvo de investimentos. “O Governo, sabendo do potencial de Altamira, já iniciou os trabalhos em saúde e segurança, por exemplo, no que diz respeito ao emprego, a Seter já está disponibilizando mais vagas nos cursos de qualificação para o município. Estamos focando as ações, em Rondon do Pará está prevista a implantação de uma fábrica de cimento e nós já estamos planejando os cursos que vão qualificar a mão de obra local para atender a nova demanda”, revela.

Texto:
Gabriela Azevedo-Seter
Fone: (91) 3194-1743 / (91) 8300-0103 / 8307-6543

Artesãos paraenses são
convidados a participar
de evento em Dubai
Artesãos paraenses que participaram da I Feira Estadual do Artesanato Paraense, ocorrida de 4 a 12 de agosto no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, foram convidados a participar da “Al Warqua'A”, feira que acontece na cidade de Dubai, a maior e mais moderna cidade dos Emirados Árabes Unidos. Na tarde do último sábado, 11, o empresário Marroquino Hassan Bassan, um dos organizadores do evento - que é promovido pelo governo daquele País - percorreu os estandes para conhecer a produção local e identificar as peças com potencial de comercialização. Ele se encantou com as peças em cerâmica marajoara produzidas pelo artesão Levy Cardoso. As biojóias produzidas em gema vegetal pelo Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), do Espaço São José Liberto; a produção de panelas de barro e o artesanato feito a partir de cachos de açaí pelos quilombolas de Moju, no Baixo Tocantins, foram igualmente bem cotados.
Segundo Bassan, a Feira em Dubai terá início no próximo dia 21 de outubro e vai até 30 de março de 2013, com duração de 161 dias e a participação de artesãos do mundo inteiro, divididos em 900 estandes. Do Brasil, cerca de 40 profissionais estão sendo convidados a expor seus produtos no evento, sendo apenas sete do Pará. “Al Warqua‘ A” apresenta criações exclusivas e a preferência é para peças grandes que possam ser comercializadas com empresas hoteleiras. O paraense Levy Cardoso destaca que essa é uma oportunidade única e que o convite é fruto do aprimoramento pelo qual o seu trabalho artesanal vem passando. “Temos investido muito em qualidade e os resultados já estão chegando”, lembrou o artesão, que já tem negócios feitos com uma empresa espanhola para a produção de embalagens de azeite de oliva.
Segundo Nádia Charchar, assistente social da Secretaria de Trabalho Emprego e Renda, divulgar a produção artesanal da região em nível nacional e internacional é um dos principais objetivos da Feira Estadual. “Além das riquezas naturais o Pará tem uma diversidade cultural muito grande, mas o artesão precisa ter capacidade produtiva, e é nesse ponto que o apoio da Seter se torna imprescindível. Por isso o Governo do Estado criou um programa especialmente voltado ao fomento dessa atividade”, ressaltou.
A programação da Feira Estadual do Artesanato Paraense aconteceu concomitantemente à 26ª edição da Feira do Artesanato Mundial (FAM), promovida pela Charp Eventos, e foi encerrada neste domingo, 12.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater
Fone: null / (91) 9168-0535

Escola Avertano Rocha
reinaugura a biblioteca
Benedito Magina
A Escola Estadual de Ensino Fundamental e Médio Avertano Rocha, localizada em Icoaraci, reinaugura, nesta segunda-feira, 13, às 18h, a biblioteca Benedito Magina. O espaço de leitura e pesquisa , que atende cerca de 2,2 mil estudantes, foi recuperado e ganhou aspectos mais funcionais, cores e uma melhor organização de seu acervo. A biblioteca foi revitalizada pela comunidade escolar nos meses de maio, junho e julho, por meio de oficinas desenvolvidas pelo Programa Escola de Portas Abertas.
Escritores paraenses, professores, e estudantes e representantes do Sistema Estadual de Bibliotecas Escolares (Siebe) da Rede Estadual de Ensino participam da programação de reinauguração do espaço, que começa hoje e segue até a próxima sexta-feira (17), com atividades visitação monitorada e palestras sobre a importância da leitura, contação de estórias, bate-papo com escritores locais e apresentação do grupo de teatro da escola.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...