Total de visualizações de página

terça-feira, agosto 07, 2012

Cruzamentos da Av. Almirante Barroso estarão fechados


Delegada do Pará abordará Lei
Maria da Penha em evento nacional
O Encontro Nacional de Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher (DEAMs), iniciado nesta terça-feira (7), em Brasília, no Distrito Federal, terá nesta quarta-feira (8) a participação da delegada Alessandra Jorge, da Polícia Civil do Pará. Titular da Deam, a delegada presidirá uma mesa redonda, cujo tema central será “A Aplicabilidade da Lei Maria da Penha”. O encontro reúne, em um hotel no centro da cidade, 56% das delegadas titulares de Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher e 120 postos policiais do país, que debatem o papel dessas unidades policiais no enfrentamento da violência contra as mulheres no Brasil.
Organizado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM) e pelo Ministério da Justiça, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o evento conta com a presença de uma comitiva formada por delegadas da Polícia Civil do Pará. A meta é debater o atendimento prestado pelas DEAMs em cada Estado da Federação, visando oferecer um serviço cada vez mais adequado às mulheres vítimas de violência.
A comitiva tem à frente a delegada Christiane Lobato, diretora de Atendimento a Grupos Vulneráveis da Polícia Civil, e é integrada por delegadas titulares de oito Delegacias da Mulher no Pará. Segundo a organização do evento, no Brasil as Delegacias Especializadas no Atendimento à Mulher surgiram há 27 anos, como resultado de mobilizações dos movimentos de mulheres e feministas para reconhecimento da violência contra a mulher enquanto violação dos direitos humanos. A Deam foi o primeiro serviço criado pelos Estados voltado especificamente ao atendimento das demandas de mulheres vítimas de violência. Com o passar dos anos, aumentou a necessidade de adequar o atendimento à realidade atual do país e às mudanças nas leis.
Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490




Ideflor assina termo de cooperação
para manejo comunitário e familiar
O Pará cumpre mais uma etapa para a consolidação da Política Estadual de Manejo Comunitário e Familiar, com a assinatura do Termo de Cooperação entre o Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor) e o Instituto Internacional de Educação do Brasil (IEB), na manhã desta terça-feira (7), na sede do Ideflor, em Belém. O documento foi assinado pelo diretor geral do Instituto, Thiago Novaes, e pela diretora executiva do IEB, Maria Gontijo.
O termo de cooperação vai subsidiar, com parâmetros técnicos, a articulação interinstitucional e intersetorial para elaboração da Política Estadual de Manejo Comunitário e Familiar. Também visa promover a gestão florestal no Pará, mediante a constituição de dispositivos que favoreçam a governança florestal, mediante o fortalecimento institucional de organizações comunitárias para o manejo florestal.

Texto:
Flávia Ribeiro-Ideflor
Fone: (91) 3236-1124 / (91) 8854-5819 / 8131-9337





Presos de Justiça são
Transferidos de
Uruará para Altamira


Quinze presos de Justiça, recolhidos nas três celas da Delegacia de Uruará, no sudoeste do Pará, foram transferidos nesta terça-feira (7) para o Presídio Estadual em Altamira. A transferência foi realizada por policiais militares, da 13ª Companhia Independente da PM de Uruará, sob o comando do tenente Jacson Sobrinho, e por policiais civis, tendo à frente o delegado Godofredo Martins Borges. A transferência foi autorizada pelo juiz Vinícios de Amorim Pedrassoli, da Comarca de Uruará. De acordo com o delegado, as celas estavam com 21 detentos, e agora ficaram só com seis.
Os transferidos são Francismar Alves dos Santos, de apelido “Aranha”, indiciado por assalto a mão armada; Fábio Gomes de Sousa, acusado de homicídio; Devanilson Lima, de apelido “Diva”, preso por assalto a mão armada; Eduardo dos Santos Costa, acusado de tráfico de entorpecentes; Salomão Paulo da Silva, também preso por tráfico de entorpecente; Rondnei Maurino dos Santos, por receptação; Josivan Irineu Gomes, por assalto a mão armada e dano material; Antônio Carlos Bezerra Sousa, por estupro de vulnerável; Odinei Silva da Cruz, o “Pernambuco”, por tráfico de entorpecente; Ilaelson Batista da Silva, o “Barbudo”, por tráfico; Renato Silva Costa, por assalto a mão armada; Elton Luiz de Sousa, por receptação; Leôncio Pedrino Mendonça, por homicídio; Rogério Pereira de Sousa, por assalto a mão armada, e Silvio da Silva, indiciado por tráfico de entorpecente.
Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490



Estudante representará o Pará no
Parlamento Juvenil do Mercosul
Eliaquim Almeida dos Santos, estudante da Escola Estadual de Educação Tecnológica de Paragominas, município do nordeste paraense, foi escolhido para representar o Pará na edição 2012 do Parlamento Juvenil do Mercosul, que acontecerá este mês na Colômbia. O estudante do 2º ano do Ensino Médio Integrado do curso técnico em Meio Ambiente disse que defenderá com “muita responsabilidade” os estudantes do Estado. “Nunca pensei que isto pudesse acontecer comigo. Agora, acho que vou sentir o peso dessa missão. Pretendo debater, cobrar e fazer o que for possível para trazer melhorias para todos os alunos da rede pública”, disse ele.
Filho caçula de quatro irmãos, Eliaquim, 16 anos, cultiva o hábito da leitura. Gosta de política e acha que toda a humanidade “tem uma tendência política correndo nas veias”. Eliaquim pretende se tornar médico, curso que deve ser definido no ano que vem, quando entrar para o 3º ano. “Acho medicina um curso lindo, e sempre me interessei. Quero ser um bom médico, que valorize a vida das pessoas, colocando-as em primeiro lugar”, afirmou.
O adolescente, que não esconde a timidez, disse que os pais são seus maiores ídolos. O pai, José dos Santos, serralheiro, e a mãe, Maria Nilva dos Santos, dona de casa, sempre apoiaram o estudo dos filhos. “A educação é coisa séria, importante e abre portas. A escola é a base para muita coisa”, repetiu o ensinamento que sempre ouviu de seus pais.
E foi por levar isto a sério que Eliaquim venceu a seletiva final, disputada com outros três estudantes no Pará. Para concorrer às vagas, os candidatos redigiram um texto intitulado “Memorial Dissertativo”, com no máximo três laudas. Eliaquim trabalhou em sua dissertação com o tema “O Ensino Médio que queremos”, na qual destacou a importância desta fase da vida para os jovens; o processo de formação, a escolha da profissão e a importância de uma boa infraestrutura e da qualificação dos professores.
De malas quase prontas para a viagem, o estudante contou que esta será uma das maiores experiências de sua vida. “Sinto-me honrado por ser tão jovem e dizer que estou representando um Estado, um lugar, as pessoas. As minhas expectativas são as melhores, e por ser fruto do meu trabalho, é ainda mais compensador. É uma oportunidade única de aprender coisas novas, trocar experiências e conhecer outros estudantes brasileiros e estrangeiros, suas ideias e suas culturas”, ressaltou.
Integração regional - O projeto Parlamento Juvenil do Mercosul é uma ação contemplada no plano estratégico do setor educativo do Mercosul, elaborado para contribuir com a integração regional, executando políticas educativas que promovam uma cidadania regional, uma cultura de paz e o respeito pela democracia, pelos direitos humanos e o meio ambiente.

O Parlamento segue o modelo do Parlasul (Parlamento do Mercosul), criado em 2005 e atuante desde 2007. Integrado por 18 representantes de cada país do bloco, no Brasil é composto por deputados e senadores das cinco regiões.

O projeto é formado em conjunto pelos Ministérios de Educação do Brasil, Uruguai, Paraguai, Argentina, Bolívia e Colômbia. Seu objetivo principal é abrir espaços de participação, possibilitando que jovens possam debater e trocar ideias sobre temas atuais e importantes. O debate e a participação constituem práticas importantes para uma educação democrática, que respeite os direitos humanos e forme cidadãos críticos. A duração do mandato parlamentar juvenil é de dois anos.
Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8731-8201



Abertas inscrições para
Doutorado em Educação
em Ciências e Matemática
Estão abertas as inscrições do Programa de Pós-graduação em Educação em Ciências e Matemática (PPGECEM), da Rede Amazônica de Educação em Ciências e Matemática (Reamec), que oferta 44 vagas. Os candidatos devem se inscrever até 31 de agosto de 2012, nas Secretarias das Instituições de Ensino Superior (IES)/Polos Acadêmicos, correspondentes ao Estado de origem do candidato.
Além da Universidade do Estado do Pará (Uepa) integram a Reamec outras 25 universidades de todo o país. Podem participar desta seleção portadores de título de mestre na área ou em áreas relacionadas ao programa, obtidos no país em programas de pós-graduação reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes/MEC), ou no exterior, revalidado no Brasil, por programa de pós-graduação recomendado pela Capes.
As linhas de pesquisa abordadas no programa são Formação de Professores para a Educação em Ciências e Matemática, e Fundamentos e Metodologias para a Educação em Ciências e Matemática.
As inscrições deverão ser feitas somente em dias úteis, das 09 às 12 e das 14 às 17 horas. No Pará, as inscrições devem ser feitas na Universidade Federal do Pará (UFPA).
A Comissão de Seleção deve divulgar o resultado da homologação das inscrições nos quadros de avisos e nos sites das IES/Polo do Programa de Pós-graduação, até 10 de setembro próximo.
A seleção será feita por meio de prova escrita, de caráter eliminatório, prevista para ser realizada no dia 27 de setembro de 2012, com início às 14h e término às 18h (horário local de cada Estado). Os aprovados nesta fase serão submetidos ainda à análise e defesa do projeto de pesquisa. O resultado final do processo seletivo será divulgado no dia 19 de novembro deste ano.
Texto:
Irna Cavalcante-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 / (91) 8059-1090 – 91018820




Sangue de cordão umbilical
é coletado para ajudar
menino com leucemia









 O nascimento do menino Walace Rafael nesta terça-feira (7), no Hospital da Santa Casa de Misericórdia, em Belém, é uma dupla celebração pela vida. Pela primeira vez na instituição foi retirado o sangue do cordão umbilical placentário aparentado, para ajudar a salvar a vida de um irmão de Walace, que luta contra leucemia aguda no Hospital Ophir Loyola. A coleta de sangue do cordão umbilical placentário aparentado é um avanço na medicina, já que após o parto esse material geralmente é descartado, mas pode ser a esperança de cura para várias doenças, como leucemias, linfomas e mielodisplasias. O cordão umbilical une o feto à placenta, sendo responsável pela nutrição e oxigenação do bebê durante a gestação.
A coleta foi resultado da parceria entre a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e a Fundação Centro de Hemoterapia e Hematologia do Pará (Hemopa). A mãe das crianças, Cibele Cardoso Soares, 22 anos, é pastora evangélica e reside no município de Santo Antônio do Tauá, no nordeste paraense. Ela contou que a doença no primeiro filho foi diagnosticada há seis meses, quando ela já estava na segunda gravidez. Cibele foi aconselhada por uma enfermeira a conversar com uma médica sobre a possibilidade de curar o filho com o sangue do cordão umbilical da segunda gestação. “Estou muito confiante e segura que vai dar tudo certo”, disse Cibele antes do parto.
Após todos os testes e exames feitos pela equipe do Hemopa foi constatada a compatibilidade, e marcada a cirurgia de emergência na Santa Casa. Segundo a enfermeira Elen Elmescany, responsável pelo Banco de Coleta de Sangue do Cordão Umbilical do hospital, há duas formas de o paciente receber o sangue do cordão umbilical placentário. A primeira é a não aparentada, quando o sangue é coletado do cordão umbilical de pessoas sem grau de parentesco, bastando a grávida estar em bom estado de saúde e apresentar as características de doadora, estabelecida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária e Ministério da Saúde. Entre aparentados acontece quando a própria mãe tem a possibilidade de salvar a vida de um filho que necessita de um transplante de medula óssea.
Segundo uma pesquisa realizada pelo Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), a chance de um brasileiro localizar doador em território nacional é 30 vezes maior em relação à possibilidade de encontrá-lo no exterior, por conta das características genéticas. O doador ideal (irmão compatível) só está disponível em cerca de 30% das famílias brasileiras. Para 70% dos pacientes é necessário identificar um doador alternativo, a partir dos registros de doadores em bancos públicos de sangue de cordão umbilical. Com a Redome, as chances de transplante para pacientes que não possuem um doador aparentado aumentam consideravelmente, bem como o número de transplantes a serem realizados.
Atualmente, há 10 bancos do gênero espalhados pelo país, além do Hemopa. Os outros estão implantados em Fortaleza (CE), Recife (PE), Brasília (DF), Lagoa Santa (MG), Centro (RJ), Ribeirão Preto (SP), Campinas (SP), Curitiba (PR), Florianópolis (SC) e Porto Alegre (RS). Quem pode participar do programa são gestantes com idade acima de 18 anos, e que tenham, no mínimo, duas consultas pré-natais documentadas; idade gestacional igual ou superior a 35 semanas; bolsa rota (rompida) há menos de 18 horas; trabalho de parto sem anormalidades e ausência de processo infeccioso ou doença durante a gestação que possa interferir na vitalidade placentária.
Texto:
Alessandro Borges-Santa Casa
Fone: (91) 4009-2258 / (91) 9157-6627



Cruzamentos da Almirante
Barroso serão
parcialmente restritos
Medida é necessária para conclusão
de mais uma etapa do BRT

UGPE
Comunicação

Os cruzamentos da Avenida Almirante Barroso, em Belém, serão parcialmente restritos a partir de amanhã (8). A medida é necessária para a conclusão de mais uma etapa da obra de implantação do Sistema de Ônibus Rápido (BRT) na capital. A idéia é que só uma parte dos cruzamentos seja fechada, para permitir o fluxo de veículos mesmo durante a ação dos operários. O prazo para que essa etapa seja concluída e os cruzamentos sejam totalmente liberados já com a nova sinalização é dia 20 de setembro.

A restrição começa pelo cruzamento da Avenida Júlio César, no bairro do Souza, e segue em direção a São Brás. De acordo com o engenheiro Leonardo Lopes, da Prefeitura Municipal de Belém (PMB), durante essa etapa será concluído o pavimento rígido por onde circularão os ônibus biarticulados do BRT. “Durante o andamento da obra optou-se por deixar por último os cruzamentos, evitando maiores transtornos no trânsito”, explicou.

Cada cruzamento vai receber a mesma camada de concreto aplicada ao longo da pista, mas nesse caso as laterais terão enchimentos com asfalto para permitir que os veículos continuem cruzando a Avenida, já que a pista exclusiva do BRT está acima do nível do asfalto. Nesse primeiro momento apenas um lado de cada cruzamento será fechado. O serviço começa na Júlio César e depois segue para a Travessa Lomas Valentina e demais cruzamentos até chegar em São Brás, então retorna para a Júlio César e inicia a obra do outro lado. O intervalo entre a obra de um lado e outro é de cerca de 15 dias. A obra na Travessa Tavares Bastos só será executada após a conclusão dos outros trechos.



Polícia prende homens acusados
de atuar como pistoleiros
em Parauapebas
A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha formada por homens contratados como pistoleiros, que deveriam expulsar trabalhadores rurais de uma fazenda em Parauapebas, município do sudeste do Pará. Com os presos foram apreendidas diversas armas de fogo e munição. A captura foi resultado de uma operação conjunta, realizada por policiais civis do NIP (Núcleo de Inteligência Policial), de Belém; do NAI (Núcleo de Apoio à Investigação), de Marabá; da Superintendência Regional do Sudeste Paraense e da Seccional Urbana de Parauapebas.
As investigações, cujos resultados foram divulgados nesta terça-feira (7), mostraram que a quadrilha atuava em propriedades rurais localizadas em Parauapebas. O trabalho policial teve início após denúncias sobre homens armados que estariam hostilizando trabalhadores rurais assentados no município. Além de identificar os pistoleiros, a investigação também chegou ao fazendeiro responsável pela contratação dos acusados.
A ação da Polícia Civil contou com a colaboração de pessoas ligadas aos movimentos sociais e às associações de trabalhadores rurais. Os acusados foram presos após uma opração realizada pela equipe do NAI de Marabá, às proximidades da fazenda, que integra o Projeto de Assentamento Brasil Novo, a 30 quilômetros do núcleo urbano de Parauapebas.
Armas e munição - Na sede da fazenda foram encontrados, entre os funcionários, três dos quatro acusados, e apreendidas três armas de fogo. Uma delas, um revólver calibre 38 municiado, estava na cintura de Alcindo Corrêa Neto, de apelido “Gauchinho”. As outras duas armas, uma espingarda de calibre 20 e uma escopeta de calibre 12, além de munição para armas de fogo de diversos calibres, foram encontradas na área. Também foram presos no local Fernando Martins da Silva, de apelido “Fernandão”, e Robson da Silva Viana, conhecido por “Lourinho do Peba”. Aos policiais, os presos informaram que o dono da fazenda, identificado como Marcos Corrêa, lhes enviaria, por meio de uma quarta pessoa, mais armas de fogo e munição.
Para interceptar a entrega das armas e da munição, a equipe policial seguiu até uma estrada, onde abordou José Fernando Feitosa da Silva, conhecido como “Fernandinho”. Ele conduzia a caminhonete modelo L-200, que teria sido locada pelo proprietário da fazenda. Com ele foi encontrado um revólver de calibre 38, com munição. Também foram apreendidas duas espingardas e munição no assento traseiro do veículo. Aos policiais, “Fernandinho” disse ter sido contratado por Marcos Corrêa, para atuar como pistoleiro. Ele contou que o carro teria sido alugado por Marcos, para que fizesse o transporte das armas e da munição.
Os presos foram autuados em flagrante na Seccional de Parauapebas, pelo delegado Tiago Carneiro. Alcindo, Fernando e Robson vão responder na Justiça com base nos artigos 14 e 16, do Estatuto do Desarmamento, por porte e posse ilegal de arma de fogo, e no artigo 288, do Código Penal, por formação de quadrilha ou bando. Já José Fernando foi autuado por formação de quadrilha ou bando, porte ilegal de arma de fogo. Todos estão recolhidos em Parauapebas à disposição da Justiça.
Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490



Com novos leitos, Hospital
de Marabá vai dobrar
número de internações





Dobrar a capacidade mensal de internações, disponibilizar 600 novas diárias de internação e ampliar a quantidade de cirurgias eletivas nas especialidades de Ortopedia e Neurocirurgia são alguns dos avanços que o Hospital Regional do Sudeste do Pará "Dr. Geraldo Veloso", em Marabá, terá com a entrega de 10 novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI-A), realizada na manhã desta terça-feira (7), pelo governador Simão Jatene. “Com estes novos serviços que estamos implantando, a região vai ter disponíveis serviços de saúde com mais qualidade para a população, principalmente nos casos mais complexos, em que as UTIs são fundamentais. Por isso, fizemos questão de dobrar o número de leitos”, enfatizou Simão Jatene.
A estrutura do hospital passou a dispor de 38 leitos de UTI, com capacidade para fazer 90 internações por mês. Os leitos entregues pelo governador possuem a mesma tecnologia de hospitais de centros de referência no país, com monitores e respiradores, bombas de infusão, camas elétricas e monitores de pique. Além de suporte para Raio-X e ultrassonografia.
O coordenador do Grupo Técnico dos Hospitais Regionais da Secretaria de Estado de Saúde Pública, Arthur Lobo, ressaltou que a ampliação será importante para a segurança dos pacientes, que fazem procedimento de média e alta complexidade e, principalmente, para pacientes que passaram por cirurgia de trauma, demanda que representa 80% dos pacientes.
Arthur Lobo disse ainda que os investimentos feitos no Hospital Regional de Marabá continuarão. Para a ampliação dos leitos foram investidos R$ 2 milhões, mas o projeto total de melhorias no hospital está orçado em R$ 14 milhões. No próximo ano, o hospital ganhará mais 31 leitos, um centro de hemodiálise com 20 máquinas e um centro de hemodinâmica, para a realização de cateterismo cardíaco. “Um dos nossos objetivos também é que o Hospital de Marabá passe a ser um centro de estudo para a área de ensino e pesquisa do curso de Medicina da Uepa”, informou Arthur Lobo.
O diretor do hospital, Paulo Czrnhak, enfatizou que os investimentos ajudarão a reduzir a demanda de pacientes da região que buscam atendimento em Belém. “Com estes novos serviços implantados, teremos uma capacidade muito maior de atender com qualidade aos moradores da região sudeste do Pará”, disse ele. Atualmente, o hospital recebe pacientes de 22 municípios, onde vivem 1,1 milhão de habitantes. Com a implantação, o hospital totaliza 115 unidades, sendo 38 leitos de UTI (nove na UTI Neonatal, nove na UTI Pediátrica e 20 na UTI adulto), além de 77 leitos de enfermaria.
Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990



Seduc promove pesquisa para
identificar demanda
para cursos técnicos
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) realizará, de 8 a 20 de agosto, uma pesquisa para levantar a demanda para os cursos técnicos ofertados pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), destinados a alunos das escolas estaduais de Ensino Médio da Região Metropolitana de Belém e do interior.
Devem participar da pesquisa professores e estudantes de escolas estaduais de Ensino Médio dos municípios de Altamira, Barcarena, Belém, Cametá, Itaituba, Marituba, Paragominas, Parauapebas, Santa Izabel do Pará e Santarém. Cada escola terá um técnico em educação responsável pela pesquisa. O profissional acessará o formulário da pesquisa no site da Seduc (www.seduc.pa.gov.br) e aplicará em sala de aula. As informações serão repassadas posteriormente ao sistema da pesquisa de intenção na internet.
Um guia de orientação para técnicos das unidades de ensino está disponível no link consultas professor/servidor - consulta servidor também no site da Seduc. Para acessar é preciso informar o CPF. Na pesquisa, os estudantes terão que apresentar duas opções curso, entre os 30 a serem ofertados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Instituto Federal do Pará (IFPA), Escola de Música da UFPA (Emufpa) e Escola de Teatro e Dança da UFPA (Universidade Federal do Pará).
Texto:
Mari Chiba-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8135-9009



Nota Sesma - Greve Saúde

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informa que as principais reivindicações do movimento grevista da saúde já foram atendidas, desde o dia 18 de julho. Após reunião na manhã desta terça-feira (07), foi acordado entre as partes que a mesa negociação ainda permanece, a fim de que todas as questões sejam resolvidas o mais breve possível.


Uepa inicia pós-graduação
Em Engenharia e
Segurança do Trabalho
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) iniciou na segunda-feira (06) mais uma turma de pós-graduação em Engenharia e Segurança do Trabalho, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT). A aula inaugural foi ministrada pelo presidente do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 8ª Região (Pará e Amapá), desembargador José Maria Quadros de Alencar, que destacou a importância da implantação de melhores condições de trabalho.
“O grande desafio que vocês terão na profissão que escolheram é descobrir, a cada dia, a oportunidade de extrair uma melhoria nas condições de vida dos trabalhadores brasileiros”, afirmou o desembargador.
O IV Curso de Especialização em Engenharia e Segurança do Trabalho da Uepa é coordenado pela professora Gleicy Karen Abdon Alves Paes. As aulas ocorrerão de segunda até quinta-feira, das 18h30 às 22h10. O curso terá a duração de 18 meses, e será encerrado com a entrega final de uma monografia.
A especialização é destinada a graduados nos cursos de Engenharia e/ou Arquitetura. Foram mais de 100 candidatos para as 45 vagas ofertadas. “A procura pelo curso foi muito grande, o que nos deixa felizes, pois apesar de ser oferecido por outras instituições, muitos estavam aguardando a turma que seria aberta pela Uepa, o que é um reconhecimento ao trabalho desenvolvido aqui”, afirmou Gleicy Paes.
Segundo ela, durante a especialização os alunos serão capacitados nas áreas de legislação, ergonomia, higiene do trabalho, perícias, laudo médico e  outras. Os alunos serão preparados para atuar na prevenção de acidentes do trabalho, doenças ocupacionais e integridade do meio ambiente. Além das aulas teóricas em sala de aula, estão previstas visitas técnicas a empresas.
O bombeiro Marcos Leão, um dos aprovados na especialização, pretende levar adiante o conhecimento acumulado. “Espero adquirir conhecimento e aplicar a nossa corporação”, afirmou.
As atividades pedagógicas desenvolvidas em salas de aula serão realizadas em Belém, no Campus V (Centro de Ciências Naturais e Tecnologia - CCNT) da Uepa, na Travessa Enéas Pinheiro, nº 2626, no bairro do Marco.
Texto:
Irna Cavalcante-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 / (91) 8059-1090 – 91018820



Governo investe em turismo,
negócios e pavimentação
no sudeste do Pará
Investimentos nas áreas de infraestrutura, transporte e turismo foram anunciados na região sudeste do Pará, durante a visita do governador Simão Jatene aos municípios de Marabá e Nova Ipixuna, na manhã desta terça-feira (7). Em Marabá, ele assinou a ordem de serviço para a construção do Centro de Convenções, obra prevista na Agenda Mínima do Governo do Pará. Orçada em R$ 19 milhões, a obra será construída em área pertencente ao Estado, de aproximadamente 35 mil metros quadrados, localizada em frente ao Hospital Regional Geraldo Veloso, no bairro Nova Marabá.
“É uma alegria estar de volta a esta região, resgatando compromissos. A construção do Centro de Convenções é um desejo antigo dos moradores e, com toda certeza, posso afirmar que esta obra irá trazer consequências positivas para toda a cidade. Quando construímos o Hangar, em Belém, algumas pessoas chegaram a criticar. Hoje, o Hangar é um dos grandes centros de atração e investimentos para o nosso Estado. É este mesmo impacto que queremos criar na região com este centro”, enfatizou Jatene.
As obras iniciam nesta quarta-feira (8) e têm o prazo máximo de dois anos para serem concluídas. Joaquim Passarinho, titular da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), ressaltou que todos os profissionais envolvidos no projeto e na construção são do município de Marabá. “Além de proporcionar um espaço que irá valorizar ainda mais a cidade, o governo procurou trabalhar com profissionais do próprio município, valorizando a mão de obra local”, reiterou o governador. A contratação de mão de obra também aquece a economia da cidade.
O Centro de Convenções terá 13 mil metros quadrados de área construída, distribuídos em teatro, com capacidade para 1.000 pessoas, um auditório em forma de semicírculo, para 550 pessoas sentadas, bloco administrativo, salas de multiuso, restaurante, lanchonete, banheiros públicos e vestiários. O espaço poderá receber até cinco eventos simultaneamente.
Pavimentação – Ainda em Marabá, Simão Jatene assinou a ordem de serviço que dará início às obras de pavimentação da Rodovia PA-275, a partir do entroncamento da BR-155, que liga o município de Eldorado do Carajás a Parauapebas. Serão 68 quilômetros de pavimentação, com previsão de entrega para maio de 2013. “Vamos recuperar e construir no Estado mais de mil quilômetros de estradas. É importante dizer que o Pará tem 3 mil quilômetros de estradas, e nós assumimos o compromisso de repavimentar um terço delas”, afirmou o governador. Jatene também anunciou a reconstrução da PA-150, que segundo ele é um dos grandes desafios do governo, mas já está com o projeto em fase de conclusão. As obras físicas da PA-150 iniciam em setembro.
Simão Jatene também visitou o município de Nova Ipixuna, próximo a Marabá, onde percorreu as principais ruas da cidade, que no final do ano passado receberam mais de sete quilômetros de pavimentação, por meio do programa “Asfalto na Cidade”, executado pela Seop.
Segundo o prefeito de Nova Ipixuna, Edson Alvarenga, o município estava há mais de seis anos sem receber pavimentação. “O asfalto era um dos maiores anseios da população”, comentou. Antes de sair da cidade, Jatene esteve no Centro Especial de Saúde de Nova Ipixuna, que recebeu neste ano, do governo, um bloco cirúrgico para a realização de pequenas cirurgias, que antes não eram feitas no hospital.
Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990




Polícia Civil promove
caminhada para celebrar
o Dia dos Pais em Belém
O bem-estar do servidor da Polícia Civil será o foco principal da programação em homenagem ao Dia dos Pais. Uma caminhada de 3,5 quilômetros, às 7h30 de sábado (11), na nova orla de Belém, vai movimentar servidores e familiares. A atividade foi elaborada pela Delegacia-Geral de Polícia Civil.
Antes do início da caminhada, os participantes farão a verificação de pressão arterial e alongamento, com orientação de um professor de educação física. Ainda durante o percurso, uma ambulância de resgate do Corpo de Bombeiros Militar estará no local em caso de atendimento de primeiros-socorros. Haverá ainda um micro-ônibus da Polícia Civil para apoio ao evento.
Um café da manhã será servido ao final do trajeto. Todos os servidores da Polícia Civil e familiares estão convidados para participar do evento, que, além de homenagear os pais que atuam na Polícia Civil, visa promover uma integração entre os servidores e seus familiares.
Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490



Programação no HPSM Mário
Pinotti comemora o Dia dos Pais

Em alusão ao Dia dos Pais, comemorado no próximo dia 12, o Hospital de Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti (14 de Março) organizou na manhã desta terça-feira,7, uma programação educativa e de lazer.

Pela manhã  foi ministrada uma palestra sobre a Lei Maria da Penha, que completou seis anos de existência. O palestrante foi o Promotor de Justiça da Violência Doméstica na capital, Sandro Castro.

Criada em 2006 a lei federal 11.340 tem como objetivo de encorajar as mulheres a denunciar a violência no ambiente doméstico, onde muitas vezes, a Justiça não consegue entrar. Segundo o promotor Sandro Castro, é de grande importância divulgar informações sobre a Lei Maria da Penha. “Muitas pessoas não sabem como a lei funciona de fato. É preciso que todos entendam seus direitos e como devem lutar por eles”, disse.

Durante a palestra, o promotor ainda tirou dúvidas dos funcionários do hospital que estavam presentes e deu exemplos de como a lei funciona em diferentes situações.

Segundo o diretor do HPSM da 14 de Março, Orlando Brito, o Pronto Socorro recebe casos de violência doméstica, em que muitas vezes as vítimas se recusam a dar queixa do agressor. “Já presenciamos muitos casos óbvios de agressão, mas infelizmente a pessoa agredida acaba se sentindo envergonhada e esconde o caso”, explica.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), as mulheres são as que correm maiores riscos de sofrer violência em ambientes domésticos e familiares e, segundo as estimativas, uma em cada quatro mulheres é vítima de abusos sexuais cometidos por seu parceiro ao longo da vida.

Além da palestra, a programação do HPSM, que dura até o dia 10, ainda vai contar com ações de corte de cabelo, massagem, manicure, podólogo, palestras sobre prevenção de câncer de próstata e distribuição de brindes. 


 PROGRAMAÇÃO

08/08

9h às 17h

- Ação com corte de cabelo, massagem e manicure.

- Palestra sobre notificação de violência doméstica contra mulheres, idosos, adolescentes e crianças.

Apoio: Senac


09/08

10h

Palestra sobre prevenção de Câncer de Próstata

Palestrante: Dr. Gil Flávio

Local das palestras: Sala da direção geral


10/08

8h às 17h

- Podóloga

11h

Encerramento com distribuição de brindes e coffee break.



Texto: Denise Silva – Ascom Sesma



Crianças receberão doses de
Vitamina A em todo o Estado
A partir de 18 de agosto, por ocasião do Dia D da campanha de atualização de vacinação, crianças de seis a 59 meses poderão também receber a dose de vitamina A nas Unidades Básicas de Saúde localizadas no território paraense. Para orientar profissionais dos Centros Regionais de Saúde sobre essa nova medida do Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realiza desde esta terça-feira, 7, uma Oficina de Formação para Expansão do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A no campus Senador Lemos da Universidade da Amazônia (Unama), em Belém.
Incluída na programação da Semana Mundial de Aleitamento Materno que acontece no Estado desde o início deste mês, a atividade faz parte das estratégias do programa “Brasil Carinhoso”, criado pelo governo federal para ampliar a cobertura desse reforço vitamínico em todos os municípios brasileiros. Até esta quarta-feira, 8, a nutricionista Elida Amorim Valentim, da Coordenação Geral de Alimentação e Nutrição do Ministério da Saúde, expõe aos participantes da oficina os objetivos do programa, implantação e resultados esperados; experiências estaduais e municipais com o Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A; panorama da hipovitaminose A; sistema de gerenciamento do Programa Nacional de Vitamina A e Hórus; e sistema nacional de Vigilância Alimentar e Nutricional.
O Programa consiste na suplementação da dose de Vitamina A para crianças entre seis a 59 meses e puérperas (mulheres que deram à luz) no pós-parto imediato. Segundo Elida Valentim, a deficiência dessa vitamina pode acarretar problemas oculares, como a diminuição da sensibilidade à luz, até a cegueira parcial ou total. “Ela também é importante porque reduz a gravidade das infecções, promove a recuperação mais rápida de diarréias e infecções respiratórias e é essencial para o desenvolvimento saudável da criança justamente nessa faixa etária”, explicou.
Estudos mostram que essa suplementação reduz em 24% a mortalidade infantil, em 28% os óbitos por diarreia e em 45% a morte por todas as causas em crianças soropositivas. “Além de receber a dose, as famílias são incluídas em atividades de educação alimentar que incentivam a amamentação e a inclusão, em suas mesas, de alimentos regionais ricos em vitamina A, como a abóbora, cenoura, manga, mamão, pupunha e couve, entre outros”, informa a coordenadora estadual de Nutrição, nutricionista Rahilda Tuma, uma das envolvidas na organização da oficina.
Durante o treinamento, Elida Amorim orientou também sobre a administração das doses, que serão distribuídas pelo Ministério da Saúde às secretarias estaduais, que por sua vez enviarão às Regionais de Saúde que se responsabilizarão em abastecer os municípios, incluindo os hospitais neles sediados.
A vitamina virá em frascos com o rótulo do Ministério da Saúde contendo 50 cápsulas cada. As de cor amarela, com 100.000 UI de vitamina, serão ministradas para crianças de seis a onze meses, que receberão uma única dose. As de cor vermelha, com 200.000 UI, serão ministradas às crianças que tiverem de 12 a 59 meses, com uma dose a cada seis meses passíveis de serem anotadas na caderneta de vacinação.
A manipulação dessas cápsulas foi um dos itens mais importantes do treinamento. Entre as recomendações indicadas estão o cuidado na abertura da cápsula, o que deve ser feito com auxílio de uma tesoura ou de um alicate de unhas limpos. "Não use alfinetes para abri-las para evitar ferir os dedos e contaminar o produto", explicou. Para ministrar o medicamento é preciso, com a criança de boca aberta, suspender levemente e segurar o queixo, apertando com a outra mão, os lados da cápsula, firmemente até derramar todo o conteúdo. “Todo profissional de saúde que administrar a dose de vitamina A à criança deve tomar cuidado para que ela engula todo o conteúdo da cápsula e não derrame nenhuma gota. Caso a criança cuspa o produto, não é recomendável repetir o procedimento”, esclareceu Elida Amorim.
Ela também orientou que, caso a criança já tome algum suplemento vitamínico que contenha Vitamina A, não será necessária a dosagem em cápsula. “Geralmente, não há efeitos colaterais, mas é possível que a criança coma menos durante um dia, vomite ou sinta dor de cabeça. Vamos alertars mães que isto é normal, que os sintomas passarão e que não é preciso nenhum tratamento especifico”, orientou a nutricionista. Além disso, esse esquema de suplementação não será restrito aos períodos de campanha de vacinação, mas sim incluído na rotina dos serviços oferecidos pelas as UBS’s.
Em relação aos registros da doses, Elida deu as seguintes orientações: “No novo cartão da criança existe espaço para registro das doses administradas, da data e do retorno aos postos. É muito importante orientar a mãe ou responsável por ela a voltar à unidade de saúde sempre que for marcado o retorno de vacina ou de administração de vitamina A. Caso o seu município utilize o cartão antigo da criança, não existe espaço específico para a administração da vitamina A, mas os espaços em branco podem ser utilizados para este fim. Neste caso, deve-se anotar ‘Vita A’, a data e o retorno para a próxima dose”.
Serviço: A Oficina de Formação para Expansão do Programa Nacional de Suplementação de Vitamina A continua nesta quarta-feira, 8 de agosto, na Unama Senador Lemos, de 8 as 12 horas. Informações pelos fones 4006-4305 e 4006-4291. Conheça mais sobre o Programa no seguinte

link: http://nutricao.saude.gov.br/vita.php
Texto:
Mozart Lira-Sespa
Fone: (91) 4006-4822  / 




Centro de Perícias firma
convênio de estágio
com universidade
Por meio de uma parceria firmada em janeiro deste ano entre o Centro de Perícias Científicas (CPC) “Renato Chaves” e o Centro Universitário do Estado do Pará (Cesupa), iniciou ontem e acontece até o dia 30 de agosto o ciclo de estágio voluntário dos estudantes do curso de pós-graduação em Ciências Forenses, que tem como objetivo promover um intercâmbio de conhecimento entre as duas instituições.
O convênio estabelece que o CPC e Cesupa disponibilizem vagas em suas instituições para a troca direta de conhecimento. O CPC ganha duas vagas semestrais, sendo quatro vagas por ano, em que peritos realizam cursos de pós-graduação em Ciências Forenses. Em contrapartida, são ofertadas vagas de estágio voluntariado e supervisionado a alunos do mesmo curso nas dependências do Centro de Perícias.
Os alunos são do último semestre do curso de pós-graduação e frequentarão o CPC três vezes por semana, de 8 às 14h, no primeiro turno e de 14 às 18 horas no segundo, durante um mês de intercâmbio por turma. Atualmente, a primeira turma já ocupa 10 vagas na unidade do Centro de Perícias em Belém, duas no Núcleo Avançado do CPC em Tucuruí e uma na Unidade Regional do CPC em Castanhal, totalizando 13 alunos em capacitação, já em contato direto com peritos criminais de diversas especialidades como Fonética Forense, Balística Forense, Documentoscopia Forense, Local de Crime contra a Vida, Toxicologia Forense, entre outras.
Para o bacharel em Engenharia Ambiental, Denilson Almeida, 28 anos, o estágio tem como objetivo principal integrar a teoria aprendida em sala de aula à prática do dia a dia do profissional. “Eu acho excelente a oportunidade de pôr em prática o que se aprende dentro do curso de especialização, já que no caso da perícia criminal os profissionais aliam as partes práticas e teóricas na resolução dos seus casos. É por conta dessa dinâmica que nós estamos aqui. Será uma troca riquíssima de conhecimento”, explica.
Segundo o perito criminal e diretor do Instituto de Criminalista (IC) Paulo Bentes, a importância deste convênio deve-se à pratica da troca de conhecimento entra as duas instituições. “Tanto as universidades quanto os centros que realizam perícia criminal, espalhados pelo mundo, são produtores científicos. Ao mesmo tempo em que capacitamos nossos peritos numa vasta parte teórica, que se desenvolve todos os dias, os profissionais pós-graduandos ganham a possibilidade de conhecer o cotidiano da perícia criminal e trocam ideias com peritos experientes do Estado do Pará, especializados nos mais diversos ramos do conhecimento, incluindo mestres e doutores. Ganham os estudantes e ganham os peritos com esse intercâmbio científico”, ressalta Bentes.
A criação do convênio partiu de uma iniciativa do coordenador do curso de Ciências Forenses do Cesupa e Perito Criminal Federal Jesus Antônio Velho, que procurou a Coordenação de Aperfeiçoamento e Pesquisa (Coapes) do Centro de Perícias Renato Chaves, responsável pela organização e seleção de cursos que promovam o aperfeiçoamento dos peritos criminais por meio de cursos, palestras, congressos e convênios no Brasil e no exterior. Só em 2011, a Coapes possibilitou a capacitação de 190 peritos do Pará, lotados na capital e no interior, em setores como balística, DNA, engenharia, informática, local de crime contra a vida e contra o patrimônio, veicular, medicina legal e odontologia.
Texto:
Nil Muniz-CPC
Fone: (91) 4009-6050 / (91) 9100-4007



Premio de Jornalismo em
turismo soma R$ 115 mil 
O II Prêmio de Jornalismo em Turismo Comendador Marques dos Reis, lançado em junho deste ano durante a Feira internacional de Turismo (Fita), soma R$ 115,00 em premiação. São R$ 10 mil reais para o primeiro colocado, R$ 8 mil para o segundo e R$ 5 mil reais para o terceiro colocado em cada uma das cinco categorias: jornalismo impresso, telejornalismo, radiojornalismo, webjornalismo e fotojornalismo. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 de novembro, na Companhia Paraense de Turismo (Paratur), situada à Praça Maestro Waldemar Henrique s/n, Bairro do Reduto. As publicações devem ser endereçadas à Gerência de Comunicação. O Prêmio é uma realização da Paratur e Associação Brasileira de Jornalistas do Turismo do Pará  (Abrajet-PA) com apoio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor). Saiba mais em www.premiodejornalismo.blogspot.com.


Governo continua acompanhando
paraenses que sofreram
acidente no Paraná
Quase um mês após o acidente envolvendo um grupo de 40 estudantes paraenses em Piraí do Sul, no Paraná, apenas três dos quinze dos jovens que permaneceram internados em cidades próximas após o ocorrido ainda continuam no estado paranaense. Todos os demais estudantes já estão em Belém. O último a retornar a cidade, na segunda-feira, 6, foi Otávio de Paula Albuquerque, que estava internado em Ponta Grossa. Por opção das famílias, Daniel Nonato Boga Freire continua o tratamento em Curitiba e Caroline Tapajós Corrêa Sobral e sua mãe Maria Lina Corrêa Sobrinho, permanecem em Maringá.
Prestes a receber alta da equipe médica local, Otávio Albuquerque apresentou um quadro infeccioso no braço, onde sofreu uma fratura exposta, e continuará o tratamento em Belém. “A infecção já era esperada pela equipe médica, devido à fratura e o contato com poeira. Mas ele não corre risco de morte”, informou o coronel Francisco Cantuária, do Corpo de Bombeiros, que acompanha os casos desde julho. Caroline, que apresentava um quadro mais grave devido à perfuração sofrida no pulmão durante o acidente, deixou a Unidade de Terapia Intensiva na última semana.
O Coronel Cantuária foi enviado ao Paraná junto com uma equipe paraense no dia seguinte ao ocorrido. Além de acompanhar de perto os estudantes internados, o oficial também acompanhou o trabalho de identificação das vítimas fatais, realizado pelo Instituto Médico Legal de Ponta Grossa, com colaboração do IML do Estado. Do Pará, foram destacados representantes da Defesa Civil, do Corpo de Bombeiros e profissionais da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) para auxiliar as equipes locais e prestar auxílio aos jovens envolvidos.
A secretária adjunta da Seas, Meive Piacesi, esteve pessoalmente acompanhando todas as vítimas no Paraná. “Logo que ocorreu o acidente o governador Simão Jatene fez um contanto direto com o governador do Paraná solicitando todo o apoio necessário. O governo paranaense nos disponibilizou todos os recursos e um assessor direto do gabinete para fazer todos os encaminhamentos, desde o momento do acidente. Até hoje essa pessoa está nos assessorado nas situações que envolvem paraenses que ainda se encontram no Paraná”, destacou.
Assistência - Em Belém, o apoio aos estudantes e seus familiares continua. A Seas, em parceria com órgãos estaduais, montou atendimento específico para os jovens. Como a maioria das vítimas sofreu algum tipo de fratura, uma Unidade Regional Especializada, referência em Traumatologia e Ortopedia, foi disponibilizada pela Secretaria de Estado de Saúde Pública, assim como médicos da área, para o atendimento. “Mantemos contato diário com os familiares. A maioria ainda está muito traumatizada e precisando de atendimento psicológico, que também está sendo garantido pelo Estado”, informa Meive Piacesi.
Às famílias com vítimas fatais foi feita uma articulação junto às delegacias e ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves para dar entrada nos documentos necessários. “Nós mandamos uma relação das vítimas para esses locais e lá existe uma pessoa aguardando para que eles possam fazer a perícia e dar entrada no seguro. A empresa também está dando todo o suporte nos casos”, afirma a secretaria adjunta.
Meive Piacese informa, ainda, que o acompanhamento aos jovens e às famílias continuará até quando for necessário. “É a nossa obrigação. Fazemos uma política pública de governo, que precisa estar atenta a todo tipo de situação. Além de toda a dor, ainda existia nesses jovens o trauma e a necessidade de se sentir acolhido pelo seu próprio Estado. O governo demonstrou muita sensibilidade ao nos enviar ao local para acompanharmos de perto cada caso, assim como é responsabilidade pública continuarmos com essa proteção às famílias enquanto elas estiverem em situação de vulnerabilidade”, destaca.
Texto:
Amanda Engelke-Secom
Fone: (91) 3202-0911 / (91) 8150-8965




Hemopa convoca doadores
de sangue do tipo negativo
A Fundação Hemopa volta a convocar doadores de sangue raro, especialmente os tipos O e B Negativos, para atendimento imediato de demanda transfusional de pacientes internados na rede hospitalar da capital. Os interessados devem se dirigir à sede do Hemopa e procurar o serviço social de doadores para efetuar a coleta e, se for o caso, fazer cadastro no Clube de Doadores Raros.
A gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, explica que com apenas uma doação, até três pacientes adultos podem ser atendidos, tendo em vista que os componentes do sangue são separados e utilizados de acordo com necessidade de cada paciente: plaquetas, plasma e hemácias. O sangue tem sua classificação em grupos com a presença ou ausência de um antígeno na superfície das hemácias. Os grupos mais importantes são: ABO e Rh (+e-). A incidência desses grupos varia de acordo com a raça por tratar-se de fator hereditário. "No caso de transfusão, o ideal é o paciente receber sangue do mesmo tipo que o seu. Somente em situações de urgência e emergência lança-se mão de sangue universal O Negativo".
O paciente Rodrigo Lopes, 23 anos, portador de anemia falciforme, depende da solidariedade de doadores para sobreviver. Ele é portador de uma doença hematológica crônica e recebe atendimento no Hemopa desde 1994. “A doação de sangue faz bem ao doador e especialmente para aqueles que precisam, como eu. Não custa nada dedicar um pouquinho do seu tempo para salvar vidas”, sugeriu o paciente que estava recebendo atendimento na manhã desta terça-feira, na sede do Hemopa, acompanhado de sua mãe, Eliodora Lopes de Araújo.
Criado em 1994, atualmente o clube de doadores raros possui 5.647 associados. Desse total, 3.023 são O Negativo, 1.040 A Negativo, 530 B Negativo, 186 AB Negativo e 868 AB Positivo. De acordo com Juciara Farias, a falta de atualização cadastral compromete bastante o êxito das convocações que normalmente são feitas por telefone/celular. “Muitos deixam o número do contato telefônico ou até de endereço, mas não atualizam as informações junto ao hemocentro”, lamentou, convocando novos e antigos associados.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg . Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
 Tipo de Sangue
%
O Positivo
55%
O Negativo
4%
A Positivo
27%
A Negativo
2,5%
B Positivo
8%
B negativo
1%
AB Positivo
2%
AB Negativo
0,5%
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118 
Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118. As instituições interessadas em compor parceria para desenvolvimento de campanhas podem entrar em contato com a Gecad pelo fone 32245048, de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h; e aos sábados até às 17h.
Texto:
Vera Rojas-Hemopa
Fone: (91) 3241-1811 / (91) 88953089




Emater vermífuga suínos das
áreas ribeirinhas de Inhangapi 
O escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Inhangapi, nordeste do Estado, está executando uma campanha para vermifugar e vitaminar suínos criados soltos em áreas ribeirinhas do Rio Guamá no município. Os técnicos da Emater atendem 53 famílias nesta região, já trataram de mais de 80 porcos e a previsão é que até o final do ano se alcance 300 animais.
Os extrativistas de açaizais nativos manejados nas áreas ribeirinhas do município têm o hábito de criar suínos extensivamente, não apenas como complemento de renda, mas principalmente para aproveitar a grande oferta de frutos silvestres utilizados na alimentação destes animais (Inajá, murumuru, tucumã, mucajá) entre outros. Estima-se que cada família possua 50 cabeças suínas.
O técnico agropecuário José Baía Costa, que faz parte da força tarefa do escritório local, explicou que pelos animais serem criados soltos e permanecerem por muito tempo debaixo da sombra da floresta, os suínos apresentam um quadro de raquitismo por deficiência de vitaminas, principalmente as vitaminas A e D, e muitos casos de verminose. “Percebendo essa deficiência, os técnicos estão vermifugando – para romper o ciclo de infecção -, e também aplicando complexo vitamínico nos animais, sem ônus para os extrativistas. Estamos oferecendo também a vitamina ‘E’ e, nesta fase, incentivando o uso de sal comum como atrativo para animal que é criado extensivamente”, disse Costa.
Texto:
Kenny Teixeira-Emater
Fone: (91) 3256-5410 / (91) 8883-9329




Polícia Civil prende suspeita
de assassinar criança
em Aurora do Pará
A Polícia Civil autuou, em flagrante, uma mulher acusada de assassinar uma criança no município de Aurora do Pará, nordeste paraense. A suspeita, Marilene Moura Souza, 44 anos, foi presa após atacar com um terçado o menino Victor Junior Santos dos Santos, de seis anos. Os golpes foram fatais. Marilene foi conduzida pelo investigador Valdeci dos Santos até a delegacia municipal, onde permanece até que seja transferida para o sistema penal.
Segundo o delegado Idernério Pamplona, Marilene Souza desferiu três golpes de terçado contra a cabeça do menino, que brincava na rua. O crime aconteceu na manhã desta terça-feira, 7, na Rua do Lago. Não há relação de parentesco entre a vítima e a suspeita. O delegado Pamplona conta que Marilene Moura Souza é conhecida por andar bêbada pelas ruas, e no momento da agressão apresentava sinais de embriaguez.
Após a prisão de Marilene, populares se reuniram e protestaram em frente à unidade policial. Eles exigiam que a polícia liberasse a suspeita para que a comunidade fizesse justiça com as próprias mãos. Policiais das cidades de Mãe do Rio, Capitão Poço e Ipixuna do Pará foram deslocados para conter a população. Durante a tentativa de invasão, o prédio  chegou a ter portas e janelas danificadas.
Texto:
Aycha Nunes-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9635-2190



Plano Ver-o-Pará 
Já está disponível no blog do II Prêmio de Jornalismo em Turismo Comendador Marques dos Reis o relatório Executivo do Plano Ver-o-Pará. O documento é um instrumento de gestão e promoção do turismo paraense que pretende, até 2020, colocar o destino Pará na liderança do turismo na Amazônia. O Prêmio de Jornalismo em Turismo é uma realização da Paratur e Associação Brasileira de Jornalistas do Turismo do Pará  (Abrajet-PA) com apoio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Sindicato dos Jornalistas do Pará (Sinjor). O blog é o www.premiodejornalismo.blogspot.com




I Feira Estadual do Artesanato
expõe produção de
detentos e seus familiares


 As pessoas que visitarem a I Feira Estadual do Artesanato vão poder conferir mais de 20 peças artesanais produzidas por internos e seus familiares. A exposição acontece no espaço destinado à Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) dentro do estande “Articulação e Cidadania”, programa promovido pelo Governo do Estado através da Casa Civil em parceria com diversos órgãos. A Feira iniciou no último sábado (4), no Centro de Convenções & Feiras da Amazônia – Hangar, e ocorre junto com a 26ª edição da Feira Internacional de Turismo (FAM), seguindo programação até o próximo domingo (12/07).
A exposição conta com um acervo diversificado que vai desde artigos de decoração, como caixas de presente, pinturas, porta-retratos e porta-trecos, até objetos de uso cotidiano como mobília de madeira e vassouras confeccionadas com fibras de garrafas pet. Todas as peças foram confeccionadas por familiares de internos e detentos de sete unidades prisionais do Estado, e estão à venda no estande. O lucro será revertido para os familiares dos detentos.
O titular da Susipe, André Cunha, destaca a importância social deste tipo de atividade: “O artesanato proporciona a redução do estresse no cárcere e dá a possibilidade da pessoa presa gerar renda para os familiares, resgatando assim o seu papel como provedor da família”, ressalta. A capacitação dos internos para a produção dos artesanatos ocorre por meio de parcerias firmadas entre Susipe e diversos órgãos como a Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) e a Fundação Curro Velho.
Além do artesanato, o estande da “Articulação e Cidadania” expõe outra iniciativa que trabalha com internos e egressos. Trata-se do “Cultivando Flores e Vidas”, projeto resultante da parceria entre a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater), Susipe e Casa Civil, que consiste na capacitação de egressos e albergados para produção e comercialização de flores ornamentais.
Serviço:
I Feira Estadual do Artesanato Paraense e a 26ª Feira do Artesanato Mundial
Data: até 12 de agosto
Local: Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
Horário: de segunda a sexta-feira, das 16h às 22h e aos sábados, domingos e feriados, das 11h às 22h.
Valor do ingresso: R$ 5,00.
Texto:
Nara Pessoa-Susipe
Fone: (91) 3222-6436 / (91) 8896-5319 / 8140-6282



Sead informatiza
procedimentos de
perícia médica
A Diretoria de Gestão da Política de Saúde Ocupacional do Servidor da Secretaria de Estado de Administração (Sead) está desenvolvendo um módulo de perícia médica integrado ao Sistema de Gestão Integrada de Recursos Humanos (Sigirh). No mês de julho, técnicos da Sead reuniram-se com um representante da empresa Techne Engenharia, de São Paulo, para fazer a adaptação do módulo ao Sigirh, que tem previsão de ser implantado em dezembro deste ano. O Sistema é responsável pela autoavaliação das atividades de gestão de recursos humanos, o que inclui todo o histórico funcional dos servidores públicos estaduais. Esse processo de informatização vai possibilitar a atualização cadastral e a integração dos polos de perícia médica. Além disso, os prontuários médicos também serão sistematizados e será possível agendar perícias através do departamento de recursos humanos de cada órgão.


Seminário sobre Simples
Nacional para contribuintes
Secretaria da Fazenda (Sefa), Delegacia da Receita Federal de Belém e Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) com apoio do Sebrae Pará e da Fiepa realizam, no dia 14 de agosto, a segunda etapa do Seminário Regional do Simples Nacional, em Belém. O  evento é voltado para contribuintes, contadores e empresários, e tem o objetivo de disseminar conhecimentos sobre o Simples Nacional, apresentando a relação dessa sistemática de tributação com os tributos federal, estaduais e municipais e dando enfoque às questões práticas, como as regras legais e os sistemas  utilizados pelos contribuintes.


Governo do Estado elabora
Plano Estadual de
Agricultura de Baixo Carbono
O Plano Estadual de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC) será elaborado na oficina que será realizada pela Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), a partir desta quarta-feira (8) até o próximo dia 10, no auditório da Federação da Agricultura do Estado de Pará (Faepa). A oficina, que será aberta pelo secretário Hildegardo Nunes, às 8h, vai reunir representantes de 20 instituições ligadas aos setores agropecuário, ensino, pesquisa e de financiamento. O Plano ABC integrará o Programa Nacional de Agricultura de Baixo Carbono (Programa ABC), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) que apoia o evento.
A oficina terá como moderador o consultor contratado pelo Mapa, engenheiro agrônomo PHD em economia agrícola, Celso Crocomo. As ações do Mapa estão inseridas do Plano Agrícola e Pecuário e têm previsão de aplicação de recursos na ordem de R$ 3,15 bilhões em técnicas que garantem a eficiência no campo e com impacto positivo no sequestro de carbono.
Para o secretário Hildegardo Nunes, a construção do Plano ABC “vai fazer com que o Pará possa rapidamente se beneficiar dessa nova forma de desenvolver a agricultura, tendo a sustentabilidade como princípio, mas acima de tudo tendo a melhora da condição de vida do homem como o objetivo final”.
O Programa ABC incentiva a implantação de processos tecnológicos que neutralizem ou minimizem o impacto dos gases de efeito estufa no campo, com o fim de reduzir as emissões de carbono na atmosfera. As metas e resultados estão previstos para até 2020 e incluem ainda a recuperação das áreas de pastagem degradadas, incentivo ao aumento da produtividade no campo, o fomento de culturas sustentáveis como os Sistemas Agroflorestais (Safs) e o plantio de florestas e outras tecnologias do Sistema Nacional de Agropecuária da Embrapa.
Um protocolo de intenção deverá ser encaminhado sobre a questão fundiária e ambiental, principal obstáculo no acesso ao crédito pela maioria dos produtores que não têm a garantia da terra. O Comitê Gestor do Programa ABC no Pará é constituído pela Sagri (coordenadora), Faepa, Senar, Basa, Banco do Brasil, Sebrae, Adepará, Iterpa, Ufra, Emater, Embrapa, Mapa e Fetagri.
Texto:
Raimundo Sena-Sagri
Fone: (91) 4006-1210 / (91) 8883-1339



Super Jep's reúne 800
estudantes em
disputas esportivas
Cerca de 850 estudantes participam, a partir desta quarta-feira (8), do 54º Jogos Estudantis Paraenses, o Super Jep's, em Belém. A abertura do evento será às 18h, no ginásio do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc). O torneio, que será realizado até domingo (12) com o tema “Educação e esporte caminhando pela paz”, é destinado a alunos de escolas públicas e privadas e selecionará os representantes do estado nas Olimpíadas Escolares, que acontecerão de 6 a 15 de setembro, na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais.
Os atletas já passaram pela fases local e regional do JEP's, que foram realizadas no primeiro semestre letivo. Durante a programação de abertura, cada delegação será apresentada e participará do desfile oficial. Haverá, também, o juramento do atleta e, além da programação cultural, a pira olímpica será acesa. Serão disputadas 10 modalidades esportivas: atletismo, basquetebol, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis de mesa e voleibol.
Participam da competição estudantes com idades entre 12 e 14 anos, que integram a categoria A, de 23 municípios paraenses: Abaetetuba, Ananindeua, Barcarena, Belém, Bragança, Breves, Capanema, Castanhal, Goianésia, Igarapé-Miri, Mãe do Rio, Marabá, Melgaço, Mocajuba, Moju, Parauapebas, Portel, Rondon do Pará, Salinas, Santa Izabel, Santana do Araguaia, Santarém e São do Miguel do Guamá.



Secom e Vivo combatem
o sub-registro de nascimento
no Pará com 200 mil torpedos

 Nesta quinta-feira (9), 200 mil clientes da Vivo receberão um SMS com a frase: “Dica Vivo – Garanta seus direitos e tire sua certidão de nascimento no cartório da sua cidade. O documento é gratuito. Saiba mais em 91 3276-7696”. A mensagem é resultado do termo de adesão assinado na manhã desta terça-feira (7) entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Comunicação (Secom) e a Telefônica Vivo, no auditório do Centro Integrado de Governo (CIG).
Como o combate ao sub-registro também é uma das metas do programa Pro Paz Cidadania, a coordenadora de Área do programa, Amanda Couceiro, falou da importância da certidão e da parceira com a operadora. “A ausência da certidão de nascimento torna uma criança inexistente para o governo, o que tira desta o acesso aos programas sociais como educação e saúde. E acaba favorecendo, também, uma série de fatores como a exclusão social e aumento nos índices de pobreza”, afirmou Amanda.
Ela também anunciou que a partir do mês de setembro hospitais estaduais e municipais receberão 66 unidades interligadas de cartório, o que permitirá garantir às crianças nascidas vivas a certidão de nascimento logo na saída do hospital.
Em dois anos, o Pro Paz emitiu mais de 8 mil certidões de nascimento para crianças, adolescentes e adultos. As emissões foram garantidas à população durante as caravanas e as ações realizadas na Região Metropolitana de Belém.
Comunicação e cidadania
Indicadores do último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) de 2010, dão conta de que no Pará cerca de 80 mil crianças entre 0 a 10 anos não possuem registro de nascimento. Isto representa 4,77% da população infantil. O secretário de Comunicação do Estado, Ney Messias, definiu como devastadora na vida de uma criança sua exclusão em programas sociais e longe de políticas públicas. “Quando a gente celebra um convênio como esse lança mão de uma ferramenta nova e moderna para atacar um problema antigo e primordial: o sub-registro. O projeto SMS social da Vivo é, sem dúvida, uma iniciativa que traz ganho social a todos”, frisou Ney, que assinou o termo de adesão.
Em 2012, esta é a terceira campanha cidadã da qual a Vivo participa. A primeira foi no Carnaval e mobilizou clientes para doar sangue. A segunda foi no mês passado e buscou combater o abuso e a exploração sexual contra crianças e adolescentes. O diretor regional (Norte) da operadora, Maurício Santos, falou da responsabilidade social que a empresa assume ao se envolver em ações desta natureza e afirma que existem os compromissos comerciais, mas existem (também) os compromissos sociais, e estes são pensados como forma de agradecimento ao mercado em que atuam.  “Sabemos que é importante sensibilizar a população sobre a retirada do registro de nascimento, uma vez que este é o documento básico para a vida de uma pessoa. Desta forma, ressaltamos nos torpedos a gratuidade do serviço, de maneira a estimular ainda mais a busca pelos cartórios”, comentou Maurício.
Biizu atenderá jovens infratores
Durante a assinatura do convênio com a Vivo, o secretário de Comunicação, Ney Messias, anunciou ainda que mais de 300 adolescentes autores de atos infracionais terão a oportunidade de participar das oficinas ofertadas pelo projeto de comunicação popular e comunitária chamado Biizu. O projeto atenderá as 14 unidades de atendimentos na socioeducação da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), localizadas na capital (10) e no interior do Estado (4).
“A coordenação à frente do projeto Biizu já se reuniu com a presidência da Fasepa e estaremos presentes em todas as unidades da fundação para qualificar jovens autores de atos infracionais em oficinas que utilizam as principais linguagens de comunicação: televisão, rádio, jornal impresso, fotografia, audiovisual, web e grafite. A ideia é qualificá-los e colocar a produção desses meninos para o mundo inteiro vê-los sendo protagonistas da própria história”, destacou Ney.
Texto:
Cora Coralina-Secom
Fone: (91) 3202-0912 / (91) 8847-5167


Seminário Internacional
sobre manejo do pirarucu
começa nesta quarta feira
O Instituto Mamirauá inicia nesta quarta-feira, 8, e conclui no dia seguinte, o 1° Seminário Internacional sobre Conservação e Manejo de Pirarucu em ambientes naturais. O primeiro dia será dedicado à apresentação das bases científicas para o manejo de pirarucu, com explanação dos conhecimentos gerados ao longo da última década, que envolveram pesquisas sobre a biologia e ecologia do peixe.
Experiências do manejo participativo na Amazônia serão apresentadas por representantes da região de Fonte Boa (interior do Amazonas), das Reservas de Desenvolvimento Sustentável Mamirauã, Amanã e Piagaçu Purus, do Lago Cuniã (em Rondônia), da Reserva de Desenvolvimento Extrativista Auati-Paranã, e dos estados do Acre, Pará e Tocantins. As inscrições poderão ser feitas no local do evento no dia 8, a partir das 8h.
A relação com o pirarucu, no Pará, terá abordagens da professora Caroline Arantes, do Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia no Pará; do secretário de Pesca e Aquicultura do Pará, Henrique Sawaki, e do superintendente da Pesca no Pará, Alberto Leão, conforme a seguinte programação, já no segundo dia do evento:
10:40 - 10:55 Caroline Chaves Arantes
Iniciativas de manejo da pesca de pirarucu no Pará: o que está sendo feito?
Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia – PA

10:55 - 11:10 Henrique Sawaki
O papel da Sepaq no processo de regulamentação da pesca de pirarucu no Pará - Sepaq - PA
11:10 - 11:25 Luiz Vinhote Ferreira
Visão dos pescadores sobre a regulamentação da pesca e implementação do manejo de pirarucu no Pará  - Mopebam
11:25 - 11:40 Carlos Alberto da Silva Leão
O papel do MPA no processo de regulamentação da pesca de pirarucu no Pará - MPA-PA
Texto:
Sérgio Noronha-Sepaq
Fone: (91) 3241-2545 / (91) 9984-3419



Estado divulga salários do
funcionalismo para
consulta pública
Desde o dia 1º de agosto já está disponível para consulta pública, no Portal da Transparência, a lista integral com a remuneração dos servidores públicos de toda a administração estadual (direta, indireta, fundações, autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista), ativos e inativos. A medida atende ao que determina a Lei nº 12.527, de Acesso à Informação, norma nacional que disciplina a divulgação dos vencimentos e subsídios do funcionalismo dos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, e que entrou em vigência no último mês de maio. O governador Simão Jatene orientou tanto a Secretaria de Estado de Administração (Sead) como a Auditoria Geral do Estado (AGE) a reunir e disponibilizar, mensalmente, todas as informações acerca da folha de pagamento do Executivo Estadual no Portal da Transparência.
No âmbito do Estado, já se divulgava, bimestralmente, a relação dos servidores e seus respectivos cargos. Agora, as informações, incluindo os vencimentos, são divulgadas nominalmente a partir do nome, CPF, órgão de exercício ou de lotação, função ou cargo do servidor, inclusive o que é pago a título de jetom (remuneração paga a título de serviços extraordinários). Acessando o endereço eletrônico www.portaltransparencia.pa.gov.br, na aba “Servidor”, qualquer pessoa pode consultar as informações relativas à integralidade da remuneração recebida pelos servidores públicos do Executivo, incluindo secretários de Estado, vice-governador e o governador.
A divulgação dos salários dos servidores é determinada pela Lei n.º 12.527/12, regulamentada pelo decreto 7.724, publicado no último dia 17 de maio. Segundo o artigo sétimo da referida lei, é dever dos órgãos e entidades promover, independente de requerimento, a divulgação em seus sites na internet de informações de interesse coletivo ou geral por eles produzidas ou custodiadas.
Texto:
Renan Malato-Sead
Fone: (91) 3289-6219 / (91) 8883-2885



Convocação Concursados Funpapa

A Fundação Papa João XXIII (Funpapa) informa que até sexta-feira (10) será divulgada no Diário Oficial do Município (DOM) a Portaria de Convocação dos servidores aprovados no Concurso Público/2012 para preencher as 49 vagas disponíveis.

No total serão chamados 51 aprovados pois abriram duas vacâncias por aposentadoria e falecimento de servidores.

Os convocados vão ocupar os cargos de Agente de Serviços Gerais, Auxiliar Administrativo, Eletricista, Motorista, Assistente Administrativo, Arte Educador, Educador Social, Educador Social de Rua, Técnico em Computação, Analista de Sistemas, Arquiteto, Assistente Social, Economista, Engenheiro Civil e Psicólogo.

O Diário Oficial do Município pode ser acessado no portal da Prefeitura de Belém: www.belem.pa.gov.br


Universo feminino é tema
de exposição na Galeria
Theodoro Braga
"Líquidas, sim. Maleáveis, não’’. Esta é uma das ‘’marcas’’ da exposição que abre em agosto na Galeria Theodoro Braga, a mostra ‘’Mulheres Líquidas’’. A vernissage ocorre nesta quinta-feira (9), às 19h, e o evento segue até o dia 6 de setembro, de segunda a sexta-feira, das 9h30 às 19h30. “Mulheres Líquidas” expõe um universo feminino formado por fotografias, gravuras, pinturas e objetos, criados pelo coletivo de artistas formado por Renata Aguiar, Cinthya Marques, Flávia Souza, Elieni Tenório, Glauce Santos e Lúcia Gomes.
A exposição reúne obras produzidas em atelier pelas artistas, construindo concepções de arte como concepções de vida, compartilhadas através de exposição coletiva num conjunto variado de criação que eleva o olhar do público ao olhar de mulheres amazônicas de idades, profissões e posições sociais diferentes e sobre os mais variados momentos e sentimentos.
O título “Mulheres Líquidas” vem desse conceito de união e produção coletiva: a aproximação simbólica das obras das artistas em comparação à força das muitas águas sobre a superfície da região. ‘’Eis a poética evocada para mulheres líquidas, abordando a liquidez feminina com uma simbologia quase mística aproximando o pensamento urbano e o da natureza, da possibilidade de transformação, diluição, morte e regeneração de conceitos, atitudes e possibilidades inerentes aos nossos ciclos criativos’’, afirma a artista Glauce Santos.
Além da mostra, “Mulheres Líquidas” terá uma mesa redonda com as artistas, no dia 16 de agosto, às 18h, na qual o público terá oportunidade de fazer perguntas e as participantes falarão sobre suas obras (como se deu o processo criativo, o início da ideia da exposição etc). Ainda como programação paralela, acontecerá a oficina de ‘’Laboratório de apreciação criativa’’, no dia 25 de agosto, às 16h.
Visitas escolares
A Galeria Theodoro Braga também faz um convite às escolas da rede pública e particular que queiram conferir a exposição, por meio do agendamento para visitas monitoradas. A ação é um meio de impulsionar atividades relacionadas à educação e potencializar a relação “Artista x Público”, além de ampliar a divulgação da produção artística paraense, tanto de artistas novos como consagrados.
Serviço:
A exposição “Mulheres Líquidas” terá vernissage no dia 9 de agosto, às 19h, e segue aberta para visitações até o dia 6 de setembro. A mostra ainda oferece palestra no dia 16 e oficina no dia 25. A entrada é franca. Contato: 3202-4313
Local: Galeria Theodoro Braga, subsolo da Fundação Cultural do Pará – Centur. (Avenida Gentil Bittencourt, 650, entre Quintino e Rui Barbosa). Informações: (91) 32024313

  - galeriatheodorobraga@gmail.com
Texto:
Luiz Flávio-FCPTN
Fone: (91) 3202-4391 / (91) 8814-3364/9144-4225



Jatene inaugura 10 leitos de
UTI no Hospital
Regional de Marabá
O Hospital Regional do Sudeste do Pará, Dr. Geraldo Veloso, localizado em Marabá, ganhará 10 novos leitos da Unidade de Terapia Intensiva Adulto (UTI-A). Com isso, a estrutura do hospital passará a ter 38 leitos de UTI e terá capacidade para fazer 90 internações por mês. A inauguração acontece na manhã desta terça-feira, 7, com a presença do governador Simão Jatene.
O diretor do hospital, Paulo Czrnhak, explica que atualmente, o hospital recebe pacientes de 22 municípios, onde vivem 1,1 milhão de habitantes. “Essa ampliação será de suma importância para a segurança dos pacientes que fazem procedimento de média e alta complexidade e principalmente para pacientes que passaram por cirurgia de trauma, o que representa 80% dos pacientes”, ressalta Czrnhak.
A disponibilização dos 10 novos leitos também será importante na agilidade do atendimento de urgência. Outra vantagem é a ampliação das cirurgias eletivas nas especialidades de ortopedia e neurocirurgia. Com a implantação, o hospital chega a 115 unidades. Sendo, 38 leitos de UTI, nove de UTI neonatal, nove pediátricas, 20 UTIs adultos, além de 77 leitos de enfermaria.
Programação
Além da entrega dos novos leitos, o governador irá cumprir uma agenda extensa de compromissos na região sudeste do Pará. No município de Nova Ipixuna, o chefe do Executivo irá vistoriar as obras de pavimentação dos 5 quilômetros de asfalto que o município recebeu, através do programa “Asfalto na Cidade”. Em seguida, ele visita o terreno onde será construída uma nova escola estadual na cidade, através do projeto de reconstrução de novas escolas, com financiamento do Banco Mundial. Ainda no município o governador também visita o hospital municipal, que recebeu recentes investimentos do Governo do Pará.
Depois Simão Janete retorna à Marabá para assinar a ordem de serviço para a construção do Centro de Convenções, obra  prevista na Agenda Mínima do Governo do Pará, orçada em R$ 19 milhões, construída em área pertencente ao Estado, de aproximadamente 35 mil metros quadrados. Ele assina também a ordem de serviço que dará inicio as obras de pavimentação da PA-275, do trecho do Entroncamento da BR-155, que liga o município de Eldorado de Carajás a Parauapebas. Serão no total 68 quilometros de pavimentação, com previsão de entrega para maio de 2013.
Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990



Altamira forma promotores
de polícia comunitária
Foi realizada, no auditório da “Casa de Cultura”, a formatura da 15ª turma do Curso Nacional de Promotores de Polícia Comunitária de Altamira. Ao todo, 40 alunos, entre policiais e bombeiros militares, guardas municipais, membros do Conselho Tutelar, do Exército brasileiro, da Secretaria Municipal de Educação, da imprensa local, do poder judiciário, do sindicato de mototaxistas e da comunidade concluíram a formação, cuja carga horária foi de 40 horas/aula, sob a coordenação do tenente coronel PM Paulo Garcia, comandante do policiamento regional VIII.
Na solenidade, a professora Sandra Santos falou como oradora da turma e o major PM Wagner, como representante dos instrutores do curso, que foi divulgado pela  mídia local como importante forma de trabalhar o conhecimento e potencializar a aproximação do Estado junto à comunidade. Ao final do evento, militares do grupo “PM’s de Cristo” fizeram uma apresentação artística.


Fasepa divulga resultado de
edital para apoio a eventos
de ciência e tecnologia
Nesta segunda-feira (6), a Fundação Amazônia Paraense (Fasepa) divulgou o resultado final do edital para Apoio à Realização de Eventos Científicos, Tecnológicos e de Inovação e que apoiará a realização de congressos, simpósios, workshops, seminários, ciclos de conferências e outros eventos similares de curta duração (no máximo sete dias) e que sejam relacionados à ciência, tecnologia e/ou inovação, no Estado do Pará. Os eventos apoiados deverão ser realizados no período de 15 de junho de 2012 a 15 de dezembro de 2012.
Os projetos selecionados no âmbito regional são: I Simpósio Paraense de Combate aos Fatores de Risco Cerebrovasculares (UFPA/Belém); Congresso de Educação em Saúde da Amazônia (UFPA/Belém); IV Encontro Paraense de Modelagem Matemática (UFPA/Castanhal); II Seminário Amazônico Interdisciplinar sobre Violência contra a Mulher: Violência contra a mulher e a educação: Educar pela paz (UFPA/Belém).
Já no âmbito nacional são: o 4º Congresso Brasileiro de Etnomatemática (UFPA/Belém); VIII Encontro Norte Nordeste de Cirurgia e Traumatologia Buco-Maxilo-Facial (UFPA/Belém); Encontro Nacional de Ensino de Língua e Literatura (UFPA/Marabá). No âmbito internacional, o projeto contemplado foi o WorkShop on Renewable Energy Sources and Nanotecnology applied to Enviromental Education, Urbanism and Society – WREN 2012 (UFPA/Belém).
Maiores informações poderão ser obtidas na Fundação Amazônia Paraense, Travessa Nove de Janeiro nº 1686, entre Av. Gentil Bittencourt e Av. Conselheiro Furtado (esquina com a Gentil), Bairro São Brás, CEP: 66.060-575, fone: 3323-2564 ou pelo e-mail dicet@fapespa.pa.gov.br.
Texto:
João Ramos-FAPESPA
Fone: (91) 3323-2560 / (91) 8128-7694




Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...