Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 20, 2013

Paraense cria sistema de purificação de água a partir do caroço de açaí. Pesquisa foi baseada em uma carência do município: falta de água tratada.



ALUNO DA REDE PÚBLICA DE ENSINO DO PARÁ: MOJU



O paraense Edivan Nascimento Pereira, de 19 anos, recebeu no dia 19 de novembro passado o prêmio Jovem Cientista 2013, na categoria ensino médio. Natural do município de Moju, nordeste do estado, Edivan foi um dos vencedores da 28ª Edição do Prêmio Jovem Cientista. Ele desenvolvou uma técnica de tratamento para água a partir de caroços de açaí.
O jovem conta que desenvolveu a pesquisa a partir de duas problemáticas que conseguiu identificar na cidade e Moju. Nós tínhamos dois problemas: o desperdício que se dá ao caroço do açaí e o consumo de água sem tratamento adequado. Tendo em vista que nós temos uma informação inicial que o caroço do açaí é rico em carbono, possivelmente eu poderia produzir carvão ativado a partir desse material percursos.
A pesquisa de Edivan foi realizada durante um ano, até que fosse possível transformar os caroços de açaí em carvão mineral, utilizado no tratamento da água. Estou produzindo um material eficiente no tratamento de água a partir de uma matéria prima que é desperdiçada, que não é valorizada, destaca. De acordo com o estudante, o resultado da pesquisa pode ser utilizado para melhorar a qualidade de vida da população.
Justamente este material que estou produzindo pode ser eficientemente utilizado no tratamento de água, e pode melhorar a qualidade de vida da população, sobretudo aquela população ribeirinha. Porque há relatos no nosso município de comunidades ribeirinhas que consomem ainda água diretamente do rio, o que é um grande problema argumenta o jovem.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...