Total de visualizações de página

segunda-feira, abril 21, 2014

FIM DO FERIADÃO, MÃOS À OBRAS EM BUSCA DOS PREJUÍZOS...



Governo Digital agiliza trabalho e aumenta segurança na gestão pública
O Governo do Pará está investindo em tecnologia para garantir mais segurança e facilitar a utilização dos sistemas de gestão dos órgãos públicos paraenses. O site do Governo Digital é uma novidade que veio para facilitar o acesso dos servidores aos sistemas informatizados desenvolvidos pela Empresa de Processamento de Dados do Pará (Prodepa). Trata-se de um serviço que disponibiliza um acesso único a todos os sistemas desenvolvidos pela empresa, utilizando softwares de navegação na internet (Explorer, Mozilla Firefox e Google Chrome).
Pela proposta de serviço, todos os novos sistemas corporativos a serem desenvolvidos em plataforma WEB agora podem ser incluídos no Governo Digital a partir de sua concepção, de acordo com padrões de integração e homologação propostas pela Prodepa. Também será realizada uma análise individual dos sistemas em uso e ainda fora da plataforma, para avaliar o interesse, oportunidade e esforço necessário para migração desses sistemas para o Governo Digital.
Theo Pires, Presidente da Prodepa, fala sobre a facilidade e segurança do serviço. “Com um único login e uma única senha, o usuário possui todos os serviços e sistemas a ele autorizados disponíveis e com as devidas permissões individuais de acesso. Para impedir que as informações que trafegam pela solução sejam visualizadas por terceiros é utilizada uma tecnologia que permite a criptografia de dados. A iniciativa promove maior segurança e agilidade no acesso, além de um maior controle do nível de acesso dos usuários nos sistemas pelas secretarias e órgãos do Estado”, afirma.
O Governo Digital, inclusive, é um dos dois sistemas desenvolvidos pela Prodepa que ficaram entre os 20 finalistas do Prêmio Excelência em Governo Eletrônico (Prêmio e-Gov 2013). Os projetos Amanaedu e Governo Digital foram os únicos da região Norte a se classificar, o primeiro na categoria e-Serviços Públicos e o segundo em e-Administração Pública. Criado em 2002, o Prêmio e-Gov é uma iniciativa da Associação Brasileira de Entidades Estaduais de Tecnologia da Informação e Comunicação (Abep) e do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão.
Concedida anualmente, a premiação tem o objetivo de reconhecer e incentivar o desenvolvimento de projetos e soluções de governo eletrônico na administração pública e divulgar ações que, com o uso da tecnologia da informação, visem modernizar a gestão pública em benefício da população. Sendo um prêmio de excelência, na avaliação dos projetos, o e-Gov considera o ineditismo da solução, a qualidade técnica, a possibilidade de replicar o projeto em outros governos e, principalmente, a efetividade, ou seja, qual o público beneficiado e que resultado a ferramenta atingiu ou vai atingir. Cada solução é inscrita em uma das duas categorias.
Integração
O Governo Digital foi selecionado à final da categoria e-Administração Pública referente às iniciativas no campo do governo eletrônico voltadas para a qualidade da integração entre os serviços governamentais, envolvendo ações de reestruturação e modernização de processos e rotinas, bem como projetos realizados internamente nos órgãos. A novidade facilita o acesso dos servidores do governo do Estado aos sistemas informatizados desenvolvidos pela Prodepa.
O Sistema Obras Pará, novo instrumento de monitoramento, gestão e acompanhamento de todas as obras públicas do Governo do Estado, desenvolvido pela Prodepa, já está em pleno funcionamento. A nova ferramenta pode ser acessada no endereço eletrônico www.obras.pa.gov.br. No site, o gestor tem acesso a informações sobre todas as obras concluídas, atrasadas ou em andamento, cronograma previsto, valores dos contratos e os municípios beneficiados.
“O sistema é totalmente on line e vai poder ser acessado tanto de computadores quanto de tablets, bastando apenas estar conectado à internet”, explica Anderson Góes, gerente de Tecnologia e Inovação da Prodepa. O Obras Pará fornece informações georreferenciadas, permitindo a visualização de todas as obras em um mapa online. O sistema pode ser utilizado por todos os órgãos da administração pública, cabendo à Secretaria Especial de Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável (Seinfra), gestora da ferramenta, o gerenciamento destas atribuições.
Monitorado por técnicos da Seinfra, o Obras Pará assegura transparência às ações na área de infraestrutura, com acesso online imediato. O processo de compilação das informações começa com a transferência automática de todos os dados do Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem) para o Obras Pará. A partir daí as secretarias e órgãos poderão fazer a atualização das informações, como mudanças de datas, andamento, fotos das obras e cadastramento de boletins de medição. Com os dados atualizados e organizados, o sistema gera relatórios imediatos sobre as obras cadastradas, mostrando as medições com seus devidos boletins, subsidiando, assim, a Seinfra na tomada de decisões relativas ao pagamento de obras.
Educação
Outro sistema desenvolvido pela Prodepa foi direcionado especificamente para a área da Educação. O Amanaedu é um sistema de armazenamento de dados na modalidade “nuvem” criado para auxiliar na comunicação e compartilhamento de informações entre os diferentes setores da educação pública do Estado. Foi também o único projeto brasileiro aprovado no International Conference and Summer School on Computing, Networking and Communications (Conferência Internacional e Escola de Verão em Informática, Redes e Comunicações - N2C 2013). O Amanaedu ficou entre os dez finalistas da categoria e-Serviços Públicos, em que concorrem iniciativas no campo do governo eletrônico voltadas para o provimento de informações e serviços aos cidadãos e empresas, bem como de interação direta entre o cidadão e empresas e o governo e para a inclusão digital, considerando tanto meios virtuais quanto físicos.
O projeto incorpora três portais: Seuted (www.seuted.pa.gov.br), Pro TV (www.protv.pa.gov.br/edu) e Proa (www.proa.pa.gov.br). O primeiro, o Serviço Estadual para o Uso de Tecnologias no Ensino à Distância, centraliza todos os ambientes virtuais de aprendizagem. O Pro TV tem o recurso de uso de streaming multimídia e é o repositório de áudio e vídeo que armazena todo o conteúdo audiovisual do Estado. O Proa é o Portal de Objetos de Aprendizagem. Usados em conjunto, fornecem a base de uma nova abordagem educacional, que pode ser posta em prática em todos os níveis de ensino.
Para o gerente de Tecnologia e Inovação da Prodepa, Anderson Góes, responsável pelo projeto, o Amanaedu deve beneficiar cidadãos, funcionários públicos, estudantes do ensino médio ou superior e todos aqueles que precisem de acesso mais facilitado à educação. “A intenção é aproveitar a estrutura do Navegapará, para aumentar o acesso à educação não só na Região Metropolitana de Belém, mas principalmente fazer com que ela chegue a regiões onde geograficamente o deslocamento é muito complicado”, explica.
É uma alternativa para levar o máximo possível de inclusão a estas localidades. A partir do repositório, por exemplo, de objetos de aprendizagem, qualquer cidadão consegue entrar e baixar material didático e a partir do Pro TV e do Seuted. “Fica muito mais fácil pro cidadão assistir vídeo-aula e fazer mesmo cursos inteiros com maior flexibilidade de horário, ou mesmo de local”, completa.

Texto:
Nátia Machado


Encontro Regional de Didática inscreve até esta quarta
Os interessados em participar do II Encontro Regional de Didática e Prática de Ensino da Amazônia (Erdipea), promovido pelo Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Universidade do Estado do Pará (Uepa), devem se inscrever até esta quarta-feira, 23. O candidato deve preencher o formulário disponível no site http://ccse.uepa.br/ccse/ e enviar para o e-mail erdpe.uepa@gmail.com. Um dos objetivos do evento é a troca de informações entre os profissionais das áreas de licenciatura e educação sobre as vivências relacionadas às didáticas e práticas de ensino.

Texto:
Ize Sena


Sefa ministra palestra sobre novo serviço
A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) vai realizar palestra informativa para empresas e contadores sobre o novo serviço "Consulta a Obrigações", que estará disponível no portal de serviços da secretaria na internet a partir do dia 28 de abril deste ano. Totalmente informatizado, o novo serviço vai permitir que sócios e contadores autorizados pelas empresas acessem os dados relativos aos débitos de ICMS e omissão de obrigações acessórias.
Para acessar o serviço será necessário fazer cadastramento prévio no portal e utilizar certificação digital. As inscrições podem ser feitas utilizando a ficha, que se encontra no site da secretaria (www.sefa.pa.gov.br) e enviada ao e-mail consultaobrigacoes@sefa.pa.gov.br. O portal de serviços da Sefa possui 85 serviços disponíveis para os cidadãos e as empresas.

Texto:
Ana M. Pantoja
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...