Total de visualizações de página

domingo, dezembro 01, 2013

Polícia Civil prende acusados da tentativa de assalto ao delegado geral

A Polícia Civil do Pará concedeu, no fim da tarde deste domingo (1), entrevista coletiva para dar mais informações sobre a tentativa de assalto sofrida, durante a madrugada, contra o delegado geral, Rilmar Firmino de Sousa. Um casal envolvido no crime já está preso à disposição da Justiça. Um terceiro elemento já foi identificado e está sendo procurado. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios, onde o inquérito para apurar o crime foi aberto.
Conversaram com os jornalistas os delegados Gilvandro Furtato, responsável pelo inquérito, João Bosco Rodrigues, diretor de Polícia Especializada, e Sílvio Maués, diretor de Polícia do Interior, que acompanham a investigação. Sílvio Maués disse que não há dúvidas de que o crime foi uma tentativa de assalto. O delegado geral estava em um carro funcional, uma viatura descaracterizada, seguindo pela Rua dos Mundurucus, após fazer passar por algumas delegacias, para verificar o atendimento ao público.
O crime ocorreu no momento em que o carro parou no sinal de trânsito, na esquina com a Avenida Generalíssimo Deodoro, bairro de Batista Campos. Os assaltantes armados estavam em uma moto. Um deles atirou contra o Rilmar Firmino, que reagiu e acabou atingindo um dos bandidos, mas foi baleado no abdômen com um tiro de revólver calibre .38. O outro assaltante conseguiu fugir.
O delegado Sílvio Maués explicou que, desde o último dia 26, quando o Sindicato dos Policiais Civis anunciou estado de greve, a Delegacia Geral dividiu tarefas entre os diretores para monitorar o atendimento à população nas unidades policiais. Cada um dos diretores da Polícia Civil, entre os quais o próprio delegado geral, ficou responsável em acompanhar o atendimento em determinadas áreas da capital e região metropolitana de Belém, de forma que a população não fosse prejudicada.
O delegado Silvio Maués confirmou que o delegado geral conduzia no veículo descaracterizado uma oficial da Polícia Militar que participava da mesma missão policial, já que a atuação da Polícia Civil é feita de forma integrada com a PM. A policial nada sofreu durante a tentativa de assalto. Uma mulher que dava apoio à dupla de assaltantes, na moto, também foi presa.
Rilmar Firmino foi encaminhado inicialmente ao Pronto Socorro do Umarizal, de onde foi transferido para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência. Após passar por intervenção cirúrgica para retirada do projétil, que ficou alojado no músculo, o delegado se recupera da cirurgia. O quadro clínico é considerado estável. O delegado geral permanece internado em observação por um prazo de 24 horas.
Na Divisão de Homicídios, os envolvidos no crime foram identificados. Um deles, Anderson Gonçalves de Jesus, foi baleado e está internado no Hospital Metropolitano, onde passou por cirurgia. Ele foi reconhecido como o assaltante que baleou o delegado geral. A mulher presa é Brenda Mayara Brito de Oliveira, 19 anos, que deu apoio aos comparsas. O outro envolvido no crime é Edivan Luan dos Santos Reis, que fugiu e está sendo procurado.
Anderson Gonçalves já tem passagem pela Polícia Civil, por envolvimento em assalto. Brenda de Oliveira, por sua vez, não apresenta antecedentes criminais. A mulher será encaminhada ao Centro de Reeducação Feminino do Coqueiro. A Polícia Civil vai aguardar a alta médica de Anderson para que ele responda pelo crime de tentativa de latrocínio, assim como Brenda.

Texto:
walrimar
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...