Total de visualizações de página

sábado, janeiro 11, 2014

NOTÍCIAS DO DIA 11 DE JANEIRO








Paratur vai promover o turismo do Pará em 12 feiras nacionais e internacionais em 2014
A ligação direta do Pará com os Estados Unidos através do voo Belém-Miami que a TAM inaugura no próximo dia 2, e com a Europa através do voo que a TAP inaugura no próximo dia 3 de junho, exige da equipe de marketing da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) um planejamento aprimorado de ações promocionais e de divulgação das seis regiões turísticas do Estado nos principais países emissores de turistas que virão nesses voos. Segundo Marcelo Mendes, presidente da Paratur, Portugal, França, Espanha, Alemanha, Itália e outros países de saídas de passageiros da TAP e também os EUA estão contemplados nesse planejamento.
“Ainda este mês receberemos jornalistas especializados em turismo dos Estados Unidos, que chegarão a Belém em voo da TAM, nossa parceira nesse trabalho de marketing e divulgação do Pará no mercado americano. Também receberemos aqui no final de janeiro uma equipe do jornal O Público, que vai preparar edição especial sobre Belém a ser divulgada na Europa em maio, às vésperas do voo inaugural da TAP”, anuncia Marcelo Mendes.
O presidente da Paratur antecipa que o Pará já está confirmado em pelo menos 12 feiras nacionais e internacionais também, a começar pela BIT, feira de turismo que acontece em Milão, na Itália, de 13 a 16 de fevereiro. Reunindo cinco mil expositores e cerca de 100 mil visitantes, a BIT envolve mais de 46 mil profissionais e viajantes de 120 países. 
A presença do Pará na Alemanha será na ITB, feira confirmada para Berlim, de 5 a 9 de março. A feira representa excelentes possibilidades de negócios, contando ainda com alguns setores especializados, como tecnologia e viagens, eventos e outros segmentos do turismo. Em 2013, o evento recebeu 110 mil visitantes. De 12 a 16 de março, o destino Pará será reapresentado em Portugal, mercado também prioritário de divulgação, promoção e inteligência de marketing do Governo do Estado, agora mais próximo da Amazônia, a partir do voo direto Belém-Lisboa, da TAP. A feira confirmada é a Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL).
Ariane Mathne, diretora geral de Marketing da Paratur em exercício, adianta que também estão no planejamento da Paratur para 2014 a WTM – Latin América, feira organizada pela Reed Exhibitions, no Transamerica Expocenter, que será realizada de 23 a 25 de abril em São Paulo (SP) e a Expocatólica - Feira Internacional de Carismas, Turismo, Educação, Livros e Artigos Religiosos, que acontece em São Paulo também em abril. Seguindo o calendário de promoção do Pará no mercado internacional também está confirmada a presença do Pará no Top Resa, que acontece de 23 a 26 de setembro, em Paris, na França. O público estimado do evento é de 30 mil profissionais.

Texto:
Benigna Soares


Estação das Docas comemora aniversário de Belém
A Organização Social Pará 2000, que administra a Estação das Docas, promove uma programação cultural especial para comemorar o 398° aniversário de Belém. Neste domingo, 12 de janeiro, o Boi Veludinho e o Grupo Unidos por Marapanim animam a festa, a partir das 17h, na orla do complexo turístico. A programação é gratuita.
Mascarados, cabeçudos e boi vão desfilar em cortejo pela orla da Estação. Acompanhado pela bandinha de fanfarra, o Boi Veludinho interpretará canções autorais que remetem à alegria do Carnaval. A tradição de São Caetano de Odivelas chegou há cerca de 20 anos em Belém, através da família Viegas, no bairro do Guamá. Em seguida, é a vez do Grupo União por Marapanim apresentar uma mostra do carimbó de pau oco. Na ocasião, será lançada a segunda etapa do Festival do Carimbó de Marapanim “O Canto Mágico da Amazônia” – a primeira ocorreu em novembro de 2013, com o tema “Lucindo vive!”.
A Estação das Docas é um dos pontos turísticos mais visitados de Belém e não poderia ficar de fora da comemoração dos 398 anos da cidade. A programação vai contar com artistas locais, para valorizar a cultura paraense. O Boi Bumbá e o carimbó são duas grandes tradições culturais do Estado e o Boi Veludinho e o Grupo União por Marapanim são alguns dos principais representantes da manifestação cultural. A programação da Estação começa ao pôr-do-sol, um dos momentos preferidos dos visitantes do complexo turístico e tem entrada gratuita. Dessa forma, todos que estiverem passeando pelo local, vão poder conferir a programação.
Sugestão de entrevistados:
Isa Arnour, gerente de Marketing da OS Pará 2000
Ranilson Trindade, coordenador do Festival do Carimbó de Marapanim

Texto:
Carolina Klautau


Desabrigados de Abaetetuba recebem mais de 8 toneladas de donativos
Três toneladas de donativos, entre roupas, calçados, alimentos, materiais de higiene e limpeza e até mesmo cama e colchões, foram entregues nesta sexta-feira (10), pela Universidade do Estado do Pará (Uepa) à Associação de Moradores e à paróquia do Bairro São João, em Abaetetuba, atingido pelo deslizamento de terra no dia 4 de janeiro. Neste sábado (11), pouco mais de cinco toneladas de donativos também serão entregues no município, desta vez, resultado da ação conjunta entre a universidade, a Defesa Civil e a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri). 
A primeira remessa foi fruto de doações entregues na reitoria da Uepa e no campus de Barcarena, ao longo da última semana, quando uma campanha motivou a população a ajudar os desabrigados. “A Uepa é uma instituição que investe na formação humana e cidadã e não poderia se furtar de ajudar neste momento. Temos 15 campi e muitos alunos de Abaetetuba em Belém e em Moju. Nós nos mobilizamos e abrimos as portas para as doações”, destacou a assessora de Interiorização da universidade, Auxiliadora Maués, uma das responsáveis pela ação.
Pouco antes das 11h, a movimentação era intensa no Ginásio de Esportes do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS)/Campus II, em Belém, onde quatro caminhões já estavam lotados de materiais, que serão entregues no Ginásio Municipal de Abaetetuba, abrigo para as 18 famílias que ainda permanecem alojadas.
De acordo com dados da Defesa Civil do Estado, 80 pessoas continuam desabrigadas após a tragédia. Com a erosão, que afetou aproximadamente 35 famílias, 15 imóveis foram destruídos e 36 foram interditados pelos órgãos de segurança devido ao risco de desabamento.
Donativos
A entrega da primeira remessa foi fiscalizada por representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) subseção Abaetetuba. Segundo a entidade, nesta segunda-feira (13), será articulada uma audiência pública com os moradores do bairro para garantir que os donativos serão entregues, de forma organizada, aos atingidos pelo deslizamento.
Um deles é Dorcemiro Carvalho de Farias, cuja filha foi jogada pela janela e a esposa conseguiu se salvar ao descer de uma escada com a ajuda de vizinhos. “Perdi tudo. Não deu tempo de salvar nada. Perdi ainda dois tratores e um carro”, conta o morador, que lembra os momentos vividos durante o deslizamento. “Estava na igreja e quando saí, alguém me falou que a casa estava pegando fogo. Quando vi o cenário, me desesperei, mas são bens materiais. O importante é estarmos vivos”, avalia.
A arrecadação de donativos também será feita no próximo mês, quando as aulas iniciam na universidade, como parte do trote solidário dos calouros dos campi de Moju e Barcarena.  “Já doei roupas, comida e ajudei como eu pude, mas agora vamos começar a campanha de donativos e materiais escolares para as crianças”, afirmou o estudante de Ciências Naturais, Antônio Angelo Negrão, 20 anos. Ele pretende mobilizar mais 20 alunos da sua turma para ajudar na causa. Todos são moradores de Abaetetuba e todos os dias se deslocam para Barcarena para concluir a graduação.

Texto:
Ize Sena


Internos da Susipe cultivam plantas e flores para borboletário do Mangal das Garças
Na Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel, unidade prisional de regime semiaberto, um grupo de seis internos desempenha um trabalho especial: eles são responsáveis pelo cultivo de mudas de folhagens e flores que servem de alimento às borboletas e lagartas do Borboletário do Mangal das Garças. A ação faz parte do projeto “Transformando Vidas”, fruto de um convênio que existe há oito anos entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) e a Organização Social Pará 2000, entidade responsável pela administração do Mangal das Garças, Hangar e Estação das Docas.
Os internos trabalham diariamente no viveiro de mudas, onde cultivam 18 espécies diferentes de folhagens e flores para alimentação das borboletas. Dentre as folhagens estão a couve e bananeira-de-salão. Já entre as flores são cultivadas: cravos, titônias, gervões e asclépias. Cada espécie de lagarta se alimenta de uma folhagem específica e com as borboletas acontece o mesmo, por isso a necessidade de uma variedade de flores. As espécies de borboletas mais comuns são Monarca, Capys, Áscia, Battus e Agralis.
Em média, são cultivadas cerca de 600 mudas de plantas por mês, sendo que a quantidade de cada espécie varia de acordo com a demanda do Mangal das Garças. O transporte das mudas ocorre uma vez por semana pela equipe da Pará 2000, que se dirige até a unidade prisional para receber os vasos com mudas e as folhagens.
Devido à concentração de plantas na unidade prisional, algumas espécies de borboletas nativas da flora do entorno da Colônia Agrícola se dirigem até o local para se alimentar das flores e depositar ovos. Os internos realizam a coleta dos ovos e das lagartas no viveiro de mudas da Colônia, que também são entregues à equipe da Pará 2000. Em média, são coletadas 500 lagartas e 60 ovos por mês na unidade.
Todos os internos participantes do projeto passam por seleção psicossocial, são remunerados e recebem o benefício da remição de pena, que consiste na redução de um dia de prisão para cada três dias trabalhados. André Barreto já está preso há quase 7 anos e cumpre pena no regime semiaberto. Logo que chegou à Colônia Agrícola, o interno trabalhou na horta e com oito meses participando do projeto já vê a atividade como uma alternativa para gerar renda.
“O aprendizado está sendo muito proveitoso. Quando eu terminar de cumprir minha pena, quero ser um jardineiro. Foi muito interessante saber que existem diversos tipos de plantas e suas formas de cultivo”, relata. André é pai de três filhos e sonha em comprar uma casa. Preso por tráfico de drogas, ele passou a ter uma nova perspectiva de vida depois de começar a trabalhar.
“Hoje aprendi a valorizar o trabalho. Se você não tem trabalho, não tem o resto para poder viver. Com a renda que ganho posso ajudar minha família. O trabalho é uma janela importante para mostrar para a sociedade que nós queremos mudar. A vida que eu levava era uma ilusão. Podia até ganhar dinheiro, mas perdi a liberdade. É preciso lutar pelas coisas para vencer”, declara.
Lucinélia Moraes é a técnica agrícola responsável pela capacitação dos internos. Eles aprendem técnicas básicas de jardinagem, o que inclui tarefas como preparação de adubo orgânico, roçagem da área, preparação do solo, semeio, plantio, poda e colheita das mudas de flores e das folhagens. “Além do ensino são trabalhados também aspectos relacionados à preparação do interno para o mercado de trabalho como disciplina com horários, pontualidade e assiduidade. A experiência tem dado certo, pois muitos que passaram pelo projeto hoje trabalham como jardineiros e me sinto muito feliz em contribuir para que eles possam retornar à sociedade como cidadãos, mas essa conquista deve-se também ao fato do interno querer mudar de vida”.
“Por trás de todo esse projeto, estão os dois pilares principais da reinserção social: a educação e o trabalho. O interno passa a ter uma nova visão de mundo, que é a de que ele pode contribuir para com a sociedade, sendo uma pessoa de bem. Este é o trabalho da Susipe também. Buscamos transformar vidas para que eles possam sair do cárcere melhor do que entraram”, conclui o diretor do Núcleo de Reinserção Social da Susipe, Ivaldo Capeloni.
Exemplo
Renato Monteiro é um dos ex-presidiários que seguiu a profissão de jardineiro após passar pelo projeto “Transformando Vidas”. Hoje ele trabalha em uma empresa que presta serviços de jardinagem para diversos locais como condomínios fechados, Mangal das Garças e Estação das Docas. Preso em 2006, Renato passou cinco anos no Centro de Recuperação Regional de Castanhal, onde apresentou bom comportamento e trabalhava na limpeza da unidade. Em 2012, ele progrediu para o regime semiaberto e foi transferido para a Colônia Penal Agrícola de Santa Izabel, onde passou sete meses no projeto.
“Eu não tinha nenhum conhecimento de jardinagem. A Lucinélia (técnica agrícola) me incentivou desde o início. Essa relação homem-natureza é muito boa, principalmente no lugar onde eu me encontrava, pois, mesmo estando no regime semiaberto, a gente sabe que a nossa liberdade é limitada. Convivendo o dia inteiro com a natureza, você aprende a ter um respeito maior por ela. Com o passar do tempo, foi aumentando aquela vontade de trabalhar com a terra e com as plantas. Foi uma experiência muito boa”.
“O trabalho me ajudou na época em que estive preso e coloquei algo em minha mente: o cárcere não iria corroer o meu caráter, o que aprendi com minha família. No presídio eu sempre procurava contribuir ou colaborar sabendo que um dia eu iria sair de lá e essas portas que se abriram iam ser leques de oportunidades aqui fora”, declara.
Quando estava prestes a receber o livramento condicional, a maior preocupação de Renato era saber como conseguiria trabalho. Por meio de um contato entre a direção da unidade prisional, a Organização Pará 2000 e a empresa de jardinagem, Renato conseguiu o emprego.
Ele trabalhou sete meses no Mangal das Garças e após a experiência passou a realizar serviços em diversos condomínios. Em maio de 2013, Renato recebeu sua certidão de extinção de pena e atualmente é o responsável por cuidar dos jardins da Estação das Docas, coordenando uma equipe de mais três pessoas que cuidam da limpeza, irrigação, extração dos matos, poda, reposição de plantas, adubação e aplicação de defensivos no ponto turístico.
 “Você passa por dentro do cárcere e depois se vê numa condição de ser jardineiro-chefe de um dos mais belos cartões postais do Brasil. Sinto-me feliz em contribuir para embelezar o meu Estado e quando chega um turista e parabeniza pelo trabalho dizendo que o jardim está lindo, isso me enche de orgulho e me faz olhar para trás e recordar de todas as oportunidades que tive, em todos esses projetos criados pelo Governo do Estado”, conta Renato.
Mas quem pensa que os sonhos do jardineiro acabam por aí, se engana. Ele está escrevendo um livro sobre suas experiências no cárcere e como passou a valorizar as pequenas coisas da vida que a liberdade oferece. “Até hoje tem pessoas que passam na frente de um presídio e acham que só tem um amontado de presos, mas quando fui pra lá, vi que há pessoas que querem mudar e só esperam uma oportunidade. A gente aprendeu ali dentro a dar mais valor à liberdade, mais valor ao ser humano, à natureza. Tudo isso serviu de incentivo para crescer como pessoa. Foi um grande aprendizado”, finaliza.

Texto:
Timoteo Lopes


Pará em obras: Governo garante reforma e novas alas ao Hospital Regional do Sudeste
O Governo do Estado do Pará assumiu um novo desafio desde outubro de 2013: a reforma de setores e construção de novas alas do Hospital Regional do Sudeste do Pará Dr. Geraldo Veloso, sediado em Marabá, que atualmente atende mais de um milhão de habitantes de aproximadamente 22 municípios do sul e sudeste paraense com as mais diversas especialidades em saúde. A ampliação será constituída por alas direcionadas a serviço de hemodiálise, serviço de hemodinâmica, serviço de nutrição e dietética, 30 novos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) adulto, centro de estudo e pesquisa, farmácia, área administrativa, refeitório, lavanderia, além da ampliação do bloco cirúrgico e do pronto atendimento, incluindo a adequação da obstetrícia, com a criação de 15 novos leitos para partos de alto risco.
Segundo o engenheiro da Quadra Engenharia, Flávio Bentes, a obra está no início, mas representará um grande avanço no serviço de saúde local. “Essa obra possui 1.320 metros quadrados de área construída, encontra-se em fase inicial, com parte de fundação num andamento de 15% e tem previsão para ser concluída em outubro de 2014. É uma obra de grande porte, pois deve aumentar a oferta de vagas num hospital público, com tecnologia e funcionalidade de ponta, altamente preparado para atender dezenas de municípios de todo o sul e sudeste do Pará. A Quadra Engenharia se sente muito honrada em fazer parte deste momento histórico para os marabaenses, juntamente com o governo estadual”, declara.
O diretor do hospital, Valdemir Girato, falou que “a ampliação só trará benefícios à população. Fazemos, em média, 200 cirurgias por mês, e com a construção de 30 novos leitos, passaremos a oferecer de 300 a 400 cirurgias mensais”, explica. O administrador também ressalta a importância da oferta de novos tratamentos em Marabá. “Vamos passar a atender um número maior de pacientes, que antes tinham de se deslocar até Belém para se tratar. Com isso, proporcionaremos mais conforto e garantiremos um tratamento local. Atualmente, não temos serviço de hemodinâmica, por exemplo, mas a obra nos permitirá oferecê-lo aos pacientes. Tudo isso reflete, inclusive, numa maior expectativa de vida dessas pessoas”, completa.
Segundo Girato, além da criação dos novos setores, será necessário reequipá-los com novas máquinas. “Com a expansão do hospital, será necessária a aquisição de novos equipamentos. Podemos citar como exemplo 20 novas máquinas para hemodiálise, um aparelho alemão de hemodinâmica, orçado em aproximadamente um milhão de dólares, bisturis elétricos, autoclaves para esterilização de lixo e novas camas hospitalares” reitera.
A professora Evanir Assis, 50, que acompanha o irmão, vítima de acidente de trânsito e em tratamento no Hospital Regional Dr. Geraldo Veloso, falou de como foi acolhida em Marabá e quais são as expectativas para a ampliação dos espaços e serviços. “Meu irmão sofreu um acidente no dia 27 de dezembro, a caminho de Brasília. Ele foi socorrido na cidade de São Geraldo (DF) e transferido de avião pra cá, onde reside. O atendimento no Hospital Regional de Marabá foi muito rápido. Graças a Deus tivemos um atendimento médico super eficiente. Se não fosse isso, ele estaria sem vida”, detalha.
“Gostaria de ressaltar que o atendimento do corpo de enfermeiros e a dedicação dos médicos foram excelentes. Aqui é tudo limpo e muito organizado. Já precisei hospitais públicos de Brasília e não recebi tratamento que tive aqui. Em algumas unidades de lá, mesmo particulares, chegam a ser grosseiros com os pacientes. Fiquei surpresa com o acompanhamento das especialidades que o hospital possui. Só hoje, meu irmão já recebeu atenção de um oftalmologista e outro bucomaxilo. Vejo que a ampliação será de extrema importância aos moradores da região e às vezes até de outras regiões que chegam aqui. O Governo do Estado está de parabéns pelas mudanças”, depõe.
Dados da Obra:
Início da obra: outubro de 2013
Previsão de conclusão: outubro de 2014
Valor global: Cerca de R$ 20 milhões
Andamento da obra: 15%
Empresa responsável: Quadra Engenharia
Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa)
Órgão beneficiado: Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa)

Texto:
Nil Muniz


Internos da Susipe realizam limpeza em praças no bairro de São Brás
Nesta segunda (13/01), mais de 30 internos do regime semiaberto do Centro de Progressão Penitenciário de Belém (CPPB) e do Centro de Recuperação Feminino (CRF) estarão realizando um mutirão de limpeza em praças do bairro de São Brás. A iniciativa marca a primeira ação do projeto “Sementes”, iniciativa resultante de um convênio entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) e a Prefeitura de Belém - por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) – que tem como objetivo a contratação da mão de obra carcerária para a limpeza e manutenção das praças de Belém. O primeiro dia das atividades contará com uma solenidade na Praça do Operário, com a presença de representantes da Prefeitura de Belém e da Susipe.
A concentração das atividades iniciará na Praça do Operário, seguindo para as praças Deodoro de Mendonça, Lauro Sodré e José Sidrin, também no bairro de São Brás. Todos os internos participantes do projeto são remunerados e recebem o benefício da remição de pena, que consiste na redução de um dia da pena para cada três dias trabalhados.

Texto:
Timoteo Lopes


Exposição abre comemorações pelo aniversário de Belém
Para dar início às comemorações pelos 398 anos de Belém foi aberta, na Estação das Docas, na noite desta sexta-feira, 10, a exposição “Os Jardins fazem a cidade”, com imagens de áreas verdes públicas de vários pontos do mundo. A mostra é assinada pelo fotógrafo francês Michel Corbou.
A exposição faz parte da programação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), para celebrar o aniversário de Belém e é resultado de uma parceira com a Aliança Francesa e a Organização Social Pará 2000.
Quem visitar o local vai poder contemplar 69 imagens de várias partes do mundo, como Alemanha, França e Brasil, que convidam a uma reflexão sobre a importância dos jardins públicos para as cidades.
A abertura da mostra contou com a presença do secretário de Estado de Cultura, Paulo Chaves, que aproveitou a ocasião para ressaltar a importância desses espaços públicos. “O verde nas cidades costuma ganhar identidade própria e Belém tem isso em nossas mangueiras”, disse.
O secretário citou dois espaços públicos que fazem a cidade de Belém referência ao nome da exposição. “Temos a praça Batista Campos, com um estilo inglês, e temos a Praça da República, mais neoclássica. Na época de Antônio Lemos, essas duas praças tinham uma equipe mínima de manutenção, sempre as mesmas pessoas, que acabavam se familiarizando com os moradores da área. Isso é muito importante, porque promove uma proximidade dos moradores com esses espaços públicos”, contou.
O cônsul honorário da França e presidente da Aliança Francesa, Sérgio Galvão, destacou a importância da parceria com o Governo do Estado, por meio da Secult, para celebrar o aniversário de Belém. “É um prazer presentear as pessoas que moram aqui com essa mostra cultural, promovendo um intercâmbio cultural entre Belém e a França”, disse.
De passagem por Belém para visitar amigos, o estudante de arquitetura Sérgio Carvalho, natural de Fortaleza, ficou encantado com a exposição. “Não sabia que essa mostra estava aqui. Fui pego de surpresa, porque gosto muito do trabalho do Michel Corbou e sempre tive vontade de ver de perto. Estou tendo a oportunidade aqui em Belém”, ressaltou o turista, em sua primeira visita a capital paraense. “Já estou com uma ótima impressão da cidade”, completou.
A programação do Governo do Estado inclui, ainda, no próximo dia 12, às 10h30, na Igreja de Santo Alexandre, o lançamento da 4ª edição do livro “Belém da Saudade”, com 114 novas vistas da cidade; a entrega de duas imagens, uma Santana Mestra e uma Nossa Senhora do Carmo, de grande valor histórico para a cidade, ao acervo do Museu de Arte Sacra; abertura da exposição “Portinari na Coleção Castro Maya” no dia 14, além do Concerto Especial “Belém! Paisagens Musicais”, do violonista paraense Salomão Habib. A apresentação terá a participação especial do escritor João de Jesus Paes Loureiro, Andréa Pinheiro e Sebastião Tapajós, e está marcada para o próximo domingo (12), às 19h, no Salão das Artes, do Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP), com entrada franca.
Serviço:
?Exposição “Os jardins fazem a cidade”, do fotógrafo francês Michel Corbou. Até o dia 26 de janeiro, no Bouvellard das Feiras, na Estação das Docas. Entrada franca.

Texto:
Alexandra Cavalcanti


Curso de Reiki (Seminário)

Dia 11 de Janeiro, realizaremos para os interessados, curso e iniciação de Reiki Nível 1.
Inscrições abertas. Investimento- R$100,00 (cem  Reais)  à serem pagos até o dia 10 pela manhã, afim de providenciarmos : Material didático = Apostila e certificado.
Início do Seminário = 8,30 hs
Término, 17.00 hs.  Alimentação: Frutas, água e sucos e biscoitos.
Usar roupa clara e confortável. chegar 15 minutos  antes.
local: av.Antonio Everdosa, Pas. Bom Jardim nº 31 - Pedreira.  Cel. 8138 2678.
Valdemir Costa <valdemirfsc2009@hotmail.com>



Homem é flagrado com pedras de crack em Jacareacanga
Em uma ação integrada de repressão ao tráfico de drogas, policiais civis e militares flagraram nesta sexta-feira (10) um ponto de venda de entorpecentes no município de Jacareacanga, no oeste do Pará. Em uma casa foi preso João Pinheiro de Freitas, 29 anos, natural do Amazonas, com quem foram apreendidas pedras de crack. Conhecido por "Joãozinho", o acusado foi flagrado após denúncia anônima.
O delegado Lucivelton Santos, com apoio de uma guarnição da PM, comandou a abordagem ao imóvel. João de Freitas foi preso no centro da cidade, onde mantinha o ponto de venda de drogas. Os policiais apreenderam dinheiro, joias e 43 gramas de crack, além de uma motocicleta Honda preta, placa ESD-8075, que o acusado utilizava para se deslocar entre o Amazonas e Jacareacanga.
João foi autuado por tráfico interestadual de entorpecentes. Nos próximos dias, ele será encaminhado ao presídio da cidade de Itaituba, na mesma região.

Texto:
Walrimar Santos


Ação conjunta entrega donativos a famílias de Abaetetuba
Na manhã deste sábado (11), uma ação conjunta da Defesa Civil, Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) e Universidade do Estado do Pará (Uepa) vai entregar cerca de cinco toneladas de donativos para as famílias atingidas pela erosão, às margens do rio Maratauíra, ocorrida no último sábado (4), em Abaetetuba, no Baixo Tocantins.
As doações, que se concentraram no Ginásio de Esportes do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), da Uepa, em Belém, foram coordenadas pela Defesa Civil do Estado e tiveram o apoio de dezenas de voluntários. Durante uma semana, foram arrecadados roupas, medicamentos, alimentos não perecíveis, água, colchões e materiais de higiene, que serão levados ao município de Abaetetuba em caminhões cedidos pela Sagri.
Segundo a major Alessandra Pinheiro, coordenadora regional da Defesa Civil, além das entregas feitas no campus da Uepa, um grupo de voluntários criou uma força-tarefa para arrecadar donativos em diversos bairros da Grande Belém. “A campanha teve o apoio de muita gente, e por isso teve um saldo tão positivo. Além da parceria de diversos órgãos do Estado, durante a campanha, conseguimos mobilizar um grande número de pessoas, que não mediram esforços para ajudar”, ressaltou a coordenadora.
Os materiais arrecadados serão entregues no Ginásio Municipal de Abaetetuba, onde 18 famílias ainda permanecem alojadas. “Assim que o material chegar ao município, outro grupo, formado por voluntários, Defesa Civil e órgãos de segurança municipal vai ajudar a fazer a distribuição para as famílias atingidas na área. A ideia da campanha é atender a todas as famílias”, afirmou a major.
De acordo com dados da Defesa Civil do Estado, 80 pessoas continuam desabrigadas após a tragédia. Com a erosão, que afetou aproximadamente 35 famílias, 15 imóveis foram destruídos e 36 foram interditados pelos órgãos de segurança devido ao risco de desabamento.

Texto:
Adison Ferrera


Polícias Civil e Rodoviária Federal apreendem três quilos de cocaína na Belém-Brasília
Equipes das polícias Civil e Rodoviária Federal apreenderam nesta sexta-feira (10), três quilos de cocaína no município de Dom Eliseu, nordeste paraense. A droga era transportada em um carro roubado em Goiânia, capital de Goiás, onde estavam Vanilson dos Santos Silva e Sebastião dos Santos Pereira. A abordagem aconteceu na Rodovia BR-010 (Belém-Brasília).
Conforme o delegado Hennison Jacob, diretor da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE), unidade vinculada à Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), os dois homens estavam em um Voyage preto, dirigido por Vanilson Pereira. Em depoimento, o preso disse que viajava com Sebastião desde o Estado de Rondônia, em direção a Belém. Segundo ele, Sebastião reside na capital paraense. 
Durante a revista no veículo, de placa NJZ 1447, os policiais encontraram no forro das portas dianteiras três tabletes de pedra de cocaína. O veículo também estava com o chassi adulterado. "Ao consultarmos o sistema de informações, foi achada uma ocorrência de roubo do veículo, que teria ocorrido na cidade de Goiânia, em 2010", informou o delegado.
Vanilson e Sebastião foram autuados em flagrante por tráfico de drogas, e permanecerão recolhidos à disposição da Justiça.

Texto:
Walrimar Santos


Cerca de 35 mil estudantes fizeram pré-matrícula na rede estadual
Quase 35 mil estudantes garantiram vaga nas escolas da rede estadual de ensino na primeira semana de pré-matrícula. Essa primeira fase do cronograma de matrícula é voltada, exclusivamente, para novos estudantes, e segue até 7 de fevereiro. A inscrição pode ser feita no site da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), www.seduc.pa.gov.br, ou pelo telefone 0800-2800078, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.
Para este ano letivo, são ofertadas 290 mil novas vagas. Os municípios com a maior quantidade de pré-matriculas efetivadas até agora são: Belém (com 13 mil), Marabá (quase seis mil), Santarém (três mil), Castanhal (duas mil) e Abaetetuba (1,9 mil). Em Belém, uma das escolas mais procuradas é a Visconde de Souza Franco, onde 2.250 estudantes já se pré-matricularam.
Segundo a coordenadora do processo de matrícula, Suely Domont, a quantidade de pré-matrículas feitas este ano já superou a do ano passado. “A procura de alunos novos por uma vaga nas escolas estaduais está maior, mas estamos preparados para esse aumento da demanda”, ressalta.
Os novos alunos terão o período de 10 a 14 de fevereiro para a confirmação da matrícula, na escola indicada durante a pré-matrícula. No dia 12 de fevereiro, deverão garantir a vaga os alunos do 1º ao 7º ano do ensino fundamental de nove anos, da 7ª e 8ª séries do ensino fundamental e da 1ª à 4ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) fundamental.
No período de 24 a 28, é a vez dos alunos que perderam a pré-matrícula garantirem uma vaga na rede. Nesse caso, a matrícula será nas escolas que ainda tiverem vagas disponíveis. Dias 24 e 25, a matrícula estará aberta para os alunos do 1º ao 7º do ensino fundamental de nove anos e da 7ª e 8ª séries do ensino fundamental.
Dia 26, é a vez dos alunos da 1ª à 4ª etapa da EJA fundamental, e dias 27 e 28, dos alunos de 1ª à 3ª série do ensino médio e da 1ª e 2ª etapas da EJA médio. Após o fim do ano letivo de 2013, marcado para 11 de abril, começa a rematrícula dos alunos da rede e os processos de remanejamento e transferência. O ano letivo de 2014 começa dia 28 de abril.

Texto:
Danielly Gomes


Polícia Civil apreende cinco mil mídias piratas na Cidade Nova
A Polícia Civil deu continuidade nesta sexta-feira (10) à operação "Olho de Vidro", de combate à comercialização de mídias piratas na região metropolitana de Belém. Mais de cinco mil produtos ilegais foram retirados de três pontos de venda, no Conjunto Cidade Nova, bairro do Coqueiro, em Ananindeua, por policiais civis da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe).
As apreensões foram levadas para a sede da unidade policial, no centro de Belém, juntamente com dois responsáveis pela venda dos objetos. Além das mídias, uma caixa de som e um televisor, que eram usados na venda ilegal, foram apreendidos. Em um dos pontos, a equipe policial apreendeu ainda caixas com cigarros com sinais de falsificação. A ação policial foi supervisionada pelo delegado Neyvaldo Silva, diretor da Dioe.
Durante as abordagens, os policiais civis recolheram as mídias, que foram colocadas nas viaturas. Grande parte dos produtos ilegais era vendida em uma loja na Cidade Nova 5. Em uma das abordagens, o responsável pela venda saiu em fuga. Tudo passou por conferência na sede da Dioe. Os responsáveis foram autuados por crime de violação do direito autoral. Segundo o delegado, a operação foi desencadeada na quarta-feira e prossegue por tempo indeterminado. Em três dias, mais de 20 mil mídias piratas foram apreendidas.

Texto:
Walrimar Santos


Ceasa promove treinamento para servidores concursados
Iniciaram treinamento no último dia 8 os novos concursados das Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), que foram recebidos pelo presidente, Carlos Augusto Barbosa, e demais diretores da atual gestão, no auditório “Fernando Guilhon”. Os novos funcionários se apresentaram em uma dinâmica e falaram de suas expectativas em relação à Ceasa e das experiências anteriores de trabalho.
Após a apresentação dos diretores, os 15 novos concursados assistiram a uma palestra com o tema “A importância das relações interpessoais no ambiente de trabalho – Uma conduta ética”. Para o presidente da Ceasa, o concursado precisa ser valorizado.“ Quando cheguei à Ceasa, este concurso já havia sido feito, e precisávamos aumentar o efetivo de funcionários, pois o órgão está em expansão. Espero que os novos servidores se dediquem a esta que agora será a casa deles”, disse.
No segundo dia de treinamento, encerrado nesta sexta-feira (10), os concursados participaram de outra dinâmica e assistiram a uma breve apresentação sobre o trabalho do Núcleo de Planejamento e Projetos, que enfocou as ações sociais que estão a cargo do departamento. A terceira palestra do dia ficou a cargo do coordenador de Mercado da Ceasa, Cairo Jr., que repassou noções gerais sobre o mercado e atribuições dos orientadores.
Os novos servidores também foram contemplados com o sorteio de exemplares do livro “Agronegócio e Comercialização”, de autoria do diretor técnico da Ceasa, Rosivaldo Batista. A última atividade consistiu em uma visita aos espaços que compõem a Ceasa, durante a qual os servidores conheceram o mercado e a área da melancia, entre outros. O objetivo foi mostrar aos novos servidores as condições reais da Ceasa e a importância das atribuições de cada um para o bom funcionamento do local.
Os novos servidores também assistiram à palestra do coordenador de Estatística, Carlos Valente, e do coordenador de Comercialização, Antônio Palheta. O coordenador de Logística, Guilherme Azevedo, repassou informações gerais sobre a logística do mercado e a campanha de limpeza.

Texto:
Nayara Ferraz



Iasep apresenta formulário digital para exames
Na próxima terça-feira (14), o Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) reunirá os credenciados para apresentar a nova “Guia de Procedimentos Especiais do Iasep”. A nova guia tornará mais fácil a leitura dos códigos e procedimentos, agilizando a liberação de exames, como tomografia e ressonância. A partir de março, as solicitações de exames serão feitas em formulário digital. A reunião com os credenciados acontecerá no auditório da Secretaria de Estado de Administração (Sead), na Travessa do Chaco, nº 2.350, a partir das 09 h. Devem participar representantes de todas as clínicas e consultórios que realizam solicitação de diagnóstico ambulatorial pela rede de credenciados do Iasep.

Texto:
Ettiene Angelim



Equipes do Detran orientam condutores e pedestres no Complexo Viário do Entroncamento
O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) atuará com 30 agentes (20 de educação e 10 de fiscalização) em ações de esclarecimento, divulgação e orientação da nova circulação no Complexo Viário do Entroncamento, que será inaugurado durante as comemorações pelo aniversário de 398 anos de Belém, no próximo domingo (12). Os agentes trabalharão de forma integrada com a Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob), e apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O projeto do novo Complexo Viário prevê 15 movimentos diferentes, o que levará o motorista a transitar utilizando elevados, túnel, pistas de acesso e retornos.
As ações serão voltadas aos condutores que farão uso do elevado, aos pedestres e ciclistas, pois a localização dos semáforos será alterada no principal trecho de entrada e saída da capital.
De acordo com a direção da Semob, na Avenida Almirante Barroso a travessia permanece em frente ao Conjunto Costa e Silva, mas depois será deslocada para a frente da agência dos Correios. Já na Rodovia Augusto Montenegro, tanto a travessia como a primeira parada de ônibus, que será seletiva, foram deslocadas para a frente do Colégio Madre Celeste, próximo à rua de acesso ao Shopping Castanheira. Na travessia existente na Avenida Pedro Álvares Cabral com Avenida Dalva o trabalho será reforçado, porque este trecho, até o Entroncamento, voltará a ser de mão dupla.
As equipes do Detran estarão concentradas nos cruzamentos das avenidas Augusto Montenegro com a Centenário; Augusto Montenegro com Rua da Marinha, e Avenida Pedro Álvares Cabral com a Tavares Bastos.
A entrega de material informativo e de orientação a motoristas e pedestres começou nesta sexta-feira (10), prossegue neste sábado (11), durante a manhã e a tarde, e continuará por cerca de mais 15 dias, ou até que a população esteja mais adaptada às novas regras de circulação na área.

Texto:
Edson Matoso


Uepa prorroga inscrição para seleção de residência médica
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) prorrogou as inscrições para a seleção unificada aos programas de residência médica do Estado. Os candidatos podem se inscrever até segunda-feira (13) e pagar o boleto até o dia seguinte. Também foi alterada a data de homologação das inscrições e da entrega do cartão de inscrição, que passa a ser dia 24 de janeiro. Os demais itens permanecem inalterados. As novas informações e o edital da seleção podem ser encontrados no site www.uepa.br.
O número de vagas também foi ampliado. Além dos hospitais Ophir Loyola e de Clinicas e da Santa Casa de Misericórdia do Pará, agora os hospitais Metropolitano de Urgência e Emergência e Santo Antonio Maria Zaccaria, em Bragança, também ofertam vagas para a seleção. Cresceu, assim, o número de vagas das especializações, como anestesiologia, cirurgia geral e clínica médica, e foram acrescentadas outras especialidades, entre elas cirurgia de trauma, cirurgia videolaparoscópica, endoscopia e neurologia clínica.
A taxa de inscrição, no valor de R$ 350, deve ser paga em qualquer agência bancária. Será concedida a isenção do pagamento da taxa a pessoas com deficiência ou com hipossuficiência econômica e que estejam inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico). O requerimento de isenção deve ser feito no ato da inscrição e confirmado com o envio ou entrega de documentos à Diretoria de Avaliação, no bairro do Telégrafo.
A seleção será composta por provas objetivas e práticas, que juntas compreenderão 100 pontos. As duas etapas serão aplicadas nos campi da Uepa em Belém e Santarém. A divulgação do resultado final das provas será dia 24 de fevereiro, no site da Uepa, a partir das 16h, e até o dia 28 no Diário Oficial do Estado. A matrícula será feita dia 26, às 8h, somente no campus II (Travessa Perebebuí, 2.623, bairro do Marco). As aulas começam em 6 de março.
O Protocolo da Diretoria de Acesso e Avaliação da Uepa fica no prédio da Reitoria, na Rua do Una, 156, no Telégrafo, em Belém, com CEP 66050-540. O horário de funcionamento externo é de 8h às 14h. E-mail: residenciamedica2014@uepa.br. Telefone: 3299-2216.

Texto:
Ize Sena



Segue para Abaetetuba a primeira remessa de doações entregues na Uepa
Quase duas toneladas de doações – entre roupas, materiais de higiene pessoal e cestas básicas -, entregues pela população no prédio da Reitoria da Universidade do Estado do Pará (Uepa), seguiram nesta sexta-feira (10) para o município de Abaetetuba, na Região do Tocantins. Tudo será entregue às vítimas do deslizamento de terra ocorrido à margem do Rio Maratauíra, no último sábado (4).
Na manhã desde sábado (11), serão levados para o município os donativos entregues no Ginásio de Esportes do Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), da Uepa. Entre as doações entregues no ginásio até o final da tarde desta sexta-feira estão roupas, alimentos não perecíveis, água potável, colchões, eletrodomésticos e produtos de limpeza.
Cerca de 70 famílias perderam suas casas devido à erosão do terreno à margem do rio, na sede municipal de Abaetetuba.

Texto:
Ize Sena


Governo sanciona lei do Benefício Eventual para vítimas de emergência e calamidade
O governo do Estado sancionou nesta sexta-feira (10) a lei que institui o Benefício Eventual em decorrência de situação de vulnerabilidade temporária, calamidade pública e situação de emergência. O benefício fica sob a responsabilidade da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), que fará o cadastramento e a avaliação social das famílias, em parceria com o município que tenha a situação de emergência reconhecida.
Os benefícios eventuais são assegurados pela Lei Orgânica de Assistência Social (Loas), junto com os serviços sociais e assistenciais. Ambos integram o Sistema Único da Assistência Social (Suas), e são destinados ao cidadão ou à família, com renda mensal per capita familiar de até três salários mínimos, com impossibilidade temporária de arcar com as necessidades do solicitante e de sua família.
O benefício tem o valor correspondente a um salário mínimo, e é fornecido por um período não superior a três meses, pago diretamente ao indivíduo ou à família em situação de emergência.
Para Heitor Pinheiro, titular da Seas, esse é um momento importante para a área de assistência social. “Esse benefício é, acima de tudo, o reconhecimento de políticas públicas diferenciadas, especialmente para pessoas em situação de vulnerabilidade social e em casos de calamidade pública, como a que aconteceu recentemente em Abaetetuba. Precisamos dar um aporte de recursos, para que essas famílias tenham melhor qualidade de vida e, em curto de tempo, consigam organizar suas vidas”, ressaltou.
Ainda segundo Heitor Pinheiro, o benefício eventual será repassado às famílias desabrigadas pela erosão em Abaetetuba. “Assim que terminarmos de analisar o estudo social das famílias, iniciaremos o cadastramento, para então repassar o benefício”, informou.
Ao Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas) cabe estabelecer outros critérios e prazos para a concessão do benefício eventual. Para implantação do benefício, o Executivo está autorizado a abrir crédito especial, em favor do Fundo Estadual de Assistência Social (Feas), no valor acima de R$ 10 milhões.

Texto:
Inara Soares


PM destaca mais de 200 homens para os festejos do aniversário de Belém
A Polícia Militar participa do esquema de segurança da população por ocasião das comemorações alusivas ao aniversário de 398 anos de Belém. Desde a sexta-feira (10), na Praça do Carmo, bairro da Cidade Velha, quando começam as comemorações, a partir das 18 horas, os comandos da capital, da região metropolitana, de policiamento especializado e de missões especiais, com destaque para a cavalaria da PM e o Batalhão de Polícia Tática, participarão das ações preventivas e de proteção da comunidade nas atividades alusivas à data.
No domingo (12), dia do aniversário, quando haverá os shows de aniversário da cidade, tanto em Belém, no Portal da Amazônia, quanto na Praia Grande, no distrito de Outeiro (Caratateua) e em Icoaraci, na orla do distrito, mais de 200 homens estarão prontos para garantir as comemorações com a presença ostensiva da força pública de segurança, a fim de evitar a prática de ilícitos de qualquer ordem, por meio do policiamento a pé, motorizado e montado. A força-tarefa ainda envolve homens do Departamento de Trânsito do Estado (Detran), Guarda Municipal, Superintendência de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e Secretaria Municipal de Economia (Secon), com o apoio da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros.

Texto:
Leno Carmo


Uepa forma 363 novos profissionais de saúde em Belém e no interior
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) fez as cerimônias de outorga de grau de 363 profissionais da área da saúde em Belém e no campus de Santarém. Os formandos são dos cursos de medicina, fisioterapia, terapia ocupacional, enfermagem e educação física. As colações ocorreram em dezembro de 2013 e neste mês de janeiro de 2014.
O reitor Juarez Quaresma avalia a formação na área da saúde como uma das alternativas para reduzir as desigualdades sociais existentes no Estado." A Uepa tem a cada dia avançado na formação de profissionais da área da saúde para o Estado. Foi a primeira instituição a interiorizar o curso de medicina, e vem avançando na formação em residência medica e multiprofissional", disse.
Em dezembro, foram formados 25 alunos de terapia ocupacional, 89 de medicina, 34 de enfermagem, 23 de fisioterapia, além de 126 de educação física, sendo 27 pelo Plano Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (Parfor). Este mês, foram 66 novos formandos em Santarém. Em todas as solenidades, os novos profissionais foram reconhecidos com a entrega do certificado de melhor desempenho ao longo dos anos.
Jeanny Bentes, do curso de educação física pelo Parfor, foi uma das concluintes que receberam a honra. Ela conta que a jornada dos quatro anos de formação foi cansativa, mas superada. “Tivemos de abrir mão das nossas férias, feriados, e inclusive de passar um tempo com a família, mas a persistência de querer terminar esta licenciatura me impediu de desistir”, afirma.
A aluna, que já era professora, passou a dar aula de educação física para crianças de 5 anos já durante o primeiro ano do curso. A expectativa agora é ingressar em uma pós-graduação, em que ela possa aprofundar os estudos sobre o lazer, tema de seu trabalho de conclusão de curso, que ela apresentou em Minas Gerais, no 25º Encontro Nacional de Recreação e Lazer.
Para a recém-formada Laís Leal, o curso de terapia ocupacional proporciona aos graduandos oportunidades de vivências práticas, em que é possível trabalhar na área hospitalar. “As expectativas para o futuro são muito boas. Tentarei colocar em prática tudo aquilo que pude aprender. A Uepa consegue dar a oportunidade de praticar. Gostei muito desta prática, destas vivências corporais, isto foi muito bom para o nosso futuro”, ressalta.
Ainda para este mês, estão programadas colações de grau nos municípios de Paragominas, Belém, Curuçá, Mãe do Rio, Castanhal, Tucuruí, Rondon do Pará, Barcarena, Novo Repartimento, Conceição do Araguaia, Redenção, Marabá e Anapu, inclusive com turmas do Planejamento Territorial Participativo.

Texto:
Ize Sena



Prodepa lança novo Siafem de acordo com a nova Norma Brasileira de Contabilidade Aplicada ao Setor
Para atender às novas regras do Plano de Contas Aplicado ao Setor Público (Pcasp), norma da Secretaria de Tesouro Nacional (STN), a Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa), a Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) e o Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) vêm trabalhando há pelo menos quatro meses nas adaptações necessárias para implantação do novo Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem).
O Siafem foi desenvolvido pelo Serpro e tem a finalidade de fazer os registros contábeis dos recursos públicos em toda a esfera estadual. As liberações orçamentárias, empenhos e pagamentos, em toda a administração do estado, são registrados e ficam à disposição dos gestores e da sociedade. Implantado há 17 anos no Pará, o sistema é mantido pela Prodepa, e tem gestão técnica contábil da Sefa.
Depois de entregue pelo Serpro, a Prodepa fez uma série de melhorias, assim como integrações e o desenvolvimento de novos sistemas baseados no Siafem. Com o grande conhecimento da equipe de desenvolvimento de sistemas, a opção foi fazer as adequações, promovendo os ajustes necessários, com o mínimo de impacto para a operacionalização com um custo reduzido. “Montamos uma equipe própria de desenvolvimento, já conseguimos fazer as adequações e estamos em vias de definição de data pela Sefa para entrar em operação, prevista para o próximo dia 20. A Sefa está homologando as alterações que nós fizemos”, revela Lourenço Monteiro, diretor de desenvolvimento de sistemas da Prodepa.
Com a mudança de plataforma, é preciso transferir a base de dados de um sistema para o outro, e é preciso testar, validar, verificar se está tudo certo. Dia 20 de janeiro deverá ser aberto o novo Siafem. O usuário da ponta não vai sentir a mudança, que se dá principalmente na forma de registrar a informação, ou seja, é uma mudança de regra de negócios. “Eles terão acesso a um novo Siafem com as mesmas características do antigo, em termos de usabilidade não vai mudar muito. O treinamento dos usuários, feito pela Sefa, é focado apenas na regra de negócios, o modelo é o mesmo, login, acesso também, só que contabilizado de forma diferente, de acordo com a NBCasp (Norma Brasileira de Contabilidade Aplicada ao Setor Público)”, afirma Lourenço.
Modernização
Aproveitando a questão das normas contábeis, a Prodepa inovou e  fez a mudança de plataforma. A substituição do mainframe (plataforma boa, mas antiga e cara, gera um custo de manutenção muito alto) por uma plataforma mais moderna será feita de uma vez só. Os sistemas que rodam no mainframe têm dificuldade de conectividade e acesso com outros sistemas. Era um trabalho muito grande para que as informações estivessem disponíveis para web, por exemplo. “Tínhamos que ter sistemas que coletavam dados do mainframe para poder disponibilizar essas informações na web. Isso gerava um esforço, não só da Prodepa, mas de todas as empresas e órgãos que trabalham com a Prodepa, demorando meses para conseguirmos entregar uma conectividade de dois sistemas, por exemplo” declara.
A mudança de plataforma vai trazer menor custo de manutenção dos sistemas, já que todos eles estarão na mesma plataforma e poderão ser integrados. Lourenço exemplifica: “Se eu tenho uma informação que a Sepof já alimenta no banco de dados, eu vou poder usar essa informação, desde que autorizada, é claro, pela Sepof, fazendo com que a Sefa consiga enxergar essa informação, sem precisar fazer uma série de ações intermediárias”. Isso gera uma série de benefícios para a população, para a fiscalização. As informações vão estar disponíveis em tempo mais rápido, mais efetivo.
A preparação do ambiente final de produção ocorreu durante o mês de dezembro e todos os sistemas serão migrados em um único dia. A previsão para entrada em operação é o dia 20 de janeiro de 2014, junto com o Siafem. “Todos os órgãos públicos, nas três esferas de poder, precisam fazer a migração dos sistemas corporativos ao mesmo tempo e em produção, para que seja mais tranquila para todos”, informa Fernando Nunes, diretor de Tecnologia e Comunicação da Prodepa.
Ao todo, 20 sistemas corporativos serão migrados. São eles: Siafem; Simas – material; Comunic – protocolo geral; Patrimus – patrimônio; SIGC – contratos; Civil – identificação civil; SIM – índices micrográficos; NCRH – folha Prodepa; Procon – reclamações; Sisleg; Siafem anos anteriores; Cosanpa; CRH – Cadastro de Recursos humanos; Gppará; Giterpa – títulos Iterpa; Imóveis – rede física; Corrida; Geraplic – gerenciados; Armas – Sisarmas e Consc.
Para promover as mudanças sem causar grande impacto aos usuários, a Prodepa conta com a consultoria especializada da empresa Sofware AG Brasil, que está auxiliando no trabalho de modernização das aplicações dos sistemas corporativos, além de sua equipe de analistas de sistemas, suporte técnico e banco de dados, composta por profissionais altamente qualificados.

Texto:
Nátia Machado



Exposição de Cândido Portinari abre dia14 em Belém com entrada franca
Já está tudo pronto no Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP) para que o espaço receba a exposição, inédita no Norte do país, das obras daquele que é considerado o maior artista da pintura modernista brasileira. A exposição “Portinari na Coleção Castro Maya”, composta por pinturas, desenhos e gravuras produzidas entre os anos de 1938 e 1959, será aberta no próximo dia 14 de janeiro, a partir das 19h, e poderá ser vista durante dois meses. As 57 obras originais de Cândido Portinari chegaram à capital paraense na semana passada e já estão no Museu sob vigilância da Polícia Federal. A entrada para visitação é franca.
A mostra veio para Belém por meio de uma parceria entre o Governo do Pará, através da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) e o Ministério da Cultura. “Esta exposição tem um valor histórico muito grande. No mês em que a cidade comemora seus 398 anos, a população de Belém receberá um grande presente ao ter a oportunidade de apreciar obras originais de Portinari. O que será visto aqui é simplesmente imperdível”, afirma Sérgio Melo, diretor do MHEP. Segundo ele, Belém é a sexta capital do país a receber esta mostra.
Por se tratar de uma exposição muito valiosa, vários critérios foram estipulados pelo Ministério da Cultura para a escolha das cidades por onde a mostra irá passar. Belém atendeu a todos esses critérios e foi aprovada para receber a exposição, por possuir um museu equipado, aparelhado e com uma equipe multidisciplinar treinada. “O fato de recebermos esta exposição mostra a capacidade do Governo do Pará, através da Secretaria de Estado de Cultura, de manter um bom padrão em seus prédios históricos e, principalmente, o esforço da secretaria em buscar sempre trazer eventos culturalmente e historicamente importantes para todos nós”, enfatizou Sérgio.
Obras - A exposição trata das relações tecidas ao longo do tempo entre Candido Portinari e Raymundo Ottoni de Castro Maya, que resultou na acumulação do maior acervo público do pintor. A mostra traz as obras de Portinari adquiridas por Castro Maya em leilões, galerias de arte e no próprio ateliê do artista. Os destaques são "Menino com Pião" (1947), "O Sonho" (1938), "Grupo de Meninas Brincando" (1940), "A Barca" e "O Sapateiro de Brodósqui" (1941), "Lavadeiras" (1943) e "Morro n. 11" (1958), além da série "Dom Quixote".
Nascido em 1903, numa fazenda de café em Brodowski, no interior de São Paulo, Portinari manifestou talento para a pintura desde cedo. O artista começou a desenhar aos seis anos e aos nove participou, durante vários meses, dos trabalhos de restauração da igreja de Brodowski, auxiliando pintores italianos. Aos 15 anos, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde frequentou a Escola Nacional de Belas Artes.
Ainda jovem, ganhou um prêmio de pintura que lhe permitiu se aprimorar em Paris, na França. Portinari voltou ao Brasil para registrar imagens ligadas ao povo e foi quem melhor retratou a identidade do trabalhador brasileiro, sendo cultuado por muitos de seus contemporâneos. Mário de Andrade, por exemplo, considerava que o amigo era "a mais útil e exemplar aventura de arte que já se viveu no Brasil".
Foi reconhecido nacional e internacionalmente e virou tema de livros e mostras, dentro e fora do País. Além de desenhos, pinturas e gravuras, Portinari se destacou com seus painéis e murais. Alguns exemplos são o Conjunto Arquitetônico da Pampulha e os painéis que decoram o edifício-sede da Organização das Nações Unidas, em Nova York. A produção de Portinari, ao longo da vida, é estimada em aproximadamente cinco mil obras. O pintor morreu no Rio de Janeiro, em 1962.
Serviço: Exposição “Portinari na Coleção Castro Maya”.
Local: Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP)
Abertura: Dia 14, às 19h. Depois a exposição permanece durante dois meses nos seguintes horários: terça à sexta-feira, das 10h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h.
Entrada Franca.

Texto:
Bruna C.


Emater quer dobrar atendimento a famílias de agricultores familiares em Belém
O escritório da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Belém, sediado em Icoaraci e implantado em 2013, em parceria com a prefeitura municipal, atende atualmente a 736 famílias de agricultores familiares e a meta é dobrar esse número em 2014. Por meio de projetos de financiamento elaborados pela Emater foram contemplados 74 agricultores familiares com recursos oriundos do Programa Nacional de Fortalecimento a Agricultura Familiar (Pronaf), que somados chegam ao valor de R$ 191.250,00 para incentivo a várias atividades econômicas.
Nas comunidades ribeirinhas a equipe faz o trabalho de orientação técnica no manejo de açaizais, cacauicultura, piscicultura e pesca artesanal nas ilhas de Maracujá, Combu, Grande, Murucutu e Jussara. “Nosso foco é o fortalecimento das cadeias produtivas já existentes nestas comunidades sob o conceito agroecológico”, explica a engenheira agrônoma Edigleuma Oliveira, chefe do escritório local.
Na Ilha de Cotijuba, a Emater realiza um trabalho de fortalecimento da olericultura, com ênfase em hortaliças orgânicas e também com orientação de alimentação alternativa. De acordo com Edigleuma, no local, o órgão ajudou a criar uma cooperativa e está trabalhando com a inserção de olericultores no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), visando a comercialização para a merenda escolar no município.
Além disso, o escritório de Belém atua em parceria com a Escola de Pesca, em Outeiro, com assistência didática sobre criação de peixes e com a Marinha do Brasil, dentro do projeto “Forças no Esporte”, com a orientação de 100 alunos das escolas estaduais Almirante Tamandaré e Jardelândia sobre horta orgânica. “Na Escola de Pesca também estamos implantado uma horta orgânica no sistema vertical, com a utilização de 1.800 garrafas pet e pneus, já trabalhando com o conceito da preservação ambiental através da reciclagem”, explica a técnica da Emater.
Com sede central em Marituba, Região Metropolitana de Belém, a Emater se faz presente em todos os municípios e conta com uma equipe técnica multidisciplinar com cerca de 1.300 técnicos lotados nas 12 regionais da empresa, oferecendo serviços especializados nas áreas de ciências agrárias e humanas, difundindo conhecimentos e informações tecnológicas no meio rural, a fim de estabelecer um modelo de desenvolvimento aliando expansão econômica e exploração racional do patrimônio natural.

Texto:
Paula Portilho


Iesp recepciona candidatos aprovados no último concurso da Polícia Militar do Pará
O Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp) recebeu os candidatos aprovados no último concurso público de Admissão aos Cursos de Formação de Oficiais da Polícia Militar do Estado do Pará e Adaptação de Oficiais da Polícia Militar do Estado do Pará, como parte do processo de formação dos servidores do Sistema de Segurança Pública do Estado.
Durante toda a semana, os alunos do Curso de Adaptação de Oficiais passaram pela “semana zero”, conhecida como semana de adaptação na Academia de Polícia Militar (APM) e na semana que vêm já começam as instruções. Já os alunos do Curso de Formação de Oficiais vão continuar no período de adaptação até a aula inaugural que está prevista para acontecer em 15 dias.
O Curso de Adaptação de Oficiais terá duração de um ano, com carga de 1.130 horas, e uma turma formada com 53 alunos entre médicos, psicólogos, veterinários, dentistas, enfermeiros, farmacêuticos, assistentes sociais e fisioterapeutas. Já o Curso de Formação de Oficiais, que permite a graduação em segurança Pública, terá duração de três anos, com 4.220 horas-aula e 119 alunos inscritos divididos em três pelotões.
Durante a apresentação estiveram presentes o diretor do Iesp, tenente coronel Carlos Emilio Sousa Ferreira, o diretor de Ensino da Polícia Militar do Estado Pará, coronel Arthur Rodrigues de Moraes, e o diretor da Academia da Polícia Militar “Cel. Fontoura”, tenente coronel Mario Antônio Muniz Marques Filho.

Texto:
Camila Magno


Belém completa 398 anos e é a síntese do turismo na Amazônia
Belém, que neste domingo, 12, comemora 398 anos, é guardiã dos principais segmentos turísticos do Pará: cultura, natureza, sol e praia, eventos e negócios. Estes segmentos a tornam um dos destinos mais procurados do Brasil, o mais desejado na Amazônia, que tem no Pará mais de 50% dos seus atrativos turísticos naturais, segundo a OMT – Organização Mundial do Turismo.
A celebração de 398 anos da capital paraense é marcada por vasta programação, realizada pelo Governo do Estado, sociedade civil organizada, Prefeitura de Belém, iniciativa privada. Na área do turismo, as comemorações são motivadas por grandes conquistas, entre elas o anúncio de dois voos internacionais ligando Belém aos Estados Unidos, através da TAM, e à Europa, através da TAP. A cidade também recebeu, em 2013, 44 navios com um total de 30 mil turistas e tem como meta para este ano ampliar ainda mais esse fluxo, que vem principalmente da Europa.
Marcelo Mendes, presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), órgão de promoção, divulgação e marketing do turismo do Pará, afirma que Belém é a região turística paraense que recebe o maior fluxo e que o presente para a cidade é, sem dúvida, incluí-la nas estratégias prioritárias de captação de eventos, promoção e divulgação do Estado.
“Ao ampliarmos o fluxo turístico de Belém estamos, naturalmente, gerando mais recursos deixados pelos visitantes, movimentando os setores da gastronomia, hotelaria, transporte, prestação de serviços e compra de produtos. Com isso, a cidade se fortalece cada vez mais do ponto de vista sócio-econômico”, diz Marcelo.
Para o presidente da Paratur, o Governo do Estado, seja por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) ou da Paratur, vem trabalhando em diversas frentes para tornar o Pará referência em turismo na Amazônia, com a meta de garantir que até 2020 seja o destino líder na região.
“Participaremos em 2014 de pelo menos 12 feiras e eventos nacionais e internacionais, sendo 9 no exterior e 3 no Brasil. Também realizaremos este ano mais uma edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (Fita), que deve trazer ao Pará grandes marcas do turismo mundial e os principais agentes de viagens e operadores que comercializam o Brasil no exterior e aposta no Pará, enquanto Obra-Prima da Amazônia, como produto de excelência”, garante Marcelo.
“Belém é o portão de entrada para a Amazônia, agora referência para a Europa e Estados Unidos em termos de voos internacionais, e trabalharemos em 2014 para que a cidade tenha cada vez mais motivos para comemorar”, afirma o presidente da Paratur.
Belém, fundada em 1616, simboliza a integração da Amazônia ao território brasileiro e é a cidade que melhor reflete a identidade amazônica em sua paisagem e em sua cultura. Uma metrópole tropical, imersa nas águas da baía do Guajará e no verde das inúmeras ilhas que a circundam. Seu conjunto histórico e arquitetônico guarda os registros de outros tempos e é palco de tradições da cultura viva, mas também um centro de produção do conhecimento e de novas formas de expressão cultural e linguagens artísticas.

Texto:
Benigna Soares


Novo serviço permite revogar isenção de ICMS
A partir do dia 14 de janeiro, as pessoas portadoras de necessidades especiais que receberam, da Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa), Portaria de isenção de Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transportes Interestadual e Intermunicipal (ICMS) para aquisição de veículos e, por algum motivo, não utilizem esse benefício, poderão solicitar a sua revogação através do Portal de serviços da Sefa, https://app.sefa.pa.gov.br/portalservicos/index, utilizando o mesmo cadastro e senha usadas para o requerimento do benefício da isenção.
“Este novo serviço dá seguimento ao cronograma de implantação da Solicitação Eletrônica de Benefícios Fiscais, iniciada no ano passado no Portal de Serviços da Secretaria”, explica a coordenadora de Célula de Análise e acompanhamento dos incentivos e benefícios fiscais, Eneida Siqueira.
A solicitação eletrônica é feita por meio eletrônico sem uso de processo em papel. O solicitante acompanha a tramitação pela internet, por meio de senha. Para ter acesso ao serviço, é necessário se cadastrar junto a Sefa. A solicitação deve ser feita com o envio de documentos digitalizados e anexados.
A Solicitação Eletrônica de Benefícios Fiscais é um projeto financiado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) e foi iniciada em maio de 2013, com as isenções de ICMS e do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para pessoas com deficiência. Em setembro o sistema passou a recepcionar os pedidos de benefícios fiscais das empresas integrantes da cadeia florestal madeireira e, em dezembro, passou a atender as empresas do setor moveleiro.
Serviço: Para maiores informações os interessados devem entrar em contato pelo call center 0800 725 5533 ou acessar o site www.sefa.pa.gov.br, no link Manual do Atendimento.

Texto:
Ana M. Pantoja


Governo do Estado adotará Protocolo Eletrônico para substituir o papel nos órgãos públicos
A Secretaria de Estado de Administração (Sead) deu início ao treinamento do Protocolo Eletrônico, que consiste na substituição do papel pelo meio digital. A ação objetiva digitalizar todos os documentos nos 75 órgãos da administração estadual, sendo a Sead o ponto de partida. A secretaria adotará o formato para produção, tramitação e recebimento de todos os documentos. A capacitação, destinada primeiramente aos servidores da Secretaria de Administração, está sendo realizada na sala de treinamento Algecira R. Nobre, na Sead, das 9h às 12h, e segue até o início de fevereiro.
Um dos responsáveis pelo treinamento, Roberto Galúcio, técnico da Diretoria de Gestão da Cadeia de Suprimentos e Serviços Logísticos (DGL), explica que cada servidor da Sead já tem data agendada para participar da capacitação. “Estamos ensinando a forma digital de criar documentos, como fazer anexo, despacho e tramitação. É importante que todos compareçam para estarem aptos quando o projeto piloto começar a vigorar, internamente, a partir de fevereiro de 2014” enfatizou Roberto Galúcio.
O Protocolo Eletrônico traz benefícios como contenção de despesas, diminuição dos impactos ambientais, com a redução do uso de papel, e ainda mais rapidez no andamento dos processos, ofícios, memorandos e contratos. O projeto está sendo desenvolvido por três entidades governamentais, sendo a Sead responsável pela elaboração e homologação das regras, a Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa) pela criação e desenvolvimento do sistema e a Auditoria Geral do Estado (AGE) pelos aspectos jurídicos dos procedimentos.
O sistema já está em funcionamento na sede da Prodepa e será aplicado na Sead, como piloto, em fevereiro de 2014. Como meta, a Sead prevê o mês de maio para oficialização do projeto, por meio de decreto do Chefe do Poder Executivo Estadual, para que comece a implantação em todos os outros órgãos governamentais do Estado do Pará.

Texto:
Thays D. Rosario


Familias ribeirinhas do Baixo Tocantins são beneficiadas com o Cheque Moradia
Setenta e quatro famílias da vila de Maiauatá, em Igarapé-Miri, região do Baixo Tocantins, a 78 quilômetros da capital, foram beneficiadas com cheques moradia entregues pelo vice-governador Helenilson Pontes nesta quinta-feira, 10. A vila de Maiauatá tem quase 20 mil habitantes e foi erguida em uma área de várzea, sob plataformas de madeira, às margens do rio Meruu. O Cheque Moradia é um programa habitacional do Estado que viabiliza a aquisição de material de construção para reforma, ampliação e construção de novas habitações, promovendo a diminuição do déficit habitacional.
A presidente da Companhia de Habitação do Pará (Coahb), Noêmia Jacob, explicou que a chegada do programa à vila de Maiauatá é uma experiência diferenciada dos outros municípios que já foram beneficiados com o Cheque Moradia. “Por se tratar de uma vila ribeirinha, o programa teve que se adequar ao padrão local e agregar também assistência técnica que respeite as características amazônicas e oriente os beneficiados a construir casas que estejam em equilíbrio com o meio ambiente”. Para isso, diz a presidente, foi designada uma equipe de profissionais que vai orientar os beneficiados na construção de suas habitações.
Para Helenilson Pontes, os benefícios do Cheque Moradia para populações ribeirinhas como a de Maiautá vão além dos já conhecidos. A maioria dos cheques será destinada à construção de moradias, já que muitos vivem em palafitas, em precárias condições de habitação. “O Cheque Moradia é um grande programa social que já mudou a vida de mais de 40 mil famílias paraenses, chegando aos municípios mais distantes do estado”, comentou.
O vice governador também destacou outros investimentos estruturantes que estão sendo realizados pelo Governo do Estado na região do Baixo Tocantins. Como exemplo, citou a construção das pontes dos rios Igarapé-Miri e Meruu, que somam investimentos de R$ 100 mil. “Esta região tem uma demanda histórica pela construção das pontes”, comentou Helenilson, ressaltando que a ponte sobre o rio Igarapé-Miri já está sendo construída e a que fica sobre o rio Meruu deverá ser licitadas até o mês de julho. “O Governo do Estado está saldando esta dívida histórica, integrando definitivamente a região a todo o Pará” comentou.
Mudança de vida - A aposentada Raimunda da Silva, 67 anos, teve 15 filhos e 34 netos. Ela comentou emocionada o que significa poder construir uma casa digna para sua família. “Eu já passei por muita coisa nessa vida. Cortava seringueira, pescava camarão com matapí e vendia na feira para poder comprar uma carne ou um peixe para meus filhos”, disse, relembrando a forma artesanal como eram construídas as casas antigamente, com parede de miriti e cobertas com palha. “Quando a vinha a água grande os troncos de paxuúba boiavam no rio e a gente tinha que refazer as casas”, recordou. Com o tempo, ela pode ir melhorando a casa onde vivia. “Mas só agora com a ajuda de Deus e com o apoio do governo vou poder contruir uma casa bem melhor para minha família”, falou chorando.
Já o pescador Raimundo Santana, 45 anos, sempre morou na mesma casa e foi melhorando a estrutura do imóvel aos poucos. Sem trabalho fixo, ele vive da colheita do açaí, da pesca e da roça. “Não tenho condições de fazer uma casa melhor, mas agora, com esta ajuda, vou poder investir nisso e dar uma vida melhor para meus cinco filhos”, explicou. Já a dona de casa Maria Rosilene da Silva Lobato, 41 anos, com seis filhos, explica que vive somente com a renda do marido e do Bolsa Família. “E assim nós vamos levando a vida, em uma casa de madeira onde a cozinha é coberta com plástico e o banheiro está caindo aos pedaços”, detalhou.
O município de  Igarapé-Miri é o primeiro a ser visitado em 2014 pela caravana do Cheque Moradia, iniciada ano passado, quando o programa completou dez anos de criação. A equipe do programa entregou o benefício em mais de 17 municípios ao longo de 2013, em parceria com os gestores municipais, beneficiando cerca de 900 famílias. Em todo o Estado, o programa de transferência de renda da Cohab beneficiou 5.112 famílias no ano passado, liberando cerca de R$ 50 milhões em recursos.

Texto:
Márcio Flexa


Começa na segunda (13) a rematrícula de alunos no IECG
O Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG) inicia na próxima semana o calendário de matrículas de 2014. O período começa com a rematrícula dos alunos que já estudam no Conservatório. A rematrícula dos alunos que vão cursar os cursos fundamental, técnico e demais cursos livres do IECG, durante o ano letivo de 2014, será realizada de 13 a 24 de janeiro no horário de 8h às 17 horas. O recebimento da documentação irá ocorrer na sala Ettore Bosio.
Para fazer a rematrícula é necessário pagar uma taxa anual no valor de R$ 175,00.  A taxa cobrada é individual por aluno. O depósito deve ser feito no Banpará, agência 021-2, conta corrente 182.071. O comprovante de pagamento da taxa anual é documento obrigatório para a matrícula e deve ser apresentado no ato da rematrícula juntamente com as cópias dos seguintes documentos: declaração ou comprovante de matrícula/2014 na escola regular, comprovante de residência (se tiver havido mudança de endereço) e duas fotos 3X4.
Os alunos que vão se habilitar ao curso técnico devem apresentar, além dos documentos já listados, o certificado de conclusão ou um documento comprovando que ainda estão cursando o segundo grau, acompanhado do histórico escolar. O IECG lembra os pais e responsáveis que o CPF é documento indispensável para a matrícula.
Aqueles alunos que concluíram a musicalização em 2013 e foram selecionados através dos testes de aptidão para os instrumentos farão a matrícula nos dias 6 e 7 de fevereiro. Em breve o IECG irá divulgar as inscrições aos testes de musicalização de 2014 para alunos novos com idades entre 7 e 19 anos e também para os candidatos que já sabem tocar um instrumento.
Este ano, o instituto irá disponibilizar também as inscrições online para os candidatos interessados em se submeter aos testes. O objetivo é garantir mais comodidade aos interessados que procuram a instituição com a finalidade de estudar música. As aulas no IECG estão programadas para começar no dia 5 de maio de 2014, obedecendo o calendário escolar da Seduc. Maiores informações podem ser obtidas na secretaria do Instituto ou pelo telefone 3201-9467.

Texto:
Rosa Cardoso


Região Metropolitana de Belém registra inflação de 0,71%
O Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) divulgou, na manhã desta sexta-feira (10), o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Região Metropolitana de Belém (RMB) do mês de dezembro e o acumulado do ano de 2013. De acordo com a pesquisa, que mensura as variações de preços dos bens e serviços que compõem o orçamento das famílias residentes na RMB, o índice alcançou taxa de 0,71% no mês em questão, ficando 0,08 pontos percentuais acima do registrado no mês anterior, quando alcançou 0,63%.
Dos nove grupos de despesas, oito registraram taxas positivas como: Educação, Leitura e Papelaria (1,47%), Alimentação e Bebidas (1,44%), Transportes (1,25%), Móveis e Equipamentos Domésticos (0,76%), Vestuário (0,65%), Saúde e Cuidados Pessoais (0,21%), Comunicação (0,14%) e Habitação (0,10%). Somente o grupo Despesas e Serviços Pessoais registrou taxa negativa de -1,44%.
No grupo Educação, Leitura e Papelaria (1,47%), os itens responsáveis pela alta foram uniforme escolar (11,68%), livro e revista técnica e outros (13,67%) e outros artigos e papelaria (2,19%). Em Alimentação e Bebidas (1,44%), o subgrupo Alimentação Fora do Domicílio (6,16%) foi responsável pela taxa registrada no mês, contribuindo com 0,34 pontos percentuais. Os itens que mais influenciaram foram almoço e jantar (7,71%), pão com manteiga (5,22%), cafezinho (5,39%), refrigerante (19,54%), salgadinho (1,35%), cerveja (3,35%), água  mineral (8,48%) e sanduíche (0,99%). Já no subgrupo Alimentação no Domicílio (0,48%), os itens que mais influenciaram foram Tubérculos e Raízes (2,62%), Hortaliças, Legumes e Verduras (1,66%), Cereais, Leguminosas e Oleaginosas (0,94%), Peixes e Crustáceos (0,44%), Aves e Ovos (1,57%), Leite e Derivados (1,25%) e Óleo e Gorduras (2,51%).
O grupo Transportes (1,25%) apresentou esse resultado, principalmente devido a itens como Transporte Público (1,02%) - táxi (6,99%), barco (5,55%), passagem de ônibus intermunicipal (0,37%), interestadual (7,36%), outras peças e acessórios (1,97%), automóvel usado (7,87%) e Combustível para Veículos (0,98%) - gasolina (0,68%) e óleo diesel (5,81%). No grupo Móveis e Equipamentos Domésticos (0,76%), a variação ocorreu devido ao aumento médio nos itens Mobiliário (0,91%), Eletrodoméstico e Equipamentos (0,65%), Manutenção de Móveis (3,46%) e Manutenção de Aparelho Doméstico (0,93%).
Já o grupo Vestuário (0,65%) registrou aumento nos preços médios de Roupas de Criança (1,44%), Acessórios Femininos e Masculino (2,50%), Calçados (3,43%) e Tecido e Artigo de Armarinho (15,19%).  Em Saúde e Cuidados Pessoais (0,21%), o subgrupo Cuidados Pessoais (0,43%) foi o que mais teve influência na taxa mensal do grupo.
No grupo Comunicação (0,14%), observou-se aumentos nos preços de aparelho de telefone celular (2,74%) e o único item que registrou taxa negativa no grupo foi aparelho de telefone convencional (-7,55%). Em Habitação (0,10%) ficaram mais caros condomínio (7,40%), aluguel (0,60%) e reparos (2,43%). Por fim, a taxa negativa do grupo Despesas e Serviços Pessoais (-1,44%) foi influenciada por itens como Serviço Pessoal (-3,47%), Artigos de Recreação (-2,51%) e Despesas Pessoais (-0,77).
No acumulado do ano de 2013, a taxa foi de 9,59%, ganhando destaque o grupo Móveis e Equipamentos Domésticos (20,53%) e o subgrupo Alimentação Fora do Domicílio (22,63%). Durante a pesquisa são observados os preços de mais de 300 produtos em cerca de 800 estabelecimentos.

Texto:
Fernanda Graim


Adepará apreende mais de 100 kg de peixe de origem clandestina
Mais de 150 quilos de pescado de origem clandestina foram apreendidos durante operação realizada pela Agência de Defesa Agropecuária do Pará, em parceria com o órgão de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/PA).
A apreensão ocorreu nesta quinta-feira (9) em estabelecimentos varejistas de Belém, com o objetivo de coibir a produção clandestina dos produtos de origem animal e vegetal, visando garantir a qualidade da procedência do alimento que vai para a mesa do consumidor paraense, explicou Jefferson Oliveira, gerente de Inspeção Estadual da Adepará. “A operação visa respaldar os consumidores no que estão adquirindo. Oferecer um produto com procedência, que tenha garantia de qualidade, que seja obtido de forma higiênica e atenda todos os preceitos da legislação vigente”, frisou.
Quatro supermercados foram fiscalizados, sendo que em um estabelecimento foram encontrados cerca de 100 quilos do produto de origem animal oriundo de produção ilegal, entre eles, espécies de peixes como gó, dourada e piramutaba, além de mexilhão e lula. Os demais estavam com cerca de 20 quilos cada. A maioria foi apreendida por não apresentar procedência de origem e rótulos que não atendem os padrões exigidos pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), uns até falsificados.
A operação resultou, ainda, na retirada de 27 quilos de carnes que já estavam impróprias para o consumo. O produto estava acondicionado de forma irregular e conservado em temperatura inadequada, a maioria já apresentava coloração alterada. “A carne estava com características alteradas, a cor já estava esverdeada, em processo de deterioração em virtude do mal acondicionamento do produto”, descreveu o gerente de inspeção.
Os proprietários receberam auto de apreensão e a maioria do material recolhido foi encaminhada à Cooperativa da Indústria Pecuária do Pará para incineração do produto. Os demais foram inutilizados com creolina e água sanitária no local da apreensão, como solicitado pelos proprietários dos estabelecimentos.
“Isso é muito bom, pois a gente não sabe como o material é processado. Por várias vezes já comprei peixe congelado e, ao chegar em casa, verificar que estava estragado”,  reclamou a empresária Tereza Costa. “Essa fiscalização é benéfica para o consumidor que costuma comprar pescado no supermercado. A intenção é acabar com essas práticas abusivas ao cliente e quem se sentir lesado, basta comparecer ao Procon e fazer a denúncia”, recomendou o agente fiscal do Procon, José Santino. A vítima também pode fazer reclamação através do e-mail proconatende@procon.pa.gov.br ou ligar para 151 do Procon.
“Só nos resta fazer as adequações recomendadas para assim não cometermos o mesmo erro. Vamos nos reunir com fornecedores e pedir adequação dos produtos conforme orientações dos órgãos competentes”, declarou um proprietário que preferiu não ser identificado.
Na operação, os proprietários receberam ainda advertência quanto a comercialização de produtos artesanais e de origem animal. Em todos os estabelecimentos foram encontrados produtos sendo comercializados sem o registro emitido pelos Serviços de Inspeção autorizados. “A fiscalização serve para esclarecer sobre a importância da comercialização de produtos registrados. O consumidor pode estar sendo lesado ao usar produtos clandestinos”, reiterou Mário Tavares, gerente de Produtos Artesanais.

Texto:
Claudiane Santiago


Emater quer triplicar a produção de milho em Altamira em três anos
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Altamira, oeste paraense, já começou o plantio de milho, da cultivar Bandeirantes. A área plantada serve como Unidade Demonstrativa (UD) de técnicas e tecnologias de produção utilizando pequenas áreas e apresentando alta produtividade.
Este é o segundo ano do projeto, que ocorre no Travessão do Pimentel, na propriedade do agricultor familiar Francisco Matos, no Projeto de Assentamento Assurini e a expectativa da Emater é triplicar a produção de semente por hectare plantado, que hoje tem média na região de 30 sacas, além de evitar a abertura de novas áreas para plantio.
Segundo Ademar Rodrigues, técnico da Emater, a adoção de técnicas como gradagem, correção do solo e adubação, favorecem o aumento da produtividade da cultura. O projeto tem o acompanhamento da Emater em todas as etapas de produção. “É de suma importância a orientação técnica, temos observado que alguns produtores têm feito a gradagem do solo, mas têm deixado outros cuidados de lado e isso tem ocasionado até erosão nas áreas de plantio”, disse Rodrigues.
Para essa segunda etapa do projeto, a expectativa é colher 100 sacas de sementes de milho por hectare plantado. Segundo dados da Emater, só no último ano, por conta do incentivo aos agricultores, a área plantada de milho em Altamira aumentou pelo menos 10% em relação a última safra. No momento 80% do milho consumido em Altamira é importado. “Em cerca de três anos queremos que 60% do nosso consumo seja produzido aqui”, confirmou o técnico.

Texto:
Iolanda Lopes


Detran recebe do Governo do Estado novos veículos para fiscalização
O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) recebe nesta segunda-feira, 13, do Governo do Estado, veículos novos que serão utilizados nas atividades de fiscalização de trânsito da autarquia. As caminhonetes Pick up da marca Ford Ranger serão entregues em uma solenidade marcada para as 9h30 da manhã, no estacionamento da sede do Detran, no Mangueirão, em Belém. O ato contará com a presença do governador Simão Jatene e do diretor geral do Detran, Agostinho Soares, além de demais autoridades do setor de segurança do Estado. Os veículos serão distribuídos para as Circunscrições de Trânsito (Ciretrans) de Santarém, Itaituba, Tucuruí, Altamira, Marabá, Parauapebas, Redenção, Paragominas, Abaetetuba, Capanema, Castanhal e Breves. Todos os gerentes dessas agências também estarão presentes para receber os veículos que deverão acrescentar agilidades e maior eficiência no trabalho de fiscalização de trânsito nesses municípios.  

Texto:
Edson Matoso


Seel e Clube do Remo se mobilizam para ajudar famílias desabrigadas de Abaetetuba
Para ajudar as vítimas do deslizamento de terra que aconteceu no sábado, 4, no município de Abaetetuba, nordeste do Estado, a Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) e o Clube do Remo unem forças e realizam uma campanha para angariar alimentos e agasalhos.
A arrecadação será feita na próxima segunda-feira, 13, na rampa de acesso ao Mangueirão, quando acontece o jogo entre Remo e Cametá. Cada quilo de alimento não perecível ou agasalho dará direito a um cupom para o sorteio de dez camisas oficiais do Clube do Remo, no intervalo da partida.
O secretário da Seel, Vítor Miranda, afirma que a mobilização é fundamental para apoiar as vítimas. “É muito importante ajudar essas pessoas a superarem as perdas e, a partir disso, decidimos selar esta parceria com o Clube do Remo para arrecadar os donativos”, explica Vitor.
Os prêmios serão entregues na terça-feira, 14, na sede do Clube do Remo, durante uma noite de autógrafos e contará com a participação dos principais dirigentes da campanha, como: o secretário de Estado de Esporte e Lazer, Vitor Miranda; o presidente do Remo, Zeca Pirão e os jogadores Eduardo Ramos e Athos.

Texto:
Liandro Brito


Programação cultural comemora aniversário de Belém
O Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), está com uma ampla programação para comemorar o aniversário de 398 anos de Belém, no próximo domingo, dia 12. A data será marcada pela entrega, ao acervo do Museu de Arte Sacra, de duas novas peças, uma Santana Mestra e uma Nossa Senhora do Carmo, datadas do século XVIII, de grande valor histórico para a cidade, e pelo lançamento da 4ª edição do livro Belém da Saudade, com o resgate de 114 imagens antigas da cidade. A cerimônia está marcada para as 10h30, na Igreja de Santo Alexandre, no Museu de Arte Sacra, com a presença do prefeito Zenaldo Coutinho. Na ocasião, serão executadas canções em homenagem à cidade, pela pianista Ana Maria Hadad.
Ainda no dia 12, os já tradicionais tiros de canhão de 1864, do Museu do Forte do Presépio, na Praça Frei Caetano Brandão, vão acontecer às 10h30 e 11h, em homenagem à cidade. As comemorações incluem ainda a exposição “Os jardins fazem a cidade”, resultado da parceria do Governo do Estado, por meio da Secult, Pará 2000 e Aliança Francesa. A mostra apresenta parte da obra inédita do fotógrafo francês Michel Corbou, que a partir de um olhar artístico defende os jardins públicos pelo mundo. A exposição poderá ser visitada, gratuitamente, entre os dias 10 e 26 de janeiro, no Bouvellard das Feiras, na Estação das Docas.
No dia 14, as homenagens à cidade seguem com a abertura da exposição “Portinari na Coleção Castro Maya”, às 19h, no Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP). O público terá oportunidade de visitar as obras de um dos maiores pintores brasileiros até o dia 12 de fevereiro. Com pinturas, desenhos e gravuras realizadas entre os anos de 1938 e 1959, a mostra traz à capital paraense 57 obras originais de Cândido Portinari, considerado o maior artista da pintura modernista brasileira.
A programação preparada pelo Governo do Estado, por meio da Secult, terá ainda um concerto especial do músico Salomão Habib – solo violão “Belém! Paisagens Musicais”, com a participação especial de João de Jesus Paes Loureiro, Andréa Pinheiro e Sebastião Tapajós, no Salão das Artes, neste domingo (12), no Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP), às 19h, com entrada franca.
Acompanhe a programação da Secult para o aniversário de Belém:
- Dia 12, às 10h, no Museu de Arte Sacra (Igreja de Santo Alexandre): Lançamento da 4ª edição do livro “Belém da Saudade” e entrega das duas imagens ao acervo do Museu de Arte Sacra.
- Dia 12, às 19h, Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP): Concerto especial do músico Salomão Habib – solo violão “Belém! Paisagens Musicais”, com a participação especial de João de Jesus Paes Loureiro, Andréa Pinheiro e Sebastião Tapajós,no Salão das Artes.
- Até o dia 26 de janeiro, no Bouvellard das Feiras, na Estação das Docas: Exposição "Os jardins fazem a cidade”, com obras inéditas do fotógrafo francês Michel Corbou.
- Dia 14, às 19h, no Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP): Abertura da exposição “Portinari na Coleção Castro Maya”, que poderá ser visitada até o dia 12 de fevereiro. 

Texto:
Alexandra Cavalcanti


Prefeituras de Bragança e Augusto Corrêa participam de reunião na Sepaq
Os prefeitos Nelson Magalhães (Bragança) e Romana Reis (Augusto Corrêa) participaram de uma reunião nesta sexta-feira, 10, na Secretaria Estadual de Pesca e Aquicultura (Sepaq). Eles foram recebidos pelos diretores Helder Aranha (Logística, Estudo e Estatística) e Romildo Morais (Desenvolvimento de Pesca).
Durante o encontro, os prefeitos solicitaram apoio da Sepaq para as feiras do Peixe-Vivo que serão realizadas nos municípios durante a Semana Santa. Também ficou acertado que ainda este mês a cidade de Bragança vai sediar um Seminário de Pesca que vai reunir diversos municípios da região do Salgado. “Queremos estimular a produção de pescado na região”, disse o prefeito Nelson Magalhães.
A prefeita de Augusto Corrêa, Romana Reis, também destacou a criação de ostras no município, trabalho que conta com a parceria da Sepaq. “Pretendemos ampliar essa produção em 2014 e também queremos investir na criação de camarão em cativeiro”, disse ela.
Ainda em Augusto Corrêa existe o projeto de construir um Mercado de Peixe e Mariscos. Os diretores da Sepaq se comprometeram em enviar técnicos e engenheiros de pesca aos dois municípios para que seja feito o acompanhando dos projetos de piscicultura e ostreicultura. Também serão realizados cursos de capacitação com os produtores.
“Vamos esperar a solicitação oficial dos municípios e posteriormente estaremos indo até as cidades para prestar assistência”, disse Helder Aranha.

Texto:
Christian Emanoel



Polícia Civil investiga paradeiro de outros integrantes de quadrilha presa na baía do Guajará
Dos 18 homens presos, na última quinta-feira, 9, em uma embarcação na baía do Guajará, com armas, munição e outros objetos, 15 já tinham passagem pela Polícia. Seis deles foram identificados como integrantes de quadrilhas especializadas em roubos a bancos. Oito são foragidos da Justiça paraense. Todos têm envolvimento em tráfico de drogas e roubos. Na ocasião em que foram presos, eles pretendiam matar os irmãos de apelidos "Papagaio" e "Deivinho", apontados como líderes do tráfico de drogas em Barcarena.
A prisão do bando foi acompanhada pela equipe da Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO), que repassou informações à Delegacia de Polícia Fluvial, pois a DRCO já tinha conhecimento da quadrilha, formada por assaltantes de banco que atuam nos estados do Norte e Nordeste do Brasil. Os presos residiam em Belém (Jurunas), Ananindeua, Barcarena e Abaetetuba. O líder do bando é o criminoso conhecido como "Sérgio Surfista".
O delegado Dilermando Dantas, diretor do Grupamento Fluvial, explicou que a quadrilha foi presa a partir de denúncias de tráfico de drogas na região feitas à Companhia de Polícia Fluvial, que faz parte do Grupamento. Os policais então se deslocaram até a ilha de Cotijuba, em Belém, onde foram informados que um grupo de homens armados havia acabado de deixar o local. A guarnição perseguiu até interceptar o barco "Poder de Deus de Muaná", onde estavam os criminosos. De acordo com o delegado, a quadrilha seguia para Barcarena, onde pretendia matar os dois chefes do tráfico na região para tomar o comando da venda de drogas.
Ainda conforme o delegado, o grupo era maior do que se pensava. "Havia mais seis integrantes, que estavam em uma lancha, onde eram transportadas outras armas - uma metralhadora calibre 12, uma pistola 9mm e um fuzil", explica. Dantas ressalta que há informações de que o grupo é o responsável por duas mortes recentes registradas em Barcarena. Uma delas é a do assaltante "Márcio Marajó", morto em Barcarena no último dia 7.
As investigações revelam que "Márcio Marajó" era integrante do grupo dos irmãos "Papagaio" e "Deivinho", rivais da quadrilha de "Sérgio Surfista". Ainda, conforme o delegado, há poucos dias, o grupo teria invadido casas de ribeirinhos, em uma localidade na zona rural, em busca do suposto esconderijo dos irmãos traficantes, que não foram encontrados. As investigações prosseguem para localizar e prender os demais envolvidos no bando. Os presos estão recolhidos no Sistema Penitenciário à disposição da Justiça.

Texto:
Walrimar Santos


Setran investiu quase 290 milhões na melhoria das rodovias paraenses em 2013
A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) segue com a execução do cronograma de investimentos em infraestrutura da Agenda Mínima do Governo do Estado e encerrou o ano de 2013 com a entrega de importantes obras de implantação, conservação, restauração e pavimentação de vias, além de construção e substituição de pontes em concreto armado, em rodovias de diferentes regiões do Estado. Investimento que somam R$ 288.882.210,85 em serviços e que representam uma extensão de 469 quilômetros de rodovias restauradas e 302 metros de pontes entregues à população.
Entre as obras está o complexo da Alça Viária, projetado para interligar a Região Metropolitana de Belém com os municípios do sul e sudeste e região do Capim, além da construção da rodovia Perna Sul, investimento exclusivo do tesouro do estado no valor de R$ 46,5 milhões. A rodovia foi totalmente construída, substituindo uma antiga estrada vicinal estreita e perigosa, cheia de curvas em leito natural, com várias pontes de madeira e pinguelas (pontes improvisadas com toras de madeira) que levavam às comunidades rurais do município de Acará.
Segundo o titular da secretaria, Eduardo Carneiro, a Setran, no decorrer de 2014, dará continuidade à execução de serviços de implantação, conservação, restauração e pavimentação em mais 17 importantes rodovias e está construindo ou substituindo 15 pontes, que até o momento encontram-se, a maioria delas, com 50% das obras executadas. O investimento é de R$ 663.777.102,74, que representam 797,63 quilômetros de estradas restauradas e 2.191,76 metros de pontes.
Planejamento 2014
Malha viária
Estão previstos dentro do cronograma de obras do Governo do Estado, a ser executado pela Setran, empreendimentos que serão financiados pela linha Finisa (Financiamento à Infraestrutura e ao Saneamento) da Caixa Econômica Federal, no valor total de R$ 474.670.397,80, que serão aplicados na pavimentação de rodovias (PA-370, PA-411, PA-477,  PA-127, PA-253, PA-242) e construção de duas pontes, uma sobre o Rio Capim, no município de Paragominas, com extensão de 500 metros, e outra sobre o Rio Meruú, no município de Igarapé-Miri, com extensão de 580 metros.
Aeródromos
O programa de infraestrutura de transportes do Governo para o setor aeroviário paraense receberá investimos de R$ 55 milhões para preparar pistas de pouso e decolagem, área de manobra das aeronaves e estação para abrigar passageiros em 13 municípios situados nas diversas regiões do Pará. Destes, nove estão localizados na Região de Integração do Marajó, especificamente nos municípios de Anajás, Cachoeira do Arari, Chaves, Curralinho, Muaná, Ponta de Pedras, Portel, Santa Cruz do Arari e Sebastião da Boa Vista.
A elaboração dos projetos executivos está em fase conclusiva. Tão logo seja finalizada esta etapa, a secretaria dará início ao processo licitatório para o início das obras. Os aeródromos integrarão os municípios de difícil acesso por via terrestre. Os projetos foram elaborados com o objetivo de atender principalmente as populações que estão em áreas que dependem basicamente do transporte hidroviário. Atualmente o Pará possui 65 aeródromos públicos, incluindo o Aeroporto Internacional de Belém.

Texto:
Maísa Portal


Edital da Residência Multiprofissional em Saúde da Uepa sofre alterações
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) publicou uma errata do edital 01/2014, correspondente à seleção para a Residência Multiprofissional em Saúde. A formação é realizada pela Uepa e pelos hospitais associados. Foram corrigidas as datas da entrega dos documentos, da análise dos currículos e dos documentos comprobatórios.
No subitem 4.7, a errata esclarece que os documentos necessários à solicitação de isenção estão descritos nos subitens 4.5 e 4.6, e a alteração no período de solicitação, que foi até o dia 06 de janeiro. Outra alteração refere-se ao prazo de realização da segunda etapa do processo seletivo, quando serão analisados os currículos, que agora acontecerá nos dias 13 e 14 de fevereiro, das 8h às 13h.
A terceira e última alteração descrita no edital também está relacionada com a segunda etapa da seleção, e retifica que os documentos comprobatórios das atividades descritas em cada currículo agora devem ser entregues nos dias 11 e 12 de fevereiro.
Confira mais detalhes sobre a Residência Multiprofissional em Saúde no site www.uepa.br.

Texto:
Janine Bargas


Revista italiana destaca Belém na nova rota de voos da TAP
A revista italiana Turismo & Attualità (Turismo & Atualidades), que circula mensalmente em Roma, na Itália, dedicou espaço especial à Amazônia em sua última edição. Com o título “Um novo Brasil se descobre com a TAP”, é assinada por Tancredi Turiano na página Mercado. O jornalista escreve que o Brasil cresce em ritmo acelerado, sem sentir a crise que atingiu o mundo em 2013. Apresenta o país como sede da Copa do Mundo e das Olimpíadas de 2016 e o descreve como um destino belo e rico, atraente ao turista europeu.
A reportagem diz que, graças à TAP Portugal, o Brasil ganha uma nova rota para a Europa, com voos regulares que partem de Belém e Manaus, com três frequências semanais, a partir do mês de junho, quando a TAP passa a atuar em 12 destinos brasileiros.
Belém ganha um destaque especial na reportagem, como referência do turismo na Amazônia paraense, em especial por que o personagem principal da reportagem é Araci Coimbra, diretora da TAP  Portugal na Itália e Grécia, que esteve em Belém e Marajó de 21 a 24 de novembro, à convite da Paratur, com mais 14 diretores da TAP oriundos de diversos países europeus.
Confira a reportagem completa da Turismo e Attualittà em: 

Texto:
Benigna Soares


Aniversário de Belém terá cobertura da Amazon Sat
Chega a Belém neste sábado, para cobrir a programação do aniversário de Belém, à convite da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), mais uma equipe do grupo Amazon Sat, que inclui TV, rádio e mídias sociais. O maior grupo de comunicação do Amazonas, que retransmite sua programação para mais de 80 países, é parceiro da Paratur desde 2011 nas coberturas dos principais eventos mensais que fortalecem o turismo do Pará. 


Texto:
Benigna Soares


Cosanpa fez interligação de rede no Entroncamento por conta da obra do BRT
 A Cosanpa iniciou na madrugada desta sexta-feira, 10, um serviço de interligação de rede no Entroncamento a pedido da empresa que realiza as obras do BRT. O trabalho, que deveria encerrar às 5h de hoje precisou ser prolongado, por conta da forte chuva que caiu na madrugada e se estendeu até as 7h30.
Por conta do prolongamento da interligação, houve necessidade de desligar o sistema de  expansão da captação e distribuição de água do Bolonha, o que prejudicou o abastecimento em parte da Cidade Nova, da Guanabara e da Marambaia. O sistema foi religado assim que o serviço encerrou, às 7h30, e por volta de 8h o fornecimento de água começou a ser normalizado.  
A Cosanpa faz até o final da manhã, a recomposição de parte da Av. Almirante Barroso para que o trânsito seja liberado.

Texto:
Andrea Cunha


Servidor da Uepa expõe na Casa das Onze Janelas
Utilizando fotos 3x4 como ponto de partida, o artista plástico e servidor da Universidade do Estado do Pará (Uepa), Flávio Araújo, criou a exposição intitulada Impermanências, resultado da Bolsa de Criação, Experimentação, Pesquisa e Divulgação Artística do Instituto de Artes do Pará (IAP). A mostra fica aberta para visitações até o dia 8 de fevereiro, na Casa das Onze Janelas, no bairro da Cidade Velha.
A partir de uma sequência de fotos, uma mais antiga e outra mais atual, a intenção do artista é registrar a passagem do tempo. “Eu tenho muito material guardado e, dentro dele, uma vez encontrei uma foto 3x4 minha deteriorada, porque haviam molhado. Quando olhei, ela estava mais próxima da pintura do que da própria fotografia. Foi quando passei a trabalhar com ela e a dar mais atenção às fotos das outras pessoas”, conta Flávio.
O artista foi contemplado pela segunda vez com a bolsa do IAP. A primeira, em 2008, resultou na exposição 1000 Palavras. Com esta segunda exposição pelo IAP, a intenção de registrar o tempo é mostrar a mudança que ele causa não só nas pessoas, mas também no próprio material. Para isso, Flávio, além das pinturas, ampliou, imprimiu e expôs algumas das fotos que utilizou.
Também faz parte da exposição o caderno com as anotações feitas durante o processo, que começou antes mesmo da Bolsa, já que o artista teve a ideia no final do ano de 2012. “A bolsa é uma ajuda de custo para poder produzir sem ter que se preocupar em vender o trabalho para conseguir o dinheiro para a produção. A ideia da bolsa é estruturar o artista financeiramente e acompanhar esse processo”, afirma.
Flávio trabalha na Editora da Uepa (Eduepa) há quase três anos como designer, e faz algumas ilustrações para as capas de alguns livros. O artista é formado em Educação Artística pela Universidade Federal do Pará (UFPA), e especialista em Semiótica e Cultura Visual pelo Instituto de Ciências da Arte. Tem seu trabalho reconhecido na própria Uepa; foi o responsável pela arte que ilustrou a capa do Relatório Acadêmico e Social de Gestão da Universidade do Estado do Pará - Ano 2008/2009-2013.
Além das obras de Flávio, À Deriva, de Elza Lima, e Imensidão Íntima, da artista visual Elaine Arruda, também estão expostas na Casa das Onze Janelas, localizada na praça Frei Caetano Brandão, no bairro da Cidade Velha. As visitações acontecem até o dia 8 de fevereiro de 2014, de terça a sexta, das 10h às 18h, e aos sábados, domingos e feriados, das 10h às 14h. A entrada é gratuita.
Serviço
Exposição Impermanências
Data: Até dia 8 de fevereiro de 2014
Local: Casa das Onze Janelas
Entrada Franca.

Texto:
Janine Bargas


Novo prédio concentrará serviços e trará mais comodidade aos segurados do Iasep
Os mais de 240 mil segurados do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) passarão a dispor, a partir de maio, de um único espaço para viabilizar todos os serviços referentes ao Plano de Assistência em Saúde (PAS) do Estado. Trata-se de um novo prédio, anexo à Central de Segurados da Avenida Gentil Bittencourt, em Belém, onde funcionava antigamente o Instituto do Coração (InCor), que está sendo inteiramente reformado e ampliado para atender com mais comodidade todos os segurados da Região Metropolitana de Belém.
A primeira etapa da obra, que contempla a reforma e adequação de três dos quatro pavimentos do prédio, construção e adequação de salas, reforma do piso e instalações hidráulicas, deverá ser concluída já no próximo mês. Nesta etapa, recursos de quase R$ 470 mil estão sendo aplicados pelo Governo do Estado. As outras duas fases da obra, que deverão iniciar em março, contemplarão toda a parte elétrica e lógica, além da pintura de todo o prédio que passará se chamar “Central de Atendimentos - Iasep Belém”.
De acordo com o engenheiro responsável pela obra, Leonardo Chagas, cerca de 30% dos trabalhos já foram concluídos. “Se formos olhar o planejamento como um todo, envolvendo as três etapas, mas a obra está bem avançada”, destaca. Ele ainda explica que, antes da reforma, apenas o térreo estava em funcionamento. “Como antes aqui funcionava um hospital, várias adequações na estrutura interna estão sendo feitas para dar mais funcionalidade a ele. A intenção é abranger mais serviços, oferecer comodidade para os segurados e dar mais suporte para que os servidores trabalhem em um espaço adequado”, afirma.
Com a ampliação do espaço, o coordenador de planejamento do Iasep, Jairo Monteiro, informa que os serviços administrativos, hoje oferecidos na sede do Instituto (Av. Dom Romualdo) e na Central do Segurado da João Paulo (Av. João Paulo II, 277) funcionarão todos na Unidade da Gentil Bittencourt. “Essa era um necessidade que já se fazia necessária há algum tempo. Muitas das vezes nossos segurados têm que se ausentar dos seus órgãos para ir atrás desses serviços, e em função de estarmos em locais diferentes, o processo acabava se tornando mais lento”, explica.
A centralização dos serviços, na avaliação do coordenador, trará mais celeridade aos processos de autorização de exames, cirurgias e outros serviços em saúde. “A gestão estará próxima do usuário. Com isso, se houver alguma situação que precise de intervenção da diretoria de saúde, por exemplo, isso poderá ser feito na mesma hora. Com isso ganha o Iasep, que estará prestando um serviço de regularidade, e ganha o segurado porque vai ter um atendimento com brevidade”, ressalta.
O novo prédio também oferecerá melhores condições de trabalho aos cerca de 300 servidores do órgão. “Hoje esses servidores trabalham em unidades acanhadas, em salas muitas vezes não adequadas para o tipo de trabalho que desempenham. Com esse novo espaço, os servidores também irão reduzir sua ausência nos locais de trabalho, já que todos os setores estarão integrados. Isso significa mais tempo e mais motivação para que eles possam conduzir suas atividades e oferecer um serviço público de qualidade à população”, conclui.
O que vai funcionar no novo prédio:
• Presidência e Vice-Presidência
• Diretoria de Saúde
• Diretoria Administrativa
• Procuradoria Jurídica
• Coordenadorias e gerências da Administração e Assistência à Saúde
• Atendimento ao público
Que tipo de serviços o IASEP vai oferecer no novo prédio:
• Autorização de exames
• Autorização e cirurgias 
• Assistência Social
• Assistência Domiciliar
• Cadastramento (adesão ao plano, inclusão de dependentes, cartão Iasep)
Raio X da Obra:
Início: dezembro de 2013
Previsão de conclusão: Fevereiro de 2014 (1ª etapa) - Abril de 2014 (1ª, 2ª e 3ª etapa)
Valor: R$ 469.249,38 (1ª etapa)
Andamento da obra: 30%  (1ª etapa)
Empresa responsável: Precisão Construtora Civil e Incorporadora (Contratação por adesão de ata/Sead)
Secretaria Responsável: Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep)
Órgão beneficiado: Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) (adesão a ata de registro de preços da Sead)
Endereço: Avenida Gentil Bittencourt, 2175. Entre as travessas 14 de abril e 03 de maio. São Brás. Belém.

Texto:
Amanda Engelke


Idesp e Sema agilizam realização de CAR quilombola
Representantes do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) estiveram na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), nesta quinta-feira (9), a fim de iniciar o processo de credenciamento do instituto para a realização do Cadastro Ambiental Rural (CAR) das comunidades quilombolas do Pará, com a interveniência do Instituto de Terras do Pará (Iterpa).
O credenciamento é  importante para agilizar o CAR em comunidades quilombolas e também para que o Idesp potencialize duas linhas de trabalho que vem desenvolvendo com comunidades quilombolas. A primeira é a elaboração dos planos que vão nortear a implementação da Política Estadual para as Comunidades Remanescentes de Quilombo do Pará. A segunda linha diz respeito à execução de projeto de apoio às comunidades quilombolas, financiado pela Fundação Ford (fundação internacional que combate a desigualdade social), o qual prevê a identificação, o referenciamento cartográfico, o levantamento de informações socioeconômicas e ambientais para a confecção do Atlas das Comunidades Quilombolas do Pará.

Texto:
Fernanda Graim


Definidos os períodos de defeso do caranguejo-uçá
Nos próximos dias começará a segunda etapa do primeiro período de defeso do caranguejo-uçá, que vai de 17 a 22 de janeiro. Em fevereiro, a captura dos crustáceos fica proibida entre os dias 15 a 20. Em março, a restrição à pesca ocorre de 2 a 7 e também de 17 a 22. O último período de proteção ao caranguejo, este ano, começa no dia 31 de março e se estende ao dia 5 de abril.
Durante esses períodos, fica proibida a captura, o transporte, o beneficiamento, a industrialização, o armazenamento e a comercialização do caranguejo. Quem infringir essas normas estará cometendo crime ambiental e além de ser multado terá o produto apreendido. Fonte de renda de pescadores artesanais, o crustáceo não poderá ser capturado nos períodos indicados devido à época de reprodução, a chamada "andada", quando machos e fêmeas saem das galerias e andam pelo manguezal para o acasalamento.
Por cada grupo de 100 caranguejos apreendidos será cobrada uma multa de R$ 400,00 inclusive para quem comercializa o crustáceo nessa época. Porém, quem tiver a Declaração de Estoque, emitida pelos institutos Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) ou Chico Mendes para a Biodiversidade (ICMbio), poderá realizar a venda.
As informações da declaração de estoque comprovam que o caranguejo foi capturado antes do período de reprodução. O vendedor que não portar essa declaração poderá ser levado à delegacia e responder a um Termo Circunstancial de Ocorrência (TCO). Além dos manguezais, restaurantes e feiras livres são os principais pontos a serem fiscalizados.
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), o Ibama, o ICMbio, Polícias Rodoviárias Federal e Estadual, Batalhão de Polícia Ambiental, Divisão Especializada em Meio Ambiente (Dema), Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Economia (Secon) e Ministério Público Estadual, além das Prefeituras Municipais, são órgãos responsáveis pela fiscalização, para que as normas sejam respeitas durante a "andada".

Texto:
Káthia Oliveira


Incubadora Pará Criativo incentivará o empreendedorismo cultural
Fomentar o empreendedorismo cultural é o principal objetivo da primeira incubadora da Rede Brasil Criativo na Região Norte, inaugurada na tarde desta quinta-feira (8), no Instituto de Artes do Pará (IAP), em Belém, com as presenças da ministra da Cultura, Marta Suplicy, do governador do Estado, Simão Jatene, e do prefeito da capital, Zenaldo Coutinho. O espaço, destinado a incentivar a gestão cultural, é uma iniciativa do Ministério da Cultura em parceria com o Governo do Pará.
 “A ideia desse espaço é fazer com que os gestores culturais do Estado se tornem empreendedores de cultura, e possam cada vez mais realizar um trabalho independente e produtivo, que além de difundir a cultura gere recursos para a comunidade”, declarou a ministra.
Simão Jatene destacou a parceria entre o governo estadual e a Secretaria da Economia Criativa, vinculada ao Ministério da Cultura, e disse que o projeto é uma porta de entrada para os demais investimentos no Estado. “Esse espaço é uma forma de profissionalizar ainda mais as manifestações culturais do Pará, que são riquíssimas por natureza. Vamos estimular a produção artística e cultural no Estado, através de planejamento e capacitação e, principalmente, de incentivo ao fomento e à gestão profissional dessas atividades”, afirmou o governador.
Investimento - A Incubadora Pará Criativo receberá um investimento de R$ 19,4 milhões, para ofertar aos agentes culturais cursos de consultoria em inovação, empreendedorismo, planejamento estratégico, assessoria contábil, assessoria jurídica, de comunicação e marketing e acompanhamento contínuo. O projeto contará ainda com a instalação de balcões de crédito, formalização, formação técnica, realização de cursos e uma área para trabalho colaborativo.
A inauguração da Incubadora Pará Criativo foi bem recebida por gestores de cultura do Estado. Segundo o músico Raimundo Santana, 50 anos, a incubadora oferecerá oportunidades para que mais pessoas participem de editais de fomento à produção cultural. “Esse projeto é uma forma de dar uma oportunidade mais igual a todos os profissionais que trabalham com cultura. Com uma boa orientação, consultoria e planejamento, cada vez mais pessoas podem ter acesso à política de inclusão social. E com isso todos ganham”, afirmou Raimundo Santana, integrante do grupo de Carimbó Unidos do Paraíso.
Revitalização - No evento também foi assinado o projeto de revitalização do Teatro São Cristovão, em Belém. O espaço, conhecido por ser referência de apresentação de grupos de pássaros e manifestações juninas nos anos de 1960 e 70, voltará a ser palco oficial da cultura popular em Belém.
“Quem viveu o auge das manifestações juninas no Pará sabe da importância do Teatro São Cristovão. Por isso, a revitalização do local sempre foi uma das principais bandeiras dos defensores da cultura Popular em Belém. Essa iniciativa do governo do Estado nos deixa bastante satisfeitos, pois não restaura apenas um prédio, mas restaura a volta de um espaço sagrado para uma manifestação que só existe aqui no Pará”, ressaltou a guardiã de Pássaro Iracema Oliveira, 76 anos.

Texto:
Adison Ferrera


Fugitivos de presídio do Maranhão são presos em Santa Maria do Pará
As polícias Civil do Pará e do Maranhão, em operação conjunta, prenderam, no município de Santa Maria do Pará, nordeste paraense, três fugitivos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, de São Luís (MA). Alan Kardec Dias Mota, 27 anos; Gihelinton de Jesus Santos, 27, e José Bonifácio Lemos da Silva foram apresentados, nesta quinta-feira (9), na sede da Polícia Civil, em Castanhal.
Eles estão envolvidos nas execuções de presos dentro da casa penal e de participação nos ataques a ônibus e a delegacias na capital maranhense. No Pará, eles estavam montando uma base do crime organizado na cidade paraense e planejavam assaltos no interior. Com os presos, um carro de luxo, modelo Ecosport, foi apreendido.
O trabalho policial foi feito por policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais, em conjunto com a Superintendência Regional da Zona do Salgado, Núcleo de Apoio à Investigação de Castanhal e Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO). Segundo o delegado Luís Xavier, titular da superintendência, os presos são integrantes da facção criminosa Primeiro Comando do Maranhão, que briga pelo comando dos presídios maranhenses com a facção rival Bonde dos 40, o que já resultou em dezenas de mortes no Sistema Penitenciário maranhense.
Só o preso Alan responde a dez homicídios no Maranhão. Os criminosos estavam há, pelo menos, um mês no Pará. Em Santa Maria, eles integravam uma organização criminosa que montava base na região para praticar assaltos e homicídios. Também no município, eles procuravam sítios e casas para alugar. O carro de luxo apreendido foi adquirido com dinheiro oriundo dos roubos. Após serem apresentados, eles foram transferidos para São Luís, para responder pelos crimes no Estado maranhense.

Texto:
Walrimar Santos


Polícia Civil apreende mais de 2 mil mídias piratas em Belém
A Polícia Civil deu prosseguimento, nesta quinta-feira (9), à operação denominada "Olho de Vidro", que visa à repressão aos pontos de venda de mídias piratas na região metropolitana de Belém. Cerca de 2,1 mil itens, a maioria jogos eletrônicos, foram apreendidos, em três quiosques, dentro de uma galeria de lojas na Travessa Padre Eutíquio, bairro da Campina, centro da capital. O dono dos pontos de venda foi detido e conduzido para a Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe) para prestar esclarecimentos.
Entre quarta e quinta-feira, mais de 14 mil mídias piratas foram apreendidas na operação. Segundo o delegado Neyvaldo Silva, diretor da Dioe, a operação vai continuar para combater a venda dos produtos piratas. Na quarta, os produtos apreendidos foram encontrados em áreas comerciais de seis bairros da capital paraense.
Para flagrar o crime de violação de direito autoral, os policiais civis percorreram os bairros do Guamá, Pedreira, Marco, Sacramenta, Telégrafo e Barreiro. O delegado Aurélio Paiva, que coordenou a operação, explicou que o trabalho contou com levantamentos de pontos de venda das mídias. Todo o material apreendido foi conferido e permanece recolhido à disposição da Justiça, que deverá determinar pela destruição dos produtos.

Texto:
Walrimar Santos


Polícia prende acusado da morte de líder quilombola em Belém
As polícias Civil e Militar prenderam, na noite de quarta-feira (8), em Belém, Carlos Alberto Araújo da Silva, 43 anos, conhecido como "Neguinho", apontado como responsável pelo assassinato do líder quilombola Teodoro Lalor de Lima, 55. O preso foi apresentado à delegada Maria Lúcia Santos, da Divisão de Homicídios, responsável pelo inquérito do caso. Carlos está com mandado de prisão temporária de 30 dias expedido pela Justiça. Ele foi encontrado, na casa de familiares, na Passagem Margarida, bairro do Tapanã, em Belém.
Em depoimento, Carlos confirmou a briga com a vítima, mas negou ter dado a facada que lhe ceifou a vida. Presidente da Associação dos Remanescentes de Quilombo de Gurupá, com sede em Cachoeira do Arari, no Marajó, Teodoro Lima foi morto na madrugada de 19 de agosto do ano passado, com um golpe de faca no peito. O crime teve motivações passionais, pois a vítima tinha envolvimento amoroso com a ex-companheira do acusado.
Após prestar depoimento à delegada, o preso foi transferido para o Centro de Triagem Metropolitano 2, no Complexo Penitenciário de Americano. Carlos Alberto confirmou que conviveu, por mais de quatro meses, ano passado, com a ex-companheira, Antônia Gomes dos Santos, 52 anos, e, na época, contou que tomou conhecimento de que ela o traía.
Na época, o crime teve ampla repercussão, já que a vítima lutava pela titulação dos quilombos na região de Cachoeira do Arari, no Marajó, e fizera denúncias ao Ministério Público Federal, nos últimos anos, sobre supostas ameaças contra quilombolas na região. Após o homicídio, a equipe policial, comandada pela delegada Maria Lúcia dos Santos, passou a investigar o fato e descobriu uma foto de Carlos Alberto. A imagem foi divulgada pela imprensa para conhecimento público.
No dia seguinte ao crime, a equipe da Divisão de Homicídios localizou Antônia, a pivô do crime. Em depoimento, a mulher contou que mantinha um relacionamento amoroso com a vítima, o que reforçou que Teodoro foi morto por Carlos por causa de ciúmes. Antônia dos Santos relatou que Teodoro, sempre que vinha a Belém, da ilha do Marajó, ia à sua procura no bairro da Cabanagem, pois a filha dele morava perto da casa de Antônia.
A mulher contou ainda que conheceu Carlos Alberto em maio de 2013, e que terminou o envolvimento amoroso com ele em 20 de julho. Segundo Antônia dos Santos, o fim do relacionamento ocorreu após a mulher descobrir que ele (Carlos) era usuário de drogas e que trabalhava como “avião” (entregador de drogas) para traficantes do bairro. Ainda segundo a mulher, Carlos não queria aceitar a separação e até teria lhe jurado de morte. Mesmo assim, Carlos insistia em reatar o relacionamento com a mulher. Ainda no inquérito, a mulher relatou que, na ocasião do crime, encontrou-se com a vítima, em um bar perto de sua casa, na Cabanagem. Segundo ela, fazia cerca de três meses que Teodoro não aparecia no local.
A mulher relatou que ficou no local com a vítima, ingerindo bebidas alcoólicas, até que, já no início da madrugada, Teodoro teria pedido para dormir na casa dela, mas ela não aceitou sob alegação de que não queria a presença dele na casa, pois havia se separado há pouco tempo. Mesmo assim, Teodoro insistiu e acabou indo até a casa de Antônia, na Rua Belém. No local, conforme versão dela, os dois foram surpreendidos por Carlos Alberto, que teria entrado no imóvel, onde aguardava a chegada da mulher.
Carlos teria agredido Teodoro a socos, enquanto Antônia gritava na rua para chamar a polícia. Carlos agrediu a mulher com um soco no rosto, fazendo-a desmaiar em frente da casa. A mulher contou que só acordou, por volta de 4 horas da manhã, quando policiais bateram à porta de sua casa. Outros moradores da área confirmaram aos policiais que foi Carlos o autor do crime. Segundo as testemunhas, a vítima recebeu um golpe e ainda tentou correr, mas logo caiu morto.

Texto:
Walrimar Santos


Proerd forma turma no Acará
O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), executado no Pará pela Polícia Militar, formou a primeira turma no município de Acará. As aulas foram ministradas por integrantes da 3ª Companhia Independente da PM, sediada em Abaetetuba. O primeiro curso do programa na região beneficiou 460 alunos do 5º ano, da rede de ensino municipal, tendo como instrutores o sargento Humberto, o cabo Gean Girele e o soldado Albarado.

Texto:
scosta


Emater capacita extrativistas de açaí em Oeiras do Pará
Noventa e três extrativistas de cinco comunidades da Reserva Extrativista Arióca Pruanã, no município de Oeiras do Pará, na Região do Tocantins, foram capacitados pela Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) para a prática de Manejo de Várzea, voltada aos açaizais nativos. A capacitação teve como objetivo a melhoria da produção e comercialização do açaí, e ainda da qualidade de vida dos extrativistas, com o uso sustentável dos recursos naturais. 
O trabalho de capacitação - que contou com a parceria do Instituto Chico Mendes da Conservação da Biodiversidade (ICMBio) - beneficiou moradores das comunidades de São Sebastião, Vila Arióca, Jaquarequara, Terra Alta e Deus Proverá. A metodologia da capacitação priorizou o diálogo e a construção do conhecimento de forma participativa, valorizando os saberes das populações tradicionais.
A expectativa é que a produção de açaí tenha um aumento de 30% nos próximos três anos, e se consolide como atividade geradora de renda. “A proposta é viabilizar mais uma fonte de renda, de forma a diminuir a extração de madeira, que é a principal atividade econômica local”, informa o engenheiro agrônomo da Emater, Sandro Pinheiro.

Texto:
Paula Portilho


Escola de Governo abre cadastro para docentes e instrutores
Para o ano letivo de 2014, a Escola de Governo do Pará (EGPA), que promove cursos de qualificação profissional para servidores públicos, já iniciou o cadastramento e recadastramento de docentes e instrutores. O processo ocorrerá até dezembro, e tem o objetivo de formar e atualizar o banco de dados da instituição.
O profissional interessado em se cadastrar como ministrante de cursos ou de outras atividades específicas da EGPA deve ter nível médio/técnico profissionalizante ou superior. O cadastro é feito com o preenchimento do formulário no site www.egpa.pa.gov.br ou pessoalmente, na sede da Escola, em Belém.
Os profissionais já cadastrados no banco de dados da Escola de Governo deverão efetuar seu recadastramento, para atualização das informações existentes.
Os docentes e instrutores serão avaliados conforme necessidade de cada curso. Os convocados deverão apresentar documentos listados no edital. “Para os candidatos à docência em cursos é exigida a apresentação de currículo, no qual esteja devidamente comprovada e autenticada a titulação respectiva. Para os palestrantes e instrutores de oficinas é exigida a apresentação de currículo e prova de conclusão do Ensino Médio e/ou técnico profissional. Havendo ausência de comprovação de titulação ou de qualquer documentação exigida, o candidato terá a exclusão de seu cadastro”, informa o Edital nº. 01/2014, de 2 de janeiro de 2014, no qual foi publicada a abertura do processo de cadastramento e recadastramento.

Texto:
Daniele Brabo


Sefa republica calendário de pagamento do IPVA
A Secretaria da Fazenda (Sefa) publicou no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 9, uma errata à Instrução Normativa de número 17/13, alterando algumas datas de recolhimento do calendário de Vencimentos 2014, do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) no Pará.
Motoristas que não têm multas de trânsito poderão ter descontos no pagamento do IPVA. O valor do imposto sobre veículo automotor rodoviário usado referente a 2014, poderá ser pago até a data-limite da primeira parcela da antecipação do imposto, com desconto de 15%, se o contribuinte não tiver sofrido multas de trânsito nos últimos dois anos, ou com desconto de 10%, com pagamento integral até a data-limite para o pagamento da primeira parcela, quando o contribuinte não tiver multas de trânsito no ano anterior. Para as demais situações o desconto, no pagamento integral, será de 5%.
O contribuinte tem, ainda, a opção de pagar o IPVA em até três parcelas iguais, mensais e sucessivas, sem desconto no valor do imposto, ou quitá-lo de forma integral na data do licenciamento do veículo, junto ao Departamento de Trânsito (Detran). Do total do valor de IPVA arrecadado, 50% fica para o Estado e 50% é destinado ao município onde o veículo é licenciado.
Serviço: Veja as datas de pagamento do IPVA antecipado para fins de desconto no endereço http://www.sefa.pa.gov.br/site/pagina/contribuinte.ipva.

Texto:
Ana M. Pantoja


Seicom e prefeitura de Itaituba assinam cooperação técnica na área de atração de novos investimentos
O titular da Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), David Leal, e a prefeita de Itaituba, Eliene Nunes (PSD), assinaram nesta quinta-feira, 9, um Termo de Cooperação Técnica para viabilizar a atração de novos investidores ao município do sudoeste paraense, localizado a 890 km de Belém.
O documento tem a síntese da nova política traçada pela equipe da Seicom, dentro das orientações do governador Simão Jatene, de fortalecimento do ambiente de negócios no Pará, agregação de valor econômico à produção local para reduzir as desigualdades sociais, enfatizou o diretor de Desenvolvimento de Indústria da órgão, Rodrigo Garcia, ao explicar os principais eixos da estratégia de retenção de investimentos no estado.
A prefeita Eliene Nunes também conheceu algumas das iniciativas da Seicom lançadas em 2013 para desburocratizar e acelerar a implantação de projetos no estado, por meio do “Selo de Prioridade”, mecanismo ligado ao “Plano de Atração de Novos Negócios” (PANN), instrumentos lançados pelo governador Simão Jatene em São Paulo, em dezembro de 2013, para 300 empresários do Brasil e exterior.
Fechando a exposição, Rodrigo Garcia mencionou as edições do “Guia do Investidor”; o novo Portal do Investpará (www.investpara.pa.gov.br); o “Guia Industrial do Pará”, elaborado em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Pará (Fiepa); e a “Cartilha Industrial do Pará”, em conjunto com a Secretaria de Meio Ambiente do Pará (Sema), todos instrumentos voltados ao melhoramento do chamado “ambiente de negócios” no estado.
O documento permitirá outras parcerias do Governo do Estado, via Seicom, com a prefeitura de Itaituba, já que o município enfrenta o desafio da chegada de investimentos pesados, a exemplo dos portos da região de Miritituba, num total de sete equipamentos, dos quais quatro licenciados e um que começa operar em março deste ano.
Também serão construídas cinco hidrelétricas nos limites do município, com investimentos da ordem de R$ 60 bilhões para todo o complexo das obras e infraestrutura, negócios que estão exigindo providências urgentes, desde a elaboração de um Plano Diretor para o município à capacitação de mão de obra. A equipe da Seicom vai contribuir, tecnicamente, para a efetivação das ações, sem esquecer o foco num projeto de Gestão Territorial Integrado, que já tem pré-projeto habilitado.
“Fico feliz de saber como a Seicom está organizada nesta área para nos ajudar a enfrentar os desafios do município. Agora não é mais só a mineração. Temos os portos e as hidrelétricas. Muita gente já está na cidade e mais empresas estão vindo. O Estado já tem nos ajudado com a Sema, com a presença do secretário José Colares, sempre conosco, e agora queremos a Seicom em Itaituba”, lembrou a prefeita Eliene Nunes.
O secretário David Leal disse que Itaituba é um dos seis municípios com maior escala de impacto social, econômico e ambiental do Brasil. “Só o movimento de caminhões sojeiros na BR-163 (Cuiabá-Santarém), será de dois mil veículos por dia, brevemente. Temos que ter um plano de gestão territorial para evitar os problemas de Belo Monte e outros na região. Tudo que a prefeita precisar contará com nosso apoio”, finalizou Leal.
Ainda participaram da assinatura do Termo de Cooperação Técnica, a secretária adjunta da Seicom, Maria Amélia Enriquez; o diretor de Comércio e Serviços, Airton Lisboa e o coordenador do programa de fornecedores da Fiepa, Marcel Souza, que foram testemunhas do ato de cooperação.

Texto:
Sergio Augusto


Jovem empresário assume presidência do Imetropará
Criado pela Lei Estadual 5.673, em 14 de outubro de 1991, o Imetropará é um órgão do Governo do Estado delegado do Inmetro, que atua em todo o território paraense. Dentro de sua ampla missão institucional, cabe ao órgão prover a sociedade dos instrumentos da metrologia e da avaliação da conformidade para garantir desenvolvimento industrial, a competitividade e a proteção do consumidor. Até o início deste mês de janeiro o Inmetropará era presidido por Celso Sabino, que deixou o cargo para concorrer ao cargo de deputado nas próximas eleições, e desde a última segunda-feira, 6, está sob o comando do empresário e administrador Fabrízio Augusto Guaglianone.
O novo presidente já iniciou a implantação de sua metodologia de trabalho. “É com muita honra que eu assumo esse desafio, com o objetivo de juntar a minha experiência como empresário à administração pública para somar e ajudar o Estado a crescer cada vez mais”, declarou, durante a cerimônia de posse. Entre as prioridades do novo gestor está a valorização do serviço prestado pelo Imetro e a parceria com os empresários paraenses para levar ao público serviços e produtos de qualidade nas mais variadas categorias. “Vamos zelar pela administração pública com uma gestão voltada para qualidade. Por isso vamos estabelecer parcerias com os empresários e, juntos, construiremos uma gestão pautada na transparência e prevenção”, ratificou.
Formado em Administração, atua desde 2006 no movimento empreendedor, tendo conquistado a presidência do Conselho de Jovens Empresários do Pará (Conjove), além de ser conselheiro da Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje) e presidente do Conselho Fiscal da Confederação.

Texto:
Bruna Dias



Se souber de alguém interessado, divulgue.

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...