Total de visualizações de página

segunda-feira, janeiro 06, 2014

NOTÍCIAS DO DIA 7 DE JANEIRO






Acabamos de editar e imprimir os primeiros exemplares do 1º Terço Espírita. Ele poderá ser rezado antes do desencarne e depois do desencarne de uma pessoa. É uma preparação e orientação para se evitar que o espírito da pessoa que faz a passagem, não venha sofrer por demais do outro lado.

O Terço Espírita pode ser rezado depois do sepultamento do corpo da pessoa, ao invés de 6 dias como o terço tradicional, em apenas 3 dias, ou seja, 72 horas, tempo em que um espírito se desprende do seu corpo, para seguir a sua outra vida.

O livro também serve para as pessoas rezarem nos momentos em que se acharem que estão prestes a fazer a viagem. Quando se sentir oprimido, angustiado, ensina a pedir perdão para os irmãos inimigos que estão do outro lado, fazendo de tudo para que ele faça a passagem de modo até violento.

E assim o fazendo, rezando com Fé, se tiver merecimento, evita a sua passagem precoce, e prolongar a sua vida. O livro é um desmembramento e atualizado do Evangelho, Segundo Alan Kardc. Agora, não esqueça de ter Fé.






Detran divulga cronograma de leilões de veículos apreendidos
O Departamento de Trânsito do Pará (Detran) definiu o cronograma dos leilões de carros apreendidos que estão no Parque de Retenção. Serão leiloados mais de dois mil veículos, nos seguintes municípios: Redenção, Conceição do Araguaia, Xinguara, Ourilândia do Norte, Tucumã, Santana do Araguaia, Canaã dos Carajás, Marabá, Tucuruí, Jacundá, Paragominas, Dom Eliseu, Mãe do Rio, Santarém, Itaituba, Altamira, Oriximiná, Uruará, Novo Progresso, Castanhal, Abaetetuba, Barcarena, Capitão Poço, Capanema, Bragança, Salinópolis, Tomé Açú e Cametá.
Os donos dos veículos apreendidos já foram notificados sobre a situação do bem e os procedimentos para recuperá-lo e evitar que seja leiloado. A notificação foi feita por 30 dias. A relação dos veículos que estão nas áreas de retenção ainda pode ser consultada no Diário Oficial do Estado e no site www.detran.pa.gov.br.
Segundo o presidente da comissão de leilão, Luiz Neto, o cronograma atual está na fase de visitação aos veículos retidos. Para ter acesso ao local, basta um documento oficial de identidade com foto. No dia da hasta, a pessoa que arrematar um veículo deverá apresentar, além da identidade, o CPF e um comprovante de residência. O cronograma completo das visitações e dos leilões também está disponível no site www.detran.pa.gov.br.
Abaixo, o cronograma dos locais e horário para visitação:
Marabá
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Marabá
Jacundá
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Jacundá
Tucuruí
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Tucuruí
Conceição do Araguaia
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Conceição do Araguaia
Redenção
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Redenção
Santana do Araguaia
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Santana do Araguaia
Xinguara
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Xinguara
Tucumã
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Tucumã
Ourilândia do Norte
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Ourilândia do Norte
Dom Eliseu
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Dom Eliseu
Canaã dos Carajás
Período: 3 a 8/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Canaã dos Carajás
Castanhal
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran e Semutran de Castanhal
Tomé-Açu
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Tomé-Açu
Mãe do Rio
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Mãe do Rio
Paragominas
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Paragominas
Bragança
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Bragança
Capanema
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Capanema
Salinópolis
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Salinópolis
Capitão-Poço
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Capitão-Poço
Barcarena
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Barcarena
Abaetetuba
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Abaetetuba
Cametá
Período: 7 a 14/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Cametá
Belém
Período: 15 a 21/01
Horário: 9h às 12h
Local: Parques de Retenção da Capital, bairro do Tenoné
Itaituba
Período: 22 a 28/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Itaituba
Altamira
Período: 22 a 28/01
Horário: 9h à 12h
Local: Ciretran de Altamira
Santarém
Período: 22 a 28/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Santarém
Oriximiná
Período: 22 a 28/01
Horário: 9h às 12h
Local: Ciretran de Oriximiná
Uruará
Período: 22 a 28/01
Horário: 9h à 12h
Local: Ciretran de Uruará
Abaixo, o cronograma dos leilões, com local, data e horário:
Marabá
Data: 9/01
Hora: 9h
Local: Sest-Senat, BR-222, km 3, s/n, em frente ao loteamento Novo Progresso
Castanhal
Data: 15/01
Hora: 9h
Local: Lions Club de Castanhal, Rua Major Wilson, 76, Centro, Nova Olinda
Belém
Data: 22 e 23/01
Hora: 9h
Local: Centur – Auditório Ismael Nery, Avenida Gentil Bittencourt, 650, Nazaré
Itaituba
Data: 29/01
Hora: 9h
Local: Ginásio Poliesportivo de Itaituba, Rodovia Transamazônica, km 2, s/n, Bela Vista

Texto:
Edson Matoso


Estação Cidadania do Guamá terá agência de atendimento da Celpa
A Estação Cidadania do Guamá, que oferece diversos serviços à população, terá uma agência de atendimento presencial da Celpa (Centrais Elétricas do Pará S/A). No local poderão ser solicitadas ligações e religações da energia elétrica, troca de titularidade, negociação de débitos, 2ª via de fatura e orientações sobre o fornecimento de energia.
A ampliação dos serviços da Estação foi definida no Termo de Cooperação Técnica assinado entre diretoria da Celpa e gestores da Secretaria de Estado de Administração (Sead). O Termo de Cooperação foi publicado no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (7).
Para ser atendido na agência o usuário precisa apresentar documentos de identificação, como Carteira de Identidade e CPF, e a última conta de energia. A Estação Cidadania do Guamá funciona dentro do Mercado Municipal, na Avenida José Bonifácio, 2308, das 8 às 14 h, de segunda a sexta-feira.
A Estação Cidadania é um serviço do Governo do Estado, gerenciado pela Sead, que reúne órgãos federais, estaduais e municipais, além de empresas privadas, no qual o cidadão pode obter documentos, como Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Título de Eleitor, e se cadastrar no Sistema Nacional de Empregos (Sisne). O objetivo principal é oferecer ao cidadão diversos serviços em um só local, com qualidade, rapidez, eficiência e conforto.
Demais serviços - Na Estação Cidadania também é possível obter, gratuitamente, atestado de antecedentes criminais; Título de Eleitor (1ª e 2ª vias, revisão e transferência); assistência jurídica integral no âmbito do direito de família, previdenciário, do consumidor e possessório, inventários e arrolamentos, ações constitucionais (mandados de segurança) e ações coletivas (civis e públicas); intermediação ao emprego; atendimento sobre seguro desemprego; informações sobre o Plano de Educação Profissional; serviços de proteção e orientação de defesa ao consumidor; recebimento de boletos bancários e abertura de contas; reconhecimento de assinatura; autenticação de documentos; acesso à internet e capacitação.
Além da Estação do Guamá, funcionam a Estação Cidadania do Jurunas, na Rua São Silvestre, nº 1300, esquina com a Travessa Tupinambás, e a Estação Cidadania Santarém, na Avenida Rui Barbosa, 62, próximo à Praça dos Três Poderes.

Texto:
Thays D. Rosario


Sema simplifica autorização para manejo e produção de palmito e açaí
Vale a partir deste mês a instrução normativa que institui a Declaração Ambiental para Extração e Produção de Palmito e Frutos de Açaí e o Relatório Ambiental Anual de Extração, Produção e Comercialização de Palmito como instrumentos simplificados para a autorização e o controle de manejo, extração e produção de palmito e frutos da espécie açaí. Essas atividades se restringem às florestas nativas de várzeas e em baixios (áreas de depressão às margens de um rio) e grotas de florestas de terra firme, por populações agroextrativistas no Pará.
A instrução será aplicada somente ao pequeno produtor ribeirinho, ocupante de área de até 100 hectares, e aos produtores e agroextrativistas de pequena propriedade rural ou posse rural familiar, cuja área não supere 120 hectares e que seja explorada pelo próprio dono ou posseiro e de sua família. Também vale para os produtores comunitários, agrupados por meio de associações, cooperativas ou outras formas de organização social, usuários de áreas de extração anual não superior a 200 hectares por ano em projetos de assentamentos rurais ou Unidades de Conservação. Acima deste limite da área, o interessado deverá apresentar um plano de manejo na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema).
O manejo para extração e produção de palmito e frutos de açaí deverá obedecer à adoção de técnicas de condução e de manejo adequadas à sustentabilidade da espécie, conforme algumas diretrizes discriminadas na instrução normativa, que também estabelece os locais e formas de armazenamento dos subprodutos, procedimentos para transporte e comercialização, retificação e cancelamento dos instrumentos.
A instrução contém nos seus anexos a prestação de contas pelas empresas que adquirirem e beneficiarem palmito in natura e ainda os modelos da Declaração Ambiental para extração e produção de palmito de açaí a serem feitas em florestas de várzea, por populações agroextrativistas. Os documentos indicam dados do proprietário e da propriedade rural e requerem informações sobre a produção de palmito, destinação dos produtos, financiamento e recomendações das práticas de manejo.
Também há o modelo do relatório anual de extração, produção e comercialização de palmito e o do relatório anual de prestação de contas da aquisição de palmito in natura pelas indústrias consumidoras e produtoras. Com esta publicação, foram revogadas a Instrução Normativa nº 53/ 2010 e as disposições em contrário constantes na 54/ 2010, que tratam da limpeza de açaizais e de comercialização de produtos florestais.

Texto:
Káthia Oliveira


TEATRO:

NADA ACONTECEU, TUDO
ACONTECE, TUDO
ESTÁ ACONTECENDO 


NADA ACONTECEU, TUDO ACONTECE, TUDO ESTÁ ACONTECENDO – 11 e 12 de janeiro, sábado e domingo, às 19h30, no Teatro Cuíra (Travessa Riachuelo com rua 1º de Março).  Entrada franca. Capacidade – 50 lugares. 
Informações: Produtores Criativos (8177.7504/8198.9394/8824.0170/8896.2792) 
Entrevista com Luiz Fernando Marques, diretor, pelo fone 11 9 9416.1616.



 Criação e Pesquisa – Grupo XIX de Teatro. Dramaturgia – Grupo XIX de Teatro e Alexandre Dal Farra. Direção – Luiz Fernando Marques e Janaína Leite. Elenco – Janaína Leite, Juliana Sanches, Paulo Celestino, Rodolfo Amorim, Ronaldo Serruya, Mariza Junqueira, Fernanda Brandão e Gabi Costa. Assistente de Direção – Daniel Viana. Iluminação – Wagner Antônio. Direção de Arte – Felipe Cruz. Figurino – Davi Parizotti. Treinamento de Ator – Beth Dorgam. Preparação Corporal – Juliana Monteiro. Direção de Produção – Vanessa Candelas. Assistente de Luz – Michel Fogaça. Duração – 100 minutos. Espetáculo recomendável para maiores de 16 anos. GRÁTIS – Ingressos devem ser retirados com uma hora de antecedência..

Veja o link do espetáculo:


Produtores Criativos
Belém/PA  Brasil
Fone: (91) 8110.5245 (tim) / 8805.0595 (oi) / 9326.3101 (vivo)


Governo retoma em fevereiro obras de ampliação da rede de abastecimento de água em Santarém
As obras de ampliação do sistema de abastecimento de água da cidade de Santarém, no oeste do Pará, serão retomadas pelo governo do Estado já em fevereiro. O contrato com a empresa vencedora da licitação, a CMT Engenharia, foi assinado nesta terça-feira (7), por Antonio Braga, presidente da Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa), e Francisco de Moura Filho, diretor-presidente da CMT Engenharia. O investimento total é de R$110,9 milhões. Da solenidade também participaram o prefeito de Santarém, Alexandre Von, o deputado estadual Nélio Aguiar, e o diretor de Expansão e Tecnologia da Cosanpa, Flávio Proença.
Com as obras, a cobertura de distribuição de água em Santarém passará de 57% para 95%. A população atendida pela rede de água saltará de 122 mil habitantes para 204 mil. Toda a ampliação da rede de distribuição de água deverá ser concluída no início de 2016.
Atualmente, a captação de água em Santarém é feita de 14 poços profundos e oito poços rasos, para uma rede de distribuição de 361 quilômetros. O projeto de ampliação implantará oito novos poços, com 250 metros de profundidade, e implantará mais 316 km de rede, quase dobrando a capacidade de distribuição. O projeto também contempla a implantação de quatro reservatórios elevados e nove reservatórios apoiados.
Esgoto - Durante a assinatura, o presidente da Cosanpa ressaltou a importância da renovação do contrato de concessão para prestação do serviço de abastecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, firmado entre a Companhia e a Prefeitura de Santarém, em junho de 2013.
Segundo o contrato, a Cosanpa será responsável pela captação, adução e tratamento de água bruta; adução, reservação e distribuição de água tratada; coleta, transporte, tratamento e disposição final de esgoto sanitário.
O contrato, com duração de 25 anos, tem um Programa de Metas, destinado a assegurar aos usuários o acesso aos serviços. “Esta renovação permitiu o meio legal, pelo qual foi possível assinar o contrato de hoje com a empresa de engenharia, garantindo assim que as obras para melhoria e ampliação do abastecimento de água em Santarém comecem efetivamente”, informou Antonio Braga.
O prefeito de Santarém afirmou que a retomada das obras de ampliação é um anseio dos habitantes de Santarém, por isso será um marco histórico na cidade. “É o maior volume de investimentos dos governos federal e estadual já feito em Santarém, e que vai deixar o nosso município com a maior cobertura de água em todo o Pará”, acrescentou Alexandre Von.
Recursos - Até 2011, quando as obras foram interrompidas em Santarém, a Cosanpa havia investido R$ 12,8 milhões no projeto. Ainda serão investidos R$ 98,1 milhões. Do total de recursos, R$ 41,6 milhões são oriundos da União e R$ 69,3 milhões do governo do Estado, sendo R$ 28,4 milhões financiados pelo Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). O investimento beneficiará 95% dos bairros de Santarém.
A Cosanpa também financiará obras de melhoria da rede de esgoto em Santarém, no valor de R$ 176,3 milhões, incluindo a coleta e o tratamento de resíduos na sede municipal de Santarém e na Vila de Alter do Chão, que também receberá investimentos na rede de abastecimento de água.
Os três projetos já foram aprovados nas fases 3 e 4 do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2), do governo federal.

Texto:
Andrea Cunha


Pará é destaque da revista de bordo da TAM
A pimenta, um dos ingredientes que mais despertam olhares e paladares no Complexo do Ver-o-Peso, ilustra a capa deste mês da revista de bordo “TAM nas Nuvens”. A companhia lança no próximo dia 2 um voo direto ligando Belém a Miami, nos Estados Unidos. A publicação retrata a capital paraense como um destino turístico irresistível.
Segundo o presidente da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), Marcelo Mendes, ações de marketing compartilhadas entre a TAM e a Paratur vão garantir, em 2014, visitas de jornalistas especializados ao Pará. As primeiras equipes vêm a Belém para fazer edições especiais sobre o Pará, visando atrair fluxo turístico a partir do novo voo Belém-Miami.
Marcelo Mendes recebeu em Belém, no último dia 20, executivos da TAM, que apresentaram o plano de mídia da companhia para o destino Pará em 2014, visando atrair um fluxo de 30 mil novos passageiros para aeroportos paraenses. A matéria sobre o Pará na “TAM nas Nuvens” pode ser vista no site http://www.tamnasnuvens.com.br/.
Em março de 2012, a TV TAM dedicou espaço de divulgação ao Pará, tendo a gastronomia como pauta principal e o chefe Thiago Castanho como “guia” de um passeio que começou pelo Ver-o-Peso, passou pela Estação das Docas e seguiu por outros encantos paraenses. A reportagem pode ser vista no link http://www.youtube.com/watch?v=35Q3-C2n_kY.

Texto:
Benigna Soares


Show na Estação das Docas homenageia Mestre Isoca e Vavá da Matinha
"Viagem pelos Ritmos Amazônicos" é o nome do espetáculo folclórico que o grupo Os Baioaras apresenta no projeto Pôr-do-Som, da Estação das Docas. Nesta sexta-feira (10), os homenageados são o Maestro Wilson Fonseca (Isoca) e Vavá da Matinha. A apresentação começa a partir das 18 horas, na orla do Armazém 3, com entrada franca.
Carimbó, marujada de Bragança, caninha verde e lambada são algumas das danças que integram o show. "A Estação das Docas é um espaço que dá visibilidade aos artistas e também possibilita que o visitante entre em contato com os ritmos amazônicos. O Pôr-do-Som é um projeto que dá total apoio à cultura popular", diz o diretor-presidente do grupo Os Baioaras, Edson Padilha.
A trajetória do grupo começou com a chegada, a Belém, do caboclo de Marapanim Mestre Venâncio, que em 1970 tornou-se integrante do conjunto de Carimbó Paramau, na época formado por caboclos daquela cidade residentes na capital paraense. Três anos depois, o primeiro LP foi gravado, com o referido conjunto. Em 1980, com o objetivo de preservar, manter e divulgar as tradições brasileiras, especialmente as danças amazônicas, o grupo Os Baioaras foi fundado.
Serviço: Pôr-do-Som apresenta o grupo Os Baioaras. Nesta sexta-feira (10), a partir das 18h, na orla do Armazém 3, na Estação das Docas (Boulevard Castilhos França, s/n, Campina). Informações: (91) 3212-5525. Entrada gratuita.

Texto:
Camila Barros


Iasep autoriza tratamento de servidora com disfunção no maxilar
O Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep) autorizou nesta terça-feira (7) a internação da servidora pública Maria Augusta Fayal em um hospital equipado para realizar o diagnóstico preciso e dotado de centro cirúrgico completo, a fim de oferecer condições para a correção de uma disfunção de articulação temporomandibular – alteração na articulação que liga o maxilar à mandíbula. A medida visa elucidar o diagnóstico, já que a solicitação feita ao Iasep (cirurgia de artroplastia) não corresponde à doença identificada pelo odontólogo.
“Essa confusão no diagnóstico e na solicitação do odontólogo provocou uma demora na liberação do procedimento, mas adotamos uma medida, em caso excepcional, e liberamos a guia para que a segurada possa se internar, fazer um diagnóstico preciso e realizar a cirurgia indicada, inclusive com o uso de material de órtese e prótese, se for necessário”, afirmou o médico Raimundo Árias, coordenador de Saúde do Iasep.
O odontólogo Francisco Neves, na solicitação encaminhada ao Instituto, declara “que o código do procedimento é referente à artoplastia de ATM, já que na tabela referencial não consta código para artrocentese de ATM”. O profissional sabia que o procedimento indicado não tem cobertura contratual pelo plano dos servidores do Estado (PAS), e solicitou outro procedimento que não atende às necessidades da paciente.
“Embora a artrocentese não tenha cobertura pelo plano, o Iasep autorizou a internação da paciente, porque a missão do Instituto é garantir com efetividade a assistência à saúde dos segurados”, ressaltou Raimundo Árias. Segundo ele, a guia de internação da servidora Maria Augusta Fayal já está pronta.
O local de realização da cirurgia também não poderá ser o indicado pelo odontólogo. “O local solicitado é uma clínica infantil, sem o material para realização do procedimento. O Iasep autorizou a cirurgia em um hospital capaz de oferecer um diagnóstico completo, todo o material cirúrgico e com aporte de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), para garantir a retaguarda no pós-cirúrgico”, acrescentou o coordenador.
Segundo ele, todo mês o Iasep autoriza mais de 300 cirurgias eletivas com uso de órtese, prótese e material especial (OPME). “Cerca de 1% desses procedimentos resulta em problemas como esse, geralmente por causa de solicitações incorretas, ausência de laudos e exames. Mas isso representa um universo pequeno entre as cerca de 15 mil cirurgias realizadas pelo Iasep em 2013”, informou.
De acordo com dados do Instituto, ano passado foram realizadas 5.500 cirurgias pediátricas, 2.633 cirurgias com uso de OPME, 06 mil gerais e 512 ortopédicas. Na área odontológica, 81.689 segurados foram atendidos em 2013.

Texto:
Ettiene Angelim


Espaço São José Liberto abre a programação cultural do ano com dança
Ocorreu no último domingo (5), no anfiteatro do Coliseu das Artes, do Espaço São José Liberto, mais uma roda de dança. Com organização da terapeuta Ana Lúcia Rubim, as Danças Circulares já fazem parte da programação do espaço desde 2010, sempre no primeiro e último domingo do mês. O evento marcou o início da programação cultural do espaço deste ano.
As rodas de dança no São José Liberto são resultado de parceria entre a organização do evento e o governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom) e do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama). Ana Rubim explica que a dança tem como objetivo integrar pessoas e promover o bem estar e a paz. “É uma expressão de liberdade, de paz. Tentamos socializar as pessoas, trazer o sentimento do coletivo”, disse.
Para a psicóloga Lena Mouzinho, que pelas redes sociais ajuda a mobilizar as pessoas para os encontros, a dança circular consegue trabalhar tanto as relações individuais quanto as com o próximo. “Focamos na beleza interior, na autoestima. Tentamos fazer com que todos os participantes da dança sintam-se tranquilos e relaxados”, disse Lena.
Segundo a dona-de-casa Rosa Lima, que participou do evento, as danças circulares já fazem parte da programação de domingo da família. Um dos pontos positivos, avalia ela, é o espaço, por ser bem adequado para receber as rodas. “Fico mais relaxada de vir aqui porque meus filhos podem brincar a vontade e com segurança”, assinalou.
A programação de eventos do Espaço São José Liberto neste mês inclui mais uma roda de dança, dia 19 deste mês, a partir das 10 horas, no Coliseu das Artes. No mesmo local, dia 26, às 18 horas, com entrada franca, o grupo Frutos do Pará faz a primeira apresentação do projeto “Ritmos do Pará”, parceria entre o espaço e grupos folclóricos paraenses.

Texto:
Luciane Fiuza


Iasep atendeu 81,6 mil servidores com odontologia em 2013
Os serviços de odontologia básica do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado (Iasep) atenderam 81.689 segurados em 2013. “O número representa um aumento de 21% no atendimento em relação ao ano de 2011, quando o instituto aumentou o número de clínicas e profissionais autorizados a atender por meio do plano dos servidores”, diz a gerente de Odontologia do Iasep, Franciana Dias.
O resultado positivo apresentado decorre do investimento feito pelo Iasep na ampliação da rede credenciada e se reflete diretamente no aumento dos serviços prestados aos segurados. Em 2013, foram feitos 210.750 procedimentos odontológicos. Em 2011, o total de procedimentos chegou a 179.194.
O plano de saúde dos servidores do Estado passou a oferecer odontologia básica em 2010, em doze municípios. Atualmente, o serviço é ofertado em 20 municípios, com um total de 91 credenciados, entre clínicas e profissionais.  Em 2013, o Iasep implantou os serviços de odontologia em Breves e Abaetetuba e aumentou a rede credenciada em Santarém.

Texto:
Ettiene Angelim


Governador faz balanço das ações em 2013
Temas prioritários como saúde, educação, segurança, infraestrutura e mobilidade urbana foram abordados pelo governador Simão Jatene, em entrevista, ao vivo, nesta terça-feira, 7, para o programa Balanço Geral, da Rede Record Belém. Na ocasião, Simão Jatene fez uma prestação de contas, aos telespectadores, dos três anos de governo e assegurou, para o próximo mês, a entrega de um novo hospital de 120 leitos na Região Metropolitana de Belém. Trata-se do Hospital Galileu, localizado na Rodovia Mario Covas, em Ananindeua. “Estive ontem lá (segunda-feira) e pude constar que a parte de construção está toda pronta. O trabalho já está na fase de montagem dos equipamentos”, informou. Cerca de R$ 10 milhões estão sendo investidos na obra.
Até o final deste ano, segundo o governador, cerca de mil novos leitos terão sidos criados em todo o Estado. Entre as obras previstas para serem entregues neste ano, Simão Jatene destacou o Hospital Oconlógico Infantil, que está sendo construído ao lado do Hospital Ophir Loyola, na Avenida Magalhães Barata, em Belém. A previsão é entregar a obras entre os meses de julho e agosto. Em Itaituba, no sudoeste paraense, também serão incorporados 140 leitos com a construção de um novo hospital. Os novos leitos se somarão àqueles já incorporados com a inauguração da nova Santa Casa e do Hospital Jean Bittar.
Outra obra destacada pelo governador, que também já está em andamento é o Hospital Abelardo Santos, em Icoaraci. “Inicialmente nós havíamos pensando que era possível apenas reformar o hospital, mas quando fomos para dentro dele constatamos que era melhor construir outro. E isto já está sendo feito. Será um novo hospital com 240 leitos”, informou. Apesar dos investimentos, Simão Jatene frisou que tem consciência de que os problemas não serão resolvidos de uma hora para outra. “O que a população pode ter certeza é que a saúde vai, sim, avançar”, ressaltou.
Outro tema abordado por Simão Jatene foi a mobilidade urbana. Entre as obras destacadas pelo governador durante o programa de TV estão as ampliações das Avenidas Independência e João Paulo II e a duplicação da Perimetral. Ele informou que, no caso da Independência, as obras já estão bastante avançadas. A expectativa é que o novo corredor seja liberado para o tráfego a partir de março. “Dos 18 quilômetros que estão sendo construídos – sendo nove em cada sentido – 12 já estão prontos”, informou. A obra completa, inclusive com o viaduto na BR-316, que ligará o novo corredor até a Alça Viária, deverá ser concluída ainda no primeiro semestre.
No caso da João Paulo II e da Perimetral, Simão Jatene pontuou que apesar de serem projetos complexos, as obras já estão em andamento. “Além de ser uma via, a João Paulo II também precisa de um sistema de proteção do Parque do Utinga. Nós vamos prolongá-la até o viaduto do Coqueiro”, informou. Em relação à duplicação da Perimetral, cuja obra foi iniciada recentemente, o governador pontuou que o projeto envolve a desapropriação de imóveis e transferência de famílias. “Apesar de tudo isso, é um projeto que precisa ser feito. Tenho que certeza que vamos poder contar com a população para que ele seja concluído o mais rápido possível”, afirmou.
Jatene também informou que, atualmente, cerca de 800 obras estão sendo executadas pelo Governo do Pará, tanto na capital, quanto nos municípios do interior. Destas, muitas são dedicadas a melhoria da infraestrutura física das unidades de ensino. Segundo o governador, mais de 250 escolas estão sendo reformadas em todo o Estado e outras 36 estão sendo construídas. Tais ações fazem parte do Pacto Pela Educação. Para viabilizá-las, o governo assegurou recursos de US$ 350 milhões, por intermédio de uma operação de crédito junto ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), no valor de US$ 210, com contrapartida do Tesouro Estadual no valor de US$ 140. “É a primeira vez que um estado brasileiro toma recursos especificamente para aplicar em educação”, destacou.
Em relação à segurança, Simão Jatene anunciou que, brevemente, mais dois mil novos policiais serão postos nas ruas. “Eles já estão sendo treinados e já devem iniciar efetivamente o serviço junto à população entre os meses de março e abril”, informou. “Alguém pode questionar o porquê temos levados tanto tempo para chegarmos a essa conclusão que precisamos de mais policiais, mas isso foi feito logo no início da nossa gestão. Entretanto, uma pessoa entrou na Justiça questionando uma das etapas e o concurso permaneceu parado por um bom tempo”, explicou.
Ao final, Simão Jatene fez questão de ressaltar que todos os investimentos que estão sendo feitos pelo Governo do Estado são fruto dos impostos pagos pela própria população. “A estrada, a unidade de saúde e qualquer outra obra só é feita com o dinheiro da própria população. O grande mal da maioria dos políticos é que eles estão permanentemente pensando em eleição e se esquecem de trabalhar para concluir as obras. Essa é minha maior preocupação. Então hoje sou candidato apenas a concluir um bom governo, mas asseguro que, caso concorra à reeleição, não concorrerei ocupando o cargo”, finalizou.

Texto:
Amanda Engelke


Nova iluminação da Transamazônica já reduziu acidentes, afirma Polícia Rodoviária Federal
“A nova iluminação da rodovia contribuiu, sem dúvida alguma, para a redução da violência em todos os sentidos. Não temos uma estatística fechada, mas podemos assegurar que a nova via refletiu na redução de ocorrências como acidentes e assaltos”, afirma De Simone, Policial Rodoviário Federal (PRF), acerca dos aproximadamente 15 quilômetros de extensão do trecho urbano da Rodovia Transamazônica (BR-230) de Marabá, sudeste paraense, que receberam nova iluminação.
Segundo o policial, anteriormente à obra, a trafegabilidade do local era precária. “Tínhamos uma via escura e muito perigosa, mas hoje os usuários já conseguem se deslocar de forma mais rápida e muito mais segura”, reitera.
A obra, orçada em cerca de R$ 4 milhões e inaugurada pelo governador Simão Jatene no dia 23 de dezembro do ano passado, recebeu novas instalações luminárias, facilitando ainda mais a vida da população que depende diariamente da rodovia. O sistema de iluminação implantado corta toda a cidade de Marabá numa extensão que vai da ponte sobre o rio Itacaiúnas até a rotatória do km 6. A ponte recebeu 36 postes de 12 metros, galvanizados a fogo, com luminárias tipo pétala e lâmpada de vapor metálico de 400W. No total, 296 postes de 16 metros constituem a rodovia.
Ao acionar a nova iluminação, o governador Simão Jatene declarou-se muito feliz pela oportunidade de entregar a obra aos marabaenses. “Essa alegria é ainda melhor por poder dividir um momento como esse, que tem a ver com a melhoria da qualidade de vida das pessoas. Esse é um presente de todo o povo do Pará para Marabá. Essa iluminação vai contribuir tanto para embelezar a cidade quanto para a segurança pública. É bom estamos aqui reunidos, Executivo e Legislativo, porque isso demonstra que, quando você tem união de forças, o que parece impossível torna-se possível”, afirmou o governador.
Na ocasião da entrega, o presidente da associação comercial de Marabá, Gilberto Leite, destacou os impactos positivos da obra para a região, “principalmente se levar em consideração que ela traz mais segurança, mais qualidade de vida para o usuário, além de deixar a cidade bela”.
Leite lembrou ainda outros investimentos do governo no município. “Não poderia deixar de falar das outras obras do governo do Estado aqui. O centro de convenções, a ampliação do Hospital Regional, a PA-150, a ampliação da rede de água e esgoto, as reformas de escolas, enfim, acho que Marabá está vivenciando um bom momento junto ao governo do Estado, e o governador e o vice-governador estão de parabéns”, completa.
O motorista de veículos pesados, Andrey Raiol, 31, que trabalha próximo à área reurbanizada, fala que viu a obra começar e afirma que ela já contribui positivamente com o crescimento de Marabá. “O trânsito aqui é muito intenso e a falta de iluminação oferecia certo medo ao trafegarmos neste trecho da via. Praticamente andávamos com visibilidade zero. Mas com a iluminação, as pessoas passaram a prestar mais atenção e conseguem enxergar melhor as laterais da pista, a sinalização e animais, por exemplo. E isso reflete diretamente na nossa segurança e no crescimento dessa cidade”, exemplifica.
Já para o metalúrgico Leonardo Silva, 49, além da segurança, que para ele é o mais importante, o trecho da Transamazônica ganhou mais vida com a nova iluminação. “Isso aqui era muito feio. Marabá ficou muito bonita com esse projeto de iluminação, pois aqui é como uma porta de entrada na cidade. Considero que, pra gente que depende da rodovia diariamente pra ir e vir, foi muito importante. Está uma maravilha”, avalia.
Dados da Obra:
Início da obra: junho de 2013
Conclusão: dezembro de 2013
Valor global: R$ 4 milhões
Empresa responsável: Aires Arquitetura e Engenharia Elétrica Ltda.
Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Obras Públicas do Pará (Seop)

Texto:
Nil Muniz


Programa de Incentivo à Cultura Semear eleva teto de incentivo para R$ 200 mil
Atendendo a um pedido da classe artística do Estado, Nilson Chaves, presidente da Comissão de Gerenciamento do Programa Semear decidiu elevar o teto orçamentário de incentivo dos projetos de R$ 80 mil para R$ 200 mil. “O edital de valor menor lançado em 2012 foi 85% captado; enquanto que os de valores maiores em 2013 chegaram a 41%. Em um primeiro momento optamos pelo valor menor, mas depois de ouvir sugestões da categoria decidimos voltar ao valor maior”, explica Chaves.
Caso tenha a sua proposta aprovada, o produtor terá 12 meses para captar o recurso e, concluída a captação, mais 12 meses para executá-lo nas áreas de Linguagem Visual; Intervenção em bens móveis e imóveis de relevante interesse artístico e cultural; Linguagem Sonora; Linguagem Corporal; Literatura, acervos bibliográficos, bibliotecas e museus. O proponente também receberá o Certificado de Habilitação, que possibilita aos patrocinadores financiarem até 80% da proposta, sob a forma de renúncia fiscal. Os 20% restantes serão provenientes dos recursos próprios do patrocinador. Apenas um projeto pode ser inscrito por pessoa física ou jurídica.
O produtor cultural que inscrever a proposta no programa deverá acompanhar o todo andamento do seu projeto, por meio do Sistema de Gestão de Projetos Culturais (SGPSemear), ficando atento a eventuais notificações que a proposta receba (como apresentação de outros documentos ou alterações necessárias para analisar a viabilidade do projeto). A partir da notificação, o produtor terá cinco dias úteis para realizar as alterações ou apresentar os documentos solicitados, sob pena de indeferimento da inscrição. O SGPSemear facilita o trâmite, reduzindo gasto de papel, diminuindo o tempo de conclusão das avaliações e aumentando a celeridade na divulgação do resultado. O sistema também oferece orientações sobre o preenchimento dos formulários e manual completo para sua utilização.
Serviço: O edital 2014 do Programa de Incentivo à Cultura Semear foi publicado nesta segunda-feira, 6, no Diário Oficial do Estado e os interessados já podem consultá-lo pelo portal da Imprensa Oficial do Estado (http://www.ioepa.com.br/portal/) ou pelo portal da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (www.fcptn.pa.gov.br). As inscrições permanecem abertas até as 17h do dia 20 de fevereiro de 2014 e são realizadas online pelo Sistema de Gestão de Projetos Culturais do Programa Semear (SGPSemear), disponível no endereço http://www.leisemear.fcptn.pa.gov.br. Mais informações: 3202 – 4382 / 3202- 4383.

Texto:
Luiz Flávio


Presentes para a cidade no aniversário de Belém
Uma ampla programação preparada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), marca as comemorações pelos 398 anos de Belém. No próximo domingo, dia 12, será feita a entrega de duas imagens, uma Santana Mestra e uma Nossa Senhora do Carmo e o lançamento da 4ª edição do livro Belém da Saudade, com 114 novas vistas da cidade. As comemorações incluem ainda a abertura das exposições “Os jardins fazem a cidade”, no dia 10 e “Portinari na Coleção Castro Maya”, no dia 14.


Texto:
Alexandra Cavalcanti


Programação cultural para comemorar o aniversário de Belém
O Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) preparou uma ampla programação para comemorar o aniversário de 398 anos de Belém, no próximo domingo, dia 12. A data será marcada pela entrega, ao acervo do Museu de Arte Sacra, de duas novas peças, uma Santana Mestra e uma Nossa Senhora do Carmo, de grande valor histórico para a cidade, e pelo lançamento da 4ª edição do livro Belém da Saudade, com 114 novas imagens.
A cerimônia está marcada para as 10h30, na Igreja de Santo Alexandre, no Museu de Arte Sacra, com a presença do prefeito Zenaldo Coutinho. Na ocasião, serão executadas canções em homenagem à cidade, pela pianista Ana Maria Hadad. Ainda no dia 12, os já tradicionais tiros de canhão (1864), do Museu do Forte do Presépio, na Praça Frei Caetano Brandão, vão acontecer às 10h30 e 11h, em homenagem à cidade.
As comemorações pelo aniversário de Belém incluem ainda a abertura da exposição “Os jardins fazem a cidade”, resultado da parceria do Governo do Estado, por meio da Secult, Pará 2000 e Aliança Francesa. A mostra apresenta parte da obra inédita do fotógrafo francês Michel Corbou, que a partir de um olhar artístico defende os jardins públicos pelo mundo. A exposição poderá ser visitada, gratuitamente, entre os dias 10 e 26 de janeiro, no Bouvellard das Feiras, na Estação das Docas.
No dia 14, as homenagens à cidade seguem com a abertura da exposição “Portinari na Coleção Castro Maya”, às 19h, no Museu Histórico do Estado do Pará (MHEP). O público terá oportunidade de visitar as obras de um dos maiores pintores brasileiro até o dia 12 de fevereiro. Com pinturas, desenhos e gravuras realizadas entre os anos de 1938 e 1959, a mostra traz à capital paraense, 57 obras originais de Cândido Portinari, considerado o maior artista da pintura modernista brasileira.
Sugestão de entrevista:
- Secretário de Cultura do Estado: Paulo Chaves (para falar da programação em geral e do lançamento do livro Belém da Saudade)
- Padre Ronaldo Menezes (diretor do Museu de Arte Sacra) para falar sobre a entrega das imagens: 9112-2264/4009-8805/ 4009-8845 / 4009-88021.
- Sergio Melo (diretor do Museu Histórico do Estado do Pará) para falar sobre a exposição de Portinari: 8199-6612 / 4009-9812 / 4009-9331.
- Armando Queiroz (diretor da Casa das Onze Janelas e um dos montadores da exposição “Os jardins fazem a cidade”): 8129-2018/ 8129-8277 / 4009-8821.

Texto:
Alexandra Cavalcanti


Banpará entrega novas instalações do Posto de Atendimento de São Caetano de Odivelas
O Banpará inaugurou nesta terça-feira (7), as novas instalações do posto de atendimento de São Caetano de Odivelas. Agora com amplas e modernas instalações, a unidade vai atender com mais conforto e comodidade a população do município. Estiveram presentes na inauguração autoridades do banco e do município, funcionários da agência, além da população que foi conferir de perto os produtos que o banco oferecerá.
“No posto de atendimento vamos oferecer todos os serviços e produtos aos clientes e usuários do banco. Temos uma equipe treinada para atender com qualidade nosso público”, afirmou o diretor de Crédito e Fomento, Jorge Antunes.
“Para o ano de 2014, planejamos abrir 40 unidades de atendimento, sendo 28 onde não tem agência, levando à inclusão bancária. Vamos colocar três novas Agências Empresarias em Santarém, Castanhal e Marabá. Nosso plano é atingir 100 municípios até o final de 2014 representando 69% de cobertura no Estado”, ressaltou o diretor.

Texto:
Yedda Bevilacqua


"O exercício do caos", de Frederico Machado, marca o retorno de sessões regulares do Líbero Luxardo
O Cine Líbero Luxardo inicia sua programação de 2014 com o filme nacional “O Exercício do Caos”, longa-metragem de estreia de Frederico Machado, com sessões de 8 a 19 de janeiro, às 17h e 19h. Frederico é fundador da distribuidora de filmes de arte Lume Filmes e responsável por dirigir o Festival Internacional Lume de Cinema, em São Luís do Maranhão, sua cidade de origem.
Em "O Exercício do Caos", ele demonstra sua capacidade de direção, produção, roteiro e fotografia, tudo em um único filme carregado de tensão. Com o cineasta envolvendo-se intimamente com o longa foi necessária apenas uma equipe de quatro pessoas e seis atores não profissionais para realizar o trabalho. De acordo com o próprio diretor, a obra foi inspirada na ópera "O Anjo do Fogo", de Prokofiev, com uma espécie de adaptação para o sertão maranhense.
“O Exercício do Caos” conta a história de um pai autoritário que vive com três filhas numa área isolada. A mãe sumiu e ninguém sabe por quê, a família apenas sente sua ausência. Um capataz explora a família, enquanto persegue a inocência das meninas, que por sua vez estão divididas entre a ilusão da infância e a realidade cruel de suas vidas.
O filme conta com um forte suspense psicológico e trabalha questões como camada social, sexo e religião. Enquanto os fundamentos da família desmoronam cada vez mais, os enfraquecidos personagens ficam no limiar entre a razão e a loucura, caos e fé, tudo isso submerso em uma imensa solidão. O Cine Líbero Luxardo dispõe de 86 lugares, com espaços para cadeirantes.
Serviço:
"O Exercício do Caos", de Frederico Machado. Cine Líbero Luxardo (Avenida Gentil Bittencourt, 650 – Nazaré). Ingresso: R$ 8,00 (com meia entrada). Informações: (91) 3202-4321.
Sessões:
De 8 a 11/01 (quarta a sábado) - 19h
12/01 (Domingo) - 17h e 19h
De 15 a 18/01 (quarta a sábado) - 19h
19/01 (Domingo) - 17h e 19h

* Dia 8/01 (quarta-feira) – Projeto Plateia: Entrada franca para estudantes na sessão de estreia

Texto:
Luiz Flávio




Comemoração do aniversário de 9 anos do Mangal das Garças
O Parque Naturalístico Mangal das Garças comemora nove anos em sua principal missão: estimular a consciência ambiental em seu público-alvo – as crianças. O espaço foi entregue à população no dia do aniversário de Belém, em 2005, como um presente; o Mangal é um pedaço da fauna e da flora amazônica dentro da cidade. Neste domingo, 12, o Parque tem programação especial de aniversário: a Trupe de Bubuia apresenta o espetáculo “Convite ao Mangal”, montado especialmente para a data; e a turma da Tia Lilica promove pintura facial com temas da natureza e oficina de reciclagem. A programação é toda gratuita. Na ocasião, os espaços monitorados também estarão com entrada liberada às crianças.
A programação do Mangal promove duas comemorações em um só local: a do aniversário de Belém e do próprio parque. O domingo, 12, vai ser uma mostra das várias atividades que a Organização Pará 2000 (OS Pará 2000), que administra o espaço, promove no Mangal, como o Momento EcoZoo, as visitas monitoradas e a Colônia de Férias. Durante o aniversário de Belém, vários pontos turísticos realizam atividades especiais para a ocasião. E o Mangal das Garças oferece programação especial para as crianças – e que pode ser vivenciada por toda a família.

Sugestão de Entrevistados:
Isa Arnour – gerente de marketing, comunicação e cultura da OS Pará 2000
Joécio Lima – integrante da Trupe de Bubuia

Texto:
Carolina Klautau


Mais de 10 mil estudantes garantem uma vaga no primeiro dia de matrícula
Mais de 10 mil estudantes garantiram uma vaga nas escolas da rede estadual de ensino no primeiro dia de pré-matrícula. Cerca de 290 mil novas vagas foram disponibilizadas para o processo de matrícula desse ano. Essa primeira fase, voltada exclusivamente para alunos novos, segue até o dia 7 de fevereiro pelo site da Seduc www.seduc.pa.gov.br, ou pelo 0800-280-0078, de segunda a sexta, das 8h às 18h.
De acordo com a coordenadora do processo de matrícula, professora Suely Domont, a quantidade de acessos ao sistema de matrícula no primeiro dia superou a do ano passado. “A procura de alunos novos por uma vaga nas escolas estaduais está maior do que no ano passado. Mas também aumentou o número de vagas para esses alunos. Um aumento de 10% em relação ao ano anterior, quando ofertamos 255 mil novas vagas”, destacou Suely.
Esses novos alunos terão o período de 10 a 14 de fevereiro para a confirmação da matrícula, na escola indicada durante a pré-matrícula. No dia 12 de fevereiro, deverão garantir a vaga os alunos do 1º ao 7º ano do Ensino Fundamental de 9 anos, da 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental.
No período de 24 a 28 é a vez dos alunos que perderam a pré-matrícula garantirem uma vaga na rede. Nesse caso a matrícula acontecerá nas escolas que ainda tiverem vagas disponíveis. Nos dias 24 e 25, a matrícula estará aberta para os alunos do 1º ao 7º ano do Ensino Fundamental de 9 anos e 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental.
No dia 26 é a vez dos alunos da 1ª a 4ª etapas da EJA Fundamental e nos dias 27 e 28 para os alunos de 1ª a 3ª séries do Ensino Médio e 1ª e 2ª etapas da EJA Médio. Após o fim do ano letivo de 2013, marcado para o dia 11 de abril, iniciará a rematrícula dos alunos da rede, processo de remanejamento e transferência dos alunos da rede. O ano letivo de 2014 iniciará no dia 28 de abril.

Texto:
Danielly Gomes












Crédito rural aumenta volume de pesca de Prainha em 40%
Nos últimos três anos, os recursos destinados ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) aumentaram em 40% o volume de pescado da comunidade Vira Sebo, em Prainha, no Baixo Amazonas. O cálculo foi apresentado pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão  Rural do Estado do Pará (Emater) em reunião de avaliação ocorrida no início de dezembro, na própria comunidade, considerada “modelo” em termos de adimplência de crédito rural.
Atualmente, todos os cerca de 100 contratos vigentes, baseados em projetos técnicos da Emater e financiados pelo Banco da Amazônia, estão com o pagamento em dia. Alguns já representam a terceira renovação. “Com esse capital em mãos, os pescadores podem investir em equipamentos e ferramentas melhores. Eles puderam substituir os remos das canoas por motores tipo rabeta e agora usam outra qualidade de redes. Até as moradias foram reformadas”, explica o engenheiro agrônomo da Emater, Sérgio Miele.
As famílias pescam nos rios Vira Sebo e Amazonas, abastecendo o mercado local e exportando, por meio de atravessadores, para os municípios de Belém e Santarém, e até para o estado vizinho de Macapá.  As principais espécies são tucunaré, tambaqui, dourada e acari. Um próximo passo para a cadeia produtiva é a instalação de frigoríficos, para conservação da carne.
Ainda, de acordo com Miele, a trajetória da Vira Sebo ilustra bem “o sucesso do crédito rural, quando a comunidade se compromete e os líderes comunitários se envolvem”, diz.

Texto:
Aline Miranda


Emater emite documentos de aptidão para o "Minha Casa, Minha Vida" para agricultores de Mocajuba
Uma força-tarefa do escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Mocajuba, no nordeste paraense, emitirá, desta quarta (8) até sexta-feira (10), declarações de aptidão do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar – Pronaf (Daps) para que 50 plantadores de pimenta-do-reino tenham acesso ao Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR), o "Minha Casa, Minha Vida Rural", do governo federal.
As famílias – que também cultivam mandioca, milho e arroz - moram na Vila Elin, localizada na estrada do Cachimbaba, já no município vizinho, Baião. “A Emater de Mocajuba atende a essa comunidade há mais de dez anos. Apesar de estar dentro de Baião, a Vila Elin fica mais perto da sede de Mocajuba”, explica o chefe do escritório local da Emater, o biólogo Edvilde Lima.
Os recursos do "Minha Casa, Minha Vida Rural" serão aplicados na melhoria das moradias, que atualmente são de taipa, sem banheiro interno e sem fossa. O trabalho da Emater consistirá em levantamento de dados socioeconômicos e georreferenciamento das propriedades. “DAP é documento sério. Um dos compromissos da Emater é sempre confirmar o estatus do agricultor familiar justamente como agricultor familiar, para que seja legítimo o acesso dele às políticas públicas específicas para a categoria”, diz Lima.

Texto:
Aline Miranda


PM realiza ações em várias bairros de Belém a partir desta segunda
A Polícia Militar, realiza, por meio dos comandos da Capital e Região Metropolitana, a partir desta segunda-feira, 6, estendendo-se até as primeiras horas da terça-feira (7), diversas ações do tipo "barreira", com o policiamento a pé e apoio de viaturas e motocicletas que realizaram a fiscalização, visando a segurança de condutores e usuários de transporte público, de aluguel e particular. Dezenas de pessoas foram abordadas e diversos veículos, como carros particulares, ônibus e motocicletas, nas ações que irão continuar durante toda a semana.
Além da fiscalização, o policiamento ostensivo, prendeu em flagrante pessoas com drogas, armas, munições e objetos roubados, encaminhando as mesmas para a autoridade de polícia judiciária e apreendendo os objetos ilícitos. Além destes casos, a PM recapturou foragidos do sistema penal.
A atuação envolveu os efetivos do 1º, 2º e 20º batalhões, sediados na capital e do 6º batalhão PM, sediado em Ananindeua. Foram montadas barreiras nos bairros do Jurunas, Guamá, Marambaia, Umarizal, Marco, Souza, Sideral, Distrito Industrial, Curuçambá, Tapanã, Jaderlândia, Guanabara, Curió e outras regiões, como a rodovia do 40 horas.  

Texto:
Leno Carmo


Continuam abertas as incrições para curso de complementação pedagógica no IECG
Seguem até o dia 17 deste mês as inscrições para o processo seletivo ao Curso de Complementação Pedagógica em Música do Instituto Estadual Carlos Gomes (IECG). Os interessados devem procurar a secretaria do Bacharelado, que funciona no prédio do Instituto, na avenida Gentil Bittencourt, no horário de 8h as 12h e de 14h as 20h, levando os documentos pessoais, o histórico escolar e a cópia do diploma do Curso de Bacharelado em Música. Só podem participar do processo seletivo os bacharéis em música. O curso oferta 30 vagas e será realizado no período noturno, em dois semestres. Os candidatos farão uma prova de redação valendo 10 pontos no dia 22 de janeiro.

Texto:
Rosa Cardoso


Descontos para pagamento do IPVA para final de placas 01 a 31 terminam hoje
Termina nesta terça-feira, 7, o prazo para descontos no pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) com placas de finais 01 a 31. O pagamento integral do IPVA dois meses antes do prazo final do licenciamento, para veículos que não tem multas de trânsito, garante o benefício do IPVA Cidadão. O licenciamento junto ao Departamento de Trânsito (Detran), para estes veículos, será no dia 7 de março. Os descontos são de 15% do valor do imposto para quem está há dois anos sem multa; 10% para quem não recebeu multas no ano passado e 5% de desconto nas demais situações.
A coordenadora do IPVA, Irene Raiol, explica que há três opções de pagamento: antecipação em parcela única, com desconto; parcelamento em até três parcelas antes do vencimento, sem desconto, ou pagamento integral junto com o licenciamento do Detran. Após a data do licenciamento, o pagamento será feito com acréscimo de multas e juros. “Para receber desconto ou antecipar o pagamento do IPVA em três parcelas, sem desconto, é preciso fazer o pagamento da primeira parcela hoje”, orienta.
Para consultar o valor do imposto e emitir o Documento Estadual de Arrecadação (DAE), o proprietário do veículo deve acessar o Portal de Serviços da Sefa (www.sefa.pa.gov.br), item IPVA Antecipação. O pagamento do DAE é feito na rede bancária autorizada (Banpará, Banco da Amazônia, Bradesco, Banco do Brasil, Itaú e CEF) e casas lotéricas. Quando não há antecipação do recolhimento do imposto, o IPVA deve ser pago no boleto de licenciamento anual do Detran. Para maiores informações acesse o site da Sefa ou o serviço de atendimento telefônico 'Alô Sefa' 0800 725 5533.

Texto:
Ana M. Pantoja


Uepa recebe donativos para as famílias de Abaetetuba
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) se solidariza com as mais de 70 famílias que perderam suas casas no último sábado, dia 4, durante o deslizamento de terra às margens do Rio Maratauíra, que atingiu o bairro São João, no município de Abaetetuba. Por ser a instituição de ensino presente no maior número de municípios do interior e ter vários alunos abaetetubenses em seus diversos cursos, sobretudo no Campus de Moju, além do compromisso com movimentos sócio-humanitários, a Uepa não poderia se furtar a dar apoio às vítimas. O próprio reitor da instituição, professor doutor Juarez Quaresma, tem raízes na cidade e como tal, conhece a realidade da região.
Em parceria com a Pastoral São João da Igreja Católica – Juventude Missionária, até a próxima sexta-feira, dia 10, a Uepa estará com quatro pontos de arrecadação de donativos para as famílias abrigadas no Ginásio Municipal de Abaetetuba. São eles: Campus II/CCBS (Travessa Perebebuí, 2623 – Marco); Prédio da Reitoria (Rua do Una, 156 – Telégrafo) e os campi de Moju (Avenida das Palmeiras, 485 – Aviação) e Barcarena (Rua Tomás Lourenço Fernandes, Quadra 356, Lote 01 - Vila dos Cabanos). Os interessados podem contribuir com doações de utensílios domésticos, alimentos não perecíveis, material de higiene e limpeza e água mineral.
Na última segunda-feira, 6, foi decretado estado de emergência no município. De acordo com a Defesa Civil, até o momento, foram 13 casas destruídas, 23 imóveis interditados, 78 famílias atingidas e 106 pessoas desabrigadas. O órgão também estuda duas possibilidades para explicar as causas do desabamento: a erosão da margem do rio e a variedade do aterro existente no local (caroço de açaí, madeira e argila), aliado ao peso dos imóveis na área.
Serviço Mais informações sobre as doações junto à Assessoria de Interiorização da Uepa: (91) 3299 2217.

Texto:
Ize Sena


Marabá terá o 1º Núcleo de Operações Especiais da Polícia Militar no interior do estado
O município de Marabá, sudeste paraense, será contemplado com o Núcleo de Operações Especiais da Polícia Militar, o primeiro do tipo implantado no interior do estado. Fruto de um investimento que gira em torno de R$ 1,4 milhões, a obra tem como objetivo atender de uma forma mais eficiente e descentralizada ocorrências específicas da região do Tocantins. O prédio abrigará profissionais do Batalhão de Choque, Grupamento Tático, Companhia de Operações Especiais, Cavalaria e terá capacidade para receber um efetivo de aproximadamente cem homens.
Localizado ao lado do 4º Batalhão de Polícia Militar de Marabá, quilômetro 19 da rodovia Transamazônica, o Núcleo conta com gestão da Secretaria de Estado de Obras Públicas do Pará (Seop) e possui cerca de 1.300 metros quadrados de área construída em fase conclusiva. O núcleo terá cinco alojamentos, uma academia de ginástica, dez banheiros, salão de jogos, sala de comando, sala de subcomando, setores administrativos, recepção, uma sala de munição letal e outra de munição química, amplo estacionamento, refeitório, copa, cozinha e almoxarifado. Nesta etapa, a empresa de engenharia Atitude Construtora Ltda trabalha na finalização das instalações elétricas e hidráulicas do prédio e sinaliza conclusão para este primeiro semestre de 2014.
Segundo o Coronel Silveira, comandante Regional da Polícia Militar, a implantação do núcleo terá o papel de descentralizar ações de atuações específicas da PM no sul e sudeste do Pará. “Em Belém fica concentrado o Comando de Missões Especiais (CME), composto pelo Comando de Operações Especiais (COE), o Batalhão de Choque, o Batalhão Tático, o Canil, a Cavalaria e a Companhia Fluvial. Com este núcleo, traremos essas especialidades para as duas regiões, reduzindo o tempo resposta de atendimento à sociedade”, explica.
O Coronel Silveira conta, ainda, que o núcleo fará atendimentos importantes em outras cidades, a exemplo de Redenção e Tucuruí, e especifica as principais ações que passarão a atender. “A PM do Pará estará melhor preparada para atender essas cidades, enfrentando demandas relacionadas a reintegrações de posse, assaltos a banco e outras situações que causem grandes tensões sociais”, reitera.
Atualmente, o 4º Batalhão da PM em Marabá recebe 121 alunos para o Curso de Formação de Soldados (CFSD) e a expectativa dos futuros policiais, que futuramente pretendem ingressar num grupo especial, é grande em relação à implantação do núcleo. Foi o que relatou o futuro soldado Emerson Fonseca, 27, do Pelotão Charlie, polo Marabá. “A implantação desse núcleo na região do Tocantins vai possibilitar o aumento do efetivo de policiais qualificados para crimes mais críticos, como os relacionados às questões fundiárias. Futuramente, a maioria de nós (alunos) vislumbra poder ingressar no comando militar especial e quem sabe poder prestar um serviço de segurança pública mais qualificada à sociedade”, declara.
Para João Marques, 50, que atua há dezoito anos como operário da construção civil, a edificação do núcleo também representa um aumento importante na geração de novos postos de trabalho na região. “Além de melhorar a segurança da nossa cidade, uma obra como essa ajuda a reduzir a criminalidade e melhora a nossa vida, pois traz mais empregos pra gente”, conta.
Dados da Obra:
 Início da obra: agosto de 2012.
Andamento: 80%
Previsão de conclusão: primeiro semestre de 2014.
Valor global: R$ 1.400.039,40.
Empresa responsável: Atitude Construtora Ltda.
Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Obras Públicas do Pará (Seop).
Secretaria beneficiada: Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).
Órgão beneficiado: Polícia Militar do Pará.

Texto:
Nil Muniz


Obras da duplicação da Perimetral ganham ritmo


A duplicação da Avenida Perimetral, que atravessa os bairros do Marco, Guamá e Terra Firme, em Belém, ganhou ritmo nos últimos dias, com o início dos trabalhos de drenagem do novo corredor viário, no primeiro dia útil deste ano. Em seis dias de obra, a drenagem já alcança cerca de 300 metros de extensão, do canal da Santa Cruz, em direção à Universidade Federal do Pará (UFPA). De acordo com o titular da Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb), Luciano Dias, a duplicação da avenida deverá ser concluída no início de 2015, dentro do prazo contratual. Cerca de R$ 70 milhões estão sendo viabilizados pelo governo do Estado para a obra.
Ao todo, a duplicação abrangerá cinco quilômetros de pista, da feira da Bandeira Branca, na Avenida Almirante Barroso, até o Terminal de Integração da UFPA. Diretamente, cerca de 300 mil pessoas dos bairros do Marco, Terra Firme e Guamá serão beneficiadas com a obra, mas os benefícios serão para mais de um milhão de habitantes, uma vez que a duplicação influenciará na mobilidade de toda a Região Metropolitana de Belém. “Haverá uma confluência dessa obra com o prolongamento da Avenida João Paulo II e com BRT (Bus Rapid Transit), na Almirante Barroso. Desta forma, a Perimetral também passará a ser um corredor alternativo de saída de Belém”, observa o secretário.
Luciano Dias explica que a duplicação da Perimetral está dividida em dois contratos. O primeiro, no valor de quase R$ 32 milhões,  trata sobre a pavimentação da via, cujas obras foram iniciadas efetivamente no dia 2 de janeiro. O segundo se refere à construção de 340 unidades habitacionais, orçadas em aproximadamente R$ 38 milhões. “Quanto a isso estamos dependendo apenas de áreas livres para que possamos dar início às construções”, informa. Os recursos, que totalizam R$ 70 milhões, são do governo do Estado e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), por meio do Programa Proinveste.
De acordo com engenheiro fiscal da obra, Rui Sales, o projeto de duplicação da Perimetral inclui ainda calçada para pedestres, ciclovias, sinalização (vertical, horizontal e semafórica), baias nas paradas de ônibus, acessibilidade com proteção para pessoas com deficiências e projeto paisagístico. Na avaliação do engenheiro, para apenas seis dias de trabalhos, a obra já está com um bom ritmo de andamento. “Queremos mantê-lo daqui pra frente”, afirma. Entretanto, ele informa que, só depois de finalizar os trabalhos em um dos sentidos é que a drenagem poderá ser feita do canal da Santa Cruz em direção a João Paulo II.
Segundo Rui Sales, a medida está sendo tomada para tentar amenizar os impactos no trânsito, já que a avenida recebe um grande fluxo de veículos, sobretudo pela manhã, e nos horários de pico. “Infelizmente não temos como evitar todos os impactos. Eles já estão sendo sentidos pela população, e também voltarão a ocorrer futuramente, mas estamos fazendo de tudo para amenizá-los. Estamos contando com a compreensão da comunidade. Durante a audiência que realizamos no último final de semana, a população se mostrou bastante compressiva e entendeu os benefícios que a obra trará para eles e para toda Belém”, ressaltou.
Mesmo disputando espaço entre carros, ônibus, motos e pedestres, o pedreiro Fabrício Nascimento, 32 anos, se mostrou consciente dos benefícios da obra, após percorrer, de bicicleta, boa parte da avenida. “Fui deixar um currículo na João Paulo II e pude constatar o quanto é perigoso, não só para os ciclistas, mas para todos. Do jeito que está não existe sequer acostamento. Moro há 15 anos na Terra Firme e posso afirmar que isso sempre foi assim”. Para ele, a duplicação trará mais segurança. “Com essa obra finalmente essa situação vai mudar, acredito que vai trazer mais segurança para todos”, afirmou.
Detalhamento da obra:
Início contratual: novembro de 2013
Previsão de conclusão: 15 meses
Andamento da obra: 3%
Valor global: R$ 70 milhões
Empresas: Consórcio Montese (Terraplena e Estacon Engenharia)
Secretaria responsável: Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb)
População beneficiada: 300 mil pessoas (Guamá, Terra Firme e Marco).

Texto:
Amanda Engelke


Governo do Pará vai apresentar potencial do setor de petróleo e gás a investidores do Rio de Janeiro
Liderado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Indústria, Comércio e Mineração do Pará (Seicom), o grupo de instituições que trabalha na viabilização das oportunidades da cadeia produtiva de petróleo e gás no Pará anunciou para o dia 17 de janeiro próximo uma viagem de trabalho ao Rio de Janeiro. O grupo vai apresentar a empresários e investidores o potencial de investimentos, negócios, geração de postos de trabalho e renda do estado no setor. A Universidade Federal do Pará (UFPA), a Federação das Indústrias do Estado do Pará e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/PA) são algumas das instituições parceiras do Governo do Estado, que anunciou ainda a organização do II Workshop de Petróleo e Gás para os próximos meses.
Na primeira edição do evento, realizada em setembro de 2013, foi anunciado que o Brasil tem 38 bacias sedimentares, 29 com potencial para a exploração de petróleo e gás, sendo que três delas estão no Pará: Amazonas, Foz do Amazonas e Pará-Maranhão. O Estado, por sinal, tem para breve, projeção de investimentos de R$ 157 milhões da Agência Nacional de Petróleo (ANP), em especial nas regiões nordeste, oeste e uma parte do sudeste.

Texto:
Sergio Augusto


Egressos do sistema penal paraense são beneficiados em mutirão de indulto
No final do ano passado, 135 egressos do sistema penitenciário foram beneficiados com o indulto de Natal, o que garantiu a extinção de suas penas. Eles receberam o benefício durante o mutirão de indulto, realizado entre os dias 16 e 19 de dezembro de 2013 pelo Grupo de Monitoramento e Fiscalização Carcerária do Pará (GMF) - formado por instituições ligadas à execução penal – entre as quais o Tribunal de Justiça do Estado (TJE), a Defensoria Pública e a Superitendência do Sistema Penitenciário (Susipe).
De acordo com Geane Salzer, diretora do Núcleo de Execução Criminal (NEC) da Susipe, que também é membro do GMF, “o mutirão teve como finalidade alcançar aquelas pessoas que pela lei são consideradas egressos, ou seja, que foram beneficiadas com livramento condicional ou prisão domiciliar e precisam comparecer mensalmente à Vara de Execuções Penais. O grupo iniciou o mutirão de indulto no ano passado porque foi verificado que existe um número muito grande de pessoas que poderiam ser alcançadas pelo decreto e poderiam retomar suas vidas”, declara.
Este foi o primeiro mutirão de indulto realizado pelo GMF, que ocorreu de forma interna na Vara de Execuções Penais com a presença da Defensoria Pública, que fez os pedidos de indulto, e do Conselho Penitenciário, que é a instituição que faz parte do processo avaliativo.
Diferença entre indulto e saída temporária
Muita gente confunde o indulto de Natal com a saída temporária por serem benefícios concedidos durante o final do ano, mas os dois são institutos jurídicos totalmente independentes. O indulto é um ato privativo da Presidência da República e é uma forma de extinção de pena, onde a pessoa beneficiada sai em definitivo da unidade prisional. Já a saída temporária é um benefício concedido ao preso do regime semiaberto ou aberto no qual ele pode se ausentar até 35 dias do estabelecimento penal, tendo quer retornar no prazo estabelecido pela Justiça.
O indulto é uma garantia prevista na Constituição Federal, em seu artigo 84, inciso XII, onde é concedido o perdão da pena e, consequentemente, a sua extinção mediante o cumprimento de alguns requisitos. Ele é regulamentado por decreto da Presidência da República, com suas regras estabelecidas anualmente sob o aval do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária e acolhido pelo Ministério da Justiça. Não podem ser beneficiados pelo indulto aqueles que cumprem pena pelos crimes de tortura, terrorismo, tráfico de drogas e condenados por crimes hediondos.
No dia 24 de dezembro, em edição extra do “Diário Oficial da União”, foi publicado o decreto da presidente da República, Dilma Roussef, que regulamentou a concessão do indulto de Natal para presos em determinadas condições de cumprimento de pena, como por exemplo, mulheres condenadas a mais de oito anos e que tenham completado 60 anos de idade e cumprido um terço da pena, se não reincidentes, ou metade, se reincidentes; ou que tenham concluído o ensino fundamental, médio, profissionalizante ou superior; ou ainda com paraplegia, tetraplegia ou cegueira; entre outros casos.
Geane Salzer explica como funciona a concessão do indulto: “O indulto é uma garantia constitucional e é um ato privativo da Presidência da República. O decreto é aplicado pelo juiz, que dá decisão para aqueles que preenchem os requisitos estabelecidos. O benefício também só pode ser apreciado na presença do Conselho Penitenciário. A pessoa tem a pena perdoada, ou seja, o crime sai dos antecedentes dela”.
“É importante destacar que cada decreto presidencial de indulto vale por um ano. Quando se publica um novo decreto de indulto o anterior é revogado. Esse ano a Susipe fará um levantamento junto ao Núcleo de Reinserção Social, por meio da Divisão de Assistência Integrada, para averiguar quais internos se encaixam nos pré-requisitos do novo decreto. Os pedidos ocorrem de uma forma gradativa durante todo o ano”, explica Salzer.
Já a saída temporária é um benefício previsto no artigo 122 da Lei de Execuções Penais (LEP). É concedido ao preso que cumpre pena no regime semiaberto ou aberto, o direito de se ausentar até 35 dias por ano da unidade prisional; sendo divididos estes dias durante o ano a critério do Judiciário de cada Estado. Ainda de acordo com a diretora do NEC, o Judiciário do Pará distribui o benefício em cinco saídas por ano, com duração de sete dias, em média.
“A saída temporária é destinada às atividades que concorram para o retorno do interno ao convívio social. Entende-se, já por uma questão cultural, que nessas datas comemorativas há um senso de confraternização muito grande entre as pessoas e nada mais propício do que o sentenciado sair nesse momento e participar dessas datas, para que ele valorize o que perdeu ao cometer o crime, para que ele reflita sobre o que pode perder se for preso novamente”, conta Geane.
No Pará, cabe à Susipe comunicar os casos de não retorno ao juízo da execução penal que concedeu a saída. Os internos que não retornam no prazo determinado pela Justiça passam a ser considerados foragidos. Uma vez recapturados, eles voltam para o regime fechado. A relação com o nome deles também é comunicada à autoridade policial competente para que tome conhecimento.

Texto:
Timoteo Lopes


Defesa Civil inicia ações preventivas para diminuir impacto das enchentes
A intensidade do período chuvoso, típica do primeiro semestre na região, leva a Defesa Civil do Estado a realizar uma série de ações preventivas, em parceria com as Prefeituras, para diminuir o número de vítimas das enchentes no Pará. Em Marabá, município do sudeste paraense, o aumento do nível do Rio Itacaiúnas – que banha a sede municipal junto com o Rio Tocantins - já preocupa a população. Segundo informações da Defesa Civil de Marabá, a régua que mede o nível da água aponta mais de sete metros e meio acima do nível considerado normal pelos órgãos de segurança pública.
“O primeiro trabalho da Defesa Civil do Estado é de orientação. A cada começo de ano preparamos um plano de contingência, para tratar de ações, cuidados e prevenção. Nós seguimos um planejamento do Sistema Nacional de Defesa Civil, e a ele estão vinculados tanto Estados como municípios”, explicou na tarde desta segunda-feira (06) a major Alessandra Pinheiro, coordenadora regional da Defesa Civil.
Segundo a oficial, cada Coordenadoria Municipal tem seu próprio plano de contingência. A intervenção da Defesa Civil estadual só ocorre quando há um chamado oficial do município. “No caso de Marabá, como existe uma previsão anual das enchentes, nós acompanhamos tudo de forma muito planejada. O município tem sua Coordenadoria de Defesa Civil, mas devido à proporção das enchentes que se repetem todos os anos, nós geralmente somos acionados para prestar apoio ao município”, informou a coordenadora. No Pará, a Defesa Civil do Estado atua em regiões estratégicas, com uma equipe de logística integrada a outros órgãos de segurança pública.
Erosão - No atendimento às famílias atingidas pela erosão à margem do Rio Maratauíra, ocorrida no último sábado (4), no bairro de São João, em Abaetetuba (município da região do Baixo Tocantins), a equipe da Defesa Civil chegou ao local em poucos minutos. “Contamos com o apoio de um helicóptero do Corpo de Bombeiros, e chegamos ao município minutos depois de sermos acionados pelo Centro Integrado de Operações (Ciop)”, contou a major Alessandra Pinheiro.
Em Abaetetuba, o trabalho da Defesa Civil estadual contou com o auxílio da Prefeitura, Corpo de Bombeiros e Companhia de Habitação do Pará (Cohab), no atendimento às famílias desalojadas pela destruição das casas.
Segundo a prefeita de Abaetetuba, Francinete Carvalho, a ação integrada entre Estado e município foi fundamental para agilizar o atendimento. "Graças ao trabalho conjunto, entre Estado e Prefeitura, conseguimos avançar de forma muito rápida nos planos de atendimento a todos os moradores atingidos. Tanto que, das 28 famílias desalojadas, boa parte já está recebendo o aluguel social”, afirmou a prefeita.
O município já solicitou a decretação de situação de emergência e, nesta terça-feira (7), o decreto deverá ser publicado no Diário Oficial. A equipe da Defesa Civil permanecerá na sede municipal até que a situação seja amenizada. Parte das famílias desalojadas continua abrigada no ginásio municipal, no centro da cidade.

Texto:
Adison Ferrera


Emater integra Comitê de Gestão de Pesca Esportiva do Pará
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) tomou assento, no Comitê Permanente de Gestão da Pesca Esportiva do Estado do Pará (Cogespe). A instituição foi incluída no comitê em função de sua importância, atuando nos 144 municípios paraenses em prol da agricultura familiar. 

O comitê foi criado pelo Decreto n° 610, de 04 de dezembro de 2012, com o objetivo de promover o desenvolvimento sustentável da pesca esportiva, com atribuições de elaborar o Programa Estadual de Desenvolvimento da Pesca Esportiva; apoiar eventos que promovam competições com a modalidade; capacitar pessoas que atuem no setor; fomentar a criação de áreas aquáticas especialmente para a gestão da modalidade e transformação em produtos para o turismo de pesca; promover a geração de emprego e renda para a comunidade ribeirinha, entre outros.  

Também fazem parte do Cogespe as secretarias estaduais de Pesca e Aquicultura (Sepaq), de Meio Ambiente (Sema), de Turismo (Setur) e de Esporte e Lazer (Seel), além das federações dos municípios e associações de pescadores esportivos. O Cogespe é presidido pelo titular da Sepaq, André Pontes. O representante da Emater no comitê é o técnico Fabrício Marçal.

Texto:
Paula Portilho


Equipe de engenharia da Cohab estará em Abaetetuba a partir desta terça-feira
Dois engenheiros da Cohab estarão a partir desta terça-feira, 07, no município de Abaetetuba, para prestarem assistência técnica no atendimento das famílias desabrigadas pela erosão ocorrida  no último sábado, 04, no bairro de São João, provocada pela cheia do rio Maratauíra.
Bernardete Costa, diretora do Cheque Moradia, programa habitacional da Companhia de Habitação, informou que desde domingo, já foram definidas ações pelos diversos órgãos do Estado e da prefeitura municipal. Ela disse ainda que as famílias receberam as orientações sobre o acesso ao programa Cheque Moradia, que possibilita a aquisição de material de construção. "Estivemos neste domingo com as famílias para orientar sobre o Programa Cheque Moradia e a nossa equipe de engenharia estará, junto com a Defesa Civil e prefeitura municipal , avaliando como podemos dar uma assistência técnica para reconstrução das casas", explicou. Ela ressalta ainda, que em um primeiro momento, em parceria com a Polícia Militar, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, foi feita uma reunião integrada. "Nos juntamos com a equipe da prefeitura para definir responsabilidades e montar um plano de ação. Enquanto Cohab, nós disponibilizamos o programa Cheque Moradia para obtenção do material de construção a fim de reconstruir as unidades de habitação", enfatizou.
A diretora da Cohab informou ainda qual será a missão dos engenheiros da companhia nos próximos dias no município de Abaetetuba. "Nesta terça-feira, estaremos com uma equipe de engenharia lá no município, já que a Defesa Civil está concluindo um relatório da situação e definindo, por meio de laudo, quais são as casas que correm ainda risco de desabamento. Dependendo desse laudo e com a quantidade exata das famílias que serão beneficiadas, nós vamos definir como se dará o nosso atendimento. Algumas deverão permanecer no local e outras deverão ir para uma nova área, a ser apontada pela prefeitura. Portanto, tanto as que permanecerem na área, como as que forem para outro local terão garantidos os benefícios do nosso programa habitacional", assegurou.

Texto:
Rosa Borges


IAP inaugura Rede de Incubadoras Brasil Criativo
Na próxima quinta-feira (09), o Instituto de Artes do Pará (IAP) inaugura a Incubadora Pará Criativo, a primeira da Rede de Incubadoras Brasil Criativo a funcionar em Belém, na sede do Instituto. A solenidade contará com as presenças da ministra da Cultura, Marta Suplicy, do governador Simão Jatene, do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, e de outras autoridades e representantes da cultura paraense.
A vinda da Incubadora Pará Criativo ao IAP foi possibilitada pela parceria entre a Secretaria da Economia Criativa, vinculada ao Ministério da Cultura, e o IAP. O programa, que conta com investimento de R$ 19,4 milhões, e tem como princípios norteadores a diversidade cultural e a inclusão social, vai inaugurar, até junho de 2014, mais 12 incubadoras de empreendimentos culturais nas capitais do Acre, da Bahia, do Ceará, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Paraná e de Pernambuco, e também no Distrito Federal.
As Incubadoras Brasil Criativo ofertarão aos agentes culturais cursos e consultoria em inovação, empreendedorismo, planejamento estratégico, assessoria contábil, assessoria jurídica, de comunicação e marketing, e acompanhamento contínuo. Está prevista ainda a instalação de balcões de crédito, formalização, formação técnica, realização de cursos, e uma área para trabalho colaborativo. As atividades serão desenvolvidas por equipes locais, em diálogo com as potencialidades criativas de cada região.
São parceiros do programa, dentre outras instituições, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (Mdic), Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Ministério da Educação, Ministério do Turismo, as secretarias estaduais e municipais de Cultura, secretarias de Desenvolvimento Econômico, Apex, Sebrae, Senac, Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal e universidades.

Texto:
Dani Franco


Fiscalização aumenta e número de acidentes cai nas estradas paraenses
O período de festas de fim de ano foi mais tranquilo nas estradas paraenses em 2013, segundo balanço divulgado nesta segunda-feira (6) pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Foram registrados doze acidentes, com 14 pessoas feriadas e sete vítimas fatais, uma queda de 12% em relação ao ano anterior. A fiscalização foi intensificada, resultando no aumento de 80% no número de veículos fiscalizados.
A operação Boas Festas, deflagrada no período de 27 de dezembro de 2013 a 6 de janeiro de 2014, ficou a cargo da Companhia Independente de Policiamento Rodoviário da Polícia Militar. os policiais fiscalizaram 22.859 veículos, dos quais 2.518 foram revistados. Também foram abordadas 3.187 pessoas, e quatro foram presas. Além disso, foram feitos 117 testes do bafômetro.
Durante a operação, a PM também apreendeu drogas e 66 documentos de veículos, removeu veículos por irregularidades e recolheu 59 carteiras de habilitação, 90% a mais que no período anterior. Foram feitas ainda 2.579 notificações (116% a mais que no ano anterior).
Com o efetivo de 170 policiais militares, distribuídos em 19 postos de fiscalização, 23 viaturas e 25 motocicletas, a PM atuou 24 horas na fiscalização das rodovias estaduais, com ênfase nos acessos às localidades de Salinópolis, Bragança e Marapanim, ao longo da Rodovia PA-150 e na estrada que leva ao Distrito de Mosqueiro, de Belém.

Texto:
Leno Carmo


Governador Simão Jatene visita obras do Hospital Galileu


Na manhã desta segunda-feira, 06, o governador Simão Jatene visitou as instalações do Hospital Galileu, que deverá ser entregue à população até o final do mês de fevereiro deste ano. A obra passa pelos ajustes finais de pintura e jardinagem e já começa a receber os equipamentos. Em poucas semanas começarão os trabalhos de instalação de aparelhos como eletrocardiograma, raio-x e ultrassonografia.
Acompanhado do secretário de Saúde, Hélio Franco, o governador Simão Jatene visitou todas as alas do hospital e disse que para a manutenção do bem público é fundamental que a população tenha uma relação de pertencimento com o hospital.“O Galileu não é um hospital do governo, mas de cada cidadão que com seus impostos construíram esta obra que pertence a toda sociedade", ressaltou o governador.  Ele complementou, que as pessoas precisam se sentir donas dessas obras para cobrar e também contribuir para a manutenção das estruturas públicas. "Ninguém sozinho faz uma nova sociedade, ela precisa ser feita de forma coletiva”, reiterou o chefe do executivo.
O Governo do Estado está investindo cerca de R$ 10 milhões na reforma, adaptação e readequação do hospital que será referenciado para atendimentos de serviços de média complexidade e vai servir de apoio, principalmente, para o Hospital Metropolitano e o Hospital Abelardo Santos.
O Hospital Galileu tem capacidade para 114 leitos de internação e seis leitos destinados ao tratamento Semi Intensivo. O hospital também conta com quatro leitos de isolamento, três de pós anestésico e três de urgência e emergência.
O secretário estadual de Saúde, Hélio Franco, disse que a demanda de construção de novos hospitais com mais vagas de leitos, deve-se atualmente ao grande número de acidentes de trânsito. “Hoje 50% dos leitos brasileiros são ocupados por traumas causados no trânsito. São traumas que poderiam ser evitados e que, por sua vez, têm tratamento demorado. Se todos contribuíssem, nós não teríamos necessidades de tantos leitos. No caso do trânsito se faz necessárioauma mudança de comportamento. As pessoas não deveriam ir ‘enfrentar’ o trânsito, mas ‘contribuir’ com o trânsito”, afirmou.
Segundo Flávio Nascimento, engenheiro responsável pela obra no Hospital Galileu, o hospital terá um serviço inédito entre os hospitais públicos do Pará. Será o primeiro hospital a fabricar os gases hospitalares, através de uma usina própria. “Isso será modelo para todos os hospitais. O custo inicial é elevado, mas em médio prazo terá o retorno, além da facilidade de acesso aos gases que são importantes para o hospital. Mesmo assim, vamos manter os cilindros na estrutura, para o caso de necessidade”.explicou.
Flávio Nascimento disse ainda, que o prédio é 100% climatizado e recebeu um sistema de tratamento de água e esgoto, que vai devolver os resíduos com 90% de pureza. Uma usina de vácuo também foi construída no hospital para tratar do lixo hospitalar. A estrutura também recebeu dois geradores de 150KVA e 125 KVA, com resposta automática e capacidade de autonomia elétrica de cinco horas. Um pórtico de entrada e uma praça vão ajudar na humanização do tratamento dos pacientes. “O Hospital ficou muito bonito. Ainda tem muita gente que acha que porque é público, tem que ser feio. Todo o hospital foi pensado obedecendo as normas do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e também o bem estar dos pacientes”, finalizou Flávio Nascimento.
Instalado em uma área de cerca de quatro mil metros quadrados, o Hospital Galileu foi construído em 2005, pela Convenção Interestadual de Ministros e Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Estado do Pará (Comieade-PA) e está localizado na Rodovia Mario Covas. Em 2012, foi comprado pelo Governo do Estado e entrará em funcionamento público no próximo mês.

Texto:
danifilgueiras

 



Banco do Brasil prorroga prazo para inscrições



O Banco do Brasil prorrogou as inscrições para a seleção de 8.630 vagas para formação de cadastro de reserva para o cargo de escriturário.

As inscrições agora podem ser feitas até o próximo dia 9 de janeiro pelo site www.cesgranrio.org.br. Os candidatos que não têm acesso à internet poderão se inscrever nos locais credenciados listados no anexo IV do edital, em dias úteis, das 9h às 16h. A taxa é de R$ 40 e o salário é de R$ 2.043,36 para jornada de 30 horas semanais.
456 são reservadas para pessoas com deficiência. As vagas a serem preenchidas são para o Pará, Alagoas, Bahia, Goiás, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, São Paulo, Tocantins e no Distrito Federal.
A prova será realizada no dia 9 de fevereiro de 2014.

(DOL)



Medicina e direito são os
cursos mais concorridos




Medicina, direito e engenharia civil são os cursos mais concorridos do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), segundo balanço divulgado na tarde desta terça-feira (7) pelo Ministério da Educação (MEC). Medicina apresenta o maior número de candidatos por vaga, são 60,47 inscritos para cada vaga. Em seguida, direito tem uma concorrência de 40,45 candidatos por vaga e engenharia civil, 34,82. As inscrições vão até as 23h59, no horário de Brasília, de sexta-feira (10), no site do Sisu.


Diariamente, o MEC divulga a nota de corte de cada curso e a classificação parcial do estudante na opção de curso escolhida. Até o fim das inscrições é possível mudar de opção. Cada candidato pode fazer até duas opções de curso. Até o último balanço, foram feitas 2,9 milhões de inscrições. O número de inscritos é pouco mais que 1,5 milhão.

Segundo o MEC, os cursos com o maior número de inscrições são administração e direito. Administração teve 192.582 inscrições - alcançando uma concorrência de 31,39 candidatos por vaga -, enquanto direito chegou a 191.107 inscrições. Medicina aparece em terceiro lugar na quantidade de inscrições, com 176.876. O terceiro curso mais concorrido, engenharia civil, teve 106.311 inscrições.
Em relação às instituições, a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) é a instituição federal com o maior número de inscrições, 140.186. A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) tem o segundo maior número de inscrições, 135.570 candidatos. As universidades também apresentam as maiores concorrências, na UFMG são 39,66 candidatos por vaga e na UFRJ, 28,33.

Na primeira edição de 2014, o sistema oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. O Sisu seleciona estudantes com base nas notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Nesta edição, a inscrição está restrita ao estudante que tenha participado da edição de 2013 do exame. Fica impedido de se inscrever aquele que tenha tirado zero na prova de redação.

(Agência Brasil)








Confira aqui tudo que precisa saber sobre o Programa Jovem Aprendiz Correios 2014 (Inscrição, Vagas, Benefícios, ETC).
O programa foi criado pelo governo federal em parceria com centenas de empresas públicas e privadas que dão aos jovens uma oportunidade de começar a trabalhar antes mesmo de se formarem na escola. Os jovens podem trabalhar em empresas das mais diversas áreas, e uma delas é os Correios, uma das maiores estatais do Brasil.



A Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos divulgou, recentemente, o edital de seleção para o programa Jovem Aprendiz 2014. O processo funciona de forma parecida com um concurso público, para garantir que a seleção seja feita em um processo aberto e transparente. Além disso, a seleção é uma forma de conseguir contratar o Jovem Aprendiz, já que não existem vagas para todas as pessoas que gostariam de começar a trabalhar nos Correios como Jovem Aprendiz.

Como fazer sua inscrição no Jovem

Aprendiz Correios 2014:

 

 

As inscrições para os interessados em participar do programa poderão ser feitas entre os dias 02 e 19 de janeiro de 2014. Para que os estudantes possam concorrer a vaga é importante que eles atentem a esta data, já que não existe nenhuma expectativa para que o prazo seja alterado.
ATENÇÃO: Estamos tendo relatos de erro no cadastro ao utilizar o Firefox ou Crhome, Sendo assim... Aconselhamos a utilização do Internet Explorer para cadastro. No teste realizado por nossa equipe, tivemos falha no Cadastro no Chrome, funcionou Somente no INTERNET EXPLORER.
Passo a passo para a inscrição:
1. Acesse o Endereço http://www.correios.com.br/institucional/concursos/correios/lst_concurso.cfm?con_nu=621;
2. Clique no menu suspenso  Inscreva-se aqui e depois Ficha de Inscrição;
3. Caso seja seu primeiro acesso, clique em Não tenho Cadastro;
4. Marque a opção * EU LI E ESTOU DE ACORDO COM AS REGRAS DO PROCESSO SELETIVO PROGRAMA DO JOVEM APRENDIZ e clique no Botão avançar;
5. Preencha o Formulário. Obs: Todos os campos com * são de preenchimento obrigatório, Marque a opção Autorizo a ECT a enviar mensagens eletrônicas sobre a confirmação das inscrições realizadas. e clique em gravar.
 


 
Divulgado o edital do MTE
que oferta 450 vagas



Foto: Divulgação)

O edital do tão esperado concurso para área administrativa do Ministério do Trabalho e Emprego finalmente foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (7).
>> Veja o Edital AQUI


Foram abertas 450 oportunidades divididas nos cargos de agente administrativo (415) e contador (35). O salário inicial para a primeira função será de R$1.568,42 de base; R$1.004,80, de gratificação de desempenho e R$373, de auxílio-alimentação. Para contador é necessário ter graduação na área e a remuneração será de R$4.354,42, sendo R$1.990,22 de salário-base, R$1.991,20 de gratificação de desempenho e R$373 de auxílio-alimentação.
Ambas as funções têm carga de trabalho de 40 horas semanais. No caso de contador, todas as vagas são lotadas em Brasília. Para agente, as oportunidades estão distribuídas por todo o país.

As só poderão ser feitas a partir das 10h da próxima segunda, dia 13 de janeiro, com atendimento aos interessados até 3 de fevereiro, no site do Cespe/UnB, organizador da seleção.
As taxas são de R$50 (agente) e R$70 (contador). No período de inscrições, será possível solicitar isenção do pagamento da taxa.

A seleção se dará por meio de aplicação de provas objetiva e discursiva, marcadas para 30 de março, nos turnos das manhã (contador) e da tarde (agente) - ambas com duração prevista de quatro horas e trinta minutos e trazendo questões sobre Conhecimentos Básicos e Específicos.
O concurso terá validade inicial de dois anos, prazo que pode ser prorrogado uma vez, e pelo mesmo período.

(DOL)





Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...