Total de visualizações de página

terça-feira, janeiro 28, 2014

Dominguinhos do Estácio e Naninha dão show na festa dos 80 anos do Rancho





Dominguinhos do Estácio e Naninha dão
show na festa dos 80 anos do Rancho

Os 80 anos de  existência da quarta Escola de Samba do Brasil, o Rancho Não Posso Me Amofiná, foi comemorado na noite e madrugada de hoje na sede da Escola, no bairro do Jurunas. Duas atrações nacionais se fizeram presentes: Dominguinhos do Estácio, que será o cantor oficial da Escola na Avenida, no desfile que acontecerá no próximo dia 22 de fevereiro, na Aldeia Amazônica. E Naninha, a mais nova sensação do samba cadenciado, Naninha, um dos músicos oficiais do Bar da Bhrama, em São Paulo, e  diretor da Escola Vila Maria, também na Paulicéia.
O show foi grátis à comunidade, que não chegou a lotar a quadra Raimundo Manito. Os camarotes (com exceção de alguns), o restante estavam vazios. O CORREIO JURUNENSE esteve presente e r4gistrou alguns momentos da festa, dentre os quais, a presença do empresário Lucival e sua esposa Cilene, da D
Cristal Distribuidora,o grande ranchista Amaral e sua esposa Denys, os grandes velha guarda que sempre representa o Rancho, Zeca e esposa Benedita. Confira..

Um dos momentos dos parabéns cantado à Escola

Dominguinhos no palco

Benedita, Denys, Amaral e Zeca

Naninha no palco


Reginaldo, o jornalista Jorge Mesquita e Anderson com sua esposa

Lucival de chapeu com sua espposa Cilene e o mecânico Amazinho

Após sua apresentação, Dominguinhos foi para a mesa com Jango assistir ao show de Naninha




Receita Federal aguarda autorização para concurso
Um dos concursos mais aguardados neste ano, está encaminhando para receber autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG). A Receita Federal, órgão vinculado ao Ministério da Fazenda, realizou pedido para 3.000 vagas nas carreiras de analista-tributário (1.600) e auditor-fiscal (1.400). 
A validade do último concurso realizado pela Receita termina neste mês de fevereiro. Assim, cresce a expectativa de que o MPOG dê o aval para abertura do novo processo seletivo. 
As funções exigem nível superior completo em qualquer área de conhecimento e remuneram em R$ 8.768,88 (analista-tributário) e R$ 14.653 (auditor-fiscal) – já incluso o benefício de auxílio-alimentação (373).
O último processo seletivo concretizado pela Receita Federal para essas colocações ocorreu em 2012. Foram oferecidas 950 oportunidades, sendo 750 para analista (700 gerais e 50 para a área de informática) e 200 para auditor. Deste total, 48 postos foram destinados a candidatos com deficiência.
O concurso foi promovido pela Escola de Administração Fazendária (Esaf), com provas realizadas em todas as capitais brasileiras. Os candidatos efetuaram pagamento das taxas de R$ 100 (analista) e R$ 130 (auditor).
(JC Concursos)

Estudante é atropelado por ônibus no BRT
Um estudante, identificado como Jailson Melo, de 18 anos, foi atropelado por um ônibus na via expresso do BRT na noite desta sexta-feira (31), no cruzamento da avenida Júlio César.
A vítima foi encaminhada para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE) e ainda não há informações oficiais sobre seu estado de saúde.
De acordo com testemunhas, a sinalização precária no local pode ter sido um dos motivos que para a causa o acidente. O ônibus envolvido no atropelamento fazia a linha Icoaraci - Presidente Vargas.
Após o acidente, alunos da Escola Estadual Albanizia de Oliveira Lima, onde a vítima estuda, no bairro do Marco, interditaram o trânsito por alguns minutos. 
Equipes da Polícia Militar, Ronda Tática Metropolitana (Rotam) e Secretaria Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) estiveram no local.
(DOL com informações de Madson Santos/RBATV)

BRT é realidade em várias cidades brasileiras
Criado em 1974, o sistema BRT teve origem no Brasil, através da cidade de Curitiba, capital do Paraná. Com esta implantação, a cidade adquiriu diversas mudanças e se tornou símbolo de transformação e urbanismo, atualmente dispõe de um dos sistemas de transportes mais moderno e eficiente do país e do mundo.

Com cerca de 1,7 milhão de habitantes, a região metropolitana da capital paranaense é formada por 26 municípios. O transporte coletivo de Curitiba é integrado ao sistema viário formado por linhas expressas, alimentadoras, interbairros e diretas.

RECIFE

A capital pernambucana possui três sistemas BRT previstos para a cidade que fazem parte das obras de infraestrutura de mobilidade urbana destinadas à Copa do Mundo de 2014. O projeto também prevê a implantação de ciclovias nos corredores que incluem a construção de bicicletários para acomodação dos veículos além de rede de ciclovias.
Áreas destinadas à ultrapassagem para obtenção de maior velocidade operacional e otimização da frota de veículos a ser utilizada fazem parte do sistema, além da integração do transporte público por ônibus integrado com o transporte não-motorizado. Todos os corredores serão dotados de vias exclusivas para o tráfego dos ônibus, com linhas expressas e semiexpressas.

RIO DE JANEIRO

No Rio de Janeiro, o sistema implantou faixas exclusivas para o transporte coletivo por ônibus à esquerda do fluxo de veículos, com intuito de evitar o conflito com as faixas paralelas. As obras dos corredores Transoeste e Transcarioca, inclusive, foram iniciadas com recursos da prefeitura.


Já o projeto de construção da via Transolímpica ligará a Barra da Tijuca à Deodoro, dois bairros da Zona Oeste que deverão abrigar grande número de complexos esportivos para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016.

(DOL)




Teste rápido para HIV e sífilis é mantido
Às vésperas de lançar o teste rápido para HIV e sífilis, o governo conseguiu vitória na Justiça em uma ação que ameaçava o programa destinado às pessoas com maior vulnerabilidade ao vírus, como gays, profissionais do sexo, travestis, transexuais e usuários de drogas.
Representantes da Sociedade Brasileira de Análises Clínicas (SBAC) tentaram limitar a aplicação do teste, alegando que apenas farmacêutico, médico patologista e biomédico estariam aptos a realizar o teste.
A 17ª Vara Federal reconheceu que os testes rápidos podem ser feitos por profissionais da saúde de nível superior. Para a Justiça Federal "não há óbice legal para que profissionais de saúde, de uma forma geral, possam realizar os testes rápidos".
De acordo com a assessoria do Ministério da Saúde, a política foi planejada para que os testes sejam usados em um estágio inicial do diagnóstico, que não precisa ser feito em ambiente laboratorial.
A ideia é ampliar e tornar mais acessíveis os instrumentos para que a população consiga identificar a doença o mais rápido possível. O kit do teste rápido, que é produzido pelo laboratório BioManguinhos, apresenta o resultado em até 30 minutos.
Os testes rápidos começarão a ser aplicados no mês que vem. Atualmente, 40 organizações não governamentais, em todo o país, passam por treinamento para participar do programa.
(Agência Brasil)



Família busca pela internet doador para filha com leucemia rara

Margot Martini, de um ano e meio, precisa de transplante de medula


família de uma menina de um ano e meio que sofre de um caso raro de leucemia lançou na internet uma campanha para buscar um doador de medula óssea.

Até agora mais de 30 mil pessoas em todo o mundo responderam ao apelo, lançado no You Tube, Facebook e Twitter, e requisitaram kits de raspagem da parede interna da bochecha para testar se estão aptas a fazer a doação.

Margot Martini foi diagnosticada em outubro do ano passado com uma combinação rara das leucemias linfóide e mielóide agudas.

Desde então ela está internada no hospital infantil Great Ormand Street, em Londres, e já passou por três ciclos de quimioterapia.

Mas seus médicos, que dizem ter visto apenas três casos deste tipo de tumor nos últimos dez anos, dizem que ela precisa mesmo é de um transplante de medula.

Os pais e os dois irmãos de Margot foram submetidos ao exame de Antígenos Leucocitários Humanos, mas nenhum deles saiu como doador compatível.

'É difícil porque ao menos nove antígenos devem ser compatíveis e Margot tem um que é muito difícil de encontrar', disse o pai da menina, Yaser Matini, ao jornal londrino Evening Standard.

Registro de doadores

Diante dos resultados decepcionantes, Yaser decidiu lançar um apelo global em busca de um doador para filha por meio de que produziu e lançou no You Tube.

O vídeo já teve mais de 74 mil acessos e a campanha ganhou apoio de atores britânicos famosos, como Stephen Fry.

'Desde então estou a todo vapor. Eu fico de pé até meus olhos fecharem às quatro da manhã e não paro de pensar: será que estou fazendo tudo o que posso?'

Yaser acredita que a maneira como hospitais fazem as buscas nos registros de doadores internacionais é 'arcaica'.

'Em muitos países apenas seis antígenos são analisados. Chegaram a nos dizer que três brasileiros seriam doadores potenciais. Mas quando eles vieram para testar os dez antígenos, não deu certo.'

Ele afirma que nunca havia pensado em procurar doadores antes.

'Você não considera até o câncer te afetar. Por favor, por Margot e por todas as pessoas que têm câncer. Registre-se como doador, faça raspagem e salve uma vida', apela o pai.

EDIÇÃO DE JANEIRO DA REVISTA JURUNENSE

Governo tenta barrar votação de 'pautas bombas' no Congresso

Oposição pressiona para votar piso salarial para policiais e bombeiros.
Nesta quinta, Ideli Salvatti se reuniu com líderes governistas no Planalto.

Felipe Néri e Nathalia Passarinho* Do G1, em Brasília
119 comentários
Receoso com o interesse de parlamentares da oposição de votar este ano no Congresso as chamadas “pautas bomba”, proposições que geram impacto nas finanças públicas, o Palácio do Planalto tenta mobilizar a base aliada para evitar a votação das propostas que aumentam as despesas da União. Nesta quinta-feira (30), a ministra das Relações Institucionais, Ideli Salvatti, reuniu em seu gabinete os líderes do governo no Legislativo para alertar sobre o risco de as propostas entrarem em pauta.
O líder do governo no Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM), que se reuniu nesta tarde com a presidente da República, disse que Dilma transmitiu uma “mensagem clara” de que os parlamentares aliados devem evitar projetos que estimulem os gastos públicos. Ele lembrou que, em novembro do ano passado, a presidente propôs a senadores e deputados um “pacto” contra a aprovação das “pautas bombas”.
“É uma mensagem clara da presidenta com todos os líderes, já compromissados inclusive com o documento público assinado ano passado que permitiu que pudéssemos evitar todas as matérias que pressionavam os gastos públicos e, como consequência, obviamente pressionava o superávit primário”, declarou o líder após se reunir com a chefe do Executivo.
Para Braga, o parlamento deu uma “grande demonstração de responsabilidade fiscal” ao assumir, no ano passado, o compromisso de não apoiar projetos que geram despesas para o governo.
Após retornar do encontro com a ministra responsável pela articulação política, quando foi discutida a pauta do Congresso em 2014, o líder do governo na Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), afirmou que vai procurar o presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para tentar impedir que entrem em votação projetos que geram gastos. Os trabalhos na Câmara e no Senado retornam na próxima segunda-feira (3).
“Eu vou procurar o presidente da Câmara para fazer esse diálogo porque ele tem a palavra final. Não queremos questionar esse poder, mas queremos dialogar exatamente para que a Câmara tenha toda a liberdade de votar o que entender que deva, mas numa negociação, pensando na composição”, disse.
É uma mensagem clara da presidenta com todos os líderes, já compromissados inclusive com o documento público assinado ano passado que permitiu que pudéssemos evitar todas as matérias que pressionavam os gastos públicos e, como consequência, obviamente pressionava o superávit primário."
Eduardo Braga (PMDB-AM), líder do governo no Senado
Para Chinaglia, o cenário econômico não é favorável a aumentos de gastos. “É natural que seja assim. Não só o Executivo, como nós do Legislativo, temos que ter a preocupação frente a essa turbulência da economia mundial. Não podemos descuidar”, ressaltou o líder do governo.
Ao menos sete matérias prontas para votação no retorno do recesso geram gastos para a União. Entre as propostas que aguardam na fila de votações está a PEC 300, que cria piso salarial para policiais e bombeiros.
Também pode entrar na pauta a PEC que cria a polícia portuária. Parte dessas matérias tramita há anos no Congresso e já chegou a ser colocada em votação. É o caso do projeto dos agentes comunitários, que data de 2006 e chegou a ter votação anunciada em plenário da Câmara no fim do ano passado por Henrique Alves.
O governo não quer votar nada, quer impedir o normal funcionamento do Legislativo. Temos propostas relevantes, de interesse da sociedade, parados"
Ronaldo Caiado (GO), líder do DEM na Câmara
Pressão oposicionista

O líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO), afirmou ao G1 que vai pressionar pela aprovação no primeiro semestre deste ano de pautas que causam despesas ao governo e garantem direitos aos trabalhadores.
“Queremos fazer andar a PEC 300, que prevê piso salarial para policiais e bombeiros, votar o projeto que institui piso salarial para agentes comunitários de saúde, e aprovar a criação de uma carreira de Estado para médicos”, advertiu o oposicionista.
Caiado acusou o Planalto de tentar “barrar” o funcionamento da Câmara e a votação dessas propostas com edição de medidas provisórias e o uso de regime de urgência constitucional para alguns projetos. Atualmente, seis propostas com urgência e uma medida provisória trancam a pauta da Casa e impedem a análise de outras matérias.

“O governo não quer votar nada, quer impedir o normal funcionamento do Legislativo. Temos propostas relevantes, de interesse da sociedade, parados”, reclamou o deputado de Goiás.
saiba mais
Segundo o líder do PSDB na Câmara, deputado Carlos Sampaio (SP), a oposição quer que sejam votadas pautas de “cunho social”. Para ele, caberá ao governo estabelecer uma gestão que evite descontrole fiscal. Sampaio defende prioridade no projeto dos agentes comunitários e no que determina o fim do fator previdenciário.
“Temos todo o interesse em votar essas pautas, que são de alcance popular e setoriais. Cabe ao poder público, na sua capacidade de gestão, administrar isso sem gerar os gastos que o governo diz que vai gastar. Tem que ter alternativas na gestão pública para atender o apelo popular sem gerar prejuízo”, defendeu Sampaio.
Fator previdenciário

O líder da bancada do Solidariedade, Fernando Francischini (PR), afirmou que o partido vai usar manobras regimentais para evitar a votação de propostas defendidas pelo governo até que seja aprovado o projeto que altera as regras do Fator Previdenciário, projeto de 2008.
“Vamos obstruir todas as votações de interesse do governo a partir de agora se o Planalto não aceitar negociar o novo cálculo do Fator Previdenciário. A presidente Dilma não senta nem para negociar. A proposta em tramitação não é radical”, argumentou.
O fator previdenciário é uma fórmula criada em 1999, que leva em consideração a idade, o tempo de contribuição e a expectativa de vida do brasileiro para o cálculo do valor da aposentadoria. O instrumento visa a reduzir o valor do benefício de quem se aposenta por tempo de contribuição antes de atingir 65 anos, no caso de homens, ou 60, no caso das mulheres.
O tempo mínimo de contribuição para aposentadoria é de 35 anos para homens e 30 para mulheres. O texto que aguarda votação no plenário da Câmara prevê que, para obter aposentadoria com 100% do valor do benefício, a soma do tempo de contribuição e da idade do trabalhador deve totalizar o número 85 para mulheres e 95 para os homens.
* Colaborou Priscilla Mendes


Desemprego recua para 4,3% em dezembro de 2013, diz IBGE

Taxa é a menor desde o início da série histórica, em março de 2002.
Na média dos 12 meses de 2013, taxa de desocupação ficou em 5,4%.


O desemprego voltou a cair em dezembro de 2013, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (30) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa, de 4,3%, é a menor desde o início da série histórica do instituto, iniciada em março de 2002.
Em novembro do ano passado e em dezembro de 2012, a taxa de desemprego – que considera seis regiões metropolitanas do país (Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Salvador) – foi a mesma, de 4,6%.
Na média dos 12 meses de 2013, o desemprego ficou em 5,4%, também a menor taxa média anual da história, segundo a pesquisa.

De acordo com o IBGE, a população ocupada ficou em 23,3 milhões de pessoas em dezembro e mostrou estabilidade em relação a novembro de 2013 e a dezembro de 2012. Na média do ano passado, os ocupados chegaram a 23,1 milhões de pessoas – um aumento de 0,7% frente a 2012. Frente a 2003, quando tem início a série histórica anual, o número representa um crescimento de 24,8%.
Já a população desocupada somou 1,1 milhão de pessoas em dezembro de 2013, uma queda de 6,2% frente a novembro, mas ficou estável na comparação com dezembro de 2012. Os desempregados chegaram, na média anual, a 1,3 milhão de pessoas, número 0,1% abaixo do registrado em 2012. Na comparação com 2003, o número caiu 49,5%.
Segundo o IBGE, o total de trabalhadores com carteira assinada no setor privado, que chegou a 11,8 milhões em dezembro de 2013, não mostrou variação frente ao mês anterior. No entanto, na comparação anual, o resultado indica um aumento de 2%.
"Esses resultados levaram, na média de 2013, a um recorde na proporção de trabalhadores com carteira assinada (11,6 milhões) em relação ao total de ocupados: 50,3%, frente a 49,2% em 2012 e a 39,7% em 2003", nota o IBGE.

Rendimento
Quanto aos salários, o rendimento médio real dos brasileiros ocupados (rendimento bruto ganho pela pessoa em um mês completo de trabalho) ficou em R$ 1.966,90 em dezembro de 2013. O valor foi 0,7% abaixo do registrado em novembro (R$ 1.981,08) e 3,2% acima do observado em dezembro de 2012 (R$ 1.905,68).
Na análise regional, na passagem de novembro para dezembro, os salários aumentaram no Rio de Janeiro (0,6%) e caíram em Porto Alegre (2,9%), em São Paulo (1,1%), Belo Horizonte (1%) e no Recife (0,8%). Em Salvador, não houve variação.
Frente a dezembro de 2012, o rendimento teve alta no Rio de Janeiro (7,3%), em Porto Alegre (5,9%), São Paulo (3,7%) e no Recife (1,7%), mas caiu em Salvador (10,5%) e Belo Horizonte (0,7%).
Em 2013, a média anual dos salários ficou em R$ 1.929,03, um avanço de 1,8% frente a 2012 (R$ 1.894,03). Segundo cálculdos do IBGE, entre 2003 e 2013, o poder de compra do rendimento do trabalhador aumentou 29,6% (em 2003 era de R$ 1.488,48).
Destaques de 2013
Em 2013, a população ocupada estava distribuída entre 54% de homens (12,5 milhões de pessoas) e 46% de mulheres (10,6 milhões de pessoas).
"As mulheres continuam sendo minoria na população ocupada, mas sua participação vem apresentando contínuo crescimento. No início da série anual, em 2003, elas representavam 43% da população ocupada, implicando crescimento de 3 pontos percentuais desde então", afirma o IBGE.
Entre os setores analisados pelo instituto, o de "comércio, reparação de veículos automotores e de objetos pessoais e domésticos e comércio a varejo de combustíveis" segue como o que mais emprega: 18,8%.
  •  
saiba mais
Com relação às estimativas de 2003, o grupamento que apresentou o maior ganho de participação na população ocupada foi o de "serviços prestados às empresas, aluguéis, atividades imobiliárias e intermediação financeira", passando de 13,4% em 2003 para 16,2% em 2013. Por outro lado, o setor que mais perdeu foi o de "indústria extrativa, de transformação e distribuição de eletricidade, gás e água", que baixou de 17,6% para 15,8% nesse mesmo período.
Faixa etária e cor
Na análise por grupos etários, no ano passado, a população brasileira ocupada estava distribuída em 0,1% de pessoas com 10 a 14 anos de idade; 1,4% com 15 a 17 anos; 13% com 18 a 24 anos; 62% com 25 a 49 anos; e 23,6% com 50 anos ou mais.
Quanto à jornada de trabalho, em 2013, as pessoas ocupadas tinham uma jornada média semanal de 40,1 horas trabalhadas, contra 40,3 horas em 2003. São Paulo e Rio de Janeiro, ambos com média de 40,5 horas, tiveram resultado acima do registrado pelas outras quatro regiões metropolitanas analisadas.
Entre 2003 e 2013, o salário de trabalhadores de cor preta ou parda subiu 51,4%, enquanto o rendimento dos trabalhadores de cor branca cresceu 27,8%.
"Mas a pesquisa registrou também que os trabalhadores de cor preta ou parda ganhavam, em média, em 2013, pouco mais da metade (57,4%) do rendimento recebido pelos trabalhadores de cor branca", diz o IBGE.
Mudanças na pesquisa
No dia 17 de janeiro, o instituto divulgou os primeiros resultados da nova Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, que substituirá a tradicional Pnad anual e a Pesquisa Mensal de Emprego (PME).
Enquando a PME pesquisa a cada mês a situação do mercado de trabalho em seis regiões metropolitanas (Porto Alegre, Belo Horizonte, São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Salvador), a Pnad Contínua vai mostrar o cenário do emprego a cada três meses em 3.500 municípios em todas as regiões do país, incluindo áreas rurais, em um total de 211.344 domicílios visitados.
A PME será realizada somente até dezembro deste ano, quando será extinta. Segundo o coordenador de Trabalho e Renda do IBGE, Cimar Azeredo, o instituto ainda estuda se a Pnad continuará em 2014. Isso porque a coleta de dados se daria ao mesmo tempo em que a realização da Pesquisa de Orçamento Familiar (POF), a partir de outubro.
No segundo trimestre de 2013, a Pnad Contínua mostrou um desemprego maior que o calculado pela PME.



Ministério da Saúde lança aplicativo que integra Samu ao Facebook

App permite acionar Samu com apenas um toque no smartphone.
Medida irá 'diminuir resposta nos atendimentos', diz ministério.

Do G1, em São Paulo

o Samu (Foto: Reprodução)
O Ministério da Saúde apresentou nesta quinta-feira (30) um aplicativo que permite acionar o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) com apenas um toque na tela de smartphones, tablets e na página do serviço no Facebook. O anúncio foi feito pelo ministro Alexandre Padilha em visita à feira Campus Party, que acontece até o domingo (2) na cidade de São Paulo.
De acordo com o ministério, a criação do aplicativo, que se conecta à rede social Facebook e ao serviço de mapa de trânsito colaborativo Waze, tem como objetivo "diminuir o tempo de espera para cada atendimento realizado, com mais transparência". Os testes serão realizados no carnaval de Salvador e na Copa do Mundo no Brasil.
Ao solicitar o serviço, além de chamar a ambulância facilmente, o usuário poderá ter auxílio de mapa do trajeto percorrido pela ambulância até chegar ao local do atendimento.
O aplicativo pode ser acionado pelo site "samuemergencia.com.br" (clique aqui para acesar) e exige ter uma conta no Facebook. Ao entrar no endereço ele fará a conexão com a conta da rede social.
Será necessário, também, preencher informações sobre a saúde do usuário como, por exemplo, se ele tem plano de saúde, se tem hipertensão ou diabetes. Os dados serão disponibilizados para a equipe que prestará o socorro. Também é necessário escolher familiares e amigos para serem avisados automaticamente em caso de emergência, ou seja, quando for acionado o serviço do Samu. O chamado também será registrado na página do usuário.
De acordo com o ministério, a medida deve diminuir o tempo de resposta para os atendimentos, "uma vez que o aplicativo fornece de forma automatizada e instantânea para o sistema todas as informações básicas que são solicitadas pelo técnico que atende ao chamado - os dados de identificação e localização precisos são enviados pela internet".
“Tenho uma preocupação muito grande que a gente possa ter soluções de TI para melhorar a transparência, para que o cidadão possa acompanhar melhor os recursos, o atendimento, como é que é feita a cobrança. Então, estamos lançando esse aplicativo e esperando que vocês [participantes da Campus Party] possam dar sugestões, aperfeiçoar ou criar outras soluções”, disse o ministro em nota divulgada no site do Ministério da Saúde.




  
Restrições em ano eleitoral ajudarão
a conter gastos nos estados, diz Augustin


Agência Brasil
Publicação: 30/01/2014 19:35 Atualização:

As restrições da Lei de Responsabilidade Fiscal aplicadas em anos eleitorais ajudarão a conter os gastos nos estados neste ano, disse hoje (30) o secretário do Tesouro Nacional, Arno Augustin. Segundo ele, a necessidade de que os governadores cheguem ao fim de 2014 com recursos em caixa para cobrir as despesas dos oito últimos meses do ano deverá aumentar o esforço fiscal dos estados.

Para este ano, os estados e municípios deverão economizar R$ 51,3 bilhões segundo a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO). No entanto, diferentemente de outros anos, a lei desobriga o governo federal de cobrir os gastos das administrações locais caso as prefeituras e os governos estaduais não alcancem a meta.

Apesar de acreditar que o superávit primário (economia para pagar os juros da dívida pública) crescerá neste ano devido às restrições eleitorais, o secretário do Tesouro esclareceu que não tem estimativas precisas em relação ao desempenho fiscal dos estados e dos municípios em 2014. “O superávit primário dos estados depende de várias coisas, como a recuperação da economia e das restrições em anos eleitorais. Não fiz nenhuma projeção, mas tenho a expectativa de que [o esforço fiscal] será melhor”, explicou.

Em 2013, os estados e municípios deveriam economizar R$ 47,8 bilhões. No entanto, em julho, a equipe econômica aumentou a meta do governo federal em R$ 10 bilhões. Apesar de a meta não ter sido alterada na LDO, a medida, na prática, permitiu que os governos locais tivessem a meta reduzida para R$ 37,8 bilhões. O esforço fiscal dos estados e municípios no ano passado será divulgado amanhã (31) pelo Banco Central.

Para melhorar a transparência nas contas dos estados e dos municípios, Augustin confirmou que o governo pretende melhorar as estatísticas das contas públicas dos governos locais, desagregando os dados por estados e por municípios. Atualmente, apenas o Banco Central (BC) divulga o superávit primário das administrações locais, sem especificar o desempenho de cada governo.

O Tesouro Nacional controla indiretamente os gastos dos estados por meio de planos de ajuste fiscal que autorizam os governos locais a contraírem empréstimos e financiamentos no Brasil e no exterior em troca do cumprimento de metas de gastos. No entanto, até 2012, o governo federal aumentou o limite de endividamento dos estados e concedeu linhas oficiais de crédito do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para investimentos estaduais.

Os empréstimos que permitiram aos estados investirem mais reduziram o superávit primário dos estados. Segundo o secretário do Tesouro, o governo federal não pode interferir nos empréstimos concedidos aos governos estaduais. No entanto, ressaltou Augustin, o governo federal não autoriza os estados a pegarem financiamentos desde o ano passado. “Em 2013, não liberamos crédito para os estados. Neste ano, pretendemos atuar com cautela e atualizar a necessidade de investimentos com cuidado fiscal bastante significativo”, comentou.



Fifa encerra segunda fase de vendas de ingressos da Copa com 3,5 milhões de pedidos

Número de solicitações é dez vezes superior ao número de entradas disponíveis, segundo entidade


A Fifa anunciou nesta quinta-feira (30/01) que recebeu 3.505.656 solicitações de compra de ingressos para a Copa do Mundo de 2014 somente na segunda fase das vendas, que foi encerrada hoje. De acordo com o diretor de marketing da entidade, Thierry Weil, o número é dez vezes superior ao de entradas disponíveis para cada estádio.
Torcedores de 199 países diferentes se cadastraram no site oficial da Fifa para o sorteio das entradas. Desses, 80% são brasileiros.
“Com um total de pouco mais de 3 milhões de ingressos disponíveis para os 12 estádios, os pedidos são em quantidade pelo menos dez vezes superior ao estoque que temos. Naturalmente, esse nível de demanda pode causar decepção, insatisfação e incompreensão entre os fãs de futebol. Este é o maior problema com ingressos para a Copa do Mundo da FIFA, já que não podemos agradar a todos”, afirmou Weil.
Agora, a entidade realizará sorteios, que serão fiscalizados pela Caixa Econômica Federal, Ministério do Esporte e um tabelião público. Neles, serão definidos quais consumidores terão a oportunidade de comprar entradas. O sistema é idêntico ao da primeira fase, no fim do ano passado. No entanto, esta é a primeira vez que os torcedores têm conhecimento das três primeiras partidas de todas as seleções, uma vez que a definição das chaves da competição foi somente no dia 6 de dezembro.
A Fifa informará os sorteados através de mensagens de SMS ou e-mail até o dia 11 de março. Depois, ainda estava prevista outra etapa de vendas de tíquetes, desta vez por ordem de chegada.



Polícia encontra relicário do papa João Paulo, mas sem sangue

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014 17:25 BRST

[-] Texto [+]
ROMA, 30 Jan (Reuters) - A polícia recuperou nesta quarta-feira uma peça de ouro e vidro que continha o sangue do falecido papa João Paulo II, mas descobriu que o pano manchado com o sangue dele desapareceu, disseram autoridades.
O chefe da associação que toma conta da pequena igreja nas montanhas a leste de Roma de onde o relicário foi furtado, Pasquale Corriere, disse que dois homens foram detidos pela polícia na capital regional, L'Aquila.
Os homens levaram a polícia ao local onde tinham jogado a relíquia, mas o pano manchado com o sangue do papa, que morreu em 2005, não estava mais dentro, disse Corriere.
A polícia está interrogando os homens, que acredita serem dependentes de drogas, e revistando o apartamento deles, de acordo com Corriere. Um pequeno crucifixo levado com o relicário da igreja de San Pietro Della Lenca na semana passada também foi recuperado.
O pano encharcado de sangue era um fragmento da batina que João Paulo II usava em 13 de maio de 1981, quando foi baleado em uma tentativa de assassinato.
Relíquias de santos e outras figuras sagradas costumam ser exibidas em relicários para serem veneradas por fiéis católicos.







Quadrilha explode e assalta duas agências de banco

Uma quadrilha explodiu e assaltou os caixas eletrônicos de duas agências bancárias no município de Viseu, no nordeste paraense. A ação da quadrilha começou por volta de 1h da madrugada desta quinta-feira (30) e provocou pânico na cidade.
As agências que foram alvo dos bandidos são as do banco do Brasil e do Banpará. Usando armamaneto de grosso calibre, a quadrilha, que se locomovia em dois carros, trocou tiros com a polícia e conseguiu fugir. Informações não confirmadas dão conta de que policiais foram feitos reféns pela quadrilha durante a execução do assalto.
A Polícia Militar ainda não informou qual a quantia roubada e detalhes sobre a caça ao bando. Em agosto do ano passado, uma quadrilha levou R$ 200 mil da agência do Banpará em Viseu e os suspeitos foram presos pela polícia.
(DOL com informações da RBATV)



Papa Francisco nomeia dois novos bispos no Brasil

  Do G1, em São Paulo

Edmilson Amador Caetano assume a diocese de Guarulhos.
Em Salvador, Estevam Santos Silva Filho será bispo auxiliar.


O Papa Francisco chega à Praça São Pedro para a
audiência geral desta quarta-feira (29) (Foto:
Gregorio Borgia/AP)

O Papa Francisco nomeou nesta quarta-feira (29) os brasileiros Edmilson Amador Caetano e Estevam Santos Silva Filho como bispo da diocese de Guarulhos e bispo auxiliar da diocese de Salvador, respectivamente. A nomeação foi confirmada pelo Vaticano.
saiba mais
O agora bispo Edmilson Amador tem 53 anos e nasceu em São Paulo. Ele estudou filosofia no Mosteiro de São Bento de São Paulo, e Teologia no Instituto Pio XII, também em São Paulo. Posteriormente, prosseguiu com os estudos no Mosteiro São Bento do Rio de Janeiro e no Pontifício Ateneo Sant’Anselmo, em Roma.
Ele foi ordenado padre em 1985. Antes de ser nomeado bispo de Guarulhos, atuava como bispo de Barretos, no interior de São Paulo.
Já Estevam Santos, nomeado bispo auxiliar de Salvador, tem 45 anos e nasceu em Vitória da Conquista, também na Bahia. Ele estudou filosofia no Instituto Filosófico Nossa Senhora das Vitórias, em sua cidade natal, e teologia no Instituto Coração Eucarístico de Jesus de Belo Horizonte.
Antes de se tornar bispo auxiliar, era pároco da paróquia Nossa Senhora das Candeias, em sua cidade natal.


Piso salarial dos professores tem reajuste de 8,32%

O valor é a remuneração mínima do professor de nível médio com jornada de 40 horas



Por: Agência Brasil

Conforme a legislação vigente, a correção reflete a variação ocorrida no valor anual mínimo por aluno, definido nacionalmente no Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) do ano passado, em relação a piso de 2012. O valor é a remuneração mínima do professor de nível médio com jornada de 40 horas semanais.
O piso salarial passou de R$ 950, em 2009, para R$ 1.024,67, em 2010, e R$ 1.187,14, em 2011, conforme valores informados no site do MEC. Em 2012, o valor vigente era R$ 1.451 e, a partir de fevereiro de 2013, passou para R$ 1.567. O maior reajuste foi  o de 2012: 22,22%.
Além do valor do salário, a lei trata das condições de trabalho, estipulando, por exemplo, jornada de no máximo dois terços da carga horária para o desempenho das atividades de interação com os alunos.


Força da chuva derruba muros, entorta portão e invade casa

Chuva forte ocorreu na manhã desta quarta-feira (29)

Por: G1/Santarém
A força da chuva que caiu nesta quarta-feira (29) sobre Santarém, oeste do Pará, derrubou dois muros, entortou o portão e invadiu uma casa, na Alameda 8, no bairro Jardim Santarém. A outra parte do muro ficou rachada.
As pessoas que estavam na residência ficaram assustadas. No momento em que os muros desabaram estava apenas uma mulher e duas crianças na casa. O proprietário da residência, Edcarlos Ferreira, diz que o problema de alagamento no local vem se agravando com os anos. “Uma situação que vem acontecendo há muitos anos, mas não com essa proporção. Hoje foi uma faixa de dois metros de água no muro. Não há muro que resista”, afirmou.
Posto de saúde
A casa que teve o muro desabado fica aos fundos do posto de saúde do bairro Jardim Santarém, que também encheu de água e, segundo relato dos funcionários, foi preciso subir no balcão de atendimento para que não fossem atingidos pela água. Segundo os funcionários, toda vez que chove essa situação acontece.
Ninguém quis gravar entrevista, mas muitas pessoas disseram que o problema é ocasionado por uma rampa existente no local e que facilita a entrada de água pelo fato de o posto estar abaixo no nível da rua. Segundo eles, já foi solicitada à Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) providências para melhorar a drenagem ao redor da unidade de saúde.
Outros pontos
A chuva começou na madrugada desta quarta-feira e ficou mais forte durante a manhã. Várias ruas ficaram alagadas. Um vídeo gravado pelo G1 mostra a dificuldade dos veículos em passar pela avenida Plácido de Castro, no bairro Caranazal.
A falta de estrutura de algumas ruas causou transtornos a quem precisou passar de carro, moto ou a pés. Segundo a Defesa Civil, várias ocorrências foram registradas e, em algumas delas, o Corpo de Bombeiros deu apoio. As ruas ficaram intrafegáveis no cruzamento das avenidas Castelo Branco com Diamantino, no bairro Interventoria; a rua Cruzeiro do Norte, no bairro Santarenzinho; e avenida Tapajós, próximo à Praça Tiradentes.
Segundo informações repassadas pela Defesa Civil, o muro de uma casa caiu na Avenida Sérgio Henn e na Rua D, bairro Santana. Um carro caiu dentro de uma canaleta na Avenida Curá-Una e uma árvore caiu na Rodovia Everaldo Martins.


Banco Central lança moedas comemorativas da Copa do Mundo

A partir de março, também será comercializada uma cartela com o conjunto das seis moedas de cuproníquel, por 140 reais.


Por: Estadão Conteúdo


Colecionadores podem adquirir a partir desta quarta-feira as moedas comemorativas oficiais da Copa do Mundo de 2014, fabricadas pela Casa da Moeda do Brasil, após o lançamento ter sido adiado por alguns dias.
Uma cerimônia realizada na sede do Banco Central, em Brasília, marcou o início da comercialização dos nove modelos disponíveis: um de ouro, dois de prata e seis de cuproníquel.
A compra pode ser feita no site do Banco do Brasil, por meio de boleto bancário ou débito em conta corrente. Na sede do BC e em suas representações regionais em Belém, Belo Horizonte, Curitiba, Fortaleza, Porto Alegre, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e São Paulo a compra pode ser feita somente em dinheiro.


A moeda de ouro, com 4,4 gramas, 16 milímetros de diâmetro e valor de face de 10 reais, custa 1.180 reais. Uma bola na rede orna um dos lados da peça, enquanto a taça de campeão estampa o outro. A tiragem máxima será de 5 mil moedas, embora por ora apenas 2.720 estejam sendo disponibilizadas.
Um pouco maiores, com 27g e 40mm, os dois modelos de prata vêm com valor de face de 5 reais e são vendidos a 190 reais. As imagens cunhadas nas moedas homenageiam as cidades-sede dos jogos e também o mascote da Copa, o Fuleco. Neste primeiro momento, 12 mil estão disponíveis, com a tiragem podendo chegar a 20 mil.
Os seis modelos mais baratos, em cuproníquel, com 10,17g, 30mm e valor de face de 2 reais, saem a 30 reais. Todos trazem o mapa do Brasil de um lado e do outro lances clássicos do futebol. A tiragem inicial é de 7,4 mil unidades, e a máxima de 20 mil.
A partir de março, também será comercializada uma cartela com o conjunto das seis moedas de cuproníquel, por 140 reais.
Acompanham todas as moedas um certificado de autenticidade com selo holográfico da Fifa.

Edital do Banpará deve sair em fevereiro



O edital para o concurso público do Banco do Estado do Pará (Banpará), está previsto para ser divulgado no decorrer de fevereiro. O concurso ofertará 10 vagas para preenchimento imediato, para os cargos de técnico bancário de ensino médio (5), técnico de nível superior – médico do trabalho (1) e técnico de nível superior – contador (4).  Para técnico de nível médio, o concurso também será para formar cadastro reserva de pessoal. 
As remunerações iniciais são de R$ 1.648,12 para técnico de nível médio e R$ 6.450 para médico do trabalho. O edital está previsto para ser divulgado no decorrer de fevereiro.
No momento, o processo está em fase de licitação, com pregão eletrônico marcado para o próximo dia 6. A expectativa é de que o concurso ocorra de forma bastante rápida, uma vez que o edital de licitação determina um prazo de 20 dias entre a assinatura do contrato e a publicação do edital.    
(DOL com informações do portal JC Concursos)

BC inicia vendas das moedas comemorativas

O Banco Central lançou na tarde desta quarta-feira a série de moedas comemorativas da Copa do Mundo de 2014. Elas já estão disponíveis para venda nas representações regionais da instituição, para pagamento em dinheiro, e no site do BC, por meio de boleto bancário ou débito em conta do próprio banco.

A moeda de ouro custa R$ 1.180,00 e traz a imagem da Taça da Copa do Mundo. As duas de prata, com representações do mascote do evento (Fuleco) e das cidades que sediarão os jogos, são vendidas por R$ 190,00 cada. Há ainda seis moedas de cuproníquel ao preço de R$ 30,00 por unidade, com figuras que simbolizam jogadas de futebol (defesa do goleiro, cabeçada, matada no peito passe, drible e gol). Essas últimas também serão comercializadas em cartela única que representa o gramado, mas somente a partir de março, por R$ 140,00.

A expectativa do BC é de venda de toda a tiragem, que é limitada inclusive para colecionadores no exterior. "São peças que vão se tornar certa raridade com o passar do tempo", disse João Sidney de Figueiredo Filho, chefe do Departamento do Meio Circulante. A venda total representa uma arrecadação de R$ 20 milhões. A Fifa receberá 10% de royalties.
(Agência Estado)


CIRCULANDO A EDIÇÃO DE JANEIRO DA REVISTA JURUNENSE

Neymar divulga carta com aval do Santos

Neymar escreveu um novo capítulo da polêmica transferência para o Barcelona. Na tarde desta quarta-feira (29), a assessoria do atacante divulgou uma carta na qual ele recebe autorização do Santos para iniciar as negociações com outros clubes. O texto é assinado pelo então presidente santista, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, no dia 8 de novembro de 2011.

Na carta, o então presidente do Santos, hoje licenciado do cargo por problemas de saúde, explica que "concorda e autoriza o atleta Neymar a iniciar as tratativas com quaisquer entidades de prática desportiva, nacionais ou internacionais".

A carta divulgada nesta quarta-feira confirma a versão do pai de Neymar, que disse no dia anterior ter recebido autorização do Santos para negociar com outros clubes, o que acabou resultando no acordo firmado ainda em 2011 com o Barcelona.

Nesse acordo fechado em 2011, o Barcelona concordou em pagar 10 milhões de euros ao pai de Neymar para ter a "prioridade de compra" do jogador no futuro, quando ele resolvesse deixar o Santos. Depois, quando o atacante foi efetivamente comprado pelo clube espanhol em maio do ano passado, esse valor acabou se transformando em 40 milhões de euros como uma espécie de "indenização".

Em entrevista à rádio ESPN, no começo da tarde desta quarta-feira, ainda antes da divulgação da carta, Luís Álvaro de Oliveira Ribeiro chegou a desmentir parte da versão dada pelo pai de Neymar sobre o polêmico negócio envolvendo a ida do jogador para o Barcelona.

"Num dado momento, ele (o pai e empresário do Neymar) me pediu autorização para conversar com outros clubes para a hipótese de, no término do contrato (em 2014), o assunto já estar mais adiantado. Eu não tinha o que fazer se não dizer: 'Conversa com quem você quiser'. Se eu dissesse o contrário, eu teria que botar uma pessoa controlando, o que é impossível", contou o presidente licenciado do Santos.

Luis Alvaro chegou a dizer que o pai de Neymar é "insaciável" na busca por dinheiro. "Ele está usando esse argumento agora para dizer que o Santos sabia que ele tinha recebido 10 milhões de adiantamento, o que rigorosamente é mentira. Ele está querendo desviar o foco porque está sendo vigiado pela Justiça espanhola, e provavelmente pelo Fisco brasileiro, para saber se esse dinheiro que entrou pagou os impostos devidos. O Santos não tem absolutamente nada a ver com isso", afirmou o dirigente.
(Agência Estado)

Caso de Jordy seguirá para o MPF


A delegada Alessandra Jorge (foto) encaminhou o caso para o Ministério Público Federal. (Foto: Tamara Sare/Ag. Pará)



“Já estamos preparando a papelada para seguir para o MPF. Lá, o caso deve seguir para algum procurador, que então irá avaliar a instauração do inquérito para apurar o caso”, afirmou a delegada Alessandra Jorge, diretora da Delegacia de Mulher. “Só o MPF pode fazer a apuração para verificar a veracidade do fato”.
Segundo Josiane, ela procurou o deputado para pedir assistência financeira e médica para o filho que eles tiveram.
Ela procurou por Jordy no gabinete dele, onde teriam começado uma discussão. Ela afirma que então o deputado a imprensou contra a parede segurando pelos braços e ameaçou agredi-la fisicamente.
Através de nota, o deputado Jordy negou a acusação, afirmando que Josiane invadiu o gabinete de trabalho “aos gritos e visivelmente desequilibrada, a pretexto de cobrar ‘auxílio’ para o seu filho, ocasião em que derrubou livros, papéis, cadeiras, atirou objetos e quase agrediu fisicamente o deputado, sendo contida, a muito custo, por funcionários do escritório”.
(DOL)

Justin Bieber recebe ultimato de seu empresário



(Foto: Agência Bang ShowBiz)


Scooter Braun disse que o astro do pop precisa decidir se ele quer continuar com sua carreira musical ou tentar buscar uma vida 'normal'. O empresário de Justin Bieber deu um ultimato ao cantor.

O cantor de 19 anos foi preso na semana passada ao ser acusado de dirigir sobre a influência de drogas e álcool, com a carteira de motorista vencida e resistir à prisão, em Miami, na Flórida, e agora o seu empresário, Scooter Braun, disse ao astro que ele precisa decidir se ele quer dar continuidade à sua careira.
Relembrando de sua conversa com Justin, Scooter disse: "Ou nós desistimos e eu deixo você tentar encontrar uma vida normal ou você percebe que é assim que é e que nós temos que continuar lutando".

O pai de Justin, Jeremy Bieber, estava presente no momento em que ele foi preso e Scooter sente que seu papel como empresário é, muitas vezes, bastante parecido com o de um pai.

Ele disse à edição de março da revista 'GQ': "É o mesmo que estar com uma criança crescendo, como um pai. Minha responsabilidade é estar sempre lá quando ele cair, para ajudá-lo a se levantar. Mas em algum ponto eu preciso deixar eles falharem".

Justin - cuja a data de acusação na corte foi marcada para o Dia de São Valentim (14.02.14) - também teria recebido alguns conselhos de seu mentor Usher, que teria voado para o Panamá no último sábado (25.01.14) para visitar o galã pop, que está no momento de férias com a sua suposta namorada Chantel Jeffries.


A mãe de Justin, Pattie, teria jurado apoiar o seu filho independente do que acontecesse.
(Agência Bang Showbiz)


Aberta inscrição para curso da língua alemã

O curso gratuito de proficiência em língua alemã da Universidade Federal do Pará (UFPA), está com inscrições abertas até o dia 30 de janeiro. O curso é realizado pela Pró-Reitoria de Extensão da Instituição, através da Diretoria de Assistência e Integração Estudantil (DAIE).
As vagas são destinadas aos alunos que estiverem cursando a primeira graduação, discentes em situação de vulnerabilidade socioeconômica. O curso objetiva ampliar a formação acadêmica dos estudantes, desenvolvendo as habilidades de leitura, escrita e compreensão da lingua estrangeira.
Para se inscrever, o interessado deve realizar o cadastro no Sistema Gerencial de Assistência Estudantil (SiGAEst), preenchendo o questionário. Os documentos necessários para a inscrição podem ser acessados no edital do site da UFPA.


Professores fazem protesto em frente à Sead


Professores da rede estadual do Pará realizaram uma manifestação no final da manhã desta quarta-feira (8), em frente ao prédio da Secretaria de Estado de Administração (Sead), localizada na travessa do Chaco, no bairro do Marco, em Belém.
Os manifestantes foram ao local para reivindicar do governo o cumprimento dos itens acordados com a categoria no final do ano passado, quando terminou a última greve da categoria, que durou 50 dias.
Os professores reclamam que nenhum dos pontos acordados foram cumpridos até o momento.
Através de nota, a Sead classificou a manifestação como “desnecessária”, pois a secretaria já havia marcado uma reunião com o Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública no Pará (Sintepp) para quinta-feira (30), “quando seria tratado o andamento do acordo judicial, incluindo a questão do pagamento do novo piso do magistério e o pagamento do piso retroativo a 2011, os quais o Estado já se organiza para quitação”.
A Sead ainda afirma que boa parte dos itens acordados “já são pontos superados”.
O Sintepp informou que não tem relação com o protesto realizado hoje, que foi realizado por professores agindo por conta própria.
(DOL)


PRF usará novos radares nas rodovias do Pará

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) passa a usar no próximo mês novos radares nas rodovias do Pará. Segundo o órgão, o objetivo é coibir a imprudência dos condutores e prevenir os acidentes causados pelo excesso de velocidade nas rodovias federais.
De acordo com a PRF, o novo equipamento é um radar portátil que usa tecnologia digital, podendo ser deslocado para qualquer ponto da rodovia. "O equipamento possui mira laser, capta fotografia e vídeo. Em pista simples pode capturar imagens e notificar infratores nos dois sentidos da via. Esse radar tem capacidade para registrar a velocidade de um veículo a uma distância de até 1.200 metros, podendo ser utilizado também durante a noite", explica.
Os policiais estão sendo capacitados para operarem o novo radar, na tarde desta quarta-feira (29), uma turma fará fiscalizações com o equipamento na rodovia BR-316, município de Benevides, Região Metropolitana de Belém.
(DOL, com informações da PRF)


Cantor Sorocaba é flagrado com habilitação vencida e é detido

Sertanejo seguia para show em Itanhaém (SP) quando foi parado em blitz.
Após ser liberado pela polícia, músico iniciou show com quase 4h de atraso.


Do G1 Santos

Cantor Sorocaba foi detido durante blitz na
Rodovia dos Imigrantes (Foto: Raul Pereira/G1)

O cantor sertanejo Fernando Fakri de Assis, o Sorocaba da dupla Fernando & Sorocaba, foi detido no último domingo (26) após ter sido flagrado dirigindo com a carteira de habilitação vencida na Rodovia dos Imigrantes, que liga a capital paulista ao litoral. Por causa do imprevisto, o show que a dupla faria em Itanhaém, no litoral de São Paulo, começou com quase 4 horas de atraso.
Sorocaba foi abordado durante uma blitz da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e encaminhado ao 3° Distrito Policial de São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Após prestar esclarecimentos, o cantor seguiu para o litoral sul do estado e fez a apresentação no evento "Itanhaém Verão 2014". Por causa do atraso, muitos fãs já haviam ido embora quando a dupla subiu no palco.
A assessoria de imprensa da dupla confirmou a informação. Logo depois da apresentação, Fernando usou as redes sociais para falar sobre o show, mas não citou o motivo do atraso do parceiro.
"O último show dessa turnê foi assim, cheio de energia. Agradeço em primeiro lugar a Deus, meu parceiro de todas as horas, o Sorocaba, e a nossa equipe por fazer desse show um sucesso. Obrigado de coração aos nossos fãs pelo carinho de sempre e atenção. Agora estamos de férias recarregando as baterias para que a próxima turnê, que começa em março, seja ainda melhor", disse.


Frio e neve surpreendem sudeste dos EUA; Flórida será afetada

Mais de 80 voos foram cancelados em Miami e Fort Lauderdale-Hollywood.
Centro e Sul da Flórida deverão ter chuva e frio de quarta para quinta-feira.

Da AFP


Caminhão derrapa na pista coberta de neve em Wilsonville, Alabama. (Foto: Hal Yeager/AP)

"A frente fria que saiu da costa leste, agora está avançando para o centro da Flórida e a região do Golfo", advertiu o serviço meteorológico nesta terça.
Do sul do Texas no sentido leste, Louisiana, Mississippi, Alabama, Geórgia, Flórida e as Carolinas do Norte e do Sul poderão experimentar nevadas, gelo nas autoestradas e temperaturas abaixo de zero.
Na Flórida, a tormenta já provocou o cancelamento de mais de 80 voos nos aeroportos internacionais de Miami e de Fort Lauderdale-Hollywood. Ao todo, no país, mais de três mil voos tiveram de ser cancelados devido ao rigor do inverno, informaram as autoridades.


Morador de rua se enrola em cobertor para enfrentar o frio em Chicago nesta terça-feira (28). (Foto: Kiichiro Sato/AP)
"Nesta quarta, grande parte dessa mistura de condições de inverno se concentrará nas Carolinas, Geórgia e em Panhandle, norte da Flórida", disseram os especialistas.
O centro e o sul da Flórida sofrerá com a chuva e a queda de temperatura na noite de quarta para quinta-feira.
Segundo os meteorologistas, "as temperaturas ficarão entre 10 a 20 graus abaixo do normal em todo o leste dos Estados Unidos".
Nas Carolinas, onde as autoridades emitiram alerta para as nevascas dessa frente - com expectativa de pelo menos 20 centímetros de neve -, vários distritos escolares enviaram seus alunos para casa, antes de concluir o turno.
Em Mississippi e Louisiana, particularmente na cidade turística de Nova Orleans, algumas escolas e escritórios do governo fecharam antes da iminente chegada da onda de frio com neve.


Os desafios de Curitiba para se manter na Copa

Renata Mendonça
Da BBC Brasil em São Paulo



Uma conturbada e decepcionante visita da Fifa, um ultimato com a ameaça de não sediar a Copa e menos de um mês para reverter o cenário de atraso das obras da Arena da Baixada.
Há uma semana, Curitiba recebeu uma segunda chance para provar que ainda pode receber os quatro jogos da primeira fase da Copa do Mundo que estavam programados para a cidade. Mas para conseguir isso, a capital paranaense terá alguns desafios pela frente.

Notícias relacionadas

Tópicos relacionados

Após visitar a Arena da Baixada na terça-feira da semana passada, o secretário geral da Fifa, Jérôme Valcke, reconheceu que a situação do estádio de Curitiba – com cerca de 90% de conclusão das obras – é crítica. Ele estipulou um prazo final para definir se a cidade será ou não mantida na Copa do Mundo de 2014: 18 de fevereiro.
Com isso, em menos de um mês, o estádio do Atlético-PR precisa ter avanços significativos para não ser excluído do Mundial. A Fifa pediu ao menos cinco itens prontos na próxima inspeção da entidade, na segunda quinzena de fevereiro: gramado aplicado, cobertura pronta, todas as instalações de iluminação devidamente funcionando, os acessos ao vestiário concluídos e no mínimo 10 mil assentos instalados.
O prazo é curto, mas as autoridades de Curitiba acreditam que o Atlético-PR, clube gestor da obra, será capaz de cumprir todas as exigências a tempo. Ainda assim, o secretário municipal da Copa na cidade, Reginaldo Cordeiro, já adianta que será preciso mais dinheiro para que as etapas sejam concluídas.
"Acredito que será possível cumprir tudo desde que se aumente efetivo e que o Atlético-PR consiga garantias para o financiamento disso. Acho que precisaremos chegar pelo menos a um total de 1.500 operários trabalhando na obra”, disse o secretário à BBC Brasil.
Cerca de mil operários estão trabalhando atualmente na Arena da Baixada, de acordo com a CAP/SA – empresa criada pelo Atlético-PR para gerir a reforma do estádio. Uma comissão técnica formada na semana passada por representantes da prefeitura e do governo paranaense para supervisionar as obras está fazendo um levantamento sobre o atual estágio da reforma e divulgará nesta quarta-feira um relatório do que precisa ser feito e de quantos trabalhadores precisarão ser contratados.

Desafio financeiro


Para cumprir etapas até fevereiro, Atlético-PR terá que aumentar efetivo da obra
O grande desafio a ser vencido por Curitiba para se manter na Copa é o mesmo que levou a cidade a ser "a mais atrasada” em termos de estádio para o Mundial. O financiamento das obras na Arena da Baixada foi problemático e ainda pode atrapalhar os planos da capital paranaense de sediar os quatro jogos do torneio programados para a cidade.
A princípio, a reforma do estádio do Atlético-PR seria bancada por três partes: o próprio clube, a prefeitura de Curitiba e o governo do Paraná. O orçamento inicial previa um gasto de R$ 184 milhões para entregar a Arena da Baixada nos padrões exigidos pela Fifa, e o Atlético-PR até então se comprometeu com o pagamento de eventuais estouros no orçamento.
A obra, porém, já ultrapassou o custo previsto e está estimada agora em R$ 326 milhões, segundo o último levantamento divulgado pelo Ministério do Esporte em novembro.
A expectativa é de que o custo da Arena da Baixada suba mais por conta da aceleração das obras. Com isso, o Atlético-PR deverá ter que fazer novo empréstimo e precisará apresentar garantias para conseguir a liberação do dinheiro.
As garantias, aliás, foram um problema para o clube paranaense no financiamento do estádio. Isso porque o Atlético não quis contratar nenhuma construtora para gerir a reforma e criou sua própria empresa, a CAP/SA, que contratou empreiteiras menores para tocar a obra.
Com isso, o clube só conseguia executar qualquer trabalho no estádio quando tinha o dinheiro necessário para financiá-lo – o dinheiro vinha dos empréstimos, mas só era liberado após a apresentação de garantias por parte do Atlético-PR.
"A CAP/SA não tinha essa experiência nisso, essa empresa foi formada pelo Atlético, que entende de futebol. Esse modelo de gestão foi o grande atraso”, explicou o secretário municipal da Copa, Reginaldo Cordeiro.
"Foi o que mais atrapalhou, porque eles tinham que esperar as parcelas de financiamento para entrar o dinheiro. Se é uma construtora, a empresa vai colocando o dinheiro na frente e depois vai recebendo.”

Disputas internas

Os desentendimentos entre Atlético-PR, governo municipal e estadual também atrapalharam a organização da Copa em Curitiba. Na semana passada, o presidente do clube paranaense, Mário Celso Petraglia, justificou os atrasos na obra do estádio com uma suposta omissão do poder público.
"Só faltou uma coisa para esse estádio estivesse pronto: compromissos do governo do Estado e da prefeitura que não foram cumpridos. Sem caixa, não dá para pagar funcionários, não dá para dar confiança aos empreiteiros”, disparou Petraglia à Rádio do Atlético-PR na semana passada.
"Agora falam que não querem colocar dinheiro”, questionou.
Do outro lado, a secretaria municipal da Copa de Curitiba critica o Atlético-PR pelas constantes alterações no orçamento da obra e pela falta de gestão na reforma da arena.
"É a maneira dele de transferir a responsabilidade pelo atraso. O poder público não tem qualquer responsabilidade sobre a execução da obra. A gestão da obra é dele, mas ele mesmo garantiu lá atrás que qualquer ampliação no orçamento inicial ele bancaria e não esta cumprindo”, disse o secretário Reginaldo Cordeiro à BBC Brasil.
"O orçamento inicial era de 184 milhões. Hoje nem ele sabe quanto vai custar a obra. Não temos como ampliar investimento, não posso assinar um cheque em branco e dar para financiar um estádio privado que nem o próprio Atlético sabe quanto vai ficar.”
Para finalizar a reforma a tempo, o Atlético-PR precisará de mais dinheiro para bancar o aumento do efetivo na obra. O governo estadual e a prefeitura mantêm o discurso de que só liberarão mais verba mediante a apresentação de garantias de pagamento pelo clube. O Atlético, porém, deixa claro que não irá arcar com esse custo sozinho.
"Eu não vou pagar essa conta sozinho. Claro que cometemos erros, falhas, vamos assumir as partes, cada um em sua proporção”, avisou Petraglia. "Demos receitas de TV provisoriamente até que governo e prefeitura apresentem soluções para garantias. Como têm dificuldades burocráticas, demos esse voto de confiança.”
Uma das formas de financiar a reforma seria vender os "naming rights" da Arena. Na última segunda-feira, o Atlético-PR recebeu uma proposta do site de relacionamentos extraconjugais AshleyMadison oferecendo R$ 4 milhões para "batizar" o estádio. O clube, porém, ainda não se manifestou sobre o negócio.

O impasse entre governos e Atlético-PR sobre o financiamento da arena precisará ser resolvido até 18 de fevereiro, quando a Fifa definirá se Curitiba se manterá ou não na Copa do Mundo de 2014.

Juiz absolve acusado de entrar com droga em presídio: ‘cultura atrasada’

Ele citou uso recreativo em outros países devido ao 'baixo poder viciante'.
MP entrou com recurso; juiz e promotor não quiseram comentar o caso.

Raquel Morais Do G1 DF

Soa incoerente o fato de outras substâncias entorpecentes, como o álcool e o tabaco, serem não só permitidas e vendidas, [...] o que demonstra também que a proibição de outras substâncias entorpecentes recreativas, como o THC, são fruto de uma cultura atrasada e de política equivocada e violam o princípio da igualdade, restringindo o direito de uma grande parte da população de utilizar outras substâncias."
Frederico Ernesto Cardoso Maciel, juiz do Tribunal de Justiça do Distrito Federal
O Ministério Público do Distrito Federal questionou a decisão de um juiz de Brasília que absolveu um homem que tentou entrar com 52 porções de maconha no Complexo Penitenciário da Papuda. Em sua decisão, o juiz Frederico Maciel disse que é incoerente que o álcool e o tabaco sejam permitidos e vendidos, e substâncias como a maconha, não.
Na sentença, ele afirmou que a proibição da droga é “fruto de uma cultura atrasada e de política equivocada”. De acordo com o TJ, ainda não há previsão para análise do recurso em segunda instância. Procurados pelo G1, nem o juiz nem o promotor responsável pelo recurso quiseram comentar o assunto.
O caso ocorreu no dia 30 de maio do ano passado, mas só se tornou o conhecido agora. O acusado transportava 46 gramas da droga no estômago e disse, em depoimento, que pretendia entregá-la a um amigo que estava preso. Ao ser abordado pelos agentes de segurança, que desconfiaram dele e ameaçaram levá-lo ao Instituto Médico Legal para exame, o rapaz vomitou e expeliu as porções de maconha. O julgamento aconteceu no dia 9 de outubro.
Na sentença, Maciel diz enxergar que a conduta do acusado se enquadra na lei de tráfico, que prevê entre 5 e 15 anos de prisão para quem fornece drogas a outra pessoa, mas questiona a sua aplicação. “No meu entender, há inconstitucionalidade e ilegalidade nos atos administrativos que tratam da matéria”, diz.


Trecho da sentença do juiz Frederico Maciel que absolve acusado de entrar com 52 porções de maconha no Complexo Penitenciário da Papuda, no DF (Foto: Reprodução)
Ele afirma que uma portaria do Ministério da Saúde que complementa a lei "não justifica os motivos pelos quais incluem a restrição de uso e comércio de várias substâncias, em especial algumas contidas na lista F, como o THC [princípio ativo da maconha], o que, de plano, demonstra a ilegalidade do ato".
saiba mais
"Portanto, no meu entender, a portaria (...), ao restringir a proibição do THC não só é ilegal, por carecer de motivação expressa, como também é inconstitucional, por violar o princípio da igualdade, da liberdade e da dignidade humana", diz o juiz na sentença.
Ainda na decisão, ele afirma que os estados americanos da Califórnia, Washington e Colorado e outros países permitem o uso recreativo e medicinal da droga. "O THC [princípio ativo da maconha] é reconhecido por vários outros países como substância entorpecente de caráter recreativo e medicinal, diante de seu baixo poder nocivo e viciante. Sem mencionar que em outros países o seu uso é reconhecido como parte da cultura", explicou o juiz.
Curiosamente, a defesa do réu admitiu durante o julgamento que ele estava com a droga e que pretendia dá-la ao amigo preso. O advogado pediu a aplicação da pena mínima de prisão e em regime aberto.





A LEI ANTICORRUPÇÃO COMEÇA A VIGORAR

Edilson Santiago

A lei anticorrupção institui uma serie de pesadas penalidades às empresas que cometem atos de corrupção e fraudes contra a administração pública. A lei atinge todo tipo societário, tantos as empresariais, como as sociedades simples, inclusive as não empresariais como fundações, entidades de classe e sociedades estrangeiras. Um dos aspectos contemplados no novel diploma legal é a responsabilização na área de fusões, incorporações ou cisão em que subsiste a responsabilidade da empresa adquirente dos ativos por atos que tenham sido praticados pela empresa adquirida. Mesmo ocorridos anteriormente à compra, para o que devem proceder a uma rigorosa auditoria (due diligence).
A lei contempla varias hipóteses que podem atenuar ou mesmo extinguir o rigor das penalidades como por exemplo a existência de mecanismos e procedimentos internos de auditoria, a aplicação do Código de Ética e de Conduta, O QUE VEM A SER COMPLIANCE.
Outra forma de atenuação é a pratica de delação premiada cujo inciso VIII do artigo 7º dispõe "COOPERAÇÃO DA PESSOA JURÍDICA PARA APURAÇÃO DAS INFRAÇÕES". Esse mesmo artigo estabelece que serão levados em consideração a gravidade da infração, o grau da lesão e o efeito negativo por ela produzido, na aplicação das penas.

O artigo 16º, por sua vez trata do que denomina acordo de leniência, que a entidade pública poderá celebrar com as empresas por atos lesivos previstos na lei desde que colaborarem efetivamente com as investigações permitindo a identificação de outros envolvidos nas infrações.
O acordo de leniência, embora não configure prática de ato ilícito, não exime a pessoa jurídica da obrigação de reparar o dano causado.
O processo na esfera administrativa também não afasta a responsabilidade da pessoa jurídica de sua responsabilização na esfera judicial (artigo 18).





Jordy nega agressão à ex-namorada


O deputado federal Arnaldo Jordy negou todas as acusações de Josiane Ferreira da Rosa. Na tarde desta terça-feira (28), ela afirmou ter sido vítima de uma agressão, após uma discussão com o político paraense. O caso foi registrado na Delegacia da Mulher, no bairro do Marco, em Belém.
Em nota divulgada à imprensa, Jordy lamentou o fato, classificado por ele como “deplorável”. De acordo com a nota, Josiane invadiu o gabinete de trabalho de Jordy “aos gritos e visivelmente desequilibrada, a pretexto de cobrar “auxílio” para o seu filho, ocasião em que derrubou livros, papéis, cadeiras, atirou objetos e quase agrediu fisicamente o deputado, sendo contida, a muito custo, por funcionários do escritório”.
O deputado informa que paga mensalmente à Josiane R$ 2.120,00, descontado diretamente em folha de pagamento da Câmara Federal. Josiane é a representante legal do filho do casal.
Jordy informa ainda que Josiane recebeu, à titulo de pensão alimentícia, a importância de R$ 27.240,83, conforme declaração anexa expedida pela Coordenadoria de Pagamento de Pessoal da Câmara dos Deputados, em Brasília.
O deputado informou ainda que irá tomar as medidas judiciais cabíveis para preservar a ele e ao filho. 
(DOL) 



Governo investe R$ 24 milhões em infraestrutura de portos e equipamentos hidroviários



Na data em que se comemora o Dia do Portuário, nesta terça-feira, 28, a Companhia de Portos e Hidrovias do Pará (CPH) traz duas boas notícias para a população do Estado. O início das operações do Terminal Hidroviário de Barcarena, totalmente revitalizado e adequado à legislação do setor e a definição, por parte do governo do Estado, do nome que batizará o novo Terminal Hidroviário de Belém, a ser entregue no final do mês de fevereiro. “O governador Simão Jatene decidiu manter o nome do terminal que começou a ser construído na rodovia Arthur Bernardes, que homenageava o empresário Luiz Rebelo Neto. O novo Terminal Hidroviário de Belém também será chamado de Luiz Rebelo Neto”, explica o diretor-presidente da CPH, Abraão Benassuly.
Segundo Benassuly, os dois novos terminais hidroviários citados acima são apenas parte de uma série de investimentos que o governo do Estado vem implementando no setor desde 2011. “Para se ter ideia, até agora já investimos cerca de R$ 24 milhões na revitalização, reforma e construção de novos equipamentos hidroviários. Apenas a obra civil do novo Terminal Hidroviário de Belém custou R$ 16,5 milhões com mais R$ 1,8 milhão no projeto naval”, destaca.
O projeto naval a que o diretor-presidente da CPH se refere diz respeito à construção de dois flutuantes cobertos e com rampas articuladas – um para o embarque e outro para o desembarque de passageiros –, o que, certamente, trará muito mais conforto e segurança para as mais de 1,2 mil pessoas que passam diariamente pelo local. “A própria Agência Nacional de Transportes Aquaviários já nos disse que o nosso será o Terminal Hidroviário mais moderno do país”, ressalta.
Ao todo, o novo Terminal Hidroviário de Belém conta com 2,4 mil metros quadrados distribuídos em dois pavimentos. A obra está abrigada no armazém 9 da Companhia Docas do Pará (CDP), ao lado, portanto, do terminal que hoje está em funcionamento. Totalmente refrigerado, o espaço contará com lojas de conveniência, farmácias, praça de alimentação e lanchonetes, além de todos os órgãos envolvidos com a regulamentação e fiscalização do transporte naval, que ocuparão o pavimento superior do prédio. “Certamente, o novo terminal, que terá capacidade para operar com ainda mais linhas intermunicipais e interestaduais, vai absorver uma grande parte da demanda que hoje circula pelos pequenos portos, muitos dos quais sem condições de atender adequadamente à população”, completa.
De acordo com Abraão Benassuly, o governo do Estado concluiu, apenas nos últimos meses, os Terminais Hidroviários de Barcarena, São Sebastião da Boa Vista e Porto de Moz. Até junho, serão entregues à população os terminais de Gurupá e Itaituba. “Além disso, estamos auxiliando o poder público municipal de Belém na busca, junto ao Ministério das Cidades, de recursos para a implantação de 12 Terminais Hidroviários na capital paraense. O prefeito Zenaldo Coutinho está empenhado em garantir esses terminais para poder fazer a integração entre o modal rodoviário e o hidroviário, que será possível a partir da implantação do BRT municipal”, relata.


Texto:
Elck Oliveira
Secretaria de Estado de Comunicação


PGE investirá R$ 2,5 milhões na melhoria das sedes em Belém, Santarém e Brasília


A Procuradoria Geral do Estado em Santarém, município do oeste do Estado, terá sede própria, informou nesta terça-feira (28) o procurador geral do Estado, Caio de Azevedo Trindade, ao anunciar a realização de projetos que visam a melhoria física e das condições de trabalho no âmbito da PGE. A sede própria vai oferecer melhores acomodações aos servidores, que hoje trabalham em uma das salas do prédio da Secretaria da Fazenda.
O processo de desapropriação do imóvel que abrigará a sede própria da PGE já está em andamento. “Já temos avaliação, orçamento e disponibilidade financeira. A desapropriação vai ser providenciada”, disse Caio Trindade.
O prédio setorial de Brasília (DF) também passará por mudanças. “Já temos projeto, orçamento e disponibilidade financeira para realizar a obra. Devemos transferir o recurso para a Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) o quanto antes, para viabilizar a licitação e a contratação da empresa que vai executar a reforma”, acrescentou.
Em Belém, os três prédios da PGE passarão por reforma geral. “Precisamos fazer adaptações, para devolvermos o projeto à Seop para adequação. Vamos fechar o valor da obra, pois já temos orçamento e disponibilidade financeira. Pretendo concluir e fechar o valor até o final deste trimestre, para que a Seop comece o processo de contratação o mais rápido possível. Precisamos melhorar as condições físicas da PGE neste ano de 2014”, ressaltou o procurador geral.
Para garantir a execução das obras físicas em Belém, Brasília e Santarém – incluindo a construção do anexo IV no imóvel localizado na Travessa Padre Eutíquio -, a instituição dispõe de R$ 2,5 milhões no orçamento de 2014.
O imóvel situado na “Padre Eutíquio” foi desapropriado em 2005. “Já temos o projeto elaborado pela Seop. Também já foi autorizada a contratação dos projetos preliminares pela Secretaria de Obras, para licitação”, disse Caio Trindade.

Texto:
Selma Amaral
Fone:  / (91) 8297-5765
Procuradoria Geral do Estado do Pará


Sema orienta períodos de defeso e pesca esportiva no Lago de Tucuruí


A gerência da Área de Preservação Ambiental (APA) Lago de Tucuruí, da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), começou o ano de 2014 com uma série de atividades para favorecer a gestão ambiental da área de 568.667 hectares. Os municípios de Breu Branco, Goianésia do Pará, Jacundá, Itupiranga, Novo Repartimento, Nova Ipixuna e Tucuruí estão no entorno do Lago de Tucuruí e formam a região.
A primeira ação da gerência da Sema ocorreu em conjunto com a Secretaria de Estado Pesca e Aquicultura (Sepaq), secretarias municipais de Meio Ambiente e a de Desenvolvimento Econômico de Tucuruí, pescadores, comerciantes e a população em geral, que reuniram-se para discutir os períodos de defeso em 2014 e alertar os profissionais da pesca e os consumidores sobre os prejuízos da pesca predatória para toda a região Lago de Tucuruí.
O VI Torneio de Pesca Esportiva de Tucuruí (Tortuc) foi debatido, em Tucuruí, quando a Associação de Pescadores Esportivos do Lago de Tucuruí aproveitou para esclarecer dúvidas quanto ao processo de autorização para o torneio e solicitou a permanência da parceria com a Sema, que ao longo dos anos vem acompanhando o evento através das equipes de fiscalização e de educação ambiental.
Ainda este mês, também ocorreu a 1ª Reunião Ordinária do Conselho da APA do Lago de Tucuruí. Na ocasião, foi agendado um encontro de trabalho com o titular da Sema, José Alberto Colares; com o titular da Diretoria de Áreas Protegidas, Crisomar Lobato, e com a Diretoria de Licenciamento, para 5 de fevereiro, na sede da Sema, para que o conselho possa apresentar suas demandas.
Na década de 80, a construção da Usina Hidrelétrica de Tucuruí promoveu a desapropriação de três mil quilômetros quadrados e a formação de um grande lago artificial com cerca de 1,6 mil ilhas, com a geração de profundas modificações fisiográficas e socioambientais na região.
Em 2002, com a intenção de solucionar conflitos existentes entre os grupos sociais e a proteção da natureza, foram criadas a APA Lago de Tucuruí, que abrange toda a área do entorno do reservatório da Usina Hidrelétrica de Tucurui, e em 2004, duas Reservas de Desenvolvimento Sustentável Pucuruí Ararão, com 29.049 hectares, e Alcobaça, com 36.126 mil hectares, destinadas à conservação da natureza, atividade de pesquisa e educação ambiental, não sendo permitido o uso direto dos recursos naturais.
O ordenamento do lago está intimamente ligado ao uso dos recursos pesqueiros. O pescado sempre foi, tradicionalmente, a principal fonte de alimento dos ribeirinhos, e com o fechamento da represa, a pesca tornou-se a mais importante atividade econômica da região. O local tem potencialidades para outros usos como a viabilização da Hidrovia Araguaia-Tocantins, com a construção, em andamento, das eclusas em Tucuruí.

Texto:
Káthia Oliveira
Fone: (91) 31843341 / (91) 88963106
Secretaria de Estado de Meio Ambiente


Detran promove nesta quarta-feira leilão de 266 veículos em Itaituba


O Departamento de Trânsito do Estado (Detran) faz nesta quarta-feira (29), às 9 horas, em Itaituba, no sudoeste do Pará, o leilão de 266 veículos (entre sucatas e recuperáveis). O período de visitação ocorreu do dia 22 a terça-feira (28), quando os interessados puderam conferir a situação dos bens. Para participar, não é necessário fazer cadastro prévio, mas é preciso apresentar RG e CPF no ingresso ao Ginásio Poliesportivo do município (Rodovia Transamazônica, km 2, s/n, Bela Vista), onde acontecerá o certame.
Segundo o Detran, serão leiloados 153 veículos em situação de sucata e 113 recuperáveis. Além dos carros apreendidos e retidos em Itaituba, também serão leiloados veículos das Circunscrições Regionais de Trânsito de Altamira, Santarém, Oriximiná e Uruará. Este é o último certame do cronograma deste início de ano. Anteriormente, houve leilões em Marabá, Castanhal e Belém, todos neste mês. A comissão de leilão informa que o próximo pregão está previsto para junho ou julho de 2014. O edital contendo as informações e orientações aos interessados pode ser consultado no site www.detran.pa.gov.br.

Texto:
Edson Matoso
Fone:  / (91) 8896-5034
Departamento de Trânsito do Pará

Seduc registra mais de 61.120 mil pré-matrículas


Mais de 61.120 mil pré-matrículas já foram contabilizadas pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) até a manhã desta terça-feira, 28, na capital e interior do estado. O processo continua até o dia 7 de fevereiro e pode ser feito pelo site da Seduc (www.seduc.pa.gov.br) ou pelo 0800 280 0078, de segunda a sexta, das 8h às 18h. Para o ano letivo de 2014 a Seduc disponibilizou 290 mil vagas na rede estadual para alunos novos. A confirmação da pré-matrícula deve ser feita na escola para onde o aluno solicitou a vaga, no período de 10 a 14 de fevereiro.
Segundo Suely Domont, coordenadora de matrícula, os interessados nas vagas devem ficar atentos a esses prazos. “A matrícula só será garantida, quando o candidato for na escola para qual se inscreveu e confirmar a pré-matrícula. Quem deixar passar o prazo pode perder a sua vaga”, ressaltou ela.
O ano letivo de 2013 deverá encerrar no dia 11 de abril, pois muitas escolas tiveram que estender o calendário por conta da paralisação. Já o ano letivo de 2014 deve ser iniciado até o dia 28 de abril. As escolas terão calendário diferenciado e as instituições de ensino que não aderiram à greve iniciarão as aulas antes desse prazo, nos meses de fevereiro e março.
Os prazos são os seguintes: no dia 12 de fevereiro, deverão garantir a vaga os alunos do 1º ao 7º ano do Ensino Fundamental de 9 anos, da 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental e da 1ª a 4ª etapa da Educação de Jovens e Adultos (EJA) Fundamental.
No período de 24 a 28 é a vez dos alunos que perderam a pré-matrícula garantirem uma vaga na rede. Nesse caso a matrícula acontecerá nas escolas que ainda tiverem vagas disponíveis. Nos dias 24 e 25, a matrícula estará aberta para os alunos do 1º ao 7º do Ensino Fundamental de 9 anos e 7ª e 8ª séries do Ensino Fundamental.
No dia 26 é a vez dos alunos da 1ª a 4ª etapas da EJA Fundamental e nos dias 27 e 28 dos alunos de 1ª a 3ª séries do Ensino Médio e 1ª e 2ª etapas da EJA Médio. Após o fim do ano letivo de 2013, marcado para o dia 11 de abril, terá início o período de rematrícula dos alunos da rede, processo de remanejamento e transferência dos alunos da rede. O ano letivo de 2014 iniciará no dia 28 de abril.

Texto:
Eliane Cardoso
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8161-6394
Secretaria de Estado de Educação



EU, AGORA SOMOS CUBANOS?
 
Via Facebook
Janaina Fascio compartilhou a foto de Verdade Oculta.
Eu juro que eu só quero UM, UM amigo petista que esteja no meu face (e tem vários!!), para me explicar isso, mas de uma forma clara que eu entenda!!!!!!
Pq tá difícil!!!! Peço isso pq todos os petistas se acham TÃO inteligentes!!!!
ME EXPLIQUEM ISSO, POR FAVOR!!!! ALGUÉM????????????

  
Hoje, 27 de Janeiro, a Sra. Presidente da República estará inaugurando o Porto de Mariel, EM CUBA! Um investimento de quase 1 bilhão de dólares. Financiado totalmente com dinheiro público brasileiro. Com o dinheiro dos nossos impostos! O Brasil não possui nenhum porto com aquela estrutura. E tem mais: Para esconder essa aberração, esse claro financiamento à ditadura cubana sanguinária e vil, ela tornou segredo de Estado as informações de como o nosso dinheiro está sendo desperdiçado. Esses dados só estarão disponíveis a partir de 2027. O que esse investimento é benéfico ao Brasil? EM NADA! Esse é um acordo feito entre amigos comunistas com dinheiro alheio.
O Congresso e o Senado estão inertes diante de tal iniquidade! Somos um povo violentado e submetido ao jugo de psicopatas. A nação foi ultrajada por lesa-pátrias que não amam seu país. Quem firma acordos com Fidel e Raul Castro, tiranos que já assassinaram mais de 100.000 pessoas por motivos ideológicos, suja suas mãos de sangue. Esse governo age na ilegalidade utilizando de mensalões e ampla distribuição de cargos para aprovar seja lá o que for e se perpetuar no poder. O governo da iniquidade!
Em qualquer país sério já teriam sido expulsos do poder. Nada justifica esses absurdos. Não podemos ser governados por pessoas que não amam a liberdade, não amam o BRASIL, e submetem-nos às vontades de Cuba. Enquanto todo esse dinheiro foi doado para Cuba, o brasileiro espera por melhores condições de vida, transporte, saneamento, segurança e educação. Você vai se calar frente a esse absurdo? Quem toma conhecimento de uma injustiça e se cala, dela participa.



1º lugar em medicina na Unesp
diz que estudou até em festa de família

'Comia, estudava e dormia', diz jovem de 19 anos com maior nota no curso. Cauê Bueno ainda aguarda resultados de USP e Unifesp para optar.





Ana Carolina Moreno Do G1, em São Paulo

Cauê Bueno foi o 1º colocado em medicina na
Unesp (Foto: Arquivo pessoal/Cauê Bueno)

Nesta segunda-feira (27), horas depois de descobrir ter sido o candidato mais bem colocado no vestibular de medicina da Universidade Estadual Paulista (Unesp), Cauê Gasparotto Bueno, de 19 anos, foi resolver um dos muitos compromissos que ficaram pendentes em 2013: frequentar o Curso de Formação de Condutores para tirar sua carteira de motorista. "No ano passado eu tinha que estudar e não deu tempo de tirar a carta", contou o jovem de São Paulo ao G1.
Outros aspectos da vida que Cauê afirma ter sacrificado foram namoros e família. "A pior coisa que você pode fazer nessa fase da sua vida é namorar, não dá. E fiquei meio antissocial com a família. Sempre que tinha festa, levava as coisas para estudar. Não tem o que fazer."
Com nota final 93,417, Cauê bateu todos os 19.480 candidatos inscritos na carreira de medicina da Unesp –uma concorrência de 216,4 candidatos por vaga.
Ele fez um ano de cursinho em 2013 para conquistar o sonho de estudar medicina, que nutria desde o oitavo ano do fundamental, após ficar fascinado com uma aula de anatomia. Em seu cursinho, ele tinha aulas no período integral às terças e quintas, e de quarta, sexta e sábado apenas pela manhã. Aos domingos, às vezes tinha provas. O resto das horas da semana ele gastou na sala de estudos com os colegas ou estudando sozinho em casa. O jovem não sabe exatamente quantas horas estudava por dia. "Não faço ideia. Comia, estudava e dormia. Parava às vezes para ler alguma coisa, assistir TV, mas a maior do tempo, ficava estudando", lembra.
Essa, porém, não foi sua primeira aprovação na Unesp. "Peguei a segunda chamada, mas quis fazer um ano de cursinho. Ainda estava no terceiro [ano do ensino médio], passei direto", disse o estudante, que não ligou de voltar para a sala de aula e tentar uma vaga em um curso mais perto de casa.
Ele ainda aguarda os resultados da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) e da Universidade de São Paulo (USP) –ele acabou não passando na primeira fase da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Mas, segundo ele, hoje, depois de já ter visitado o campus da Unesp em Botucatu, onde é oferecido o curso de medicina, Cauê não se importaria de mudar para o interior.
Depois da maratona de provas, que terminou só no início de janeiro, Cauê retomou a rotina normal e aproveitou as férias para descansar, o que inclui dormir até tarde. Às 10h, quando a Unesp divulgou o resultado nesta segunda, quem o acordou para dar a notícia de que ele havia ficado em primeiro lugar no vestibular para medicina foi sua mãe. Agora, o estudante aguarda a definição de onde irá estudar, mas já pensa em uma especialidade a seguir: a neurologia. "Acho que tanta coisa a descobrir é o que me motiva."
Primeiro colocado nas cotas raciais
Leonardo Augusto Bota Rodrigues, de 19 anos, também foi acordado pelo pai na manhã desta segunda para ser informado de que era um dos calouros de medicina da Unesp em 2014. Morador de Mirassol, no interior de São Paulo, Leonardo acumula também a aprovação na primeira chamada do Sistema de Seleção Unifica (Sisu) para o curso de medicina na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Mas o jovem já decidiu: vai optar pela Unesp, para ficar mais próximo da família. "Já está decidido, vou para Botucatu. Adorei a faculdade [de medicina da UFMS], achei o campus lindo, a faculdade muito boa, a cidade, Campo Grande, muito legal. Só que ela fica a 600 km da minha casa, e a Unesp fica a 300."
Com a nota final 85,447, Leonardo ficou com a primeira das cinco vagas reservadas para estudantes de escola pública que se autodenominem pretos, pardos ou indígenas. Além disso, a Unesp tem nove vagas no curso de medicina para estudantes oriundos da rede pública em geral, e 76 vagas para a ampla concorrência.
A nota de Leonardo ficou três pontos abaixo da nota mínima para a aprovação na primeira chamada dos candidatos da ampla concorrência.
O jovem chegou a cursar parte do ensino fundamental na rede privada, mas há quatro anos, no primeiro ano do ensino médio, ele passou no vestibulinho da Escola Técnica (Etec) de sua cidade e decidiu voltar à rede pública. Pesou na decisão o fato de seu irmão mais velho ter sido aprovado, na mesma época, no curso de medicina da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), e seus pais terem dificuldade de manter um filho fora do estado e outro em escola particular.


Leonardo Bota Rodrigues já acumulou aprovações
em medicina na UFMS pelo Sisu e na Unesp
(Foto: Arquivo pessoal/Leonardo Bota Rodrigues)

Foi o irmão quem também o ajudou, indiretamente, a decidir que carreira seguir. "Se falar que [ser médico] foi sonho desde criança é mentira. Mas foi muito do que eu ouvi meu irmão falar do dia-a-dia dele na faculdade. Até ano passado estava entre engenharia, direito e medicina", explicou Leonardo, que, assim como Cauê, já tinha conseguido uma aprovação na Unesp em 2013. Leonardo passou para engenharia, mas acabou optando definitivamente pela medicina.
No ano passado, ele se matriculou num cursinho de São José do Rio Preto, para onde viajava todos os dias para estudar. Como os estudos em casa não rendiam para ele, o truque de Leonardo era passar a maior parte do tempo no cursinho. "Ficava geralmente das 7h30 às 18h, alguns dias mais tarde, outros mais cedo. E sábado tinha simulado, em 90% dos sábados fui nao cursinho. Às vezes domingo, para o simulado do Enem", explicou.
Desde o resultado do Sisu, Leonardo agora colhe os frutos do esforço. "Meus pais estão radiantes", disse o jovem, que ainda não sabe que especialidade vai seguir, mas revelou a preferência pela ginecologia e obstetrícia para poder trazer novas vidas ao mundo.
tópicos:



Prefeitura de Belém reafirma que não vai indenizar catadores
No mês de fevereiro a Sesan publicará o edital para construção do Centro de Triagem


Por: Redação ORM News com informações da Comus/PMB



Durante reunião com catadores do Aurá nesta terça-feira (28), o prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, voltou a afirmar que a Prefeitura  não tem meios jurídicos que permitam o pagamento de indenização aos trabalhadores do aterro como contrapartida aos serviços ambientais prestados.
Além da questão legal, Zenaldo também deixou claro que a administração não tem orçamento previsto para arcar com esse custo, nem mantém vinculo empregatício com esses profissionais que justifiquem o pagamento de indenizações trabalhistas. 'A prefeitura de Belém tem, de fato, um compromisso social com os catadores do Aurá, com os quais tem sido muito clara e honesta. Desde o inicio falamos que não seria possível atender com indenizações, mas que a prefeitura daria a atenção necessária para garantir emprego e renda após o fechamento do aterro, no mês de agosto deste ano', explicou Zenaldo.
Por isso, e em cumprimento ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), assinado no mês de abril de 2013, a PMB realizou no segundo semestre de 2013 um levantamento no lixão do Aurá, quando foram cadastrados 1820 catadores. .
No mês de fevereiro a Sesan publicará o edital para construção do Centro de Triagem que será construído em um terreno próximo do atual aterro sanitário. Este galpão terá capacidade de empregar 500 profissionais, que terão acesso a equipamentos de segurança e maquinários apropriados para transporte, separação e armazenamento de diversos tipos de recicláveis.
Também em fevereiro, diversas secretarias estarão no Aurá para cadastrar os catadores que optarem em abandonar a cadeia produtiva do reciclável. Estes profissionais serão encaminhados ao mercado de trabalho formal através do Portal do Trabalhador, que disponibilizará vagas, inclusive dentro da própria Prefeitura.
Para atender de forma mais imediata alguns trabalhadores, a Sesan já disponibilizou 41 vagas para garis, que começarão a atuar já no próximo mês, após processo de seleção. A Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana (Semob) contratará 50 catadores que se enquadrarem em perfis administrativos para atuar internamente no órgão.
Em março, um posto fixo do Portal do Trabalhador será implantado nas dependências do Aurá. O objetivo é aproximar as ofertas de trabalho que forem surgindo, e facilitar o encaminhamento dos trabalhadores até a empresa interessada.
O Fundo Ver-o-Sol vai ofertar, a partir do mês de março, 300 vagas para cursos de formação e inclusão digital. Serão 60 vagas mensais para os trabalhadores do Aurá, podendo também participar filhos e netos de catadores cadastrados.
A Secretaria de Economia disponibilizará vagas e autorizações para comercialização de produtos em feiras e mercados. Para isso, serão ofertados cursos de qualificação em empreendedorismo aos interessados, que também terão acesso a recursos do Fundo Ver-o-Sol, para montar o próprio negócio.
Para a presidente da Associação dos catadores do Aurá, Ana Lúcia Pinho, os prazos são curtos e os catadores têm muita pressa para que as coisas aconteçam. “Vamos acompanhar de perto todos os prazos assumidos pela prefeitura e esperamos que o prefeito Zenaldo Coutinho continue com a mesma determinação que ele demostrou hoje”.
A reunião, realizada no auditório do Palácio Antônio Lemos, teve a presença de representantes da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), além de diversas secretarias e órgãos municipais.

Polícia localiza rapaz desaparecido há um ano

Ele saiu de casa acompanhado de um falso agenciador de futebol



A Polícia Civil localizou, o garoto de 16 anos que estava desaparecido, há um ano, quando saiu de casa, em Redenção, sul do Pará, acompanhado de um falso agenciador de futebol. O rapaz foi encontrado, em Castanhal, nordeste do Pará. Eles se apresentou à Superintendência Regional da Polícia Civil. Uma equipe da Divisão de Atendimento ao Adolescente (DATA), unidade vinculada à Diretoria de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAV), foi até o município para conduzir o adolescente até o Conselho Tutelar em Belém. O rapaz está em uma casa de passagem, na capital, no aguardo de transferência para Redenção, onde mora a família. O falso agenciador não foi encontrado. O caso só foi comunicado à Polícia Civil, em Redenção, na semana passada, pela mãe do rapaz.
A mulher contou ao delegado Antonio Miranda, superintendente regional do Araguaia Paraense, que o falso agenciador, identificado como Marcilon Lobo, veio até a casa da família apresentando-se como 'olheiro' de um clube de futebol de Belém, alegando que iria levar o rapaz para fazer testes. Para convencê-la, o acusado apresentou diversos documentos timbrados com a marca do clube e alegou que outros três jovens também iriam viajar para a capital.
A mulher conta ainda que, ao longo de um ano, o filho manteve contatos por telefone cerca de três vezes. Nas ligações, o rapaz demonstrava nervosismo e dizia que estava com medo. Em cada telefonema, o rapaz dizia à mãe que estava em um Estado brasileiro diferente. A mãe entrou procurou a Polícia Civil para registrar o boletim de ocorrência e assim o caso foi divulgado na imprensa. Nesta segunda-feira, o rapaz manteve contato por telefone com a mãe, em Redenção, dizendo que estava em uma casa, em Castanhal.
A mãe telefonou para o delegado Miranda, que repassandou a informação para a DATA. De imediato, o delegado Fabiano Amazonas manteve contato com o plantão da Superintendência de Castanhal. O delegado Roberto Gaspar foi até o endereço em que supostamente estava o rapaz e não o encontrou. As buscas continuaram em Castanhal.  Cerca de 15 minutos depois, o adolescente se apresentou na Superintendência de Castanhal. Já acompanhado de policiais civis da DATA, ele esteve em alguns locais, onde supostamente estaria Marcilon Lobo, mas em nenhum dos pontos indicados o acusado foi achado.
Depois de ser ouvido em depoimento, na DATA, o rapaz foi encaminhado ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, para passar por perícias de corpo de delito, sexologia forense e exames médicos.
O delegado Fabiano Amazonas informar que vai encaminhar o depoimento e os laudos médicos para a Polícia Civil em Redenção, onde o inquérito do caso foi aberto para continuidade das investigações. Segundo o delegado Luís Xavier, titular da Polícia Civil em Castanhal, Marcilon Lobo já responde a diversos processos, no município, por crimes de estelionato, e também no Maranhão. Quem souber do paradeiro de Marcilon Lobo deve telefonar para 181.

Deputado Arnaldo Jordy é acusado de agredir mulher

 

Foto: Thiago Araújo)

Josiane Ferreira da Rosa, mãe de um dos filhos do deputado federal Arnaldo Jordy, esteve na Delegacia da Mulher, no bairro do Marco, em Belém, na tarde desta terça-feira (28), para registrar uma agressão sofrida após uma discussão com o político.
Josiane teria ido até o gabinete do deputado, na manhã de hoje, para pedir ajuda para o filho, que estaria muito doente. Segundo ela, durante a discussão, o deputado teria apertado o seu braço e a empurrado contra a parede.
A delegada Alessandra Jorge, titular da Delegacia da Mulher, não quis dar detalhes do que foi narrado no Boletim de Ocorrência, alegando que ainda não estava a par do caso, e limitou-se a dizer que serão tomados os procedimentos legais conta a agressão.
Ao DOL, a assessoria de imprensa do deputado confirmou que Josiane esteve hoje no gabinete e disse que foram ouvidos gritos da jovem, mas negou que ela tenha sofrido qualquer agressão. A assessoria disse também que o deputado desconhecia o registro do Boletim de Ocorrência.
Escândalo
Em maio de 2012, o deputado Arnaldo Jordy foi acusado de ter mandado Josiane fazer um aborto. Um áudio em que mostrava a voz do deputado pedindo para que a moça cometesse o ato foi divulgado na internet.
Na época, Jordy disse que teve um breve relacionamento com Josiane e reconheceu a voz dele em determinados trechos da conversa, mas negou que tivesse sugerido para que sua ex-parceira fizesse o procedimento.
(DOL com informações de Camila Barreto/Diário do Pará)

Pai de Neymar recebeu 40 mi de euros por transação


O pai de Neymar fez um pronunciamento nesta terça-feira (28), em Santos, para explicar a polêmica negociação que levou o seu filho ao Barcelona, em um acordo milionário que gerou uma investigação da Justiça espanhola e acabou sendo determinante para a renúncia de Sandro Rosell à presidência do clube catalão. Pouco depois, visivelmente exaltado ao garantir que agiu de forma honesta durante a negociação, Neymar da Silva Santos confirmou, em entrevista para a ESPN Brasil, que recebeu 40 milhões de euros como uma "indenização" na transação que fez seu filho desembarcar no Camp Nou em 2013.

Também agente do atacante, o pai do craque explicou que os 40 milhões de euros foram pagos depois de um acordo firmado com o Barça já em 2011, segundo o qual a diretoria do time espanhol concordou em pagar este valor depois de ter recebido a garantia de que teria "prioridade de compra" do astro brasileiro no futuro.

O pai de Neymar explicou que o Barça pagou 10 milhões de euros de adiantamento como fruto de um acordo que previa a devolução de 40 milhões de euros ao time espanhol caso o jogador optasse por assinar contrato com outro clube.

"O Barcelona pagou 40 milhões de indenização e mais 17 milhões pelos direitos do jogador", disse, enfatizando que o pagamento de 40 milhões de euros como contrapartida estava acordado para o caso de Neymar fechar com o clube, o que de fato aconteceu.

O agente, porém, negou que este acordo tenha configurado o estabelecimento de um pré-contrato. "O Barcelona fez um empréstimo para mim de 10 milhões de euros. Não é aliciamento. Não é a pessoa do Neymar jogador, eu faço com uma empresa minha" explicou Neymar pai, se referindo à N&N Sports, empresa com sede em São Vicente, criada por ele para gerenciar a carreira e a imagem do atleta.

Na última sexta-feira, o novo presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, admitiu que a transação total para contratar o craque brasileiro custou 86,2 milhões de euros aos cofres do clube. Entretanto, o dirigente disse que o Barça não mentiu quando anunciou que o jogador foi contratado por 57,1 milhões de euros. Ele explicou que o restante do valor é referente a luvas, parcerias sociais entre o clube e a Fundação Neymar e ações de marketing.

Ao explicar o seu papel nesta polêmica transação, o pai de Neymar disse que "arriscou" ao ter segurado Neymar no Brasil por mais tempo, vestindo a camisa do Santos, lembrando que o clube manifestou vontade de vendê-lo em 2013 ao perceber que o atleta poderia sair sem custo em 2014, quando se encerraria o seu contrato.

"Fizemos um acordo e o mantivemos, para os dois lados eu arrisquei nesta situação. Com esses 10 milhões eu fiz um seguro para que pudesse pagar esses 40 milhões lá na frente (ao Barcelona) se ele tivesse uma contusão. Esses 40 milhões são uma indenização. Quando chegou a proposta em 2013, todo mundo falou que o Santos tinha a necessidade de vendê-lo", disse Neymar, alegando que outros clubes interessados no craque poderiam pagar esta multa de 40 milhões, mas enfatizando que o craque sempre exibiu sua preferência pelo time catalão. "O Neymar não queria sair para outro clube que não fosse o Barcelona", assegurou.
(Agência Estado)

Sead diz que não esperava pressão de servidores


Em nota, a Secretaria de Estado de Administração (Sead) informou, nesta terça-feira (28), que estava ciente da ameaça de paralisação dos servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), mas alega que desconhecia a urgência - pedida pelos trabalhadores - para marcar reunião com a titular da Sead, Alice Viana. Na manhã de hoje, um grupo fechou a avenida Almirante Barroso, com a travessa do Chaco, em protesto.
Na sexta-feira passada (24), o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Gestão Ambiental do Estado do Pará (Sindiambiental) encaminhou  ofício à Sead solicitando a reunião com a titular da Sead.
"Na oportunidade, conforme diz o ofício, o sindicato solicita 'uma nova audiência na sede da Sead', sem especificar se forçariam a Sead a atendê-los nesta data, quando a secretária de Estado de Administração, Alice Viana, cumpria agenda externa", diz a nota.

Ainda, segundo a Sead, o Sindiambiental seria formalmente informado, em tempo hábil, com retorno sobre a solicitação de agenda.
"A Sead, por conta da grande demanda advinda de solicitações de reunião por parte das entidades sindicais, prepara o cronograma de agenda de negociações com as categorias de servidores públicos, algumas inclusive já agendadas, e as mesas de negociações serão marcadas a partir da próxima semana, sendo submetida formalmente à sugestão de data às entidades sindicais, quando as pautas serão discutidas na medida do possível.

Um dos agravante que levou os servidores a inflamarem o discurso contra a Sead, foi o anúncio feito ontem (27) pelo governo do Estado em cortar as gratificações do funcionalismo público. Sobre isso, a Sead informou que a medida "vem para manter o equilíbrio fiscal e financeiro do Estado, sob influência da queda no repasse do Fundo de Participação dos Estados (FPE), considerando a porcentagem dos limites de gastos com pessoal, de acordo com a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). As excepcionalidades de cada órgão, inclusive a dos servidores da Sema, serão analisadas conforme os termos do decreto".
Por causa do anúncio do corte das gratificações feitas na segunda-feira (27) e do não atendimento da Sead na manhã de hoje, os servidores da Sema decidiram decretar estado de greve. A paralisação total pode ser deflagrada ainda na primeira quinzena de fevereiro.
(DOL)

Bando assalta agência bancária da Seduc


(Foto: Antônio Melo/Diário do Pará)

Uma quadrilha assaltou na manhã desta terça-feira (28) uma agência do Banpará localizada no prédio da Secretaria de Educação do Estado do Pará (Seduc), localizada na avenida Augusto Montenegro. Segundo o Centro Integrado de Operações (Ciop), o crime foi no estilo "sapatinho", em que o gerente do local é feito refém e obrigado a entregar o dinheiro.
O crime aconteceu por volta das 9h. De acordo com o Ciop, a quadrilha foi até a casa do gerente e fez a família dele de refém. Ele foi encaminhado até a agência bancária, onde foi obrigado a retirar o dinheiro.
Ainda segundo o Ciop, o caso está sendo investigado pela Divisão de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) da Polícia Civil e ainda não há suspeitos do roubo.
Procurado pelo DOL, o Banpará confirmou o caso, mas afirmou que ainda não possui detalhes do crime, como a quantia roubada, e que está apurando o caso.
O DOL também entrou em contato com a Seduc e aguarda posicionamento.

Servidores da Sema entram em estado de greve



Após o protesto que fechou a avenida Almirante Barroso, com a travessa do Chaco, em frente a Secretaria Estadual de Administração (Sead), em Belém, na manhã desta terça-feira (28), os servidores da Secretaria Estadual de Meio Ambiente do Pará (Sema) decretaram estado de greve.
Segundo Marcos Carrera, presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Gestão Ambiental do Estado do Pará (Sindiambiental), a decisão foi tomada em assembleia geral em frente a Sead, após a negativa da Secretaria em conversar com os trabalhadores. "Desde a semana passada, nós mandamos um ofício para discutir o plano de reestruturação com a Sead hoje, mas eles não nos atenderam, alegaram que a secretária Alice Vianna estava em outra reunião externa e não deixou ninguém para responder. Isso só pode ser qualificado como desrespeito", observa Carrera.
Caso a Sead não sinalize para uma negociação, o sindicato ameaça agir com várias ações, entre elas a paralisação em serviços essenciais da Sema como o licenciamento ambiental, fechamento do Parque Estadual do Utinga e suspensão de fiscalizações. "Se eles não derem uma posição as paralisações começam na quinta-feira (30) e a greve geral decretada no máximo até o dia 13 do mês que vem", avisa o Sindiambiental.
Outro agravante que levou os servidores a inflamarem o discurso contra a Sead, foi o anúncio feito ontem (27) pelo governo do Estado em cortar as gratificações do funcionalismo público.
Ainda de acordo com o sindicato, uma reunião será marcada com os servidores do Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor) sobre a adesão ao movimento.
O DOL aguarda um posicionamento da Sead, que ficou de se pronunciar através de nota.
(DOL)

Eleitores têm até maio para recadastramento

 

O eleitores de Ananindeua que perderam o prazo do recadastramento biométrico, terão até maio para a regularização, nos cartórios municipais.
De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PA) aproximadamente 57 mil pessoas não fizeram o recadastramento, o que representa 20% do total dos eleitores do município. Com isso, o prazo foi estendido para que todos possam fazer o procedimento para não sofrerem consequências como: não poderá tirar CPF, passaporte, não poderá assumir cargos públicos e outros.
Os eleitores paraenses que estiverem com alguma pendência na justiça eleitoral, tem até o dia 7 de maio para a regularização.

Flatulência de vacas provoca explosão na Alemanha

Um animal ficou ferido, e teto de celeiro ficou danificado.

Da BBC



O gás metano expelido por vacas provocou uma explosão em um celeiro na Alemanha na segunda-feira (27).
A explosão feriu um dos animais e danificou o teto do celeiro no vilarejo de Rasdorf, na região central do país.
O gás acumulou-se com a flatulência e arrotos expelidos por cerca de 90 vacas, que se acumulou no local. A polícia disse à agência de notícias Reuters que um foco de 'energia elétrica estática provocou a explosão do gás'.
Os serviços de emergência que visitaram à fazenda realizaram medições de gás metano no local.
Cada vaca é capaz de emitir 500 litros de gás metano por dia. O impacto ambiental da pecuária é alto, já que o metano é nocivo ao meio ambiente.
As vacas também expelem amônia, que pode danificar solo e água, devido ao nível tóxico de acidificação.

Mais de 300 pessoas passam mal durante cruzeiro no Caribe

281 passageiros e 22 tripulantes adoeceram durante a viagem.
O navio transportava 3.050 passageiros e uma tripulação de 1.165 pessoas.


Cruzeiro 'Explorer of the Seas' atracado no porto de Charlotte Amalie em St. Thomas, nas Ilhas Virgens, após mais de 300 pessoas passarem mal a bordo. (Foto: Thomas Layer/AP)

Mais de 300 passageiros e tripulantes a bordo de um navio sentiram vômitos e tiveram diarréia durante um cruzeiro pelo Caribe, de acordo com o Centro de Controle de Doenças (CDC) dos Estados Unidos.

A Royal Caribbean, empresa que opera o navio, confirmou o surto de uma doença gastrointestinal, dizendo que o cruzeiro de 10 dias terminaria dois dias mais cedo, com o navio retornando ao seu porto de origem, em Nova Jersey, nos EUA.


Passageiros retornam ao cruzeiro após surto de
diarreia e vômito. (Foto: Thomas Layer/AP)

"Novos casos da doença foram diminuindo a cada dia, e muitos passageiros já se recuperaram", informou a Royal Caribbean em um comunicado. O mesmo texto mostra que a empresa assumiu que as doenças não permitiram que muitos passageiros tivessem as férias que desejaram, mas não especifica futuras indenizações. O CDC informou em um comunicado que 281 passageiros e 22 tripulantes a bordo do Explorer of the Seas adoeceram durante a viagem. O navio transportava 3.050 passageiros e uma tripulação de 1.165. O navio partiu de Cape Liberty, em Nova Jersey, em 21 de janeiro.

A causa da doença ainda é desconhecida. Um oficial de segurança ambiental e epidemiologista iria embarcar no navio em St. Thomas nas Ilhas Virgens dos Estados Unidos para determinar a causa do surto e dar a resposta adequada para evitar casos semelhantes no futuro.

A tripulação do navio intensificou os procedimentos de limpeza e desinfecção coletou amostras daqueles que relataram a doença, informou o CDC.

A empresa informou que acredita que as doenças tenham sido causadas por um norovírus, um vírus altamente contagioso e de propagação rápida de uma pessoa infectada, alimentos ou água contaminados, ou pelo contato com superfícies contaminadas, de acordo com o CDC.


PSDB pede à PGR e à Comissão de Ética apuração sobre viagem de Dilma

 

Felipe Néri Do G1, em Brasília

 

Líder tucano reivindica o ressarcimento com hospedagem em Lisboa.
Comitiva presidencial fez parada em Portugal que não constava na agenda.

O líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Carlos Sampaio (SP), informou que o partido protocolou nesta terça-feira (28), na Procuradoria-Geral da República (PGR) e na Comissão de Ética Pública da Presidência da República, pedidos de investigação da escala da presidente Dilma Rousseff e de sua comitiva em Portugal, no último sábado (25). O partido quer que o Ministério Público peça o ressarcimento dos gastos presidenciais com hospedagem durante a passagem pelo país ibérico.
Nesta segunda (27), o PPS já havia solicitado que a PGR abrisse inquérito civil para apurar se houve irregularidade nos gastos da comitiva em Lisboa. O G1 entrou em contato com a assessoria da Presidência da República, mas até a última atualização desta reportagem não havia obtido retorno.



O líder do PSDB, deputado Carlos Sampaio (SP)
(Foto: Zeca Ribeiro/Ag.Câmara)

Após participar do Fórum Econômico Mundial de Davos, na Suíça, Dilma e sua equipe fizeram uma parada em Lisboa antes de seguirem viagem para Cuba, onde a chefe do Executivo realiza visita oficial nesta segunda (27) e terça-feira. Ela participa, ao lado de outros presidentes, da 2ª Cúpula da Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos (Celac).
A escala na capital portuguesa não estava prevista na agenda presidencial e, segundo o governo federal, ocorreu porque o avião da Presidência não tinha autonomia suficiente para percorrer a viagem de Zurique, na Suíça, até Havana, em Cuba.
No documento protocolado na PGR, o PSDB pede investigação por suposto ato de improbidade devido à “hospedagem injustificada” em Lisboa.
“Nós representamos na PGR visando o ressarcimento do gasto desnecessário havido na hospedagem da presidente Dilma e sua comitiva em Lisboa. Não há o menor sentido nesse gasto, porque não havia agenda oficial e nenhum interesse público justifica o que aconteceu”, enfatizou Carlos Sampaio.
Além da presidente, o documento protocolado pelo PSDB pede a investigação de outros quatro ministros de estado, um assessor da Presidência e o comandante da Aeronáutica, Juniti Saito. O partido oposicionista alega ser necessário apurar a eventual prática de crime contra a administração pública nos gastos com hospedagem e alimentação e de falsidade ideológica, devido a informações que teriam sido erroneamente dadas pelo governo ao justificar a viagem.
Contradição
No domingo, depois de a viagem ter sido noticiada pela imprensa, o Palácio do Planalto divulgou alteração da agenda presidencial, incluindo a estadia em Portugal. No dia seguinte, o ministro das Relações Exteriores, Luiz Alberto Figueiredo, disse que não houve informação prévia sobre a escala em Lisboa porque a decisão só foi tomada no dia da partida.
Reportagem publicada nesta terça pelo jornal “O Estado de S.Paulo” contradiz a versão do governo federal ao afirmar que o governo português havia sido informado da parada da comitiva no país na última quinta-feira (23).

Durante a estadia em Lisboa, Dilma e sua comitiva ocuparam 30 quartos de dois dos mais caros hotéis da cidade, o Ritz e o Tivoli. A presidente se hospedou em uma suíte presidencial do Ritz, ao custo de 8 mil euros por dia, o equivalente a R$ 26,2 mil.
Os ministros citados no documento são Fernando Pimentel (Desenvolvimento), Luiz Alberto Figueiredo (Relações Exteriores), Helena Chagas (Secretaria de Comunicação) e José Elito Siqueira (Gabinete de Segurança Institucional). Também foram incluídos na representação tucana o comandante da Aeronáutica e o assessor da Presidência para Assuntos Internacionais, Marco Aurélio Garcia.
Comissão de Ética
Na Comissão de Ética Pública da Presidência, o PSDB pede que sejam avaliados os procedimentos tomados pela comitiva presidencial em Lisboa. Para o partido, a hospedagem e alimentação da comitiva em estabelecimentos de luxo revelam infração do Código de Conduta da Alta Administração Federal, que estabelece “regras éticas de conduta das autoridades da alta administração pública”.


PA, MG, MT e SP lideram suspeitas de trabalho escravo, diz Procuradoria

Entre 2010 e 2013, ninguém começou a cumprir pena no Brasil pelo crime.
Dados da PGR marcam Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo.


Mariana Oliveira Do G1, em Brasília

As investigações do Ministério Público Federal (MPF) sobre casos de trabalho escravo em quatro estados – Pará, Minas Gerais, Mato Grosso e São Paulo – representam quase metade de todas as apurações sobre o tema no país, informou a Procuradoria-Geral da República (PGR).

Nas 27 unidades da federação, estão em andamento 1.480 investigações do MPF sobre o crime de condição análoga à escravidão, que prevê punição de dois a oito anos de prisão e multa.
Juntos, os quatro estados têm 729 apurações em andamento, que representam 49,2% do total do país. O maior número de casos está no Pará (295 investigações), seguido de Minas Gerais (174), Mato Grosso (135) e São Paulo (125) – veja o quadro abaixo.
Unidades da federação
Investigações do MP em andamento sobre
trabalho escravo
Acre 11
Alagoas 14
Amazonas 13
Bahia 49
Ceará 4
Distrito Federal 38
Espírito Santo 16
Goiás 75
Maranhão 79
Minas Gerais 174
Mato Grosso do Sul 39
Mato Grosso 135
Pará 295
Paraíba 5
Pernambuco 30
Piauí 34
Paraná 71
Rio de Janeiro 21
Rio Grande do Norte 6
Rondônia 52
Roraima 2
Rio Grande do Sul 36
Santa Catarina 38
Sergipe 1
São Paulo 125
Tocantins 97
TOTAL 1.480
Fonte: Procuradoria-Geral da República
Os dados foram divulgados na tarde desta terça-feira (28) pela PGR, em razão das celebrações do Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo. O dia 28 de janeiro foi escolhido porque marca a Chacina de Unaí (MG), como ficou conhecido o assassinato, em 2004, de três auditores e um motorista do Ministério do Trabalho que investigavam trabalho escravo na cidade.
Nesta terça, a Procuradoria-Geral também lançou a Campanha de Combate ao Trabalho Escravo no Brasil, na qual o MPF pretende esclarecer à sociedade que ainda existe trabalho forçado no país e dar alternativas para a população denunciar o crime. A PGR ainda quer pedir a colaboração da Justiça para o encerramento dos processos, e voltará a acompanhar as fiscalizações do Ministério do Trabalho sobre o tema.
Ainda segundo o estudo da PGR, além das investigações em andamento no âmbito do Ministério Público, desde 2010 foram instaurados 480 inquéritos policiais nos quais a Procuradoria atua. Entre 2010 e 2013, foram abertas 469 ações penais, que são processos oriundos de denúncias do MPF.
Apesar do elevado número de investigações em andamento e de inquéritos e ações penais abertos nos últimos anos, a PGR aponta que, desde 2010, ninguém começou a cumprir pena no Brasil pelo crime de reduzir um trabalhador à condição análoga à escravidão.
Segundo a subprocuradora-geral da República Raquel Dodge, que coordena a 2ª Câmara de Coordenação e Revisão – responsável por questões criminais e controle da atividade policial –, a "morosidade do Judiciário" favorece a impunidade nesses casos.
Raquel enfatizou que não há execução das penas porque os condenados recorrem e os processos não chegam ao fim.
"Precisamos encurtar prazos processuais. É uma conduta inaceitável. Precisamos enfrentar [a situação] punindo quem ainda pratica [o crime de trabalho escravo]. Tenho certeza de que o Judiciário será sensível sobre a necessidade do encerramento dessas ações", afirmou a subprocuradora.
Ela destacou que uma das questões que barravam a resolução de casos era o impasse sobre se a competência para julgar o tema era da Justiça estadual ou federal. O impasse foi decidido em 2009 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que entendeu que essa era uma competência federal. Desde então, apesar da resolução, as ações não transitam em julgado, ou seja, não chegam à fase em que não cabem mais recursos.
A subprocuradora também lembrou o caso da Chacina de Unaí, em que os acusados ainda não foram julgados. "Esperamos que esse julgamento ocorra e estamos confiantes na condenação, porque as provas são fortes", enfatizou Raquel.
Escravidão contemporânea
Segundo a subprocuradora, os tipos de trabalho escravo são diferentes em cada unidade da federação.
Enquanto no Pará os trabalhadores explorados atuam em pecuária e no desmatamento de áreas, em Minas Gerais o problema se concentra na produção de grãos. Em Mato Grosso, a pecuária e a agricultura são os principais motivos.
A diferença está em São Paulo, destacou Raquel, onde os casos de trabalho escravo estão na área de confecção e construção civil. "Estamos nos deparando com novas práticas de trabalho forçado, mesmo em atividades bem regulamentadas."
A subprocuradora lembrou, ainda, que uma das preocupações do Ministério Público é com o aliciamento de trabalhadores nas regiões Norte e Nordeste, que são levados para o Sudeste e acabam sendo tratados em condições análogas à escravidão.
"Locais onde há casos de trabalho escravo são também fornecedores de mão de obra vulnerável: interior do Piauí, Maranhão, Pará, Norte do Tocantins e Norte de Mato Grosso", complementou Raquel.


Santarém vai implantar coleta seletiva de lixo e fortalecer reciclagem

Município produz cerca de 5 mil toneladas de resíduos sólidos por mês.
Plano de gerenciamento integrado deve ser finalizado no 1º trimestre.

Joab Ferreira Do G1 Santarém

Moradores deverão separar o lixo em secos e
húmidos  (Foto: Joab Ferreira/G1)


Atualmente o município de Santarém, oeste do Pará, coleta em torno de 5 mil toneladas de resíduos sólidos por mês. Toda essa quantidade é lançada diretamente no aterro sanitário do Perema, sem qualquer tipo de separação ou tratamento, onde dezenas de catadores vivem revirando o lixo em busca de materiais que tenham algum valor econômico. Em 2014, com a elaboração do Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, Santarém vai implantar a coleta seletiva, fortalecer as cooperativas de reciclagem e promover uma melhor gestão do aterro sanitário.

Em 2013, a prefeitura de Santarém selou parceria com o distrito Reno-Sieg, na Alemanha, para que o município pudesse se aproveitar da cooperação internacional e avançar em áreas consideradas estagnadas.

O programa, financiado pelo Ministério da Cooperação Econômica e do Desenvolvimento do governo alemão, cobra dos municípios diversas ações, incluindo a implantação da Política Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, elaboração de estudo de viabilidade e projeto técnico para a implantação de usina de compostagem e estudos e projetos visando a implantação de energia limpa e água potável em comunidades ribeirinhas.




Aquino garante que município vai avançar na
gestão ambiental (Foto: Joab Ferreira/G1)


“A Alemanha está 30 anos à frente do Brasil no que se refere a resíduos, então nós estamos aproveitando a experiência deles para que possamos implementar”, diz o coordenador municipal de Saneamento Básico, Hugo Aquino.

Aquino atribui esse atraso à falta de políticas públicas. Somente após a Lei nº 12.305/10, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos, é que o país passou a caminhar em busca de avanços importantes no combate a problemas decorrentes do tratamento e destinação inadequados dos resíduos sólidos.

Essa política visa diminuir a geração de resíduos sólidos, por meio de práticas sustentáveis, e o reaproveitamento de materiais que têm valor econômico (reciclagem) ou a destinação adequada quando não têm.

Outro ponto importante da lei foi o incentivo à logística reversa, em que distribuidores e responsáveis pela utilização se comprometem a devolver os resíduos, após o consumo, ao fabricante.

Além disso, a Política Nacional de Resíduos Sólidos prevê a eliminação dos famosos lixões, e cobra dos municípios brasileiros a criação de planos locais para o melhor gerenciamento dos resíduos.
Plano de gerenciamento integrado
Santarém já caminha na elaboração do Plano Municipal de Gerenciamento Integrado de Resíduos Sólidos, que vai contemplar diversas ações, incluindo a intensificação da educação ambiental como forma de aperfeiçoamento da coleta seletiva. As reuniões são abertas ao público, e ocorrem duas vezes por mês.

Dentre as prioridades do plano, que deve ser implantado no primeiro trimestre de 2014, é a reorganização do aterro sanitário de Santarém, localizado na comunidade Perema, até o final deste ano.

“Eu espero que neste ano nós possamos avançar nessa área de gestão de resíduos dentro da área urbana e, por que não estender para outras áreas do município de Santarém, como é o caso de Alter do Chão, e de comunidades do Planalto?”, sugere Hugo Aquino.

A coleta e destinação de resíduos sólidos fazem parte das ações da gestão integrada de saneamento básico, que também engloba drenagem de águas pluviais, abastecimento de água e esgotamento sanitário.
Coleta seletiva

A proposta é implantar a coleta seletiva aos poucos. Inicialmente a ideia é fazer a separação entre resíduos secos (alumínio, papel, plástico, vidro) e úmidos (lixo orgânico). A prática deve começar quando a nova empresa de limpeza urbana, que venceu a licitação, iniciar a operação no município.
“Se nós separarmos o seco do úmido, essa parte seca já vai ser um salto significativo para que possamos implantar, a partir daí, realmente uma coleta seletiva mais detalhada”, explica Hugo Aquino.
O lixo orgânico, resíduo de origem vegetal ou animal, precisa ser tratado com muito cuidado, já que além de consequências indesejadas, como o mau cheiro e proliferação de bactérias e fungos, também pode provocar a contaminação do solo e lençóis freáticos.
Com a coleta seletiva, a população deve separar os restos de alimentos, cascas de ovos, ossos, sementes, e colocá-los em recipientes diferentes no local reservado para a coleta. Com isso, os caminhões coletores vão dar a procedência adequada, lançando no aterro apenas esse material que, por enquanto, não será reaproveitado pelo município.
Futuramente, com o fortalecimento da política pública municipal, o lixo orgânico poderá ser usado na produção de adubos, pelo processo de compostagem, e até para geração de energia (biogás).
Aterro sanitário
A partir daí, haverá um galpão instalado na área do aterro sanitário para que seja realizada a triagem dos resíduos secos recolhidos.

Atualmente, o espaço funciona mais como um lixão a céu aberto, onde catadores ficam revirando o lixo depositado à procura de materiais que possam ter valor comercial. A ideia é que essas pessoas sejam as responsáveis pela triagem, o que vai gerar um incremento na renda, além de não terem que ficar em meio ao lixão, correndo riscos.

A empresa de limpeza urbana também será responsável pela manutenção do aterro. O que não puder ser reaproveitado, será compactado e coberto.

“Além da coleta seletiva, esse novo contrato prevê a manutenção do aterro. Ao chegar o lixo, deve ser selecionado o que serve para geração de renda. A partir do momento que a empresa começa a fazer isso, a gente organiza a área do Perema, a Associação de Catadores aumenta a renda deles, e a gente passa a ter uma gestão melhor”, explica o coordenador municipal de Saneamento Básico, Hugo Aquino.

Além da construção do galpão de triagem, será iniciado um serviço de topografia para verificar se há condições de ser feito um depósito para material inerte (poda de árvores, entulho de construções) que atualmente é lançado no bairro Santo André.

“Se essa área estiver propícia para isso dentro do Perema, a gente fecha o Santo André, que está dentro da área urbana, e começa a depositar os inertes lá na área do Perema sem comprometer a área do lixo”, antecipa Aquino.
Reciclagem
O reaproveitamento de materiais é uma prática antiga em países de primeiro mundo, que a cada ano intensificam pesquisas e buscam novas soluções para a problemática do lixo. Com a reciclagem, além de evitar que os resíduos sólidos sejam descartados de qualquer maneira, sem tratamento e com riscos de contaminação, é possível gerar renda.



Pontos de coleta de garrafas PET
(Foto: Joab Ferreira/G1)

No entanto, no Brasil, as coisas ainda caminham com lentidão. Em Santarém há apenas uma empresa licenciada para trabalhar com o reaproveitamento de materiais. E o proprietário reclama da falta de incentivos.

“A gente espera do poder público incentivo. Pelo menos subsídio para mandar esse negócio embora, porque a gente está dentro de uma ilha. Só sai pelo ar ou pela água. Pela estrada não tem condição, duas carretas já tombaram e eu perdi o material, porque o cara prefere jogar o produto e ir embora, e eu não tenho como ir buscar. Perante a lei é logística reversa, mas para a gente, aqui em Santarém, que trabalha com lixo, é política perversa. Se vai pagar para jogar no buraco, me paga que eu recolho”, argumenta Eduardo Lima.
A empresa de Lima, que está em operação há 7 anos, recolheu das ruas do município mais de 2 mil toneladas de materiais em 2013. O único material processado em Santarém é a sacola plástica, que é usada na fabricação de mangueiras de irrigação e conduítes. Os demais resíduos são enviados para outros centros, o que nem sempre é viável. 
“A garrafa PET a gente prensa e manda para São Paulo, mas só para mandar a gente perde 50%. O papelão não tem valor agregado. Em Manaus (AM) a gente consegue o preço de R$ 0.28 o quilo, mas até chegar lá a gente gasta R$ 0.34. O papelão é o nosso buraco, é o gargalo. Esse eu só busco porque tem contrato de parceria de coleta”, reclama Eduardo de Lima.


Eduardo Lima critica falta de apoio
(Foto: Joab Ferreira/G1)

O coordenador municipal de saneamento básico diz que pretende fazer parcerias com empresas e cooperativas do setor, a partir da implantação da plano de gerenciamento de resíduos.
“Com a criação do nosso Plano Municipal de Gerenciamento de Resíduos Sólidos com certeza terão ações que irão contemplar essas empresas que fazem esse trabalho. Nós precisamos encontrar mecanismos que possam estar colaborando com o trabalho desenvolvidos por essas empresas, que é de fundamental importância para o município, não só na questão de limpeza, mas na geração de renda e no reaproveitamento de produtos que normalmente seriam descartados e enterrados”, garante Hugo Aquino.

O Brasil pretende alcançar a marca de 20% de reciclagem de resíduos até 2015, que é uma das metas fixadas pelo Plano Nacional sobre Mudança do Clima.
tópicos:




Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...