Total de visualizações de página

sábado, outubro 08, 2016

FELIZ CÍRIO!


VISÃO ESPIRITUAL DO CÍRIO DE NAZARÉ.


A fé e a emoção coletiva que falam mais que as dúvidas e a intolerância. Todo mês de outubro em Belém, capital paraense, ocorre a maior festa religiosa do Brasil e também do planeta. O Círio não pertence a determinada religião, está acima disso. Ele pertence ao povo que o realiza e que o considera tão importante quanto o natal.
Na visão espiritual, não pensemos que o plano espiritual encontra-se cego ou ausente a tal manifestação. É-nos relatado que as legiões do bem são acionadas para a assepsia fluídica da cidade, envolvendo os fiéis para que todos que ali estão movidos por um sentimento de amor sintam-se melhores.



Existe um envolvimento espiritual das falanges do bem em favor da cidade e igualmente dos romeiros, como são chamados aqueles que acompanham a Berlinda. Alguns irmãos dotados da vidência igualmente relatam uma entidade, enviada direta de Maria, no lugar onde se encontra a Imagem da Santa, a distribuir bênçãos e fluidos de amor aos fiéis.
O sentimento é tão contagiante e verdadeiro quanto inexplicável, não entendemos a emoção gratuita das pessoas, não sabemos se as lágrimas são fruto do alcance de uma “graça”, um pedido atendido, a cura de uma doença, uma dificuldade vencida, ou a simples emoção coletiva que toma a todos.
Se não nos é dada a capacidade da compreensão, que possamos ao menos verificar a vitória da tolerância religiosa em torno de um sentimento coletivo.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...