Total de visualizações de página

terça-feira, julho 24, 2012

Após protesto no Peru, escritora planeja manifestação nua no Brasil

 





Vanessa de Oliveira durante o protesto que realizou na
 última quinta-feira (19), em Lima, no Peru
 (Foto: Alessandro Currarino/Divulgação)

Vanessa de Oliveira, 37, ex-garota de programa e escritora brasileira, planeja uma campanha internacional contra a pirataria de livros e a favor da leitura. Na última quinta-feira (19), ela ficou apenas de calcinha em frente ao palácio do governo em Lima, no Peru, para protestar contra a cópia e comercialização ilegal de livros no país. 
De volta ao Brasil na madrugada deste domingo (22), ela já agendou uma sessão de fotos para 30 de julho. As imagens temáticas serão feitas para a campanha que, por ora, encabeça sozinha. Nua, ela escreverá em seu corpo mensagens de incentivo à leitura e repúdio à pirataria. "É uma estupidez completa. Quanta gente não torra R$ 200 numa balada? Mas não quer gastar R$ 30 em um livro", diz por telefone ao G1.
Além de divulgar as imagens, Vanessa também deseja realizar novos piquetes em praça pública, mas quer recrutas para dar volume ao movimento. Embora nunca tenha visto seus livros sendo comercializados de forma ilegal no Brasil, não deixará a causa se transformar em uma ação pontual. “Eu pretendo fazer esse protesto no Brasil também, mas estou procurando ajuda de outras pessoas. Preciso planejar direito.”
Quase um clichê da nova cartilha de manifestações coletivas, o topless é estratégia feminina recorrente para chamar atenção. Na visão da escritora, o ato, apesar de corriqueiro, ainda é explosivo. “Era preciso ficar pelada. Porque só sem roupa as pessoas param para analisar. Tem que ter peito pra fazer isso, coragem.”
Vanessa foi garota de programa durante cinco anos. Ingressou na profissão por necessidade financeira, mas permaneceu por vontade própria – como faz questão de esclarecer. Deixou o ofício pela literatura em 2005, quando também se formou em enfermagem, e hoje vive de suas obras e de palestras sobre sexo, comportamento e marketing.
Vanessa de Oliveira (Foto: Andrea Schaefer/Divulgação )
 É autora de seis livros, dentre eles "O diário de Marise – A vida real de uma garota de programa", publicado em 2006, “Os 100 Segredos de Uma Garota de Programa – Tudo o que você queria saber sobre Sexo, Homens e a Profissão”, de 2007, “Seduzir Clientes”, de 2008, e “Ele Te Traiu? Problema dele! Como Superar a traição ontem mesmo!”.
Bem resolvida com a carreira que construiu, ela não teme que sua nova causa perca força por conta dos tabus relacionados à sua ex-profissão. A nudez nesse caso, na visão da escritora, é apenas uma estratégia de marketing.
“Nu pra mim não é uma coisa feia. Minha verdade é essa. Mas são apenas seios. Não tento me mostrar de forma equivocada. É a maneira como eu encontrei para protestar. Cada um tem sua forma, essa é a minha. Posso ter sido garota de programa, mas nasci escritora. Tem pessoas que não aceitam, pois acham que garota de programa não tem ideias, dignidade. Somos normais, não somos aberrações.”
Em viagem ao Peru para participar pela segunda vez da Feira do Livro - ela foi a escritora brasileira convidada em 2009 - e realizar um workshop sobre estratégias de marketing para estudantes, Vanessa notou que seus livros eram um produto rentável no comércio informal de Lima.
O livro que ela programou lançar na tarde da sexta-feira (20) durante a feira já estava sendo vendido por um terço do custo original em barraquinhas montadas pelas calçadas da cidade.
“É a coisa mais ridícula que já vi. Eles xerocam o livro toscamente e vendem os que têm maior apelo popular. Ficam expostos em ripas de madeira. Tem camelôs desse tipo por todo o canto e ninguém faz nada. O meu estava lá ao lado do livro do 'O Código da Vinci', do Dan Brown. Muitos estão incompletos, com as páginas faltando texto.”
Segundo Vanessa, os representantes da editora Help (responsável por lançar os livros da autora no Peru) informaram que, para cada 20 livros vendidos no Peru, apenas um é original.

Durante o protesto, ela foi repreendida por policiais locais.
Mas garante que não foi tratada com violência. 'O policial
 só queria que eu vestisse a roupa, não foram agressivos.'
(Foto: Alessandro Currarino/Divulgação)

Inconformada com a estatística e o comodismo das autoridades locais, a escritora resolveu tirar a roupa para reivindicar. Durante a cerimônia de abertura da Feira do Livro, ela aproveitou a demanda de imprensa e avisou do protesto em frente ao palácio do governo, por volta das 15h.
“Tive a sorte de sentar ao lado da esposa do governador de Lima durante a cerimônia de abertura da feira. Aproveitei para comunicar aos profissionais da imprensa que estavam ali por conta das autoridades que faria um protesto nua.”
No caminho, Vanessa teve a barriga pintada pela assessora da editora Help, tirou o vestido vermelho que usava e desceu do carro coberta por um casaco preto. No meio da praça, despiu-se e ficou apenas de roupa íntima. “Havia muitos policiais no local. Eu poderia ter sido presa, mas não tive medo tampouco passei frio. E fui muito bem recebida pela população local e imprensa. Naquele dia, o Peru parou para me ouvir. Fiquei impressionada com a repercussão.”

Governo espera que operadoras
voltem a vender chips em 15 dias
Priscilla Mendes
Do G1, em Brasília
O ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, afirmou nesta terça-feira (24) que o governo espera que, de 10 a 15 dias, as operadoras de telefonia móvel apresentem soluções de curto prazo para falhas nos serviços e que as vendas de chips sejam retomadas.
As operadoras de telefonia Claro, Oi e TIM estão impedidas de comercializar chips e serviços de internet a partir da zero hora desta segunda-feira (23), em estados onde lideraram os índices de reclamações sobre a qualidade de seus serviços. A medida, imposta pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), exige que as empresas apresentem um plano de investimentos contendo metas para a solução dos problemas. A liberação das vendas depende da aprovação desses planos pela Anatel – que é uma agência independente.
O ministro reuniu-se por cerca de duas horas manhã desta terça-feira (24) com a presidente Dilma Rousseff no Palácio da Alvorada. Ela está “muito interessada” no assunto, relatou Paulo Bernardo, mas cobrou uma solução para o problema.
“Ela evidentemente está muito interessada e queria saber como vamos sair disso. Falei para a presidenta resumidamente de que não temos a expectativa de que em 10 dias ou 15 dias esses problemas [falta de qualidade nos serviços prestados] estarão solucionados. [Mas] nós achamos que em 15 dias, por exemplo, é um prazo muito razoável para apresentar [os planos de investimento] e garantir que os problemas serão resolvidos em um cronograma que vai ser seguido a cada dois meses, a cada três meses pela Anatel”, declarou o ministro após deixar o palácio.
O governo, afirmou, não tem pressa para liberar a venda de novas linhas, mas considera o prazo de 15 dias suficientes para a apresentação de um compromisso. “Ela [a presidente Dilma Rousseff] acha que foi bem conduzido pela Anatel e tem que ser bem conduzido agora. Eu falei: ‘presidenta, nós não vamos resolver isso em 15 dias, mas nós achamos que num um prazo de 15 dias é possível ter um plano, ter compromissos públicos que sinalizem pra solução desses problemas’. E aí autorizamos a vender os chips, as novas linhas, condicionada ao cumprimento desses compromissos”, explicou o ministro.
De acordo com o ministro, o plano de melhoria apresentado pelas operadoras será publicado no site da Anatel, de forma que os consumidores poderão acompanhar os compromissos firmados. "O público de maneira geral vai poder fazer também o acompanhamento porque nós vamos colocar no site da Anatel os compromissos que as empresas vão assumir”, disse.
Paulo Bernardo reconheceu que a medida foi “dura”, mas “inevitável”. “Nós consideramos que foi uma medida muito forte, muito dura, mas que era inevitável. Nós tínhamos um volume de reclamações muito grande e era preciso dar uma arrumada um freio de arrumação no setor e, por conta disso, acho que a Anatel agiu corretamente”, afirmou.
O próprio ministro admitiu que sua operadora de celular, a TIM, apresentou problemas na semana passada. “Ele [celular] começou a funcionar, mas de fato na sexta-feira ele estava sem rede 3G. Imagina, se eu quisesse tuitar reclamando não ia poder”, brincou.
A embaixada italiana procurou o Ministério das Comunicações para tratar do caso da TIM, mas Paulo Bernardo minimizou o episódio e negou que haja um problema diplomático.
“Ela [TIM] é uma empresa nacional, tem capital italiano, deve ter capital de outros países, mas é uma empresa nacional. Está sujeita às normas nacionais, assim como a Oi, a Claro, a Vivo. Isso não pode ser tratado como um problema diplomático, um incidente diplomático, na verdade, é um incidente com o consumidor brasileiro”, afirmou.

Zezé di Camargo é multado por
propaganda eleitoral antecipada


Zezé di Camargo foi condenado pela Justiça Eleitoral a pagar multa de R$ 25 mil. O músico é acusado de propaganda extemporânea e ação de investigação judicial eleitoral e ainda vai responder por crimes de difamação e injúria eleitoral em Bom Despacho (MG). De acordo com denúncia feita pelo Ministério Público de Minas, Zezé incitou a plateia de 12 mil pessoas a vaiar um candidato da oposição no dia 02 de junho.
O evento, patrocinado pela prefeitura, comemorava os 100 anos de emancipação do município e o público prestigiou a performance da dupla sertaneja Zezé di Camargo e Luciano gratuitamente. Apenas os camarotes foram cobrados à parte. De acordo com o promotor de justiça Giovani Avelar Vieira, o cantor fez propaganda política para o prefeito Haroldo Queiroz, candidato do PDT. A acusação diz ainda que o músico fez comentários contra Fernando Cabral, do PPS, na época vereador da oposição, que tentou interditar os camarotes do evento.
Segundo áudio juntado no processo, Zezé disse no palco: “Uma festa como esta, que gera emprego para muita gente, e a gente sabe da história do político, do vereador aí que criou maior caso e que faz parte da oposição e que queria que a festa não acontecesse. Pensou muito mais no seu próprio umbigo do que no povo. Então, para esse cara que quis atrapalhar uma festa desta, uma vaia bem grande, que eu quero ouvir aqui”. O músico também é acusado de se referir ao vereador com termos como “um impensante desses” e “se não mudasse, não deveria ganhar eleição nem para síndico de prédio”.
“Os representados abusaram do poder político – utilizaram-se um evento público para denegrir, prejudicar e inviabilizar a candidatura do vereador e, se fosse o caso, de qualquer outro candidato que se intitulasse oposição – e econômico, já que o cantor de dupla sertaneja, paga com dinheiro público e de grande fama nacional, foi utilizado como meio para inviabilizar a candidatura do referido agente político”, disse o promotor de Justiça Eleitoral.
Ainda segundo o representante do Ministério Público Eleitoral, o fato também caracterizou ofensa à dignidade, à reputação e ao decoro do vereador.
O valor recebido por Zezé di Camargo e Luciano pelo show foi de R$ 170 mil, mesma quantia pedida pelo promotor como multa, mas a juíza Sônia Helena Tavares Azevedo diminuiu a punição para R$ 25 mil.
No entanto, a assessoria de imprensa de Zezé di Camargo falou ao iG que o departamento jurídico responsável pelo músico já está recorrendo da ação judicial.

Zezé Di Camargo fala sobre
traição: "Me deixem em paz!"
Zezé cozinhando e a suposta amante Gracielle Lacerda de vestido branco

Zezé Di Camargo quer acabar de vez com as especulações de que estaria traindo a mulher, Zilu Camargo. O cantor, que teve fotos publicadas na internet com a suposta amante Gracielle Lacerda - como o iG Gente mostrou no início de junho -  usou sua página do Twitter para desabafar na manhã desta segunda-feira (16). "Não tenho amante, não tenho namorada, estou sozinho apenas vivendo minha vida. Por favor me deixem em paz!", escreveu.
Segundo informações publicadas na última semana no jornal "O Dia", Zezé e Zilu estariam separados há pelo menos dois anos e, assim como o cantor, Zilu também já teria um novo namorado, um DJ e modelo fotográfico, com residência fixa em Nova York.
Zilu vive em Miami onde estuda inglês e design de joias. À revista "Caras", ela contou que a separação é "tudo história" e que continua casada. "Estamos em uma fase mais aberta do nosso casamento", disse à publicação.

Governo amplia pacote do
reajuste de professores
para R$ 4,2 bilhões
O governo federal apresentou nesta terça-feira (24) uma nova proposta para professores de universidades e institutos tecnológicos para encerrar a greve iniciada há 69 dias – conforme antecipou o iG. O Palácio do Planalto elevou a fatia do orçamento público para o reajuste salarial dos docentes de R$ 3,9 bilhões para R$ 4,2 bilhões em repasses para os meses de março de 2013, 2014 e 2015.
O governo também reformulou os repasses mínimos de 12% para 25%. O teto do aumento do salário dos professores se mantém em 40%. A mudança exclui dos percentuais acertados na semana passada os 4% de reajuste concedido em março deste ano. Ou seja, o repasse de 25% a 40% irá incidir sobre o salário-base acrescido dos 4% formalizados pelo Ministério da Educação há três meses.
“O governo atendeu nosso pleito, que era de aumento de 24,75%. Os 15 pontos que o Proifes colocou foram contemplados. Hoje teremos reunião do nosso conselho e, a partir daí, vamos consultar os professores de todo o país”, disse o presidente da Federação de Sindicatos de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), Eduardo Rolim de Oliveira.
As entidades representantes dos professores discutem agora se aceitam a proposta apresentada pelos ministérios da Educação e do Planejamento. Caso as lideranças aprovem o aumento, a proposta será levada à votação pelos professores.
O governo fixou como prazo para o fim da greve até a próxima segunda-feira, quando a greve iniciada em 17 de maio completaria 75 dias. A data atende pedido da presidenta Dilma Rousseff, que ordenou aos ministros Aloizio Mercante (Educação) e Miriam Belchior (Planejamento) acabar com a greve antes do retorno dos alunos das férias de meio de ano.
O secretário de relações de trabalho do Ministério do Planejamento, Sérgio Mendonça, confia agora na aceitação da proposta pelos professores. “Fizemos uma série de ajustes para o plano de carreira dos professores. Estamos confiantes de que seja o suficiente para terminarmos com a greve”, disse.
Segundo ele, caso haja uma aceitação parcial o governo pode vir a negociar caso a caso eventuais alterações sugeridas por classe representante dos professores. O governo classifica a proposta apresentada hoje como parte de um plano estratégico para reestruturar o sistema nacional de educação.

Estado lançará carteira para
reforçar segurança nas escolas
O Coordenador Estadual de Promoção dos Direitos da Juventude, Raimundo Rodrigues, reuniu-se na tarde desta terça-feira (24) com gestores das Unidades Seduc nas Escolas (USEs). O encontro ocorreu no auditório da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) e tratou sobre a nova Carteira de Identidade Estudantil (CIE). Elaborado pelo Governo do Pará, o documento beneficiará milhares de estudantes da rede pública de ensino e será entregue gratuitamente logo na primeira semana de aula do próximo ano letivo.
Inicialmente, a carteira será distribuída aos alunos de Belém, para depois chegar ao interior. Idealizada pela Seduc, a iniciativa tem apoio da Coordenadoria Estadual de Promoção dos Direitos da Juventude, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), e do programa Pro Paz. Nos modelos apresentados nesta tarde, a identidade destaca o nome do estudante, assim como traz informações da instituição, matrícula, turno, série e a validade do documento.
Segundo os idealizadores da carteira, o objetivo é diminuirá a violência nas escolas. “A captura das imagens dos alunos para a identificação na carteira será feita nas próprias escolas, e isso contribuirá para termos o controle do acesso de quem entra na instituição e a frequência dos estudantes”, disse o assessor de Políticas da Seduc, Altimar Alves.
O gestor da USE 2, Sérgio Araújo, lembrou que a iniciativa vai priorizar a segurança nas unidades de ensino. “Tanto os alunos quanto os funcionários das escolas ganharão maior segurança, pois os estudantes terão de apresentar a carteira na entrada, evitando que pessoas que não sejam estudantes entrem nesses ambientes escolares”, explicou.
A carteira também dará ao estudante da rede estadual o direito à meia-entrada em eventos culturais e esportivos, conforme assegurado pela Lei 5.746, de 28 de abril de 1993.
"A ideia é criar um mecanismo de segurança para nossos estudantes, já que com a medida o aluno só poderá entrar na escola se estiver com a carteira. Além disso, o documento será gratuito e garantirá outros benefícios, como a meia-entrada”, frisou o coordenador estadual de Promoção dos Direitos da Juventude, Raimundo Rodrigues.

Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh

Flor Pará 2012 acontecerá na
Estação das Docas, em novembro


Floricultores do Pará voltarão à Estação das Docas para expor seus produtos na Flor Pará 2012. A exposição, promovida pela Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), vai acontecer de 31 de outubro a 4 de novembro, com o objetivo de mostrar o potencial produtivo da floricultura paraense. A realização do evento nesse período será beneficiada pelo forte apelo de venda de flores provocado pelo Dia de Finados, em 2 de novembro. A feira terá ainda arranjos florais referentes à data e para decorar ambientes, folhagens para vasos ornamentais, mudas de plantas para cultivo de jardins e artesanato.
A Flor Pará foi criada há 12 anos para incentivar a formação de mercado para os produtores e ampliar a renda das famílias de floricultores. A cada ano, o setor vem ganhando competitividade por meio da organização e capacitação, que garantem o aumento da produção, maior qualidade dos produtos e a conquista de novos mercados.
Os produtores interessados em participar da Flor Pará 2012 devem procurar a Sagri, em Belém, para se inscrever e garantir seu estande. A Sagri fica na Travessa do Chaco, nº 3292. Fone: (91) 4006-1260, falar com Dulcimar Melo, gerente de Floricultura.

Texto:
Leni Sampaio-Sagri

Governo firma parceria com a
Creche Lar Cordeirinhos de Deus
A Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) firmou parceria com a Creche Lar Cordeirinhos de Deus para atender crianças em situação de risco social. Em quatro projetos sociais, o espaço atende 167 crianças de 0 a 6 meses, além de acolher outras com doenças graves e 20 vítimas de abuso sexual e violência doméstica.
A titular da Seas, Tetê Santos, lembra que ano passado foi assinado decreto que garante por mais 15 anos o uso do prédio. “A Seas agora vai fazer também a manutenção do prédio e repassar recursos para contratação de profissionais qualificados para o atendimento dessas crianças”, diz.
Segundo a fundadora da creche, Noemi Rodrigues, é muito difícil as crianças que sofreram abusos serem adotadas, já que a própria família muitas vezes as rejeita. Ainda segundo ela, é feito um trabalho pedagógico, ambulatorial e educacional antes da adoção. A permanência no abrigo varia de três meses a dois anos.
A creche é uma organização não governamental (ONG), que atua em parceria com o governo do Estado e a Prefeitura de Belém, além de receber apoio de empresários e universidades. A Cordeirinhos de Deus abriga não só crianças em risco social, que são levadas pelo Conselho tutelar, mas também as que não têm onde ficar durante o dia ou não conseguem vagas nas creches da capital.
Outro segmento que o espaço também atende são as crianças que vêm do interior para se tratar de doenças graves em Belém. Para manter o espaço funcionando com padrões de higienização, atendimento médico e acompanhamento psicossocial, a creche tem um corpo multidisciplinar formado por pedagogos, psicólogos, assistentes sociais e professores.
Quem quiser ajudar a Creche Casa Lar Cordeirinhos de Deus pode levar as doações diretamente ao local ou entrar em contato pelos telefones 3249-7376 e 8831-3163, ou entrar em contato pelo e-mail crechelarcordeirinhodedeus@hotmail.com.

Texto:
Inara Soares-Seas

Santa Casa comprova que todos
os pacientes estão sendo atendidos


Colocar em funcionamento, o mais rápido possível, a nova Unidade de Terapia Intensiva da Neonatologia (UTI-Neo), com 10 leitos; contratar equipe multiprofissional de saúde para atuar na UTI-Neo e, nos próximos meses, a publicação de uma chamada pública, válida para todo o país, com o objetivo de contratar médicos pediatras para atuação na Santa Casa, são algumas das medidas anunciadas nesta terça-feira (24), pela secretária adjunta de Estado de Saúde Pública, Heloísa Guimarães.
Acompanhada pela direção da Santa Casa de Misericórdia do Pará, a secretária abriu os portões instituição a profissionais da imprensa, para mostrar a todos a real situação do hospital, um dos mais antigos do Estado, e que continua atendendo a maioria dos pacientes, nas áreas de Obstetrícia e Neonatologia, que procuram o atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
A secretária assegurou que, ao contrário de denúncias feitas pelo Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa), não há falta de atendimento a pacientes e, muito menos atendimento médico a recém-nascidos (RN) nos corredores do hospital. Heloísa Guimarães mostrou aos jornalistas que não procede a informação de superlotação no setor de Neonatologia. A gerente do setor, Vânia Cecília Pinto, disse que a lotação está dentro do limite e todas as crianças internadas recebem o atendimento médico adequado.
Heloísa Guimarães anunciou também que serão priorizados os exames de tomografia na UTI Neonatal; autorizado, em caráter excepcional, o pagamento de plantões extras a médicos para a nova UTI-Neonatal, e a aquisição de  ecocardiograma portátil para a realização de exames nos leitos.
Demanda - A secretária adjunta de Saúde Pública, que deu expediente na Santa Casa nesta terça-feira, informou que a taxa de ocupação da Santa Casa é de 95%, mas há momentos de pico na ocupação de leitos. “Principalmente porque na Região Metropolitana de Belém as outras maternidades reduziram o atendimento e, com isso, os pacientes recorrem à Santa Casa, ocasionando momentos de lotação”, acrescentou.
Em relação aos cuidados médicos, Heloísa Guimarães destacou que a Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) determina um médico para cada 10 leitos de UTI, mas na Santa Casa há dois médicos para cada 10 leitos.
Carmem Peixoto, gerente do setor de Triagem da instituição, disse que aumentou o número de pessoas atendidas em julho. “Em média, fazemos 900 atendimentos em julho, mas até ontem (23) já foram atendidos na Triagem 2.728 pacientes, com 849 internações. Temos feito de tudo para dar um bom atendimento ou encaminhar para hospitais conveniados com o SUS, mas nunca deixamos de atender ninguém", assegurou a gerente.
Ana Marta, gerente do setor de Obstetrícia, garantiu que não há problema no atendimento ou nas instalações da Santa Casa. “O que há é a falta de profissionais trabalhando em outros hospitais e falta de leitos. Por isso pedimos uma maior atenção aos municípios quando enviarem suas parturientes para a Santa Casa, para que mandem pacientes realmente de alto risco, e fazer isso apenas depois de checar se há leitos disponíveis”, orientou Ana Marta.
Atenção Básica - Eunice Begot, presidente da Fundação Santa Casa, afirmou que muitas internações na UTI Neonatal poderiam ser evitadas, caso as gestantes fizessem um bom pré-natal nas Unidades Básicas de Saúde de seus municípios.
Segundo ela, “50% das mulheres que procuram a Santa Casa são de Belém, e o restante é do interior. Se houvesse o comprometimento dos municípios com a Atenção Básica e o pré-natal de qualidade, teríamos capacidade de atender aos casos mais graves”.

Texto:
Samuel Mota-Santa Casa

Uepa divulga resultado preliminar
de programa de iniciação científica
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) divulgou nesta terça-feira (24) o resultado preliminar das propostas submetidas para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica Pibic/ CNPq/ Uepa, que compreenderá as seguintes modalidades: Pibic/ CNPq/ Uepa, Pibic/ Uepa e Pibic/ Fapespa/ Uepa.
Ao todo, 99 projetos foram analisados e selecionados pelos comitês internos e externos do programa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Uepa. Os pedidos de reconsideração dos resultados serão aceitos até 14 horas de quinta-feira (26). O resultado pode ser conferido no site www.uepa.br. Mais informações: (91) 3299-2228 e 3244-5460 ou e-mail: propesp@uepa.br.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa

Estudantes debatem o papel da
Amazônia na economia global
A discussão sobre o papel da Amazônia na economia global abriu ontem o X Encontro Nacional dos Estudantes de Engenharia Ambiental (ENEEAmb), organizado por alunos da Universidade do Estado do Pará (Uepa) e da Universidade Rural da Amazônia (Ufra). A programação segue até o dia 27, no ginásio da UFRA, com palestras, minicursos e visitas técnicas nos municípios de Barcarena, Salinas, Capitão Poço, Paragominas e os distritos de Mosqueiro e Outeiro.
“A programação é importante porque se trata de um evento nacional que aborda o contexto local. São trocas de conhecimentos e experiências dentro do tema de engenharia ambiental. Desde assuntos técnicos a humanos. Não adianta só falarmos sobre Amazônia se não fizermos algo para mudar. Nós estamos em um congresso para propor melhorias e depois colocá-las em prática’’, afirmou Rafael Mousinho, um dos organizadores do evento.
Dentro da perspectiva da Amazônia na economia global serão abordados ainda temas como consumismo e geração de resíduos; qualidade do ar nas áreas urbanas; situação brasileira frente à utilização de fontes alternativas de energia. “É a oportunidade de conhecer e discutir variados temas polêmicos da região amazônica, desde a exploração e manutenção dos nossos recursos naturais, até potencial energético renovável da região, entre muitos outros assuntos essenciais para quem quer se tornar um entendedor da Amazônia, colocados em prática através de excelentes minicursos e discutidos nas palestras, grupos e trabalhos de discussão, painéis e mesas redondas”, afirmou a estudante Josiane Rocha.
Durante o evento, os alunos da Uepa, em parceira com a Companhia de Reciclagem de Belém, colocaram conteineres para a coleta de resíduos recicláveis e não recicláveis no prédio central e no alojamento da UFRA. Ao término do ENEEAmb, os alunos entregarão os conteineres para a Companhia, que se responsabilizará pela reciclagem. “A estimativa é que recebamos mais de 350 participantes. Já chegaram estudantes de outros estados como Bahia, Santa Catarina e aguardamos outros mais’’, diz a aluna e vice-presidente do ENEEAmb, Karol Azevedo.
Para animar o público e levá-los a conhecer a Amazônia, os alunos da Uepa e UFRA prepararam uma programação cultural e visitas técnicas nas empresas em Barcarena, Salinas, Capitão Poço, Paragominas, Mosqueiro, Outeiro e Belém.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa

Pro Paz implanta polo de
atendimento na Sacramenta
Em parceria com o Instituto de Artes do Pará (IAP), o Pro Paz implanta mais um polo de atendimento nesta semana semana. O espaço, que vai funcionar na Praça Doroty Stang, tem como objetivo garantir a redução dos índices de violência e disseminar a cultura de paz, através de um trabalho de prevenção que atende adolescentes que moram em áreas de risco. O espaço tem quadras esportivas, academia de ginástica e salas de informática, onde vão funcionar atividades sócio-educativas de esporte, arte, cultura e lazer. O atendimento é destinado a adolescentes de 16 a 29 anos, que moram nos bairros da Sacramenta, Barreiro, Val de Cans e Telegráfo.
A expectativa é que cerca de 600 pessoas pratiquem no local, modalidades de futsal, vôlei, basquete, handebol, vôlei de areia, skate, além de atividades de arte e cultura. O infocentro vai proporcionar à comunidade a inclusão digital, funcionando como espaço para pesquisa através de acesso a internet, além de cursos de informática. A novidade é que, além das atividades fixas oferecidas pelo Pro Paz, o espaço também será cedido para a comunidade (jovens e terceira idade, ONG, grupos de jovens), que terão dias e horários específicos para utilizar o Polo, conforme agendado na administração. O espaço terá policiamento 24 horas com uma base da polícia militar no local.

Pinduca encerra 6º Festival
Cultura de Verão em Belém
“Um show muito animado, muito alegre, um show de verão!”, diz Pinduca, sobre a apresentação desta quarta-feira, 25, que acontece no Píer das Onze Janelas, encerrando a programação do 6º Festival Cultura de Verão em Belém. O eterno Rei do Carimbó aproveita a oportunidade para fazer o lançamento de seu mais novo álbum, “Disco Caseiro”, somente com música inéditas. O repertório é basicamente de carimbó e todas as músicas foram compostas pelo próprio artista. “É tudo novo”, antecipa.
A noite vai ser mesmo de carimbó. Abrindo a programação musical está o grupo Raiz de Cafezal, criado em 2004 pelo músico e produtor Cláudio Albuquerque, com o objetivo de preservar o toque tradicional do curimbó herdado pelos mestres da Vila de Cafezal, no interior do Estado. Os instrumentos percussivos são produzidos de forma artesanal pelos integrantes do grupo.
O universo dos vendedores de rua está no show do grupo Quaderna, segunda atração musical do Píer. O mais recente trabalho deles é resultado da Bolsa de Pesquisa e Experimentação Artística do Instituto de Artes do Pará (IAP), concedida no ano passado. “Antigamente a música tinha muita influência desses trabalhadores. Mas com as mudanças na configuração urbana, essa influência foi se tornando cada vez mais rara. No entanto, alguns ainda resistem”, explica Allan Carvalho, um dos integrantes do Quaderna.
O show mostra ao público composições inspiradas neste universo e que estarão no novo disco do grupo, que deve ser lançado até 2013. O Quaderna também traz de volta canções de seu disco de estreia, produzido em 2006 a partir de uma pesquisa sobre a influência da música nordestina na Amazônia. Integram o grupo os músicos Sílvio Barbosa (flauta e sax), Ziza Padilha (guitarra), Bruno Mendes (bateria), Abel Oliveira (contrabaixo) e Cincinato Jr. (voz). Allan Carvalho faz voz e violão.
AUDIOVISUAL
Antes dos shows no Píer das Onze Janelas, o público poderá prestigiar a projeção de três episódios do programa Catalendas, produzido pela TV Cultura do Pará e In Bust Teatro com Bonecos, e ainda os curtas de animação “Admirimiriti” e “Nossa Senhora dos Miritis”, de Andrei Miralha.
TEATRO
No Espaço Cuíra o espetáculo “Pró-Ensaio Geral”, do Bando de Atores Independentes (BAI), encerra a programação teatral do festival. O espetáculo mistura comédia, drama, pastelão e escracho para contar a história de Científica, mãe de Divina, uma transexual que deseja realizar um sonho: ser atriz e montar um grande espetáculo. Divina, que perdeu o pai aos seis anos e foi criada pela mãe, é hoje uma artista da noite, que faz dublagens de grandes divas da música.
A peça tem direção de Vandiléia Foro e traz no elenco Maurício Franco, Malu Rabelo e Sandra Perlin. A dramaturgia é de Maurício Franco e Sandra Perlin. Figurino de Maurício Franco, iluminação de Malu Rabelo, sonoplastia de O Bando e produção de Rafael Couto.
Serviço: 6º Festival Cultura de Verão. Shows de Raiz de Cafezal, Quaderna e Pinduca, no Píer das Onze Janelas, a partir de 20h. Antes haverá exibição de episódios do Catalendas e dos curtas de animação “Admirimiriti” e “Nossa Senhora dos Miritis”, de Andrei Miralha. No Espaço Cuíra (Rua Riachuelo, esquina da 1o de Março), às 19h, espetáculo “Pró-Ensaio Geral”, do Bando de Atores Independentes (BAI). Entrada franca. Realização: Cultura Rede de Comunicação.

Texto:
Márcia Carvalho-Funtelpa

IML conclui laudo de exumação
cadavérica do menino Kelvys
O Instituto Médico Legal (IML) do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves concluiu na manhã desta terça-feira, 24, o laudo da exumação cadavérica do garoto Kelvys Simão dos Santos, de dois anos de idade, morador da ilha de Cotijuba, que veio a óbito no Hospital Abelardo Santos, distrito de Icoaraci, no dia 1º de junho. A morte da criança foi motivo de comoção depois que familiares afirmaram que ele teria "acordado" quando estava sendo velado. O garoto chegou a ser levado novamente para o hospital, onde foi constatado o óbito da criança. No entanto, por conta da polêmica que o caso gerou, foi aberto um procedimento de investigação e solicitada a exumação do corpo.
O laudo foi encaminhado para o delegado Rogério Moraes, titular da Delegacia de Ordem Administrativa (DOA), vinculada à Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe), que solicitou a exumação do corpo da criança e preside as investigações do caso. Isso não encerra, no entanto, o inquérito policial que visa esclarecer dúvidas relacionadas à morte do menino, que a família afirma ter sido resultado de negligência médica. “As informações técnicas do laudo serão somadas às informações adquiridas durante os depoimentos, para que eu possa dar o parecer final”, explica o delegado.
Cerca de 20 pessoas foram ouvidas pelo delegado Rogério Moraes, até o momento. Na primeira fase da investigação, o delegado ouviu os pais da criança, Antônio Carlos Santos e Telma Simão Costa e a tia de Kelvys, Maria da Conceição Santos. Os médicos da Unidade de Saúde de Cotijuba e do Hospital Abelardo Santos, de Icoaraci, locais onde Kelvys foi atendido, assim como o funcionário da funerária que teve contato com o corpo, também foram ouvidos.
Na segunda etapa do trabalho policial, na ilha de Cotijuba, novas testemunhas, entre elas, o avô do garoto, puderam conversar com o delegado. Ele não descarta, porém, a necessidade de novas oitivas. “Tudo dependerá do resultado do laudo do IML”, afirma a autoridade policial. Segundo ele, é possível que o caso seja encerrado em até 24 horas após a análise das informações técnicas.
Exumação
A exumação, ato de desenterrar cadáveres, acontece nos casos em que as autoridades policiais ou de Justiça levantam novos fatos no decorrer de investigações de cunho criminal e que podem ajudar na elucidação de um crime. O profissional responsável por executar este tipo de perícia é o perito médico legista, em um trabalho conjunto com peritos de odontologia e antropologia legal e auxiliares técnicos de perícia.
O processo de exumação se dá de forma integrada, sempre com o auxílio do corpo técnico envolvido, acompanhado por um aparato policial, já que se trata de um procedimento investigativo. O médico e os auxiliares coletam fragmentos de órgãos fundamentais para o funcionamento do corpo humano, como parte do coração, pulmão, fígado e rins, que são submetidos a exames histopatológicos, em um laboratório especializado de Belém, que podem apontar a causa da morte de um indivíduo.
A parte que envolve as áreas odontologia e antropologia legal também é fundamental para o sucesso das exumações cadavéricas quando há necessidade de identificar um corpo. No decorrer do procedimento, são coletados fragmentos de arcada dentária e ossos, com o objetivo de confrontar a coleta com dados científicos padronizados, que servem de base para a finalização de um laudo.
Segundo o médico legista e coordenador de perícia no morto do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, José Arimatéia, a análise de corpos já enterrados é complexa. “Geralmente exumamos corpos enterrados há muito tempo e que já se encontram em estado de putrefação, o que prejudica muito a qualidade do material coletado. Por conta disto, as perícias realizadas em exumações tendem a ser mais minuciosas e detalhadas, pois dependemos basicamente do resultado laboratorial dos fragmentos coletados. O caso do garoto Kelvys é mais complicado ainda, já que ele não foi submetido à perícia necroscópica no IML. Neste caso, respondemos no laudo os quesitos levantados pela autoridade policial na solicitação da perícia, confrontando com o resultado das análises histopatológicas”, detalha.

Texto:
Aycha Nunes-Polícia Civil

Procon inscreve para curso virtual
A Diretoria de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon/Pa) inscreve até o próximo dia 9 de agosto, interessados a participar do curso virtual “Jovem Consumidor”. O workshop sobre educação financeira será realizado de 18 de setembro a 6 de novembro e destina maior atenção para os direitos do consumidor. Apesar de ser direcionado aos jovens, consumidores de qualquer faixa etária podem se inscrever.
As informações reunidas no curso são organizadas em linguagem acessível e buscam capacitar jovens para que possam tomar decisões de forma mais madura e refletida nas situações de consumo. Com um total de 60h, os módulos englobam temas que vão desde ensino particular à internet e redes sociais. Questões que envolvam saúde, higiene e consumo sustentável também serão abordados neste período. Ao concluírem o curso, os alunos receberão um certificado, que será disponibilizado no ambiente virtual para impressão. Os interessados devem preencher a ficha disponível no site www.procon.pa.gov.br e entregá-la na Divisão de Educação e Projetos do Proconlocalizada no 3° andar da Sede da Diretoria, que por sua vez está situada na Tv. Castelo Branco, 1029. A ficha também pode ser enviada ao e-mail: proconatend@procon.pa.gov.br.
Ação de vandalismo começa a
imperar no Portal da Amazônia




 Nem ainda ‘esfriou’ o clima da inauguração da primeira parte do Portal da Amazônia, os atos de vandalismo começam a imperar no local, e alguns banheiros de alguns quiosques que ainda não possuem zeladores em seus WC já tiveram a marca ‘indelével’ destes malfeitores. Torneiras com suas cabeças arrancadas, portas dos banheiros tombadas e até mesmo embarcações aportadas em locais onde as placas indicam para que não ocorram. Se a Prefeitura de Belém não tomar providências, logo, logo, toda essa beleza se apagará como num passo de mágica.

Estação faz tributo à Legião
Urbana para celebrar
o rock nacional


Para celebrar o rock nacional, neste sábado (28), a partir das 19 horas, o Cine Estação apresenta o documentário “Rock Brasília – Era de Ouro”, que aborda a construção cultural e ideológica da capital federal e a busca de um lugar de destaque no cenário brasileiro na década de 1980. Após a exibição, haverá um tributo à Legião Urbana, com entrada franca. A banda Tomarock interpretará canções que marcaram a década, no Boulevard 3, da Estação das Docas. A classificação é de 12 anos.
A década de 1980, marcante pela efervescência da cena cultural, viu surgir grandes movimentos, principalmente no cenário musical. Nessa década, nasceram grupos como Legião Urbana, Capital Inicial e Plebe Rude, que desempenharam o papel de heróis para a juventude ao superar os obstáculos e alcançarem o reconhecimento na cena nacional.
Em 111 minutos, “Rock Brasília – Era de Ouro” narra com imagens do arquivo pessoal do diretor Vladimir Carvalho, gravadas desde 1980, este processo a partir de entrevistas com Renato Russo, Dado Villa-Lobos e Marcelo Bonfá, da Legião Urbana; Dinho Ouro Preto, Fê e Flávio Lemos, do Capital Inicial; e Philippe Seabra, do Plebe Rude. O documentário também traz depoimentos de Herbert Vianna, do Paralamas do Sucesso, e Caetano Veloso.
Após a exibição do filme, começa o tributo especial à Legião Urbana, com apresentação da banda Tomarock, que reviverá as melhores canções da banda que virou sinônimo de ousadia para toda uma geração, como “Pais e filhos”, “Que país é esse?”, “Será” e “Há tempos”, entre outras. O público será agraciado também com canções do Capital Inicial, Plebe Rude e Paralamas do Sucesso.
Segundo o vocalista da Tomarock, Floriano Neto, os clássicos que compõem o repertório do show sintetizam a discografia do grupo brasiliense. “A Legião Urbana é considerada uma das mais importantes representantes do rock nacional na década de 1980. Ela influenciou muitas bandas que surgiram depois. Para nós, foi uma responsabilidade grande sintetizar esse repertório de grandes sucessos em uma apresentação de cerca de uma hora”, diz.
Segundo a presidente da Organização Social Pará 2000, Gabriela Landé, o tributo à Legião Urbana foi pensado para aliar música e cinema ao público da Estação. “Ano passado, após a exibição do filme ‘Garotos de Liverpool’, tivemos a apresentação da banda Beatles Forever, com um tributo aos Beatles, e resolvemos resgatar essa feliz experiência. A ideia é proporcionar ao público da Estação um prolongamento de filmes com temática musical, aliando a música à Sétima Arte”, afirma.
Serviço: exibição de “Rock Brasília – Era de Ouro”. Sábado (28), a partir das 19h, no Cine Estação (teatro Maria Sylvia Nunes, da Estação das Docas). Ingressos: R$ 8 (com meia-entrada para estudantes). Em seguida, tributo à Legião Urbana, no Boulevard 3 da Estação, com a banda Tomarock. Entrada franca. Informações: (91) 3212-5660 e 2312-5525.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000

Eventos da área médica podem trazer
mais de 37 mil visitantes a Belém
Eventos que reúnem profissionais da área médica poderão trazer mais de 37 mil visitantes a Belém, atesta o relatório apresentado pelo Belém Convention & Visitors Bureau (BCVB) referente ao 1º Encontro de Dirigentes de Entidades Nacionais e Internacionais, que aconteceu durante a sexta edição da Feira Internacional de Turismo da Amazônia (FITA 2012), entre os dias 21 e 24 de junho, no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia.
Socorro Costa, presidente da Paratur, ressaltou a importância do relatório, assinado pelo diretor executivo do BCVB, Cézar Coimbra. “Os dados são muito positivos e mostram que foi correta a estratégia de marketing da Paratur ao investir também durante a Fita na participação de realizadores de eventos”, afirmou ela.
O encontro, que contou com a participação de dirigentes de entidades médicas nacionais e internacionais, teve o objetivo de promover Belém e divulgar o Pará, com seu potencial para realização de eventos promovidos por essas entidades. A Fita foi uma promoção do Governo do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Companhia Paraense de Turismo (Paratur).De acordo com a organização, o encontro teve seu objetivo plenamente alcançado, o que vem sendo confirmado pelos testemunhos recebidos após o evento, como o de Eugênio Costa de Souza, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Urologia. “Voltei desta viagem muito impressionado com o que vi em Belém, convencido da estrutura para a realização de grandes eventos médicos. A SBU estará ciente do potencial da cidade e região”, afirmou em correspondência enviada ao BCVB após sua passagem pela capital paraense. Os participantes também ressaltaram a organização da Fita.Da reunião participaram representantes de 22 sociedades e associações com abrangência internacional e nacional, que até 2017 devem realizar cerca de 80 eventos, incluindo congressos, cursos, jornadas, simpósios e premiações, para um público estimado em 130 mil pessoas. As entidades demonstraram grande interesse em realizar pelo menos 15 eventos em Belém, atraindo mais de 37 mil participantes.
Outra grande vantagem para Belém é a realização de grandes eventos no país, como a Copa do Mundo de Futebol, as Olimpíadas e a Jornada Mundial da Juventude. A Copa de 2014, por exemplo, trará visitantes à cidade de Manaus (AM), subsede do evento, e consequentemente para a vila de Alter do Chão, no município de Santarém, no oeste paraense, com suas praias ao longo do Rio Tapajós.Resultados – Dados da Paratur e Setur, fornecidos pela Strategic Consulting, empresa contratada para executar a Bolsa de Negócios na Fita, mostram que 45 suppliers participaram do evento, sendo 62,22% do Pará, 6,66% da Região Norte, 15,55% do Nordeste e 2,25% do Centro-Oeste. O Sudeste foi representado por 6,66% e o Sul por 6,66%.
A expectativa de geração de negócios para a próxima temporada, segundo os realizadores da Fita, é de US$ 60.302.000,00. No prazo de 90 dias os suppliers receberão uma pesquisa, cujo conteúdo abordará a efetivação de negócios iniciados na Fita 2012. Ao todo foram marcados 299 encontros entre suppliers e buyers, além de agendas espontâneas. Um bom exemplo foi o encontro de representantes da Martinica com a agência Amazon Star Turismo, especializada em receptivo de fluxo da França Metropolitana e seus departamentos ultramarinos.A Martinica despertou interesse, inclusive, pelo Passaporte Pará, produto turístico lançado pelo Governo do Pará durante a Fita. A notícia foi dada aos dirigentes da Paratur e Setur durante uma reunião com a delegação de empresários e o Governo da Martinica, na penúltima noite do evento, no Hangar.

Texto:
Benigna Soares-Paratur

Governo do Estado institui o ICMS
Ecológico aos municípios paraenses
Com a publicação da Lei 7.638, no Diário Oficial do Estado do dia 16 deste mês, o governo do Estado instituiu o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) Ecológico, que oferece tratamento especial aos municípios que atuam na preservação do meio ambiente.
“A lei sancionada pelo governador Simão Jatene prevê que o Pará incluirá, entre os critérios de repasse da receita da cota parte do ICMS pertencentes aos municípios, além do valor agregado, da proporção da população e da superfície territorial, o tratamento especial de que trata o § 2º do artigo 225 da Constituição do Estado”, explica o secretário de Estado da Fazenda, José Tostes Neto.
Passarão a ser beneficiados os municípios que abriguem unidades de conservação e outras áreas protegidas. Estas unidades são previstas no Sistema Nacional de Unidades de Conservação da Natureza, assim como as demais áreas protegidas integrantes do Sistema Estadual de Biodiversidade e Áreas Protegidas, como as estradas cênicas, os rios cênicos, as reservas de recursos naturais, as áreas de populações tradicionais e terras indígenas, as áreas de preservação permanente e de reserva legal.
O Poder Executivo vai regulamentar a lei num prazo de 120 dias. O artigo 3º prevê que, para fruição do tratamento especial de que trata a Lei do ICMS Ecológico, cada município deverá organizar e manter seu próprio Sistema do Meio Ambiente.
A arrecadação do ICMS, principal imposto estadual, é repartida entre Estados e municípios, ficando 75% para o Estado e 25% destinado aos municípios. Os Estados podem, por legislação própria, regulamentar os critérios de distribuição, podendo incluir critérios de proteção ao meio ambiente.
O ICMS Ecológico usará critérios de caráter ambiental para estabelecer o percentual que cada município tem direito a receber, quando do repasse constitucional, de no máximo ¼ da cota parte do ICMS pertencente aos municípios.
Os critérios técnicos de alocação de recursos e os índices percentuais relativos a cada município serão definidos e calculados pelo órgão ambiental estadual. Para a fixação dos índices percentuais a serem atribuídos a cada município, será considerada a existência e o nível de qualidade ambiental e de conservação de cada área protegida e seu entorno, existente no território municipal, bem como da participação e melhoria da qualidade de vida das populações tradicionais, pelo apoio prestado pelo município ao seu desenvolvimento sustentável.
A aplicação da Lei será  progressiva. Os índices percentuais por município, relativos ao critério ecológico, serão calculados anualmente, de acordo com as alterações ambientais quantitativas das áreas protegidas.
Embora a lei entre em vigor imediatamente, os efeitos do artigo 8º, que dispõe sobre critérios e prazos de créditos e repasse da cota-parte das parcelas do ICMS e outros Tributos da Arrecadação do Estado, só passará a vigorar a partir de 2015, quando a distribuição do valor definido no artigo 3º da lei da cota parte (1/4) referente à receita a ser repassada aos Municípios passará a ser feita da seguinte forma: 7% distribuídos igualmente entre todos os municípios; 5% na proporção da população do seu território; 5% na proporção da superfície territorial; 8% de acordo com o critério ecológico.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa

Mudanças no trânsito em
Icoaraci-A​ção Educativa
Nestas terça e quarta-feira, 24 e 25 de julho, a partir das 09h, a Agência Distrital de Icoaraci (Adic) em parceria com a Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) realiza uma ação educativa para conscientizar e orientar a comunidade do Paracuri I e II, sobre as alterações no trânsito que serão efetuadas na Travessa Berredos, no trecho da  6ª Rua (Santa Izabel) a 7ª Rua  (2 de Dezembro), a partir da próxima quinta-feira,26, em virtude de obras no local.
A mudança no trânsito é necessária para a construção de uma ponte,em  continuidade às obras do Programa de Aceleração do Crescimento - PAC no distrito.
Mais de 20 agentes da Seurb e da Adic, em parceria com lideranças comunitárias locais estarão nas ruas dos bairros do distrito fazendo o trabalho de orientação, inclusive com a distribuição de material educativo sobre a interdição da travessa.
Trecho - A interdição do trânsito na Travessa Berredos será total, ou seja, atingirá tanto o transporte público quanto os carros particulares. Como vias alternativas, os condutores terão as as ruas Souza Franco, 8 de Maio e Juvêncio Sarmento, que passarão a ter dois sentidos. Essa alteração no trânsito terá duração de aproximadamente 20 dias.

Soure e Salvaterra recebem ações
de educação e fiscalização no trânsito
Pelo segundo ano consecutivo, os municípios de Salvaterra e Soure, no Arquipélago do Marajó, recebem a equipe de Educação no Trânsito durante as férias de julho, desde o último dia 09, como parte da operação "Verão na Paz é a gente que faz”, realizada pelo Governo do Estado. As ações educativas são voltadas à população em geral, mas com ênfase no público infantil.
Em Salvaterra foi montado um estande do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PA) na Praça Magalhães Barata, que recebe, em média, 200 crianças por dia. As atividades incluem desde desenhos, vídeos e pinturas educativas a performances teatrais que privilegiam a interação com o público. Em Soure, as mesmas atividades são realizadas, mas de forma itinerante.
Durante o dia, na Rodovia PA-154, onde o fluxo de carros é intenso, são feitas blitzes educativas pelo setor de fiscalização do Detran em parceria com a Polícia Militar. Na abordagem, o grupo de arte-educadores interage com os condutores e pedestres, com o objetivo de humanizar o trânsito.
João Veiga, gerente de Cultura de Trânsito do Detran e coordenador da equipe em Salvaterra e Soure, informou que as programações contam com a aprovação das crianças e de seus pais, além de mudar a visão que geralmente as pessoas têm do Detran, de um órgão que apenas fiscaliza e autua. “As crianças saem daqui com uma nova mentalidade, uma nova cultura de trânsito, chegando a orientar os pais a não conduzirem os veículos sem cinto de segurança, sem capacete e, tampouco, alcoolizados. Nós estamos aqui para educar e depois cobrar”, ressaltou.
Aprendizado - Para a pedagoga Geisa Tavares, responsável pelas palestras e vídeos destinados às crianças no estande, o público infantil participa e traz  junto os pais, que se entretêm com as atividades. “Eles estão vendo os filhos aprendendo e percebem a responsabilidade que têm de não fazer errado, a fim de dar o exemplo”, frisou.
A funcionária pública Vanessa Castro, 30 anos, que está passando as férias em Salvaterra com os filhos Victhor, 7, e Rafahel, 5, contou que as crianças estão animadas com a programação e, principalmente aprendendo, pois quando chegam em casa contam o que acontece no estande e querem voltar todos os dias. “Nós estamos percebendo que o objetivo de educar sobre o trânsito está sendo atingido, pois eu vejo que meus filhos estão mais cuidadosos na hora de atravessar a rua e, o mais importante, estão repassando as informações adquiridas aqui. Tenho certeza que eles vão levar isso para o dia a dia”, afirmou.
Segundo João Veiga, 80% da frota de veículos desses municípios são de motocicleta e a maioria das ocorrências é relacionada ao transporte inadequado de crianças, superlotação e condução de veículos sem habilitação. “É uma ação cultural que tem que ser promovida, e quanto mais ações fizermos mais próximo ficaremos de mudar esse quadro”.
Fiscalização - Complementando as atividades de educação, as ações de fiscalização começaram nos dois municípios no último dia 18, com o apoio da Polícia Militar. O aumento do fluxo de veranistas nos dois últimos fins de semana do mês de julho intensificou os trabalhos, que estão sendo feitos principalmente na PA-154, rodovia que vai da foz do Rio Camará, em Salvaterra, à Praia do Pesqueiro, em Soure.
Durante o primeiro fim de semana de fiscalização muitas abordagens foram feitas. Segundo o agente Peter Pereira, chefe da equipe de Soure e Salvaterra, o maior número de incidências está relacionado a condutores sem habilitação, motociclistas sem capacete ou excesso de lotação. Os agentes autuam e orientam sobre a importância de não infringir as leis. “A educação e a fiscalização têm que andar juntas”, afirmou Peter Pereira.
Suellem Lima foi autuada por conduzir crianças em seu carro sem o dispositivo de retenção (a cadeirinha), prevista na Resolução 277 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran). Apesar da autuação, Suellem também recebeu orientações sobre a importância do uso dos dispositivos, o que a fez reconhecer a infração. “Não tenho cadeirinhas no carro, mas percebo que elas são imprescindíveis para a segurança das crianças”, disse ela. As equipes de educação e fiscalização ficam em Soure e Salvaterra até 31 de julho.

Texto:
Edson Matoso-Detran

Detran intensifica fiscalização
no fim de semana em Salinas

Uma equipes de 50 agentes de fiscalização e sete viaturas do Departamento de Trânsito do Estado (Deran) esteve no fim de semana no município de Salinópolis, em parceria com a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Civil e Polícia Rodoviária Estadual (PRE), executando ações de segurança na operação Verão na Paz, do governo do Estado. No município, o Detran mantém um posto de atendimento em frente ao quartel do Corpo de Bombeiros.
O condutor flagrado com alguma irregularidade, como o licenciamento do veículo vencido, pode regularizar a situação no posto e depois seguir viagem. Durante o fim de semana, os agentes de fiscalização fizeram diversas abordagens na praia do Atalaia, sobretudo aos pais e responsáveis sobre a proibição do uso de quadriciclos por menores. Também fazem alertas sobre o uso do capacete para condutores e passageiros de motos e do dispositivo de retenção obrigatório nos veículos de passeio para as crianças de até 7 anos e meio, conhecido como “cadeirinha”.
O coordenador de Operações do Detran, Rodolfo Ferreira, ressaltou que as leis de trânsito devem ser respeitadas em áreas urbanas ou na zona rural. Dentre as infrações mais cometidas neste mês estão a falta do uso do cinto de segurança por condutores e passageiros, uso do celular ao dirigir e ultrapassagem em lugar não permitido.
No período da noite, em parceria com a PRE, o Detran fez ação preventiva no sentido de diminuir a incidência de acidentes provocados por embriaguez no trânsito, alertando que dirigir sob efeito de álcool é infração gravíssima prevista no artigo 165 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB), cujas penas são multa de R$ 957,70 e suspensão do direito de dirigir por doze meses.
O Detran alerta também que conduzir veículo com o licenciamento em atraso é infração gravíssima, prevista no artigo 230 do CTB, que gera uma multa de R$ 191,54 e registro de sete pontos na carteira de habilitação do dono do veículo.
Para o aposentado Raimundo Silva, 67, “o Detran precisa estar presente nas estradas e balneários ou fazendo trabalho de orientação para os motoristas. Aqui no Atalaia dá para observar os resultados, já que tenho visto jovens andando de quadriciclo com capacetes. Significa que as ações estão surtindo efeito”, comentou.

Texto:
Edson Matoso-Detran

Detran promove ações
educativas e preventivas
em Salinópolis
A Coordenadoria de Educação do Departamento de Trânsito do Estado (Detran) fez abordagens e ações educativas diversas no terceiro fim de semana de julho, durante a operação Verão na Paz. As atividades se concentram na orla do Maçarico, em Salinópolis, de quinta-feira a domingo, e se estendem até o último fim de semana do mês.
Um estande coberto foi montado na orla para atividades infantis lúdicas sobre educação no trânsito, nas linguagens de cinema, pintura corporal, desenhos, teatro e jogos educativos. Os visitantes também puderam visitar a Trânsitolândia, uma minicidade que simula a dinâmica do trânsito envolvendo motoristas e pedestres nas ruas e as sinalizações semafóricas (horizontal e vertical).
A professora Lurdes Costa, 36, mãe de Tiago e Ana Luisa, de 7 e 9 anos, respectivamente, gostou da iniciativa. “A forma lúdica de se trabalhar esta temática é altamente absorvida pelas crianças, pois elas aprendem como se comportar corretamente no trânsito de forma descontraída. O material distribuído está bem elaborado de acordo com a faixa etária. O Detran está de parabéns”, disse.
A técnica em educação do Detran responsável pela ações no município, Clarice Pinto, informou que cerca de 260 crianças visitam o espaço por dia e são assistidas por 14 agentes de educação e seis arte-educadores. As ações educativas são referência para muitas crianças que passam as férias escolares no balneário.
“Uma criança que cresce em contato com ações educativas de trânsito pratica essa educação no dia a dia e cobra do adulto que ele tenha a mesma postura. Essa ação é considerada potencial formador de opinião da forma correta de se portar no trânsito”, ressaltou. No período da manhã, os agentes de educação e os arte-educadores fizeram abordagens educativas no trânsito. Condutores e passageiros receberam orientações sobre o uso do cinto de segurança e do capacete, a importância de atravessar na faixa de pedestre e a perigosa combinação de álcool e direção.
“As abordagens têm como objetivo principal fazer com que o motorista e os passageiros se sintam responsáveis pelo bom comportamento no trânsito. É um momento de reflexão sobre a importância de conhecer e respeitar as leis, que precisam ser assumidas por todos nós”, afirmou.

Texto:
Edson Matoso-Detran

Processos seletivos da Uepa
inscrevem a partir de 7 de agosto
De 7 de agosto a 9 de setembro, a Universidade do Estado do Pará (Uepa) está com inscrições abertas para o Processo Seletivo (Prosel) 2013 e para o Programa de Ingresso Seriado (Prise). As inscrições serão feitas somente pelos sites www.uepa.br ou www.prodepa.psi.br/uepa. o período é o mesmo para os candidatos contemplados com isenção parcial ou integral da taxa.
Os editais da seleção foram publicados nesta segunda-feira (23), no Diário Oficial do Estado. O Prosel é específico para alunos concluintes do ensino médio, enquanto o Prise é destinado para quem está cursando uma das três séries. Os candidatos isentos têm de informar o número da solicitação de isenção com as três primeiras letras do nome.
No ato da inscrição, o candidato pode optar por língua inglesa, espanhola ou francesa; sem a opção definida, espanhol é automaticamente selecionado. A taxa de inscrição para o Prosel é R$ 60 e para o Prise, R$ 35. O pagamento deve ser feito em qualquer agencia bancária, casas lotéricas, caixas eletrônicos, redes de serviços de farmácias e postos de autoatendimento, no período de 7 de agosto a 10 de setembro. A inscrição só será confirmada após o pagamento.
A Uepa vai homologar as inscrições até o dia 24 de outubro. Após 5 de novembro, os candidatos que acessarem www.uepa.br ou www.prodepa.psi.br/uepa poderão imprimir o cartão de confirmação de inscrição. Caso a inscrição não tenha sido homologada, o candidato deve se dirigir a Reitoria da Uepa entrar em contato pelo e-mail correto@uepa.br até 9 de novembro.
O candidato com necessidades especiais deve indicar no momento da inscrição os recursos necessários para que justifique o atendimento diferencial. Após preencher o formulário eletrônico, o candidato apresentar, pessoalmente ou via Sedex, no protocolo da Diretoria de Acesso a Avaliação (DAA) da Uepa (Rua do Una, 156, Telégrafo), os seguintes documentos: formulário de solicitação de atendimento especial disponível no site da Uepa; laudo médico no original ou em cópia autenticada emitido nos últimos doze meses; e cópia do documento de identificação.
A primeira fase do Prosel e do Prise será aplicada dia 2 de dezembro. A segunda e a terceira do Prosel seguem, respectivamente, dias 3 e 16 de dezembro. O Prise dá continuidade ao processo de seleção em 2013 e 2014.
No dia da prova, os candidatos devem ter em mãos documento oficial com foto, como a carteira nacional de habilitação, de identidade ou de trabalho. Não serão aceitos CPF, títulos eleitorais, carteira de estudante ou quaisquer documentos ilegíveis ou fotocópias. Caso o candidato esteja impossibilitado de apresentar os documentos originais por perda, roubo ou furto, será necessário apresentar um atestado de registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 dias.

Texto:
Irna Cavalcante-Uepa

Noite dançante embala
Festival Cultura de Verão
São 52 anos de estrada e um repertório que agrada em cheio gregos e troianos: a Banda Sayonara, uma das mais tradicionais do cenário musical paraense, é atração do 6o Festival Cultura de Verão nesta terça-feira, dia 24, no Píer das Onze Janelas. A noite terá ainda shows da cantora Simone Almeida e do Projeto Charmoso, além da exibição do documentário “Brega S/A”, de Vladimir Cunha e Gustavo Godinho. No Espaço Cuíra, o público poderá prestigiar o espetáculo “La Fábula”, da Companhia Madalenas. A realização é da Cultura Rede de Comunicação. Toda a programação tem entrada franca.
É difícil definir o estilo da Banda Sayonara, que se firmou no mercado musical como banda baile, com um repertório eclético que reúne os maiores hits das últimas décadas. Nos últimos anos, no entanto, o grupo tem investido num repertório autoral, que se divide entre canções românticas e calientes. São 23 discos gravados e sucessos como “Quem não te quer sou eu”, “La cumbia sensual” e “Declaração de amor”.
“Mesmo o nosso repertório romântico é dançante”, explica Luciano Bastos, um dos fundadores da Banda Sayonara, que atualmente reúne 14 pessoas no palco, sendo sete músicos, três vocalistas e dois pares de dançarinos. Com uma agenda movimentada, incluindo shows fora do Estado, o grupo também abre espaço para grandes nomes da música produzida no Pará, como Pinduca, Lucinnha Bastos e Alcyr Guimarães.
A programação musical do Píer das Onze Janelas começa às 20h, com show da cantora Simone Almeida, um dos destaques da safra de vozes femininas surgida no Pará a partir de 2000. Seu primeiro disco, “Recado”, lançado em 2003, foi marcado pela canção “Meu grande amor”, do compositor cearense Eudes Fraga, e recebeu indicação ao Prêmio TIM da Música, concorrendo a uma indicação ao Grammy Latino. No mesmo ano ela abriu o Circuito Cultural Banco do Brasil, apresentando-se ao lado de Luiz Melodia.
Em 2004 Simone Almeida foi eleita Melhor Cantora Paraense de MPB no I Prêmio Cultura de Música, que premiou também seu álbum como Melhor CD de MPB. A cantora foi contemplada pelo Programa Rumos, do Instituto ltaú Cultural, e concorreu ao 8° Prêmio Visa de Música Brasileira em 2005, sendo a única representante do Norte do Brasil. Em maio de 2007 lançou o disco “Quando teu amor chegou em mim”. Atualmente Simone Almeida está trabalhando na gravação de dois álbuns, “O Amor Maior” e “Meu Grande Amor”.
A cantora e compositora Nanna Reis e o produtor Pro.efX formam o Projeto Charmoso, segunda atração da noite no Píer das Onze Janelas. Salsas, sambas e cantigas se misturam a sintetizadores e outros elementos eletrônicos para compor uma sonoridade original e cheia de experimentações. Pro.efX integrou bandas de rock antes de decidir, em 1998, dedicar-se a produções eletrônicas inspiradas na cultura jamaicana, unindo os ritmos ragga e jungle, tanto em seu trabalho solo quanto nas colaborações com artistas das mais diversas tendências, como Lia Sophia, Lu Guedes e Gaby Amarantos.
Eleita Melhor Intérprete no 2o Festival de Música Popular Paraense, Nanna Reis está entre as novíssimas representantes do cenário musical paraense. Em 2010 estreou seu primeiro show solo, “Brasilidade”, e vem conquistando o público a cada apresentação. Atualmente é vocalista das bandas Pimentas Inflamáveis e Mahara.
TEATRO
A Companhia de Teatro Madalenas, que no ano passado completou uma década de estrada, mergulha no universo mágico dos contos da literatura universal e do teatro de rua no espetáculo “La Fábula”, que faz releituras de personagens como Dom Quixote e Homem de Lata, sob direção e dramaturgia de Ester Sá. O espetáculo traz no elenco Dina Mamede, Gil Ganesh, Leonel Ferreira e Michele Campos, com direção musical de Armando Mendonça, concepção de figurinos e adereços de Aníbal Pacha e coordenação geral de Leonel Ferreira. “La Fábula” será apresentado às 19h, no Espaço Cuíra (Rua Riachuelo, com 1o de Março), com entrada franca.
Serviço: 6º Festival Cultura de Verão. Programação de terça-feira, dia 24: no Píer das Onze Janelas, shows de Simone Almeida, Projeto Charmoso e Banda Sayonara, a partir de 20h. Antes haverá exibição do documentário “Brega S/A”. No Espaço Cuíra (Rua Riachuelo com 1o de Marco), às 19h, espetáculo “La Fábula”, da Cia. Madalenas. Entrada franca. Realização: Cultura Rede de Comunicação. Programação completa emWWW.festivalculturadeverao.com.br.


Texto:
Márcia Carvalho-Funtelpa

Emater desenvolve projetos
de empreendedorismo
para jovens rurais
Jovens com perfil para o empreendedorismo rural são o público-alvo de projetos que a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) está desenvolvendo no município de Uruará, na região da Transamazônica (BR-230). A idéia é fixar o jovem na propriedade evitando o êxodo rural e promovendo a melhoria da qualidade de vida das famílias.
A experiência já tem apresentado bons resultados, como o registrado com Carlos Alberto Stroher, 18 anos, morador da vicinal 201 Sul. Ele é o primeiro beneficiado na região com os cerca de R$ 10 mil provenientes do do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) na modalidade Jovem, para o custeio de um aviário onde ele cria galinhas caipiras do tipo mistas. O empreendimento proporciona a comercialização das aves e de ovos, além de garantir a segurança alimentar da família.
A criação garante um retorno financeiro de 50%, mas, segundo a Emater é de fundamental importância que sejam utilizadas as técnicas de manejo adequadas, como a divisão do aviário por idade específica, o que gera um melhor rendimento da produção e agiliza no trato com os animais. Utilizando as técnicas adequadas as aves atingem três quilos em quatro meses, quando já estão prontas para o abate. A produção em escala já está sendo comercializada em supermercados e feiras da região. Entre as orientações de manejo oferecidas pela Emater também está a criação de uma ração alternativa para as aves, a fim de diminuir custos. Gastos com ração representam 70% dos custos totais com a criação de galinha.
Segundo Edjane Oliveira, as aves que passam por todo o processo sanitário são criadas no sistema semi extensivo, ou seja, permanecem em uma área cercada de tela onde tem acesso a vegetação e fruteiras, evitando o acesso ao lixo e a fezes de outros animais. “Nossa intenção é atrair outros jovens para o projeto, mesmo que seja com aptidões diferentes, como a criação de suínos ou cacauicultura”, disse Edjane Oliveira, médica veterinária da Emater.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater

Pará bate novo recorde
na geração de empregos
Um novo recorde histórico na geração de empregos no Pará foi batido. Dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese/PA), com base em dados oficiais do Ministério do Trabalho (Caged), revelam que no mês de junho deste ano, o Pará gerou mais de 6 mil novos postos de trabalho. Este resultado fez com que o Estado apresentasse uma geração recorde de 22.300 postos de trabalho no primeiro semestre de 2012. Nos últimos 12 meses, o Pará também apresenta um ótimo resultado, já que foram gerados quase 55 mil postos de trabalho.
As análises do departamento mostram, ainda, que o Pará foi o Estado da Região Norte que mais gerou empregos formais no mês de junho, no primeiro semestre deste ano e também nos últimos 12 meses. A geração de mais de 22 mil postos de trabalho neste primeiro semestre de 2012 é o maior e melhor resultado já visto desde o início da serie histórica do Caged, em 1992.
O supervisor técnico do Dieese, Roberto Sena, comemora os resultados e afirma que a previsão é que o ano de 2012 seja encerrado com mais de 50 mil postos de trabalhos gerados em todo o estado. Ainda de acordo com ele, em quatros anos (2010-2013) o Pará deverá gerar cerca de 200 mil postos de trabalho. “Para que os números continuem crescendo e os paraenses possam ter acesso a esta geração recorde de postos de trabalho é necessária a qualificação da mão-de-obra em todo o estado, para que um contingente cada vez maior de trabalhadores paraenses possa ter emprego”, diz. Ainda de acordo com ele o investimento feito pelo Governo do Estado em todos os setores também tem contribuído para o crescimento da geração de empregos.
Segundo o Dieese, foram feitas no mês de junho em todo em todo o Estado 34.094 admissões contra 28.044 desligamentos, o que gerou um saldo positivo de 6.050 postos de trabalho no setor formal da economia. No mesmo período do ano passado (junho/2011), o estado também apresentou saldo positivo na geração de empregos formais, porém bem menor do que o observado este ano.
Os setores que mais tiveram crescimento foram: Indústria e Utilidade Pública, com crescimento de 2,76%, seguido da Construção Civil, com crescimento de 2,58%; da Agropecuária, com crescimento de 1,23%; Extrativo Mineral, com índice de 1,08%; Serviços, que aumentou o número de vagas em 0,71%; Indústria de Transformação, com crescimento de 0,63% e o setor Comércio, com 0,35%.

Texto:
Bruna Campos-Secom

UTI Neonatal do Hospital de
Clínicas já recebe novos pacientes
Passado o período de isolamento a que foi submetida após o surgimento de um caso de varicela (catapora) em um bebê, no início do mêsa Unidade Neonatal de Tratamento Intensivo do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna já recebe novos pacientes. Para evitar o contágio, o hospital não recebeu nenhum novo paciente na UTI durante um período de dez dias e manteve em observação as crianças que estavam internadas, incluindo o que apresentou a doença, que ficou em isolamento respiratório.
Segundo a diretora presidente do HCGV, Ana Lydia Cabeça, nenhuma das nove crianças que estavam internadas na UTI foram contaminadas pela catapora. “Apenas o bebê transferido de Bragança apresentou a doença. Quando a nossa equipe médica identificou os primeiros sintomas providenciou imdeiatamente o isolamento respiratório, bem como a imunização dos demais bebês. Com a vacinação, mesmo que eles fossem contagiados com a varicela, a doença se manifestaria de forma branda. Mas isso não ocorreu”, afirma Ana.
A diretora diz que o isolamento adotado pelo hospital seguiu protocolo médico e foi crucial para que não houvesse o contágio da doença entre os pequenos pacientes internados na UTI. “Tivemos que permanecer com os pacientes em observação durante dez dias, até que o ciclo da doença se completasse. Por isso, mesmo os pacientes que já iriam receber alta não puderam sair da UTI até o fim deste ciclo, o que também implicou em não recebermos novos pacientes”, explica.
Dos dez pacientes internados, cinco já receberam alta hospitalar. O bebê que apresentou a varicela, de acordo com Ana Lydia, aguarda melhora clínica para seguir com o tratamento de uma cardiopatia.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Detran segue com ações
educativas e de
fiscalização em Mosqueiro
O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran-PA), juntamente com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), está desenvolvendo abordagens educativas na barreira da Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do município de Mosqueiro e fazendo orientações diretas aos condutores, passageiros e pedestres que transitam pela rodovia, informando a respeito dos cuidados necessários para a prevenção de acidentes nas vias.
Segundo a técnica de educação Regina Mariz, “as abordagens são fundamentais para a conscientização do condutor na responsabilidade dele no trânsito”. A ação conta com a distribuição de kits de orientação para motoristas, motociclistas, pedestres e passageiros e o manual da "cadeirinha", previsto na resolução 277, com informações para transportar as crianças com segurança. A passageira Maria Cristiane Tucci ressalta que é fundamental esse tipo de trabalho nas rodovias. "Essas informações são muito importantes para o condutor que não tem orientação”.
De acordo com o sargento Eliezer Silva, as parcerias de órgãos como o Detran, a PM, e agora os amigos da "Educação no Trânsito" ajudam a intensificar a orientação de um comportamento seguro nas ruas. “Os condutores ainda deixam a desejar nas questões do cinto de segurança, licenciamento e cadeirinha. E essa parceria vai nos ajudar na questão da informação”, disse o sargento. Nas próximas semanas, o tema abordado será o uso do cinto de segurança e licenciamento. “É importante a parceria com a Educação, eles orientando, e nós, fiscalizando”, finalizou o sargento Eliezer.
A equipe do Detran conta com 16 servidores, entre eles sete fiscais de trânsito e nove agentes de Educação, que abordaram 540 carros durante o período de 18 a 22 de julho. De acordo com Lícia Martins, que trabalha no atendimento do Detran, quando é constatada alguma irregularidade no veículo, o condutor pode solicitar a emissão do boleto bancário no posto da PRE. O pagamento deve ser efetuado com dinheiro para que o veículo seja liberado. “Dependendo de irregularidade, a PRE retém o veículo, ou libera para regularizar a situação em Belém. Mas de qualquer forma, é autuada”, completa Lícia.
Educação
Agentes de Educação do Detran desenvolvem atividades sobre educação no Trânsito com crianças e jovens na Praça Matriz, em Mosqueiro, para mostrar que o principal motivo dessas atividades é o comportamento seguro. Segundo Regina Mariz, o foco da ação com as crianças é o comportamento no trânsito. “O intuito do nosso trabalho é orientar o comportamento para que haja segurança nas ruas”, disse.
Para uma das crianças que participaram da ação, Sérgio Leonardo, é muito importante esse tipo de atividade. “Eu achei muito legal essas informações, principalmente educar os pais e crianças sobre o uso da cadeirinha”, ressaltou. Os pais também estão presentes interagindo e incentivando os filhos na aprendizagem. “Nessa idade, elas são muito curiosas, o que ajuda na hora de aprender com descontração, sem sair do foco, que é educação no trânsito”, disse Eunice da Costa, mãe de uma criança. Além das atividades desenvolvidas durante a semana com 1.163 crianças, os agentes de educação distribuíram pulseiras de identificação para cada uma.
As ações realizadas pela equipe do Detran junto com as parcerias vão continuar acontecendo durante o mês de julho na Barreira da PRE, de segunda a sexta-feira, e na Praça Matriz de Mosqueiro de quarta-feira a domingo, a partir das 17h.

Texto:
Edson Matoso-Detran

Modelo de policiamento
comunitário do Pará é
reconhecido em fórum
nacional de segurança
O modelo de policiamento comunitário adotado pelo Governo do Pará ganhou o reconhecimento de especialistas durante o 6º Fórum Brasileiro de Segurança Pública, ocorrido entre os dias 6 e 18 deste mês, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre. A apresentação foi feita pelo chefe do Estado Maior da Polícia Militar do Pará, coronel Osmar Costa Júnior. Com ações baseadas na prevenção, compromisso social e, em último caso, na repressão qualificada, a estratégia adotada pelo setor de segurança paraense motivou a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) a convidar representantes do Estado para socializar o modelo durante um debate que reuniu representantes da Bahia, São Paulo e do Distrito Federal, em torno do tema “Modelos e perspectivas para o policiamento comunitário do Brasil”.
“Fomos ao Rio Grande do Sul apresentar o modelo de prevenção proposto pela própria Senasp. Durante o fórum expusemos dois pontos importantes: o primeiro foi o modelo de gestão por resultados, designado pelo Estado e implementado pela Secretaria de Segurança Pública (Segup) e órgãos a ela vinculados; e o outro foi a expansão do programa Pro Paz, que busca identificar os problemas da comunidade e garante o encaminhamento de cada caso às autoridades responsáveis”, frisou o coronel, que também gerencia o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) e está a frente da Coordenação Estadual de Policiamento Comunitário.
O fórum possibilitou a comparação entre as ações de segurança colocadas em prática pelos Estados e avaliação dos resultados obtidos com cada uma. O Pará ganhou destaque ao apresentar um modelo que se assemelha ao do Rio de Janeiro, porém, com ações preventivas primárias e não repressivas, como já ocorre no estado fluminense, a exemplo das Unidades Integradas Pro Paz e as Unidades de Polícia Pacificadora.
O coronel Costa Júnior apontou algumas ações que têm dado certo no Estado. “O sistema que estamos adotando aqui no Pará foi visto com bastante interesse durante o Fórum, uma vez que o Governo do Estado vem acenando sobretudo com a intensificação das ações de prevenção. Nas unidades do Pro Paz funcionam dois grandes projetos, um deles é o Escola da Vida, do Corpo de Bombeiros, e o outro é o Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), em que policiais sensibilizam crianças e adolescentes dentro das escolas”, destacou Costa Júnior.
Proerd – O programa já percorreu mais de 400 escolas, sensibilizando 40 mil alunos da rede pública no Pará. Sua atuação é voltada para as séries iniciais (5ª, 6ª e 7ª séries do Ensino Fundamental) e visa estabelecer, primeiramente, uma relação de confiança entre os alunos e os policiais militares, promovendo também a conscientização de pais e professores. O Proerd já existe no Pará há dez anos e se baseia em projetos educacionais norte-americanos.
Escola da Vida - O Projeto Escola da Vida foi criado em 1993, no quartel do 1º Grupamento Bombeiro Militar, no bairro Cremação, em Belém. Constitui-se em uma importante ferramenta de responsabilidade social adotada pela corporação a fim de atender às diretrizes do Plano Estadual de Segurança Pública voltadas à criança e ao adolescente paraense. Este plano estabelece que a política de atendimento a esse público deve ser feita a partir de um conjunto articulado de ações governamentais e não governamentais envolvendo União, estados, municípios e Distrito Federal.

Texto:
Cora Coralina-Secom

Governo recupera cerca
de mil quilômetros da
malha rodoviária paraense


O Governo do estado, por meio da Secretaria de Estado de Transportes (Setran), irá reconstruir e pavimentar cerca de mil quilômetros da malha rodoviária paraense. Rodovias que há anos estavam abandonadas e sem pavimentação já começam a ganhar nova forma. As obras já estão em andamento nas seguintes rodovias: PA-287, que liga o município de Conceição a Redenção (aproximadamente 100 km de extensão) e na PA-124, que liga Nova Esperança do Piriá a Garrafão do Norte (aproximadamente 50 km), sendo que neste trecho está sendo feito o revestimento primário, já que a estrada nunca recebeu pavimentação.
A PA-238 também está sendo asfaltada no trecho que dá acesso ao município de Colares. Na PA-263, a ponte de 161 metros de extensão, que era metálica, está sendo reconstruída em concreto. Segundo o secretário de estado de Transportes, Eduardo Carneiro, outro trecho que nunca havia recebido pavimentação e já está passando por um processo de recuperação é a PA-154 que liga a localidade de Mãe de Deus ao trecho da Vila União Camará (11 km) e o trecho que liga Camará a Cachoeira do Arari (42km).
A rodovia PA-127, por sua vez, já está sendo recapeada no trecho que liga Igarapé-Açu a Maracanã. Já foi autorizada também a licitação do trecho que vai da BR-316 até o município de Igarapé-Açu. “Muitos devem andar pelas nossas estradas e ver que as condições não estão boas. Nós estamos cientes disso e estamos com um plano de recuperação que com certeza irá melhorar e muito a malha viária do nosso estado”, disse o governador Simão Jatene, durante o programa de rádio “Prestando Contas”, veiculado no mês passado.
Pontes
As pontes localizadas nas estradas paraenses também estão no planejamento de recuperação da Setran. Na PA-458, que dá acesso à praia de Ajuruteua, das seis pontes que existem em sua extensão, 4 devem passar por uma reforma total. Outras 10 pontes em todo o estado estão no planejamento para serem recuperadas. São elas: ponte sobre o Rio Arraia (PA-287); ponte sobre o Rio Curuá (PA-254); ponte sobre o rio Mojuzinho (PA-263); ponte rio Guamá; Ponte sobre o rio Capim (PA-252); ponte sobre o igarapé Urumansal (PA-151); ponte sobre o igarapé Acapu (PA-151); ponte sobre o rio Livramento (PA-242); ponte sobre o rio Peixe Boi (PA-242); ponte sobre o rio Capanema (PA-242) e ponte sobre o rio Sampaio (PA-124).

Texto:
Bruna Campos-Secom

Estado monitora saúde dos seis
estudantes que permanecem
internados no Paraná
Seis estudantes paraenses permanecem internados no interior do Paraná depois do acidente com o ônibus onde viajavam ocorrido na última segunda-feira (14), em Piraí do Sul. Segundo a equipe médica que cuida dos jovens, é necessário mantê-los em observação devido a um quadro infeccioso que eles manifestaram nos locais dos ferimentos. Nove estudantes que também estavam em observação na semana passada receberam alta neste fim de semana e já voltaram a Belém.
As informações foram confirmadas na manhã desta segunda (23) pelo coronel Francisco Cantuária, do Corpo de Bombeiros do Pará, que permaneceu no interior paranaense até este fim de semana, acompanhando o quadro de saúde dos jovens e oferecendo apoio do Estado aos familiares dos feridos que foram para o Paraná. “Os seis que ainda não receberam alta apresentaram um quadro infeccioso. Os médicos acreditam que tenha sido em função de os ferimentos terem ficado abertos por muito tempo no local do acidente, até a chegada do socorro. Mas nenhum corre perigo”, explicou Cantuária.
Estão internados estão no Hospital Vicentino, em Ponta Grossa, Antônio Marcos Ferreira de Souza e Otávio de Paula Albuquerque; na Santa Casa, também em Ponta Grossa, está Frederick Charles Herse Corrêa Garcia; e no Hospital Ana Fiorillo Menarin, em Castro, Maria Lina Corrêa Sobrinho, Caroline Tapajós Corrêa Sobral e Daniel Nonato Boga Freire recebem os cuidados médicos.
De acordo com o coronel, o quadro mais grave é de Carolina Tapajós. Ela está internada na Unidade de Tratamento Intensivo, onde se recupera de uma cirurgia no pulmão, que foi perfurado durante o acidente. “Semana passada ela estava em coma induzido, pois os médicos queriam que ela se recuperasse de uma anemia para poder ser operada. Agora, já acordada, depois da cirurgia, ela aguarda a recuperação ainda na UTI”, contou o bombeiro. Junto com Caroline, que está no hospital de Castro, está a mãe dela, que também viajava no ônibus. Maria Lina Corrêa sofreu uma fratura na tíbia, mas já foi operada e passa bem.
Além do apoio que o Estado oferece às vítimas e a seus familiares, o Governo paraense solicitou ao Governo do Paraná auxílio para todos que ainda estão internados. “Nós acompanhamos o estado de saúde dos jovens e esperamos que retornem o quanto antes para o Pará, pois estamos dando todo o apoio para que isso ocorra da melhor forma possível. Estamos monitorando também com a empresa responsável pelo ônibus todas as medidas legais que precisam ser cumpridas”, assegurou Cantuária.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Luthier seleciona 15 candidatos
para a oficina de Lutheria
Nesta quarta-feira, 25, mais de 30 candidatos vão participar de uma entrevista com o Luthier Paulo Mateus. A entrevista será para selecionar os 15 alunos que irão compor a oficina de iniciação à Lutheria. Segundo Paulo Mateus, o momento da entrevista é para saber do interesse do aluno pelo aprendizado. “Durante a entrevista vamos verificar se o aluno já teve afinidade com ferramentas e com a música. Para avaliar um instrumento que você vai restaurar ou reformar é importante que o aluno saiba tocar ou tenha um conhecimento musical”. Durante a conversa o candidato vai conhecer um pouco do curso de Lutheria que a Fundação Curro Velho oferece. Os candidatos selecionados vão participar da oficina de iniciação à Lutheria, que começa no dia 13 de agosto.

Seas e Sejudh levam ações de
prevenção aos balneários do Estado
A "Operação Verão: por uma vida sem exageros", realizada pelo Governo do Estado no período de 18 a 22 deste mês nos balneários, atingiu cerca de 4 mil pessoas e 70 profissionais dos municípios de Marudá, Mosqueiro e Salinas. A ação é uma realização das Secretarias de Estado de Assistência Social e de Direitos Humanos e objetiva trabalhar a prevenção no combate ao uso de drogas, exploração sexual e o trabalho infantil.
No primeiro dia da ação foram realizadas, simultaneamente, nos três municípios, oficinas voltadas para os técnicos dos Centros de Referência Estadual de Assistência Social (Cras), Centros de Referência Especializados de Assistência Social (Creas), Conselhos Tutelares e Conselhos de Direitos. Segundo a coordenadora de Média Complexidade da Seas, Norma Barbosa, “as oficinas tiveram um saldo positivo, pois conseguiram juntar a rede de assistência e ouvir as dificuldades encontradas nos municípios para a prevenção”. Na oportunidade também foi debatida a criação do Plano Estadual sobre Drogas.
Foram realizadas nas praias, bares, praças e barreiras abordagens com os veranistas para entrega de bolsas que continham folders informativos, camisinhas e pulseiras de identificação para evitar que crianças se percam dos pais nos balneários, além de esclarecimento sobre os temas da campanha. A secretária de Assistência Social, Tetê Santos, avaliou a ação como oportuna para o período de férias. “Esse momento serve para a formação dos profissionais dos municípios e também para o abastecimento de informação sobre o combate às drogas, exploração sexual e trabalho infantil, que são incidentes nesse período de férias nos balneários”, analisou.
Para a coordenadora de Proteção Social Básica da Seas, Edivane Duarte, foi possível perceber o grande número de casos de trabalho infantil. “Vimos casos de crianças trabalhando em açougue, vendendo água nas praias e principalmente trabalhando em bares e restaurante”, destacou. Dentre os órgãos envolvidos na ação estavam Polícia Militar, Detran, Coordenadoria Estadual de Prevenção e Redução do Uso de Drogas (Cenpren), Guarda Municipal, Casa de Passagem, Cras, Creas, Projovem Urbano, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente e Centro de Atenção Psicossocial (Caps). As ações de fiscalização acontecerão novamente nos três municípios no período de 25 a 29 de julho, com o trabalho de abordagem dos veranistas e distribuição dos materiais de prevenção.

Texto:
Inara Soares-Seas

Auditório do Hangar é opção
para espetáculo​s teatrais


é uma excelente opção para produções locais e nacionais
de apresentações teatrais, stand-ups e shows.

FOTO: EVERALDO NASCIMENTO

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...