Total de visualizações de página

segunda-feira, julho 16, 2012

TRAGÉDIA: ônibus com estudantes do Pará cai em ribanceira no Paraná



Corpos de estudantes devem
chegar amanhã a Belém
Os corpos dos dez estudantes paraenses que morreram no acidente com o ônibus no Paraná serão trazidos amanhã (18) para Belém, em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB).
A aeronave já está à disposição para realizar o traslado. “Isso deve agilizar a chegada e minimizar o sofrimento de parentes”, declarou Alexandre Vasques  advogado da Fantasy Turismo, empresa responsável pelo ônibus envolvido no acidente.
Hoje, os corpos foram levados do Instituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa, onde foram identificados, para o IML de Curitiba, de onde serão transferidos para Belém.  A documentação das vítimas fatais já foi enviada para a capital paranaense, e para a liberação do traslado faltará apenas a avaliação destes documentos por parte das autoridades locais, segundo informou Vasques, em entrevista a RBA TV.
A FAB confirmou que o avião sairá de Curitiba nesta quarta-feira, às 7h, e deve chegar à Base Aérea de Belém por volta das 13h30.
Ainda de acordo com o advogado, a empresa de turismo está entrando em contato com as famílias dos estudantes mortos para tratar sobre os funerais. Foi  cogitada a possibilidade de um velório coletivo, mas a maioria das famílias procuradas pela Fantasy recusaram a proposta e ficou decidido que cada vítima será velada individualmente.
FERIDOS
Nesta terça-feira, 15 estudantes tiveram alta e 14 permanecem internados em três hospitais do Paraná. A empresa Fantasy declarou que está sendo providenciada a ida imediata de familiares dos feridos para que possam visitá-los. Todos os hospitalizados apresentam quadro estável. A empresa se prontificou em disponibilizar transporte, alimentação e hospedagem aos parentes das vítimas do acidente.
A Fantasy também realizou hoje uma reunião com os demais passageiros dos ônibus que seguiam para o Congresso. Os estudantes que estavam no ônibus acidentado, mas que não ficaram feridos, aguardam apenas a emissão das passagens para voltar a Belém.
Os passageiros dos outros dois ônibus do comboio foram questionados se gostariam de dar continuidade à viagem e 90% dos estudantes optou por retornar para casa. Eles ainda estão decidindo se o retorno será de avião, ou nos próprios ônibus da viagem.
INVESTIGAÇÕES
A Polícia Rodoviária Estadual do Paraná continua apurando as causas da tragédia. O motorista do caminhão envolvido no acidente se apresentou hoje à PRE para prestar depoimento. O ônibus que levava os paraenses colidiu com o caminhão, que seguia na mão contrária. O condutor do caminhão declarou que o motorista do outro veículo teria, visivelmente, perdido controle da direção, o que teria ocasionado a queda na ribanceira.
ENTENDA O CASO
Na manhã da segunda-feira (16), o ônibus da empresa Fantasy Turismo que seguia junto com um comboio, levando estudantes para o XXXII Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, caiu em uma ribanceira, no Km 155 da rodovia PR-090, no trecho entre as cidades de Piraí do Sul e Ventania, no Paraná, matando dez jovens. Na noite de ontem, a empresa Fantasy Turismo divulgou a relação com os nomes das dez vítimas fatais e dos 42 feridos no acidente, destes, 29 tiveram que ser hospitalizados. (DOL com informações da RBA TV)




Divulgados nomes das vítimas que
morreram em acidente no Paraná
Redação Portal ORM
Arte: Portal ORM

A empresa 'Fantasy Turismo' divulgou, na noite desta segunda-feira (16), uma nota com os nomes das dez pessoas que morreram no acidente com um ônibus da empresa que levava estudantes paraenses a Curitiba, onde participariam de um congresso na cidade.
Os nomes das vítimas foram divulgados pelo Instituto Médico Legal (IML) do Paraná. Veja a lista:
- Ariane dos Santos Sinimbu
- Bruno Azevedo Amaral
- Darlyce de Lima Cavalcante
- Felipe José Barros Amim
- Ivana Dias Rosa
- Leonardo Lopes Couto
- Renato Iori da Conceição
- Sivaldo Miranda do Nascimento Junior
- Thamirys dos Santos Oliveira
- Wilson Louzeiro Evangelista


Sivaldo Miranda do Nascimento Junior e Thamirys
dos Santos Oliveira (em cima), Bruno Azevedo Amaral
e Darlyce de Lima Cavalcante (centro) e Wilson
Louzeiro Evangelista e Leonardo Lopes Couto (em baixo)

Durante a tarde, foram divulgados ainda os
nomes dos passageiros que ficaram feridos.
LEIAM RELAÇÃO ABAIXO:
O primeiro corpo identificado foi o de Bruno Amaral. Ele e a namorada, Darlyce de Lima Cavalcante, morreram no acidente. Outros corpos identificados durante a tarde foram os dos estudantes Renato Iori Costa da Conceição, de 19 anos, que cursava Ciência da Computação também na UFPA, e Sivaldo Miranda Nascimento Junior, 22 anos.
Pesar - Em nota, a Universidade Federal do Pará 'manifesta seu profundo pesar pelo acidente na PR-090, no estado do Paraná, que resultou em estudantes mortos e feridos, solidarizando-se com as famílias das vítimas da tragédia.
A UFPA informa ainda que acompanha a situação no Paraná através de seu professor Eduardo Cerqueira, que está prestando assistência aos estudantes no local, com o apoio da Universidade Federal do Paraná e da Sociedade Brasileira de Computação'.
Jé em Curitiba, durante a abertura do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, evento em que os estudantes iriam participar, foi realizada uma homenagem às vítimas.
Fantasy - Em nota, a empresa responsável por levar os estudantes até o congresso informou que a direção da empresa já tomou todas as providências no sentido de prestar socorro às vítimas no local, bem como garantiu que os passageiros feridos recebessem a assistência médica o mais rápido possível.
Em Belém, foi montada uma estrutura para acolher e dar suporte às famílias, tanto na capital, quanto em Santarém e uma equipe formada por médicos e dez psicólogos fará os atendimentos necessários
De acordo com o médico clínico Brian Campos, a equipe que está na empresa realizou durante toda a tarde o atendimento básico aos familiares. Alguns parentes foram medicados, reavaliados e encaminhados para receber apoio dos psicólogos presentes. A empresa desconhece as possíveis causas do acidente, mas informou que está de prontidão para prestar informações e todo o apoio às famílias das vítimas.

 XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Delegado Benassuly é operado
e deve receber alta na terça-feira
A cirurgia realizada para reparar as fraturas no braço direito, sofridas pelo delegado Raimundo Benassuly, ocorreu dentro do esperado pelos médicos. A cirurgia iniciou às 11 horas desta segunda-feira (16) e durou duas horas, de acordo com o previsto pela equipe médica. O policial civil deverá receber alta médica na tarde desta terça-feira (17), após nova avaliação.
O delegado Raimundo Benassuly  fraturou o braço em duas partes e teve uma luxação no ombro durante o acidente sofrido na tarde do último sábado (14), na Rodovia BR-230 (Transamazônica). Os outros dois policiais que estavam na viatura com o delegado no momento da capotagem foram atendidos e já receberam alta. O escrivão Fábio Noronha sofreu uma luxação no ombro, e o motorista Peri teve ferimentos leves.
Após o acidente, os policiais foram atendidos no hospital de Jacareacanga, no sudoeste do Pará. A Polícia Civil do Estado providenciou um avião para que os policiais fossem transferidos para o hospital de Santarém, de onde foram transferidos para a capital paraense. A direção da Polícia Civil, logo após ser informada sobre o acidente, colocou à disposição dos policiais e seus familiares atendimento médico, psicológico e social, por meio da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS).


IML do PR identifica corpos

de acidente de ônibus
 (Fotos: Ascom PRE Paraná)




Três vítimas do acidente envolvendo um ônibus de turismo que saiu de Belém com destino a um congresso em Curitiba já foram identificados pelo Intituto Médico Legal (IML) de Ponta Grossa (PR). São eles:
Bruno Azevedo Amaral, de 23 anos,
Sivaldo Miranda do Nascimento Junior, 23 anos,
e Renato Iori Costa da Conceição, 19 anos.
As identificações foram feitas através de RG. Uma lista oficial com todos os nomes das vítimas fatais ainda será divulgada após reconhecimento feito pelos familiares. Os outros corpos ainda estão sendo necropsiados.
A Universidade Federal do Pará (UFPA) lamentou o acidente no perfil do Twitter (@UFPA_Oficial): "A UFPA manifesta seu pesar aos familiares e amigos dos estudantes vitimas de acidente de ônibus, ocorrido hoje na PR 090, no Paraná", divulgou.
A Associação de Docentes da UFPA (ADUFPA) também se manifestou com nota de pesar com sentimentos de pêsames às famílias dos estudantes do Curso de Sistema de Informação. "Nós, docentes desta instituição, nos solidarizamos com os familiares em sua dor neste momento de luto e perda", disse a nota.

(DOL)

IML do Pará acompanha
o desenrolar do acidente
O Instituto Médico Legal do Pará está acompanhando o caso do acidente envolvendo um ônibus que saiu de Belém e caiu em uma ribanceira, na PR-090, no trecho entre Piraí do Sul e Ventania (na região de Ponta Grossa), no Paraná, na manhã desta segunda-feira (16). Até agora, a Polícia Rodoviária Estadual do Paraná confirma a morte de dez pessoas. Outras 40 ficaram feridas.
De acordo com informações repassadas pelo Instituto Médico Legal de Ponta Grossa ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, do Pará, até o momento foram registradas 10 vítimas fatais, mas o ônibus continua tombado. Por isso, só depois de colocarem o veículo de volta à posição normal será possível ter o número exato das vítimas fatais e feridos. Assim que for finalizada a perícia no local, o IML de Ponta Grossa enviará ao CPC no Pará uma lista com os nomes das vítimas, mas a lista oficial só será divulgada após o reconhecimento dos corpos. A liberação só será feita com um documento com foto e a presença de algum familiar da vítima.
O coletivo da empresa A. F. Rocha Turismo levava 52 pessoas que iriam participar do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), realizado em Curitiba no período de 16 a 19 de julho. De acordo com as primeiras informações colhidas no local, entre as vítimas estavam estudantes do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam). As vítimas foram conduzidas a hospitais nas cidades de Piraí do Sul, Jaguariaíva e Castro. Bombeiros, policiais rodoviários, Instituto Médico Legal e a Defesa Civil permaneciam no local do acidente.

(Agência Pará)

PRE do Paraná divulga nome
das vítimas do acidente

Foto: Reprodução ORM

Uma lista com o nome das vítimas do acidente com estudantes paraenses, que seguiram de Belém para Curitiba, onde participariam de um congresso, deve ser divulgada ainda hoje. A informação é do Instituto Médico Legal do município de Ponta Grossa, no Paraná.
Em contato com o IML do Pará, o Instituto de Ponta Grossa informou que, até o momento, dez mortes foram registradas, mas os nomes das vítimas só serão divulgados após reconhecimento pela família. Além disso, o ônibus continua tombado e só após ser colocado na posição normal será possível contabilizar o número exato de mortos e feridos.
Assim que a perícia no local for finalizada, o IML de Ponta Grossa enviará ao CPC no Pará uma lista com os nomes das vítimas, sendo que a lista oficial só será divulgada após o reconhecimento dos corpos. A liberação só será feita com um documento com foto e a presença de algum familiar da vítima.
O caso - Um veículo da empresa A. F. Rocha Turismo, mais conhecida como Fantasy Turismo, que levava 52 pessoas para participar do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), realizado em Curitiba, no período de 16 a 19 de julho, caiu de uma ribanceira, na manhã desta segunda-feira (16), na PR-090, entre os municípios de Ventania e Piraí do Sul, após ser fechado por um caminhão na estrada.
Em entrevista ao Portal ORM, o dono da agência de viagens responsável pela excursão, Alexandre Rocha, contou como tudo aconteceu. 'Um caminhão invadiu a faixa do ônibus. O motorista puxou para o lado e caiu em uma valeta, ficando penduradona ribanceira. Eu vi tudo', disse Rocha, muito nervoso. O dono da agência vinha no segundo ônibus, de um total de três que estavam em comboio.
 Entre as vítimas estão estudantes do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam). Os feridos foram conduzidos a hospitais nas cidades de Piraí do Sul, Jaguariaíva e Castro. Bombeiros, policiais rodoviários, Instituto Médico Legal e a Defesa Civil permanecem no local do acidente.
Veja o nome dos feridos, divulgado pela PRE do Paraná
Manoel Maria Lopes de Pina, 55 anos
Alessandra Batista Santos, 23 anos
André do Rosário Quadros, 20 anos
Antonio André da Cunha Silva, 20 anos
Antonio Marcos Ferreira de Souza, idade não fornecida
Caroline Tapajós Correa Sobral, 18 anos
Bárbara Elen Silva de Souza, 20 anos
Cláudio Diego Teixeira de Souza, 20 anos
Daniel Nonato Boga Freire, 25 anos
Derick Eduardo Dias Rosa, 20 anos
Diva Silveira Boulhosa Malato, 26 anos
Elder de Jesus Ferreira da Silva, 20 anos
Fernando Fabio Dias Gama, 24 anos
Frederick Charles Herse Correa Garcia, 19 anos
Iury da Silva Batalha, 21 anos
Jerilson Catique Duarte, 20 anos
João Luis dos Reis Lima, 28 anos
João Malcher da Cunha Neto, 19 anos
José Correia da Silva Junior, 20 anos
Lisandra Duarte Nascimento, 17 anos
Luana Guimarães Gonçalves, 19 anos
Luiz Augusto Monteiro Rosa Danim, 20 anos
Maria Alina Correa Sobrinho, idade não informada
Otávio de Paula Albuquerque, 19 anos
Peterson Maques Costa, 21 anos
Rafael Mesquita do Mar, 23 anos
Raissa Lorena Silva da Silva, 20 anos
Ricardo Soares da Silva, 18 anos

Camila Araújo da Rocha, 11 anos

Redação Portal ORM


Oficiais do Corpo de Bombeiros
vão ao Paraná dar apoio
às vítimas de acidente
O Governo do Pará, por meio da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Segup), enviará na manhã desta terça-feira (17) um oficial do Corpo de Bombeiros Militar, o tenente coronel Francisco Cantuária, e um oficial da Defesa Civil Estadual, o capitão Fábio Moraes, para dar apoio às vítimas do acidente ocorrido na manhã desta segunda-feira (16), com estudantes do curso de Engenharia da Computação, da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam), no KM-155 da Rodovia PR-090, na localidade de Piraí do Sul (a 184 km de Curitiba, capital do Paraná).
Segundo o comandante geral do Corpo de Bombeiros do Pará, coronel João Hilberto de Figueiredo, os dois oficiais serão os interlocutores entre as autoridades do Pará e do Paraná, durante todo o período de assistência às vítimas e a seus familiares. “Eles seguem com a missão de colher todas as informações necessárias sobre o estado das vítimas que se encontram nos hospitais da região, verificando minuciosamente quem está recebendo alta e quem permanece em estado grave. Os dois militares também irão ao Instituto Médico Legal (IML), da cidade de Ponta Grossa, para apurar as informações a respeito da identificação das pessoas que morreram no acidente. O objetivo maior é assegurar todo o apoio do Governo do Estado, fornecendo o máximo de informações aos familiares que se encontram no Pará”, ressaltou o comandante geral.
Nesta segunda-feira, o governador Simão Jatene conversou, por telefone, com o governador do Paraná, Beto Richa, que garantiu completa assistência médica e psicológica às vítimas do acidente, a maioria estudantes.
Acidente - Segundo a Polícia Rodoviária Estadual, o ônibus que transportava os estudantes saiu da pista e caiu numa ribanceira, de aproximadamente 20 metros. O veículo viajava em comboio com outros dois ônibus, que levavam passageiros de Belém (PA) para participar do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, na Universidade Federal do Paraná (UFPR).
A polícia local informou que ainda não sabe as causas exatas do acidente, mas acredita que o ônibus bateu na lateral de um caminhão que vinha em sentido contrário e caiu na ribanceira. Até o momento, as informações são de que o acidente causou a morte de 10 pessoas e deixou feridas mais 42. Todos os feridos foram levados para hospitais das cidades de Piraí do Sul, Castro e Ponta Grossa. As causas do acidente estão sendo investigadas.
No início da tarde desta segunda-feira, o IML de Ponta Grossa (PR) informou ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, por telefone, que três das 10 vítimas fatais do acidente já foram identificadas. Os estudantes Bruno Azevedo Amaral, Sivaldo Miranda do Nascimento e Renato Iori Costa da Conceição foram identificados pelas carteiras de identidade. Segundo o IML, todos os corpos já estão no Instituto, e mais da metade já foi necropsiada. (Com informações da Assessoria de Imprensa do CPC Renato Chaves).

Texto:
Lene Alves-SEGUP

EUA aprovam primeira

pílula para prevenir AIDS
Primeira pílula que ajuda na prevenção do vírus HIV, o
Truvada, foi aprovado nesta segunda-feira, 16, anunciou...
Primeira pílula que ajuda na prevenção do vírus HIV, o Truvada, foi aprovado nesta segunda-feira, 16, anunciou o FDA (agência que regula medicamentos).
De acordo com a agência AFP, o medicamento está no mercado americano desde 2004 e é usado para o tratamento de pessoas infectadas, em combinação com outros remédios.
"Truvada deve ser usado de forma preventiva combinado a práticas de sexo seguro, inibindo, assim, infecções do HIV em adultos de alto risco. Este é o primeiro remédio aprovado para essa indicação", disse a FDA.
Em maio, ainda segundo a AFP, um painel da FDA recomendou a aprovação do remédio para a prevenção de pessoas não contaminadas, após pesquisas comprovarem que o remédio reduz o risco em homossexuais de 44% a 73%.
A pílula é considerada como uma nova e potente ferramenta contra o HIV, mas alguns especialistas temem incentivarem comportamentos de risco.
Brasil
No Brasil, o remédio foi registrado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) em maio. Isso não significa, porém, que a droga passará automaticamente a ser usada no País para tratamento de pacientes com o vírus ou indicada antes de relações sexuais desprotegidas com parceiros soropositivos ou com situação sorológica desconhecida.

Polícia Civil prende homem acusado
de matar marido da ex-esposa
 Elias Farias Peixoto foi preso em flagrante por uma equipe de policiais civis da Superintendência Regional do Xingu após assassinar o agricultor Bernardo Ferreira. O crime ocorreu na manhã da última quarta-feira (11), em Senador José Porfírio, sudoeste paraense. Elias foi preso poucas horas depois do crime, na localidade do garimpo da Ressaca, zona rural do município, região denominada Volta-Grande do Rio Xingu.
“Elias foi preso na casa da mãe. A rápida ação policial o deixou sem tempo para esboçar qualquer tipo de reação”, diz o delegado Cristiano Marcelo do Nascimento. Com o homicida foi apreendida a arma usada no crime, uma espingarda calibre 20, sem numeração.
“O acusado entrou na casa do agricultor Bernardo Ferreira e o encontrou dormindo na cama juntamente com Lucilene Assunção – ex-esposa de Elias – e um bebê de poucos meses. O criminoso efetuou um disparo. O tiro ceifou a vida de Bernardo e feriu Lucilene. O bebê nada sofreu”, conta o delegado.

Texto:
Aycha Nunes-Polícia Civil

Em 15 dias de julho, Santa
Casa já atendeu mais
de 1.380 mulheres





A Fundação Santa Casa do Pará divulgou na tarde desta segunda-feira (16) o balanço de atendimento nas duas primeiras semanas do mês de julho, quando 1.384 mulheres procuraram atendimento no setor de triagem, das quais 619 foram internadas para procedimentos cirúrgicos. A gerência de Neonatologia informou que, até o momento, 130 crianças prematuras estão internadas no berçário.
Segundo Carmem Peixoto, gerente do setor de triagem da Santa Casa, há um aumento significativo no número de pessoas atendidas. “Em média, fazemos 900 atendimentos em julho e, nesses primeiros 15 dias, já chegamos a 1.384. Temos feito de tudo para dar um bom atendimento, encaminhar para hospitais conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS) e nunca deixamos de atender ninguém", ressaltou a gerente.
Nesta primeira quinzena, a maternidade da Santa Casa já registrou 464 partos, quando a média normal é de 600/mês. Ana Marta, gerente de Obstetrícia, destacou que, geralmente, o mês das férias tende a baixar o número desse tipo de atendimento. “Estamos surpresos com os números e pedimos uma maior atenção aos municípios quando enviarem suas parturientes para a Santa Casa, para que mandem pacientes realmente de alto risco, e fazê-lo após checar se há leitos disponíveis”, disse Ana Marta.
Pré-natal - Eunice Begot, presidente da Fundação Santa Casa, afirmou que muitas internações na UTI Neonatal poderiam ser evitadas caso as gestantes fizessem um bom pré-natal nas unidades básicas de saúde de seus municípios. Segundo ela, “50% das mulheres que procuram a Santa Casa são de Belém, e o restante do interior. Se houvesse o comprometimento dos municípios com a atenção básica e o pré-natal de qualidade, teríamos capacidade de atender aos casos mais graves”.
A presidente destacou ainda que o governo do Estado tem tomado medidas para reduzir essa demanda na Santa Casa. “Na visita feita à Santa Casa na última sexta-feira (13), o governador Simão Jatene nos informou que vai acertar com os prefeitos um plano para melhorar a qualidade no atendimento nas unidades básicas de saúde. Junto com o repasse de recursos, as Prefeituras terão de apresentar metas, acompanhamento e resultados”, frisou Eunice Begot.
No sábado (14) foram instalados mais 10 leitos de UTI Neonatal, um investimento superior a R$ 1,3 milhão, feito na compra de equipamentos e insumos. Mas Eunice Begot ressaltou que, se a questão da atenção básica não for resolvida, a grande procura pela Santa Casa continuará. “Muitas são as mulheres que chegam aqui sem terem feito o pré-natal, com casos de infecção urinária mal tratada, o que acaba gerando um parto prematuro, e o bebê prematuro precisa de um leito de UTI. Analisando a situação desse ponto, percebemos que a solução para esses problemas está muito mais fora que dentro dos muros da Santa Casa. E é na fonte desse problema que precisamos agir, e de forma urgente”, enfatizou a presidente da instituição.

Texto:
Alessandro Borges-Santa Casa

Adepará fiscaliza propriedades
durante proibição ao cultivo da soja
 Começa dia 25 deste mês e vai até 15 de setembro o período de proibição ao cultivo da soja no sul e sudeste do Pará, chamado de “vazio sanitário da soja”. Segundo o diretor técnico da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará), Ivaldo Santana, a restrição começa por Marabá e se estende às margens das estradas.
Ele explica que o tempo é necessário para o solo descansar e prevenir o aparecimento do fungo conhecido como Ferrugem Asiática, uma praga que ataca a cultura e causa perdas significativas às lavouras, além de danos econômicos. A Adepará deve cadastrar anualmente as propriedades produtoras de soja e fazer uma fiscalização ostensiva. O produtor que não atender as determinações pode ser autuado.

Texto:
Andréa Ferreira-Adepara

Defensoria faz programação
alusiva ao Dia Nacional do Homem
 Em continuidade à programação alusiva ao Dia Nacional do Homem, o Núcleo Especializado de Atendimento ao Homem Autor de Violência da Defensoria Pública do Pará promoveu domingo (15), na Praça da República, uma programação que serviu de homenagem e ofereceu serviços ao público.
Servidores fizeram a distribuição de cartilhas e folders para alertar a população sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher, proporcionando esclarecimentos a respeito do trabalho da Defensoria Pública. “Nunca imaginei que a Defensoria fazia essas coisas. Agora já sei quem procurar caso precise”, disse Maria Bernadete Campos.

Texto:
Gilla Aguiar-Defensoria Pública

Operação Verão intensifica
fiscalização no retorno
dos balneários
Cerca de 20 mil servidores de todos os órgãos de Segurança Pública do Pará (Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros/Defesa Civil, Departamento de Trânsito, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e Superintendência do Sistema Penitenciário) trabalham na operação integrada "Verão da Paz é a Gente que Faz", para garantir a segurança nas férias de julho. As ações de prevenção e fiscalização são intensificadas em todas as saídas da cidade e nos principais pontos turísticos do Estado, como a Ilha de Mosqueiro (distrito de Belém), a praia de Marudá (em Marapanim) e nos municípios de Salinópolis, Bragança e Cametá.
A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) está com um contingente de 200 homens, destacados especialmente para esta operação. As ações acontecem tanto na saída dos veranistas da capital, quanto no retorno. A PRE também está atuando nas estradas federais, reforçando as ações da Polícia Rodoviária Federal nos pontos onde acontecem os engarrafamentos no retorno para Belém. Várias unidades do Comando de Policiamento Metropolitano estão ao longo da Rodovia BR-316, para coibir assaltos.
Segundo o comandante da PRE, major Sidney Profeta, a diferença principal das ações nas rodovias paraenses é que, no retorno, são exclusivamente preventivas, para evitar que o trânsito fique ainda mais lento. “Deixamos o trânsito fluir livremente. Paramos apenas os motoristas que apresentam características de embriaguez. O retorno tem sido tranquilo, mesmo neste fim de semana, que teve um aumento considerável de veículos nas estradas, em comparação aos dois primeiros finais de semana de julho”, informou o major.
Infrações - O comandante disse, ainda, que “a grande maioria das multas e dos acidentes que aconteceram até o momento nesse período de férias está relacionada à pressa do motorista. A ultrapassagem em faixa contínua, a desobediência à sinalização e o uso do acostamento para o deslocamento, são as principais infrações observadas”.
O excesso de velocidade ocasionou um acidente grave, no último sábado (14), próximo ao município de Tomé-Açu, no nordeste do Estado. O acidente envolvendo dois veículos deixou uma vítima fatal. Na tarde de domingo (15), uma kombi e uma van se envolveram em um acidente por causa de ultrapassagem indevida, na Rodovia PA-140, próximo ao município de Bujaru. Duas pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas ao hospital de Santa Izabel do Pará (município da Região Metropolitana de Belém).
Estes e outros dados da área de segurança pública serão apresentados nesta terça-feira (17), na entrevista coletiva concedida pelo secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, quando será apresentado o balanço parcial da primeira quinzena do mês. A entrevista acontecerá na Delegacia Geral, às 16h.

Navegapará divulga resultado da
seleção de monitores até o dia 19
A coordenação do Programa Navegapará informa que o resultado da primeira seleção do edital que está selecionando interessados às vagas para cadastro de reserva de Monitores dos Infocentros do Programa Navegapará será publicado no Diário Oficial até a quinta-feira, 19. O candidato selecionado como monitor-bolsista será responsável pelo atendimento ao público no espaço dos Infocentros, auxiliando e orientando processos que permitam aos frequentadores fazer uso das tecnologias da informação e comunicação, de maneira articulada ao desenvolvimento da comunidade. Ao todo, serão ofertadas 139 bolsas no valor de R$ 350,00, com vigência de até 12 meses e concedidas pelo Banco do Estado do Pará (Banpará) e pela Secti. A contratação dos candidatos aprovados será feita de acordo com as demandas dos infocentros, em um prazo máximo de seis meses.

Caravana Pro Paz fez 1,5 milhão
de atendimentos no
Marajó e Baixo Amazonas









A Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva, do Governo do Estado, encerrou o atendimento nas duas regiões de integração - Marajó e Baixo Amazonas - contabilizando mais de um milhão e meio de atendimentos e procedimentos nos 30 municípios visitados pelo programa. Ao todo foram cerca de 100 dias de missão pelos rios e estradas paraenses. A Caravana consiste em uma superestrutrutura com cerca de 230 servidores públicos estaduais, que levam serviços de saúde, cultura, educação e cidadania às populações dos municípios paraenses. Nas duas regiões de integração, mais de mil servidores estaduais passaram pela Caravana, consistindo assim no maior projeto de integração regional e de união de órgãos estaduais e serviços já realizado no Pará.
Para a coordenadora do Pro Paz Cidadania, Izabela Jatene, antes de comemorar os números de atendimento, o mais importante é comemorar a transformação que o Programa provocou na vida das pessoas que foram atendidas e na vida dos servidores estaduais que participaram da Caravana nos duas regiões. “Pela primeira vez estas pessoas tiveram a sensação de estar sendo reconhecidas como cidadãos pelo Estado e o servidor que ficou distante de sua família e enfrentou a saudade e as adversidades para cumprir o seu trabalho é o verdadeiro herói desta ação”, comenta. Para Izabela, o Pro Paz Cidadania não é um programa apenas de uma gestão ou de um governador. “O Pro Paz é um programa de governo que tem o servidor estadual como centro de sua execução”, explica.
Os servidores estaduais que fizeram parte das duas etapas pertencem aos órgãos estaduais que oferecem os 30 tipos diferentes de serviços ofertados pela Caravana. Eles ficaram alojados no navio Ana Beatriz III, de médio porte. Alguns permaneceram nas duas etapas, outros foram rendidos por outras equipes de 15 em 15 dias. O servidor Vagno Silva foi um dos que esteve presente nas duas etapas de atendimento, coordenando os serviços de cidadania. Ele comenta que a Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva significa para ele uma verdadeira integração dos diferentes órgãos que compõem o Governo do Estado. “Há muito que se sonha com essa união e através da caravana se formou uma verdadeira família, que tem como objetivo levar bem estar ao ser humano através de seu serviço”, destaca. Um documento que uma pessoa retira na Caravana, explica Vagno, significa um “enorme passo para uma mudança de vida”, declara.
A enfermeira Antônia Rodrigues, que coordenou os serviços de saúde do Presença Viva na etapa do Baixo Amazonas, destaca a transformação que um atendimento de saúde pode representar na vida das pessoas. “Uma experiência que me marcou muito foi de uma senhora idosa que, ao receber seus medicamentos, agradeceu chorando por ter sido consultada e por ter recebido todos os medicamentos prescritos pelos médicos. Ela pediu para que Deus nos abençoasse”, comenta emocionada.
Logística
A estrutura da Caravana é composta por uma embarcação de médio porte, o Ana Beatriz II, que serve como alojamento para os servidores, cinco veículos de apoio, três ônibus de turismo, um caminhão baú, um caminhão guincho rampa, duas carretas, seis unidades que abrigam os consultórios e um ônibus-biblioteca. De um município para outro toda essa estrutura é transportada por duas balsas. Afonso Carmona, que coordena os transportes da Caravana, comenta que foi um grande desafio levar toda esta estrutura pelos rios do Estado e garantir que os atendimentos fossem realizados. “Quando as estruturas chegam aos locais depois de tanta dificuldade no transporte, é gratificante ver a admiração da população e mais gratificante ainda é ver as pessoas saindo felizes destes mesmos veículos depois de serem atendidas”, ressalta.
A técnica em programação cultural da Fundação Tancredo Neves, Iva Rothe, é musicista e destaca o papel que tem a arte na vida das pessoas que procuram os serviços ofertados pela Caravana. “A oportunidade de atender crianças de todo o Estado está sendo uma experiência enriquecedora e poder transformar a vida dessas crianças é uma forma de fazer a diferença na vida dessas pessoas”, comenta. Para Iva, quem mais se transforma e se enriquece neste processo são os próprios servidores que aprendem a olhar o mundo de uma forma “mais humanizada”.
Da mesma opinião é o servidor mais novo da Caravana na etapa do Baixo Amazonas, Kácio Braga, 20 anos, é estudante de biomedicina e trabalha no serviço de regulação da Sespa. A regulação atua nos casos em que os médicos da caravana não têm como resolver na hora, ou ainda quando o paciente apresenta a necessidade de ser atendido em outras especialidades ou cirurgias mais graves. “Eu cresci muito como ser humano nestes dias em que passei na Caravana. Fico muito feliz por estar aqui e por estar trazendo saúde para as pessoas das regiões mais distantes do Estado".
A Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva recomeçará os atendimentos em fevereiro de 2013. Neste ano, os serviços foram suspensos por causa da campanha eleitoral. Fazem parte da Caravana servidores das Secretarias de Estado de Saúde Pública, de Segurança Pública, de Justiça e Direitos Humanos, de Trabalho, Emprego e Renda, de Meio Ambient, de Assistência e Desenvolvimento Social, de Comunicação, além do Instituto de Artes do Pará, Fundação Cultural do Pará “Tancredo Neves" e Fundação Curro Velho.

Texto:
Marcio Flexa-Secom

Fiscalização da Arcon garante
segurança de passageiros
durante o veraneio
A Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) intensificou as fiscalizações no Terminal Rodoviário de Belém e nos principais portos fluviais da capital desde o último final de semana, quando o fluxo de veranistas que deixam a capital rumo aos balneários do Estado aumenta consideravelmente. Antes de pegar a estrada ou as hidrovias, o usuário dos transportes públicos devem observar algumas regras básicas, para garantir uma viagem segura e aproveitar o verão paraense com tranquilidade.
Os veículos - ônibus, vans, navios, barcos ou outros meios de transporte - devem ter o selo da Agência de Regulação afixado em local visível e fazer o embarque e desembarque de passageiros em pontos pré-estabelecidos pelo órgão. O usuário deve ainda evitar veículos que apresentem excesso de lotação, denunciar a recusa da gratuidade ou da meia passagem e observar se os horários de saídas estão sendo cumpridos em conformidade com os bilhetes de passagens. Nos casos de frete, o veículo deve ter uma guia emitida pela agência com autorização para prestar esse tipo de serviço, conforme estabelece a resolução 002/2001 da Arcon, que disciplina as operações de afretamento.
Além de observar esses detalhes, os passageiros também precisam saber quais são os seus direitos enquanto consumidores. “Os passageiros devem observar se os horários das empresas estão sendo cumpridos, se os ônibus estão com pneus em boas condições de trafegabilidade, se oferecem condições de segurança e, o mais importante, se tem lugar para todos irem sentados”, enfatiza Suzana Lobão, diretora de normatização e fiscalização da Arcon. No caso do usuário se sentir lesado, ele deve procurar a própria empresa ou entrar em contato com a Ouvidoria da Arcon, através do número 0800-0911717.
Campanha educativa - A Arcon também desenvolve uma campanha educativa no Terminal Rodoviário de Belém e principais portos da Região Metropolitana com o objetivo de conscientizar os passageiros sobre os cuidados que devem ter antes de viajar. Arte-educadores mostram, de uma forma irreverente, todos os cuidados dos quais o veranista não pode prescindir antes de sair para o merecido descanso e divertimento. “Achei essa iniciativa muito legal, porque além de informar, acaba dando uma descontraída nos passageiros. Tem muita coisa que eles mostram que nós muitas vezes deixamos de prestar atenção”, diz o estudante Leonardo Costa, que assistiu a apresentação da campanha educativa da Arcon.

Texto:
Bruna Campos-Secom

Cultura Rede de Comunicação
entrega Praça do Carmo revitalizada
Localizada no centro histórico de Belém, a Praça do Carmo, tradicional ponto de eventos culturais da cidade, ganhou revitalização completa, numa ação inédita reunindo órgãos estaduais e municipais, entidades parceiras e moradores da Cidade Velha. A iniciativa é da Cultura Rede de Comunicação e integra as atividades do 6º Festival Cultura de Verão, realizado em Belém e no interior do Estado durante todo o mês de julho.
As obras serão entregues nesta terça-feira, dia 17, às 8h, com uma pequena cerimônia de entrega dos certificados aos moradores que atuaram como voluntários na ação. Eles participaram de oficinas de capacitação em pintura no Fórum Landi, em parceria com o projeto Tudo de Cor pra Você, da empresa Tintas Coral, que forneceu todo o material para a valorização cromática da praça e seu entorno.
A Praça do Carmo está sendo palco de shows instrumentais, todas as segundas-feiras do mês de julho, dentro da programação do festival. São parceiros da revitalização a Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado do Pará (Susipe), Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), Fórum Landi e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). A iniciativa tem apoio da Associação dos Moradores da Cidade Velha, Faculdade Estácio do Pará e bloco carnavalesco Elk

Sema orienta veranistas para a
reciclagem e o tratamento do lixo
A Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) considera a crescente produção de resíduos sólidos como um dos mais graves problemas ambientais. O aumento da população e o crescimento no consumo de bens industrializados são apontados como agravantes para o acúmulo de lixo não apenas nos centros urbanos. O reflexo dessa situação é visível principalmente no meio ambiente e na saúde pública, a proliferação de animais transmissores de doenças causada pelo lixo, poluição do solo e de mananciais de água são alguns exemplos constatados.
Nesse mês das férias escolares, a Sema está desenvolvendo um trabalho de educação ambiental entre os veranistas para evitar que as pessoas deixem lixo nas praias e nas áreas públicas das cidades. A técnica Doraci Lopes, da Coordenadoria de Capacitação e Educação Ambiental, orienta que a prioridade é o aspecto preventivo, para despertar as pessoas a cuidarem do lixo que produzem. “O poder público local deve garantir estrutura de coleta, seja nas praias ou em áreas públicas, para que o trabalho preventivo seja assimilado pela população”, complementa.
O trabalho educativo estimula o esforço conjunto entre comerciantes e veranistas. Sacolas plásticas ou biodegradáveis são distribuídas pela equipe da Sema, a comerciantes e a frequentadores dos balneários com orientações para que recolham nas sacolas os restos do que consomem e também indicam o ponto de recolhimento desse lixo. Essa parceria está sendo obtida através de atividades socioeducativas de valorização de boas práticas de educação e ações ambientais e da difusão dessas informações na família, na escola e em todos os círculos de relações pessoais.
A Sema planeja e coordena programas e projetos de educação ambiental, dá orientação e assessoramento técnico nas ações dos gestores e educadores ambientais nos municípios paraenses, capacita professores, estudantes e a sociedade civil organizada, através de cursos, palestras, oficinas, seminários, e demais atividades de cidadania no âmbito do meio ambiente.
O lixo pode ser orgânico (animal ou vegetal, facilmente decomposto pela natureza) e inorgânico (produtos industrializados), de difícil decomposição, mas que podem ser reciclados. Quanto à origem podem ser doméstico ou domiciliar, público, comercial, hospitalar, industrial, tecnológico e radioativo. O destino final do lixo deve ser o aterro sanitário, a reciclagem, a compostagem e a incineração.
Durante as férias estão sendo desenvolvidas, pela Sema, trocas ecológicas para estimular o recolhimento e separação do lixo; oficinas de reutilização de garrafa pet, garrafa plástica e latinhas de bebidas; oficinas de pintura ecológica, colagem em desenho com temática ambiental, blitz educativa, dentre outras atuações. A coleta seletiva e a reciclagem de materiais são alguns dos métodos de reaproveitamento do papel, plástico, alumínio, papelão, tecido, metais, madeira e vidro.
A transformação com criatividade de embalagens de refrigerantes, copos descartáveis e embalagens de biscoito em brinquedos, porta trecos, ornamentos, enfeites para roupas, e outros adereços é outro caminho demonstrado pelas oficinas temáticas realizadas. O lixo orgânico - folhas e restos de alimentos - pelo potencial biológico, pode ser usado como adubo na agricultura, através do processo de compostagem. “O reaproveitamento do lixo é uma das melhores formas de tratamento, pois além de diminuir a poluição ambiental, pode se constituir em fonte de renda e geração de emprego”, finaliza Doraci Lopes.

Confirmada Feira do Pescado
em Mosqueiro no fim de semana
Foi confirmada nesta segunda-feira, 16, a realização de nova edição da Feira do Pescado, desta feita no distrito de Mosqueiro, atendendo à grande demanda da população paraense para aquela Ilha. A Feira acontecerá em dois dias, no sábado, 20 e no domingo, 21, conforme adiantou o coordenador geral do evento, Mauro Leite, técnico da coordenadoria de pesca da Secretaria de Pesca e Aquicultura do Pará (Sepaq).
A Feira acontecerá na Praça da Vila (calçada do Racanto dos Tamarinos) no horário das 8 às 14 horas. A Prefeitura Municipal de Belém, por meio da Agência Distrital de Mosqueiro (Seção de Fiscalização e Ordenamento) emitiu o devido Termo de Autorização, assinado pelo diretor geral, Fernando Paulo Valente Robalo Jorge, para a realização da feira. Serão oferecidos para os moradores da Ilha e para os veranistas muitas espécies de peixes, desde os mais populares (a preço a partir de 2 reais, o quilo) e os mais nobres, como pescada amarela, dourada, além de camarão rosa e bacalhau.

Escola da Vida encerra atividades da
campanha de verão em Abaetetuba
Cerca de 70 crianças participaram da 1ª Campanha de Verão do projeto "Escola da Vida", do polo de Abaetetuba, que aconteceu durante cinco dias, encerrando neste domingo, 15, na praia de Beja. O sargento Nonato, do Corpo de Bombeiros Militar e subcoordenador do projeto no município, elogiou o envolvimento de novos parceiros: “Nós sempre realizávamos um dia de colônia de férias em julho, mas era uma ação só nossa e agora com a parceria de outros órgãos ficou melhor para os alunos”.
Além de atividades competitivas e de recreação, as crianças tiveram a oportunidade de assistir palestras sobre violência contra jovens e adolescentes ministradas pela pedagoga Sandra Ribeiro, técnica da coordenação de Ações Educativas Complementares da Secretaria de Educação, uma das parceiras da campanha. A pedagoga Sandra Lima, professora do projeto desde 2011, gostou da ideia de trabalhar temas do dia a dia das crianças de forma lúdica: “Gostei da equipe que trabalhou temas novos como bullying e outros mais conhecidos, como drogas e violência, utilizando dinâmicas como o teatro”, ressaltou.
Nailson André Fagundes, 13 anos, aluno do projeto desde 2010, gostou muito das palestras porque foi um incentivo para ele mudar de hábitos: “Eu batia nos outros quando falavam mal da minha mãe. Agora se continuarem, eu vou denunciar na escola, falar para os professores, para o diretor”. O estudante enfatizou ainda a formação cristã dentro do projeto Escola da Vida, que é ministrada pela missionária Ana Catarina, voluntária do projeto há 8 anos.
Fátima Almeida, soldado do Corpo de Bombeiros, pedagoga e instrutora do projeto do polo da Cremação, participou das atividades em Outeiro, Mosqueiro e Abaetetuba: “Todos os polos estão sendo diferentes, pois cada um possui as suas peculiaridades, com palestras adequadas às necessidades dos alunos”. Além de instruções sobre salvamento, combate a incêndio e medidas preventivas referentes às disciplinas da corporação, os alunos aprendem sobre ética e cidadania, entre outros.
Para a subtenente Ermê Benamor, instrutora/mentora do Proerd, todas as ações sociais concorrem para a prevenção: “É mais fácil conter uma ação antes que elas ocorram, além da oportunidade de interagir forças, conhecer o trabalho dos outros projetos, para enriquecer o nosso próprio e divulgar as atividades que acontecem fora da sala de aula e que muitas vezes as pessoas não tem conhecimento. A proposta do Proerd é fazer com que o jovem tenha condições de dizer não às drogas”, conclui.
O projeto "Escola da Vida" conta ainda com a parceria do Pro Paz, Casa Civil/Articulação e Cidadania e demais empresários, como Carmen Academia e Chama Tec. A Campanha de Verão será encerrada em Salinópolis, no período de 18 a 31 de julho.

Texto:
Janise Abud-Casa Civil

Noite de pop rock no
Festival Cultura de Verão


O 6º Festival Cultura de Verão, da Cultura Rede de Comunicação, retoma sua programação nesta terça-feira, dia 17, no Píer das Onze Janelas, com shows da dupla Strobo e da banda Johny Rockstar. Quem abre a noite é o cantor e compositor Mário Mouzinho. Antes dos shows será exibido o filme “Chupa Chupa: A História Que Veio do Céu”, de Adriano Barroso e Roger Elarrat. No Espaço Cuíra, o Grupo Gruta de Teatro reapresenta o espetáculo “Aldeotas”, às 19h. Toda a programação tem entrada franca.
Cantor, compositor e produtor, Mário Mouzinho tem mais de 25 anos de estrada. Fez carreira em bares e casas noturnas e participou de vários festivais – entre eles o Festival da Música Brasileira, ao lado de Ivan Cardoso. Gravou três discos com o Arraial do Labioso, participou do CD em homenagem aos 25 anos de carreira de Vital Lima e em 2005 lançou seu primeiro álbum solo, com participação de Zé Renato (Boca Livre), Nilson Chaves, Vital Lima e Ivan Cardoso. Seu mais recente trabalho é o CD “Coração de Aprendiz”, lançado no ano passado.
Há pouco mais de um ano Léo Chermont (guitarra e efeitos) juntou-se a Arthur Kunz (bateria e programações) para criar a dupla Strobo. A proposta é dar uma roupagem pop à música instrumental, misturando timbres sintéticos e acústicos sem restrição. Em pouco tempo de existência a banda já tem três EPs virtuais ("001", “Bizarro Dance Club” e “Quando se perde a inocência”), dois clipes na programação da MTV Brasil, foi contemplada pelo edital de circulação Conexão Vivo e gravou recentemente o badalado programa “Experimente” da emissora Multishow. Além disso, participou da edição 2012 do Festival Abril pro Rock. Atualmente Kunz e Chermont estão trabalhando na finalização do segundo disco da dupla.
Formada por Eliezer e João Paulo (guitarras), Elder Effe (baixo) e Jr. Feitosa (bateria), a banda Johny Rockstar tem quarto anos de estrada e traz na bagagem um rock pulsante, mas também compõe melodias para assoviar, com influências de Foo Fighters, Nirvana, Metallica e Weezer.
TEATRO
“Aldeotas”, do Grupo Gruta, é a atração no Espaço Cuíra. Escrito pelo ator e diretor Gero Camilo, o espetáculo começa com o retorno do personagem Levi a Coti das Fuças, mas ao longo da narrativa há idas e vindas no tempo. Drama e humor se misturam na história de dois amigos de infância, lançando um olhar sobre temas como saudade, amizade e memória. Criado em 1969, o Grupo Gruta de Teatro é um dos mais antigos de Belém. Após dois anos sem montar um novo espetáculo, o grupo retornou aos palcos com “Aldeotas”, que tem direção de Henrique da Paz e, no elenco, Adriano Barroso e Ailson Braga.
Serviço: 6º Festival Cultura de Verão. Shows de Mário Mouzinho, Strobo e Johny Rockstar, a partir das 20h, no Píer das Onze Janelas. Às 19h será exibido o filme “Chupa Chupa: A História Que Veio do Céu”, de Adriano Barroso e Roger Elarrat. No Espaço Cuíra (Rua Riachuelo com 1º de Março), às 19h, o Grupo Gruta apresenta o espetáculo “Aldeotas”. Entrada franca. Realização: Cultura Rede de Comunicação. Programação completa: http://festivalculturadeverao.com.br.

Texto:
Márcia Carvalho-Funtelpa

Emater incentiva a cultura
hidropônica em Jacundá
O escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Jacundá, no sudeste do estado, lançou, em junho, um projeto piloto de cultura de alface hidropônica. A estrutura pioneira, à base de plástico PVC e bombeamento automático, foi montada na propriedade do casal Antônio e Gessilene Bardini, sob financiamento de um contrato da linha Mais Alimentos, do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), no valor de mais de R$ 33 mil. São quase dois mil metros quadrados onde estão sendo produzidos cinco mil pés da hortaliça. Cultivada em escala programada, a alface tem colheita diária. O produto é vendido diretamente para o mercado local.
Atendido pela Emater há quatro anos, o casal Bardini sempre trabalhou com hortaliças (alface, couve, cheiro-verde e cebolinha), mas no sistema convencional, com plantio na terra. A incidência de doenças transmitidas através do contato com o solo, no entanto, mais a observação sobre boas experiências com hidroponia em municípios vizinhos, incentivou os produtores a progressivamente migrar para a hidroponia – tecnologia que além de gerar hortaliças mais vistosas e de folhagem preservada, demanda menos agrotóxicos.
“A hidroponia é muito vantajosa para o agricultor familiar. O investimento inicial pode ser alto, mas a manutenção é mais fácil e o produto final, tem mais qualidade”, explica o chefe do escritório local da Emater, o técnico em agropecuária Wilter Miranda. De acordo com ele, a Emater em Jacundá deve realizar um Dia de Campo da atividade até novembro, para informar e apresentar a possibilidade de hidroponia a outros agricultores.

Texto:
Aline Miranda-Emater

Inscrições para as oficinas da
Fundação Curro Velho
iniciam no dia 30 de julho



Livro de Pano para Crianças, Jogos Teatrais, Fotografia de Moda, Animação Stop Motion e Iniciação ao Cinema de Animação são algumas das oficinas que serão ofertadas pela Fundação Curro Velho no mês de agosto. No total, serão mais de 100, contemplando as linguagens visual, cênica, verbal e musical. As inscrições para o primeiro módulo de oficinas regulares do segundo semestre iniciam no dia 30 de julho e encerram no dia 10 de agosto. Os alunos da rede pública de ensino são isentos da taxa e os demais pagam R$ 20,00. Os interessados devem levar um documento de identificação para fazer seu cadastro e o aluno de escola pública deve comprovar sua matrícula na rede de ensino.
Para as crianças com idade a partir de sete anos são oferecidas oficinas na área da iniciação artística, como Ballet para Criança, Criação de Brinquedos, Livro de Pano para Crianças e Jogos Teatrais. Outras oficinas que tem grande procura pelos jovens e adultos são de Iniciação ao Desenho, Linguagem de Quadrinhos, Desenho de Observação, Iniciação à Pintura e Serigrafia.
Na área de Linguagem Verbal, as atividades são realizadas na Casa da Linguagem. Os alunos poderão se inscrever nas oficinas de Gramática e Texto, Libras, Redação Dissertativa, Leitura e Produção de Texto. Também na Casa da Linguagem são ofertadas oficinas de Produção em Mídias Móveis, Iniciação ao Cinema de Animação e Pintura em Aquarela, entre outras.
As aulas na Fundação Curro Velho iniciam no dia 13 de agosto e encerram no dia 31. As atividades são realizadas na sede da instituição, na rua Professor Nelson Ribeiro, nº 287, esquina com a travessa Djalma Dutra, bairro do Telégrafo, e na Casa da Linguagem, na avenida Nazaré, nº 31.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Sefa altera condições
Para parcelamento de
créditos tributários
A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa) publicou no Diário Oficial do Estado (DOE)  do dia 11 de julho, a Instrução Normativa 09, sobre parcelamento de créditos tributários referentes ao Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS). A legislação altera dispositivos da Instrução Normativa 12, de junho de 2011.
A grande novidade é o parcelamento para importação de matéria-prima e de bens para integrar o ativo imobilizado do estabelecimento. Com isso, serão beneficiados os importadores. Na importação, o pagamento do imposto deve ser feito no desembaraço aduaneiro. Com a nova legislação o contribuinte poderá desembaraçar a mercadoria ou bem, sem o pagamento do imposto, e tem até cinco dias para solicitar o parcelamento junto a Sefa. A Sefa também ampliou as possibilidades de reparcelamento, que poderá ser feito em até duas vezes, para a inclusão de novos débitos ou para a alteração do número de parcelas.
O pedido de parcelamento será examinado pelo Coordenador Executivo Regional ou Especial de Administração Tributária e Não Tributária de circunscrição do contribuinte,  quando o valor total do crédito tributário a ser parcelado for igual ou inferior a 500 mil Unidades Padrão Fiscal do Pará (UPF-PA). Pedidos de parcelamento com valores superiores serão encaminhados ao secretário da Fazenda. Para os parcelamentos de créditos tributários relativos a autos de infração, declaração e denúncia espontânea continuam inalteradas as regras constantes da Instrução Normativa 12.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa

Parcerias ajudam o Hemopa
 aumentar doações na
campanha do veraneio
Paralelamente à campanha de incentivo à doação de sangue do veraneio, que começou no dia 2 de julho, a Fundação Hemopa está realizando campanhas internas de doação de sangue na sede do hemocentro, em parceria com instituições públicas e privadas, visando o abastecimento transfusional da rede hospitalar no mês de julho, quando normalmente a hemorrede brasileira enfrenta redução no comparecimento de voluntários. No Pará, a queda atinge 20% das doações efetivadas. Os tipos de sangue O negativo já alcançam a significativa redução de 50%. “Neste verão dê um banho de cidadania. Doe Sangue” é o tema da campanha que prevê 250 coletas/dia, mas que ainda não foi atingida, registrando um total de 2.323 comparecimentos, que corresponde a uma média diária 194 voluntários.
Nesta quarta-feira (18), o estoque de sangue vai ganhar maior fôlego com a campanha de doação promovida pelos agentes do Programa Saúde Família (PSF) do Galo I, com a previsão de 30 doações. No entanto, outras ações já foram realizadas na primeira quinzena deste mês com as seguintes instituições: Polícia Federal, Igreja de Jesus Cristo dos Últimos Dias, através do projeto “Mãos que Ajudam”; empresa White Martins, 5ª Cia de Guardas do Exército e com a Igreja Adventista do 7º Dia, por meio do projeto “Vidas por Vidas”, que somaram mais 146 doações ao estoque estratégico do hemocentro, que atendeu cerca de 450 pacientes internados na rede hospitalar.
Sobre a campanha desta quarta-feira, a gerente de Captação de Doadores do Hemopa, a assistente social Juciara Farias, agradeceu a iniciativa e informou a atuação do hemocentro em capacitar agentes de saúde da Região Metropolitana de Belém (RMB) para captação de doadores. “Somente este ano, treinamos mais de 200 agentes e o resultado é visto nas campanhas que eles realizam junto às suas comunidades, através do repasse de informações claras e precisas sobre a importância da sociedade no processo da doação de sangue”, destacou, ressaltando que essa captação é feita no dia-a-dia dos agentes de saúde. A próxima campanha será realizada no dia 26, com agentes dos bairros de Águas Negras, Paracurí II e Distrito de Outeiro, com meta de 40 doações. A campanha do veraneio também está sendo realizada nos municípios de Castanhal, Marabá, Santarém, Abaetetuba, Altamira, Tucuruí, Redenção e Capanema.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço:
O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118, de 2ª a 6ª, de 8h às 18h, e aos sábados até às 17h.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa

PM reforça fiscalização em
municípios da região do Salgado
O policiamento nos balneários que compõem os municípios de Curuçá, Marudá e Marapanim receberá reforço a partir desta terça-feira (17). O 5º Batalhão da Polícia Militar do Pará (BPM), responsável pela segurança da região, avaliou que o movimento de turistas neste terceiro final de semana das férias foi tranquilo, no entanto a expectativa é que o volume de visitantes aumente na próxima quinzena, por isso o novo efetivo da PM destacado para atuar na área estará presente até o final do mês de julho.
A operação de segurança planejada para atuar nas praias e igarapés dos municípios foi programada em duas etapas. Na primeira quinzena 20 policiais militares divididos em três postos fixos (Curuçá, Crispim e Marudá) e em unidades móveis garantiram a segurança durante os finais de semana. A partir do dia 17 de julho, além deste efetivo receber reforços, que ainda será definido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, os agentes de segurança permanecem nos locais durante os 15 dias restantes do verão.
“O terceiro final de semana das férias foi mais movimentado do que os anteriores, no entanto esperamos que aumente ainda mais nos próximos dias, para tanto, organizamos novas ações até o final das férias. Os reforços de policiamento eram concentrados apenas durante os finais de semana, a partir de amanhã (17) aumentará e permanecerá nos balneários até o final do mês de julho”, explica o capitão Heyder, do 5º BPM.
A tranquilidade do final de semana se reflete no número de autuações realizadas pela Polícia Militar. O capitão Heyder informou que as duas únicas grandes ocorrências do período foram uma prisão de foragido e um atropelamento. “Na sexta-feira (13) à noite abordamos um cidadão em uma moto roubada e o identificamos como foragido do sistema penitenciário. Imediatamente ele foi preso e encaminhado para os responsáveis legais. No final da tarde do sábado (14) uma senhora foi atropelada por um carro na saída de Marudá, infelizmente ela faleceu enquanto era conduzida ao hospital, mas já identificamos a placa do veículo (Fiat Uno), que fugiu do local do crime sem prestar socorro. O inquérito já foi instalado e não deve demorar para o condutor ser encontrado”.

Texto:
Julia Garcia-Secom

Modelo de gestão por esultados
será apresentado nos EUA
O modelo de gestão por resultados, que vem sendo desenvolvido no Pará, vai ser avaliado pelo Instituto Publix – consultoria que trabalha com o Conselho Nacional de Secretários de Estado da Administração (Consad) - e apresentado em Washington (EUA), no mês de novembro, a fim de demonstrar o grau de orientação das políticas públicas desenvolvidas no Estado e comprometidas com resultados. A decisão foi tomada pela secretária de Estado de Administração, Alice Viana, em acordo com os consultores Humberto Martins e Caio Marinho, do Instituto Publix, no 86º Fórum de Secretários de Estado de Administração, que aconteceu entre os dias 11 e 13 de julho, em Foz do Iguaçu (PR), no hotel Mabu Thermas Resort.
O modelo de gestão por resultados tem como finalidade integrar e articular os esforços de todos os agentes públicos no cumprimento dos compromissos assumidos pelo governo do Estado. O Estado do Pará também foi inserido no fundo de cooperação internacional do Governo Britânico, através da agenda i-Brasil 2015, que objetiva promover o desenvolvimento socioeconômico local pela implementação de estratégias de Open Government (Governo Aberto) nos Estados brasileiros, o qual terá intercâmbio também com os Estados Unidos e outros países. No Fórum do Consad, secretários da Administração de 16 Estados estiveram reunidos para discutir temas voltados para a melhoria da gestão pública no Brasil. Para Alice, as reuniões do Consad são de fundamental importância para os Estados por ser o principal fórum de discussão nacional da agenda de gestão dos Estados brasileiros. “É um importante espaço de cooperação técnica entre os Estados e de intercâmbio de experiências”, concluiu.

Delegado Benassuly será
submetido a cirurgia
Está marcada para o final da manhã desta segunda-feira (16) a cirurgia que irá reparar a fratura do braço direito do delegado Raimundo Benassuly. O policial civil fraturou o braço em duas partes e teve uma luxação no ombro durante o acidente sofrido na tarde do último sábado (14), na rodovia Transamazônica. Os outros dois policiais que estavam na viatura com o delegado no momento da capotagem foram atendidos e receberam alta médica. O escrivão Fábio Noronha sofreu uma luxação no ombro e o motorista Peri teve ferimentos leves.
Após o acidente, os policiais foram imediatamente atendidos no hospital de Jacareacanga. A Polícia Civil do Estado providenciou um avião para que os policiais pudessem ser transferidos para o hospital de Santarém, onde aguardaram a transferência para a capital paraense. A Polícia Civil do Estado, assim que foi informada sobre a fatalidade, colocou prontamente à disposição dos policiais e seus familiares todos os recursos necessários para o melhor atendimento. Atendimento médico, psicológico e social também para os familiares dos policiais foi disponibilizado pela Polícia Civil, através da Diretoria de Atendimento ao Servidor (DAS).

Lançamento da Campanha
McDia Feliz 2012
O Instituto Ronald McDonald, Associação Colorindo a Vida e o Hospital Ophir Loyola promovem a cerimônia de lançamento da Campanha “McDia Feliz 2012”, no dia 18 de Julho, às 9h, no Auditório Luiz Geólas de Moura Carvalho, do HOL. Para a edição de 2012, que acontece dia 25 de agosto, a arrecadação da venda dos sanduíches Bic Mac será destinada à manutenção das atividades da Casa Ronald McDonald, que beneficia pacientes infanto-juvenis em tratamento oncológico no HOL.
Algumas crianças e adolescentes com câncer precisam viajar grandes distâncias para receber atendimento médico. As famílias que precisam acompanhar o tratamento dos pequenos pacientes, muitas vezes ficam longe de seus lares e mal acomodadas, chegando até mesmo a desistirem do tratamento. A Casa Ronald McDonald Belém tem capacidade para receber 35 pacientes com acompanhantes, totalizando 70 leitos. Com 2.092,62m², a Casa oferece instalações adequadas, práticas e confortáveis para hospedar crianças e adolescentes durante o tratamento e familiares, oferecendo transporte e apoio psicossocial.
No mundo existem atualmente 315 Casas Ronald McDonald. No Brasil, o programa é coordenado pelo Instituto Ronald McDonald. A unidade de Belém é a quinta do país, somada às já existentes no Rio de Janeiro, em Santo André, São Paulo e Campinas.
Sugestão de Entrevistados:
Dyrce Koury- Presidente da Casa Ronald McDonald
Franqueado McDonald's e embaixador do Instituto Ronald McDonald Kemel Kalif
Diretor do HOL - Vitor Moutinho

Cosanpa testa mecanismo
que ajudará a combater
o desperdício de água
A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) estuda uma nova tecnologia, denominada Telemetria, que consiste em um dispositivo de radiofrequência associado ao hidrômetro e que permite realizar a leitura do medidor de água a distância. Usado há mais de 20 anos em diversos países da Europa, o dispositivo fica dentro de caixas fechadas, tem bateria com duração de 15 anos e ajuda a combater o desperdício de água. A Cosanpa está realizando o teste piloto em 64 hidrômetros instalados ao logo da avenida Marquês de Herval. O funcionamento do mecanismo de radiofrequência possibilita a leitura automática dos hidrômetros, localizados num raio de até 400 metros, fazendo com que a medição aconteça até mesmo de dentro de um veículo.
A tecnologia permite a precisão na leitura do hidrômetro, a redução no tempo de leitura, detectar fraudes, vazamentos e casos de hidrômetros instalados em posição invertida. Segundo a engenheira Adriana dos Anjos, coordenadora de Micromedição, “a empresa irá monitorar o funcionamento dos aparelhos durante 90 dias, período em que serão mensurados os resultados”. Para Adriano Souza, analista da empresa fornecedora do equipamento, com o aparelho é possível perceber como o hidrômetro está funcionando. O dispositivo de telemetria trabalha com um conjunto de alarmes que ficam gravados e monitoram as ações do ponto de medição.
“A medição será mais precisa. Teremos como saber, por exemplo, quando acontecem vazamentos em válvulas de vasos sanitários que ficam desperdiçando água durante a madrugada, quando o consumo deveria ser praticamente nulo. Com a precisão da leitura e a redução de fraudes, evitamos perdas para a empresa e para toda a comunidade”, afirma Fernando Martins, diretor de Mercado.

Texto:
Leila Blanco-Cosanpa

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX
Já soube da boa notícia do
dia? Shaolin melhora e
começa a dar risada com
filmes engraçados

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX


Dos 52 passageiros, pelo menos

40 ficaram feridos, segundo a PRE
Acidente aconteceu entre Ventania e
Piraí do Sul, na região central do PR

A Polícia Rodoviária Estadual (PRE) informou às 9h40 desta segunda-feira (16) que o número de mortos no acidente de ônibus entre Ventania e  Piraí do Sul, na região central do Paraná, aumentou de sete para dez. Três delas foram arremessadas para fora do ônibus. O número de feridos também aumentou de 16 para pelo menos 40, segundo o cabo Boiko.
No total, 52 pessoas viajavam no veículo que seguia em comboio com outros dois ônibus de Belém, no Pará, para Curitiba, no Paraná. Ainda segundo o cabo Boiko, as primeiras informações são de que o motorista teria perdido o controle e batido na lateral de um caminhão, que seguia na pista contrária. Após a batida, o ônibus tombou e caiu em uma ribanceira. O condutor do caminhão não se feriu.
Por volta das 9h50, o Corpo de Bombeiros e funcionários do IML trabalhavam no local para a retirada das vítimas. Neste horário, a pista estava liberada e o trânsito estava fluindo lento. Os feridos foram levados para hospitais de Castro e de Piraí do Sul.

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx
 

Será necesário dizer mais alguma coisa?
 Sim! Podemos fazer algo sm! A partir das próximas
eleições municipais,
onde os políticos que mais ficam perto da gente,
da comunidade: os vereadores e os prefeitos.


Impeachment do Collor
Na TV, Rosane revela sofrer
ameaças e fala sobre amor
e disputas além de
magia negra com Collor


"Se algo acontecer na minha vida, o responsável será
Fernando Collor de Mello", diz Rosane, que falou ainda
de magia negra e visitas de PC Farias,
negadas por Collor, à Casa da Dinda
Vinte anos após o impeachment do ex-presidente Fernando Collor de Mello, Rosane Malta - antes conhecida como a ex-primeira-dama Rosane Collor - concedeu uma entrevista ao programa "Fantástico", da Rede Globo, neste domingo (15). Separada há 7 anos de Collor e aos 47 anos de idade, Rosane reafirma que Collor participava de práticas de magia negra dentro da Casa da Dinda (residência presidencial) e também fala sobre os sentimentos de amor e ressentimento que tem pelo ex-presidente.
"O Fernando foi o grande amor da minha vida, mas também foi a minha grande decepção", afirma Rosane a jornalista Renata Ceribelli.
Rosane vive sozinha na mansão construída quando ainda era casada com o ex-presidente na capital alagoana e divide seu tempo entre a academia de ginástica e as atividades religiosas e sociais da igreja evangélica à qual se converteu alguns anos atrás.
A ex-primeira-dama culpa Collor pelos revezes de sua vida e alimenta teorias conspiratórias quanto à sua segurança pessoal e costuma dizer que é uma das únicas sobreviventes do grupo próximo ao então presidente.
"Eu me considero um arquivo vivo", diz a ex-primeira-dama. Rosane afirma que corre risco de vida, temendo que a chamada maldição da era Collor chegue até ela. "Se algo acontecer na minha vida, o responsável maior será Fernando Collor de Mello", acusa.
Ela que diz que foi ameaçada a mando de Fernando Collor para não encontrar Maria Cecília, que é a pessoa que realizava trabalhos de magia negra para o ex-presidente. "Recebi um telefonema dizendo que eu não fosse a esse evento (de Maria Cecília). Disse que se eu fosse eu não voltaria. Foi ele que me ameaçou por um telefonema anônimo. Falavam que ele tinha mandado ligar. Se eu fosse eu não voltaria".
A ex-primeira-dama deu detalhes sobre os rituais de magia negra que ocorriam até nos porões da Casa da Dinda. Segundo ela, Fernando Collor já fazia rituais antes dos dois se conhecerem. "Faziam trabalhos em cemitérios, na Casa da Dinda. Eram trabalhos muito sérios, trabalhos com morte de animais em que matavam galinha, boi, vaca".
"O Fernando fez ritual de ficar isolado na Casa da Dinda. Ficou durante três dias isolado no porão, dormindo em esteira, com roupa branca. Ele acreditava que assim, o mal que faziam contra ele, voltaria", disse Rosane.
Rosane também falou sobre a relação de Collor com o seu ex-tesoureiro de campanha, Paulo César Farias, o PC. Segundo ela, o ex-presidente mentiu quando declarou, em rede nacional, (veja o vídeo na cronologia do impeachment) que não tinha mais contato com PC durante os anos em que esteve na Presidência. "Ele tomava café da manhã na Casa da Dinda. Uma vez por semana ele tomava café da manhã com o Fernando. Eles eram amigos. Eu tenho certeza que o PC tinha influência no governo".
A ex-mulher está disputa judicial com Fernando Collor por achar que tem direito a metade do que o ex-presidente conquistou após o casamento, apesar de não ter esse direito no regime em que casaram. "Casamos em separação de bens total, mas eu achava que tinha sido separação parcial de bens. Mas infelizmente, pela minha maturidade, eu assinei um documento em que eu não sabia o que estava fazendo"
Rosane também luta para aumentar a pensão de R$ 18 mil que ganha mensalmente do marido. "Pela vida que ele tem, acho pouco. Vejo amigas minhas, que o marido não foi presidente ou senador, e tem uma pensão de quase R$ 40 mil reais".
Salve Nossa Senhora do Carmo!

Hoje é dia de Nossa Senhora do Carmo, título consagrado à Virgem Maria e que se refere ao convento construído no Monte Carmelo em Israel. A santa iniciou a tradição do uso dos escapulários, que em seus primeiros modelos vinham como tiras de pano que cobriam o peito. Eram usados em atividades monásticas e de devoção. Segundo a história, quando os Carmelitas se mudaram para a Europa, em 1251, São Simão Stock, Superior da Ordem, pediu à Nossa Senhora um sinal de sua proteção e recebeu da Virgem um escapulário como um sinal de salvação e proteção contra os perigos.
Atualmente, muitos católicos usam o escapulário de madeira com a foto de Nossa Senhora do Carmo na frente e do Sagrado Coração na parte de trás, como sinal sacramental. Também é usado na versão metálica.


Eco Colônia de Férias
do Mangal encerra
atividades



Vinte e cinco crianças que integraram a segunda turma da Eco Colônia de Férias do Mangal receberam, no último sábado, 14, os certificados e a carteira do Clubinho do Mangal. Durante uma semana eles participaram de atividades lúdicas com foco na educação ambiental e preservação da natureza. A colônia é promovida pela Secretaria Estadual de Cultura, por intermédio da Organização Social Pará 2000, que administra o Mangal das Garças.
Para a jornalista Tina Martins, mãe de Marina Martins, 8 anos, a colônia foi uma ótima oportunidade para que a filha interagisse com outras crianças além de fortalecer a sensibilidade da menina pela natureza. “Esta foi uma excelente oportunidade para as crianças interagirem com o Parque. Ela estava muito animada e sempre chegava em casa com muita história pra nos contar. A qualidade das atividades desenvolvidas me impressionou. Marina já participou de outras colônias, mas esta, sem dúvida, é a melhor”, avaliou Tina Martins.
A ONG Noolhar foi escolhida pela Pará 2000 para coordenar as atividades durante a Eco Colônia de Férias. Cada grupo que participou nessas duas semanas é diferente e a partir de suas particularidades conseguimos alcançar o nosso objetivo. Passamos a informação voltada pra conscientização ambiental para o coletivo, mas sabemos que a mudança é individual. São estas crianças que vão passar aos pais, familiares e amigos essa conscientização”, explicou Marcos Wilson, coordenador da organização, “.
O policial militar aposentado Francisco Cardoso também percebeu essa mudança. O filho Francisco, de 8 anos, reproduzia em casa tudo o que aprendia na colônia. “Percebemos as atividades que despertou nele o zelo pela natureza. Ele passou a comentar conosco o que ouvia durante o dia na colônia e já nos cobra a preservação. Quer reciclar, separar o lixo para a coleta seletiva e quer vir mais vezes ao Mangal”, contou o pai.
Clubinho do Mangal
Lançado este ano, o projeto Clubinho do Mangal tem como foco a educação ambiental. As crianças que participaram da Eco Colônia de Férias receberam, ao final das atividades, a carteirinha do Clubinho e tornaram-se embaixadores do Mangal. A carteirinha do Clubinho dá direito à visitação gratuita aos espaços pagos, tais como o Museu da Navegação, o Borboletário, o Farol de Belém e o Viveiro dos Pássaros, com direito a um acompanhante. Além disso, quem não teve a oportunidade de participar da colônia de férias pode fazer uma visita monitorada ou assistir ao Teatrinho do Mangal, que acontece aos domingos, e solicitar a carteirinha na ocasião. Os interessados devem entrar em contato com o Núcleo Cultural da OS Pará 2000, através dos fones (91) 3212-5525 ou 3212-5660.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000

Projeto Escola de Surf
atrai veranistas em Algodoal








A travessia de Marudá para Algodoal neste domingo, 15, foi bastante movimentada. A ilha recebeu centenas de veranistas e também a primeira edição do projeto Escola de Surf Pororoca, realizada pela Associação Brasileira de Surf na Pororoca (Abraspo) com o apoio e patrocínio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel). O Governo do Estado também marcou presença com equipes da Agência de Regulação de Serviços Públicos do Estado do Pará (Arcon), que desde a primeira semana de julho garante a fiscalização no embarque de passageiros tanto na rodoviária como no pier de Marudá, de onde saem os barcos que fazem a travessia.
“Desde a primeira semana de férias a travessia está ocorrendo sem problemas. Intensificamos a fiscalização neste fim de semana para evitar problemas como a superlotação e para garantir a segurança de todos. Todas as vinte e sete embarcações que fazem parte da frota estão cadastradas e foram vistoriadas por nossos agentes e pela Capitania dos Portos, que esteve ontem o dia inteiro acompanhando o embarque e desembarque de veranistas em Marudá”, explicou Sheila Campos, controladora da Arcon.
José Maria Rabelo, que é presidente da Cooperativa de Lancheiros da Ilha de Maiandeua/Marudá (Climam), avalia que apenas neste final de semana mais de 1.500 pessoas foram a Algodoal. E aprovou o trabalho desenvolvido pela Arcon. "Esse tipo de fiscalização é muito importante, pois garante aos visitantes a segurança e qualidade dos serviços oferecidos pelas embarcações, que precisam seguir as regras de segurança estabelecidas pelo órgão", explicou.
Segundo Rabelo, os lancheiros que fazem parte da cooperativa participaram de reuniões com representantes da Arcon antes do veraneio para padronizar  os serviços oferecidos aos visitantes, desde a vestimenta dos lancheiros até o uniforme dos cooperados que trabalham na travessia. "O trabalho de fiscalização é válido pois mostra ao visitante que há toda uma organização para recebê-los e servi-los da melhor maneira. O movimento ainda está pequeno, mas a nossa expectativa é que o número de turistas aumente nos próximos finais de semana", detalhou.
Na ilha de Algodoal uma das opções de lazer para os veranistas foi a Escola de Surf Pororoca. Mais de cem crianças, jovens e adultos participaram, desde o sábado, 14, de aulas de surf promovidas pela Abraspo. A ação, que une entretenimento e educação, movimentou a praia da Princesa. “É uma grande satisfação para a Seel apoiar projetos como este. Nosso principal objetivo é fomentar e promover o esporte no Estado. No verão, a prática do surf é ideal, pois envolve esporte e diversão, além de promover as belezas naturais do Pará, como as praias de rio e de mar. A parceria com a Abraspo para a realização desse projeto justifica-se por entendermos que apoiar boas idéias relacionadas ao esporte , ainda mais no período de férias, é fundamental”, disse Marcelo Gonçalves, gerente de eventos da Seel.
Profissionais da Secretaria de Esporte e Lazer acompanham as atividades do projeto, que no próximo final de semana também estará em Mosqueiro (21 e 22) e em Salinas (28 e 29). Cinco instrutores de surf atendem o público, que recebe noções de como subir e se posicionar na prancha. Antes de entrar no mar, os alunos fazem alongamento para evitarem cãimbras durante as manobras. “O projeto da escola itinerante é uma iniciativa que, além de promover o surf entre os jovens, pode ajudar a revelar novos talentos paraenses nesse esporte. Algodoal é um dos locais mais procurados por surfistas do estado e é no veraneio que eles aproveitam para explorar o que a ilha tem para oferecer. A Seel está de parabéns por apoiar esta iniciativa”, comemorou Noélio Sobrinho, presidente da Abraspo.
O Corpo de Bombeiros Militar do Pará também esteve presente durante toda a ação. Nove guarda-vidas estão distribuídos na ilha de Algodal, nas praia da Princesa e da Lua Cheia e ainda no canal que dá acesso à zona praieira. “Estamos atentos a toda a movimentação dos banhistas e damos um apoio especial para o projeto da Escola de Surf, pois envolve a participação de crianças. Por enquanto não registramos nenhuma ocorrência, tudo está transcorrendo tranquilamente", explicou o sargento R. Costa, do CBM.
Próximos eventos
No dia 21 de julho o CBM promove a oitava edição da Travessia Marudá-Algodoal, a partir das 15h. Bombeiros e nadadores (profissionais e amadores) farão a travessia, que terá largada às 15h, da praia de Marudá. No dia 26 acontece a 4a Regata de Canoa  à Vela organizada pela CICLAM, disputada por pescadores de toda a região nordeste do Estado. A expectativa dos organizadores é que mais de sessenta embarcações participem da regata, que tem largada prevista para as 13h, no Rio Marapanim. A chegada será no trapiche de Algodal, prevista para as 16h.

Texto:
Julia Garcia-Secom

Praia do Rio Novo em
Colares encanta veranistas


A tranquilidade da praia do Rio Novo, em Colares, município paraense da Região do Salgado, atraiu vários veranistas na manhã deste domingo, 15. O técnico em eletrônica Josinaldo Coelho, 35 anos, aproveitou a praia com a esposa Renata, 31, e os filhos Jorge Luiz, 10, e Reinaldo Almir, 11, pelo terceiro final de semana. “Viemos de Belém pra cá e não trocamos a tranquilidade daqui por nenhuma outra praia, como Mosqueiro e Salinas”, comentou Josinaldo.
Para ele, a segurança e tranquilidade de Rio Novo influenciaram na escolha do município para o descanso da família. “Não tem o perigo de nos levarem alguma coisa enquanto andamos pela praia. Com certeza, a segurança é um grande ponto a favor, fora a beleza do local. Espero que continue assim daqui a cinco anos ou mais, e que esse clima se conserve ainda por muito tempo”, comentou Josinaldo.
As belezas naturais do município também encantaram a carioca Margarida Perez, 49 anos. “Estou a adorando a tranquilidade e a receptividade do povo da daqui”, disse a empresária, que foi a Colares por indicação das amigas Marlice Rodrigues, 49, e Irene da Paixão, 45. As duas são naturais do município, mas já moram há mais de 30 anos no Rio de Janeiro.
“É a segunda vez que volto, desde que sai daqui. É incrível ver como as coisas mudaram, mas a beleza ainda se mantém. Muita gente de fora tem vindo para cá e é importante que os cuidados com a educação e a limpeza, por exemplo, aumentem como forma de preservar as praias limpas”, comentou a comerciária Marlice. Como ela, a prima Irene também disse ter percebido várias mudanças. “Venho mais vezes, de cinco em cinco anos. Hoje temos mais opções, desde trilhas até praias mais desertas”, afirmou.
Segurança - Para garantir a tranquilidade das pessoas que optaram pelos balneários de Colares neste final de semana, a Polícia Militar destacou quatro homens para reforçar o policiamento na cidade. Ao todo, nove deles atuam nas rondas ostensivas e preventivas pelo município. A Polícia Civil também recebeu o reforço de três investigadores, um escrivão e um delegado.
Ao longo da extensão da praia do Rio Novo (convergência com o Igarapé Sonrisal), um grupo de seis homens do Corpo de Bombeiros garantia a orientação dos banhistas. De acordo com cabo João Cordeiro, nenhuma ocorrência de afogamento, crianças perdidas ou acidentes com animais marinhos (como arraia) foi registrada desde o início do veraneio. “Nossa principal orientação é para que os pais sempre fiquem pertos dos filhos e que observem o limite da praia, demarcado pelos guarda-vidas”, destacou.        

Texto:
Amanda Engelke-Secom

Estação das Docas sedia
gravações do programa
Aventura Selvagem
Na manhã da última sexta-feira, 13, um dos principais pontos turísticos da capital paraense, a Estação das Docas, recebeu a visita ilustra do biólogo Richard Rasmussen. No complexo, foram gravadas as chamadas de abertura do programa Aventura Selvagem, exibido por uma emissora nacional. Durante as gravações, Richard foi bastante assediado pelo público e, sempre simpático, posou para diversas fotos. Ele, aproveitou para provar o tradicional sorvete de açaí. A equipe de produção do programa esteve na Estação um dia antes registrando a apresentação do Grupo Iaçá Luterana, que mostrou o melhor da cultura regional dentro do projeto Por-do-Som. A administração da Pará OS 2000 ofereceu todo apoio operacional para que a equipe do Aventura Selvagem pudesse gravar tanto na Estação das Docas como no Mangal das Garças.

Operação Veraneio alerta para
a prevenção das DST
e Aids em Salinópolis






Durante todos os finais de semana do mês de julho, técnicos da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) percorrerão os balneários mais procurados pelos veranistas para orientá-los sobre a importância da prevenção das DTS/Aids, hepatites virais e dengue. Em Salinópolis, as atividades acontecem no mercado municipal e na praia do Atalaia, principais pontos de concentração dos banhistas.
As ações preventivas incluem distribuição de preservativos masculinos, fôlderes, cartazes com orientações sobre os cuidados que a população deve ter - em especial o público jovem - com as doenças sexualmente transmissíveis. Segundo Tomaz Brito, coordenador das atividades em Salinópolis, a ideia é alcançar o maior número de pessoas para atingir o objetivo da campanha. “Estes locais foram escolhidos estrategicamente pelo grande número de pessoas que passam por aqui neste período”, explicou.
Além de Salinópolis, o trabalho de prevenção acontece simultaneamente em Belém, no Terminal Rodoviário, nos portos do Arapari e Bom Jesus, em Outeiro, e no distrito de Mosqueiro. A praia de Ajuruteua, em Bragança, e os municípios de Vigia de Nazaré, Marudá, Abaetetuba e Barcarena também recebem a campanha. Com o apoio dos Centros Regionais de Saúde, as ações ainda acontecem em outras localidades do Estado, incluindo a Ilha do Marajó e os municípios do Baixo Tocantins, no oeste paraense. As ações acontecem por meio do departamento de Vigilância em Saúde do Estado, com apoio das Coordenações Estaduais de DST/Aids e de Hepatites Virais da Sespa.
Suporte
Para garantir o atendimento da população neste mês de julho, o Hospital Regional de Salinópolis reforçou a escala de plantão, colocando à disposição dos pacientes 16 profissionais para o apoio administrativo e mais 79 para o operacional, entre técnicos de Raios-X e médicos dermatologistas, cirurgiões, obstetras, traumatologistas, pediatras, além de clínico geral.
Segundo a diretora do HRS, Merian Benoliel, a população de Salinópolis aumenta sete vezes neste período, por isso foi necessário ampliar a grade de plantão para garantir o bom funcionamento do hospital. “Estamos preparados para oferecer o melhor atendimento aos veranistas que visitam o local, assim como para os moradores da cidade”, afirmou.
O hospital, de média complexidade, dispõe de 43 leitos e oferece atendimento de urgência e emergência 24 horas. Além da população local, o hospital ainda atende pacientes vindos dos municípios próximos, como Santarém Novo, Santa Luzia, São João de Pirabas e Ourém.
Até o dia 12 deste mês, o hospital registrou 10.379 atendimentos, dos quais o maior número 6.641 foi de consultas médicas, serviços de enfermagem e assistência social. Entre os principais agravos estão o alcoolismo, agressão física, ferimentos com arma branca, acidentes traumáticos e ferimentos corto-contusos. Também foram atendidas doze vítimas de acidentes de trânsito, sete condutores de motocicletas, três de carros, uma vítima de atropelamento e outro não específico. Apenas dois pacientes vieram a óbito, vítimas de acidentes com motocicletas.
De acordo com Merian Benoliel, a falta de atenção aliada à imprudência facilita os acidentes de trânsito. “Alguns fatores contribuem para o número crescente dessas ocorrências, como a não utilização do capacete e até mesmo o consumo excessivo de álcool e drogas, que infelizmente envolvem, na maioria, pessoas jovens”, destacou.
A diretora do Hospital Regional orienta os veranistas a redobrarem a prevenção nestes dois últimos finais semana do mês. “A tendência é aumentar o número de visitantes, por isso é importante que todos fiquem atentos aos cuidados necessários no trânsito, na prevenção de afogamentos, e, principalmente, evitando o excesso de bebidas alcoólicas”, concluiu.

Texto:
Edna Sidou-Sespa

Polícia frustra tentativa
de assalto no centro de Belém
Três homens armados - dois deles adolescentes - tentaram assaltar o motorista de um veículo particular na noite do último sábado, 14, em Belém. Mas a rápida intervenção de uma guarnição policial acabou por frustrar a ação dos bandidos. Menos de uma hora após a abordagem da vítima, o trio se rendeu à polícia. O caso foi registrado na Central de Flagrantes, em São Brás.
Shelldon Roberto Nobre Gouveia foi levado à Seccional de São Brás, enquanto os dois adolescentes foram encaminhados para a Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data). Em depoimento ao delegado Eden Mendes da Silva, a vítima contou que a tentativa de assalto iniciou por volta das 22 horas, na travessa Rui Barbosa. Às 22h15, a polícia tomou conhecimento do fato e iniciou a perseguição ao veículo. Cercados por policiais civis e militares, os assaltantes pararam o carro na esquina da avenida Duque de Caxias com a rua Curuzu e iniciaram a negociação que resultaria na rendição.
Antes de se entregarem, os três solicitaram coletes à prova de bala e a presença de familiares e repórteres. Depois de terem os pedidos atendidos pela polícia, eles se entregaram. Não houve feridos.

Texto:
Aycha Nunes-Polícia Civil

Policiais civis envolvidos em
acidente na Transamazônica
já estão em Belém






Já estão em Belém os três policiais civis que se envolveram em um acidente de carro no início da tarde deste sábado, 14, no trecho da Transamazônica que liga Itaituba a Jacareacanga. Assim que chegaram à capital vindos de Santarém, no avião que presta serviços de socorro médico para a Sespa, os servidores foram conduzidos em ambulâncias para um hospital particular da capital, onde já recebem os cuidados necessários a cada caso clínico. Segundo o diretor de Polícia do Interior, delegado Silvio Maués, ainda neste domingo, 15, novos policiais serão deslocados de Santarém para Jacareacanga, garantindo a continuidade dos trabalhos naquele município.
Os policiais retornavam para Jacareacanga quando o veículo capotou. De acordo com informações apuradas pela Polícia, as condições da estrada, que não possui pavimentação asfáltica, teriam provocado a derrapagem do veículo e, em seguida, o capotamento. O delegado Raimundo Benassuly quebrou um dos braços e teve uma luxação no ombro, o escrivão Fábio Noronha sofreu uma luxação no ombro e o motorista Peri teve ferimentos leves.
“A informações que temos é que o motorista teria perdido o controle do veículo em virtude das condições da estrada, que não é asfaltada. Isso dificulta a aderência dos pneus”, explicou Silvio Maués. Após o acidente, os policiais foram socorridos por um carro que passava no local e imediatamente atendidos no hospital municipal de Jacareacanga. A Polícia Civil do Estado providenciou um avião para que os servidores fossem transferidos para o Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém, onde aguardaram a transferência para a capital paraense.
Assim que foi informada sobre o caso, a Polícia Civil do Estado colocou à disposição dos policiais e de seus familiares toda infraestrutura logística, médica e psicossocial para garantir a assistência necessária. “Os policiais receberam atendimenrto tanto dos profissionais de  saúde do município de Jacareacanga, quanto do Hospital Regional do Baixo Amazonas até serem transferidos para Belém pelo socorro aéreo da Sespa. Aqui na capital eles serão atendidos pela rede privada de saúde por encaminhamento dos próprios familiares”, informou o delegado.
Segundo o médico que acompanhou os três servidores durante a viagem de Santarém para a capital, o estado de saúde deles não é grave e que, embora, no caso do delegado Raimundo Benassuly tenha ocorrido uma fratura, a recuperação deve ocorrer logo. “Além de terem recebido atendimento logo depois do acidente e também enquanto a transferência era providenciada, eles foram assistidos durante toda a viagem, recebendo analgésicos para controlar a dor dos traumas”, destacou o médico Antônio Leal.
O desembarque dos policiais aconteceu no hangar da empresa que presta serviços de resgate aéreo para Sespa, na área contígua ao Aeroporto Internacional de Belém. No local, familiares dos servidores aguardavam a sua chegada. A mãe do escrivão Fábio Noronha disse que estava mais tranqüila pois já havia falado com o filho por telefone antes do grupo deixar o município de Santarém. “Nós falamos com ele e fomos informadas que estava tudo bem, que tinham recebido atendimento médico e que já estavam se preparando para vir a Belém. Ficamos mais tranqüilos assim”.
O delegado Silvio ressaltou, em coletiva à imprensa, que ainda neste domingo três policiais - um delegado, um investigador e um escrivão - serão destacados de Santarém para Jacareacanga, onde a Polícia Civil conduz, há duas semanas, as investigações sobre a morte do índio Leo Munduruku. “O trabalho vai continuar normalmente. Estamos com outros três policiais no município e vamos enviar mais três para recompor a equipe que foi destacada para esta investigação”, informou.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Terceiro final de semana de
férias é marcado pela tranquilidade
A terceira semana de julho começou tranquila nas praias do Crispim e Marudá, na região nordeste paraense. A avaliação é da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBM), que trabalham desde o dia 28 de junho para garantir a segurança dos veranistas nos balneários mais procurados do Estado.
Na manhã deste sábado, 14, o movimento de veículos que passavam pela barreira da PRE montada na PA-136, no município de Curuçá, foi maior em comparação com o final de semana passado, e a expectativa é que este fluxo aumente a partir de domingo. A PRE trabalha com um efetivo de 17 policiais, três carros e três motocicletas no policiamento itinerante feito ao longo de toda a rodovia que liga Castanhal às cidades de Marudá e Marapanim, onde estão localizadas as principais praias da região.
“A partir de quinta-feira o fluxo de veículos aumenta muito, no entanto as ações preventivas e de fiscalização realizadas pela Polícia Rodoviária e Detran tem garantindo a segurança dos veranistas. Até agora não houve nenhuma ocorrência com consequências graves. As infrações que temos registrado não fogem da normalidade, são em sua maioria relativas à não utilização do cinto de segurança e irregularidades na documentação dos veículos e condutores”, disse o Sargento Edinaldo, da PRE.
O Detran montou dois postos fixos de operação. O primeiro funciona no posto de fiscalização da PRE em Castanhal e o segundo no trevo que dá acesso à praia do Crispim. Dezesseis agentes de trânsito estão distribuídos na PA-136 e na praia de Marudá. “Estamos trabalhando com 12 agentes na região dos balneários e com uma equipe fixa no posto da PRE em Castanhal, onde também estamos fazendo o licenciamento de veículos que estão com a documentação atrasada. Temos ainda equipes volantes que trabalham para evitar a entrada dos veículos de passeio na areia da praia", explicou Evanildo Moraes, agente de fiscalização do Detran.
O bem estar dos banhistas também é a prioridade do CBM. No Crispim, oito guarda-vidas e socorristas trabalham durante todo o dia para evitar acidentes e na realização de campanhas educativas de segurança. “Nossas principais preocupações aqui na praia do Crispim são as crianças perdidas, afogamentos e acidentes com animais marinhos. Estamos distribuindo pulseiras de identificação para os menores e chamando a atenção dos banhistas para os perigos da correnteza. Aqui forman-se dois valões, que na maré cheia ficam mais profundos e podem ocasionar afogamentos”, alerta o Tenente Diego Andrade, do CBM.
Saúde nas Férias
A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) também organizou uma programação voltada para os veranistas nos principais destinos turísticos da região. Durante todo o mês de julho a Sespa estará promovendo ações educacionais nas praias do Estado. Mário Souza, servidor da Unidade Regional da Sespa em Castanhal, que abrange os balneários de Marudá, Crispim e Algodoal, explica como funciona esse trabalho. “Os funcionários destacados para trabalhar no período das férias são responsáveis por ações preventivas na área ambiental e de saúde. Estamos distribuindo sacos de lixo para que os veranistas não sujem a praia; camisinhas, para prevenção às DTS e Aids, e Hipoclorito de Sódio aos donos de bares e restaurantes  para que a água seja desinfetada antes de ser utilizada.
João Ribeiro é administrador de um restaurante na praia do Crispim. Ele mora há mais de 20 anos em Marapanim e reconhece a importância das ações integradas dos órgãos que compõem a Secretaria Estadual de Segurança Pública. “O veraneio ainda não esquentou, ainda está muito calmo por aqui. Minha expectativa é que nos próximos finais de semana o número de visitantes aumente bastante e que meu faturamento aumente em mais de 90%. Para que isso aconteça é muito importante a presença da polícia e dos bombeiros para garantir a segurança dos turistas que procuram por nossa praia para relaxar e se divertir. A natureza aqui é muito linda. Não tem como não vir desfrutar esse paraíso, por isso é preciso cuidar dele!"

Texto:
Julia Garcia-Secom

Detentos participam de ações
socioeducativas na praia de Beja
Cerca de 10 detentos, três profissionais da área de saúde e dois agentes penitenciários do Centro de Recuperação Regional de Abaetetuba (CRRAB) participaram de uma ação de orientação de veranistas na praia de Beja, localizada no município de Abaetetuba, nordeste do Estado, sobre cuidados com a saúde, segurança no trânsito e distribuição de pulseiras de identificação para as crianças. A ação faz parte do projeto “Verão Livre” e acontece durante todos os sábados do mês de julho, no horário de 8h as 16h, e tem o objetivo de inserir os internos em ações socioeducativas.
Entre os serviços ofertados pelo projeto estão a verificação da pressão arterial e a orientação sobre a prevenção ao uso de álcool, feitos por um profissional de saúde; a distribuição, pelos detentos, de fôlderes sobre educação no trânsito, material disponibilizado pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e identificação das crianças com pulseiras doadas pelo Corpo de Bombeiros.
Quem for ao estande do projeto também vai poder prestigiar a exposição de artesanato produzido pelos internos do CRRAB. Todos os detentos participantes do “Verão Livre” passam por uma seleção psicossocial e treinamento. Ao saírem das unidades para a realização dos serviços são escoltados por agentes penitenciários e policiais militares.
A primeira edição do projeto “Verão Livre” foi em julho de 2011. A iniciativa é resultado de uma parceria entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde de Abaetetuba, Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e Polícia Militar

Casa da Linguagem promove
Ciclo de Palestras sobre
Leituras do Vestibular
As leituras recomendadas para o vestibular das universidades públicas e particulares de Belém serão tema de um ciclo de palestras que a Casa da Linguagem promoverá no segundo semestre. 'No Moinho', de Eça de Queirós; 'A Legião Estrangeira', de Clarice Lispector e 'Arcadismo em poemas líricos', de Bocage, são algumas das leituras que serão apresentadas em forma de palestra para os alunos que se preparam para ingressar em um curso superior.
No total, 21 leituras serão trabalhadas no período de 11 de setembro a 19 de outubro, no auditório da Casa da Linguagem, unidade da Fundação Curro Velho, localizada na avenida Nazaré, à esquina da avenida Assis de Vasconcelos. O período de inscrição para os interessados em participar do Ciclo de Palestras das Leituras do Vestibular inicia no dia 27 de agosto e vão até 10 de setembro. Vale lembrar que as vagas são limitadas.
“O nosso público-alvo são estudantes das redes pública e particular de ensino. As leituras serão trabalhadas de modo prático e dinâmico pelos palestrantes”, informa a assessora de Linguagem Verbal da Fundação Curro Velho, Ana Borges.O aluno de escola pública é isento da taxa de inscrição, os demais pagam uma taxa de 50 reais.
Serviço: Ciclo de Palestras sobre as Leituras Recomendadas para o Vestibular. De 11 de setembro a 19 de outubro. Inscrições: 27/08 a 10/09. Local: Casa da Linguagem - Avenida Nazaré, nº 31 (Esquina com avenida Assis de Vasconcelos). Vagas Limitadas.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Governador determina plano
emergencial para ampliar
vagas na UTI Neonatal
Preocupado com a situação de superlotação na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa, o governador Simão Jatene esteve nesta sexta-feira, 13, no hospital para discutir, com os gestores da área de saúde do Estado um plano emergencial de atendimento. O plano começa a ser posto em prática imediatamente. Uma sala será equipada para a criação de mais 10 leitos da UTI neonatal e 10 respiradores já foram alugados para garantir a assistência dos bebês nos finais de semana, quando a demanda é maior.
“É importante que a sociedade saiba que nós estamos correndo atrás de um prejuízo. Muitas vezes você se programa, mas no meio da programação você tem que mudar o que esta programado porque tem uma emergência. O Sistema Único de Saúde neste país precisa ser repensado e isto é fato, basta olhar as manchetes nacionais. Agora aqui, nós estamos fazendo um esforço muito grande para minimizar o sofrimento das pessoas”, disse o governador Simão Jatene.
Ainda de acordo com ele a superlotação acontece, na maioria das vezes, porque algumas unidades hospitalares que não são do sistema estadual preferem atender o sistema privado, por conta dos valores pagos pelo SUS. “Então tudo acaba vindo para a Santa Casa. É preciso ter coragem para assumir esse tipo de coisa e a sociedade precisa saber”, afirmou Jatene.
A presidente da Santa Casa, Eunice Begot, deixou claro que todos os bebês que estão chegando à instituição estão sendo assistidos. Embora não estejam no espaço da UTI, eles são levados para a Unidade de Cuidados Intermediários (UCI) com toda a assistência de uma UTI. “A assistência dos bebês está garantida. O que acontece e já vem acontecendo há muito tempo é a questão do espaço físico, porque os hospitais lá fora não recebem e toda mulher grávida acaba vindo para a Santa Casa. Por isso já temos um plano emergencial que será colocado em prática neste final de semana”.
Ainda de acordo com ela, o que precisa ser resolvido também é a questão da atenção básica. “Muitas mulheres chegam aqui sem ter feito pré-natal. Muitas mulheres chegam aqui com casos de infecção urinária mal tratada, o que acaba gerando um parto prematuro e um bebê prematuro que precisa de um leito de UTI. Então nesse ponto, a solução para esses problemas está fora do muro da Santa Casa”, enfatizou a presidente.

Texto:
Bruna Campos-Secom

Hospital de Clínicas neutraliza
risco de contaminação por
varicela em UTI Neonatal
A Unidade Neonatal de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital de Clínicas Gaspar Vianna, em Belém, não receberá novos pacientes até o próximo domingo, 22. A medida de precaução está sendo tomada em virtude do quadro de varicela (catapora) apresentado por uma das crianças internadas na unidade na última segunda-feira, 9. Após o diagnóstico, o recém-nascido foi medicado e colocado em isolamento respiratório para evitar o contágio das demais crianças, que também foram submetidas à imunização preventiva.
Na manhã desta sexta-feira, 13, a diretora presidente do hospital, Ana Lydia Cabeça, verificou, junto com a equipe médica que acompanha o caso, o quadro de saúde dos bebês internados na UTI Neonatal. Segundo ela, todos estão bem e não apresentam sintomas da catapora. “Todas as medidas de segurança para evitar qualquer contaminação foram tomadas, desde o tratamento do bebê que apresentou o quadro da doença até a imunização das demais crianças. Como estamos com todos os 10 leitos ocupados, não temos como abrir novos. Mesmo que as crianças internadas estejam em condição de alta hospitalar, elas terão de permanecer aqui por um período de 10 dias, a partir da entrada. Os demais setores do hospital não sofrem nenhuma interferência”, explicou Ana Lydia.
Prestes a completar um mês de vida, a criança diagnosticada com varicela deu entrada no Hospital de Clínicas no último dia 5, encaminhada pelo Hospital Santo Antônio Maria Zaccarias, do município de Bragança, nordeste paraense, com um quadro de cardiopatia congênita. Depois de quatro dias de internação a varicela foi diagnosticada pela equipe médica do hospital. “O quadro só se configurou no quinto dia de internação, ou seja, ainda no período de incubação da doença”, informa Ana Lydia Cabeça.
A mãe do bebê infectado com a varicela, Carla Camargo, assegura que a criança foi contaminada ainda em Bragança, mas pelo fato da doença ainda estar no período de encubação ela não observou nenhum sintoma na filha. “Eu soube de um bebê com catapora que tinha recebido alta no hospital de Bragança um pouco antes da minha filha ser internada. Como ela não apresentou nenhum sintoma, eu não sabia que estava com a doença até ser diagnosticada aqui no Hospital de Clínicas”, conta Carla, que assim como a filha e os outros pacientes da UTI Neonatal, também recebeu a vacina contra a doença.
Carla ressalta que está mais tranquila por saber que a filha está sendo assistida pela equipe médica do HCGV. “Apesar de eu não poder ver a minha filha, que está isolada na UTI, fico menos aflita por saber que ela está nas mãos dos médicos. Vamos esperar ela fique boa para dar continuidade ao tratamento para a doença que ela tem no coração”, diz.
Precauções
De acordo com a chefe da comissão de Infecção do Hospital de Clínicas, Andréa Beltrão, a equipe está tomando todas as precauções necessárias para a recuperação da criança. “Ela está fazendo uso de um antiviral que evita o aparecimento de novas lesões e não traz nenhuma complicação à cardiopatia”, afirma a médica. A criança está sendo monitorada permanentemente e terá a complexidade cardíaca avaliada para que se verifique a possibilidade de uma cirurgia.
Durante os 10 dias, o Hospital de Clínicas encaminhará as mães cuja gravidez seja considerada de risco para outras maternidades. “Já avisamos a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o Departamento de Regulação da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) para que esses casos sejam encaminhados para outras unidades. No entanto, as mães que chegarem aqui em trabalho de parto normal serão atendidas pela equipe obstétrica do hospital. Para isso, contamos com a compreensão do público, em especial das futuras mães, e estamos avisando formalmente às demais maternidades sobre o procedimento que estamos adotando”, ressalta a diretora do Hospital de Clínicas, Ana Lydia Cabeça.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Segurança infantil é uma
das preocupações do
Detran durante o veraneio
Garantir a segurança de bebês e crianças no trânsito é fundamental. Os pais e responsáveis devem transportar os pequenos usando os equipamentos de segurança necessários. O uso do bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação é obrigatório, conforme estabelece a resolução 27 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), e os condutores devem ficar atentos à fiscalização, que no período das férias é intensificada.
De acordo com o Código de Transito Brasileiro (CTB), no artigo 168, o transporte inadequado de crianças é infração gravíssima, com registro de sete pontos na carteira de habilitação. O valor da multa é de R$ 191,54. Carlos Valente, coordenador de planejamento do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran),  informou que no período de janeiro a maio de 2012, 770 autos de infração foram aplicados a motoristas que não utilizaram os dispositivos de segurança.
“Este número de infrações é grave, pois diz respeito à segurança destas crianças, que estão desprotegidas nestes veículos. A normatização do uso da cadeirinha foi feita para evitar que os menores se machuquem em ocasião de acidentes. O sistema de retenção destes dispositivos é extremamente eficaz e seu uso é imprescindível”, explicou Carlos Valente.
A fiscalização do uso da cadeirinha é feita em conjunto pelo Detran, Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e órgãos municipais de trânsito. Carlos Valente ressaltou que o trânsito no Brasil é um dos mais violentos do mundo, por isso é necessário muito cuidado com a segurança das crianças. “Em 2011 o custo de atendimentos relativos a acidente de trânsito no Brasil chegou a R$ 40 bilhões. O Sistema Único de Saúde, no mesmo período, gastou mais de R$ 800 milhões apenas no pronto atendimento de vítimas do trânsito”.
Além dos carros particulares, o transporte escolar também é obrigado a utilizar os dispositivos de segurança. Os taxis e veículos de transporte coletivo estão isentos. Para crianças com até um ano de idade deve ser utilizado o bebê conforto; a cadeirinha é indicada para crianças com idade superior a um ano e inferior ou igual a quatro anos; o assento de elevação é recomendado para as crianças superior a quatro anos de idade.
Ulisses Buenaventura tem cinco anos e está acostumado a andar bem seguro no carro da família. “Desde que o Ulisses nasceu usamos os equipamentos de segurança. Passamos por todas as etapas, desde o bebê conforto e recentemente o assento de elevação. É muio importante transportá-lo com segurança, nós ficamos muito mais confortáveis sabendo que ele está protegido”, diz Marcelle Rolim, mãe de Ulisses.

Texto:
Julia Garcia-Secom

Colônia de Férias do Pro Paz
integra pais e filhos no
bairro da Terra Firme
A manicure Leila Gonçalves, de 33 anos, está de férias e aproveita o período para relaxar na oficina de Dança Contemporânea realizada na Colônia de Férias da Unidade Integrada do Pro Paz no bairro da Terra Firme. “É muito bom participar da oficina de dança, estou achando ótimo porque acompanho também meu filho que está fazendo oficina de teatro”. Emerson Pantoja tem 11 anos, é aluno da oficina de confecção de pipas. “Está sendo bacana aqui, porque estou aprendendo a fazer rabiola, pipas de papel”.
Victor Hugo Barata, de 10 anos, conta como sua mãe fez sua inscrição. “Não é muito difícil fazer a pipa, envolver o papel com a tala”. Leila, Emerson e Victor Hugo são alguns dos participantes da Colônia de Férias da Unidade Integrada do Pro Paz da Terra Firme, que encerra suas atividades no dia 27 de julho.
Segundo a coordenadora pedagógica da unidade, Alvaisa Calcagno, a Colônia de Férias tem a parceria de outros órgãos do Estado, como a Fundação Curro Velho e o Instituto de Artes do Pará. “Agradecemos ao Curro Velho e o IAP, quando temos a questão social, todos estamos juntos de mãos dadas para ajudar essas crianças”. A coordenadora informa que estão inscritos em torno de 300 pessoas, entre crianças, jovens, adolescentes, pais e policiais que atuam na unidade. “Aqui temos oficinas de hip hop, dança de salão, confecção de pipas, dança contemporânea, teatro. A Colônia de Férias tem a intenção de ocupar o tempo das crianças que estão de férias para eles não irem para rua, ficarem ociosas”.
O professor da oficina de confecção de pipas, Francelino Mesquita, ensina a técnica de pipas há 15 anos e hoje conta que tem 22 alunos na colônia de férias. “Aqui eles aprendem a habilidade de cortar a tala, medir a tala e também damos oportunidade para ver a criatividade do aluno, cada modelo de pipa exige uma técnica. Os alunos a cada dia estão mais animados com a oficina. Eles produzem uma média de cinco por cada aluno”, explica o instrutor. A Colônia de Férias da Unidade Integrada do Pro Paz no bairro da Terra Firme encerra no dia 27 de julho com apresentação do resultados das oficinas de danças, teatro, hip hop e pipas.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Tucuruí recebe Fórum de
Pesca nos dias 16 e 17
O Fórum Estadual de Pesca, idealizado para o desenvolvimento da pesca e aquicultura na região do Lago de Tucuruí, será realizado nos dias 16 e 17 deste mês com o objetivo de discutir as famosas Áreas de Proteção Ambiental (APAs). Segundo a coordenadora do evento, Mariana Bogéa, "há mais de dez anos a região aguarda que seja elaborado este plano de manejo, pois é Área de Proteção Ambiental", disse.
A programação é vasta e na segunda-feira, 16, haverá palestra do engenheiro sanitarista, Paulo Sérgio Altieri dos Santos, diretor de Áreas Protegidas da Secretaria de Meio Ambiente do Estado (Sema), abordando vários temas como o histórico da formação do Lago de Tucuruí, o surgimento da APA no município; o que é esta Área e para que serve; o licenciamento para as APAs e, finalmente, o funcionamento do Conselho Gestor da APA. O Forum terá ainda várias oficinas que se prolongarão pelo dia seguinte, terça-feira, 17, quando  o seminário será encerrado com o almoço e a Plenária Final.
Para Mariana Bogéa, este Forum será muito importante para "fazer o saneamento do Lago, definir áreas para a pesca esportiva e colocar tanques redes, o que facilitará o processo de licenciamento". O secretário de Pesca do Estado, Henrique Sawaki, e o adjunto Luiz Sérgio Borges, são duas das muitas autoridades que deverão estar presentes. A promoção do seminário é da Sepaq e da Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção.

Texto:
Sérgio Noronha-Sepaq


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...