Total de visualizações de página

segunda-feira, julho 09, 2012

NOTÍCIAS DA SEGUNDA-FEIRA DIA 09 E MANHÃ DE TERÇA, DIA 10 DE JULH0 2012


 Morre o cardeal Dom
Eugênio Sales aos 91 anos

O cardeal Dom Eugênio de Araújo Sales, arcebispo emérito do Rio, morreu às 22h30 desta segunda-feira (9), aos 91 anos, após sofrer um infarto em casa.
 Segundo a Arquidiocese do Rio de Janeiro, velório e enterro serão na catedral da cidade: o velório nesta terça de manhã, e o enterro, na quarta, às 15h.
 Nascido em Acari (RN), em 11 de novembro de 1920, Dom Eugênio Sales foi ordenado bispo aos 33 anos, em Natal (RN), com apenas 11 de sacerdócio. Em 1968, tornou-se arcebispo de Salvador e, em 1971, arcebispo do Rio.
 Ficou à frente da arquidiocese carioca até 2001, onde se tornou referência na defesa de perseguidos políticos. Em 2008, soube-se que ele abrigou mais de 4.000 pessoas perseguidas pelos regimes militares do Cone Sul entre 1976 e 1982 (veja ao final da reportagem reprodução de reportagens do jornal O Globo).
 Ele foi um dos prelados brasileiros que mais cargos ocuparam no Vaticano. Em nota, a arquidiocese lamentou a morte e registrou: Dom Eugenio de Araujo Sales, o mais antigo Cardeal da Igreja Católica, era Cardeal Presbítero da Santa Igreja Romana, do Título de São Gregório VII. Seu lema, fundamentado na Carta de São Paulo aos Coríntios, foi: ´Impendam et Superimpendar´ (2Cor 12,15: ´De muito boa vontade darei o que é meu, e me darei a mim mesmo pelas vossas almas, ainda que, amando-vos mais, seja menos amado por vós´).
O governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, decretou luto de três dias. Ele e o prefeito da cidade, Eduardo Paes, divulgaram notas em que lamentam a morte do religioso.
 O atual arcebispo do Rio, Dom Orani João Tempesta, afirmou ao Jornal da Globo (veja vídeo acima) que Dom Eugênio Sales foi um homem que seguiu Jesus Cristo, que soube estar presente nos momentos do Brasil, na questão dos refugiados, dos perseguidos. Ao mesmo tempo, teve sua presença junto ao Vaticano. Ele deixa marcada sua vida pela sua presença significativa na Igreja e no Brasil. Lembramos de sua atuação na Favela do Vidigal, ajudando os mais necessitados. Foi alguém que nunca deixou a fidelidade ao seu amor à Igreja e ao Santo Padre” (leia repercussão).
 Trajetória
Dom Eugênio Sales nasceu em 8 de novembro de 1920 e entrou para o seminário em 1936. Após o Curso de Humanidades, foi enviado ao Seminário Maior da Prainha em Fortaleza, onde permaneceu de 1937 a 1943.
 Sua ordenação diaconal ocorreu no dia 16 de março de 1943. Na manhã do dia 21 de novembro do mesmo ano foi ordenado sacerdote por Dom Marcolino, na antiga Catedral de Nossa Senhora da Apresentação, em Natal, e celebrou a primeira missa por ocasião da festa da padroeira com a homilia proferida por Monsenhor Paulo Herôncio.
 No início do seu ministério sacerdotal recebeu a nomeação para coadjutor da Paróquia de Nova Cruz e capelão do Colégio Nossa Senhora do Carmo. Em 1944, transferido para Natal, foi designado capelão do Colégio Marista, diretor espiritual e professor do Seminário São Pedro.
 Em 1954, aos 33 anos, foi nomeado bispo auxiliar de Natal pelo Papa Pio XII. Em 6 de janeiro de 1962, foi nomeado administrador apostólico de Natal, função exercida até 1964.
 Naquele ano, foi também nomeado administrador apostólico da Arquidiocese de Salvador. No dia 29 de outubro de 1968, foi nomeado pelo Papa Paulo VI arcebispo de Salvador.
 Em 28 de março de 1969, o Papa Paulo VI comunicou oficialmente a escolha de Dom Eugenio Sales para o Colégio Cardinalício. Durante o Consistório realizado entre os dias 28 de abril e 01 de maio de 1969, é criado Cardeal.
 No dia 13 de março de 1971, foi nomeado arcebispo da Arquidiocese do Rio de Janeiro pelo Papa Paulo VI. Ocupou o cargo de 27 de março de 1971 a 25 de julho de 2001.
 Atuação durante o regime militar


Reportagem do site do jornal O Globo lembra que, em 67 anos de vida dedicada à Igreja, o cardeal foi rotulado tanto como líder conservador quanto ´bispo vermelho´, por ter, no início do sacerdócio, ajudado a criar os primeiros sindicatos rurais no Rio Grande do Norte. Um capítulo importante da vida de Dom Eugenio remonta à ditadura, quando atuou de maneira silenciosa, abrigando no Rio mais de quatro mil pessoas perseguidas pelos regimes militares do Cone Sul, entre 1976 e 1982, especialmente argentinos.


Polícia Civil e Bombeiros

realizaram cursos de 1ºs socorros

e Direção Defensiva a

mototaxistas, no Rancho






Dezenas de mototaxistas da Região Metropolitana de Belém, realizaram cursos de primeiros socorros e de direção defensiva durante a semana passada. Os cursos foram realizados na Escola de Samba Rancho Não Posso Me Amofiná e coordenado pela Relações Institucionais da Polícia Civil, que tem como coordenadora a Dra. Waldenize Braga, que atendeu a solicitação da Associação dos Mototaxistas de Belém e seus cooperados (Amabel, Amoti, Asimoto, Amob, Amote, Coopermtjur, Amtabepa e Asmorbel). O curso encerrou na sexta-feira, dia 06 de julho,  com a entrega de diplomas aos participantes. O objetivo dos cursos, além de capacitar todos os profissionais recém legalizados, o de realmente realizar uma ‘operação pente fino’ excluindo do seio da categoria maus profissionais que venham a denegrir a imagem da categoria.
Receita libera maior
lote de IR da história
Da Redação, com Metronoticias@band.com.br

A Receita Federal abre hoje, às 9h, a consulta ao maior lote multiexercício de restituições de IR (Imposto de Renda) da história. Além do segundo lote de restituições de 2012, anobase 2011, o lote abrange valores de anos anteriores.
Os valores das restituições, no entanto, só poderão ser sacados a partir do dia 16.  Serão pagos, neste mês, R$ 2,6 bilhões para 2,46 milhões de contribuintes relativos ao segundo lote do IR de 2012 (R$ 2,52 bilhões para 2,43 milhões de contribuintes) e aos lotes residuais de 2011, 2010, 2009 e 2008. Com essa liberação, a Receita Federal superou o recorde anterior, de R$ 2,5 bilhões, pago em junho deste ano para 1,88 milhão de contribuintes.
Com a liberação do segundo lote do IR deste ano, terá pago, em junho e julho, R$ 5,1 bilhões. O volume supera em R$ 1,1 bilhão, ou 27,5%, os valores depositados em igual período de 2011.
Liberação
Todos os contribuintes com mais de 60 anos, que são beneficiados pelo Estatuto do Idoso, terão as restituições liberadas, desde que não tenham caído na malha fina. A Receita informou também que estão no lote os contribuintes que entregaram a declaração no decorrer do mês de março de 2012 sem irregularidades. 
Os valores liberados em junho e julho representam 37% do que deverá ser pago em 2012, de quase R$ 14 bilhões. O calendário de pagamento dos lotes regulares de restituições começou em 15 de junho e vai até 17 de dezembro.
O contribuinte que não estiver no lote, mas fizer a consulta pelo site da Receita, poderá checar a situação da sua declaração deste ano.
Em caso de problemas, é possível saber o que precisará ser corrigido com uma declaração retificadora. O acesso aos dados pode ser feito pelo sistema e-CAC. Todas as declarações entregues até o dia 30 de abril já estão disponíveis no sistema.
Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita na internet ou ligar para o Receitafone 146.

Tratamento de Pedro
Leonardo irá continuar em casa

Depois de ficar 80 dias internado após um grave acidente de carro, Pedro Leonardo continuará fazer tratamento de fonoaudiologia e fisioterapia. As sessões serão realizadas na casa do cantor e também no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, de acordo com um dos responsáveis pela equipe médica, Roberto Kalil Filho.  
 De acordo com o médico, pelo menos por seis meses, o jovem continuará a fazer o tratamento, mas deverá ter vida normal. Segundo ele, Pedro não deverá ter sequelas.  
 — A recuperação dele foi acima da expectativa da equipe. Ele já fica em pé, já dá alguns passos, mas preferimos colocá-lo na cadeira de rodas por causa da emoção dele.  
  Acompanhado do pai Leonardo, do primo e parceiro de dupla, Thiago, Pedro deixou o hospital no começo da tarde desta segunda-feira (9). Apesar da dificuldade em falar, ele agradeceu a todos pela força e orações.  
 — Agradeço a Deus. Agradeço a todos. Obrigada. Agora vamos voltar para casa.Galinhada certeza. O cantor já havia manifestado o desejo de comer galinhada quando ainda estava internado, de acordo com a assessora de imprensa Ede Cury.
 Saída Pedro 
 Pedro Leonardo saiu do hospital por volta das 14h30, vestido em uma camiseta  com os dizeres "Nunca, nunca desista", em inglês (Never, never give up). Ele falou, com certa dificuldade, algumas frases.   
  — Agradeço a Deus. Agradeço a todos. Obrigada. Agora vamos voltar para casa.Galinhada certeza. 
Pedro Leonardo ficou gravemente ferido em um acidente de carro, quando voltava de um show em Uberlândia (MG). Ele capotou o veículo, no início da manhã do dia 20 de abril, na altura do km 26 da rodovia MG-452, na região de Tupaciguara (MG). O cantor estava sozinho e não bateu em outro automóvel. 
 Após ser socorrido, Pedro foi atendido no Hospital Municipal de Itumbiara, onde realizou uma cirurgia para conter uma hemorragia interna. Depois, foi transferido para Goiânia, onde sofreu duas paradas cardíacas. 
 Seis dias após ter sofrido o acidente, ele foi levado para São Paulo em uma UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) móvel. Pedro ficou internado no Hospital Sírio-Libanês até esta segunda-feira (9), quando teve alta. 
 R7

Ásia: Disney não gostou
de 'visita' do Mickey
à Coreia do Norte
A Disney desaprovou a apresentação de personagens como o Mickey e o Ursinho Pooh para o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un.  Ocorrido na última sexta-feira, o show teve imagens transmitidas pela televisão estatal e foi interpretado como uma notável mudança no país, que oficialmente rejeita a cultura ocidental, principalmente a dos Estados Unidos.
 A porta-voz da Disney, Zenia Mucha, deu uma declaração curta, mas deixou clara a insatisfação da companhia com a "visita" do Mickey à Coreia do Norte. "Isso não foi licensiado ou autorizado pela Walt Disney Company", afirmou.
 O uso dos personagens sem autorização também foi criticado pelo governo dos Estados Unidos, por meio do Departamento de Estado. "Todos os países devem cumprir as normas e as leis de comércio internacional, incluindo o respeito aos direitos de propriedade intelectual", declarou um porta-voz do órgão.
Primeira vez – O show dos personagens da Disney na Coreia do Norte ganhou grande atenção midiática por ser a primeira vez em que o regime comunista da Coreia do Norte, geralmente reticente a influências do exterior, realiza um espetáculo com figuras da cultura dos EUA, país considerado seu principal inimigo.
 O regime norte-coreano transmitiu através de sua televisão estatal, a KCNA, imagens do espetáculo, no qual intérpretes vestidos de personagens da Disney fizeram uma apresentação para Kim Jong-un e convidados, na capital Pyongyang.
 Em outras imagens transmitidas durante o fim de semana, a televisão norte-coreana também mostrou o jovem ditador junto a uma mulher que as especulações acreditam ser sua irmã ou esposa. Devido ao fato de o regime norte-coreano ser extremamente fechado, não se sabe se Kim Jong-un é casado ou não.
 (Com agência EFE)

Governo Federal: Nova lei
endurece combate
à lavagem de dinheiro
A presidente Dilma Rousseff sancionou na noite desta segunda-feira, sem vetos, a lei que endurece os crimes de lavagem de dinheiro. A proposta, aprovada no Senado no início de junho, endurece a legislação ao permitir enquadrar como lavagem qualquer recurso com origem oculta ou ilícita e prevê punições mais duras para o crime.
 O jogo do bicho e a exploração de máquinas caça-níqueis são exemplos de contravenções que podem ser punidas com mais rigor a partir de agora. A nova lei deve ser publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União, de acordo com informações do Palácio do Planalto.
 A legislação em vigor até hoje é de 1998 e permitia apenas que recursos com origem no tráfico de armas e drogas, crimes contra a administração pública ou terrorismo fossem enquadrados como lavagem de dinheiro. A nova lei mantém as penas de três a dez anos de reclusão, mas o valor das multas aplicadas a condenados foi elevado. O teto máximo agora será de 20 milhões de reais e não mais de apenas 200.000, como previa a legislação anterior.
 Coaf – A nova lei, de número 12.683, também amplia os tipos de profissionais obrigados a enviar informações sobre operações suspeitas ao Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf). A medida alcança agora doleiros, empresários que negociam direitos de atletas ou comerciantes de artigos de luxo, entre outras atividades.
 A partir de agora também será possível apreender bens em nomes de "laranjas" e vender bens apreendidos antes do final do processo, cujos recursos ficarão depositados em juízo até o final do julgamento. Até hoje a venda só poderia ocorrer depois do julgamento final –  muitas vezes, veículos e outros bens se deterioram antes do final do processo.
 A chamada "delação premiada", já prevista na legislação anterior, poderá agora ser feita "a qualquer tempo", ou seja, mesmo depois da condenação, por aqueles que quiserem colaborar com as investigações a fim de se beneficiar pela redução da pena.

(Com Agência Estado)

Empresário confirma:
"Ganso não joga
mais pelo Santos"
Dono de 55% dos direitos federativos de Paulo Henrique Ganso, o empresário Delcir Sonda confirmou: o meia não joga mais pelo Santos. Em rota de colisão com a diretoria após diversas tentativas frustradas de renovar seu contrato, o jogador deverá concretizar uma transferência tão logo os Jogos Olímpicos de Londres 2012 cheguem ao fim.
O destino mais provável é o Internacional de Porto Alegre, que contrataria o jogador para compensar a provável venda de Oscar para o exterior. Perguntado sobre o assunto, Sonda não desmentiu.
- Ganso não atuará mais pelo Santos. E isso é definitivo. E, pode, sim, jogar no Inter - afirmou ao jornal gaúcho Zero Hora.
Entenda o caso
Disposto a reestruturar o seu vínculo, que tinha duração até 2015, Ganso sentou com a diretoria do Santos e discutiu novos valores salariais. O clube ofereceu R$420 mil mensais, mas o o jogador exigiu a bagatela de R$1 milhão e tornou a negociação inviável.
A multa rescisória do camisa 10 é de 24 milhões de euros (cerca de R$ 60 milhões) para clubes brasileiros e 50 milhões de euros (cerca de R$ 125 milhões) para clubes estrangeiros. O Peixe, no entanto, estaria disposto a negociar por valores mais baixos.

SP: paraquedista morre ao
ser atingido por
avião durante salto
Três paraquedistas foram atingidos por um avião na tarde desta segunda-feira em uma área rural de Boituva (SP), município a 100 km da capital paulista, conhecido como capital do paraquedismo.
Segundo o Corpo de Bombeiros de Boituva, um dos atingidos perdeu a consciência depois do impacto com o avião de onde o grupo havia saltado. O paraquedas chegou a abrir automaticamente e reduzir o impacto com o solo. Mesmo assim, ele não resistiu aos ferimentos e morreu no Hospital São Luiz, que fica na cidade.
O estado de saúde dos outros dois é estável e eles não correm risco de morte, mas sofreram várias fraturas. Eles estavam em um mesmo paraquedas, realizando um salto duplo.
O acidente ocorreu por volta das 16h, em Campos de Boituva, interior do município. De acordo com os bombeiros, os paraquedistas foram atingidos ainda quando estavam em queda livre pelo avião de onde teriam saltado.

Estado investe na construção
e reforma de 130
unidades da Polícia Civil
                O governo do Estado está construindo novas unidades da Polícia Civil e reformando as já existentes na Região Metropolitana de Belém e no interior do Pará. Até 2014, a meta prevista na Agenda Mínima do Executivo é reformar 100 unidades policiais, entre elas a Seccional Urbana de São Brás, no centro de Belém, e construir 30 novas Unidades Integradas de Polícia, incluindo a implantação nos municípios de Jacareacanga, Quatipuru, Piçarra, Água Azul do Norte, Curuá, São João da Ponta, Palestina do Pará, Bannach e Brejo Grande, além de Castelo dos Sonhos (distrito de Altamira), únicos que ainda não dispõem de uma unidade.
                Até agora, pelo menos 30 prédios já foram reformados, entre os quais as divisões de Homicídios e de Investigações e Operações Especiais, a Diretoria de Atendimento ao Servidor e as Seccionais da Marambaia, do Jaderlândia, do Júlia Seffer e do Benguí, em Belém. Cinco novas unidades nos municípios de Cumaru do Norte, Santa Bárbara do Pará, Porto de Moz, Viseu e Belém (Unidade Integrada Pro Paz da Terra Firme), já foram entregues à população. Atualmente, a Polícia Civil gerencia 222 unidades no Estado.
                O delegado geral da Polícia Civil, Nilton Atayde, destaca que o modelo de unidade integrada é uma política de Estado. “Dentro do prédio trabalham as duas polícias, a Civil e a Militar. A filosofia da segurança pública do Estado, desde a primeira gestão do governador Simão Jatene, é de integração. Nosso sistema operacional (Centro Integrado de Operações - Ciop) e nossa academia (Instituto de Ensino de Segurança Pública do Pará - Iesp) são integrados. Essas novas unidades todas são nesse formato. E é esse trabalho em conjunto que vem permitindo o resultado positivo observado hoje no Estado”, afirma.
Investimentos - Até agosto, duas novas unidades serão entregues, uma em Mojuí dos Campos (município recém-criado) e outra em Alter do Chão (em Santarém), no oeste paraense. Ambas já estão em fase de conclusão. No mesmo mês, deve iniciar a reforma do prédio que abriga a Central de Triagem da Seccional de São Brás (CTSB). A reforma vai envolver adequações e revitalização das escadarias, revestimentos e cobertura, revisão no sistema de drenagem, instalação de redes elétricas, telefônica, logística, hidráulicas e sanitárias. Serão investidos cerca de R$ 450 mil na reforma do prédio.
                Para Jacareacanga, município do sudoeste paraense, está prevista a construção de uma Unidade Integrada Pro Paz, composta por policiais civis e militares. De acordo com Nilton Atayde, devido ao episódio envolvendo índios da etnia Munduruku, em que os manifestantes depredaram o quartel da PM no município na última semana, a construção da unidade é urgente. Durante a visita ao município, para as negociações com os manifestantes, o secretário de Estado de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, assegurou que as obras devem começar ainda neste semestre.
                Também integra o planejamento do Executivo, por meio da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), a geração de mais de 2,6 mil novas vagas em unidades prisionais, como forma de reduzir o excedente, que atualmente chega a 86%, da população carcerária. O total de investimentos é de cerca de R$ 48 milhões. Desse total, cerca de 13 milhões são recursos federais, repassados pelo Ministério da Justiça, e aproximadamente R$ 35 milhões são investimentos do governo do Estado.
                Onze unidades penitenciárias já estão em fase de construção, e até o final deste ano cinco serão entregues: Centro de Recuperação de Breves; Centro de Recuperação de São Félix do Xingu; Centro de Recuperação Feminino de Santarém; Cadeia Pública de Santarém; Centro de Recuperação Feminino de Marabá; Cadeia Pública de Marabá; Centrais de Triagem II e III, localizadas no município de Santa Izabel do Pará; Cadeia Pública de Tomé-Açu e Cadeia Pública de Parauapebas, além da construção de mais três alojamentos para a Colônia Agrícola Heleno Fragoso.

Texto:
Amanda Engelke-Secom

Belém ganha este mês
complexo esportivo,
cultural e de lazer
                O Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM) conclui este mês mais uma obra no Complexo Viário Júlio Cezar, oferecendo à população um espaço público para a prática esportiva, em especial o skate. Até o fim de julho, atletas da modalidade poderão praticar as manobras em um completo “Skate Parque”, o primeiro conjunto de rampas adequadas e que integram o complexo esportivo, cultural e de lazer da Praça Dorothy Stang.
                O logradouro está localizado entre as avenidas Pedro Álvares Cabral e Júlio Cezar, anexa ao elevado Daniel Berg, e será administrado pelo Pro Paz. Além do skate, o local tem duas quadras poliesportivas (uma delas coberta), uma quadra de areia para a prática de voleibol e futsal, playground, anfiteatro, infocentro, academia de ginástica ao ar livre e quiosques, que serão usados pelos egressos da Fábrica Esperança na comercialização de artesanato. A segurança da praça será garantida por uma unidade da Polícia Militar.
                Segundo o presidente da Associação Paraense de Skate, Elizer Seisert, a pista é o primeiro local público adequado para a prática do esporte com segurança em Belém, possibilitando que novos adeptos se interessem pela modalidade. Antes mesmo da inauguração, os atletas já estão usufruindo do espaço. “As rampas são perfeitas para a prática. Essa nova pista trouxe um fôlego para os skatistas paraenses, incentivando o esporte e despertando o interesse de futuros atletas”, ressalta.
                A obra, que foi retomada ano passado, levou cerca de um ano para ser concluída, em razão das adequações necessárias, não contidas no projeto inicial. Segundo o coordenador geral do NGTM, César Meira, a praça beneficia diretamente a população de pelo menos três bairros: Val-de-Cans, Sacramenta e Marambaia. “A área é muito carente de espaços públicos. A praça Doothy Stang preenche essa lacuna e, além do skate, favorece a pratica de outros esportes, possibilitando também ações voltadas para a cultura e educação”, destaca.

Texto:
Danielle Ferreira-Secom

Proerd forma primeira
turma em São
Geraldo do Araguaia
                O Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) formou sua primeira turma em São Geraldo do Araguaia, município do sul do Pará, no último dia 26 de junho. Da solenidade participaram 203 alunos, do 5º e do 7º ano do ensino fundamental de escolas públicas, em um clube da cidade, além de autoridades civis e militares, e representantes das escolas Dom Sebastião Tomás e Santa Joana D’Arc, localizadas no bairro Beira Rio, e da Escola Edson de Jesus Paiva e Silva, do bairro Alto Socorro.
                Na ocasião, o tenente coronel PM José Sebastião Monteiro Júnior, comandante do 4º Batalhão da PM, disse que pretende estender o programa a outros municípios da Região do Araguaia. A ideia de realizar o Proerd em São Geraldo do Araguaia partiu do comandante da 3ª Companhia do 4º BPM, capitão PM Oeiras, a fim de coibir o uso de drogas por crianças e adolescentes e fortalecer a confiança da juventude na Polícia Militar.
                O juiz Celso Quim, presente à solenidade, destacou a importância do programa para a população. Segundo o magistrado, com base nos valores enfatizados nas aulas do programa, os alunos podem melhorar até a qualidade de vida.
                Para a sargento PM Helena, instrutora do Proerd em São Geraldo, junto com o soldado J. Soares, o programa também ajuda na resolução de conflitos e contribui para a criação de uma cultura de paz.
                O Proerd foi implantado no Pará em 2003, primeiramente nos municípios de Barcarena, Conceição do Araguaia e Augusto Corrêa. Até hoje, o programa formou cerca de 40 mil crianças em Belém e outros municípios, envolvendo mais de 400 escolas.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar


Sespa realizará ações pelo
Dia Nacional da
Saúde do Homem
                Cerca de 300 policiais militares formarão o público alvo das ações que serão realizadas pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), na próxima quarta-feira, 11, por ocasião do Dia Nacional da Saúde do Homem, a ser lembrado no dia 15 de julho. A programação vai acontecer na sede do Comando Geral da Polícia Militar, no bairro do Marco, em Belém, de 8 às 13 horas.
                Na ocasião, técnicos da Coordenação Estadual de Saúde do Homem apresentarão detalhes sobre a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, realizada pelo Ministério da Saúde, e farão palestras sobre câncer de próstata, câncer de mama, câncer de pênis, HPV, hipertensão arterial e diabetes. De forma paralela, equipes da Sespa prestarão serviços médicos aos militares, como vacinação, aferição de pressão arterial, testes de glicemia e testes rápidos para hepatites.
                A ação pretende aproximar a população masculina dos serviços de saúde, criando um vínculo com quem em geral apresenta forte resistência antes de procurar assistência médica. “Para os profissionais de saúde, tentar mudar esse comportamento conscientizando os homens sobre a importância da prevenção e do tratamento adequado é um verdadeiro desafio”, explica o odontólogo Andrei Porpino, técnico da Coordenação Estadual de Saúde do Homem.
                O coordenador de Saúde do Homem, Marcelo Dias, disse que a Política de Saúde do Homem ainda é recente e que as unidades de saúde ainda estão se preparando para receber a população masculina da mesma forma que sempre receberam mulheres e crianças. “Os profissionais ainda não sabem como abordar o paciente masculino e perceber seus problemas”, explicou, “Então, a política veio para orientar e prevenir”, acrescenta.
                Segundo Marcelo, de 2008 a 2010, conforme dados do IBGE, a população masculina brasileira vem diminuindo 0,1% a cada ano, ao contrário da população feminina, que se cuida melhor. Na opinião do coordenador, para mudar esse quadro, também é importante a participação das instituições de ensino, para que os novos profissionais de saúde saiam da universidade com uma percepção melhor a respeito da saúde do homem.
                No Pará, os homens morrem mais cedo que as mulheres por falta de cuidado, sendo as maiores vítimas de doenças crônicas, como hipertensão e diabetes e de causas externas como violência no trânsito. Só pra se ter uma ideia, o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), atendeu, só em 2011, mais de duas mil vítimas de acidente de moto, a maioria homens.
                Desde que foi criada, em 2010, por recomendação do Ministério da Saúde a todos os Estados, a Coordenação Estadual de Saúde do Homem tem atuado com campanhas de prevenção com foco nos municípios, sobretudo com palestras e capacitação de profissionais das unidades básicas de saúde, com o objetivo de fazer com que os homens se preocupem mais com a saúde.
                Além da programação voltada para os policiais militares, outros momentos marcarão as intenções pelo Dia Nacional de Saúde do Homem. Nesta segunda-feira, o coordenador estadual de Saúde do Homem, Marcelo Dias, estará em Altamira para participar da Oficina de Implantação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde do Homem, evento do qual participarão representantes de nove municípios que integram a região de abrangência do 10º Centro Regional de Saúde. No dia 16 de julho, uma programação com palestras será oferecida aos funcionários da ala masculina da fábrica de refrigerantes Fly, em Icoaraci, Região Metropolitana de Belém.

Texto:
Mozart Lira-Sespa

Dia Municipal de Vacinação
intensificaa campanha
contra a paralisia infantil em Belém
O combate à paralisia infantil em Belém terá esforço concentrado na próxima  quinta-feira,12,Dia Municipal da Vacinação, instituído pela Secretaria Municipal de Saúde para que a cobertura vacinal na capital paraense chegue a  95%, meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.
Na primeira etapa da campanha nacional, encerrada na última sexta-feira,06,mais de 87 mil crianças  foram imunizadas contra a paralisia infantil em  Belém, o que corresponde a 81,46% de cobertura, mas o objetivo é  vacinar 108.148 crianças menores de cinco anos.
No Dia Municipal de Vacinação, a estratégia da Sesma para alcançar a meta de 95% da cobertura vacinal é a mobilização das equipes dos Postos de Saúde da Família (PSFs) nos sete distritos de Belém para localizar as famílias que possuem crianças menores de 5 anos, ainda não imunizadas, para que elas recebam a vacina.
De acordo com a diretora do Departamento de Vigilância à Saúde da Sesma (Devs) a vacinação será feita em áreas cobertas e áreas não cobertas pela estratégia do programa Saúde da Família,para que nenhuma criança deixe de ser  vacinada. “ A sensibilização de todos para que a vacina alcance o maior número possível de crianças é fundamental,porque mesmo com a doença erradicada  desde 1994, o Brasil tem fronteiras abertas, o que significa que o risco da doença entrar no país, existe”, alerta Carlene.
Todas as 29 unidades municipais de saúde participam da campanha. As equipes do Programa Saúde da Família – PSF atuaram em campo visitando as casas e vacinando as crianças. Outros pontos de apoio foram criados em supermercados e magazines de Belém, como o supermercado Líder Canudos, Líder Boulevard, Líder Praça Brasil, Líder Humaitá, Yamada Plaza, Nazaré Augusto Montenegro, Formosa Duque de Caxias, Parque Shopping e Mangal das Garças, nos horários entre  8h e 17h.
No Portal da Amazônia, o horário será diferenciado, entre 16h e 22h. Os distritos de Outeiro e Mosqueiro também participam da campanha com equipes do PFS montando postos nas praias. No sábado dia 14, um posto de vacinação será aberto na Vila de Mosqueiro, entre 16h e 22h.
No próximo semestre, no período de 18 a 24 de agosto, haverá a segunda etapa da vacinação contra a paralisia infantil com o objetivo de dar continuidade ao calendário vacinal. Todas as crianças deverão tomar as duas doses da vacina.     
Com novo prédio, Santa
Casa terá mais espaço
para capacitação profissional
                Com a inauguração do novo prédio da Santa Casa de Misericórdia do Pará, prevista para o início de 2013, a instituição vai ganhar, também, espaços destinados à melhoria da capacitação de seus profissionais, que integram diversas categorias. Em reunião na última sexta-feira (06), a presidente da Fundação Santa Casa, Eunice Begot, informou que o novo prédio "será um marco na saúde pública de nosso Estado, de modo especial  na atenção à saúde da mulher e da criança, oferecendo atendimento de alta complexidade e fortalecendo seu papel dentro da rede de assistência à saúde”.
As novas instalações ampliarão a capacidade de leitos do hospital, passando dos atuais 370 para 470, o que proporcionará mais comodidade aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Eunice Begot disse que parte dos serviços oferecidos pela Santa Casa será transferida para o novo prédio, incluindo a maternidade e a pediatria.
                Em relação ao prédio construído no século XIX, que atualmente não atende mais às exigências do Ministério da Saúde, por estar fora dos padrões técnicos, ela informou que nele funcionarão o Centro Cirúrgico, a Central de Processamento de Material e Esterilização, um novo espaço para o Programa Pro Paz Integrado, Ambulatórios de Especialidades Médicas e UTI Pediátrica de pacientes crônicos.
                Segundo Lizomar Móia, diretora de Ensino e Pesquisa da Santa Casa, o antigo prédio também abrigará uma nova biblioteca, auditório, salas de preceptoria - que vão proporcionar melhor aprendizado e aperfeiçoamento para todas as categorias profissionais -, e a implantação de sala de videoconferência, com equipamentos já garantidos pela Rede Nacional de Pesquisa.

Texto:
Alessandro Borges-Santa Casa

Emater inicia nova etapa
do projeto Cultivando
Flores e Vidas
                A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) e a Superintendência do Sistema Penal do Estado (Susipe) inauguram quarta-feira (11) a primeira etapa do projeto “Cultivando Flores e Vidas”. Serão atendidos 30 egressos e albergados do sistema penal paraense. A proposta é oferecer técnicas de floricultura, paisagismo e jardinagem, além de empreendedorismo, produção e venda, para facilitar a inserção dos detentos no mercado de trabalho.
                O projeto da Emater, que tem como parceiros a Susipe e outros órgãos governamentais, funcionará no espaço das Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa). Os participantes vão assistir a palestras sobre saúde, situação comportamental e interatividade e participarão de atividades laborais, no horário de 8h30 às 10h30. Os detentos terão ainda assistência de psicólogo, assistente social e pedagogo.
                A etapa física agrícola do projeto, que significa o início do paisagismo e do envasamento das plantas, deve começar no início de agosto. A turma deve estar formada até outubro, quando os egressos serão encaminhados ao mercado de trabalho.
Texto:
Iolanda Lopes-Emater

Encerramento da I Campanha
de Verão do Programa

“Escola da Vida”
A 1ª Campanha de Verão do Programa “Escola da Vida”, promovida pelo Corpo de Bombeiros Militar do Pará, encerrada nesta terça-feira (10) suas atividades na Ilha de Mosqueiro. O encerramento contará com a participação de servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), que, juntamente com os integrantes do Programa “Escola da Vida”, realizarão ações voltadas ao meio ambiente.
                A campanha aconteceu no período de 1º a 5 de julho no Distrito de Outeiro, e desde o dia 06 está em Mosqueiro. A partir do dia 12, o programa estará em Abaetetuba, onde permanecerá até o dia 17. As ações do mês de férias serão encerradas em Salinópolis, no período de 18 a 31 de julho.
                Durante a 1ª Campanha de Verão do Programa “Escola da Vida”, haverá oficinas de prevenção à violência e criminalidade, e ao uso de drogas lícitas e ilícitas.
                As crianças e jovens participantes do Programa “Escola da Vida” terão ainda a oportunidade de saber mais sobre “bullying” nas escolas e sobre o meio ambiente. As atividades incluirão a distribuição de pulseirinhas de identificação para as crianças nas praias, dinâmicas de grupo e divulgação do projeto por meio de folders, que serão entregues nos locais.
                Os cuidados que se deve ter na praia, em relação a acidentes com animais, afogamentos e outras ocorrências comuns nesse período também serão informados durante a campanha.
                O Programa Escola da Vida já atendeu mais de 21 mil crianças e adolescentes em 19 anos de existência. Atualmente, 1,8 mil participam das atividades em 10 polos do programa, instalados em vários municípios.

Projeto Biizu promove oficinas em Vigia
                Durante todo o mês de julho o Projeto Biizu de Oficinas de Mídia Popular, da Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), estará levando oficinas de comunicação para o interior do estado, dentro da programação do Festival Cultura de Verão. Vigia de Nazaré será a próxima cidade a receber as atividades, que acontecerão entre os dias 11 e 13, na Escola Estadual Presidente Kennedy, no período de 8h as 12h. De acordo com Marcelle Rolim, coordenadora do Biizu, todas as 70 vagas ofertadas para as oficinas de Rádio, Fotografia e Grafite foram preenchidas há mais de uma semana.
“Divulgamos e abrimos as inscrições dos curtos antecipadamente e as vagas foram rapidamente preenchidas. Muitos jovens que moram no interior não costumam sair de suas cidades durante as férias e o Biizu, além de uma oportunidade de capacitação, também é uma opção de entretenimento nesse período. O legal é que as oficinas terminam sempre às sextas-feiras, culminando com o início da programação do Festival Cultura de Verão nos municípios”, destaca.
                O Biizu já esteve em Vigia no ano passado, onde também ofertou oficinas. E foram justamente os cursos mais demandados pela comunidade naquele período que foram selecionados para compor a programação deste ano. A edição atual do Biizu, que integra o Festival Cultura de Verão, tem um formato menor, mas sem nenhum prejuízo do conteúdo ou da qualidade das oficinas. “Na semana passada fizemos a ação no município de Cametá, e foi um sucesso. Os instrutores adaptaram a estrutura da oficina para ser ministrada em apenas três dias e a experiência que tivemos foi bastante positiva”, explicou Marcelle.
                Criado com a finalidade de estimular e capacitar pessoas, especialmente o público jovem, para a utilização de mídias comunitárias, o Projeto Biizu apresenta técnicas de mídia popular a partir da utilização de ferramentas e veículos alternativos de comunicação. As oficinas são ministradas por profissionais experientes e ao final do curso, os participantes recebem certificado, além de montarem uma exposição com o trabalhos produzidos por eles durante as atividades. Todo o material produzido também é divulgado no site www.biizu.com.br.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom
Hemopa conclui parte do
programa de capacitação

de professores na
hemorrede estadual
                A Fundação Hemopa encerrou o primeiro semestre deste ano desenvolvendo oficinas de multiplicadores na hemorrede estadual. A ação, que foi iniciada no dia 8 de maio, em Belém, capacitou professores da rede de ensino público e privado dos municípios de Belém, Castanhal, Capanema, Abaetetuba, Redenção,Tucuruí  e Marabá, somando um total de 287 professores. A meta é treinar 400 docentes com a realização de 10 oficinas, que têm o objetivo de promover educação continuada para o corpo docente, reafirmando a importância do papel social da escola.
                A atividade será retomada no dia 20 de agosto com oficina no Hemonúcleo de Tucuruí. A ação será encerrada no dia 27 do mesmo mês, no município de Santarém. Em Marabá, onde aconteceu a última oficina deste semestre (25/06), a ação foi realizada em parceria com a Universidade Estadual do Pará (Uepa), que cedeu seu auditório, que recebeu 35 professores.
                A sequência de oficinas faz parte do Programa Doador do Futuro. Os  agentes multiplicadores têm a responsabilidade de repassar, em sala de aula, a importância da doação voluntária de sangue e de medula óssea para seus alunos e comunidade escolar. Segundo a gerente de Captação de Doadores, a assistente social Juciara Farias, a atividade está sendo executada com o apoio do Ministério da Saúde (MS) que repassou recursos, através do convênio nº 935, de 2006.
                Durante a oficina, os participantes assistem palestra sobre “Educação como base de sustentação para promoção da doação de sangue”, “Mobilizando e motivando multiplicadores para o ato da doação de sangue”, “Doação de Medula Óssea:uma lição de vida”. Os temas são ministrados por assistentes sociais do hemocentro coordenador de Belém, com apoio das assistente sociais das unidades que sediam a atividade. A programação conta, ainda, com exibição de vídeo educativo, para em seguida, ser abordado o tema sobre “Doação de medula óssea: uma lição de vida”. Ao final os participantes fazem trabalhos em grupos para posterior apresentação.
                Segundo Juciara Farias, ao concluir o cronograma de ações de capacitação em parceria com o MS, será gerado relatório final e prestação de contas das atividades em setembro e outubro deste ano. Ela alerta que instituições interessadas em compor parceria para impulsionar a doação de sangue e cadastro de doação de medula óssea devem entrar em contato com o referido setor, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábado até às 17h, através do fone 32245048.
                Serviço:
                O Hemopa funciona na Tv. Pe. Eutíquio, 2109. Horário para coleta: de segunda a sexta-feira, de 7h30 às 18h, e aos sábados de 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 08002808118.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa

xxxxxxxxxxxxxx
xxxxxxxxxxxxxx
Fasepa terá apoio integrado
de órgãos estaduais
                No último dia 5 de julho, um grupo formado por representantes das Secretarias de Estado de Educação, Esporte e Lazer, Segurança, Comunicação, Assistência Social e  Programa Pro Paz visitou as novas instalações da Unidade de Internação Masculina III, espaço gerido pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará que será inaugurado em breve.
Esta foi a terceira visita da comissão, criada em junho com o objetivo de elaborar um plano de ação integrada para ampliar as oportunidades de ressocialização dos adolescentes que cometeram atos infracionais assistidos pela assistidos pela Fasepa. Cada órgao envolvido irá colaborar com ferramentas próprias para o atendimento socioeducativo desses menores, através da realização de oficinas, cursos de capacitação profissional, atividades desportivas e outras ferramentas de ressocialização.
Plano de Manejo da Área de
Proteção Ambiental de
Algodoal-Maiandeua é concluído
                O Plano de Manejo da Área de Proteção Ambiental (APA) de Algodoal-Maiandeua já está em processo de consolidação e finalização. O documento será entregue às comunidades locais da APA em agosto deste ano, na reunião de posse do novo Conselho Gestor. O trabalho vem sendo produzido desde dezembro de 2011 por uma equipe formada por servidores da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), órgão que gerencia a Unidade de Conservação (UC).
                Foram realizadas reuniões de nivelamento da equipe, para determinação de funções à elaboração do diagnóstico da Unidade de Conservação, conforme recomendado no Roteiro Metodológico para Elaboração de Planos de Manejo das Unidades de Conservação do Estado do Pará, publicado em 2009. Incursões na área também subsidiaram a elaboração do diagnóstico de áreas degradadas, assim como atividades agrícolas, educação ambiental e realização de amplos estudos acerca das atividades turísticas, identificação e descrição de áreas de atrativos turísticos naturais e estudos de capacidade de carga turística.
“Foi um trabalho hercúleo, muito gratificante para toda a equipe envolvida em organizar e escrever este plano, pois trata-se de um documento extenso que contém, além do diagnóstico, todas as diretrizes e normas de governança de nossa Unidade de Conservação. Isso sem contar com as atividades de gestão previstas no planejamento anual da APA, que estão em plena execução”, explica a gerente da APA, Adriana Maués.
Oficina de Zoneamento
                Em dezembro de 2011 foi realizada a Oficina de Zoneamento da Área, contando com a presença de membros do Conselho Gestor e da comunidade em geral, com moderação dos técnicos da Sema. Na reunião, foram definidas as áreas que seriam classificadas como Zonas de Ocupação Temporária, Alta Intervenção, Moderada Intervenção, Recuperação e Baixa Intervenção, suas respectivas regras de uso, e foram também definidas a missão e visão da APA, bem como os Programas de Manejo, que são as ações norteadoras da Gestão da Unidade nos próximos cinco anos, tempo de vigência de um Plano de Manejo.
                O Plano de Manejo de uma Área de Proteção Ambiental, segundo o Roteiro Metodológico para Elaboração de Planos de Manejo das Unidades de Conservação Estaduais do Pará (Sema, 2009), deve ter três capítulos: Aspectos Gerais, Diagnóstico e Planejamento.
                A Área de Proteção Ambiental de Algodoal – Maiandeua é uma Unidade de Conservação de Uso Sustentável criada pelo Governo do Estado do Pará, através da Lei Estadual nº 5.621 de 27/11/1990, cuja gestão compartilhada é realizada pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente, por meio da Diretoria de Áreas Protegidas, Coordenadoria de Unidades de Conservação e Gerência da APA de Algodoal – Maiandeua juntamente com o Conselho Gestor da Unidade.
Texto:
Káthia Oliveira-Sema

Militares receberão
auxílio-fardamento no
contracheque de julho




                O governador Simão Jatene informou à secretária de Estado de Administração (Sead), Alice Viana, que está autorizado o pagamento do auxílio-fardamento para os policiais militares, em valor equivalente a um soldo. Soldados e cabos que fazem jus a esse auxílio já terão o valor pago no contracheque deste mês de julho. O benefício representará em torno de R$ 8,5 milhões de acréscimo na folha de pagamento, só nesta primeira parcela. A segunda parcela será paga no mês de novembro deste ano, conforme acordo firmado entre o Governo e as associações dos militares.
                Desde janeiro de 2011, o Governo do Pará já reajustou o salário dos militares em valores que variam de 18% a 26%. Entre os benefícios concedidos estão: interstício de 5% para os praças; aumento de 50% para 70% na gratificação de risco de vida, e agora, o auxílio-fardamento, equivalente a um soldo.
                Com essa confirmação o Governo honra mais um compromisso assumido com os policiais militares do Estado, conforme acordado nas negociações com os sindicatos representantes da categoria. “Tudo o que vem sendo feito, até agora, é uma demonstração clara de que o governo está cumprindo os compromissos assumidos com a segurança pública do Estado. Com isso os resultados são vistos na prática, a partir dos acordos legalmente feitos nas mesas de negociação”, frisou a secretária de Estado de Administração, Alice Viana.
Texto:
Renan Malato-Sead
Reforma do teatro Waldemar
Henrique será concluída
até dezembro
                Começam nesta terça-feira, 10, as obras de restauração do Teatro Experimental Waldermar Henrique, no centro de Belém. O espaço, que passou ano passado por uma reforma no forro de madeira, será totalmente recuperado até o fim do ano. O trabalho inclui obras nas estruturas de sustentação, restauro do forro e instalação do sistema de ar condicionado. Pelo menos R$ 4 milhões são investidos pelo Governo do Estado na reforma do Waldermar Henrique, bem como na recuperação do Teatro Margarida Schivasappa e do Cine-teatro Líbero Luxardo, ambos no Centur.
                O músico e diretor do Waldemar Henrique, Salomão Habib, diz que o teatro passou por poucas reformas como a que será realizada agora. A última, segundo Habib, ocorreu em 2006. Desde então, o teatro não teria recebido nenhuma manutenção. “Será um trabalho minucioso de restauro, principalmente do forro, que ano passado quase vem abaixo, se não fosse a reforma que realizamos. Mas uma obra como esta, de restauro, ocorreu pouca vezes. A última foi em 2006 e desde então não teve manutenção”, afirma.
                O projeto de reforma do Waldemar Henrique foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), em parceria com técnicos e diretores da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (FCTN). Além da modernização das estruturas, será realizada a descupinização de efeito prolongado, que permitirá a conservação dos espaços e materiais da casa de espetáculo. De acordo com Salomão, não só os elementos de madeira serão restaurados, mas a fachada do prédio será revitalizada, bem como os espaços de ensaios e camarins dos artistas.
                Os recursos de R$ 4 milhões garantem ainda a manutenção e a renovação do material de cenotecnia, o que inclui maquinário cênico, como polias, cordas, estrutura para caixas de som, cortinas, tapetes, mesa de iluminação e refletores. No caso específico do Teatro Waldemar Henrique, a reforma deverá instalar uma porta acústica.
Artistas aguardam ansiosos pela reforma
                Fundado em 1918, no início do século XX, o Teatro Experimental Waldemar Henrique só passou a ter esta finalidade no final da década de 1980, quando os artistas reivindicaram um local onde pudessem elaborar espetáculos e desenvolver novos conceitos cênicos. “O Waldemar Henrique é um dos pouquíssimos teatros experimentais do Brasil. Aqui os artistas têm a possibilidade de criar vários conceitos cênicos. O palco desmontável, os elementos do teatro, como a escada, e a estrutura de som e luz permitem que o artista saia do tradicional e elabore projetos de experimentação profissional. O que é muito diferente de um teatro com palco italiano (tradicional)”, explica Habib.
                Como músico, Salomão Habib diz que a expectativa para a reforma do teatro é muito grande. “A gente sabe de todos os trâmites que o projeto de restauro do Waldemar Henrique passou até o início desta obra. É um prédio tombado pelo município, pelo Estado e é considerado patrimônio histórico nacional. É preciso haver manutenção e muito cuidado com tudo o que representa cada elemento deste teatro”.
Para o ator Adriano Furtado, que faz parte do grupo Palhaços Trovadores há 8 anos, o Teatro Experimental Waldemar Henrique é um local de formação. “Nada mais é do que um berço para todos nós, artistas. Este espaço foi responsável pela formação de grandes atores e artistas do nosso Estado e continuará sendo graças a esta restauração”, diz Adriano, que desde o início de sua profissão como ator participou de espetáculos naquele espaço.
“O Waldemar Henrique tem uma importância histórica, pois foi construído desde o início do século passado, e uma importância artística, na formação dos atores. É o nosso espaço de experimentação, que sempre esteve disponível para quem está começando nas artes e precisa se sentir valorizado, com oportunidades. Espero com ansiedade essa reforma, pois queremos o teatro de volta para o nosso cotidiano, e para o cotidiano do público paraense”.

Texto:
Thiago Melo-Secom
Estudante paraense é
destaque da Copa
Brasil de Tênis de Mesa
                O estudante da Escola Estadual Maria Luiza da Costa Rêgo, Evandro Yury Rodrigues Nery, 15 anos, retornou a Belém na manhã desta segunda-feira, 9, após participar do Circuito Copa Brasil Centro, Norte Nordeste de Tênis de Mesa em Maceió (AL), com duas medalhas no peito e a expectativa de estar entre os dez primeiros lugares do ranking nacional para profissionais da Confederação Brasileira de Tênis de Mesa.
                A competição foi encerrada no último domingo. O estudante paraense ficou com a segunda posição na Qualificação Técnica do torneio e, após dez jogos, ocupou a terceira colocação na categoria infantil, ao chegar à semi-final da competição. “Fiquei bastante feliz com o resultado. Agora a expectativa é subir de posição no ranking nacional”, afirmou o estudante, que até o início da competição no nordeste ocupava o 11º lugar.
                Ainda neste mês, Yuri disputará o Circuito Copa Brasil Sul e Sudeste. A competição será no final de julho, no Paraná. De férias da atividades escolares, as próximas semanas serão de muito treino para o mesa-tenista paraense. “Agora é me preparar para ir ao Paraná. Acho que lá o nível técnico será ainda mais alto. Espero conseguir uma boa colocação”, disse o jovem.
                Yury também foi medalhista de ouro na fase metropolitana dos Jogos Estudantis Paraense (JEP's), ocorridos no mês de junho, em Belém. Ele já acumula várias conquistas, como a primeira colocação no Circuito Norte e Nordeste da modalidade, e o terceiro lugar nas Olimpíadas Escolares Brasileiras do ano passado. “Meu objetivo é chegar à Seleção Brasileira e fazer nome do Tênis de Mesa do Brasil”, afirmou.

Texto:
Mari Chiba-Seduc
Uepa abre inscrições para
cursos de pós-graduação
em Moju e São Miguel
                A Universidade do Estado do Pará (Uepa), por meio do Centro de Ciências Sociais e da Educação (CCSE), abre a partir desta terça-feira (10), as inscrições do processo seletivo para os cursos de Pós-Graduação Lato Sensu em Fundamentos da Matemática Elementar, no município de São Miguel do Guamá, e em Estudos Linguísticos e Análise Literária, no município de Moju. Para o primeiro curso, as inscrições poderão ser feitas até o dia 31 de agosto de 2012. Já a pós-graduação em “Estudos Lingüísticos” segue com inscrições abertas até 30 de outubro.
                Serão 50 vagas ofertadas para cada um dos cursos. Os interessados poderão inscrever-se no site www.fadesp.org.br  e, após o pagamento da fatura, entregar a documentação exigida em edital no campus da Uepa onde será realizado cada curso. Os documentos necessários para a inscrição dos candidatos são: uma fotocópia da carteira de identidade e CPF; duas fotos ¾ recentes; uma via do curriculum Lattes atualizado e comprovado dos últimos cinco anos; cópias autenticadas do diploma e histórico da graduação; uma via do pré-projeto de pesquisa; fotocópia do comprovante de residência e o comprovante do pagamento da taxa de inscrição: R$ 50,00.
                O investimento será de 18 parcelas de R$ 200,00, sendo a primeira mensalidade paga no ato da matrícula, não havendo devolução do valor pago, caso haja desistência do aluno. Quanto à concessão de bolsas de estudo, serão concedidas para 10% do total de vagas, sob forma de bolsas de estudo destinadas, em ordem de prioridade, para professores e técnico-administrativos efetivos no exercício de suas funções e ex-alunos da Uepa.
                O curso de pós-graduação em Fundamentos da Matemática Elementar compreende a carga horária de 465h/a e será desenvolvido em regime intervalar, tendo início previsto para outubro de 2012. Já o curso de Estudos Linguísticos e Análise Literária, compreende a carga horária também de 405h/a, porém, com funcionamento das aulas na instituição de ensino superior do município, e será desenvolvido em regime regular, aos sábados, com início previsto para Janeiro de 2013. Ambos os cursos tem como culminância a elaboração e defesa de um trabalho de conclusão de curso, orientado por professores do curso.

Texto:
Ize Sena-Uepa
Técnicos são capacitados
para o inquérito sobre
Esquistossomose
                Profissionais de saúde de 20 municípios paraenses participam, de hoje até a sexta-feira, 12, de uma capacitação na técnica de preparação de lâminas do método Kato-Katz, utilizado para  diagnóstico parasitológico da Esquistossomose Mansonica. A formação prepara esses profissionais para o Inquérito Nacional de Prevalência da Esquistossomose Mansônica e das Geohelmintoses, realizado pela Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde numa ação envolvendo as Fundações Osvaldo Cruz de Minas Gerais e Amazonas e a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).
                O estudo tem abrangência em 542 municípios distribuídos nas 27 unidades da Federação. Do Pará, atuam representantes de Ananindeua, Bannach, Barcarena, Bragança, Belém, Castanhal, Concórdia do Pará, Curuçá, Marabá, Mãe do Rio, Mocajuba, Novo Progresso, Pacajá, Prainha, Primavera, Portel, Rondon do Pará, Santa Maria das Barreiras, São Domingos do Araguaia e Xinguara. O objetivo da pesquisa é realizar um estudo que permita o conhecimento atual da prevalência da esquistossomose mansônica, da ascaridíase, da trichiuríase e da ancilostomíase no Brasil.
                A capacitação inlui aulas teóricas e práticas. Um dos ministrantes, Áureo Almeida, explica o método de Kato-katz consiste no uso de materiais simples que permitem rapidez dos resultados. Após a formação os envolvidos estarão aptos para trabalhar na questão do diagnóstico laboratorial. Outra ministrante da capacitação é Izabel Rodrigues, cooordenadora do Laboratório de Parasitoses Intestinais e Malacologia do Instituto Evandro Chagas.
                De uma forma geral, o objetivo do inquérito é conhecer a prevalência, no território nacional, da esquistossomose e das geohelmintíases, e as formas clínicas destas doenças em crianças matriculadas em escolas da rede pública, além das alterações percebidas em exames ultrassonográficos que apontam a presença de fibrose hepática em adultos portadores nos estados endêmicos.
                Segundo Áureo Almeida, a próxima etapa do inquérito será o envio dos ofícios aos municípios e escolas, após as visitas pelos técnicos municipais aos estabelecimentos de ensino, em ação conjunta com as equipes de Estratégia de Saúde da Família, que farão a coleta das fezes das crianças nas escolas sorteadas, para posterior liberação dos resultados e tratamento.
                A esquistossomose, conhecida também como xistose, doença dos caramujos e barriga d’água, constitui, ainda hoje, um problema de saúde pública no Brasil e, em particular, nas regiões Norte e Nordeste, em virtude dos movimentos migratórios e pela própria condição de vida da população, acrescida de fatores ambientais específicos que favorecem o desenvolvimento da endemia.
Serviço: Capacitação sobre Esquistossomose para o Inquérito Nacional de Prevalência da Esquistossomose Mansoni e das Geo-helmintoses. Local: Auditório do Instituto Evandro Chagas, localizado na avenida Almirante Barroso nº 492, entre Chaco e Curuzu.
Texto:
Mozart Lira-Sespa

Parceria  garante produção
de feijão caupi em Almeirim
                Pelo menos 50 famílias de agricultores familiares e ribeirinhos, de 15 comunidades do município de Almeirim, no Baixo Amazonas, estão recebendo da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), sementes básicas de feijão caupi. A doação é resultado de uma parceria com a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri). Recebem o feijão, as famílias identificadas com aptidão para a cultura.
                Cada família está recebendo em média 30 quilos da semente na modalidade troca-troca, ou seja, para cada quilo recebido, outro é preciso ser entregue de volta. As sementes devem gerar em terra firme cerca de 900 quilos por família e, na várzea, uma produtividade até 50% maior, por conta da fertilidade das áreas, especialmente na Amazônia, que acumula grande quantidade de material orgânico, segundo dados da Emater.
                O plantio do feijão caupi, que tem ciclo de 90 dias para a produção, reaproveita uma área já utilizada para a lavoura branca, como o milho, por exemplo, que teve a safra  recentemente colhida, e garantirá a segurança alimentar das famílias, além da comercialização do excedente. A intenção da Emater é fazer com que as famílias reproduzam o seu próprio material genético e se tornem autossuficientes na produção de sementes. “Com o material que será devolvido também faremos um banco de sementes que posteriormente beneficiará outras famílias dentro do projeto de produção do feijão”, garantiu Erinaldo Martins, técnico em agropecuária da Emater.
                Com o projeto da Emater, o município deverá ter sementes de feijão caupi para a multiplicação de quatro a cinco anos. A primeira colheita do feijão, que já tem mercado garantido, está marcada para novembro. Toda a produção deverá abastecer o mercado local de Almeirim.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater

A preservação da natureza
foi tema do 1° Teatrinho
do Mangal de julho
                O entorno do Museu da Navegação, no Parque Mangal das Garças, recebeu no domingo, 8, o espetáculo teatral infantil “Uma Aventura Amazônica”, no Projeto Teatrinho do Mangal. Esta foi a primeira apresentação do mês de julho. O projeto é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), por intermédio da Organização Social Pará 2000, que administra o Parque. O Teatrinho do Mangal acontece em domingos alternados, com apresentações de espetáculos teatrais infantis que valorizam a cultura e a educação ambiental.
                O espetáculo abordou temas e histórias sobre a Amazônia, com foco na preservação da natureza aliado ao imaginário caboclo. Crianças que estavam na plateia interagiram com os atores durante a encenação e foram nomeados os protetores da floresta, como Iara, Mapinguari, Curupira e Matinta Perera.
                Maíra Neves, mãe de Luis Frederico, 8 anos, e Pedro Arthur, 6 anos, levou pela primeira vez os filhos para participar do Teatrinho do Mangal. “Achei muito dinâmica a contação de história e muito educativa. Meus filhos vão sair daqui mais conscientes sobre a preservação da natureza”, comentou a mãe. No domingo, dia 23 de julho, o Grupo Aldeato apresentará o espetáculo “Pierierieca, não jogue lixo no rio”, a partir das 10h30, no entorno do Museu da Navegação. A entrada e gratuita.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000


Hemopa abre campanha
voltada para torcedores
do Águia de Marabá
                Torcedores e simpatizantes do time “Águia”, de Marabá, poderão demonstrar seu amor e a solidariedade a partir desta segunda-feira (9), participando da Campanha "Águia e Hemopa: entrando em campo para salvar vidas", que está sendo realizada pelo Hemocentro Regional de Marabá (HRM). A ação se estenderá até o dia 13, sempre de 7h às 13h. A meta é de 100 coletas.
                Segundo a responsável pela captação de doadores em Marabá, a assistente social Sandra Tavares, a expectativa para alcançar a meta da mobilização é bem otimista. “temos certeza que os torcedores do Águia vão demonstrar toda sua paixão pelo time e ainda fazer um gesto de amor ao próximo”, comentou, informando que durante a campanha haverá distribuição de camisetas e sorteio de camisa oficial do time. Antecedendo a ação estratégica, no último dia 7, a equipe do Hemopa distribuiu panfletos no estádio “Zinho Oliveira”, em Marabá, durante o jogo do Águia x Cuiabá, convidando os torcedores para aderirem à campanha.
                Quem pode doar sangue: Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado. É necessário apresentar documento oficial original e com foto. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. Para doar sangue não é preciso estar em jejum. O doador deve estar bem alimentado.
                Serviço: O Hemopa Marabá funciona na Rod. Transamazônica, Quadra 12, S/N, entre Av. Hiléia e Av. Amazônia. Bairro: Amapá CEP: 68.502-290
                Fone: (94) 3324.1645 / 3324.1810.E-mail: hemopa@skorpionet.com.br
Texto:
Vera Rojas-Hemopa
Emater capacita horticultores de Oriximiná
                Dez horticultores de Oriximiná, no Baixo Amazonas, participaram entre os dias 3 e 6 de julho de um curso de olericultura básica promovido pelo escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), em parceria com o Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Oriximiná (STTRO). A capacitação aconteceu na propriedade do agricultor Enivaldo Silva, localizada na Comunidade do Axipacá, às margens do rio Trombetas. Ali já existiam cinco canteiros de alface, couve, cebolinha e tomate, entre outras espécies, cultivados em um quarto de hectare. Os alunos do curso construíram mais seis canteiros, aplicando os ensinamentos recém-adquiridos, como sistemas de irrigação de baixa pressão e uso adequado de plásticos específicos para proteção da plantação.
“Nossa proposta é, a partir da assistência técnica regular, capacitação contínua e transferência de tecnologia, aperfeiçoar os sistemas de produção tradicionais, mostrando aos agricultores que a partir da adoção de medidas simples e baratas é possível até dobrar a produção”, diz o engenheiro agrônomo da Emater Marcos Leite, mestre em Entomologia, que ministrou o treinamento. Para ele, a Emater não apenas transmite, mas troca conhecimento: “Precisamos aproveitar sempre o que já existe de tradição, valorizar as práticas típicas e reconhecer a experiência”, resume.
                Hoje em dia, a olericultura é uma das atividades principais da agricultura familiar de Oriximiná – associada principalmente ao cultivo de mandioca e à pecuária mista. A atividade, porém, ainda é considerada de subsistência. Só mais recentemente, com relativa expansão populacional da região, por conta da instalação de indústrias mineradoras, as famílias começaram a se interessar por uma produção comercial, por constatarem um mercado consumidor ávido, que, na falta de oferta local, acaba importando hortaliças.
                De acordo com Leite, por questões culturais o trabalho com hortaliças têm maior incidência em áreas de várzea, onde os agricultores precisam montar canteiros suspensos de modo a evitar que água dos rios estrague os plantios. “Porém, em enchentes recordistas, como a deste ano, muitos chegam a perder tudo ou precisam remontar os canteiros às pressas, com altura maior”, explica Leite. A idéia da Emater, segundo ele, é incentivar famílias com propriedades em terra firme a se iniciar na olericultura, consolidando a cadeia produtiva no município.
Texto:
Aline Miranda-Emater
Setur e Sebrae oficializam
parceria para
qualificação no turismo
                O Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-PA) assinam termo de cooperação técnica para executar as ações do Programa Estadual de Qualificação Profissional do Turismo (PEQTUR), lançado pelo governo do estado em novembro do ano passado. A cerimônia acontece nesta terça-feira, dia 10, às 11h, na sede do Sebrae, na Rua Municipalidade, 1461, no bairro Umarizal.
                A parceria entre Sebrae e Setur tem validade de dois anos e vai garantir a qualificação de 595 profissionais em 16 municípios das seis regiões turísticas do Pará: Belém, Tapajós, Marajó, Amazônia Atlântica, Araguaia Tocantins e Xingu. Entre os principais cursos que serão disponibilizados estão: gestão para negócios turísticos, empreendedorismo, informações turísticas, atendimento ao cliente para taxistas e formação de preços e custos.
                As ações do PEQtur tem o objetivo de aprimorar a visão e cultura empresarial, além de garantir a gestão de negócios e a compreensão da qualidade como condição para a competitividade e melhores resultados dos produtos e serviços turísticos do Pará. Segundo Adenauer Góes, Secretário Estadual de Turismo do Pará,  até 2015 o PEQTUR vai qualificar cerca de 10.500 profissionais que atuam direta e indiretamente na área do turismo no Pará. Além da Setur e Sebrae, assinam o termo de cooperação as secretarias dos municípios atendidos pela qualificação, Associação Brasileira da Industria de Hotéis (ABIH) e Sindicato de Guias de Turismo (Singtur).
                Sugestão de Entrevista
                Adenauer Góes – Secretário de Estado de Turismo do Pará
                Vilson Schuber – Superintendente do Sebrae-Pa

Festival Cultura de Verão
traz In Bust, Lucinnha
Bastos, Mahrco
Monteiro e Arthur Nogueira
                O 6º Festival Cultura de Verão prossegue nesta terça-feira, 10, no Espaço Cuíra e no Píer das Onze Janelas. A programação reúne espetáculos de teatro, shows ao vivo, exibição de filmes paraenses, desfile de moda e atividades de estímulo à leitura, tudo com entrada franca. A realização é da Cultura Rede de Comunicação.
                No Espaço Cuíra, às 19h, será apresentado o espetáculo “Catalendas”, da In Bust Teatro com Bonecos, inspirado no programa homônimo produzido há dez anos pela TV Cultura do Pará. Os atores transpõem para o palco o objetivo do programa: o exercício da oralidade com a contação de histórias, conforme explica o ator-manipulador Paulo Ricardo Nascimento.
                Em “Catalendas”, duas crianças assistem aos episódios do programa e acabam enveredando por aventuras fantásticas. Elas se perdem e são acolhidas num espaço mágico, onde personagens clássicos, como a Fada Madrinha e o Elfo, são reinventados. Começa, então, uma gostosa brincadeira de contar histórias. E, para surpresa de todos, desta vez as crianças entram em cena e são assistidas por Dona Preguiça e Preguinho, apresentadores do programa de TV.
                A direção do espetáculo é de Aníbal Pacha, que assina também a criação e a confecção de bonecos, figurinos e cenário. Adriana Cruz, Charles Wesley, Paulo Ricardo Nascimento e Vandiléia Foro são os atores-manipuladores. A dramaturgia é de Adriana Cruz. Maurício Franco faz a produção de figurino e uma participação especial no vídeo exibido durante o espetáculo. Quem chegar mais cedo vai conferir miniespetáculos de caixas com o Coletivo Animadores de Caixas.
                SHOWS
                No Píer das Onze Janelas o público poderá conferir os shows de Arthur Nogueira, Mahrco Monteiro e Lucinnha Bastos, a partir das 20h. Antes haverá exibição de filmes da Mostra Pará, com curadoria do Instituto de Artes do Pará (IAP), além de atividades de incentivo à leitura com o Ônibus Biblioteca do Centur.
                Aos 23 anos, o cantor e compositor Arthur Nogueira é um dos jovens talentos da cena musical paraense e desenvolve um trabalho de experimentações com poesia e música. Possui dois CDs gravados, "Arthur Nogueira" (2007) e "Mundano" (2009), além do EP virtual "Mundano+" (2010).
                Em 2008, o álbum "Mundano" foi premiado pelo Projeto Pixinguinha, da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Produzido por Arthur Nogueira e Felipe Cordeiro, o disco apresenta canções próprias e releituras, como "Mal Secreto", de Jards Macalé e Waly Salomão, e traz participação de Marina Lima. Atualmente o artista desenvolve o projeto lítero-musical "O poema: som e sentido", junto com o poeta Antônio Cícero, e dedica-se à produção do terceiro CD da carreira, "À margem do mundo".
                Um dos grandes nomes da música paraense, Mahrco Monteiro comemora 27 anos de carreira com uma sólida trajetória: são sete álbuns solo e um DVD, além da participação no projeto “Trilogia: A Força que Vem da Ruas”, ao lado de Lucinnha Bastos e Nilson Chaves. Nascido em Jacarepaguá, Rio de Janeiro, Mahrco Monteiro veio para Belém com apenas dois anos de idade. Em 1970 retornou à terra natal para fazer faculdade e lá decidiu se dedicar à carreira artística, participando de festivais de música. De volta à capital paraense, lançou seu primeiro disco, “Mistérios”, que trazia o hit “Chamegoso”.
Lucinnha Bastos tinha apenas dez anos quando se apresentou no Theatro do Paz, dentro do Projeto Pixinguinha, e desde então não parou mais. Participou de festivais nacionais, gravou um compacto duplo, três LPs e dois CDs ao vivo, fez shows em todo o Brasil. Já cantou ao lado de grandes nomes da música brasileira, como Ângela Maria, Leila Pinheiro, Fafá de Belém, Jane Duboc e do maestro Waldemar Henrique.
                Em 2004, lançou o projeto “Trilogia: A Força que Vem das Ruas”, que resultou em três CDs ao vivo e um DVD. Em 2005 gravou dois álbuns em homenagem a Waldemar Henrique e no mesmo ano participou do CD-livro “Modinhas do Grão Pará”.? Em 2007 lançou o disco “Pimenta com Sal” e no ano seguinte gravou um DVD em comemoração aos seus 40 anos.
Serviço: 6o Festival Cultura de Verão. Espetáculo “Catalendas”, da In Bust Teatro com Bonecos, às 19h, no Espaço Cuíra (Riachuelo com 1o de Março). No Píer das Onze Janelas, shows de Arthur Nogueira, Mahrco Monteiro e Lucinnha Bastos, a partir de 20h. Entrada franca. Realização: Cultura Rede de Comunicação. Programação completa em http://festivalculturadeverao.com.br.

Texto:
Márcia Carvalho-Funtelpa


+++++++++

+++++++++
Cursos profissionalizantes
da Seter não param nas férias
                A Secretaria de Estado de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) deverá formar, até o final deste ano, mais de 12 mil trabalhadores em todo o Pará. Cursos profissionalizantes estão sendo ofertados em todas as regiões do estado, que apresentou superávit na formação de novos postos de emprego no primeiro semestre de 2012.
                Segundo o último estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), nos últimos 12 meses (Jun/11-Mai/12), foram feitas em todo o Estado 375.751 admissões contra 323.541 desligamentos, gerando um saldo positivo de 52.210 postos de trabalho. Os setores de atividades econômicas em destaque na geração de empregos formais em todo o Pará são: Serviços, Comércio, Construção Civil, Extrativo Mineral, Indústria de Transformação e Agropecuária.
                Os cursos de capacitação ofertados pela Seter seguem esta tendência. Por meio de pesquisas que avaliam os resultados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) e as demandas espontâneas dos municípios, a secretaria desenvolve o planejamento para formação dos cidadãos. “O Pará tem como absorver estes trabalhadores que estão sendo formados. Os setores de serviços e construção civil estão crescendo, isso é um reflexo do aumento da renda dos paraenses. Estamos capacitando mão de obra para atuar neste mercado, gerando mais emprego e renda em todo o Pará”, explica Lizia Betty Nogueira, técnica dos Programas Especiais da Seter.
                Desde maio deste ano quatro convênios foram formados, ofertando 1800 vagas na Região Metropolitana de Belém e Curuçá. A partir de agosto mais nove serão feitos, atendendo um total de 5700 mil cidadãos. Ana Cléia Abreu, 34 anos, é dona de casa e não tirou férias para concluir o curso de recepcionista oferecido aos moradores do bairro do Guamá, em Belém. “Desde que eu casei nunca trabalhei, criei meus filhos e cuidei de casa, mas agora resolvi retomar meus estudos e fazer este curso para obter uma formação. É importante se preparar para entrar no mercado de trabalho, conhecimento nunca é demais”.
A pedagoga Ana Cristina é a coordenadora dos cursos que estão sendo ofertados no Guamá. Ela diz que estão sendo ministradas aulas de cabeleireiro, recepcionista, operador de caixa e técnico de vendas e que a procura pelas vagas superou as expectativas. “Estes cursos realizados pela Seter dão condição técnica para os alunos exercerem a função para qual foram qualificados. A comunidade do Guamá está animada, a procura foi muito grande, e mesmo em julho, nas férias, eles não faltam as aulas”.
Além dos convênios, a Seter possui o Projovem Trabalhador, que é realizado em parceira com o Ministério do Trabalho. A meta é formar 5 mil jovens em todo o estado. “O projeto já começou em 12 municípios na região do Guamá, Caeté e Rio Capim. Na próxima segunda-feira (16) iremos iniciar os trabalhos em mais 10 municípios da região oeste do estado. As principais vagas ofertadas são para a Construção Civil, Pesca e Psicultura e cursos na área de metalurgia, atendendo uma demanda da região que está recebendo grandes projetos”, diz Lizia Betty Nogueira.

Texto:
Julia Garcia-Secom

XXXXXXXXXXXXXXX
TÃO LOGO AS CHUVAS DOS FINAIS
DA TARDE PASSEM,
O POR DO SOL NO PORTAL
DA AMAZÔNIA É IMPERDÍVEL

XXXXXXXXXXXXXXX

Crianças atendidas pelo Pro Paz
participam de Colônia de Férias
                Tala de miriti, papel de seda, linha de algodão e cola branca são alguns dos materiais necessários para a confecção de pipas. As crianças atendidas pelo Programa Pro Paz na Unidade Integrada da Terra Firme estão aprendendo a produzir pipas durante a Colônia de Férias da unidade.
                O instrutor Francelino Mesquita explica que o objetivo da oficina é mostrar que por meio da criatividade é possível conciliar o útil ao agradável. “Durante a oficina explicamos para os jovens e adultos que confeccionar pipas além de ser uma terapia ocupacional é um produto que podemos comercializar”.
Durante o processo, o arte educador Francelino Mesquita irá apresentar vários modelos de pipas. “Vamos aprender vários modelos, eu ressalto sempre para os alunos a questão da criatividade, habilidade e como corta as talas de miriti”. O trabalho de produzir pipas exige habilidade e dedicação do aluno. “Confeccionar pipas é um trabalho fácil, porém exige dedicação e destreza”. Durante a oficina as crianças vão aprender a “ampliar desenhos, conciliar peso e estrutura, separação das cores, montagem de peitorais e rabos e vão realizar o teste final do voo de pipas”, conta o instrutor.
                Um total de 30 crianças estão inscritas na oficina de confecção de pipas. A Fundação Curro Velho em parceria com o Pro Paz promove na Unidade Integrada do Pro Paz oficinas de pipas, teatro e dança. A programação da Colônia de Férias será encerrada no dia 27 de julho.
Segunda turma da Colônia
de Férias do Bosque iniciam
atividades nesta terça-feira
Durante as férias de verão, o Bosque Rodrigues Alves oferece uma programação diferenciada para crianças e pré-adolescentes do capital paraense. A tradicional Colônia de Férias promovida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), inicia a programação da segunda turma de 2012, recebendo 50 participantes com idades entre sete e 12 anos.
Durante os quatro dias de diversão, que iniciam nesta terça-feira, 10, de 8h às 12 horas, a Colônia de Férias traz atividades recreativas, pedagógicas e de educação ambiental para a garotada. 
A Semma tem como objetivo proporcionar às crianças mais informações sobre o meio ambiente, através de atividades lúdicas. E para garantir o lazer e aprendizado das crianças e adolescentes, a programação oferece trilhas monitoradas pelo Bosque, oficinas com material reaproveitável, apresentação teatral, passeio de canoa, pintura e apresentação de filmes, entre outras atividades.
Sigmund Freud e Carl
Jung no Cine Estação
                No mês de julho, o cinemão da Estação da Estação das Docas exibe o penúltimo filme de David Cronemberg: “Um Método Perigoso”, com Viggo Mortensen, Michael Fassbender e Vicent Cassel. Baseado no livro “Um Método Muito Perigoso” de John Kerr, a história mostra o encontro de dois mestres da psicanálise, Sigmund Freud (Mortensen) e Carl Jung (Fassbender), e seu envolvimento com a russa Sabina Spielrein (Keira Knightley). O filme estreia no dia 12 (quinta-feira), às 18h e 20h30 e fica em cartaz até o dia 22 de julho, com direito a tradicional sessão matinal às 10h aos domingos.

Julho traz boas opções de
lazer para quem fica em Belém
                No mês das férias quem não puder viajar para os balneários não terá problemas em encontrar boas opções de lazer em Belém. Uma delas é a programação da Estação das Docas, que além do projeto Por do Som, que oferece apresentações de música regional gratuitas na orla da baía do Guajará, apresenta também uma uma programação especial no Cine Estação.
                Sempre com produções inéditas do circuito alternativo, o Cine Estação exibe a partir do proximo dia 12 o penúltimo filme do diretor David Cronemberg, "Um método perigoso". Baseado no livro do mesmo nome, do escritor John Kerr, o filme fala do encontro entre dois mestres da psicanálise - Sigmund Freud e Carl Jung. Na trama, os dois iniciam uma parceria que viria a mudar os rumos da ciência. Cronemberg, considerado o mestre cult dos filmes de horror, dirigiu, entre outros, "Gêmeos: mórbida semelhança", "Crash: no limite" e "Scanners", o primeiro filme que ficou popularizado no Brasil.
                As exibições de "Um método perigoso" começam na próxima quinta-feira, 12, com sessões às 18h30 e 20h, e seguem na sexta e sábado, no mesmo horário, e no domingo com a tradicional matinê, às 10h, e também às 18h30 e 20h. A programação segue no Cine Estação até o dia 22 de julho. Os ingressos custam R$ 7,00, com meia entrada para estudantes.
                Outro espaço que também oferece filmes premiados é o Cine Líbero Luxardo, que no último final de semana exibiu "Tomboy", da diretora de Céline Sciamma. A obra ganhou diversos prêmios, dentre eles o "Teddy Jury Award" no Festival de Berlim, "Melhor Filme" no Festival MixBrasil da Diversidade Sexual, ambos em 2011, e "Prêmio de Melhor Filme" no Torino International Film Festival.
                Na opinião da produtora cultural Narjara Oliveira, o Cine Líbero Luxardo sempre foi uma excelente opção de lazer."Sempre são exibidos filmes que o público não tem a chance de assistir nas salas do circuito comercial, e para quem fica em Belém no mês de julho com certeza é uma das melhores opções de lazer", garante. "Tomboy" fica em cartaz até o dia 15 de julho, com sessões às 17h e 19h, ingressos a R$ 5,00 e meia entrada para estudantes. A programação completa do Cine Estação e do Cine Libero Luxardo estão disponiveis nos sites www.estaçãodasdocas.com.br e no www.cineliberoluxardo.wordpress.com, respectivamente.

Texto:
Danielle Ferreira-Secom

XXXXXXXXXXXXXXX

A ESTAÇÃO CIDADANIA DO
JURUNAS, NA SÃO MIGUEL
COM A TUPINAMBÁS
ESTÁ ESPERANDO POR VOCÊ,
PARA TIRAR DESDE A SUA
CARTEIRA DE IDENTIDADE,
SERVIÇOS BANCÁRIOS E
CARTORÁRIOS
XXXXXXXXXXXXXXX






“Casal do pó” é preso em Almeirim

                Policiais civis da delegacia de Almeirim, no noroeste paraense, prenderam Heluizio Antônio dos Santos, 25 anos, conhecido como Luis ou “Cabeludo”, e Odilene da Silva Pimentel, 22 anos. A dupla, conhecida como “casal do pó”, foi presa em flagrante por tráfico de drogas na madrugada do último dia 6, sexta-feira. Heluizio, que já havia sido preso e condenado pelo mesmo crime em Laranjal do Jari, estava respondendo o processo em liberdade.
                A operação policial, comandada pela delegada Adriana Carla Magno Barbosa, começou na última quinta-feira. Uma denúncia anônima relatando a existência do ponto de venda de drogas no município foi a base do trabalho investigativo que resultou na prisão do casal.
                Durante a investigação a equipe da polícia verificou uma grande movimentação na casa de Heluizio Antônio e Odilene da Silva. Por volta de duas horas da madrugada do dia 6 de julho, a polícia fez a abordagem ao imóvel e flagraram um comprador adquirindo entorpecentes. “Assim que entramos na casa encontramos três “petecas”, envolvidas em sacos plásticos na cor preta, caídas no chão e ainda 45 gramas de “pedra de oxi”, a quantia de R$ 197,30 (cento e noventa e sete reais e trinta centavos), dois cordões e quatro aneis”, detalha a autoridade policial.
                O casal foi conduzido até a delegacia. Em depoimento, os acusados negaram que a droga fosse deles. Contudo, a materialidade ficou confirmada e os dois foram indiciados pelo crime de tráfico de entorpecentes e também de associação para o tráfico.

Texto:
Aycha Nunes-Polícia Civil

Setur e Paratur fecham
parceria para a
Expocatólica 2013
                Uma reunião na tarde de sábado (7), durante a Expocatólica, em São Paulo, formalizou o início de uma parceria para a participação do Pará na Expocatólica 2013, evento que servirá de apoio à Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontecerá no Rio de Janeiro, reunindo cerca de dois milhões e meio de jovens de todo o mundo. Segundo os realizadores do evento, o Pará estará entre os cinco estados com maior destaque na Feira, que acontecerá em paralelo à JMJ, no final de julho do próximo ano.
XXXXXXXXXXXXXXX
SORRIA UM POUCO

 XXXXXXXXXXXXXXX
Mostra de Dança em
Cadeira de Rodas
emociona público
no Theatro da Paz
                O Theatro da Paz, a mais bela casa de espetáculos do Pará, foi palco para a XI Mostra de Dança em Cadeira de Rodas, programação que encerrou no sábado (7) o XI Congresso de Dança em Cadeira de Rodas, realizado pela primeira vez em Belém. Um dos destaques da noite foi a Companhia de Dança da Fundação Pestalozzi. Com cerca de 12 bailarinos, a apresentação encantou a plateia, que aplaudiu de pé.
                A Companhia de Dança Clara Pinto também representou o Pará e, segundo sua coordenadora, a professora Clara Pinto, os bailarinos paraenses estão de parabéns, principalmente aqueles que superaram as limitações físicas. "O Pará há muito tempo é destaque no cenário da dança, e agora também alcançou visibilidade na dança em cadeira de rodas", afirmou.
                Entre os 29 bailarinos que se apresentaram estavam os paraenses Elielson Almeida da Silva e Tais Reis, vencedores na categoria Estreante no XI Campeonato de Dança em Cadeira de Rodas, evento promovido pelo Governo do Estado, por meio do Instituto de Artes do Pará (IAP), em parceria com a Confederação Brasileira de Dança em Cadeira de Rodas (CBDCR).
Fortalecimento - Para a professora Mara Rúbia Antunes, do Centro de Educação Física e Desporto (CEFD), da Universidade Federal de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, quanto mais Estados participarem do evento, melhor será a aceitação e promoção desse tipo de dança. "O Pará fez sua estreia com uma premiação e, em 2013, disputará o mundial. Isso fortalece o movimento, que começou no Sul mas já envolve bailarinos do Nordeste, e agora do Norte", destacou Mara Rúbia, coordenadora do Grupo Extremus, uma das atrações no palco do TP.
                A XI Mostra de Dança em Cadeira de Rodas reuniu dezenas de pessoas no Theatro da Paz. O técnico em Informática Eder Rabelo do Espírito Santo estava na plateia e disse ter gostado bastante das apresentações. "É a primeira vez que assisto a uma mostra de dança em cadeira de rodas e estou surpreso com tanto talento", declarou.
                A programação teve quase duas horas de duração e encerrou o Congresso de Dança, realizado de 5 a 7 de junho em Belém. "Eu não tenho palavras para definir a importância deste evento, mas tê-lo trazido para Belém, com organização e a dedicação de todos, foi a melhor resposta que podíamos ter. Isso mostra que o Governo do Estado, através do IAP, está agindo certo com os nossos bailarinos", ressaltou Sônia Massoud, gerente geral de Artes Cênicas e Musicais do IAP.
Texto:
Danielle Ferreira-Secom


Estande do Pará na Expocatólica
fortalece o Círio como atração turística
                A nona edição da Expocatólica, encerrada neste domingo (8), no Expocenter Norte, em São Paulo (SP), contou com um estande do Governo do Pará, representado pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e pela Companhia Paraense de Turismo (Paratur), em que a temática principal foi o Círio de Nossa Senhora de Nazaré. O evento reuniu cerca de 200 expositores de todo o Brasil, com produtos e serviços voltados ao público católico.
                No estande foi divulgada a grande festividade em homenagem à padroeira do Pará, enfatizando o Círio também como uma atração turística. O religioso é um dos ramos do setor de turismo que mais tem crescido nos últimos anos em todo o planeta, e Belém está inserida neste crescimento, tendo o Círio como uma grande vitrine para o Estado. Entre os milhares de visitantes que passaram pela Expocatólica, muitos fizeram questão de visitar o estande paraense, para também levar uma lembrança do Pará ou fazer uma foto ao lado da imagem de Nossa Senhora de Nazaré.
                O evento também foi uma oportunidade para o estreitamento de relações entre operadoras de turismo religioso que já atuam ou desejam passar a operar no Estado. Para isso, o secretário de Estado de Turismo, Adenauer Góes, cumpriu uma agenda de reuniões, visando o fortalecimento de contatos que devem atrair turistas ao Pará, graças à visibilidade proporcionada pela grande procissão do segundo domingo de outubro.
                No penúltimo dia da Expocatólica, foi realizado um cortejo com a imagem de Nossa Senhora de Nazaré, mobilizando participantes do evento, que sentiram um pouco o clima do Círio de Nazaré. A imagem foi conduzida em um andor pelo espaço da feira, acompanhada por integrantes da fraternidade Arautos do Evangelho e do padre José Maria Ribeiro, presidente da Associação Nacional de Presbíteros do Brasil.
                Adenauer Góes conduziu a Bandeira do Pará e, ao final da pequena romaria, Nossa Senhora foi homenageada com uma apresentação do pianista Paulo José Campos de Melo, superintendente da Fundação Carlos Gomes, e da soprano Dione Colares, que interpretaram canções alusivas ao Círio.
Texto:
Benigna Soares-Paratur


Mangal das Garças recebe
visita de estudantes do
Projeto Rondon

                Mais de 400 estudantes do ensino superior participaram na manhã de sábado (7), no Hangar - Convenções e Feiras da Amazônia, do lançamento do Projeto Rondon nas regiões Norte e Nordeste do país. A programação foi aberta por um dos coordenadores do projeto, o comandante José Paulo da Cunha, que frisou os objetivos da ação. “O importante é fazer com que cada universitário cresça e aprenda além do que é dado em sala de aula. Queremos fortalecer a cidadania e a integração com as outras regiões e as várias culturas”, ressaltou. À tarde, os estudantes visitaram o Mangal das Garças.
                O Projeto Rondon, promovido pelo governo federal, por meio do Ministério da Defesa, já passou por 830 municípios e mobilizou mais de 14 mil participantes. Como parte do projeto é realizada a Operação Açaí, que acontece de 06 a 22 de julho, em 19 municípios paraenses, com ações nas áreas de cultura, direitos humanos e justiça, educação, saúde, comunicação, meio ambiente, trabalho, tecnologia e produção.
                O rondonista Joel Souza, da Faculdade Finom, de Minas Gerais, irá para o município de Magalhães Barata, no nordeste do Pará, e disse estar  empolgado com a missão. “É magnifico participar desse projeto. Já pesquisei muitas coisas sobre Belém, e o Pará. A abertura hoje nesse espaço do Hangar, que é muito bom, só aumenta a expectativa para executar um excelente trabalho e aprender muito”, ressaltou.
                Participaram da solenidade o secretário de Estado de Saúde Pública, Hélio Franco, representando o governador Simão Jatene; Celso Volpe, o rondonista mais antigo; Mariana Silva Cruz, representando os estudantes, e o almirante Edilander Santos, coordenador geral do Projeto Rondon.
Mangal - À tarde, os estudantes fizeram uma visita ao Mangal das Garças, onde conheceram todo o parque ambiental, e acompanharam o Momento Alimentação dos Animais, atração do calendário de verão, implantada pela Organização Pará 2000, que administra o local.
                Acompanhados de professores, os universitários, oriundos de vários Estados, chegaram à capital paraense na última sexta-feira (06), para participar da cerimônia de abertura do projeto.
                De acordo com a estudante catarinense Elisabeth Bachmann, de Ciências Biológicas, o Mangal das Garças a deixou impressionada. “Conheci o parque e fiquei surpresa ao ver os bichos soltos. A natureza, o paisagismo, tudo aqui é muito harmônico e muito bem organizado. De todos os lugares aonde fui, desde que chegamos à cidade, este, sem dúvida, é o melhor lugar e o que mais se aproxima da minha realidade no sul do país”, destacou a estudante.
Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Posto do Pro Paz Integrado está
funcionando no acesso
à praia do Atalaia
                Como parte da operação “Verão na Paz, é a gente que faz”, o Governo do Estado montou na área do “atalho”, que dá acesso à praia do Atalaia, no município de Salinópolis, nordeste paraense, um posto do Pro Paz Integrado, que reúne os serviços da Polícia Civil, Polícia Militar, Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data). Cerca de 20 profissionais atuam no local, para atender as principais ocorrências registradas na praia.
                A Data age nos crimes que envolvem menores, o Centro de Perícias atua nos testes de dosagem alcoólica, crimes sexuais e perícia criminal em drogas, e as políciais Militar e Civil são responsáveis pelas ocorrências registradas pelos banhistas. “Até agora a operação tem sido muito positiva.  Tivemos um caso de furto envolvendo um menor e alguns crimes provocados por alto teor de bebida alcoólica. Como o posto foi montado em um lugar estratégico, acabou inibindo a ação de criminosos”, enfatizou Sandro Lemanski, perito criminal do "Renato Chaves". Três delegacias móveis também foram instaladas em outros pontos da cidade, para dar agilidade na apuração das ocorrências.
Dunas – Para os veranistas que gostam de aproveitar as dunas da praia do Atalaia, a segurança também está garantida. Montados em quadriciclos, policiais militares fazem rondas nas áreas das dunas, para evitar a ação de criminosos. “Os bandidos aproveitavam para fazer assaltos nas áreas das dunas porque sabem que é um local de difícil acesso, mas nós estamos preparados para agir nesse tipo de situação. Por isso, as dunas poderão ser aproveitadas com tranquilidade”, garantiu o capitão Rodrigo Leite, que comanda as ações na praia.
                Quem passou pelas dunas aprovou a iniciativa da polícia. “Visitar o lago da coca cola é uma das coisas que a gente não pode deixar de fazer em Salinas, mas muita gente tinha mudado esse hábito com medo dos assaltos. Agora, com a polícia por perto, a situação ficou muito melhor”, disse Rosylena Silva.

Texto:
Bruna Campos-Secom
Estado investe R$ 48 milhões
em vagas prisionais e
prepara concurso para Susipe
                Até junho deste ano, a população carcerária do Estado do Pará totalizava 12.574 presos, para um total de 6.762 vagas nas unidades prisionais, o que gera um excedente de 86%. Para reduzir esse déficit de vagas, a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) está trabalhando na geração de mais 2.631 vagas em unidades prisionais. Onze unidades penitenciárias já estão em fase de construção, e até o final deste ano cinco serão entregues.
                O total de investimentos para a criação dessas vagas é de cerca de R$ 48 milhões. Desse total, cerca de 13 milhões são recursos federais originados do Ministério da Justiça, e aproximadamente R$ 35 milhões são investimentos do Governo do Estado. As unidades prisionais em andamento são: Centro de Recuperação de Breves; Centro de Recuperação de São Félix do Xingu; Centro de Recuperação Feminino de Santarém; Cadeia Pública de Santarém; Centro de Recuperação Feminino de Marabá; Cadeia Pública de Marabá; Centrais de Triagem II e III, localizadas no município de Santa Izabel do Pará; Cadeia Pública de Tomé-Açu; Cadeia Pública de Parauapebas, além da construção de mais três alojamentos para a Colônia Agrícola Heleno Fragoso.
                Com a construção das novas unidades prisionais, é preciso suprir a demanda por mais agentes penitenciários. Para isso, a Susipe elaborou a lei de reestruturação do órgão, que, dentre diversas ações, estabelece o oferecimento de 7 mil novos cargos de agente prisional, via concurso público. De acordo com André Cunha, superintendente da Susipe, a lei de reestruturação do órgão está pronta. "Já foi submetida à analise do Consep (Conselho Estadual de Segurança Pública), que a aprovou por unanimidade, e está em vias de sair da Segup (Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social). Depois será encaminhada ao governador do Estado, e em seguida para a Assembleia Legislativa, para ser votada”, informa.
                O gestor esclarece que serão criados 7 mil cargos de agente penitenciário, e a previsão é de que nesta fase inicial o concurso público seja aberto para mil vagas. “A previsão é que o edital saia até o final deste ano, ou no máximo até o início de 2013. Os agentes concursados terão porte de arma e irão se responsabilizar pelo ciclo completo de segurança nas penitenciárias, fazendo a segurança interna e externa, antes de responsabilidade da Polícia Militar, e o transporte de presos”, conclui.
Texto:
Nara Pessoa-Susipe
Operação "Trânsito sem álcool"
flagra 10 motoristas
dirigindo embriagados
                A Operação “Trânsito sem álcool”, coordenada pelo Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PA), flagrou 10 motoristas dirigindo após ingestão de álcool no município de Salinópolis, na madrugada deste domingo (8). A operação foi montada na PA-444, que dá acesso à praia do Atalaia, onde os veranistas costumam frequentar também à noite. Os agentes de trânsito, durante a madrugada, fizeram o teste do bafômetro em 25 motoristas.
                Em menos de duas horas de ação, os agentes do Detran e a policiais rodoviários estaduais flagraram motoristas dirigindo sob o efeito de álcool. Em um desses casos, o condutor foi levado para a Delegacia do município, porque o teste do bafômetro apresentou um resultado muito acima do limite considerado aceitável. “O limite aceitável é de 0.10 miligramas por litro de sangue. De 0,10 a 0,34 miligramas o motorista recebe um auto de infração e perde a carteira de habilitação pelo prazo de um ano. Acima disso, o condutor é conduzido para a Seccional e terá de responder criminalmente”, explicou o agente de trânsito Ivan Feitosa, responsável pela coordenação da operação.
                Ainda segundo Ivan Feitosa, desde o primeiro dia da operação até este domingo oito motoristas foram flagrados dirigindo alcoolizados - quatro estavam bem acima do limite aceitável. “A nossa ação em Salinas está sendo muito intensa. Estamos montado barreiras móveis e agindo principalmente no período noturno. Em média, chegamos a parar cerca de 100 veículos durante cada operação. O motorista que dirigir sob o efeito de álcool será punido e terá de arcar com as consequências”, completou.
Aprovação - O empresário Adinelmo Redig foi parado na barreira e convidado a fazer o teste do bafômetro. O resultado não apontou nenhum teor alcoólico e o motorista foi liberado. “Eu acho ótimo esse tipo de ação da polícia e do Detran. Eles estão agindo para o bem de todos nós. Eu estou no carro com meus amigos e fui escolhido para não beber essa noite justamente para poder dirigir”, disse.
                A ação, que tem como principal objetivo prevenir acidentes e coibir a condução de veículos por motoristas alcoolizados - responsáveis por uma grande parcela no índice de mortes no trânsito – continuará em Salinas até o fim de julho.
                Durante a madrugada, além das fiscalizações constantes pelos pontos mais movimentos de Salinópolis, o policiamento é feito na periferia da cidade. Homens da Ronda Tática Metropolitana (Rotam) fazem abordagens e vistorias, em situações suspeitas, nos bairros mais afastados do centro. “O nosso papel é atuar em situações mais graves, principalmente nas áreas de baixada de Salinas. Até agora os casos mais comuns foram de usuários de drogas. Não tivemos que agir em nenhuma situação mais grave”, enfatizou o tenente Rubens Maués.
Números da operação
                25 testes de bafômetros realizados
                10 condutores dirigindo alcoolizados
                4 veículos com licenciamento em atraso
                5 autuações pelo não uso do cinto de segurança
                2 condutores sem habilitação
                2 autuações por excesso de lotação

Texto:
Bruna Campos-Secom
Joias com as "Digitais da

Amazônia" estão expostas

no São José Liberto
                Louva a deus, arara, macaco, tartaruga, tipiti, manto de Nossa Senhora de Nazaré, galhos, sementes, folhas e tantas formas e cores características da natureza e da cultura da Amazônia estão retratadas na exposição de joias “Digitais da Amazônia”, que está aberta à visitação na Casa do Artesão, no Espaço São José Liberto até o próximo dia 15.
                A mostra reúne peças que recriam os símbolos da identidade, cultura, fauna e flora amazônicas, em peças assinadas pelos profissionais Paulo Tavares e Mônica Matos, responsáveis pela pesquisa e confecção das gemas vegetais. A exposição é promovida pelo Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), via Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), e Governo do Pará.
                Prata, gemas vegetais e fibras naturais de miriti são as matérias primas básicas das joias. Mostras da biodiversidade da Amazônia são recriadas nas formas oferecidas pela própria natureza, que ganham um colorido especial com as gemas vegetais, que são produtos orgânicos decorrentes de resina e pigmentos naturais retirados de plantas e processados para serem utilizados em joias e adornos regionais.
                Além das joias, gemas vegetais de diferentes tamanhos, cores e formatos também integram a mostra. Criadas por Paulo Tavares, como resultado de um projeto de pesquisa do Programa de Desenvolvimento do Setor de Gemas, Joias e Metais Preciosos, as gemas vegetais permitem inúmeras possibilidades de formas e variação de cores, como as nuances dos pingentes Tartaruga (gema vegetal feita da mandioca) e Arara (gema vegetal de resina das pimentas vermelha e amarela), que identificam o diferencial desse trabalho.
                No processo de criação das gemas vegetais, a composição dos pigmentos é 100% natural, tendo como matéria prima cascas, folhas, flores, frutos e raízes. Os processos, ambientalmente sustentáveis, aproveitam resíduos descartados pela natureza ou pelo homem. Cada vez mais incorporadas ao trabalho de designers e artesãos paraenses, as gemas vegetais têm chamado a atenção em exposições e eventos nacionais, nas quais o Espaço São José Liberto/Polo Joalheiro é representado.
Criatividade - As “digitais” da Amazônia estão em cada colar, anel, brinco ou pingente criados por Paulo Tavares e Mônica Matos, que também assinam juntos o design das joias.
                A exposição leva o observador a uma verdadeira viagem pela criatividade dos artistas, em que cada peça registra a identidade da floresta amazônica e da cultura de quem vive em meio a toda essa biodiversidade. Um universo registrado, por exemplo, no colar “Tipiti”, confeccionado com fibra de miriti, que sustenta o pingente em prata, pérola e gema vegetal de resina de tucupi, ingrediente indispensável na culinária paraense.
                No colar “Macaco”, além do pingente em prata, a gema vegetal de castanha compõe a peça. Já no anel “Seringa”, a gema vegetal da resina do Pau Brasil é o destaque.
                E na peça “Digitais”, o pequeno pingente do colar de fibra de miriti é mais um belo registro da identidade amazônica, ao reproduzir em prata o formato de um pedaço de galho seco.
Serviço: Exposição “Digitais da Amazônia”, com joias e gemas vegetais criadas e confeccionadas por Paulo Tavares e Mônica Matos. Pode ser visitada até 15 de julho, na Casa do Artesão, no Espaço São José Liberto/Polo Joalheiro (Praça Amazonas, s/n, bairro Jurunas), das 09 às 19h (de terça a sábado) e das 10 às 19h (aos domingos). Entrada franca.

Texto:
Luciane Barros-São José Liberto
Sejel Prorroga inscrição
para Corrida do
Verão em Mosqueiro
As inscrições para a tradicional Corrida do Verão de Mosqueiro foram prorrogadas até quinta-feira, 12. A competição será realizada no dia 15 de Julho, às 7h e, a exemplo de anos anteriores, terá a parceria da Federação Paraense de Atletismo.
A corrida terá dois percursos: um de 05 km, para adolescentes entre 13 a 17 anos e outro de 10 km para o público adulto feminino e masculino. A concentração inicia a partir das 6h da manhã com a largada dos 05 Km, na Rua Vila Nova e dos 10 Km,no Pórtico de Mosqueiro, na PA-391.
Para menores de 18 anos, a inscrição terá
que ser feita por seu responsável legal.
Segundo a Coordenadora de Esporte da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer, Aline Rossy, não houve alteração no percurso.Do Pórtico, os atletas seguem pela PA-391, passando pelo trevo da ilha, seguindo pela Rua Vila Nova, Av. Beira Mar, Porto Arthur e Chapéu Virado, com chegada e premiação dos atletas no Caramanchão.
Para o secretário municipal de Esporte e Lazer, Francileno Mendes, a expectativa é que este ano o número de competidores seja superior a dos anos anteriores.
Serviço: Inscrições para a Corrida do Verão de Mosqueiro. Até 12 de julho na sede da Sejel, Aldeia de Cultura Amazônica Davi Miguel - Av. Pedro Miranda, s/n, entre Pirajá e Enéas Pinheiro, de 08h às 17h.
Na sede da Federação Paraense de Atletismo – Trav. Enéias Pinheiro, 1778; de 08h às 18h e na Agência Distrital de Mosqueiro, de 08h às 18h.
A taxa de inscrição: 1 Kg de alimento não perecível.
Documentos necessários: cópias do documento de Identidade e CPF.
Outras informações pelo telefone 3213-7016.
Sejudh inicia atendimentos
no Centro de Referência
em Direitos Humanos
                A população paraense ganhou um importante reforço no que tange à garantia de direitos constitucionais. Na última terça-feira, 3, a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) apresentou 13 novos servidores que atuarão no Centro de Referência em Direitos Humanos (CRDH), instalado na capital, Belém. A inauguração oficial da unidade acontecerá ainda este ano, em data ainda a ser confirmada, mas a equipe multidisciplinar já iniciou os trabalhos de atendimento ao público.
                Implantado por meio de uma parceria entre os governos Federal e Estadual, o CRDH atua na promoção, proteção, defesa e garantia dos direitos humanos. O convênio firmado entre Estado e União, orçado em R$ 380 mil, tem como meta atender 14 mil pessoas no período de um ano, incluindo frentes de atuação itinerantes, com a realização das “Caravanas de Direitos Humanos” nos seis municípios que integram a Região Metropolitana de Belém - Ananindeua, Benevides, Marituba, Santa Bárbara e Santa Isabel do Pará. Dentre os serviços prestados estão os atendimentos e orientações psicossociais e jurídicas.
                Através de uma ação integrada entre diversos órgãos - federais, municipais e estaduais - serão disponibilizados serviços de saúde, educação, cidadania, esporte, lazer e direitos do consumidor. Doze bairros da RMB serão visitados durante essas ações, com uma previsão inicial de 40 atendimentos diários.
                Segundo o coordenador estadual de Monitoramento dos Direitos Violados, Sandro Andrade, o centro representa um grande avanço na garantia de direitos. “A equipe está afinada e bastante disposta, tanto que mesmo antes da abertura oficial dos trabalhos da unidade os atendimentos já começaram. Com a implantação do CRDH, a população paraense estará amparada no que se refere ao enfrentamento à violação de qualquer direito. Aliás, é por meio dele que levaremos o conhecimento de políticas e práticas em Direitos Humanos aos paraenses”, explica.
                Atualmente, existem 19 Centros de Referência em Direitos Humanos no país. Viabilizados pela Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, os centros integram as iniciativas do governo federal previstas no Plano Nacional dos Direitos Humanos 3 (PNDH3). No Pará, as principais demandas envolvem abuso de autoridade, ameaça de morte, exploração sexual e saúde prisional. No entanto, o CRDH do estado pretende mudar essa realidade, atuando mais intensivamente para coibir essas violações.
Serviço: O CRDH funciona na sede da Sejudh, localizada à Rua 28 de setembro, 339, bairro do Comércio, em Belém. Mais informações sobre os serviços oferecidos na unidade pelo fone (91) 4009-2730 ou pelo endereço eletrônico cmdv@sejudh.pa.gov.
Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh
Caravana Pro Paz encerra
atividades no Baixo Amazonas
com recorde de atendimentos
A Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva chega ao último dia de atendimento no município de Faro, no extremo oeste do Pará, superando em 100% o número de procedimentos realizados. Nos três últimos dias foram disponibilizados cerca de 9 mil serviços à população, sendo realizados mais de 18 mil atendimentos no final da manhã desta sexta-feira. A Caravana chegou a atender moradores do município de Nhamundá, do vizinho estado do Amazonas, que navegaram pelo rio Amazonas, atravessando a fronteira, para aproveitar a presença dos atendimentos em Faro.
                Faro encerra a segunda etapa de atendimento da Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva, que foi realizada na região do Baixo Amazonas, iniciada no dia 13 de maio. Nesta região foram disponibilizados por dia 200 fichas em pediatria, 200 em ginecologia, 250 em cardiologia, 90 em odontologia e 400 em oftalmologia, além de serviços de documentação, orientação jurídica, meio ambiente, atendimento às vítimas de escalpelamento, oficinas culturais e de comunicação e exames. Ao todo foram mais de 600 mil procedimentos em toda a região.
                Um número que chamou atenção foi o de vítimas de escapelamento no Baixo Amazonas. A Coordenação Estadual de Educação e Saúde e Mobilização Social da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) identificou seis novos casos na região. “Isto é considerado um número alto por causa do baixo índice de acidentes com o eixo do motor registrado nos municípios da região”, explica a técnica em gestão Socorro Silva, da coordenação.
                No caso do arquipélago do Marajó, onde ocorreu a primeira etapa da Caravana, no início do ano, a Sespa atendeu 23 casos, sendo que cinco foram novos acidentes, que ainda não haviam sido indentificados. No Marajó é muito mais frequente o transporte por meio de pequenas embarcações. “O eixo do motor e o volante são os causadores de acidentes por causa da falta de cuidado que as pessoas têm quando utilizam as pequenas embarcações”, comenta socorro.
                Além do atendimento e busca de novas vítimas, a Sespa criou 13 novos comitês municipais de erradicação do escalpelamento no Baixo Amazonas e 23 no Marajó. Os comitês são formados por gestores locais e sociedade civil, que têm o papel de dar continuidade ao atendimento das vítimas dos municípios e realizar campanhas de prevenção. “Prevenir e educar. A educação é única forma de conseguirmos erradicar o escalpelamento nos municípios do Pará".
Cidadania aos 57 anos
                Um personagem feliz desta etapa final de atendimento foi o agricultor Manoel da Cruz Gemaque, 57 anos, que somente agora conseguiu tirar sua certidão de nascimento. Ele conta que nasceu no Estado do Amazonas, mas perdeu o contato com a família após vir para o Estado do Pará, quando ainda era criança. Desde então não conseguiu providenciar sua documentação.
                Ele faz parte das estatísticas de atendimento da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas). Ele explica que conseguiu viver sem sua documentação, mas deixou de realizar muitas coisas, por não ter um documento que comprove sua existência como cidadão. “A primeira coisa que vou fazer é dar entrada na minha aposentadoria”, comentou Manoel, que foi um dos últimos atendidos pela Caravana Pro Paz Cidadania Presença Viva na região do Baixo Amazonas. Um extemporâneo é um indivíduo que chegou até a adolescência sem retirar sua documentação principal, que é o registro de nascimento. Segundo a assistente social da Seas, Elizanete Viterbino, em Faro foram identificados cinco casos. Após obter sua certidão, os extemporâneos se tornam cidadãos com todos os direitos garantidos pela Constituição Federal.

Texto:
Marcio Flexa-Secom

Polícia resgata 105 galos
usados em rinhas, em Outeiro
                Na tarde da última quinta-feira, 5, policiais da Divisão Especializada em Meio Ambiente (Dema) e do Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) resgataram em um sítio, no distrito de Outeiro, 105 galos usados em rinhas (arenas onde os animais são incitados a brigar). Além dos animais, no local foram encontrados medicação, seringas e agulhas descartáveis. As aves apresentam visíveis sinais de luta, com hematomas, ausência de penas em locais estratégicos (coxa e pescoço), além do esporão serrado.O proprietário do imóvel foi levado para a Dema, onde foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) pelo crime de maus tratos aos animais. Os galos foram doados para uma entidade protetora de animais.
Teatros da Fundação
Tancredo Neves
passam por reformas
                Até o final deste ano o Governo do Estado investirá R$ 4 milhões na recuperação total do Teatro Margarida Schivasappa, do Cine Teatro Líbero Luxardo e do Teatro Experimental Waldemar Henrique, este último em reforma desde o ano passado. A segunda parte da reforma do Teatro Waldemar Henrique começa nesta segunda-feira (9). Já o Teatro Margarida Schivasappa e o Cine Líbero Luxardo tem o início das obras previstas ainda para esse mês de julho. As atividades do cinema só retornarão após a reforma. O prazo previsto para a entregaa dos teatros é até o final deste ano.
                O projeto de reforma dos três teatros foi desenvolvido pela Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop), em parceria com técnicos e diretores da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (FCTN). Além da modernização dessas estruturas, os teatros terão os telhados recuperados, com exceção do Waldemar Henrique, que passou por esta reforma no ano passado. Serão utilizadas telhas de fibrocimento e, para a impermeabilização, manta asfáltica.
                Outro tratamento a ser aplicado será o de descupinização de efeito prolongado, que permitirá a conservação dos espaços e materiais das casas de espetáculo. A reforma no Schivasappa permitirá, também, a ampliação do número de lugares, que ganhará mais 50 poltronas para o público, totalizando 535 assentos.
                Os recursos de R$ 4 milhões garantem ainda a manutenção e a renovação do material de cenotecnia, o que inclui maquinário cênico, como polias, cordas, estrutura para caixas de som, cortinas, tapetes, mesa de iluminação e refletores. No caso específico do Teatro Waldemar Henrique, a reforma deverá instalar uma porta acústica, além de restaurar a fachada e peças de madeira do interior da casa.
Arte na Praça
                A partir deste mês de julho, a Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves disponibilizará um espaço alternativo para apresentações cênicas e musicais com o projeto “Arte na Praça”, que sediará shows na Praça do Artista (andar térreo do Centur). As inscrições de pautas já estão abertas.
                O “Arte na Praça” oferecerá um espaço com capacidade para cerca de 300 pessoas assistirem aos shows dos artistas paraenses. As apresentações serão no mesmo horário de funcionamento dos teatros, geralmente a partir das 20h, inicialmente de quarta a domingo, e os interessados em participar do evento já podem solicitar pautas por meio de ofício encaminhado ao gabinete da Presidência, que repassará à diretoria de Interação Cultural da Fundação Tancredo Neves.
                O principal objetivo do projeto é garantir um palco de espetáculo para que os artistas paraenses não fiquem prejudicados com a paralisação dos teatros Margarida Schivasappa e Waldemar Henrique, que atualmente passam por reformas e melhorias estruturais. Além disso, o projeto garante outra missão da Fundação Tancredo Neves: difundir a cultura com enfoque também na formação de uma plateia consciente e que valoriza as tradições, enfatizando a importância para a cultura paraense, além de garantir as necessidades do artista. "A arte sempre supera os obstáculos. E nós não podemos ser um deles’’, afirma Lucinnha Bastos, diretora de Interação Cultural da instituição. "Além de solicitar a pauta, é interessante os artistas visitarem o local e verificar se o mesmo atende às necessidades dos seus espetáculos’’ sugere a diretora.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN
Defensoria de Novo
Repartimento organiza
Casamento Comunitário
                A Defensoria Pública de Novo Repartimento realizou no último dia 4 de julho, reunião com todas as igrejas do município de Novo Repartimento para discutir a realização de Casamento Comunitário na cidade. O defensor público Marcos Wagner Alves Teixeira informou que “o apoio das Igrejas é imprescindível para execução do projeto, em especial por conta destas estarem mais próximas das famílias e poderem, além de divulgar o evento, auxiliar no encaminhamento à Defensoria, uma vez que Novo Repartimento possui dimensões continentais e será impossível chegar em algumas localidades nas quais as igrejas já estão instaladas”.
Após a reunião, o defensor público informou que dependendo da demanda serão realizados três casamentos comunitários, um na zona urbana de Novo Repartimento e os outros dois nos assentamentos Tuerê e Rio Gelado, que são respectivamente, o primeiro e o segundo maiores assentamentos da América Latina. Tal decisão foi tomada após os pastores e padre presentes na reunião informarem que é muito dispendioso para os colonos se dirigirem para o núcleo urbano de Novo Repartimento.
                A prefeita de Novo Repartimento, Valmira Alves Lima, informou que a Defensoria Pública poderá contar com o apoio da Prefeitura. Na ocasião, foi lançada a campanha de rádio e televisão que já está na cidade, informando os moradores que já estão aberta as inscrições para o Casamento Comunitário.
                Serviço:
                As inscrições podem ser feitas no seguinte endereço: Fórum Des. Raimundo Hélio de Paiva Mello, av. Cupuaçu, s/n, bairro Murubi, CEP 68.473-000, Fone: (94) 3785-0270, Novo Repartimento/PA

Texto:
Gilla Aguiar-Defensoria Pública

Torneio de Pesca Esportiva
do Lago de Tucuruí já
tem 35 duplas inscritas
                Começa na próxima sexta-feira, 13, e vai até domingo, 15, o IV Torneio de Pesca Esportiva do Lago de Tucuruí. Com abertura oficial programada para as 20 horas, o evento, que faz parte do calendário do turismo paraense, conta com o apoio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Pesca e Aquicultura (Sepaq) e de várias entidades. São esperadas 75 duplas de participantes. Ano passado, foram 58, a maioria duplas de homens ou mistas. Este ano, apenas uma dupla formada só por mulheres se inscreveu.
                Até o momento, já estão inscritas 35 duplas, revelou a coordenadora geral do torneio, Mariana Bogéa. No domingo, haverá também o Torneio Mirim (6 a 12 anos de idade) com a presença de 100 crianças, 70 delas filhos de ribeirinhos, e 30 crianças da cidade. Haverá, também, uma homenagem às "Mães do Lago", enquanto a criançada participará de gincanas, brincadeiras diversas, oficinas e de torneio de pesca esportiva paralelo.
                A finalidade deste torneio juvenil é para educar os jovens na atividade pesqueira, levando em conta a campanha do pesque e solte. Até esta quinta-feira, 5, estavam inscritos pescadores de vários estados, como São Paulo, Goiânia, Rondônia e Distrito Federal, e dezenas de pescadores paraenses. Além do secretário de Pesca, Henrique Sawaki, e do Adjunto Luiz Sérgio Borges, já confirmaram presença os prefeitos de Tucuruí, Breu Branco e Jacundá, e o diretor presidente da Paratur, Adenauer Góes.
                A abertura oficial do Torneio na sexta-feira, 13, às 20 horas, contará com a apresentação da arbitragem e das autoridades presentes. O início da pescaria será às 6 horas de sábado. Neste mesmo dia, equipes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e da Eletronorte ministrarão palestras e ações educativas para crianças de várias escolas da região, brincadeiras e oficinas. No entorno do Lago, há estrutura suficiente para os participantes e convidados, com a oferta de barracas e o comércio de artesanato e iguarias. O Lago de Tucuruí fica localizado no Km 11 da BR-422, logo na entrada da Vila Permanente.
                O Torneio de Pesca Esportiva de Tucuruí é um instrumento de divulgação do potencial do município para o turismo de pesca esportiva, além de ser a oportunidade de internalizar na consciência de todos, a necessidade de aderir ao movimento do "pesque e solte". O torneio é realizado pela Associação dos Pescadores Esportivos do Lago de Tucuruí (Apelt), sob o patrocínio da própria associação, da Eletrobrás (Eletronorte), prefeitura de Tucurui, Sema, Paratur, Sistema Floresta de Comunicação, Cine Foto Vaz, Colônia de Pescadores Z-32 de Tucuruí, Odebrecht Engenharia de Construção; Dow Corning e Sepaq.
                Serviço:
As inscrições para o Torneio de Pesca Esportiva do Lago de Tucuruí podem ser feitas através do site http://www.tortuc.com.br/ e informações através dos telefones 91 3778-4559 - 94 9136 0237 e 91 8163 3329.

Texto:
Sérgio Noronha-Sepaq

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...