Total de visualizações de página

sábado, agosto 03, 2013

ESPORTES: MACHIDA PERDA, PAPÃO É DERROTADO E LEÃO VENCE




Remo goleia o Baré-RR pelo sub-20


Sub-20 do Leão venceu e salvou a honra do futebol paraense na abertura da competição (Foto: Antônio Cícero/Diário do Pará)

O Remo salvou a honra do futebol paraense na abertura da Copa Norte sub-20, ao vencer neste sábado (3), a equipe do Baré-RR, no estádio Baenão, em Belém. Com as derrotas de Desportiva e Ananindeua, foi o único triunfo do Pará na abertura da competição.
O jogo começou com o Leão pressionando a equipe adversária, mas encontrando dificuldade em sair da forte marcação da equipe adversária. Com várias tentativas de chegar ao gol, o Remo abriu o placar aos 30 minutos do primeiro tempo, com Rodrigão, aproveitando o passe de Jayme.
Na etapa final, o Leão precisou de 20 minutos para sair com a vitória. Aos 19 minutos, Rodrigão marcou o segundo do time paraense. Ainda deu tempo para Jayme marcar mais dois gols, aos 25 e 38 minutos da etapa final, fazendo a alegria de pouco mais de quatro mil torcedores, que pagaram ingresso para assistir o jogo.
As duas equipes voltam a campo na próxima segunda-feira (5), em rodada dupla. Na preliminar, o Baré vai enfrentar o Holanda-AM, enquanto que o Remo joga diante do Ananindeua, no Baenão
FICHA TÉCNICA:
REMO (4-4-2): Jader; Andrey, Gabriel, Ian e Alex Ruan; Nadson, Biro, Alexandre, Nadson e Rodrigo; Jayme e Rodrigão.
Técnico: Netão

BARÉ (3-5-2): Zé Adelmo; Arão, Shayder, Adílio e Reinaldo; Vágner, Uésley, Osmar e Gabriel (Alex); Pablo e Bruno.
Técnico: Cláudio Marcos

Árbitro: Joelson Nazareno Cardoso (PA)

Renda: R$: 16.800


Público Pagante: 4.550

(Diego Beckman/DOL)


Paysandu perde para o Avaí e volta para a zona


Márcio Diogo comemora o primeiro gol em cima do Papão na tarde do sábado (3). (Foto: Rep./Site Oficial Avaí-SC)

Não foi dessa vez que o Paysandu conseguiu conquistar seu primeiro ponto fora de casa. Na tarde deste sábado (3), o Papão quase não atacou e perdeu por 2 a 0 para o Avaí-SC no estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
O resultado colocou o Bicola na 18ª posição (zona de rebaixamento) da competição nacional com 12 pontos, em 12 partidas disputadas. Porém, o time paraense ainda pode cair mais uma posição se o Guarantinguetá-SP empatar com gols contra o ABC-RN na noite deste sábado (3).
O Leão catarinense, que ocupava a 18ª posição antes do jogo do sábado (3), passou para a 11ª colocação, com 15 pontos.
O JOGO
 O Avaí-SC iniciou o jogo para cima e logo aos três minutos chegou com perigo. O atacante Reis recebeu a bola em velocidade na entrada da área e chutou forte. A bola passou muito perto do gol de Marcelo.
O Papão tinha bastante dificuldade para ir ao campo de ataque e só chegou aos nove minutos., sem dar tanto trabalho para o time da casa. Eduardo Ramos lançou Nicácio na área, mas o zagueiro Bruno Maia conseguiu recuar de cabeça para o goleiro Diego.
O Paysandu conseguia equilibrar o jogo quando o time do Sul abriu o placar. Em uma falha da zaga, Márcio Diogo aproveitou cobrança de escanteio e cabeceou para marcar, aos 23 minutos.
Após o gol, as equipes não tiveram mais boas chances para marcar.
No segundo tempo, o Avaí-SC começou arrasador novamente. Aos quatro minutos, Janilson perdeu a bola para Márcio Diogo, que avançou, entrou na área e tocou para Reis. Na marca do pênalti, o atacante chutou por cima do gol, perdendo uma clara chance de ampliar o placar.
Logo depois, aos cinco minutos, Reis entrou na área pela esquerda, em velocidade,  e chutou cruzado. Marcelo fez grande defesa, espalmando para o meio. Depois a zaga bicolor chutou para frente.
Depois disso, o time da casa teve pelo menos quatro boas chances de marcar e disperdiçou. A única chance do Papão no segundo tempo foi aos 31 minutos. Heliton recebeu passe na entrada da área e chutou para gol colocado. Goleiro do AvaÍ-SC espalmou para escanteio. Na cobrança, a zaga catarinense tira o perigo da área.
Quando o jogo já se encaminhava para o final, aos 43 minutos, o Leão catarinense fez o segundo. Luciano recebeu a boa sozinho no ataque, entrou na área e bateu na saída do goleiro Marcelo.
PRÓXIMO COMPROMISSO
O Paysandu volta a jogar pela Série B contra o América-MG, na terça-feira (6), às 21h50, no estádio da Curuzu, em Belém, pela 13ª rodada. Você, torcedor, acompanha a transmissão lance a lance do jogo no DOL e no Twitter @DOLdiarioonline.
 (Felipe Melo/DOL)


Rogerinho diz que grupo é bom, mas não atacou


(Foto: Mario Quadros/Diário do Pará)

O técnico Rogerinho Gameleira avaliou negativamente o time do Paysandu que perdeu para o Avaí-SC por 2 a 0 na tarde deste sábado (3), no estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC), pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.
Em entrevista coletiva após o fim da partida, Gameleira destacou a falta de poder ofensivo como o principal problema da sua equipe.  “ Nós queriamos fazer uma marcação forte, mas também chegar no ataque, mas não tivemos isso. Nossas chances foram somente um chute do Nicácio no primeiro tempo e outro do Heliton no segundo tempo”, analisou o treinador.
Refletindo sobre as más atuações do Papão na competição, que até agora não conquistou nenhum ponto fora de casa na Série B, Gameleira disse que só muito trabalho pode trazer o Papão ao caminho das vitórias.
“Não acho que o elenco é limitado, acho que é bom. Temos que trabalhar táticamente e a cabeça dos jogadores para que a gente possa vencer o América-MG em Belém na terça-feira (6). Se a gente tivesse ganhado esse jogo, com certeza estaríamos com mais moral, mas infelizmente não aconteceu”, lamentou.
Após a derrota para o Avaí-SC, o Bicola ocupa a 18ª colocação na Série B, com 12 pontos, e pode até cair para a 19ª caso o Guaratinguetá-SP empate com gols ou vença o ABC-RN na noite deste sábado (3).
O Paysandu volta a jogar pela Série B contra o América-MG, na terça-feira (6), às 21h50, no estádio da Curuzu, em Belém, pela 13ª rodada. Você, torcedor, acompanha a transmissão lance a lance do jogo no DOL e no Twitter @DOLdiarioonline.
 (Felipe Melo/DOL, com informações da Rádio Clube do Pará)


Por pontos, Davis derrota Machida



Phill Davis por pontos derrotou Lyoto Machida, no UFC 163 (Foto: Divulgação)

Mesmo com apoio da torcida, Lyoto Machida acabou sendo derrotado por decisão dos jurados para o norte-americano Phill Davis, neste sábado (3), pelo co-evento do UFC 163, no Rio de Janeiro. Com a derrota, Machida adia a chance de disputar o cinturão dos médios contra Jon Jones.
O primeiro round foi de estudos para ambos os lutadores. Somente a um minuto do fim da luta, o brasileiro partiu para cima do adversário, que conseguiu resistir aos golpes e ainda encaixou bons golpes em Lyoto.
No segundo round, Davis provocou Machida, que viu o oponente atacar e conferir bons golpes, com chutes e socos. Lyoto teve o apoio da torcida, mas acabou vendo o adversário 
Com o terceiro e decisivo round, o brasileiro foi para cima com o apoio do público, que lotou a Arena da Barra. Com bons golpes, Machida tentou atacar Davis, que também conseguiu encaixar ataques em cima do brasileiro. No chão, a luta terminou, com o americano mostrando confiança na vitória.
A decisão ficou por conta dos jurados, que deram a vitória ao norte-americano, sob vaias do público. 
(Diego Beckman/DOL)

Com 47 segundos, Mutante vence por nocaute
Mesmo com o apoio da torcida, bastou apenas um golpe para a torcida gritar pelo nome de Cezar Mutante, que precisou de apenas 47 segundos, para derrotar o compatriota Thiago Marreta, neste sábado (3), pelo UFC 163.
No começo da luta, o público que acompanhou a luta na Arena da Barra apoiava Marreta, mas bastou um golpe para o grito ser outro. Bastou uma guilhotina para Mutante sair do octógono com a vitória.
Com apenas 47 segundos, Mutante venceu Marreta, pela categoria médio do UFC.
(Diego Beckman/DOL)


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...