Total de visualizações de página

quinta-feira, outubro 04, 2012

Descontos de IPVA para finais de placas 70 a 90 somente até esta sexta-feira

Esta sexta-feira, 5, é o último dia de descontos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para os veículos com finais de placas de 70 a 90, embora a data do licenciamento junto ao Departamento de Trânsito do Estado (Detran) seja 7 de dezembro. O pagamento integral do IPVA dois meses antes do prazo final do licenciamento, para  veículos que não tenham multas de trânsito, garante o benefício do IPVA Cidadão.
Os descontos são de 15% do valor do imposto para quem está há dois anos sem multa; 10% para quem não recebeu multas no ano passado e 5% de desconto nas demais situações. O desconto não é cumulativo. O proprietário de veículo tem, ainda, a opção de antecipar o pagamento do IPVA em três parcelas, sem desconto.
No site da Secretaria da Fazenda (Sefa) é possível consultar as datas, valores, e optar pelo pagamento integral ou parcelado, além de emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE), acessando o Portal de Serviços (www.sefa.pa.gov.br). O pagamento do DAE  é feito na rede bancária autorizada (Banpará, Basa, Bradesco, Banco do Brasil, CEF) e casas lotéricas. Quando não há antecipação do recolhimento do imposto, o IPVA é pago junto com o licenciamento anual do Detran.
Parcelamento
Quem tem débitos vencidos até 2011 poderá parcelar o IPVA em até oito parcelas. Esse limite poderá ser estendido até o máximo de 36 parcelas, após análise econômico-financeira e a critério do titular da secretaria. Basta formalizar o pedido junto à Coordenação Especial de Administração Tributária do IPVA e do ITCD (Imposto sobre Transmissão Causa Mortis e Doação de Quaisquer Bens ou Direitos) na Região Metropolitana de Belém. No interior do Estado, as Coordenadorias Regionais de Administração Tributária e Não Tributária (Cerat). Para maiores informações ligue para o call Center Sefa, 0800-725-5533, ou acesse o site da SEFA (www.sefa.pa.gov.br), área do Manual de Atendimento.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa
Fone: (91) 3323-4210  / (91) 9991-3237



Notícias desta sexta, dia 5 de out

Brasília - O ministro Ricardo Lewandowski, revisor do mensalão do PT no Supremo Tribunal Federal (STF), disse nessa quinta-feira (4) que não há prova contra o ex-ministro José Dirceu, apontado como o chefe da quadrilha do maior esquema de corrupção da história do país. Para ele, a acusação do Ministério Público não passa de “meras ilações”. A postura de Lewandowski contradiz a emitida por Joaquim Barbosa na quarta-feira (3) quando, em seu voto, o relator do caso chamou o líder de petista de “mandante” do esquema.
Lewandowski deu mostras de que vai absolver Dirceu logo no início de seu voto. “Como eu imaginava que o primeiro réu a ser julgado seria José Dirceu, havia preparado um longo capítulo neste que seria meu primeiro voto, acerca do que penso a respeito do processo penal. Repudio o Direito Penal do Inimigo, ao qual o réu deve sempre ser condenado. Como já disse em relação a outros acusados, a denúncia bem analisada não individualiza adequadamente as condutas imputadas ao réu e nem descreve de forma satisfatória”, disse.
Lewandowski não inocentou Dirceu pela coerência dos fatos narrados nos depoimentos, mas pela ausência de ato de ofício do ex-chefe da Casa civil. “Não afasto a possibilidade que José Dirceu tivesse participação nos fatos. Não descarto até que ele tenha sido mentor. Mas a verdade é que isso não encontra ressonância nos autos. Não há nenhuma prova pericial que comprove tal fato. O que existem são testemunhos, muitos deles colhidos na CPI no Congresso, muitos na Polícia Federal, muitos deles desmentidos diante de um magistrado. Essa á a prova contra o réu José Dirceu”. Na sessão de quarta-feira do julgamento, Barbosa ressaltou que Dirceu era “a segunda pessoa mais importante do Estado brasileiro” e que o ex-ministro “tinha importante chefia, em razão da força política e administrativa que detinha. Foi o principal articulador da base aliada”.
Ao que chamou de prova “torrencial” da defesa – termo usado semana passada pelo Procurador-Geral da República Roberto Gurgel, sobre o valor das provas contra a turma do PT -, Lewandowski afirmou que testemunhos das mais altas autoridades da República confrontam com as provas apresentadas pela acusação.
Lewandowski explicou que as provas contra Dirceu são o que nos meios forenses se chama de “chamada de corréu”, referindo-se à denúncia de Roberto Jefferson, que teve efeitos em âmbitos político, depois policial e judicial, que desembocaram na Ação Penal 470.




Pará terá novos espaços
de inclusão digital
A pedido da Secretaria de Inclusão Digital do Ministério das Comunicações, 123 entidades paraenses foram validadas pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) para serem beneficiadas pelo Programa Nacional de Inclusão Digital - Telecentros.BR. Compõem a relação as entidades com rede elétrica adequada que já receberam computadores e mobiliários e, portanto, já estão aptas a entrar em funcionamento. O envio da listagem contendo os locais seguros para instalação dos novos infocentros/telecentros é a condição necessária para que o acordo entre a Secti e o Ministério seja mantido, dando continuidade ao processo de instalação de mais infocentros no estado.
Atualmente, encontra-se em andamento um processo de repactuação entre a Secretaria de Inclusão Digital e todas as instituições parceiras, caso da Secti, para o estabelecimento de novos acordos de cooperação e de um novo cronograma para superar os problemas atuais que dificultam a instalação dos novos espaços públicos de inclusão digital. De acordo com a validação de propostas enviadas pela Secti, 36 telecentros funcionarão em entidades situadas na região metropolitana e 87 no interior. A coordenadora do Navegapará/Infocentros, Rosyane Rodrigues, informa que a expectativa é de que os novos infocentros/telecentros estejam funcionando até dezembro deste ano.  “Isso foi o que garantiu a equipe do Ministérios das Comunicações que nos recebeu em Brasília este mês. Estamos otimistas quanto ao novo modelo de gestão e os desdobramentos para 2013", afirma.

Fundação Carlos Gomes
encerra o XXVII Festival
de Música Brasileira
Guitarradas, batuques e muita música regional paraense marcaram o encerramento do XXVII Festival de Música Brasileira, nesta quarta-feira, 3, nos jardins do Conservatório de Música da Fundação Carlos Gomes. A programação contou com o Trio Raízes, John Cabado e Banda e Grupo Som de Pau Oco, que animaram o público com repertórios voltados à música regional.
A professora Doris Azevedo, coordenadora e idealizadora do evento, acredita que o Festival de Música Brasileira teve uma qualidade elevada e que a mensagem foi passada aos visitantes. “O objetivo é propagar a música brasileira e isso foi alcançado, exatamente porque foram diversos autores, do século passado e atuais, que ensinamos aos vários grupos do conservatório, como o coral infantil, coral de adultos, grupos de percussão e de vários instrumentos. Foi um festival diversificado e eu fico mais animada em dar continuidade nos outros anos” revela a professora.
Para o professor Felipe Andrade, o evento já faz parte da Fundação Carlos Gomes (FCG) por conta da tradição de 27 anos. “Tu imaginas, a nível de Brasil, fazer um festival há 27 anos. Isso para nós já é um ganho. No Brasil as coisas começam e param. Isso mostra que o festival já é da fundação e não tem como não acontecer todos os anos” conta Felipe Andrade.
Ele ressalta os grandes momentos do festival este ano. “Cada noite é uma noite especial. Teve a Professora Maria Helena, que veio do Rio janeiro e fez um programa de música brasileira, do clássico ao chorro, e teve também a Banda Sinfônica da Fundação Carlos Gomes com um trabalho junto às classes de musicalização. É bom você ver criancinhas já fazendo música e bem. Eu acho que o festival, de um modo geral, foi bom e acredito que todos os dias tem uma emoção diferente”.
O músico John Cabano acredita que a inciativa da Fundação Carlos Gomes é importante para divulgar a cultura da música instrumental. “Uma proposta muito legal para que a gente possa dar destaque à nossa música instrumental, no caso a Guitarrada, que é um estilo que está evoluindo, está tocando bastante, mas precisa tocar mais”. O grupo fez um breve lançamento do novo CD e apresentou músicas de Mestre Vieira, Mestre Sena e uma homenagem a Mestre Cupijó, falecido recentemente.
O show de carimbó ficou por conta do grupo Som de Pau Oco, formado por alunos e professores da fundação. Eles apresentaram um repertório baseado nos ritmos tocados nas regiões do salgado e Marajó, além da canção “Mina Cadê o Anel” em homenagem ao Mestre Cupijó.
Douglas Dias, aluno da fundação e percursionista do grupo, acredita que o Festival de Música Brasileira da Fundação Carlos Gomes mostra aos seus alunos como é diversificada a cultura brasileira. “Para mim é uma grande honra. O festival é um marco porque abre as cortinas pra gente ver o pluralismo da cultura brasileira, em forma de ritmo, sons e cores. Espero que continue a iniciativa e ano que vem mostre ainda mais essa variedade” ressalta o aluno da fundação.

Texto:
Pablo Almeida-Secom
Fone: (91) 3202-0910 / (91) 8240-2141

Projeto “Nazaré em Todo o
Canto” marca Círio Cultural
da Fundação Tancredo Neves
O Círio de Nossa Senhora de Nazaré se aproxima e a cidade já respira religiosidade e fé. E aproveitando esse clima de Círio e de Dia das Crianças, a Fundação Cultural Tancredo Neves preparou uma programação especial, que integra o projeto “Nazaré em Todo o Canto”, do Governo do Estado. O projeto acontecerá nos dias 11 e 12 de outubro com espetáculo infantil e apresentações de dança e teatro para o público em geral. Toda a programação é gratuita.
O dia 11 terá contações de histórias, exibição de filmes e as performances “Nossos Direitos”, feita pelos Palhaços Solidários, a apresentação da peça ‘O patinho preto”, oficinas de máscaras e de dramatização literária. Essas atividades acontecerão das 9h às 11h e das 14h às 16h, no Hall Ismael Nery (andar térreo). Já no dia 12 o público poderá conferir na Praça do Artista, das 15h às 18h, as apresentações de dança do “Grupo Ballet Stúdio Corpo em Movimento” e do “Grupo de Dança Mirai”. O teatro também tem um lugar especial na programação com a peça “O patinho preto”.
Além dessas apresentações, o Hall Ismael Nery receberá, das 14h às 18h, a “Troca de palavras”, um encontro com os escritores Luiz Carlos França, José Antônio Neto, Ana Marilac, Rufino Almeida e Adriana Cruz. Na ocasião serão doados mil livros ao público participante.
Também faz parte da programação do projeto “Nazaré em Todo Canto” o arrastão do Arraial do Pavulagem, que fará um cortejo pelas ruas de Belém no sábado, 13, partindo da Praça do Carmo, após a chegada da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN
Fone: (91) 3202-4391 / (91) 8814-3364/9144-4225

Equipe que grava longa
metragem alemão já está
na capital paraense
Já estão em Belém os cineastas responsáveis pela produção do filme “Verloren im dschungel” (Perdidos na selva), do canal alemão ZDF, que conta com o apoio institucional da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e da Secretaria de Estado de Turismo (Setur). Diante da visibilidade e importância da Amazônia no contexto atual em todo o mundo, o canal iniciará no Pará a produção de um seriado de TV com histórias de pessoas que vivem nos mais importantes rios do planeta.
O contexto sugerido pelo roteiro traz locações como o Círio de Nazaré e espaços em Belém e na ilha do Combu, como os complexos do Ver-o-Peso, Feliz Luzitânia e o Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves. O seriado deve alcançar de 8 a 10 milhões de expectadores na Europa, dando bastante visibilidade ao estado. A equipe de produção do filme está em Belém desde a terça-feira (2) e permanece até esta quinta (4), cumprindo uma extensa agenda de compromissos para tratar dos últimos detalhes das gravações.
A primeira etapa das filmagens será já durante o Círio de Nazaré, no próximo dia 14, e a segunda entre os dias 20 de outubro e 21 de novembro. A trama conta com a direção do renomado cineasta Carlo Rola, que conta com um extenso currículo de produções cinematográficas. O filme conta com a participação de paraenses, entre atores e equipe de produção.
Na tarde desta terça-feira o diretor acompanhou o teste de elenco e marcou locais para gravação de cenas. As visitas às locações em Belém seguem nesta quarta, 3, quando a equipe deve percorrer o centro da cidade e depois seguir até a ilha do Combu. A equipe alemã que está em Belém conta com oito pessoas, entre diretor, assistente, diretor de fotografia, cenógrafo e produtores. No Brasil a empresa Optimagic é a responsável pelos detalhes do filme. Desde o início das negociações a equipe recebe todo o apoio institucional da Paratur e Setur.
O apoio ao filme faz parte de estratégias de divulgação e promoção do destino turístico Pará, a obra-prima da Amazônia, através do programa de Press Trip, que para ser viabilizado conta com diversos parceiros pertencentes ao trade paraense. “O fortalecimento, desenvolvimento, promoção e divulgação do turismo do Pará é uma das metas prioritárias do governador Simão Jatene, visando geração de emprego, renda e qualidade de vida à população e aqueles que nos visitam”, informa Socorro Costa, presidente da Paratur.
Serviço:
A equipe do filme alemão “Perdidos na Selva” permanece em Belém até quinta-feira (4). Nesta quarta-feira (3), pela manhã, visita aos complexos Ver-o-Peso e Feliz Lusitânia. À tarde segue para a ilha do Combu e Furo do Maracujá. Na quinta-feira (4) pela manhã visita ao Jardim Botânico Bosque Rodrigues Alves.
Informações: Fabrício Coleny – Gerência de Comunicação (GEC) da Paratur (8144-0664)

Texto:
Benigna Soares-Paratur
Fone: (91) 8360-0506 / (91) 8842-8129
Email: turismoparaense@gmail.com / benignasoares@globo.com

Semana da Criança tem
programação especial na TV Cultura
A TV Cultura exibe a partir da próxima segunda-feira, 8, uma programação especial dedicada ao Dia da Criança. Durante toda a semana, os programas locais, exibidos na faixa de 19h, terão conteúdos voltados ao público infantil, incluindo curtas-metragens, videoclipes e reportagens. O Sem Censura Pará, exibido diariamente às 14h30, também terá convidados que abordarão temas relacionados à criança.
“Como emissora pública, a TV Cultura do Pará sempre dedicou atenção especial ao pequeno telespectador. O Programa Catalendas, produzido aqui e exibido em rede nacional, é uma prova disso”, observa o diretor da TV Cultura Tim Penner. O Catalendas, aliás, volta a exibir episódios inéditos a partir de novembro. “Já temos 20 novos episódios gravados em HD”, antecipa ele.
Quem abre a Semana da Criança é o programa “Coxia”, que trará uma entrevista com a atriz e dramaturga Ester Sá, que tem vários trabalhos voltados ao público infantil. Em seguida, às 19h30, o programa “Cultura Pai d'Égua” falará sobre a Rádio Margarida, ONG que atua em defesa dos direitos da criança.
Na quarta-feira, dia 10, o programa “Curta Cultura” será comandado por duas crianças, que apresentarão os curtas-metragens “Admirimiriti” e “Nossa Senhora do Miritis”, de Andrei Miralha. Na quinta-feira, dia 11, o programa “Invasão”, além de apresentar videoclipes infantis, trará matérias sobre bandas formadas por crianças e produção musical infantil. Na sexta-feira, dia 12, as crianças aprenderão a fazer cookies no programa “Cozinha Amazônia”. Logo depois, às 19h45, o Serenata Dum Dum trará videoclipes especiais para os pequenos. A chamada com a programação já está no ar e você confere aqui (incluir link http://www.portalcultura.com.br/videos).
CÍRIO
Já está tudo pronto para a transmissão do Círio de Nazaré pela TV Cultura, que este ano será feita em parceria com a TV Nazaré na captação e compartilhamento de imagens. A programação começa às 5h, com transmissão ao vivo da Missa da Sé, que dá início à procissão. Às 6h começa a apresentação ancorada no estúdio da TV Cultura, com a jornalista Renata Ferreira, seguindo até a chegada da berlinda com a imagem de Nossa Senhora à Praça Santuário, no Centro Arquitetônico de Nazaré.
Cerca de 200 profissionais estarão trabalhando durante todo o domingo para garantir a transmissão. “A exemplo do que fazemos todos os anos, teremos entradas ao vivo com os repórteres cobrindo todo o percurso da procissão. Mas serão entradas rápidas, com as informações mais importantes, afinal, o nosso foco principal é acompanhar a imagem de Nossa Senhora de Nazaré”, completa o diretor da TV Cultura.
Com apoio da Prodepa, a Cultura Rede de Comunicação vai mostrar ao internauta a localização exata da berlinda durante toda a romaria, que poderá ser acompanhada via internet móvel, em formato adaptado para sistemas Android e Mac.
Serviço: Semana da Criança na TV Cultura. De 8 a 12 de outubro, programas especiais voltados ao público infantil, sempre na faixa de 19h.

Texto:
Márcia Carvalho-Funtelpa
Fone: 4005-7706 / 4005-7700 / (91) 9999-4563
Email: funtelpacomunicacao@gmail.com / imprensa@funtelpa.com.br

Aluno da Rede Estadual vence o
16º Salão do Inventor Brasileiro 2012
O aluno Rafael Carmo da Costa, do 3º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Bem Vinda de Araújo Pontes, localizada na Cidade de Abaetetuba, foi o vencedor do 16º Salão do Inventor Brasileiro 2012, que aconteceu no Estado do Espírito Santo, no último dia 28 de setembro. O trabalho “Ação Larvicida e Inseticida da Arruda, do Boldo e do Melão-de-São-Caetano no Combate ao Vetor Aedes Aegypti”, que deu o título de “Inventor Brasileiro 2012” ao estudante, se baseia na pesquisa da eficiência das substâncias bioativas contidas nas referidas ervas que podem ser utilizadas na exterminação de larvas nocivas a vertebrados, buscando alternativas que possam somar-se às já existentes, além de encontrar meios naturais, de fácil manipulação, acesso e não prejudiciais ao meio ambiente.
O aluno faz uso de extrato líquido e seco das folhas frescas, do pó das folhas desidratadas, do bagaço resultante da extração do sumo, além de flores, casca dos frutos e sementes do melão-de-são-caetano, juntamente com pastilhas elétricas feitas com as folhas frescas. O resultado da pesquisa mostrou que o inseticida e o larvicida criados a partir dessas ervas conseguiu eliminar a fêmea do mosquito Aedes Aegypti e contribuiu no combate à dengue. “É muito importante para mim ter realizado uma pesquisa com métodos simples e que teve um resultado muito importante para a saúde, pois ajuda a combater uma doença que não existe somente aqui no Brasil, mas atinge toda região tropical do planeta, foram três anos de estudo com um resultado imensamente satisfatório”, enfatizou Rafael.
A ideia partiu da professora Maria Gorete Abreu Costa da Paz, orientadora de Rafael, mas segundo ela, o estudo e desenvolvimento do projeto foi feito pelo aluno, com exclusiva dedicação e empenho. “O Rafael tem o mérito exclusivo pelo prêmio que ganhou, pela sua força de vontade e perseverança, pois apesar de todas as dificuldades sempre conseguiu defender o projeto de uma forma brilhante, dentro e fora do país”, afirmou Maria Gorete.
Com esse projeto, o aluno participou e foi premiado em diversos eventos científicos e tecnológicos promovidos no Brasil e no mundo, entre eles estão o Movimento Científico Norte e Nordeste (Mocinn), em 2011, quando seu projeto ficou em 2º lugar e lhe rendeu o convite para apresentar o trabalho no Conaquaa, no México. No ano de 2011, também participou da Mostratec - Feira de Ciências e Tecnologia realizada anualmente pela Fundação Liberato, na cidade de Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul, onde recebeu convite para representar o Brasil na Eslováquia.
Na Feira Brasileira de Ciência e Engenharia (Febrace), o estudante ganhou também em 2011, o 1º lugar na área de Medicina e Saúde e 2º lugar como projeto de inovação, sendo convidado para participar da Intel Isef (Intel International Sciense and Engineering Fair), que é a maior Feira Pré-Universitária de Ciências do mundo e Rafael foi o primeiro paraense a representar o Brasil nos Estados Unidos. Em 2012, Rafael participou novamente da Febrace e ganhou o 3º lugar na área de Medicina e Saúde. Ele foi o único estudante do Ensino Médio convidado a participar do 16º Salão do Inventor Brasileiro 2012, sendo o vencedor.
Incentivo
Rafael faz parte do projeto “Cientistas do Amanhã”, criado pelo Centro de Pesquisa e desenvolvimento da Educação Científica - Clube de Ciências de Abaetetuba, que tem o objetivo de incentivar nos alunos o gosto pela pesquisa. Os professores do Clube de Ciências de Abaetetuba, que é uma instituição conveniada ao Estado, trabalham com os alunos em projetos que serão expostos da Feira de Ciências do município, onde as pesquisas de maior destaque são escolhidas e apresentadas em outras eventos científicos, como foi o caso do estudante Rafael.

Texto:
Danielly Gomes-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 9902-1475

Presos acusados de envolvimento
em crime político em Rurópolis
Três pessoas acusadas de envolvimento no atentado contra uma candidata, no povoado de Divinópolis, zona rural de Rurópolis, sudoeste do Pará, estão presas. Ivan Pereira Lemes; Ivan Pereira Lemes Junior e Geovane Pereira Lacerda, da mesma família, foram presos por policiais civis da Superintendência Regional do Tapajós, da 19ª Seccional Urbana de Itaituba e da Delegacia de Rurópolis, durante a "Operação Mandioca", realizada de forma conjunta entre os dias 1 e 3 na cidade e nas comunidades do interior da região.
Segundo o delegado Alexandro Sant'Ana, a residência de uma candidata ao cargo de vereador e de seu marido, atual vereador em Rurópolis, foi alvejada a tiros na madrugada do último dia 1º. A partir desse fato, a operação foi iniciada na região para identificar, localizar e prender os envolvidos no crime. Durante três dias, indícios foram levantados e foram requeridos mandados de busca e apreensão domiciliar nas casas dos acusados.
Com os presos foram encontrados um silenciador de arma de fogo e uma luneta para arma de fogo. Diante da materialidade do crime, o juiz eleitoral de Rurópolis, Vinícius Pedrassoli, homologou as prisões e determinou a transferência imediata dos presos para o Centro de Recuperação Regional de Itaituba, à exceção de Ivan Pereira Lemes, por causa de complicações de saúde.  Ele permanece em Rurópolis em prisão domiciliar.
A investigação demonstrou que havia um cunho político-partidário nas ações praticadas contra as vítimas. Assim, os presos foram autuados por crime eleitoral combinado com a posse ilegal de acessórios de arma de fogo. A operação foi realizada pelos delegados Alexandro Sant'Ana e Ariosnaldo Vital, investigadores Hércules, Miguel, Fagner e Marcos Aldrin, e escrivão Ronivaldo, sob a supervisão do delegado Edinaldo Sousa, titular da Superintendência Regional do Tapajós.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490

Mais um integrante de gangue
de rua é preso em Soure
Mais um integrante de gangue de rua é preso durante tentativa de assalto em Soure, na ilha do Marajó. Pedro Paulo Souriense Neto, conhecido como “Cachorra", é acusado de integrar a Gangue dos "Inxiridos", sediada no bairro do Umirizal. Ele foi preso em flagrante após tentar assaltar um homem. A vítima foi abordada pelo acusado enquanto caminhava em direção à sua casa. Pedro Paulo portava uma arma de fabricação caseira (cartucheira) com uma munição na câmara. A vítima reagiu e acabou por travar uma luta corporal com o assaltante, que foi desarmado. O acusado saiu em fuga, mas foi preso em sua casa e conduzindo para o Hospital Municipal, pois apresentava ferimentos pelo corpo.
O delegado Luciano Cunha lavrou o flagrante por crime de tentativa de roubo com uso de arma de fogo. Pedro Paulo é conhecido por cometer atos de vandalismo, baderna e de ser líder da gangue no município. Ele responderá a procedimento por formação de quadrilha e corrupção de menores. Segundo informações do delegado Arilson Caetano, “Cachorra” é o segundo membro de gangue preso, em menos de um mês. Railson Craveiro Trindade, membro da Gangue dos Sete Contos, do bairro Bom Futuro, também foi preso recentemente. Dessa forma, a Polícia Civil e Polícia Militar estão combatendo os criminosos que causam desordem, intranquilidade e insegurança para a sociedade.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490

Projeto Livro Solidário estimula
a leitura entre as crianças
Ao entrar na biblioteca da Escola em Regime de Convênio Associação Cristã do Benguí, o visitante logo se depara com um cartaz onde se lê: “Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever, inclusive, a sua própria história”. A frase, de autoria de Bill Gates, reflete a missão principal do Projeto Livro Solidário, criado em 2004, sob a coordenação do Articulação e Cidadania, núcleo que tem a frente a primeira-dama do Estado, Ana Jatene. Nesta segunda edição o projeto é coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE), mas mantém a parceria do Articulação e Cidadania. Além de promover a reforma de bibliotecas, o programa incentiva a doação de livros para instituições e também cria espaços de leitura, como o da Associação Cristã do Benguí. Até agora mais de 15 mil publicações já foram arrecadadas por meio desta iniciativa.
Atualmente três centros de leituras já estão funcionando em Belém. Na escola do bairro do Benguí, a criação do espaço resultou em mudanças positivas para todos. “A nossa biblioteca chegou a ficar fechada por quase dois anos. Agora com essa reforma e com a criação desse espaço dedicado à leitura, a biblioteca se tornou o local preferido dos alunos”, ressaltou a diretora da instituição, Ana Raquel Ribeiro.
A professora de Língua Portuguesa, Maria José Marques, contou que as mudanças incentivam os estudantes até mesmo em sala de aula. “Nós trabalhamos as atividades no espaço da leitura em três etapas. Primeiro eles fazem a leitura dos livros, depois voltam para a sala de aula para interpretar as histórias e em seguida fazem alguma apresentação teatral em forma de poesia ou música sobre aquilo que leram. O resultado não poderia ser mais positivo”, afirmou.
Raiana Silva, Ducliane Santos e Samuel Cardoso ficaram entusiasmados com as novidades que encontraram na biblioteca. “Nós passamos uma boa parte do dia aqui. Lemos muitas histórias em quadrinhos e também brincamos com os jogos que tem na biblioteca”, comentou Raiana. Para Samuel, o mais divertido é o colorido e o conforto do espaço. “A sala é toda colorida e tem várias coisas pra gente brincar. Gosto muito de ficar aqui”, diz o pequeno.

Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990

Projeto Livro Solidário traz as
crianças de volta aos espaços de leitura
Ao entrar na biblioteca da Escola em Regime de Convênio Associação Cristã do Benguí, o visitante logo se depara com um cartaz onde se lê: “Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever, inclusive, a sua própria história”. A frase, de autoria de Bill Gates, reflete a missão principal do Projeto Livro Solidário, criado em 2004, sob a coordenação do Articulação e Cidadania, núcleo que tem a frente a primeira-dama do Estado, Ana Jatene. Nesta segunda edição o projeto é coordenado pela Imprensa Oficial do Estado (IOE), mas mantém a parceria do Articulação e Cidadania. Além de promover a reforma de bibliotecas, o programa incentiva a doação de livros para instituições e também cria espaços de leitura, como o da Associação Cristã do Benguí. Até agora mais de 15 mil publicações já foram arrecadadas por meio desta iniciativa.
Atualmente três centros de leituras já estão funcionando em Belém. Na escola do bairro do Benguí, a criação do espaço resultou em mudanças positivas para todos. “A nossa biblioteca chegou a ficar fechada por quase dois anos. Agora com essa reforma e com a criação desse espaço dedicado à leitura, a biblioteca se tornou o local preferido dos alunos”, ressaltou a diretora da instituição, Ana Raquel Ribeiro.
A professora de Língua Portuguesa, Maria José Marques, contou que as mudanças incentivam os estudantes até mesmo em sala de aula. “Nós trabalhamos as atividades no espaço da leitura em três etapas. Primeiro eles fazem a leitura dos livros, depois voltam para a sala de aula para interpretar as histórias e em seguida fazem alguma apresentação teatral em forma de poesia ou música sobre aquilo que leram. O resultado não poderia ser mais positivo”, afirmou.
Raiana Silva, Ducliane Santos e Samuel Cardoso ficaram entusiasmados com as novidades que encontraram na biblioteca. “Nós passamos uma boa parte do dia aqui. Lemos muitas histórias em quadrinhos e também brincamos com os jogos que tem na biblioteca”, comentou Raiana. Para Samuel, o mais divertido é o colorido e o conforto do espaço. “A sala é toda colorida e tem várias coisas pra gente brincar. Gosto muito de ficar aqui”, diz o pequeno.

Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990

Estudantes realizam plantio
comunitário no Dia da Árvore
Alunos das cinco comunidades que compõem a Área de Preservação Ambiental Paytuna (Ererê, Maxirá, Maxirazinho, Lages, Paytuna e Santana), situadas no Parque Estadual Monte Alegre (Pema), comemoraram o Dia da Árvore – 21 de setembro - com um plantio coletivo de espécies frutíferas. A ideia é despertar a responsabilidade ecológica desde cedo e ainda abastecer os colégios com alimentos cultivados pelos próprios alunos. A bióloga da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), Jarina Castro, juntamente com sua equipe, realizou palestras sobre a importância do Dia da Árvore, em cada comunidade. Após as explicações, os estudantes foram encaminhados às áreas verdes das comunidades para o plantio comemorativo. Abacateiro, cupuazeiro, jatobeiro, mangueira e murucizeiro foram algumas das mudas frutíferas plantadas, que poderão, no futuro, ser utilizadas nas merendas escolares.

PM realiza operações na capital
e RMB neste final de semana
Prossegue até este sábado (6), mais uma edição da “Operação Clima de Paz”, realizada pelo Comando de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), à frente o coronel PM Roberto Campos, intensificando a presença da segurança pública nos municípios de Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bárbara, com abordagens a veículos, pessoas e estabelecimentos comerciais, no intuito de reduzir os índices de crimes violentos na região. Todas as unidades que integram o CPRM estão envolvidas, com efetivo, viaturas e equipamentos.
Uma das ações que integram a operação vai fiscalizar casas noturnas, bares, boates, dançarás e estabelecimentos similares, em parceria com os demais órgãos do Sistema Integrado de Segurança Pública. Durante as abordagens, os agentes vão verificar a presença de crianças e/ou adolescentes desacompanhados ou em situação de risco, visando coibir a prática de ilícitos e garantir a ordem e o sossego públicos. A medida visa, também, reprimir o funcionamento de estabelecimentos que não estejam devidamente autorizados e licenciados, além de coibir a venda e o consumo ilegal de bebidas alcoólicas; diminuindo, portanto, a probabilidade da prática de crimes na área e os registros de homicídios, roubo e lesões corporais. Esta ação integra a Operação Hypnus, sob o Comando de Policiamento da Capital – CPC, à frente o coronel PM Hilton Benigno.

Detran encerra curso para mototaxistas
Termina nesta sexta-feira, 5, o curso destinado à capacitação de mototaxistas de Marituba e Ananindeua, oferecido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran) e ministrado por instrutores do órgão. As aulas foram ministradas no auditório do Instituto de Ensino em Segurança Pública do Pará (Iesp), cujas instalações foram revitalizadas e serão entregues oficialmente durante a cerimônia de certificação desses condutores.
O curso começou na segunda-feira, 1º, e teve carga de 30 horas, distribuídas em três módulos, contemplando as seguintes disciplinas: Ética Profissional, Noções de Legislação, Segurança e Prática Veicular Individual Específica. O objetivo da capacitação é oferecer aos profissionais que fazem o transporte de passageiros noções de Educação para o Trânsito, como determina as Resoluções n° 410 /2010, do Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN), que padronizam as ações e garantem um trânsito seguro. “O curso é necessário não só por conta do que estabelece a resolução, mas para garantir a qualificação desses profissionais a fim de que possamos reduzir os índices de acidentes de trânsito”, ressalta Marcelo Silva, instrutor do curso.
O processo de qualificação dos condutores em cursos especializados deve ser feito através do Serviço Nacional de Aprendizagem (Sistema “S”), Centros de Formação de Condutores (CFC) e instituições e entidades credenciadas nas modalidades presenciais e a distância. A equipe de Educação para o Trânsito já está capacitando a sexta turma, que tem 21 alunos matriculados. “Eu quero me capacitar na área, pois é isso que a lei pede”, destaca Thayanna Silva, 26 anos, que trabalha há um ano e meio como mototaxista.
De acordo com o Contran, os cursos previstos na Resolução n°410/2010 serão exigidos para fins de fiscalização, a partir de 02 de fevereiro de 2013. “Fazemos o apelo à categoria para que eles não vejam isso como uma obrigatoriedade, e sim como uma oportunidade de se qualificarem para reduzir o número de acidentes nas ruas”, ressalta Alessandra Andrade, coordenadora de Educação do Detran.
Os motociclistas profissionais aprovados no curso especializado e que procederem à atualização exigida terão os dados correspondentes registrados em seu cadastro pelo órgão ou entidade do Estado ou Distrito Federal, informado no campo “observações” da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), e seus certificados emitidos pela Coordenadoria de Educação do Detran, contendo a assinatura do diretor geral do órgão. O curso deve ser feito sempre que o motociclista renovar a CNH.
O Curso
Para se inscrever no curso o candidato deverá atender aoss seguintes requisitos: ter completado 21 anos, ser habilitado no mínimo há dois anos na categoria “A”, não estar cumprindo pena de suspensão do direito de dirigir, nem ter cassada a Carteira Nacional de Habilitação (CNH), decorrentes de crimes de trânsito, e ainda não estar impedido judicialmente de exercer seus direitos.
A inscrição para o curso pode ser feita na sede do Detran, localizada na Rodovia Augusto Montenegro, e um cutso de R$ 141,80. As aulas iniciam às 8h30 e se estendem até as 17h30, com intervalo de duas horas para o almoço, de segunda àasexta-feira.
A solenidade de encerramento do curso contará com a presença do diretor geral do Detran, Walter Pena; do secretário de Segurança Pública do Estado, Luiz Fernandes Rocha e do diretor do Iesp, Tenente Coronel Emílio de Souza Ferreira.

Texto:
Edson Matoso-Detran
Fone: (91) 3214-6262 / (91) 9100-0495

Conferência debate os desafios
para o desenvolvimento regional
Debater os principais desafios para o desenvolvimento do Estado do Pará e da Região Amazônica, definindo os princípios e diretrizes para reformulação da Política Nacional de Desenvolvimento Regional (PNDR). Com esse objetivo será realizada em Belém, nos dias 18 e 19 de outubro, no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônica, a I Conferência Estadual de Desenvolvimento  Regional.
Com a participação de representantes da sociedade civil , pesquisadores, gestores públicos, estudantes e autoridades dos governos estadual e federal, a I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional será um grande fórum de debates sobre questões essenciais como a definição de uma política de desenvolvimento para o Estado e a abordagem das desigualdades regionais em múltiplas escalas,  oferecendo também a oportunidade de um momento de reflexão,  avaliação e aprofundamento das discussões sobre o desenvolvimento regional no Brasil.
 A I Conferência Estadual de Desenvolvimento Regional será coordenada pela Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb), com apoio oficial do Ministério da Integração Nacional e do Instituto de Pesquisa Aplicada. Uma parceria que tem importância histórica na retomada da questão regional como prioridade para o crescimento de estados e do país.
 O encontro reúne quatro eixos temáticos de discussão para os participantes: Governança, Participação Social e Diálogo Federativo; Financiamento do Desenvolvimento Regional;  Desigualdades Regionais e Critérios de Elegibilidade; e Vetores de Desenvolvimento Regional Sustentável.
 A programação inclui atividades como painéis com a presença de especialistas nos temas em debate e palestras sobre temas mais específicos, além da constituição de grupos de trabalho, que irão discutir propostas de  políticas nacional, macrorregional e estadual de desenvolvimento regional. A plenária final da Conferência elegerá delegados-representantes  do Estado do Pará para as etapas macrorregional e nacional da Conferência, além de aprovar o texto final com os resultados e propostas da Conferência Estadual.
Inscrições - A partir da próxima segunda-feira (08) até o dia 15 deste mês de outubro, os interessados poderão se inscrever preenchendo a ficha de inscrição on line, no site da Seidurb. Também poderão ser feitas inscrições no ato de credenciamento no Hangar, dia 18/10/2012, a partir das 8 horas.

Texto:
Francisco Sidou-Seidurb
Fone: (91) 3222-9621 / (91) 8883-4093

Secretário de Saúde recebe
representantes de empresa japonesa
O titular da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Helio Franco, reuniu-se nesta quinta-feira (4) com representantes da Kenbridge Consultant, empresa especializada em consultoria de negócios bilaterais entre o Brasil e o Japão. A reunião no gabinete da Sespa, que discutiu futuras parcerias para a compra de equipamentos hospitalares, teve a presença da secretária adjunta, Heloisa Guimarães.
A empresa atua na área de investigação, analise, aconselhamento, procuração, licitação e representação para empreendimentos internacionais, tanto no setor público quanto privado. Segundo o gerente adjunto da Kenbridge, Alex Kawano, o objetivo da visita foi apresentar a empresa ao secretário de Saúde para viabilizar a elaboração de projetos voltados para a aquisição de equipamentos para os hospitais da rede estadual.
A Kenbridge Consultant tem dez profissionais no escritório de Brasília, mais quatro em Palmas (TO) e cinco em Goiânia (GO), somando a um total de 19 pessoas versadas no relacionamento Brasil-Japão. A equipe é composta por japoneses e cientistas políticos, economistas e administradores. O projeto para o Estado pode ser destinado principalmente para equipamentos de alta complexidade, como mamografias, aerodinâmica e tomografia, entre outros.
“O objetivo é abrir portas e facilitar investimentos para estes hospitais. Os projetos terão o financiamento de caráter de empréstimo do Banco Japonês. O intuito é firmar uma grande parceria entre o Governo do Pará e o Japão na área da saúde”, explicou Alex Kawano.
Segundo Helio Franco o governo do Estado tem interesse em tudo que visa melhorar a qualidade dos serviços de saúde à população paraense. “É importante sabermos como viabilizar. Vamos conversar com as secretarias de Planejamento e de Proteção e Desenvolvimento Social para ver quais são os caminhos. Levaremos a proposta para discutirmos em comum acordo para possivelmente colocarmos em pauta”, concluiu.

Texto:
Edna Sidou-Sespa
Fone: (91) 4006-4822 - 4006-4823 /


Técnico em administração e
finanças é o Servidor
Nota 10 do Ideflor
O Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor) divulgou nesta quinta-feira (4), no Diário Oficial do Estado, o resultado do concurso Servidor Nota 10, que reconhece o desempenho funcional dos servidores públicos. A iniciativa faz parte do programa de valorização da Escola de Governo do Pará (EGPA), previsto na Agenda Mínima, dentro do Programa Gestão de Qualidade.
O técnico em Administração e Finanças do Ideflor Flávio Pinheiro Neto é o Servidor Nota 10. O vencedor do concurso e outros servidores passaram pela seletiva da comissão de avaliação do Ideflor, que avaliou os quesitos assiduidade, disciplina, iniciativa, produtividade, competência interpessoal, trabalhos de relevância, integração ao projeto de governo e responsabilidade, levando em consideração toda a vida funcional.
Segundo Flávio Neto, o concurso é um incentivo para que os servidores desenvolvam o trabalho da melhor forma possível. “Engana-se quem pensa que o servidor não faz mais que sua obrigação ao vir para o órgão trabalhar. Muitos abrem mão de muita coisa para desenvolver o trabalho com ética e dedicação. Entendo que essa premiação é mais que um título, é o reconhecimento dessa dedicação”, disse.
Para coordenadora de Gestão de Pessoas do Ideflor, Larissa Regis, a premiação é um estimulo para que outros servidores aperfeiçoem constantemente as atividades laborais. “Uma premiação de valorização do servidor incentiva a meritocracia, criando e mantendo uma cultura de aprendizagem contínua para a melhor qualidade do serviço público prestado pelo instituto”, observou.
A premiação para os servidores de cada órgão estadual com o melhor desempenho durante o ano será no dia 26 de outubro. Os agraciados receberão certificados assinados pelo governador Simão Jatene, medalhas e o prêmio de R$ 1 mil. O Servidor Nota 10 do Estado, que será eleito por sorteio, receberá certificado, medalha e o prêmio de R$ 30 mil.

Texto:
Flávia Ribeiro-Ideflor
Fone: (91) 3236-1124 / (91) 8854-5819 / 8131-9337


Produtividade e qualidade da
pimenta do reino é alvo de
parceria entre Emater e Embrapa
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) e a Empresa Brasileira de Pesquisa (Embrapa) serão parceiras no projeto “Adoção de boas práticas agrícolas para o aumento da produtividade e qualidade da pimenta do reino no Pará”. O projeto já aprovado e que terá a duração prevista de 36 meses foi apresentado, na tarde desta quinta-feira (04), a presidente da Emater, Cleide Amorim.
O projeto será implantado por meio de Unidade de Aprendizagem Tecnológica (UAT) nos municípios de Baião, Tome- Açu e Capitão Poço, nordeste paraense, onde foi realizado um diagnóstico de produção, beneficiando 40 agricultores por município. As mudas utilizadas no plantio serão produzidas nesse primeiro momento pela Embrapa, mas paralelo a isso, a equipe técnica envolvida no processo, vai ajuda na produção de mudas limpas, livres de doenças.
A Emater, que participa de todo o processo de elaboração do projeto, também terá a responsabilidade da impressão das cartilhas que vão ajudar os técnicos na realização dos trabalhos de campo. A cartilha doada aos agricultores conterá informações sobre as boas práticas da cultura da pimenta do reino adotando uma linguagem simples e ilustrativa. “Envolveremos pelo menos 30 técnicos no processo de produção juntos aos  agricultores que já recebem a assistência técnica da Emater”, lembrou Cleide Amorim.
Segundo Oriel Filgeira de Lemos, agrônomo e melhorista vegetal da Embrapa, A produção de muda de qualidade é o ponto de estrangulamento da cultura da pimenta do reino. O projeto quer orientar os agricultores para uma produção utilizando as tecnologias como, manejo adequado da cultura, acessíveis a qualquer produtor, a fim de aumentar a produtividade, a qualidade e o ciclo econômico. “O aumento de um ano da vida útil da pimenta do reino pode representar um ganho econômico de 20%”, disse Lemos.
O Pará já foi o maior produtor e exportador de pimenta do reino do mundo. Hoje, ainda é responsável por 80% da produção brasileira. Desse total 90%, vai para o mercado externo. Nesse momento o país asiático, Vietnã, ocupa o primeiro lugar em produção da especiaria.  A queda na produção deu-se principalmente por problemas causados por pragas e doenças como a fusariose.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater
Fone: null / (91) 9168-0535
Email: ascomematerpara@gmail.com
E-mail automático. Por favor, não responda.


Dezenove candidatos ainda estão
no páreo no concurso da PGE
Dezenove candidatos ainda estão disputando as doze vagas ofertadas pela Procuradoria Geral do Estado (PGE) ao cargo de procurador estadual, classe inicial. Segundo a coordenadora da banca examinadora do certame, Carla Melém Souza, o nível dos candidatos é muito bom, considerando a própria natureza técnica do concurso, que exige um alto grau de conhecimento na área jurídica.
O concurso público da PGE foi iniciado dia 4 de agosto, com prova objetiva em Belém, Santarém e Marabá. Atualmente, são recebidos os recursos ao resultado provisório da segunda prova discursiva. A lista com os nomes dos aprovados nesta etapa deve ser publicada na próxima semana. As provas práticas serão aplicadas no período de 20 a 21 deste mês. A relação final sai antes do fim do ano, período previsto também para a nomeação e posse dos novos procuradores.
O concurso está sendo executado pela PGE com apoio da Universidade do Estado do Pará (Uepa). Segundo o procurador geral do Estado, Caio de Azevedo Trindade, os novos procuradores vão preencher somente parte do déficit, já que a demanda de trabalho é crescente.
Para abraçar a carreira, os candidatos precisam preencher os requisitos básicos exigidos pela banca, como ser bacharel em direito, estar quite com as obrigações eleitorais e militares (no caso dos homens), estar em pleno gozo e exercício de direitos políticos, gozar de saúde física e mental e não haver sido condenado criminalmente por sentença judicial transitada em julgado, ou sofrido sanção administrativa impeditiva do exercício do cargo público.
Das doze vagas ofertadas no concurso, uma foi destinada a pessoas com deficiência. A lotação dos cargos será feita preferencialmente nas sedes regionais da PGE relacionadas na Lei Complementar 41/ 2002.

Texto:
Selma Amaral-PGE
Fone: (91) 3344-5793 /


Projeto de extensão da UFPA
propõe selo de segurança
para embarcações
A Faculdade de Engenharia Naval da Universidade Federal do Pará (UFPA) desenvolve um projeto de extensão para criação e implementação de um selo que certifique as embarcações que cumprirem uma série de itens de segurança como, por exemplo, a cobertura do eixo do motor para evitar acidentes com escalpelamento nos rios paraenses. A proposta foi apresentada pelo engenheiro naval e professor da UFPA, Kao Yung Ho, durante o III Seminário Estadual de Prevenção aos Acidentes de Motor com Escalpelamento no Transporte Fluvial, realizado no fim de agosto em Belém.
Kao informou que o selo será afixado na embarcação após criteriosa vistoria feita por técnicos da área de Engenharia Naval, que são os profissionais preparados para dizer se a embarcação está respeitando todos os itens de segurança necessários para evitar acidentes. Por ocasião da vistoria, será utilizada uma ficha de avaliação do barco, para identificação dos riscos que apresenta ou não aos passageiros e tripulação, e uma vez cumpridas todas as exigências de segurança, será emitido o Atestado de Vistoria de Isenção de Risco de Escalpelamento (Avire) para a embarcação. “O selo funcionará como um atestado de qualidade do transporte fluvial e terá assinatura da UFPA”, observou Kao. Por enquanto, o projeto de extensão está tramitando na Universidade e assim que for aprovado pela instituição, poderá ser testado na prática.
De acordo com Kao, assim que o projeto for aprovado pela UFPA, a ideia é firmar parcerias para o seu desenvolvimento, assim como já ocorre com as ações de prevenção do escalpelamento. “Nós seremos mais um parceiro dessa causa”, propôs.
Kao ressalta que os engenheiros navais são os profissionais preparados para fazer esse tipo de avaliação e emitir um parecer sobre segurança naval. "Está na hora de assumirmos nosso papel e contribuir com a população ribeirinha, que é a principal vítima de acidentes com escalpelamento”, diz. Ele informa que o primeiro vestibular para Engenharia Naval da UFPA foi realizado em 2005, já havendo, portanto, profissionais habilitados no Estado, para atuar nessa atividade. 
Círio – Com a proximidade do Círio de Nazaré, momento em que muitas embarcações trafegam pelos rios paraenses no sentido da capital, a Coordenação Estadual de Educação e Saúde e Mobilização Social da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizará ações educativas para alertar sobre os cuidados que os passageiros devem ter na hora da viagem, principalmente, mulheres e meninas de cabelos compridos.
O acidente com escalpelamento ocorre quando os cabelos se prendem ao eixo, arrancando violentamente o couro cabeludo e algumas áreas do rosto, como olhos, orelhas e nariz, deixando para sempre profundas cicatrizes físicas e sociais. Esse tipo de acidente provoca muita dor e hemorragia tão intensa que pode levar à morte. Em 80% dos casos, as vítimas são mulheres e, na maioria das vezes, crianças. O tratamento além de muito dolorido, normalmente se estende por vários anos, causando traumas e sofrimento tanto para as vítimas quanto para seus familiares.
Para evitar acidente com escalpelamento, os passageiros devem seguir as seguintes orientações: manter os cabelos totalmente presos em forma de “coque/pitó”, e não apenas em forma de “rabo de cavalo”, e preferencialmente cobertos com bonés; não se aproximar do eixo da embarcação, mesmo que ele esteja coberto, seja para tirar água ou para apanhar algum objeto, deixar para resgatar objetos quando a embarcação estiver totalmente parada e, com o motor completamente desligado; cobrar do barqueiro a cobertura do eixo do motor e do Poder Público local a fiscalização; ter muito cuidado com colares, cordões ou panos no pescoço, pois eles também pode se prender ao eixo do motor; e ainda, não armar rede perto do motor.

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa
Fone: (91) 4006-4822 / (91) 8116-7719


Fundação Curro Velho abre nesta
segunda (8) a exposição "Nossa Mãe"
A Fundação Curro Velho abre segunda-feira (8) a exposição “Nossa Mãe”, que reúne trabalhos resultantes de oficinas em diferentes linguagens artísticas: fotografia, pintura, escultura, objetos em cerâmica e gravura. Além da homenagem à padroeira dos paraenses, a instituição também apresenta trabalhos artísticos feitos a partir de resíduos industriais e insumos naturais.
Todos os trabalhos da exposição foram produzidos pelas crianças, jovens e adultos que participaram das oficinas da Fundação Curro Velho. A exposição ficará aberta para visitação até o dia 31 deste mês, de segunda a sexta-feira, no horário de 9 às 17 horas. Sábado (13), a sede da fundação, no Telégrafo, estará aberta para visitação pública e para que os devotos de Nossa Senhora de Nazaré possam assistir no trapiche da instituição à passagem do Círio Fluvial. Durante a visitação pública, haverá apresentação da Corporação Musical da Escola Estadual Magalhães Barata.
Toda a programação de outubro da Fundação Curro Velho integra o circuito cultural Nazaré em Todo Canto, promovido pelo Governo do Pará. A Orquestra Choro do Pará também participa da programação, com um concerto dia 16, às 19 horas, no teatro da Fundação Curro Velho. Dia 19, será apresentado o espetáculo teatral “Os Apaixonados da Mangueirosa”, resultado da oficina de linguagem cênica, às 17 horas, no mesmo teatro. Toda a programação tem entrada franca.
Durante todo o evento cultural, os visitantes também poderão conhecer o Mercado do Curro Velho, um espaço de comercialização e escoamento da produção dos resultados das oficinas, como desenho, pintura, gravura, objetos em cerâmica, madeira, estamparia, tecelagem e cartonagem, entre outros.
Serviço: Programação cultural da Fundação Curro Velho/ Nazaré em Todo Canto. De 8 a 31 deste mês. Atividades: exposição “Nossa Mãe”, de 8 a 31, com visitação pública ao trapiche da Fundação Curro Velho dia 13; concerto da Orquestra Choro do Pará dia 16 e espetáculo teatral “Os apaixonados da Mangueirosa”, dia 19. Local: sede da Fundação Curro Velho, na rua Professor Nelson Ribeiro, 287, esquina com a travessa Djalma Dutra, no Telégrafo.

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Fone: (91) 3184-9102/ 3184-9127 / (91) 8895-1334/ 8890-0357

Uepa e Paratur promovem
Apresentações
musicais em outubro
O Núcleo de Arte e Cultura (NAC) da Universidade do Estado do Pará (Uepa) organizou uma série de apresentações musicais e sinfônicas para as noites dos dias 9, 10, 11, 17 e 21 de outubro, em parceria com a Companhia Paraense de Turismo (Paratur). Os turistas e o público paraense em geral poderão renovar os votos de fé ao acompanhar as homenagens a Nossa Senhora de Nazaré, entoadas pelo Quarteto de Cordas, Madrigal, Banda Jazz Ensemble, cantores, pianistas da Uepa e convidados especiais.
As apresentações foram inclusas no catálogo de eventos culturais da quadra nazarena da Paratur, realizado em parceria com a Igreja de Santo Alexandre, Basílica Santuário de Nazaré, Capela do IGAMA “Espaço São José Liberto’’ e Instituto de Arte do Pará (IAP).
A coordenadora do NAC, professora Ana Telma de Sousa, explica a importância da programação para Belém. “Vamos divulgar a cultura erudita popular das canções marianas. Também divulgaremos o lado cultural e o lado religioso. A programação vem ilustrar o patrimônio cultural religioso que nós temos’’, conta. ‘’Esta é mais uma opção para os turistas’’, acrescenta. 

Com os concertos, a Uepa proporciona momentos de renovação espiritual durante as festividades do Círio de Nazaré 2012 e ainda apoiará os talentos e a valorização do patrimônio cultural existente. Entre os artistas que irão se apresentar nas noites de musicas eruditas estão

Texto:
Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221 / (91) 8112 0744
Email: ascom.uepa@gmail.com / ascom@uepa.br


Policiais civis da Seccional do
Guamá fazem treinamento de tiro
A Academia da Polícia Civil (Acadepol) promoveu nesta quinta-feira (4) um treinamento de tiro voltado especificamente parapoliciais civis que atuam na Seccional Urbana do Guamá, em Belém. A equipe formada por onze servidores – dez investigadores e um delegado – recebeu instruções com armamento próprio da polícia, pistolas de calibre 40, espingarda calibre 12 e metralhadora modelo Famae calibre .40.
Todos ospoliciais civis passaram por exame de avaliação da pressão arterial durante o treinamento, no estande detiros do Instituto de Ensino de Segurança do Pará (Iesp). Os servidores também receberam orientações de manuseio do armamento. Segundo o delegado Marco Antônio Duarte, diretor da Seccional do Guamá, esta é uma forma de integrar a equipe. Todas as armas usadas são da Seccional Urbana do Guamá. “Queremos que o policial conheça o armamento e verifique as condições de operacionalidade e de funcionalidade da arma”, ressaltou.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil

Mangal das Garças recebe
exposição “Revoada de Pássaros”
O Armazém do Tempo, no Mangal das Garças, será ambientado por 200 pássaros de miriti a partir deste sábado, dia 6 de outubro. As peças fazem parte da exposição “Revoada dos Pássaros”, confeccionadas pelos artesãos do município de Abaetetuba, cidade conhecida pelo grande envolvimento de seus moradores com o miriti.
Araras, papagaios, guarás, tucanos e garças são algumas das espécies de aves amazônicas frequentemente encontradas no artesanato de Abaetetuba e estarão presentes na instalação visual no Mangal. Os pássaros de miriti vão habitar o teto do Armazém do Tempo, como se estivessem em seu habitat natural. A curadoria da exposição é do artista plástico e diretor do Museu da Navegação, Emmanuel Franco. “A ‘Revoada dos Pássaros’ é uma grande instalação visual que está em harmonia com o Mangal. Escolhemos trazer as peças com essa temática porque dialoga com os animais que são o grande destaque do Parque”, revela o curador da exposição.
Para escolher os pássaros que compõem a exposição, Emmanuel Franco visitou o município de Abaetetuba e selecionou o material de 18 ateliers que fabricam peças de miriti. Há mais de 200 anos, artesãos da cidade produzem as peças feitas com o talo da palmeira. Elas são uma representação do universo ribeirinho da região de Abaetetuba. Além dos pássaros, barcos e dançarinos são temas muito comuns no artesanato local.
A exposição também aproveita o período do Círio para aproximar o paraense e o turista de uma das artes mais características do estado. “A instalação vai estar aberta no período do Círio, época em que a cidade recebe muitos visitantes. É uma oportunidade diferente de conhecer os objetos de miriti. A ‘Revoada dos Pássaros’ contempla a beleza do Mangal das Garças e da quadra Nazarena”, conta Emmanuel Franco.
A instalação visual, “Revoada de Pássaros”, fica em exposição de 7 de outubro até dia 11 de novembro, das 09h às 18h, no Armazém do Tempo, no Mangal das Garças. A entrada é gratuita.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318

 Contação de história no Mangal
das Garças apresenta conto chinês
O Mangal das Garças vai ser palco de contação da estória folclórica oriental “A Semente da Verdade”, neste sábado (6), às 10h30. O público será levado em uma viagem até a China para receber lições sobre a importância dos valores humanos e conscientização ambiental. A entrada é franca.
Um imperador chinês que não tinha filhos estava a caminho da velhice quando decidiu buscar seu sucessor. Ele convocou todas as crianças do reino para um encontro no palácio. No dia determinado, milhares de pequenos súditos receberam a missão de cultivar uma semente num vaso e cuidar dela. O trono seria destinado àquele que trouxesse a planta mais bonita no tempo de um ano.
Os espectadores do teatrinho do Mangal vão descobrir como essa bela estória de justiça e perseverança termina. “Preparamos uma apresentação especial para as crianças. Na encenação, apenas uma atriz vai ser a responsável pela narrativa, mas ela leva uma mala em que cabe o conto inteiro”, diz o ator Cleber Cajun. Quando se apresentam no zoológico, o grupo Mana-Vu busca levar histórias que encantem e ensinem algo às crianças.
“A gente faz espetáculos com mensagens poéticas, visuais e, acima de tudo, de conscientização. A ideia é fazer com que essas crianças tenham uma infância consciente. No sábado, por exemplo, vamos levar sementes de girassol para que eles plantem”, conta o ator. A apresentação será no entorno do Memorial da Navegação.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318

Estudantes de Santa Izabel fazem
visita ao Mangal das Garças
Professores e alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Francisco Oliveira, de Santa Izabel do Pará, visitaram o Mangal das Garças pela primeira vez nesta quinta-feira (4). O passeio foi uma surpresa agradável para as mais de 40 crianças e os funcionários da escola, que visitaram o Memorial Amazônico da Navegação e o Viveiro das Aningas, subiram no Farol de Belém e conheceram o Borboletário.
Na visita, os alunos de 1ª à 4ª série aprenderam sobre a história da navegação na Amazônia, conheceram um pouco mais sobre a fauna e flora locais, tiveram uma vista panorâmica da cidade de Belém e viram animais que até então só conheciam nos livros do colégio, como as piranhas e os flamingos. Os guias do parque apresentaram o complexo aos visitantes.
“Gostamos de todos os espaços, mas principalmente dos monitores. É notório o encantamento das crianças com eles. Não conhecíamos o parque. Ficamos surpresos com a quantidade de animais que eles nos mostraram”, disse a diretora da escola, Jacqueline Correa.
“A intenção da Organização Social Pará 2000 é consolidar cada vez mais o Mangal das Garças como um zoológico referência em educação ambiental. Por isso, visitas de escolas, grupos e entidades são sempre bem-vindas”, completou a presidente da Pará 2000, Gabriela Landé. Para agendar as visitas monitoradas, é necessário enviar ofício para o e-mail mangaldasgarcas@mangalpa.com.br. Escolas públicas municipais e estaduais podem conseguir o passeio gratuitamente.
O Mangal das Garças abre de terça-feira a domingo, das 9 às 18 horas. A cada 15 dias, aos domingos, o parque recebe programação cultural para as crianças: é o Teatrinho do Mangal que leva ao público infantil mensagens de valores humanos e de preservação do meio ambiente. Informações sobre agendamentos e programação podem ser obtidas pelo telefone (91) 3242-5052.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318
Email: comunicacao@estacaodasdocas.com.br

Abertura da mostra "Para Todos"
no Museu de Gemas em Belém
Nesta quinta-feira, às 16h30min, no Pólo Joalheiro e Museu de Gemas do Estado do Pará, será aberta ao público a exposição "Para Todos - O Movimento das Pessoas com Deficiência no Brasil", com a presença de Fernando Antonio Medeiros de Campos Ribeiro, da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH-PR), Ivana de Siqueira, Diretora da Organização dos Estados Ibero Americanos (OEI) e das curadoras da mostra Vera Rotta e Maria José H. Coelho
A iniciativa é uma promoção da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SDH/PR em parceria com a OEI. A mostra conta ainda com o apoio da Fundação SM e da Secretaria Especial de Estado de Proteção e Desenvolvimento Social do Governo do Estado do Pará.
Concebida a partir do desenho universal e com todos os recursos de acessibilidade a Exposição “Para Todos” de permite a todas as pessoas, sem exceção, o acesso às informações. Por meio de uma linha do tempo os visitantes fazem um passeio pela história da discriminação sofrida e da luta das pessoas com deficiência para terem seus direitos humanos garantidos. De forma lúdica e educativa a exposição mostra como as pessoas com deficiência se organizaram e saíram do anonimato que foram relegadas por séculos. De que forma elas reivindicaram espaço e deslocaram, a luta pelos seus direitos, do campo da assistência social para o campo dos Direitos Humanos.
O espaço, conteúdo, ação educativa e informação da mostra estão ao alcance de todos os indivíduos, são perceptíveis a todas as formas de comunicação, permitindo a autonomia dos visitantes. Assim, o conteúdo pode ser usufruído independente da condição física, sensorial, intelectual ou capacidade de comunicação dos visitantes por meio de placas e catálogo em braile, recurso de audioguia e audiodescrição, piso tátil e informações  em Libras (vídeo).
A mostra iniciou sua itinerância em Porto Alegre (RS), onde, no período de um mês, foi visitada por mais de três mil pessoas. Em São Paulo esteve na 11ª edição da Reatech, em São Paulo – a tradicional Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade, no Memorial da Inclusão na sede da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo, e depois de Florianópolis, onde ficará até dia 16 de junho a mostra vai itinerar por outras  cidades nos próximos meses: Rio de Janeiro (Rio+20), Brasília, Cuiabá, Rio Branco, Belém e Recife.
O conteúdo dessa exposição se apoiou, entre outras fontes, em pesquisas feitas no material fornecido pela Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência da SDH/PR. Todo esse material serviu para a elaboração das informações que estão apresentadas na forma de textos, vídeos e áudios no espaço expositivo e no catálogo da mostra. A curadoria está a cargo das jornalistas Vera Rotta e Maria José Coelho e o projeto cenográfico foi desenvolvido pelos arquitetos Tiago Balem (coordenação) e Luciano Topin.
A mostra ficará aberta ao público até o dia 27 de outubro de 2012 no Espaço São José Liberto – Pólo Joalheiro e Museu de Gemas do Estado do Pará, na Praça Amazonas, Jurunas, Belém – Pará.

   



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...