Total de visualizações de página

quarta-feira, outubro 24, 2012

LEIA NESTE BLOCO DE NOTÍCIAS: Investigador baleado a caminho de casa não resiste e morre no hospital













Jatene lança Plano Estadual

de Ações Integradas para

pessoas com deficiência























 
“Existir”. Este é o nome do Plano Estadual de Ações Integradas à Pessoa com Deficiência, que foi lançado na manhã desta terça-feira, 23, pelo governador Simão Jatene, no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia. Ligado ao Plano Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - Viver sem Limite, engloba o conjunto das políticas setoriais coordenadas por diversos órgãos estaduais, coordenado pela Secretaria Especial de Proteção e Desenvolvimento Social (Seas) com a missão de avançar na luta pela garantia dos direitos humanos no Estado.
No total, 14 ações estruturantes integram o plano, sendo cinco na área da saúde, quatro na área da educação, uma na área da assistência, uma na área de habitação, duas na área de tecnologia e uma na área de esporte. O destaque fica para a construção do Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação. A concessão de Cheques Moradia para pessoas com deficiência também faz parte do plano estadual Existir. Durante a cerimônia de lançamento, o governador entregou 178 cheques para pessoas portadoras de deficiência. Com esta entrega, já chega a 500 o número de cheques distribuídos para este segmento do programa.
O centro funcionará no local onde hoje está o Terminal Hidroviário Luiz Rebelo. O terminal, inaugurado em dezembro de 2010, na rodovia Arthur Bernardes, em Belém, pela então governadora Ana Júlia Carepa (PT), encontra-se inativo em função de diversas irregularidades técnicas e operacionais. Orçado em cerca de R$ 30 milhões, o novo espaço deverá ser inaugurado em um prazo de 18 meses. “O terminal não estava adequado para atuar no segmento de navegação, por isso nós procuramos dar uma melhor utilização para o espaço, com um projeto que vai ajudar a melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas. Não será apenas um centro de reabilitação. Lá serão ministradas oficinas, cursos de capacitação e produção de próteses”, disse Simão Jatene.
Para o governador, a criação de um centro de inclusão é fundamental para o Estado do Pará, já que ¼ da população paraense, ou seja, 1 milhão e 700 mil pessoas apresentam algum tipo de deficiência. Considerando que cada família de uma pessoa com deficiência é composta por no mínimo três pessoas, calcula-se, segundo o Censo de 2010, que mais de 72% da população no Pará está indiretamente envolvida com a questão da deficiência. “Não dá para a sociedade não olhar isso e ignorar esses números. Essas pessoas têm potencial, tem o que dizer, tem o que fazer e tem como contribuir e muito com a formação da sociedade e é exatamente isso que a gente pretende”, enfatizou.
O secretário nacional de Promoção dos Direitos das Pessoas com Deficiência, Antônio José Ferreira, também esteve presente no lançamento do plano estadual e parabenizou a iniciativa do governo. “O governo do Pará está de parabéns pela elaboração e construção do plano. Ele está muito completo e mostrou que irá intervir no campo da saúde, educação, acessibilidade e inclusão, principalmente com a construção do centro de reabilitação”. Ainda de acordo com ele, o Governo Federal será parceiro do plano. “Com ações integradas conseguimos dar respostas positivas à sociedade. E esta pauta é suprapartidária, capaz de unir as forças do nosso país em prol da qualidade de vida das pessoas com deficiência”, concluiu.
Outras ações de relevância que se destacam no plano “Existir”, são as seguintes: implantação do programa Reabilita Pará Itinerante; construção de um ginásio Paraolímpico; instalação da oficina ortopédica descentralizada; instalação de centros especializados em atendimento odontológico; implantação da rede de cuidados à pessoa com deficiência; ampliação do atendimento educacional especializado com a integração de equipe de reabilitação, escolas com garantia de acessibilidade, de um centro de referência em tecnologia assistiva, entre outros. Os recursos a serem utilizados no plano serão oriundos do Tesouro Estadual, no total de R$ 103.814 milhões.

Texto:
Bruna Campos - Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990
Email: brunacampos@agenciapara.com.br








Justiça dos EUA cancela execução
de réu minutos antes de sua realização


Defesa alega que preso não tem capacidade mental para entender sua condenação

Prevista para ser realizada na terça-feira (23) na Flórida, a execução de um réu, que sofre de esquizofrenia e acredita ser o "príncipe de Deus", acabou sendo adiada para a primeira semana de novembro, informou nesta quarta-feira (24) o Supremo Tribunal dos Estados Unidos.
Após ter feito o que poderia ser sua última refeição, o preso John Errol Ferguson, que já se preparava para receber uma injeção letal, se viu envolvido em uma série de processos judiciais de última hora que acabaram impedindo sua execução.
Isso porque a Suprema Corte dos Estados Unidos resolveu atender um recurso de último minuto apresentado por um tribunal federal de apelações para invalidar a execução de Ferguson, condenado à morte por causa de oito assassinatos.
Em sua decisão, a qual a Agência EFE teve acesso hoje, o Supremo estabeleceu uma nova audiência para que a defesa de Ferguson e as autoridades da Flórida exponham seus argumentos, o que adiará sua execução, se é que a mesma ainda será realizada, até o dia 6 de novembro.
Conheça os métodos de execução de condenados à morte
Mulheres vão para corredor da morte por "crimes" sexuais
Pena de morte é banida em dois novos países a cada ano

O curioso é que o Supremo aceitou o recurso do tribunal de apelações apenas algumas horas depois de ter rejeitado outros recursos apresentados pela defesa, os quais também pretendiam anular a execução deste réu que há 34 anos se encontra no corredor da morte.
No que seria seu último dia de vida, Ferguson, de 64 anos, não recebeu visitas e pediu um sanduíche da cantina da prisão de Raiford (ao norte da Flórida) em sua última refeição, assim como chá doce para beber, detalhou um porta-voz do Departamento de Prisões da Flórida.
O governador da Flórida, Rick Scott, estabeleceu sua execução com injeção letal no último dia 16 de outubro, mas a decisão acabou sendo adiada pelos recursos apresentados por sua defesa, que alega que o preso não tem capacidade mental para entender sua condenação.
Recentemente, um grupo de psiquiatras avaliou o réu a pedido da defesa e determinou que, apesar de acreditar que é o "príncipe de Deus" e que ressuscitará, ele também entende que será executado e os motivos pelos quais foi condenado à morte.
Ferguson está condenado pelo assassinato de seis pessoas em Carol City, em julho de 1977, e de outras duas em 1978 em Hialeah, cidades no sul da Flórida.
Por conta desses crimes, o réu possui oito penas de morte, cinco prisões perpétuas, duas penas de 30 anos, quatro de 15 e uma de cinco.
Desde que a pena de morte foi restabelecida na Flórida em 1976, este Estado executou 72 réus, segundo o Departamento de Prisões.





Leilão de virgindade de brasileira

termina com lance de R$ 1,5 mi





DE SÃO PAULO

O leilão da virgindade da brasileira Catarina Migliorini, 20, foi encerrado nesta quarta-feira com o lance de US$ 780 mil (o que equivale a cerca de R$ 1,5 milhão). O último lance computado pela virgindade da brasileira foi dado hoje por um japonês identificado apenas como Natsu.
Contardo Calligaris: Quanto vale uma virgem?
"Sempre fui uma menina muito, muito romântica", diz Catarina
Não apoio, mas estou com ela, diz mãe
 



Catarina disse que era virgem e que tem exames para provar essa condição. Ela se dispôs a ir a um médico de confiança do ganhador do leilão para ser examinada. A catarinense se disse preocupada com o final do leilão.
O russo Alexander Stepanov, que também leiloava a virgindade, encerrou com o lance de US$ 3.000 (cerca de R$ 6.000) vindo do Brasil. O comprador é identificado no site apenas como Nene B., mas não é informado o sexo da pessoa.
A "experiência" dos dois jovens faz parte do documentário "Virgins Wanted", que conta a história de dois jovens antes e depois da primeira vez.
Segundo os produtores do filme, Catarina se entregará a um estranho a bordo de um avião entre a Austrália e os Estados Unidos. Serão feitas muitas entrevistas antes e depois do ato sexual, mas quem vencer o leilão terá a opção de permanecer anônimo. O ato sexual não será filmado.
A garota também pretende usar o dinheiro para estudar medicina na Argentina. "Já estava até matriculada, mas decidi adiar e vou em 2013. Tenho 20 anos, sou responsável pelo meu corpo e não estou prejudicando ninguém", disse em entrevista à Folha.

Colaborou JACIRA WERLE, DE SYDNEY

 

  

Brasileiro desenvolve vacina

 experimental mais eficaz

contra vírus da Aids


Uma vacina com a combinação de cinco anticorpos conseguiu manter os níveis do vírus da Aids (HIV-1) abaixo dos detectáveis durante mais tempo que os tratamentos atuais, informou nesta quarta-feira (24) a revista Nature. O estudo fo feito pelo imunologista brasileiro Michel Nussenzweig, membro da Academia Americana de Ciências na Universidade Rockefeller, em Nova York.
O tratamento experimental é composto por cinco potentes anticorpos monoclonais, idênticos entre si porque são produzidos pelo mesmo tipo de célula do sistema imunológico, e foi administrado em ratos "humanizados" - ou seja, que dispõem de um sistema imunológico idêntico ao humano, permitindo que sejam infectados com o vírus HIV. Estima-se que esta é uma fórmula que poderia evitar a infecção de novas células.
Nussenzweig observou que, desde que foi iniciado o tratamento, a carga viral tinha caído para níveis abaixo dos detectáveis e assim se mantiveram por até 60 dias após o término do tratamento. Em seguida, o cientista brasileiro comparou resultados ao tratar ratos com uma combinação de três anticorpos monoclonais e, também, com um tratamento baseado em um único anticorpo.

LEIA MAIS

Ao tratar os roedores com uma vacina com três anticorpos, o HIV se manteve em níveis baixos até 40 dias após o fim do tratamento, enquanto a monoterapia só permitiu que o vírus não fosse detectado durante o tempo em que o rato estava recebendo o tratamento, cerca de duas semanas.
"O experimento demonstrou que combinações distintas de anticorpos monoclonais são eficazes na hora de suprimir a replicação do HIV em ratos 'humanizados', por isso podem prevenir a infecção e servir para o desenvolvimento de novos tratamentos", defendeu o especialista em seu artigo.
Na atualidade, o tratamento anti-retroviral em humanos consiste em combinar pelo menos três drogas antivirais para minimizar o surgimento de vírus mutantes resistentes aos remédios.

No entanto, o HIV se armazena em uma espécie de "depósito" ou reservatório viral, o que faz com que a carga viral do paciente se eleve quando o tratamento farmacológico é interrompido, e o vírus volta a aparecer depois de 21 dias.

Apesar dos resultados promissores de Nussenzweig, ainda serão necessários testes clínicos que permitam avaliar a eficácia do tratamento em humanos e medir os efeitos sobre a infecção em longo prazo.


Circulando pelas redes sociais



Estado abre programação especial em homenagem aos servidores








A abertura da programação alusiva ao Dia do Servidor Público ocorreu nesta quarta-feira (24), com a apresentação de diversas ações voltadas aos funcionários do Estado. O vice-governador Helenilson Pontes abriu o evento, no auditório da Fundação Tancredo Neves, onde a Feira do Servidor concentra diversos serviços e atividades voltados para a valorização dos profissionais do serviço público.
As atividades fazem parte do Programa de Valorização do Servidor Público Estadual e do Programa de Saúde e Segurança Ocupacional do Servidor. Na ocasião, foi apresentado o trabalho desenvolvido pelo Instituto de Assistência dos Servidores do Estado (Iasep), cujo presidente, Kléber Miranda, detalhou as três principais ações de atendimento. A primeira delas é o Iasep Movel, que descentraliza os atendimentos das clínicas e laboratórios, levando aos órgãos públicos consultas e exames, sem gastar a cota anual do Plano Assist.
Kleber Miranda também destacou o Assistlar, atendimento domiciliar dedicado aos pacientes com dificuldade de locomoção que ainda necessitam da assistência do plano. O Iasep inovou ainda com o Programa Vitalidade, que já atende 200 pacientes crônicos, buscando garantir a qualidade de vida dos segurados e dos dependentes acima de 60 anos. “O instituto tem como meta a valorização do servidor público, com a oferta de serviços de qualidade de atenção à saúde”, ressaltou.
Valorização – Durante a programação, o diretor da Escola de Governo do Pará (EGPA), Rui Martini, também apresentou o Programa de Formação de Gestores Públicos e Qualificação dos Servidores, voltado principalmente para capacitar o funcionário recém-admitido no serviço público, com a oferta de diversos cursos e especializações que valorizam o profissional e melhoram a qualidade do serviço oferecido à população.
O vice-governador do estado Helenilson Pontes destacou a importância do servidor público na execução das políticas públicas voltadas para a melhoria da qualidade de vida da população. “O Estado tem, entre suas metas, oferecer ao funcionário a oportunidade de se capacitar e crescer no serviço público. Além da especialização profissional, a população também ganha ao ter serviços prestados por servidores capacitados”, destacou.
Representando os servidores públicos, a funcionária da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) Eliana CristIna agradeceu ao governo do Estado por priorizar a nomeação dos concursados, incluindo ela mesma, que foi nomeada ano passado após prestar concurso em 2008. “Não é fácil ser servidor público. Hoje o Estado oferece capacitação a esse profissional, que tem uma missão muito maior, de servir à sociedade”, disse.
Ainda em comemoração ao Dia do Servidor, celebrado domingo (28), a secretária de Estado de Administração, Alice Viana, anunciou a parceria com 16 academias de ginástica em Belém, que vão oferecer ao trabalhador e familiares segurados a oportunidade da prática de exercícios físicos com descontos de 5% a 50%.
Até o dia 26, o Iasep oferece, no hall Ismael Nery, do Centur, ações de cuidado à saúde, com exames básicos e consultas médicas nas áreas da odontologia, urologia, fonoaudiologia e oftalmologia. Também estão disponíveis serviços de emissão de documentos (RG, certidão de nascimento e carteira profissional), além da sensibilização sobre responsabilidade social e informações sobre doação de sangue e cadastro para doação de medula óssea.

Texto:
Danielle Ferreira-Secom



Seas promove seminário sobre convivência familiar e comunitária
Os direitos das crianças e adolescentes serão discutidos em seminário que vai tratar sobre a “Convivência Familiar e Comunitária”, nesta quinta (25) e sexta-feira (26), no auditório da Universidade da Amazônia (Unama). Promovido pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), o encontro objetiva divulgar e promover reflexões sobre o tema com os municípios, de modo a contribuir na elaboração do Guia Orientador para a construção dos Planos Municipais e Estaduais de Promoção, Proteção e Defesa de Crianças e Adolescente à Convivência Familiar e Comunitária. A expectativa é que mais de 140 gestores da assistência social de todos os municípios paraenses participem do seminário.
Segundo a diretora de Assistência Social da Seas, Rosiane Souza, o seminário terá oficinas visando mobilizar os atores do Sistema de Justiça da Infância e Juventude, em particular, e do Sistema de Garantia de Direitos, em geral. “São palestras e debates dos fluxos operacionais sistêmicos que deverão estabelecer condições necessárias para a revisão crítica de práticas institucionais O objetivo é induzir mudanças no modelo organizacional, relacional e ético-político, enfatizando o respeito, a promoção, a proteção e a defesa do direito humano de crianças e adolescentes à convivência familiar e comunitária”, explica.
Programação
Dia: 25/10/12
08h às 09h – Credenciamento/ Atividade Cultural
09h às 11h - Mesa de Abertura: Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente, Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda), Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas); Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh); Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa); Juizado da Infância e Juventude; Ministério Público; Defensoria Pública; Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Cedeca); e Conselho Estadual de Assistência Social (Ceas);
11h às 12h – Planos Municipais de Promoção, Proteção e Defesa do Direito de Crianças e Adolescentes à Convivência Familiar e Comunitária Sérgio Marques – Coordenador Nacional (Secretaria Nacional de Direitos Humanos)
12h às 13:30 – Almoço
13:30 - Dinâmica de Grupo
13:30 às 17h – Mesa redonda: A Responsabilidade do Estado na Condução de Políticas Integrais à Criança e ao Adolescente
Plano de Convivência Familiar e Comunitária – Facilitadora: Promotoria da Infância e Juventude (TJ)
Plano decenal e o Plano de Convivência Familiar e Comunitária – Facilitador: Conselheiro do Conanda
O Suas como um pilar fundamental ao Direito à Convivência Familiar e Comunitária – Facilitadora: Rosiane Souza (Seas)
- Relato de Experiência sobre a implementação de Planos Municipais de Convivência Familiar e Comunitária no Pará. Facilitador: Representante do Município de Ananindeua
Dia: 26/10/12
09:30 às 12h – Apresentação das Atividades: Comissão Organizadora/ Separação em grupos para as oficinas
12h às 13:30 – Almoço
14h às 15:30 – Separação da Oficinas
15:30 às 16h – Formação do Fórum Regionalizado
16h às 17h – Apresentação das propostas em Planárias/ Encerramento

Data da pauta: 25/10/2012 08:00:00
Data de expiração: 26/10/2012 17:00:00
Local: Auditório da Universidade da Amazônia (Unama)
Endereço: Avenida Senador Lemos, 2.809, entre travessas Angustura e Barão do Triunfo
Contatos: Rosiane Souza, diretora de Assistência Social da Seas: 8215- 8586









Torcedores podem resgatar documentos perdidos no Mangueirão

A iniciativa da SEEL é magnífica e merece até aplausos do Pelé
 
A Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) divulgou o nome de pessoas que perderam documentos durante o jogo entre Paysandu e Salgueiro, no último domingo (21), no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão, em Belém. Mais de 50 documentos, entre RG, CPF, CNH, carteira estudantil, carteira militar, carteira de clube foram encontrados pela equipe técnica do estádio. Quem estiver na lista, deve entrar em contato com a área administrativa do Mangueirão, através dos números (91) 3238-4244 e 3245-3949.
Elizandra Silva Conceição
Simão Pedro Figueira de Oliveira
Elielson da Silva Santos
José Augusto Sarmento Costa
Ivan Gomes Cardoso
Júlio da Trindade Maia Filho
Olivar Bastos Magalhães
Gustavo da Silva Pinto
Ryan Riguel Barbosa do Espírito Santo
Nildo de Souza Rodrigues
Alexandre de Ataíde Santos
Raimunda de Freitas Silva
Gildomar Costa da Costa
João Batista da Silva Santos
Juarez Adison Martins de Oliveira
Moacir Reis da Silva
Gabriel Chucre dos Santos
Antônio Carlos Santos Melo
Eugênio Silva de Sousa
Denis Espirito santo da Costa
Manuel Ricardo farias da Costa
Carlos Benedito de Mello Gonçalves
Luiz Carlos Pinheiro de Souza
Marcelo Moreira Borges
Ericival Ferreira da Silva
Alysson Lopes da Costa
Thiago Brito Cabral
Seuzemir Raimundo Brito de Araújo
Carlos Alberto Vieira dos Santos
Kleyton Louxeiro Ferreira
Raimunda Cristina Sousa Rodrigues
Edil Silva da Paz
Antônio Reginaldo do Rosário e Silva
Márcio Roberto Ribeiro
Eliana Fernandes Martins
Erick Sousa Santos
Manoel Henrique C. Neto
Eldinne Lobo de G. Olievira
Caio Godinho da Costa
Igor Júnior Souza Melo
Antônio Américo Espírito Santo
Almir Silvio Campos Dias
Olivar Ferreira da Cruz
André Luiz de Souza Costa
Pedro Paixão
Almir de castro Souza
Macionilo Vieira Alves
Thiago B. Cabral
Helielton B. Gonçalves
Valdileme P. Menezes
Alexandre A. Santos
Carlos Alberto dos Santos
Ariana Viana da
Raimundo W. C. de Oliveira da S.S

Texto:
Angela Bazzoni-Seel
Fone:  / (91) 8883-5649
Email: ascomseel22@gmail.com





Estudante do Pará é selecionado para Programa Jovens Embaixadores dos EUA

“A dedicação, o esforço e o interesse pelos estudos podem nos levar a qualquer lugar do mundo”. A frase do estudante Igo Pinheiro Lopes, 16 anos, é a síntese de que o esforço em busca do conhecimento vale a pena. E no caso de Igo, as horas dedicadas ao aprendizado irão levá-lo aos Estados Unidos. Em janeiro de 2013, o estudante representará o Pará, “com um imenso orgulho”, no Programa Jovens Embaixadores.

O estudante do 2º ano do Ensino Médio da Escola Estadual Clotilde Pereira, no município de Castanhal, diz que sempre sonhou em viajar ao exterior, mas que nunca pensou que fosse em meio a tanta responsabilidade. Filho único de mãe dona-de-casa e pai motorista de ônibus, o menino é o orgulho da família e conta que seus pais sempre o ajudam e incentivam muito quando o assunto é educação.
“Meus pais sempre se preocuparam com o meu futuro e sempre me incentivaram a estudar, me dedicar e ser um bom aluno”, relata o estudante que se diz dividido entre cursar graduação em Psicologia ou Relações Internacionais.

Por gostar muito de língua inglesa, ser um bom aluno, ter liderança e prestar serviço voluntário, entre outros requisitos, Igo se inscreveu para participar do programa. Ele foi o escolhido em meio a centenas de alunos. Na escola, todos estão orgulhosos e já há quem queira seguir o exemplo do colega.

Programa - O Jovens Embaixadores é uma iniciativa de responsabilidade social da Embaixada dos Estados Unidos, em parceria com os setores público e privado em ambos os países, que beneficia e busca alunos brasileiros da rede pública que são exemplos em suas comunidades em termos de liderança, atitude positiva, consciência cidadã, excelência acadêmica e conhecimento da língua inglesa.
O principal objetivo do programa é valorizar e promover o fortalecimento da educação pública por meio desses jovens, transformando-os em modelos para seus colegas e a comunidade.

Os vencedores viajam em janeiro para um programa de três semanas nos Estados Unidos. Durante a primeira semana, visitam a capital do país, seus principais monumentos, participam de reuniões em organizações dos setores público e privado, visitam escolas e projetos sociais.
Após essa primeira semana em Washington, os participantes são divididos em sub-grupos e cada um viaja para um estado diferente dos EUA. Lá, são hospedados por uma família americana, assistem aulas e interagem com jovens da sua idade, participam de atividades culturais, de responsabilidade social e de empreendedorismo e liderança e fazem apresentações sobre o Brasil.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8802-0325
Email: inezfabianabatista@gmail.com


Investigador baleado a caminho de
casa não resiste e morre no hospital

O investigador da Polícia Civil José Luiz Maia Pojo, 50 anos, morreu na tarde desta quarta-feira (24). Ele estava internado no Hospital Saúde da Mulher desde sábado passado, quando foi baleado ao passar de moto pelo canal da travessa Pirajá, a caminho de casa, em Belém. Um dos envolvidos no crime, preso em flagrante, é Daniel Pereira de Souza, de apelido “Topete”, identificado como o homem que conduzia a moto usada para transportar o autor dos disparos. Três tiros atingiram a vítima, que teve o intestino perfurado por um dos projéteis.
Com sete anos na Polícia Civil, o investigador foi nomeado em 2 de fevereiro e empossado em março de 2005. Foi lotado em delegacias do interior do Estado, nos municípios de Goianésia do Pará, Bannach, Ourilândia do Norte, Redenção e Rio Maria. Estava desde o fim de 2010 na Delegacia do Distrito de Decouville, em Marituba, região metropolitana de Belém. José Luiz faria 51 anos no próximo dia 27. As investigações sobre o crime prosseguem. A família ainda não confirmou o local de velório e do sepultamento.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com





Operação policial resulta na apreensão de 16 motocicletas em Uruará

Dezesseis motocicletas com descargas adulteradas estão apreendidas, desde a segunda-feira passada, na Delegacia de Uruará, sudoeste do Pará, graças à operação conjunta das polícias Civil e Militar denominada "Kadron: Não Durma com Esse Barulho". O objetivo da ação policial é combater o excesso de barulho na cidade gerado por esse tipo de veículo, que causa transtornos à população.
Segundo o major Josiel, comandante da 13ª Companhia Independente da Polícia Militar, a operação continua no trânsito da cidade. "Não vamos combater só o uso de descargas barulhentas, mas também a condução de veículos feita por adolescentes e o transporte de várias pessoas numa mesma moto", disse. A operação foi desencadeada no início do ano e vem ocorrendo pontualmente ao longo dos meses.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com



Pará apresenta trabalhos na Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia

Um grupo de alunos e professores das escolas públicas dos municípios de Igarapé-Miri, Ourilândia do Norte e Terra Alta estão representando o Pará na maior feira de ciências da América Latina, a 27ª edição da Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec), que acontece na cidade de Novo Hamburgo, no Rio Grande do Sul. O evento acontece até o próximo sábado, dia 27, no Centro de Eventos Fenac, envolvendo representantes de 20 países e de todos os estados brasileiros.
Além da Mostratec, considerada uma referência internacional entre as feiras do gênero, ocorre paralelamente, o 19º Seminário Internacional de Educação Tecnológica (Siet), e o 4º Salão da Inovação, que busca mostrar os avanços tecnológicos de empresas e instituições inovadoras em diversos campos de atividade.
A Mostratec reúne jovens cientistas entre 14 e 20 anos de idade. Nesta edição da Feira estão sendo apresentados 350 projetos, distribuídos em 13 diferentes áreas. Cada uma das categorias destacará os quatro melhores classificados e os destaques gerais receberão prêmios de tecnologia oferecidos por diversas empresas e instituições. Da mesma forma, 11 universidades estarão premiando projetos com bolsas integrais de estudo.
Projetos – Participam da Mostra os estudantes Maurício Pantoja e Josué Gonçalves Pantoja, da Escola Municipal Bom Jesus 1, de Igarapé-Miri, com o projeto “Transformando os resíduos do buriti em farelo para suínos” e “Carvão: produtos alternativos para a preservação do meio ambiente e para a geração de emprego e renda no município de Igarapé-Miri”.
Participam também os estudantes da escola estadual Dr. Romildo Veloso e Silva, localizada em Ourilândia do Norte, Pedro Henrique Alves Mota e Rogemilar Conceição Araújo, com o projeto “A utilização de jogos (dama, dominó, baralho e tabuleiro) no processo de ensino aprendizagem em Química”. Além dos projetos “Ressurreição do furo do Rio Santo Antônio”, da aluna Manoela da Silva Cunha ,e “Plantas e ervas medicinais no uso cotidiano dos sujeitos” dos alunos Antônio Warnald Wendel Venâncio dos Santos e Wena D`Paula Venâncio de Andrade.
Para Gilberto Silva, professor da rede estadual e coordenador de Incentivo a Pesquisa da Secretaria Municipal de Igarapé-Miri, a participação de alunos professores nesse tipo de evento é de grande importância, pois eles tem a oportunidade de conhecer outros alunos e professores do Brasil e de outros países. “O intercâmbio cultural vivenciado por esses alunos, muda a visão de mundo transformando eles em cidadãos, críticos com novos olhares para os problemas de seu meio onde vivem”, ressaltou.

Texto:
Danielly Gomes-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 9902-1475
Email: danielly.gomes@seduc.pa.gov.br


Mais de 106 mil se inscrevem nos processos seletivos da Uepa

Mais de 106,6 mil candidatos se inscreveram aos processos seletivos 2013 da Universidade do Estado do Pará (Uepa), 8,6 mil a mais que no ano passado. Este ano, o curso mais concorrido é medicina em Marabá, que no Prosel tem 183,10 pessoas concorrendo a uma vaga. No Prise, terceira etapa, a disputa mais acirrada é para educação física, segundo semestre noturno, em Belém, que oferta 13 vagas e teve 137 inscritos, o que resulta em 10,54 candidatos por vaga.

O curso de medicina em Marabá é uma das grandes novidades do processo seletivo 2013 da Uepa. Serão 20 vagas divididas entre Prosel e Prise, com início das aulas a partir do segundo semestre do ano que vem. A graduação vai fortalecer a formação de mão de obra qualificada na área da saúde no sul do Pará. No Prosel, foram mais de 1,8 mil candidatos inscritos; no Prise, 95 disputam dez vagas.

Na capital, os cursos mais concorridos pelo Prosel são fisioterapia, com 113,95 candidatos por vaga; educação física, primeiro semestre matutino, com 90,62 por vaga; e medicina Belém com 86,12 por vaga. Considerando apenas o curso, engenharia de produção é um dos mais concorridos da Uepa, com uma relação de 85,15 candidatos por vaga.
Entre os mais concorridos em Belém estão engenharia ambiental matutino e engenharia de produção matutino, cujas concorrências são de 10,3 candidatos por vaga, cada. O terceiro curso mais concorrido é educação física, segundo semestre, vespertino, que tem uma demanda de 9,85 por vaga. No Prise por curso em Belém (sem considerar turno ou início das aulas), os três mais concorridos são engenharia ambiental e de produção e fisioterapia, com 9,6 candidatos por vaga; e bacharelado em design, com 8,65 disputando uma vaga.
No processo seletivo 2013 da Uepa estão sendo ofertadas 3.262 vagas em 23 cursos de graduação, divididas igualitariamente entre as duas modalidades de acesso, ou seja, 1.631 vagas para o Prise e 1.631 vagas para o Prosel. Dos mais de 106 mil inscritos, 53,2 mil concorrem pelo Prosel; no Prise, são 32, 4 mil inscritos na primeira etapa, 15,6 mil na segunda etapa e 5,2 mil, na terceira.

Outras novidades deste ano são a implantação do curso de licenciatura em geografia em Barcarena e a reformulação da graduação em tecnologia agroindustrial, que antes tinha duas habilitações (alimentos e madeira) e agora será ofertado em engenharia florestal e tecnologia de alimentos.

Nos municípios de Cametá, Castanhal, Redenção e Salvaterra serão ofertadas vagas para o curso de tecnologia de alimentos e em Paragominas, para o de engenharia florestal. Em Belém e Marabá, serão abertas turmas para as duas graduações.
Provas – Os processos seletivos serão feitos em três etapas marcadas, respectivamente, para os dias 2, 3 e 16 de dezembro, das 8 às 13 horas (horário local), com abertura dos portões às 7 horas. Os candidatos inscritos pelo Prosel fazem as três etapas em apenas um ano; os do Prise devem comparecer aos locais de prova somente no dia destinado à fase correspondente. Os locais de prova serão divulgados, em breve, no site da Uepa
.
Na primeira etapa, os candidatos devem responder a 56 questões objetivas de conhecimentos gerais nas áreas de química, matemática, física, biologia, língua portuguesa, literatura brasileira e portuguesa, história e geografia, que valem um ponto cada. Na segunda fase, serão 60 questões objetivas de conhecimentos gerais e língua estrangeira. No último exame, os candidatos respondem a 54 questões objetivas, incluindo língua estrangeira, e uma redação valendo 30 pontos.
No dia da prova, os candidatos devem ter em mãos documento oficial com foto, como a carteira de identidade ou de trabalho. Na impossibilidade de apresentar os documentos originais por perda, roubo ou furto, será necessário apresentar um atestado de registro da ocorrência em órgão policial, expedido há, no máximo, 90 dias.
Os candidatos a uma vaga nos cursos de licenciatura plena em música e bacharelado em música no Prosel 2013 ou na terceira etapa do Prise devem submeter-se, obrigatoriamente, ao exame habilitatório, que tem caráter eliminatório e vale 30 pontos. São duas provas práticas, dias 5 e 6 de novembro, no Centro de Ciências Sociais e Educação (CCSE) da Uepa e no Conservatório Carlos Gomes, em Belém, e nos campi da universidade em Santarém e Vigia.
O candidato considerado habilitado continua concorrendo ao respectivo curso. O inabilitado concorre a outra opção, escolhida na inscrição. O inscrito ao curso de bacharelado em música considerado parcialmente habilitado e que preferiu optar pelo curso de licenciatura pôde formalizar a opção no momento da inscrição.

Texto:
Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221 / (91) 8112 0744
Email: ascom.uepa@gmail.com / ascom@uepa.br


Polícia Civil do Pará prende em Manaus autor de homicídios no Pará e Amapá
Policiais civis de Santarém, oeste do Pará, sob o comando do delegado Silvio Birro, conseguiram localizar e prender, na noite desta terça-feira (23), em Manaus (AM), Clorisvaldo Batista dos Santos, 32 anos, acusado da autoria de três homicídios, dois deles no Pará e outro no Amapá. O mais recente crime se registrou em Macapá, em 7 de agosto deste ano, quando ele matou com oito facadas Maely Gouveia dos Santos, de 24 anos. Natural de Alenquer, também na região oeste do estado, Clorisvaldo foi preso, por volta de 18 horas, em frente a uma farmácia, na Avenida Tefé, bairro Japiim, na capital amazonense. O preso permanece recolhido, em um presídio em Manaus, no aguardo de autorização para transferência para Santarém, o que deve ocorrer na manhã desta quinta-feira (25). A equipe policial do Núcleo de Apoio às Investigações (NAI) de Santarém, vinculada ao Núcleo de Inteligência Policial (NIP), estava em Manaus, desde a segunda-feira passada.
Na capital amazonense, os policiais civis do Pará contaram com apoio da Secretaria Executiva Adjunta de Inteligência (SEAI), do Amazonas, sob comando do delegado Thomás Vasconcelos. As investigações contaram com denúncias anônimas feitas ao serviço Disque-Denúncia, fone 181, da Polícia Civil do Pará. Segundo o delegado Silvio Birro, após o crime ocorrido em Macapá, Clorisvaldo fugiu para Alenquer, onde residem familiares. Ao saber que era procurado, o acusado teria feito ameaças por telefone endereçadas a autoridades do município de Alenquer, fato este que veio à tona por meio de um radialista da cidade. Clorisvaldo Batista dos Santos foi condenado em tribunal do júri popular, no dia 28 de abril de 2006, a 13 anos de reclusão em regime fechado por homicídio.
Ele permaneceu recolhido no presídio de Santarém, até os primeiros meses deste ano, quando passou a cumprir a pena em regime aberto, pelo qual era obrigado a comparecer ao Fórum. Contudo, o criminoso fugiu de Santarém e teve a prisão preventiva decretada pela 9ª Vara Criminal da cidade. Em liberdade, ele fugiu para Macapá, onde matou Maely dos Santos. Por determinação do delegado-geral da Polícia Civil do Pará, Nilton Atayde, a equipe de policiais civis do NAI de Santarém assumiu as investigações. Os agentes localizaram o paradeiro de Clorisvaldo na cidade de Manaus. "De imediato, a equipe policial foi deslocada para aquela cidade, onde Clorisvaldo foi preso", explicou Silvio Birro.
Crime em Macapá - O assassinato cometido por Clorisvaldo dos Santos, em Macapá, teve ampla repercussão na cidade. O crime aconteceu em frente a um supermercado, no bairro Perpétuo Socorro. O crime foi todo registrado pelo circuito de câmeras de segurança do estabelecimento. As imagens percorreram o mundo por meio da internet. A vítima Maely Gouveia dos Santos estava grávida de quatro meses. As câmeras registravam o horário de 18:15, quando a mulher, que estava parada em frente ao local, foi atacada pelas costas por Clorisvaldo. Foram oito golpes que levaram a mulher à morte no local. No dia 15 de agosto, a delegada Odanete Biondi, da Delegacia Especializada em Crimes Contra a Pessoa (Decipe), da Polícia Civil amapaense, responsável pelas investigações do homicídio, divulgou o nome do assassino à imprensa de Macapá. Clorisvaldo teria assassinado a vítima, pois ela teria ameaçado contar à Polícia que a droga apreendida por policiais federais, quatro meses antes, no porto de Santana, no Amapá, seria de propriedade do acusado.
A informação teria sido revelada pelo companheiro da vítima que foi preso em flagrante com a droga apreendida e atualmente está em um presídio, em Macapá, para responder na Justiça por tráfico de drogas. Segundo informações da imprensa local, o acusado teria sido reconhecido pelo companheiro de Maely por meio das imagens registradas pelas câmeras do supermercado. Segundo o presidiário, Clorisvaldo foi quem lhe contratou para fazer o transporte da droga. Assim, a delegada indiciou Clorisvaldo por homicídio e representou, junto à Justiça, pela prisão preventiva do acusado. A ordem judicial foi decretada pela Comarca de Macapá, passando o acusado à condição de foragido da Justiça. Ele também tem mandado de prisão decretado em Alenquer, no Pará, e é investigado pela autoria de assaltos e de tráfico de drogas em Manaus. 

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com



Guia Nacional de Tributos Estaduais passará por mudanças a partir do dia 31
O Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) informar os contribuintes de impostos que haverá alteração na Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais (GNRE). A partir do dia 31 de outubro a versão off-line da GNRE deixará de existir, permanecendo apenas a emissão em lote até 30/11/2012. A partir de 1º de dezembro deste ano a Guia só poderá ser emitida de forma individual ou em lote na versão online, no portal www.gnre.pe.gov.br ou através de WebService, no caso de lote.
A Guia Nacional de Recolhimentos Estaduais é utilizada no recolhimento de tributo nas operações de vendas interestaduais sujeitas à substituição tributária. No Portal da GNRE o contribuinte poderá gerar a Guia Online e  fazer consultas.  
A Secretaria da Fazenda do Pará (Sefa) utiliza GNRE on line desde agosto, que propicia maior eficiência na base de pagamentos efetuados, reduzindo o prazo de fechamento da arrecadação. No Pará, atualmente, também utilizam GNRE on line o Banco do Brasil, Bradesco e Caixa Econômica Federal, e há previsão de ampliação da rede arrecadadora, que passará a recolher os tributos estaduais utilizado, exclusivamente, o documentário com código de barras.
Os agentes arrecadadores GNRE credenciados junto aos estados estão cientes do cronograma e das modificações na GNRE online. Caberá aos bancos a responsabilidade de oferecer, aos contribuintes, os meios adequados para quitação da nova Guia.
Nesta etapa de transição do serviço off line para on line as empresas poderão se cadastrar no portal, mediante identificação por e-CNPJ (certificação digital) e demandar a emissão de grandes lotes de GNRE por WebServices. Para utilizar o WebService, a empresa deve possuir certificado digital (e-CNPJ) e solicitar o cadastramento do CNPJ no Portal através de e-mail (gnre@sefaz.pe.gov.br) e desenvolver uma aplicação para utilizá-lo. 

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa
Fone: (91) 3323-4210  / (91) 9991-3237
Email: anamar@sefa.pa.gov.br


Polícia Militar treina cães para operações em área de selva
A Companhia Independente de Policiamento com Cães, subordinada ao Comando de Missões Especiais (CME) da Polícia Militar, na última terça-feira (23) uma série de instruções referentes ao processo de ambientação dos animais usados em operações em área de selva. A atividade formativa é fruto de parceria com o canil do Exército Brasileiro.
O objetivo é treinar os cães em vários tipos de terrenos, nas temperaturas típicas da região e exposição a barulhos incômodos, de materiais como “bombinhas” até granadas e outros artefatos usados em ações de controle de distúrbios civis. Um dos locais do treinamento é a sede da 5ª Companhia de Guardas.
Também está sendo feito o trabalho de ambientação dos animais, ação considerada de fundamental importância para operações com emprego do canil, como é o caso do policiamento em praças desportivas e revistas em presídios.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar
Fone: (91) 3277-5623 / (91) 88831346
Email: ascom@pm.pa.gov.br


Projeto mineiro lança três livros de pesquisa na Casa da Linguagem
Três novos volumes literários serão lançados, nesta quinta-feira (25), às 17h, na Casa da Linguagem. Os livros integram o projeto "Residência Artística Terra Una" realizado em Minas Gerais e tem a coordenação do artista Nadam Guerra. O artista está em Belém, a convite da Fundação Curro Velho onde ministra oficina sobre "Objeto e Performance" até a próxima sexta-feira, 26 de outubro.
Segundo Nadam Guerra, são três projetos com artistas que se transformaram em livros. “Um dos livros é o 'Prêmio Interações Florestais de 2011'. Outro catálogo é referente ao 'Festival de Performance – VER – Encontro de Arte Viva', com duração de 10 dias e que reuniu 25 artistas do Brasil todo, apresentando, pensando e trocando ideias sobre arte, vida e performance. Outro livro é sobre 'Arte e Sustentabilidade', no qual os artistas tinham a proposta de trabalhar com os moradores da ecovila, que são educadores, pessoas ligadas a ecologia, ao movimento social que tem um outro foco na vida. Como conversar sobre arte contemporânea com essas pessoas”, explica Nadam Guerra.
Os artistas, atores e pessoas interessadas em "Arte e Performance" podem participar do lançamentos dos catálogos e de um bate papo com o público paraense. A programação começa às 17h, na Casa da Linguagem, localizada na avenida Nazaré, nº31, esquina com avenida Assis de Vasconcelos. A entrada é franca.  

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Fone: (91) 3184-9102/ 3184-9127 / (91) 8895-1334/ 8890-0357
Email: andreza_gomes@ig.com.br


Certificação de produtos agrícolas artesanais é tema de palestra na Sagri
A certificação de produtos agropecuários artesanais com foco na agricultura familiar foi o tema da palestra ministrada por dois integrantes do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), na manhã desta quarta-feira (24), no auditório da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri). O evento reuniu funcionários da secretaria e outras entidades que têm foco no setor agropecuário do estado do Pará.
A palestra foi aberta pelos secretários de Estado de Agricultura, Hildegardo Nunes, e de Ciência, Tecnologia e Inovação, Alex Fiúza de Melo, que deram as boas vindas aos presentes e aos palestrantes: Altino Rodrigues Neto, diretor geral do IMA, e Gilson Assis Sales, gerente de Educação Sanitária e Apoio à Agricultura Familiar do órgão.
O IMA é um órgão da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, responsável pela execução das políticas públicas de defesa sanitária animal e vegetal no estado. Ele também atua na inspeção de produtos de origem animal, certificação de produtos agropecuários, educação sanitária e no apoio à agroindústria familiar atendendo aos 853 municípios do território mineiro. Baseada nesta experiência bem sucedida, a Sagri convidou o IMA para a troca de informações. O objetivo principal é que o Pará tenham um programa de certificação como o praticado em Minas Gerais, que será denominado Certifica Pará.
Alex Fiúza de Melo disse que o importante é sair do isolacionismo, superar os gargalos da agroindústria de pequeno porte e que a Secti dará total apoio à Sagri na empreitada de ter um selo de certificação para que os produtos artesanais paraenses possam ser comercializados em todo território nacional.
Altino Rodrigues Neto explicou que o antigo sistema de defesa agropecuária apenas fiscalizava, mas que hoje busca a certificação. “Só fazer a defesa não traria o reconhecimento para uma instituição. Hoje, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) financia o IMA e já certificou cerca de 200 produtos da agricultura familiar em Minas”, informou Altino. “Nossa intenção é trocar experiências, buscando a regularização da agricultura familiar, que é uma realidade. Esperamos que os estados se unam para produzir uma legislação, estabelecendo normas para atender às produções regionais”, concluiu o diretor geral do IMA.     
Certificar um produto regional tem um longo caminho que esbarra, principalmente, na legislação federal brasileira. “Os produtos regionais precisam ser habilitados ou eles não poderão ser colocados para o mercado consumidor”, enfatizou Gilson Assis Sales. Ele também exemplificou o tema com a longa jornada percorrida para o Queijo Minas Artesanal (QMA) chegasse à certificação. “A certificação se inicia com um cadastro, passa por uma permissão transitória, que traz um termo de compromisso de até dois anos, para enfim chegar ao registro”, informou. Gilson acredita que esse será o caminho a ser trilhado no Pará com o queijo do Marajó e outros produtos.
A próxima atividade que visa à certificação dos produtos agrícolas paraenses será o seminário “Sabores do Pará”, no dia 6 de novembro, em Belém, com a coordenação da Sagri.     

Texto:
Leni Sampaio-Sagri
Fone: (91) 4006-1210 / (91) 9114-3113
Email: lenisampaio@agenciapara.com.br



Defensoria Pública disponibiliza exames de DNA a internos de Centros Sócio-educativos
Para comemorar o Dia Nacional de Valorização da Família, a Defensoria Pública do Estado do Pará, por meio do Núcleo de Atendimento Especializado da Criança e do Adolescente (Naeca) e do Programa Pai Legal, que faz parte do Núcleo de Atendimento Especializado da Família (Naefa), está realizando ações de reconhecimento de paternidade com internos de três Centros Sócio-Educativos do Estado. A ação iniciou nesta quarta-feira (24) e se estende até quinta-feira (25).
A defensora pública e coordenadora do Naeca, Emilgrietty Silva dos Santos, afirmou que a ideia de submeter os sócio-educandos aos exames de DNA e ao reconhecimento voluntário de paternidade surgiu durante as visitas nas unidades. “Ao conversar com os internos, a equipe técnica da Defensoria Pública detectou que muitos possuíam filhos e nunca tinham tido a oportunidade de registrá-los. Com estas informações, a Defensoria Pública acionou a Fasepa (Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará) para que fosse feito o levantamento desta demanda por todas as unidades sócio-educativas, a fim de viabilizar o reconhecimento de paternidade, seja voluntário ou por meio de exames de DNA dos filhos dos adolescentes de internação e semi-liberdade”, explicou a Defensora.
Nesta quarta-feira, 24, a equipe da Defensoria Pública esteve no Centro de Internação Jovem Adulto Masculino (Cijam), localizado em Ananindeua, onde desenvolveu ações de reconhecimento de paternidade com 10 sócio-educandos. Nesta quinta (25), às 9h, as ações irão beneficiar o Centro Sócio Educativo Masculino (Cesem), que conta com três custodiados, que irão fazer o reconhecimento. Logo após, a equipe se deslocará para o Centro Sócio Educativo Feminino (Cesef), onde será assistida uma interna. Caso o reconhecimento de paternidade não seja espontâneo, haverá coleta de material sanguíneo para a execução de exames no local.
“Nós estamos fazendo os exames de DNA com os sócio-educandos e com as mães das crianças, que estão se submetendo a todos os procedimentos necessários para viabilizar a certidão de nascimento de seus filhos. Com esta ação, a Defensoria Pública está demonstrando a sua preocupação com a valorização da família, da cidadania e da dignidade da pessoa humana, além de despertar a consciência dos internos de que a criança precisa da certidão de nascimento para poder ter acesso à educação, à saúde, a benefícios sociais, a alimentos, enfim, a todos os direitos fundamentais”, ressaltou a coordenadora do NAECA, Emilgretty Santos.
Quanto aos alimentos, a defensora esclareceu que mesmo que o pai esteja internado e não possa prestar assistrência ao filho, a obrigação deve recair sobre os avós, caso seja comprovada a possibilidade econômica.  
O Programa Pai Legal
Criado com o objetivo de possibilitar que o pai reconheça a paternidade de forma espontânea ou por meio da realização de exames de DNA, o Programa Pai Legal da Defensoria Pública realiza sua atividade em convênio com a Universidade Federal do Pará e a Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará. O foco principal do programa é a conscientização dos deveres da paternidade, sendo tal sensibilização desempenhada por uma equipe interdisciplinar formada por quatro assistentes sociais, duas psicólogas, um pedagogo, dois técnicos de laboratório, além da atuação dos defensores públicos.
Para a assistente Social Marilda Tavares, além de buscar garantir os direitos da criança, o trabalho realizado pelo Programa Pai Legal visa estabelecer e assegurar o vínculo afetivo dos pais com os seus filhos, fortalecendo assim, o vínculo familiar. O interno C.S.S., de 18 anos, que cumpre medida sócio-educativa por ter cometido assalto, revelou que estava se sentindo muito feliz em poder registrar a filha de 7 meses. “Eu preferi não fazer o exame de DNA, pois tenho certeza que esta criança é minha filha. Com a ajuda da Defensoria Pública eu só quero registrá-la para que ela possa ter os seus direitos. Então, quando eu sair daqui eu quero realmente mudar de vida, arranjar um emprego e ter uma vida boa com a minha mulher e minha filha”, disse ele.
A mãe de uma das crianças, S.C.M., de 24 anos, que estava se submetendo à ação, revelou que sempre teve dúvidas sobre a paternidade de sua filha, uma vez que na época ela estava tendo uma relação extra-conjugal. “Eu sempre fui mal tratada pelo meu marido, mas agora que ele faleceu eu estou buscando a ajuda da Defensoria Pública para saber quem é realmente o pai da minha filha. Talvez o M.J.S., que está aqui não seja o pai da criança, mas ele sempre tratou ela bem, e eu acho que a maior prova de amor não está no que se fala, mas no que se faz”.

Texto:
Gilla Aguiar-Defensoria Pública
Fone:  (91) 3201-2656 /
Email: gilparente@hotmail.com


Detentos recebem premiação de concurso de obras de arte
A Pastoral Carcerária da Arquidiocese de Belém realizou nesta quarta-feira (24), na sede da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe), a cerimônia de premiação dos detentos vencedores do concurso de pintura Libert´Art. A terceira edição do concurso teve como tema "Círio de Nazaré: A festa do Povo”.
O concurso, que tem como finalidade resgatar a autoestima e despertar novos talentos entre os internos, teve 35 obras avaliadas, trabalhos que expressaram diversos momentos do Círio de Nazaré, e a participação de 13 unidades prisionais do Estado, dentre elas: Presídio Estadual Metropolitano I e II, Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), Centro de Recuperação do Coqueiro (CRC), Centro de Recuperação Penitenciário do Pará (CRPP I e II), Centro de Progressão Penitenciária de Belém (CPPB), Centro de Recuperação Especial Coronel Anastácio das Neves (Crecan), Colônia Agrícola Heleno Fragoso (CAHF), Centro de Reeducação Feminino (CRF), Centro Recuperação Regional de Tomé-Açu, Centro de Recuperação Regional de Bragança e Centro de Recuperação Regional de Capanema.
Para o superintendente da Susipe, André Cunha, a inserção da fé através da arte ameniza o sentimento de estar preso. “Essa atividade é significativa para os internos, pois faz com que eles não percam a conexão com a realidade por meio do trabalho artístico. É um bálsamo que contribui para fazer do cárcere um período menos sofrido”, afirmou. Quem visitou a mostra durante dos dias 22 e 23 de outubro, no hall de entrada da Susipe, pôde contemplar a emoção da fé, por meio dos elementos iconográficos do Círio de Nazaré como, fogos de artifícios, a Basílica de Nazaré, a corda, a berlinda, barcos, bandeiras e flores.
Segundo a curadora Darcilene Costa, a terceira edição foi surpreendente. “Essa edição superou as expectativas dos avaliadores, a qualidade estética das obras surpreendeu a todos nós. E como novidade, a temática do Círio veio formar um grande mosaico, tanto que as obras se complementam uma com as outras por diferentes cenas”, esclareceu emocionada. Darcilene disse ainda que o interno vencedor se aperfeiçoou muito bem para retratar a temática. “O primeiro lugar ganhou por sua complexidade e simplicidade e ao mesmo tempo por expressar a fiel realidade do cárcere e o seu auto retrato”, completou.
A felicidade foi perceptível no rosto do vencedor que levou o 1º lugar com a obra “Fé Sem Barreiras", Jairo Alexandre de Oliveira Rodrigues, 36 anos, custodiado no Presidio Estadual Metropolitano I, que pela primeira vez participa de um concurso de pintura e recebeu pela sua composição R$ 2,2 mil. A obra retratou a transcendência da fé e permitiu ao autor expressar seu arrependimento através das lágrimas. Ele disse que no momento da criação da peça nem pensou em vitória, mas ficou surpreendido ao final com o resultado.
O detento, que é custodiado da Susipe há 14 anos, diz que a premiação veio em um bom momento. “Vencer esse concurso me trouxe uma grande auto-estima e ainda vai possibilitar uma ajuda financeira para minha família, além disso acredito que vai possibilitar para outros internos novas portas no mundo da arte”, afirmou Jairo.
Edinaldo Costa ganhou em 2º lugar com a obra" Fé e Liberdade", e levou o prêmio de R$ 1 mil. A inspiração no cárcere trouxe uma obra mais delicada, com um estilo mais maternal. Entre os símbolos a corda foi um elemento visível que destacou tanta beleza durante a exposição. Familiares dos internos estiveram na cerimônia. A mãe Maria das Graças foi uma delas e não conteve a emoção ao prestigiar a obra do filho. “Estou muito feliz com a habilidade do Edinaldo, estou sempre acompanhando seu desenvolvimento e torço para que essa ausência não demore muito”, desejou.
O terceiro colocado foi Isis Rosiel Silva Pimentel, da Colônia Agerícola Heleno Fragoso, que recebeu o prêmio de R$ 800,00, pela obra "Caminhando pela Fé”. O quarto e quinto ganhadores foram Acebias dos Santos, do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), com a obra “Virgem de todas as raças” (R$ 500), e Paulo Lobo Pinheiro, do Presídio Estadual Metropolitano II (PEM II), com a obra “Festa Paraense” (R$ 200). Estiveram também presentes na cerimônia o coordenador da Pastoral Carcerária, Diácono  Ademir Silva; O Juiz da 2ª Vara de Execução Penal e o Bispo de Blumenau (SC), José Negri.

Texto:
Nara Pessoa-Susipe
Fone: (91) 3239-4230 / (91) 8896-5319 / 8140-6282
Email:  acssusipe@gmail.com / acs@webmail.susipe.pa.gov.br


Últimas exibições de Fausto, no Cine Estação
“Fausto”, de Aleksandr Sokurov, terá as últimas exibições no Cine Estação das Docas a partir desta quinta-feira, 25 de outubro, em sessões às 18h e 20h30. O filme, que tem Hanna Schygulla no elenco, encerra a tetralogia sobre o poder segundo Sokurov: Moloch (1999), O Touro (2000) e O Sol (2004), apresentando respectivamente Hitler, Lênin e o Imperador Hirohito. Na cerimônia de encerramento da edição 2011 do Festival de Veneza, o cineasta americano Darren Aronofsky, presidente do júri, declarou: “Existem filmes que fazem você sonhar, chorar, rir e pensar, e existem filmes que transformam sua vida para sempre. ‘Fausto’ é um destes filmes”. Na sexta, 26, “Fausto” será exibido às 18h e 20h30 e no domingo, 28, a matinal às 10h e 18h e 20h30. No sábado, o filme não será exibido


PM apreende drogas no interior do Estado
Ações da Polícia Militar do Pará em diversos municípios do estado resultaram na apreensão de entorpecentes e prisão de traficantes. Em Tucuruí, a equipe comandada pelo sargento PM Vaz,  ao realizar abordagem de rotina a um motociclista, no centro da cidade, encontrou 28 pedras médias de “crack” e uma outra com peso de cerca de 200 gramas, todas prontas para a comercialização ilegal. Além da droga, o infrator e uma pessoa que seguia com ele ainda estavam com altos valores de dinheiro em espécie. Presa em flagrante, a dupla foi encaminhada para a Depol local e reconhecida pelos policiais como atuante na venda de drogas “em domicílio”.
No município de Benevides, área da 2ª Companhia do 21º Batalhão PM, os policiais militares comandados pelo capitão PM Wilson prenderam em flagrante mais uma dupla acusada de roubos e do envolvimento com o tráfico e comercialização de drogas na região. Os acusados foram capturados quando trafegavam à travessa das “Adálias”, próximo ao colégio “Madre Tereza”. Com os mesmos, os policiais encontraram sete petecas de pasta base de cocaína, pedras de óxi, dinheiro em espécie e até uma pistola .365, material que foi apreendido e, juntamente com os acusados, encaminhado para a delegacia do município.
Outra apreensão realizada no município foi feita pelos soldados PM Sandro e Márcio, que capturaram um adolescente com 41 petecas de pasta base de cocaína. Na delegacia, o jovem ainda revelou sua participação regular no tráfico de drogas e o envolvimento em um crime de homicídio ocorrido há algumas semanas na localidade de Murinim.
Ainda no nordeste do Estado, no município de Santa Izabel, os cabos PM A. Chagas, Vidal e Monteiro, todos do efetivo da 17ª Zona de Policiamento/ 12º Btalhão PM, durante operação policial, detiveram um adulto e um adolescente de 14 anos, ambos envolvidos com o tráfico na região. Com a dupla, foram encontradas 13 petecas de cocaína, dinheiro em espécie e aparelhos celulares; material que foi encaminhado à autoridade para as formalidades legais.
Ainda no município, o cabo PM Oséias e o soldado PM Sérgio, durante operação policial, detiveram uma mulher, também envolvida no comércio de drogas. Com a acusada, anciã conhecida como “vovó do tráfico”, os policiais encontraram diversas embalagens de maconha; material que seria entregue, segundo a acusada, no complexo penitenciário de Americano, ao companheiro da idosa, que está preso no local. A mulher foi conduzida para a autoridade e irá responder pelo crime de tráfico de entorpecente.
Homens da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual que atuavam na barreira da PRE, em Abaetetuba, localizaram em um veículo de aluguel, abordado na barreira, 1 Kg de maconha e uma arma de fogo, tipo pistola. Um homem e uma adolescente que estavam no táxi foram encaminhados para a seccional de Polícia Civil de Abaetetuba, juntamente com todo o material apreendido, para fins de adoção dos procedimentos legais.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar
Fone: (91) 3277-5623 / (91) 88831346
Email: ascom@pm.pa.gov.br



Sead reúne com docentes da UEPA na semana que vem para definir reajuste
A reunião que definirá o reajuste salarial dos professores da Universidade Estadual do Pará (UEPA), junto à Secretaria de Estado de Administração (Sead), será realizada na próxima semana. A informação foi dada pela titular do órgão Alice Viana, que parabenizou os docentes pela iniciativa de suspender a greve – após 41 dias de paralisação - e retomar as negociações, justamente na semana em que se comemora o Dia do Servidor Público. “O Governo do Estado sempre esteve aberto à negociação porque nós avaliamos que este é o melhor meio de resolução de conflitos. Os professores tiveram uma atitude bastante madura em suspender a greve e aceitar sentar para negociar”, disse a secretaria.
O governo apresentou aos servidores a proposta salarial que eleva o vencimento da categoria de R$ 1.244,00 para R$ 1.451,00 - um reajuste de 16,63%. Para os professores que cumprem jornada de 40 horas semanais, com o aumento do vencimento-base o valor do salário chegará a R$ 2.488,00. A remuneração total subirá para R$ 2.902,00 na classe I e para R$ 3.359,00 na classe IV, com a garantia de todas as demais vantagens funcionais, inclusive do Plano de Carreiras e Remuneração. “Nós estamos dispostos a ouvir o que eles têm a dizer e vamos esgotar todas as possibilidades de diálogo para chegar a um acordo que seja bom tanto para os servidores quanto para o governo”, enfatizou Alice.
Ainda de acordo com a secretária, a proposta apresentada pelo Estado alcança os 1.150 professores da Uepa e provoca um acréscimo de cerca de R$ 1 milhão por mês na folha de pagamento. Para viabilizar esse aumento, o orçamento da Uepa, que era deficitário em R$ 200 milhões, precisou ser suplementado. Além disso, de janeiro de 2011 a abril de 2012, os professores receberam reajuste de 22%, enquanto a inflação acumulada no período foi de 7,94%. “O orçamento da Uepa está deficitário, porém, mesmo assim oferecemos um reajuste dentro do contexto da administração estadual, que apesar do crescimento da receita apresenta escassez de recursos. É preciso que haja consciência por parte dos docentes de que os recursos do Estado não são suficientes para atender todos os servidores de uma única vez. Mesmo assim, todas as categorias tiveram reajuste e o governo continua se esforçando para honrar os compromissos assumidos, mantendo uma política de gestão de pessoas que valoriza e reconhece o trabalho do servidor”, concluiu.
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) informa que a Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), em conjunto com os centros e campi que aderiram à greve dos professores, vai definir o calendário de reposição das aulas, de acordo com a especificidade de cada curso.

Texto:
Bruna Campos-Secom
Fone: (91) 3202-0923 / (91) 9306-0990
Email: brunacampos@agenciapara.com.br


Belém sedia Campeonato Brasileiro de Basquete Feminino
Começou nesta terça-feira (23), em Belém, o Campeonato Brasileiro Feminino de Basquete, na categoria sub-15, da segunda divisão. A abertura do evento aconteceu às 19h, na Escola Superior de Educação Física e contou com a presença das seis delegações que se enfrentarão durante o campeonato: Pará, Tocantins, Roraima, Bahia, Amazonas e Amapá.A competição tem apoio da Secretaria de Estado Esporte e Lazer (Seel) e é organizada pela Federação Paraense de Basquete (FPB).
As atletas fizeram juramento e cantaram o hino do Pará e do Brasil. Logo após, ocorreu o jogo mais esperado da noite: a seleção paraense enfrentou a seleção de Tocantins. A equipe paraense venceu as tocantinenses por 125 a 26, em noite inspirada da jogadora Marcela Cruz, que marcou 32 pontos e foi a cestinha da partida. Apesar do bom resultado, a atleta acabou sofrendo uma contusão no pé esquerdo, teve que sair carregada de quadra e é dúvida para a segunda rodada desta quarta-feira.
Na tarde de ontem, aconteceram as primeiras partidas. Amazonas e Amapá se enfrentaram e a equipe amazonense venceu pelo placar de 94 a 27 pontos. Em outro jogo, a seleção da Bahia derrotou a equipe de Roraima por 63 a 40. O Campeonato Brasileiro de Basquete Sub-15 acontece até o próximo sábado (27), no sistema de confronto direto. Todas as seleções se enfrentam no total de cinco rodadas, as três melhores equipes conseguem o acesso para a Segunda Divisão em 2013. A rodada de hoje terá os seguintes confrontos:
Tocantins x Amazonas – 16h
Amapá x Roraima – 18h
Pará x Bahia – 20h

Texto:
Angela Bazzoni-Seel
Fone:  / (91) 8883-5649
Email: ascomseel22@gmail.com


São José Liberto sedia cerimônia do 15ª Prêmio Finep de Inovação no Norte
A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) - Agência Brasileira de Inovação, e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) promovem, às 20h desta quarta-feira (24), a entrega do “15º Prêmio Finep de Inovação 2012” na Região Norte. O Jardim da Liberdade, no Espaço São José Liberto, sediará o evento, que premiará os vencedores das nove categorias do prêmio, além de dois primeiros lugares nacionais das categorias que têm representantes da região. O grupo “Charme do Choro”, especializado em Chorinho, formado apenas por mulheres, participará da cerimônia.
Além das premiações também serão homenageadas 11 personalidades paraenses, representantes de instituições parceiras do evento, dentre elas Rosa Helena Neves, diretora executiva do Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), Organização Social gerenciadora do Espaço São José Liberto, mantido pelo Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom).
Nesta edição, nove categorias serão contempladas, e o vencedor de cada uma regional concorre automaticamente à etapa nacional. Este ano, pela primeira vez na história do prêmio, serão disponibilizados de R$ 100 mil a R$ 600 mil para os primeiros colocados regionais e nacionais de cada categoria, totalizando cerca de R$ 9 milhões em premiação.
A 15ª edição teve 588 inscrições, o que representa um aumento de 56% em relação a 2011. Dos 39 inscritos na Região Norte, 10 são finalistas: Aga Móveis (AM), Amazon Dreams (PA), Cooperativa Agrícola Mista de Tomé-Açu - Camta (PA), FabriQ Soluções (AM), Fucapi - Fundação Centro de Análise, Pesquisa e Inovação Tecnológica (AM), Fundação Paulo Feitosa (AM), Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá (AM), IPÊ - Instituto de Pesquisas Ecológicas (AM), Pentop do Brasil (AM), Pharmakos d’Amazônia (AM).
Novidades
Este ano, o Prêmio Finep é marcado pela realização da primeira edição do Prêmio Jovem Inovador, que premia fotos realizadas por adolescentes de 14 a 18 anos, sobre o tema energia sustentável. Foram pré-qualificadas 72 fotos, entre 130 inscritas, de todo o país. O primeiro colocado em cada região receberá R$ 2,5 mil, e concorrerá à final nacional.
De 2007 a 2012, a Finep já investiu cerca de R$ 360 milhões na Região Norte, apoiando projetos inovadores por meio de seus diversos instrumentos. A região já teve dois ganhadores nacionais no Prêmio, e o Pará venceu 13 vezes na Região Norte, em diferentes categorias. Entre os parceiros regionais que apoiam a iniciativa, está o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), corresponsável pela categoria Inventor Inovador.
Rosa Helena Neves acredita que tanto a premiação quanto a própria realização, na capital paraense, desta edição comemorativa do Prêmio Finep, servirá como mais um estímulo para ampliar a participação do Estado nas próximas premiações, tendo em vista o grande potencial que o Pará possui nas áreas contempladas. O Espaço São José Liberto, que abriga o Polo Joalheiro do Pará, o Museu de Gemas e a Casa do Artesão, têm desenvolvido ações nas áreas de tecnologia social e inovação sustentável, por meio do Programa de Desenvolvimento do Setor de Joias e Metais Preciosos do Estado do Pará, financiado pelo Governo do Estado, via Seicom, e gerenciado pelo Igama.
Cristina Loures, coordenadora de Cerimonial e Eventos da Finep, informou que a cerimônia final de premiação, a exemplo de 2011, acontecerá em Brasília (DF), no início de dezembro, no Palácio do Planalto, com a presença da presidente Dilma Rousseff. Já as próximas premiações regionais acontecerão em Porto Alegre (RS), ainda em outubro, e em Belo Horizonte (MG), em dezembro.
A edição do “Prêmio Finep” no Norte é uma realização da Finep, do Governo do Estado, via Secti; do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Pará (Sebrae) e do governo federal/Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação.
Serviço: A entrega do “Prêmio Finep de Inovação – Região Norte” acontece nesta quarta-feira (24), no Espaço São José Liberto (Praça Amazonas, s/n, bairro Jurunas). Mais informações pelos fones (91) 3258-1221 e (21) 9252-8490 (Rogério Rangel, assessoria de imprensa da Finep); (91) 4009-2514 (Carolina Pimenta, representante da Secti-PA), e (91) 3344-3500 (Carmem Macedo, gerente de eventos do Igama), ou pelo e-mail premiofinep2012@alvoeventos.com.br e no site http://premio.finep.gov.br/
Ascom/Igama (com informações da Ascom da Finep)


Texto:
Luciane Barros-São José Liberto
Fone: (91) 3344-3514 / (91) 08300-3961
Email: lucianefiuza@gmail.com


Recital "Entre Nós" na Sala Ettore Bosio
O Curso de Bacharelado em Música da Fundação Carlos Gomes e Uepa dá continuidade ao projeto de recitais "Entre Nós" nesta quinta-feira (25) na Sala Ettore Bosio do Conservatório Carlos Gomes e recebe alunos e professores de vários instrumentos, como Clarinete, Piano, Tuba, Saxofone e Oboé, entre outros, que mostrarão um repertório diversificado contendo obras de Brenno Blauth, Jim Curnow, J. S. Bach, W. A. Mozart e F. Liszt, e um pouco de música brasileira com Milton Nascimento e Waldyr Azevedo. A apresentação terá a participação especial do professor de composição e percepção musical, o paulista Paulo Tiné. Às 19h com entrada franca.


Servidores da Setran recebem Cheque Moradia
Dezenas de famílias de servidores da Secretaria de Estado de Transportes (Setran) receberam recursos financeiros para construir novos espaços nas casas, reformar, ampliar ou criar adaptações de acessibilidade nas residências.
O secretário de Estado de Transportes, Eduardo Carneiro, durante toda esta semana, está fazendo a entrega de recursos oriundos do programa de governo denominado Cheque Moradia, criado e estimulado pelo governador Simão Jatene. “Fico extremamente feliz em vislumbrar a alegria no rosto dos familiares dos nossos servidores ao receber o Cheque Moradia para melhorar o ambiente onde moram”, ressaltou Eduardo Carneiro.
Raimundo dos Anjos, de 69 anos, casado com Raquel Marques, que moram em Santarém Novo e têm um filho deficiente, vão fazer adaptações na residência para que o rapaz tenha fácil acesso aos ambientes da casa. Eles agradeceram o Cheque Moradia que receberam depois de serem analisados pela equipe de assistência social da Companhia de Habitação do Estado (Cohab).
A família de José Ribamar do Nascimento vai ganhar casa renovada em Marudá. A casa de madeira onde reside está deteriorada e será recuperada com o Cheque Moradia de R$ 6 mil que recebeu. Já o carpinteiro José do Rosário Costa, vinculado ao 2º Núcleo Regional da Setran, que fica em Capanema, vai fazer a reforma do banheiro da residência da família, no bairro Perpétuo Socorro, em Bragança.

Texto:
Dinan Laredo-Setran
Fone: (91) 40093819 / (91) 8895-8969
Email: setran.ascom@gmail.com


Sespa realizará Fórum Perinatal para debater a Rede Cegonha
Nesta quinta-feira, 25, será realizada a segunda reunião do Fórum Perinatal da Rede Cegonha, pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual da Saúde da Criança. O evento acontecerá na sede do Sindicato dos Médicos do Estado do Pará (Sindmepa), entre 8 e 13 horas. Segundo a coordenadora estadual de Saúde da Criança, Ana Guzzo, o Fórum é uma estratégia para fortalecer a Política de Atenção Integral a Saúde da Mulher e Criança, além de estabelecer metas quantitativas e qualitativas para o aprimoramento do processo de atenção e gestão em saúde, formalizado por meio de um contrato entre as partes envolvidas.
O primeiro Fórum foi realizado em Belém no mês de setembro e as pautas de cada reunião giram em torno das etapas da estratégia Rede Cegonha no Pará, levando-se em conta tópicos essenciais do programa, como humanização e atendimento às gestantes; as conquistas e demandas da rede, informes sobre o fluxo dos atendimentos para as crianças, situação da população prisional da unidade feminina e relatos de experiências de parto humanizado.
A  Rede Cegonha é um programa criado pelo governo federal com o intuito de assegurar às mulheres o direito ao planejamento reprodutivo, à atenção humanizada à gravidez, parto e puerpério e, às crianças, o direito ao nascimento seguro, crescimento e desenvolvimento saudável. Ainda este ano, a organização do evento realizará outras duas edições do Fórum Perinatal: 30 de novembro e 12 de dezembro.


Dados da Jucepa mostram que o mês do Círio aquece toda a economia


O Círio é um acontecimento de grande importância, não apenas para os devotos, mas para os paraenses como um todo. Pova disso é o aquecimento do mercado de serviços, fabricação de itens e atividades ligadas à festividade, que impactam de forma intensa a economia paraense. A movimentação em torno da festa de Nossa Senhora de Nazaré aquece tanto a fé quanto as oportunidades de mercado. Setores relacionados recebem um incremento na produção, com geração de emprego e renda em atividades sazonais.
De acordo com dados da Junta Comercial do Estado do Pará (Jucepa), é possível constatar neste momento que as empresas de serigrafia, que recebem uma grande demanda por camisas com temas religiosos do Círio, tiveram um aumento de 542% nos últimos 4 anos em todo o Pará, passando de 64 empresas constituídas em 2008 para 411 regularmente abertas no ano de 2011. Levando em consideração que em 2012 já foram abertas mais 286 empresas, chega-se ao total de 1.651 ativas neste segmento nos últimos cinco anos até o momento.
A fabricação de brindes e as ventarolas promocionais, por sua vez, teve um aumento que impressiona, de mais de 6.000% nos últimos 4 anos. De sete empresas regularmente constituídas em 2008, passaram para 450 novos registros em 2011. Além disso, mais 333 já foram abertas neste ano, o que soma 1.462 empresas ativas nesta atividade de 2008 para cá. A regularização destas empresas e consequente diminuição da informalidade só atesta o dinamismo das atividades da Junta para o desenvolvimento econômico do Estado como um todo.
Quanto aos fabricantes de velas e produtos de cera, foi registrado um total de 34 empresas ativas de 2008 até o momento. As empresas constituídas e ativas de fabricação de fogos de artifício já são seis no estado, também dentro deste período. E a atividade econômica ligada ao Círio não para. A fabricação de artefatos de gesso, como as imagens da santa, já soma 464 empresas ativas nos últimos cinco anos. E a fabricação no estado de outros produtos têxteis, onde poderiam se encaixar a confecção das tradicionais fitinhas de Nossa Senhora, conta com 82 empresas ativas.
O mês de outubro alavanca a produção nas empresas de fabricação destes principais itens citados, mas também impulsiona diversos outros serviços, atividades e ocupações durante a quadra nazarena. É a maior manifestação religiosa do Brasil, o Círio de Nazaré, movimentando e resultando num maior crescimento da economia local, o que culmina na geração de emprego e renda também no comércio atacadista e varejista no Estado. 

Texto:
Diane Maués-Jucepa
Fone: (91) 3217-5887 / (91) 8205-9277
Email: comunicacao@jucepa.pa.gov.br


Festival de Ópera terá noite luso-brasileira nesta quinta-feira
O XI Festival de Ópera do Theatro da Paz entra nas comemorações do ano de Portugal no Brasil, que tiveram início em setembro último com um vasta programação que ainda irá até junho do ano que vem, em todo o país. E para homenagear os lusitanos, o Festival de Ópera apresenta nesta quinta-feira, 25, às 20h, com entrada franca, na Igreja de Santo Alexandre, o recital Luso Brasileiro com o baixo barítono Antônio Salgado, vindo do Porto, e a pianista paraense Adriana Azulay.
Nascido no Porto, António Salgado terminou os seus estudos musicais no Conservatório Nacional de Lisboa, sob a orientação da professora Fernanda Correia, ao mesmo tempo que se licenciava em Filosofia na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Depois de um ano de pós-graduação na interpretação e estilo da música vocal barroca, em Amsterdam, sob a orientação do professor Max von Egmond, ele recebeu uma bolsa de estudos do governo austríaco para prosseguir com a sua formação vocal em Salzburg, no Mozarteum - Universität fur Musik und  Darstellende Kunst - sob a orientação de Wilma Lipp e Paul von Schilhawsky, onde realizou Mestrado em “Lied e Oratória”.
Embora já frequente o Brasil há muitos anos, esta é a primeira vez que Antônio Salgado vem a Belém, onde chegou na noite de segunda-feira, 22. O baixo barítono diz que a paixão pela música vem de berço. “Toda a minha família é voltada para o canto”, conta. “Minha mãe foi a minha professora. Comecei a gostar de música ouvindo as canções de ninar que ela me entoava”, disse ele, enquanto se preparava, na terça-feira, 23, para o primeiro ensaio com Adriana Azulay, na sala dos pianos do Theatro da Paz.
No repertório serão executadas canções de compositores portugueses e brasileiros, como Antonio Viana, Croner de Vasconcelos, Luís de Freitas Branco e Fernando Lopes Graça, Cláudio Santoro, Sergio Bittencourt  e Waldemar Henrique, entre outros, além de poemas de Luís de Camões, Antonio Tavernard e de Guerra Junqueiro, entre outros. “Tenho contato com o Brasil desde os meus 20, 25 anos de idade, conheci muitos compositores daqui e agora também quero mostrar o repertório português”, continua.
“Será um concerto intimista, camerística, como vocês dizem, dedicado a canções da língua portuguesa, nas suas duas vertentes, a brasileira e a luso. Não esperem, por isso, um concerto operístico, vou cantar de forma lírica, minha preocupação é que o texto se entenda na sua integralidade, valorizando a mensagem poética”, explica o baixo barítono.
Antonio Salgado e Adriana Azulay se conheceram este ano, durante o Salvalírico, evento que aconteceu na Bahia. “Esta parceria começou em Salvador, em maio deste ano, e fizemos alguns concertos juntos. Foi então que surgiu a ideia de vir para Belém”, conclui Salgado. Adriana diz que a apresentação será um momento único. “É uma correria, estamos tendo pouco tempo para ensaiar, mas já estamos juntando há, alguns meses, estas músicas do repertório e algumas delas já apresentamos em Salvador. É motivo de grande orgulho estar repetindo aqui o que mostramos lá”, diz ela, que acredita neste intercâmbio cultual proporcionado pelo Festival de Ópera.
“É maravilhoso ter esta troca de experiência fenomenal e única. Estamos no ano de Portugal no Brasil e está sendo muito boa a sintonia”, conta ela, que iniciou seus estudos de piano aos seis anos de idade, com a professora Dóris Azevedo, concluindo em 1995 o 2º grau em piano pelo Conservatório Carlos Gomes na classe da mesma professora. Nos ano 2000, Adriana concluiu o curso de Bacharelado em Música na classe da professora Glória Caputo, da FCG/Uepa, e desde então vem participando dos mais diversos concertos como solista e camerista. É doutora em Música de Câmara pela Universidade de Saarbrücken (Alemanha), pela classe da professora Tatevik Mokatsian. Atualmente é professora concursada das classes de Música de Câmara e Co-repetidora da Emufpa - Universidade Federal do Pará.
Repertório:

1.  António Viana
Poesia de Guerra Junqueiro
Regresso ao lar
2.  António Viana
Poesia de Guerra Junqueiro
Cavador
3.  Croner de Vasconcelos
Poesia de Luís de Camões
Descalça vai para a Fonte
4.  Luís de Freitas Branco
Poesiade M. Maeterlinck (Trad. L. F. Branco)
Desejos de Inverno
5.  Luís de Freitas Branco
Poesia de Luís de Camões
Soneto – O culto divinal
6.  Cláudio Carneiro
Poesia Popular
Toada Popular
7.  Cláudio Carneiro
Poesia de J. R. de Castello Branco
Catygua sua partindosse
8.  Fernando Lopes Graça
Poesia Popular
O meu amado menino
9.  Fernando Lopes Graça
Poesia de Fernando Pessoa
Tomamos a Vila
10.  Fernando Lopes Graça
Poesia de Gil Vicente
Por las Riberas del Rio
Intervalo
11.  Cláudio Santoro
Poesia de Vinícius de Morais
Em Algum Lugar
12.  Cláudio Santoro
Poesia de Vinícius de Morais
Acalanto da Rosa
13.  Sergio Bittencourt – Sampaio
Poesia de Adelina B. Sampaio
Ilusões Perdidas
14.  Sergio Bittencourt – Sampaio
Poesia de Nair Marques Lisboa de Freitas
Acalanto
15.  O. Lorenzo Fernandez
Poesia de Osório Dutra
Dentro da Noite
16.  Babi de Oliveira
Poesia de Augusta Campos
Poema para as Tuas Mãos
17.  Babi de Oliveira
Poesia de Mário Faccini
Singela Canção de Maria
18.  Waldemar Henrique
Poesia de Antonio Tavernard
Foi Boto, Sinhá
19.  H. Villa-Lobos
Poesia Popular
Viola Quebrada
20.  H. Villa-Lobos
Poesia Popular
Nhapopé
Serviço:
XI Festival de Ópera do Theatro da Paz. Nesta quinta-feira, 25, tem Recital Luso Brasileiro, com o baixo barítono Antonio Salgado e a pianista Adriana Azulay. Na Igreja de Santo Alexandre, às 20h, com entrada franca.

Texto:
Luciana Medeiros-Theatro da Paz
Fone: (91) 4009-8773 / (91) 8134-7719
Email: 


Remo vence a III Regata do Círio e segue líder da modalidade no Campeonato Paraense
O Clube do Remo saiu vitorioso da III Regata do Círio e IV Regata do Campeonato Paraense de Remo, que teve as últimas competições realizadas na manhã desta quarta-feira, 24, na orla do Ver-o-Rio, em Belém. Tuna Luso e Paysandu ficaram em segundo e terceiro lugares, com 22 e 19 pontos, respectivamente. O campeão somou 29 pontos.
Com patrocínio do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), as onze disputas da competição estavam previstas para acontecerem no domingo, 21, na orla da Estação das Docas, mas por conta de ventos fortes e marolas na baía do Guajará as duas últimas provas, ‘Four Skiff Sênior’ e ‘Oito Gigantes Sub-23’, precisaram ser transferidas para hoje.
Na ‘Four Skiff Sênior’, o Clube do Remo levou a melhor e fechou a prova em primeiro lugar. A Tuna ficou em segundo e o Paysandu foi desclassificado por não apresentar a documentação completa dos atletas. Já na prova ‘Oito Gigantes Sub-23’, a mais esperada por quem curte o esporte, o vencedor foi o Paysandu; seguido pela Tuna. O Clube do Remo foi desqualificado pela ausência do uniforme de um atleta.
Com esse resultado, o Remo se mantém na liderança do Campeonato Paraense de Remo, com 116 pontos; Paysandu segue em segundo lugar, com 92, e a Tuna Luso fica na lanterna, com 84 pontos. A quinta e última regata do Campeonato Paraense, de onde saíra o grande vencedor estadual de remo, será disputada no dia 8 de dezembro, na orla em frente à Estação das Docas.
Luizomar Costa, presidente da Federação Paraense de Remo (Fepar), avaliou positivamente a participação dos clubes no campeonato e ressaltou que o remo paraense está ganhando destaque no cenário nacional. “Já fui até procurado pela federação do Rio de Janeiro, que quer fazer um campeonato como o nosso”, disse. Além disso, Costa acredita que esse foi um momento importante para os clubes paraenses se organizarem e entenderem que a Fepar também está se estruturando para realizar grandes eventos. Ele agradeceu ainda o apoio da Seel e ressaltou que sem a ajuda do Governo do Estado é muito difícil fazer com que o esporte deslanche e coloque o Pará em posição de destaque.
O presidente da Fepar adiantou que Belém sediará a 1ª Copa Amazônia de Remo Master, no dia 18 de novembro, no Portal da Amazônia, e que busca atrações de fora para o evento. Além dos clubes locais, o Clube de Regatas Vasco da Gama, do Rio de Janeiro, já confirmou presença. “Ainda pretendemos fechar com mais clubes”, ressaltou.

Texto:
Angela Bazzoni-Seel
Fone:  / (91) 8883-5649
Email: ascomseel22@gmail.com


IAP altera data de divulgação do resultado do Prêmio de Artes Literárias 2012
Foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira, 24, a mudança na data de divulgação do resultado do Prêmio de Artes Literárias 2012 do Instituto de Artes do Pará. Anunciado, a princípio, para o dia 1º de novembro, o anúncio será feito agora no dia 5 de novembro. Os vencedores terão seus nomes anunciados no site do IAP, site Agência Pará e no Diário Oficial do Estado do Pará.


Exposição “Abaeté: paisagens etnográficas” até sexta, 26, na Estação das Docas
Os visitantes da Estação das Docas têm até esta sexta-feira, 26, para apreciar a exposição fotográfica “Abaeté: paisagens etnográficas”, com imagens do fotógrafo Valério Silveira. A mostra, no Armazém 2, busca revelar um pouco mais da cidade de Abaeteuba e as inúmeras faces que habitam essa acolhedora cidade. A visitação é gratuita.
O município de Abaetetuba, no nordeste do Pará, foi o cenário para o registro fotográfico. Durante a realização do projeto “Miriti das Águas”, no período de julho a outubro deste ano, Valério Silveira foi convidado para registrar todo o processo, desde a produção das peças até a seleção das obras em miriti. Após quatro meses, 24 imagens foram escolhidas para mostrar esta jornada e estão a mostra na Estação.
De acordo com o fotógrafo potiguar, “As imagens retratam o cotidiano de uma cidade, suas peculiaridades, as coisas comuns que o dia a dia revela nas faces dos seus moradores, dos trabalhadores, das crianças, das paisagens habitadas. A etnografia pesquisa os grupos sociais, suas características antropológicas e socioculturais e a fotografia foi a linguagem que escreveu isto com a luz dos dias e das noites de Abaetetuba”, conta.
“Sinto-me honrado em ter sido escolhido para esse trabalho, lembrando que não foram apenas os meus olhos que viram essas paisagens, mas sim, de todo um grupo de pesquisadores que estavam comigo e que me auxiliaram nesse projeto”, ressalta Silveira. A exposição “Abaeté: paisagens etnográficas” é uma realização do Governo do Estado por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Organização Social Pará 2000. A mostra fica aberta para visitação até o dia 26 de outubro, das 10h à meia noite, no Armazém 2, da Estação das Docas. A entrada é gratuita.
Serviço:
Exposição “Abaeté: paisagens etnográficas” na Estação das Docas
Até o dia 26 de outubro, das 10h à meia noite, no Armazém 2, na Estação das Docas.
Informações: (91) 3212.5660
Entrada gratuita

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318
Email: comunicacao@estacaodasdocas.com.br


Detentas do CRF encenam espetáculo teatral baseado em obra de Eneida de Moraes
A noite desta terça-feira, (23), foi muito especial para 17 internas do Centro de Reeducação Feminino (CRF). Diante de uma plateia que lotou o Teatro Universitário Cláudio Barradas, elas atuaram como protagonistas do espetáculo teatral “Somos Todas Eneida de Moraes”, baseado no conto “Companheiras”, que retrata a experiência da escritora paraense no cárcere. A peça é resultado de uma parceria institucional entre a Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) e a Universidade Federal do Pará (UFPA) por meio do projeto de Extensão Preamar Teatral, que tem por finalidade democratizar a linguagem teatral em locais de difícil acesso no Estado do Pará.
André Cunha, Superintendente da Susipe, falou dos benefícios da arte junto à população carcerária: “Muito mais do que uma apresentação teatral, a participação das internas em um projeto como esse representa uma ressignificação de conduta e uma reafirmação da capacidade de mostrar que mesmo em uma convivência a princípio de angústia e sofrimento, é possível transformar a sua realidade em algo melhor”.
Para a coordenadora do projeto Preamar Teatral, Inês Ribeiro, “o teatro trabalha no ser humano aspectos como a ética e o emocional. Através das artes, as internas podem perceber que podem ser reinseridas na sociedade escolhendo outros caminhos diferentes do crime”, reflete. As internas também reconhecem a importância do contato com a arte. Cristina Ferreira, que além de atuar na peça também participa de outras atividades artísticas no CRF, como aulas de violão e coral, declara: “A arte, assim como a fé e a educação, faz transportar os nossos pensamentos para algo que possa transformar a nossa vida e ampliar os nossos horizontes, por meio dessas oportunidades, eu pude descobrir que tenho dons”.
A dramaturgia do espetáculo foi construída através da junção da obra de Eneida de Moraes com os relatos das experiências pessoais da internas participantes da peça. Intercalando situações de drama, humor e música, o espetáculo apresentou temas recorrentes à vida das mulheres no cárcere, como a saudade de um amor, a busca por uma restauração de vida e lembranças de momentos felizes.
Todo esse processo de construção colaborativo foi intermediado pelo arte-educador da UFPA, Melck Sedeck Gaya Sá, que desde o mês de agosto desenvolveu diversas atividades junto às internas, como oficinas de iniciação teatral, expressão corporal, produção textual e rodas de leitura. Para Melck, que também dirigiu o espetáculo, a experiência vai além da arte: “Foi muito gratificante trabalhar com elas, pois não as vi como criminosas, mas sim como pessoas que tinham potencial para mudança. Nosso maior objetivo não é formar grandes atrizes, mas sim provocar a restauração de projetos de vida através do teatro”, conclui.
Ao final do espetáculo, as internas foram aplaudidas de pé pelo público e receberam os abraços dos familiares presentes na plateia. A interna Brena Martins cantou a música de encerramento da peça e se emocionou durante o momento do encontro com os familiares. Para ela o espetáculo foi uma oportunidade de mostrar um pouco da vida no cárcere: “Com a peça nós pudemos mostrar que as pessoas que estão presas também são seres humanos, que possuem alegrias e dores”.

Texto:
Nara Pessoa-Susipe
Fone: (91) 3239-4230 / (91) 8896-5319 / 8140-6282
Email:  acssusipe@gmail.com / acs@webmail.susipe.pa.gov.br



Emater reúne artesãs do nordeste paraense para avaliar chamada pública

Cento e sessenta mulheres de vinte municípios do nordeste paraense estão reunidas, nestas quarta, 24, e quinta-feira, 25, para debater os resultados de uma chamada pública do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) pela qual a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater), ao longo de dois anos, promoveu capacitações, encontros e eventos para fortalecer a cadeia produtiva do artesanato.
O seminário acontece em Mãe-do-Rio, a 200 quilômetros de Belém, no Galpão do Agricultor, localizado no centro do município. Na noite de hoje, 24, além da programação teórica, haverá a Feira do Artesanato, aberta ao público em geral, onde as agricultoras que participam do evento exporão e venderão seus produtos. Entre eles destacam-se as bonecas de barro e as cestarias. “Essas agricultoras, além de trabalhar nas roças, complementam a renda fabricando acessórios, brinquedos, vestuário e utensílios utilizando matéria-prima retirada da natureza, como sementes, palha de guarumã e argila”, explica a economista da Emater Adda Lima.
Por meio da chamada pública, elas puderam aperfeiçoar suas técnicas através de oficinas e cursos, participaram de feiras regionais e também receberam noções sobre plano de negócios, empreendedorismo, agregação de valor e marketing social.
Durante o seminário também estão sendo apresentadas as perspectivas de continuidade do trabalho da Emater: de imediato, seis projetos de assistência técnica continuarão com o atendimento das artesãs e pelo menos 100 projetos de crédito rural da linha Mulher do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), beneficiando um primeiro contigente, devem ser aprovados até o fim do ano. “Um dos mecanismos de independência financeira é justamente o crédito no próprio nome, sem vinculação com os maridos. Isso aumenta a autoestima e o poder de gestão sobre o empreendimento”, conclui Adda Lima.
A Emater pretende, ainda, incentivar uma rede de comercialização entre as mulheres, presencial e virtual, de modo que elas troquem informações e matérias-primas e consolidem a organização social.

Texto:
Aline Miranda-Emater
Fone: (91) 3256-5410 /
Email: ascomematerpara@gmail.com


Helenilson Pontes participa de solenidade pelo Dia da Força Aérea Brasileira




 
Na noite desta terça-feira (23), o vice-governador do Estado, Helenilson Pontes, participou de cerimônia que comemorou o Dia da Força Aérea Brasileira, o Dia do Aviador e de imposição da Comenda da “Ordem do Mérito Aeronáutico”, no I Comando Aéreo Regional (I Comar), sob comando do major Brigadeiro do Ar Carlos Eurico Peclat dos Santos, comandante do I Comar.
Com a presença de autoridades militares e civis, a cerimônia iniciou com a apresentação e revista da tropa e a leitura da "Ordem do Dia do Comandante da Aronáutica". Em seguida, os agraciados com a medalha da "Ordem do Mérito Aeronáutico", oficiais e civis, foram condecorados com a honraria pelas mãos do comandante do I Comar. Em discurso, o major Brigadeiro Carlos Paclat falou da importância de Santos Dumont para a aviação e para a aeronáutica. “Parabéns a todo o efetivo da aeronáutica pelo dia de hoje. Após 106 anos da invenção do avião, honramos a criação de Santos Dumont e chegamos ao nível que hoje estamos”, discursou o comandante.
Para Helenilson Pontes, a aeronáutica é de fundamental importância para a manutenção da soberania nacional. “Este é um dia de homenagens à Força Aérea Brasileira, que ao longo dos anos tem dado sua contribuição para a defesa do estado e do país”, disse o vice-governador. A cerimônia militar foi encerrada com o desfile da tropa às autoridades presentes. 

Texto:
Cintya Simões-Vice-Governadoria
Fone:  / (91) 8802-3415
Email: ascom.vicegovernadoria@gmail.com


Projeto "Patrulha Mecanizada" tem avaliação positiva na maioria dos municípios paraenses
Foi concluída a segunda etapa do projeto "Patrulha Mecanizada", do Governo do Estado, realizado atualmente pela Secretaria Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip), que vistoria os bens móveis que foram entregues por um termo de cessão aos municípios do estado para uso exclusivo de recuperação de estradas ou vias. Em dois anos de cessão de uso, a nota média de avaliação dos equipamentos é de 7,5, para uma escala até 10, sendo uma média de três máquinas por cidade.
O projeto teve início em 2010, com a meta de utilização de 503 equipamentos, entre eles motoniveladoras (patrol), caçambas e pás carregadeiras, para melhorar o acesso à região, ao desenvolvimento e escoamento da produção na área territorial dos municípios. A cada vistoria são avaliados o uso, a manutenção e o cuidado com as máquinas do estado, que devem ter sua utilização voltada principalmente para o apoio à agricultura familiar. Para as vistorias, há uma escala de avaliação com os seguintes indicadores: ótimo para notas de 8 a 10; bom, para avaliação de 6 a 8; regular, de 5 a 6; ruim, de 4 a 5; e péssimo, de 2 a 4.
A segunda vistoria deste ano, que abrangeu 100% dos municípios, expôs os indicadores de oito deles com ótima avaliação (6%); 60 municípios com boa avaliação (43%); 70 municípios com avaliação regular (50%) e 3 deles com avaliação ruim (2%). As inspeções ocorreram nas regiões Metropolitana, do Rio Guamá, Rio Caeté, Rio Capim, Região do Araguaia, Baixo Amazonas, Marajó, Carajás, Xingu, Tocantins e do Lago de Tucuruí.
No comparativo com a primeira avaliação de 2011, em que sete prefeituras receberam um comunicado chamado de “farol vermelho” sobre a utilização e estado das máquinas, apenas três delas estão ainda com avaliação ruim e podem vir a perder o direito de utilização dos equipamentos. Nesse caso, a prefeitura é alertada sobre a necessidade de medidas urgentes para a recuperação e revisão da situação dos bens, sob pena de rescisão do termo do contrato.
Itupiranga, Muaná, Breu Branco, Nova Ipixuna, Ourém, Oeiras do Pará, Rio Maria e Soure tiveram nota máxima pelos cuidados dos bens públicos, recebendo uma sinalização verde, que parabeniza a instituição fiel depositária pela boa utilização dos equipamentos em favor da comunidade municipal. O Projeto Patrulha Mecanizada será reapresentado durante um evento nos dias 26 e 27 de novembro, realizado pelo Governo do Estado juntamente com o Tribunal de Contas do Município e Tribunal de Contas do Estado, direcionado para os prefeitos que assumirão seus novos mandatos. “O encontro servirá para que o governo possa mostrar as ações que poderão apoiar no desenvolvimento dos municípios. Na ocasião vamos utilizar a patrulha como exemplo dessa parceria estado-município. Essa é a nossa visão e nosso propósito”, conclui Sidney Rosa, secretário Especial de produção.

Texto:
Andréa Amazonas-SEDIP
Fone: (91) 3201-3685 / (91) 9144-6691
Email: andrealia@gmail.com


Master Class de Laura Cardoso avalia cantores em Santo Alexandre
Nesta terça-feira (23) o grande destaque do XI Festival de Ópera do Theatro da Paz foi a técnica. A soprano Laura de Souza dividiu com mais de 20 cantores líricos paraenses os métodos e exercícios que utiliza em sua preparação vocal e cênica. Na primeira parte de atividades, que aconteceram na Igreja de Santo Alexandre, os inscritos participaram de uma aula de yoga e na segunda e última parte do master class, nove cantores participaram de uma audição e foram avaliados.
Um exercício de relaxamento deu início à dinâmica conduzida por Laura de Souza. A busca pela concentração e pelo domínio corporal tinham o objetivo de controlar o funcionamento da musculatura pélvico abdominal, fundamental para a boa performance de canto, segundo a soprano. Enquanto os alunos realizavam os exercícios propostos por Laura, ela corrigia a postura e explicava as metas da posição para cada um dos alunos.
Por aproximadamente duas horas as atividades de alongamento, contorção e de respiração foram mediadas pela belíssima voz de Laura de Souza. No final da atividade, durante o relaxamento, todos puderam conversar sobre a experiência e esclarecer algumas dúvidas sobre a dinâmica. Nesse momento Laura falou a respeito do método utilizado por ela há mais de 20 anos. “Estas aulas que dou são resultado de 20 anos de pesquisa de técnicas alternativas que levam em conta a preparação física e emocional do cantor e o desenvolvimento cênico e vocal. Nós não podemos atualmente ser bons cantores, para a ópera precisamos ser atores, ter domínio e preparo do corpo e a yoga é um caminho poderoso para o auto-conhecimento”, explicou a soprano.
Ainda neste momento Laura explicou como formou a personagem Santuzza, interpretada em Cavalleria Rusticana, a primeira ópera do Festival. “A palavra chave aqui é consciência. Como eu vou cantar e interpretar se eu não tiver consciência do meu corpo, do personagem, da história que eu vou viver no palco? Quando fui convidada para interpretar Santuzza eu tive medo de não conseguir sentir aquela paixão, aquele ódio que ela vive. Acabei buscando a insparação na história de uma de minhas tias avós, que assim como a protagonista de Mascagni se apaixonou por um homem, se entregou a ele, engravidou e não casou. Ela foi execrada pela família, chorou, odiou, rogou praga. Depois de uma conversa com ela, finalmente descobri que tudo isso existia em mim”, contou emocionada.
Após um intervalo para um lanche, as audições começaram. Com o apoio da pianista Adriana Azulay, nove cantores subiram ao tablado para serem avaliados por Laura de Souza. Além das ponderações sobre técnica, respiração e voz dos artistas, Laura ainda avaliou a pronúncia e a interpretação dos cantores e frisou que compreender a peça escolhida, saber quem são seus atores, histórias dos personagens e momento histórico e escola das composições é fundamental para uma boa performance.
A mezzo-soprano paraense Aliane Sousa foi uma das cantoras que participou da audição. Laura corrigiu alguns vícios de postura, impostação de voz de Aliane e pediu que ela cuidasse muito bem de sua bela voz. Aliane não se incomodou em ser avaliada em frente a uma plateia cheia e agradeceu a oportunidade de estudar com Laura de Souza. “É a segunda vez que participo de um máster class da Laura e é uma chance fantástica de eu aprender novas técnicas e ficar atenta a opinião de uma cantora lírica maravilhosa como ela”, disse Aliane.

Texto:
Julia Garcia-Secom
Fone: (91) 3202-0912 / (91) 8847-2281
Email: juliagarcia@agenciapara.com.br



Grupo Uauiara é atração do Pôr-do-Som da Estação
O projeto Pôr-do-Som desta sexta-feira, 26, marcado a volta do grupo folclórico Uauiara, que há quatro anos não se apresenta na Estação das Docas. No espetáculo da volta eles mostrarão ao público uma performance que homenageia a culinária local, o Círio e as lendas amazônicas, pontuada pelos ritmos paraenses. “O deus dos rios e protetor dos peixes”, representado pela figura mítica do boto, traduz o termo Uauiara. Criado em 1996, no bairro da Pedreira, o grupo reúne músicos e dançarinos e tem um vasto currículo de apresentações em festivais pelo Brasil, onde procura mostrar as danças e lendas paraenses. Uma das características do Uauiara é o trabalho autoral, que traz composições próprias, assim como as coreografias adaptadas das danças folclóricas.
As apresentações na Estação das Docas são especiais para o Uauiara. Eles foram um dos primeiros grupos folclóricos a divulgar a cultura paraense no espaço e acompanharam o avanço dos projetos culturais no complexo. “Fomos um dos primeiros grupos a mostrar o folclore local na Estação. É muito bom poder voltar agora a este espaço que é, sem dúvida, um dos melhores da cidade para se apresentar. Aqui o público realmente nos recebe com emplogação e valoriza a cultura regional”, comenta a coordenadora do grupo, Paula Menezes.
O Pôr-do-Som começa às 18h, na orla do Armazém 3, e tem entrada franca. Este é mais um projeto cultural executado pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria Estadual de Cultura (Secult) e OS Pará 2000.

Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318
Email: comunicacao@estacaodasdocas.com.br



Secti garante reativação de infocentro que foi alvo de furto em Outeiro

Nesta terça-feira, 23, a equipe do Programa Navegapará recebeu lideranças políticas e comunitárias do Distrito de Outeiro e também a gestora do Infocentro Filomena Lopes, que funciona na ilha, para discutirem a situação do espaço destinado à inclusão digital, implantado em setembro de 2010. Ocorrido na sede da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), que gerencia o programa, o encontro serviu para esclarecer a interrupção temporária das atividades do infocentro, ocasionada pelo furto de diversos equipamentos de informática.
A unidade teve aporta arrombada no dia 28 de setembro e vários aparelhos subtraídos, entre eles sete CPU’s, um computador completo, um no-break, quatro monitores e um estabilizador. No início de outubro, uma equipe da Secti fez uma visita técnica ao local e constatou que, diante do ocorrido, as atividades de acesso livre e os cursos de informática ficariam, temporariamente, inviabilizados pela falta dos equipamentos necessários.
A equipe também verificou que o espaço não apresentava condições de manter, em segurança, os equipamentos que ainda restavam. “Nunca pensamos em desativar o infocentro Filomena Lopes. A opção por recolher, temporariamente, os equipamentos restantes foi para resguardar o infocentro de outro possível furto, até que a entidade gestora providencie as medidas de segurança necessárias”, justificou Rosyane Rodrigues, coordenadora do Programa Navegapará/Infocentros.
A decisão de proteger o patrimônio público foi comunicada à Valderez Rodrigues Carreira, representante do Conselhor Gestor do Infocentro Filomena Lopes, no dia 18 de outubro. Na reunião, a gestora reforçou que o infocentro, por estar localizado em área de extrema vulnerabilidade social, tem enorme importância para as comunidades do entorno, por isso, fará a sua parte para que ele possa ser reaberto. “Toda essa situação nos deixou bastante preocupados, chegamos mesmo a pensar que o infocentro não iria mais funcionar, já que tudo estava sendo retirado do espaço. Mas já entendemos toda a situação e também vamos nos mobilizar para que as atividades sejam retomadas o mais breve possível”, afirmou.
Durante a reunião a Secti se comprometeu em fazer uma nova visita técnica com a participação de engenheiros do órgão, que ficarão imcumbidos de elaborar um projeto de segurança para o espaço. A coordenação de infocentros da Rede Navegapará garantiu que a Secti tem o máximo de interesse em ver a unidade de Outeiro reativada, e para isso ficou estabelecido que, tão logo o Conselho Gestor garanta a segurança do local (contrapartida da entidade gestora), as atividades serão retomadas imediatamente.

Texto:
Raphael Freire-Secti
Fone: (91) 4009-2514 / (91) 8146-6642
Email: raphael.freire@secti.pa.gov.br



Idesp subsidia Prodetur com informações sobre indicadores e diagnóstico ambiental
O Instituto de Desenvolvimento, Social e Ambiental do Pará (Idesp) participou, na última terça-feira, 23, da oficina de avaliação de riscos que integra a programação da terceira visita de técnicos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) ao Estado. O órgão forneceu dados para subsidiar o Programa Nacional de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), executado pela Secretaria de Estado de Turismo e a Companhia Paraense de Turismo, na visita da comissão ao Pará para tratar da aquisição de empréstimo no valor de US$ 44 milhões. Os recursos serão aplicados em produtos turísticos, comercialização, fortalecimento institucional, infraestrutura e gestão ambiental. A primeira visita dos técnicos foi de reconhecimento, a segunda foi de análise e esta última, que acontece desde o dia 17 e vai até 25 de outubro, é de recomendações.
O Idesp forneceu informações sobre os Indicadores de Qualidade Ambiental (IQA) dos municípios pertencentes às Regiões de Integração do Marajó, Baixo Amazonas e Metropolitana, abordando aspectos sociais (densidade demográfica, taxa de crescimento populacional, esperança de vida ao nascer, mortalidade infantil, índice parasitário de malária e saneamento); econômicos (índice de Gini - coeficiente que mede o grau de concentração de renda em determinado grupo - e rendimento médio mensal); ambientais (áreas protegidas, desmatamento e focos de calor) e institucionais (existência de órgão gestor de meio ambiente, de conselho de meio ambiente e número de pessoas ocupadas na área ambiental).
Além disso, o Instituto ainda disponibilizou o diagnóstico com o perfil da gestão ambiental dos municípios de Soure, Salvaterra, Ponta de Pedras, Santarém, Belterra e Belém, considerando as seguintes variáveis: existência de órgão municipal de meio ambiente; recursos específicos à área ambiental; existência de Fundo Municipal de Meio Ambiente ativo; existência de Conselho Municipal de Meio Ambiente ativo; caráter e composição dos Conselhos; realização de licenciamento ambiental de impacto local; termo de cooperação com o Estado; legislação ambiental e existência de Plano Diretor.
Para classificar os municípios quanto à capacidade de gestão ambiental, foram considerados alguns critérios exigidos para que o município exerça a competência do licenciamento ambiental de impacto local, previstos na Resolução Estadual nº 79, de 07 de julho de 2009. As variáveis consideradas, neste caso, foram: existência de Fundo Municipal de Meio Ambiente e de Conselho Municipal de Meio Ambiente ativo, caráter e composição do Conselho.
As principais conclusões apontadas no diagnóstico fornecido mostram que o desmatamento, as queimadas, a contaminação da água e a disposição inadequada do lixo são consideradas questões prioritárias para os gestores municipais; a baixa capacidade de gestão instalada dificulta a descentralização do licenciamento ambiental; a ausência de conselhos de meio ambiente limita a participação social na tomada de decisões; e a ausência ou insuficiência de capacidade técnica e operacional e recursos financeiros limitados resulta na ineficácia da gestão ambiental.

Texto:
Fernanda Graim-Idesp
Fone: (91) 3321-0644 / (91) 8207-4334
Email: fernanda.graim@idesp.pa.gov.br


Policiais prendem golpista e apreendem adolescente acusado de homicídio em Bragança
Está preso em Bragança, nordeste do Pará, José Maria dos Santos Marte, de 33 anos, por crime de apropriação indébita. Aproveitando-se da condição de empregado de uma empresa fornecedora de açúcar, sediada na cidade, o acusado se apropriou de mais de R$ 50 mil da firma e enganou inúmeros clientes nas cidades de Bragança, Tracuateua e Augusto Corrêa. José Maria fazia a entrega do produto em pontos comerciais, nos três municípios, recebia o dinheiro, mas não repassava a renda ou entregava apenas parte da arrecadação para a fornecedora. Ainda em Bragança, no dia de ontem, foi apreendido também um adolescente acusado de matar a tiros o mototaxista João Weliomar Lima Quadros.
Segundo o delegado Wander Veloso, de Bragança, que comandou as investigações sobre os golpes aplicados por José Maria, em outras ocasiões ele oferecia o produto a um preço mais baixo caso o pagamento fosse feito adiantado. “Ele recebia o dinheiro e não entregava o produto, o que levou muitos comerciantes a cobrarem da empresa a entrega do produto e, assim, descobrir a fraude”, explicou. O acusado foi conduzido até a Delegacia da Polícia Civil, em Bragança, onde foi autuado em flagrante. Ele permanece preso à disposição da Justiça.
Já o adolescente foi apreendido e apresentado na Delegacia de Bragança. Em seguida, foi levado à Promotoria de Justiça da Infância e Adolescência do município, onde após audiência com o juiz local, foi determinada a sua transferência e internação no Centro de Internação do Adolescente Masculino (CIAM), em Belém, onde deverá permanecer à disposição da Justiça. A prisão de José Maria e a apreensão do adolescente foram realizadas durante operação conjunta entre as Polícias Civil e Miltar.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com


Presa mulher que comandava esquema de tráfico de drogas em Xinguara
A Polícia Civil desarticulou um esquema de tráfico de drogas na cidade de Xinguara, sudeste do Pará, que tinha como líder Sandra da Silva Conceição. Ela foi localizada e presa no último sábado, 20, em um bordel no município vizinho de Sapucaia. Sandra estava com dois mandados de prisão decretados pela Justiça por crimes de homicídio relacionados ao tráfico de drogas. As ordens de prisão foram requeridas pelo delegado José Orimaldo Farias, titular da Seccional de Xinguara. Segundo ele, Sandra faz parte de uma família envolvida com o tráfico de drogas e homicídios. "Parte dese núcleo já está preso - o esposo, Fábio; o amante Francisco Assis; o pai, Narciso Conceição e outros dois irmãos, estes últimos por porte de arma de fogo e assassinato", detalhou o delegado.
A polícia já vinha tentando prender Sandra, que sempre conseguia escapar das operações. Além de tráfico de drogas, Sandra é acusada pelo assassinato de José Sobrinho Farias Souto, por vingança. Segundo as investigações, a vítima teria dado informações sobre o paradeiro do marido dela aos policiais responsáveis pela prisão do mesmo. O paradeiro de Sandra foi descoberto por meio de um trabalho de inteligência da Polícia Civil de Xinguara. Do bordel em Sapucaia, onde foi encontrada, ela comandava, por telefone, a venda de drogas no município vizinho. "A prisão de Sandra representa uma vitória para a Polícia Civil de Xinguara e um enfraquecimento no esquema tráfico de drogas", destacou o delegado Farias.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Fone: (91) 4006-9036 / (91) 9941-3490
Email: walrimar@gmail.com



Programação comemora o Dia do Servidor Público
No período de 24 a 27 de outubro, o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Estado de Administração (Sead), vinculada à Secretaria Especial de Estado de Gestão (Seges) realiza uma série de ações em homenagem ao “Dia do Servidor Público”, que é comemorado no dia 28 de outubro. Todas as atividades oferecidas aos servidores serão sem custo e acontecerão na Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (FCTPN), no horário das 15h às 20h. O projeto faz parte do Programa de Valorização do Servidor Público Estadual e do Programa de Saúde e Segurança Ocupacional do Servidor.
Durante a programação serão oferecidas ações de cuidados com a saúde, com a realização de exames básicos e consultas médicas; ações de cidadania: emissão de RG, certidão de nascimento e carteira profissional; sensibilização sobre responsabilidade social e informações sobre doação de sangue e como se dá o cadastro para doação de medula óssea, além de palestras e atividades culturais, como concertos, show musical, tetro e feira de talentos.



Notícias de Brasília/PSDB

Brasília, 23 de outubro de 2012

José Dirceu desrespeita democracia ao contestar condenação, afirma Rogério Marinho

Para o deputado Rogério Marinho (RN), o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu agride a democracia ao contestar decisão do Supremo Tribunal Federal, que o condenou por formação de quadrilha na segunda-feira (22). O petista divulgou nota negando qualquer participação no esquema. Segundo ele, a medida foi tomada “sem provas” e “viola o Estado Democrático de Direito”. Na avaliação de Marinho, Dirceu coloca sua conveniência acima dos interesses do país. Leia mais



PSDB cobra que Dilma Rousseff respeite seu cargo

No momento em que o país acompanha a decisão do Supremo Tribunal Federal sobre os réus do mensalão, com a punição exemplar daqueles que comandaram o mais ousado esquema de corrupção já registrado na história do Brasil, o PSDB sente-se na obrigação de vir a público cobrar respeito da presidente Dilma Rousseff ao cargo exercido e à sua obrigação de preservar a vontade democrática dos eleitores, nesta reta final das eleições municipais. Leia mais



Nota à população do Distrito Federal

A Comissão Executiva do PSDB-DF divulgou nota sobre entrevista concedida pelo governador Agnelo Queiroz ao "Correio Braziliense". "Lamentamos ver o governador do Distrito Federal manifestar publicamente, seu desrespeito, afronta e menosprezo em relação à decisão histórica do Supremo Tribunal Federal de condenar parlamentares e figuras do alto comando de seu partido, em meio ao julgamento do mensalão do PT. O maior escândalo de corrupção do país. É uma total agressão ao Estado Democrático de Direito." Leia mais



Imbassahy entra com ação penal no Supremo contra deputado petista por calúnia  

O deputado Antonio Imbassahy (BA) entrou com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) contra o deputado licenciado Nelson Pellegrino (PT-BA) por calúnia durante a campanha à prefeitura de Salvador. O petista utilizou seu tempo de TV e rádio, além de panfletos, para acusar o tucano de ser o responsável pela redução do trajeto do metrô da capital baiana. A diminuição do traçado de 12 para 6 quilômetros ocorreu em 2005, quando Imbassahy já não era mais prefeito. O documento apresentado à Suprema Corte nesta terça-feira (23) é, segundo o parlamentar do PSDB, uma forma de se defender contra afirmações levianas. Leia mais



Trabalho escravo em obra do Minha Casa, Minha Vida é inaceitável, critica Feldman

Falta de carteira assinada, salário atrasado e moradia inadequada. Fiscais do Ministério Público do Trabalho encontraram esses indícios de situação análoga à escravidão em uma obra do principal programa habitacional do governo federal: o Minha Casa, Minha Vida. Relator da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Trabalho Escravo, o deputado Walter Feldman (SP) disse que esse é mais um caso diante de vários já encontrados no país. Leia mais



Para Nilson Leitão, governo é incompetente em aplicar recursos do PAC

Levantamento do site “Contas Abertas” revela que a União e as empresas estatais deixaram 310 ações do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) paradas este ano. As iniciativas somam R$ 15 bilhões que ainda não saíram dos cofres públicos. Na maioria das rubricas sequer foram realizados empenhos, a primeira fase da execução orçamentária. Apenas R$ 5,3 bilhões foram reservados em orçamento. O deputado Nilson Leitão (MT) lamenta a falta de investimento e critica o governo federal pela incompetência em tocar obras públicas no país. Leia mais



Mercado pouco atrativo leva Brasil a perder oportunidades, avalia Paxiúba

O Brasil caiu quatro posições no ranking do Banco Mundial sobre o melhor ambiente regulatório para fazer negócios. Entre as 185 nações, o país ocupa a 130ª posição. A cobrança excessiva de impostos às empresas e a burocracia são alguns dos motivos que derrubaram a colocação nacional. Para o deputado Dudimar Paxiúba (PA), o fato comprova que o discurso do governo está na contramão da realidade. Segundo ele, ao contrário do que é apregoado pela propaganda oficial, muita coisa precisa ser melhorada no país. Leia mais



Decisão do STF é histórica e renova esperança dos brasileiros, destaca Jutahy Junior

A condenação da quadrilha do mensalão foi histórica, na avaliação do deputado Jutahy Junior (BA). De acordo com ele, o Supremo Tribunal Federal cumpriu o papel e comprovou a existência do esquema de corrupção. “Esta é a triste realidade, constituíram um grupo que queria o poder a qualquer custo. Compraram parlamentares e partidos políticos com dinheiro público para fazer uma estrutura que mantivesse o PT, por décadas, exercendo o poder no Brasil. A condenação por formação de quadrilha é a definição clara de tudo o que ocorreu”, afirmou durante pronunciamento em plenário nesta terça-feira (23). Leia mais



Andreia Zito apresenta projetos para combater indústria do concurso público

Com o objetivo de combater a terceirização no serviço público – prática permanentemente condenada pelo Tribunal de Contas da União – e esclarecer normas do governo federal que “incentivam uma verdadeira fábrica de concursos públicos que geram receita elevada e permanente para as organizadoras e despesa alta para os candidatos”, a deputada Andreia Zito (RJ) apresentou projeto de lei complementar estabelecendo que o prazo mínimo de validade de um concurso público será de um ano, prorrogável uma única vez por igual período. A legislação vigente estabelece apenas o prazo máximo (de até dois anos, prorrogável por igual período), mas não o mínimo.  Leia mais



Mensaleiros condenados em julgamento tentam colocar PT no comando de municípios

Como admitir que as mesmíssimas pessoas condenadas pela mais alta corte de Justiça do país estejam por aí tentando fazer com que o PT ascenda ao comando de importantes municípios do país no próximo domingo? “Não apenas pelos mensaleiros considerados culpados pelo Supremo, o partido de Lula e José Dirceu organiza-se, efetivamente, como uma quadrilha cujo maior interesse é continuar a perpetrar ataques ao aparelho estatal“, diz a Carta de Formulação e Mobilização Política desta terça-feira (23). Leia mais



 


FESTIVAL DE ÓPERA



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...