Total de visualizações de página

segunda-feira, outubro 14, 2013

O QUE ACONTECEU NO CÍRIO 2013







Governador acompanha a Trasladação e cumprimenta voluntários do Círio


O governador Simão Jatene, acompanhado da primeira dama do Estado, Ana Jatene, se uniu a centenas de romeiros na procissão da Trasladação do Círio de Nazaré, na noite deste sábado, 12. Durante a caminhada, iniciada no Centro Integrado de Governo (CIG), Simão Jatene parou para assistir o Coral de 200 Vozes que se apresentava na arquibancada montada pelo Instituto de Artes do Pará (IAP), Pro Paz e Secretaria de Estado de Promoção Social.
O coral, formado por membros da comunidade do entorno do IAP e de grupos da terceira idade, existe há 10 anos e pelo terceiro ano consecutivo realiza esta homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. Este ano, o grupo recebeu reforço de 30 crianças do Pro Paz, que passaram pela oficina de percussão do IAP.
A segunda parada foi para assistir a apresentação da cantora Jeanne Darwich, que cantava músicas marianas na homenagem do Banpará no Círio 2013. Na chegada à Estação das Docas, o governador visitou o posto de atendimento da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) em parceria com a Cruz Vermelha, montado no 4º galpão da Companhia Docas do Pará (CDP), um dos oito postos montados ao longo do trajeto da procissão.
Cerca de 100 profissionais da Sespa e mais de dois mil voluntários da Cruz Vermelha trabalham nas procissões do Círio deste ano. Lucilene Brito, voluntária da Cruz Vermelha há 29 anos e coordenadora do posto montado na CDP, disse que a visita do governador estimula o trabalho dos voluntários, principalmente por saber que o chefe do Executivo Estadual já foi voluntário em outras edições do Círio de Nazaré.
"É uma honra para nós receber a visita do governador. Isso representa muito pra gente, principalmente porque sabemos que ele já foi voluntário nessa mesma equipe, ajudando os promesseiros que acompanham as procissões do Círio. É sempre um orgulho muito grande tê-lo em nossa equipe", declarou Lucilene Brito, coordenadora do posto da Cruz Vermelha na CDP.
O governador Simão Jatene contou que, sempre que possível, participa como voluntário da Cruz Vermelha durante o Círio de Nazaré. "Quando não estou governador, eu e a Ana somos voluntários da Cruz Vermelha. É um trabalho importante e muito gratificante. Sempre faço questão de cumprimentá-los em reconhecimento a isso".
Na Estação da Docas o governador visitou a exposição Miriti das Águas, que reúne 370 peças que remetem à cultura amazônica. A instalação é promovida pela Secretaria de Estado de Cultura (Secult), com apoio da Organização Social Pará 2000, Sebrae e Associação dos Artesãos de Abaetetuba e fica aberta ao público até o dia 18 de outubro.
No momento, o governador aguarda a passagem da imagem de Nossa senhora de Nazaré na companhia do vice-governador Helenilson Pontes e secretários de Estado, num camarote montado na Estação das Docas.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom


Círio de Nazaré abre fronteiras para novos negócios no turismo


Festa de caráter eminentemente religioso e cultural, a grandiosidade do Círio de Nazaré também aquece e movimenta a economia do estado, despertando inclusive o interesse internacional para prospecção de novos negócios e parcerias comerciais. Na Romaria Fluvial deste sábado (12), estiveram presentes na embarcação da Secretaria de Estado de Turismo (Setur) e Companhia Paraense de Turismo (Paratur), o embaixador da Alemanha no Brasil, Wilfried Grolig, e o diretor da World Travel Market para a América Latina– importante feira de turismo do cenário global, Lawrence Reinisch, que veio conhecer de perto a realidade da festividade nazarena como produto turístico de proporções comerciais grandiosas.
“São milhões de pessoas de todo país e do mundo, num evento que vai além dos católicos, tornando-se num produto turístico e cultural. É um momento mágico para essa importante atividade econômica que é o turismo. São mais de 800 mil turistas que vem ao Pará por ano, destes aproximadamente 80 mil são estrangeiros, que trazem receita líquida para o estado e empreendedores que buscam novas fontes de negócio”, afirma o secretário Especial de Desenvolvimento e Incentivo à Produção (Sedip), Sidney Rosa.
Adenauer Góes, secretário de Estado de Turismo, explica que é preciso compreender o processo de organização da atividade, identificando as pessoas e entidades que representam seus segmentos, seja no âmbito local, regional, nacional ou internacional, para formação de uma grande teia de relações institucionais e comerciais.
“Temos aí o conteúdo principal para uma troca de experiências em produtos econômicos, propiciando intercâmbio de negócios em diferentes níveis. Uma relação entre dois países, como esta entre Brasil – neste caso representado pelo estado do Pará – e Alemanha, proporciona um ambiente para novos negócios, e entre eles está o turismo como atividade produtiva capaz de gerar receita e renda”, afirma Adenauer.
O embaixador alemão no Brasil, Wilfried Grolig, confessou estar impressionado com a magnitude do Círio de Nazaré: “Excepcional. É um evento grandioso”. E deu explicações sobre o interesse germânico na costura de relações e parcerias futuras com o Pará e o Brasil. “A Amazônia chama muita atenção na Alemanha, pelo exótico da cultura e os costumes da floresta que encantam. A Amazônia é fonte de vida para o sistema global, um crescimento sustentável e de energia renovável”, disse ao destacar as vantagens da região amazônica no cenário internacional.
“Temos relações bilaterais há muitos anos, desde a imigração alemã no século XIX, mais fortemente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Temos mais de mil empresas de origem alemã no Brasil, que têm capacidade produtiva para transformar a realidade da sociedade”, concluiu Grolig.

Texto:
Israel Pegado-SETUR


Órgão de saúde e segurança garantem tranquilidade no Círio


As ações de segurança e saúde montadas pelos órgãos do Governo do Estado para as procissões do Círio deste ano foram consideradas positivas ao final da grande procissão deste domingo, 13. Ao todo, 26 mil pessoas, de órgãos da Segurança Pública do Estado, de instituições municipais e federais, além da Cruz Vermelha, atuaram nas romarias.
Somente neste domingo de Círio, cerca de 600 policiais a mais, além do efetivo comum, fizeram a segurança dos romeiros. Ao todo, a operação conta com 6.600 PMs trabalhando ao logo da festividade de Nazaré. O tenente coronel Romualdo Marinho, comandante do 2º Batalhão, que atua nos bairros do Comércio e Nazaré, e comandante das operações do Círio deste domingo, afirmou que o planejamento feito pela polícia ainda no início deste ano foi colocado em prática nas ruas e o resultado foi positivo.
“O fato de termos planejado esta operação em conjunto com outros órgãos de segurança meses antes do Círio, foi fundamental para o sucesso da nossa ação. Tivemos muitas ocorrências, porém, a polícia conseguiu solucionar e atuar de forma precisa na maioria dos casos”, disse.
Segundo ele, o número de romeiros deste ano - cerca de 2 mihões e 100 mil - foi superior ao do ano passado e por esse motivo, o número de ocorrências também aumentou. As ocorrências mais comuns foram furto de aparelhos eletrônicos, roubos, brigas e tumultos causados principalmente pela bebida alcoólica.
O tenente afirmou também que as 34 câmeras de monitoramento instaladas ao longo da procissão, monitoradas pelo Centro Integrado de Operações (Ciop), contribuíram com a ação rápida da polícia. “Além das câmeras, o uso de todos os batalhões da cooperação – cavalaria, cães, batalhão ambiental, entre outros – também foram extremamente fundamentais na operação”, enfatizou.
Ele falou ainda sobre uma novidade utilizada pela polícia, que foi a utilização de 40 postos móveis, formados por quatro a seis policias, que levam nas costas uma mochila conhecida como “mochila pirulito” a qual identifica a localização do policial mais próximo.
O Sistema de Segurança Pública utilizou ainda, três helicópteros para salvamento e resgate de vítimas e monitoramento do percurso por onde a procissão passou. Um dos helicópteros ficou de prontidão no heliporto da Santa Casa do Pará para prestar socorro a vítimas de acidentes. Outro helicóptero, dotado do equipamento chamado imageador térmico, emitiu imagens ao vivo das romarias do Círio, para a central de monitoramento do Círio, no Ciop.

“Esse foi o primeiro ano que utilizamos esse equipamento e vimos que ele foi fundamental para nos ajudar a identificar problemas e acompanhar a movimentação nas vias públicas”, avaliou o coronel Mário Solano. Ele disse também que as imagens feitas pelo helicóptero facilitaram a ação rápida da polícia, principalmente nos casos de roubo. “Logo no início da manhã tivemos uma tentativa de arrastão na Praça da República, mas a polícia conseguiu prender todos os envolvidos”, completou.
As ações de saúde feitas pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) também foram consideradas positivas. A Sespa mobilizou mais de 150 profissionais, entre médicos, enfermeiros e técnicos para garantir pronto-atendimento aos romeiros. O trabalho foi realizado por meio do 1º Centro Regional de Saúde (CRS), em parceria com a Cruz Vermelha.
No total, somando a noite de sábado, da Trasladação, e a manhã do domingo da grande procissão, foram realizados 1.610  atendimentos nos postos fixados ao longo do percurso da procissão. Dois casos graves de fratura foram encaminhados ao Pronto Socorro Municipal da 14 de Março. “Todas as 23 ambulâncias disponíveis para atendimento foram utilizadas. Isso aconteceu devido ao grande número de pessoas que participaram da procissão, mas todos os pedidos de socorro foram respondidos e a maioria dos atendimentos foi realizado na mesma hora da ocorrência. De modo geral, avaliamos como positiva a nossa operação”, afirmou Ana Amélia Oliveira, diretora regional da Sespa.

Texto:
Bruna Campos-Secom


Autoridades reverenciam Nossa Senhora de Nazaré na Estação das Docas


O governador Simão Jatene chegou cedo à Estação das Docas, onde foi montado o camarote do Governo do Estado, e de onde ele assistiu a passagem da imagem da Nossa Senhora de Nazaré, acompanhado pela primeira dama do Estado, Ana Jatene; pelo vice-governador Helenilson Pontes; de lideranças políticas, secretários de Estado e convidados, na procissão do Círio realizada na manhã deste domingo, 13.
Para o governador, a época do Círio de Nazaré é uma situação ímpar, por ser um momento de reencontro com familiares e amigos e, principalmente, um reencontro do indivíduo consigo próprio. “Você não pode dizer ‘eu vou assistir ao Círio de Nazaré’, porque só tem uma forma de participar do Círio, que é vivenciando ele. Essa condição mágica deriva de várias coisas e uma delas é o reencontro de cada um consigo mesmo, com a sua crença, com a sua fé, com seus valores mais profundos. Acho que essa condição de reencontro consigo mesmo é um momento fantástico”.
Outro significado forte do Círio de Nazaré, na opinião de Simão Jatene, é o agradecimento. Ele lembra que nunca viu uma pessoa não se emocionar durante a procissão nazarena, mesmo aquelas que participam da festa anualmente, por ela extrapolar o direcionamento religioso de cada um, focando apenas no sentimento de fraternidade, solidariedade e amor que toma conta da multidão que caminha pelas ruas do centro de Belém.
“O Círio emociona pela questão religiosa sim, mas emociona mais ainda ao ver a fé, a esperança no olhar de cada um, ao ver essa massa que é capaz de construir uma coisa fantástica, que é manter a ordem na desordem, o que seria impossível de imaginar numa construção humana. Mais de dois milhões de pessoas nas ruas e a gente não tem conhecimento de nenhum tumulto. Isso mostra que a fraternidade, a solidariedade e o amor têm a capacidade de fazer com que, cada vez mais, nesses momentos, a gente tenha o de mais profundo em cada um que é justamente a nossa humanidade. Desejo que esse momento de fraternidade e de solidariedade que envolve o Círio possa se repetir todos os dias em nossas vidas, permitindo que a gente possa ter um mundo de paz”, afirmou Simão Jatene, governador do estado.
O prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, natural de Minas Gerais, disse que o Círio ultrapassa os limites geográficos do estado e conquista devotos em todo o país. “A devoção à Nossa senhora de Nazaré não é baseada no local onde se nasce, mas na fé que se tem, que é demonstrada nas procissões do Círio. Que a fé representada nos promesseiros da corda sejam transmitidas a cada um de nós.
Para o presidente da Assembleia Legislativa do Pará (Alepa), Márcio Miranda, o Círio é uma oportunidade de renovar a união entre os povos e um exemplo a ser seguido por todos. “É muita emoção, vem gente de todos os lugares para essa grande confraternização que une pessoas de interesses diferentes em torno de um bem comum, que é a fé. Sendo um verdadeiro exemplo de conduta para todo o Brasil”.
A Secretaria de Estado de Turismo (Setur), em parceria com o Dieese, estima que mais de dois milhões de romeiros participam da principal procissão do Círio de Nazaré, que atraiu cerca de 78 mil turistas à capital paraense neste período de homenagens à padroeira dos paraenses. O secretário de Estado de Turismo (Setur), Adenauer Góes, explica que foi realizada uma campanha de marketing em 12 estados brasileiros, destacando a festa do Círio e convidando as pessoas a conhecerem o Pará e seus destinos turísticos, como a Ilha do Marajó e Santarém.
O titular da Setur disse, ainda, que o Pará participou da Expo Católica, uma feira especializada em turismo religioso realizada no Rio de Janeiro durante a Jornada Mundial da Juventude. A participação do estado na feira é uma das ações previstas no Plano Estratégico de Turismo do Estado, que está sendo implementado. O segmento de turismo religioso, com foco no Círio de Nazaré, é o principal segmento trabalhado do ponto de vista mercadológico para superar o desafio de manter a presença regular de turistas no Pará.
“Estamos trabalhando para que turistas sejam atraídos para o nosso estado ao longo do ano inteiro pela devoção à Nossa Senhora de Nazaré. Durante a Jornada Mundial da Juventude, nós entregamos ao Papa Francisco uma réplica da imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, um presente que representa a fé e a devoção do povo paraense”, contou Adenauer Góes, secretário da Setur.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom


Declaração do presidente nacional do PSDB sobre a pesquisa Datafolha
 
"As pesquisas, neste momento, quando ainda não existem candidaturas definidas, devem ser sempre vistas com serenidade. Mas os numeros divulgados pelo Datafolha são extremamente positivos para o PSDB, porque confirmam que somos a principal alternativa no campo da oposição.

O governo é quem deve estar preocupado. Apesar da alta e permanente exposição da presidente nos veiculos de comunicação, e sendo uma candidata que tem o conhecimento de 100 por cento dos eleitores, foram as candidaturas alternativas ao governo que, proporcionalmente, mais cresceram".

Senador Aécio Neves (MG)
Presidente nacional do PSDB


Romaria Rodoviária e Motoromaria homenageam Nossa Senhora de Nazaré
A programação da festividade da padroeira dos paraenses, Nossa Senhora de Nazaré, continuou neste sábado, 12. Após uma vigília e uma missa em frente à Igreja Matriz de Ananindeua, foi realizada a Romaria Rodoviária, que conduz a imagem peregrina de Ananindeua até o distrito de Icoaraci. Durante o trajeto, mais uma vez, centenas de fiéis deram diversas demonstrações de fé e devoção à Rainha da Amazônia. A procissão durou três horas.
A imagem peregrina foi colocada na berlinda de um carro aberto e protegida pela Guarda da Santa. A procissão seguiu pela BR-316 até o Entroncamento e seguiu pela avenida Augusto Montenegro até Icoaraci, acompanhada pelos carros da Diretoria do Círio, Polícia Rodoviária Federal, Cruz Vermelha e centenas de outros veículos, bem como motoqueiros, ciclistas e pedestres. Mais uma vez, ao longo do percurso, os fiéis aguardavam a passagem da padroeira para homenageá-la.
“Estou desde cedo aqui, trouxe balões e papel picado. Isso é o mínimo que posso fazer para saudar minha mãe. Esse ano eu consegui trazer meu pai do interior do estado para passar o Círio comigo e isso devo a ela, já que ele não gosta muito de sair de onde mora”, explicou Rafael Coelho, vendedor autônomo.
A Augusto Montenegro estava tomada por milhares de pessoas e os fogos de artifício marcaram as homenagens na via. A comerciante Cleide César comprou 10 dúzias de fogos para homenagear a santa. “Comprei esses fogos porque ela me abençoou com a reforma do meu comércio e com isso consegui aumentar em muito meu faturamento. Isso não é nada perto do que tenho a agradecer”.
Depois de três horas de procissão, às 9h, a imagem chegou a Icoaraci e foi recebida pelo agente distrital, Armando Tavares. Em seguida, o arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, subiu ao palco armado na orla do distrito e abençoou os milhares de fiéis que tomavam conta do local. Após a benção, a imagem de Nossa Senhora foi levada até o navio Garnier Sampaio, da Marinha do Brasil, onde se iniciou a Romaria Fluvial até à Praça Pedro Teixeira, em Belém.
Motoromaria
A imagem peregrina chegou no final da manhã à praça Pedro Teixeira, conhecida como escadinha do porto de Belém. A imagem foi recebida com honras de chefe de Estado. Em seguida, os motociclistas realizaram sua homenagem à padroeira dos paraenses. Num percurso de 2,6 quilômetros, centenas de motociclistas, ciclistas e outros veículos acompanharam a imagem até o colégio Gentil Bitencourt. Ao longo do trajeto, muitas homenagens são feitas à Rainha da Amazônia.
Segundo a coordenação dos motociclistas, mais de 15 mil motos participaram das homenagens. Na chegada, os romeiros foram abençoados pelo arcebispo Dom Alberto Taveira, que confessou ter vontade de acompanhar a procissão em cima de uma moto. “Estou abençoando você aqui do alto, mas a vontade era vir aí no meio de vocês, quem sabe no próximo ano crio coragem e vou aí com vocês”, disse.
A romaria foi criada no dia 13 de outubro de 1990, pela Federação Paraense de Motociclismo, que decidiu prestar sua homenagem acompanhando a imagem de Nossa Senhora de Nazaré. Na oportunidade, cerca de 40 motociclistas participaram. A imagem saiu da praça Pedro Teixeira, seguiu pelas avenidas Presidente Vargas, Nazaré e Magalhães Barata até as escadarias do Colégio Gentil Bittencourt.

Texto:
Antenor Filho-Secom


Público de 40 mil pessoas assiste ao espetáculo "O Auto do Círio"


A 19a edição do espetáculo "O Auto do Círio" foi realizada nesta sexta-feira (11), no centro histórico de Belém. Com o tema "Maria de Todas as Flores", o cortejo dramático seguiu pelas ruas do bairro da Cidade Velha encenando performances teatrais de dança e música. Cerca de 40 mil pessoas assistiram ao evento.
O espetáculo dramático saiu da Praça do Carmo em direção à Igreja da Sé e finalizou seu percurso na Praça Dom Pedro II, entre os Palácios Lauro Sodré e Antônio Lemos. Além das tradicionais paradas, chamadas de estações, também foram feitas pequenas pausas, com encenações no percurso e homenagens ao Arraial do Pavulagem e à festa da Chiquita. Entre as atrações musicais da noite estavam Iva Rothe, Marisa Black, Cacau Novaes, Nean Galuccio e outros.
Para a dentista Amanda Sousa, 24 anos, é sempre uma emoção assistir ao espetáculo de perto. “Antes, ele era bem menor. Agora, ele percorre vários espaços e o elenco parece aumentar a cada ano”, compara. O Auto do Círio é reconhecido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) como patrimônio imaterial atrelado à festa do Círio de Nazaré. O evento é organizado e dirigido pelo Programa de Extensão "O Auto do Círio", da Escola de Teatro e Dança da UFPA (Etdufpa).

Texto:
Samilla Batista-Secom


Maratona de fé do Círio de Nazaré começa com traslado de mais de 12 horas
Terminou por voltas das 21h15, a mais longa e também a primeira das romarias em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. A berlinda que conduzia a imagem teve um problema e por um período de aproximadamente duas horas a imagem da Virgem teve que ser levada por uma pessoa da organização da festividade. Também choveu em alguns trechos. A segunda jornada da imagem já iniciou neste sábado, por volta de 5h30 da manhã, quando iniciou a Romaria Rodoviária para Icoaraci, de onde sai para a romaria fluvial.
Desde cedo centenas de pessoas já se concentravam em frente à Basílica Santuário de Nossa Senhora de Nazaré, aguardando a saída da imagem peregrina para o traslado rodoviário. Uma missa celebrada por Dom Teodoro antecedeu a primeira das 11 romarias nazarenas, em que é feito o traslado da imagem da Rainha da Amazônia para o município de Ananindeua. A maratona de homenagens começou às 8h30 e só foi encerrada às 21h15, horário da chegada da imagem à igreja de Nossa Senhora das Graças, depois de ter percorrido mais de 55 quilômetros.
Ao longo do percurso, ainda no centro da capital, a imagem da padroeira dos paraenses recebeu centenas de homenagens e, em alguns pontos do trajeto, foi retirada do carro da Polícia Rodoviária Federal e levada até próximo dos fiéis, que aguardavam para pedir bênçãos. O arcebispo de Belém, Dom Alberto Taveira, e o bispo auxiliar, Dom Teodoro, acompanharam a romaria.
Uma das paradas mais emocionantes aconteceu no Hospital Ophir Loyola, onde os pacientes que estão em tratamento - a maioria contra o câncer - puderam renovar sua fé e chegar mais próximo da Rainha da Amazônia. Auxiliadora Neves não conteve a emoção ao ver a chegada da imagem da Virgem. “Eu vim aqui para marcar uns exames e parece que os anjos me abençoaram com a possibilidade de ver esta festa única. Tenho mais fé agora para realizar meus exames”. Os servidores do hospital também homenagearam Nossa Senhora entoando cânticos cristãos.
Outras instituições governamentais localizadas ao longo do trajeto também renderam suas homenagens à Virgem de Nazaré. A Policia Civil saudou a passagem da imagem com fogos; a Universidade do Estado (Uepa), Jucepa, Escola de Governo (EGPA), Setran e escolas estaduais aclamaram a Virgem com músicas.
Perla Rodrigues, assistente administrativa, diz que realizou o sonho de estar mais perto da Mãe dos Paraenses. “Eu costumo acompanhar o Círio pela TV porque sei que é muito sufoco pra mim, mas aqui não, eu fiquei bem próxima dela e isso me deixou muito emocionada. O que senti é algo muito difícil de falar”.
Casas, prédios e empresas localizados ao longo das ruas e avenidas contempladas pela romaria rodoviária foram enfeitados com faixas, flores e balões para saudar a imagem peregrina. Seu Antonio Soares teve um problema no joelho e aproveitou para agradecer o sucesso da operação. “Estou distribuindo água para mostrar como ela me ajudou nesta cirurgia. Não podia andar direito e agora estou fazendo fisioterapia, mas tenho certeza que a graça já foi alcançada”.
Durante a romaria rodoviária, homens das Policias Rodoviária Federal, Civil, Militar, Detran e dos órgãos gestores do trânsito em Belém (Semob) e Ananindeua (Demutran) derão suporte para que não houvesse nenhum incidente. Segundo a diretoria da festa, o traslado para Ananindeua reuniu 1,3 milhão de pessoas.
A partir da Cidade Nova, várias vezes a chuva se fez presente na procissão, mas mesmo assim a população que estava ao longo do percurso não desistiu de esperar a passagem da santa. “Isso são bênçãos de nossa mãezinha e por isso vou me banhar aqui”, disse Leonardo Oliveira, que estava na avenida Arterial 18. Carlos Brito, que mora no Icuí, seguiu o mesmo pensamento e seguiu caminhando próximo do carro que conduzia a imagem. ”Vou seguir. A chuva vem do céu, então de Nossa Senhora”. 
Na entrada do bairro, um incidente aconteceu, quando o carro que levava a imagem de Nossa Senhora passou por uma lombada e a imagem tombou. Foi detectado um problema no imã que segura a imagem na base da berlinda e a partir daí, até o posto da Policia Rodoviária Federal, na BR-316, o diretor da festa, Kleber Viera, e o diácono José Ventura, teve que ir segurando a imagem peregrina. Depois, na PRF, foi reparado o problema e a Santa seguiu normalmente o resto trajeto.
Eram 21h15, 12 horas e 45 minutos depois da saída da Basílica Santuário, quando o carro que conduziu a imagem de Nossa Senhora chegou à Praça Matriz de Ananindeua. O prefeito de Ananindeua, Manoel Pioneiro, recebeu a imagem entregue por Dom Alberto Taveira.

Texto:
Antenor Filho-Secom


Cartão de confirmação de inscrição do Prise e Prosel da Uepa já está disponível
Já estão disponíveis no endereço www.prodepa.psi.br/uepa os cartões de confirmação de inscrição aos Processos Seletivos 2014 – Prise e Prosel, da Universidade do Estado do Pará (Uepa). No mesmo site, os candidatos a uma vaga no curso de Bacharelado em Música da Fundação Carlos Gomes também podem ter acesso ao seu cartão.
No documento, deverão constar os dados pessoais, número definitivo de inscrição, curso, turno, semestre, município de opção, língua estrangeira, data, hora e local de realização das provas.
O candidato que não obtiver seu comprovante de inscrição deverá, até o dia 17 de outubro, utilizar os seguintes e-mails para entrar em contato com a Uepa: correto@uepa.br (Prosel); correto17@uepa.br (Prise 1ª Etapa),correto16@uepa.br (Prise 2ª Etapa) ou correto15@uepa.br (Prise 3ª Etapa). Se estiver em Belém, o candidato deverá dirigir-se à rua do Una, 156 – Bairro do Telégrafo, no horário de 8h às 14h. Se estiver fora da capital, basta se dirigir a um dos 15 municípios onde a Uepa tem sede própria, no mesmo horário.
Caso haja algum erro de dados pessoais no comprovante de inscrição, o candidato também deverá requerer correção também até 17 de outubro, pelo e-mail correto@uepa.br. Após este período, deverá indicar a correção ao fiscal de sua sala, no momento de realização da prova.
A Uepa ressalta que não serão aceitos os pedidos de correção que impliquem em modificação de língua estrangeira ou curso, turno, semestre, município e local de realização das provas, e que o comprovante de confirmação de inscrição somente terá validade mediante a apresentação do documento de identidade original.
Este ano, a instituição oferta 3.106 vagas, distribuídas em 25 cursos de graduação. As provas objetivas da seleção correspondentes à primeira e à segunda etapa serão realizadas nos dias 24 e 25 de novembro. A terceira e última está marcada para o dia 15 de dezembro. Em todas as etapas o candidato deverá responder a questões relativas às disciplinas ministradas em cada série do Ensino Médio. Na segunda etapa será incluída a língua estrangeira e, na terceira, a redação. Os calouros 2014 da Uepa devem ser conhecidos até o dia 31 de janeiro.
Mais informações: (91) 3299-2216 ou e-mail: daa@uepa.br

Texto:
Ize Sena-Uepa


Governo finaliza obras de revitalização da Alça Viária
A Alça Viária, principal via que interliga Belém ao sul do Pará, de extrema importância para a economia do Estado, já está com suas obras de revitalização concluídas. A Secretaria de Estado de Transportes (Setran) já finalizou a pavimentação de 70 quilômetros da rodovia - um investimento superior a R$ 90 milhões, que vai melhorar a trafegabilidade e garantir mais segurança e comodidade à população.
Residente há 12 anos no KM-27 do Ramal Bonfim, a comerciante Jucileide do Espírito Santo, 57 anos, lembrou as dificuldades de deslocamento enfrentadas pelas famílias que moram ao longo da rodovia.
Agora, com a Alça Viária totalmente recuperada pelo governo do Estado, Jucileide ressaltou a importância da preservação da rodovia. “Mais importante do que a obra em si, é preservá-la. Antes da Alça Viária, nos deslocávamos pelo rio, o que demorava dias. Depois, com a inauguração da via, chegou o desenvolvimento para a nossa comunidade, por isso, acho importante cuidar para que continue em boas condições”, disse ela.
Segundo Osmar Sampaio, responsável pela Diretoria de Transportes Terrestres (DTT), da Setran, a nova pista da Alça tem 10 centímetros de espessura, enquanto o acostamento tem cinco centímetros, em concreto betuminoso usinado a quente (CBUQ). A nova pavimentação foi projetada para aguentar o tráfego intenso nos próximos 10 anos, desde que as cargas não excedam o limite por eixo determinado, de 8.2 toneladas por eixo.
Devido ao crescente fluxo na rodovia, a Setran, para garantir a durabilidade dos serviços executados, vai adquirir novas balanças, que serão instaladas ao longo da pista. O processo, já licitado, aguarda apenas a homologação, informou Osmar Sampaio.

Texto:
Maísa Portal-Setran


Escola Barão do Rio Branco homenageia Nossa Senhora de Nazaré


Um dos estabelecimentos de ensino que integram o plano de revitalização de prédios históricos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc), a centenária Escola Estadual Barão do Rio Branco, no bairro de Nazaré, realizou nesta sexta-feira (11), a partir das 7h30, a sua homenagem à Virgem de Nazaré. A pequena romaria contou com a participação de diretores, alunos, pais e professores da escola, que fizeram uma caminhada pela paz, renovando as esperanças por dias melhores para a humanidade. A procissão saiu da Escola Estadual Pinto Marques e percorreu a Travessa Rui Barbosa e as Avenidas Nazaré e Generalíssimo Deodoro, até a escola Barão do Rio Branco.
Para Doralice Santos, mãe da aluna Gabriela dos Santos, a iniciativa da escola é excelente e contribui para o desenvolvimento pessoal dos alunos. “Esse tipo de ação aproxima o aluno da igreja, e ajuda no crescimento como ser humano”, ressaltou.
O estudante Nahan Ferreira, do 7º ano do Ensino Fundamental, disse que essa época do ano é sempre uma festa para ele e sua família. “É muito bom participar do Círio da minha escola. Fazemos muita festa no Círio de Nazaré, e a escola aumenta ainda mais a nossa alegria com essa programação”, declarou.
Os alunos aproveitaram a romaria para receber gêneros alimentícios, que serão doados a instituições de caridade. A homenagem à Maria contou com a participação do diácono Miguel Pimenta, da Paróquia da Natividade do Nosso Senhor Jesus Cristo, do bairro Sideral.
A professora de Matemática Gina Amaral disse que a romaria é uma oportunidade para os alunos se aproximarem da igreja e aprenderem mais sobre solidariedade e respeito ao próximo. Ana Célia de Souza, diretora da “Barão do Rio Branco”, destacou que o principal objetivo é unir a família e a escola. “Independentemente de qual seja a religião do aluno, procuramos trabalhar o espírito de comunhão e de paz, destacando a importância da participação de toda a comunidade escolar”, enfatizou a diretora.

Texto:
Eliane Cardoso-Seduc


Detentas participam de evento do Dia das Crianças com os filhos no CRF
Doces, pipoca, brinquedos e muitas brincadeiras. A alegria infantil deu o tom da programação especial do Dia das Crianças, ocorrido na manhã desta sexta (11), durante a visita dos filhos das internas no Centro de Recuperação Feminino (CRF), em Ananindeua. O evento foi organizado em parceria com um grupo missionário religioso, empresários e pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).
A programação começou com a apresentação do coral de internas do CRF, que trouxe um recital de canções religiosas e infantis. Kellen da Silva, uma das internas participantes do coral, também aproveiou a ocasião para matar a saudade das duas filhas. “É um momento muito feliz. Estou aqui e elas sentem muitas saudades de mim. Minha filha não tinha nem um ano quando fui presa e nesta data elas estarem perto de mim é uma felicidade muito grande”, declara.
Além de apresentação musical das internas, houve também distribuição de lanches e brinquedos para as crianças e diversas brincadeiras. Marilene Faro não vê os três filhos e a mãe há mais de um ano pelo fato da família morar no interior do Estado. Ela não esconde a alegria no reencontro com os filhos e a mãe durante a programação. “Um ano sem os ver, meu coração agora está muito feliz. Estou feliz também por minha mãe ter vindo de tão longe me ver. Espero ter um novo rumo na minha vida para que eles nunca precisam me ver novamente neste lugar, esquecer o que passou e poder cuidar deles”, afirma.
Já para a interna Kelly Hávila, a festa foi motivo duplo de comemoração. Sua filha completou 10 anos hoje e ela também recebeu a visita da mãe. A comemoração teve direito a parabéns e bolo surpresa. Foi dificil conter a emoção. “Minhas flhas são tudo para mim e este é um momento muito especial. Apesar de estar presa, eu vou mostrar a elas que posso ser a melhor mãe para elas. Eu estou no coral do CRF e por meio dessa oportunidade eu pude participar da gravação do CD com elas. Sempre tive sonho de ser cantora e quero continuar esse objetivo quando sair”, avalia.
Segundo a diretora do CRF, Carmem Botelho, o momento é de reencontro de famílias. “Há uma carência muito grande por parte das internas de amor e afeto. Eventos como esse permitem que sejam resgatados e fortelecidos os vínculos familiares entre mães, filhos e até mesmo netos, pois aqui há muitas avós e elas podem receber a visita deles”, conclui a diretora.

Texto:
Timoteo Lopes-Susipe


Secretaria da Fazenda prossegue com a Operação Círio


Prossegue até o dia 16 de outubro a Operação Círio de fiscalização, iniciada na quinta-feira, 10, pela Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), com objetivo de verificar a emissão do documentário fiscal. Durante as visitas aos estabelecimentos os auditores conferem se os equipamentos emissores de cupom estão regulares e conectados com as máquinas de venda com cartão de crédito, além de fazerem a verificação cadastral e documental.  
No primeiro dia da operação foram apreendidos 10 equipamentos do tipo Point of Sale (POS) em três estabelecimentos localizados num shopping center, além de quatro blocos de notas não fiscais em lojas da rua João Alfredo.
E na madrugada desta sexta-feira, 11, a Sefa realizou "Operação Porta a Porta" na Central de Abastecimento do Estado (Ceasa), onde três auditores e dois fiscais visitaram 20 estabelecimentos comerciais, com a apreensão de três equipamentos Emissores de Cupom Fiscal (ECF). De acordo com o diretor de Fiscalização da Sefa, Célio Cal Monteiro, “a Ceasa é um grande centro de distribuição e devido à sua importância a fiscalização no local passará a ser periódica”.
A Operação Círio verifica se os contribuintes do Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS), optantes do Simples Nacional, estão fazendo o devido recolhimento de impostos. Um total de 750 estabelecimentos deverão ser visitados em quatro shoppings da Grande Belém e lojas localizadas em diversos bairros.
Um dos focos é verificar as máquinas de cartão de crédito do tipo Point of Sale, que devem estar ligadas ao ECF. Quando isso não ocorre, o estabelecimento realiza a venda no cartão, mas não emite o cupom fiscal. “A orientação da Sefa é que as empresas, obrigatoriamente, usem a Transferência Eletrônica de Fundos (TEF), pois assim, quando o cliente passa o cartão, há emissão automática do cupom fiscal”, informa Márcia Costa, coordenadora da unidade da Sefa em Belém.
Durante as visitas, os auditores entregaram 260 notificações de pendências. Este documento é entregue aos contribuintes que recolhem ICMS e que são optantes do Simples Nacional. Eles devem comparecer a Sefa para retificar as declarações que informam o cálculo dos tributos devidos mensalmente. Esta medida foi tomada porque a Sefa detectou um grande volume de vendas pagas com cartão de crédito e que foram omitidas pelos estabelecimentos. As  notificações são referentes a 2012.

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa



Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...