Total de visualizações de página

segunda-feira, julho 08, 2013

Sesma contrata 49 leitos para urgência e emergência




Sesma contrata 49 leitos para urgência e emergência


Fonte: ORM

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) assinou contrato para aquisição de 49 leitos em quatro hospitais particulares de Belém nesta terça-feira (9). Os leitos dos hospitais Maradei, Pio XII, Ordem Terceira e Beneficente Portuguesa servirão para retaguarda do atendimento em urgência e emergência realizado na capital.
Na próxima semana a secretaria assina mais um contrato para aquisição de 24 leitos no Hospital do Coração. Em agosto outros 15 leitos serão ofertados pelo Hospital Santa Terezinha para a pediatria.
Os 88 novos leitos serão disponibilizados e controlados pela Central de Regulação de Leitos da Secretaria Municipal de Saúde. O serviço pode ser utilizado por meio dos Prontos Socorros, o Samu 192 e a UPA, para que então seja feito o encaminhamento.
Os leitos serão custeados por uma parceria da prefeitura de Belém com o Ministério da Saúde. Os valores pagos são superiores aos praticados pela tabela do Sistema Único de Saúde, na qual leitos de urgência e emergência tenham diária de R$100, serão acrescidos R$300 nas diárias. Os leitos de UTI têm um valor adicional diferenciado, chegando a R$800.

Redação Portal ORM




Mais 24 leitos serão adquiridos

pela secretaria na próxima semana


 
Governador entrega obras nos 400 anos de Bragança
“Uma cidade com uma riqueza cultural tão grande quanto Bragança precisa ter um teatro, um espaço que permita que a sua classe artística possa se manifestar”. Com esse depoimento o governador Simão Jatene anunciou à população de Bragança, nesta segunda-feira, 8, a construção do Teatro Monsenhor Mâncio Ribeiro, que será instalado juntamente com o Liceu da Música no prédio onde, no passado, funcionou a Escola Monsenhor Mâncio Ribeiro – uma das primeiras instituições de ensino da cidade –, desativado há muito tempo e que vinha sendo deteriorado pela ação do tempo e dos vândalos. O investimento do governo do Estado na restauração e adequação do espaço será de cerca de R$ 12 milhões.
A notícia da autorização para o processo de licitação da obra, recebida com festa pela população, foi dada pelo governador em meio ao concerto preparado especialmente pela Orquestra Sinfônica e pelo Coro Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz para celebrar os 400 anos do município, completados nesta segunda-feira. Esta foi a primeira vez que os grupos se apresentaram em Bragança, cidade com grande tradição musical e berço de uma das manifestações culturais mais expressivas do Estado, a Marujada.
Logo após o anúncio, Simão Jatene, acompanhado pelo prefeito de Bragança, Nelson Magalhães, seguiu para um palco armado na orla da cidade, às margens do rio Caeté, onde a prefeitura, com o apoio do governo do Estado, realizou um grande show popular em homenagem ao aniversário do município. Por lá, passaram artistas locais e nacionais, como a paraense Luê Soares e o paraibano Chico César.
Assim que subiu ao palco, o governador foi saudado por um coral de 400 vozes, reunido especialmente para a ocasião, que executou canções típicas do folclore bragantino e finalizou a apresentação com o tradicional “parabéns à você”, seguido de uma salva de fogos de artifício. O governador fez questão de descer da plataforma para cumprimentar a população e apreciar o restante do espetáculo pirotécnico junto ao povo.
Bragança ganha obras de infraestrutura, segurança pública e turismo nos 400 anos
Antes de prestigiar as apresentações culturais, durante a tarde e início da noite o governador Simão Jatene entregou duas importantes obras à população bragantina e de toda a região do Salgado: a pavimentação asfáltica da vicinal Camutá, estrada que corta a comunidade de mesmo nome e que dá acesso a um dos pontos turísticos mais visitados de Bragança – o mirante de São Benedito –, e a doação de 52 viaturas, entre carros e motocicletas, para o sistema de segurança pública de 19 municípios da zona bragantina.
A pavimentação da vicinal Camutá – estrada com 2,2 quilômetros de extensão – era um desejo antigo da população local, não só por conta do aspecto turístico, mas também pela própria qualidade de vida dos moradores da região. É o que conta uma das moradoras mais antigas da comunidade de Camutá, Sebastiana Lucas, de 62 anos. Segundo ela, no início a vicinal era apenas “um caminho”, depois passou a ser “uma estrada, mas cheia de buracos, lama e poeira”. E assim permaneceu por muitos anos. “O sonho da nossa comunidade era ter essa estrada asfaltada, para facilitar o acesso ao mirante e a dois balneários que temos aqui próximos. Agora, certamente, a nossa vida vai melhorar muito, foi um grande presente nesses 400 anos de Bragança”, comemorou.
O mesmo sentimento teve a comerciante Maria Diana Padilha, de 58 anos. Ela contou que a área onde foi construído, há quatro anos, o mirante de São Benedito, pertencia aos seus pais e foi doada pela mãe dela à igreja católica, pois seu sonho era ver erguida ali uma capela. “A capela não veio, mas veio o mirante e, agora, essa estrada. Tenho certeza de que a minha mãe, onde quer que esteja, está muito feliz no dia de hoje”, contou, sem esconder a emoção, Maria Diana, que mantém, juntamente com o irmão, um comércio de comidas e bebidas à beira da estrada que acabou de ser asfaltada.
De acordo com o secretário de Estado de Obras Públicas, Joaquim Passarinho, a obra foi resultado de uma solicitação da comunidade ao governador Simão Jatene, por ocasião de uma reunião realizada com os prefeitos da região, no início deste ano. “O governador ouviu o clamor da população e autorizou imediatamente a obra, que incluiu a terraplanagem, a pavimentação asfáltica, a construção do meio-fio e toda a pintura e sinalização, num investimento de R$ 950 mil. Esse é um trabalho que o governo do Estado tem feito em todos os municípios do Pará, privilegiando, principalmente, os pontos turísticos, como é o caso aqui”, observou.
Já o secretário de Estado de Turismo em exercício, Álvaro do Espírito Santo, ressaltou que um bom acesso é a condição fundamental para que as pessoas possam conhecer um atrativo turístico relevante, como é o caso do mirante de São Benedito. “A obra vai facilitar o acesso não só a esse equipamento turístico importante, mas a tudo aquilo que esta área da cidade tem de beleza natural, extremamente bem preservada”, ressaltou, acrescentando que, em função do aniversário de 400 anos de Bragança, o governador Simão Jatene também ordenou o repasse, por parte da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), de um aporte de R$ 300 mil para apoiar a prefeitura da cidade na elaboração de um plano de turismo para o município, a confecção de um guia turístico de Bragança e pagamento dos cachês dos artistas que participaram da festa.
Para a aposentada Emília Sousa, 76 anos, o dia foi de celebrar o aniversário do seu município, mas, também, de visitar o mirante de São Benedito, um dos seus programas favoritos. Para ela, que mora na sede de Bragança, a pavimentação asfáltica da estrada vai deixá-la ainda mais próxima ao seu santo protetor. “Gosto de vir aqui porque me sinto mais perto dele, em quem confio e de quem sou devota. Não à toa que eu participo da Marujada há mais de 30 anos. O dia de hoje é de muita alegria para mim, pela passagem do aniversário de Bragança, mas também poder estar bem de saúde, aos 76 anos, para ver uma obra como essa”, orgulhou-se.
O prefeito de Bragança, padre Nelson Magalhães, fez questão de agradecer ao governador Simão Jatene por todos os investimentos que estão sendo feitos no município, como as pontes da estrada que liga a cidade à praia de Ajuruteua; o Teatro e o Liceu, cujo processo licitatório deve sair em breve; a ampliação do sistema de abastecimento de água do município; a entrega das viaturas e a construção da Unidade Integrada Pro Paz de Bragança, além do trabalho que visa à certificação da farinha de Bragança, com a criação do selo de identificação geográfica da farinha bragantina.
O governador Simão Jatene disse, em momentos diferentes, para a população de Bragança que, na verdade, era ele quem tinha motivos de sobra para agradecer, porque a condição de governador quem lhe deu foi o povo do Pará e é obrigação de qualquer governante retribuir a confiança que lhe é depositada. “Todos esses investimentos representam não apenas uma ação do governo do Estado, mas também um presente da própria população do Estado para Bragança, porque, em última instância, é o povo quem financia tudo isso. Só aqui em Bragança, os investimentos que estão acontecendo agora chegam à casa dos R$ 30 milhões. São as pontes para estrada de Ajuruteua, no valor de R$ 8 milhões; o Liceu e o Teatro, no valor de R$ 12 milhões; o sistema de abastecimento de água, que está em curso; a unidade de polícia, que está em construção também, enfim, diversas homenagens, não do governador ou do prefeito, mas do povo do Pará a uma cidade que faz 400 anos, o que merece ser festejado por todos os paraenses. Sinto-me feliz como governador em poder participar de um momento como este”, frisou.
Além de secretários de Estado, acompanharam a visita do governador à Bragança, deputados estaduais e federais, vereadores, prefeitos e líderes políticos e comunitários de toda a região do Salgado.

Texto:
Elck Oliveira-Secom


UIPP Terra Firme promove Colônia de Férias para moradores do bairro
De 08 a 12 de julho, a Unidade Integrada Pro Paz (UIPP) da Terra Firme estará promovendo uma Colônia de Férias que oferece atividades esportivas e de lazer para crianças e jovens. O objetivo é combater a ociosidade da garotada durante o recesso escolar. Ao todo 300 meninos e meninas serão atendidos em dois turnos, pela manhã e tarde, com atividades como futsal (masculino e feminino), vôlei (masculino e feminino) e tênis de mesa, além de assistirem à exibição de filmes e participarem da oficina de xadrez. A Colônia de Férias também vai atender os pais das crianças com oficinas de dança de salão e dança do ventre.
Segundo a coordenadora da UIPP, Simone Lopes, atividades como esta ajudam a tirar o jovem das ruas e a aproximar a comunidade das ações do Pro Paz. "Alem de assistir as crianças que estão em situação de vulnerabilidade social, trazemos a comunidade para dentro da UIPP, o que ajuda a divulgar o nosso trabalho e atrai novos participantes para o projeto", disse. A Colônia de Férias também vai contar com uma oficina de pipa, realizada em parceria com a Celpa, destinada a mostrar aos garotos a forma correta de brincar e  alertá-los sobre os riscos de usar linha encerada ou empinar as pipas próximo à rede de alta tensão.
Ainda há vagas disponíveis para o período da tarde. Para se inscrever basta se dirigir à Unidade Integrada Pro Paz do bairro da Terra Firme, localizada na Rua Celso Malcher, esquina com a Passagem Ligação, s/n, portando um documento de identificação. A Colônia de Férias da UIPP Terra Firme segue até a próxima sexta-feira, 12, organizada pela equipe do Pro Paz, em parceria com o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Casa Civil, Fundação Curro Velho e do Instituto de Artes do Pará e Celpa.

Texto:
Brena Moreira-Pro Paz


Casa da Linguagem recebe workshop de Dança da Índia
Na manhã desta terça-feira, 9 de julho, Beatriz Books, do grupo Locômbia Teatro de Andanças, promoveu um workshop de Dança Clássica da Índia, na Casa da Linguagem, com duração de três horas e reuniu 15 participantes.
Entre os alunos estava Anita Malcher, universitária do curso de Licenciatura em Dança pela UFPA. Para Anita, que também integra um grupo de teatro, “é sempre bom estar se atualizando. Eu já conhecia essa dança, mas há muito tempo, é um pouco complicado por que tem todo um trabalho de corpo”.
Outro aluno que se interessou pelo curso foi Luiz Cardoso, de 28 anos, ele integra o Movimento Hare Krishna de Belém e aprovou a iniciativa da oficina. “Foi muito bom conhecer mais da cultura indiana. Aqui em Belém eu faço parte do movimento Hare Krishna e sempre quando tem um festival, que recebemos um mestre espiritual em Belém, pensamos em apresentar a Dança Indiana”, comenta.
A instrutora Beatriz Books explica que a oficina de Dança da Índia já percorreu vários estados brasileiros e integra o projeto de circulação “Odissi, no Caminho das Águas”, contemplado pelo Prêmio Funarte Petrobras de Dança Klaus Vianna 2012, com apresentação nas cidades de Manaus, Santarém, Belém do Pará e Macapá. A artista comemorou o interesse do público paraense em aprender a Dança Clássica da Índia. 

Texto:
Andreza Gomes-FCV
Fone: (91) 3184-9102/  / (91) 8895-1334/ 8890-0357
Email: andrezagomesjornalista@gmail.com


Sagri repassa caminhões a cooperativas de Tailândia e Parauapebas
A Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) entregou nesta terça-feira, 9, dois caminhões a cooperativas de agricultores familiares dos municípios de Tailândia e Parauapebas, localizados nas regiões nordeste e sudeste do Pará, respectivamente. O repasse aconteceu na sede da Sagri e foi feito pelo titular do órgão, Hildegardo Nunes, na presença de integrantes dessas cooperativas; do deputado estadual Milton Zimmer (PT-PA), autor da emenda parlamentar que viabilizou recursos para a aquisição dos caminhões; além do presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Pará (Fetagri), Francisco di Assis.
À Cooperativa Mista de Parauapebas (Cooper) coube um caminhão frigorífico, que será usado no transporte de polpas de frutas e também na distribuição do produto. A associação foi criada em 1997 e atualmente é presidida por Mauro Melo da Silva. “Há dois anos, a cooperativa passou a ser fornecedora de produtos para a merenda escolar do município de Parauapebas, por isso é importante dispormos desse caminhão, que vai tornar as entregas mais rápidas e eficientes”, disse Mauro.
O caminhão cargueiro de carroceria aberta foi entregue à Cooperativa de Agricultores de Tailândia (Coagrotai), que existe há seis anos. O presidente da cooperativa, Joselito Sousa, disse que o veículo será utilizado no escoamento da produção dos agricultores familiares do município, e servirá igualmente a outras cooperativas de Tailândia. A Coagrotai também fornece a merenda escolar do município e trabalha com a produção de frutas e hortaliças.
Recursos - A viabilização de recursos por emenda parlamentar é uma das formas de atender às cooperativas de trabalhadores e prefeituras. O trâmite começa quando um deputado propõe uma emenda, visando a captação recursos. No caso do setor agrícola, o recurso do Governo Federal é repassado ao Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que o dispõe às Secretarias de Agricultura de cada Estado. Estas, por sua vez, recebem as demandas dos interessados e fazem a intermediação entre ministérios e cooperativas ou prefeituras.
O secretário Hildegardo Nunes declarou sua satisfação em repassar os veículos. “A meta da Sagri é sempre apoiar o produtor rural. Por isso, nossa preocupação é saber o que ele está precisando e apoiá-lo quando for necessário”, disse o secretário. Hildegardo também elogiou a iniciativa das cooperativas em fornecer alimentos para a merenda escolar nos municípios. “É uma atividade que gera renda para os agricultores locais e ainda reduz os custos para as prefeituras, que em vez de comprar esses gêneros em outro município ou até outro estado, passam a valorizar a produção local, garantindo uma alimentação mais saudável e com melhor qualidade para os estudantes da rede pública”, completou Hildegardo.

Texto:
Dede Mesquita-Sagri


Nomeado novo Presidente da Junta Comercial do Estado
Foi nomeado nesta terça-feira, 9, o novo presidente da Junta Comercial do Estado do Pará, Paulo Sérgio Pinto Marques Pinheiro. Paulo Sérgio é paraense e formado em Administração de Empresas pela Universidade da Amazônia (Unama). Ele já integra o Colégio de Vogais da Junta, constituído por representantes das entidades civis, como Vogal titular da Federação do Comércio do Estado do Pará (Fecomércio). O Colégio é integrado por entidades de classes que se reúnem semanalmente e formam um órgão deliberativo superior responsável pelas decisões da Jucepa. Aos 136 anos, a Jucepa é a instituição responsável em dar legalidade aos atos do registro público de empresa mercantil e disponibilizar informações mercantis à sociedade. É Vinculada ao Governo do Estado por meio da Secretaria Especial de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção (Sedip).


IAP participa do aniversário dos 400 anos de Bragança
Depois de uma semana de atividades, os participantes da oficina de percussão promovida pelo Instituto de Artes do Pará em Bragança, encerraram a capacitação com uma apresentação mais do que especial, ao lado do Trio Manari, no palco armado na orla da cidade. “Foi um sonho realizado, um momento bastante esperado por todos e também muito bonito. Eu espero que venham mais oficinas assim”, afirmou a estudante Raquel Leito, de 23 anos, que estreou como percussionista.
O IAP promove oficinas permanentes no município, onde já deixou seu legado. “Nós temos muitos talentos na música e o IAP há muito tempo vem nos dando apoio no sentido de capacitar essas pessoas. Lembro quando ninguém entendia o porquê de promover uma oficina para que os jovens aprendessem a tocar rabeca e o IAP veio e mostrou o quanto isso era necessário. Só havia dois músicos, já bem idosos, e a prática desse instrumento corria o risco de se perder. As pessoas que hoje ainda sabem tocar rabeca vieram dessa oficina, e além de tocar aprenderam a fabricá-las”, ressaltou o prefeito da cidade, Padre Nelson Magalhães.
Na noite que marcou o encerramento da programação oficial pelos 400 anos da cidade, o IAP também reapresentou os filmes da Mostra Pará, exibidos no sábado, 6, e no domingo, 7.  A celebração contou, ainda, com a presença do governador do Estado, Simão Jatene; da presidente interina do IAP, Zoraya Moura; e da gerente de artes cênicas e musicais do Instituto, Sônia Massoud, além da equipe de oficineiros.
A programação do IAP nos 400 anos de Bragança prossegue até 27 de julho, com a Jornada Fotográfica, que abre inscrições nesta quarta-feira, 9. Já no dia 12, o escritor Alfredo Garcia participa de um bate-papo literário no Museu da Marujada, e no dia 13 acontece o encontro com os participantes da jornada, no Instituto Santa Terezinha.

Texto:
Dani Franco-IAP


Nota CPC “Renato Chaves” – Acidente na PA-124
A respeito do acidente ocorrido nesta segunda-feira (8) na Rodovia PA-124, que liga os municípios de Capanema e Santa Luzia, o CPC “Renato Chaves” informa que realizou as perícias de levantamento de local de crime e remoção cadavérica de Eden Cruz, 27 anos, vereador do município da cidade de São João de Pirabas. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da Unidade Regional de Castanhal no fim da tarde de ontem para os procedimentos legais. Após periciado, o cadáver foi liberado nesta terça-feira, 9, às 9h, para seus familiares. Até o momento, o Centro não atendeu nenhuma outra demanda de vítima fatal decorrente do acidente naquele trecho da via.


Seel e Comitê Olímpico Brasileiro promovem o COB nas Ruas 2013
A Secretaria de Esporte de Estado e Lazer (Seel), em parceria com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), promove nesta quinta-feira, 11, na praça Batista Campos, o COB nas Ruas 2013. O evento, que também será realizado em outros seis Estados, tem o objetivo de promover a prática esportiva e as modalidades que serão disputadas nos Jogos Olímpicos do Rio em 2016.
A programação do COB nas Ruas 2013 será realizada de 8h às 12h e de 15h às 18h na rua dos Tamoios, para atender ao público de todas as idades com clínicas esportivas para prática de Esgrima e Luta Olímpica. Crianças, jovens e adultos, toda a comunidade poderá participar, aprender e conhecer sobre as duas modalidades olímpicas que serão apresentadas.
Para complementar o evento, o COB trará um atleta pan-americano, que fará parte de um bate-papo com crianças e jovens da rede pública de ensino, incentivando cada vez mais a prática esportiva como instrumento de transformação na vida das pessoas. O COB divulgará nesta quarta-feira, 10, o nome do atleta brasileiro. Mais de 10 técnicos esportivos da Seel participam do COB nas Ruas 2013 e auxiliarão quem quiser aprender e praticar as duas modalidades olímpicas. 


Catadores do lixão do Aurá recebem ações de cidadania
Catadores que trabalham no Lixão do Aurá e nunca tiveram acesso a nenhum tipo de documento, receberam na manhã desta terça-feira, 9, uma ação de cidadania ofertada pela Secretaria Extraordinária de Estado de Articulação Municipal (Seeam), em parceria com a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) e as Prefeituras de Belém e Ananindeua.
Durante toda a manhã foi realizado, no Centro de Apoio ao Catador, dentro da área do lixão do Aurá, o serviço de emissão de certidões de nascimento (primeira e segunda vias). Os catadores também receberam atendimento jurídico e as pessoas portadoras de deficiência puderam se cadastrar para receber cadeira de rodas.
“Esta ação de cidadania faz parte de um projeto ainda maior, que é Pró-Catador, desenvolvido pela Seas, em convênio com o Ministério do Trabalho. Entre outras atividades, o projeto promove a discussão sobre o Termo de Ajuste de Conduta (TAC) que prevê o fechamento do Aterro Sanitário do Aurá", explicou o secretário extraordinário de articulação municipal, Sergio Bacury. Segundo ele, além da questão da cidadania, o Estado tem que se preparar, já que até agosto de 2014, todos os lixões serão eliminados em todo o país.
Levantamentos feitos pela Seas e pela Fundação Papa Jopão XXIII (Funpapa) na área do lixão, mostram que mais de 500 famílias que trabalham no lixão não possuem nenhum tipo de documentação. É o caso do casal Agostinha Conceição, 48, e José Bahia Conceição, 47. Os dois trabalham no lixão há mais de 10 anos e não possuem nenhum documento. “Nós nunca temos tempo para ir atrás disso. Agora com essa ação que veio até nós, a situação ficou bem melhor. Vamos aproveitar para tirar nossa certidão e em seguida nossos outros documentos, porque nós também temos direito a cidadania”, disse dona Agostinha.
O catador Leandro Soares de Oliveira, 19 anos, também aproveitou a oportunidade para retirar a certidão nascimento de sua filha, de apenas um mês. “Se não fosse isso, provavelmente eu só iria tirar a certidão dela quando ela já estivesse grande. Agora com esse documento desde pequena, fica mais fácil matricular na escola, ter acesso a hospital e outros benefícios”, afirmou.
Além da emissão das certidões, outras ações de cidadania irão acontecer nos próximos dias. No período de 22 a 25 deste mês serão ofertados os serviços de emissão de Cadastro de Pessoa Física (CPF), Título de Eleitor, Carteira de Trabalho e Carteira de Identidade.

Texto:
Bruna Campos-Secom


Emater incentiva a pesca artesanal em Juruti
A Empresa de Assistência Técnica do Estado do Pará (Emater) firmou parceria com a Colônia de Pescadores Z-42, localizada em Juruti, no oeste do Estado, para incentivar a pesca artesanal - terceira principal atividade econômica do município - e fomentar o comércio local. O financiamento para o pescador será feito por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), via Banco do Brasil. O recurso poderá ser empregado na reforma de embarcações, na aquisição de arreios, apetrechos, máquinas e equipamentos que vão ajudar a facilitar a atividade. Ao todo, 60 projetos serão contemplados, garantindo a injeção de cerca de R$ 800 mil na economia do município.
Segundo dados da Emater, a Z-42 tem pelo menos 2.500 pescadores artesanais filiados, 40% deles atendidos pelo órgão. Apesar da fartura do pescado na região, pelo menos 40% do lucro obtido com a atividade no município fica com o atravessador. A expectativa da Emater é eliminar esse processo e garantir autonomia das famílias que sobrevivem da pesca. “A pesca artesanal movimenta uma atividade que é quase 100% familiar e o incentivo a este seguimento propicia ao município e à região, como um todo, a movimentação da engrenagem econômica. Além disso, o pescado será produzido em maior quantidade e em melhor qualidade”, disse Ubiratan de Pina, técnico da Emater. A expectativa é que os financiamentos ajudem a aumentar a renda dos pescadores em 15%.
Para que o pescador garanta o acesso ao crédito, a Emater emite o Documento de Aptidão ao Pronaf (DAP), que legitima a categoria a ter acessos a programas como o PNAE, de  Apoio à Merenda Escolar, e PAA, de Aquisição de Alimentos.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Fiscalização e educação em Mosqueiro
A Coordenadoria de Educação do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) está realizando em Mosqueiro ações educativas para orientar a população local e os visitantes sobre o bom comportamento no trânsito. Onze agentes educadores realizam aos finais de semana blitzen educativas na barreira da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), em Santa Bárbara, pela manhã e à noite. As ações são direcionadas a crianças e jovens na Praça Matriz, com distribuição de material educativo e brindes, histórias e trilha do trânsito, além de pinturas, sempre com o objetivo de orientar os veranistas.
Durante o final de semana, agentes de trânsito realizaram trabalho de orientação para melhor fluidez do trânsito e também fiscalização no Portal de Mosqueiro e na Barreira da Polícia Rodoviária Estadual (PRE), verificando o uso do cinto de segurança, cadeirinha, equipamentos de segurança e documentação. A fiscalização está sendo feita também nas praias da Baía do Sol, Paraíso, Marahu, São Francisco, Chapéu Virado, Farol, Murubira e Ariramba. No período da noite, os agentes estão atuando na Praça Matriz para ajudar na fluidez do trânsito. Dados do Detran registraram nesta primeira semana de julho, 80 notificações, 9 veículos removidos, 15 documentos recolhidos e 8 autuações aplicadas a motoristas que dirigiam sob influência de álcool na região de Santa Bárbara/Mosqueiro.


Cosanpa vai religar fornecimento de água para a Casa do Estudante ainda nesta terça
A Companhia de Saneamento do Pará (Cosanpa) se reuniu nesta terça-feira, 9, com uma comissão que representou a Casa do Estudante, para negociar o débito de R$ 953.006,74 que esta instituição possui com a companhia.
Este débito é referente às dívidas acumuladas nos últimos 10 anos, porque outros 10 anos, que também não foram pagos, já prescreveram, ou seja, há 20 anos esta instituição que abriga estudantes do interior do estado não paga pela água consumida.
Segundo o diretor de mercado da empresa, Fernando Martins, além do débito alto, verifica-se um desperdício grande de água, pois as contas registram uma medição de água em torno de 1.330m³ mensais, o suficiente para encher de água várias piscinas olímpicas.
Durante a reunião ficou acordado que a empresa mandará religar o fornecimento de água ainda nesta terça-feira, 9, e em contrapartida, a Casa do Estudante se compromete a pagar durante os próximos três meses um valor em torno de R$ 1.000,00, referente às faturas mais antigas, retiradas as  multas e juros.
Enquanto isso, representantes da Casa do Estudante vão tentar viabilizar o pagamento das demais parcelas através da reativação de um convênio com algumas instituições do Governo. Além da comissão de representantes da Casa do Estudante, participaram da reunião pela Cosanpa, o diretor de mercado Fernando Martins e os assessores João Guimarães e Robson Quirino. Também estiveram presentes o deputado federal Arnaldo Jordy (PPS) e o vereador de Belém Fernando Carneiro (PSOL). 


Reunião para instalação dos Comitês Regionais do Pacto Pela Educação do Pará.
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) reuniu, nesta segunda-feira, 8, os gestores de educação da capital e interior do estado e empresas parceiras do Programa Pacto Pela Educação, para definir a instalação dos Comitês Reginais do Pacto Pela Educação. O encontro aconteceu na sede da Federação das Indústrias do Pará (Fiepa). Os Comitês Regionais vão atuar diretamente nos municípios para garantir que as ações do Pacto cheguem em todos os cantos do estado. Para isso, eles deverão se articular com o Comitê Estadual para buscar soluções e melhorar a qualidade do ensino público nas localidades mais distantes, em reuniões de avaliação que acontecerão trimestralmente com todos os envolvidos no programa.
Para Sandra Pagel, representante do Instituto Natura, a proposta de instalação desses Comitês, como um todo, tanto os regionais como o estadual, é um projeto extremamente importante e coerente. “Isso demonstra que a proposta do Pacto tem caráter coletivo, não é pensada de forma isolada, e é muito bem ancorada, com muitos participantes ativos”, enfatizou. De acordo com Ana Fram, gerente de relações governamentais da Alcoa, o projeto é uma ação desafiadora, que conclama todos os envolvidos a fazerem a sua parte. “Os comitês estão bem divididos e o projeto tem tudo para dar certo. De nossa parte, faremos tudo para apoiá-lo”, acrescentou.
De acordo com o secretário de Educação, Cláudio Ribeiro, é fundamental que as ações do pacto cheguem aos territórios que mais precisam de apoio, e essa éa missão dos comitês. “Temos que entender que as regiões não são iguais e precisamos orientar cada uma de acordo com suas particularidades. Para isso organizamos um grupo que está empenhado em mudar a cara da educação nessas regiões e, assim, transformar o cenário da educação no Pará”, afirmou.

Texto:
Eliane Cardoso-Seduc


Sepros integra órgãos vinculados para fortalecer políticas públicas
O secretário Especial de Promoção Social, Alex Fiúza de Mello, estuda a participação de todos os órgãos vinculados à Sepros em ações estratégicas, como a Escola de Tempo Integral e Universidade Tecnológica do Estado do Pará (Unitec), para integrar e fortalecer as políticas públicas do Estado. Os órgãos vinculados à Sepros são: Secult, Seduc, Seel, Fundação Carlos Gomes, Fundação Curro Velho, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, Universidade do Estado do Pará e Instituto de Artes do Pará.
Em uma das vertentes, a ideia, segundo exemplificou Alex Fiúza, é criar uma espécie de um Conselho Estadual em torno da Unitec, com a presença de todas as instituições que fazem educação profissional, para que, juntos, mas respeitando a autonomia de cada órgão, possam ajudar o Estado a discutir e planejar o ensino profissional no Pará. A proposta inclui o mapeamento da atuação de cada órgão de educação profissional no território paraense. Por meio de parcerias e de um trabalho em rede, segundo o secretário, seria possível ampliar o esforço pela profissionalização técnica no Estado e pela preparação de jovens para o mercado de trabalho.


Versivox se reapresenta amanhã na Fonoteca Satyro de Melo do Centur
O grupo musical Versivox se reapresenta nesta quarta-feira (10) na Fonoteca Pública Satyro de Melo, da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves, com o mesmo show apresentado por ocasião da comemoração dos 26 anos do espaço, no final de junho. O evento inicia às 16h no terceiro andar do Centur, com entrada franca.
O show do grupo VersiVox vai contar com três momentos. O primeiro ato se chama “Do caos ao Zen” – que fala sobre como a poesia atravessa a balbúrdia da cidade e nos leva a um estado de reflexão -, sendo este ato a base de toda apresentação. Outro momento do espetáculo é o projeto “Livrinho sonoro”, voltado para o público infanto-juvenil. Para finalizar o show, o grupo apresenta “Suave Serenata”, perfomance ainda inédita e que homenageia o poeta Antonio Tavernad, que faria 105 anos se estivesse vivo.
O grupo Versivox foi criado pelo poeta Carlos Correia Santos e pelo musicista Júnior Cabrali, com participação de outros artistas, e tem o objetivo de unir música e recitação de poemas. “Somos uma banda que toca poemas. Estou muito contente de participar dessa nova fase da Fonoteca. Ela é um espaço importante para a cidade e uma das raras fonotecas do Brasil”, contou o poeta Carlos Correia Santos.
A Fonoteca foi inaugurada em 26 de junho de 1987, a partir da aquisição do acervo fonográfico do colecionador carioca Ricardo Pereira, descoberto pelo poeta João de Jesus Paes Loureiro, então Superintendente da Fundação Tancredo Neves. A Fonoteca Satyro de Melo foi aberta ao público com um acervo já significativo: cerca de 11 mil discos em vinil colecionados ao longo de 40 anos e que já era visado por instituições especializadas.
A Fonoteca do Centur foi a primeira da região amazônica e segunda do Brasil, sendo hoje o segundo mais importante acervo discográfico do país, com um acervo de aproximadamente 26 mil exemplares entre vinis (33, 45, 78 rpm), CDs, fitas K-7, partituras e DVDs  de artistas de diversos segmentos musicais.

Texto:
Luiz Flávio-FCPTN


Galeria Theodoro Braga faz finissage da exposição “Volúpia”
O público de Belém terá a última oportunidade de apreciar as obras da exposição “Volúpia”, de Eliene Tenório, nesta quarta-feira (10), no finissage (encerramento) da exposição que acontece na Galeria Theodoro Braga (subsolo do Centur). O evento será realizado a partir das 19h e terá a presença de Eliene, além do sorteio de duas obras expostas e a distribuição de catálogos da mostra. A entrada é franca.
Aberta desde o dia 6 de junho, “Volúpia” foi selecionada pelo Edital da Galeria Theodoro Braga e subverte a imagem tradicional da mulher submissa, por meio da mistura de videoinstalação com fotogramas de cinema, fotografias, painéis e objetos. “Sou muito polêmica mesmo, estou acostumada com críticas, até gosto. Minha obra fala não só da minha vivência, mas a de muitas mulheres. É preciso retirar a imagem da mulher como objeto e apresentar o lado bonito e sensual que toda mulher tem”, afirma Elieni Tenório.
Além do bate papo com a artista, na finissage também estarão disponíveis os últimos catálogos da exposição “Volúpia” e serão sorteadas duas obras para o público. “Adorei a ideia da finissage. É uma maneira de agradecer quem prestigiou a mostra. É sempre bom juntar os amigos pra bater um papo e tomar um vinho”, convida Elieni.
A artista, formada em Artes Plásticas pela Universidade Federal do Pará (UFPA), trabalha com a temática do feminino há mais de dez anos, tendo realizado 16 exposições individuais em sua carreira. "Suburbano Coração” (1998), “Espelhos da Alma” (1999), “Reflexos” (2000), “Sob Medida” (2002) e “Vestida de Obsessão” (2004) foram algumas de destaque.
Eliene Tenório também já recebeu diversas premiações, como no VI Salão de Arte Primeiros Passos (1997), o 7º Salão de Artes da Cidade de Itajaí (1997) e o II Salão de Artes Plásticas Volkswagen Clube (1999).
Serviço:
A finissage da exposição “Volúpia”, de Eliene Tenório, será rnesta quarta-feira, 10 de junho, a partir das 19h, na Galeria Theodoro Braga (subsolo do Centur), com presença da artista, sorteio de duas obras e distribuição do catálogo da exposição. A entrada é franca. Mais informações: 3202-4313.

Texto:
Hélio Granado-FCPTN


Pará está na vanguarda contra o desmatamento na Amazônia Legal
O Pará está na vanguarda no que se refere às iniciativas estaduais e municipais de combate ao desmatamento ilegal e é referência aos estados vizinhos da Amazônia Legal. A constatação foi feita baseada na participação esta semana de representantes do estado e municípios, a convite do Governo do Mato Grosso, no I Seminário Mato-Grossense de Municípios Sustentáveis.
O secretário Justiniano Netto, titular da pasta do programa Municípios Verdes, foi um dos que participaram do evento. Ele apresentou a estrutura do programa, bem como as ações de articulação para combater o desmatamento no Pará. O secretário municipal de Meio Ambiente de Paragominas, Felipe Zagallo, e o pesquisador do Imazon, Paulo Amaral, também participaram da mesa que apresentou as ações estaduais do Pará contra o desmatamento ilegal. O seminário, realizado em Cuiabá nos dias 4 e 5 de julho, tinha como objetivo reunir instituições e municípios do MT envolvidos em iniciativas sustentáveis para a construção de um programa nos moldes do Municípios Verdes no estado vizinho.


Solenidade de entrega de certificados dos cursos do PEQTur/PA
Será realizada nesta quinta-feira, 11, às 14h, no Auditório Carlos Rocque, da Companhia Paraense de Turismo (Paratur), a entrega dos certificados aos 106 concluintes dos cursos de Espanhol Instrumental para o Turismo,  Manipulação de Alimentos, Boas Práticas nos Serviços de Alimentação, Camareira e Qualidade no Atendimento, promovidos pelo Programa Estadual de Qualificação do Turismo - PEQTur/PA, no município de Belém, e executados pelo Sebrae, APRH e IVR.
O PEQTur, coordenado pela Secretaria de Estado de Turismo, tem como público alvo trabalhadores autônomos, trabalhadores de bares, restaurantes e similares, trabalhadores do receptivo ao turista, além de jovens e adultos desempregados. Com o apoio da Paratur, do trade turístico, associações, entre outros, o PEQTur tem como premissa básica oferecer aos profissionais dos diversos segmentos do turismo, uma ferramenta capaz de aumentar a eficiência, aprimorar a qualidade dos serviços prestados e ampliar sua competitividade, com vistas a integrar, favoravelmente, o produto turístico e contribuir para o desenvolvimento do setor no Estado do Pará, atentando para as especificidades e padrões culturais dos pólos turísticos, numa perspectiva de empregabilidade, melhoria da qualidade de vida, desenvolvimento sustentável e autogestão.


Paraense ganha medalha de prata no Brasileiro de Jiu Jitsu
O paraense Jessé Tavares, 18 anos, foi o vice-campeão do Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu na categoria leve (72 a 76 kg). A competição, realizada no Ginásio Ibirapuera (SP), entre os dias 28 e 30 de junho, serviu para colocar em prática todos os meses de treinamento do atleta que pratica artes marciais desde os 14 anos de idade.
“Pratiquei vários esportes, como boxe e judô, mas foi no Jiu Jitsu que me encontrei. Gostaria de agradecer primeiramente a Deus e depois à Seel pela ajuda. Sem esse apoio, nada disso seria possível”, disse ao encontrar o secretário de Estado de Esporte e Lazer (Seel), Vitor Miranda.
“Apoiar e incentivar os atletas do nosso Estado é uma das prioridades da secretaria e o Jessé é um exemplo de atleta que supera qualquer dificuldade para conseguir vencer, não apenas no esporte, mas na vida. Servindo de espelho para muitos outros jovens”, completou o secretário.
Para João Benedito da Silva Lobo, de 53 anos, pai de Jessé, o filho é um motivo de orgulho para a família. “Ele (Jessé) é um garoto especial, nasceu com apenas sete meses e vem vencendo todos os obstáculos da vida. Graças à Seel conseguimos levá-lo pela primeira vez a uma competição fora do Estado e já trouxemos um bom resultado, colocando a bandeira do Pará em cima do pódio, e isso é um motivo de orgulho”, comentou.
A Seel apoiou Jessé com passagens, hospedagem e alimentação nos três dias de competição em São Paulo. Com a popularização das artes marciais, através de torneios bem estruturados e organizados, como o UFC (Ultimate Fighting Championship), o Jiu Jitsu tem ganhado destaque e aumentado o número de adeptos em todo o mundo. Mas isso não diminui as dificuldades que estes atletas passam para poderem trazer bons resultados. Jessé já é faixa roxa e se prepara para as próximas competições ao longo do ano, como o Pan-americano que será disputado em setembro.

Texto:
Liandro Brito-Seel


Governador prestigia as comemorações e entrega obras nos 400 anos de Bragança
“Uma cidade com uma riqueza cultural tão grande quanto Bragança precisa ter um teatro, um espaço que permita que a sua classe artística possa se manifestar”. Com esse depoimento o governador Simão Jatene anunciou à população de Bragança, nesta segunda-feira, 8, a construção do Teatro Monsenhor Mâncio Ribeiro, que será instalado juntamente com o Liceu da Música no prédio onde, no passado, funcionou a Escola Monsenhor Mâncio Ribeiro – uma das primeiras instituições de ensino da cidade –, desativado há muito tempo e que vinha sendo deteriorado pela ação do tempo e dos vândalos. O investimento do governo do Estado na restauração e adequação do espaço será de cerca de R$ 12 milhões.
A notícia da autorização para o processo de licitação da obra, recebida com festa pela população, foi dada pelo governador em meio ao concerto preparado especialmente pela Orquestra Sinfônica e pelo Coro Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz para celebrar os 400 anos do município, completados nesta segunda-feira. Esta foi a primeira vez que os grupos se apresentaram em Bragança, cidade com grande tradição musical e berço de uma das manifestações culturais mais expressivas do Estado, a Marujada.
Logo após o anúncio, Simão Jatene, acompanhado pelo prefeito de Bragança, Nelson Magalhães, seguiu para um palco armado na orla da cidade, às margens do rio Caeté, onde a prefeitura, com o apoio do governo do Estado, realizou um grande show popular em homenagem ao aniversário do município. Por lá, passaram artistas locais e nacionais, como a paraense Luê Soares e o paraibano Chico César.
Assim que subiu ao palco, o governador foi saudado por um coral de 400 vozes, reunido especialmente para a ocasião, que executou canções típicas do folclore bragantino e finalizou a apresentação com o tradicional “parabéns à você”, seguido de uma salva de fogos de artifício. O governador fez questão de descer da plataforma para cumprimentar a população e apreciar o restante do espetáculo pirotécnico junto ao povo.
Bragança ganha obras de infraestrutura, segurança pública e turismo nos 400 anos
Antes de prestigiar as apresentações culturais, durante a tarde e início da noite o governador Simão Jatene entregou duas importantes obras à população bragantina e de toda a região do Salgado: a pavimentação asfáltica da vicinal Camutá, estrada que corta a comunidade de mesmo nome e que dá acesso a um dos pontos turísticos mais visitados de Bragança – o mirante de São Benedito –, e a doação de 52 viaturas, entre carros e motocicletas, para o sistema de segurança pública de 19 municípios da zona bragantina.
A pavimentação da vicinal Camutá – estrada com 2,2 quilômetros de extensão – era um desejo antigo da população local, não só por conta do aspecto turístico, mas também pela própria qualidade de vida dos moradores da região. É o que conta uma das moradoras mais antigas da comunidade de Camutá, Sebastiana Lucas, de 62 anos. Segundo ela, no início a vicinal era apenas “um caminho”, depois passou a ser “uma estrada, mas cheia de buracos, lama e poeira”. E assim permaneceu por muitos anos. “O sonho da nossa comunidade era ter essa estrada asfaltada, para facilitar o acesso ao mirante e a dois balneários que temos aqui próximos. Agora, certamente, a nossa vida vai melhorar muito, foi um grande presente nesses 400 anos de Bragança”, comemorou.
O mesmo sentimento teve a comerciante Maria Diana Padilha, de 58 anos. Ela contou que a área onde foi construído, há quatro anos, o mirante de São Benedito, pertencia aos seus pais e foi doada pela mãe dela à igreja católica, pois seu sonho era ver erguida ali uma capela. “A capela não veio, mas veio o mirante e, agora, essa estrada. Tenho certeza de que a minha mãe, onde quer que esteja, está muito feliz no dia de hoje”, contou, sem esconder a emoção, Maria Diana, que mantém, juntamente com o irmão, um comércio de comidas e bebidas à beira da estrada que acabou de ser asfaltada.
De acordo com o secretário de Estado de Obras Públicas, Joaquim Passarinho, a obra foi resultado de uma solicitação da comunidade ao governador Simão Jatene, por ocasião de uma reunião realizada com os prefeitos da região, no início deste ano. “O governador ouviu o clamor da população e autorizou imediatamente a obra, que incluiu a terraplanagem, a pavimentação asfáltica, a construção do meio-fio e toda a pintura e sinalização, num investimento de R$ 950 mil. Esse é um trabalho que o governo do Estado tem feito em todos os municípios do Pará, privilegiando, principalmente, os pontos turísticos, como é o caso aqui”, observou.
Já o secretário de Estado de Turismo em exercício, Álvaro do Espírito Santo, ressaltou que um bom acesso é a condição fundamental para que as pessoas possam conhecer um atrativo turístico relevante, como é o caso do mirante de São Benedito. “A obra vai facilitar o acesso não só a esse equipamento turístico importante, mas a tudo aquilo que esta área da cidade tem de beleza natural, extremamente bem preservada”, ressaltou, acrescentando que, em função do aniversário de 400 anos de Bragança, o governador Simão Jatene também ordenou o repasse, por parte da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), de um aporte de R$ 300 mil para apoiar a prefeitura da cidade na elaboração de um plano de turismo para o município, a confecção de um guia turístico de Bragança e pagamento dos cachês dos artistas que participaram da festa.
Para a aposentada Emília Sousa, 76 anos, o dia foi de celebrar o aniversário do seu município, mas, também, de visitar o mirante de São Benedito, um dos seus programas favoritos. Para ela, que mora na sede de Bragança, a pavimentação asfáltica da estrada vai deixá-la ainda mais próxima ao seu santo protetor. “Gosto de vir aqui porque me sinto mais perto dele, em quem confio e de quem sou devota. Não à toa que eu participo da Marujada há mais de 30 anos. O dia de hoje é de muita alegria para mim, pela passagem do aniversário de Bragança, mas também poder estar bem de saúde, aos 76 anos, para ver uma obra como essa”, orgulhou-se.
O prefeito de Bragança, padre Nelson Magalhães, fez questão de agradecer ao governador Simão Jatene por todos os investimentos que estão sendo feitos no município, como as pontes da estrada que liga a cidade à praia de Ajuruteua; o Teatro e o Liceu, cujo processo licitatório deve sair em breve; a ampliação do sistema de abastecimento de água do município; a entrega das viaturas e a construção da Unidade Integrada Pro Paz de Bragança, além do trabalho que visa à certificação da farinha de Bragança, com a criação do selo de identificação geográfica da farinha bragantina.
O governador Simão Jatene disse, em momentos diferentes, para a população de Bragança que, na verdade, era ele quem tinha motivos de sobra para agradecer, porque a condição de governador quem lhe deu foi o povo do Pará e é obrigação de qualquer governante retribuir a confiança que lhe é depositada. “Todos esses investimentos representam não apenas uma ação do governo do Estado, mas também um presente da própria população do Estado para Bragança, porque, em última instância, é o povo quem financia tudo isso. Só aqui em Bragança, os investimentos que estão acontecendo agora chegam à casa dos R$ 30 milhões. São as pontes para estrada de Ajuruteua, no valor de R$ 8 milhões; o Liceu e o Teatro, no valor de R$ 12 milhões; o sistema de abastecimento de água, que está em curso; a unidade de polícia, que está em construção também, enfim, diversas homenagens, não do governador ou do prefeito, mas do povo do Pará a uma cidade que faz 400 anos, o que merece ser festejado por todos os paraenses. Sinto-me feliz como governador em poder participar de um momento como este”, frisou.
Além de secretários de Estado, acompanharam a visita do governador à Bragança, deputados estaduais e federais, vereadores, prefeitos e líderes políticos e comunitários de toda a região do Salgado.

Texto:
Elck Oliveira-Secom


Queda no patrimônio do BNDES revela má gestão e desperdício de dinheiro público, apontam tucanos
Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Brasília, 8 de julho de 2013

Queda no patrimônio do BNDES revela má gestão e desperdício de dinheiro público, apontam tucanos Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Na avaliação de deputados do PSDB, a perda de valor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) representa desperdício de dinheiro público. O patrimônio da instituição caiu de R$ 75,602 bilhões, em março de 2011, para R$ 46,799 bilhões, em março de 2013, uma redução de 38%. A instituição está na contramão do mercado, já que a média de cinco grandes bancos públicos e privados registrou crescimento de 25%. Leia mais



Após reunião da Executiva do PSDB sobre reforma política, Aécio concede coletiva

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A Executiva Nacional do PSDB reúne-se nesta terça-feira (9), às 9h30, na sede do partido, em Brasília. Na pauta, a reforma política. Após a reunião, às 11h30, o presidente nacional da legenda, senador Aécio Neves (MG), concederá entrevista coletiva à imprensa. A nova direção partidária foi eleita no último dia 18 de maio. Vários deputados tucanos assumiram cargos na direção do PSDB e devem comparecer ao encontro. Leia mais



Para deputados, partidos da base de Dilma agem para se descolar de um governo em crise Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A insatisfação popular e a falta de respostas aos apelos sociais por parte do governo federal colocaram a presidente Dilma em seu pior momento desde a chegada ao Planalto. Os deputados Wandenkolk Gonçalves (PA) e Raimundo Gomes de Matos (CE) afirmaram nesta segunda-feira (8) que a instabilidade da base governista reflete o fisiologismo existente em sua composição. Os parlamentares destacam que os partidos aliados não querem se associar à imagem negativa da presidente. Leia mais



Baixa popularidade e dificuldade para enfrentar desafios levam aliados a ameaçar abandonar petista

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A presidente Dilma Rousseff está sem chão. Melhor seria dizer sem base, aponta a Carta de Formulação e Mobilização Política desta segunda-feira (8). "A queda na sua popularidade e as dificuldades para resolver problemas que se avolumam – como, por exemplo, na economia – estão levando antigos aliados a ensaiar um desembarque do barco governista. Não surpreende que seja assim num governo em que a adesão nunca se deu por convicção, mas por conveniência", analisa o documento. Leia mais



Comissão de Segurança quer explicações de ministro sobre denúncia de espionagem dos EUA

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A Comissão de Segurança Pública da Câmara, presidida pelo deputado Otavio Leite (RJ), vai cobrar explicações oficialmente do ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, sobre quais esclarecimentos o governo brasileiro recebeu dos Estados Unidos a respeito da denúncia de espionagem de cidadãos e empresas brasileiras pela Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA). Leia mais



Alexandre Toledo propõe emissão gratuita de CNH para pessoas de baixa renda Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
O deputado Alexandre Toledo (AL) apresentou na última semana projeto de lei (5883/2013) para criar o Programa Nacional Social de Habilitação Profissional de Condutores de Veículos Automotores (PNSH). A iniciativa permite o acesso gratuito à primeira Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para pessoas de baixo poder aquisitivo. Leia mais



Parlamentares esperam distribuição mais justa de recursos após marcha dos prefeitos em Brasília Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Na tentativa de buscar melhores condições para suas bases, prefeitos de todo o país se reúnem amanhã para a XVI Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. Promovido pela Confederação Nacional de Municípios (CNM), o encontro contará com mais de 4 mil pessoas, entre prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e demais agentes políticos. Parlamentares e representes do governo federal também devem participar da mobilização, que segue até quinta-feira (11). Leia mais



João Campos reprova contratação de médicos estrangeiros sem revalidação do diploma Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Mesmo sob forte resistência da categoria, a presidente Dilma Rousseff anunciou nesta segunda-feira (8) a vinda de médicos estrangeiros sem necessidade de revalidação do diploma. Para o deputado João Campos (GO), há dúvidas sobre a forma com que esses profissionais serão avaliados para oferecer um atendimento de qualidade aos brasileiros. Segundo o tucano, falta ao governo federal um plano de valorização do médico. Leia mais



Mara Gabrilli cobra Ministério da Saúde por atendimento domiciliar para pessoas que utilizam ventilação mecânica

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Durante visita a Fortaleza (CE), a deputada Mara Gabrilli (SP) cobrou duramente o Ministério da Saúde, por conta da Portaria nº 2527/2011, que exclui explicitamente a ventilação mecânica do programa federal de assistência domiciliar. Mara participou de evento no Hospital Infantil Albert Sabin, onde a coordenadora do Programa de Assistência Ventilatória Domiciliar, Cristiane Rodrigues, apresentou o trabalho de internação domiciliar pelo SUS para pacientes dependentes de ventilação mecânica. Leia mais



Audiência discute projeto para construção de píer no Rio de Janeiro

A pedido do deputado Otavio Leite (RJ), a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústria e Comércio discute nesta terça-feira (9) o projeto de um píer que a Companhia Docas pretende construir na região portuária do Rio de Janeiro. Segundo reportagens publicadas na imprensa, o píer, em formato de Y, destinado a navios turísticos, pode impedir a visão do Mosteiro de São Bento – o que seria proibido, por se tratar de um bem tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Depois da polêmica, foi desenvolvido um projeto alternativo para construir o píer em formato de E. Leia mais



A pedido de Gomes de Matos, Comissão de Agricultura debate produção brasileira de caju

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural promove nesta terça-feira (9) audiência pública com o objetivo de discutir questões relativas à produção brasileira do caju. Marcado para as 14h30 no plenário 14, o debate ocorrerá a pedido do deputado Raimundo Gomes de Matos (CE). Leia mais



Andreia Zito fala sobre previdência para servidores do Banco Central e da Susep

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
A deputada Andreia Zito (RJ) participou na tarde desta segunda-feira (8) de palestra para servidores da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e do Banco Central (Bacen) sobre o tema "As reformas da previdência, no regime próprio de previdência do servidor público federal (RJU), pós emendas constitucionais". A palestra reuniu cerca de 150 servidores das duas instituições no auditório do Banco Central, no Centro do Rio. Leia mais



Ruy Carneiro participa como palestrante do Fórum Brasileiro de Fisioterapia em Oncologia

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Atendendo a convite da comissão organizadora do III Congresso Brasileiro de Fisioterapia em Oncologia, o deputado Ruy Carneiro (PB) participou na sexta-feira (5), em Campina Grande, do I Fórum Brasileiro de Fisioterapia em Oncologia. O evento aconteceu no auditório da FIEP e o tema debatido por Ruy Carneiro foi “Políticas Públicas, Gestão, Educação e Pesquisa”. Leia mais



Artigo: Dez lições que ficaram das ruas, por Marcus Pestana

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Ainda não é possível antever a intensidade das mobilizações de rua no futuro próximo. Mas uma coisa é certa, o Brasil não será mais o mesmo. Em meio a perplexidades e temores despertados, algumas conclusões preliminares são possíveis: Leia mais



Artigo: “Tempos difíceis”, por Fernando Henrique Cardoso

Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fc1c17c614faea
Já se disse tudo, ou quase tudo, sobre os atos públicos em curso. Para quem acompanha as transformações das sociedades contemporâneas não surpreende a forma repentina e espontânea das manifestações. Em artigo publicado nesta coluna, há dois meses, resumi estudos de Manuel Castells e de Moisés Naím sobre as demonstrações na Islândia, na Tunísia, no Egito, na Espanha, na Itália e nos Estados Unidos. Leia mais



Governo e Prefeitura de Belém criam grupo integrado de transporte
Uma equipe técnica da Prefeitura de Belém, para assuntos do Sistema Integrado de Transporte Metropolitano por Ônibus, na Região Metropolitana de Belém, é o mais novo fruto da parceria entre governo do Estado e município para dar celeridade às soluções do sistema de mobilidade urbana da cidade. A proposta foi definida durante reunião do Comitê Gestor, formado por dirigentes de ambos os governos, na tarde desta segunda-feira (8), na sede do Núcleo de Gerenciamento de Transporte Metropolitano (NGTM).
“A reunião teve um caráter diferenciado, pois é a continuidade de um encontro iniciado semana passada, em Curitiba, quando o Comitê Gestor fez, a convite da Prefeitura de Belém, a análise técnica do projeto de BRT do município, junto à equipe do escritório Jaime Lerner Associados. O próprio arquiteto Jaime Lerner, que foi quem projetou e implantou o BRT de Curitiba, está projetando o BRT de Belém. Dessa maneira, definimos propostas importantes do projeto que foram trazidas deste encontro”, disse a diretora executiva do NGTM, Marilena Mácola.
Na ocasião, também foram definidos pontos importantes para a implantação do BRT municipal, como a definição do local do terminal de integração que ficará às proximidades do estádio do Mangueirão. Batizada de “Estação Mangueirão”, ela é estrategicamente importante porque o estádio é um polo de geração de tráfego, tanto de linhas troncais como alimentadoras. Outro ponto deliberado pelo Comitê Gestor foi a definição do projeto da avenida Almirante Barroso, para atender também a demanda dos ônibus oriundos da rodovia BR -316, chamados de metropolitanos, para que a estrutura comporte baias para ônibus urbanos e metropolitanos.
Outros pontos definidos na reunião foram a rota do centro da cidade e o modelo arquitetônico das estações, que têm um formato que se adapta às condições reduzidas das calçadas do centro de Belém. Para o secretário municipal de Urbanismo, Eduardo Leão, as reuniões do comitê têm sido muito produtivas e vêm alcançando o seu objetivo, que é ajustar as propostas e dar agilidade necessária à implantação do projeto.
“Hoje definimos pontos estratégicos para a implantação do projeto, entre eles, a destinação de técnicos da prefeitura para trabalhar nas instalações do NGTM, ainda este mês, de modo a facilitar o intercambio de informações e a definição de soluções do projeto”, afirmou.
Dia 14 de maio, governo do Estado e Prefeitura de Belém formalizaram termo de cooperação técnica com o objetivo de planejar e implantar o Sistema Integrado de Transporte Metropolitano por Ônibus, na Região Metropolitana de Belém, assim como formalização a criação do Comitê Gestor, encarregado de fiscalizar a execução dos projetos.
O comitê é formado pelos seguintes membros: diretor de Planejamento do NGTM, Paulo de Castro Ribeiro; diretor de Obras do NGTM, José Benevenuto de Andrade Vieira; diretora presidente da Companhia de Desenvolvimento e Administração da Área Metropolitana de Belém (Codem), Rosa Maria Chaves da Cunha e Souza; secretário de Urbanismo de Belém, José Eduardo Beliche de Souza Leão; e diretora superintendente da Autarquia de Mobilidade Urbana de Belém (Amub), Maisa Sales Gama Tobias. O comitê é coordenado pela diretora executiva do NGTM, Marilena Mácola.
São atribuições do Comitê Gestor: fiscalizar a execução do termo no que tange às responsabilidades dos partícipes; fiscalizar a execução das obras em conformidade com os projetos, bem como cumprimentos de prazos; definir condições para inclusão de projetos específicos necessários ao perfeito funcionamento do Sistema Integrado de Transporte, aprová-los e deliberar sobre qualquer alteração ou revisão, se for o caso; analisar os resultados decorrentes da implementação e execução do termo com relatórios periódicos contendo a avaliação de resultados e seus reflexos, os quais serão devidamente aprovados pelas partes; e promover a Instalação dos trabalhos detalhando as atribuições e funcionamento do Comitê Gestor mediante a definição das atividades de cada membro e detalhamento das ações do plano de trabalho.

Texto:
Manu Viana-Ação Metrópole


Caravana Pro Paz Cidadania chega ao município de São Félix do Xingu
A Caravana Pro Paz Cidadania iniciou nesta segunda-feira (8) o atendimento em São Félix do Xingu, município do sudeste paraense com mais de 90 mil habitantes. Por três dias, serão ofertados gratuitamente à população do local os serviços de emissão de primeira e segunda via da identidade, carteira de trabalho, CPF e certidão de nascimento, documentos fundamentais para acessar os direitos perante o Estado. A ação também oferece atendimento jurídico.
No primeiro dia, os serviços da caravana foram concentrados na Escola Estadual Carmina Gomes, localizada no bairro Novo Horizonte, no centro da cidade. Desde às 7 horas, a procura foi grande. “Nossa meta é tirar, por dia, em torno de 500 identidades, e desde que chegamos aqui, tem bastante gente já à procura desse serviço. No caso dos outros documentos, com certeza também vamos alcançar um bom resultado”, disse, no início do dia, o coordenador da caravana, Vagno Silva.
Ao final das atividades, os números confirmaram a expectativa. Somente nesta segunda-feira, foram feitos 1.457 atendimentos. Foram emitidas 480 carteiras de identidade e 190 de trabalho, 210 CPFs e 116 certidões de nascimento. Também foram atendidas 392 pessoas na fotografia e feitos 69 procedimentos jurídicos.
Na terça-feira (9), a ação se desloca para o distrito de Taboca, a cerca de 100 quilômetros da sede municipal. Para chegar à localidade, a equipe do Pro Paz terá de atravessar o rio Xingu, que cerca o município, e ainda percorrer, de carro, mais duas horas. Não à toa, São Félix é considerado um dos maiores município do mundo, com um território 84 mil quilômetros quadrados, praticamente duas vezes o tamanho da Bélgica.
Ao todo, São Félix conta com seis distritos e 28 vilas, e mais de 50 mil pessoas moram na zona rural. Apenas Taboca concentra 20 mil habitantes. A pecuária, especialmente o gado de corte, é o ponto forte da economia local. O rebanho bovino, estimado em cerca de 2,5 milhões de cabeças, está entre os maiores do país. O município disputa, de forma acirrada, o topo do ranking com Corumbá, no Mato Grosso do Sul.
Para o prefeito de São Félix, João Cléber, a caravana representará um grande passo para que, cada vez mais pessoas, tenham acesso a direitos. “Para nós é de importância incalculável, porque ainda existe uma necessidade muito grande da população de tirar os documentos, sobretudo aqueles mais carentes. É só ver o número de gente que foi até a escola já nesse primeiro dia. Tenho certeza que nos outros dois dias não será diferente”, estimou.

Texto:
Amanda Engelke-Secom


Cinema mudo com acompanhamento musical será atração em Festival de Petrópolis
O cinema mudo de Carlitos, personagem imortalizado por Charles Chaplin, vai ganhar a tela da cinemateca do Museu Imperial em Petrópolis, no Rio de Janeiro. A exibição do filme com acompanhamento musical feito pelo pianista paraense Paulo José Campos de Melo é uma das 50 atrações do Festival de Inverno de Petrópolis. O evento, que começou no dia 5 de julho, está na 13ª edição e é considerado um dos mais importantes festivais de música da América do Sul.
As sessões de cinema com acompanhamento musical ao vivo serão realizadas nos dias 11 e 12 de julho, às 15h, no Museu Imperial. Na quinta-feira (11), será exibido o filme "O Garoto", um clássico de 1921 onde o vagabundo interpretado por Chaplin faz dupla com um garoto abandonado pela mãe. Na sexta-feira (12), a atração será "Luzes da Cidade", uma comédia romântica em que o vagabundo se apaixona pela florista cega. O clássico de 1931 é considerado um dos mais populares da filmografia do diretor e oficialmente o último filme mudo de Chaplin.
Paulo José Campos de Melo conta que tem muita familiaridade em fazer o acompanhamento musical dos dois filmes. "'O Garoto' e 'Luzes da Cidade' são os filmes mais antigos do meu repertório. Tenho uma intimidade muito grande com os dois, daí ter uma trilha bastante consequente com temas de autores contemporâneos de Chaplin, mas também com canções francesas e músicas da época do romantismo", explica.
Para criar a atmosfera necessária e dar vida aos personagens e às cenas, o pianista irá executar trechos de canções de Camille Saint Saens, Edith Piaf, Gershwin, Kurt Weill entre outros. Paulo também tocará "La Violetera" tema da florista cega em "Luzes da Cidade". "Vou me permitir uma licença poética e utilizar durante o filme ‘O Garoto’ um trecho de 'Smile' do próprio Chaplin, tema do filme ‘Tempos Modernos", revela o pianista.
Paulo acrescenta que por todos os lugares onde são exibidos, sejam nas grandes cidades ou em pequenas comunidades do interior do Pará, os dois filmes têm o poder de encantar o público. "São dois filmes comoventes, com histórias grandiosas de profundo conhecimento e respeito pelos seres humanos, contadas de uma forma leve e muito carinhosa. Uma visão extremamente positiva da humanidade onde mesmo os antagonistas do mocinho não conseguem a maldade absoluta dos grandes vilões".
O Festival de Inverno de Petrópolis tem duração de 17 dias e é realizado pela Dell’ Arte, uma das maiores empresas de produção cultural do país. A presidente da empresa, Myrian Dauelsberg, fez o convite a Paulo José quando esteve em Belém em junho deste ano para ver de perto as atrações do XXVI Festival Internacional de Música do Pará, promovido pela Fundação Carlos Gomes, da qual Paulo é superintendente.
Esta será a primeira vez que o pianista irá se apresentar no Festival. Para ele, isso representa um passo importante para a música do Pará. "O convite inicia uma parceria permanente entre a Dell'Arte e a FCG para intercâmbio de artistas nacionais e internacionais", revela Paulo Melo.
Segundo ele, a participação em um evento como este funciona como vitrine e pode abrir portas para a produção musical paraense. "A importância maior de participar de um evento como este é entrar em contato direto como o mercado de trabalho artístico no principal eixo de produções artísticas que fica entre Rio de Janeiro e São Paulo", comenta o pianista.
De acordo com o superintendente, já existe o interesse em levar outras produções do Estado para apresentações no Rio e em São Paulo. "A ópera experimental 'La Traviata', concebida para o Festival Internacional de Música do Pará, que mistura cinema e ópera, é a próxima meta da Dell'Arte", conta ele.
O trabalho de acompanhamento musical de clássicos do cinema mudo realizado pelo pianista pode ser visto em Belém e também em diversos municípios do Pará onde a Fundação Carlos Gomes desenvolve projetos de interiorização levando arte e música para comunidades paraenses. Este ano, o projeto já percorreu o Marajó e as cidades de Cametá e Santarém.
Na capital, o projeto "Cinema e Música", uma parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Carlos Gomes e da Fumbel, promove o encontro do cinema com a música durante a exibição de clássicos do cinema mudo com acompanhamento musical sempre na segunda terça-feira de cada mês. Nesta terça-feira (9), a sessão traz o filme "Fausto", de F.W.Murnau. A apresentação deste clássico do cinema expressionista alemão será às 18h30mim. A entrada é franca.

Texto:
Rosa Cardoso-FCG


EGPA realiza Festival de Música do Servidor Público em Salvaterra
Após a estreia em Santarém, que reuniu uma plateia de 13 mil pessoas, a 12ª edição do Festival de Música do Servidor Público do Pará (Servifest) prossegue com a realização da segunda etapa classificatória, no município de Salvaterra, reunindo candidatos dos municípios de Afuá, São Sebastião da Boa Vista, Salvaterra, Soure, Cachoeira do Arari e Portel. Eles concorrem a mais duas vagas na grande final do Servifest. Já estão classificadas como finalistas as canções “Viola Quebrada” (Wander de Andrade, Seduc/Santarém) e “Carta ao Homem” (Joedson dos Santos, Semed/Belterra), vencedoras na etapa de Santarém, realizada em junho.
De acordo com o regulamento do concurso, cada região do estado terá uma etapa classificatória, elegendo dois candidatos, cada, para concorrer na grande final, onde 12 finalistas disputarão os prêmios que variam entre R$ 2 mil e R$ 15 mil, além de participar da gravação de CD e DVD oficiais do Servifest.
As 12 músicas que estão na disputa são: "Sem você não serei feliz", de Adimiraldo Tomé Pantoja (Seduc/Afuá); "Meu jeito 'Barreira do Mar'", de Airton Brabo de Sousa (Prefeitura/São Sebastião da Boa Vista); "A Flor", de Jardes Juan de Assis (Seduc/Salvaterra); "Canção do Coração", de Cássio José da Costa (Polícia Civil/Soure); "Marajó: Cultura Milenar", de Ronaldo Alcântara (Sead/Soure), "Gapuiada", de Lindomar Chaves (Seduc/Soure); "Belém do Pará", de Paulo Márcio Figueiredo (Sespa/Soure); "Para o povo ver", de Genésio dos Santos Filho (Sespa/Cachoeira do Arari); "Terra Encantada", de Ailton Favacho (Seduc/Soure); "Morena Cheirosa, de Pedro de Jesus Soares (Prefeitura/ Cachoeira do Arari); "Portel, Meu Bem Querer", de Nilton da Costa (Prefeitura/Portel); "Amo essa terra, amo esse chão", de Oziel Godinho Lobato (Prefeitura/Portel).
O Servifest é o maior evento do gênero na região, promovido pelo Governo do Estado, por intermédio da Secretaria Especial de Estado do Gestão, Escola de Governo do Estado do Pará, em parceria com a prefeituras municipais.
Serviço: 12º Servifest - Etapa Salvaterra. Neste sábado, 13, a partir das 19h30, na Praça das Comunicações. Show de encerramento com a banda Forró Bom de Farra. Entrada franca.







Governador prestigia a festa pelos 400 anos de Bragança e entrega obras à população
O governador Simão Jatene participa, nesta segunda-feira, 8, das comemorações pelos 400 anos da cidade de Bragança, nordeste paraense, e, na ocasião, entregas de obras que há muito eram reivindicadas pela população. Como parte das comemorações, o governador inaugura, no início da tarde, a pavimentação asfáltica dos 2,5 quilômetros da estrada que dá acesso ao mirante de São Benedito, considerado um dos pontos turísticos mais importantes da cidade.
Em seguida, já na Praça de Eventos do município, Simão Jatene faz a entrega de 42 viaturas, entre carros e motos, para o reforço da segurança pública em 18 cidades da região: Capanema, Nova Timboteua, Peixe-Boi, Primavera, Quatipuru, Santa Luzia do Pará, Bonito, Cachoeira do Piriá, Santarém Novo, São João de Pirabas, Bragança, Tracuateua, Viseu, Augusto Corrêa, Capitão Poço, Garrafão do Norte, Ourém e Nova Esperança do Piriá.
Depois, o governador segue para o palco montado em frente ao tradicional Instituto Santa Terezinha, onde acompanhará a apresentação especial que a Orquestra Sinfônica do Theatro da Paz (OSTP) e o Coro Lírico do Festival de Ópera do Theatro da Paz fazem em homenagem à Bragança, a partir das 20 horas, com acesso gratuito ao público.
Na sequencia, Simão Jatene ainda assiste a um espetáculo de queima de fogos e à apresentação de um coral com 400 vozes, na orla da cidade, às margens do rio Caeté. A programação inclui, também, shows com os artistas nacionais Chico César e Thiaguinho, além de representantes da música paraense, como Luê Soares.

Texto:
Elck Oliveira-Secom




Inflação recua e fica em 0,50% no mês de junho na RMB
O Instituto de desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) divulgou, na manhã desta segunda-feira (8), o resultado da pesquisa sobre o Índice de Preços ao Consumidor (IPC) relativo ao mês de junho na Região Metropolitana de Belém. A taxa mensura as variações de preços dos bens e serviços que compõem o orçamento das famílias residentes na RMB, com rendimentos entre um e oito salários mínimos. No mês em questão, a taxa recuou 0,45 pontos percentuais em relação a maio, ficando em 0,50%.
O grupo com a maior variação foi o Transportes, com alta de 1,78%. Os itens que mais influenciaram foram passagem de barco (3,27%), lavagem de auto (3,19%), motocicleta (6,87%), pneu e câmera (1,39%) e o subitem Combustível para Veículos (0,35%) -  gasolina (0,34%) e óleo diesel (0,39%). Mais seis grupos também tiveram os preços majorados: Vestuário (1,77%); Saúde e Cuidados Pessoais (1,51%); Despesas e Serviços Pessoais (0,90%); Móveis e Equipamentos Domésticos (0,90%); Habitação (0,39%) e Educação, Leitura e Papelaria (0,11%). No grupo Comunicação, os preços permaneceram estáveis.
De acordo com a coordenadora do Núcleo de IPC do Idesp, Maria Augusta Pereira, observou-se que os itens que mais sofreram alta foram relacionados a serviços como Manutenção de Móveis (40,98%) e Sapateiro (13,05%) ou produtos procurados pela chegada das férias de julho, como biquíni (11,48%), maiô (5,35%) e bronzeador (3,57%).
Já o item Alimentação e Bebidas (-0,81%) foi o responsável pela única taxa negativa, o que impactou bastante o resultado do índice geral, já que tal grupo tem participação de 34% no orçamento familiar. As principais baixas observadas foram nos preços de Farinha, Féculas e Massas (-1,11), Carnes Frescas e Vísceras  (-2,06), Peixes e Crustáceos (-8,29%), Aves e Ovos (-3,01%), Óleos e Gorduras (-2,33%) e Café/Sucos, Bebidas não Alcoólicas (-2,88%).

Texto:
Fernanda Graim-Idesp




Obras de prolongamento da Avenida Independência ganham novo ritmo com a chegada do verão
As obras de prolongamento da Avenida Independência, que abrirá uma nova via de integração na Região Metropolitana de Belém, facilitando a entrada e saída da capital, já estão com 16% dos trabalhos concluídos e tem previsão de entrega para junho de 2014. A Ordem de Serviço para o início das obras foi assinada em março deste ano pelo vice-governador, Helenilson Pontes.
A primeira etapa do projeto compreende o trecho entre a BR-316 e a Avenida Zacarias de Assunção. O projeto prevê a construção do prolongamento da Independência, a partir da rotatória da Estrada do 40 Horas, com término na Rodovia BR-316, à altura do Km 09, interligando-se à Alça Viária, seguindo as áreas de domínio das Centrais Elétricas do Norte do Brasil (Eletronorte), sob as linhas de transmissão de energia que atravessam os bairros do Icuí, Maguari e Distrito Industrial, em Ananindeua. “Obtivemos a licença prévia para iniciar este primeiro trecho, em que já avançamos 16% e agora vamos acelerar as ainda mais. Estávamos enfrentando algumas dificuldades por conta das chuvas, mas agora, com a chegada do verão, o ritmo será intensificado”, explicou Nagib Charone, diretor operacional da Secretaria de Estado de Integração Regional, Desenvolvimento Urbano e Metropolitano (Seidurb). Ainda de acordo com ele, a principal vantagem desse trecho, que vai abrir um novo corredor de escoamento, é que quase não haverá desapropriação de moradias. “O número de desapropriações não passará de 30. Com isso, ganharemos tempo e agilidade”, afirmou.
A dona de casa Janice dos Santos, que mora próximo a Avenida Zacarias de Assunção, está entusiasmada com as melhorias que virão com o prolongamento da Avenida Independência. “Vai ser bom em todos os sentidos. As nossas casas serão valorizadas, vamos passar a morar em um local privilegiado e o acesso à BR-316 será bem melhor”, disse.
O vendedor de açaí João Bacelar também está ansioso pela conclusão das obras. “Eu passo por aqui todos os dias e vejo que o ritmo está bem acelerado. Eles estão trabalhando de segunda a sábado. Eu, que uso minha bicicleta para ganhar a vida e dependo da condição das ruas para me deslocar, estou com uma grande expectativa pela entrega dessa nova avenida”, contou.
O engenheiro civil Guttenberg Nascimento, responsável pelo projeto elaborado e desenvolvido pela Maia Melo Engenharia, empresa de consultoria, contou que também está prevista a construção de dois viadutos, um deles no Km 09 da BR-316, para saída da rodovia, e duas pontes sobre o Rio Maguari, com 240 metros cada.

Texto:
Bruna Campos-Secom


Convênio vai instalar Serviço de Verificação de Óbitos
Com a finalidade de pesquisar as causas de óbito por morte natural que não puderam ser identificadas, será firmado nesta terça-feira, 9, em Belém, convênio entre Secretaria de Estado de Saúde Pública do Pará (Sespa), Centro de Perícias Científicas Renato Chaves e a Universidade do Estado do Pará (Uepa), que vai implantar o primeiro Serviço de Verificação de Óbitos (SVO) do Estado. A assinatura será feita às 10 horas, no gabinete da diretoria geral do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, em Belém.
Entre outros objetivos, o SVO é um instrumento de avaliação da causa da morte desconhecida ou duvidosa com o objetivo de fornecer diagnósticos precisos e demais informações para a Vigilância Epidemiológica e as políticas de saúde pública em geral, com o propósito de dar subsídios a possíveis riscos à saúde coletiva. Em outras palavras, se ocorreu um óbito cuja causa ainda não foi esclarecida ou se ainda houver dúvidas quanto ao real motivo, o SVO tem a finalidade de colocar o corpo sob apreciação de profissionais, como médicos patologistas, técnicos em necrópsias e laboratoristas com especialização na área.
Mortes violentas e/ou acidentais, por afogamento, estrangulamento, por armas de fogo, arma branca, queimaduras, eletricidade, homicídio, suicídio e suspeitas de envenenamento ou outros interesses da Justiça que demandem investigações profissionais não fazem parte das atribuições do SVO.
Por meio de diagnósticos, a exemplo da autópsia, biópsia e citopatologia, entre outros, será possível esclarecer que tipo de doença causou a morte da pessoa. Em relação ao ensino e à pesquisa científica, o serviço servirá como instrumento de pesquisa e ensino médico. A melhor definição da causa dos óbitos irá permitir uma melhor análise na mudança do padrão de mortalidade e impacto nos diferentes grupos da população.

Texto:
Mozart Lira-Sespa


Polícia Civil inicia quinta turma do curso de Capacitação de Identificadores
A Polícia Civil deu início, nesta segunda-feira, 8, à quinta turma do ano do Curso de Capacitação de Identificadores Civis e Criminais, composta de servidores públicos. A aula inicial, realizada no auditório B da Delegacia-Geral, contou com as presenças da delegada-geral adjunta, Christiane Ferreira, e do diretor de identificação, Ricardo Paula, que deram as boas vindas aos alunos.
O curso se estenderá até o próximo dia 19, com previsão de formar cerca de 30 identificadores. Desta vez, além de servidores públicos de prefeituras municipais conveniadas com a Polícia Civil, para prestar o serviço de confecção da carteira de identidade no interior do Pará, o curso terá a presença de integrantes da Assessoria de Relações Interinstitucionais (Arin), da Polícia Civil.
O titular da Arin, Luiz Monteiro Júnior, que também vai fazer o curso, explica que o objetivo é reforçar os mutirões da Polícia Civil para expedição de documentos de identidade na capital e interior. “Quanto mais pessoas capacitadas para o trabalho de emissão de carteiras de identidade, melhor para a comunidade”, ressalta.
Na abertura da quinta turma do curso, a delegada geral adjunta falou da responsabilidade que os servidores públicos terão como identificadores em relação ao serviço a ser prestado à comunidade. “Vocês serão nossos braços, extensão da Polícia Civil. Peço que todos tenham atenção com o trabalho, pois irão lidar com dados sigilosos”, ressaltou.
Conforme Ricardo Paula, todos os participantes do curso terão um documento de identificação para participar das aulas nas dependências da Delegacia Geral durante duas semanas. Desde o início do ano, a Polícia Civil do Pará já capacitou 98 servidores públicos para atuarem como identificadores civis e criminais.
Ao passar pelo curso, os servidores municipais são treinados e capacitados para exercer a atividade de identificador responsável em fazer a coleta de dados pessoais e recolher impressões digitais dos cidadãos que solicitarem a carteira de identidade, em postos de identificação e sedes de Prefeituras Municipais conveniadas com a Polícia Civil.
Os identificadores também são responsáveis em fazer a prestação de informações criminais às Delegacias da Polícia Civil nos municípios. O curso é coordenado pela Academia da Polícia Civil (Acadepol). Os identificadores receberão, ao final do curso, certificados de conclusão. Durante o período, os servidores públicos contarão com aulas sobre emissão de carteiras de identidade, por meio das disciplinas: identificação civil, qualidade no atendimento público, necropapiloscopia (coleta de impressão digital de mortos), identificação criminal e redação técnica.
Os alunos passarão por estágio supervisionado. As aulas serão ministradas pelos instrutores da Academia da Polícia Civil: Kleiton Cabral, Wallice Sedovim e Magdala Souza, e papiloscopistas da Diretoria de Identificação “Enéas Martins” da Polícia Civil: Samuel Pinho, Luiz Cláudio Freitas e Fernando Machado.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil









Hidrovia Tocantins Araguaia será tema de reunião da Antaq
O presidente da Companhia de Portos e Hidrovias do Estado do Pará, Abraão Benassuly, e o diretor de gestão portuária, engenheiro Haroldo Bezerra, estarão em Brasília, nos dias 10 e 11 de julho, para reunião de trabalho na Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), a convite do engenheiro Adalberto Tokarski, superintendente de Navegação Interior daquele órgão.
No encontro serão tratados assuntos pertinentes à operacionalização da Hidrovia Tocantins Araguaia, dentre eles: o derrocamento do Pedral do Lourenço no Rio Tocantins, retomada do projeto e construção do Porto Público de Cargas de Marabá, construção concomitante da eclusa junto com a barragem, na futura usina de Marabá, dentre outros assuntos de relevância para o estado do Pará.


Mostra Pará do IAP será apresentada novamente hoje em Bragança
Depois de ser exibida por duas noites em Bragança, a Mostra Pará de Cinema do IAP terá uma sessão extra nesta segunda-feira, 8 de julho. A pedido da Secretaria de Cultura, Turismo e Desporto do município, a Mostra vai integrar as comemorações da noite e será projetada diretamente nas paredes da Igreja de São Benedito, na orla da cidade. “A programação como um todo tem sido um sucesso e a Mostra Pará tem atendido um público bem específico, que são as crianças, por isso nós solicitamos uma nova sessão fora do que estava inicialmente programado”, informou Fagner Yanomani, secretário de Cultura de Bragança.
Para a nova sessão, o IAP preparou uma grade com filmes exibidos durante o sábado e o domingo, especialmente os de teor mais leve e engraçado, como “Ademar e a Onça” produzido pelo coletivo de cinema Associação Dalcídio Jurandir, de Ponta de Pedras no Marajó. “Por ser um curta bem engraçado, avaliamos que seria interessante ele entrar novamente na grade de hoje. Além é claro de ‘Tocando a Rabeca’, que fala sobre a memória de Bragança”, explicou Afonso Gallindo, curador da Mostra Pará.
A nova exibição da Mostra Pará será nesta segunda, 8, às 20h, em frente à Igreja de São Benedito, na orla de Bragança. Veja abaixo a programação:
Cultura Animação (14’09”)

Resultado do Edital CULTURAANIMAÇÂO 2013 – FUNTELPA e IAP

Ademar e a onça (5’23”)
Ficção da Associação Dalcídio Jurandir (Ponta de Pedras)
Sinopse: A comédia da Associação Cultural Dalcídio Jurandir conta a história de um caboclo preguiçoso, Ademar, que prefere passar fome a sair para caçar por medo dos boatos de que haveria uma onça rondando a região.

Meu Tempo Menino (24’34”)
Ficção de Emanoel Loureiro (Santarém)
Sinopse: Um dia feito por situações inusitadas é contado por Pacu, um garoto pobre de uma pequena aldeia que viaja todos os dias para uma cidade da região amazônica para vender sorvete, a fim de ajudar a sua família. NUma dessas viagens ele encontra um garoto rico da cidade que acaba lhe trazendo novas aventuras e emoções inesquecíveis. esse foi o primeiro curta-metragem produzido em Santarém.

Tocado a Memória Rabeca (28’50”)
Documentário de Luiz Arnaldo Campos (Belém)
Sinopse: O projeto que deu vida ao filme busca a valorização e preservação da rabeca, instrumento originário da Microrregião Bragantina e que está ameaçado de desaparecer. A rabeca tem sido pouco difundida entre os artistas mais jovens e seu uso e confecção estão restritos a um pequeno grupo de artistas, já idosos. O filme gerou um inventário impresso e um documentário em DVD, que mostra o ambiente em que a rabeca ainda resiste, bem como os tocadores e os artesãos que a fabricam. Junto com o documentário foi editado um caderno de partituras contendo os temas da Festa da Marujada.

Texto:
Dani Franco-IAP




Seas e Secti implantarão Tecnologias Sociais de aproveitamento de águas pluviais
A a gestão dos recursos hídricos está entre os principais desafios deste século. Na região amazônica, que possui a maior bacia hidrográfica do mundo, a busca por água de qualidade esbarra em grandes dificuldades. Apesar de existirem milhares de comunidades fixadas às margens dos rios, elas estão dispostas em perímetros muito distantes uns dos outros, o que torna inviável economicamente o desenvolvimento de um sistema público que distribua água adequada ao consumo dessas pessoas. Além disso, o consumo da água dos rios é impróprio devido ao lançamento in natura de dejetos produzidos nas comunidades das ilhas e também dos esgotos das cidades.

Na busca por alternativas que garantam o acesso ao abastecimento de qualidade, a Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas) e a Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) trabalham juntas, por meio do projeto “Sistemas de Aproveitamento de Águas Pluviais”, para implantar 800 sistemas de aproveitamento de água da chuva em comunidades rurais de municípios a serem escolhidos a partir de parcerias com prefeituras, entidades não governamentais, lideranças comunitárias e famílias.

O projeto foi aprovado no Edital para a Implementação de Tecnologias Sociais de Acesso à Água para Consumo na Região Norte, lançado ano passado pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS). Com um investimento de mais de R$ 4 milhões, a iniciativa prevê o atendimento de aproximadamente 4 mil pessoas. Atualmente, está sendo feito o levantamento de potenciais parceiros, ajustado o termo de cooperação técnica entre Secti e Seas e definidas as comunidades a serem contempladas. A previsão é de que, até março de 2014, seja finalizada a implantação dos sistemas nos municípios paraenses.

“Faremos todo o processo de mobilização social com gestores e comunidades, utilizando, ao máximo, a mão-de-obra e os materiais locais. Queremos que as famílias se envolvam, aprendam a usar o sistema, ajustando o que for necessário e, quem sabe, até produzam o seu próprio equipamento posteriormente, pois uma das premissas das Tecnologias Sociais é que elas sejam acessíveis às pessoas e que haja uma interação entre saberes popular e técnico-científico”, explica o titular da Diretoria de Tecnologias Sociais da Secti (DTS), Evandro Ladislau.

Fórum de Tecnologias Sociais

Outras experiências em captação de água pluviais serão compartilhadas no I Fórum Paraense de Tecnologias Sociais, que acontecerá na VI Feira Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação, no período de 23 a 25 de outubro, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. O Fórum incluirá o seminário “Estratégias de aproveitamento da água de chuva na Amazônia”, onde serão debatidas as estratégias, desafios e potencialidades regionais.

Confira mais detalhes sobre o projeto de captação de águas pluviais da Seas/Secti, e outros já desenvolvidos no Pará, na 4ª edição da “Ver-a-Ciência” – Revista de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado do Pará, disponível no site www.veraciencia.pa.gov.br.

Texto:
Igor de Souza-Secti


Porto de Moz e Cachoeira do Arari recebem oficinas da Fundação Curro Velho
Começa nesta segunda-feira, 8, em Porto de Moz, no oeste paraense, a oficina de esculturas em miriti que será ministrada pelo artista plástico e professor Bruce Macêdo. Segundo o instrutor, a intenção da oficina é despertar a consciência ambiental de reaproveitamento. “Queremos despertar essa consciência ambiental, tanto em resíduo natural, como também aproveitar os objetos industriais e transformá-los em objetos úteis e decorativos”.
Participam da oficina artistas, artesãos, alunos e professores, com uma carga horária de 40 horas, reunindo cerca de 30 pessoas. O projeto "Esculturas em Miriti: construção, representação e imagem" pretende considerar a criação artística na elaboração e execução de esculturas gigantes como forma de expressão e representação da cultura ribeirinha na sociedade contemporânea. Entre os materiais que serão utilizados estão tala e bucha de miriti, goma de tapioca, linha, entre outros.
Bruce Macêdo trabalha há 15 anos com o miriti nas artes plásticas e como elemento cenográfico. No interior do Estado, o instrutor ministrou oficinas de esculturas em miriti em Santarém, que resultou na mostra Piracaia, com esculturas gigantes de peixes da região. Na capital paraense, houve outra oficina que resultou na mostra Piracema, também com peixes em grandes proporções, na Estação das Docas.
Para Bruce Macêdo, voltar a ministrar oficinas nas cidades do interior do Pará é gratificante. “Eu volto para a minha origem. Eu sou do interior, nasci em Santarém e aprendo muito, é uma troca de experiências e sei que posso levar algo diferente para a cidade que eu vou”, comemora o artista.
A oficina de esculturas em miriti será realizada no período de 8 a 13 de julho e a partir do dia 14 até o dia 20 será realizada a oficina de cenografia em miriti. As oficinas são uma parceria entre a Prefeitura de Porto de Moz e o Governo do Estado, por meio da Secretaria Especial de Promoção Social e a Fundação Curro Velho.
Na Ilha do Marajó, especificamente na cidade de Cachoeira do Arari, na comunidade Quilombola Gurupá, inicia nesta segunda-feira, 8, a oficina de móveis de madeira com técnicas de pigmentação que será ministrada por João Antunes. Segundo o instrutor, a comunidade quilombola possui grande quantidade da matéria-prima dos móveis, como cedro, jatobá.
“Vamos produzir móveis em pequeno formato, com pigmentação, usando poucos recursos, mas pretendemos fazer uma grande quantidade com qualidade. No ano passado, tivemos um primeiro módulo da oficina e produzimos móveis comuns como cadeira, mesas e agora serão 14 dias de oficinas que estabelecemos uma troca de conhecimentos”, conclui João Antunes.

Texto:
Andreza Gomes-FCV


COB visita instalações dos Jogos da Juventude em Belém
O Comitê Olímpico Brasileiro (COB) fará, nos dias 11 e 12 de julho, visita de vistoria nos locais onde serão realizados os Jogos Escolares da Juventude 2013, na cidade de Belém, no mês de novembro.
Os locais que devem receber visitas nesses dias são o Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão, Universidade do Estado do Pará (Uepa) campus II e III, Portal da Amazônia e Hangar – Convenções e Feiras da Amazônia. Participam da visita do COB André Matos, gerente de Esporte Estudantil; Flávia Costa Lima; Miriam de D' Agostini, coordenadora de Marketing e Marjorie Batistela, assessora de imprensa.
Eles serão acompanhados por uma equipe local formada por profissionais do Núcleo de Esporte e Lazer (NEL) da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) formada por Patrick Reis Almeida, técnico em gestão pública; Mayla Neno, Psicóloga; Marta Brasil, professora de Educação Física; Rogério Coelho, professor de Educação Física e Vera Borborema, também professora.
Para a realização dos Jogos Escolares da Juventude, alguns locais de competição precisaram passar por pequenas reformas e construções como o campus III da Uepa, que está recebendo reforma na pista de atletismo e no ginásio de esportes; o ginásio do NEL, na Escola Estadual Magalhães Barata, no qual é construído um ginásio poliesportivo e o Sesi, com reforma do piso da quadra esportiva.
Cerca de cinco mil atletas estudantes, com idades entre 15 e 17 anos, de todo o país virão a Belém para participar do evento. Além de ser um estímulo a mais para a comunidade escolar revelar seus talentos no esporte, o evento atrairá investimentos para a capital, que para receber os quase cinco mil estudantes de todo o país, além de 200 dirigentes e 400 técnicos das delegações estaduais, já tem garantida uma injeção financeira na economia local de R$ 6 milhões, sendo R$ 4,5 milhões do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e R$ 1,5 milhão do Governo do Estado.




Detran aplica mais de mil notificações no primeiro fim de semana de julho
No primeiro fim de semana das férias de julho, agentes do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) aplicaram 1.029 notificações nos principais balneários do Estado. Foram 369 somente em Salinópolis. O Detran também registrou sete acidentes com vítimas fatais, em Salinas e na região de Santa Bárbara do Pará e Mosqueiro, além de seis acidentes sem vítimas.
O Detran aplicou ainda 163 notificações em Marapanim (contabilizados em conjunto com os números de Marudá e Curuçá), 120 em Bragança, 114 em Soure e Salvaterra, 98 em Altamira, 80 em Santa Bárbara e Mosqueiro e 60 em Abaetetuba, entre outros. Os casos referentes à alcoolemia somaram 32 registros, que resultaram na autuação de sete condutores.
O Detran mantém 45 agentes, sete viaturas e 15 motocicletas no município de Salinópolis para garantir a fiscalização. O trabalho tem a parceria das polícias Civil, Militar e Rodoviária Estadual (PRE) e Corpo de Bombeiros. Os agentes fizeram, durante o fim de semana, diversas abordagens na praia do Atalaia, reforçando a proibição da condução de quadriciclos por menores e alertando sobre a obrigatoriedade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com categoria B para condução deste veículo.
Os agentes também verificaram o uso do capacete para condutores e passageiros, além da obrigatoriedade de uso do dispositivo de retenção “cadeirinha” para crianças de até 7 anos e meio nos veículos, mesmo dentro do perímetro urbano. Em parceria com a Polícia Militar, os agentes estão fazendo blitzen na cidade. As abordagens consistem na verificação da documentação do veículo e do condutor, além dos equipamentos de segurança.
Educação – Uma equipe composta por 15 agentes da Coordenadoria de Educação no Trânsito do Detran também está no município fazendo, durante todo o mês de julho, ações lúdicas e blitz educativa voltadas à paz no trânsito, na orla do Maçarico, sempre de 18 às 22 horas. A ação é integrada à operação Verão na Paz, da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup).
O objetivo é orientar sobre os cuidados nas vias e sensibilizar moradores e visitantes sobre as atitudes corretas no trânsito, visto que neste período o fluxo de veículos costuma ser muito intenso no município. A equipe faz orientações em várias vias, além de desenvolver atividades para o público infantil, como pintura corporal, desenho, colagem, teatro de bonecos e contação de histórias.
A fiscalização do Detran foi intensa também no município de Bragança, neste fim de semana, com a presença de onze agentes durante todo o mês. Nesta segunda-feira (8), 8, os trabalhos têm o apoio da Polícia Militar, PRE, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Guarda Municipal, nas comemorações dos 400 anos do município.
Durante o fim de semana, foram removidos dez veículos e feitas 120 notificações, mas nenhum acidente foi registrado, assim como ninguém foi autuado dirigindo embriagado e nenhum condutor teve os documentos recolhidos. As ações ocorreram pela manhã e à tarde, em esquema de revezamento de equipes. Houve ainda ações especiais na praia de Ajuruteua e fiscalizações noturnas em parceria com a PM.
Marudá – As equipes de fiscalização do Detran na região que abrange os municípios de Marapanim e Curuçá não registraram nenhum acidente de trânsito e nenhuma autuação relativa à lei seca, mas houve a remoção de nove veículos por licenciamento em atraso e quatro habilitações retidas por estarem vencidas. Segundo o agente Mário Sérgio, o saldo do fim de semana pode ser considerado positivo.
“Para um primeiro fim de semana, o número de notificações foi alto, se compararmos com os últimos cinco anos, mas, no geral, percebemos um melhor comportamento dos condutores, em função também da fiscalização, já que ampliamos o horário das nossas ações, que são feitas junto com a Polícia Militar, o que inibe a prática de infrações. Tudo é válido. Afinal, o que todos queremos e buscamos é o bem estar do cidadão”, pondera o agente.

Texto:
Edson Matoso-Detran


Governo promove ação de cidadania para catadores do Aterro Sanitário do Aurá
A Secretaria Extraordinária de Estado de Articulação Municipal (Seeam) promove, a partir desta terça-feira (09), uma ação de cidadania direcionada aos catadores que trabalham no Lixão do Aurá. Além do acesso a documentos, eles poderão tirar fotografias para a documentação e receber atendimento jurídico. A ação acontecerá das 8 às 14 h, no Centro de Apoio ao Catador (Área Interna do Aterro Sanitário do Aurá). Mais de 170 pessoas, entre técnicos e voluntários de diversos órgãos federais, estaduais e municipais, atenderão o público.
A assessora técnica da Seeam, Gorete Gomes, informa que a ação será dividida em duas etapas. A primeira acontecerá nos dias 09 e 10 (terça e quarta-feira), com emissão de Certidões de Nascimento (primeira e segunda vias) e cadastramento de pessoas com deficiências. A 1ª via será entregue na hora, e a 2ª via no prazo de 15 a 20 dias.
A segunda etapa será mais ampla, realizada no período de 22 a 25, das 09 às 15 h, na Escola Parque Bolonha, no bairro de Águas Lindas, com atendimento jurídico sobre posse de terrenos em áreas da Marinha, fotografias para documentação e emissão de Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, Cadastro de Pessoa Física (CPF) e Título de Eleitor. “O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) realizará também o registro do novo título, que será digital”, acrescenta Gorete Gomes.
Ela explica que o objetivo é proporcionar o acesso à cidadania aos catadores do lixão do Aurá. “Foi verificado, em levantamentos já feitos na área do lixão, que a grande maioria dos catadores não possui nenhum tipo de documentação. Nessa ação nós vamos oferecer todos os documentos necessários ao exercício da cidadania”, diz ela.
Projeto - A ação faz parte do Projeto Pró-Catador, desenvolvido pela Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), em convênio com o Ministério do Trabalho. Entre outras atividades, o projeto promove a discussão sobre o Termo de Ajuste de Conduta (TAC), que prevê o fechamento do Aterro Sanitário do Aurá.
“Além da questão da cidadania, o Pará tem que se preparar para, até agosto de 2014, acabar com os lixões. Essa é uma responsabilidade dos municípios, mas o governo do Estado está procurando uma maneira de ajudá-los, para que até 2014 todos os municípios do Pará estejam com seus problemas de acúmulo de resíduos sólidos resolvidos”, explica Gorete Gomes.
Os atendimentos serão feitos pelo Pro Paz Cidadania, Seas, Ação Social Integrada do Palácio do Governo (Asipag), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Polícia Civil, Secretaria Municipal de Educação (Semec), Fundação Papa João XXIII (Funpapa), Tribunal Regional Eleitoral (TRE), Defensoria Pública da União (DPU) e Secretaria do Patrimônio da União (SPU).
Serviço: Ação de Cidadania no Lixão do Aurá, com emissão de documentos e atendimento jurídico. Dias 09 e 10, no Centro de Apoio ao Catador (Área Interna do Aterro Sanitário do Aurá), das 8 às 14 h. De 22 a 27 de julho, na Escola Parque Bolonha (Rua Rosa de Luxemburgo, s/n, Conjunto Água Cristalina, no bairro Águas Lindas), das 09 às 15 h.

Texto:
Pablo Almeida-Secom


Conselho Estadual faz mobilização por mais recursos para a saúde
O Conselho Estadual de Saúde (CES) convoca a população paraense a participar, nesta quarta-feira (10), do Dia Nacional de Mobilização pela Coleta de Assinaturas, promovido pelo Movimento Nacional em Defesa da Saúde - Saúde + 10, que tem o objetivo de conseguir 1,5 milhão de assinaturas para apresentar ao Congresso Nacional o Projeto de Lei de Iniciativa Popular que assegura o repasse efetivo e integral de 10% da receita bruta corrente da União para os investimentos na saúde pública brasileira.
Até o momento, a campanha já colheu 1,2 milhão de assinaturas. Em Belém, a mobilização ocorrerá na praça Batista Campos, das 8h às 16h, com apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). Para assinar o abaixo-assinado, a pessoa deve ter em mãos RG, CPF e título de eleitor, dados necessários para validar a assinatura. Essa é a única forma de mudar a legislação vigente no que tange aos investimentos em saúde no Brasil.
O CES apoia o Saúde + 10 porque o governo federal vem reduzindo os gastos com a saúde pública. Em 1995, repassou 11,72% da receita corrente bruta da União ao setor. Já em 2011, o percentual caiu para 7,3%. Por outro lado, a contribuição dos Estados e municípios vem aumentando a cada ano.
Em 1980, a União participava com 75%, em 1991, com 73%, em 2001, com 56%, e em 2011, com apenas 47%. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2009, o gasto médio público com percentual do Produto Interno Bruto (PIB) de países da organização foi de 5,5%; o Brasil, porém, tem um gasto de apenas 3,7%.
Segundo o Conselho Estadual de Saúde, o projeto visa a alterar a Lei Complementar nº 141, de 13 de dezembro de 2012, que define o que deve ser considerado gasto em saúde e fixa os percentuais mínimos de investimento na área de saúde pela União, Estados e municípios; e descreve como deve ser feita a aplicação dos recursos públicos.
A mudança representará um incremento de R$ 43 bilhões no orçamento da saúde, totalizando o montante de R$ 130 bilhões anuais, que garantirão ações e serviços de acesso universal à saúde pública, capacitação de pessoal, investimentos em rede física do Sistema Único de Saúde (SUS), produção, aquisição e distribuição de medicamentos e equipamentos com qualidade.
O dia 10 de julho será também a data de lançamento da minuta do projeto de lei elaborado conjuntamente pelos conselhos nacionais de Saúde (CNS), de Secretários de Saúde (Conass) e de Secretários Municipais de Saúde (Conasems), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). A minuta do projeto será apresentada dia 10, no Congresso de Conasems de 2013, que ocorre em Brasília.
Dia 10, durante o Congresso, no auditório Ulysses Guimarães, do Centro de Convenções, também haverá um ato político com a participação dos presidentes da Câmara e do Senado. Além disso, no evento, há estandes preparados e sinalizados para a coleta de assinaturas, pois dia 20 de julho é a data final para envio das assinaturas para o CNS.

Texto:
Roberta Vilanova-Sespa


Seicom destaca ações para fortalecer micro e pequenas empresas
A instituição do Fórum Paraense das Micro e Pequenas Empresas (MPEs), em março deste ano, está entre as principais ações da Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Mineração (Seicom), viabilizada pela Diretoria de Desenvolvimento de Comércio e de Serviços (DICS). Composto por 17 entidades, sendo oito do governo do Estado e nove da iniciativa privada, o Fórum é um plenário de discussões dos problemas, e de busca de soluções, para as micro e pequenas empresas. Cinco comitês já foram criados para deliberar sobre políticas públicas para o setor, informou o diretor da DICS, Airton Fernandes.
Responsável pela elaboração, coordenação e implementação de políticas públicas para o desenvolvimento do sistema produtivo nas áreas de comércio e cooperativismo, a DICS também destaca entre suas realizações, no primeiro semestre deste ano, a aprovação do projeto Compras Governamentais do Estado do Pará, para atuação em 20 municípios; a qualificação de gestores públicos estaduais e municipais e de proprietários de pequenos negócios, e a participação de representantes da Seicom no Comitê Temático de Compras Governamentais do Fórum Permanente das MPEs, em Manaus (AM).
Também foram promovidos o empreendedorismo e a Economia Criativa nos 144 municípios paraenses, com a Seicom incluída no Grupo de Trabalho do Criativa Birô do Pará, coordenado pelo Instituto de Artes do Pará (IAP), e elaborado o projeto modelo da Plataforma de Empreendedorismo Criativo do Pará (Idear Pará).
"Para o segundo semestre deste ano pretendemos fazer o Termo de Cooperação de Apoio às MPEs, o projeto Capacitação de MPEs e a elaboração da minuta da Lei Estadual das MPEs, além de realizarmos uma plenária para a apresentação dos resultados", acrescentou Airton Fernandes.
"Um trabalho bem coordenado e executado, a exemplo do que se faz na DICS, sempre dá bons resultados. E a instituição do Fórum das Micro e Pequenas Empresas local é a prova disso", ressaltou o titular da Seicom, David Leal, ao receber o balanço semestral das ações da Diretoria.

Texto:
Sergio Augusto-Seicom


Caravana Oftalmológica encerra atendimento em Santo Antônio do Tauá
No último dia de atendimento no município de Santo Antônio do Tauá, no nordeste do Pará, a procura pela Caravana Oftalmológica do Pro Paz foi grande. A população lotou o setor de cadastro, ainda pela manhã, e a cota prevista foi alcançada, com mais de 1,6 mil consultas. Diante da demanda, a coordenadora do Pro Paz, Cláudia Vinagre, ampliou as cirurgias para mais um dia, para atender os pacientes cadastrados.
"É uma preocupação do governo do Estado atender todo mundo. Como o número de consultas foi muito alto, além das nossas expectativas, as pessoas que necessitam de cirurgia serão atendidas em caráter excepcional nesta terça-feira", explicou. Apesar da quantidade de pessoas, todos que procuraram a caravana oftalmológica foram atendidos.
A dona de casa Eremita Gomes, 51 anos, chegou à caravana quando já passava das 17 horas. Ela saiu feliz do consultório, ao descobrir que não precisava operar. "Eu pensava que tinha catarata, por causa da minha dificuldade para ler, mas por sorte o médico disse que eu só preciso usar óculos", disse.
Quem também aproveitou a oportunidade para se consultar foi o aposentado Francisco Ferreira da Silva, 72 anos, que há cinco anos perdeu a visão depois de pingar um colírio caseiro no olho. Como se não bastasse o problema, há dois anos ele começou a ter dificuldades para enxergar com o olho esquerdo, o único que ainda estava bom.
"Estou com medo de ficar cego, de perder a outra visão. Como vou andar? Como vou viver?", questionava. Depois de passar pelo consultório, Francisco foi diagnostico com catarata, e encaminhado para o bloco cirúrgico. Vinte minutos depois, ele deixou a caravana  já com o problema resolvido. "Espero agora que a minha vista melhore e eu fique bem, para aproveitar a vida", afirmou.
Nailza Barata, 59 anos, recebeu orientação pós-cirúrgica, depois de ser submetida a uma cirúrgica de catarata nos dois olhos. Ela enfrentou uma hora de estrada da zona rural até a cidade para ser atendida. "Eu já não escrevia, não lia, não conseguia nem fazer minha costura, porque não conseguia colocar a linha na agulha. Espero agora ficar boa", frisou.

Texto:
Brena Moreira-Pro Paz


Seel leva aulas de surfe para mais de 100 veranistas em Algodoal
Mais de 100 veranistas apreenderam a surfar na escolinha gratuita oferecida pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) na praia da Princesa, em Algodoal, município de Maracanã, neste primeiro fim de semana das férias escolares de julho. A parceria foi feita com a Federação Paraense de Surf (Fepasurf) e Associação Brasileira de Surf na Pororoca (Abraspo) e contou com profissionais internacionais, como Franco Piserchia, surfista há 23 anos.
Ele nasceu no Caribe, mas foi radicado no Brasil. Mora desde 2008 em Biaritz, no sudoeste da França, onde diz ter a melhor onda do mundo para surfar, com até três metros de altura. “É bem diferente daqui, mas pelo fato de ser uma onda amazônica, é interessante”, comentou, sobre a diferença das ondas da Europa para as praias paraenses. “Aqui existem ondas boas em diversos lugares. As ondas de rios são bem legais de surfar. Além da Pororoca, consigo surfar em Mosqueiro”, comentou.
Ele foi convidado pela Fepasurf para participar das escolinhas gratuitas de surf oferecidas pela Seel nas praias do Pará. “Agora que as coisas estão acontecendo. Não tinha incentivo. Era muito fraco. Não havia campeonatos para descobrir e destacar atletas”, opinou Franco sobre o cenário do surf no Pará. “Essa escolinha oferecida pelo Governo do Pará é legal para mostrar o esporte e incentivar a pratica. O surfe está em alta na mídia. Poucos têm oportunidade de começar a surfar porque Belém não tem praia”, disse.
A escolinha contou também com o surfista Rogério Fernandes, de Manaus (AM), que pratica o esporte há mais de 23 anos. George Gomes pratica surfe há mais de 29 anos e mora em Belém, e também participou da escolinha com Noélio Sobrinho, outro surfista paraense, praticante há mais de 29 anos.
A Seel, em parceria com Fepasurf e Abraspo, continua a oferecer as aulas de surfe gratuitas ao longo das férias de julho. No próximo fim de semana, a equipe chega à praia de Ajuruteua, em Bragança, dias 13 e 14. No fim de semana do dia 20 e 21, a ação será na praia do Atalaia, em Salinas. Logo em seguida, entre os dias 22 a 24, ainda em Salinas, ocorre o Norte-Nordeste de Surfe, com o apoio da Seel.
“Queremos alcançar centenas de turistas nas maiores praias do Pará. Além de levar uma pratica saudável com o esporte, estamos oferecendo um lazer a mais nas férias de julho para os paraenses. Nossa meta é passar de 500 alunos nas escolinhas de surfe. Apenas em Algodoal, já ultrapassamos 100 pessoas”, contou o titular da Seel, Vitor Miranda.

Texto:
Liandro Brito-Seel


Emater entrega 12 toneladas de sementes de feijão para 600 famílias
A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) entregou nesta segunda-feira (8), em Bragança, município do nordeste paraense, 12 toneladas de sementes de feijão, da variedade BR3 Tracuteua (feijão caupi). Produzidas na Unidade Didático-Agroecológica do Nordeste Paraense (UDB), as sementes têm certificação do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
Entregue a custo zero para o produtor, as sementes beneficiarão diretamente 650 famílias agricultoras, em 40 municípios da região. Cada família receberá 17 quilos do produto, que será multiplicado, gerando outros 400 quilos do grão por família. A semente, que estará pronta para a colheita em 75 dias, a partir do plantio, deve render 180 toneladas de feijão.
Segundo dados da Emater, no campo o índice de perda do grão não chega a 10%. Mas com uma semente de qualidade inferior, apesar de ser da mesma variedade, as perdas chegam a 50%.
Mercado - O feijão produzido na região nordeste tem mercado garantido - 70% da produção são exportados, principalmente para o nordeste brasileiro. Bahia, Ceará e Piauí são os maiores compradores do feijão paraense. Em Bragança, a Emater é a única instituição pública paraense que produz o BR3 Tracuateua. “Essa ação de governo é um momento ímpar na história da Emater. Nunca a empresa havia produzido semente com certificação”, informou Cleide Amorim, presidente da Emater.
Segundo o engenheiro agrônomo José Pio, da equipe da Emater, responsável pelo campo de produção de sementes na UDB, a produção certificada tem qualidade e um alto índice de germinação, principais fatores para a garantia de produtividade. “A partir de agora, a expectativa é conseguir, por cada hectare de feijão plantado, ultrapassar uma tonelada de grãos. Sem a semente certificada esse número não ultrapassaria os 800 quilos”, ressaltou o agrônomo.
Moradora da comunidade Montenegro, a agricultora familiar Rosa Silva, uma das beneficiadas com a entrega das sementes, disse que apesar de ter área suficiente para o plantio, não teria condições de produzir. “Essa doação veio em excelente hora. Não teria dinheiro para comprar as sementes. Agora, vou conseguir fazer todo o meu plantio”, comemorou a agricultura. A região Bragantina é a maior produtora de feijão caupi do Norte do Brasil.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater


Voto aberto: agora ou nunca
Caros amigos do Brasil,
Descrição: https://mail.google.com/mail/u/0/?shva=1#inbox/13fbfe241ef8fad5

As propostas pelo voto aberto estão ganhando corpo no Senado e uma votação no plenário está muito perto de se tornar realidade -- mas precisamos pressionar os senadores a votarem antes do recesso daqui a uma semana. Juntos, colocaremos pressão no relator das propostas e garantiremos o voto aberto já -- vamos somar nossas vozes em uma única petição e alcançar 500.000 assinaturas:

Descrição: Assine a petição
As propostas para que todos as votações do Senado sejam transparentes estão tendo sucesso, mas os senadores entrarão em recesso em uma semana, e a menos que o voto aberto seja votado no plenário antes disso, poderá ser tarde demais.

Eles estão nos ouvindo -- após nossa comunidade ter enviado milhares de emails e interditado as linhas telefônicas dos senadores, uma comissão do Senado aprovou uma das propostas de voto aberto. Mas uma decisão de uma comissão não significa nada, a menos que o projeto seja levado ao plenário do Senado. Os enormes protestos nas ruas têm forçado nossos políticos a nos ouvir, mas não sabemos o quanto isso durará e temos de manter a pressão para transformar a nossa política.

O sistema de votação secreta permite que tipos como o Renan Calheiros assumam o Senado. Vamos mudar isso agora. Quando 500.000 de nós assinarmos, entregaremos nossa petição ao Senador Sérgio Souza, relator das propostas que pedem a abertura do voto dos senadores. Vamos assinar e compartilhar amplamente:

http://www.avaaz.org/po/brazil_open_vote_fp_petition/?byiUoeb&v=26786

Na semana passada, após milhares de emails e telefonemas de nossa comunidade, o Senador Pedro Taques disse: "De ontem para hoje, recebi mais de 20 mil e-mails de brasileiros que assim como eu defendem o fim do voto secreto. Tenho a esperança que neste caso, mais uma vez, a pressão faça o carvão virar diamante."

O atual regimento do Senado afirmam que algumas decisões do Congresso como a cassação de mandato de um parlamentar ou a eleição para presidente do Senado sejam feitas por meio de uma votação secreta! Mas não tem o que se discutir aqui: os brasileiros querem o voto aberto já! Em uma pesquisa telefônica da Avaaz/IBOPE no início do ano com cidadãos brasileiros espalhados pelo país, uma grande maioria disse que se opunha a esta prática.

O fim do voto secreto continua sendo um dos motivos principais pelos quais os brasileiros foram às ruas para protestar por um país mais transparente. Vamos aproveitar este momento e pressionar o Congresso Nacional a acabar com essa prática de uma vez por todas assinando essa petição e compartilhando com todos:

http://www.avaaz.org/po/brazil_open_vote_fp_petition/?byiUoeb&v=26786

A história está acontecendo rapidamente em nosso grande, diversificado, confuso e belo país. O trabalho de tornar o nosso país melhor e mais justo não vai ser fácil. Mas a comunidade da Avaaz aceitou grandes desafios em todo o mundo e contribui para vitórias de grande sucesso no Brasil, como a Ficha Limpa e a proteção aos índios Guarani-Kaiowá. Este é um momento incrível, em que caminhamos para um novo século e uma nova democracia juntos.

Com esperança e determinação,

Pedro, Carol, Diego, Nádia, Alex e toda a equipe da Avaaz


MAIS INFORMAÇÕES:

Comissão da Câmara aprova PEC do voto aberto para cassações (Estadão)
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,comissao-da-camara-aprova-pec-do-voto-aberto-para-cassacoes,1047174,0.htm

Enquete da Folha sobre eleição de Renan mostra votos diferentes (Folha de S. Paulo)
http://www1.folha.uol.com.br/poder/1226588-enquete-da-folha-sobre-eleicao-de-renan-mostra-votos-diferentes.shtml

Pressionada por manifestações, CCJ da Câmara aprova voto aberto para cassação de mandatos (Agencia Brasil)
http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-06-26/pressionada-por-manifestacoes-ccj-da-camara-aprova-voto-aberto-para-cassacao-de-mandatos

"Cura gay" e PEC do Voto Aberto irão a plenário semana que vem (Diário de Pernambuco)
http://www.diariodepernambuco.com.br/app/noticia/politica/2013/06/26/interna_politica,447113/cura-gay-e-pec-do-voto-aberto-irao-a-plenario-semana-que-vem.shtml

74% dos brasileiros querem renúncia de Renan, mostra pesquisa Ibope (Estadão)
http://www.estadao.com.br/noticias/nacional,74-dos-brasileiros-querem-renuncia-de-renan-mostra-pesquisa-ibope,1006121,0.htm

Gurgel confirma denúncia contra Renan ao STF por três crimes (G1)
http://g1.globo.com/politica/noticia/2013/02/pgr-denunciou-renan-calheiros-ao-supremo9-por-tres-crimes.html

Apoie a comunidade da Avaaz!
Nós somos totalmente sustentados por doações de indivíduos, não aceitamos financiamento de governos ou empresas. Nossa equipe dedicada garante que até as menores doações sejam bem aproveitadas:

Descrição: Dona Agora


"Municípios Verdes" quer tirar Altamira e Brasil Novo da lista de embargo
Os municípios de Altamira e Brasil Novo, na Região do Xingu, receberam na última semana a caravana do Programa Municípios Verdes (PMV), que realizou oficinas para mapear problemas ambientais locais, a fim de diminuir o desmatamento e, consequentemente, conseguir a saída da lista dos municípios embargados pelo Ministério do Meio Ambiente.
A equipe do PMV esteve em Brasil Novo nos dias 1º e 3 de julho, e em Altamira nos dias 4 e 5. “As oficinas têm como meta identificar a capacidade institucional das prefeituras, em especial das secretarias de meio ambiente, para que exerçam, de fato, a gestão ambiental em suas regiões. Esse trabalho resultará em um plano de ação entre o PMV e os municípios, com foco no cumprimento das metas do Programa”, ressaltou Justiniano Netto, coordenador geral do PMV.
Altamira e Brasil Novo estão na lista dos municípios embargados do Ministério do Meio Ambiente. Considerando o início do calendário do desmatamento, agosto de 2012 a maio deste ano, Altamira desmatou, segundo o levantamento feito pelo Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real (Deter), 200,8 km², e possui no Sistema integrado de Monitoramento e Licenciamento Ambiental do Estado (Sinlam) cerca de 50% de suas áreas cadastráveis já incluídas no Cadastro Ambiental Rural (CAR). Brasil Novo, no mesmo período, foi responsável por 3,5 km² de desmate na região, e possui quase 70% de CAR.
A oficina do Programa Municípios Verdes tem a parceria do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia (Imazon) e da Organização Aliança pelo Clima e Uso da Terra (Clua), que tem como objetivo desenvolver uma iniciativa piloto de fortalecimento da gestão ambiental em 10 municípios paraenses.
Comitê Gestor - Além das oficinas, o Programa Municípios Verdes realizou em Altamira a 10ª reunião do Comitê Gestor, órgão responsável pelas decisões estratégicas e pelo plano de ação do programa, composto por 21 integrantes, sendo 10 representantes do governo e 11 representantes da sociedade civil, além do Ministério Público Federal, Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e Ministério Público Estadual.
A reunião contou com a participação de ONGs parceiras do programa e secretários de meio ambiente dos municípios da região, que discutiram os dados recentes do desmatamento no Pará, em especial na região oeste, os avanços do Cadastro Ambiental Rural (CAR) e as metas que devem ser cumpridas até o final de 2013.
Nos dois municípios, durante a permanência da equipe do PMV, também foi lançada a Campanha Estadual de Combate ao Desmatamento, a primeira desse gênero realizada na Amazônia, com o objetivo de sensibilizar o produtor rural, apontando as desvantagens do desmatamento ilegal e as vantagens da regularidade ambiental, com o uso do CAR como principal ferramenta. “Os municípios de Brasil Novo e Altamira estão engajados no avanço do CAR, e já progrediram muito. A região, com o empenho das prefeituras, inseriu no Sinlam, nos últimos 30 dias, mais de 150 mil hectares de CAR”, informou Justiniano Netto.

Texto:
Raphael Pacheco-Municípios Verdes



Hangar recebe mostra fotográfica “Catarse” a partir desta terça
O cotidiano mostrado em imagens fortes e impactantes. Assim pode ser definida a exposição fotográfica “Catarse” que será inaugura nesta terça-feira, 9, no espaço de exposições do Hangar Convenções e Feiras da Amazônia. Esta é a terceira exposição que tem o centro como palco e permanece aberta à visitação até o dia 15 de agosto.
O cenário das imagens é o Lixão do Aurá - o maior do Norte do país – localizado na Região Metropolitana de Belém. A mostra é resultado do curso de Agente de Comunicação e Mobilização Social, promovido pela CTR Guajará, com objetivo de resgatar sonhos dos catadores adolescentes e construir alternativas de geração de emprego e renda.
“Tudo começou com uma oficina de três dias no lixão, onde apenas ensinei aos jovens noções básicas de fotografia, como enquadramento e perspectiva. E foi então que por vontade própria eles pegaram uma câmera e começaram a fotografar”, explica o ministrante da oficina e curador da mostra, Everaldo Nascimento.
A rotina do aterro sanitário foi retratada através dos olhares de 20 jovens. São eles: Andrey Arlindo dos Santos, Alex da Silva, Allam Maurício Cardoso Lopes, Elias de Jesus Santos dos Santos, Gelso Augusto Ferreira Bitencourt, Joerlison Pinheiro da Silva, Kamyla Karen R. Costa, Letícia Rilary da Silva Martins, Lindemberg Rodrigues da Silva, Marinaldo Couto Rodrigues, Maycon Douglas Silva Martins, Maiana da Silva Martins, Rodrigo Borges Ramos, Ramon Alan B. Amorim, Rodolfo Alex Borges Amorim, Suellem da Silva Martins, Tayná de Jesus Martins de Lima, Tiago Correa Soares, Valdicleia Correa Soares e Vyctor Hugo Machado.
A mostra fotográfica é um desdobramento do Projeto “Hangar Recicla” que trabalha a conscientização ambiental e a coleta de materiais recicláveis dentro do Hangar. De acordo com a gerente de marketing da Organização Social Pará 2000, Isa Arnour, a OS tem como meta promover a cultura e preservar o meio ambiente. "Queremos chamar a atenção dos visitantes do Brasil inteiro para a importância de reciclar, mostrando o trabalho efetivo – a coleta e o trabalho cultural – da exposição”.
A administração do Hangar informa que o espaço permanente para exposições está aberto para receber projetos sociais e culturais. Basta enviar um email com a sugestão para comunicacao@hangarcentrodeconvencoes.com.br. “Catarse” pode ser vista no Hangar até o dia 28 de julho, no hall dos elevadores (embaixo da escada rolante).
Serviço:
“Mostra fotográfica Catarse”
Visitação de 9 de julho até 15 de agosto, no hall dos elevadores, no Hangar Convenções e Feiras da Amazônia
Entrada gratuita

Texto:
Fernanda Scaramuzzini-Pará 2000


Pacto pela Educação do Pará instala Comitê Gestor
O Comitê Gestor do Pacto pela Educação do Pará será oficialmente instalado nesta terça-feira (9). A cerimônia do comitê de governança estadual do Pacto será realizada às 15h30, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, com a participação do governador Simão Jatene. O decreto que dispõe sobre a implantação dos Comitês de Governança Estadual e de Governança Regionais do Pacto foi publicado no dia 1º de abril deste ano.
Lançado no último dia 26 de março, o Pacto pela Educação do Pará é um esforço liderado pelo Governo do Estado e conta com a integração de diferentes setores e níveis de governo, da comunidade escolar, da sociedade civil organizada, da iniciativa privada e de organismos internacionais, com o objetivo de promover a melhoria da qualidade da educação no Pará e, assim, tornar o Estado uma referência nacional na transformação da qualidade do ensino público, tendo como principal meta elevar o Índice de Educação Básica (Ideb) do Pará em 30% até o ano de 2017.
O Comitê terá como presidente e vice-presidente, respectivamente, o governador do Estado e o secretário Especial de Estado de Promoção Social. O secretário de Estado de Educação ocupará o cargo de secretário executivo do Comitê, que também terá entre os seus membros os secretários de Estado de Assistência Social e de Trabalho, Emprego e Renda; um representante da Assembleia Legislativa do Pará; o presidente da Federação dos Municípios do Estado do Pará (Famep); o presidente da União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação (Undime-PA); dois representantes de empresas; um representante da Universidade do Estado do Pará (Uepa); um representante de organismo internacional e um representante da sociedade civil.
O Comitê de Governança Estadual do Pacto pela Educação do Pará tem como atribuições aprovar a proposta do Plano Anual do Pacto; acompanhar a execução das ações do Pacto; monitorar os resultados intermediários do Pacto; propor intervenções para melhoria da qualidade do processo de desenvolvimento do Pacto e emitir parecer técnico sobre assuntos pertinentes, entre outros.


Cerimônia de entrega de certificados a batedores de açaí é adiada
A Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) informa que a cerimônia de entrega de certificados aos 550 batedores artesanais de açaí em Boa Práticas de Manipulação e assinaturas de termos de compromisso enfatizando a cadeira produtiva do açaí no Pará, que estava programada para o dia 11 deste mês (quinta-feira), no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, foi transferida para a próxima semana, dia 18 de julho (quinta-feira), às 17 horas, no mesmo local.


Teatrinho do Mangal se consolida como opção de lazer dos paraenses
Na manhã deste domingo, 7 de julho, centenas de pessoas foram ao Parque Zoobotânico Mangal das Garças para conferir a contação de histórias “Todos os animar, num só lugar” com a atriz Ester Sá pelo Projeto Teatrinho do Mangal. Além das famílias que já acompanham o projeto, adultos que passeavam pelo Mangal foram atraídos pela contação interativa. “Todos os animar, num só lugar” teve a participação direta de 10 crianças, que uma por uma liam as descrições dos animais da fazenda da Dona Ester.
No próximo domingo, a atração do Teatrinho do Mangal será a Cia Notáveis Clowns, com o espetáculo “Trio limpeza pura”, a partir das 10h30, no entorno do Memorial Amazônico da Navegação.
Na história deste domingo, personagens como a vaca e o seu leite puro, a galinha que botava ovos de onde nasciam seus pintinho, o cavalo que trotava, o cachorro que passeava pelo pasto e o bode que quase come a meia da Dona Ester, mas não conseguiu graças ao pequeno herói Fábio Bulhosa, de 8 anos. “Eu gostei de tudo, conhecia vários animais e ainda pude participar, foi muito bacana”, disse o garoto.
“Sempre tive o costume de vir ao Mangal e agora que meu filho está maior faço questão de trazer e hoje o espetáculo foi fantástico. Acho muito importante essa interatividade com as crianças, todas estavam muito envolvidas na história. Até o Fábio, que é super tímido, interagiu lendo um pedaço da história, que acaba aproximando todos da literatura” frisou a mãe de Fábio, Lauriane Bulhosa.
O Teatrinho do Mangal tem entrada gratuita e ocorre quinzenalmente aos domingos. O projeto é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Organização Social Pará 2000. A programação completa está no site www.mangalpa.com.br ou nas redes sociais twitter.com/mangal_painstagran.com/mangaldasgarcas e facebook/mangaldasgarças
Serviço:
Teatrinho do Mangal -  Cia Notáveis Clowns em “Trio limpeza pura”.
No próximo domingo, 21, a partir das 10h30, no entorno do Memorial Amazônico da Navegação, no Mangal das Garças (Pass. Carneiro da Rocha, s/n° – Cidade Velha). Informações: (91) 3242-5052. Entrada gratuita

Texto:
Fernanda Scaramuzzini-Pará 2000

 Nota Fiscal Cidadã
 




Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...