Total de visualizações de página

sexta-feira, abril 06, 2012

A Separacão - Vencedor do Oscar no Cine Estação



O Cine Estação das Docas exibe, a partir desta quinta-feira, 5 de abril, o grande vencedor do Oscar 2012 na categoria de melhor filme estrangeiro: ‘A Separação’, do diretor Asghar Farhadi, premiado pela Academia de Hollywood no dia 26 de fevereiro, durante a 84ª edição da cerimônia de entrega do Oscar, em Los Angeles.

Desde o ano passado, o filme era cotado como o grande candidato da categoria por seu conteúdo crítico às leis do Irã. Discípulo de Jafar Panahi, cineasta iraniano que foi preso em seu país, Farhadi não deixou passar em branco o grande momento no palco do Kodak Theatre para alfinetar a política islâmica. "Nosso povo já sofreu muito por questões políticas. Por isso, eu ofereço esse prêmio ao povo do meu país e a todos os povos e nações", disse o diretor de fala baixa e com visível dificuldade para se comunicar em língua inglesa.
‘A Separação’ conta a história de Simin e seu marido Nader, que estão se preparando para deixar o Irã, com a filha Termeh. Mas Nader, preocupado com seu pai, que sofre de Alzheimer, acaba desistindo da viagem. Decepcionada, Simin entra com pedido de divórcio e decide sair de casa. Nader é obrigado a contratar uma jovem para tomar conta de seu pai. Porém a diarista está grávida, e trabalhando sem o consentimento de seu marido, condições que junto a um terrível incidente, levará as duas famílias a um julgamento de cunho moral e religioso.
Justiça, política, religião, moral, tudo acaba sendo discutido pelo diretor Asghar Farhadi no roteiro que leva o espectador a refletir sob diversos pontos de vista. Orçado em US$ 300 mil e filmado em boa parte com a câmera na mão, o filme foi interrompido em 2010 por seu posicionamento político, mas levou mais de três milhões de iranianos ao cinema. Incomodado com o sucesso de público e crítica, o governo do Irã divulgou nota avisando para as pessoas terem discernimento na hora de analisar a obra, que segundo o Ministério das Relações Exteriores mostraria uma versão distorcida da República Islâmica.
Além do Oscar de melhor filme em língua não inglesa, o longa arrebatou o Urso de Ouro no Festival de Berlim, mais o Prêmio Ecumênico do Júri, e o Urso de Prata nas categorias ator (Peyman Moadi) e atriz (Leila Hatami).

Serviço: A Separação (Irã, 2010)
Direção e roteiro: Asghar Farhadi
12 anos. 123m. Drama

No Cine Estação das Docas
http://www.youtube.com/watch?v=Dlt6-aDWAVI&feature=player_embedded

Datas em  abril:
Estreia - 5 (quinta): 18h e 20h30
6 (sexta): 18h e 20h30
7 (sábado): 18h e 20h30
8 (domingo): 10h, 18h e 20h30
12 (quinta): 18h e 20h30
13 (sexta): 18h e 20h30
14 (sábado): 18h e 20h30
15 (domingo): 10h, 18h e 20h30

Ingressos: R$ 7,00 (com meia-entrada para estudantes).

Texto:
Jose Pacheco-Secult
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...