Total de visualizações de página

quinta-feira, novembro 01, 2012

Notícias do Governo do Estado






Alunos da rede estadual apresentarão projeto nos Emirados Árabes
De Ourilândia do Norte, no Pará, à cidade de Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. Graças ao uso da ciência na escola, esse será o caminho que os estudantes Pedro Henrique Alvez Mota e Rogermilar Conceição Araújo, da Escola Estadual Doutor Romildo Veloso e Silva, vão trilhar em setembro do ano que vem. Isso tudo devido ao sucesso do projeto “A utilização de jogos – dama, dominó, baralho e tabuleiro – no processo de ensino-aprendizagem em química”, orientado pela professora Glaciléia Assunção Oliveira, e apresentado na 27ª Mostra Brasileira de Ciência e Tecnologia, na última semana, no Rio Grande do Sul.
O estudo de assuntos como a eletrovalência, os elementos químicos, as cadeias orgânicas, a massa atômica, e a tabela periódica nem sempre são facilmente assimiláveis entre os estudantes. Foi justamente com a intenção de tornar o conteúdo mais acessível e atraente que a professora Glaciléia e os estudantes do 3ª ano do Ensino Médio deram início ao projeto, que agora será apresentado na Milset Expo-Sciences International 2013. “A gente percebeu que os alunos não estavam interagindo bem com a disciplina e que eles gostam muito de esportes e jogos. Isso melhorou o aprendizado e, inclusive, a relação entre professores e estudantes”, disse a orientadora do projeto, destacando a viabilidade da proposta que usou materiais recicláveis na produção dos jogos.
Um exemplo é o Baralho de Química, que tem como objetivo principal a familiarização dos elementos químicos da tabela periódica, seus números atômicos, e características dos elementos como metais, ametais, gases nobres, família e período numa tabela periódica. O baralho foi produzido com folhas A4 e reproduzido na gráfica. Os naipes do baralho tradicional foram substituídos por vidrarias de laboratórios: béquer (paus), proveta (ouros), pêra (copas) e tubo de ensaio (espada). As cartas também são utilizadas no jogo de pife, truco, nos quais vencem quem montar uma sequência lógica dos elementos químicos e suas informações adicionais.
“A Mostratec é uma feira muito competitiva. Lá, havia mais de 350 projetos incríveis, de todo o Brasil e de outros países. Estou muito feliz com o sucesso do nosso projeto e com bastante orgulho”, afirmou Pedro Henrique, acrescentando que “Química era meio complicado para mim. Mudou o meu olhar e da escola em geral. Agora pretendo fazer algum curso na área de exatas ou Engenharia Química”. A expectativa dos estudantes, agora, é cruzar o continente para expor o trabalho em Abu Dhabi. “Estamos voltando para Ourilândia para dar tempo de fazer a prova do Enem no final de semana. Quero continuar me dedicando à escola, ao projeto. Isso tudo está valendo muito e não vejo a hora de expor no ano que vem”, disse Rogermilar, que pretende pesquisar sobre o país que conhecerá em 2013.

Texto:
Mari Chiba-Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8802-0325
Email: marichiba84@gmail.com


Arcon reforça fiscalização para garantir transporte seguro nas estradas
A Agência de Regulação e Controle dos Serviços Públicos do Pará (Arcon) reforça neste final de semana a fiscalização nos terminais rodoviários e hidroviários do Estado, a fim de assegurar uma viagem segura aos que vão se deslocar de um município para o outro no feriado de finados. Equipes do órgão também estarão em vários pontos das estradas combatendo o transporte intermunicipal clandestino e verificando se os veículos em circulação estão cumprindo todas as normas de segurança exigidas pelo órgão.
Além disso, serão distribuídos folderes educativos orientando os passageiros quanto aos seus direitos no uso do transporte intermunicipal. Uma das orientações é para que sejam evitados veículos com excesso de lotação, com as operadoras não podendo também recusar as carteiras de gratuitade e/ou de meia passagem. Os veículos, por sua vez, devem circular com o selo da Arcon, que indica que passaram pela vistoria do órgão.
No caso de frete, o veículo deve ter uma guia emitida pela agência com autorização para prestar esse tipo de serviço. Além da campanha educativa, a Arcon também vai reforçar o seu serviço de ouvidoria para que a população tenha um canal aberto para registrar as suas demandas e denúncias. Os contatos com a ouvidoria podem ser feitos por meio do 0800-0911717 ou através do email ouvidoria@arcon.pa.gov.br.

Texto:
Leiliane Souza-Arcon
Fone: (91) 3213-3445 / (91) 8225-8085
Email: comunica@arcon.pa.gov.br


Detentos prestam serviços na Região Metropolitana e no interior do Estado
Detentos das unidades penitenciárias da Região Metropolitana e do interior do Estado participaram, na manhã desta quinta-feira, 1º de novembro, de mais uma edição do projeto “Conquistando a Liberdade”, coordenado pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe). Durante o dia, homens e mulheres do regime fechado e semifechado prestaram serviços gerais e de manutenção em escolas públicas de sete municípios paraenses.
Em Marituba, na Região Metropolitana de Belém, o projeto foi executado na Escola Laura Oliveira Falcão e contou com a participação de 12 detentos dos Presídios Penitenciários Metropolitanos I e II. Pela manhã, o superintendente da Susipe, tenente coronel André Cunha, acompanhou as atividades dos internos, que realizaram diversos serviços como pintura, limpeza, capina, podagem e manutenção elétrica e hidráulica.
Regivaldo Carvalho, de 39 anos, participou pela sétima vez do projeto. Ele, que responde por tráfico de drogas, acredita que as experiências proporcionadas pelos serviços prestados à comunidade são uma motivação a mais para recomeçar. “São sempre experiências novas, novos locais. Além de sairmos do ambiente fechado da prisão, passamos a valorizar mais a nossa liberdade, nossas famílias, e ajudamos a sociedade com a nossa mão de obra”, afirmou Regivaldo, que pretende voltar a exercer a profissão de pedreiro após cumprir pena.
No final da manhã, as internas Silviane Teixeira, 28, e Samara de Oliveira, 22, do Centro de Recuperação Feminina (CRF) de Ananindeua, dividiram com os alunos da escola um pouco das experiências da vida no cárcere no “Papo di Rocha”. Samara recordou que começou a fumar com 11 anos, quando duas colegas ofereceram a ela um cigarro. “Aos 13 comecei com a maconha e coisas mais pesadas”, recordou. Para ela, o aprendizado com os erros cometidos foi grande. “Hoje estou presa por tráfico de drogas e posso dizer que esse caminho não compensa”, afirmou.
Para a diretora da Escola Laura Oliveira Falcão, Jucirene Reis, a atividade ajudará a melhorar o ambiente escolar. “Nós estamos em uma área bastante carente. Além dos serviços gerais, esse trabalho é muito importante, sobretudo, para os nossos alunos que estão entrando na adolescência, que têm a oportunidade de aprender com as experiências dos presos. A lição é absorver tudo e não cometer os mesmo erros”, afirmou.
Além de Marituba, os municípios de Mocajuba, Abaetetuba, Capanema, Salinas, Tome-Açu e Paragominas receberam atividades do projeto nesta quinta-feira. De acordo com o superintendente da Susipe, André Cunha, a meta é beneficiar cerca de 70 escolas em nove municípios até final deste ano. “A sociedade tem o anseio de ver os detentos trabalhando e,d a mesma forma, trabalhar para o preso é algo muito benéfico, não só porque ajuda a reduzir o tempo da pena, mas porque alivia a tensão do cárcere. O resultado é positivo para todos os envolvidos. Para o ano que vem temos a intenção de expandir o projeto para ainda mais municípios, uma vez que ele se revelou bastante exitoso”, frisou.

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Fone: (91) 3202-0911 / (91) 8150-8965
Email: amanda@agenciapara.com.br


Formatura do Curso Técnico do Conservatório Carlos Gomes
O Conservatório Carlos Gomes realiza neste sábado (3) a cerimônia de formatura do Curso Técnico. Dezoito alunos dos cursos de Piano, Clarinete, Flauta Transversal, Flauta Doce, Trompete, Oboé, Saxofone, Trombone, Violão, Percussão, Bateria, Canto e Mestres de Banda, concluem sua trajetória de formação musical do nível médio. Será a partir das 18h na Sala Ettore Bosio. Após a cerimônia haverá recital com os alunos concluintes.





Círio de Abaetetuba fará homenagem ao doador de sangue
O tema doação de sangue será destaque durante as festividades do Círio de Nossa Senhora da Conceição, do município de Abaetetuba, cuja procissão será no dia 25 de novembro, quando se comemora também o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. A parceria foi firmada na manhã desta quinta-feira (1º), em reunião realizada nas instalações do Hemonúcleo de Abaetetuba (Henab), que está sob a direção do médico Elias Serruya.
A reunião contou com a presença do gerente da unidade, da assistente social Marlea Sobrinho, que é responsável pelo serviço de Captação de Doadores, e os representantes da paróquia de Nossa Senhora da Conceição, tendo à frente o padre Raimundo Maués e as coordenadoras das festividades do Círio, Maria José Machado dos Santos e Maria José da Rocha Quaresma. Ficou acertado que durante a peregrinação da imagem da santa haverá um momento de reflexão acerca da importância da doação de sangue.
Durante o encontro foi articulada parceria para potencializar a divulgação e adesão à campanha comemorativa ao Dia Nacional do Doador, que será promovida no período de 26 a 30 deste mês.
Quem pode doar sangue: candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado.
Serviço:
O Hemopa Abaetetuba funciona na Av. Santos Dumont, S/N. Mais informações: (91) 37511394/4031. Horário para coleta de sangue: de segunda a sexta-feira, de 8h às 12h. Atendimento transfusional: 24h. Ou ainda, 08002808118, de segunda a sexta-feira, de 8h às 18h; e aos sábado até às17h.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa
Fone: (91) 3241-1811 / (91) 88953089
Email: Imprensa.hemopa@yahoo.com.br


Feira do Pescado de novembro será no dia 10
A Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq) irá realizar uma nova edição da Feira do Pescado no dia 10 de novembro. A feira – que oferece peixes a preços populares para os consumidores paraenses - acontecerá novamente nas dependências da Fundação Tancredo Neves (Centur). Espécies tradicionais da feira, como xaréu, pargo, pescada branca, dourada, camarão com ou sem casca e bacalhau estarão disponíveis. A Feira será aberta das 8h às 14h. Em dezembro, no dia 22, a última edição de 2012 da Feira do Pescado será realizada. Esta feira atenderá a população que quer incluir o pescado na sua ceia de Natal. 



Abertura Oficial das comemorações em homenagem aos 40 anos da Educação Especial no Pará
Com o tema “Somos todos iguais nas diferenças”, a Coordenadoria de Educação Especial (COEES), realizará a abertura oficial das comemorações em homenagem aos 40 anos da Educação Especial no Pará. O evento contará com uma Expografia mostrando o histórico da Educação Especial no Estado do Pará e as atividades desenvolvidas ao longo de todos esses anos. Os alunos das Unidades de Atendimento Especializado participarão ativamente das programações, apresentando diversas atividades culturais, como dança e canto, visitarão as exposições e poderão prestigiar o trabalho de outras escolas.


Cheque Moradia garante recomeço de vida para famílias carentes






Para quatro famílias do bairro do Guamá que tiveram suas casas incendiadas no início do mês de outubro, a ação do poder público foi imediata. "O incêndio ocorreu de manhã e já no início da tarde uma equipe da Cohab estava lá para nos auxiliar", relatou Mário Gomes Santana, que teve perda total do seu imóvel durante o sinistro. Ele, que pensava que o benefício do Cheque Moradia levaria mais tempo para ser viabilizado, se surpreendeu com a agilidade do processo para liberação dos recursos. "Imaginávamos que isso iria demorar pelo menos seis meses pra sair, mas em menos de trinta fomos convocados a comparecer à Cohab para receber o documento", relatou.
Um dia após a entrega do Cheque Moradia, Mário já deu início à reconstrução de sua casa. "Hoje já começamos a comprar o material e colocar em uso o cheque, que veio em boa hora", diz o pai de família, que está morando de favor na casa do sogro desde que o incêndio ocorreu.
A alegria de poder recomeçar e contar com a ajuda do governo é compartilhada por Adaerço Cardoso, vizinho de Mário Santana, que também já trabalha na obra de sua residência. "Esse programa é o que de melhor o governo podia ter criado, pois ajuda os mais necessitados ou os que, como a gente, perderam tudo", declarou.
Tanto para a família de Mário como de Adaerço só restaram as roupas do corpo. Mas agora temos a garantia de recomeçar, graças a esse programa do governo. "A equipe da Cohab foi bastante atenciosa e cuidou do nosso caso com muito carinho. Eles foram a nossa salvação quando mais precisávamos", testemunha Mário, sem esconder a ansiedade pela conclusão das obras de reconstrução de seu imóvel. "Minha esperança é de passar o Natal já na casa nova", revelou.
Agilizar o atendimento daquelas pessoas que fazem o cadastro no Programa Cheque Moradia e que tem comprovada, por meio de laudo da Defesa Civil, a urgência de seus casos, tem sido a grande meta da equipe da Cohab, que vem realizando mutirões de visitas para dar conta da grande demanda. "Quando atestamos que o caso requer urgência procuramos agilizamos o andamento do processo para que a pessoa seja atendida de imediato", diz a coordenadora do programa na Cohab, Nágela Noronha.
Foi o caso de Luiz Tota do Nascimento, de 67 anos, que mora com a esposa e uma filha em uma casa de madeira no distrito de Icoaraci. O laudo emitido pela Defesa Civil após avaliação no local define o imóvel de seu Luiz como "em situação extremamente precária, inclusive com risco de desabamento". O relatório social foi feito no final do mês de setembro pela equipe da Cohab. E já no início de outubro a coordenadora do programa, Nágela Noronha, entregou pessoalmente o benefício, que garantirá a reconstrução da casa e a melhoria da qualidade de vida da família de seu Luiz, que recebeu R$ 10.500,00 para a compra de material de construção.
Outro casal de idosos também recebeu a visita da Cohab para a entrega do Cheque Moradia. Os dois são servidores inativos do Estado e moram em condições precárias no bairro do Guamá. Maria Luzanira, de 79 anos, e Vicente Paulo Tavares, 67 anos, ficaram emocionados com a visita dos técnicos da Cohab. "Como eles têm idade avançada, decidimos vir entregar o benefício diretamente na residência deles", explicou Nágela Noronha, que repassou aos dois o valor de R$ 6.000,00, relativo à primeira etapa das obras pelas quais o imóvel passará. "As pessoas não podem esperar muito tempo, porque a moradia é algo básico na vida dessa gente necessitada, e por isso a nossa urgência em atendê-los", reforça Noêmia Jacob, presidente da Cohab.

Texto:
Rosa Borges-Cohab
Fone: (91) 3214-8466 / (91) 9622-1306 / 8331-1317
Email: ascomcohab@gmail.com


Natureza inspira espetáculo do "Teatrinho do Mangal" deste domingo
A Companhia Cênica EXTRAordinários preparou espetáculo inédito e especial para o Teatrinho do Mangal deste domingo, 4. Eles vão apresentar a “Fotossíntese Extraordinária”, a partir das 10h30, no Mangal das Garças. A encenação foi baseada na fauna e na flora amazônica do Parque. A índia Anauá vive em contato direto com a natureza. Ela é apaixonada pelos animais, pelas árvores e pelas diversas cores que se apresentam no meio-ambiente. Um dia, Anauá questiona quem pintou a natureza, como tons tão diversos podem ser encontrados naturalmente? Quem vai tirar essa dúvida é um ser encantado da floresta. Ele vai começar a explicação falando de um dos processos mais básicos da vida das plantas: a fotossíntese – a maneira pela qual elas produzem seu próprio alimento.
É a primeira vez que o espetáculo será apresentado no Mangal das Garças. A encenação foi pensada pelos integrantes da Companhia, para dialogar com a natureza do parque. “A mensagem que deve ser passada para as crianças é que a natureza não desbota, precisamos regar, cuidar tanto das árvores quanto dos animais”, conta a produtora do grupo, Mônica Gouveia. O mutum-cavalo, as borboletas, as iguanas e o colhereiro foram os grandes inspiradores do EXTRAordinários.
Anauá vai explicar ao público como cuidar de uma plantinha de verdade. A índia vai colocar em prática os ensinamentos que o ser encantado da floresta lhe proporcionou. E, como a apresentação atenta para os cuidados com o meio-ambiente, o público vai poder ver uma série de objetos cênicos produzidos com materiais recicláveis. “Sempre que nós podemos, utilizamos como elemento cênico objetos feitos de materiais recicláveis. As borboletas desse espetáculo, por exemplo, são feitas com garrafa PET”, revela Mônica Gouveia.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Fone: (91) 3344-0100 / (91) 8802-3489
Email: isa@estacaodasdocas.com.br / hangar.ascom@gmail.com



Filme é rodado na capital paraense
A atriz global Clarisse Abujamra está em terras paraenses participando do filme "Perdidos na Selva", que está sendo rodado em Belém, ilhas próximas à capital e em São Caetano de Odivelas, com apoio da Companhia Paraense de Turismo (Paratur) e Secretaria de Estado de Turismo (Setur), entre outros parceiros do Estado, Belém e São Caetano de Odivelas. A artista se emocionou ao passar na Presidente Vargas e lembrar que lá chegou a se hospedar no Grande Hotel, há décadas, quando se apresentou no Theatro da Paz. No local hoje funciona o Hilton Belém. Clarisse interpreta no filme a dona de uma pousada que hospeda o personagem principal do longa metragem alemão, que está mobilizando o Pará. Paratur e Setur apoiam a iniciativa e mapearam alguns pontos turísticos que vão embelezar o cenário do filme, por sinal uma história romântica que mistura elenco brasileiro e alemão. 


Estação das Docas oferece programação no feriado
No feriado de finados, nesta sexta-feira, 2, a Estação das Docas funcionará em horário normal. Das 10h à meia noite, o visitante poderá circular pelo complexo turístico. A partir das 18h, inicia a apresentação cultural do Grupo Sabor Marajoara, no Projeto Pôr-do-Som. A entrada é gratuita.


Estação recebe Grupo Sabor Marajoara nesta sexta-feira
Com o fim da quadra nazarena, o Grupo Sabor Marajoara prepara apresentação em homenagem a uma das tradições culturais mais antigas do Pará: a Marujada bragantina. No feriado desta sexta-feira, 2, eles cantam e dançam a religiosidade paraense a partir das 18h, no projeto Pôr-do-Som. Manifestações culturais de Alter do Chão, da Ilha do Marajó e de outros municípios também compõem o espetáculo.
A apresentação tem como tema a religiosidade paraense. Para o grupo, o mês de outubro é todo dedicado a Nossa Senhora de Nazaré e o de dezembro à festa da Marujada – homenagem a São Benedito que dura mais de 200 anos e mobiliza os moradores e visitantes de Bragança durante um mês de comemorações. A Marujada é conhecida por ser composta quase exclusivamente por mulheres, pela forte presença do retumbão e pela quantidade de cores que enche os olhos de quem assiste às danças.
Após a passagem pela religiosidade bragantina, o Sabor Marajoara apresenta a Chula Marajoara – homenagem a Nossa Senhora do Rosário -, o Murambiré – originário de Alter do Chão e interpretado durante o Sairé. De acordo com o presidente do Grupo, Evaldo Torres, a ideia dos espetáculos é manter a cultura paraense ativa. “Nosso grupo existe há 23 anos e durante todo esse tempo, a busca é pela mistura da cultura popular, com estilização de músicas e coreografias. Mas, mesmo com a ideia de mesclar o antigo e moderno, nós sempre temos em mente a importância do folclore tradicional”, revela.
O grupo foi criado em 1989, no bairro do Umarizal. Eles foram um dos primeiros a participar do Pôr-do-Som e acompanham sua evolução desde então. “Nós acreditamos que o projeto está crescendo a cada ano. Ele já virou cultura da cidade. As pessoas já sabem que toda sexta-feira é dia de manifestações culturais paraenses na Estação. A apresentação é boa para o grupo, que fica mais visível, e para o turista, que conhece um das culturas populares mais ricas do país”, opina Evaldo Torres. O projeto Pôr-do-Som é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult), em parceria com a Organização Social Pará 2000, que promove todas as sextas-feiras programações culturais gratuitas à população.

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Fone: (91) 3344-0100 / (91) 8802-3489
Email: isa@estacaodasdocas.com.br / hangar.ascom@gmail.com


Sala de necrópsia do CPC Renato Chaves recebe novos equipamentos
O Instituto Médico Legal (IML) do Centro de Perícias Científicas (CPC) “Renato Chaves” recebeu 35 novos aparelhos que substituirão equipamentos antigos da medicina legal que atendem a Região Metropolitana de Belém (RMB) e o interior do Estado, com suas Unidades Regionais e Núcleos Avançados. A medida faz parte do cronograma de reformas e investimentos em infraestrutura, que vêm sendo realizado desde o início de 2011.
O CPC adquiriu uma série de equipamentos fundamentais para a realização de perícias do IML, dentre os quais 15 mesas novas de necrópsia em aço inox, 12 carros para transporte interno de corpos e seis aspiradores cirúrgicos, que potencializam os procedimentos realizados pelo instituto no que se refere ao manuseio e armazenamento dos cadáveres periciados pelo Centro, seguindo padrões exigidos pela Medicina Legal e Vigilância Sanitária.
Além dos itens acima, o centro já utiliza cinco câmaras frigoríficas mortuárias, para conservação de corpos, compradas este ano, 10 analisadores de pele, usados em perícias de lesão corporal e 17 aparelhos de foco ginecológico, fundamentais para a realização de perícias sexológicas. Com o reaparelhamento do IML paraense, a perícia oficial do Estado dá um salto de qualidade com investimento de R$ 700 mil.
Dentre as cinco câmaras mortuárias, três delas com capacidade para armazenar quatro cadáveres foram enviadas às Unidades Regionais do CPC em Tucuruí, Santarém e Marabá, resolvendo um problema antigo do Centro no interior do Estado. Das outras duas câmaras, que podem receber seis corpos cada, uma delas está em uso na capital e outra substituiu o equipamento antigo da unidade de Castanhal, também solucionando uma dificuldade antiga do setor. Os outros equipamentos foram divididos entre a sede da instituição e as unidades e núcleos regionais, localizados nos municípios de Castanhal, Santarém, Marabá, Altamira, Abaetetuba, Tucuruí, Bragança, Paragominas e Parauapebas, que também atendem localidades vizinhas.
Além de reforma física da sede do Centro de Perícias em Belém e nas Unidades Regionais de Santarém, Castanhal e Marabá e a concretização dos núcleos de Bragança, Parauapebas, Paragominas e Tucuruí, áreas que antes não contavam com a presença da perícia, a instituição também investe na humanização do atendimento. O objetivo do CPC é reduzir o tempo de espera por um serviço, tanto na recepção quanto na emissão de laudos periciais e liberação de cadáveres.
Ignorados
O CPC “Renato Chaves” adotará novo procedimento para enterro de cadáveres ignorados. A direção se reuniu, recentemente, com representantes da Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe) e Agência Distrital de Icoaraci (Adic) para definir novos procedimentos para o enterro de corpos sem identificação que dão entrada no IML e são sepultados no Cemitério Municipal do Tapanã. O objetivo é humanizar os sepultamentos dos corpos periciados no IML e que não têm sua identificação civil definida. Prometendo ser o primeiro no país deste tipo, o CPC mediará um termo de cooperação entre os órgãos envolvidos e providenciará toda a logística necessária para que os corpos sejam enterrados em urnas mortuárias e seguindo os ritos religiosos convencionais.

Texto:
Nil Muniz-CPC
Fone: (91) 4009-6050 / (91) 9100-4007
Email: nil.cpc@gmail.com


Hemopa não funcionará para coleta de sangue no feriado
A Fundação Hemopa não funcionará para coleta de sangue nesta sexta-feira, dia 2, Dia de Finados. No sábado, 3, o expediente funcionará excepcionalmente das 7h30 às 15h. Em razão do feriado prolongado, a Gerência de Captação de Doadores (Gecad) solicita aos doadores voluntários de sangues do tipo AB Negativo e O Negativo que compareçam ao hemocentro nesta quinta-feira para ajudar a reforçar o estoque técnico para suprir demanda, insuficiente para atendimento transfusional, da rede hospitalar.
Segundo a titular da Gecad, assistente social Juciara Farias, atualmente o hemocentro enfrenta uma baixa no estoque de sangue raro, especialmente, os de tipo O e AB Negativos. O Hemopa mantém, desde 1994, o Clube de Doadores Raros, mas precisa com que os associados atualizem seus dados cadastrais para que sejam contactados com agilidade em caso de necessidade. “Eles são acionados por telefone, telegramas e e-mail. Mas segundo o último levantamento feito pelo hemocentro, 40% deles estão incomunicáveis devido à troca de endereços ou contato telefônico”, comentou, explicando que esses doadores só são acionados em casao de efetiva necessidade.
Sem coletar sangue por um dia inteiro, o hemocentro sente o impacto das doações que deixam de ser feitas cotidianamente - uma média de 250 -, o que pode comprometer o atendimento. “Por isso, convocamos a população potencialmente doadora de sangue a comparecer ao hemocentro e ajudar a salvar vidas, com a doação de sangue, neste sábado”, conclamou, sugerindo a ação solidária como um programa de final de semana. “Venha e procure trazer também um familiar ou amigo, você estará colaborando com a melhor das causas", convocou a assistente social.

Quem pode doar sangue: Candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos; peso acima de 50 kg. É necessário apresentar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sangüínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três. O doador deve estar bem alimentado.

Quem pode fazer cadastro de doação de medula óssea: Homem ou mulher saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos. Necessário portar documento de identidade original e com foto.

Serviço: O Hemopa espera por você na Tv. Padre Eutíquio, 2109. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 18h, e aos sábados, das 7h30 às 17h. Maiores informações pelo fone: 0800 280 8118, de 2ª a 6ª-feira, das 8h às 18h; e aos sábados, até as 17h.

Texto:
Vera Rojas-Hemopa
Fone: (91) 3241-1811 / (91) 88953089
Email: Imprensa.hemopa@yahoo.com.br



Mangal das Garças é opção de lazer no feriado
Nesta sexta-feira, 2, feriado de finados, o Mangal das Garças funciona em horário normal. Os espaços monitorados e o Memorial Amazônico da Navegação estarão abertos de 9h às 18h. O Parque é uma boa opção de programação para quem não for viajar no feriado prolongado. O visitante pode ver várias espécies características da fauna amazônica correndo soltas pelo local. 





Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...