Total de visualizações de página

quarta-feira, novembro 14, 2012

PM dá início à operação do feriadão com 100 homens nas rodovias






Com o objetivo de garantir a segurança de pedestres e condutores, evitar acidentes e a prática de crimes diversos, a Polícia Militar iniciou na manhã desta quarta-feira, 14, a “Operação Integrada Rodovias”, que irá até a segunda-feira, 19. Ao todo, a PM empregará cerca de 100 policiais, 25 viaturas e 30 motocicletas, que serão distribuídas nos postos de fiscalização e nos principais corredores de tráfego durante todo o decorrer da operação.
O patrulhamento e a fiscalização de trânsito abrangem locais como a rodovia BR-316, principal corredor de acesso à Grande Belém e as diversas rodovias estaduais. As ações preventivas e de enfrentamento à criminalidade se estenderão nos trajetos entre todos os municípios que possuem praias e igarapés, assim como a região do Entroncamento e Shopping Castanheira, terminal interurbano da Alça Viária, área do viaduto do Coqueiro, residencial Almir Gabriel, Marituba, trevos da Pirelli, de Mosqueiro e Salinas, além dos municípios de Benevides, Capanema, Bragança e São Miguel do Guamá.
Participam da operação oficiais e praças da PM, homens da Companhia Independente de Polícia Rodoviária, do 6º e 21º batalhões PM, além do efetivo dos Comandos, da Região Metropolitana, de Missões Especiais e de Policiamento Especializado. A ação conta com o apoio da Polícia Rodoviária Federal.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar
Fone: (91) 3277-5623 / (91) 88831346
Email: ascom@pm.pa.gov.br


Concurso para professor da Uepa encerra inscrições nesta quinta-feira
A Universidade do Estado do Pará (Uepa) prorrogou até quinta-feira, 15, as inscrições do concurso público para preenchimento de 99 cargos de professores de carreira da instituição. Serão oferecidas vagas em diversas disciplinas para os Centros de Ciências Sociais e Educação (CCSE), o de Biológicas e Saúde (CCBS) e o de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Uepa, na capital e no interior.
A organização do certame esclarece que a mudança foi ocasionada para que o calendário de provas não coincidisse com o segundo turno das eleições em Belém, realizado no último dia 28 de outubro.
As inscrições serão realizadas exclusivamente via internet, no endereço eletrônico http://paginas.uepa.br/concursos, até as 23h59 do dia 15, com prazo até o dia seguinte para pagamento da taxa de inscrição, que varia entre R$ 100, R$ 150 ou R$ 180, dependendo do cargo que o candidato pretende disputar.
As oportunidades estão, sobretudo, nos campi do interior, que respondem por 71 das 99 vagas em aberto na instituição. Os cargos para a carreira de Magistério Superior são para as classes de Professor Auxiliar, Assistente e Adjunto, cuja remuneração inicial pode variar ente R$ 2.488 a R$ 9.876,04, dependendo do grau de titulação e do regime de trabalho pleiteado.
Com o novo cronograma, o calendário de provas também foi alterado. Os candidatos que se inscreveram para as vagas previstas na capital (Editais 89/2012, 91/2012 e 93/2012), farão a primeira etapa do certame no dia 13 de janeiro de 2013, com previsão de divulgação do resultado para o dia 16 do mesmo mês. Já os candidatos que pleiteiam vagas no interior (Editais 90/2012, 92/2012 e 94/2012) deverão fazer a primeira prova no dia 20 de janeiro de 2013, com previsão de divulgação de resultado para esta etapa para o dia 22 do mesmo mês.
O concurso público será realizado em quatro etapas. A primeira, será uma prova escrita, com questões de natureza dissertativa, de caráter eliminatório e classificatório. Os aprovados seguirão para a segunda fase composta de prova didática, de caráter eliminatório, classificatório e público. Depois disso, os aprovados serão avaliados por meio de uma análise do Plano de Trabalho Institucional, com defesa, de caráter classificatório (3ª Fase) e por fim, será feita a análise de títulos, de caráter classificatório (4ª fase).
Nos últimos quatro anos, já foram realizados três concursos públicos para preenchimento de vagas para professor da universidade. Foram mais de 150 novos efetivos, dentre os quais 17 doutores e 78 mestres, que somados aos já pertencentes ao quadro, totalizam 804 efetivos e mais 315 temporários em 2012, quadro esse que regularizou inclusive a situação de professores com vínculos frágeis existentes na Uepa. No interior foram fixados mais 122 docentes, onde antes existiam apenas 19.

Texto:
Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221 / (91) 8112 0744
Email: ascom.uepa@gmail.com / ascom@uepa.br


Programas prestam assistência de saúde aos servidores do Governo
O Governo do Estado está desenvolvendo dois grandes programas voltados para a saúde do servidor público: o Vitalidade e o Iasep Móvel. Os dois programas foram abordados pelo presidente do Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará (Iasep), Kleber Miranda, durante a programação da 3ª Semana da Saúde do Servidor, nesta quarta-feira, 14, na Secretaria de Estado de Cultura (Secult).
“A adoção de hábitos saudáveis é fundamental para a qualidade de vida e decisivo para o envelhecimento com saúde”, disse o presidente do Iasep, falando sobre os objetivos do programa Vitalidade. O programa oferece atendimento geriátrico, nutricional e psicológico aos segurados maiores de 60 anos e portadores de doenças crônicas.  
Através do Iasep Móvel, mais de 1.300 servidores receberam atendimento em oftalmologia, urologia, fonoaudiologia e odontologia. Sem usar a cota anual de consultas e exames, os servidores são atendidos pelo Iasep Móvel no próprio local de trabalho, facilitando a detecção de doenças ainda no estágio inicial.
As atividades da 3ª Semana da Saúde do Servidor iniciaram na terça-feira, 13, pela manhã, com palestras educativas e ações diretas de saúde. Na manhã desta quarta-feira, além da palestra do Iasep, os servidores receberam vacina contra gripe e realizaram teste contra hepatite.

Texto:
Ettiene Angelin-IASEP
Fone: (91) 4006-7962 / 4006-7903 / (91) 8134-7163
Email: imprensa@iasep.pa.gov.br / ettieneangelim@gmail.com


Cheque Moradia muda a vida de 2.300 famílias em situação de vulnerabilidade social
Duas Marias – Maria do Carmo e Maria Antônia – moradoras do bairro da Cremação, compartilham situações de moradia semelhantes e sonhos de uma vida mais digna. Ambas moram em casa de madeira, em condições sub-humanas, e há anos tentam, sem sucesso, melhorar suas habitações.  As duas Marias receberam nesta quarta-feira, 14, a visita técnica da Companhia de Habitação do Pará (Cohab) que faz a seleção das famílias que solicitam o auxílio do programa Cheque Moradia.
A casa de Maria do Carmo da Costa foi a primeira a ser visitada. A aposentada divide o imóvel de apenas um cômodo com seis adultos e oito crianças, desde que a antiga construção desabou, há quatro anos. A atual edificação foi avaliada pela Defesa Civil, que atestou que a moradia também corre o risco de desabar. Apesar de conhecer os riscos, Maria do Carmo diz que nunca teve condições de construir uma nova casa, por isso se inscreveu no programa que, segundo ela, é a única esperança para mudar a vida de sua família.
“Tenho esperança de ser contemplada. Não tenho nenhuma condição de construir nada. Esse programa do Governo do Estado é muito importante para pessoas como eu. Espero que esse programa possa mudar a vida de muita gente, como tenho certeza que vai mudar a minha”, afirmou Maria do Carmo.
Neste ano, o Governo do Estado concedeu cerca de R$ 16 milhões à população de baixa renda de Belém e do interior do Estado por meio do Cheque Moradia. Mais de 2.300 famílias foram contempladas com o benefício. Até o fim de 2012, a meta é repassar R$ 27 milhões, entre cheques moradia para servidores públicos e especiais para pessoas com deficiência e famílias em situação de risco e vulnerabilidade social.
As casas que receberam o laudo da Defesa Civil atestando risco de desabamento e as que sofreram sinistros por incêndio têm prioridade no atendimento do Cheque Moradia. No caso de Maria do Carmo, basta que ela apresente os documentos necessários e passe pela entrevista com a assistente social para ter direito ao cheque, conforme explicou Nágela Noronha, coordenadora do Programa Cheque Moradia.
“Se tudo estiver correto com a documentação da dona Maria, ela deve receber o cheque no prazo de uma semana. Sempre priorizamos os encaminhamentos que chegam com o laudo da Defesa Civil, mas atendemos a todas as solicitações. Só este ano, 800 famílias em vulnerabilidade social receberam o benefício do cheque. Cerca de 20% dessas famílias estavam em situação de risco de desabamento ou sofreram com incêndio”, contou Nágela Noronha.
ESPERANÇA
Maria Antônia de Souza também teve a casa visitada equipe da Cohab. Ela ficou sabendo do programa Cheque Moradia através de uma propaganda na TV, e imediatamente se inscreveu para receber o benefício que, para ela, é o único meio de melhorar as condições da moradia. “Esse projeto do Governo é muito bom porque ajuda os pobres que, como eu, não têm condições de fazer as suas casas. Essa é a única esperança que a gente tem”, ressaltou.
Para acelerar os trâmites para a liberação do benefício a Cohab vem fazendo mutirões de visitas desde o mês de agosto, triplicando o número de visitas mensais. O trabalho visa agilizar a primeira etapa de avaliação dos requerimentos e visitas técnicas, já que havia uma demanda represada desde 2008.
“Estamos unindo esforços para conseguir fechar o ano atendendo a todas as solicitações. Ainda estamos fechando as solicitações feitas em 2011 e iniciando as de 2012. Temos essa meta muito clara e caso não seja possível cumprir, vamos iniciar 2013 fazendo essas visitas”, ratificou a coordenadora do programa.
Para receber o benefício, o candidato deve comprovar renda mensal de até três salários mínimos, e o crédito só pode ser usado na compra de materiais de construção para reforma, ampliação e construção de casa própria, entre outros critérios. A mão de obra fica por conta do beneficiado. Em alguns casos, como de vítimas de desabamentos e incêndios, a própria coordenação do programa procura as famílias, para que possam ser beneficiadas com o cheque especial. No caso das pessoas com deficiência, a concessão do benefício é viabilizada pelo Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (Ciic), vinculado à Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas).
SERVIÇO
Para saber como participar do programa, acesse www.cohab.pa.gov.br/images/Downloads/Manual_ChequeMoradia.pdf. Para inscrição de pessoas com deficiência, basta se dirigir ao Centro Integrado de Inclusão e Cidadania (Ciic), na avenida Almirante Barroso, 1.765 (entre travessas Barão do Triunfo e Angustura, bairro do Marco). Telefones: (91) 3276-6161 / 2903 e 3277-2812.

Texto:
Dani Filgueiras-Secom
Fone: 81185849 / 81185849
Email: danifilgueiras@agenciapara.com.br


Simpósio em Ciências Ambientais inscreve professores e estudantes
Continuam abertas as inscrições para o 1º Simpósio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia, que acontecerá no período de 19 a 21 deste mês, no Centro de Ciências Naturais e Tecnologia (CCNT) da Universidade do Estado do Pará (Uepa). A programação é voltada a professores, pesquisadores, estudantes e a comunidade interessada no assunto.
Para se inscrever, basta preencher o formulário disponível no site do evento (http://www.uepa.br/paginas/pcambientais/simposio/) e pagar taxa via depósito bancário, que varia de R$ 40 a 60, de acordo com a categoria. Para confirmar a inscrição, o formulário e o comprovante de pagamento devem ser enviados para o e-mail simpambientais@gmail.com.
Os interessados em submeter resumos têm até sexta-feira, 16, para enviar o trabalho para o e-mail do Simpósio. Os candidatos poderão inscrever até dois resumos, que serão avaliados pela Comissão Científica do evento. Todos os trabalhos aceitos serão apresentados por meio de pôsteres e publicados em anais disponibilizados online. Os resumos podem ser em diversas áreas temáticas, entre elas, Saúde Ambiental, Ecologia e Biodiversidade e Indicadores de Sustentabilidade.
O evento abordará, por meio de palestras e mesas-redondas, temas relacionados a questões ambientais e suas interfaces. A realização do 1º Simpósio de Estudos e Pesquisas em Ciências Ambientais na Amazônia é uma iniciativa do Programa de Pós-Graduação em Ciências Ambientaisda Uepa.
Segundo o professor e coordenador do curso, Altem Pontes, o Simpósio contribuirá de forma positiva para as pessoas que desejam fazer mestrado na área. Ele ressalta ainda a importância da apresentação de resumos nas áreas temáticas, que serão realizados ao longo do Simpósio. “O evento possibilita, com a submissão de trabalhos, a abordagem em distintos eixos temáticos, o que proporcionará debates e discussões importantes”, avalia.

Texto:
Ize Sena-Uepa
Fone: (91) 3244-5201 (91) 3299-2221 / (91) 8112 0744
Email: ascom.uepa@gmail.com / ascom@uepa.br
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...