Total de visualizações de página

terça-feira, novembro 20, 2012

Programa Existir - Inclusão de pessoas portadores de necessidades especiais











Da Redação
Agência Pará de Notícias

Atualização e modernização dos processos da Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos (Arcon) foram os principais temas da primeira reunião do Conselho de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Conerc), realizada na manhã desta segunda-feira (19), no Centro Integrado de Governo (CIG). O Conerc é formado por membros representantes do Governo do Estado, das operadoras de transporte intermunicipal rodoviário e hidroviário e usuários dos serviços.
Os conselheiros trataram também sobre a metodologia dos trabalhos do Conselho; participação dos suplentes; transmissão on line das reuniões; definição dos suplentes de cada membro; calendário de trabalhos; definição cronológica de análise dos processos e distribuição de processos tarifários para análise. Durante a reunião, também foi eleito, por unanimidade, o vice-presidente do Conerc, Haroldo Costa Bezerra.
“Foi uma reunião bastante produtiva, com duração de duas horas e meia, na qual já definimos vários pontos, entre os quais como se dará a participação dos suplentes, que terão uma participação efetiva em todas as reuniões. Vamos trabalhar para contribuir com a direção da Agência no sentido de modernizar e agilizar os trabalhos que são colocados dentro do Conerc”, avaliou a presidente do Conselho, Marilena Mácola.
Inovação - Uma das propostas apresentadas, e aceita por unanimidade, foi tornar as reuniões do Conselho ainda mais acessíveis à sociedade, com transmissão on line e em tempo real. “As reuniões serão transmitidas pela internet, pois é uma forma de darmos transparência às ações do Conerc, e mais uma oportunidade para que a sociedade possa participar desse processo. Essa proposta foi colocada com base no princípio da Transparência”, informou Marilena Mácola, autora da proposta. Todas as reuniões são públicas e podem ser acompanhadas pela sociedade, mas a transmissão on line é uma inovação desta gestão do Conerc.
A presidente também destacou a importância da participação dos suplentes. “Colocamos em votação a participação dos conselheiros suplentes como relatores de processos, uma vez que estamos com número muito grande de processos, cerca de 650, por isso propomos que eles também relatariam a matéria, trabalhando com os conselheiros titulares. Isso é importante, pois é uma maneira de darmos agilidade aos trabalhos”, detalhou Marilena Mácola.
O Conselho é uma unidade colegiada deliberativa e consultiva das atividades da Arcon, que tem como principal função apreciar e opinar sobre as normas de funcionalidade do transporte intermunicipal de passageiros no Estado. Os representantes dos operadores dos serviços e dos usuários foram escolhidos em eleição direta, contemplando todos os segmentos envolvidos no transporte intermunicipal.
Sem funcionar há mais de dois anos, o Conerc foi reativado no último dia 31 de outubro, quando os novos membros tomaram posse, durante cerimônia realizada no CIG. Com a paralisação dos trabalhos, cerca de 650 processos estão acumulados. Para agilizar a tramitação, a presidente também propôs aos conselheiros a realização de reuniões extraordinárias, o que também foi aceito por todos. As próximas reuniões já foram marcadas para os dias 4 e 17 de dezembro.
“É de grande importância a retomada do Conerc para a sociedade. Assim, está sendo retomado um processo que é imprescindível para que a Agência possa ter uma leitura do que está acontecendo no setor de transporte público do Pará”, ressaltou Luiz Cícero das Neves, representante dos usuários.

Texto:
Manuela Viana - Ação Metrópole
Fone:  / (91) 8187-8209
Email: 
manuelaviana@agenciapara.com.br





 

Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 19/11/2012 às 18:17

Cerca de 72 índios de nove etnias (Arapyu, Maytapu, Borarí, Jaraky, Tupinambá, Tapajó, Munduruku, Cara Preta, Tupaiu e Arara Vermelha), dos municípios de Aveiro, Belterra e Santarém, no oeste do Pará, receberam certificados de conclusão do curso normal médio de formação de professores índios, em cerimônia na última quinta-feira (15). O curso de magistério indígena é promovido pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc).
Os índios fazem o curso na Escola Itinerante de Formação de Professores Índios do Pará, anexa ao Instituto Estadual de Educação do Pará (Ieep). Esta é a terceira formação indígena do ano, que tem, entre outros objetivos, ministrar um ensino de qualidade intercultural e produzir material didático para ser usado nas escolas das aldeias com base nas metodologias de ensino do curso. Grande parte dos formandos já atua nas escolas das aldeias, garantindo o ensino intercultural e bilíngue, que é característica da educação escolar indígena.
Em geral, os indígenas participam de aulas nas aldeias e em outros municípios, onde cursam quatro séries com disciplinas pedagógicas do magistério tradicional, história da educação indígena, antropologia, linguística aplicada e língua indígena. A solenidade de formação ocorreu na chácara A&C, bairro do Mararu, em Santarém, com a presença da titular da Diretoria de Educação para Diversidade, Inclusão e Cidadania (Dedic), Aldeíse Queiroz.
A formação, salientou ela, visa elevar a escolaridade dos indígenas, ao mesmo tempo em que a Seduc cumpre mais um dos compromissos assumidos pela administração estadual nos municípios onde ela ocorre, desde 2003. Em todo Pará, há 55 diferentes povos indígenas. Cerca de doze mil estudantes índios estão matriculados em escolas públicas, onde cursam os ensinos fundamental e médio.

Texto:
Fabiana Batista - Seduc
Fone: (91) 3201-5181 / (91) 8802-0325


Estudo mostra que maioria da 

população paraense é formada por negros


Da Redação
Agência Pará de Notícias
Atualizado em 19/11/2012 às 19:08

Estado colonizado por portugueses, negros e índios, o Pará fechou a primeira década do século XXI com uma população em que os negros representam a maioria, com mais de 76% do total de habitantes, número registrado pelo Censo 2010, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Nesta segunda-feira (19), véspera do Dia Nacional da Consciência Negra, foi divulgado um estudo sobre o perfil do negro paraense, baseado nos dados sobre essa população no Estado, realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp), em parceria com o Centro de Estudos e Defesa do Negro no Pará (Cedenpa).
Segundo o estudo, em termos percentuais o Pará tem o maior número de negros em todo o país, e em números absolutos ocupa a quinta posição. No entanto, mesmo sendo a maior parcela da população, os negros ainda sofrem com o tratamento desigual. O estudo aponta que trabalhadores negros recebem 60% menos do que os brancos.
O IBGE utiliza a metodologia de autodeclaração para contabilizar os habitantes por raça/cor. Desse modo, a população brasileira pode ser classificada em brancos, pretos, pardos, amarelos e indígenas. O Censo registra ainda aqueles que não declararam sua raça/cor (Sem Declaração).
O trabalho do Idesp e do Cedenpa agrega os grupos pretos e pardos em uma única categoria, a raça negra. Os pesquisadores entendem que a maioria dos pardos tem ascendência africana, além de existirem proximidades estatísticas, em termos de indicadores socioeconômicos, entre os dois grupos.
No Brasil, em 2010, considerando-se uma população de 190 milhões de pessoas, os negros já somavam 96.795.294 - mais de 50% do total de habitantes do país. No Pará, o percentual superior a 76% de negros é bem maior que a média nacional, e representa quase 5,9 milhões de pessoas em uma população superior a 7,5 milhões.
Nas 12 Regiões de Integração do Pará - espaços com semelhanças de ocupação, nível social e dinamismo econômico, nos quais os 144 municípios formam grupos que mantém a integração entre si, física e/ou economicamente -, os negros são maioria. A maior proporção é observada na Região de Integração Rio Caeté (nordeste do Estado), onde os negros totalizam mais de 82% da população. A região com menor percentual, porém não menos expressivo, é a do Tapajós (no oeste), com uma população negra superior a 70%.
Rendimentos – O Censo de 2010, realizado quando o Salário Mínimo era R$ 510,00, aponta que, em se tratando de rendimentos, a situação do Pará é inferior à renda média nacional, principalmente para os negros. Enquanto o rendimento médio de um trabalhador branco, no país, é de R$ 1.019,65, no Pará a média é de R$ 665,42. Para o trabalhador negro, a situação é ainda mais desigual. No Brasil, a média de rendimentos é de R$ 517,44 para esse segmento, e no Pará fica em R$ 405,24.
Ao analisar os dados conforme o gênero, o resultado é mais preocupante. Enquanto no país a mulher branca recebe remuneração de R$ 745,73 – valor superior até ao recebido pelo homem negro -, a mulher negra ganha em média R$ 387,89. No Pará, segundo o estudo, as trabalhadoras brancas recebem R$ 485,69, e as negras ganham R$ 292,51.
Nas Regiões de Integração a maior diferença ocorre na Metropolitana (formada por Belém e mais cinco municípios), com a população branca recebendo R$ 409,67 a mais do que os negros. Na Região de Integração Marajó a diferença é de apenas R$ 44,94. As duas regiões apresentam, respectivamente, a maior e a menor renda média do Estado.
Educação - Em relação à educação, os números analisados sobre pessoas com 15 anos ou mais, não alfabetizadas, indicam que há mais de 15 milhões de analfabetos no Brasil, o equivalente a 10,46% da população. Entre os negros, esse percentual sobe para 14, 30% (10.302.667 pessoas), e entre os brancos fica em 6,47% (4.563.880 pessoas). No Pará, entretanto, estas taxas estão mais próximas. A taxa de analfabetismo geral chega a 12,60% - 13,46% de negros e 9,32% de brancos.
De acordo com os dados sobre desigualdade educacional por raça nas Regiões de Integração, em todos os casos existe um maior número de analfabetos negros em relação aos brancos. A Região com maior percentual de analfabetos é a do Marajó, com 24,18%. Entre os negros, o percentual é de 25,14%, e entre os brancos, 19,45%. A Região de Integração com menor número de não alfabetizados é a Metropolitana, que atingiu o percentual geral de 3,84%. Entre os negros, os analfabetos chegam a 4,19%, e entre os brancos, 2,86%.
O estudo sobre o perfil do negro no Pará, elaborado pelo Idesp e Cedenpa, visa colaborar para a sistematização de ações que contribuam para o desenvolvimento da sociedade paraense, a partir de uma maior conscientização dos problemas que atingem a população negra, permitindo que instituições oficiais e não governamentais possam trabalhar com o objetivo de encontrar soluções para o cenário atual.

Texto:
Fernanda Graim - Idesp
Fone: (91) 3321-0644 / (91) 8207-4334





População está satisfeita com os serviços das Estações Cidadania, afirma pesquisa
Prestar um serviço de qualidade, rápido, eficiente e que possa alavancar o nível de satisfação do usuário é, sem dúvida, uma importante ferramenta de gestão estratégica. Foi com essa finalidade que a Secretária de Estado de Administração (Sead), por meio de sua Diretoria de Desenvolvimento de Gestão (DDG) e o Programa de Qualidade da Sead (PQ-Sead), realizou uma pesquisa de satisfação nas Estações Cidadania Guamá e Jurunas para saber a opinião das pessoas que utilizam os serviços, a fim de melhorar cada vez mais a qualidade no atendimento ao cidadão/usuário. Os resultados do levantamento podem ser acessados no endereço www.sead.pa.gov.br/pesquisa-estacaocidadania-2012.jpg.

A pesquisa quantitativa para avaliação da satisfação foi realizada nas Estações Cidadanias Guamá e Jurunas nos dias 18 e 19 de setembro, respectivamente, momento em que foram aplicados formulários em uma amostragem de 98 participantes no Guamá e 40 no Jurunas. Nas duas pesquisas, constatou-se que as pessoas estão satisfeitas com os serviços de recepção, atendimento do serviço solicitado, qualidade no ambiente, tempo de espera, entre outros. Ainda de acordo com o relatório, nas estações do Guamá e Jurunas os serviços da Polícia Civil, Defensoria Pública, Secretaria de Estado de Trabalho Emprego e Renda (Seter) e a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE), estão entre os mais procurados.
As perguntas foram selecionadas para verificar a opinião dos usuários quanto à qualidade do atendimento do serviço solicitado, do atendimento oferecido pelos servidores da triagem/recepção, do grau de satisfação quanto ao tempo de espera e instalações. A Ouvidoria da Sead colaborou com o Programa de Qualidade na coleta e tabulação dos dados da pesquisa. As informações mais detalhadas estão disponíveis no site da Sead (www.sead.pa.gov.br).
Texto:
Ellen Freitas-Sead
Fone: (91) 3289-6241 /
Email: ellenfreitas13@gmail.com



Governador se reúne em Abaetetuba com 12 prefeitos eleitos



O governador do Estado, Simão Jatene, reuniu-se na manhã desta terça-feira, 20, em Abaetetuba, com prefeitos eleitos e reeleitos dos 12 municípios da região do Baixo Tocantins e enfatizou que o governo estadual quer trabalhar junto com todos os novos gestores municipais em busca do desenvolvimento do Pará.
“Quero parabenizar os prefeitos eleitos e dizer que agora é hora de pensar o dia seguinte à eleição, porque nós, que fomos eleitos, somos um símbolo enorme de esperança para a sociedade que votou e acreditou na gente”, avalia governador. Por esse motivo, propus este encontro para que juntos possamos responder os anseios da população da melhor forma possível”, completa.
Jatene também foi enfático ao afirmar que se o município for mal, a chance de o Estado ir bem é prejudicada. “Por isso precisamos uns dos outros. Por exemplo, se a atenção básica não funcionar no município, os hospitais do Estado ficarão superlotados. Se a educação não funcionar nos municípios, não adianta ter capacitação. Então temos que saber como vamos nos ajudar e fazer com que, ao invés de usarmos os recursos de forma concorrente, possamos usá-lo de forma complementar”.
Simão Jatene alertou aos prefeitos eleitos de que o momento é de colocar em prática tudo aquilo que foi prometido durante os discursos das campanhas políticas. “Sabemos que muitos prefeitos encontrarão um cenário muito complicado, mas o Governo do Estado está disponível para discutir e ajudar. Quem achou que ser prefeito seria uma tarefa simples e encontraria um cenário perfeito está enganado. Agora é hora de mostrar para a população tudo aquilo que foi dito por vocês durante o período da campanha eleitoral”.
As rodadas de reuniões entre o governador e os prefeitos eleitos no Estado continuam nos próximos dias. Até o final do mês, ele deverá ir às regiões Nordeste, Marajó, Oeste e Xingu.
DEMANDAS
Após as considerações do governador, os prefeitos eleitos fizeram suas observações e apresentaram as principais demandas dos municípios da região. Saúde, saneamento educação e segurança foram as áreas mais problemáticas citadas pelos gestores. A maioria dos prefeitos citou como principal dificuldade enfrentada a falta de um plano de destinação de resíduos sólidos, a construção de pontes, a ampliação do Hospital Regional de Cametá, o combate à pirataria nos rios e a necessidade da reforma em escolas.
Os secretários de Estado presentes na reunião anotaram todas as demandas apresentadas e em seguida mostraram para os prefeitos o que está sendo feito pelo governo e o que pode ser feito em parceria com os municípios. Na área da educação, por exemplo, o secretário Especial de Estado de Promoção Social no Governo, Nilson Pinto, falou sobre o andamento da ampliação das escolas na região do Baixo Tocantins. Estão sendo ampliadas e reformadas escolas nos municípios de Oeiras, Mocajuba, Tailândia, Moju e Limoeiro do Ajuru.
“Estamos com um projeto muito maior, que é fazer um grande pacto pela educação em todo o Estado. Ate porque este Estado não tem chance de se desenvolver se não fizermos uma revolução pela educação”, avalia o governador.
Na opinião dos prefeitos que participaram do encontro, a reunião com o chefe do Executivo foi muito bem-vinda. “Ninguém vai conquistar o desenvolvimento do seu município sozinho. Por isso, essa reunião é um momento único que deve ser valorizado e muito bem aproveitado por todos nós eleitos. Quem ganha com essa troca e com essa união é a população e nós mesmos”, afirma a prefeita reeleita de Abaetetuba, Francinete Carvalho.
Para o prefeito eleito de Tailândia, Rosinei de Souza, a iniciativa do governador merece ser parabenizada. “O governador nos mostrou que nós vencemos a primeira batalha, que foi a eleição. Mas, isso não basta. Precisamos provar para as pessoas que valeu a pena votar e acreditar na gente. É isso que vamos buscar e agora isso pode ficar muito mais simples com a parceria do Estado”, garante.
Texto:
Bruna Campos-Secom


Serfivest realiza a Etapa Belém nesta quarta e quinta-feira
A Escola de Governo do Estado do Pará (EGPA) realiza nesta quarta, 21, e quinta-feira, 22, a Etapa Belém do 11º Festival de Música do Servidor (Servifest), uma das mais tradicionais ações de valorização do funcionalismo público do Pará. Das 16 músicas selecionadas para a quarta e última eliminatória do concurso, seis serão escolhidas para disputar a grande final com as outras seis concorrentes do interior do Estado.

Os ingressos para a etapa eliminatória de Belém já estão disponíveis ao público em geral e podem ser retirados, gratuitamente, na sede da EGPA, na sala da Coordenadoria de Valorização da Cidadania (av. Almirante Barroso, 4314, bairro do Souza).

As apresentações da Etapa Belém serão na Casa de Shows Fronteira, sempre às 21h. Na quarta-feira o encerramento será com show do cantor Marcelo Aguiar e na quinta, ficará por conta do Grupo Irreverência.
Este ano, o Servifest trouxe de volta a proposta itinerante das etapas regionais, para abranger a participação de servidores dos municípios do interior do estado. O festival elegeu finalistas com eliminatórias em Santarém (Baixo Amazonas), Soure (Marajó) e Bragança (Nordeste do estado), incluindo candidatos das cidades próximas.
A grande final do 11º Servifest será realizada no dia 16 de dezembro, também na Casa de Shows Fronteira, em Belém. Cada uma das 12 músicas finalistas será defendida pelo seu intérprete, acompanhada pela banda base do festival. Um corpo de jurados formado por especialistas vai eleger as melhores canções.

Os vencedores receberão prêmios em dinheiro, sendo R$ 15 mil para o 1º lugar, R$ 13 mil para o 2º lugar, R$ 10 mil para o 3º lugar, R$ 7 mil para o 4º lugar e R$ 6 mil para o 5º lugar, além dos prêmios de R$ 2 mil para Melhor Arranjo e Melhor Intérprete (cada). Todas as 12 músicas finalistas do Servifest serão registradas em CD e DVD, gravados durante a grande final. A premiação será embalada pelo show da cantora Lia Sofia.

O Servifest é uma realização da Escola de Governo do Estado do Pará em conjunto com as Prefeituras dos municípios-sede das eliminatórias, Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (FCPTN), Secretaria Especial de Estado de Gestão (Seges) e Governo do Pará.




As músicas selecionadas para a Etapa Belém são:

“Vida ou Caos” - Romeu Carmo Amorim da Silva Junior (FCG-Belém)
“Corpo Barco” - Bruno Benitez (Iasep-Belém)
“Em Cima do Muro” - Jorge Alves (Hemopa- Belém)
“São duas Notas Musicais”- Alfredo Reis (Secult- Belém)
“O Som que Insisto em Tocar”- José Moreira Campos (FCG-Belém)
“Canto de Louvação” - Reginaldo Viana (FCG-Belém)
“Do Caos aos Anjos” - Raimundo Robson Silva (MPE-Belém)
“Os Catadores” - Virginia Frazão (Seduc-Belém)
“Navegante” - Marcelo Sirotheau (Sesma-Belém)
“Flor Pagã” - Márcia Navarro (Seduc-Belém)
“Porões” - Mara Tozzi (Polícia Civil-Belém)
“O Dono da Van” - Almino Henrique (Seduc-Belém)
“Tempo Bom de Felicidade” - Jorge Andrade (Seduc-Belém)
“Da Ternura” - Aderbal Souza Junior (Seduc-Belém)
“N’Outro Plano” - Marco Franco (Santa Casa-Belém)
“Entre Malícia e Audácia” - André Cardoso (Uepa-Belém)


Certificação do Imetropará busca fortalecer o setor de serviços no Estado
Rede hoteleira, restaurantes, bares e produtos típicos do Pará - desde iguarias como o açaí, o queijo do Marajó e o bombom de cupuaçu até peças artesanais e biojoias passarão a ter um certificado emitido pelo Instituto de Metrologia do Pará (Imetropará). A certificação é voluntária, ou seja, empresário ou produtor interessado deve procurar o órgão e solicitar uma inspeção, que vai verificar se o serviço ou produto em questão atende os critérios exigidos para tal. A finalidade desse procedimento, proposto pela Secretaria de Estado de Turismo (Setur), é fortalecer e desenvolver o setor, apoiando o empresariado e ajudando a definir políticas públicas voltadas ao turismo.
A certificação será possível graças ao Termo de Cooperação Técnica assinado na manhã desta terça-feira, 20, entre o Imetropará e a Secretaria de Estado de Turismo (Setur), representados, respectivamente, pelo presidente do órgão de metrologia do Estado, Luiziel Guedes, pelo secretário de Turismo, Adenauer Góes, e pelo presidente do Sindicato de Hotéis e Restaurantes de Belém e Ananindeua, Eduardo Boulhosa. “Ficamos felizes ao saber desta parceria, pois os critérios de classificação de hotéis, que serão utilizados no processo de certificação, são válidos para todo o país, o que trará credibilidade aos nossos serviços”, elogiou Boulhosa, que também é proprietário do Crowne Plaza Belém, primeiro hotel cinco estrelas do Estado a ser chancelado pelo Ministério do Turismo e Inmetro.
Adenauer Goés explicou que é missão da recém-criada Setur e da Paratur divulgar o Estado no resto do Brasil e no mundo. “Buscamos um padrão de competitividade, essencial para nos estabelecermos no mercado, que passa a ter uma referência de qualidade”, disse. Para Luiziel Guedes, a parceria com a Setur é uma ferramenta importante para o desenvolvimento do Pará. “Um turista bem atendido volta e isso representa mais renda e geração de emprego para o Pará”, disse. “A certificação concedida pelo Imetropará vai agregar valor aos estabelecimentos e produtos tipicamente de nossa terra”, concluiu.
A cerimônia, realizada na sede do Imetropará, foi prestigiada por representantes do trade turístico do Estado, da Paratur e do Banco do Brasil.
Texto:
Adaucto Couto-Imetropará
Fone: (91) 3246-2404 / 3246-2554 / (91) 8134-9373
Email: adaucto.couto@imetropara.pa.gov.br



Banpará convoca 39 candidatos aprovados em concurso
O Banco do Estado do Pará (Banpará) publicou na edição desta terça-feira, 20, do Diário Oficial do Estado (DOE), a convocação de 39 candidatos aprovados no concurso público aberto por meio do edital nº 001/2012. Os candidatos, de 23 municípios paraenses, têm 48 horas (a contar desta terça-feira), para comparecer à sede da instituição em seus respectivos municípios.
O objetivo é tratar de assuntos referentes às contratações para os cargos de técnico bancário, engenheiro eletricista e advogado. O não comparecimento no prazo estabelecido será considerado como desistência. As vagas serão preenchidas nos municípios de Belém, Abel Figueiredo, Afuá, Água Azul do Norte, Alenquer, Barcarena, Bujaru, Cametá, Canaã dos Carajás, Conceição do Araguaia, Curuá, Dom Eliseu, Eldorado dos Carajás, Itupiranga, Juruti, Marabá, Óbidos, Parauapebas, Redenção, Rondon do Pará, Santarém, Viseu e Xinguara.
A lista completa dos candidatos convocados pode ser acessada na versão online do DOE, disponível em www.ioe.pa.gov.br (caderno 3, páginas 4 e 5).
Texto:
Carlos Gondim-Secom
Fone:  / (91) 8415-6866
Email: chgmidia@gmail.com



Projeto "Tear dos Sonhos" entrega certificados a 1.600 participantes
A Secretaria de Estado de Trabalho Emprego e Renda (Seter), o Hospital Ophir Loyola (HOL) e a Sociedade de Meio Ambiente, Educação e Cidadania (Somec) entregaram nesta terça-feira, 20, 1.600 certificados para participantes do projeto “Tear dos Sonhos”. O projeto tem como objetivo proporcionar para pacientes e acompanhantes uma fonte de renda a partir de oficinas de cabeleireiro, pintura em tecido, bijuteria, customização etc. Além do hospital, os pacientes do Núcleo de Acolhimento do Enfermo Egresso (NAEE) também receberam as aulas.


Governo do Estado investe R$ 125 milhões na construção de 81 pontes



O Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Transportes (Setran), está executando um programa de construção de 81 novas pontes, que somam um investimento total de R$ 125 milhões. As pontes transpõem rios e igarapés que cortam rodovias estaduais em todas as regiões do Pará. Se somadas, estas construções ultrapassariam 2,8 km de extensão.
As novas construções, feitas em concreto pré-moldado ou em estrutura mista com arco de metal, substituem as antigas pontes de madeira. Três destas novas pontes já foram concluídas e entregues à população de Mojuí dos Campos, na PA-445; de Conceição do Araguaia, sobre o rio Arraias, na PA-287; e na PA-252, sobre o igarapé Paneiro.
Outra ponte de grande importância para a economia paraense representa um investimento de R$ 67 milhões e vai interligar a rodovia PA-252, entre os municípios de Concórdia do Pará e Mãe do Rio. A obra, com extensão de 560 metros por dez metros de largura, cruza as águas do rio Capim.
Na região da Calha Norte, no Baixo Amazonas, a Setran está construindo a ponte sobre o rio Curuá, que terá uma extensão de 360 metros por oito metros de largura. A obra vai possibilitar o trânsito sem interrupção na rodovia PA-254 e beneficia os municípios de Alenquer e Óbidos, além das demais cidades do lado esquerdo do rio Amazonas.
Texto:
Dinan Laredo-Setran
Fone: (91) 40093819 / (91) 8895-8969
Email: setran.ascom@gmail.com


Seduc oferece 97 bolsas de até R$ 3 mil através do Pronatec
A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) abriu até a próxima segunda-feira, 26, inscrições para 97 vagas do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As vagas, distribuídas em oito municípios paraenses, serão preenchidas por meio de seleção curricular. Os profissionais selecionados para atuar no Pronatec serão remunerados na forma de bolsas com valores de R$ 1.070,59 a R$ 3.085,78. O edital completo e todos os seus anexos, incluindo a ficha de inscrição, foram publicados no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira, 21, e podem ser acessados no endereço www.ioe.pa.gov.br, caderno 7 (páginas 2 a 8).
As vagas são para coordenador de unidade, apoio pedagógico, apoio operacional e apoio técnico, para candidatos com ensino fundamental, médio ou superior. A jornada semanal de trabalho é de 44 horas. As 97 bolsas estão distribuídas entre os municípios de Belém, Paragominas, Tailândia, Monte Alegre, Cametá, Abaetetuba, Marituba e Santa Izabel do Pará. O candidato só poderá concorrer em um único município. Será formado cadastro de reserva levando em consideração a pontuação em ordem decrescente.
A seleção será realizada a partir de avaliação curricular e das informações contidas na ficha de inscrição. Os candidatos deverão entregar currículo preenchido (conforme modelo disponível no edital) em uma das escolas da rede tecnológica participantes do Pronatec, até o dia 26, das 8h às 12h e das 14h às 18h. Em Belém, a entrega das fichas de inscrição deve ser feita na EETEPA Icoaraci (av. Monsenhor José Maria Azevedo, - Bairro Campina de Icoaraci) ou no Colégio Integrado Francisco da Silva Nunes (Conj. Médici II, av. Santarém - Marambaia).
No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar original e cópia do CPF e de documento oficial de identidade com foto, bem como cópia impressa de seu curriculum vitae, devidamente comprovado. O resultado da seleção será divulgado a partir do dia 13 de dezembro, no site da Seduc. (www.seduc.pa.gov.br).
O PROGRAMA
O Pronatec tem como objetivo expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional Técnica de Ensino Médio e de cursos de Formação Inicial e Continuada de Trabalhadores. Todas as atividades serão desenvolvidos sob orientação do Guia Pronatec e do Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, disponíveis no site do Ministério da Educação (http://PRONATEC.mec.gov.br/cnct/), do Manual de Gestão do Pronatec e da Resolução CD/FNDE nº 23, de 28 de junho de 2012.

Confira a seguir os valores das bolsas oferecidas:

Coordenador do Programa em Unidade - R$ 3.085,78
Apoio Pedagógico I - R$ 2.398,79
Apoio Pedagógico II - Orientador Curricular - R$ 2.398,79
Apoio Pedagógico III - Técnico de Laboratório - R$ 1.459,08
Apoio Pedagógico IV - Intérprete e Tradutor de Libras - R$ 2.825,09
Apoio Operacional I - Assistente Administrativo - R$ 1.209,72
Apoio Operacional II- Assistente Acadêmico - R$ 1.209,72
Apoio Operacional III - Auxiliar de Apoio Geral - R$ 1.070,59
Apoio Operacional IV - Merendeira - R$ 1.070,59
Apoio Técnico I - Programador - R$ 2.398,79
Apoio Técnico II - Administrativo e Financeiro - R$ 2.398,79
Texto:
Carlos Gondim-Secom
Fone:  / (91) 8415-6866
Email: chgmidia@gmail.com


Teatro infantil da Estação aborda o valor da leitura neste domingo, 25
O projeto Pôr-do-Sol da Estação das Docas destaca um tema especial neste domingo, 25: a leitura. O grupo cênico EXTRAordinários apresenta o espetáculo “PC ou não PC, eis a questão”, que alerta para importância dos livros na vida do ser humano e questiona o uso quase exclusivo que a geração do século XXI faz do computador. A apresentação começa às 17h30, no Anfiteatro São Pedro Nolasco.
Por meio da linguagem clown, do teatro com bonecos e das cantigas, o EXTRAordinários conta a história de Mariazinha, uma menina que adora ler estórias sobre as lendas amazônicas. No dia de seu aniversário, acontece algo que muda a vida da menina: ela ganha um computador e passa a deixar seus amigos da literatura de lado. Para tentar reconquistar o interesse da amiga de volta, o Boto, a Matinta Perera e o Curupira bolam um plano mirabolante. A peça coloca lado a lado a relação das crianças com os livros e com o computador.
A ideia do espetáculo é fazer com que pais e filhos entendam que o importante é extrair aquilo que há de melhor tanto nos livros quanto na tecnologia. “O assunto da peça é bem apropriado ao nosso tempo. Não queremos dizer com isso que o livro é melhor que o computador ou o contrário. O que queremos é apenas estimular a reflexão sobre o uso desses dessas duas ferramentas para o bem”, conta o ator Cléber Cajun. No espetáculo, o grupo também fala da importância das brincadeiras infantis tradicionais, como as cirandas de roda.
O EXTRAordinários encerra o projeto Pôr-do-Sol do mês de novembro. Para os atores, as apresentações na Estação das Docas são diferentes das demais. “Nós geralmente temos que fazer uma readaptação das histórias quando nos apresentamos na Estação. O lugar exige isso da gente. Imaginamos que o público deva ter uma sensação muito boa ao poder ouvir uma história num lugar tão belo. As crianças assistem aos espetáculos de coração aberto”, revela o ator.
Serviço: O espetáculo “PC ou não PC, eis a questão” será neste domingo, 25, às 17h30, com entrada franca. O projeto Pôr-do-Sol é uma realização do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult) em parceria com a Organização Social Pará 2000.
Texto:
Camila Barros-Pará 2000
Fone: (91) 3212-5660 / (91) 8896-4318
Email: comunicacao@estacaodasdocas.com.br


Abertas inscrições ao I Prêmio Paraense de Jornalismo Científico
Estão abertas, até o dia 28 de dezembro, as inscrições para jornalistas interessados em concorrer ao I Prêmio Paraense de Jornalismo Científico, lançado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Fundação Amazônia Paraense. O objetivo é valorizar os profissionais da imprensa que que atuam nessa área do jornalismo sobre ciência no Pará, incentivando o aumento do interesse e do conhecimento popular sobre ciência e tecnologia no Estado.
As matérias inscritas devem abordar temáticas referentes à ciência, à tecnologia e à inovação, sendo valorizadas aquelas que contribuem para a qualidade do jornalismo regional e para a popularização destes assuntos junto á sociedade paraense. Os trabalhos devem ter sido divulgados em veículos de comunicação de massa sediados no Estado do Pará no período compreendido entre 01 de janeiro de 2011 e 30 de julho de 2012.
Serão concedidos prêmios no valor de R$ 5 mil aos primeiros colocados, divididos de acordo com as seguintes categorias: “Impresso”, “Rádio” e “Televisão”, totalizando R$ 15 mil. “Nossa finalidade, com a criação do prêmio, é reconhecer jornalistas que conseguem transformar as pautas ligadas à ciência em matérias atraentes e educativas para o público em geral. Além disso, buscamos estimular a criação de mais espaços nos veículos de comunicação locais para matérias destinadas à divulgação científico-tecnológica”, destaca o titular da Secti, Alex Fiúza de Mello.
Editais abertos - O Prêmio integra o Programa Ver-a-Ciência - Política Estadual de Difusão e Popularização da Ciência, desenvolvido pela Secti , cujo objetivo é promover e apoiar ações voltadas a tornar a ciência um bem público e partilhado. Além do edital destinado a jornalistas, estão abertos os editais do Prêmio Paraense Destaque Científico, voltado a pesquisadores, e o de submissão de artigos para a Revista Ver-a-Ciência. Para conferir os regulamentos, clique aqui.
Serviço: Mais informações pelo telefone (91) 4009-2514 e pelo e-mail premiojorcientifico@gmail.com.
Texto:
Ana Carolina Pimenta-Secti
Fone: (91) 4009-2514 / (91) 8146-6642
Email: carolpimenta@secti.pa.gov.br



Prodepa desenvolve sistema de monitoramento de execução de obras públicas
O Sistema Obras Pará, novo instrumento de monitoramento, gestão e acompanhamento de todas as obras públicas do Governo do Estado, desenvolvido pela Empresa de Processamento de Dados do Estado do Pará (Prodepa), já está em pleno funcionamento. A nova ferramenta pode ser acessada no endereço eletrônico www.obras.pa.gov.br. No site, o gestor tem acesso a informações sobre todas as obras concluídas, atrasadas ou em andamento, cronograma previsto, valores dos contratos e os municípios beneficiados.
“O sistema é totalmente on line e vai poder ser acessado tanto de computadores quanto de tablets, bastando apenas estar conectado à internet”, explica Anderson Góes, gerente de Tecnologia e Inovação da Prodepa. O Obras Pará fornece informações georreferenciadas, permitindo a visualização de todas as obras em um mapa online. O sistema pode ser utilizado por todos os órgãos da administração pública, cabendo à Secretaria Especial de Infraestrutura e Logística para o Desenvolvimento Sustentável (Seinfra), gestora das ferramenta, o gerenciamento destas atribuições.
A Prodepa capacitou a Escola de Governo do Pará (EGPA), que montou um cronograma de treinamento para os demais órgãos e entidades da administração pública estadual, responsáveis pela alimentação mensal do sistema. Técnicos da Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) foram os primeiros a receber o treinamento. Já são 550 obras cadastradas em todo o Estado.
Monitorado por técnicos da Seinfra, o Obras Pará assegura transparência às ações na área de infraestrutura, com acesso online imediato. O processo de compilação das informações começa com a transferência automática de todos os dados do Sistema Integrado de Administração Financeira para Estados e Municípios (Siafem) para o Obras Pará. A partir daí as secretarias e órgãos poderão fazer a atualização das informações, como mudanças de datas, andamento, fotos das obras e cadastramento de boletins de medição.
Com os dados atualizados e organizados, o sistema gera relatórios imediatos sobre as obras cadastradas, mostrando as medições com seus devidos boletins, subsidiando, assim, a Seinfra na tomada de decisões relativas ao pagamento de obras.
Texto:
Natia Ney-Prodepa
Fone: (91) 3344-5263 / (91) 8895-5994
Email: natia.ney@prodepa.pa.gov.br


Projeto cultural ajuda na preparação de alunos para o Prise
O conteúdo de História do Prise I e II (Processo Seletivo da Universidade do Estado do Pará - Uepa) será o foco da edição de novembro do projeto “Cinema, Música e História do Vestibular”, que acontece nesta quarta-feira, 21, das 14h às 17h, e no sábado, 24, das 9h às 13h, na Seção de Audiovisual da Biblioteca Pública Arthur Vianna (3º andar do Centur). A entrada é franca.
O projeto da Fundação Cultural do Pará Tancredo Neves (FCPTN) oferece aos vestibulandos palestras com caráter lúdico, misturando o conteúdo de história mundial e brasileira com músicas e filmes.
A edição de novembro do projeto será focada na resolução de exercícios para o Processo Seletivo da Uepa, abordando assuntos como as civilizações pré-colombianas, em especial os Maias. “Os exercícios têm uma importância muito grande nesta reta final, pois é quando damos ênfase aos temas que as universidades cobram nos processos seletivos”, explica um dos professores do projeto, Bruno Augusto.
Na edição passada, o projeto foi voltado para a resolução de exercícios de História do Exame Nacional do Ensino Médio, o Enem. Em dezembro, será realizada a última edição, que será voltada para as provas da Uepa, UFPA e Ufra.
SERVIÇO
O projeto “Cinema, Música e História do Vestibular” acontece nesta quarta-feira, 21, das 14h às 17h, e no sábado, 24, das 9h às 13h, na Seção de Audiovisual da Biblioteca Pública Arthur Vianna (3º andar do Centur). A entrada é franca.
Texto:
Luiz Flávio-FCPTN
Fone: (91) 3202-4391 / (91) 8814-3364/9144-4225
Email: lfmcosta@gmail.com


Sagri participa da posse do novo diretor da Ceplac em Brasília
O secretário de Estado de Agricultura, Hildegardo Nunes, participou nesta segunda-feira, 19, em Brasília, da posse do novo diretor geral da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Helinton José Rocha. A cerimônia foi durante a reunião da Câmara Setorial do Cacau, presidida pelo ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, na Esplanada dos Ministérios. Helinton Rocha é engenheiro agrônomo, com várias especialidades na área agropecuária e experiência de 31 anos no setor.
O secretário Hildegardo Nunes aproveitou a ocasião para estreitar as relações com o novo diretor da Ceplac e dar a ele conhecimento das ações do governo do Pará, voltadas ao desenvolvimento da cultura cacaueira no Estado. O Pará é o segundo maior produtor de cacau do país, com 80 mil toneladas, e pretende nos próximos cinco anos ultrapassar a produção da Bahia, hoje o maior produtor brasileiro.


Plano ABC Estadual será lançado nesta quarta-feira em Belém
O Plano Operativo de Agricultura de Baixo Carbono (Plano ABC) do Estado do Pará será lançado nesta quarta-feira, 21, às 14h, durante o 38º Encontro Ruralista, realizado na sede da Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa). Aprovado no dia 9 de outubro pelo comitê gestor, o plano será responsável pela implantação do Programa ABC no Pará, com metas até 2020. O Secretário Estadual de Agricultura Hildegardo Nunes vai presidir o lançamento.
O Programa ABC, do Governo Federal, prevê o desenvolvimento de uma economia baseada na baixa emissão de gases de efeito estufa no setor agropecuário e destina o total de R$ 3,4 bilhões por meio de linhas de crédito especiais para a safra 2012/2013. Para isso, incentiva a adoção de tecnologias voltadas à obtenção de uma agricultura sustentável no país. O Pará foi o primeiro Estado a aderir ao programa e à política agrícola do governo, baseada na segurança alimentar, recomposição da cobertura vegetal e economia de baixo carbono, se enquadrando nos objetivos do programa federal.  
O Plano ABC Estadual começará a ser executado em 2013, com a capacitação de técnicos e produtores e a implantação de unidades demonstrativas para o repasse de tecnologias. Durante o lançamento na Faepa, serão distribuídos folders com informações sobre normas e orientações aos produtores para obtenção de recursos.
Texto:
Dede Mesquita-Sagri
Fone: (91) 4006-1210 / (91) 9146-6681 - 8883-1339
Email: dedemesquita@gmail.com


Lançamento do catálogo “Miriti das Águas”
O projeto “Miriti das Águas” foi um importante fomentador do artesanato de miriti em 2012. A ideia se desdobrou em duas exposições (uma homônima ao projeto e a outra batizada de “Abaeté: paisagens etnográficas”), em uma premiação para os melhores artesãos de Abaetetuba e, agora, em um catálogo, que vai ser lançado nesta terça-feira, 20, no Armazém do Tempo. A publicação traz todo o processo de pesquisa de três meses que resultou na exposição, apresenta os artesãos e exibe detalhes da mostra das peças de miriti. O artista plástico Emanuel Franco é um dos curadores do catálogo.

Os brinquedos de miriti são parte fundamental da cultura paraense. Presentes principalmente no período do Círio, eles são a cara do artesanato local. O projeto “Miriti das Águas” vem reforçar essa importância com várias ações feitas ao longo de três meses – entre junho e setembro.

O lançamento do catálogo no Mangal é a culminância do projeto. O material é rico em informações sobre o artesanato de miriti e sobre a arte paraense em geral. O registro é uma fonte de conhecimento para turistas, pesquisadores da arte popular e para todos que têm interesse na cultura paraense.
SUGESTÕES DE ENTREVISTADOS:
Integrante da curadoria do projeto “Miriti das Águas” - Emanuel Franco
Fotógrafo responsável pelas imagens do projeto - Valério Silveira


BLITZ PORTUGUESA

Um grupo de brasileiros, após uma volta pela Europa, alugou um carro na Alemanha.

Quando eles chegaram à fronteira de Portugal, o fiscal português deu uma volta ao redor do carro e disse aos brasileiros:

- Vocês não podem passar.

- Mas por quê? - perguntou o motorista brasileiro.

- É porque vocês são cinco num Audi A Quatro.

- E daí? disse o brasileiro. Isso não tem nada a ver. Quatro é o tipo do carro, mas se o senhor olhar os documentos vai ver que é um carro de cinco lugares.

- Isso não me interessa, disse o fiscal português. O meu chefe falou que num Audi A Quatro só pode ter quatro passageiros.

- Mas isso é um absurdo! - indignou-se o brasileiro. Vai chamar o seu chefe, eu quero falar com ele. Tenho certeza de que vamos nos entender.

- Agora não é possível, ele está muito ocupado.

- Ocupado com o quê?

- Com os dois caras do Fiat Uno.


Hemopa Castanhal completa 27 anos com campanha e programação especial
No próximo domingo, 25, o Hemocentro Regional de Castanhal, da Fundação Hemopa, completará 27 anos de atendimento especializado e de qualidade aos usuários cidadãos castanhalenses e à população dos demais municípios do Nordeste paraense. A comemoração do aniversário da unidade está incluída na programação da semana em homenagem ao doador de sangue, que começou nesta segunda-feira, 19, e se estenderá até sexta-feira, 23. A meta é alcançar 50 coletas por dia.
Segundo hemocentro a inaugurado no Brasil, no dia 2 de agosto de 1978, o Hemopa foi pioneiro na interiorização dos serviços de hemoterapia e hematologia no país ao implantar o Hemocentro Regional de Castanhal.
Durante a programação comemorativa, o HRC prestará homenagem especial aos doadores fidelizados e os de primeira vez. O primeiro dia da campanha, que tem como tema “Salvar vidas precisa mais que pulso, precisa de coração. Doe sangue”, atingiu 96% da meta prevista de doações voluntárias.
“O povo de Castanhal e municípios vizinhos sempre atende nossas convocações. Esta semana somos nós que agradecemos cada voluntário nessa corrente pela vida”, ressaltou a médica Sandra Lobato, responsável técnica pelo hemocentro, estendendo seus agradecimentos às instituições parceiras que colaboram com as ações do hemocentro ao longo do ano. Ela aposta na superação da meta da campanha e destaca que o sucesso da ação é fundamental para suprir estoque estratégico da unidade, que abastece a rede hospitalar da região.
A abertura da semana comemorativa contou com exibição de vídeos educativos que tratam questões de prevenção à saúde e cobertura ao vivo das de canais de televisão. De terça, 20, a sexta-feira, 23, será realizada a coleta de sangue e cadastro de doação de medula óssea com agendamento de entrega de camiseta, cartão de agradecimento e preservativos.
A responsável pela Captação de Doadores, a assistente social Adinaura de Castro, conta que o bolo de parabéns pelos 27 anos da unidade e pelo Dia do Doador Voluntário de Sangue será antecipado para quarta-feira, 21, em agradecimento a todos os doadores que abastecem a vida no Nordeste do Estado. “Parabéns para antigos e novos doadores que são a esperança de vida para centenas de pacientes”, comemora. Neste dia, haverá apresentação do grupo folclórico Kairós, composto por 25 jovens do município de Igarapé-Açu e que há mais de oito anos realiza a mobilização de doadores de sangue do município.
QUEM PODE DOAR SANGUE
Candidatos com boa saúde; idade entre 16 anos completos e 67 anos. Peso acima de 50 kg. Necessário portar documento de identidade original e com foto. Não precisa estar em jejum. Com a doação são realizados exames para diversas doenças, entre elas: Aids, Sífilis, Doença de Chagas, Hepatites, HTLV I e II, além de tipagem sanguínea. O homem pode doar a cada dois meses e a mulher a cada três meses. O doador deve estar bem alimentado. O resultado dos exames dos doadores podem ser obtidos online, através do site: www.hemopa.pa.gov.br, em 30 dias após a coleta do sangue.
SERVIÇO
O Hemopa Castanhal espera por você na Rua Floriano Peixoto, Alameda Rita de Cássia, casa B2, Centro - Castanhal. Funcionamento para coleta: de segunda a sexta-feira, das 7h às 13h. Maiores informações pelo fone: 0800-280-81-18.
Texto:
Vera Rojas-Hemopa
Fone: (91) 3241-1811 / (91) 88953089
Email: Imprensa.hemopa@yahoo.com.br


Secretaria da Fazenda esclarece sobre o reajuste do preço médio dos combustíveis




A Secretaria de Estado da Fazenda do Pará (Sefa) realiza hoje coletiva de imprensa para explicar a sistemática de tributação dos combustíveis e a definição do preço médio da gasolina, do diesel e do etanol. As informações serão repassadas pelo secretário de Estado da Fazenda, José Tostes Neto.
Desde o dia 16 deste mês, o valor do Preço Médio Ponderado Final (PMPF) dos combustíveis foi alterado, para efeito de tributação do ICMS (Imposto sobre Operações relativas à Circulação de Mercadorias e sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação), equiparando-se ao valor cobrado nos postos de combustíveis.
O PMPF da gasolina passará de R$ 2,8150 para R$ 2,8520 e o diesel, de R$ 2,0803 para R$ 2,2650. O PMPF do etanol cairá dos atuais R$ 2,4820, para R$ 2,3440. A alteração do PMPF foi publicada em Ato Cotepe 21, no Diário Oficial da União, no dia 9 deste mês.













Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...