Total de visualizações de página

quarta-feira, fevereiro 01, 2012

Distúrbios em jogo de futebol deixam dezenas de mortos no Egito

Distúrbios começaram durante o jogo (Foto: AFP)
Segundo rede de TV estatal, centenas
 de pessoas ficaram feridas após
 invasão de torcedores ao término da
partida entre Al Masry e Al Ahly
 Por Agência de notícias Cairo, Egito, via G1
Dezenas de pessoas morreram e centenas ficaram feridas em distúrbios ocorridos nesta quarta-feira na cidade de Port Said (nordeste do Egito) após torcedores invadirem o gramado durante a partida entre Al Masry e Al Ahly válida pelo Campeonato Egípcio.
 O secretário-geral do Ministério da Saúde egípcio, Hisham Shiha, anunciou à televisão estatal que há pelo menos 25 corpos no hospital da cidade, vítimas dos confrontos eclodidos após o confronto que terminou com a vitória do Al Masry por 3 a 1. No entanto, após o anúncio, emissoras locais deram conta de que esse número já poderia ter aumentado para mais de 50.
- Temos 11 mortes computadas no meu hospital. Dois outros hospitais disseram terr têm 25 mortos. Outros três torcedores faleceram no estádio. Alguns morreram pisoteados e outros sufocados – disse Medhat El-Esnawy, diretor do hospital El-Amiry, em Port Said, em declarações publicadas pelo portal egípcio "Ahram Online” .
Torcedores invadem o gramado após
o término da partida (Foto: AFP)
A invasão começou logo após o apito final. Empolgados com a vitória de virada sobre o atual campeão nacional,que ainda não havia sido derrotado na temporada, torcedores do Masry, que já haviam paralisado a partida no meio do segundo tempo por conta de fogos de artifício lançados após a comemoração de um dos gols (foto ao lado),  invadiram o gramado e exageraram na dose ao agredirem jogadores e comissão técnica do Al Ahly.
 - Todos jogadores foram brutalmente agredidos. Ficamos presos no vestiário e o nosso técnico não está conosco agora – disse o lateral-direito Ahmed Fathi em entrevista por telefone ao portal local “Ahram Online”.
 Com os jogadores refugiados, os torcedores do Al Masry partiram em direção aos fãs do Al Ahly, que eram visitantes e a confusão piorou.
 Campeonato suspenso
O técnico português Manuel José, do Al Ahly, revelou a uma emissora portuguesa que levou muitos socos e pontapés, mas conseguiu fugir. Ele e os jogadores do time, entre eles o atacante brasileiro Fabio Junior, ex-Vasco, Flamengo e Madureira, foram levados para um quartel de polícia próximo.
 Em nota oficial, a Federação de Futebol do Egito anunciou que o campeonato nacional do país está suspenso por prazo indeterminado.
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...