Total de visualizações de página

terça-feira, março 13, 2012

Biblioteca itinerante leva leitura a comunidades rurais em Santarém



A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater) lançou nesta segunda-feira (12), no município de Santarém, no oeste do Estado, a biblioteca itinerante. O projeto-piloto, que receberá o nome  do servidor Raimundo Alves de Souza (in memorian), pretende incentivar entre as comunidades rurais o hábito da leitura.
A biblioteca beneficiará as mais distantes comunidades do município, especialmente aquelas onde as escolas não dispõem de bibliotecas públicas, atingindo públicos de todas as idades.
Diferentemente da forma tradicional, em que os livros permanecem nas escolas, a biblioteca itinerante funcionará na casa de um agricultor familiar. Para receber o projeto, as famílias foram selecionadas de acordo com o interesse e a disponibilidade de cada uma. A primeira biblioteca foi instalada no Projeto de Assentamento Ituqui, na casa do produtor Celso Mendes.
A biblioteca itinerante começa com 80 títulos, incluindo romances, clássicos da literatura brasileira e lendas da Amazônia. Em cada localidade a biblioteca permanecerá por 60 dias.
Segundo Cristovão Sena, técnico da Emater e um dos coordenadores do projeto, a iniciativa nasceu da necessidade de proporcionar ao agricultor familiar a melhoria da qualidade de vida, incluindo o acesso à leitura e ao conhecimento. “Queremos que eles consigam perceber coisas que ainda não conhecem, que vão além da atividade diária com a terra”, informou Cristovão Sena.
Para ter acesso aos livros, todos catalogados, o agricultor deverá preencher uma ficha de inscrição, com prazo para devolução. Todos os títulos da biblioteca são doações dos funcionários da Emater. Mas qualquer pessoa em Santarém pode fazer sua doação. “Queremos sensibilizar toda a população para um gesto simples, mas de grande valia, para quem muitas vezes não dispõe de nenhum recurso”, finalizou o coordenador.

Texto:
Iolanda Lopes-Emater
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...