Total de visualizações de página

sexta-feira, março 16, 2012

CORREIO JURUNENSE: Bela sexta, dia 16 de março. Confira as principais notícias de bem para a comundade...



 Governo do Estado reafirma
pagamento de piso
para professores


O Governo do Estado compreende a manifestação de caráter nacional dos professores pela integralização do piso salarial da categoria, mas reafirma que está cumprindo a determinação do Ministério da Educação e pagará, já a partir do mês de março, o salário base do professor da rede estadual de ensino do Pará de R$ 1.451,00. O pagamento foi garantido pelo Governo do Estado em reunião com a categoria, no último dia 6 de março, no Centro Integrado de Governo (CIG). Com o novo piso (que representa um acréscimo de R$ 14,5 milhões por mês - R$ 188 milhões por ano - na folha de pagamento do Estado), mais as gratificações, o professor em início de carreira passa a receber o equivalente a R$ 3.555,00 e o salário médio dos 27 mil educadores será de R$ 4.070,00. Segundo a  Secretaria de Estado de Administração, todos os professores da rede estadual receberão os salários reajustados até o próximo dia 31 de março.

Profissionais de atendimento
a mulher recebem curso
de capacitação

Profissionais da área da saúde e da rede de atendimento à mulher em situação de violência, receberão o curso de sensibilização “Mulher adolescente e jovem em situação de violência: propostas de intervenção para o setor saúde”, nos dias 15 e 16 de março, a partir das 8h, no auditório da Escola de Governo do Estado.
A Coordenadoria de Promoção do Direito da Mulher (CPDM / Sejudh) e a Coordenadoria da Mulher de Belém (Combel/ PMB) tomaram esta iniciativa com o objetivo de possibilitar uma atenção diferenciada, especialmente de saúde,  para as mulheres adolescentes e jovens em situação de violência. O curso será ministrado na modalidade presencial, por profissionais do Núcleo de estudos da Saúde do Adolescente (Uerj) e será fornecido material didático e terá a carga horária de 16h.

Governo apoia instalação de
complexo industrial
em Benevides


O governador Simão Jatene e o vice-presidente de Operações e Logística da empresa Natura, João Paulo Ferreira, assinaram nesta quinta-feira (15), o Protocolo de Intenções para a construção de um complexo industrial no município de Benevides, na Região Metropolitana de Belém. O investimento, de cerca de R$137 milhões, vai aumentar a arrecadação de tributos no Pará, gerar 400 empregos diretos e quase 450 empregos indiretos na atividade industrial, ampliar a cadeia extrativista de coleta de matéria prima e incentivar outras empresas do ramo a se beneficiarem da biodiversidade amazônica.
A importância do investimento foi destacada por Simão Jatene, já que o complexo industrial atenderá diretamente o desafio de reduzir a pobreza e a desigualdade social, por meio da geração de emprego e renda e incentivo à pesquisa aplicada. “Isso significa mais empregos, mais renda, mais valor a nossa matéria prima, além da ampliação do conhecimento no sentido da inovação e geração de produtos que alcancem a sociedade”, enfatizou o governador.
Jatene lembrou ainda que empreendimentos como esse atendem perfeitamente à diretriz de governo de “preservar produzindo e produzir preservando”, agregando valor à produção tradicional, mas também valorizando os ativos florestais e naturais do Estado, a fim de assegurar que a preservação de recursos seja também fonte de riqueza para a população.
Sustentabilidade - A implantação do complexo industrial é uma das ações do Programa Amazônia, lançado pela Natura no ano passado, e que tem como uma de suas estratégias fundamentais o desenvolvimento sustentável.
Atualmente, a extração de óleos naturais reúne cerca de mil famílias no Estado. Com o aumento da produção de óleos naturais e a confecção de produtos acabados, mais de 2.500 famílias deverão ser incluídas na cadeia extrativista. “Hoje, a produção é apenas restrita a óleos e produtos semiacabados. O complexo ampliará o volume produzido e de tecnologia, aumentando o valor agregado e oferecendo mão de obra especializada”, ressaltou João Paulo Ferreira.
A prioridade de mão de obra para atuar no complexo é de trabalhadores que residam no município de Benevides e no restante da Região Metropolitana de Belém. Além disso, serão absorvidos também jovens do Programa Estadual de Qualificação Profissional, como parte do incentivo ao primeiro emprego. Para qualificar essa mão de obra, uma parceria com o Serviço Nacional de Apoio à Indústria (Senai –PA), oferecerá capacitação, principalmente na área de eletromecânica.
Outro benefício a partir da parceria é o incentivo às empresas que queiram se beneficiar do acesso à biodiversidade. A empresa produz matéria prima a partir dos derivados de palma, açaí, castanha, andiroba, murumuru e cupuaçu. Com o aumento da produção, outras indústrias do setor poderão utilizar essa base produtiva.
O complexo industrial ocupará 172 hectares em Benevides, com previsão para início das atividades operacionais em 2013.

Texto:
Danielle Ferreira-Secom

Idesp seleciona quatro bolsistas

O Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) abre nesta quinta-feira (15) inscrições para o processo de seleção de quatro bolsistas, distribuídas para graduados em Antropologia, Sociologia, História e Engenharia Florestal. Todos os detalhes podem ser conferidos no sitewww.idesp.pa.gov.br.

Reunião entre Vale e Fapespa
determina critérios para
projetos de pesquisa

Reunião técnica e administrativa definiu critérios operacionais e estratégicos para o bom desenvolvimento dos projetos financiados pela Vale, por intermédio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (Fapespa). O evento, realizado nesta quarta-feira (14), nas dependências da Fundação, deu continuidade ao desenvolvimento dos 35 projetos de pesquisa provenientes do acordo de cooperação técnica firmado entre a Vale e Fapespa, bem como definiu critérios operacionais, administrativos e estratégicos para um acompanhamento mais ajustado às prerrogativas legais.
Nessa reunião, as discussões seguiram uma lista de necessidades de ajustes, tais como, a definição quanto à competência de cada parte participante, detalhamento das demandas no que diz respeito à execução das despesas em cada projeto e dos instrumentos que devam ser adotados para o acompanhamento dos projetos.
A assessora da presidência, Sibele Bitar Caetano, ressaltou a importância dessa integração com a Vale, para a Fapespa definir as suas próprias metodologias de acompanhamento e avaliação. “É importante definirmos as competências das partes, principalmente para uma execução financeira global, de todos os projetos, para que sigam rigorosamente as prerrogativas administrativas legais”, disse Sibele.
Ainda focados na garantia do enfoque participativo, a Fapespa promoverá oficinas de orientação para todos os pesquisadores que possuem projetos com a Vale. Com todas as definições já estabelecidas, apresentará o manual de prestação de contas da Fundação com as delimitações e especificidades imprescindíveis nesse acordo e, promoverá dinâmicas de problematização para que todos possam esclarecer suas dúvidas. “Essa é uma ação proativa da Fapespa para dar celeridade às demandas  dos pesquisadores, com vistas à boa utilização dos recursos, e, que para evitar problemas quanto à execução financeira dos projetos para ambas as partes”, ressaltou Sibele.

26ª Reunião Ordinária do Parfor

A Secretaria de Estado de Educação (Seduc) promoverá nesta sexta-feira, 16, a 26ª Reunião Ordinária do Plano de Formação Docente do Pará, que será presidida pelo Secretário de Educação e presidente do Fórum, Cláudio Ribeiro. O encontro vai deliberar sobre a leitura e aprovação da Ata da 25ª reunião ordinária e 1ª de 2012, ocorrida em fevereiro deste ano; apresentação do Plano de trabalho para instalação do Centro de Formação de Profissionais da Educação do Estado do Pará. A reunião encerra com a apresentação do edital do projeto sobre o uso de tecnologias de informação e comunicação na formação de professores no Pará.

Pará Rural e prefeitura de
Terra Alta celebram
acordo de empréstimo

Nesta quarta-feira (14) foi assinado um termo de cessão de uso de bens móveis entre o Núcleo de Gerenciamento do Pará Rural (NGPR) e a Prefeitura de Terra Alta, quando foram entregues duas motocicletas e um aparelho decibelímetro digital, com a finalidade de amparar as ações da Prefeitura Municipal no que se refere às atividades de fiscalização e fortalecimento da política ambiental no município.
O termo é cumprido de acordo com as diretrizes do Banco Mundial, financiadora do programa Pará Rural, decorrente do contrato de empréstimo celebrado entre o Governo do Estado do Pará e o Bird. O prazo de vigência do empréstimo é de um ano, a contar de sua assinatura. A entrega foi realizada na presença do Prefeito de Terra Alta, Aroldo do Nascimento Pinto, Secretário Municipal de Meio Ambiente, Maurício do Nascimento Pinto, do Secretário Municipal de Agricultura, Williams Pereira Matos, e o Gerente Executivo do Pará Rural, Antonio Carlos Neves da Rocha.

Sul-americano é
oportunidade
para jovens atletas

O Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos, que acontece na capital paraense até o dia 25 de março, é uma oportunidade para os jovens atletas. A participação deles na natação e nos saltos ornamentais é maciça. Entre os 360 competidores inscritos, boa parte, segundo a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), possui entre 19 e 24 anos, mas não é difícil de encontrar nadadores ainda mais jovens.
Carlos Claveria, de 15 anos, é da Venezuela. Para ele, representar o seu país junto com atletas mais experientes é uma honra. “Ser um atleta jovem no meio de tantos outros experientes me deixa honrado, principalmente por representar o meu país num Campeonato Sul-Americano”.
Carlos ressalta que participar do campeonato com atletas mais experientes o ajuda a aprender novas técnicas, que lhe ajudarão na carreira de nadador. “Aprendo bastante aqui. Quero ganhar cada vez mais experiência e alcançar competições ainda mais importantes. Pretendo fazer parte do Mundial de Natação, ano que vem, no Marrocos, além das Olimpíadas de 2016, no Rio de Janeiro. É um grande sonho participar das Olimpíadas que tenho certeza que vou conseguir”, disse o atleta adolescente, que treina desde os 4 anos na Venezuela.
A novata em sul-americanos, Andressa Mendes, carioca de 14 anos, treina desde pequena saltos ornamentais. Ela disse que este campeonato é uma grande oportunidade na carreira dela. “Pretendo ganhar experiência com os outros atletas, melhorar minhas técnicas e, quem sabe, garantir vaga para outras competições”, disse a jovem, que, na opinião do diretor técnico de saltos ornamentais da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos, Giovani Casilo, será uma revelação nesta modalidade em breve.
A paraguaia Sofia Lopez, que assim como Andressa tem 14 anos, já participou de outro Sul-Americano, na Colômbia. Para ela, que treina desde os 6 anos de idade em Assunção, nadar ao lado de grandes atletas, campeões mundiais, é um privilégio e, ao mesmo tempo, uma oportunidade. “É bom para ganharmos experiência e conseguir dar outros passos na nossa carreira. Representar o Paraguai e nadar ao lado de grandes ídolos, como o Cesar Cielo, é muito bom”, afirmou.
Campeonato
O Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos começou nesta quarta-feira, 14, no Parque Aquático do Pará, em Belém. Até o dia 25, várias competições acontecem, entre elas de natação, saltos ornamentais, nado sincronizado, polo aquático e maratona aquática. O público tem acesso livre ao evento, com entrada franca. Além disso, o campeonato é transmitido, ao vivo, para diversos países do mundo pelo canal Sport TV.   

Texto:
Thiago Melo-Secom

Políticas públicas para a infância
serão discutidas em
Conferência Estadual

Entre os próximos dias 3 a 5 de abril, no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, será realizada a 8ª Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Pará, com o grande objetivo de debater e definir as prioridades em políticas públicas para a infância, segundo o Estatuto da criança e do Adolescente (ECA), onde são esperadas aproximadamente 800 pessoas, entre representantes do Governo Estadual e Municipais, da sociedade civil organizada, Organizações Não-Governamentais (ONGs) e crianças e adolescentes.
Com o tema “Mobilizando, Implementando e Monitorando a Política e o Plano Decenal de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes no Estado do Pará”, o evento é promovido pelo Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (CEDCA), o apoio da Secretaria de Assistência Social do Governo do Pará (Seas) e do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda).
A Conferência Estadual é a oportunidade que Estado e Sociedade podem exercer o controle social e deliberar as demandas de políticas sociais para a infância do Estado, coletados por meio dos relatórios de 103 cidades paraenses que realizaram Conferências Municipais durante o ano de 2011. Essas demandas irão compor um relatório que será levado para a Conferência Nacional do Conanda, a ser realizado no próximo mês de julho, em Brasília.
Participação Social
Os participantes da VIII Conferência Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente são definidos pelos municípios que realizaram Conferências Municipais ou indicadas pelas representações do Governo e da sociedade civil. Outro diferencial da Conferência é a participação ativa de crianças e adolescentes nas deliberações, assegurada pelo Conanda, onde para cada um adulto deve haver duas crianças ou adolescentes nas decisões.
O Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente (Conanda) é vinculado à Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH), e estimula a realização de Conferências em todo o País com o objetivo de articular os atores do Sistema de Garantia dos Direitos para efetivação dos direitos humanos de crianças e adolescentes. As Conferências são regidas pelas diretrizes do Conanda, que divide a temática da infância e juventude nos eixos da Promoção, Proteção, Protagonismo, Controle Social e da Gestão Política.
Para saber mais acesse o link: http://www.direitoshumanos.gov.br/conselho/conanda
Sobre o Cedca
O Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente do Pará foi criado em 1994, sob a Lei nº 5.819, e possui caráter deliberativo, tendo a missão de formular estratégias, controlar e fiscalizar a execução das políticas públicas para a Infância. É composta por instituições do Estado e a sociedade civil – numa relação de compartilhamento – onde a cada dois anos, alterna sua presidência no exercício de gestão colegiada e paritária entre o governo e a sociedade civil. Suas reuniões acontecem às primeiras quartas-feiras de cada mês em sua sede em Belém. Atualmente a presidência do CEDCA é regida pela presidente da Fasepa, Ana Célia de Oliveira. Compõe o Cedca.
Representantes Governamentais: Secretaria de Assistência Social (Seas), Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), Secretaria de Estado de Cultura (Secult), Secretaria de Estado de Educação (Seduc), Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Finanças (Sepof), Secretaria de Segurança Pública (Segup), Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), Comando Geral da Polícia Militar e Assembleia Legislativa do Pará (Alepa).
Representantes das Entidades Não Governamentais: Assistência e Recuperação de Crianças e Adolescentes (Arca), Arquidiocese de Belém - Pastoral do Menor, Conselho Regional de Serviço Social, Federação das Mulheres do Estado do Pará (Femepa), Fórum em Defesa da Moradia, Grupo de Mulheres Brasileiras (GMB), Movimento dos Promotores da Vida e Cidadania (Provida), Ordem dos Advogados do Brasil/Seção Pará – OAB/PA.

Abertas inscrições para Curso
de Disseminadores
em Educação Fiscal

A Secretaria de Estado da Fazenda (Sefa), por meio do Grupo de Educação Fiscal, está coordenando, no Pará, o Curso de Disseminadores em Educação Fiscal, modalidade a distância, promovido pela Escola de Administração Fazendária (Esaf). O curso será realizado no período de 2 de abril a 15 de junho. A carga horária é de 160 horas e a turma é  acompanhada por um tutor, que vai acompanhar o desenvolvimento dos alunos e gerenciar um encontro presencial obrigatório para entrega de material do curso, que dará acesso à escola virtual da Esaf.
Este evento é uma das principais ações do Programa Nacional de Educação Fiscal. “O curso foi planejado, prioritariamente, para educadores. Como é desenvolvido na  modalidade a distância permite a participação de um número maior de pessoas, e se constitui em mais uma etapa do processo de formação do grupo de disseminadores que poderão atuar junto às escolas e à sociedade em geral dentro da proposta do programa”, explica a coordenadora do Programa no Pará, Zilda Benjamim.
As inscrições podem ser feitas na página da Sefa na internet http://www.sefa.pa.gov.br (link Programa de Educação Fiscal) até o dia 25 deste mês. O curso terá duração de dois meses e meio, compreendendo a ambientação na plataforma moodle, participação em fóruns, avaliação objetiva e elaboração de projeto.
O curso é dividido em 4 módulos:
Módulo 1 - Educação Fiscal no Contexto Social
Módulo 2 - Relação Estado e Sociedade
Módulo 3 - A Função Social dos Tributos
Módulo 4 - Gestão Democrática dos Recursos Públicos

Informações:
Grupo de Educação Fiscal
Email: educacaofiscal@sefa.pa.gov.br
Telefone:32413841

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa

Blues de Puget e Banda
marca presença no
Conexão Cultura Ao Vivo

O som que teve em B.B. King e John Lee Hooker seus maiores representantes, o blues, vai ser mostrado por Puget e Banda Vidro e Corda Blues nesta sexta-feira, 16, no programa Conexão Cultura ao Vivo, a partir das 11h, no Estúdio Edgar Proença , da Rádio Cultura FM, com transmissão pela TV, Rádio e Portal Cultura, e apresentação de Bety Dopazo.
O blues, que tem sua origem nos cantos de fé religiosa, chamadas spirituals, e de outras formas similares, como os cânticos, gritos e canções de trabalho, cantados pelas comunidades dos escravos libertos, com forte raiz estilística na África Ocidental, faz parte da vida do músico José Antônio Puget, que integrou a Índigo Blues, que teve passagens importantes na cena musical local com shows em bares e teatros, formando uma plateia para o ritmo em pleno coração da Amazônia.
A banda se dissolveu em 2007, mas Puget passou a desenvolver temas instrumentais de guitarra blues ao longo de mais de um ano e meio, até gravar o primeiro registro exclusivamente instrumental de guitarra blues da Amazônia, o CD Vidro e Corda Blues. A Puget e Banda Vidro e Corda Blues é formada por Puget (voz e guitarra), Marcelo Lúcio (guitarra), Jorge King Mel (baixo), Edmilson Cadeth (bateria), Igor Shneider (teclado), Val Fonseca (gaita), Augusto Monteiro (saxofone), Teo Silva (trompete) e Maurício (trombone).
O set musical para o programa Conexão Cultura terá as composições: Blues for Gary (Puget) , Funk-me Baby (Marcelo Lúcio), Vidro e Corda (Puget), Martelo de Rua (Puget) , Blues para Mary (Val Fonseca), Voodo Chile (Jimmy Hendrix) , Balada para Bárbara (Puget) , Oye como Va (T. Puente) , Puget Blues (Puget) , e Slow E (Puget).

Texto:
Ronaldo Quadros-Funtelpa

Sagri entrega veículo para
o território da BR-163

O território da BR-163 já tem transporte para atuar na articulação dos projetos territoriais da região, que congrega seis municípios no sudoeste do estado. A entrega do veículo utilitário foi feita nesta quarta-feira, 14, na Secretaria de Estado de Agricultura, pelo secretário Hildegardo Nunes.
O coordenador do Colegiado de Desenvolvimento Territorial da BR-163, João Paulo Meister, recebeu a chave da pick up Ranger marca Ford, quatro portas, motor 3.0, quatro cilindros, à diesel com ar condicionado.  A compra do veículo foi resultado de convênio entre a Sagri e o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), como parte da política territorial do governo federal, voltada à união de esforços para potencializar os resultados. O veículo fará o transporte dos técnicos das diversas instituições que atuam no apoio às comunidades produtoras dos municípios de Itaituba, Novo Progresso, Trairão, Jacareacanga, Rurópolis e Aveiro. Nessa região os arranjos produtivos locais são a fruticultura, produção de leite e mandioca.


Consumidor terá 8 mil
unidades de caranguejo
em 4 pontos na Semana Santa

 
Nada menos do que 8 mil unidades de caranguejos estarão à disposição do consumidor paraense durante os dias da Semana Santa. Esta quantidade virá de três municípios: Curuçá, São João da Ponta e Quatipuru, e abastecerá quatro pontos de venda, montados no Centur, Entroncamento, Ginásio Abacatão em Ananindeua e Feira da Jaderlândia.
A informação foi repassada pela equipe da Secretaria de Pesca e Aquicultura do Estado (Sepaq) que está coordenando a programação das Feiras do Peixe Vivo e do Peixe Popular que serão realizadas pelo Governo do Estado durante o período da Semana Santa. O grupo é comandado pelo técnico em gestão de pesca, o sociólogo Patrick Passos, e é integrado também pelos técnicos da Sepaq Átila Brandão, Cristina Brelaz (ambos ficarão sediados em São João da Ponta), Marcelo Mousinho (em Curuçá), Patrick Passos (Quatipuru) e Rose Rosa, que ficará na base de Belém.
Também está definido que 12 caranguejeiros atuarão na Semana Santa para vender diretamente a sua produção, controlando desde a catação no mangue até o consumidor final. O preço da unidade do caranguejo será de R$ 1,00 e o crustráceo deverá ter um minimo de 7 centímetros o tamanho de sua carcaça. O transporte do interior para os postos de venda será feito em basquetas e não mais em sacas, pois esta inovação reduziu a mortandade do crustáceo de 50% para 1%, feito festejado por catadores, comerciantes e pela Secretaria de Pesca, que adotou o novo meio de transporte do caranguejo.
Vale ressaltar que o Pará tem 15% do mangue nacional e deste percentual 12 municipios do nordeste do Pará extraem o caranguejo. E destes 12 municipios, cinco são reserva extrativista cuja competência de gestão pertence ao Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (Icmbio). As ações da Sepaq visando a Semana Santa se dão em parceria com as Prefeituras de diversos municipios, com o Icmbio e com os caranguejeiros.

Texto:
Sérgio Noronha-Sepaq

Espetáculo teatral “Besouro
Cordão de Ouro” em
cartaz na Estação

O palco do Teatro Maria Sylvia Nunes, na Estação das Docas, vai se transformar nesta sexta-feira, 16, em uma grande roda de capoeira, com atabaques, berimbaus, pandeiros e caxixis, numa transposição do jogo da capoeira através do espetáculo “Besouro Cordão de Ouro”. A montagem de Paulo César Pinheiro e direção de João das Neves, traz um cenário de Ney Madeira com caixotes de madeiras perfurados que lembram um mercado, onde o expectador interage diretamente com os atores no palco.
De maneira lúdica, a apresentação vai mostrar a trajetória, filosofia, prática e música do mestre Besouro - um personagem brasileiro, tão rico e pouco explorado - e conta um pouco da história do Brasil, com suas raízes culturais na música, na dança e no ritual. A peça estreou em 2006 e, desde então, fez sucesso por todo o Brasil tendo recebido o prêmio Shell de melhor música. Com o patrocínio da BR distribuidora, o espetáculo está circulando agora por toda região Norte.
O elenco, todo composto de atores negros, cria um ambiente de integração entre personagens e público. Todos os figurinos foram elaborados pelas mãos de Rodrigo Cohen e foram envelhecidos para dar o toque que contextualiza a prática da manifestação da cultura afro-brasileira, a capoeira.
Serviço:
Espetáculo teatral “Besouro Cordão de Ouro”
Data: 16/03/2012 (sexta-feira)
Sessões: 18h e 20h
Local: Teatro Maria Sylvia Nunes – Armazém 3, Estação das Docas
Ingressos: R$ 20,00 meia entrada

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000

Fundação Curro Velho inicia
preparativos para
oficina de Lutheria

A Fundação Curro Velho começou os preparativos para realização do segundo módulo da oficina de Lutheria. Esta oficina é específica para recuperação e manufatura de instrumentos de cordas dedilhadas como violões e cavaquinhos. A atividade abre espaço para músicos que queriam trabalhar na confecção de novos instrumentos ou na manutenção dos mesmos.
Este será o segundo módulo da oficina de Lutheria, e vem com a bagagem da construção de um violão clássico, um violão flat e um cavaquinho na edição anterior que aconteceu nos meses de setembro, outubro e novembro do ano passado, além de contar com a reforma de 26 violões que ajudaram na inserção de mais crianças nas oficinas do Núcleo de Música da Fundação.
O instrutor deste módulo será o músico e luthier Paulo Mateus, que conta com 17 anos de experiência na arte de reforma e construção de instrumentos de corda e explica o que precisa para se fazer a oficina de Lutheria. “Essa é uma oficina específica para músico por que é preciso saber tocar para fazer a avaliação, a afinação do instrumento”, disse ele.
A oficina de Lutheria será realizada a partir de 9 de abril e seguirá nos meses de maio e junho deste ano, e as inscrições abrem dia 19 e seguem até o dia 29 de março, e são gratuitas. Informações no prédio da Fundação Curro Velho, localizado na Rua Professor Nelson Ribeiro, 287, ou pelo telefone 3184-9105.
Doação de Instrumentos
Os instrumentos recuperados são provenientes da ação de pessoas físicas que doam violões ou cavaquinhos para a instituição. Alguns dos instrumentos doados precisam de pequenos reparos, e é na oficina de Lutheria que os alunos recuperam esse instrumento para depois serem disponibilizados às oficinas de iniciação musical promovidas pela Fundação Curro Velho.
O organizador da campanha e músico, Paulo Moura, convida o público a doar um instrumento para a Fundação Curro Velho dar continuidade às oficinas de Lutheria e de Iniciação Musical. “Quem tiver um instrumento e queira doar é só ligar para o 3184-9105 que nós vamos buscar”, disse o músico.
Serviço:
Inscrições para Oficina de Lutheria
Período:de 19 a 29 de março
Início das aulas:9 de abril, de segunda à sexta-feira, de 9h às 12h
Número de vagas:15
Informações:31849105

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Ophir Loyola inscreve para o
Programa de Treinamento
em Prática Hospitalar

O Hospital Ophir Loyola (HOL) inscreve para o Programa de Treinamento em Prática Hospitalar, destinado aos técnicos de enfermagem. A seleção dos candidatos acontece no dia 30 de março, quando serão realizadas as provas objetiva e de redação. O curso oferece estágio e aperfeiçoamento profissional no HOL durante três meses. Ao final, os técnicos receberão certificado.
Os interessados devem comparecer no dia 16 de março, às 8 horas, no Auditório Luiz Geolás, para efetuar a inscrição. Os documentos exigidos são a carteira ou comprovante de inscrição no Conselho Regional de Enfermagem (Coren) e carteira de identidade. A taxa de inscrição é de R$ 15,00. Mais informações na Divisão de Educação Continuada do hospital pelo (91) 3342-1322 ou pelo site http://www.ophirloyola.pa.gov.br

Nadadores brasileiros
garantem vaga na
final desta quinta

Os nadadores brasileiros tiveram um ótimo desempenho nas eliminatórias da natação na manhã desta quinta-feira, 15, no Parque Aquático do Pará, em Belém. Com boas colocações, a maioria dos brasileiros conseguiu vaga nas finais do Sul-Americano de Desportos Aquáticos, que acontecerá hoje à noite. Também tiveram bom desempenho os nadadores da Colômbia, Argentina e Venezuela, principalmente.
A atleta Daynara Ferreira, que é recordista Sul-Americana e Brasileira nos 50 metros borboleta, garantiu participação na final desta categoria que ocorrerá mais tarde, e nos 100 metros livres. Na eliminatória desta manhã, Daynara fez um bom tempo, mas garantiu que terá melhor desempenho na final. “Vamos tentar nadar ainda melhor mais tarde, para avançar no tempo da Carolina, que conseguiu bater recorde do campeonato agora na eliminatória”, disse a nadadora, fazendo referência a adversária da Colômbia, Carolina Colorado, que bateu recorde nos 50 metros borboleta do campeonato com 00’26”79.
Quem também garantiu vaga para a final de mais tarde foi o recordista Kaio Márcio de Almeida. Ele nadará 200 metros borboleta junto com outro brasileiro favorito para o ouro, Leonardo de Deus. “Consegui um bom tempo na eliminatória, mas com certeza dá para fazer melhor na final para a gente garantir o ouro para o Brasil”, afirmou Kaio. Ele é recordista Sul-Americano e Brasileiro nos 200 metros, com o tempo de 01’53”92, alcançando em 2009 no Rio de Janeiro.
Além de Kaio, outros favoritos para o ouro na natação também nadarão mais tarde no Parque Aquático do Pará. Thiago Pereira e Daniel Ozerchowski nadam nos 100 metros costas; Felipe Alves Franco garantiu participação nos 50 metros peito; e Tatiana Lemos, nos 100 metros livres. As finais da natação desta quinta-feira, 15, começam a partir das 19h, no Parque Aquático do Pará, na Escola Superior de Educação Física, em Belém.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Ações da PM no Marajó
combatem a criminalidade

No município de Soure, uma guarnição policial militar comandada pelo 2º tenente PM Brasil e composta pelos militares 2º sargento PM Rosiane; cabos PM Sílvio e Alcântara e soldado PM Júnior, foi acionada pelo funcionário de um supermercado localizado na décima rua no bairro do “Pacoval”, município de Soure. Segundo o denunciante, havia alguém no estabelecimento que provavelmente tinha invadido o local pelo telhado.
Chegando ao imóvel, os militares confirmaram a denúncia e prenderam em flagrante delito um homem que realmente havia entrado pelo telhado, danificando inclusive o forro do local. Ele estava no interior do estabelecimento para furtar objetos e materiais quando foi surpreendido pelos policiais. Sem ter como negar o crime, o acusado foi conduzido até a delegacia local.
Também em Soure, os policiais militares 3º sargento PM Duarte, Cabos PM Valença, David, Mesquita e Nunes, além do soldado PM Amaral, a partir de uma denúncia de arrombamento e furto, feita pelo proprietário de um estabelecimento comercial da cidade, foram até o local informado e observando o imóvel, localizaram um boné, supostamente deixado pelo criminoso.
O proprietário reconheceu a peça como sendo de um morador local e informou aos policiais que, com apoio de populares, conseguiram localizar a residência do mesmo e abordar o cidadão que acabou confessando seu envolvimento no crime e apontou os comparsas, totalizando quatro pessoas, sendo um adolescente, todos residentes no município. Localizados, os envolvidos foram capturados pelos policiais que recuperaram os produtos subtraídos do comércio na casa dos envolvidos, bem como o dinheiro em espécie, também levado do estabelecimento. Os acusados foram apresentados na Delegacia local para os procedimentos legais e o adolescente apreendido, encaminhado conforme a legislação em vigor.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Policiais dialogam com a
comunidade em
Novo Repartimento

Com o objetivo de aprimorar as ações de enfrentamento à criminalidade e a atuação do policiamento, de acordo com os problemas que afligem a população de Novo Repartimento, ocorreu nesta terça-feira (13) uma reunião, no auditório da Prefeitura local, coordenada pelo 1º tenente PM Guimarães, comandante do policiamento militar na área e pelo delegado de Policia Civil Ricardo, responsável pela unidade da Polícia Civil no município.
Com a presença de lideranças da comunidade de Novo Repartimento, foi possível dialogar acerca dos principais problemas que atingem a população, ajustar procedimentos e construir propostas de ação pelo serviço policial, contando, para isto, com a colaboração das pessoas que moram na localidade. O resultado do encontro foi considerado positivo e foi sublinhada a importância das informações que os próprios moradores podem comunicar à Polícia pelo telefone 181 (Disque-denúncia), tida como ferramenta eficaz para a identificação de pessoas e para o atendimento das forças de segurança no município.
Santa Izabel
E no município de Santa Izabel do Pará, no nordeste do Estado, policiais militares, cabos PM Alvis e Damasceno, além do soldado PM Reinaldo, todos pertencentes ao efetivo da 17ª Zona de Policiamento, comandada pelo capitão PM Josimar, subordinada ao 12º Batalhão, realizaram a apreensão de 29 petecas de pasta base de cocaína, além de materiais utilizados na confecção da substância para a venda, aparelhos de telefone celular e dinheiro em espécie.
Em ronda no bairro “Jardim das Acácias”, os policiais militares flagraram três pessoas, sendo dois homens e uma mulher que estavam vendendo drogas, sendo todos capturados e autuados em flagrante pelo crime de tráfico.
Redenção
Um foragido da Delegacia de Polícia Civil de Conceição do Araguaia, de 19 anos de idade, encontrava-se escondido no setor “São José”, em Redenção; mas, foi reconhecido e denunciado anonimamente, via 190, à PM. O Oficial de dia no 7º Batalhão, tenente PM Edson Castro, enviou a guarnição de serviço do Grupamento Tático Operacional: cabo PM Joelsivan, soldados PM Ferreira e Fernando para o local, onde, ao chegarem, conseguiram recapturar o infrator.  Em outra denúncia anônima, o policiamento velado do 7º Batalhão, também acionado pelo Tenente PM Edson, conseguiu localizar e apreender um adolescente que estava com uma arma de fogo em plena via pública.

Capanema
Em Operação policial, realizada na área do 11º Batalhão PM, subordinado ao Comando de Policiamento Regional VII, a Polícia Militar prendeu um jovem de 18 anos de idade, acusado de roubo com uso de arma “branca”. Segundo informações, o acusado abordou uma de suas vítimas, um estudante, no bairro São Pedro, em Capanema, levando do mesmo dinheiro e uma bicicleta nova, deixando no local uma outra bicicleta, totalmente enferrujada.
A vítima conseguiu avisar a PM e uma viatura policial, que realizava operação no bairro, conseguiu localizar e prender o acusado, que já tinha passagem anterior pela delegacia do município, também por roubo, às proximidades do local do crime, conduzindo-o à autoridade competente.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Fasepa e Funpapa
aprimoram
o atendimento no
Centro Integrado

O Centro Integrado de Atendimento ao Adolescente do Pará (CIAA) conta a partir desta quinta-feira, 15, com um Centro Especializado de Assistência Social (Creas) em pleno funcionamento na dependência do prédio. A ação foi coordenada pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) e a Fundação Papa João XXIII (Funpapa), e faz parte do processo de municipalização das Medidas Socioeducativas de Liberdade Assistida (LA) e de Prestação de Serviços a Comunidade (PSC), que devem ser cumpridas pelos adolescentes que cometem ato infracional em Belém.
O Creas trabalha com o enfrentamento a exploração sexual de adolescentes, a execução de medidas de meio aberto, o atendimento às famílias com direitos violados e também os abrigos de meninos e meninas em situação de média e alta complexidade, como por exemplo, nos casos de negligência, abandono, ameaças, maus tratos e discriminações sociais.
Além da equipe da Fasepa e da Funpapa, a cerimônia oficial para o início das atividades do Creas no CIAA contou com representantes da Divisão de Atendimento ao Adolescente (Data), da Vara da Infância e Juventude, Defensoria Pública e da Promotoria. A presidente da Fasepa, Ana Célia de Oliveira, destacou a importância da parceria entre Governo do Estado e Prefeitura em nome da socioeducação dos adolescentes em conflito com a lei na capital paraense.
“Esta ação pode parecer pequena, mas para o sistema de garantia de direitos é um grande avanço. Esta é a primeira ação em que Estado e Município articulam em nome da Socioeducação e promoção da família. Coloco a disposição toda a equipe da Fasepa para esta atividade, assim como, se identificarmos novas necessidades vamos apoiar para o crescimento desta atividade”, expressou-se a presidente da Fasepa.
A coordenadora do Creas da Funpapa, Ivone Maia, descreve esta parceria como fundamental para a diminuição de casos em que os adolescentes e a família descumprem as medidas decididas pela Justiça. “Nós sempre percebemos a necessidade desta parceria, independente do contexto político. Será um espaço para superar alguns entraves no atendimento do adolescente que comete ato infracional. Agora o adolescente terá o atendimento mais completo em um mesmo espaço”, destaca a Assistente Social do Creas.
Serviço:
O CIAA fica na Rua dos Caripunas, 1200 entre as Ruas Roberto Camelier e Tupinambás no Bairro do Jurunas.

Texto:
Luciana Kellen-Fasepa

PM garante segurança
de turistas no Marajó

O 8º Batalhão de Polícia Militar, sob comando do tenente coronel PM Zildomar Sarubby, recebeu a visita de turistas que vieram participar da XII Programação de Rallye Transamoze, que acontecerá até o dia 19 de março. O rallye tem a participação de 15 veleiros, com aproximadamente 60 franceses a bordo, que retornam a cada ano ao Marajó.
O arquipélago do Marajó é formado por um conjunto de ilhas que, em sua totalidade, constitui a maior Ilha fluviomarítima do mundo. A maior destas ilhas é a de Marajó, onde a PMPA possui dois batalhões, subordinados ao Comando de Policiamento Regional XI.  São eles: o 9º Batalhão PM, localizado em Breves e o 8º Batalhão PM, sediado em Soure.
Este ano, a cidade de Soure foi o local escolhido pelos turistas durante o período carnavalesco. Na localidade, o efetivo da PM, em policiamento à pé e fluvial, como é o caso dos policiais cabos PM Alexandre e M. Luiz, além do soldado PM Cláudio, os quais são graduados em Letras, com habilitação em Inglês, pela UFPa, além de terem cursado estudos náuticos pela Capitania dos Portos; tem atuado para garantir a segurança dos cidadãos, tanto na cidade, quanto no rio Paracauary, onde se encontram atracados os veleiros.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Camila Tavares toca neste
mês nos Palcos
Deslizantes da Estação

A programação dos palcos deslizantes da Estação das Docas neste mês de março está muito especial, com diversas vozes femininas, dentre elas, o destaque nas apresentações aos sábados à noite é a cantora Camila Tavares, sempre a partir das 20h30, no Armazém 1. Há quase dois anos tocando nos palcos da Estação, Camila procura sempre trazer um repertório renovado. “Tocamos Música Popular Brasileira (MPB), mas o som do sertanejo e o pop rock estão no repertório e a gente sente que o público prestigia”, diz ela.
Segundo a cantora, as apresentações na Estação contribuem para fechamento de novos contratos. “Sempre quando digo que toco na Estação o contrate acha legal, tocar aqui é uma vitrine para nós artistas”, frisa.
Confira abaixo a programação completa:
Palcos Deslizantes de Março
Armazém 1
Segunda-feira: 18h30 – Allan Roffe/21h15 – Naldo Júnior
Terça-feira: 18h30 – André Lima/21h15 – Jean Gadelha
Quarta-feira: 18h30 – Felipe Rosa / 21h15 – Flávio Gomes
Quinta-feira: 20h – Davi Amorim/ 22h – Elvis Cover
Sexta-feira: 20h30 – Raydol Saldanha/22h45 – Trio Cogumelo Azul
Sábado: 13h – Marquinhos Melodia/ 20h30 – Camila Tavares/ 22h45 – Fernanda Barreto
Domingo: 13h – Márcio Faria / 20h – Flávio Gomes e Violão

Armazém 2
Segunda-feira: 21h – Mário Mouzinho
Terça-feira: 21h – Davi Amorim
Quarta-feira: 20h – Márcio Faria
Quinta-feira: 20h – Jean Gadelha/ 22h15 – Cézar Filipe
Sexta-feira: 20h – André Lima/ 22h15 – Naldo Júnior
Sábado: 12h30 – Ivan Cardoso e trio/ 20h – Joelma kláudia/ 22h15 – Juliana Franco
Domingo: 12h30 – Lene Salimos/ 20h – Éder da Silva

Texto:
Isa Arnour -Pará 2000

PM atua contra o tráfico de
drogas em vários
municípios do Estado

A ação das drogas tem causado grandes prejuízos pessoais e materiais em todo o país e no Pará não tem sido diferente. Em razão disto, diversas iniciativas tem sido criadas para o enfrentamento deste mal, como é o caso de um projeto, elaborado pelo Comando de Policiamento Regional X, à frente o tenente coronel PM Josafá. O projeto intitulado “Crack, tire essa pedra do seu caminho”, que tem como público os jovens em idade escolar, moradores da região de Itaituba, atua por meio de palestras, alertando os jovens sobre o mal causado pelo consumo de drogas.
Para isso, os policiais têm percorrido localidades e conversado com a população sobre as medidas preventivas e de enfrentamento que a polícia vem realizando. Os policiais também alertam sobre a importância da denúncia contra as drogas, especialmente o “crack”, uma das mais potentes hoje em uso, as quais estão presentes desde as classes mais baixas até a alta sociedade e até mesmo em aldeias e povoados.
Muitos jovens já foram alertados sobre o mal dos vícios e acredita-se que o trabalho tem conseguido evitar que as famílias envolvidas tenham seus jovens atingidos pela droga. Para as palestras, a equipe do projeto leva consigo material didático e de apoio, que utiliza para explicar o assunto, como: vídeos, slides, imagens muitas vezes chocantes; enfim, tudo utilizado para ajudar na conscientização das pessoas.
Quando se fala em medidas de repressão à comercialização, a Policia Militar de Jacareacanga, sob o comando do sargento PM Cajado e apoio dos soldados PM Vinicius, Barros, Portela de Aguiar, Josivan de Souza e Ciro, vem intensificando o combate ao tráfico de drogas no município, que fica localizado no oeste paraense. Várias pessoas envolvidas com o tráfico já foram presas, como foi o caso de um mototaxista, de 29 anos de idade, o qual estava sendo monitorado pelos policiais militares já há alguns dias, depois de ser visto no município em atitude suspeita.
Na madrugada da segunda-feira, os policiais confirmaram a suspeita e o prenderam em flagrante. Com o mesmo estavam seis papelotes de pasta base de cocaína, um celular e dinheiro em espécie, oriundo da venda ilícita. Investigações feitas pela policia concluíram que o acusado disponibilizava o serviço que denominava “disque-droga”, o qual funcionava como entrega de entorpecentes em domicílio por parte do falso mototaxista, que, mesmo preso na Depol ainda tinha o telefone tocando.

Outros municípios

Em São José de Pirabas, mais precisamente, no bairo do “Bacuri”, policiais militares da 1ª Companhia Independente PM, sediada em Salinópolis e comandada pelo major PM Paulo Sérgio, prenderam em flagrante um homem acusado de envolvimento com o tráfico de entorpecentes. Em um vasilhame de manteiga, o infrator conduzia 12 petecas de pasta base de cocaína, quando foi localizado pelos policiais: cabos PM Campos, Xavier e Messias, que também conduziram à Depol um outro homem que estava comprando a droga no momento da abordagem.
Em Capitão Poço, policiais militares a comando do major PM Dantas, com apoio do tenente PM Antunes e cabo PM E. Silva, apreenderam cinco quilos de maconha, a qual estava no interior de um coletivo. O veículo foi abordado na rua Ilha Grande, bairro “Gasolina”. Na ocasião, os 10 passageiros do veículo foram abordados e os envolvidos conduzidos até a Depol para os procedimentos legais.

Itupiranga

Ao receberem uma denúncia anônima da existência de tráfico de drogas no município de Itupiranga, os policiais militares capitão PM Kojak, sargento PM Torquato, cabos PM Valdeide e Jonas, com apoio do soldado PM Brito, se deslocaram em um veículo descaracterizado até o local informado; uma residência de madeira, no bairro “Piscinão”. Os policiais se posicionaram próximo ao suposto ponto de venda ilícita e aguardaram o momento em que alguém realizasse a compra do entorpecente para agir. Quando isto aconteceu, os militares cercaram rapidamente a residência, frustrando a tentativa de fuga dos traficantes, os quais foram imobilizados pelos policiais.
Na abordagem, foram localizadas 62 petecas de “crack”, escondidas dentro da fralda descartável de uma criança que estava no colo de umas das mulheres envolvidas no crime. Com a situação, foram efetuadas as buscas pessoais que identificaram drogas até nas roupas íntimas dos envolvidos. Duas pedras de “crack”, com peso superior a 50 gramas, com capacidade para produzir pelo menos mais 100 papelotes da droga, foram localizadas.
Ao todo, cinco pessoas foram presas na operação policial, indiciadas na Depol por “tráfico” e “associação ao tráfico”. A criança de colo foi encaminhada ao Conselho Tutelar Local e alguns objetos, provavelmente negociados em troca de drogas, foram apresentados na delegacia de Itupiranga, juntamente com dinheiro apreendido. Nos últimos meses, quase 40 pessoas foram presas em Itupiranga, sob a acusação de envolvimento com o tráfico, grande parte deste montante, fruto direto da parceria da PMPA com a comunidade local.

Santa Izabel

No nordeste do Estado, no município de Santa Izabel do Pará, Policiais Militares da 17ª Zona de Policiamento, comandada pelo capitão PM Josimar e subordinada ao 12º Batalhão, comando pelo tenente coronel PM Dilson Júnior; cabos PM Alberto, Brasil e Maia, fizeram mais uma apreensão de maconha, atendendo denúncia anônima. A guarnição policial foi até uma casa localizada à rua “Tenente João Jorge”; onde, segundo a informação, um homem vendia entorpecentes. No imóvel, os policiais não encontraram o suposto traficante; mas, diversos “tijolos” de maconha foram localizados na casa vazia; os quais, apreendidos, foram entregues na Seccional de Policia de Santa Izabel para as providências legais.
Também em Santa Izabel, o policiamento local retornou com a “Operação Gremilins”, que deu resultados positivos no enfrentamento ao tráfico em 2011. Na primeira edição de 2012, a operação se desenvolveu na “invasão do café”, onde o capitão PM Josimar, juntamente com os cabos PM Alvis e Damasceno, além do soldado PM Reinaldo, prendeu um conhecido traficante local, no momento em que o mesmo vendia papelotes de pasta base de cocaína, sendo pego em flagrante com seis destas embalagens e ainda dinheiro em espécie, resultante da venda da droga. O acusado ainda tentou fugir para casa de parentes que também tem envolvimento com o tráfico de drogas, mais foi preso pela guarnição policial.
O acusado, que há menos de 15 dias estava em liberdade condicional, onde foi apenado por tráfico, já gozava do direito de progressão de pena, mas, com certeza, retornará ao regime fechado em face do novo episódio em que se envolveu.

Ipixuna do Pará

Em uma força tarefa que contou com a participação efetiva de policiais civis, a Polícia Militar conseguiu prender um homem, no município de Ipixuna do Pará, que possuía uma plantação com 5 mil pés de maconha. Para os policiais, o homem revelou que a droga seria revendida na zona urbana do município, que fica na região nordeste do Estado.
O sargento PM Borges e os cabos PM Dílson, Marcus Vinícius e Lemos, além do soldado PM  Arimatéia, todos da 2ª Companhia Orgânica, subordinada ao 19º Batalhão PM, sediado em Paragominas, com apoio do delegado do município e do investigador policial local, se deslocaram à comunidade “Ribeira”, na zona rural de Ipixuna do Pará. Lá, os policiais encontraram a droga e prenderam em flagrante os dois homens responsáveis pelo cultivo ilegal, que estavam ainda, com uma espingarda, a qual foi apreendida.
Toda a plantação da droga foi incinerada no local; com exceção de cerca de 150 pés da erva que foram levados para a unidade de Polícia Civil, a fim de ser encaminhada para fins de análise pericial e posteriormente à justiça da Comarca de Aurora do Pará, que responde pelo município.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Começam aulas do primeiro
módulo do Projeto
Choro do Pará

Começam a partir desta sexta-feira, 16, as aulas do primeiro módulo de 2012 do Projeto Choro do Pará. As aulas serão promovidas na Casa da Linguagem, núcleo da Fundação Curro Velho, localizada na avenida Nazaré, 31. Há vagas para todos os instrumentos e as inscrições ainda podem ser feitas na sede da Casa da Linguagem e são gratuitas.
As aulas serão ministradas por músicos conceituados no gênero musical choro e no ato da inscrição o aluno informa o instrumento que já tem habilidade para tocar, pois no Choro do Pará os alunos terão aulas de musicalização voltadas para o chorinho. “Qualquer pessoa pode participar, basta ter interesse pelo gênero choro”, informou Paulo Moura, coordenador do Projeto.
Os instrutores serão Diego Leite no violão de seis e sete cordas. Carlos Meireles, o Buchecha, ensinará aos alunos o cavaquinho. Já na percussão, o ministrante será Emílio Meninéia e no solo, como sax, clarineta, flauta, bandolim, o instrutor será Claude Lago. O Projeto Choro do Pará já formou grandes nomes do chorinho, como os grupos “Charme do Choro”, “Chorando pra Cachorro”, “Com a Corda Solta”, entre outros.
As aulas começam nesta sexta-feira, 16, de 16h às 19h. Esse primeiro módulo será finalizado em 14 de abril e culminará com uma apresentação em comemoração ao dia Nacional do Choro, 23 de abril, data do aniversário de Pixinguinha. Também acontecerá uma apresentação na Feira da Beira, que é realizada na Fundação Curro Velho. As inscrições e as aulas acontecem na Casa da Linguagem, Av. Nazaré, 31. Informações pelo telefone 3241-9786.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Sespa incentiva salas de
apoio à amamentação

Criar meios para a continuidade do aleitamento após o período de licença maternidade, no intuito de prevenir doenças e desnutrição, é o foco principal das "Oficinas de sensibilização para adesão à licença maternidade de 6 meses e criação de sala de apoio à amamentação nas Empresas”, promovidas pela Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), por meio da Coordenação Estadual de Saúde da Criança, em parceria com a Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará e Sociedade Paraense de Pediatria.
Realizadas nesta quinta (15) e sexta-feira (16), no auditório da Santa Casa, as atividades estão capacitando profissionais da saúde que trabalham no Estado no sentido de sensibilizar e orientar empresários e empresas para criar mecanismos de incentivo ao aleitamento materno, a exemplo das salas de apoio às lactantes em suas dependências.
As oficinas acontecem sob a supervisão das técnicas Marina Réa, do Comitê Nacional de Aleitamento Materno, e Neide Cruz, da coordenação Nacional de Saúde da Criança e Aleitamento Materno do Ministério da Saúde. As duas técnicas trabalham a partir da Portaria elaborada junto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), de 2010, que recomenda a instalação de salas de apoio à amamentação em empresas e órgãos públicos.
Segundo a norma técnica, basta uma sala com, no mínimo, 1,5 m², lavatório e freezer para guardar o leite. "Queremos oferecer uma nova alternativa para que a mãe não deixe de amamentar a criança, quando voltar ao trabalho. Ela vai poder guardar o leite adequadamente na empresa, e levar para casa depois", comenta Marina Réa. Aos participantes das oficinas foram entregues diversos materiais de cunho informativo e sensibilizador, como a cartilha para a mãe trabalhadora que amamenta, o folder “Apoio à Mulher Trabalhadora para Manter a Amamentação”, a Nota Técnica Conjunta nº 01/2010 Anvisa e Ministério da Saúde, que determina as normas para a instalação das salas de apoio à amamentação, e o vídeo “Salas de Apoio à Amamentação”, que também podem ser baixados pela internet, do site do Ministério da Saúde.
De acordo com a coordenadora estadual de Saúde da Criança, médica pediatra Ana Cristina Guzzo, os profissionais que participam das oficinas serão facilitadores no processo que envolverá a progressiva implementação de salas de apoio à amamentação nas empresas, a adoção ao programa Empresa Cidadã com a implementação da licença maternidade de seis meses, entre outras ações de apoio à mulher trabalhadora que amamenta. "É necessário que empresários e empregadores em geral revejam a importância do aleitamento e aceitem a extensão da licença maternidade para seis meses", explica. Nas oficinas, há o consenso pelo qual se a empresa aumentar para seis meses a licença maternidade da mãe, os dois últimos meses pagos por ela podem ser abatidos integralmente no Imposto de Renda.
A presidente da Santa Casa de Misericórdia do Pará, Eunice Begot, acredita que a medida vai ajudar mulheres, crianças e os empregadores. “Elas (mulheres) poderão retirar o leite em um ambiente mais acolhedor, até porque nessa fase as mamas ficam cheias e doloridas, o que pode comprometer a concentração no trabalho, principalmente naquelas envolvidas em linhas de produção”, explica. “Um bebê que recebe, exclusivamente, leite materno até o sexto mês adoece menos e, por consequência, vai menos ao médico. Dessa forma a empresa não perde em produtividade, já que a mulher não se ausenta”.
Serviço:
As Oficinas de sensibilização para adesão à licença maternidade de 6 meses e criação de sala de apoio à amamentação nas Empresas acontecem até esta sexta-feira (16), em horário integral, no auditório da Santa Casa de Misericórdia, entrada pela travessa Oliveira Belo, entre 14 de março e Generalíssimo Deodoro.

Texto:
Mozart Lira-Sespa

Imetropará firma parcerias
para ampliar ações em
defesa do consumidor

Um dia histórico para o consumidor paraense. Assim foi considerada a assinatura do Termo de Acordo de Cooperação Técnica entre o Instituto de Metrologia do Pará (Imetropará), Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor (Procon-PA) e Promotoria de Defesa do Consumidor, que prevê maior integração entre os órgãos envolvidos, a fim de garantir os direitos dos consumidores do Estado. A data, 15 de março, foi escolhida por ser o Dia do Consumidor.
O ato de assinatura contou ainda com a presença de representantes da Polícia Civil e da Secretaria Especial de Proteção e Desenvolvimento Social (Seepds), à qual o Imetropará é vinculado.
“O termo se faz necessário há muito tempo, pois temos em comum a defesa do consumidor. Sabemos que não podemos mais trabalhar sozinhos”, declarou Luiziel Guedes, presidente do Imetropará, que assinou o Acordo de Cooperação junto com Eliana Uchôa, diretora do Procon, e Joana Coutinho, promotora de Defesa dos Direitos do Consumidor. Como testemunhas, assinaram o delegado Neyvaldo Costa, diretor da Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe), e a delegada Rosamalena de Oliveira Abreu, da Delegacia do Consumidor (Decon).
O termo tem vigência de um ano, prorrogando-se automaticamente por iguais e sucessivos períodos. “Retomar essa união é importante”, destacou Eliana Uchôa. “O maior beneficiado, sem dúvida, é o consumidor”, afirmou a promotora Joana Coutinho.
União - Mariza Alves, assessora jurídica e representante da titular da Seepds, Teresa Cativo, disse que a Secretaria Especial apoia a iniciativa do Imetropará. “É bom ver os órgãos unidos em defesa do consumidor, e a secretaria está à disposição desta parceria”, completou.
De acordo com o delegado Neyvaldo Costa, agora o Imetropará vai subsidiar os procedimentos policiais lavrados pela Decon, tanto nos flagrantes quanto na apuração de crimes contra o consumidor, por meio da instauração de inquéritos.
Segundo ele, a parceria será fundamental para combater, principalmente, os crimes de indução do consumidor a erro e a propaganda enganosa. “Poderemos saber, no ato da operação, por exemplo, se há brinquedos fora dos padrões determinados por lei e se produtos alimentícios estão com o peso correto. Teremos como verificar situações em desacordo com o Código do Consumidor”, explicou.
A diretora da Decon, delegada Rosamalena Abreu, enfatizou que, em muitas ocasiões, as equipes policiais chegavam a um determinado estabelecimento comercial onde havia produtos com o selo do Inmetro, mas por falta de uma avaliação técnica mais apurada não era possível verificar, no momento, se o selo era autêntico. “Agora, poderemos contar com laudo técnico dos profissionais do Imetropará nas fiscalizações e na conferência de produtos, alimentos, brinquedos, peças de veículos, entre outros produtos”, informou a delegada.
Com essa medida, garantiu Luiziel Guedes, “o consumidor pode se considerar mais seguro”. (Com informações da Assessoria de Comunicação da Polícia Civil).

Texto:
Adaucto Couto-Imetropará

Pará tem mais de 570 mil
hectares de florestas
disponíveis para concessão

O Plano Anual de Outorga Florestal (Paof 2012), publicado no Diário Oficial do Estado nesta quinta-feira (15), pelo Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor), já está disponível para consulta. A íntegra do documento pode ser lida no site www.ideflor.pa.gov.br. O Paof traz, entre outras informações, as áreas de florestas públicas estaduais que podem passar pelo processo de concessão florestal.
Segundo a diretora de Gestão de Florestas Públicas, Cíntia Cunha, as florestas públicas estaduais passíveis de outorga florestal na vigência do Paof 2012 estão localizadas na Região de Integração do Baixo Amazonas e no Distrito Florestal Sustentável da BR-163. “O Pará tem pouco mais de 16 milhões de hectares de florestas públicas, sendo que 3.869.527,92 de hectares são considerados como de imediata intervenção. Deste total, 571.488 hectares serão objeto do presente Paof”, informou a diretora.
As áreas estão localizadas na Flota do Paru, abrangendo os municípios de Almeirim e Monte Alegre, e no conjunto de glebas Mamuru-Arapiuns, numa área entre os municípios de Santarém, Aveiro e Juruti.
O Paof tem como objetivo dar total transparência a todo o processo de outorga florestal, conforme determina a legislação sobre gestão de florestas públicas, oferecendo entre outras informações a identificação das florestas públicas estaduais constantes do Cadastro Estadual de Florestas Públicas (Ceflop), a apresentação do sistema de monitoramento e controle ambiental, os mecanismos de acessibilidade ao processo de concessão e o planejamento das atividades e recursos previstos.
Cíntia Cunha disse ainda que o Pará detém um território de 124,7 milhões de hectares, sendo que aproximadamente 78 milhões de hectares (62,5%) são florestas públicas. Do total de florestas públicas, 61,1 milhões de hectares (78,57%) pertencem à União, e 16,7 milhões de hectares (21,43%) pertencem ao território paraense.

Texto:
Flávia Ribeiro-Ideflor

Operações da PM combatem
a criminalidade em todo o Pará

Encerrou-se nesta segunda-feira (12), na cidade de Novo Repartimento, a operação integrada entre a Policia Militar e a Policia Civil do Estado do Pará, coordenada pelo  1º Tenente PM Guimarães e pelos Delegados de Polícia Civil Ricardo e Renan. Batizada de “Operação Tentáculo”, a atividade foi planejada para dar cumprimento a diversos mandados de prisão de homicidas e latrocidas. Na execução da operação, foram aprendidas sete armas de fogo e efetuada a apreensão de sete caminhões que faziam transporte irregular de madeira não regularizada no município.
Acionados via Centro de Operações de Marabá, policiais militares se deslocaram até um salão de beleza, localizado à avenida Tocantins, onde, segundo denúncia anônima, estava acontecendo um roubo. Confirmada a situação, os policiais ouviram das vítimas, três mulheres, que um homem entrou repentinamente no salão e de lá roubou dois celulares das clientes; enquanto isto, outro homem ficou do lado de fora, dando o apoio para o criminoso invasor, e com ele fugiu após o crime. Em buscas realizadas na área os policiais conseguiram capturar um dos envolvidos, que estava de posse dos objetos roubados, sendo apresentado imediatamente na Depol local.
E no final de semana, a Polícia Militar, em parceria com os demais órgãos de Segurança Pública de Santarém, já havia realizado mais uma operação integrada. A ação atuou na fiscalização de bares, casas noturnas e veículos, sendo realizada em diversos bairros do centro da cidade e também na periferia. Nas abordagens, os policiais militares agiam de forma preventiva; contudo, preparados para responder com rigor a qualquer tipo de atitude criminosa. Os agentes da Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) realizaram apreensões de caixas de som e o Poder judiciário atuou na proteção de crianças e adolescentes em situações de risco,  alertando pais e responsáveis acerca dos locais e horários os jovens nas ruas.
A ação contou também com a participação de fiscais da Secretaria de Municipal Finanças (Sefin) que fiscalizou a ordem de funcionamento dos bares na cidade. O comandante do Policiamento Regional I, coronel PM Eraldo Paulino, e o comandante do 3º Batalhão PM, tenente coronel PM Anthenor afirmam que as ações em conjunto com outros órgãos que compõem o Sistema de Segurança Pública sempre produzem resultados positivos para o bem estar e segurança da população.
Em Ananindeua, uma adolescente de 17 anos foi apreendida com um revólver calibre .38, por uma guarnição da 3ª Zona de Policiamento da Capital, composta pelo cabo PM Laranjeira e pelo soldado PM Siqueira. A jovem acabara de praticar, junto com dois adultos, o roubo a clientes e funcionários de uma loja de confecções, na região da Cidade Nova, bairro do Coqueiro. Acionados, os policiais localizaram a adolescente e a encaminharam à Polícia Judiciária.

Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Campeonato Sul-Americano
em esquema especial
de segurança

O Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos, que acontece em Belém até o dia 25 de março, conta com esquema especial de Segurança Pública, montado pelo Governo, por meio da Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup). Diariamente, pelo menos 150 homens do sistema integrado de segurança estadual, e demais parceiros, trabalham na área do evento. O esquema também se estende aos locais onde as delegações dos 12 países estão hospedadas e no deslocamento dos atletas para as competições.
De acordo com o secretário adjunto operacional da Segup, coronel Mário Solano, durante todo o evento, 1.400 homens trabalharão na segurança do público e das delegações. “Estamos trabalhando de forma integrada para manter um esquema grandioso, assim como o evento. Trabalham as polícias Militar, Civil, Bombeiros e Detran, além de termos o apoio da CTBel, Guarda Municipal da capital e da Polícia Rodoviária Federal”, informa Solano.
O policiamento é realizado de duas formas, segundo explica o secretário. “Temos um efetivo no interior do Parque Aquático, com policiais militares e bombeiros, e um efetivo no entorno da Escola Superior de Educação Física. Nosso trabalho também acontece nos hotéis onde as delegações estão hospedadas e no deslocamento para as provas”, diz o coronel, que ressalta que o esquema de segurança funciona desde sábado, quando chegaram as primeiras delegações para o campeonato.
A segurança planejada pelo Estado conta ainda com a tecnologia. No Parque Aquático e no entorno da Escola Superior de Educação Física, foram instaladas câmeras de segurança para o monitoramento eletrônico. No próprio parque há uma sala onde se acompanha todo o movimento. As mesmas imagens também são monitoradas pela central do Centro Integrado de Operações (Ciop) do Estado, que mantém comunicação integrada com todas as equipes que trabalham no evento ou nos locais de repouso dos atletas. O coronel Solano afirma que o trabalho de segurança será encerrado apenas quando as delegações deixarem a capital, em direção a seus países de origem. “A segurança é feita 24 horas, não apenas durante as provas ou no Parque Aquático”.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Sema estabelece parcerias
para cumprimento do
defeso do caranguejo

Nesta semana, quando foi encerrado um dos períodos do defeso estabelecidos para este ano, a Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) firmou parcerias com o Polícia Militar, Batalhão de Polícia Ambiental (BPA) e Secretarias Municipais de Meio Ambiente, para garantir a reprodução de caranguejos em vários municípios do Pará.
E o trabalho desenvolvido pela equipe interinstitucional já está dando resultados. No município de Primavera, na Região de Integração Rio Caetés, foram apreendidos 10 mil caranguejos capturados por moradores do município e de cidades vizinhas.
De acordo com a gerente de Fauna e Flora da Sema, a bióloga Solange Luz, “enquanto um grupo apreendia os caranguejos, outros tomavam nota dos dados dos infratores, e os demais ajudavam a depositar os crustáceos nos veículos para a devolução ao mangue”.
A denúncia que levou os fiscais aos responsáveis pelas capturas foi essencial para a devolução dos animais aos manguezais. “Estávamos fiscalizando os municípios de São Caetano de Odivelas, Vigia e arredores, quando recebemos a denúncia de que várias pessoas estavam capturando os animais no mangue”, contou Solange Luz. Por ser o período de reprodução, os caranguejos fazem a “andada”, quando saem pelo mangue e até pelas estradas próximas para o acasalamento, o que facilita a captura.
Esse período é essencial para que a espécie se reproduza, por isso é terminantemente proibida a captura em datas específicas nestes três primeiros meses do ano, determinadas pelos órgãos ambientais do Estado. Mesmo fora do período de defeso, somente os machos podem ser retirados do mangue, e com o tamanho mínimo estabelecido por normatização estadual, que é de 7 centímetros de carapaça.
Os feirantes devem ser informados sobre a proibição da captura e venda de animais nesse período. O artigo 34, da Lei 9.605, de 1998, estabelece que a penalidade para a pessoa encontrada com espécies que devem ser preservadas ou com tamanhos inferiores aos permitidos para comercialização, é de um a três anos de prisão de pagamento de multa.
Períodos de defeso em 2012
Caranguejo-uçá
Janeiro: 10 a 15 e de 24 a 29 - finalizado
Fevereiro: 08 a 13 e de 22 a 27 - finalizado
Março: 09 a 14 e de 23 a 28 (em vigência)

Texto:
Káthia Oliveira-Sema

Miss Brasil visita crianças
em tratamento
oncológico no Ophir Loyola




 
O trabalho social faz parte da rotina das misses e desta vez, a miss Brasil 2011, Priscila Machado, visitou, na tarde desta quinta–feira, 15, as crianças em tratamento oncológico no Hospital Ophir Loyola. Priscila veio a Belém para prestigiar o evento Miss Pará que será realizado hoje à noite, a partir das 21h, na sede campestre da Assembleia Paraense, e estava acompanhada da Miss Pará 1999, Renata Brasil.
 Durante a visita, Priscila visitou dezoitos crianças internadas na pediatria, a quimioterapia infantil, brinquedoteca e Projeto Prosseguir HOL. Ela se mostrou muito atenciosa com os pacientes infantis e fez questão de conversar com cada um deles, despertando muitos sorrisos principalmente nas meninas que são mais vaidosas.
 “Gosto muito de me engajar com as crianças e  estar em um Hospital que assiste pacientes de oncologia é muito importante, já que as pessoas estão precisando de  carinho e atenção. Trazer entusiasmo é o mínimo que posso fazer como pessoa pública. É importante, principalmente, para chamar a atenção da sociedade para causas importantes, para que todos saibam  o que está acontecendo e despertem em si a vontade de ajudar de alguma maneira”, frisou.
 Da mesma sensação compartilhou a miss Pará, Renata. Ela conta que sempre teve curiosidade de conhecer de perto a luta contra o câncer, mas sempre teve receio. “Uma coisa é imaginar, outra é estar aqui e ver a realidade de pessoas que estão doentes, mas trazem consigo a esperança   de obter sucesso no tratamento. O coração fica apertado, porque sou mãe. Recentemente li que o  diagnóstico tardio dificulta muito as chances de cura, e sabemos que a maioria  dos pacientes chega até o hospital no estágio avançado da doença, isso dói”, lamenta ao lembrar da filha  de apenas cinco anos.
 “Às vezes não recebemos visita nem de parentes, por isso essa quebra de rotina distrai um pouco e traz uma motivação a mais, nos sentimos valorizados”, afirmou Raquel Oliveira ao perceber que Priscila conseguiu fazer sorrir o filho Samuel Santos, 9 anos.
 Em tratamento contra leucemia,  câncer mais comum  em crianças, desde dezembro do ano passado,Giovana Luso, 5,  adorou receber a presença inusitada e fez poses para as fotografias juntamente com a mãe. Adriana Soares revela que a filha adora desfilar na praia e exibe sorridente as imagens da menina em um aparelho celular. “O tratamento é exaustivo, temos uma rotina totalmente diferente da que acostumávamos levar, por isso receber carinho é muito importante, enquanto ser humano traz ânimo e consolo”, disse Adriana.

 Leila Cruz- Ascom Ophir Loyola

Iasep apresenta novo
programa de gestão
digital para o PAS

Cerca de 400 prestadores de serviço participaram nesta quinta-feira (15) da “Iª Conferência de Gestão do Iasep” - Instituto de Assistência dos Servidores do Estado do Pará, que está implantando um novo programa de gestão digital para modernizar e aperfeiçoar os serviços do plano de saúde dos servidores do Estado (PAS). O evento reuniu representantes da rede credenciada, para apresentar as novidades e esclarecer dúvidas sobre o novo sistema. E-Saúde Gestor é o nome do software que possibilitará ao Instituto deter um maior controle operacional sobre a rede credenciada, beneficiando os segurados.
Outra ação, implantada desde dezembro de 2011, é a entrega dos cartões digitais ao segurados. Na Conferência, os credenciados aprenderão a utilizá-lo e conhecerão seus benefícios. Agora, os usuários do plano poderão ser atendidos nos hospitais, clínicas e médicos credenciados sem a apresentação do contracheque. O sistema informatizado permitirá que os dados sejam acessados virtualmente nas unidades conveniadas, proporcionando mais conforto, segurança e agilidade no atendimento.
O Iasep tem mais de 234 mil segurados em todo o Pará - cerca de 62% dos servidores ativos do Executivo. A excelência nos serviços é o objetivo do processo de modernização, que pretende estreitar o relacionamento com os segurados e produzir relatórios, que basearão as ações preventivas do Plano.
Mapeamento - Conhecer o perfil dos usuários é fundamental, ressaltou Kleber Miranda, presidente do Iasep. “Este novo sistema mapeará o atendimento no Estado e fornecerá indicadores da saúde dos servidores. Com isso estaremos aptos a promover campanhas preventivas e deslocar recursos conforme a demanda médica apresentada nos relatórios, que poderemos coletar diariamente. Hoje, os protocolos de urgência e hospitalares são feitos todos manualmente, o que dificulta a agilidade no atendimento aos segurados e a relação com a rede credenciada. A partir da implantação do sistema digital ganharemos tempo e o usuário terá um atendimento melhor”, informou o presidente.
Na avaliação de Jairo Monteiro, coordenador de Planejamento do Iasep, “é um programa de gestão que permitirá ao Instituto fazer planejamentos eficazes, e aos segurados ter controle absoluto sobre suas cotas do plano, controlando onde e como foram usadas ao acessar o sistema”.
Maria Portal, gerente Comercial do Laboratório Amaral Costa, aguarda com ansiedade as mudanças no Iasep. “O Laboratório é credenciado ao Iasep desde 2005. Atendemos uma média de 10 mil segurados por mês. Confiamos no Plano e sempre tivemos uma parceria de cumplicidade. Por isso iremos ampliar nosso serviço, incluindo entre eles a Tomografia e a Ultrassonografia”, garantiu. Sobre o novo programa ela disse que “toda melhoria é boa. Esperamos que esta ação agregue valor ao usuário e que a relação entre o Laboratório e o Iasep se estreite cada vez mais”.
Satisfação - Silvane Boulhosa, segurada do Iasep na condição de dependente do marido, Fábio Boulhosa, servidor da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), disse estar satisfeita com a modernização. Ela, que já está com seu novo cartão, ao utilizá-lo em uma consulta percebeu as melhorias no atendimento. “Antes eu precisava apresentar o contracheque do meu marido e o atendimento demorava. Agora está muito mais simples, menos burocrático. Apresentei o meu cartão e tudo foi muito mais rápido”, contou.
Para Silvane, os serviços oferecidos pelo Iasep não deixam espaço para queixas. “Nunca tive problema com meu plano. Sempre fui muito bem atendida. A cobertura é boa e os hospitais e clínicas conveniados são excelentes. Tenho experiência com outros planos de saúde, e o meu não deixa nada a desejar em comparação com os outros. Estou muito satisfeita”, afirmou.
O próximo passo, segundo Kleber Miranda, é apresentar aos usuários as novidades relativas ao plano. “Pretendemos fazer uma campanha interna que esclareça aos segurados como usar o novo cartão e quais são seus direitos na rede credenciada”, disse o presidente do Iasep.

Texto:
Julia Garcia-Secom

Salto ornamental conquista
mais duas medalhas
de bronze para o Brasil




 As provas de saltos ornamentais movimentaram a tarde desta quinta-feira (15), segundo dia do Campeonato Sul-Americano de Desportos Aquáticos, no Parque Aquático do Pará. O Brasil conquistou mais uma medalha com Andressa Mendes, que ficou em terceiro lugar após cinco rodadas de saltos, na prova de plataforma, no feminino aberto. “Minha pontuação foi 279,90. Estou muito feliz com o resultado. Foi meu primeiro sul-americano adulto”, declarou. A medalha de ouro ficou com a colombiana Carolina Murillo, com a pontuação final de 315,55.
Na prova masculina de salto sincronizado aberto, os brasileiros também ficaram com a medalha de bronze. Os atletas Luiz Felipe Outerelo e Cassius Duran totalizaram 285,12 pontos, na primeira vez que competiram juntos.
Com o fim das provas do segundo dia de saltos no Sul-Americano, o Brasil lidera o quadro de medalhas na modalidade com três ouros e dois bronzes. A Colômbia tem duas medalhas de ouro, uma de prata e duas de bronze, enquanto a Venezuela totaliza quatro de prata.
Ainda na noite desta quinta-feira acontecem as provas finais de natação. Na sexta (16), a partir das 8h50, começam as provas de maratonas aquáticas (feminina e masculina). Com percurso de cinco quilômetros, a maratona terá a participação dos brasileiros Samuel de Bona, Victor Colonese, Ana Marcela Cunha e Betina Lorscheitter. Os atletas se concentrarão na Estação das Docas para a competição na Baía do Guajará.
No domingo haverá a disputa da prova de 10 km. A equipe brasileira terá apenas uma substituição. Allan do Carmo nadará no lugar de Samuel de Bona.
Programação
8h - apresentação dos atletas - Estação das Docas
8h15 - saída do barco dos atletas para o local de largada
8h50 - Largada masculina
9h05 - Largada feminina

Texto:
Bruna Carvalho-Seel

Servidores da Ceasa recebem
segunda etapa do Cheque Moradia

Servidores da Central de Abastecimento do Pará (Ceasa) receberam nesta quinta-feira (15) a segunda etapa do Cheque Moradia, referente ao exercício de 2011, para a conclusão das obras. “Já está quase tudo pronto. Falta apenas a construção de um quarto, que será da minha filha, um corredor e um pátio”, contou a assistente administrativa Érika Rocha, beneficiada com R$ 7.010,00, repassados em duas parcelas.
O Programa Cheque Moradia possibilita a construção, reforma ou ampliação de residências de funcionários públicos estaduais, e também de portadores de deficiências e pessoas que tiveram suas casas atingidas por incêndios ou desabamentos.
No caso da Érika Rocha, o recurso serviu para ampliação da casa, que tinha apenas um compartimento. “Na primeira etapa consegui construir dois quartos, com forro e lajota, e reformar a fachada”, informou. O programa possibilitou ainda, para ela, a “antecipação da realização de um sonho. Achei que só conseguiria em três ou quatro anos, mas consegui em meses. Estou realizada”.
Na entrega dos benefícios, a coordenação do programa na Ceasa realizou uma apresentação sobre o Cheque Moradia, a fim de esclarecer dúvidas dos funcionários que têm interesse em conseguir os recursos. Também foi feito um levantamento inicial da demanda para o exercício de 2012. “O objetivo da reunião é apresentar os critérios de adesão do programa antes de as inscrições começarem, para que não haja nenhum problema futuro, e então fazer um levantamento da demanda para este ano e encaminhar para Companhia de Habitação do Pará (Cohab)”, explicou Zuliene Martins, assistente social e coordenadora do Cheque Moradia na Ceasa.
Os funcionários tiraram suas dúvidas e já começaram a fazer planos. “Depois da apresentação vi que posso ser contemplada com o cheque. Minha vontade é poder ampliar minha cozinha, porque não cabe mais nada”, contou Cleane Helena, servidora da Ceasa desde outubro de 2011. “Com certeza vou agarrar esta oportunidade única e realizar meu sonho em breve”, disse ela.
O Programa Cheque Moradia foi criado em 2003, no primeiro mandato do governador Simão Jatene, para possibilitar às famílias construir, ampliar ou reformar suas casas, ficando a mão de obra sob a responsabilidade do beneficiário. Em agosto de 2011, o governador estendeu o benefício a famílias que possuem pessoas com deficiência física em casa.
Os critérios para a concessão do benefício são: Renda familiar bruta de até 3 salários mínimos; ser funcionário público estadual (ativo ou inativo), exceto para o Programa Cheque Moradia Especial; ser maior de 18 anos, solteiro com filhos, casado, separado, divorciado ou viúvo, e solteiro arrimo de família; não ter sido beneficiado com casa ou apartamento em qualquer programa de moradia, e ter casa própria, cedida ou ocupada pacificamente. Em caso de ampliação ou melhoria, deverá apresentar o Termo de Autorização (modelo expedido pela Cohab), assinado pelo proprietário da casa. O beneficiário também é responsável pelos custos da mão de obra.

Texto:
Izabelle de Mesquita-Ceasa


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...