Total de visualizações de página

quarta-feira, março 07, 2012

Proposta moderniza pagamento de contas


Quem nunca teve de pagar juros e multas para alguma empresa por conta de atraso no recebimento de boletos? É justamente para evitar essa ‘dor de cabeça’, completamente alheia à vontade do consumidor, que o senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA) apresentou na quinta-feira (01), no Senado, o projeto de lei 28/12.

A proposta define que, caso o consumidor solicite, as empresas são obrigadas a enviar os boletos todos os meses também por meio eletrônico, via email. O envio por Correios ocorrerá de forma paralela e também só poderá ser suspenso se o cliente desejar. Outro ponto positivo é que, em caso do consumidor estar fora de casa em viagem ou mesmo durante processo de mudança, não teria problemas para receber o boleto.

Atualmente, muitas empresas de cartão de crédito, telefonia, planos de saúde e mesmo de serviços públicos, como luz e água, negam ao consumidor essa possibilidade e apenas enviam os boletos impressos, via Correios. “Por conta de extravio ou mesmo de eventuais greves dos funcionários dos Correios, o cidadão simplesmente não recebe suas contas para efetuar o pagamento e, com isso, se vêem como inadimplentes ou são obrigados a pagar juros e multas, sem que a empresa dê alternativas para realizar o pagamento na data correta”, exemplifica o senador paraense.
De acordo com recentes dados divulgados pelo instituto de pesquisa Ibope, o número de pessoas com acesso à Internet no Brasil já chegou a 63,5 milhões de usuários, ainda no final de 2011. Entretanto, o uso do meio virtual para facilitar a vida do cidadão em atividades simples, como pagar uma conta de serviço público, ainda é baixo. Segundo dados do Comitê Gestor da Internet (CGI) no Brasil, apenas 17% dos usuários brasileiros utilizam a grande rede para realizar tarefas financeiras.

A medida proposta pelo Senador Flexa pode aumentar esse índice, uma vez que facilita o acesso, evita atrasos de entrega das correspondências dos boletos e, ainda, diminui os custos com a impressão dos documentos. “O objetivo é facilitar a vida das pessoas. Com a atual sociedade conectada em que vivemos, os endereços eletrônicos estão substituindo os residenciais. Assim como o email e as redes sociais substituíram o envio de cartas entre as pessoas, o envio dos boletos via email poderá substituir as cartas de contas enviadas pelos Correios, inclusive reduzindo custos de impressão e facilitando a vida do usuário. Os dois lados ganham”, afirma Flexa Ribeiro, autor da proposta.

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...