Total de visualizações de página

terça-feira, março 06, 2012

Veículos, helicóptero e obras reforçam a segurança em 11 municípios do Xingu


As forças de segurança pública que atuam nos 11 municípios localizados na área de influência da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, na região do Xingu, ganharam um reforço nesta terça-feira (06), com a entrega de 44 novos veículos equipados com rastreadores (37 pick-ups, seis caminhonetes e um automóvel), 36 motocicletas e um helicóptero multimissão, destinados às atividades das unidades locais dos órgãos do Sistema Estadual de Segurança Pública e Defesa Social do Pará.
Os veículos e obras que foram entregues representam a primeira parte dos investimentos viabilizados a partir da assinatura de um Termo de Cooperação Técnico-Financeira, em 2011, entre o governo do Estado e a Norte Energia S/A (Nesa). Os recursos previstos no acordo chegam a cerca de R$ 170 milhões, que serão aplicados em quatro anos na compra de equipamentos, e execução de obras e serviços na região da hidrelétrica. No mesmo período, o Estado também repassará aproximadamente R$ 800 milhões para despesas de custeio.
A cerimônia contou com a presença do secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Luiz Fernandes Rocha, representando o governador Simão Jatene; da prefeita do município de Altamira, Odileida Maria Sampaio; do diretor de Relações Institucionais da Norte Energia S/A, João Pimentel; do secretário Extraordinário de Estado para Assuntos de Energia, Nicias Ribeiro; do comandante geral da PM, coronel Daniel Borges Mendes; do delegado geral de Polícia Civil, Nilton Atayde; do comandante geral do Corpo de Bombeiros, coronel Hegésipo Donato; do deputado federal Wandenkolk Gonçalves (PSDB) e de outras autoridades estaduais e municipais.
Desde a liberação da licença ambiental para a construção de Belo Monte, o governo do Estado desenvolve um Plano Regional de Segurança Pública, especialmente voltado para o fortalecimento da segurança pública na região do Xingu.
Infraestrutura - Além dos veículos, foram entregues à Polícia Militar as obras de reforma do alojamento do 16º Batalhão da PM, sediado em Altamira. O novo prédio já está atendendo ao efetivo de 80 policiais militares do Comando de Missões Especiais (CME), que permanece nas operações de reforço do policiamento ostensivo e preventivo na região, até a realização do novo concurso público para praças e oficiais da corporação.
De acordo com o titular da Segup, Luiz Fernandes Rocha, “o Estado também já está operacionalizando a instalação de um Núcleo do Grupamento Aéreo Fluvial, em Altamira”. Outras ações, segundo ele, serão desenvolvidas em médio prazo, como a construção de diversos órgãos da área de Segurança e Defesa. “É o caso do Centro de Perícias Científicas, Centro Integrado de Operações (Ciop-190), Centro Integrado de Defesa do Meio Ambiente, Núcleo de Inteligência e Análise Criminal, Unidade Integrada Pro Paz, Centro de Internação para Adolescentes, Núcleo Integrado de Atendimento ao Adolescente e a reforma de toda a área da Seccional da Polícia Civil”, ressaltou o secretário.
“Desde o início do governo, estamos trabalhando com base em medidas estruturantes e prioridades. Nossas ações são desenvolvidas com foco na prevenção social da violência e da criminalidade, no combate intensivo ao tráfico de drogas e na redução da impunidade. E dessa forma estamos conseguindo alcançar números muito positivos na queda do registro de crimes, como homicídio e latrocínio, em todo o Estado. E nessa região as ações de combate ao crime não serão diferentes”, afirmou Luiz Fernandes Rocha.
Ele acrescentou ainda que, desde o anúncio da construção da hidrelétrica, “temos observado o fenômeno do crescimento exagerado da população, na cidade e no canteiro de obras. É nesse contexto que ganha destaque o Plano Regional de Segurança Pública e Defesa Social, para minimizar a incidência da criminalidade e atender à demanda suplementar de segurança criada pela construção da usina”.
Além de Altamira, o plano elaborado pela Segup visa atender aos municípios de Anapu, Brasil novo, Gurupá, Medicilândia, Pacajá, Placas, Porto de Moz, Senador José Porfírio, Uruará e Vitória do Xingu.

Texto:
Lene Alves-SEGUP
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...