Total de visualizações de página

terça-feira, junho 26, 2012

O BRT CHEGOU, PORRETA!

Olha ao lado do ônibus do BRT, tá certo que ainda está bom o
tráfego na Almirante Barroso, mas deixa acontecer o horário
de 'pique', o IMPACTO AMBIENTAL tira todo mundo do sério

Estão querendo paralisar as obras do BRT dentre outras alegações, o impacto ambiental? Durma com um barulho desses! Ora me compre um bode e me tragam o troco de cabritas. Impacto ambiental acontece mesmo com o atual trânsito espalhado por toda a cidade, onde já não se aguenta mais tanto engarrafamento; estacionamento em fila dupla em frente as escolas em principais avenidas de Belém.
Belém possuir poucas opções de entradas e saídas da cidade. Olha se você vai curtir as férias de julho é melhor sair uma semana antes, para evitar a confusão no local das obras do BRT. Mas não se preocupe com as obras, porque elas têm que sair mesmo e é necessário. Belém realmente agora sim, pode ser considerada um cartão postal com obras que realmente mudaram e ainda vem mudando a sua cara.
Querem um exemplo de impacto ambiental: e ver o um determinado senador ocupar um lugar de outro e até agora não se ouvir ou saber o que ele foi fazer lá. O Pará depende de três senadores e apenas um vem trabalhando. Os 17 deputados federais paraenses o que eles vêm fazendo? Isso sim é impacto ambiental que deverá ser corrigido a partir das próximas eleições municipais, como bem disse o senador fantasma em sua propaganda gratuita na TV pelo seu partido: as eleições municipais são de suma importância, porque são os políticos que convivem direto com o povo.
Pergunto: para que existem então eleições para deputado federal e senadores? O povo pode sim responder a partir de agora nas eleições de outubro.
Enquanto isso, vamos torcer para que o BRT fique logo pronto. Tô doidinho pra dar uma rolada (uma volta) nestes ônibus porretas.

Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...