Total de visualizações de página

sexta-feira, junho 22, 2012

Prefeitura realiza últimos serviços na orla de Belém




O primeiro trecho de 1,5 mil metros da nova Orla de Belém recebe os últimos serviços antes da entrega do projeto. Os operários da empresa contratada para a realização das obras trabalham diuturnamente para finalizar o paisagismo do local, a pintura de equipamentos, a sinalização de vias, as instalações dos pontos luminosos apropriados para iluminação do calçadão, os bancos de madeira para maior comodidade dos visitantes e o plantio do gramado.
A primeira etapa desse projeto - composto por quadras poliesportivas, quiosques, decks, postos policiais, academia ao ar livre, play ground, restaurante, ciclovia, estacionamento, iluminação pública, paisagismo, calçadão, seis pistas pavimentadas e, ainda, pelo pórtico de entrada e pergolados - foi projetado e pelo arquiteto e urbanista Paulo Chaves que, respeitando as características ambientais e urbanísticas locais, desenvolveu um projeto rústico de muito bom gosto.
A nova orla de Belém tem como objetivo valorizar as características locais e ambientais do Rio Guamá, proporcionando melhoria social e saneamento, além de incrementar o turismo e gerar emprego e renda.
De acordo com o prefeito Duciomar Costa, esta é a primeira vez que o problema da falta de saneamento e de infraestrutura daquela área, que compreende o bairro do Jurunas e Guamá, é enfrentado. “Hoje nós estamos recuperando uma área que estava sendo degradada há anos por madeireiras, fábricas de palmito, argila e portos. Estamos devolvendo para Belém a vista para o rio, com mais qualidade de vida e infraestrutura para os moradores da região”, garantiu o prefeito.
Também um grande diferencial do projeto é a iluminação pública do local; composta por 168 pontos dispostos em 42 postes com base de aço inoxidável e 15 metros de altura, nos padrões do sistema de iluminação da Avenida Paulista, em São Paulo. Além disso, 44 projetores de LED serão instalados para realçar as cores do paisagismo da mais nova janela para o rio que a Prefeitura está entregando para a população de Belém.
De acordo com o titular da Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb), Fernando Pereira, o projeto de iluminação da nova orla de Belém contempla o que há de mais moderno em sistemas de iluminação pública viária e de mobiliário urbano, aliando alta performance com economia de energia.
Ainda de acordo com Pereira, no sistema viário, os postes com base de aço inoxidável e 15 metros de altura vão fornecer uma iluminação homogênea, sem ofuscamentos ou áreas de penumbra. Na urbanização e no paisagismo da orla, postes menores serão instalados mais próximos uns dos outros, mas sem provocar sensação de obstáculos ou de poluição visual como ainda pode ser observado em alguns locais da cidade.
Toda a iluminação da orla parte do conceito em que os espaços têm três dimensões e a iluminação deve ser projetada pensando tanto no volume quanto nos efeitos que terá sobre objetos e usuários; com foco no alto rendimento com baixo consumo de energia e facilidade de manutenção.
O acesso à orla poderá ser feito pelas ruas Veiga Cabral, Osvaldo de Caldas Brito e Mundurucus, que também estão recebendo melhorias na infraestrutura, como calçamento, meio-fio, pavimentação, sinalização e iluminação.
Cerca de 100 milhões de reais foram investidos no empreendimento pelo município e governo federal, via Ministérios do Turismo e das Cidades.

Texto: Cristiane Paiva- Ascom Seurb
Fotos: Comus
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...