Total de visualizações de página

sábado, janeiro 28, 2012

@ RESUMO DAS NOTÍCIAS DESTA SEXTA E SÁBADO, 28 E 28 DE JANEIRO

Castanhal completa 80
comemorando conquistas
                O município de Castanhal, no nordeste do Estado, distante 65 quilômetros de Belém, completa 80 anos de fundação neste sábado, 28. O município, que é polo de outros 16 municípios da Região do Guamá contabiliza saldos positivos na data de comemoração de seu aniversário. Está entre os 10 municípios que mais geraram empregos em 2011 no setor formal, revelando um crescimento de 5,33%, sendo realizadas 12.717 admissões, contra 11.403 desligamentos, gerando um saldo positivo de 1.314 postos de trabalho, de acordo com estudo divulgado pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) no Pará, na última sexta-feira (27).
                A pesquisa aponta que a grande maioria dos setores econômicos de Castanhal apresentou crescimento do emprego formal no período, com destaque para o setor comércio, com saldo positivo de 664 postos de trabalho, e do setor serviços, com saldo positivo de 619 postos de trabalho. Já nos últimos dois anos, foram gerados na cidade quase quatro mil postos de trabalho formais, a maioria no setor do comércio, serviços e construção civil.
                O prefeito de Castanhal, Hélio Leite, explica que o aumento de empregos se deu em virtude do crescimento do comércio, da indústria e da agricultura, ocasionada pela credibilidade no município, que vem conseguindo capitalizar os investimentos dos empresários. “Esses investimentos têm sido de fundamental importância para alcançarmos esses patamares elevados de empregos, nos últimos anos”, disse.
                A cidade modelo no nordeste paraense, com os índices de crescimento elevados, tem como desafio agora, explica Carmelita Barros, presidente da Associação Comercial e Industrial de Castanhal (ACIC), a capacitação da mão de obra local. “A cidade teve um visível crescimento nos setores do comércio e da indústria. Agora, nossa mobilização é para capacitar a mão de obra, para que o comércio local absorva essa demanda e não seja necessário a vinda pessoas de outros locais. Já estamos nos reunindo para solucionar essa questão”, explicou.
Investimentos
                O município recebe obras e investimentos do Governo do Estado que somam R$ 1,3 bilhão. Esses recursos serão aplicados em projetos prioritários nas áreas de saúde, habitação, segurança, transporte, infraestrutura e educação. Entre os investimentos está prevista a instalação de um hospital de média e alta complexidade, a modernização e ampliação do sistema de abastecimento de águia e tratamento de esgoto, reforma dos prédios de estabelecimentos de ensino e a construção de nove pontes em madeira nos principais rios que cortam o município, facilitando o acesso à educação, construção e melhoria de unidades habitacionais, entre outros. Os recursos fazem parte do Plano Plurianual do Governo do Estado, estudado e planejado junto com a comunidade.
                A área que mais recebeu investimentos nos últimos tempos, informa Leite, foi a educação, pois para ele “Investir no ser humano permite que ele possa desenhar amanhã um município ainda melhor”, disse. O próximo grande passo de Castanhal, informa o prefeito, será a instalação de um polo industrial, em parceria com o governo do Estado. “A proposta é transformar a cidade em centro de distribuição para a região, haja vista que há muita dificuldade de acessar Belém por conta do trânsito caótico, já que o município de Castanhal é a porta de entrada para a capital paraense. E como agora fazemos parte da Região Metropolitana, temos condições de receber os investimentos para essa infraestrutura”, sintetizou Leite.
“Estamos comemorando o aniversário com muita alegria, pois ao longo do ano conquistamos muitos avanços na saúde, na economia, na cultura, na educação, no esporte, entre outros. Hoje, nosso município é destaque no comércio e indústria da região”, disse o prefeito Hélio Leite, creditando as conquistas à união do povo castanhalense e a sequência de governantes do município, que para ele, se empenharam na construção da cidade modelo do Pará.

Texto:
Manuela Viana-Secom
 NOTA DE ESCLARECIMENTO- CONSERP ELEVADORES
NOTA PÚBLICA DACONSERP- CONSERVAÇÃO E SERVIÇOS PATRIMONIAIS LTDA  SOBRE A FATALIDADE QUE DEU CAUSA APERDAIRREPARÁVEL DE NOSSO FUNCIONÁRIO WALMIR TRINDADE CASTRO NA MANHÃ DESTASEXTA FEIRA 27/01/2012
É com profundo lamento que a Família CONSERP- CONSERVAÇÃO ESERVIÇOS PATRIMONIAIS LTDA (proprietário e funcionários) emite nota sobre a fatalidade ocorrida na manhã do dia 27 de janeiro do corrente ano com o funcionário WALMIR TRINDADE CASTRO, que perdeu a vida exercendo suas atividades.
Cumpre esclarecer à sociedade em geral, que não sabemos, ao certo, a causa do acidente, mas de pronto podemos afirmar que o Senhor WALMIRTRINDADE era um funcionário querido por todos da empresa, com larga experiência profissional, mais de 30 anos na especialidade com elevadores e que na manhã de hoje dirigiu-se ao local do sinistro a fim de anotar a logística de trabalho para a execução de um contrato de substituição de  um elevador ANTIGO por outro novo, cuja a execução se daria no dia 01/02/2012.
Que, a empresa segue a risca as normas de segurança de trabalho em vigência, inclusive tem-se recibo da lista de equipamentos de segurança recebidos por nosso funcionário, não se sabendo quais as circunstâncias que deram causa a fatalidade
Ressalta-se que a empresa está dando toda assistência a família da vitima, tendo designado uma pessoa, em caráter  exclusivo, para acompanhar a família em suas necessidades, nesse momento de dor, inclusive, tendo contratado o auxilio de um psicólogo, bem como custeado as despesas necessárias ao velório.
Vale ressaltar que a Empresa     CONSERP elevadores, PRECONIZA a questão SEGURANÇA e uso de EPI- Equipamento de Proteção Individual, a seus funcionários, e que não mede esforços para oferecer todas as condições plenamente necessárias para exercer com segurança tal atividade.
Sendo assim foram adotadas todas as providências legais imediatas que o caso exige, tendo-se feito a devida ocorrência policial, bem como está se providenciando o CAT- comunicação de acidente de trabalho as autoridades competentes.
Ainda sobre o ocorrido, após comunicação à policia, esta, de imediato, acionou o IML , tendo sido isolado o local do acidente, bem como feita a pericia cientifica. Assim é que se aguarda o laudo conclusivo do IML, que indicará causa e as circunstancia da fatalidade que vitimou nosso estima do funcionário.
Importa, ainda, comunicar que o Sr. Walmir Trindade, estava totalmente regular com a empresa, em relação aos seus direitos trabalhistas e previdenciários, bem como a empresa com seus deveres com a segurança de trabalho.
Por fim a empresa se solidariza a esposa, filhos e de mais familiares com o ocorrido, oportunidade que renova a total assistência de acompanhamento de profissionais qualificados no que for total necessário aos familiares a fim de, ao menos, amenizar a dor ora vivia.
Era o que, no momento, tínhamos a esclarecer, bem como pedir o cuidado no trato das palavras a fim de não piorara dor vivida pelos familiares.

FAMÍLIA Conserp.

ASSESSORIA DECOMUNICAÇÃO
JOÃO PAULO CAVALLÉRODE FREITAS

PM deflagra diversas
operações de segurança
neste final de semana
                A Polícia Militar realiza, neste final de semana, diversas operações, em diferentes locais da capital e RMB. Com emprego de homens, viatura e equipamentos e contando com integração das forças de segurança pública, a corporação tem como principal objetivo nestas operações: a garantia da segurança da população nos eventos de médio e grande porte que serão realizados e na área de comércio e bares; como é o caso das Operações “Marituba Segura”  “Hypnos”, e da população em eventos festivos, como é a “Operação Arredores”, na manhã e tarde deste sábado (28). Destaque merecido, por sua tradição e porte, o clássico “rei da Amazônia”, que envolve a contenda entre os times de Paysandu e Clube do Remo é sempre um capítulo à parte, na tarde deste domingo (29).
                Desde quinta-feira e se estendendo pelo final de semana, a PMPA, por meio do Comando de Policiamento da Capital, desencadeia a Operação “Hypnos”, cuja missão é fiscalizar casas noturnas, bares, boates, dançarás e estabelecimentos similares, em parceria com a Polícia Civil e apoio de tropa especial e especializada, realizando abordagens e busca pessoal e local, verificando a presença de crianças e/ou adolescentes desacompanhados ou em situação de risco, visando coibir a prática de ilícitos e garantir a ordem e o sossego públicos.Seu objetivo: reprimir o funcionamento de quaisquer estabelecimentos que não estejam devidamente autorizados e licenciados; coibir a venda e o consumo ilegal de bebidas alcoólicas; diminuindo assim, a prática de crimes na área e os registros de roubo e lesões corporais.
                Sob comando, respectivamente, dos capitães PM Elton e Enoque e do tenente PM Juniel, todos do 1º Batalhão PM, a operação continua registrando o sucesso conseguido em 2011, quando ajudou a preservar dezenas de vidas, evitando que crimes envolvendo crianças e adolescentes fossem praticados. Enquanto isso, pelo Comando de Policiamento Regional Metropolitano (CPRM), o major PM Simonetti coordena as ações da Operação “Marituba Segura” que envolve principalmente o efetivo do 21º Batalhão. Sob supervisão direta do tenente coronel PM Campos, Comandante do CPRM, a operação irá se estender enquanto seus resultados forem satisfatórios; para isso, não somente a PMPA, mas todo o Sistema de Segurança Pública está envolvido em mais uma operação integrada; desta vez com cerca de 320 agentes de segurança.
                Neste sábado (28), por ocasião da comemoração de aniversário de um programa de TV que espera reunir um grande público, com a presença de personalidades artísticas e do jornalismo, a  “Operação Arredores”, foi planejada para a área circundante ao complexo “Cidade Folia”, no sentido de  garantir a tranquilidade das pessoas no entorno da região, proporcionando a segurança aos transeuntes, trabalhadores do mercado informal, comunidade residente e público assistente do evento em toda a área adjacente ao local, que compreende parte da rodovia Augusto Montenegro, avenida Almirante Barroso e avenida João Paulo II e suas transversais. O comando das ações ficará por conta do capitão PM Arthur (1º Batalhão PM).
                Culminando as ações de proteção e segurança pública no final de semana, o jogo entre Paysandu e Clube do Remo é sempre um destaque, pelo grande número de pessoas que envolve, pelo sentimento que toma conta da cidade, fruto da histórica rivalidade entre dois dos grandes e tradicionais adversários do futebol paraense. Em razão disto, 800 policiais militares foram escalados para a atividade, que estará sob comando do tenente coronel PM Jair.
Pará discute o combate
ao trabalho escravo no Brasil
                O trabalho escravo é a segunda organização criminosa mais lucrativa do mundo. A informação foi repassada pelo desembargador federal do Trabalho, Gabriel Velloso Filho. “O tráfico de drogas fatura cerca de US$ 322 bilhões e o trabalho escravo lucra cerca de US$ 158 bilhões”, afirmou durante o II Seminário Alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, promovido pela Associação dos Magistrados da Justiça do Trabalho da 8ª Região (PA/AP), no auditório do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª Região (TRT 8ª PA/AP), em Belém.
                O evento, realizado nesta sexta-feira, 27, teve a participação de representantes da Secretaria de Estado do Trabalho, Emprego e Renda (Seter) e Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh). Murilo Sales, titular da Coordenadoria Estadual de Promoção dos Direitos dos Trabalhadores Rurais, ressaltou “que o Pará tem um compromisso com o combate ao trabalho escravo”. Ele chamou a atenção para a união dos órgãos que integram a Comissão Estadual de Promoção dos Direitos dos Trabalhadores Rurais (Coetrae). “Muitos que estão sob esse regime não têm outra alternativa, pois precisam sustentar a família. É por isso que não se pode, somente, resgatar a vítima. É preciso garantir recursos para que ela não volte a ser explorada novamente”, explicou o procurador regional do Trabalho, José Cláudio de Brito.
                A secretária adjunta de Estado do Trabalho, Emprego e Renda, Mônica Coutinho, participou da segunda mesa de discussões do tema. Ela fez questão de começar a sua análise lembrando que “no Brasil, há várias formas e práticas de trabalho escravo. E, segundo a Organização Internacional do Trabalho (OIT), o trabalho escravo é toda forma de trabalho degradante”. Mônica Coutinho disse que o País busca reforçar e melhor coordenar as atividades das agências governamentais e de outros parceiros para o combate ao trabalho forçado e prevenção de reincidência. “Prioriza todos os parceiros sociais envolvidos na criação de um sistema efetivo de inter-relações. Os esforços da OIT para encorajar a eliminação do trabalho forçado e também do trabalho infantil têm sido parte de sua história institucional”, destacou. Em meados do século passado, a OIT introduziu uma série de programas para encorajar a erradicação de formas servis de agricultura em países em desenvolvimento. Os esforços mais recentes têm sido melhores integrados e buscam ajudar os países a desenvolver as suas estruturas legais e sociais, tão necessárias para promover o respeito às convenções fundamentais.
                O trabalho escravo é um crime que cerceia a liberdade do trabalhador. A secretária adjunta de Estado do Trabalho chamou a atenção para os atos dos empregadores: “apreensão de documentos, presença de guardas armados, dívidas ilegalmente impostas e as características geográficas do local, que impedem a fuga dos trabalhadores”. Ela lembrou que, em março de 2003, o Governo Federal lançou e referendou o Plano Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo, cuja elaboração a OIT participou ativamente”. Reúne 72 metas de curto, médio e longo prazo que norteiam as ações. Depois, o plano veio compor a Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo (Conatrae). O Governo do Pará, destacou Mônica Coutinho, “tem uma grande preocupação e ações para combater o trabalho escravo, em parceria com a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. E uma dessas grandes ações foi a promoção, por meio da Seter e entidades de empregadores e de trabalhadores, da I Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente, realizada nos dias 17 e 18 de novembro do ano passado”. A conferência discutiu a geração de mais e melhores empregos, com igualdade de oportunidades e tratamento; a erradicação do trabalho escravo, do trabalho infantil e da violência no campo; o fortalecimento dos atores tripartites e o diálogo social como um instrumento de governabilidade democrática.
                Para a OIT, o Trabalho Decente é um trabalho produtivo e adequadamente remunerado, exercido em condições de liberdade, equidade e segurança, sem quaisquer formas de discriminação e capaz de garantir uma vida digna a todas as pessoas que vivem de seu trabalho. Os quatro eixos centrais da Agenda do Trabalho Decente são: a criação de emprego de qualidade para homens e mulheres, a extensão da proteção social, a promoção e fortalecimento do diálogo social e o respeito aos princípios e direitos fundamentais no trabalho, expressos na Declaração dos Direitos e Princípios Fundamentais no Trabalho, da OIT, adotada em 1998.
                A I Conferência Estadual de Emprego e Trabalho Decente teve apoio da Secretaria Especial de Estado de Proteção e Desenvolvimento Social (da qual a Seter faz parte), Federação da Indústria do Estado do Pará, Federação da Agricultura e Pecuária do Pará, Sindicato do Comércio Lojista de Belém, Central Única dos Trabalhadores, União Geral dos Trabalhadores, Central Geral dos Trabalhadores do Brasil, Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Nova Central Sindical dos Trabalhadores, Federação das Micro e Pequenas Empresas do Estado do Pará e Ministério do Trabalho.
                No Brasil, segundo o Ministério do Trabalho, o Plano Nacional de Emprego e Trabalho Decente estabeleceu metas percentuais para o período de 2011 a 2015. Várias conferências debateram, em 2011, o assunto no País, com vistas à realização, em maio deste ano, da I Conferência Nacional de Emprego e Trabalho Decente. “Esperamos que essa conferência nacional seja mais um motivo de avanço, no Brasil, do combate a crimes como o trabalho escravo, disse Mônica Coutinho. O II Seminário Alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo contou, além da parceria do Governo do Estado, por meio da Seter e Sejudh, com a Comissão Nacional para a Erradicação do Trabalho Escravo; Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo do Estado, Assembleia Legislativa do Pará, Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Cáritas Brasileira, Comissão Pastoral da Terra e Superintendência Regional do Trabalho e Emprego.

Texto:
Rusele Mendes-Seter

Governo prepara o
Mangueirão para o
primeiro Remo e
Paysandu do ano
                O diretor do Estádio Olímpico do Pará, Saulo Aflalo, garante que o Mangueirão está pronto para o primeiro Re x Pa do ano, neste domingo (29). Segundo ele, todas as manutenções preventivas foram feitas, das grades de proteção aos vestiários. No dia do jogo haverá duas praças de alimentação, cada uma para atender uma torcida distinta. Os torcedores e imprensa também terão internet gratuita pelo Navegapará, que oferece o sinal em todo o estádio e entorno.
                Os cuidados foram tantos que até o treinamento das equipes no campo foram vetados, a fim de preservar o gramado para o dia do jogo e mantê-lo em bom estado também para o dia 2 de fevereiro, quando a Federação Internacional de Futebol (Fifa) fará vistoria técnica dentro do cronograma de inspeção dos Centros de Treinamento das Seleções para a Copa do Mundo de 2014.
“Nossa parte está concluída. Agora, a grande festa desse super-clássico da Amazônia fica por conta das equipes e dos torcedores que devem lotar os 45 mil lugares do Estádio Olímpico do Pará neste domingo”, ressalta Saulo.
Expectativa - “Se depender da torcida remista, a festa está garantida de ponta a ponta da arquibancada”, afirma André Anaisse, do marketing do Clube do Remo.  A torcida azulina será parte integrante de um mosaico de 23 mil placas, que formarão uma frase em homenagem ao time. “É uma forma de demonstrar o amor pelo clube. Queremos que todos os jogos do Remo sejam um evento, é nisso que a gente quer transformar os jogos a partir desse clássico”, ressalta.
                Para o administrador Benedito Costa Júnior, remista fervoroso, não vai sobrar espaço no Mangueirão. “Minha camisa já está separada. A torcida do Leão vai comparecer em peso e vamos fazer uma grande festa na arquibancada, pode esperar”, promete.
                Os torcedores do Paysandu Marleson Portilho e José Carlos Costa já vestem a camisa do time desde esta sexta-feira (27). Enquanto jogavam bola no campo de areia, nas proximidades do Mangueirão, os meninos já se planejavam para domingo. “Venho ao campo com meus amigos para ver o Papão ganhar”, disse José Carlos. Marleson fica “tenso” com a “situação atual do Paysandu”, por isso ele acha melhor acompanhar a partida longe dos gramados. “Vou ficar torcendo de casa e assistir ao jogo pela TV”, revelou.
                O Re x Pa será transmitido ao vivo pela TV Cultura do Pará, canal 2. Uma hora antes da transmissão, às 14h45, entra no ar o programa “Meio de campo”, que em geral é feito no estúdio da emissora, mas vai ser levado para o Mangueirão, especialmente para esse jogo. “Esse é o clássico dos clássicos. Tínhamos de fazer algo especial. Além de tudo, o jogo é no Mangueirão, que estará lotado com as duas torcidas fazendo um espetáculo. Programamos atrações condizentes com o momento”, explicou o produtor Nassif Jordy.
                O “Meio de campo” vai ter a participação especial de oficiais do Corpo de Bombeiros, que farão rapel da laje de cobertura da arquibancada até a pista olímpica do estádio, trazendo as bandeiras dos times em uma homenagem às torcidas. Também foram escalados para a programação os jogadores da década de 1990 Ageu Sabiá, que foi atacante do Remo, e Sérgio Henrique, ex-zagueiro do Paysandu.
Segurança – A segurança será feita com 1,2 mil agentes de segurança da Polícia Militar, Departamento de Trânsito do Estado e Corpo de Bombeiros, entre outros órgãos. Uma delegacia móvel da Polícia Civil está nas mediações do estádio para receber ocorrências de pequeno potencial ofensivo. Várias viaturas estarão em pontos bases para inibir delitos.
                As torcidas organizadas são um dos pontos focados pela segurança pública. Reuniões com os torcedores foram feitas para explicar a procedência de saída do campo. A torcida do time vencedor só poderá deixar o estádio 30 minutos após a evacuação da área. “Graças a medidas como essa, a violência tem diminuído consideravelmente no estádio. As torcidas organizadas estão mais conscientes da importância de se fazer um jogo de paz e estão cientes das punições aplicadas a quem não obedece à ordem pública. Um clássico sempre tem que ser respeitado e estamos preparados para qualquer situação”, diz o comandante do 10º Batalhão da Polícia Militar e responsável pelo policiamento no domingo, Jair dos Santos.
                Os ingressos para o jogo custam R$ 20, com meia-entrada para estudante, e estão sendo vendidos nos estádios Leônidas Castro (Curuzu) e Evandro Almeida (Baenão), onde também é possível comprar o bilhete para estacionar no Estádio Olímpico do Pará.
                 
Texto:
Dani Filgueiras-Secom
Texto:
Leno Carmo-Polícia Militar

Governo do Estado
entrega nova frota de
veículos para a Adepará
                O governador do Pará em exercício, Helenilson Pontes entregou, na tarde desta sexta-feira (27), aos núcleos da Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepará) nas regiões oeste e nordeste e na ilha do Marajó, uma nova frota com 20 caminhonetes e mais 20 motocicletas. Os veículos, adquiridos a partir de convênio com o Ministério da Agricultura, serão usados para ajudar o Pará a chegar à meta de 100% livre de aftosa.
                A entrega aconteceu durante o terceiro dia de treinamento dos regionais e técnicos em Belém, na Federação da Agricultura e Pecuária do Pará (Faepa). Para o diretor geral da Adepará, Mário Moreira, os veículos e o treinamento são de extrema importância para a fiscalização do órgão no Estado.
“Nos próximos dias receberemos uma inspeção que poderá classificar o Pará como um Estado livre de aftosa. Por isso, reunimos aqui os regionais e seus técnicos para garantir o padrão em todos os municípios do Estado. Queremos o Pará 100% livre de aftosa”, afirmou.
                Helenilson Pontes ressaltou a importância da eficiência neste trabalho e incentivou os servidores. “Contamos com os servidores, que são nossos representantes no Estado, para conquistar mais essa meta. Não podemos recuar diante das dificuldades, temos que seguir e trabalharmos juntos para construir um Pará melhor. É o dever de todos nós”, disse o governador em exercício.
                Para o presidente da Fiepa, Carlos Xavier, o Pará é um Estado de grande potencial exportador. “Estamos fazendo uma transformação das nossas pastagens para conseguirmos ultrapassar a marca de 30 milhões de cabeças de gado. Assim, poderemos expandir os nossos mercados”, afirmou.
                Participando da cerimônia, o secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Sydney Rosa, parabenizou o trabalho que a Adepará vem desenvolvendo nas regiões. “Estamos aqui para dividir os méritos e desafios. Nossa meta é receber com tranqqilidade a inspeção em fevereiro e colocar o Pará na lista dos Estados livre de aftosa”, disse.
                Durante a cerimônia, que teve a presença do superintendente federal de Agricultura no Pará, Ademir Teixeira, foi assinada uma liberação para a contratação de veterinários e barreiristas para diversos municípios do Estado.

Texto:
Cintya Simões-Vice-Governadoria

Seminário discute
formas de erradicar o
trabalho escravo no Pará
                A Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh) participou do II Seminário Alusivo ao Dia Nacional de Combate ao Trabalho Escravo, ocorrido nesta sexta-feira (27), no auditório do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 8° Região. Com a participação de representantes dos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário, o evento discutiu, dentre outros assuntos, mecanismos para erradicar o trabalho escravo no Pará.
                O crime é caracterizado por práticas como a servidão por dívida, trabalho forçado, carga horária excessiva, vigilância ostensiva, restrição de documentos e locomoção. Segundo o desembargador federal do Trabalho Gabriel Velloso Filho, o trabalho escravo é a segunda organização criminosa mais lucrativa do mundo. “O tráfico de drogas fatura cerca de US$ 322 bilhões, enquanto o trabalho escravo lucra cerca de US$ 158 bilhões”, ressaltou.
“Muitos que estão sob esse regime não têm outra alternativa, pois precisam sustentar a família. É por isso que não se pode, somente, resgatar a vítima. É preciso garantir recursos para que ela não volte a ser explorada novamente”, explicou o procurador regional do Trabalho José Cláudio de Brito.
                O titular da Coordenadoria Estadual de Promoção dos Direitos dos Trabalhadores Rurais (Ctetp), Murilo Sales, destacou o compromisso do Pará no combate à prática e ressaltou a união dos órgãos que integram a Comissão Estadual de Promoção dos Direitos dos Trabalhadores Rurais (Coetrae). “Esse evento mostra o quanto é importante estarmos juntos nesse enfrentamento. É fundamental discutimos os problemas para encontrarmos as soluções”, destacou.

Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh

Jovens atendidos pelo
Curro Velho poderão
fazer curso de musicalização
                Cerca de 13 jovens que participam das oficinas de música da Fundação Curro Velho se inscreveram para o exame seletivo de musicalização do Conservatório Carlos Gomes, graças a uma parceria entre as duas instituições. Entre 7 e 9 de fevereiro, os jovens com idade na faixa etária de 7 a 15 anos vão participar de testes para ingressar no conservatório. Grande parte desses jovens está atuando na bateria da Escola de Samba Crias do Curro Velho.

Sespa lança campanha
contra hanseníase
em Marituba
                Silenciosa, infectocontagiosa e de evolução lenta, a hanseníase se manifesta com lesões que ainda são pouco valorizadas pelos pacientes, podendo causar incapacidades e deformidades se não for tratada a tempo. Em 2011, a doença fez mais de 3 mil vítimas no Pará.
                Com o objetivo de orientar a população sobre as formas de prevenção e tratamento, foi aberta oficialmente nesta sexta-feira (27) a Campanha Estadual de Combate à Hanseníase, em sessão na Câmara Municipal de Marituba, município da Região Metropolitana de Belém. Com o slogan “Hanseníase tem Cura! É hora de Combater!", a campanha de 2012 também visa coibir a discriminação aos portadores da doença, e ao mesmo tempo destacar a importância da manutenção das ações de vigilância epidemiológica, para que os profissionais da Atenção Primária estejam sempre atentos para detectar a doença na fase inicial.
“É importante a mobilização social, com a participação dos Conselhos Municipais de Saúde nas ações de prevenção e de conscientização da população sobre os cuidados com a doença. Queremos envolver, sobretudo, as secretarias de educação, para que o exercício da prevenção não deixe de existir entre os estudantes”, explicou o secretário de Estado de Saúde Pública, Helio Franco, durante a abertura da campanha.
                Alusiva ao Dia Mundial de Combate à Doença (29 de Janeiro), a campanha colocará em prática um plano de metas para 2012, já elaborado pela Coordenação Estadual de Dermatologia Sanitária. Entre as ações figuram estratégias para ampliar a proporção de cura, reduzir os índices de abandono de tratamento, aumentar o controle do aparecimento de novos casos e intensificar a prevenção às incapacidades físicas dos doentes.
                "Por conta desse plano, continuaremos os ciclos de capacitação de profissionais da Atenção Primária no interior do Estado, para dar prosseguimento à descentralização do atendimento inicial aos suspeitos, incluindo também a busca ativa de novos casos", informou o coordenador Estadual de Controle da Hanseníase, Luiz Augusto Oliveira.
Capacitação- Só em 2011, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) realizou treinamentos sobre hanseníase para 946 profissionais de saúde, dos quais 589 agentes comunitários de saúde, além de médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, farmacêuticos, bioquímicos e operadores do Sistema de Informação de Agravos de Notificação (Sinan), do Ministério da Saúde.
                De 2011 até o momento, 3.670 novos casos de hanseníase foram confirmados no Estado, dos quais 403 acometeram pessoas com menos de 15 anos. Desse total, 3.036 foram curados. O número de doentes no Pará evidencia uma queda gradual, se comparado aos indicadores epidemiológicos de 2005 a 2010, quando o número de doentes variou de 5.572 a 3.573, com média de 4.569 no período.
                Atualmente, todas as unidades básicas de saúde do Estado possuem orientações sobre como agir em caso de sintomas suspeitos, mas só 57% dos municípios paraenses mantêm o Programa Estadual de Controle da Hanseníase (PECH), em condições de concluir o diagnóstico da doença e iniciar o imediato tratamento do paciente.
Sintomas - A hanseníase é uma doença infecciosa e atinge a pele e os nervos dos braços, mãos, pernas, pés, rosto, orelhas, olhos e nariz. É importante que, ao perceber algum sinal, a pessoa com suspeita de hanseníase não se automedique, e sim procure imediatamente o serviço de saúde mais próximo. 
                É preciso observar manchas esbranquiçadas, avermelhadas ou em tons de marrom em qualquer parte do corpo e áreas da pele que não apresentam coceira, mas que causam a sensação de formigamento e ficam dormentes, com diminuição ou ausência de dor, da sensibilidade ao calor, ao frio e ao toque. A doença é de fácil diagnóstico, além de ter tratamento e cura. Mas, se for descoberta tardiamente, pode trazer graves consequências aos portadores e seus familiares, principalmente pelas lesões.
                O tratamento conhecido combina o uso de antibióticos, e é fornecido gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Assim que o doente inicia o tratamento, deixa de transmitir a doença. Os medicamentos devem ser tomados todos os dias em casa, e uma vez por mês no serviço de saúde.
                Também fazem parte do tratamento exercícios para prevenir as incapacidades físicas, além de orientações da equipe de saúde. “O paciente não precisa se isolar de nada e muito menos ser discriminado. O tratamento pode durar de seis a 12 meses, dependendo da gravidade de cada caso", explicou o dermatologista Carlos Cruz, também integrante da Coordenação Estadual de Dermatologia.
                Os indicadores no Pará também atestam que a taxa de abandono do tratamento no Pará (7,9%) está de acordo com o mínimo de 10% determinado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Contudo, o Plano de Metas da Sespa quer ampliar a taxa de cura para mais de 80%.
                A Campanha Estadual de Controle da Hanseníase se estenderá por todo o primeiro quadrimestre de 2012, com as ações sendo realizadas em parceria com os 13 Centros Regionais de Saúde da Sespa, Secretarias Municipais de Saúde, instituições de Educação, Aifo, Unidades Especializadas Marcelo Cândia e Demétrio Medrado, Sociedade Brasileira de Dermatologia, Liga Acadêmica de Hanseníase do Pará (Lahanpa), Sociedade Paraense de Pediatria, Rádio Margarida, Universidade Federal do Pará (UFPA), Uespa, IFPA, Cesupa, Esamaz, Unama, Celpa, Cosanpa, Morhan, Pastoral da Criança, OMS e Ministério da Saúde.

Texto:
Mozart Lira-Sespa
Atletas disputam Corrida
de Belém neste domingo
Cerca de 1.500 atletas disputam, neste domingo (29), a 16ª edição da Corrida de Belém. O evento ocorre sempre no último domingo do mês de janeiro, encerrando a programação do aniversário de 396 anos de fundação da cidade.
Com percurso de 10 km, os atletas têm largada confirmada para as 7h da manhã na Av. Visconde de Souza Franco. Da Doca, eles seguem pela Av. Castilho França, Av. Portugal, Rua padre Champagnat, Rua Tomázio Perdição, Rua 16 de Novembro, Av. Conselheiro Furtado, Av. Roberto Camelier, Tv. Mundurucus, Tv. Padre Eutíquio,  Rua Gama Abreu, Av. Nazaré, Tv 14 de Março, Av. José Malcher com chegada na Doca.Este trajeto passa por vários pontos históricos da cidade como Ver-o-Peso,Catedral Metropolitana, Palácio do Governo Municipal e Basílica de Nazaré.
O primeiro colocado geral nas categorias masculino e feminino receberá uma motocicleta, enquanto que o segundo e o terceiro colocado serão premiados com vale-compras nos valores de mil reais e 500 reais, respectivamente. O servidor público também será premiado. A nova categoria é uma das novidades da competição deste ano. O campeão masculino e feminino desta categoria receberá mil reais cada um, informa o secretário Municipal da Secretaria Municipal de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel) Francileno Mendes.
Outra novidade da Corrida este ano foi o uso de chip único, última tecnologia em cronometragem eletrônica, que o atleta recebeu durante a inscrição, juntamente com a camisa e seu o número e o regulamento da competição. O chip é descartável e o atleta terá o seu tempo registrado nele, sem precisar devolver a organização do evento. O equipamento já é usado em grandes corridas como a São Silvestre, explica o coordenador do evento, Paulo Silva da empresa Salamandra Sports.
Para garantira segurança dos atletas no evento, quatro ambulâncias do SAMU e da Unimed (duas fixas e duas móveis) além de quatro motocicletas do SAMU e oito do Rondac  da Guarda Municipal de Belém (GBel) darão o suporte no atendimento médico de urgência e emergência. Uma destas ambulâncias é uma Uti móvel (Unidade de Suporte Avançado) do SAMU que estará fixa na Doca para atender os casos mais complexos, enquanto que as motocicletas acompanharão todo o percurso e poderão acionar as ambulâncias em casos mais graves. Um postofixo na Doca com 20 socorristas da Defesa Civil Municipal também estará atuando no atendimento médico aos atletas.
De acordo coma Federação Paraense de Atletismo, a sinalização da Corrida de Belém será feitapor placas indicativas que mostrarão cada quilômetro percorrido pelo atleta.Além disso, serão instalados três postos de distribuição de água: em frente a Igreja de Santo Alexandre (ao lado da Praça Frei Caetano Brandão), Tv Padre Eutíquio com Veiga Cabral e Av. Nazaré em frente as Lojas Americanas.
Mais de 150pessoas estarão trabalhando na Corrida de Belém entre árbitros, professores de educação física, representantes da Federação Paraense de Atletismo, Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), Unimed, Defesa Civil Municipal, Corpo de Bombeiros,Polícia Militar, Coordenadoria de Comunicação da Prefeitura de Belém,Salamandra Sports, Jornal O Liberal e Secretaria Municipal de Esporte,Juventude e Lazer (Sejel).
Semec lança livro
Sobre educação ribeirinha
Uma manhã festiva nesta sexta-feira (27), na Secretaria Municipal de Educação (Semec), marcou o lançamento do I Caderno de Educação das Ilhas de Belém. A publicação traz um estudo detalhado sobre o trabalho realizado há quatro anos nos 15 espaços educativos existentes nas comunidades ribeirinhas.
Mais de 900 crianças estudam nas chamadas UPs (Unidades Pedagógicas).  "As crianças são a peça mais importante dentro do processo educativo", ressaltou a professora Eliana Pojo, organizadora do caderno, que mostra  como vem sendo realizada a educação amazônica, dentro de um olhar específico, que prioriza a sensibilização ambiental e as particularidades de cada comunidade.
A secretária municipal de Educação, professora Therezinha Gueiros, esteve presente e reforçou a importância do foco nas crianças ribeirinhas. Professoras, líderes de comunidades e alunos participaram do lançamento.
Depoimentos emocionados enfatizaram a importância da valorização da cultura ribeirinha como o da Dona Quinha, líder comunitária das ilhas banhadas pelo rio Guamá. Ela falou das dificuldades sofridas anteriormente pelas crianças, que estavam à margem da educação. "Hoje, a luta valeu apena, e nossas escolas estão bem melhores e os filhos de nossa gente agora pode dizer que recebe uma educação boa e de qualidade", destacou a líder comunitária, que está satisfeita com os investimentos que a Semec vem fazendo na construção de novas Unidades pedagogias (UP) na região insular de Belém.

Texto e fotos: Ascom Semec
Ação de saúde é realizada
no aterro do Aurá
Técnicos do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) realizam, na próxima segunda (30), ações de saúde para a comunidade local do aterro do Aurá, em Ananindeua.
Serviços de vacinação contra difteria e tétano, hepatite e tríplice viral, testes rápidos para a detecção de doenças sexualmente transmissíveis (DST/Aids), avaliação oftalmológica, orientações sobre saúde da mulher e outros estarão sendo realizados durante toda a manhã.

Castanhal comemora
80 anos com novos
investimentos
                Neste sábado, 28, o município de Castanhal, no nordeste do Estado, completa 80 anos de fundação. Conhecida como cidade modelo no nordeste paraense, distante 65 quilômetros de Belém, Castanhal recebe obras e investimentos do Governo do Estado que garantirão progresso e desenvolvimento para muitos anos. Investimentos que somam R$ 1,3 bilhão serão aplicados em projetos prioritários, como a instalação de um hospital de média e alta complexidade, com capacidade para atender, inclusive, a população das cidades vizinhas. Além da saúde; habitação, segurança, transporte e educação também serão áreas contempladas com projetos importantes para o desenvolvimento da cidade polo e de outros 16 municípios da Região do Guamá. Os recursos foram definidos no Plano Plurianual do Governo do Estado, que foi discutido com a comunidade e aprovado pela Assembleia Legislativa, em 2011.
                As obras de habitação iniciaram em 2007, mas estavam paralisadas desde 2010. O Estado retomou o projeto no ano passado e já garantiu moradia digna para pelo menos três mil famílias. Além da construção e melhoria de unidades habitacionais, há diversos serviços de infraestrutura, como sistema viário, de saneamento de esgoto, sistema hidráulico e de energia elétrica. Cerca de 65% do projeto já foi executado, restando a conclusão de 19 unidades habitacionais, das 450 previstas para construção, assim como alguns serviços de infraestrutura, como asfaltamento de vias e construção da rede de esgoto.
                Fazem parte dos investimentos do Governo do Estado em Castanhal a modernização e ampliação do sistema de abastecimento de águia e tratamento de esgoto. Estão sendo implantados Estações de Tratamento de Água e de Esgoto, reservatórios, sistemas de distribuição, com assentamento de novas redes de água e esgoto. Também serão implantadas novas ligações domiciliares de água e esgoto que garantirão melhorias da qualidade de vida para quase 80 mil habitantes.
                Educando para o futuro
                Os avanços que beneficiam os habitantes de Castanhal incluem também a educação. Pelo menos 20 mil alunos estudam em 19 escolas da rede estadual do município. No último ano, o governo aprovou a ampliação e reforma dos prédios desses estabelecimentos de ensino e a construção de nove pontes em madeira nos principais rios que cortam o município, facilitando o acesso à educação.
                As obras já começaram. Neste ano mais uma escola deve integrar a rede pública no município, atendendo com o Ensino Médio jovens de pelo menos mais dois bairros da cidade: o Fonte Nova e o Nova Estrela. Convênios com a prefeitura local e recursos federais, além dos estaduais, devem garantir ainda a reforma das escolas Rotary Club, Laureano Alves Melo, Maria Deuzarina Amaral e Elcione Barbalho.
                Segurança
                O desenvolvimento da cidade se dá também com investimentos em segurança pública, uma das prioridades do Governo do Estado. Uma ação eficaz contra a criminalidade e que vem garantindo maior tranquilidade para a população estão entre os resultados das 24 horas de trabalho policial ininterrupto durante a operação “Eirene” no município de Castanhal. A ação integrada fez uma varredura em bares e veículos, além de abordagens a pessoas, resultando na apreensão de 120 petecas de cocaína, um quilo de barrilha, 470 mídias falsificadas, 18 máquinas caça-níqueis e uma arma de brinquedo, utilizada na prática de crimes na região. A operação fez parte do planejamento estratégico contra o crime, elaborado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Estado.
                Também faz parte desse planejamento o investimento em infraestrutura e pessoal. Em 2011, o governo estadual entregou para Castanhal 24 novas viaturas, divididas para a Polícia Militar (8), Civil (10) e Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (6). Os veículos estão equipados com rastreadores, ar condicionado e compartimento para transporte de presos. Um diferencial que garante a produtividade e segurança dos policiais e, principalmente, o melhor atendimento à população.
                O Governo do Estado reformou, ainda, a unidade do CPC, que ganhou nova sala de necrópsia, além da construção de uma ala específica para o acondicionamento de cadáveres em decomposição, laboratório de raio-x e um setor de balística forense. O prédio também ganhou revitalização externa e nova recepção, que será ampliada e climatizada, totalizando R$ 318.01,67 investidos. Assim como no CPC, também foram investidos recursos nas delegacias de polícia, que tiveram novos equipamentos de informática e aparelhos de ar condicionado.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Lei Tó Teixeira entrega
kit para captação de
recursos nesta segunda
A Lei Municipal de Incentivo à Cultura e ao Esporte Amador Tó Teixeira e Guilherme Paraense realiza, nesta segunda-feira (30), no Memorial dos Povos, a solenidade de entrega dos documentos que compõe o Kit Captação de Apoio, para os proponentes que tiveram seus projetos aprovados pela lei. A solenidade será às 17h, na sala Acyr Castro, no complexo do Memorial.
O kit é composto pelo manual de instruções, carta de apresentação e o Certificado para Obtenção de Incentivo Fiscal (COIF). Segundo, Adenir Costa Neto, secretário da lei, o objetivo dos kits é facilitar a captação dos valores aprovados perante os possíveis apoiadores. “O Kit Captação de Apoio é a novidade da lei no Edital 2011/2012, que pretende ter número recorde de apoio aos projetos culturais e esportivos”, disse Neto.
Para o presidente da Fumbel, Carlos Amilcar, a fundação está tentando sanar a dificuldade dos proponentes em captar os recursos. “Um documento oficial é importantíssimo na apresentação desses projetos para os contribuintes de IPTU e ISS de Belém e, ao mesmo, esclarece e mostra as vantagens de se tornar apoiador no processo” complementou Amílcar.
Este ano, a Lei Tó Teixeira e Guilherme Paraense aprovou 427 projetos, sendo 274 no segmento cultural, e 153 no esporte amador. No total, R$ 7.644.915,50 poderão ser captados pelos proponentes nos dois segmentos.

Texto: Vanda Duarte

Prefeito Duciomar Costa
faz reunião de trabalho
com a comunidade
Representantes de 42 comunidades de Belém foram recebidos, nesta sexta-feira (27), pelo prefeito de Belém, Duciomar Costa, no auditório da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan).No encontro, os moradores entregaram as reivindicações consideradas prioritárias pelas lideranças ao gestor municipal, que classificou o momento como “Reunião de Trabalho”.
Entre as comunidades estão Tapanã, Café Liberal, Outeiro, Império Amazônico, Benguí  e Tenoné. Cada uma entregou ao prefeito o que consideram como prioridade para suas áreas, entre elas, limpeza de ruas, saneamento, coleta de lixo e abastecimento de água. Duciomar Costa ouviu as reivindicações e em seu discurso garantiu que todos terão uma resposta. Ele anunciou que as reivindicações serão analisadas pelos técnicos da Sesan e serão atendidas dentro das possibilidades da Prefeitura de Belém para este ano.
A líder comunitária do Tenoné, Lucy Soares, avaliou o encontro como positivo e dissee star confiante nas respostas. “Foi um diálogo direto com o gestor, nota dez.Falamos olhando para o prefeito e a resposta dele traduziu como confiança”,explicou. Já Lucivaldo Carvalho, representante da comunidade Café Liberal, usou outra palavra para classificar o encontro. “O Dudu abriu uma luz e nos deu a esperança que precisamos. O encontro foi bastante proveitoso”, comentou.
Para o Duciomar, a participação das comunidades em encontros como esse, facilita o trabalho da PMB. Ele explica que a população passa a entender como é feito o planejamento. “O envolvimento das comunidades é importante porque elas passam a compreender como tudo é elaborado. As pessoas passam a ter a responsabilidade nas ações, interagindo com a Prefeitura”, afirmou.

Texto: Gilson Faria

Policiais civis são
homenageados na
Delegacia Geral
                Esta sexta-feira, 27, foi especial para 212 policiais civis contemplados com a promoção funcional por tempo de serviço ou merecimento, homenageados em cerimônia realizada na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil do Pará, em Belém. Comandada pelo delegado geral Nilton Atayde e pelo seu adjunto, Rilmar Firmino, a solenidade marcou mais um momento de valorização do servidor. Durante a homenagem, foi apresentado um balanço de todas as conquistas funcionais e investimentos que estão sendo implementados para garantir ainda mais qualidade no trabalho do policial civil. O delegado geral também anunciou que até abril mais 145 servidores deverão ser beneficiados com a progressão.
                Entre os homenageados estava a delegada Michele Dantas, da Delegacia de Combate aos Crimes Contra o Patrimônio Público, da Divisão Especializada em Meio Ambiente (Dema). Há 11 anos na Polícia Civil, ela diz que trabalha com o mesmo empenho de quando começou, no município de Viseu. “A progressão é um reconhecimento do trabalho desenvolvido ao longo desses anos. Sempre procuro trabalhar com zelo, empenho, tendo em vista o crescimento da instituição e, claro, o atendimento ao público. Tenho o papel de elucidar a população”, ressaltou Michele, que foi promovida por merecimento.
                O delegado Waldir Freire, que há 33 anos está na Polícia Civil, recebeu a progressão funcional por tempo de serviço. Para ele, hoje em dia há muito mais incentivo para o profissional que trabalha no setor de segurança Pública do Estado. “Esta progressão é um reconhecimento a todos os profissionais que trabalham nessa área, onde é possível ver o crescimento da Polícia Civil. Quando eu entrei na corporação, na década de 1970, o carro mais moderno era uma Brasília. Hoje em dia nós contamos com muito mais incentivos e meios para desenvolver as nossas atividades”, destacou.
                Durante a homenagem, o delegado geral Nilton Atayde afirmou que a valorização dos servidores é uma prioridade para a corporação, e adiantou que até abril mais 145 policiais devem ser contemplados com a progressão funcional. “Esta é mais uma etapa da carreira profissional. As progressões são um direito do servidor e, na polícia, representa um reconhecimento da importância do seu trabalho. Vamos sempre investir para que os policiais tenham condições de desenvolver as suas atividades com dignidade”.
Valorização - O delegado adjunto Rilmar Firmino apresentou um balanço dos investimentos que a Polícia Civil tem recebido desde o início do ano passado, que garantem mais infraestrutura e capacidade para os policiais paraense desempenharem seu papel. Entre esses investimentos está a reforma de cinco delegacias e a construção de outras seis, no ano passado, além das onze que já estão em andamento. Segundo o delegado, neste ano serão executadas 25 obras de infraestrutura nas delegacias de polícia do Estado.
                Além dos investimentos na infraestrutura para os policiais e, consequentemente, para a população, a Polícia Civil também investe na compra de novos equipamentos, como armas mais modernas, coletes a prova de balas e viaturas. Todos esses investimentos são acompanhados de um curso de atualização pelo qual todos os policiais civis, os da capital e do interior, estão passando. O curso aborda novas técnicas de investigação, de abordagem policial, de manuseio dos novos armamentos da polícia, além do sistema de comunicação que já está sendo utilizado há alguns meses pela corporação.

Texto:
Thiago Melo-Secom

Sesma assina acordo para
regularizar débitos
com a Santa Casa
                A Secretaria Municipal de Saúde de Belém (Sesma) assinou termo de acordo com a Fundação Santa Casa de Misericórdia para regularizar os débitos referentes a procedimentos de 2010 e de outros quatro meses de 2011. A Sesma se comprometeu a regularizar o repasse mensal dos pagamentos, começando por este mês, conforme a ordem de crédito nos valores de R$ 1.092.488,15 R$ e 1.524.212,91.
                O restante da divida será pago em duas parcelas, de R$ 1.786.319,36 cada, com vencimentos dias 10 de fevereiro e 10 de março. A presidente da Santa Casa, Eunice Begot, informa que os termos do acordo foram discutidos em reunião no Ministério Público Federal, que teve mais uma vez como tema a questão dos repasses de recursos financeiros da Prefeitura de Belém à Santa Casa.
                Eunice Begot informou ainda que foram confirmados os depósitos, no fim da tarde de quinta-feira (26). A expectativa é que segunda-feira (30) saia a Gratificação por Desempenho Individual dos servidores.

Texto:
Alessandro Borges-Santa Casa

Detran alerta para email
falso sobre renovação de CNH
                O Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA) alerta que não existe qualquer resolução nova publicada pelo Conselho Nacional de Transito (Contran) estabelecendo o limite de 30 dias para que a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) seja renovada.
                Mensagem eletrônica vem circulando nos últimos dias com um alerta falso aos condutores, segundo o qual, quem não renovar a CNH em até 30 dias apos o seu vencimento, terá que passar novamente por todos os exames (psicotécnico, médico, legislação, teórico e prático), ou seja, todo processo, como se fosse tirar novamente a primeira habilitação. Nada disso é verdade.
                O Detran informa que continuam em vigor as Resoluções 168/2004 e 169/2005 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), que regulamentam a habilitação de motoristas. A renovação da CNH precisa ser feita a cada cinco anos, ou a cada três anos para motoristas com idade superior a 65 anos.
                Para renovar a CNH, o motorista só precisa fazer o exame médico, desde que não exerça atividade remunerada. No caso de exercício de atividade remunerada (transporte de bens ou pessoas), além do exame médico, o motorista terá que passar pelo teste psicotécnico.
                O único caso em que o condutor precisa fazer um Curso de Atulização é aquele em que a Habilitação foi emitida antes de janeiro de 1998. Nesse caso, em que a CNH não foi renovada desde janeiro de 1998, o motorista deverá se submeter a dez horas/aula de Direção Defensiva e cinco horas/aulas de primeiros socorros. A exigência existe por causa da entrada em vigor, naquele ano, do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). De acordo com o gerente da Agência Belém do Detran/PA, João Vítor Ferreira, é comum que pessoas mais idosas queiram recuperar a Habilitação desde antes de 1998. Nesses casos, é preciso fazer o Curso de Atualização. "Fazemos aqui muitos atendimentos de pessoas nessa situação", revela Ferreira.
                No entanto, o Curso de Atualização para os motoristas antigos terá que ser feito apenas uma vez. Nas renovações seguintes, os condutores com Habilitação anterior a 1998 estarão submetidos às mesmas regras válidas para os motoristas que tiraram o documento depois janeiro de 1998. O Detran informa que o boleto para o renovação de (CNH) pode ser emitido através do site www.detran.pa.gov.br, no link: Boleto Renovação (CNH). A taxa de renovação custa R$ 57,55; a taxa de exame médico, R$ 66,76 e a taxa de exame psicotécnico, R$: 89,78.

Texto:
Orlando Cardoso-Detran

Agenda de trabalho do Ideflor terá continuidade com novo diretor
                Nomeado nesta semana para o cargo de diretor geral do Instituto de Desenvolvimento Florestal do Estado do Pará (Ideflor), Thiago Valente, disse que dará continuidade ao trabalho que já vinha sendo feito e às metas já estabelecidas para os próximos anos. A posse de Valente foi realizada no final da manhã desta sexta-feira, 27, na sede do Ideflor, em Belém. “Vamos acrescentar algo, mas seguindo a linha de trabalho estabelecida até hoje. Ou seja, vamos cumprir a agenda mínima do Ideflor, cumprir com os compromissos firmados” destaca Valente.
                O engenheiro florestal Thiago Valente Novaes é natural de Belém, tem 28 anos de idade e trabalha no Ideflor desde 2008. Ele foi aprovado no primeiro concurso do instituto, onde ocupou os cargos de Gerente de Concessões Florestais e de Diretor de Gestão de Florestas Públicas. Em 2011, foi aprovado no concurso do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, mas foi cedido ao Ideflor e sua diretoria estava à frente do processo de concessão florestal que vem sendo implementado pelo Ideflor no Pará.
“Até o mês de abril prevemos assinar os contratos na Floresta Estadual (Flota) do Paru, ainda vamos iniciar o trabalho na Flota  Iriri. Além disso, vamos continuar com os convênios firmados, como da Universidade Federal do Oeste do Pará, que elabora planos de desenvolvimento local para comunidades da Gleba Nova Olinda e o trabalho em Portel, em que a intenção de regulamentar a relação entre empresa e comunidades. Temos muito trabalho para levar adiante”, falou Valente.
                O cargo de diretor geral foi repassado por José Colares, que estava à frente do Ideflor desde janeiro de 2011. “Foi um ano muito positivo. Realizamos a primeira concessão e até abril a expectativa é de efetivar 600 mil hectares de áreas de floresta para a concessão, o que implica 60% do que havíamos nos comprometido a fazer. Recuperamos uma área nas Glebas Mamuru-Arapiuns e será mais uma nova oferta para a concessão e tudo isso respeitando as populações tradicionais e o ordenamento planejado”, destaca Colares, que foi nomeado Secretário de Estado de Meio Ambiente.

Texto:
Flávia Ribeiro-Ideflor

Conservatório Carlos
Gomes faz seleção para
curso de Musicalização
                Encerraram no último dia 26 as inscrições para o exame seletivo ao Curso de Musicalização do Conservatório Carlos Gomes. Um total de 1.132 candidatos fizeram seus cadastros e participarão dos testes nos próximos dias 6, 7 e 8 de fevereiro, divididos em Programas A, B e C, de acordo com a faixa etária.
                Crianças e adolescentes entre 7 e 19 anos, aprovados e selecionados, serão alfabetizados musicalmente durante um ano e participarão de inúmeras atividades voltadas à fixação dos ensinamentos de teoria musical e, ao final do período, passarão por nova avaliação e teste de aptidão, quando escolherão o instrumento com o qual vão continuar os estudos a partir do ano seguinte.
                Futuros pianistas, violinistas, flautistas, tubistas e percussionistas, entre tantos outros, de acordo com os instrumentos escolhidos e ofertados pelos cursos técnicos do CCG, e após um longo período de estudos, sairão aptos ao mercado de trabalho, da instituição que em 2011 contabilizou 1800 alunos.
                Para as 420 novas vagas ofertadas em 2012 concorrem 360 crianças, entre 7 e 9 anos, 520 entre 10 e 14 anos e 252 jovens entre 15 e 19 anos. Vitória Brito, 11, sonha em ser cantora, mas quer estudar violão no CCG, e já pratica em casa com um que lhe foi presenteado. A mãe, Carla Praxedes, fez sua inscrição no primeiro dia e está esperançosa com o sucesso da filha: “É o grande sonho dela, que só fala disso o tempo todo”, disse.
                Um diferencial observado foi a inscrição de alunos especiais, e nesses casos os testes serão realizados e observados por um especialista e pela psicóloga da instituição, que dará continuidade no acompanhamento se os candidatos obtiverem sucesso e forem admitidos. Segundo a professora Lucia Azevedo, diretora de Ensino da Fundação Carlos Gomes, “a procura foi dentro das expectativas e mais próxima da realidade do Conservatório”.

Texto:
Maria Christina-FCG

Belém terá o primeiro
Instituto Tecnológico
Vale do País
                Representantes das mais importantes Instituições de Ciência e Tecnologia da Amazônia Oriental participaram, na manhã desta sexta-feira, 27, da reunião do Fórum das ICT’s, realizado pela Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). O objetivo do Fórum é construir, a cada reunião, um espaço privilegiado de discussão em torno de políticas e estratégias voltadas à consolidação da CT&I como eixo estruturante do desenvolvimento socioeconômico do Estado do Pará.
                Na primeira reunião do ano, Fábio Berwig, gerente administrativo da Vale, apresentou o Instituto Tecnológico Vale (ITV) aos gestores presentes. Ele destacou que o Instituto foi concebido pela empresa para ser uma fonte de geração e difusão de conhecimento científico inovador, visando ao desenvolvimento socioeconômico, ambiental e tecnológicos.
                A Vale prevê a criação de três centros de pesquisa no país: em Belém, em Ouro Preto (MG) e em São José dos Campos (SP). Com foco no desenvolvimento sustentável, a unidade paraense será a primeira a ser construída e ficará instalada no Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá). “Já temos projeto arquitetônico definido e a meta é de que, em novembro de 2014, as obras da sede definitiva do ITV estejam concluídas. Até lá, o ITV desempenhará suas atividades, a partir de março de 2012, numa sede provisória em Belém”, explicou o gerente.
                A diretora de Inovação Tecnológica da Secti, Gisa Bassalo, foi a responsável por apresentar um panorama atualizado sobre os três Parques de Ciência e Tecnologia (PCT’s) a serem instalados em nosso Estado. Segundo a diretora, a preservação do meio ambiente e a exploração produtiva dos recursos naturais de forma racional e responsável são os objetivos comuns aos três parques. “Com os PCT’s Guamá (Belém), Tapajós (Santarém) e Tocantins (Marabá) queremos transformar conhecimento em serviços úteis à sociedade”.
A diretora explicou que os PCT’s Tapajós e Tocantins estão com projetos arquitetônicos e urbanísticos definidos e se encontram em fase de captação de investimentos para as obras. Já o PCT Guamá está com 98% da infraestrutura básica finalizada. “Acreditamos que ainda nesse primeiro semestre sejam lançados os editais para as seleções de empresas que ocuparão os lotes e de empreendimentos a serem incubados”, destacou Antonio Abelém, presidente da Fundação Guamá.
                Para o titular da Secti, Alex Fiúza de Mello, mecanismos como o Fórum das ICT’s e os parques tecnológicos são extremamente importantes por aglutinarem agentes estratégicos ligados à Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) e viabilizarem a sinergia em torno da consolidação de uma economia do conhecimento no Estado do Pará.
                O Fórum das ICT’s volta a se reunir no dia 30 de março.
                Confira as instituições que integram o Fórum das ICT:
                                   Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (SECTI)
                                   Parque de Ciência e Tecnologia Guamá (PCT Guamá)
                                   Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA)
                                   Instituto Evandro Chagas (IEC)
                                   Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG)
                                   Universidade da Amazônia (UNAMA)
                                   Centro Universitário do Estado do Pará (CESUPA)
                                   Universidade Federal do Pará (UFPA)
                                   Universidade do Estado do Pará (UEPA)
                                   Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)
                                   Instituto federal de Educação (IFPA)
                                   Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA)
                                   Comissão Executiva da Lavoura Cacaueira (CEPLAC)
                                   Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE)
                                   Sistema de Proteção da Amazônia (SIPAM)
                                   Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Pará (FAPESPA)
                                   Diretor do Instituto Tecnológico Vale (ITV/Vale)
                                   Companhia de Pesquisa e Recursos Minerais (CPRM

Texto:
Ana Carolina Pimenta-Secti

Oficina trata de elaboração
do Plano Operacional
Anual 2012 da Calha Norte
                Técnicos da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) em conjunto com o Instituto de Desenvolvimento Florestal (Ideflor) e as ONG’s parceiras: Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon); Instituto de Manejo e Certificação Florestal e Agrícola (Imaflora); Conservação Internacional (CI); Equipe de Conservação da Amazônia (ACT) e Instituto Floresta Tropical (IFT), realizaram nesta semana uma oficina para subsidiar a elaboração do Plano Orçamentário Anual (POA) 2012, que estabelecerá o cronograma de atividades a serem executadas nas Unidades da Calha Norte.
                O POA 2012 das Unidades da Calha Norte é baseado no Plano de Trabalho do Termo de Cooperação Técnica que será assinado pelas instituições participantes. Durante o encontro, a agenda de trabalho para o ano foi socializada e discutida por todos. Os resultados obtidos nessa oficina serão utilizados pelas gerências das Unidades de Conservação da Calha Norte na execução de suas atividades.

Emater pleiteia apoio
parlamentar à criação
de lei estadual de ATER
                Empresa de Assistência de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) está mobilizando os parlamentares paraenses em torno da criação de uma lei estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), que contextualize em nível regional as diretrizes da Lei Federal que dispõe sobre o mesmo tema (12.188), homologada em 2010.
“Essa é uma questão que interessa a todos os públicos – independente de partido ou município. Uma lei estadual de ATER não só resgata dívidas históricas com o agricultor familiar, personagem fundamental na colonização e manutenção dos pilares da sociedade paraense, mas também concentra um bojo de políticas em nível municipal, estadual e federal voltadas ao setor, mas que, até o momento se aplicam de forma pulverizada ou sem contemplação de características particulares do Pará”, destacou o deputado estadual José Mégale, líder do PSDB na Assembleia Legislativa do Pará, o primeiro parlamentar a declarar “apoio irrestrito” à mobilização.
                O apoio do deputado à causa foi expresso em reunião com a presidente da Emater, Cleide Amorim, na última quinta-feira, 26, no escritório central do órgão, localizado em Marituba, Região Metropolitana de Belém. Também participaram do encontro o diretor  técnico da Emater, Humberto Reale; o coordenador técnico, Paulo Lobato, e o coordenador de operações, Ivanildo Gonçalves.
                A visita do parlamentar, que é engenheiro agrônomo, também serviu para que lhe fosse esclarecida a situação atual da Emater, que desde 2011 vem passando por um processo de revitalização previsto na Agenda Mínima do Governo do Estado. No total, cerca de R$ 30 milhões estão previstos para a recuperação da infraestrutura, aparelhamento das atividades e inauguração de novas sedes no interior.
                O reordenamento já começou a render frutos antes mesmo de ser concluído. A Emater foi premiada em outubro de 2011, em uma seleção nacional realizada pela revista Globo Rural, que classificou a Empresa como a quinta melhor do país no segmento de “desenvolvimento agropecuário”. A eleição foi publicada no Anuário do Agronegócio.
                Projeto de Lei - No início do mês, a Emater formou um grupo de trabalho para elaborar uma minuta que possa embasar um futuro projeto de lei a ser encaminhado à Assembleia Legislativa do Estado. Além de especialistas da Emater, o grupo de trabalho tem representantes do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), da Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri) e da Federação dos Sindicatos dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do Pará (Fetagri).
                A minuta deve ser preliminarmente apresentada na I Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural, que acontecerá em março, em Belém. Também deve figurar na pauta da Conferência Nacional, programada para abril, em Brasília.
                A Bahia é o único estado que já possui uma lei própria de ater - e isso muito recentemente, apenas a partir do fim do ano passado. A mobilização para a criação de leis estaduais tem caráter nacional e acontece ao mesmo tempo na maioria dos outros estados, com o apoio da Associação Brasileira de Entidades de Assistência Técnica e Extensão Rural (Asbraer).
                De acordo com a presidente da Emater, se tudo ocorrer “de modo ideal”, com a apreciação do governador Simão Jatene e dos deputados,  a lei pode ser sancionada ainda neste semestre.
“O que muda, mais imediatamente e na prática, é a perspectiva regional do que orienta a Lei Federal. O Pará concentra muitas especificidades sociais, ambientais, políticas e econômicas que devem ser consideradas pelo Direito, no sentido de atendimento público dos agricultores familiares”, disse Cleide Amorim.
Texto:
Aline Miranda-Emater

Dona Onete participa do
programa Esquenta
da Rede Globo
                A cantora Dona Onete, a diva do carimbó chamegado que está em fase de pré-produção do seu primeiro CD de nome "Feitiço Caboclo", produzido por Marco André, será uma das atrações do programa Esquenta, da Rede Globo, apresentado por Regina Casé. A produção do programa esteve esta semana em Belém conversando com a cantora de 72 anos, e se encantou com a história de vida e musical da artista. Dona Onete viaja neste domingo, 29, para o Rio de Janeiro e na segunda faz uma passagem de som. Na terça-feira, grava sua participação no programa, que ainda não tem data para ir ao ar.
                Dona Onete será também uma das atrações do Festival Rec-Beat, que acontece nos dias 18, 19, 20 e 21 de fevereiro, em Recife (PE). Nessa apresentação ela terá como convidados especiais os cantores Felipe Cordeiro, Luê Soares e Lia Sophia, que dividirão o palco com a cantora que será acompanhada pelos músicos Pio Lobato (guitarra), Vovô (bateria), Fabrício Lobinho (percussão) e Calibre (baixo).
História
                Natural de Cachoeira do Arari, ela passou a infância em Belém e depois mudou-se para Igarapé-Miri, onde teve contato com as músicas da região, como carimbó e banguê. Foi professora de História e Estudos Paraenses, mas também organizou grupos folclóricos, cordões de pássaros e agremiações carnavalescas, compondo um sem-número de canções.
                Há dez anos, já de volta a Belém, foi descoberta pelo Coletivo Rádio Cipó e passou a se apresentar com o grupo e viajar pelo Brasil. Na capital paraense, abriu shows de artistas como Otto, Vanessa da Mata e Naná Vasconcelos. “Amor Brejeiro”, música que não pode faltar em seus shows, está na trilha sonora do filme “Eu Receberia as Piores Notícias dos Seus Lindos Lábios”, de Beto Brant, rodado em Santarém.

Texto:
Ronaldo Quadros-Funtelpa

Municípios Verdes ajuda
a zerar desmatamento
em São Félix do Xingu
                Depois de Paragominas, mais um município do Pará integrante do programa “Municípios Verdes” começa a se destacar por adotar medidas ambientais sustentáveis. São Félix do Xingu, no sudeste paraense, já alcança os 80% de sua área de produtores com o Cadastro Ambiental Rural (CAR), considerado o primeiro passo para a obtenção de qualquer licença ambiental. Em uma ação integrada, São Félix também saiu da lista dos municípios que mais desmatavam a Amazônia, segundo a Portaria 68/ 2010, do Ministério do Meio Ambiente. Em 2009, o município ocupava o primeiro lugar.
                Considerado o maior do Brasil em pecuária – e o maior do mundo, a nível municipal - com mais de dois milhões de cabeças de gado, São Félix do Xingu também alcançou outra meta, do desmatamento zero. Segundo o prefeito Antônio Levino, hoje, o município vive no dia a dia o pacto da economia verde. “De 2009 a 2011 viramos o jogo, deixando de ser o município que mais desmatava para ser um município verde. A prova disso é que hoje já estamos com desmatamento zero”, afirma.
                A guinada teve início com a construção de uma ampla parceria da sociedade e do poder público. Em 2009, o município assinou um termo de termo de compromisso com o Ministério Público e, através da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, foi dado o início a uma grande ação para reduzir os índices de desmatamento, que começou desde a base, com a educação, até o processo de regularização.
“A secretaria de educação entrou em 2010 com a mudança na estrutura curricular, incluindo a disciplina de Educação Ambiental. Esse processo vem desde a base e papel da educação foi de orientar as crianças e os adolescentes, assim como da agricultura é dar condições de sustentabilidade para o produtor. Então, mesmo as entidades de meio ambiente sendo as responsáveis da linha de frente, todos os outros setores também estão envolvidos”, explica a titular da Educação no município, Viviane Cunha.
                Com mais de 84 mil km², para alcançar o percentual de 80% do território inserido no CAR, o aparelho estadual foi fundamental. “O Instituto de Terras, Secretaria Estadual de Meio Ambiente, assim como os demais órgãos, sempre estiveram bastante presentes nesse processo. Até porque nosso município tem como característica a grande quantidade de assentamentos e de comunidades ribeirinhas. O programa nos deu o suporte legal”, diz.

Texto:
Amanda Engelke-Secom

Ensaio aquece as Crias
do Curro Velho para
o carnaval
                A organização do desfile do Grêmio Recreativo Escola de Samba “Crias do Curro Velho” prepara para este domingo, 29 de janeiro, um ensaio com as alas e a bateria da agremiação, previsto para começar às 9 horas. De acordo com o coordenador da bateria da escola, Muka de Souza, este será um ensaio básico; o geral, para repasse das orientações técnicas, será no próximo domingo, 5 de fevereiro. Este ano, o desflie das Crias levará às ruas 170 componentes, entre crianças, adolescentes e jovens de até 25 anos.

                No ensaio do próximo domingo estarão presentes os blocos principais, que vão representar os bailes de salão, de rua e os famosos blocos de sujos. Crianças de 6 a 11 anos vão compor a primeira ala. Já a segunda, formada por jovens de 11 a 14 anos, vai relembrar os blocos de rua. “O primeiro bloco será o do carnaval de salão, com fantasias mais finas, mais trabalhadas, e o segundo  vai representar o carnaval de rua”, explicou a gerente de Iniciação Artística, Beatriz Vicente.
                Cerca de 350 integrantes, incluindo os componentes da bateria, estão inscritas nas atividades de Iniciação Artística e participam da preparação para o desfile. Porém, acredita Beatriz, mais crianças ainda devem procurar a instituição para participar do desfile do dia 11 de fevereiro.
                O ensaio deste domingo acontecerá na rua Professor Nelson Ribeiro, que dá acesso à sede da Fundação Curro Velho, no final da Travessa Djalma Dutra. O ensaio geral da Escola de Samba Crias do Curro Velho está marcado para o dia 5 de fevereiro, domingo que antecederá o desfile da escola de samba, e contará com a participação de todas as alas, incluindo bateria e comissão de frente.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

Seop vai complementar
serviços da Santa Casa
                A Secretaria de Estado de Obras Públicas (Seop) vai dar início à complementação das obras da nova Santa Casa de Misericórdia. Esta semana foi feita a licitação na modalidade concorrência pública, com valor de R$ 26.1980.741,55.
                O titular da Seop, Joaquim Passarinho, informa, ainda, que também foram licitados serviços complementares e diversos, como cisterna e reservatório elevado para os novos blocos da Santa Casa. “Licitamos outros serviços para todo o complexo, o que inclui a parte antiga do prédio, como cabine de medição e geração, anel de interligação e equalização elétrica e rede de combate a incêndios”, detalhou.
                A Seop também abriu licitação para a pavimentação de vias urbanas em Concreto Betuminoso Usinado a Quente (CBUQ) da Comunidade Fé em Deus, na Rodovia Augusto Montenegro. O valor da licitação foi R$ 749.524,66. Retomado pelo Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Obras Públicas, o programa “Asfalto na Cidade” visa a pavimentação de ruas dos municípios do interior do Pará.

Texto:
Clara Costa-Seop

Reunião do Conselho Estadual de
Desenvolvimento Rural Sustentável
                O Conselho Estadual de Desenvolvimento Rural Sustentável (CEDRS/PA) realizará a sua primeira reunião extraordinária, no próximo dia 30. Em pauta a apresentação para aprovação da proposta da realização da Primeira Conferência Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural (Ceater) e o que ocorrer. O CDRS foi criado pelo decreto número 2.405, de 8 de julho de 2010, publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no dia 12 de julho de 2010. O conselho é presidido pelo secretário de Estado de Agricultura, Hildegardo Nunes.

Leão e Papão se
enfrentam no
primeiro Re-Pa do ano
                Os times de Remo e Paysandu se preparam para o jogo mais importante do primeiro turno do Campeonato Paraense de Futebol, o Re-Pa, que será disputado neste domingo, 29, às 16h, no Mangueirão. O Clube do Remo entra com a vantagem por estar em primeiro lugar na tabela, enquanto o Paysandu vem lutando para sair da sexta colocação e entrar no chamado G-4, sem isso, pode ficar fora da disputa pela taça 'Cidade de Belém'. A Rede Cultura de Comunicação (TV, Rádio e Portal Cultura) vai transmitir a partida, ao vivo, para todo o Pará. O programa Meio de Campo, que faz o aquecimento das partidas, vai sair do estúdio na Almirante Barroso e será transmitido também do Mangueirão.
                Segundo o jornalista Luiz Octávio Lucas, o Re-Pa subverte todas as lógicas do Parazão, pois mesmo com o Paysandu não indo bem no campeonato, pode surpreender no domingo e sair com uma vitória no maior clássico do futebol paraense. “A gente sabe que vai ser complicado pro Papão, pois ele vem de várias derrotas, e o time que é muito jovem, vai sentir a pressão da torcida azulina que deve ir em peso ao Mangueirão, no domingo. Vamos ver como essa equipe formada quase em sua totalidade por garotos da base, vai se comportar em campo”, pontuou.
                Já pela parte do Leão, o time entra motivado por ter vencido quase todos os jogos que disputou, mesmo que com placares minguados. Para surpreender os azulinos o técnico Nad pode lançar mão do “terçado” Zé Augusto para compor o ataque. O zagueiro Douglas também vai estar a disposição do técnico bicolor e pode entrar jogando, já que está regularizado.
                No time azulino as novidades devem ser a entrada de Aldivan ou Aléx Ruan, na vaga de Panda, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Quem também pode entrar no time é o meio campista Magmum, que mesmo jogando apenas 15 minutos na última partida agradou os torcedores. O problema é que ele ainda está sem ritmo de jogo.
                Mas independe de vantagem ou não, os torcedores prometem acender novamente a paixão no clássico rei da Amazônia. “Torcer pro Paysandu não é uma questão de fé e sim de paixão”, decreta a jornalista Ivana Oliveira. Ela disse que independente da situação do time no campeonato não vai deixar nunca de torcer pelo seu time de coração. Para ela o Re-Pa é um outro campeonato dentro do Parazão. “É uma outra vibe. A gente vai lutar pela vitória, com empolgação e muita pressão”, atesta.
                O agente de serviços gerais Jorlan Pereira não acredita em goleada no domingo. “Eu acho que vai dar um placar entre 1 a 0 a 2 a 1”, aposta. Com o time embalado, ele acredita que o Leão vai pra cima pra garantir mais uma vitória e permanecer na primeira colocação na tabela.

Texto:
Ronaldo Quadros-Funtelpa

População de Belém recebe
ação social e apresentações
culturais neste sábado
Promover um dia inteiro de serviços de utilidade pública e apresentações culturais. Esse é o objetivo da Ação Social que acontece neste sábado, 28, na praça do complexo Ver-o-Rio.
A programação terá início às 9h, com serviços de emissão de Registro Civil, Carteira de Identidade, Titulo de Eleitor, Passe-Fácil, Meia Passagem, Cartão do Idoso, Carteira de Trabalho, assim como orientação jurídica gratuita. Também  será possível cuidar da saúde, com orientação para higiene bucal e aplicação de flúor, receber orientações sobre DST e alimentação saudável, além de verificar pressão arterial e fazer avaliação física.
A Ação Social é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Belém, através da Coordenadoria Municipal de Turismo (Belemtur), e conta com diversos parceiros como Sesc, Defensoria Pública, Hemopa, Rede Celpa, Segup, TRE, Cartório do 2º  Ofício, Corpo de Bombeiros,  assim como os demais órgãos municipais que trabalham com atendimento ou prestação de serviço direto ao cidadão.
Durante a tarde, a partir das 15h30, o público terá uma ampla programação cultural e de recreação, jogos educativos, oficinas e muita brincadeira. O grupo de teatro Estrelas do Picadeiro vai mostrar os encantos de uma trupe circense.
O show de Pinduca vai fechar a programação cultural, ao som de muito sirimbó, merengue e carimbó. “Esta é uma maneira de aproximar os diversos órgãos que prestam serviços de utilidade publica numa frente de ação de cidadania e cultura”, ressaltou Wady Khayat, titular da Belemtur.
Ainda segundo Khayat, oferecer esses serviços aumenta a autoestima da população e possibilita uma maior integração da sociedade com o poder público que deve exercer sua função enquanto agregador de ações. “Já pensamos numa mobilização semelhante, reunindo diversos órgãos para prestar variados serviços à comunidade, durante a comemoração do aniversário do Ver-o-Peso, no mês de março”, adiantou.


Serviço
“Ação Social”
Espaço: Praça Ver-o-Rio
Data: 28.01 – Sábado
9h às 21h

Texto: Lauro Lima

Portais da Folia animam
Belém e Distritos
Final de semana chegando e a programação do Carnaval de Belém 2012 - Folia, diversão e alegria pra toda gente, estará neste domingo (29) com os Portais da Folia nos bairros de Cremação e Marambaia, e nos distritos de Outeiro e Mosqueiro.
A programação dos Portais da Folia é uma excelente opção de lazer para a família belenense e para aqueles que visitam a cidade no período momesco. Neste domingo, 29, a programação começa a partir das 15h, com os portais nas ilhas de Caratateua (Outeiro) e Mosqueiro.
Em Outeiro, o portal estará no estacionamento da Praia Grande com a apresentação do Rei Momo, bateria das escolas de samba, blocos alternativos e shows locais. Em Mosqueiro, a folia será na Praça Matriz (Vila) com show de bandas e a apresentação das baterias das escolas e blocos da “Bucólica”.
Em Belém, a programação dos portais começa a partir das 17h. Este final de semana, Cremação e Marambaia irão receber as atrações do carnaval da Prefeitura Municipal de Belém. O Portal da Folia, na Cremação, ficará na Rua Fernando Guilhon, esquina com a Travessa 14 de Março. Já na Marambaia, o palco ficará na Avenida Rodolfo Chermont (Praça D. Alberto Ramos). Bandas de fanfarra e bandas regionais prometem animar os bairros.
Para o presidente da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), Carlos Amílcar, os Portais da Folia são grandes disseminadores do carnaval e talento regional. “As programações dos portais são excelentes para que a cidade, de modo geral, entre no clima carnavalesco, sem que as pessoas precisem se deslocar para lugares distantes. Estamos a cada domingo em diferentes bairros, levando uma programação diversificada e tipicamente nossa”, comentou Amílcar.
No dia 5 de fevereiro, os Portais da Folia estarão nos bairros do Guamá e Telégrafo, e novamente nos distritos de Outeiro e Mosqueiro, com mais atrações do Carnaval de Belém 2012 - Folia, diversão e alegria pra toda gente.

Confira as atrações dos Portais da Folia – 29/01:
Cremação
17h – Abertura do Portal
17h15 – Escola de Samba Alegria-Alegria
18h – Chegada dos Emblemáticos
18h15 – Banda Samba & Swing
18h45 – Bloco Alternativo “Pau do Pato”
19h – Bloco Alternativo Olho de Coco
19h15 – Banda Samba & Swing
19h45 – Bloco Estrela Reluzente
20h -  Escola de Samba Xodó da Nega
21h – Encerramento
Marambaia
17h – Abertura do Portal
17h15 – Banda de Fanfarra “Pai d’égua”
18h – Blocos Alternativos “Guará da Marambaia”, “Abutres da Marambaia” e “Amigos do Charme”
19h – Banda Levada do Pará
19h30 – Jorginho e Banda
21h - Encerramentob


Texto: Vanda Duarte-Ascom Fumbel
Defesa Civil entrega
certificado do 2°
Grupamento de
Pronto Salvamento
Capacitar e preparar pessoas para situações de emergência. Esse é o objetivo do curso de qualificação promovido pela Defesa Civil Municipal que formou na tarde desta quinta-feira, 26, no Palácio Antônio Lemos, o 2º Grupamento de Pronto Salvamento (GPS).
Cerca de vinte e oito profissionais de diversas áreas receberam os certificados das mãos do prefeito Duciomar Costa, que estava acompanhado do coordenador da Defesa Civil, Mário Chermont.
Segundo Chermont, O GPS foi idealizado a partir do desabamento do edifício Real Class, que aconteceu no dia 29 de janeiro de 2011. “Esse grupamento é uma resposta de preparação imediata a catástrofes e acidentes de grande proporção que possam vir a acontecer, como foi no caso do Real Class, em que muitos voluntários nos ajudaram no socorro as vitimas. Daí então,  surgiu a ideia de formar esses grupamentos”.
Ainda segundo o coordenador, já foram iniciadas as inscrições para a formação do 3° grupamento. "Então, quem tiver afinidade em trabalho voluntário, em ação de cidadania, receberá uma capacitação. A inscrição é grátis e pode ser feita na sede da própria Defesa Civil”, informou Mário Chermont. 
Para o prefeito Duciomar, a formação desses grupamentos só traz beneficio para a capital paraense. “É nossa obrigação como gestor municipal, oferecer melhores condições para essas pessoas que trabalham na Defesa Civil, e nada melhor que essa qualificação. Até porque a Defesa não é composta apenas de servidores, mas também de voluntários. Então, essas pessoas têm que ter a qualificação necessária para qualquer evento que possa ocorrer”, afirmou.
Quem compartilha da mesma opinião é Odirlei Fonseca, 30. “Fico sem palavras para expressar como estou emocionado. É muito gratificante porque faz com que a gente possa passar esse conhecimento para a nossa família e público em geral”, disse.
As aulas do grupamento duraram cerca de um mês. Com mais essa formação cerca de 60 voluntários já passaram pela qualificação que aborda teorias e práticas de primeiros socorros, humanização, dengue e resgate.
A formação do GPS recebe a parceria da Defesa Civil Estadual, Corpo de Bombeiros, Secretaria Municipal de Saúde (Sesma), Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e técnicos da própria Defesa Civil de Belém.
Para ser voluntário da Defesa Civil de Belém é preciso ser maior de 18 anos e fazer o cadastro na sede da Defesa, que fica localizada na Travessa Campos Sales, nº 33, entre 15 de Novembro e Boulevard Castilho França, no horário comercial.

 Texto: Edson Oliveira
Fotos: Adriano Magalhães

Descontos de IPVA para
finais de placas 02 a 32
até segunda, 30 de janeiro 
                Dia 30 de janeiro é o último prazo de descontos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para os proprietários de carros com finais de placas 02 a 32, embora a data do licenciamento destes veículos, junto ao Detran, seja 30 de março.
                Até a próxima segunda-feira será possível recolher o valor do Imposto com desconto. O pagamento integral do IPVA, dois meses antes do prazo final do licenciamento, para  veículos que não tem multas de trânsito, garante o benefício do IPVA Cidadão.
                Os descontos são de 15% do valor do imposto para quem está há dois anos sem multa; 10% para quem não recebeu multas no ano passado e de 5% nas demais situações. O desconto não é cumulativo. O proprietário de veículo tem, ainda, a opção de antecipar o pagamento do IPVA em três parcelas, sem desconto.
                No site da Secretaria da Fazenda (Sefa) o proprietário pode consultar os prazos, valores, optar pelo pagamento integral ou parcelado, e emitir o Documento de Arrecadação Estadual (DAE), acessando o Portal de Serviços (www.sefa.pa.gov.br). O pagamento do DAE  é feito na rede bancária autorizada (Banpará, BASA, Bradesco, Banco do Brasil, CEF) e casas lotéricas. Quando não há antecipação do recolhimento do imposto, o  IPVA é pago junto com o licenciamento anual do Detran.
                Parcelamento - Quem tem débitos vencidos até 2011 poderá parcelar o  IPVA em até 8 vezes. Esse limite poderá ser estendido até o máximo de 36 parcelas, após análise econômico-financeira e a critério do titular da Secretaria. O parcelamento pode ser feito via internet, no Portal de Serviços da Sefa, na opção Parcelamento de IPVA, ou ainda na Coordenação Especial de Administração Tributária do IPVA e do ITCD na Região Metropolitana de Belém. No interior do Estado, pode ser feito nas Coordenadorias Regionais de Administração Tributária e Não Tributária (Cerat).
                Para maiores informações acesse o site da Sefa ou o serviço de atendimento telefônico Alô Sefa (0800-725-5533).

Texto:
Ana Márcia Pantoja-Sefa

Escola “Maroja Neto”
promove debate sobre
os carnavais de
Belém e do Brasil
                Os antigos carnavais de Belém e do Brasil estarão em debate durante 10 dias na sala de leitura/biblioteca da Escola Estadual “Maroja Neto”, localizada no bairro da Pedreira, em Belém. Por meio de palestras e exibição de vídeos, os alunos vão conhecer a origem do Carnaval e como as manifestações referentes à data ocorrem em Belém e no país. A programação iniciará nesta segunda-feira, 30, até a sexta-feira, 3, a partir das 14h30.
                A iniciativa é do projeto “Sala de Leitura: um foco nos temas transversais” com o apoio da coordenação pedagógica, da biblioteca e do projeto Sala de Vídeo". Após as palestras serão incentivadas atividades de leitura e produção de textos, além da realização de uma oficina de confecção de máscaras, em parceria com as professoras Lucimar Moraes e Maria do Carmo Tocantins.
                Para encerrar as atividades, foi programado um baile carnavalesco para o dia 15 de fevereiro, tendo como fundo musical os sambas que fizeram sucesso nos antigos carnavais de Belém. Na programação também está incluído um concurso de fantasias. “A programação é uma forma de debater com os nossos alunos a importância dessas manifestações populares à nossa cultura”, afirma o diretor Adilson Cordeiro.

Mangal recebe visita de
comitiva da Martinica
“Já visitei outros parques fora do Brasil, mas o Mangal achei mais moderno de todos. É um lugar muito bonito, é magnífico! , frisou Celine Letchimy, filha do presidente da Martinica, Serge Letchimy, durante visita realizada na manhã desta quinta-feira, 26, ao Mangal das Garças.
                Celine Letchimy e comitiva conheceram no Parque Ambiental Mangal das Garças, o Trapiche, Memorial da Navegação da Amazônia, Borboletário José Márcio Ayres e o Farol de Belém, além do Viveiro dos Aningas. Nesses espaços monitorados foram acompanhados por um monitor do Mangal, que explicava um pouco da história de cada ambiente e dos animais que vivem nessas áreas. “Estou impressionada, o espaço é muito bem explorado e conservado. O que mais me encantou foi o Trapiche, a vista do rio é muito bonita, gostei muito de conhecer”, relatou Celine Letchimy ao término da visita.

Helenilson Pontes prestigia
a inauguração da 10ª
Vara Federal em Belém
                Na noite desta quinta-feira, 26, o Tribunal Regional Federal da 1ª região inaugurou em Belém, a 10ª Vara Federal Especializada em Juizado Especial Federal, com a presença do governador em exercício, Helenilson Pontes. A cerimônia foi conduzida pelo presidente do Tribunal, desembargador federal Olindo Menezes.
                Criada pela lei 12.011, de 4 de agosto de 2009, cuja implantação foi autorizada pela resolução presidencial 24, de 18 de novembro de 2010, a 10ª Vara é o resultado da ampliação da Justiça Federal no Estado do Pará. De acordo com o juiz Rubem Lima de Paula Filho, titular da 10ª Vara Federal, a seção inicia os seus trabalhos com aproximadamente 20 mil processos que estavam aguardando resposta. “Tornaremos a Justiça Federal no Pará ainda mais ágil. Junto com os servidores atenderemos aqueles que mais precisam da justiça”, afirmou o juiz titular.
                Em pronunciamento, o governador em exercício Helenilson Pontes parabenizou o Tribunal pela inauguração e pelo trabalho da Justiça Federal no Estado. “Com a ampliação do poder judiciário federal no Pará, o Tribunal Regional Federal está contribuindo para o combate a desigualdade social, que é uma das metas do Governo do Estado”, disse o vice-governador. Além de Belém, Santarém, Paragominas e Tucuruí também receberão novas Varas Federais com atendimento especializados. O anúncio foi feito pelo presidente do Tribunal, Olindo Menezes, em discurso.
                Participaram da inauguração o Procurador Geral do Estado, Caio Trindade; o diretor do Foro da Seção Judiciária do Estado do Pará, juiz federal Daniel Santos Rocha Sobral; o deputado estadual Raimundo Santos; o desembargador Ronaldo Marques, que representou o presidente do Tribunal de Justiça do Estado do Pará; o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Pará, desembargador Ricardo Ferreira Nunes; o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 8ª região, desembargador José Maria Quadros de Alencar; o coordenador do Juizado Especial Federal da Seção Judiciária do Pará, juiz federal Ruy Dias de Souza Filho; o procurador-chefe do Ministério Público Federal no Pará, Ubiratan Cazetta e Raphael Sampaio Vale, representando a OAB/PA.

Texto:
Cintya Simões-Vice-Governadoria

Prefeitura de Belém
anuncia vencedores
do II Prêmio Cultural
Ipamb/PMB
Os talentos literário, fotográfico e de curtametragista de servidores do município de Belém foram premiados pela prefeitura na solenidade de anúncio dos vencedores do II Prêmio Cultural Ipamb/PMB realizada pelo Instituto de Previdência e Assistência do Município no Palácio Antônio Lemos, na noite desta quinta-feira, 26.
A descoberta de Belém pelo olhar artístico do servidor foi o tema dos 349 trabalhos inscritos por funcionários de diversas secretarias e órgãos municipais no concurso que, segundo o presidente do Ipamb, Oséas Batista da Silva Júnior, “tem como objetivo primordial a valorização do servidor, descobrir e estimular habilidades e potencialidades expressas através da arte”.
Para a servidora Denise Pinheiro Mourão, há 29 anos funcionária da Secretaria Municipal de Educação, o Prêmio Cultural foi uma oportunidade para divulgar alguns dos vários poemas que mantém guardados em casa. “Porque tinha vergonha de mostrar, até pela simplicidade do que escrevo, agora espero que dê certo”, disse confiante e já pensando em se inscrever em outros concursos.
Fernanda Oliveira, há 15 anos professora da Escola Alfredo Chaves no Distrito de Icoaraci, foi a vencedora do concurso literário premiada com R$ 5.000,00. Também estreante em concurso de talento artístico ela se disse surpresa com o primeiro lugar: “Nem estou acreditando”, surpreendeu-se a professora que disse ter buscado inspiração na cidade, na chuva que desperta a sensibilidade.
O auxiliar administrativo do Ipamb, Cristiano Reis Cantão, foi o vencedor da categoria fotografia com um registro em preto e branco do cotidiano na Pedra do Peixe, do Ver-o-Peso. “Ver o pescador e a pedra, tanto um como o outro, se confundem com a história do Ver-o-Peso, mesmo depois de tantos séculos de existência desse lugar”, explica. “Agora, eu só tenho a agradecer à prefeitura por dar esse incentivo, essa forma de estimular o talento de nós servidores”, diz Cristiano.
Na categoria curta-metragem o grande vencedor do II Prêmio Cultural foi o Agente de Bem Estar Social (Abes) da Secretaria Municipal de Saúde,Alberto Santana,que também participou pela primeira vez de um concurso artístico. “Uma oportunidade como essa abre a nossa mente e eu estou muito feliz de ter sido premiado, logo da primeira vez que participo”, comemorou Alberto.
A partir dos trabalhos selecionados nas três categorias do II Prêmio Cultural Ipamb/PMB, a prefeitura criou um livro, um calendário e um DVD que foram disponibilizados aos servidores municipais.
O professor de artes da Fundação Escola Bosque Marcílio Benedito da Costa, premiado em duas categorias, resumiu em versos do poeta Fernando Pessoa, a importância de iniciativas que estimulem a criação artística no ser humano: “A Arte existe porque a vida não basta. A arte é o que faz a vida valer a pena”, recitou ao público, agradecendo ao reconhecimento do trabalho inscrito no concurso.
A solenidade encerrou com um show de música popular do cantor Mário Cantuária. De acordo com Oséas Batista, ainda este ano a prefeitura deve realizar mais um Prêmio Cultural na categoria música. “Os servidores que têm esse talento para compor, para cantar, vão ter a oportunidade de mostrar isso, porque essa é nossa intenção, é fomentar a arte, porque sem a criatividade, esse prêmio não seria possível”, encerrou o presidente do Ipamb.


Texto:Tânia Menezes
Fotos:Adriano Magalhães

Policiais desarticulam
esquemas de venda de
drogas em Porto
de Moz e Castanhal
                Dois esquemas de tráfico de drogas foram desarticulados em Porto de Moz, sudoeste do Pará, e em Castanhal, região nordeste do Estado. No primeiro caso, está preso o homem acusado de distribuir drogas no município. Elson Santana da Silva, de apelido “Engole Pedra”, foi preso após denúncias de que estaria traficando entorpecentes em via pública na cidade. O acusado coordenava um esquema conhecido na região com “disque-droga” e vinha atuando diretamente no bairro da Cabanagem. Ao tomar conhecimento do fato, o delegado Carlos Eduardo Paisani de Moraes e o investigador Joel Freitas de Oliveira iniciaram uma investigação.
                Os policiais civis contaram com o apoio de uma guarnição da Polícia Militar para efetuar a prisão de Elson Silva. A guarnição encontrou com Elson uma “pedra de crack” de aproximadamente 11 gramas, uma “peteca” da droga já embalada e pronta para comercialização, uma quantia em dinheiro e um telefone celular. O preso foi encaminhado à Delegacia da Polícia Civil local e autuado por tráfico de entorpecentes.
                Em Castanhal, policiais da Superintendência Regional da Zona do Salgado efetuaram a prisão em flagrante do casal José Ricardo de Souza Monteiro e Maria Deuzarina Santos Barbosa por tráfico de entorpecentes. Eles foram flagrados após denúncia de venda de drogas no bairro Saudade I, periferia da cidade. A equipe seguiu para o local indicado onde constatou a movimentação característica de tráfico de drogas. No imóvel, localizado na Rua Duque de Caxias, foram apreendidas 18 petecas de pasta base de cocaína, além de R$ 91 em dinheiro. O casal foi conduzido com a substância e o dinheiro para a Delegacia de Castanhal para autuação em flagrante.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil

Secti e empresários
discutem as demandas
de serviços tecnológicos
no Estado
                Representantes do setor produtivo estiveram reunidos na última quinta-feira, 26, em mais uma edição do Fórum Empresarial promovido pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). No primeiro encontro de 2012, os empresários e a diretoria da Secti discutiram a respeito dos serviços tecnológicos demandados no Estado.
                Na ocasião, foram apresentados os resultados de uma pesquisa feita pela Secti no final de 2011, com 20 empresas da capital e do interior. Todas responderam a um questionário sobre as necessidades de conhecimentos e serviços tecnológicos em diferentes setores produtivos como alimentos, cosméticos, mineração, biotecnologia e energia, entre outros.
                Do total de empresas que participaram da pesquisa, 21% demandam serviços físico-químicos, 16% serviços mecânicos, 12%  serviços químicos e 11% serviços elétricos. Os 40% restantes demandam serviços térmicos, acústicos, biológicos e outros.
                A pesquisa também mostrou que 90% das empresas paraenses pesquisadas tem dificuldades em contratar esses serviços demandados. Entre os principais motivos estão a inexistência de tais serviços no Estado, o alto custo ou a inexistência dos mesmos nos municípios, além da falta de informação sobre como contratar as empresas certificadas que os oferecem e as poucas empresas certificadas.
                Outro fator levantado na pesquisa trata das normas técnicas referentes a produtos/serviços. Mais uma vez, 90% das empresas disseram ter conhecimento dessas normas e possuírem documentos de padronização no seu processo de produção. Entretanto, as empresas declararam ter dificuldades para utilização das normas e/ou procedimentos padronizados. Entre as principais dificuldades estão o custo elevado para treinamento (39%), a ausência de conhecimento específico na área (25%), além da ausência de empresas de consultoria com especialidade nesse ramo, entre outras.
                A pesquisa serviu para que se obtivesse um panorama inicial da oferta e demanda de serviços tecnológicos no Estado. “O número de empresas consultadas é apenas uma pequena amostragem. Vamos buscar mais dados com outros órgãos, como a FIEPA, e realizar outros levantamentos em busca de bases sólidas para formular uma política de Tecnologia Industrial Básica (TIB) no Estado”, comenta Alex Fiúza, titular da Secti.
                Os empresários também tiveram informações sobre os PCT’s Guamá, Tocantins e Tapajós. Foram apresentados os objetivos, as potencialidades, a infraestrutura e as áreas de atuação de cada parque tecnológico. Este ano, as reuniões do Fórum Empresarial serão bimensais e o próximo encontro está marcado para o dia 29 de março.

Texto:
Raphael Freire-Secti

Municípios tem até o
dia 30 para garantir
merenda escolar
                As Prefeituras Municipais têm até o dia 30 de janeiro para assinar o Termo de Anuência que vai permitir o recebimento do recurso financeiro da merenda servida pelas escolas de Ensino Médio diretamente em sua conta. Ao assinar o documento, o repasse será efetuado diretamente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) aos municípios. A assinatura do Termo é mediada pela Secretaria de Estado de Educação (Seduc) que o encaminhará ao Ministério da Educação (MEC).
                Em 2011, somente 64 prefeituras assinaram o termo. Este ano, 127 municípios já assinaram o documento. Mas ainda faltam a adesão de 18 prefeituras que não oficializaram seu interesse em receber o repasse: Água Azul do Norte, Bagre, Baião, Belterra, Canaã dos Carajás, Chaves, Conceição do Araguaia, Cumarú do Norte, Curionópolis, Nova Ipixuna, Santana do Araguaia, Santarém, São Domingos do Capim e São Geraldo do Araguaia.
                O cálculo do valor a ser recebido por cada município é baseado no número de alunos informados pela escola ao Censo Escolar e na quantidade de dias letivos (200 dias), multiplicados por R$ 0,30. O recurso é repassado em 10 parcelas. O primeiro repasse está previsto para acontecer entre os dias 28 de fevereiro e 3 de março.
                De acordo com o secretário adjunto de Logística Escolar da Seduc, José Croelhas, a assinatura do Termo de Anuência é muito importante para a qualidade da merenda ofertada aos alunos e também traz outros benefícios. “As prefeituras que assinam o termo recebem o recurso diretamente em suas contas. A merenda servida na escola será comprada naquela região em que está inserida, incrementando a economia local e diminuindo custos de logística”, explicou o secretário adjunto.
                Nos seis municípios da Região Metropolitana de Belém (RMB) a execução do Programa de Alimentação Escolar é feita pela Seduc. O cardápio da alimentação escolar que será servida no ano letivo de 2012 já foi definido. São 13 composições de cardápios diferenciadas, que incluem iogurte, macarrão com peito de frango, frutas, sucos, achocolatados e duas novidades: arroz, feijão e charque em cubos, e achocolatado com rosquinha de cupuaçu.

Texto:
Mari Chiba-Seduc

Imetropará aprova
maioria dos materiais
escolares avaliados
                Apenas uma marca de massa de modelar foi reprovada pelo Instituto de Metrologia do Pará (Imetropará) durante a fiscalização da Operação "Volta às Aulas". A ação ocorreu entre os dias 1 e 7 e coletou, em seis estabelecimentos comerciais da Região Metropolitana de Belém (RMB), diversos materiais para análise no Laboratório de Pré-medidos. Ou seja, foram analisados produtos que possuem, na embalagem, indicação de comprimento, massa, quantidade ou volume, como: cadernos escolares, clipes, cola (tipo bastão, para isopor e branca), massas de modelar, giz de cera e tintas coloridas. As perícias foram realizadas nos dias 24 e 25 de janeiro.

Projovem certifica
mais 38 Detentos
                Na manhã desta quinta-feira, 26, outros 38 internos foram certificados pela conclusão do Projovem Prisional Urbano, em solenidade realizada no Centro de Recuperação Penitenciário do Pará I (CRPP I), localizado na Vila de Americano, município de Santa Izabel.
                O Projovem tem o objetivo de elevar a escolaridade por meio da conclusão do nível fundamental com agregação de uma iniciação profissional. No caso do Pará foi escolhido o arco ocupacional de madeiras e móveis - movelaria. O projeto é fruto de uma parceria entre o Departamento Penitenciário Nacional – Depen, Secretaria Nacional Da Juventude e Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará (Susipe).
                Cada detento recebeu o certificado das mãos do seu paraninfo. Na abertura da cerimônia, o orador da turma, Bruno Átila Nascimento, destacou a dedicação de todos os envolvidos no projeto. “Eu agradeço principalmente àqueles que tornaram este momento possível, tanto os professores quanto os alunos que se dedicaram e se uniram para essa conquista, que é de grande importância para o nosso futuro”, agradeceu Bruno.
                Para os familiares dos concluintes, a cerimônia representa um passo importante para a vida fora do cárcere. “A conclusão dos dois cursos (ensino fundamental e iniciação profissional) dá uma grande expectativa para a família. Ao voltar à sociedade, acredito que eles vão ser um cidadão de bem”, diz emocionada a paraninfa Maria das Graças.
                O aluno David Vidal afirma que o Projovem é uma oportunidade dentro da penitenciária que ele não teve enquanto estava em liberdade. Vidal conta que não vai se contentar com o ensino fundamental e planeja os próximos passos. “Depois do Projovem, quero concluir o ensino fundamental e penso em fazer faculdade de direito ou administração, quem sabe até educação física”.
O Superintendente da Susipe, tenente coronel André Cunha, afirma que quando se está na prisão é preciso ter força de vontade e a coragem de recomeçar. Cunha também ressaltou a importância de novas conquistas. “Agora é imprescindível buscar concluir o ensino médio e continuar dando orgulho aos familiares que estão aqui presentes”, concluiu.
                Professores do Projovem Prisional também estiveram presentes na solenidade. A professora de língua portuguesa, Ana Dália, conta que é gratificante ver que os detentos já procuram informações de como se inscrever no ensino médio. “Na sala de aula a gente se surpreende com o crescimento dos alunos, alguns nos procuram para aulas de reforço. Para o educador isso não tem preço”, afirma. Após receberem os certificados, os alunos entregaram placas de homenagem, confeccionadas por eles, aos organizadores do Projovem em agradecimento à iniciativa que até agora só foi realizada no Pará e nos estados do Acre e Rio de Janeiro.

Texto:
Nara Pessoa-Susipe


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...