Total de visualizações de página

domingo, janeiro 22, 2012

@ REPÓRTER JURUNENSE: As quentes deste domingo


Professores e alunos
transformam o visual
da Escola Waldemar Ribeiro



Sair de casa em uma tarde chuvosa de sábado e encontrar os amigos na escola. Mais que isso, desenhar e colorir paredes, e imaginar um novo ambiente escolar. Foi o que fizeram cerca de 80 estudantes e professores da Escola Estadual de Ensino Fundamental Waldemar Ribeiro, localizada no bairro do Umarizal, no último dia 21. A ação fez parte do projeto interdisciplinar “Pintar e Bordar”, cujo objetivo é tornar a espaço mais bonito e agradável.
A aparência discreta da frente da escola que quase a tornava anônima na travessa Dom Romualdo de Seixas sempre incomodou a comunidade escolar. As cores sérias nas paredes e a ausência de um espaço “verde” também deixavam a desejar. Mas essa realidade começou a ficar para trás. No início deste mês, professores, estudantes e pais de alunos reuniram-se para apresentar opiniões, novas idéias e projetos a serem desenvolvidos no ano letivo de 2012.
De acordo com um dos coordenadores do projeto, professor João Carlos Sanches, a idéia é integrar a escola à comunidade do entorno. Ao longo deste ano, diversas ações serão implementadas, como a criação da TV Pavulagem. a campanha contra a dengue, cinema na escola, além de palestras sobre o uso de drogas, relações interpessoais e doenças. “Já estamos observando uma mudança geral de comportamento e ânimo. Queremos uma escola que ultrapasse os muros, as paredes da sala de aula. Queremos que a comunidade enxergue a escola”, afirmou o professor.
Desenhos e pinturas feitas pelos alunos durante o ano passado também foram usadas como referências. “Percebemos que as paredes da escola tinham uma cor que não dava alegria. Então decidimos alegrá-la, dar à ela um novo visual”, explicou a professora de Artes, Jô Benevides. As referências do projeto são os artistas Romero de Britto e Tarsila do Amaral. “Trabalhamos seus conceitos durante o ano passado. Identificamos muitos talentos entre os alunos. Alguns demonstraram fortes habilidades com a pintura e no traçado dos desenhos”, acrescentou.
Entre os talentos identificados está Samya Rodrigues, 17 anos. Ela é a autora dos traçados dos principais desenhos das paredes da entrada da escola. “Gosto muito de desenhar. Já fiz curso no Curro Velho e as vezes fico desenhando em casa”, explicava a estudante, enquanto cobria com tinta o traçado de uma borboleta. “Acho que o mais legal foi vir aqui hoje. Todos os meus amigos vieram”, disse Samya, acrescentando que se não estivesse na escola “provavelmente estariam casa vendo televisão”.
Quem também gostou de ir à escola no sábado foi Flávia Cardoso, 15 anos. A jovem ajudou na limpeza de uma área aberta onde será implantada uma horta. Para ela, a ação, mais que deixar o ambiente mais bonito, estimula a sensação de cuidado e de querer estar na unidade de ensino. “A gente passa muito tempo na escola e nem sempre percebe o quanto pode ser legal. Desde que começou o projeto todo muito está muito mais motivado, mais unido com os professores. É muito bom poder sair daquela rotina”, avaliou a aluna.

Texto:
Mari Chiba-Seduc
Fundação Curro Velho e
Pro Paz retomam
atividades integradas
As atividades desenvolvidas em regime de parceria entre a Fundação Curro Velho e o programa Pro Paz recomeçam nesta segunda-feira, 23 de janeiro, após um período de recesso devido às festas de fim de ano. A FCV estará presente nos quatro polos de atendimento do Pro Paz sediados na Universidade Federal do Pará, Universidade Federal Rural da Amazônia, Estádio do Mangueirão e no Instituto de Ensino em Segurança Pública (IESP) de Marituba, na Região Metropolitana de Belém. As oficinas oferecidas serão de Percussão, Ritmo e Técnicas Circenses.
A parceria entre os dois vem desde 2011 e de  dacordo com a gerente de Atividades Complementares da Fundação Curro Velho, Luciana Rosa, a intenção é fazer com que a instituição esteja presente em todos os polos do programa, garantindo resultados cada vez mais eficazes junto às crianças atendidas por intermédio da parceria.
Crianças e adolescentes com idades entre 8 e 18 anos participarão das atividades, voltadas principalmente à reestruturação familiar. O projeto oferece atividades esportivas e culturais no contraturno escolar. “Atendemos uma média de 560 crianças por polo, disponibilizando, além das atividades, a distribuição de lanches e uniformes”, informa a gerente de Projetos do Pro Paz, Adriana Fernandes.

Texto:
Andreza Gomes-FCV

ESTENDO OS MEUS
AGRADECIMENTOS:
JORNAL CORREIO JURUNENSE
Jornalista Jorge Mesquita - JORNAL CORREIO JURUNENSE,
Imenso é o sentimento de gratidão ao ultramegaespecial  Excelentíssimo senhor Prefeito de Belém DUCIOMAR GOMES DA COSTA, por ter sido eu uma das escolhidas por ele para ser homenageada como representante dos aproximadamente 20 mil servidores municipais com a comenda Caldeira de Castelo Branco no dia dos 396 anos de aniversário da cidade de Belém.
Estendendo os meus agradecimentos por ter tido a minha foto publicada no JORNAL CORREIO JURUNENSE.
Tiro aqui a minha "vestimenta" de homenageada como representante dos demais servidores da PMB e neste momento escrevo o que sinto em meu coração,  como ser humano, com limitações, erros e acertos.
Como funcionária pública Municipal desde o ano de 1976, eu já passei por diversas situações de facilidades e dificuldades, mas por este momento  único  e que será inesquecível na minha vida, é a primeira vez. 
Agradeço profundamente pela lembrança de meu nome. Só vejo uma forma de agradecimento acima de letras e palavras aqui escritas: trabalho, trabalho e trabalho. Este é o caminho. Fica o registro.
Crianças da Fundação
Curro Velho assistem
espetáculo de balé
Crianças da Fundação Curro Velho irão prestigiar neste domingo, 22, o espetáculo “A Bela Adormecida”, montado no “Workshop de Ballet Clássico de Repertório da Amazônia” realizado na Ballare Escola de Dança. O espetáculo foi montado em 15 dias. As crianças da Fundação receberam o convite para assistir a sessão especial, reservada especialmente para escolas públicas e instituições de caráter filantrópico que buscam a interação artístico-cultural na capital paraense. O espetáculo será apresentado no Theatro da Paz, às 16h. Cerca de cem alunos da Fundação Curro Velho foram convidados para a apresentação.
Feira do Som prepara
festa dos 40 anos
O programa mais popular da Rádio Cultura FM, a Feira do Som, completa, no dia primeiro de maio, 40 anos e para comemorar a data está sendo preparada uma grande programação que inclui lançamento de CD, livro, show musical e peça de teatro. “Tudo ainda está sendo pensado”, informou Edgar Augusto, apresentador do programa, que é veiculado na Cultura FM, ao meio dia, desde a fundação da emissora, em 1985. A Feira do Som foi criada por Edgar Augusto e por seu irmão, Edir Augusto, na década de 70, ainda na Rádio Clube.
Edgar Augusto antecipa que no dia do aniversário será lançado um CD com 15 faixas cedidas por artistas paraenses que marcaram presença no programa, além do livro 'A Feira da Noite', de sua autoria. “Estamos vendo a possibilidade de fazer um grande show e uma peça de teatro”, adiantou Edgar.
O programa “Feira do Som” se confunde com a história do jornalista e radialista Edgar Augusto Proença no rádio. Atualmente, o programa é veiculado de segunda a sexta na Rádio Cultura FM, de meio-dia às 14h. Edgar Augusto começou a trabalhar no rádio na década de 60, com 15 anos. Nascido em uma família de radialistas, filho de Edir Proença e neto de Edgar Proença, começou a atuar na empresa da família, a Rádio Clube, no setor de esportes.
Na década de 90, o programa “Feira do Som” se consolidou como a única ponte entre o público e a música paraense no rádio. O estilo que Edgar Augusto concedeu ao programa também tornou-se símbolo da qualidade que a Cultura buscava em sua programação musical.
Além de se especializar nos lançamentos de música da terra e de divulgar as melhores produções da Música Popular Paraense, a Feira do Som seguiu a linha de distribuição de prêmios para ouvintes que acertassem questões sobre a cultura da terra. Quem acerta as perguntas enviadas pelo Grisalho Couto, o perguntador mor juramentado do programa, como é apresentado por Edgar Augusto, recebe livros, CDs e ingressos como forma de estimular os ouvintes a conhecerem a produção local.

Texto:
Ronaldo Quadros-Funtelpa
Detentos e Egressos
Iniciam 2º Módulo do
Projeto “Cultivando
Flores de Vidas”
Cerca de 40 egressos e presos do regime semiaberto custodiados pela Superintendência do Sistema Penitenciário do Pará iniciam nesta segunda-feira, 23, o segundo módulo do projeto “Cultivando Flores e Vidas”, que tem o objetivo de capacitar internos para o cultivo de flores regionais, ornamentais e paisagismo.
O projeto é uma iniciativa do Governo do Estad,o por meio da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater), em parceria com a Susipe, Secretarias de Estado de Meio Ambiente e de Agricultura, Instituto de Desenvolvimento Florestal do Pará (Ideflor), Central de Abastecimento do Pará (Ceasa), Fábrica Esperança e Fundação Curro Velho.
As aulas acontecem no auditório da Ceasa. Durante o segundo módulo, que vai até o dia 1º de fevereiro, serão ministradas palestras; aulas teóricas das disciplinas de associativismo, cooperativismo e empreendedorismo no mercado de flores; habilidades de gestão, controles financeiros e práticas de vendas.
Segundo a gerente da Divisão de Assistência Integrada da Susuipe, Silvina Cunha, a expectativa é que o segundo módulo alcance um público de 40 detentos e egressos e que esta qualificação contribua para a formação profissional dos presos. A gerente afirma, também, que o curso abre uma extensão aos familiares dos detentos para que estes compreendam mlehor a importância do projeto.
Barcarena recebe mais
um empreendimento
milionário




Empresa que já atua em Cabedelo (PB) é especializada na importação, beneficiamento, armazenamento e comercialização de coque de petróleo e coque metalúrgico investe 10 milhões no Pará
Empresas de todo o mundo apontam a Região Norte como a que mais se desenvolve no Brasil. Foi com esta certeza que a Tecop inaugurou na manhã do último dia, 20, o terminal de combustíveis sólidos em Barcarena, no Pará. Município detentor de um importante polo industrial no Norte do país.
Localizado ao lado do porto de Vila do Conde, o terminal já possui capacidade para importar e beneficiar cerca de 400 mil toneladas por ano. O potencial da região é de no mínimo 500 mil toneladas de coque de petróleo e 500 mil toneladas de coque metalúrgico por ano, que subsidiarão o estado do Pará por meio das indústrias de cimento, celulose, alumínio e cerâmica, e as grandes siderurgias localizadas nos municípios de Marabá e Açailândia.
O secretário de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção do Estado, Sidney Rosa, esteve na inauguração do novo empreendimento e representando o Governador do Estado, Simão Jatene, falou da importância da Tecop para a região. “Esta empresa vem para integrar exatamente o que nós estamos construindo no setor industrial do Pará. Nós precisamos agregar valor as nossas matérias primas, e somente poderemos fazê-lo se existirem meios que garantam a transformação industrial”, afirmou o secretário. Ainda de acordo com ele, o “maior objetivo é incentivar cada vez mais empresas como esta e aumentar a geração de emprego e renda no Estado do Pará”.
O presidente da Tecop, Jan Ruijsenaars, ressaltou a importância de escolher o Estado para receber as instalações do terminal da empresa. “A escolha se deu em função da boa estrutura portuária da localidade, da disponibilidade de uma área próxima ao porto – que foi adquirida em 2008 -, e ainda, pelo potencial de desenvolvimento de produtos de biomassa que a Região Norte do país disponibiliza”, frisou o empresário.
Ainda de acordo com Jan, depois do sucesso de Cabedelo, no Estado da Paraíba, onde a empresa instalou seu primeiro terminal, o próximo passo foi buscar outra região onde pudesse ‘repetir o sucesso’. “Ao dividir o país em regiões, identificamos um ponto de distribuição que atinge uma grande área. Chegamos a analisar a região sudeste, lugar de muitas possibilidades, porém seria fácil sermos copiados pela concorrência, ao passo que na Região Norte apontamos Barcarena como um lugar detentor de um porto muito bem posicionado, o com uma boa infraestrutura para importação”, avaliou.
O canadense Brian Acton – representante da Oxbow, maior produtora mundial de coque de petróleo calcinado -, esteve em Barcarena e acompanhou a inauguração da Tecop, da qual é sócio majoritário. Cheio de expectativas positivas diante da grande potência econômica do Estado, ele falou que “o porto de Vila do Conde é estrategicamente bem localizado, ao passo que no Brasil a logística de escoamento ainda é deficitária”. Ainda assim o empresário, que investe em mais de 40 países, falou de sua satisfação em investir no Brasil e no Pará.
Meio Ambiente
O Coque - obtido através de resíduos do processamento produtivo das refinarias de petróleo -, é um produto inerte, portanto, sem riscos de causar doenças. Ainda assim, a empresa fará a aspersão do Petcoke, ou seja, vai molhar o produto para evitar a emissão de partículas de poeira e realizará o lonamento dos caminhões evitando que parte do produto seja derramado durante o transporte.
Outra medida a ser tomada pela Tecop será a de promover varredeira para evitar a dispersão da poeira, além da lavagem dos pneus na entrada e na saída dos caminhões que transportam o produto do porto à instalação de armazenagem.
Promovido pela empresa de eventos Ciamazônica, o encontro entre empresários, funcionários e autoridades terminou com a apresentação do Balé Folclórico da Amazônia, que mostrou todo o ritmo e gingado do carimbó. E estendeu a programação de inauguração em um passeio que os levou das margens do rio Tocantins às margens do rio Guamá.

Texto:
Cora Coralina-Secom
População de Ananindeua
aproveita os preços da
Feira do Peixe Popular






Muita gente acordou cedo neste sábado, 21, para aproveitar os preços e produtos ofertados na Feira do Peixe Popular,  realizada pela primeira vez no município de Ananindeua, na feira da Cidade Nova 6. Até as 14h, o consumidor poderá encontrar até 10 tipos diferentes de pescado a preços bem acessíveis, além de camarão e caranguejo, com descontos que variam entre 50% e 60%. A Feira é realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Pesca e Aquicultura (Sepaq), que pretende estimular a alimentação saudável com o consumo de pescado.
O secretário de Pesca e Aqüicultura, Ricardo Sawaki, acompanhou desde cedo as vendas e ressaltou que a Feira do Peixe Popular é uma boa oportunidade para a população adquirir alimento de qualidade a preços bem baixos. “Estamos ofertando seis toneladas de pescado, de dez espécies diferentes. A exemplo das outras, a demanda é bem grande e a população aproveita para comprar pescado para a semana toda”, afirmou.
Os peixes ofertados a preços mais em conta são a Gurijuba (2 reais), o Xaréu (3 reais), Pargo, Curuca e Ariocó (4 reais). Mas o consumidor tem a sua disposição, ainda, o camarão rosa sem cabeça (25 reais o quilo) e o camarão rosa especial (30 reais o quilo). O Bacalhau pode ser encontrado desfiado ou salgado a 23 reais, o quilo, e na forma de filé dessalgado, pelo mesmo preço.
Para quem prefere adquirir o pescado talhado na forma de filé, as opções são a Dourada (11 reais o quilo), Pescada Branca (11 reais) e Pescada amarela Manta (26 reais). O filé de pescada amarela é vendido na embalagem tradicional de cinco quilos por 90 reais. O camarão descascado para molho, conhecido por camarão 7 Barbas, é comercializado a 18 reais o quilo, já o camarão rosa descascado grande pode ser adquirido a 40 reais o quilo.
E os consumidores souberam aproveitar. A dona de casa Reni Loureiro, 58, precisou de ajuda para levar as comprar para casa. Além de filé de Gó, Dourada e Filhote, que estavam na sacola, ela ainda carregava um Xaréu inteiro, de quase cinco quilos. “A gente tem que aproveitar o peixe barato, não é? Não dá pra perderessa oportunidade”, disse a senhora, que já pensava em como preparar o Xaréu para o almoço: “Acho que vou fazer esse peixão cozido”.
Quem também voltou para casa cheia de sacolas foi a aposentada Lúcia Barreto, 53. Foram mais de 30 quilos de peixe, entre Dourada, Pargo, Gurijuba, comprados na feira popular. A cunhada de dona Lúcia também aproveitou para comprar caranguejo. “Eu sou acostumada a comer peixe e lá em casa todo mundo aprecia muito esse prato. Por isso a gente aproveitou para comprar bastante e garantir peixe para as próximas semanas. Foi bem mais em conta do que comprar no supermercado ou feira normal”, ressaltou.

Esta é a primeira Feira do Peixe Popular que o Estado realiza este ano. Outras duas já estão programadas, uma em Belém e outra no município de Salinas, no nordeste do Estado. Em 2011, foram realizadas oito edições, sete na capital e uma em Marabá. Segundo Ricardo, este ano todas as regiões paraenses devem receber a feira. "A intenção é firmar parcerias com os municípios e comunidades locais para garantir que a cada mês uma cidade diferente receba a feira", explicou o secretário.

Texto:
Thiago Melo-Secom
Aulão de ginástica
movimenta academia
pública no bairro do Marco


Os frequentadores da academia ao ar livre da Avenida Rômulo Maiorana, no bairro do Marco, ganharam nesta sexta-feira, 20, uma programação especial com direito a aulão de ginástica e distribuição de energéticos e frutas.
 O aposentado Wilson Carvalho, 66 anos, aprovou a ação. “Faço exercícios diariamente aqui e uma atividade como esta é mais do que bem vinda”, assegura o morador. Mesmo quem mora distante e chega cedo para malhar ficou um pouco mais no local para fazer o aulão de ginástica. É o caso da pensionista Maria de Nazaré Oliveira, 69 anos. “Começo a fazer exercícios às seis da manhã, em outro local, depois venho pra cá e fico aqui por uma hora malhando, mas hoje vou aproveitar a ação e ficar um pouco mais”, diz ela.
Parceiro pela primeira vez no evento da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer-Sejel, o Projeto Saúde na Cidade, do Laboratório Beneficente, levou à população serviços gratuitos, como verificação da Pressão Arterial (PA), pesagem e orientação nutricional. “O projeto começou em 2006 e hoje já acontece em outros sete pontos da cidade: as praças Brasil e da Bíblia, o Bosque Rodrigues Alves, o Museu Goeldi, e as avenidas João Paulo II e Marquês de Herval. Agora estamos nesta ação com a Sejel e esperamos que no futuro a gente faça outros projetos juntos”, explica a Coordenadora do Projeto, Mercedes de Oliveira.
O aulão de ginástica faz parte da programação da Sejel nos 396 anos de Belém. “Nós começamos com o aulão de ginástica, mas neste domingo teremos uma rua de lazer, na Aldeia Amazônica. No próximo dia 28, a programação continua com a inauguração da academia ao ar livre de Icoaraci e no dia 29, estaremos promovendo a 16ª edição da Corrida de Belém, evento que reúne cerca de dois mil corredores com largada e chegada na Doca percorrendo os pontos turísticos da cidade”, informa o Secretário Municipal de Esporte, Francileno Mendes.

Texto: Ieda Ferreira-Sejel
Fotos:João Gomes
Governador assina
decreto que cria o
Condomínio da
Reserva Legal
O Pará mais uma vez sai na vanguarda na questão da preservação de suas áreas florestais. Após a criação, ano passado, do programa Municípios Verdes, que vem servindo de modelo para outros Estados do país, neste domingo (22), em Paragominas, no nordeste paraense, o governador Simão Jatene assina o decreto que cria o sistema de Condomínio da Reserva Legal, uma espécie de compensação de ativos florestais, que beneficiará todo o Estado. A programação ainda inclui uma série de eventos, entre a entrega de viaturas, títulos de terra e assinatura de convênio com o município.
O secretário extraordinário do programa Municípios Verdes, Justiniano Neto, explica que o novo modelo de compensação é uma forma a mais de os produtores regularizarem suas propriedades. De forma geral, ele permitirá que eles se unam para adquirir áreas de florestas ou, ainda, para a formação de novas áreas. O objetivo é facilitar a regularização do produtor, que receberá benefícios por manter a floresta em pé.
Um produtor que tenha suas áreas florestais regularizadas poderá, por exemplo, alugá-las. Em Paragominas, já existe uma experiência do modelo. O produtor local Aderval Dalmaso firmou um contrato de condomínio florestal com outro produtor, Flávio Carminati, e receberá um valor anual pelo aluguel de suas florestas.
“Com o Municípios Verdes, o Pará deu início a um processo de regularização das propriedades rurais, que tem início com o Cadastro Ambiental Rural (CAR) e termina com o Licenciamento Ambiental Rural (LAR). Com a criação da reserva legal em condomínio, os produtores têm uma nova forma de conseguir essa regularização, com a união de suas terras. O decreto vai fixar as regras para fazer parte desse modelo”, explica o secretário.
Programação – Além da assinatura do decreto, Simão Jatene entrega 31 veículos à Polícia Militar e à Agência de Defesa Agropecuária do Estado (Adepara). Este deverá ser o primeiro ato da agenda, que começa às 9h30, na sede do Sindicato dos Produtores Rurais de Paragominas. O governador ainda entrega cerca de 60 títulos de terra a pequenos e médios produtores rurais e dá início ao funcionamento de mais quatro pontos de acesso livre à internet, por meio do Navegapará.
Outro ato previsto é a assinatura de um termo de cooperação, firmado entre a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), Banco da Amazônia e Prefeitura de Paragominas, para viabilização de um Frigorífico de Pequenos Animais. Às 17 horas, Jatene participa da inauguração do estádio “Arena do Município Verde”, que receberá o amistoso entre a Seleção de Paragominas e o Paysandu. O jogo terá transmissão ao vivo pela Rede Cultura de Comunicação (TV, rádio e portal Cultura). A programação marca os 47 anos de fundação do município, que se comemoram segunda-feira (23).

Texto:
Amanda Engelke-Secom
Região Metropolitana
de Santarém impulsionará
desenvolvimento da região
“A criação da Região Metropolitana consolida o projeto estratégico de desenvolvimento da região oeste do Pará. Com esta nova configuração haverá uma maior facilidade para o desenvolvimento desses municípios e das localidades próximas”, ressaltou nesta sexta-feira (20) o secretário Especial de Desenvolvimento Econômico e Incentivo à Produção, Sidney Rosa, sobre a criação da Região Metropolitana de Santarém.
O projeto da RMS foi aprovado pela Assembleia Legislativa no dia 20 de dezembro de 2011, sancionado pelo governador Simão Jatene e publicado no Diário Oficial do Estado (DOE), no último dia 18. A Região Metropolitana de Santarém (RMS) é composta pelos municípios de Santarém, Belterra e Mojuí dos Campos (que ainda será instalado), no oeste do Pará.
Segundo o secretário, o desenvolvimento poderá ser impulsionado pela criação do Distrito Industrial de Santarém, o crescimento urbano, a destinação dos resíduos sólidos e a segurança pública. “A criação da RMS facilita o desenvolvimento de todos os setores da região’, destacou Sidney Rosa.
Andrea Pinheiro, coordenadora de Estudos Urbanos do Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp), informou que vários fatores contribuíram para a criação da RMS, entre as quais o fato de Santarém sempre ter exercido o papel de entreposto comercial para várias localidades (incluindo municípios do Estado do Amazonas), devido a sua estratégica localização geográfica, e ter recebido missões religiosas que também atraíram o desenvolvimento. “Santarém acaba servindo de entreposto para 16 municípios por sua capacidade estrutural de receber pessoas dessas localidades, por conta da estrutura de saúde e urbanização, entre outros fatores”, disse ela.
A estudiosa ressaltou, ainda, que entre as vantagens da Região Metropolitana está a prioridade na captação de recursos públicos em programas federais e estaduais, para investimentos em diversas áreas.
A Região Metropolitana de Santarém foi criada pelo governo do Pará, por meio da Lei Complementar nº 079, com base no parágrafo 2º do artigo 50 da Constituição Estadual. Segundo o projeto, a criação da RMS visa integrar a organização, o planejamento e a execução de funções públicas de interesse comum aos municípios da área de abrangência. De acordo com o projeto de lei, os municípios que integram esse conjunto territorial mantêm sua autonomia política, financeira e administrativa. Os três municípios que integram a RMS reúnem a terceira maior população do Pará, com 310.898 mil habitantes.

Texto:
Manuela Viana-Secom
Sejudh articula com IAP
cursos para mulheres
vítimas de violência
O titular da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), José Acreano Brasil Júnior, reuniu-se nesta terça-feira (20) com o presidente do Instituto de Artes do Pará (IAP), Heitor Pinheiro, para articular a formação de turmas de capacitação de moda para mulheres vitimas de violência e para a população LGBT.
Heitor Pinheiro disse que o IAP atua em áreas estratégicas para valorizar e recuperar a auto-estima da população paraense, com o apoio a manifestações culturais populares e a oferta de cursos de capacitação voltados para temas artísticos, entre eles moda, corte-custura e fotografia. “Não queremos formar artistas e sim que a mulher recupere sua auto-estima”, reforçou José Acreano.
Segundo ele, a Coordenadoria de Promoção de Direitos da Mulher registrou no Centro de Referência de Atendimento à Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar “Maria do Pará”, em 2011, 200 atendimentos a mais em comparação a 2010. A Coordenadoria da Livre Orientação Sexual fez mais de 150 atendimentos de pessoas que tiveram seus direitos violados.
Após a conversa, Heitor Pinheiro apresentou a José Acreano os espaços que poderão servir para os cursos e oficinas que serão oferecidos. Dia 26 deste mês, os coordenadores da Sejudh voltam ao IAP para articular a programação dos cursos idealizados.

Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh
Semana de Formação
Continuada do Programa
Prosseguir
Professores e técnicos da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) participam, entre segunda-feira (23) e o dia 31 deste mês, da “Semana de formação continuada”, que visa capacitar com palestras, cursos e oficinas os docentes no desenvolvimento de seus trabalhos no âmbito hospitalar. A capacitação faz parte do programa de educação escolar hospitalar coordenado pelo Estado.
A palestra de abertura será ministrada pelo coordenador do Ensino Fundamental da Seduc, Luiz Miguel Queiroz, que abordará o tema “O currículo do ensino fundamental: perspectivas e desafios”. Nos demais dias, os professores participarão de diversas palestras e oficinas com abordagens de várias temáticas.
Os professores de classes hospitalares atuam em vários hospitais da Região Metropolitana de Belém, entre eles o Hospital de Clínicas Gaspar Viana, a Santa Casa de Misericórdia do Pará, e Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência e o Hospital Ophir Loyola.
Cohab faz Semana
Interna de Prevenção
de Acidentes
A Cohab faz, a partir desta segunda-feira (23), a sua XII Semana Interna de Prevenção de Acidentes. A programação terá abertura solene, a partir das 8h30, no refeitório da companhia, com apresentação de dançarinos da Academia Lana, que vão homenagear os 100 anos de Luiz Gonzaga. A programação consta de diversas atividades e termina com uma caminhada ecológica no Parque do Utinga.
Para o presidente da Companhia Interna de Prevenção de Acidentes (Cipa) da Cohab, José Ribamar, a programação deste ano está voltada para temas que abordam a saúde do trabalhador e a sua qualidade de vida, requisitos necessários para o bom desempenho dos servidores no seu ambiente de trabalho. A XII Sipat tem a parceria de diversos órgaos, como Polícia Rodoviária Federal, Idesma, Hospital Metropolitano de Ananindeua, Hemopa, Hospital Ophir Loyola, Sespa, Arquidiocese de Belém e restaurante Reobote.
Programação completa
Segunda-feira (23)
8h30 - Abertura oficial com café da manhã
Apresentação de danças da academia Lana
Local: Restaurante Reobote
14 às 15 horas - Palestra sobre "Atividade física e qualidade de vida"
Palestrante: Mariana Gabriel, médica do Hospital Metropolitano
Local: Espaço de Convivência
15 às 16 horas - Palestra sobre doenças do coração
Palestrante: Marta Bouilt, médica da Sespa
Local: Espaço de Convivência
Terça-feira (24)
14 às 15 horas - Palestra sobre estresse e motivação
Palestrante: Amanda Cruz, médica do Hospital Metropolitano
Local: Espaço de Convivência
15 horas às 16h30 - Palestra sobre a importância da doação voluntária de sangue
Palestrante: Rosicleide Teodósio de Lima, do Hemopa
Local: Espaço de Convivência
16 horas às 17h15 - Palestra sobre câncer de mama e próstata
Palestrante: Elizabel Lavareda, enfermeira do Hospital Ophir Loyola
Local: Espaço de Convivência
Quarta-feira (25)
14 às 15 horas - Palestra sobre DST/ Aids
Palestrante: Andrea Beltrão, médica do Hospital Metropolitano
Local: Espaço de Convivência
15 às 16 horas - Palestra sobre hepatite viral
Palestrante: Carlos Vítor, médico do Hemopa
Local: Espaço de Convivência
16 horas às 17h15 - Palestra sobre contracepção e dignidade humana
Palestrante: Glauco Oliveira Feitosa, teólogo
Local: Espaço de Convivência
Quinta-feira (26)
14 às 15 horas - Palestra sobre obesidade "Não alimente esse problema"
Palestrante: Ana Karla Paixão, nutricionista do Hospital Metropolitano
Local: Espaço de Convivência
15 horas às 16h30 - Palestra da Polícia Rodoviária Federal sobre violência no trânsito
Palestrante: Adriano Ferreira, policial rodoviário federal
Local: Espaço de Convivência
Sexta-feira (27)
9 horas ao meio-dia - Caminhada ecológica
Apoio: Polícia Ambiental
Local: Parque Estadual do Utinga
Data da pauta: 23/01/2012 08:30:00
Data de expiração: 27/01/2012 23:00:00
Local: Sede da Cohab
Endereço: Passagem Gama Malcher, 361, Souza

Contatos: Rosa Borges - Ascom Cohab
Polícia Civil aumenta
 em mais de 100% os
atendimentos à
comunidade
A Assessoria de Relações Interinstitucionais (Arin), da Polícia Civil do Pará, prestou mais de 18 mil atendimentos à comunidade ao longo de 2011, um aumento superior a 100% em comparação ao ano anterior, quando pouco mais de 8,5 mil pessoas foram atendidas. A unidade é responsável pelo auxílio ao delegado geral Nilton Atayde nos assuntos referentes ao relacionamento e à integração da Polícia Civil com outras instituições, órgãos públicos e privados, e comunidade em geral.
A promoção da articulação de ações voltadas à sociedade está entre as atribuições da Assessoria, realizada por meio de palestras, orientações e encaminhamentos, recebimento de denúncias, críticas e solicitações, e participação em reuniões com movimentos sociais e comunitários, entre outras atividades, visando o exercício da cidadania e o bem estar social.
Com sede no bloco C do Complexo da Polícia Civil, no bairro de Nazaré, em Belém, a Arin prestou, só no ano passado, mais de 1,2 mil encaminhamentos a órgãos públicos e privados, com o objetivo de buscar serviços, como emissão de documentos e atendimentos na área de saúde.
A Assessoria, dirigida por Waldenize Braga, também encaminhou para apuração mais de 100 denúncias de crimes, repassadas pela comunidade. Em 2010, apenas quatro denúncias foram recebidas pela Assessoria, que mantém um cadastro atualizado de entidades comunitárias atendidas.
Formação - Em 2011, integrantes da Arin participaram de 93 reuniões com a comunidade, na Região Metropolitana de Belém e no interior, voltadas a atender demandas da sociedade. Um desses encontros resultou, em setembro, na cidade de Barcarena, nordeste do Pará, na realização de um curso de Formação de Aquaviários, promovido pela Capitania dos Portos da Amazônia Oriental em parceria com a Polícia Civil.
No total, 75 pessoas, entre ribeirinhos e uma policial militar, foram habilitadas a pilotar embarcações. O curso atendeu a uma solicitação da presidente da Associação dos Trabalhadores Extrativistas do Rio Mucuruçá, Maria das Graças Figueira Pereira, devido ao fato de muitos barqueiros não possuírem carteira de habilitação para pilotagem, o que resultava em constantes retenções das embarcações pela Capitania dos Portos.
Ainda no ano passado, de acordo com o relatório de atividades da Arin, 84 palestras foram promovidas em escolas, igrejas, associações de moradores e centros comunitários. A Assessoria também esteve presente em 51 ações de cidadania em todo Estado, realizadas pelo Programa Pro Paz em parceria com outros órgãos estaduais. Durante os eventos foram distribuídos materiais informativos sobre o Disque-Denúncia (fone 181) e os serviços prestados pela Polícia Civil à sociedade.
Solidariedade - A Arin também promove ações sociais de solidariedade voltadas à educação e ao bem estar de jovens e outros segmentos sociais. Em outubro do ano passado, em alusão ao Dia das Crianças e ao Natal, dezenas de brinquedos foram entregues a crianças em áreas da periferia da capital.
Em novembro, moradores de bairros de Belém, como Pratinha e Tapanã, e de municípios como Benevides, São Miguel do Guamá e Marapanim, participaram do Curso de Atendimento Pré-Hospitalar, no auditório do Comando Geral do Corpo de Bombeiros, em Belém, realizado em parceria com a Polícia Civil. O curso, com duração de uma semana, teve como meta repassar conhecimentos sobre primeiros socorros, para que as pessoas estejam prontas a agir corretamente no atendimento a vítimas de acidentes domésticos ou em via pública.
Para Waldenize Braga, o aumento de mais de 100% no número de atendimentos prestados à população pela Arin é reflexo da dedicação e do compromisso da instituição policial com a sociedade. “Queremos fazer a diferença e mostrar que a Polícia Civil não atua só na repressão ao crime, mas também faz um trabalho de prevenção”, enfatizou. As ações sociais promovidas pela Assessoria visam a redução dos índices de criminalidade, em especial os casos de violência decorrentes do tráfico de drogas.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Começa no dia 26 o
pagamento dos
servidores públicos
estaduais
Os salários do funcionalismo público estadual referentes ao mês de janeiro começam a ser pagos na próxima quinta-feira (26). O calendário de pagamentos foi divulgado nesta sexta-feira (20) pela Secretaria de Estado de Administração (Sead), contemplando primeiro os pensionistas militares e civis.
 Calendário
Dia 26 - quinta-feira - inativos militares e pensionistas civis e  militares
Dia 27 - sexta-feira - inativos civil e pensões especiais/Sead
Dia 30 - segunda-feira - Auditoria, Casa Civil, Casa Militar, Consultoria, Defensoria Pública, Gabinete da Vice-governadoria, Procuradoria Geral, NAF, Secretarias Especiais, Sepaq, Secti, Sead, Sefa, Sepof, Sagri, Sema, Secult, Seidurb, Seel, Seicom, Sejudh, Seop, Sespa, Seter, Seas, Setran e Secom
Dia 31 - terça-feira - Corpo de Bombeiros, Polícia Civil, Polícia Militar, Segup, Adepará, Arcon, Asipag, CDI, Ceasa, Cohab, CPC "Renato Chaves", Detran, EGPA, Emater, FCG, FCPTN, FCV, Fasepa, Funtelpa, Fapespa, Hospital de Clínicas, Hospital Ophir Loyola, Fundação Hemopa, IAP, Imetropará, Iasep, Igeprev, IOE, Iterpa, Jucepa, Paratur, Prodepa, Santa Casa, Susipe, Uepa, Ideflor, Idesp e Loterpa

Dia 1º de fevereiro - quarta-feira - Seduc, capital e interior

Texto:
Ellen Freitas-Sead
Polícia de Castelo dos
Sonhos descobre
esquema de tráfico
de drogas e furtos
Uma operação integrada por policiais civis e militares resultou, nesta sexta-feira (20), na descoberta de um esquema de tráfico de drogas, que envolvia furto de vidros de perfumes de uma loja no distrito de Castelo dos Sonhos, no município de Altamira, oeste do Pará. Dois homens foram flagrados vendendo drogas e um adolescente foi apreendido por envolvimento nos furtos, na ação coordenada pelo delegado Arthur Braga, titular da Delegacia de Castelo dos Sonhos.
Segundo o delegado, o esquema começou a ser desmontado após o registro de um Boletim de Ocorrência feito pela proprietária de uma loja, situada no centro de Castelo dos Sonhos, a respeito do furto com arrombamento do imóvel. Do local foram levados diversos vidros de perfumes. Durante as apurações, os policiais civis chegaram a um adolescente de 15 anos, com quem foram encontrados alguns dos vidros de perfume roubados.
Interrogado, o infrator relatou aos policiais que parte do produto furtado do estabelecimento havia sido trocado por drogas em um ponto de tráfico situado em uma vila de quartos, conhecida por "Vila do Alemão". Os policiais civis prenderam em flagrante, em um dos quartos, Janderson Pereira, 22 anos, apelidado de “Buia”. Com ele foi apreendida quantia de R$ 115,00 e 10 "petecas" de pasta base de cocaína.
Em depoimento, Janderson contou ao delegado que vende drogas a um traficante conhecido por "Alemão", o qual estava à espera de sua chegada ao local. Os policiais aguardaram o acusado e também o prenderam em flagrante. “Alemão” foi identificado como Revelino Rodrigues de Oliveira, 31 anos. Ambos foram conduzidos à Delegacia de Castelo dos Sonhos, para lavratura do flagrante por tráfico de entorpecentes, receptação e associação para fins de tráfico de drogas. Os dois foram transferidos para a Delegacia do município de Novo Progresso, já que a  Delegacia de Castelo de Sonhos não abriga presos de Justiça.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Ator paraense participa
da minissérie "O
Brado Retumbante"
Vai ao ar nesta sexta-feira (20), a partir das 23h30 (horário local), a participação do ator paraense Cleodon Gondim na minissérie "O Brado Retumbante", da Rede Globo. Há 31 anos, Cleodon trabalha no gabinete do governador do Estado. Na produção televisiva, ele interpretará o papel de “Macieira”, ministro da Educação. Apesar do longo tempo como servidor do Estado, Cleudon, hoje com 71 anos,  exerce o ofício de ator desde os 16 anos.
Ele conta que a oportunidade surgiu de forma inesperada. “Um funcionário da produção da Rede Globo que é de Belém pediu indicação de atores paraenses ao ‘Paulão’, do Grupo Experiência. Eu fui uma das pessoas que mandaram o vídeo para a avaliação. No mesmo dia recebi a resposta positiva da própria Globo”, conta Cleudon, que viajou três vezes para o Rio de Janeiro, entre outubro e dezembro do ano passado, para gravar as cenas.
O "Brado Retumbante" estreou terça-feira (17) e terá oito capítulos. A autoria é de Euclides Marinho e a direção de núcleo, de Ricardo Waddington. No elenco estão Domingos Montagner, Maria Fernanda Cândido, José Wilker e Otávio Augusto.
CTBel dá início à
“Operação Volta às
Aulas” nesta segunda
A Companhia de Transportes de Belém (CTBel) dá início, nesta segunda-feira (23), à “Operação Volta às Aulas”. Seis funcionários do órgão estarão na frente das escolas onde são registrados, nos horários de entrada e saída de alunos, maiores congestionamentos por conta das infrações cometidas pelos pais. As ações se estendem até o dia 27 de janeiro.
A ordem é educar, relembrando aos pais a necessidade do cumprimento de algumas normas, como, por exemplo, a formação de fila única para a descida e subida do passageiro do carro. Um dos maiores problemas enfrentados pelos agentes de trânsito é exatamente a formação de fila dupla na frente dos estabelecimentos. O congestionamento, além de prejudicial à fluidez do tráfego, coloca em risco a vida dos pedestres.
A “Volta às Aulas” ocorrerá na frente dos colégios Nazaré, Santa Catarina, Ideal e Moderno. A ação começa às 07h30 desta segunda-feira (23), na frente do Colégio Nazaré. Das 11h30 às 12h30, os agentes estarão na frente do Colégio Ideal, na avenida Mundurucus.
No dia seguinte (24), a operação acontece, das 07 às 08h e das 12h às 12h30, respectivamente, na frente dos colégios Moderno e Nazaré. Nesses mesmos horários, no dia 25, na frente dos colégios Nazaré e Santa Catarina. No dia seguinte (26), haverá inversão apenas de colégios nos horários definidos. No último dia (27), das 7 às 8 horas, na frente do Colégio Nazar, e, das 12 às 12h30, na frente do Colégio Moderno.

 Texto: Ascom CTBel
Escola Gonçalves Duarte
faz jornada literária
para incentivar a leitura
Acontece até sábado (21), sempre às 19 horas, a primeira jornada literária da escola estadual vereador Gonçalo Duarte, no bairro do Jurunas, em Belém, que tem como objetivo incentivar o hábito da leitura e da cultura literária no ambiente escolar, estimulando o aluno a desenvolver pesquisas sobre autores da literatura brasileira.
A abertura aconteceu quinta-feira, com palestra do professor Sílvio Augusto de Oliveira Holanda, da Universidade Federal do Pará (UFPA), que falou sobre “Os caminhos da leitura na escola”. Professores, coordenadores, técnicos pedagógicos e gestores da rede estadual de ensino assistiram à apresentação.
Nesta sexta-feira (20), o grupo Ayvu Rapta fará contação de histórias. Em seguida, os escritores Juracy Siqueira e Walcyr Monteiro terão uma conversa com o público, para falar de suas experiências com o mundo das letras. Para encerrar a programação, dia 21, serão exibidos os filmes “A cartomante”, “Macunaíma”, “Memórias do cárcere”, “O conde de Monte Cristo”, “O primo Basílio” e “Vidas secas”.

Texto:
Fabiana Batista-Seduc
Denúncias ajudam a
desarticular pontos
de tráfico em Castanhal
Denúncias anônimas e informações relatadas ao Disque-Denúncia (181) resultaram na desarticulação de dois pontos de tráfico de drogas em Castanhal, município do nordeste do Pará. Em um dos imóveis foram presas Reline Cristina de Sales Campos, 26 anos, e a mãe dela, Brasilina de Sales Campos, 43. No local, situado na Rua Kazumo Oyama, bairro Nova Estrela, foram apreendidos 14 "tabletes" de maconha.
No outro ponto, o casal José Airton da Silva e Rayane de Nazaré Trindade da Penha, 18 anos, foi flagrado com "trouxas" de cocaína prontas para comercialização. A casa fica no bairro da Saudade II, periferia da cidade. Os presos foram apresentados ao delegado José Casemiro Beltrão, na Superintendência Regional do Salgado.
De acordo com os policiais, mãe e filha responderão por tráfico e associação ao tráfico de drogas. Já o preso José Airton estava sendo investigado pela equipe de operações da Polícia Civil local, como fornecedor de drogas na região, principalmente, em festas de aparelhagens sonoras. Ele também já responde por envolvimento em homicídio no município de Ananindeua, na Região Metropolitana de Belém. Deste crime também é acusado um irmão de José Airton.
Ambos chegaram a ser presos pelo crime e tiveram alvará de soltura expedido pela Justiça, para responder ao processo em liberdade. Agora, José Airton ficará preso à disposição da Justiça, em Castanhal. As mulheres foram transferidas para o Centro de Reeducação Feminino (CRF), em Belém.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Portal da Folia abre
programação oficial do
carnaval neste domingo
O Concurso dos Emblemáticos do Carnaval, com a eleição da Musa do Carnaval de Belém, Rainha das Rainhas das Baterias, Rei Momo e Rainha Gay do Carnaval abrirá neste domingo (22), a programação do Portal da Folia 2012, nos bairros da Pedreira e Benguí. Até o dia 21 de fevereiro, a programação irá percorrer outros bairros, além dos distritos de Outeiro, Icoaraci, Cotijuba e Mosqueiro.
A já tradicional programação da Prefeitura Municipal de Belém (PMB) começa às 17h na Aldeia Amazônica David Miguel. No palco da Pedreira, bairro do “samba e do amor”, além da eleição dos ícones do carnaval, serão lançados os sambas enredos das oito agremiações carnavalescas que compõem o 1º grupo do carnaval belenense.
As escolas de samba Bole Bole, Quem São Eles, Piratas da Batucada, Deixa Falar, A Grande Família, Rancho Não Posso me  Amofiná, Império Pedreirense e Xodó da Nega esquentarão baterias, tamborins, repiques e pandeiros, e darão o tom da sonoridade que será apresentada no desfile do dia 18 de fevereiro.
O bairro do Bengui também recebe os foliões de Momo neste domingo. A programação terá a participação do Bloco de Fanfarra Charangas da Folia, do grupo de pagode Arte do Samba e da agremiação carnavalesca Mocidade Unida do Bengui. Farão também a alegria dos brincantes os blocos Manguaça, Unidos Beberemos, Pepino Doido, A Cobra Não Morde e Chupa Mas Não Morde.
Já no próximo domingo (29), a programação do Portal da Folia segue, a partir das 17h, animando os foliões nos bairros da Cremação e da Marambaia.
No distrito de Outeiro, a alegria começa mais cedo. A partir das 15h, também no  próximo domingo, no estacionamento da Praia Grande. Rei Momo, bandas de fanfarra, baterias de escolas de samba, shows musicais e blocos alternativos farão a alegria da ilha.
Programação do Portal da Folia
A programação inicia sempre às 17h nos seguintes dias e locais:
22/01
Pedreira
Local: Aldeia Amazônica
Bengui
Local: Trav. Major Miguel (entre Rua São Bento e Rua Lameira Bittencourt)
29/01
Cremação
Local: Rua Fernando Guillhon com travessa 14 de Março
Marambaia
Local: Av. Rodolfo Chermont (Praça D. Alberto Ramos)
05/02
Guamá
Local: Trav. Silva Castro (entre Av. José Bonifácio e Pass. Paes de Souza)
Telégrafo
Local: Rua Curuçá com Rua Cel. Luis Bentes
12/02
Umarizal
Local: Trav. Almirante Wandenkolk (entre Boa Ventura da Silva e Domingos Marreiros)
Jurunas
Local: Rua dos Pariquis (esquina da Av. Roberto Camelier)
Texto: Lauro Lima / Fotos: Adriano Magalhães
Falsários são presos
em flagrante em
Goianésia do Pará
Quatro homens acusados de estelionato, falsidade ideológica, falsificação de documentos públicos, uso de documentos públicos falsos e formação de quadrilha estão presos no município de Goianésia do Pará, no sudeste do Estado. Eles foram flagrados quando usavam documentos falsos para realizar saque bancário na cidade. Apresentados por uma guarnição da Polícia Militar na Delegacia, eles foram autuados em flagrante pelo delegado Paulo Renato Pinto, titular da unidade. Todos portavam, pelo menos, um documento falso com nomes diferentes.
Conforme a sargento PM Merien Alves, do destacamento da cidade, por volta de 11h30 do último dia 18, o gerente da agência do Bradesco local acionou a Polícia Militar, informando sobre a presença de quatro homens suspeitos em um caixa eletrônico, instalado em uma loja no centro da cidade.
A policial Merien, junto com o cabo Clécio Silva e o soldado Eduardo Albuquerque, foram até o local e ali abordaram inicialmente os irmãos Leandro Chaves de Souza, 21 anos, e Jabson Chaves de Souza, 29. Em seguida, prenderam os comparsas Leonardo de Sousa Feijão, 25, e Tiago de Sousa Carmo, 23, que estava em um carro Astra, placa NNB 4143.
Interrogados, os quatro admitiram que estavam fazendo saques usando documentos falsificados, e que o dinheiro sacado era depositado na conta de uma mulher, já identificada. Os presos confessaram ainda que já haviam feito saques anteriormente em Marabá e Goianésia. Após depositar os valores, o bando pretendia deslocar-se para o município vizinho de Breu Branco, e depois para Tucuruí, na mesma região.
Todos os presos estavam com documentos falsos, nos quais se apresentavam com outros nomes. Com eles foram encontrados R$ 2.098,00 em espécie; 12 cartões para saque; outros dois cartões bancários; cartões de crédito; telefones celulares e pendrives. As investigações mostram que os acusados, no momento do flagrante, realizavam saque de uma conta bancária do município de Tucumã, no sul do Pará. A mulher que seria a mentora do crime está sendo investigada.

Texto:
Walrimar Santos-Polícia Civil
Policiamento se mantém
normal depois da
negociação com o Estado
A Polícia Militar do Estado do Pará trabalha normalmente depois de ter suspendido na noite desta quinta-feira, 19, em assembleia, a ameaça de paralisação. A categoria negociou com o governo melhorias salariais e alcançou ainda a criação de um decreto, que oficializa uma permanente mesa de negociações entre o Estado e os militares. Nesta sexta-feira, 20, 100% das tropas da PM estão trabalhando na capital e no interior. Em Belém, pela manhã, a rotina dos batalhões seguiu em ritmo normal, com o policiamento ostensivo feito pelas viaturas nas ruas da cidade.
O comandante da PM, coronel Daniel Mendes, afirmou que desde as primeiras horas da manhã acompanhou o funcionamento dos batalhões e a rotina das tropas. “Entramos em contato desde cedo com todos os batalhões do Estado, tanto na capital como no interior, e verificamos que estamos operando com todo o nosso efetivo, com o sistema de comunicação interna funcionando perfeitamente. A população pode ficar tranqüila porque a PM está nas ruas”, assegurou.
Logo cedo, no 24º Batalhão, responsável pelo policiamento no Bengui, as oito viaturas da unidade estavam nas ruas do bairro. Segundo informações dos policiais que trabalhavam, 22 PMs realizavam o policiamento durante aquele turno. No Barreiro, várias viaturas também estavam pelas ruas. Na base móvel da PM, na Avenida Pedro Álvares Cabral, próximo à feira do bairro, a equipe trabalhava confiante pelo avanço conquistado na negociação com o governo.
“Ontem estávamos paralisados parcialmente, mas hoje nos estamos trabalhando normalmente. Vim com a certeza de que estas foram apenas as primeiras conquistas que alcançamos, e que vamos conseguir muitas outras através do diálogo com o Estado, que já se mostrou empenhado em valorizar a categoria”, afirmou o cabo Mário Afonso, que fazia a segurança na base móvel do Barreiro esta manhã.
A população acompanhou todo o processo de negociação entre o governo e a categoria, e aprovou o diálogo. “Ontem, apesar das notícias, eu não percebi a paralisação. Pelo contrário, houve um assalto perto da minha casa, mas a polícia chegou bem rápido. Fiquei bem tranqüila em saber que foi apenas uma ameaça, e que o Governo agiu com rapidez”, disse a professora Adriane Vieira, moradora do bairro da Sacramenta.
O comerciante Neuton Magalhães, morador do Telégrafo, fazia compras hoje pela manhã na feira do Barreiro e disse não viu problemas com a segurança nesta sexta-feira. “Se uma greve acontecesse seria muito prejudicial para a população, mas felizmente, isso não ocorreu. O policiamento está aí nas ruas e nós estamos vendo isso. O Estado fez o papel dele em negociar e chegar em um entendimento com a categoria”, ressaltou.
Nos bairros do Guamá e Terra Firme o policiamento, assim como nas outras áreas da capital, se manteve normal. A estudante do curso de Letras da Universidade Federal do Pará, Soraya Coutinho, acredita que o diálogo foi a medida mais acertada para que se mantivesse a segurança no Estado. “O Governo sabe o quanto a segurança é essencial e se mostrou sensível à luta dos policiais. Isso deve ocorrer sempre, para melhorar ainda mais o policiamento”, sugeriu.
Na Terra Firme, a artesã Darlene Moreira esperava o ônibus na parada que fica ao lado da unidade comunitária da PM. Para ela, a greve seria muito ruim para a população. “Todos têm direito de ‘grevar’, mas tudo tem um limite. Os policiais não podem prejudicar a população. Por isso eu acho que eles tomaram a decisão mais acertada. Vão ter o direito deles assegurado sem que o nosso direito, de ter segurança pública, seja ignorado. Foi uma atitude inteligente”, pontuou Darlene.
Conquistas dos Policiais e Bombeiros Militares do Pará
Após mais de 10 horas de negociação direta e transparente com o funcionalismo público, o Governo do Estado evitou, nesta quinta-feira, 19, a paralisação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado. A categoria aceitou as propostas apresentadas pelo governo, que concedeu reajustes que variam de 18% a 26% aos salários dos policiais militares, a partir de fevereiro.
O governo concedeu ainda intersídio de 5% para os praças, ganho de 70% sobre a gratificação de risco de vida e ganho real de 7%. Também ficou definida a permanência da mesa de negociação com a categoria, a fim de discutir outras reivindicações dos militares do Estado, como o prazo de implantação da jornada de trabalho para 40 horas semanais; o adicional de interiorização e o auxílio fardamento para cabos e soldados, além de mais 30% na gratificação por risco de vida. Todas essas reivindicações serão discutidas na mesa de negociação, considerando sempre as condições financeiras do Estado.
Com a aceitação das propostas, dois projetos de lei devem ser encaminhados ainda em fevereiro para a Assembleia Legislativa do Pará (Alepa). Uma pretende estabelecer o valor do adicional de interiorização de acordo com a região do Estado na qual está locado o militar. O outro projeto será para viabilizar a recompensa salarial dos oficiais militares, visto que a Lei atual permite aumento compulsório a partir de janeiro apenas para os praças.
Aumento
Veja como ficarão os aumentos para os militares, por patente, de acordo com o que foi acordado:
Soldado: de R$ 1.905,50 para R$ 2.253,20
Cabo: de R$ 2.021,52 para R$ 2.434,61
Terceiro Sargento: de R$ 2.168,94 para R$ 2.635,13
Segundo Sargento: de R$ 2.439,16 para R$ 2.952,14
Primeiro Sargento: de R$ 2.569,12 para R$ 3.107,75
Subtenente: de R$ 2.726,82 para R$ 3.344,39


Texto:
Thiago Melo-Secom
Imetropará fiscaliza os
radares eletrônicos de Belém
O Instituto de Metrologia do Estado do Pará (Imetropará) realiza pelo terceiro dia consecutivo a fiscalização dos radares eletrônicos de trânsito fixos, conhecidos popularmente como “araras”. Essa é a primeira fiscalização pela qual os nove radares eletrônicos da capital paraense este ano .
A primeira fiscalização em cada “arara” é feita de forma programada, ou seja, a Companhia de Transportes do Município de Belém (CTBel), órgão responsável pelos radares, é comunicada sobre a atividade. As outras verificações são feitas sem aviso prévio e podem acontecer em qualquer dia ou horário, conforme explicou o metrologista Carlos Mercês.
“As aferições subseqüentes não têm data para acontecer, isso garante que não haja qualquer tipo de manipulação nos resultados. Todo instrumento que tem regulamento técnico metrológico, como os radares, tem que passar pela nossa fiscalização. Por se tratar de um mecanismo que envolve valores financeiros gerados pelas multas, essa é uma forma de garantir que os consumidores não serão lesados em seus direitos”.
A fiscalização avalia se o radar está medindo a velocidade regularmente. O carro do Imetropará, equipado com um equipamento de aferição de velocidade, passa diversas vezes pelo radar, acima da quilometragem permitida. O procedimento é repetido por diversas vezes, em todas as faixas de carros. Depois são comparados os números do equipamento do Imetropará com a aferição dos radares, cuja margem de diferença pode ser de no máximo cinco quilômetros.
Ao final da medição, o radar eletrônico recebe um lacre e um selo do Imetropará atestando a regularidade. Caso seja atestado algum tipo de falha no equipamento, o órgão é atuado e multado. A fiscalização nos radares eletrônicos de Belém terminou na tarde desta sexta-feira, 20, e não foi detectada nenhuma irregularidade. Os radares eletrônicos móveis, utilizados por policiais rodoviários, ainda serão avaliados.
O presidente do Imetropará, Luziel Guedes, destacou que o trabalho de fiscalização é diário e atinge diversas áreas e produtos. Além das fiscalizações regulares, são programadas operações especiais, como por exemplo a "Operação Mãos à Obra", que vai fiscalizar barras e fios de aço destinados a armaduras de concreto armado, cabos e tubos de aço e conexões de ferro fundido. Ovos de páscoa, vestuário feminino, cadeirinha de automóvel para crianças, taxímetros, fogos de artifício e até acessibilidade em ônibus urbanos e rodoviários, já estão na mira da fiscalização.
“Temos programadas cerca de 10 operações especiais para 2012, que acontecem de acordo com os diferentes períodos do ano. Agora em janeiro, por exemplo, estamos com a “Operação Volta às Aulas”, onde verificamos se os produtos escolares estão dentro da conformidade de quantidade, segurança e garantia especificadas”.
O presidente do Imetropará ressaltou também, que as operações são positivas tanto para o consumidor, quanto para os estabelecimentos comerciais. “A fiscalização do Imetropará é um valor agregado ao produto. A loja tem a certeza de estar comercializando um produto dentro dos padrões de qualidade estabelecidos nacionalmente, o que dá tranqüilidade ao consumidor de comprar na loja que passou pela inspeção”.
Serviço: Imetropará, fones (91) 3246-2404 / 2554
Site: www.imetropara.pa.gov.br


Texto:
Dani Filgueiras-Secom
Nota SAAEB- Interrupção
no abastecimento
de água em Icoaraci
O Serviço Autônomo de Abastecimento de Água e Esgoto de Belém – SAAEB informa que haverá interrupção no abastecimento de água nas residências atendidas pelo Sistema Souza Franco, no Distrito de Icoaraci, a partir das 8h desta segunda-feira, 23, até o mesmo horário do dia seguinte, 24.
O motivo é a manutenção preventiva de equipamentos e a troca do quadro de comando da estação.
Ceasa garante serviço
social às famílias
ribeirinhas do entorno
Com o objetivo de qualificar e conhecer de perto a realidade das famílias ribeirinhas que vivem no entorno das Centrais de Abastecimento do Pará (Ceasa), de 24 a 27 de janeiro será feito um recadastramento dessas pessoas. O levantamento vai quantificar quantas famílias moram atualmente naquela área e, dessas, quantas estão desempregadas ou possuem alguma necessidade especial. Após o recadastramento, a Ceasa irá avaliar as principais demandas da comunidade e, a partir disso, ofertar serviços e projetos sociais a essas famílias.
O levantamento é essencial para subsidiar as ações realizadas pela Ceasa durante todo o ano. Dentre elas estão o encaminhamento e/ou atendimento social e a saúde, inclusão nos eventos comemorativos do órgão (Círio, Natal, etc), garantia de transporte de urgência, abastecimento de água e energia. Outro beneficio ofertado será o acesso à educação inclusiva de jovens e adultos da comunidade no projeto Educação para Jovens e Adultos (EJA), do Governo Estadual, desenvolvido pela Secretaria de Estado e Educação (Seduc).
Além disso, essas famílias serão incluídas nas ações de cidadania promovidas na Ceasa, como emissão de documentos, vacinação e outros, e ainda em palestras, oficinas e cursos sobre Nutrição, Segurança Alimentar, Reaproveitamento Integral dos Alimentos, entre outros assuntos, visando na qualificação dos moradores.
IDESP oferece mais
uma bolsa de pesquisa
O Instituto de Desenvolvimento Econômico, Social e Ambiental do Pará (Idesp) abriu nesta sexta-feira, 20,  as inscrições para uma vaga de bolsista graduado, Tecnólogo ou formação superior em Desenvolvimento de Sistemas e de Software, com Mestrado recém formado, ou graduado com no mínimo 04 (quatro) anos de experiência em Planejamento e Infraestrutura em Ciência e Tecnologia ou experiência profissional com conhecimento da metodologia de Contas Ascendentes Alfa. O candidato deverá desenvolver atividades de pesquisa no projeto “Serviço de Informação do Estado – SIE”, pelo período 12 (doze) meses, sob a orientação da Diretoria de Estatística, Tecnologia e Gestão da Informação. As inscrições vão até segunda-feira (23) e podem ser feitas na sede do Idesp, conforme edital no008/2012, disponível no site do Instituto.
Serviço:O Idesp fica na Rua Municipalidade nº 1461, Bairro do Umarizal - CEP: 66.050-350. Não serão aceitas inscrições por fax ou e-mail.
Detran lamenta
morte de servidor
A Direção Geral do Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA) expressa profundo pesar pelo falecimento do servidor José Cláudio Reis da Silva, de 43 anos, lotado no setor de Vistoria da agência-sede da autarquia, ocorrido na manhã desta sexta-feira, 20. O servidor foi vítima de trágico acidente de trânsito a caminho do trabalho, na avenida Independência, quando trafegava em sua motocicleta.
O diretor-geral do Detran/PA, Álvaro Ayres, manifesta condolências aos familiares e colegas de trabalho do servidor, que desde 2007 fazia parte do quadro de funcionários efetivos do órgão.
Pará Rural avalia
potencial produtivo
em Santarém
Desde o dia 17 de janeiro o Programa Pará Rural está presente em Santarém para visitas técnicas e apresentação institucional, através de seu gerente executivo, Antônio Carlos Neves da Rocha. O objetivo é reunir com os agricultores da região para discutir questões técnicas envolvendo a agricultura familiar do município e avaliar a possibilidade de acesso dessas comunidades aos Projetos de Investimentos Produtivos (PIP’s) ainda em 2012.
A idéia é identificar o potencial produtivo dos grupos da região, os mercados, formas de comercialização da produção e coesão social, entre outros fatores determinantes para o êxito das ações financiadas pelo programa Pará Rural. A avaliação das potencialidades do município continua até hoje (20) e o processo para inclusão de projetos locais no PIP será levado adiante pelo Agente de Desenvolvimento Local (ADL) da região do Baixo Amazonas.
Coletiva de Imprensa com
Duciomar Costa – Prefeitura
implanta serviço que
permite rastrear, via satélite,
caminhões de coleta de entulho
Mais uma ferramenta para facilitar o serviço de coleta de entulho será apresentada à população de Belém, na manhã desta segunda-feira (23), pelo prefeito Duciomar Costa, que receberá a imprensa a partir de 8h30, no auditório da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan). Trata-se de um sistema de rastreamento, via satélite, dos caminhões de coleta de entulhos da cidade, para assim atender com mais agilidade as demandas da população.
Foram instalados aparelhos de GPS (Sistema de Posicionamento Global) em 70% dos caminhões que atuam na coleta de entulho na capital paraense. O uso do sistema, inédito no Norte do país, será operado através da Central de Monitoramento Eletrônico, que atualmente já está em funcionamento na Sesan. A ferramenta dará agilidade na fiscalização e coleta de entulho da cidade.
A Central também vai estar também interligada as empresas terceirizadas. Com o novo sistema, a novidade é que os pedidos da comunidade pelo 0800 095 3560 serão recebidos automaticamente por essas empresas, que vão emitir relatórios sobre as ações, até a conclusão do serviço.
Com isso, a Central de Monitoramento terá sempre uma estatística diária do trabalho realizado e concluído. De posse desse relatório, será possível interagir com a comunidade para saber o grau de satisfação com o trabalho realizado.
A Central também vai ser responsável por monitorar câmeras de vídeo, que estão sendo instaladas em pontos considerados críticos, como no canal da Antônio Baena com a Pedro Miranda. Neste local foi instalada a primeira câmera, em dezembro do ano passado, com o objetivo de inibir a colocação de entulho em locais inadequados.
A Prefeitura Municipal de Belém recolhe cerca de 600 toneladas de entulho por dia. A intenção do projeto é estar, até o final do ano, com oito câmeras instaladas nos maiores pontos críticos de despejo de entulho da cidade.
Todo o entulho tem como destino final o aterro sanitário do Aurá. Porém, em muitas ocasiões, é jogado de forma indiscriminada nas ruas de Belém. A Sesan, além de combater a ação irregular, montou uma equipe para o contato direto com a população. De porta em porta essa equipe faz um trabalho de educação ambiental, além de pesquisar os principais problemas relacionados ao tema.
Oeiras do Pará aprova
pré-projetos para
agricultura familiar
Quatro associações do Município de Oeiras do Pará tiveram seus pré-projetos aprovados no Programa Pará Rural para ações de investimento produtivo da agricultura familiar na região nordeste do Estado. Os projetos das associações concorrem à aprovação de aproximadamente três milhões em investimento, ação inédita no município.
Tiveram seus pré-projetos aprovados a Associação dos Produtores Agrícolas e Extrativistas do Castanheiro (APAEC), Associação dos Produtores Rurais e Extrativistas de Santa Ana do Rio Pruanã (APRESAP), Associação dos Produtores Rurais da Popa do Navio (APRONA), Associação dos Trabalhadores da Indústria da Madeira e Derivados Extrativistas do Município de Oeiras (ATIMEX).
Sepaq garante recursos
para a pesca do Pará
junto ao governo federal
O secretário adjunto de Pesca e Aquicultura do Pará, Luiz Sérgio Borges, esteve em Brasilia participando de uma audiência com o Ministro da Pesca, Luiz Sérgio, e conseguiu a liberação de recursos, até o mês de fevereiro, que perfazem quase 3,5 milhões de reais, destinados à ampliação e reforma da Estação de Aquicultura Marinha Fernando Flambot da Cruz, em Curuçá; e ampliação e reforma do Centro de Capacitação de Aquicultura e Pesca do Nordeste Paraense na comunidade de Curuperé, em Curuçá.
Outro assunto discutido foi a possibilidade do Ministério ceder o terreno onde funcionou a Eletronorte, no Tapanã, para as futuras instalações da Secretaria de Pesca, em Belém. Na Eletronorte, em Brasilia, Luiz Sérgio acelerou a liberação de convênios para os tanques-redes, em Tucuruí, que abrigarão cerca de 100 mil alevinos, num prazo máximo de 10 (dez) dias. Luiz Sérgio esteve na FAO, Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação, onde tratou da elaboração de projetos para a piscicultura e para o beneficiamento do caranguejo, garantindo junto ao MPA a aquisição de modernas máquinas para o beneficiamento da massa do caranguejo em São Caetano de Odivelas. "Fiquei satisfeito com nossa estada em Brasilia", disse o secretário-adjunto.

Texto:
Sérgio Noronha-Sepaq
Inscrições para o teste
de Musicalização do CCG
O Conservatório Carlos Gomes recebe nos próximos dias 23, 24 e 25 as inscrições dos novo candidatos interessados em participar do teste de seleção de ingresso à instituição, para o curso de Musicalização.
Artistas se integram na
festa de carnaval da
Fundação Curro Velho
A Fundação Curro Velho conta com artistas para desenvolver a criação de alegorias, adereços e fantasias para o carnaval da escola de samba das Crias do Curro Velho. São pessoas que fazem parte do processo da criação carnavalesca há mais de dez anos, como o artista plástico Jeferson Cecim, que chegou à Fundação na década de 90, como aluno assistente de uma oficina de adereços.
Ele já foi instrutor de oficina de bonecos e desde então participa da confecção de adereços e carros alegóricos para o carnaval do Curro, que utiliza material reciclado na confecção de suas fantasias e alegorias. “Eu comecei a fazer carros alegóricos em 2004 e este ano estou encarregado de produzir três bonecos que serão conduzidos em cima dos carros", diz o artista plástico, que utiliza material reaproveitável em suas criações.
Outro artista envolvido nos preparativos do Carnaval é Bruce Macedo que atua no processo de criação de objetos cênicos. Para ele, o carnaval é um momento mágico. “Aqui na Fundação esse é um dos momentos mais esperados do ano, pois o que para alguns é lixo, pra gente vira luxo”, diz Bruce, que utiliza materiais reaproveitáveis que são doados à instituição. Segundo o artista, o carnaval permite à Fundação Curro Velho dar um retorno para tanto para a sociedade, como para a comunidade, ao mostrar às pessoas que doaram esses materiais como eles podem ser transformados e reaproveitados.
Dina Oliveira, superintende da Fundação, ressalta: "A gente brinca de fazer carnaval, porque a intenção não é fazer um evento competitivo, mas sim, criativo, onde o personagem principal é a criança, que participa das ações do Curro Velho”, diz, mostrando outro ponto importante desse processo, que é o trabalho social que a Fundação desenvolve. "A maioria das pessoas atendidas na instituição são da comunidade Vila da Barca, que veem na Fundação um ponto de apoio".
O desfile das Crias da Fundação Curro Velho está agendado para o dia 11 de fevereiro, a partir das 9h, como parte da programação da "Bumbarqueira – Carnaval do Pará", promovido pelo Governo do Estado, Secretaria Especial de Promoção Social, Secult, IAP, Fundação Curro Velho, Fundação Carlos Gomes e Funtelpa.


Texto:
Andreza Gomes-FCV
Procon recebe inscrições
para cursos virtuais
A Escola Nacional de Defesa do Consumidor inscreve interessados para o 8° Ciclo de Cursos Virtuais. Uma das ofertas é direcionada para o público jovem. O “Consumidor EducAção”, ocorrerá no período de 28 de fevereiro a 17 de abril e disponibiliza aos jovens a oportunidade de se tornarem consumidores mais conscientes e informados.
Os módulos englobam temas como saúde e higiene, ensino particular, internet e redes sociais, educação financeira e consumo sustentável. Com linguagem acessível e direta, a capacitação ajuda na tomada de decisões. O aprendizado é viabilizado por meio da plataforma da ENDC. Os interessados devem preencher a ficha de inscrição, disponível com atendentes da Triagem, e entregar até as 14h desta sexta-feira, 20, na Divisão de Educação e Projetos (DEP), localizada no 3° andar da Sede do órgão (Tv. Castelo Branco, 1029). A carga é de 60 horas/aula.
Capacitação em Direito do Consumidor, Multiplicadores da Matriz Curricular, Defesa da Concorrência e Crimes Contra as Relações de Consumo serão os temas dos workshops direcionados aos agentes de defesa do consumidor, e com carga de 60 horas/aula, que ocorrerão de 28 de fevereiro a 17 de abril. As inscrições iniciam no próximo dia 26 e se estendem até o dia 30 de janeiro. Aos interessados, os registros serão realizados por meio do sitio eletrônico: http://endcead.ip.tv.
Outra oportunidade aos agentes de defesa do consumidor é o Curso de Formação de Tutores de Educação Virtual. As inscrições, sujeitas à validação pelo ENDC, serão realizadas junto ao DEP, de 26 a 30 de janeiro. As aulas iniciam no próximo dia 28 e terminam em 3 de abril, com carga de 40 horas/aula. Para maiores informações, entrar em contato com a Diretoria, pelo fone: (91) 3073-2827.


Texto:
Ellyson Ramos-Sejudh
 “A Pele que habito”
retorna ao Cine
Estação neste domingo
Devido ao sucesso de público registrado nas sessões do Cine Estação, a direção da OS Pará 2000 decidiu retomar a exibição, neste domingo, 22, do último filme de Pedro Almodóvar, ‘A Pele que Habito’, que traz no elenco principal Antonio Banderas e Marisa Paredes.
No filme, Robert Ledgard (Antonio Banderas) é um conceituado cirurgião plástico, que vive com a filha Norma (Bianca Suárez). O doutor Robert tem a obsessão de recriar em laboratório uma espécie de pele humana, desde que sua esposa sofrera graves queimaduras após um acidente de carro.
Atormentado pela morte da mulher, Ledgard se mostra um homem inescrupuloso e não medirá esforços para colocar em prática seus experimentos para criar uma pele artificial para seres humanos.

Serviço:
"A Pele que Habito", de Pedro Almodóvar.
Com Antonio Banderas e Marisa Paredes. 16 anos. 117m.
Últimas exibições neste domingo, 22 de janeiro, às 10h, 18h e 20h30.
Ingressos: R$ 7,00 (com meia-entrada para estudantes).
Realização: OS Pará 2000, Secretaria de Estado de Cultura – Secult e Governo do Estado.


Texto:
Isa Arnour -Pará 2000
Detran vai formar
mais uma turma
de mototaxistas
Começam no próximo dia 23 as aulas para mais duas turmas do Curso Especializado para Mototaxistas, promovido pelo Departamento de Trânsito do Estado do Pará (Detran/PA), em atendimento à Resolução 350/2010, do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), que institui a obrigatoriedade do curso para profissionais em transporte de passageiros (mototaxista) que exerçam atividades remuneradas na condução de motocicletas e motonetas.
As aulas começaram às 8h, no Instituto de Ensino de Segurança Pública do Estado do Pará (Iesp), localizado na rodovia BR-316, em Marituba. Sessenta mototaxistas daquele município, onde a atividade profissional é regulamentada, e de Ananindeua se inscreveram para a terceira turma do curso especializado, formando duas classes com 30 participantes cada, como prevê a Resolução 350/2010.  O curso tem carga de 30 horas-aula, sendo 20 horas de aulas teóricas e cinco horas de aulas de prática de pilotagem profissional.
Será considerado aprovado no curso o participante que tiver 100% de freqüência e, no mínimo, 70% de acerto nas questões teóricas e na avaliação prática. Em caso de reprovação, o participante terá prazo máximo de 30 dias para passar por nova avaliação.
As inscrições para a quarta turma já estão abertas e podem ser feitas no salão de atendimento da sede do Detran/PA, na Avenida Augusto Montenegro, no horário de 8h as 14h. A taxa de inscrição é de R$ 138,12, mais taxa bancária de R$ 3,68.


Texto:
Orlando Cardoso-Detran
Emater promove curso
sobre manejo de
bacurizeiros em Abaetetuba
Em 2 e 3 de dezembro passado, o escritório local da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado do Pará (Emater) em Abaetetuba, no nordeste do estado, promoveu, em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a Secretaria de Estado de Agricultura (Sagri), um curso de manejo de bacurizeiros nativos para técnicos e agricultores da região.
As 12 horas de aulas teóricas e práticas, ministradas pela equipe da Embrapa, se dividiram entre o auditório da Associação Comercial de Abaetetuba (ACA) e a propriedade do agricultor Mário Rui Lima, localizada na comunidade Curuperé-Miri.
Atendido pela Emater desde 2002, Lima cultiva pimenta-do-reino com estacas de gliricídia e mandioca. Além disso, mantém mais de 100 pés de bacuri, ainda com manejo mínimo. O que distingue a produção ali é a qualidade e o rendimento da polpa, “em um nível fabuloso, até o momento observado como um dos melhores do Pará”, destaca o pesquisador da Embrapa, José Edmar Urano, engenheiro agrônomo e mestre em produção vegetal.
Segundo ele, além da polpa em questão ser doce, a retirada da massa ultrapassa o dobro daquela em geral obtida entre bacurizeiros comuns: em vez de 10 a 12 quilos por 100 kg de fruto, consegue-se até 25 quilos. “Inclusive, é uma variedade cujo material deve ser utilizado para produzir mais enxertos, de modo a ser introduzida em outros bacurizeiros e assim beneficiar mais produtores”, completa Urano.
Para o engenheiro agrônomo da Emater Flávio Ikeda, um dos responsáveis pelo curso, a partir de um trabalho de manejo (com desbaste e eliminação de excessos, entre outras ações), a colheita do “bacuri massudo” pode ser planejada e representar aumento na quantidade de frutos. “Mas o principal ganho é a redução do tempo do desenvolvimento da planta, que é justamente o que mais desestimula os agricultores nesse cultivo: tradicionalmente, pela reprodução sexuada, com sementes, demora quinze anos para o bacurizeiro começar a produzir; já com o manejo em áreas de rebrotação natural, pode-se diminuir esse prazo para cinco anos”, explica.
Ainda de acordo com Ikeda, “quase ninguém” estrutura a cultura do bacuri na região de Abaetetuba: “Nossa intenção é estimular essa cadeia, que é muito vantajosa em termos econômicos: acredito que a polpa de bacuri seja a mais cara da fruticultura amazônica, podendo chegar a 40 reais o quilo”, diz.


Texto:
Aline Miranda-Emater
Banpará oferecerá SMS
gratuito para controle
de movimentação bancária
No período 20 de janeiro a 22 de fevereiro de 2012, o cliente do Banpará passará a receber em seu celular mensagens SMS com o descritivo da movimentação bancária, sempre que utilizar os produtos ou serviços do Banco. Dessa forma o usuário poderá controlar pagamentos, saques, transferências, compras, cheque debitado ou devolvido, crédito de salário, DOC e TED enviados e recebidos, entre outras transações.
Durante esse período, o cliente não precisará fazer cadastro para aderir ao SMS Banpará. A partir de 23 de fevereiro, a adesão poderá ser feita  pelo site www.banparanet.com.br, através da Central de Relacionamento 30044444 ou diretamente nas agências de relacionamento.


Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...