Total de visualizações de página

terça-feira, janeiro 24, 2012

Escola Técnica do SUS completa seis anos de atuação no Pará

A Escola Técnica do Sistema Único de Saúde (Etsus) completa nesta quarta-feira (25) seis anos de atuação no Pará, formando profissionais responsáveis pelos serviços oferecidos pelo SUS. Um evento interno, reunindo a diretoria e demais funcionários, marcará a data.

                Vinculada à Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), a Etsus foi instalada no Estado em 2006 e faz parte da Rede de Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde, uma rede governamental criada pelo Ministério da Saúde, Conselho Nacional de Secretários de Saúde e Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde, para facilitar a articulação entre as 36 Escolas Técnicas do Sistema Único de Saúde existentes no país.

                A Etsus promove cursos técnicos, básicos e de qualificação, para atender as demandas locais de formação técnica dos profissionais que já atuam nos serviços de saúde. Os cursos são oferecidos para servidores estaduais, municipais e federais.

                Segundo o diretor da Etsus, Raimundo Sena, este aniversário marca um momento importante na trajetória da instituição. “Estamos comemorando os seis anos da Etsus dando destaque a 2011, ano em que a escola alcançou grandes conquistas e, principalmente, credibilidade perante a Sespa e os municípios”, ressaltou.

                Atualmente, a Etsus dispõe de um banco de dados com 299 docentes cadastrados. São profissionais de saúde habilitados nas áreas como Enfermagem, Farmácia, Odontologia, Nutrição e Psicologia. A escola mantém ainda um núcleo pedagógico permanente, que elabora projetos, planos e materiais didáticos.

                Somente em 2011 a escola iniciou três turmas do curso de Atualização em Saúde do Idoso, formou seis turmas de Técnicos em Saúde Bucal e concluiu 38 turmas do curso de Qualificação para Agentes Comunitários de Saúde de vários municípios. Também foram formadas três turmas do curso de Regulação, e iniciadas mais duas turmas nesta área.

                Para a gerente pedagógica da Etsus, Izabel Oliveira, a grande característica da escola é a descentralização. “Utilizamos toda a estrutura do SUS, respeitando sempre as características regionais”, afirmou.

Novos cursos - Este ano serão iniciados novos cursos técnicos, como de Hemoterapia, em parceria com a Fundação Hemopa, direcionado aos profissionais que trabalham na hemorrede em todo o Estado, e os cursos de Radiologia, Vigilância em Saúde, de Citopatologia e de Qualificação para Agentes de Combate a Endemias, para 15 turmas. Também serão ofertados os cursos pós-técnicos para especialidades nas áreas de Urgência e Emergência, Nefrologia, Oncologia e Saúde Mental.

                Segundo Izabel Oliveira, as aprovações do regimento interno e do projeto pedagógico, em 2011, foram essenciais para o desenvolvimento da escola. “Estamos nos fortalecendo cada vez mais. Vamos iniciar o trabalho de pesquisa para avaliar o impacto da formação nos nossos alunos e também analisar a real demanda de cursos do Estado. Este ano também vamos priorizar as regiões de Belo Monte (no Xingu) e do Marajó, para formação de mais profissionais”, completou.

                A Etsus também está com sede nova, na Rua Jerônimo Pimentel, entre Doca de Souza Franco e Almirante Wandenkolk. Segundo Raimundo Sena, a estrutura é mais adequada ao desenvolvimento do trabalho da Etsus. “Na nova sede teremos melhores condições de trabalho para ofertar os cursos com mais qualidade aos servidores”, concluiu.



Texto:

Edna Sidou-Sespa
Postar um comentário

REVISTAS MEDIUNIDADE

JESUS: "Choro por todos os que conhecem o Evangelho, mas não o praticam...”

Ofuscado pela grandeza do momento, começou a chorar. Viu, porém, que Jesus chorava também... E, Eurípedes, falou – Senhor, por que ch...